O preconceito em relação à filosofia

3.596 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.596
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
74
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O preconceito em relação à filosofia

  1. 1. 19/03/2015 Prof. Manoelito 1 O PRECONCEITO EM RELAÇÃO À FILOSOFIA
  2. 2. 19/03/2015 Prof. Manoelito 2 Conteúdos e temas: o preconceito em relação à Filosofia e a necessidade de combatê-lo e superá-lo; o caráter histórico desse preconceito: os exemplos de Tales de Mileto e Sócrates; a dimensão política da intolerância com a Filosofia e os filósofos. Competências e habilidades: relacionar informações, representadas de diferentes formas, e conhecimentos disponíveis em diferentes situações, para construir argumentação consistente; identificar situações de preconceito, particularmente em relação à Filosofia e aos filósofos; reconhecer a dimensão política desse preconceito e posicionar- se diante dele; ler, compreender e interpretar textos teóricos e filosóficos; expressar-se por escrito e oralmente de forma sistemática; elaborar hipóteses e questões com base nas leituras e nos debates realizados.
  3. 3. DEFINIÇÃO DE FILOSOFIA Filosofia é uma reflexão crítica a respeito do conhecimento e da ação, a partir da análise dos pressupostos do pensar e do agir, portanto, como fundamentação teórica e critica dos conhecimentos e das práticas. 19/03/2015 3Prof. Manoelito
  4. 4. 19/03/2015 Prof. Manoelito 4 TALES DE MILETO (FL. C. 585 A. C.) Foi o indicador da physis. Physis: natureza no “sentido moderno”; realidade primeira e originária, fundamental no “sentido antigo.” Afirmou que o princípio de tudo, a (arché) era a água.
  5. 5. 19/03/2015 Prof. Manoelito 5 PRÉ – SOCRÁTICOS A denominação é puramente cronológica criada para designar os filósofos que vieram antes de Sócrates.  Preocupavam investigar o princípio que dá origem a todas as coisas, construindo uma explicação racional para suas indagações sobre a origem do mundo, do cosmos (universo).  Buscavam dar uma explicação racional para a natureza a partir dela mesmo para ir ao encontro da origem do cosmos.  Eram conhecidos como cosmólgos ou filósofos da natureza.
  6. 6. 19/03/2015 Prof. Manoelito 6 SÓCRATES (469 – 399 A. C.) Nasceu e morreu em Atenas, sua problemática distingue dos Pré – Socráticos (buscava uma explicação racional para a origem da natureza) enquanto o filósofo ateniense muda seu foco para as questões do homem (antropológica) da polis como a ética, a política e a sociedade. Em 399 a. C. foi condenado a morte bebendo cicuta, por corromper a juventude e não crer nos deuses da cidade. O ponto fundamental de sua filosofia é o autoconhecimento “conhece – te a ti mesmo”.
  7. 7. 19/03/2015 Prof. Manoelito 7 A Filosofia de Sócrates se desenvolveu através do diálogo crítico dividido em duas etapas: Ironia e Maiêutica.  Ironia: Sócrates formula perguntas para seu interlocutor, fingindo ser totalmente ignorante, enfatizando a sabedoria da outra pessoa, inserindo muitas perguntas ingênuas para envolver o seu oponente em contradições sem solução.  Maiêutica: é o parto das idéias, Sócrates faz as pessoas tirarem de dentro da sua alma a sabedoria que estava dentro de si.
  8. 8. 19/03/2015 Prof. Manoelito 8 FIM

×