Avaliação da aprendizagem escolar: para além do autoritarismo.

1.748 visualizações

Publicada em

O slide discuti a avaliação da aprendizagem escolar: para além do autoritarismo.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.748
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
456
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • A prática escolar dentro de um modelo liberal conservador, terá de, obrigatoriamente, ser autoritária, pois esse caráter pertence à essência dessa perspectiva de sociedade, que exige controle e enquadramento dos indivíduos nos parâmetros previamente estabelecidos de equilíbrio social.
  • Avaliação da aprendizagem escolar: para além do autoritarismo.

    1. 1. Avaliação Educacional Escolar: para além do autoritarismo Universidade Federal da Paraíba Campus IV – Litoral Norte Licenciatura em Ciência da computação
    2. 2. Avaliação Educacional Escolar: para além do autoritarismo Jonnathan Finizola Robson Soares de Lima Disciplina: Avaliação da aprendizagem Professor: Joseval Miranda
    3. 3. Abordagem da apresentação 3 • Pedagogia tradicional. • Pedagogia renovada ou escanovista. • Pedagogia tecnicista. • Pedagogia libertadora. • Pedagogia libertária. • Pedagogia dos conteúdos socioculturais. 1. Contextos pedagógicos para a prática da avaliação educacional. 2. A atual prática da avaliação educacional escolar: manifestação do autoritarismo. 3. Autoridade x autoritarismo. 4. Como ultrapassar o autoritarismo?
    4. 4. Contextos pedagógicos para a prática da avaliação educacional 4 A avaliação escolar atuante hoje se realiza dentro de um modelo teórico de compreensão que pressupõe a educação como um mecanismo de conservação e reprodução da sociedade denominado liberal conservador herdado da revolução francesa. O modelo liberal conservador produziu três pedagogias diferentes, mas com o mesmo objetivo conservar a sociedade na sua configuração.
    5. 5. 5 Pedagogia tradicional Imagem 1. Escola não é lugar dessas coisas. Centrada na transmissão de conteúdo, tendo o professor como figura central e única de conhecimento e o aluno como tábua rasa. Avaliam-se os resultados da aprendizagem com o objetivo de classificar os alunos, exercendo a educação uma função seletiva, identificando dos mais esforçados, dos mais interessados nos estudos.
    6. 6. Pedagogia renovada ou escanovista 6 Imagem 2. Valorização do saber do aluno. Centrada nos sentimentos, na espontaneidade da produção do conhecimento e no educando com suas diferenças individuais.
    7. 7. Pedagogia tecnicista 7 Imagem 3. Aprendizado técnico. Possui como base o uso dos meios técnicos levando-se em conta o rendimento do aluno Preocupa -se com a objetividade e operacionalidade do ensino. Aqui o pressuposto é de que a maior produtividade do indivíduo (capital cultural individual) conduz a maior produtividade da sociedade (visão desenvolvimentista). A educação subordina-se à sociedade em sua função de formar recursos humanos em primeiro lugar e não seres humanos plenos, cidadãos.
    8. 8. Pedagogia libertadora 8 Imagem 4. Paulo Freire e a organização política dos alunos. Possui como foco nos estudos de Paulo Freire pela emancipação das classes populares através da conscientização cultural e política fora dos muros da escola; por isso mesmo, destinada fundamentalmente à educação de adultos.
    9. 9. Pedagogia libertária 9 Imagem 5. Educando e sua auto gestão. A pedagogia libertária espera que a escola exerça uma transformação na personalidade dos alunos, num sentido libertário e autogestionário em que ela o institui, com base na participação dos grupos, mecanismos institucionais de mudança, através de assembleias, conselhos, eleições, reuniões e associações.
    10. 10. Pedagogia dos conteúdos socioculturais 10 Imagem 4. Professor Dermeval Saviani. Representada pelo grupo do professor Dermeval Saviani, centrada na ideia de igualdade, de oportunidade para todos no processo de educação e compreensão de que a prática educacional se faz pela transmissão e assimilação dos conteúdos de conhecimentos sistematizados pela humanidade e na aquisição de habilidades de assimilação e transformação desses conteúdos.
    11. 11. 11 Domesticação X Humanização • Pedagogia libertadora • Pedagogia libertária • Pedagogia sociocultural • Pedagogia tradicional • Pedagogia renovada ou escolanovista • Pedagogia tecnicista De um lado, as pedagogias que pretendem a conservação da sociedade e, por isso, propõem um adaptação e o enquadramento dos educandos no modelo social e, de outro, as pedagogias que pretendem oferecer ao educando meios pelos quais possa ser sujeito desse processo e não objeto de ajustamento.
    12. 12. A atual prática da avaliação educacional escolar: manifestação do autoritarismo 12 A avaliação pode ser caracterizada como uma forma de ajuizamento da qualidade do objeto avaliado, fator que implica uma tomada de decisão, um juízo de valor. A avaliação é um julgamento de valor sobre as manifestações da realidade, tendo em vista uma tomada de decisão(Luckesi, 1978).
    13. 13. Autoridade X Autoritarismo 13 Video 1. Ivanilde Moreira é Pós-graduada em Docência Universitária. Mestre em Linguística Aplicada (Unicamp).
    14. 14. Como ultrapassar o autoritarismo? 14 Para que a avaliação educacional escolar assuma o seu verdadeiro papel de instrumento dialético de diagnóstico para o crescimento, terá de se situar e estar a serviço de uma pedagogia que esteja preocupada com a transformação social e não com a sua conservação. O ponto fundamental a ser levado em consideração como proposta de ação é a conversão de cada um de nós, professor, educador, para novos rumos da prática educacional. Conversão, aqui, quer dizer conscientização e prática desta conscientização.
    15. 15. Conclusão 15 Um educador, que se preocupe com que a sua prática educacional esteja voltada para a transformação, não poderá agir inconsciente e irrefletidamente. Cada atitude sua deve refletir um decisão clara do que está fazendo e para onde está se encaminhando o resultado de sua ação. Precisamos estar preocupados com a educação como mecanismo de transformação social.
    16. 16. Referência 16 LUCKESI, Cipriano Carlos. Avaliação Educacional Escolar: para além do autoritarismo. In: LUCKESI, Cipriano Carlos. Avaliação da aprendizagem escolar: estudos e proposições.22.Ed. São Paulo: Cortez, 2011, p.61-65. Video 1. Ivanilde Moreira. Autoridade x autoritarismo(2012). Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=OVawHECyEtM. Acesso em: 02 de julho de 2014.

    ×