Região sudeste 1

4.277 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.277
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.637
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
54
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Região sudeste 1

  1. 1. ESTADO CAPITALSP SÃO PAULO SÃO PAULOMG MINAS GERAIS BELO HORIZONTERJ RIO DE JANEIRO RIO DE JANEIROES ESPÍRITO SANTO VITÓRIA Elaborado pelo Professor Alessandro Rubens de Matos
  2. 2. O SUDESTE É A REGIÃO MAIS INDUSTRIALIZADA DO BRASIL
  3. 3. • COMPRANDO MATÉRIAS- PRIMAS E VENDENDO SEUS PRODUTOS EM TODAS AS REGIÕES, AS INDÚSTRIAS DO SUDESTE INFLUENCIAM A GEOGRAFIA DO BRASIL INTEIRO.
  4. 4. Fatores da concentração industrial: mercado consumidor• A economia cafeeira foi o ponto de partida para o desenvolvimento industrial do sudeste• Vamos analisar as fotos e observar as diferenças.
  5. 5. Lembre-se que o trabalho escravo não era assalariado,homens e mulheres negras não recebiam por seu trabalho.
  6. 6. Trabalhadores Livres: Imigrantes Italianos
  7. 7. Os trabalhadores livres recebiam um salário e podia consumir produtos,Florescendo o comércio e a indústria.
  8. 8. Fatores da concentração industrial: Estadopor meio dos governos federais e estaduais.• O estado também exerceu grande relevância nesse sentido, pois realizou elevados investimentos nas indústrias de base e infra-estrutura, como ferrovias, rodovias, portos, energia elétrica entre outros.• As empresas estatais ligadas à infra-estrutura: Petrobras, Eletrobrás, BNDE• Outra característica do período pós-1930 foi a preocupação dos governos, via de regra nacionalistas, em implantar companhias de base, como as de siderurgia (Companhia Siderúrgica Nacional, Companhia Vale do Rio Doce), petróleo (Petrobras) e energia elétrica (Eletrobrás).• A instalação da Petrobras, em 1953, foi precedida de campanhas a favor do petróleo ("O petróleo é nosso") e contra o capital estrangeiro no setor de extração de recursos do subsolo brasileiro. A Petrobras e as demais empresas estatais de bens de capital forneceriam o suporte necessário para a implantação de indústrias de bens de consumo, as quais ficariam a cargo do setor privado.• Para fornecer suporte técnico e financeiro à atuação do setor privado, foi criado o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDE), em 1952.
  9. 9. Fatores da concentração industrial: Estado por meio dos governos federais e estaduais.• Mais tarde, após a Segunda Guerra Mundial, a Europa não tinha condições de exportar produtos industrializados, pois todo o continente se encontrava totalmente devastado pelo confronto armado, então o Brasil teve que incrementar o seu parque industrial e realizar a conhecida industrialização por substituição de exportação.• Nessa mesma década aconteceu a inserção de várias empresas derivadas de países industrializados que atuavam especialmente no seguimento da indústria automobilística, química, farmacêutica, eletroeletrônicas, a partir de então, o Brasil ingressou efetivamente no processo de industrialização, deixando de ser um país essencialmente produtor primário para um estado industrial e urbano, no qual ambos estão ligados diretamente.
  10. 10. Resumindo• Fatores da concentração industrial:• Dinheiro do Café;• Incentivos do Estado;• Mercado Consumidor;• Disponibilidade de condições para geração de energia.
  11. 11. RELEVO DA REGIÃO SUDESTE Relevo do Sudeste
  12. 12. Poluição
  13. 13. • Sampa - Caetano Veloso Composição: Caetano Veloso• Alguma coisa acontece no meu coração Que só quando cruza a Ipiranga e a avenida São João É que quando eu cheguei por aqui eu nada entendi Da dura poesia concreta de tuas esquinas Da deselegância discreta de tuas meninas• Ainda não havia para mim Rita Lee A tua mais completa tradução Alguma coisa acontece no meu coração Que só quando cruza a Ipiranga e a avenida São João• Quando eu te encarei frente a frente não vi o meu rosto Chamei de mau gosto o que vi, de mau gosto, mau gosto É que Narciso acha feio o que não é espelho E à mente apavora o que ainda não é mesmo velho Nada do que não era antes quando não somos mutantes• E foste um difícil começo Afasto o que não conheço E quem vende outro sonho feliz de cidade Aprende depressa a chamar-te de realidade Porque és o avesso do avesso do avesso do avesso• Do povo oprimido nas filas, nas vilas, favelas Da força da grana que ergue e destrói coisas belas Da feia fumaça que sobe, apagando as estrelas Eu vejo surgir teus poetas de campos, espaços Tuas oficinas de florestas, teus deuses da chuva• Pan-Américas de Áfricas utópicas, túmulo do samba Mais possível novo quilombo de Zumbi E os novos baianos passeiam na tua garoa E novos baianos te podem curtir numa boa• Disponível em: Letra: http://letras.terra.com.br/caetano-veloso/41670
  14. 14. • http://www.youtube.com/watch? v=mBdd1gKGnZs
  15. 15. ESTADO CAPITALSP SÃO PAULO SÃO PAULOMG MINAS GERAIS BELO HORIZONTERJ RIO DE JANEIRO RIO DE JANEIROES ESPÍRITO SANTO VITÓRIA

×