SlideShare uma empresa Scribd logo
Prof. Andrey Martins
Prof. Andrey Martins
Aula 1
08/06
Curso Técnico em Administração
Este curso visa formar profissionais capacitados a exercer as mais diversas funções de
apoio em uma empresa, principalmente as que envolvam gestão de recursos
humanos, materiais, financeiros, mercadológicos, logísticos e da informação.
Assim, os profissionais formados atuam em funções importantes na empresa, como:
 Planejamento estratégico,
 Recrutamento e seleção,
 Avaliação de desempenho,
 Atividades financeiras e contábeis,
 Planejamento da logística de recursos materiais,
 Bens e serviços,
 Gestão de processos etc.
Perfil desejado
 Ser um profissional pró-ativo
 Espírito empreendedor
 Geração de novas ideias
 Apoiar outros profissionais da empresa, como administradores, gestores etc.
 Saber lidar com pessoas
 Ter bom relacionamento e bom comportamento
 Ser observador, identificar problemas e ter iniciativa de propor melhorias
 Ter conhecimentos em Informática (Sistemas operacionais, pacote office, internet,
etc.)
 Conhecer e dominar outro idioma
 Ter intuito de gerar valor para a empresa
 Boa formação escolar e possuir cursos extra curriculares
Por que estudar administração?
 O mundo atual é uma sociedade composta por
organizações;
 Todas as atividades voltadas para produção e prestação
de serviços são planejadas e coordenadas;
 Todas as organizações são constituídas de pessoas e de
recursos;
 Toda empresa para se manter precisar ser lucrativa;
 A administração é fundamental para existência,
sobrevivência e sucesso das organizações.
O Significado de “Administração”.
 A palavra ADMINISTRAÇÃO vem do latim ad (direção,
tendência para) e minister (subordinação ou obediência),
e significa aquele que realiza uma função abaixo do
comando de outrem, isto é, aquele que presta um
serviço a outro.
 Com passar do tempo sofreu transformação no seu
significado. Hoje, administrar é “o processo de planejar,
organizar, dirigir e controlar o uso de recursos, a fim de
alcançar objetivos”.
O Significado de “Administração”.
 Para se administrar deve-se:
 PLANEJAR as ideias,
 ORGANIZAR os recursos,
 DIRIGIR as pessoas, e por fim,
 CONTROLAR os resultados.
Antecedentes Históricos
 Antigo Egito
 Influência da Igreja Católica - A organização hierárquica da Igreja é
tão simples e eficiente que sua enorme organização mundial pode
operar sob o comando de uma só cabeça executiva (Papa).
 Influência Militar - Princípio da unidade de comando; hierarquia;
estratégias; logística de suprimentos e distribuição.
 Revolução Industrial
9 Abordagem Clássica da Administração
 Administração Científica
Frederick Winslow Taylor (1856-1915) - Engenheiro
americano
 Teoria Clássica
Henri Fayol(1841-1925) - Engenheiro francês
 Fordismo
Henry Ford (1863-1947) - mecânico
10 Taylor - Administração Científica
Objetivos:
 Buscar eficiência através da racionalização do trabalho e ênfase nas
tarefas;
 Aplicação dos métodos da ciência na Administração;
 Métodos principais: observação e mensuração;
 Eliminar os desperdícios e com isso aumentar a produtividade das
indústrias americanas através da Engenharia Industrial;
 Assegurar a máxima prosperidade do empregador
por meio da máxima prosperidade do empregado.
11 Princípios da Administração Científica de Taylor
1. Princípio do Planejamento - substituir o empirismo do
operário pelos métodos baseados em procedimentos
científicos
2. Princípio do Preparo - selecionar cientificamente o
operário e treiná-lo
3. Princípio do Controle - controlar o trabalho para que seja
realizado de acordo com o planejado
4. Princípio da Execução - distribuir adequadamente o
trabalho e a responsabilidade
 Henry Ford projetou o modelo de carro mais popular dos
primeiros anos da indústria automobilística, o Modelo T
(1908 - 1927), conhecido no Brasil como o ford-bigode.
 Seus princípios:
 Produtividade (máxima produção);
 Intensificação (maior velocidade possível);
 Economicidade (mínimo matéria-prima);
12 Abordagem Clássica da Administração
 A política de Henry Ford se alicerçou na produção em
massa, em série e em cadeia contínua; no pagamento de
de altos salários e na fixação de preços mínimos para os
bens produzidos.
 Cria a linha de montagem (1913): 1 carro a cada 84
minutos.
13 Fordismo
14 Teoria Clássica (Henri Fayol)
Ênfase na estrutura que a organização deveria possuir para
ser eficiente. Garantir a eficiência de todas as partes
envolvidas.
As Funções Básicas da Empresa:
1. Funções Técnicas
2. Funções Comerciais
3. Funções Administrativas
4. Funções de Segurança
5. Funções Contábeis
6. Funções Financeiras
- Prever
- Organizar
- Comandar
- Coordenar
- Controlar
15
Princípios Gerais da Administração,
segundo Fayol
 Divisão do trabalho;
 Autoridade e
responsabilidade;
 Disciplina;
 Unidade de comando;
 Unidade de direção;
 Subordinação dos
interesses individuais aos
interesses gerais;
 Remuneração do pessoal;
 Centralização da
autoridade;
 Cadeia escalar;
 Ordem;
 Equidade;
 Estabilidade do pessoal;
 Iniciativa;
 Espírito de equipe.
Conceito de Administração
"Administração é o processo de planejar, organizar, liderar e
controlar o trabalho dos membros da organização, e de usar
todos os recursos disponíveis da organização para alcançar
objetivos estabelecidos".
Conceito de Organização
“Organização é uma entidade abstrata, de
cunho jurídico, formada por duas ou mais
pessoas, trabalhando juntas e de modo
estruturado para alcançar um objetivo
específico ou um conjunto de objetivos.
A Administração é necessária porque:
• Organizações precisam ser gerenciadas
• Organizações têm objetivos a atingir:
– Oferecer serviços a sociedade
• Consegue harmonizar objetivos
conflitantes
• Permite que as organizações alcancem
eficiência e eficácia
• As Organizações servem à sociedade.
- Ex: Padaria e Polícia.
• As Organizações realizam objetivos.
- Ex: Transportadora e Fábrica de Calçados.
• As Organizações desenvolvem o conhecimento.
- Tecnologia e pesquisa.
• As Organizações proporcionam carreiras.
- Emprego e empreendedorismo.
Porque as Organizações são necessárias?
Funções do Administrador
 Atribuições, tarefas a cumprir.
 PLANEJAR
• pensar antecipadamente em objetivos, ações e atos
 ORGANIZAR
• alocar (distribuir) o trabalho, recursos, autoridade, para atingir objetivos e
realizar as ações
 DIRIGIR
• orientar as pessoas para que elas cumpram o esperado; motivar, liderar,
comunicar, incentivar
 CONTROLAR
• verificar se os atos estão conforme os planos e mudar rumos quando e se
necessário
Características necessárias para o Administrador
moderno
•Visão: enxergar além do que é, ou seja, ter
uma abordagem holística, não reduzindo seu
universo a um mero "ano fiscal".
• Ética: ter um conjunto de regras e normas
morais que fundamenta suas atitudes
profissionais.
•Diversidade Cultural: escolher colaboradores
talentosos, independente de diferenças raciais,
culturais ou sexuais.
•Educação e Treinamento: buscar constante
o aperfeiçoamento profissional.
Áreas Funcionais da
Organização
 Recursos Humanos;
 Finanças;
 Produção e Operação;
 Comercial e Marketing;
Administração
Geral
Impacto da Qualidade na Administração
 O bom ou o mau funcionamento de uma organização
afeta a qualidade de vida da sociedade
“ O bom Administrador é aquele que conduz seu
grupo até o destino almejado.”
Administrar é:
 Realizar coisas por meio de pessoas
 Promover interação
 Desenvolver habilidades
 Conscientizar-se de que não há modelos únicos
 Concentrar esforços cooperativos para as
tarefas
 Definir objetivos e depois traçar metas
 Assumir papéis
 Cumprir funções
ConhecimentoConhecimento
PerspectivaPerspectiva AtitudeAtitude
Saber.
Know-how. Informação.
Atualização profissional.
Reciclagem constante.
Saber fazer.
Visão pessoal das coisas.
Maneira prática de aplicar
o conhecimento na solução
de problemas e situações.
Saber fazer acontecer.
Comportamento ativo e proativo.
Ênfase na ação e no fazer acontecer.
Espírito empreendedor e de equipe.
Liderança e comunicação.
As Competências Duráveis do Administrador
Eficiência e Eficácia
 Eficácia
 Atingir os objetivos = RESULTADOS
 Fazer as coisas certas
 Relação entre resultados alcançados
e objetivos planejados
 Eficiência
 Usar os recursos da melhor maneira possível; minimizar perdas =
MEIOS
 Fazer certo as coisas
 Relação entre resultados alcançados e recursos empregados
Bons Administradores são eficazes e eficientes!
Prof. Andrey Martins
Aula 2
15/06
Resumo – Abordagem Clássica da
Administração
Abordagem Clássica
da Administração
Administração
Científica
Taylor
Ênfase nas
tarefas
Teoria
Clássica
Fayol
Ênfase na
estrutura
Resumo – Administração
 A palavra administração vem do latim ad (direção, tendência para) e minister
(subordinação ou obediência). Administração é o ato de trabalhar com recursos e
através de pessoas para realizar objetivos tanto da organização quanto de seus
membros. Um administrador deverá usar determinadas funções: planejar,
organizar, dirigir e controlar.
 Planejar
 Organizar
 Dirigir
 Controlar
Técnicas Organizacionais
Resumo - Organização
 A Organização é uma associação de pessoas para atingir uma finalidade definida e
predeterminada, ou seja, sua missão. As pessoas que compõem a organização são seus
sócios, dirigentes, funcionários e voluntários, com objetivos e responsabilidades
diferenciados, mas articulados em torno da missão da entidade.
 Produtos ou Serviços
 Pública, Privada ou Mista
 Com ou sem fins lucrativos
 Permanente ou Temporária
Atividade
1) Classifique um HOSPITAL
2) Classifique um consórcio de empresas de engenharia para construir uma ponte
• Pessoas
• Informação
• Conhecimento
• Espaço
• Tempo
• Dinheiro
• Instalações
ORGANIZAÇÃO OBJETIVOS
Organização
Primeiro Setor
Poder Público
• Federal, Estadual , Municipal
• Executivo, Legislativo, Judiciário
Segundo Setor
• Empreendedor
• Econômico privado
• Indústria, comércio.
Terceiro Setor
• Rede de organizações privadas autônomas, não
voltadas à distribuição de lucros para acionistas ou
diretores, atendendo propósitos públicos, embora
localizada à margem do aparelho formal do Estado.
• Sociedade civil = ONG, OSCIP, Associações.
RECURSOS
•HUMANOS
•MATERIAIS
•FINANCEIROS
•INFORMAÇÃO
•ESPAÇO
•TEMPO
•PROCESSO DE
TRANSFORMAÇÃO
•DIVISÃO DE TRABALHO
PRODUTOS
SERVIÇOS
OBJETIVOS
Principais componentes das
organizações
Fusões entre Empresas
Empresas se fundem por diversos motivos:
 Por estarem falidas
 Para aproveitar e monopolizar parte do mercado.
 Para seu próprio benefício em busca de alta lucratividade
 Para aumentar o faturamento
 Para reduzir custos e mão de obra
Segundo a Secretaria de Assuntos Econômicos (SEAE), do Ministério da
Fazenda, 53 empresas se uniram e com isso absorveram grande fatia do
mercado antes saturado. A justificativa das corporações envolvidas é o ganho
de competitividade no mercado e a redução de custos.
• Cartéis
• Lucro
• Concorrência
desleal
• Aceitação dos
consumidores
• Estratégia
• Regras
• Missão
• Valores
Prof. Andrey Martins
Aula 3
22/06
Funções Organizacionais
As funções organizacionais são as tarefas especializadas que as pessoas e os grupos
executam, para que a organização consiga realizar seus objetivos. As funções mais
importantes de qualquer organização são:
 Produção (ou operações),
 Marketing,
 Pesquisa e desenvolvimento,
 Finanças
 Recursos humanos.
A coordenação de todas essas funções especializadas é o papel da administração
geral.
Produção (Operações)
O objetivo básico da função de produção é fornecer os produtos ou
serviços da organização. Há três tipos principais de processos
produtivos:
 Produção em massa - fornecimento de grande número de
produtos e serviços idênticos, que podem ser simples ou
complexos. Exemplos: parafusos, automóveis, refeições rápidas em
cadeias de lanchonetes, etc.;
 Produção por processo contínuo - fornecimento virtualmente
ininterrupto de um único produto ou serviço, como gasolina,
corantes, transmissão de programas de televisão, energia elétrica,
etc.;
 Produção unitária e em pequenos lotes – fornecimento de
produtos e serviços sob encomenda, simples ou complexos. Por
exemplo, montagem de aviões, navios de grande porte e de
plantas petroquímicas, organização de realização de Jogos
Olímpicos e corridas de Fórmula 1, eleições presidenciais, cortes de
cabelo, etc.
Marketing
O objetivo básico da função de marketing é estabelecer e manter a ligação entre a organização e seus clientes,
consumidores, usuários ou público-alvo (fornecedores). A função de Marketing é muito ampla e abrange as
atividades de:
 Pesquisa: identificação de interesses e necessidades e tendências do mercado;
 Desenvolvimento de produtos: criação de produtos e serviços, inclusive seus nomes, marcas e preços, e
fornecimento de informações para o desenvolvimento de produtos em laboratórios e oficinas;
 Distribuição: desenvolvimento de canais de distribuição e gestão dos pontos de venda;
 Preço: determinação das políticas comerciais e estratégias de preço no mercado;
 Promoção: comunicação com o público-alvo, por meio de atividades como propaganda e publicidade;
 Vendas: criação de transações com o público alvo. (Em algumas organizações, vendas é uma função
separada de marketing).
Pesquisa e Desenvolvimento
 O objetivo básico da função de Pesquisa e desenvolvimento é transformar as
informações de marketing, as ideias originais e os avanços da ciência em produtos
e serviços.
 P & D pode ser responsável também por identificar e introduzir novas tecnologia
no processo produtivo.
Finanças
O objetivo básico da função de Finanças é a proteção e a utilização eficaz dos recursos financeiros. A
função financeira abrange as decisões de:
 Investimento: avaliação e escolha de alternativas de aplicação de recursos;
 Financiamento: identificação e escolha de alternativas de fontes de recursos;
 Controle: acompanhamento e avaliação dos resultados financeiros da organização;
 Destinação dos resultados: seleção de alternativas para aplicação dos resultados financeiros da
organização.
Recursos Humanos
 A função de Recursos Humanos, ou de gestão de pessoas, tem como objetivos encontrar, atrair e
manter as pessoas de que a organização necessita. A função de recursos humanos tem como
componentes outras funções tais como:
 Planejamento de mão-de-obra,
 Recrutamento e seleção,
 Treinamento e desenvolvimento,
 Administração de pessoal,
 Avaliação de desempenho,
 Remuneração ou compensação,
 Funções pós-emprego
O Caso Kodak: O que deu Errado?
O fundador da empresa, George Eastman, foi o inventor do filme fotográfico, em 1888.
 1 – Ignorar as mudanças do mercado - Desde o início dos anos 90, o fim do filme fotográfico era visto como questão de tempo. A
Kodak tentou negar essa realidade de todas as formas e manteve seu modelo de negócios inalterado;
2 – Hesitar ao adotar novas tecnologias - A primeira câmera digital foi desenvolvida pela Kodak em 1976. A empresa, no entanto, levou
25 anos para levar esse negócio a sério, quando o mercado já estava tomado pelos concorrentes;
 3 – Desprezar a inovação - A Kodak sempre foi pródiga nos gastos com pesquisas, o que resultou em uma vasta base de patentes. No
entanto, a maioria das inovações ficava na gaveta ou era licenciada a terceiros;
 4 – Manter uma estrutura fossilizada - Uma das heranças negativas do fundador George Eastman foi uma cultura corporativa
hierarquizada e lenta na tomada de decisões. Isso atrasou dramaticamente as mudanças na empresa.
 Estes fatos evidenciam que ter a liderança de mercado não significa ter sucesso eterno. (Se cuida Facebook...)
 A empresa que inventou o filme e a maquina fotográfica de mão DECRETOU FALÊNCIA no dia 19 de Janeiro de 2013.
ATIVIDADES FABRICANTE DE MÓVEIS
PRODUÇÃO Fabricação das peças e montagem dos
MARKETING
Propagandas em revistas, preparação de promoções
em lojas, política de garantia
FINANÇAS
Pagar contas, fornecedores e funcionários.
Administração do caixa
DESENVOLVIMENTO
DE PRODUTO
Design de novos móveis, modelos e cores
COMPRAS
Comprar matéria prima (madeira, tinta, tecidos de
forração)
RECURSOS
HUMANOS
Recrutamento e treinamento de funcionários
Exemplo de Funções Organizacionais
Exercício de Avaliação
 Contextualize as principais Funções Organizacionais
(Produção, Marketing, Finanças, Desenvolvimento de Produto,
Compras, Recursos Humanos) da instituição abaixo:
REDE DE FAST FOOD
ATIVIDADES FAST FOOD
PRODUÇÃO
Preparar lanches, limpeza,
manutenção de equipamentos
MARKETING
Propagandas em TV, preparação
promoções
FINANÇAS
Pagar contas, fornecedores e
funcionários.
Controle contábil
DESENVOLVIMENTO
DE PRODUTO
Design dos restaurantes, novas
receitas, brindes/campanhas
COMPRAS
Comprar recursos/insumos
(alimentos, materiais, pratos,
embalagens, etc.)
RECURSOS
HUMANOS
Admissão, demissão, Treinamento
de funcionários
Prof. Andrey Martins
Aula 4
29/06
Lição de Administração aprendida:
Ou você inova ou desaparece!
No fundo do poço!
 Petrobras já vale menos que o WhatsApp.
 O Facebook comprou o serviço em 2014 por US$ 19 bilhões, e somando o valor
de todas as ações da Petrobras, só se consegue US$ 18 bilhões.
 Petrobras deve US$ 128 bilhões. Isso quer dizer que somente a dívida da
companhia é 7,1 vezes maior que o seu valor de mercado.
 Mesmo vendendo muito petróleo, a Petrobras não consegue se manter por estar
pagando com seu lucro apenas os juros dessa dívida multibilionária, que seria
inclusive a maior do mundo.
 Da dívida total da Petrobras, US$ 24 bilhões precisam ser pagos em até 2 anos,
dinheiro que a companhia não tem.
Estratégias
Objetivos de
Desempenho
Produtos e seu
Ciclo de Vida
Planejamento da Operação
Quais os objetivos?
Recursos
•Materiais
•Informações
•Pessoal
•Instalações
Saídas
•Produtos
•Serviços
Ambiente
Projeto Melhoria
Planej. e
Controle
Estratégia de
produção
O que é Estratégia?
É uma corrida para
chegar a um local ideal É a criação de uma
posição exclusiva e
valiosa, envolvendo um
conjunto diferente de
atividades
Estratégia é efetuar
trade-offs ao competir e
escolher o que não
fazer
O que é um Produto/Serviço?
Oferta de satisfação de uma necessidade
oferecida por uma empresa.
Exemplo: A P&G não vende detergente para
lavar roupa. Vende o benefício da roupa lavada.
Clientes compram SATISFAÇÃO e não COISAS.
O que faz um cliente escolher por um certo
produto/serviço?
IMPULSO x NECESSIDADE x DESEJO
Desenvolvimento do Produto
Inicia quando a empresa tem uma ideia e faz
um estudo de viabilidade, produtividade e
desenvolvimento. Nesta fase o produto ainda
não está no mercado.
Estratégia Product-Out (Empresa usa
tecnologia que possui para desenvolver novos
produtos)
Estratégia Market-In ( Empresa ouve o
mercado e fabrica o que o mercado quer)
CICLO DE VIDA DE UM PRODUTO
 Os produtos já nascem com data prevista para serem
retirados do mercado.
 É a história completa de um produto através de suas fases
de vendas: introdução, crescimento, maturidade e declínio.
4 FASES do Ciclo de Vida
 Introdução – Fase inicial, produto é lançado no mercado. Baixo
volume de produção e de vendas.
 Crescimento – O produto começa a ser aceito pelo mercado.
Surgem os concorrentes. Aumento da produção.
 Maturidade – Baixo crescimento de vendas, lucros estáveis ou
diminuem (em função dos gastos de defesa contra a
concorrência).
 Declínio – Perda de participação no mercado. Vendas e lucro
muito baixos.
Ciclo de Vida do Produto
Razões de Declínio
 Mudança no gosto dos consumidores
 Surgimento de novos produtos melhores
 Falta de necessidade pelo produto
Ex: disquetes, fita cassete, modelos de
computadores, aparelhos de dvd, locadoras.
Produtos com fase de vida longa – alimentos,
sabão, papel, etc
Produtos com vida curta – brinquedos, móveis,
utensílios, eletrodomésticos, etc.
Estratégias
 Introdução - A necessidade de lucro imediato não é uma pressão. O produto é
promovido para que ele se torne conhecido. Se o produto não tem ou tem apenas
alguns competidores, uma estratégia ´skimming´ de preço é aplicada, onde se deve
concentrar em um grupo específico de clientes os quais não se importarão de pagar
um preço mais alto ao produto. Um número limitado de produtos estão disponíveis
em poucos canais de distribuição.
 Crescimento - Competidores são atraídos ao mercado com ofertas muitos similares.
Produtos se tornam mais lucrativos e companhias formam alianças, tomam riscos
conjuntos e se tornam parte uma da outra. O gasto com propaganda é alto e se foca
no crescimento da marca do produto.
 Maturidade - Os produtos que sobrevivem nos primeiros estágios tendem a gastar
mais tempo nesta fase. O número de vendas alcançam uma taxa de crescimento e se
estabiliza. A tentativa de produtores para diferenciar seus produtos e marcas é um
ponto chave nesta fase. A guerra de preços e intensa competição ocorre. Neste
ponto o mercado alcança saturação. Produtores começam a deixar o mercado por
baixas margens de venda. Promoção se torna mais difundida e a mídia é utilizada
com mais variedade.
Matriz BCG
 Analisar um produto com base em seu ciclo de vida.
Matriz BCG
 Ponto de interrogação (também conhecido como “em questionamento” ou
“criança-problemática”): Neste quadrante, estão posicionados os produtos
pertencentes a um mercado com altas taxas de crescimento. Exige grandes
investimentos e possui baixo retorno, com possibilidade de se tornar um
“abacaxi” em pouco tempo. Porém, por estar em um mercado com alto
crescimento, pode também se tornar uma “estrela”, desde que seja bem tratado
pela empresa;
 Estrela: Neste quadrante, estão posicionados os produtos com alta
participação de mercado, com altas taxas de crescimento. São líderes de
mercado, exigindo grandes investimentos. Caso o crescimento do mercado seja
reduzido, pode facilmente se tornar uma “vaca leiteira”.
 Vaca leiteira: Neste quadrante, estão posicionados os produtos com taxa de
crescimento moderada em mercados já estabelecidos. Não demandam grandes
investimentos, uma vez que o crescimento do mercado é baixo. Algumas
empresas tem estes produtos como sua base, por terem os lucros e a geração
de caixa são altos. É comum ver “estrelas” se transformando em “vacas leiteiras”.
 Abacaxi (também conhecido como “animal de estimação”, “cão” ou “vira-lata”):
Neste quadrante estão posicionados os produtos com baixa participação em
um mercado maduro, sem crescimento aparente. Estes produtos devem ser
evitados ao máximo pela empresa, sendo possível até um descarte de tais
produtos do portfólio da empresa, do ponto de vista financeiro (evitando os
altos custos de recuperação) e estratégico.
7
RUFFLES MAX
O que era: a famosa batata chips em uma
versão turbinada.
O que era legal: aquela batata com ondas
gigantes era bem legal, e o tempero de
Barbecue era show de bola.
Porque não deu certo: me
Dê um copo com água
que minha boca tá ardendo!
TV COM VÍDEO CASSETE
O que era: o que o nome diz, uma TV com um vídeo cassete
embutido.
O que era legal: o principal ponto a favor desses produtos, que
tiveram versões de vários fabricantes, era a total ausência de cabos e
nenhuma instalação necessária. O controle remoto único também
agradava bastante.
Por que não deu certo: será que
desta vez está
na garantia?!
Segmento de Telefonia Móvel
Em que fase do ciclo de vida encontram-
se os telefones celulares?
Justifique sua resposta.
77
Prof. Andrey Martins
Aula 5
06/07
OBJETIVOS DE DESEMPENHO
OBJETIVOS DE DESEMPENHO
 Qualidade – fazer certo as coisas; em outras palavras, fornecer bens e
serviços isentos de erros, de modo que seus consumidores fiquem
satisfeitos. Isso significa proporcionar uma vantagem de qualidade para a
empresa;
 Rapidez – fazer as coisas com rapidez, minimizando o tempo de
processamento de pedidos considerado como olead time de
fornecimento. Dessa forma a empresa aumenta a disponibilidade de seus
bens e serviços e consegue a vantagem em rapidez;
 Confiabilidade – fazer as coisas no tempo certo, mantendo compromissos de
entrega assumidos com os seus clientes. Ao fazer isso, a organização terá
a vantagem de confiabilidade, permitindo redução de estoques, inclusive;
 Flexibilidade – estar preparado para alterar sua programação de produção. A
flexibilidade é a capacidade de reagir ao inesperado mantendo tratamento
único e individualizado ao consumidor. Isso dá à empresa a vantagem de
flexibilidade;
 Custo – fazer as coisas com a qualidade desejada e com o menor custo
possível, assegurando retorno financeiro à organização. Quando essa atitude
é tomada, a empresa conquistará a vantagem de custo.
ENTENDENDO OS FATORES E OBJETIVOS ENVOLVIDOS
Preço
Qualidade
Entrega rápida
Entrega confiável
Produtos e serviços inovadores
Ampla variedade de
Produtos e Serviços
Habilidade de alterar o prazo e a
quantidade de produto e serviço
“ Se os clientes valorizam...”
Custo
Qualidade
Rapidez
Confiabilidade
Flexibilidade (produto/serviço)
Flexibilidade (composto mix)
Flexibilidade (Volume ou entrega)
“ Então a operação deverá se
superar em ...”
Fatores competitivos Objetivos de desempenho
TRADE-OFF
Melhoria
continua
Custo
Qualidade
Confiabilidade
Rapidez
Fazer certo as coisas
Fazer as coisas mais baratas
Fazer as coisas em tempo
Fazer as coisas rápidas
Flexibilidade Mudar o que você faz
EXEMPLOS DE FLEXIBILIDADE
Flexibilidade de produto/serviço: habilidade para lançar novos
produtos/serviços no mercado.
Flexibilidade de mix: fornecer uma grande variedade de
produtos/serviços.
Flexibilidade de volume: habilidade de mudar o nível de saídas
(output) para se ajustar às variações.
Flexibilidade de entrega: habilidade da operação de atrasar ou
antecipar as datas de entrega prometidas.
Trade-OFF - Fast Food
 Discuta o que constitui qualidade, rapidez,
confiabilidade, flexibilidade e custo nas operações
do Fast food Mcdonald´s, em comparação às
expectativas de seu público-alvo.
RESUMO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Introduçao a administraçao para a contabilidade
Introduçao  a administraçao para a contabilidadeIntroduçao  a administraçao para a contabilidade
Introduçao a administraçao para a contabilidade
Julliana Alves
 
Administração - conceitos, origens e evolução
Administração - conceitos, origens e evoluçãoAdministração - conceitos, origens e evolução
Administração - conceitos, origens e evolução
Lemos1960
 

Mais procurados (20)

Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
 
Introdução à Legislação Empresarial
Introdução à Legislação EmpresarialIntrodução à Legislação Empresarial
Introdução à Legislação Empresarial
 
Gestão de Pessoas
 Gestão de Pessoas Gestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
 
Introduçao a administraçao para a contabilidade
Introduçao  a administraçao para a contabilidadeIntroduçao  a administraçao para a contabilidade
Introduçao a administraçao para a contabilidade
 
01 aula introdução a logística
01 aula introdução a logística01 aula introdução a logística
01 aula introdução a logística
 
6059077 -gestao-de-pessoas
6059077 -gestao-de-pessoas6059077 -gestao-de-pessoas
6059077 -gestao-de-pessoas
 
Aula 1 - Gestão de Pessoal
Aula 1   - Gestão de PessoalAula 1   - Gestão de Pessoal
Aula 1 - Gestão de Pessoal
 
Práticas Administrativas - Aulas 1 e 2
Práticas Administrativas - Aulas 1 e 2Práticas Administrativas - Aulas 1 e 2
Práticas Administrativas - Aulas 1 e 2
 
Gestão de Compras e Compras no Serviço Público
Gestão de Compras e Compras no Serviço PúblicoGestão de Compras e Compras no Serviço Público
Gestão de Compras e Compras no Serviço Público
 
Introdução à adminstração revisão para av 1
Introdução à adminstração revisão para av 1Introdução à adminstração revisão para av 1
Introdução à adminstração revisão para av 1
 
Administração de recursos materiais e patrimoniais
Administração de recursos materiais e patrimoniaisAdministração de recursos materiais e patrimoniais
Administração de recursos materiais e patrimoniais
 
Gestão de Pessoas - Aula 1
Gestão de Pessoas - Aula 1Gestão de Pessoas - Aula 1
Gestão de Pessoas - Aula 1
 
Linha Histórica da Administração
Linha Histórica da AdministraçãoLinha Histórica da Administração
Linha Histórica da Administração
 
Gestão de documentos
Gestão  de documentosGestão  de documentos
Gestão de documentos
 
Gestão por competência
Gestão por competênciaGestão por competência
Gestão por competência
 
Estrutura organizacional
Estrutura organizacionalEstrutura organizacional
Estrutura organizacional
 
03 aula armazenagem
03 aula armazenagem03 aula armazenagem
03 aula armazenagem
 
A Importância da Gestão Financeira nas Empresas
A Importância da Gestão Financeira nas EmpresasA Importância da Gestão Financeira nas Empresas
A Importância da Gestão Financeira nas Empresas
 
Administração - conceitos, origens e evolução
Administração - conceitos, origens e evoluçãoAdministração - conceitos, origens e evolução
Administração - conceitos, origens e evolução
 
Curso -assistente-administrativo
Curso  -assistente-administrativoCurso  -assistente-administrativo
Curso -assistente-administrativo
 

Semelhante a Técnicas Organizacionais

AULA DE GRH CINFOTEC.pdf
AULA DE GRH CINFOTEC.pdfAULA DE GRH CINFOTEC.pdf
AULA DE GRH CINFOTEC.pdf
adao18
 
OraganizaçãO E AministraçãO
OraganizaçãO E AministraçãOOraganizaçãO E AministraçãO
OraganizaçãO E AministraçãO
lupajero
 
Apostila rotinas administrativa 2013
Apostila rotinas administrativa 2013Apostila rotinas administrativa 2013
Apostila rotinas administrativa 2013
Anderson Vasconcelos
 

Semelhante a Técnicas Organizacionais (20)

Fundamentos de administração 1
Fundamentos de administração 1Fundamentos de administração 1
Fundamentos de administração 1
 
290322 acetatos%20 4374a04aa3f48
290322 acetatos%20 4374a04aa3f48290322 acetatos%20 4374a04aa3f48
290322 acetatos%20 4374a04aa3f48
 
Pratica da Administracao nas organizações
Pratica da Administracao nas organizaçõesPratica da Administracao nas organizações
Pratica da Administracao nas organizações
 
Aula 1 - Processos Gerenciais
Aula 1 - Processos GerenciaisAula 1 - Processos Gerenciais
Aula 1 - Processos Gerenciais
 
Gestão da pequena e micro empresa
Gestão da pequena e micro empresaGestão da pequena e micro empresa
Gestão da pequena e micro empresa
 
Administração geral, gestão, ambiente externo e escolas
Administração geral,   gestão, ambiente externo e escolasAdministração geral,   gestão, ambiente externo e escolas
Administração geral, gestão, ambiente externo e escolas
 
3m organiz --
3m organiz --3m organiz --
3m organiz --
 
FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO - AULA EXPOSITIVA
FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO - AULA EXPOSITIVAFUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO - AULA EXPOSITIVA
FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO - AULA EXPOSITIVA
 
AULA DE GRH CINFOTEC.pdf
AULA DE GRH CINFOTEC.pdfAULA DE GRH CINFOTEC.pdf
AULA DE GRH CINFOTEC.pdf
 
Introdução à Teoria Geral da Administração
Introdução à Teoria Geral da AdministraçãoIntrodução à Teoria Geral da Administração
Introdução à Teoria Geral da Administração
 
Apostila administracao
Apostila administracaoApostila administracao
Apostila administracao
 
vdocuments.net_gestao-da-pequena-e-micro-empresa.ppt
vdocuments.net_gestao-da-pequena-e-micro-empresa.pptvdocuments.net_gestao-da-pequena-e-micro-empresa.ppt
vdocuments.net_gestao-da-pequena-e-micro-empresa.ppt
 
Introdução a gestão
Introdução a gestãoIntrodução a gestão
Introdução a gestão
 
OraganizaçãO E AministraçãO
OraganizaçãO E AministraçãOOraganizaçãO E AministraçãO
OraganizaçãO E AministraçãO
 
Administração
AdministraçãoAdministração
Administração
 
Organização e administração
Organização e administraçãoOrganização e administração
Organização e administração
 
Apostila rotinas administrativa 2013
Apostila rotinas administrativa 2013Apostila rotinas administrativa 2013
Apostila rotinas administrativa 2013
 
Handout de gestão
Handout de gestãoHandout de gestão
Handout de gestão
 
Aula de Modelos de Gestão.pptx
Aula de Modelos de Gestão.pptxAula de Modelos de Gestão.pptx
Aula de Modelos de Gestão.pptx
 
Noções de Empreendedorismo Games - SENAC (Parte 1)
Noções de Empreendedorismo Games - SENAC (Parte 1)Noções de Empreendedorismo Games - SENAC (Parte 1)
Noções de Empreendedorismo Games - SENAC (Parte 1)
 

Mais de Andrey Martins

Mais de Andrey Martins (20)

Marketing aula 4
Marketing aula 4Marketing aula 4
Marketing aula 4
 
Marketing aula 3
Marketing aula 3Marketing aula 3
Marketing aula 3
 
Marketing aula 2
Marketing aula 2Marketing aula 2
Marketing aula 2
 
Marketing aula 1
Marketing aula 1Marketing aula 1
Marketing aula 1
 
Informática na Educação 3
Informática na Educação 3Informática na Educação 3
Informática na Educação 3
 
Informática na Educação 1 e 2
Informática na Educação 1 e 2Informática na Educação 1 e 2
Informática na Educação 1 e 2
 
Gestão Empresarial
Gestão EmpresarialGestão Empresarial
Gestão Empresarial
 
Economia Fundamentos Básicos
Economia Fundamentos BásicosEconomia Fundamentos Básicos
Economia Fundamentos Básicos
 
Logística 4 análises e tendências
Logística 4 análises e tendênciasLogística 4 análises e tendências
Logística 4 análises e tendências
 
Logística 3 transportes
Logística 3 transportesLogística 3 transportes
Logística 3 transportes
 
Logística 2 fundamentos
Logística 2 fundamentosLogística 2 fundamentos
Logística 2 fundamentos
 
Logística 1 introdução
Logística 1 introduçãoLogística 1 introdução
Logística 1 introdução
 
Informática aplicada à administração 2
Informática aplicada à administração 2Informática aplicada à administração 2
Informática aplicada à administração 2
 
Informática aplicada à administração 1
Informática aplicada à administração 1Informática aplicada à administração 1
Informática aplicada à administração 1
 
Economia e mercado 3
Economia e mercado 3Economia e mercado 3
Economia e mercado 3
 
Economia e mercado 2
Economia e mercado 2Economia e mercado 2
Economia e mercado 2
 
Economia e mercado 1
Economia e mercado 1Economia e mercado 1
Economia e mercado 1
 
Fundamentos de administração 3
Fundamentos de administração 3Fundamentos de administração 3
Fundamentos de administração 3
 
Fundamentos de administração 2
Fundamentos de administração 2Fundamentos de administração 2
Fundamentos de administração 2
 
Informática e suas tecnologias
Informática e suas tecnologiasInformática e suas tecnologias
Informática e suas tecnologias
 

Técnicas Organizacionais

  • 3. Curso Técnico em Administração Este curso visa formar profissionais capacitados a exercer as mais diversas funções de apoio em uma empresa, principalmente as que envolvam gestão de recursos humanos, materiais, financeiros, mercadológicos, logísticos e da informação. Assim, os profissionais formados atuam em funções importantes na empresa, como:  Planejamento estratégico,  Recrutamento e seleção,  Avaliação de desempenho,  Atividades financeiras e contábeis,  Planejamento da logística de recursos materiais,  Bens e serviços,  Gestão de processos etc.
  • 4. Perfil desejado  Ser um profissional pró-ativo  Espírito empreendedor  Geração de novas ideias  Apoiar outros profissionais da empresa, como administradores, gestores etc.  Saber lidar com pessoas  Ter bom relacionamento e bom comportamento  Ser observador, identificar problemas e ter iniciativa de propor melhorias  Ter conhecimentos em Informática (Sistemas operacionais, pacote office, internet, etc.)  Conhecer e dominar outro idioma  Ter intuito de gerar valor para a empresa  Boa formação escolar e possuir cursos extra curriculares
  • 5. Por que estudar administração?  O mundo atual é uma sociedade composta por organizações;  Todas as atividades voltadas para produção e prestação de serviços são planejadas e coordenadas;  Todas as organizações são constituídas de pessoas e de recursos;  Toda empresa para se manter precisar ser lucrativa;  A administração é fundamental para existência, sobrevivência e sucesso das organizações.
  • 6. O Significado de “Administração”.  A palavra ADMINISTRAÇÃO vem do latim ad (direção, tendência para) e minister (subordinação ou obediência), e significa aquele que realiza uma função abaixo do comando de outrem, isto é, aquele que presta um serviço a outro.  Com passar do tempo sofreu transformação no seu significado. Hoje, administrar é “o processo de planejar, organizar, dirigir e controlar o uso de recursos, a fim de alcançar objetivos”.
  • 7. O Significado de “Administração”.  Para se administrar deve-se:  PLANEJAR as ideias,  ORGANIZAR os recursos,  DIRIGIR as pessoas, e por fim,  CONTROLAR os resultados.
  • 8. Antecedentes Históricos  Antigo Egito  Influência da Igreja Católica - A organização hierárquica da Igreja é tão simples e eficiente que sua enorme organização mundial pode operar sob o comando de uma só cabeça executiva (Papa).  Influência Militar - Princípio da unidade de comando; hierarquia; estratégias; logística de suprimentos e distribuição.  Revolução Industrial
  • 9. 9 Abordagem Clássica da Administração  Administração Científica Frederick Winslow Taylor (1856-1915) - Engenheiro americano  Teoria Clássica Henri Fayol(1841-1925) - Engenheiro francês  Fordismo Henry Ford (1863-1947) - mecânico
  • 10. 10 Taylor - Administração Científica Objetivos:  Buscar eficiência através da racionalização do trabalho e ênfase nas tarefas;  Aplicação dos métodos da ciência na Administração;  Métodos principais: observação e mensuração;  Eliminar os desperdícios e com isso aumentar a produtividade das indústrias americanas através da Engenharia Industrial;  Assegurar a máxima prosperidade do empregador por meio da máxima prosperidade do empregado.
  • 11. 11 Princípios da Administração Científica de Taylor 1. Princípio do Planejamento - substituir o empirismo do operário pelos métodos baseados em procedimentos científicos 2. Princípio do Preparo - selecionar cientificamente o operário e treiná-lo 3. Princípio do Controle - controlar o trabalho para que seja realizado de acordo com o planejado 4. Princípio da Execução - distribuir adequadamente o trabalho e a responsabilidade
  • 12.  Henry Ford projetou o modelo de carro mais popular dos primeiros anos da indústria automobilística, o Modelo T (1908 - 1927), conhecido no Brasil como o ford-bigode.  Seus princípios:  Produtividade (máxima produção);  Intensificação (maior velocidade possível);  Economicidade (mínimo matéria-prima); 12 Abordagem Clássica da Administração
  • 13.  A política de Henry Ford se alicerçou na produção em massa, em série e em cadeia contínua; no pagamento de de altos salários e na fixação de preços mínimos para os bens produzidos.  Cria a linha de montagem (1913): 1 carro a cada 84 minutos. 13 Fordismo
  • 14. 14 Teoria Clássica (Henri Fayol) Ênfase na estrutura que a organização deveria possuir para ser eficiente. Garantir a eficiência de todas as partes envolvidas. As Funções Básicas da Empresa: 1. Funções Técnicas 2. Funções Comerciais 3. Funções Administrativas 4. Funções de Segurança 5. Funções Contábeis 6. Funções Financeiras - Prever - Organizar - Comandar - Coordenar - Controlar
  • 15. 15 Princípios Gerais da Administração, segundo Fayol  Divisão do trabalho;  Autoridade e responsabilidade;  Disciplina;  Unidade de comando;  Unidade de direção;  Subordinação dos interesses individuais aos interesses gerais;  Remuneração do pessoal;  Centralização da autoridade;  Cadeia escalar;  Ordem;  Equidade;  Estabilidade do pessoal;  Iniciativa;  Espírito de equipe.
  • 16. Conceito de Administração "Administração é o processo de planejar, organizar, liderar e controlar o trabalho dos membros da organização, e de usar todos os recursos disponíveis da organização para alcançar objetivos estabelecidos". Conceito de Organização “Organização é uma entidade abstrata, de cunho jurídico, formada por duas ou mais pessoas, trabalhando juntas e de modo estruturado para alcançar um objetivo específico ou um conjunto de objetivos.
  • 17. A Administração é necessária porque: • Organizações precisam ser gerenciadas • Organizações têm objetivos a atingir: – Oferecer serviços a sociedade • Consegue harmonizar objetivos conflitantes • Permite que as organizações alcancem eficiência e eficácia
  • 18. • As Organizações servem à sociedade. - Ex: Padaria e Polícia. • As Organizações realizam objetivos. - Ex: Transportadora e Fábrica de Calçados. • As Organizações desenvolvem o conhecimento. - Tecnologia e pesquisa. • As Organizações proporcionam carreiras. - Emprego e empreendedorismo. Porque as Organizações são necessárias?
  • 19. Funções do Administrador  Atribuições, tarefas a cumprir.  PLANEJAR • pensar antecipadamente em objetivos, ações e atos  ORGANIZAR • alocar (distribuir) o trabalho, recursos, autoridade, para atingir objetivos e realizar as ações  DIRIGIR • orientar as pessoas para que elas cumpram o esperado; motivar, liderar, comunicar, incentivar  CONTROLAR • verificar se os atos estão conforme os planos e mudar rumos quando e se necessário
  • 20. Características necessárias para o Administrador moderno •Visão: enxergar além do que é, ou seja, ter uma abordagem holística, não reduzindo seu universo a um mero "ano fiscal". • Ética: ter um conjunto de regras e normas morais que fundamenta suas atitudes profissionais. •Diversidade Cultural: escolher colaboradores talentosos, independente de diferenças raciais, culturais ou sexuais. •Educação e Treinamento: buscar constante o aperfeiçoamento profissional.
  • 21. Áreas Funcionais da Organização  Recursos Humanos;  Finanças;  Produção e Operação;  Comercial e Marketing; Administração Geral
  • 22. Impacto da Qualidade na Administração  O bom ou o mau funcionamento de uma organização afeta a qualidade de vida da sociedade
  • 23. “ O bom Administrador é aquele que conduz seu grupo até o destino almejado.”
  • 24. Administrar é:  Realizar coisas por meio de pessoas  Promover interação  Desenvolver habilidades  Conscientizar-se de que não há modelos únicos  Concentrar esforços cooperativos para as tarefas  Definir objetivos e depois traçar metas  Assumir papéis  Cumprir funções
  • 25.
  • 26. ConhecimentoConhecimento PerspectivaPerspectiva AtitudeAtitude Saber. Know-how. Informação. Atualização profissional. Reciclagem constante. Saber fazer. Visão pessoal das coisas. Maneira prática de aplicar o conhecimento na solução de problemas e situações. Saber fazer acontecer. Comportamento ativo e proativo. Ênfase na ação e no fazer acontecer. Espírito empreendedor e de equipe. Liderança e comunicação. As Competências Duráveis do Administrador
  • 27. Eficiência e Eficácia  Eficácia  Atingir os objetivos = RESULTADOS  Fazer as coisas certas  Relação entre resultados alcançados e objetivos planejados  Eficiência  Usar os recursos da melhor maneira possível; minimizar perdas = MEIOS  Fazer certo as coisas  Relação entre resultados alcançados e recursos empregados Bons Administradores são eficazes e eficientes!
  • 29. Resumo – Abordagem Clássica da Administração Abordagem Clássica da Administração Administração Científica Taylor Ênfase nas tarefas Teoria Clássica Fayol Ênfase na estrutura
  • 30. Resumo – Administração  A palavra administração vem do latim ad (direção, tendência para) e minister (subordinação ou obediência). Administração é o ato de trabalhar com recursos e através de pessoas para realizar objetivos tanto da organização quanto de seus membros. Um administrador deverá usar determinadas funções: planejar, organizar, dirigir e controlar.  Planejar  Organizar  Dirigir  Controlar
  • 32. Resumo - Organização  A Organização é uma associação de pessoas para atingir uma finalidade definida e predeterminada, ou seja, sua missão. As pessoas que compõem a organização são seus sócios, dirigentes, funcionários e voluntários, com objetivos e responsabilidades diferenciados, mas articulados em torno da missão da entidade.  Produtos ou Serviços  Pública, Privada ou Mista  Com ou sem fins lucrativos  Permanente ou Temporária Atividade 1) Classifique um HOSPITAL 2) Classifique um consórcio de empresas de engenharia para construir uma ponte
  • 33. • Pessoas • Informação • Conhecimento • Espaço • Tempo • Dinheiro • Instalações ORGANIZAÇÃO OBJETIVOS Organização
  • 34. Primeiro Setor Poder Público • Federal, Estadual , Municipal • Executivo, Legislativo, Judiciário
  • 35. Segundo Setor • Empreendedor • Econômico privado • Indústria, comércio.
  • 36. Terceiro Setor • Rede de organizações privadas autônomas, não voltadas à distribuição de lucros para acionistas ou diretores, atendendo propósitos públicos, embora localizada à margem do aparelho formal do Estado. • Sociedade civil = ONG, OSCIP, Associações.
  • 38. Fusões entre Empresas Empresas se fundem por diversos motivos:  Por estarem falidas  Para aproveitar e monopolizar parte do mercado.  Para seu próprio benefício em busca de alta lucratividade  Para aumentar o faturamento  Para reduzir custos e mão de obra Segundo a Secretaria de Assuntos Econômicos (SEAE), do Ministério da Fazenda, 53 empresas se uniram e com isso absorveram grande fatia do mercado antes saturado. A justificativa das corporações envolvidas é o ganho de competitividade no mercado e a redução de custos.
  • 39. • Cartéis • Lucro • Concorrência desleal • Aceitação dos consumidores • Estratégia • Regras • Missão • Valores
  • 41. Funções Organizacionais As funções organizacionais são as tarefas especializadas que as pessoas e os grupos executam, para que a organização consiga realizar seus objetivos. As funções mais importantes de qualquer organização são:  Produção (ou operações),  Marketing,  Pesquisa e desenvolvimento,  Finanças  Recursos humanos. A coordenação de todas essas funções especializadas é o papel da administração geral.
  • 42.
  • 43. Produção (Operações) O objetivo básico da função de produção é fornecer os produtos ou serviços da organização. Há três tipos principais de processos produtivos:  Produção em massa - fornecimento de grande número de produtos e serviços idênticos, que podem ser simples ou complexos. Exemplos: parafusos, automóveis, refeições rápidas em cadeias de lanchonetes, etc.;  Produção por processo contínuo - fornecimento virtualmente ininterrupto de um único produto ou serviço, como gasolina, corantes, transmissão de programas de televisão, energia elétrica, etc.;  Produção unitária e em pequenos lotes – fornecimento de produtos e serviços sob encomenda, simples ou complexos. Por exemplo, montagem de aviões, navios de grande porte e de plantas petroquímicas, organização de realização de Jogos Olímpicos e corridas de Fórmula 1, eleições presidenciais, cortes de cabelo, etc.
  • 44. Marketing O objetivo básico da função de marketing é estabelecer e manter a ligação entre a organização e seus clientes, consumidores, usuários ou público-alvo (fornecedores). A função de Marketing é muito ampla e abrange as atividades de:  Pesquisa: identificação de interesses e necessidades e tendências do mercado;  Desenvolvimento de produtos: criação de produtos e serviços, inclusive seus nomes, marcas e preços, e fornecimento de informações para o desenvolvimento de produtos em laboratórios e oficinas;  Distribuição: desenvolvimento de canais de distribuição e gestão dos pontos de venda;  Preço: determinação das políticas comerciais e estratégias de preço no mercado;  Promoção: comunicação com o público-alvo, por meio de atividades como propaganda e publicidade;  Vendas: criação de transações com o público alvo. (Em algumas organizações, vendas é uma função separada de marketing).
  • 45. Pesquisa e Desenvolvimento  O objetivo básico da função de Pesquisa e desenvolvimento é transformar as informações de marketing, as ideias originais e os avanços da ciência em produtos e serviços.  P & D pode ser responsável também por identificar e introduzir novas tecnologia no processo produtivo.
  • 46. Finanças O objetivo básico da função de Finanças é a proteção e a utilização eficaz dos recursos financeiros. A função financeira abrange as decisões de:  Investimento: avaliação e escolha de alternativas de aplicação de recursos;  Financiamento: identificação e escolha de alternativas de fontes de recursos;  Controle: acompanhamento e avaliação dos resultados financeiros da organização;  Destinação dos resultados: seleção de alternativas para aplicação dos resultados financeiros da organização.
  • 47. Recursos Humanos  A função de Recursos Humanos, ou de gestão de pessoas, tem como objetivos encontrar, atrair e manter as pessoas de que a organização necessita. A função de recursos humanos tem como componentes outras funções tais como:  Planejamento de mão-de-obra,  Recrutamento e seleção,  Treinamento e desenvolvimento,  Administração de pessoal,  Avaliação de desempenho,  Remuneração ou compensação,  Funções pós-emprego
  • 48.
  • 49.
  • 50.
  • 51. O Caso Kodak: O que deu Errado? O fundador da empresa, George Eastman, foi o inventor do filme fotográfico, em 1888.  1 – Ignorar as mudanças do mercado - Desde o início dos anos 90, o fim do filme fotográfico era visto como questão de tempo. A Kodak tentou negar essa realidade de todas as formas e manteve seu modelo de negócios inalterado; 2 – Hesitar ao adotar novas tecnologias - A primeira câmera digital foi desenvolvida pela Kodak em 1976. A empresa, no entanto, levou 25 anos para levar esse negócio a sério, quando o mercado já estava tomado pelos concorrentes;  3 – Desprezar a inovação - A Kodak sempre foi pródiga nos gastos com pesquisas, o que resultou em uma vasta base de patentes. No entanto, a maioria das inovações ficava na gaveta ou era licenciada a terceiros;  4 – Manter uma estrutura fossilizada - Uma das heranças negativas do fundador George Eastman foi uma cultura corporativa hierarquizada e lenta na tomada de decisões. Isso atrasou dramaticamente as mudanças na empresa.  Estes fatos evidenciam que ter a liderança de mercado não significa ter sucesso eterno. (Se cuida Facebook...)  A empresa que inventou o filme e a maquina fotográfica de mão DECRETOU FALÊNCIA no dia 19 de Janeiro de 2013.
  • 52. ATIVIDADES FABRICANTE DE MÓVEIS PRODUÇÃO Fabricação das peças e montagem dos MARKETING Propagandas em revistas, preparação de promoções em lojas, política de garantia FINANÇAS Pagar contas, fornecedores e funcionários. Administração do caixa DESENVOLVIMENTO DE PRODUTO Design de novos móveis, modelos e cores COMPRAS Comprar matéria prima (madeira, tinta, tecidos de forração) RECURSOS HUMANOS Recrutamento e treinamento de funcionários Exemplo de Funções Organizacionais
  • 53. Exercício de Avaliação  Contextualize as principais Funções Organizacionais (Produção, Marketing, Finanças, Desenvolvimento de Produto, Compras, Recursos Humanos) da instituição abaixo: REDE DE FAST FOOD
  • 54. ATIVIDADES FAST FOOD PRODUÇÃO Preparar lanches, limpeza, manutenção de equipamentos MARKETING Propagandas em TV, preparação promoções FINANÇAS Pagar contas, fornecedores e funcionários. Controle contábil DESENVOLVIMENTO DE PRODUTO Design dos restaurantes, novas receitas, brindes/campanhas COMPRAS Comprar recursos/insumos (alimentos, materiais, pratos, embalagens, etc.) RECURSOS HUMANOS Admissão, demissão, Treinamento de funcionários
  • 56. Lição de Administração aprendida: Ou você inova ou desaparece!
  • 57.
  • 58.
  • 59. No fundo do poço!  Petrobras já vale menos que o WhatsApp.  O Facebook comprou o serviço em 2014 por US$ 19 bilhões, e somando o valor de todas as ações da Petrobras, só se consegue US$ 18 bilhões.  Petrobras deve US$ 128 bilhões. Isso quer dizer que somente a dívida da companhia é 7,1 vezes maior que o seu valor de mercado.  Mesmo vendendo muito petróleo, a Petrobras não consegue se manter por estar pagando com seu lucro apenas os juros dessa dívida multibilionária, que seria inclusive a maior do mundo.  Da dívida total da Petrobras, US$ 24 bilhões precisam ser pagos em até 2 anos, dinheiro que a companhia não tem.
  • 61. Planejamento da Operação Quais os objetivos? Recursos •Materiais •Informações •Pessoal •Instalações Saídas •Produtos •Serviços Ambiente Projeto Melhoria Planej. e Controle Estratégia de produção
  • 62. O que é Estratégia? É uma corrida para chegar a um local ideal É a criação de uma posição exclusiva e valiosa, envolvendo um conjunto diferente de atividades Estratégia é efetuar trade-offs ao competir e escolher o que não fazer
  • 63.
  • 64. O que é um Produto/Serviço? Oferta de satisfação de uma necessidade oferecida por uma empresa. Exemplo: A P&G não vende detergente para lavar roupa. Vende o benefício da roupa lavada. Clientes compram SATISFAÇÃO e não COISAS.
  • 65.
  • 66. O que faz um cliente escolher por um certo produto/serviço? IMPULSO x NECESSIDADE x DESEJO
  • 67. Desenvolvimento do Produto Inicia quando a empresa tem uma ideia e faz um estudo de viabilidade, produtividade e desenvolvimento. Nesta fase o produto ainda não está no mercado. Estratégia Product-Out (Empresa usa tecnologia que possui para desenvolver novos produtos) Estratégia Market-In ( Empresa ouve o mercado e fabrica o que o mercado quer)
  • 68. CICLO DE VIDA DE UM PRODUTO  Os produtos já nascem com data prevista para serem retirados do mercado.  É a história completa de um produto através de suas fases de vendas: introdução, crescimento, maturidade e declínio.
  • 69. 4 FASES do Ciclo de Vida  Introdução – Fase inicial, produto é lançado no mercado. Baixo volume de produção e de vendas.  Crescimento – O produto começa a ser aceito pelo mercado. Surgem os concorrentes. Aumento da produção.  Maturidade – Baixo crescimento de vendas, lucros estáveis ou diminuem (em função dos gastos de defesa contra a concorrência).  Declínio – Perda de participação no mercado. Vendas e lucro muito baixos.
  • 70. Ciclo de Vida do Produto
  • 71. Razões de Declínio  Mudança no gosto dos consumidores  Surgimento de novos produtos melhores  Falta de necessidade pelo produto Ex: disquetes, fita cassete, modelos de computadores, aparelhos de dvd, locadoras. Produtos com fase de vida longa – alimentos, sabão, papel, etc Produtos com vida curta – brinquedos, móveis, utensílios, eletrodomésticos, etc.
  • 72. Estratégias  Introdução - A necessidade de lucro imediato não é uma pressão. O produto é promovido para que ele se torne conhecido. Se o produto não tem ou tem apenas alguns competidores, uma estratégia ´skimming´ de preço é aplicada, onde se deve concentrar em um grupo específico de clientes os quais não se importarão de pagar um preço mais alto ao produto. Um número limitado de produtos estão disponíveis em poucos canais de distribuição.  Crescimento - Competidores são atraídos ao mercado com ofertas muitos similares. Produtos se tornam mais lucrativos e companhias formam alianças, tomam riscos conjuntos e se tornam parte uma da outra. O gasto com propaganda é alto e se foca no crescimento da marca do produto.  Maturidade - Os produtos que sobrevivem nos primeiros estágios tendem a gastar mais tempo nesta fase. O número de vendas alcançam uma taxa de crescimento e se estabiliza. A tentativa de produtores para diferenciar seus produtos e marcas é um ponto chave nesta fase. A guerra de preços e intensa competição ocorre. Neste ponto o mercado alcança saturação. Produtores começam a deixar o mercado por baixas margens de venda. Promoção se torna mais difundida e a mídia é utilizada com mais variedade.
  • 73. Matriz BCG  Analisar um produto com base em seu ciclo de vida.
  • 74. Matriz BCG  Ponto de interrogação (também conhecido como “em questionamento” ou “criança-problemática”): Neste quadrante, estão posicionados os produtos pertencentes a um mercado com altas taxas de crescimento. Exige grandes investimentos e possui baixo retorno, com possibilidade de se tornar um “abacaxi” em pouco tempo. Porém, por estar em um mercado com alto crescimento, pode também se tornar uma “estrela”, desde que seja bem tratado pela empresa;  Estrela: Neste quadrante, estão posicionados os produtos com alta participação de mercado, com altas taxas de crescimento. São líderes de mercado, exigindo grandes investimentos. Caso o crescimento do mercado seja reduzido, pode facilmente se tornar uma “vaca leiteira”.  Vaca leiteira: Neste quadrante, estão posicionados os produtos com taxa de crescimento moderada em mercados já estabelecidos. Não demandam grandes investimentos, uma vez que o crescimento do mercado é baixo. Algumas empresas tem estes produtos como sua base, por terem os lucros e a geração de caixa são altos. É comum ver “estrelas” se transformando em “vacas leiteiras”.  Abacaxi (também conhecido como “animal de estimação”, “cão” ou “vira-lata”): Neste quadrante estão posicionados os produtos com baixa participação em um mercado maduro, sem crescimento aparente. Estes produtos devem ser evitados ao máximo pela empresa, sendo possível até um descarte de tais produtos do portfólio da empresa, do ponto de vista financeiro (evitando os altos custos de recuperação) e estratégico.
  • 75. 7 RUFFLES MAX O que era: a famosa batata chips em uma versão turbinada. O que era legal: aquela batata com ondas gigantes era bem legal, e o tempero de Barbecue era show de bola. Porque não deu certo: me Dê um copo com água que minha boca tá ardendo!
  • 76. TV COM VÍDEO CASSETE O que era: o que o nome diz, uma TV com um vídeo cassete embutido. O que era legal: o principal ponto a favor desses produtos, que tiveram versões de vários fabricantes, era a total ausência de cabos e nenhuma instalação necessária. O controle remoto único também agradava bastante. Por que não deu certo: será que desta vez está na garantia?!
  • 77. Segmento de Telefonia Móvel Em que fase do ciclo de vida encontram- se os telefones celulares? Justifique sua resposta. 77
  • 80. OBJETIVOS DE DESEMPENHO  Qualidade – fazer certo as coisas; em outras palavras, fornecer bens e serviços isentos de erros, de modo que seus consumidores fiquem satisfeitos. Isso significa proporcionar uma vantagem de qualidade para a empresa;  Rapidez – fazer as coisas com rapidez, minimizando o tempo de processamento de pedidos considerado como olead time de fornecimento. Dessa forma a empresa aumenta a disponibilidade de seus bens e serviços e consegue a vantagem em rapidez;  Confiabilidade – fazer as coisas no tempo certo, mantendo compromissos de entrega assumidos com os seus clientes. Ao fazer isso, a organização terá a vantagem de confiabilidade, permitindo redução de estoques, inclusive;  Flexibilidade – estar preparado para alterar sua programação de produção. A flexibilidade é a capacidade de reagir ao inesperado mantendo tratamento único e individualizado ao consumidor. Isso dá à empresa a vantagem de flexibilidade;  Custo – fazer as coisas com a qualidade desejada e com o menor custo possível, assegurando retorno financeiro à organização. Quando essa atitude é tomada, a empresa conquistará a vantagem de custo.
  • 81. ENTENDENDO OS FATORES E OBJETIVOS ENVOLVIDOS Preço Qualidade Entrega rápida Entrega confiável Produtos e serviços inovadores Ampla variedade de Produtos e Serviços Habilidade de alterar o prazo e a quantidade de produto e serviço “ Se os clientes valorizam...” Custo Qualidade Rapidez Confiabilidade Flexibilidade (produto/serviço) Flexibilidade (composto mix) Flexibilidade (Volume ou entrega) “ Então a operação deverá se superar em ...” Fatores competitivos Objetivos de desempenho
  • 83. Melhoria continua Custo Qualidade Confiabilidade Rapidez Fazer certo as coisas Fazer as coisas mais baratas Fazer as coisas em tempo Fazer as coisas rápidas Flexibilidade Mudar o que você faz
  • 84. EXEMPLOS DE FLEXIBILIDADE Flexibilidade de produto/serviço: habilidade para lançar novos produtos/serviços no mercado. Flexibilidade de mix: fornecer uma grande variedade de produtos/serviços. Flexibilidade de volume: habilidade de mudar o nível de saídas (output) para se ajustar às variações. Flexibilidade de entrega: habilidade da operação de atrasar ou antecipar as datas de entrega prometidas.
  • 85. Trade-OFF - Fast Food  Discuta o que constitui qualidade, rapidez, confiabilidade, flexibilidade e custo nas operações do Fast food Mcdonald´s, em comparação às expectativas de seu público-alvo.
  • 86.
  • 87.
  • 88.
  • 89.
  • 90.