SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 5
Baixar para ler offline
TAREFAS PARA O TRABALHO DE
             FINALIZAÇÕES SOBRE ATAQUE
                              PREVISTO:



                                                                                                    Autor: Nani Lareo
                                                                                                   Fotos: Shutterstock


                                                    INTRODUÇÃO:

                                                    A pesar de que no apartado ofensivo de uma equipe existe
                                                    uma parte importante de criatividade, habilidade, liberdade de
                                                    movimentos e conhecimento que tem entre si os jogadores da
                                                    mesma equipe, entendemos que têm momentos do jogo onde o
                                                    jogo de ataque se complica devido a causas diversas, como que
                                                    a defesa do rival está funcionando bem, que não somos capazes
                                                    de enlaçar jogadas de ataque com certa continuidade, que nossos
                                                    jogadores não têm seu melhor dia, etc
68                                                                                                                       69
     MAYO     Táctica   © Artículo publicado en www.futbol-tactico.com        Táctica                           MAYO
Para esses momentos, é muito adequado ter preparado/treinado em nossas sessões de treinamento             Uma vez estudando o rival, e sabendo como hipoteticamente nos vai defender, sabendo seus
 semanais, certas jogadas de ataque previsto ou ataque elaborado. Por isso, neste artigo vamos a           pontos fortes e débeis, poremos em marcha durante á semana ações combinatórias ofensivas de
 ocupar-nos de uma parte muito importante das ações ofensivas de uma equipe como são as jogadas            forma que todos os jogadores da equipe saibam exatamente os movimentos que devem realizar e
 elaboradas, jogadas de ataque previsto, ações combinatórias de ataque, jogadas de laboratório,            sobre tudo suas variantes (aqui se entra a iniciativa própria) por onde deve circular a bola e onde
 etc... em fim poderemos chama-las com um sem-fim de nomes, mas todas se referem de alguma                 temos que fazê-lo chegar para fazer dano à defesa rival. Se bem dizíamos anteriormente o difícil
 maneira a adequada circulação da bola e a perfeita harmonia e coordenação de movimentos de                que supõe realizar estas ações pelo complicado deste esporte; entendemos que se bem não é
 todos os jogadores que intervém da área rival. Recordamos que quando falamos de ataque, não               determinante, o não trabalhar este aspecto suporia uma maior dificuldade e “obstruiria” muito mais
 só nos referimos aos supostos atacantes da equipe, senão que teremos que involucrar a todas               a canalização do nosso jogo de ataque.
 as linhas do mesmo, já que todos, de alguma maneira terão alguma função, fazendo vigilâncias
 defensivas para dificultar transições, linhas de rechace, balances, etc...).                              Podemos treinar ditas jogadas em nossas sessões de treinamento a modo de tarefas de finalização,
                                                                                                           de forma que a repetição continuada das mesmas favoreça o automatismo dos movimentos por
 ¿SE DEVE PREPARAR O ATAQUE OU SE DEVE DEIXAR A LIVRE ARBÍTRIO DA INICIAÇÃO                                parte dos jogadores.
 DOS FUTEBOLISTAS?
                                                                                                           Requer-se certa concentração e eficácia nas ações de passe, golpeio e remate. É conveniente que
 A priori devemos saber que os esportes coletivos como futebol, basquete e handebol, são de                apesar de que não exista oposição (ou sim, podendo ser ativa, semiativa ou passiva) devemos
 habilidades abertas, onde é muito difícil levar a cabo uma jogada específica pela dificuldade             de fazer finca-pé na alta intensidade na execução das ações, devemos ser eficazes e rápidos nos
 que entranha o próprio jogo, as situações continuamente cambiantes, a pressão do rival, etc.              controles, fomentar as fintas de arrancada, não receber a bola parada e de alguma forma tem que
 Concretamente no futebol, a dificuldade aumenta já que a bola não se pode deter não se pode               tentar simular a intensidade que se pode dar em um jogo real.
 pegar com a mão, não tem pausas, o que
 dificulta muitíssimo a elaboração de um ataque                                                                                                                 É um trabalho que poderemos realizar com
 previsto.                                                                                                                                                      todos os jogadores do plantel, dispondo-os em
                                                                                                                                                                suas posições habituais de jogo, e devido à
 Mas apesar de tudo, penso que sim podemos                                                                                                                      ausência de fadiga, poderemos realizá-lo nos
 estabelecer e treinar em nossas sessões                                                                                                                        treinamentos de final de semana, vésperas
 semanais uma série de movimentos de ataque                                                                                                                     de jogos, etc... Ademais, é um trabalho de alto
 ou padrões de jogo ofensivo com o objeto de                                                                                                                    conteúdo psicológico, pois requer um bom
 “ajudar” ou “dotar” a nossos futebolistas de                                                                                                                   grau de concentração para ler os movimentos
 maiores conhecimentos para o jogo de ataque,                                                                                                                   dos companheiros e ajustar o movimento
 explorando as particularidades técnicas                                                                                                                        próprio ao dos companheiros da equipe.
 individuais de cada um e estudando a defesa
 rival, buscando espaços onde fazer dano para aproximar a bola à área contrária.                           A continuação, mostraremos uma série de tarefas de finalização com diversos objetivos táticos
                                                                                                           ofensivos, para contra restar certos aspectos táticos defensivos do rival, como podem ser:
 Por tanto, no treinamento do ataque organizado, o que realizaremos é preparar/prever/automatizar
 nossos movimentos de ataque (tanto da bola como dos jogadores) em função da defesa que nos                       1.	 TAREFA 1: Aumento de densidade em uma banda (atrair defesas rivais) para mudar de
 fará nosso rival e sacando/explorando o melhor de cada um dos nossos jogadores. Trata-se de                          orientação e atacar pela contrária.
 dotar a nossa equipe de umas linhas de jogo e variantes para poder fazer falha na defesa da equipe
                                                                                                                  2.	 TAREFA 2: Arrastar a um lateral para provocar um espaço em suas costas que será
 contrária. Por isso é de vital importância o estudo e conhecimento que se tenha do rival, é dizer,
                                                                                                                      ocupado pelo ponta (laterais lentos e pouco dotados tecnicamente).
 estilo de jogo, número de defensores no meio, na linha defensiva, jogador mais poderoso, mais
 frouxo tecnicamente, posicionamento base, pontos fortes e débeis.                                                3.	 TAREFA 3: Bola diretamente ao ponta para deixada ao meia-ponta e abrir banda ou
                                                                                                                      realizar segundas jogadas (campos estreitos e defesas fechadas).
 É um recurso mais em ataque que, de alguma maneira, todas as equipes deveriam trabalhar com
                                                                                                                  4.	 TAREFA 4: Condução do interior para dentro para a fixar ao lateral marcador (lateral
 o fim de melhorar sua eficácia no aspecto ofensivo.
                                                                                                                      frouxo)., sacá-lo de zona e que seja aproveitada por nosso lateral
70                                                                                                                                                                                                                71
     MAYO                                Táctica                               © Artículo publicado en www.futbol-tactico.com                        Táctica                                           MAYO
TAREFA Nº1:                                                                                                   táticos da equipe. Atacamos por banda, pelo centro, jogo direto, costas de laterais, paredes em banda,
Aumento da densidade ofensiva em uma banda para finalizar o ataque por outra                                  caída do ponta, etc...
                                                                                                              •	 Durante pré-temporada podemos trabalhar com toda a equipe situando dois jogadores dois por
DESCRIÇÃO DA TAREFA:                                                                                          posto ou como seja necessário para organizar a equipe. Durante a temporada podemos fazê-lo com
Dispomos aos jogadores em um sistema 1-4-2-3-1, onde A é um meio-centro criativo. A jogada a começa           a equipe que supostamente jogará o fim de semana se nos interessa desvelá-lo.
este jogador que passa a B (L.D), fazendo uma triangulação com C (Meia-ponta) e D (I.D). Trata-se, pois,
                                                                                                              •	 Podemos incluí-lo nas sessões de final de semana, próximas ao jogo já que não produz fadiga
de acumular jogadores de ataque em dita zona para que em um momento dado, D, devolva a B e este
                                                                                                              fisiológica e é um trabalho importante no aspecto psicológico e de ajuste de movimentos coletivos..
faça uma mudança de orientação a F (II) para que conduza a linha de fundo, centre e remate o dianteiro
E ou F ou D. A sua vez, C, B e G, sobem seu posicionamento para linha de rechace ou cortar ações de
contra-ataque.                                                                                             TAREFA Nº2:
INCIDIR:                                                                                                   Criação de espaço nas costas de um lateral para caída do ponta.
  •	 Alta intensidade na execução das ações apesar de não ter oposição.
  •	 Não receber a bola de parado, sempre com movimentos prévios de desmarques (fintas de                  DESCRIÇÃO DA TAREFA:
      arrancada).                                                                                          Dispomos aos jogadores em nosso sistema habitual, neste caso com um 1-4-2-3-1. No gráfico, de alguma
  •	 Alta                                                                                                  forma indicamos só os jogadores que formarão parte do ataque. Começa a tarefa o Meio-centro Ofensivo
      concentração                                                                                         (A), que passa a bola a B (LD), este a sua vez triangula com C (MP) e D (ID). D, faz ligeira condução para
    para a                                                                                                 B para tentar atrair seu marcador, sacá-lo de zona, para acabar passando-lhe a seu companheiro a vez
    realização                                                                                             que faz um desmarque ao interior da área. B, uma vez recebida à bola, realiza um passe em elevação ao
    dos                                                                                                    espaço livre criado por D que será ocupado por nosso dianteiro E, que dará continuidade à jogada. D,C
    exercícios.                                                                                            e F, serão os rematadores ocupando G A e B a linha de rechace.
 •	 Praticar as
    variantes                                                                                              INCIDIR:
    previstas,                                                                                               •	 Alta intensidade na execução das ações apesar de não ter oposição.
    jogo pelo o                                                                                              •	 Não receber a bola de parado, sempre com movimentos prévios de desmarques (fintas de
    outro lado,                                                                                                 arrancada).
    criatividade                                                                                             •	 Alta concentração para realização dos exercícios.
    dos                                                                                                      •	 Praticar as variantes previstas, jogo pelo outro lado, criatividade dos jogadores, etc...
    jogadores,                                                                                               •	 Tão importantes são os movimentos dos jogadores com bola como os de sem bola (realizam
    etc...                                                                                                      vigilâncias ofensivas e defensivas, balances, etc...), por tanto, não se deve poupar movimentos.
 •	 Tão
    importantes são os movimentos dos jogadores com bola como os de sem bola (realizam                                                                                                          EVITAR:
    vigilâncias ofensivas e defensivas, balances, etc...), por tanto, não se deve poupar movimentos.                                                                                            Passividade nas
                                                                                                                                                                                                execuções


                                                                                                                                                                                                Escassez de
 EVITAR:                                                MATERIAL:
                                                                                                                                                                                                movimentos dos
 •	 Passividade nas execuções.                           •	 Bolas e cones para sinalizar espaços.
                                                                                                                                                                                                jogadores sem bola
 •	 Escassez de movimentos dos jogadores
                                                                                                                                                                                                (tem que chegar)
    sem bola (tem que chegar).                          TEMPORIZAÇÃO:
 •	 Falta de eficácia ou de concentração no
                                                                                                                                                                                                Falta de eficácia ou
    trabalho.                                              •	 Realizar durante toda a temporada,
                                                                                                                                                                                                de concentração
                                                           escolhendo durante a semana as tarefas
                                                                                                                                                                                                no trabalho.
                                                           mais necessárias, em função dos interesses
72                                                                                                                                                                                                                 73
      MAYO                                 Táctica                               © Artículo publicado en www.futbol-tactico.com                         Táctica                                           MAYO
MATERIAL:                                                                            INCIDIR:                                              MATERIAL:
                •	   Bolas e cones sinalizadores para delimitar posições e espaços.                    •	 Alta intensidade na execução das ações
                                                                                                          apesar de não ter oposição.                       •	 Bolas e cones sinalizadores para delimitar
              TEMPORIZAÇÃO:                                                                                                                                    posições e espaços.
                                                                                                       •	 Não receber a bola de parado, sempre com
                        •	          Realizar durante toda a temporada, escolhendo durante a
                                                                                                          movimentos prévios de desmarques (fintas
                                     semana as mais necessárias, em função dos interesses                                                                  TEMPORIZAÇÃO:
                                                                                                          de arrancada).
                                        táticos da equipe.
                                          •	 Atacamos por banda, pelo centro, jogo direto,             •	 Alta concentração para a realização dos           •	 Realizar durante toda a temporada,
                                           costas de laterais, paredes em banda, caída do ponta,          exercícios.                                          escolhendo durante a semana as mais
                                           etc...                                                      •	 Praticar as variantes previstas, jogo pelo           necessárias, em função dos interesses
                                         •	 Durante pré-temporada podemos trabalhar com                   outro lado, criatividade dos jogadores, etc...       táticos da equipe.
                                      toda a equipe colocando dois por posto ou como seja                                                                   •	 Atacamos por banda, pelo centro, jogo
                                                                                                       •	 Tão importantes são os movimentos dos
                                 necessário para organizar a equipe. Durante a temporada                                                                       direto, costas de laterais, paredes em
                                                                                                          jogadores com bola como os de sem bola
                                       podemos fazê-lo com a equipe que supostamente                                                                           banda, caída do ponta, etc...
                                                                                                          (realizam vigilâncias ofensivas e defensivas,
                                         jogará o fim de semana se nos interessa desvela-lo.                                                                •	 Durante      pré-temporada     podemos
                                                                                                          balances, etc...), por tanto, não se deve
                                                  •	 Podemos incluí-lo nas sessões de final de                                                                 trabalhar com toda a equipe colocando
                                                                                                          poupar movimentos.
                                               semana, próximas ao jogo já que não produz                                                                      dois por posto ou como seja necessário
                                               fadiga fisiológica e é um trabalho importante no                                                                para organizar a equipe. Durante a
                                               aspecto psicológico e de ajuste de movimentos                                                                   temporada podemos fazê-lo com a equipe
                                                                                                     EVITAR:
                                              coletivos.                                                                                                       que supostamente jogará o fim de semana
                                                                                                       •	 Passividade nas execuções                            se nos interessa desvela-lo.
                                                                                                       •	 Escassez de movimentos dos jogadores              •	 Podemos incluí-lo nas sessões de final
                                          TAREFA Nº3:                                                     sem bola (tem que chegar)                            de semana, próximas ao jogo já que não
                                         Jogo direto ao ponta para deixada ao meia-                                                                            produz fadiga fisiológica e é um trabalho
                                                                                                       •	 Falta de eficácia ou de concentração no
                                        ponta e abrir banda ou realizar segundas jogadas                                                                       importante no aspecto psicológico e de
                                                                                                          trabalho.
                                       (campos pequenos e defesas fechadas).                                                                                   ajuste de movimentos coletivos.


                                              DESCRIÇÃO DA TAREFA:
                                                  Dispomos aos jogadores em nosso sistema
                                                   habitual, neste caso com um 1-4-2-3-1. No
                                                   gráfico, de alguma forma indicamos só os
                                               jogadores que formarão parte do ataque.


                   Começa o ataque com uma triangulação entre A, C e D; uma vez que volta
                  á bola a A, este joga com G e devolve a seu companheiro LD (B).


               Uma vez recebida à bola, B envia a bola diretamente a nosso dianteiro E, que
             previa finta de desmarque vem a receber diante da linha defensiva, jogando
                 de primeira ou de segunda com o meia-ponta D, que abre a banda para a
                      incorporação de G, que conduz a linha de fundo, centra para o remate
                       de E, F ficando D em linha de rechace e C, A e B evitando transições da
                       equipe contrária.

74                                                                                                                                                                                                          75
     JULHO                        Tática                                © Artigo publicado em      www.futbol-tactico.com                          Tática                                        JULHO
TAREFA Nº4:
     Corte do interior para dentro para a
     incorporação do lateral desse mesmo lado.


     DESCRIÇÃO DA TAREFA:
     Dispomos aos jogadores em nosso sistema
     habitual de jogo, neste caso, um 1-4-2-3-1
     onde A é o meio-centro criado que começa a
     jogada com uma triangulação entre B e D (Mp).
     Quando A recebe de novo a bola, passa a F
     (ID), que faz uma ligeira condução para dentro
     para criar um espaço livre a suas costas que
     posteriormente, será ocupado por nosso LD (C).
     F, passa a D, e realiza uma pequena condução
     diagonal para criar uma linha de passe com C
     que se incorporou ao ataque. Uma vez recebida
     a bola, conduz, centra para o possível remate
     do ponta e do interior do lado contrário.


     INCIDIR:
       •	 Alta intensidade na execução das ações
          apesar de não ter oposição.

      •	 Não receber a bola de parado, sempre
         com movimentos prévios de desmarques
         (fintas de arrancada).

      •	 Alta concentração para a realização dos
         exercícios.                                   •	 Falta de eficácia ou de concentração no            •	 Durante pré-temporada podemos trabalhar com toda a equipe colocando dois postos ou como
                                                          trabalho.                                             seja necessário para organizar a equipe. Durante a temporada podemos fazê-lo com a equipe
      •	 Praticar as variantes previstas, jogo pelo
                                                                                                                que supostamente jogará o fim de semana se nos interessa desvela-lo,
         outro lado, criatividade dos jogadores,
                                                      MATERIAL:
         etc...
                                                       •	 Bolas e cones sinalizadores para delimitar         •	 Podemos incluí-lo nas sessões de final de semana, próximas ao jogo já que não produz fadiga
      •	 Tão importantes são os movimentos dos            posições e espaços.                                   fisiológica e é um trabalho importante no aspecto psicológico e de ajuste de movimentos coletivos.
         jogadores com bola como os de sem
         bola (realizam vigilâncias ofensivas e       TEMPORIZAÇÃO:
         defensivas, balances, etc...), por tanto,     •	 Realizar durante toda a temporada, escolhendo
         não se deve poupar movimentos.                   durante a semana as mais necessárias, em
                                                          função dos interesses táticos da equipe.
     EVITAR:
                                                       •	 Atacamos por banda, pelo centro, jogo direto,
      •	 Passividade nas execuções
                                                          costas laterais, paredes em banda, caída do
      •	 Escassez de movimentos dos jogadores
                                                          ponta, etc...
         sem bola (tem que chegar)

76                                                                                                                                                                                                             77
        MAYO                                Táctica                            © Artículo publicado en www.futbol-tactico.com                        Táctica                                           MAYO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Princípios Operacionais de Transição
Princípios Operacionais de TransiçãoPrincípios Operacionais de Transição
Princípios Operacionais de TransiçãoLeandro Zago
 
Planificacao tática da pre temporada em equipes profissionais
Planificacao tática da pre temporada em equipes profissionaisPlanificacao tática da pre temporada em equipes profissionais
Planificacao tática da pre temporada em equipes profissionaisFutbol Tactico Brasil
 
Gestão e organização do Treinamento do Goleiro.
Gestão e organização do Treinamento do Goleiro.Gestão e organização do Treinamento do Goleiro.
Gestão e organização do Treinamento do Goleiro.Futbol Tactico Brasil
 
Pedro Ferrer - Metodologia para o treino de guarda-redes.
Pedro Ferrer - Metodologia para o treino de guarda-redes.Pedro Ferrer - Metodologia para o treino de guarda-redes.
Pedro Ferrer - Metodologia para o treino de guarda-redes.Pedro Ferrer
 
Metodologia de Trabalho - José Mourinho
Metodologia de Trabalho - José MourinhoMetodologia de Trabalho - José Mourinho
Metodologia de Trabalho - José MourinhoLeandro Zago
 
Treinamento especificos para goleiros
Treinamento especificos para goleirosTreinamento especificos para goleiros
Treinamento especificos para goleirosWallace Trajano
 
Construindo uma forma de jogar guia de treino para iniciantes
Construindo uma forma de jogar   guia de treino para iniciantesConstruindo uma forma de jogar   guia de treino para iniciantes
Construindo uma forma de jogar guia de treino para iniciantesJarbas Rossatto
 
Tarefas tecnico taticas para o desenvolvimento da velocidade atraves de situa...
Tarefas tecnico taticas para o desenvolvimento da velocidade atraves de situa...Tarefas tecnico taticas para o desenvolvimento da velocidade atraves de situa...
Tarefas tecnico taticas para o desenvolvimento da velocidade atraves de situa...Futbol Tactico Brasil
 
Colocação de função táctica do guarda-redes (defesa do espaço)
Colocação de função táctica do guarda-redes (defesa do espaço)Colocação de função táctica do guarda-redes (defesa do espaço)
Colocação de função táctica do guarda-redes (defesa do espaço)Pedro Ferrer
 
Alfabetização Tática do jovem futebolista
Alfabetização Tática do jovem futebolistaAlfabetização Tática do jovem futebolista
Alfabetização Tática do jovem futebolistaPaulo Sousa
 
Concepção e Prática de Exercícios Específicos de Treino
Concepção e Prática de Exercícios Específicos de TreinoConcepção e Prática de Exercícios Específicos de Treino
Concepção e Prática de Exercícios Específicos de TreinoFundação Real Madrid
 
Periodizacao tactica um modelo de treino jose gu ilherme oliveira
Periodizacao tactica um modelo de treino   jose gu ilherme oliveiraPeriodizacao tactica um modelo de treino   jose gu ilherme oliveira
Periodizacao tactica um modelo de treino jose gu ilherme oliveiraBruno Comelli
 
O Guarda-Redes no Futebol - Sérgio Ferreira
O Guarda-Redes no Futebol - Sérgio FerreiraO Guarda-Redes no Futebol - Sérgio Ferreira
O Guarda-Redes no Futebol - Sérgio FerreiraFundação Real Madrid
 
Meios de ensino treino do jogo de futebol
Meios de ensino treino do jogo de futebolMeios de ensino treino do jogo de futebol
Meios de ensino treino do jogo de futebolmoko25
 

Mais procurados (20)

Princípios Operacionais de Transição
Princípios Operacionais de TransiçãoPrincípios Operacionais de Transição
Princípios Operacionais de Transição
 
Planificacao tática da pre temporada em equipes profissionais
Planificacao tática da pre temporada em equipes profissionaisPlanificacao tática da pre temporada em equipes profissionais
Planificacao tática da pre temporada em equipes profissionais
 
Gestão e organização do Treinamento do Goleiro.
Gestão e organização do Treinamento do Goleiro.Gestão e organização do Treinamento do Goleiro.
Gestão e organização do Treinamento do Goleiro.
 
Pedro Ferrer - Metodologia para o treino de guarda-redes.
Pedro Ferrer - Metodologia para o treino de guarda-redes.Pedro Ferrer - Metodologia para o treino de guarda-redes.
Pedro Ferrer - Metodologia para o treino de guarda-redes.
 
Metodologia de Trabalho - José Mourinho
Metodologia de Trabalho - José MourinhoMetodologia de Trabalho - José Mourinho
Metodologia de Trabalho - José Mourinho
 
Treinamento especificos para goleiros
Treinamento especificos para goleirosTreinamento especificos para goleiros
Treinamento especificos para goleiros
 
Modelo de Jogo
Modelo de JogoModelo de Jogo
Modelo de Jogo
 
Construindo uma forma de jogar guia de treino para iniciantes
Construindo uma forma de jogar   guia de treino para iniciantesConstruindo uma forma de jogar   guia de treino para iniciantes
Construindo uma forma de jogar guia de treino para iniciantes
 
Tarefas tecnico taticas para o desenvolvimento da velocidade atraves de situa...
Tarefas tecnico taticas para o desenvolvimento da velocidade atraves de situa...Tarefas tecnico taticas para o desenvolvimento da velocidade atraves de situa...
Tarefas tecnico taticas para o desenvolvimento da velocidade atraves de situa...
 
Planejamento mec
Planejamento mecPlanejamento mec
Planejamento mec
 
Colocação de função táctica do guarda-redes (defesa do espaço)
Colocação de função táctica do guarda-redes (defesa do espaço)Colocação de função táctica do guarda-redes (defesa do espaço)
Colocação de função táctica do guarda-redes (defesa do espaço)
 
Futebol 7
Futebol 7Futebol 7
Futebol 7
 
Modelo de Jogo
Modelo de Jogo  Modelo de Jogo
Modelo de Jogo
 
Alfabetização Tática do jovem futebolista
Alfabetização Tática do jovem futebolistaAlfabetização Tática do jovem futebolista
Alfabetização Tática do jovem futebolista
 
Métodos de Treino
Métodos de TreinoMétodos de Treino
Métodos de Treino
 
Concepção e Prática de Exercícios Específicos de Treino
Concepção e Prática de Exercícios Específicos de TreinoConcepção e Prática de Exercícios Específicos de Treino
Concepção e Prática de Exercícios Específicos de Treino
 
Periodizacao tactica um modelo de treino jose gu ilherme oliveira
Periodizacao tactica um modelo de treino   jose gu ilherme oliveiraPeriodizacao tactica um modelo de treino   jose gu ilherme oliveira
Periodizacao tactica um modelo de treino jose gu ilherme oliveira
 
O Guarda-Redes no Futebol - Sérgio Ferreira
O Guarda-Redes no Futebol - Sérgio FerreiraO Guarda-Redes no Futebol - Sérgio Ferreira
O Guarda-Redes no Futebol - Sérgio Ferreira
 
Meios de ensino treino do jogo de futebol
Meios de ensino treino do jogo de futebolMeios de ensino treino do jogo de futebol
Meios de ensino treino do jogo de futebol
 
Métodos pedagógicosmec
Métodos pedagógicosmecMétodos pedagógicosmec
Métodos pedagógicosmec
 

Destaque

Como ganhar e conseguir o que te propões (2ª parte)
Como ganhar e conseguir o que te propões (2ª parte)Como ganhar e conseguir o que te propões (2ª parte)
Como ganhar e conseguir o que te propões (2ª parte)Futbol Tactico Brasil
 
Relatório de observação de Jogo
Relatório de observação de JogoRelatório de observação de Jogo
Relatório de observação de JogoRogério Martinho
 
Preparacao contemporanea no futebol
Preparacao contemporanea no futebolPreparacao contemporanea no futebol
Preparacao contemporanea no futebolSilas Paixao
 
Esquema Tatico
Esquema TaticoEsquema Tatico
Esquema Taticomarceloedf
 
Preparação Física no Futebol - Em Busca da Excelência
Preparação Física no Futebol - Em Busca da ExcelênciaPreparação Física no Futebol - Em Busca da Excelência
Preparação Física no Futebol - Em Busca da ExcelênciaRodrigo Saffi Mello
 
Futebol total - técnio, tático, físico e admistrativo
Futebol total - técnio, tático, físico e admistrativoFutebol total - técnio, tático, físico e admistrativo
Futebol total - técnio, tático, físico e admistrativoRenato Schmitt
 
Exercicios de pressing e posse de bola
Exercicios de pressing e posse de bolaExercicios de pressing e posse de bola
Exercicios de pressing e posse de bolaPedro Sousa
 
Construção de um Estilo (Modelo) de Jogo
Construção de um Estilo (Modelo) de JogoConstrução de um Estilo (Modelo) de Jogo
Construção de um Estilo (Modelo) de JogoFundação Real Madrid
 
O Modelo de Jogo do Real Madrid de José Mourinho
O Modelo de Jogo do Real Madrid de José MourinhoO Modelo de Jogo do Real Madrid de José Mourinho
O Modelo de Jogo do Real Madrid de José MourinhoRenato Moreira
 
Trabalho Em Power Point
Trabalho Em Power PointTrabalho Em Power Point
Trabalho Em Power PointP_E_C
 
Modelo de Jogo do Treinador Rui Quinta
Modelo de Jogo do Treinador Rui QuintaModelo de Jogo do Treinador Rui Quinta
Modelo de Jogo do Treinador Rui QuintaFundação Real Madrid
 
Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Programação, Periodização e Planificação do Treino de FutebolProgramação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Programação, Periodização e Planificação do Treino de FutebolFundação Real Madrid
 
Modelo de Formação do "Pequeno" Jogador
Modelo de Formação do "Pequeno" JogadorModelo de Formação do "Pequeno" Jogador
Modelo de Formação do "Pequeno" JogadorFundação Real Madrid
 

Destaque (16)

Como ganhar e conseguir o que te propões (2ª parte)
Como ganhar e conseguir o que te propões (2ª parte)Como ganhar e conseguir o que te propões (2ª parte)
Como ganhar e conseguir o que te propões (2ª parte)
 
Relatório de observação de Jogo
Relatório de observação de JogoRelatório de observação de Jogo
Relatório de observação de Jogo
 
Preparacao contemporanea no futebol
Preparacao contemporanea no futebolPreparacao contemporanea no futebol
Preparacao contemporanea no futebol
 
Microciclo Tático ofensivo.
Microciclo Tático ofensivo.Microciclo Tático ofensivo.
Microciclo Tático ofensivo.
 
Esquema Tatico
Esquema TaticoEsquema Tatico
Esquema Tatico
 
Tática de futebol
Tática de futebolTática de futebol
Tática de futebol
 
Preparação Física no Futebol - Em Busca da Excelência
Preparação Física no Futebol - Em Busca da ExcelênciaPreparação Física no Futebol - Em Busca da Excelência
Preparação Física no Futebol - Em Busca da Excelência
 
Futebol total - técnio, tático, físico e admistrativo
Futebol total - técnio, tático, físico e admistrativoFutebol total - técnio, tático, físico e admistrativo
Futebol total - técnio, tático, físico e admistrativo
 
Circulacion Y Pressing
Circulacion Y PressingCirculacion Y Pressing
Circulacion Y Pressing
 
Exercicios de pressing e posse de bola
Exercicios de pressing e posse de bolaExercicios de pressing e posse de bola
Exercicios de pressing e posse de bola
 
Construção de um Estilo (Modelo) de Jogo
Construção de um Estilo (Modelo) de JogoConstrução de um Estilo (Modelo) de Jogo
Construção de um Estilo (Modelo) de Jogo
 
O Modelo de Jogo do Real Madrid de José Mourinho
O Modelo de Jogo do Real Madrid de José MourinhoO Modelo de Jogo do Real Madrid de José Mourinho
O Modelo de Jogo do Real Madrid de José Mourinho
 
Trabalho Em Power Point
Trabalho Em Power PointTrabalho Em Power Point
Trabalho Em Power Point
 
Modelo de Jogo do Treinador Rui Quinta
Modelo de Jogo do Treinador Rui QuintaModelo de Jogo do Treinador Rui Quinta
Modelo de Jogo do Treinador Rui Quinta
 
Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Programação, Periodização e Planificação do Treino de FutebolProgramação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
 
Modelo de Formação do "Pequeno" Jogador
Modelo de Formação do "Pequeno" JogadorModelo de Formação do "Pequeno" Jogador
Modelo de Formação do "Pequeno" Jogador
 

Semelhante a Tarefas para o trabalho de finalizações sobre ataque previsto.

TÁTICA NO FUTEBOL (2).pptx fundamentos importantes técnicos da modalidade
TÁTICA NO FUTEBOL (2).pptx fundamentos importantes técnicos da modalidadeTÁTICA NO FUTEBOL (2).pptx fundamentos importantes técnicos da modalidade
TÁTICA NO FUTEBOL (2).pptx fundamentos importantes técnicos da modalidadeTavaresJana
 
Implantação e Caraterização de um Modelo de Jogo
Implantação e Caraterização de um Modelo de JogoImplantação e Caraterização de um Modelo de Jogo
Implantação e Caraterização de um Modelo de JogoFundação Real Madrid
 
Conceitos de Amplitude e Profundidade
Conceitos de Amplitude e ProfundidadeConceitos de Amplitude e Profundidade
Conceitos de Amplitude e ProfundidadeLeandro Zago
 
Pressão e Pressing
Pressão e PressingPressão e Pressing
Pressão e PressingLeandro Zago
 
O Jogo Coletivo e a Integração das Referências
O Jogo Coletivo e a Integração das ReferênciasO Jogo Coletivo e a Integração das Referências
O Jogo Coletivo e a Integração das ReferênciasLeandro Zago
 
FUTSAL - Metodologia do Treinamento.ppt
FUTSAL - Metodologia do Treinamento.pptFUTSAL - Metodologia do Treinamento.ppt
FUTSAL - Metodologia do Treinamento.pptProfessoraLourranyli
 
Metodologia do Ensino de Futsal e futebol
Metodologia do Ensino de Futsal e futebolMetodologia do Ensino de Futsal e futebol
Metodologia do Ensino de Futsal e futebolDaniloAlmeida442192
 
Simplificação da Estrutura Complexa do Jogo - Fases do Jogo
Simplificação da Estrutura Complexa do Jogo - Fases do JogoSimplificação da Estrutura Complexa do Jogo - Fases do Jogo
Simplificação da Estrutura Complexa do Jogo - Fases do JogoFundação Real Madrid
 
Thesis of Pedro Moutinho Vieira of Attack-Defense vs Youth-Senior in Professi...
Thesis of Pedro Moutinho Vieira of Attack-Defense vs Youth-Senior in Professi...Thesis of Pedro Moutinho Vieira of Attack-Defense vs Youth-Senior in Professi...
Thesis of Pedro Moutinho Vieira of Attack-Defense vs Youth-Senior in Professi...Pedro Moutinho Vieira 🇵🇹
 
Thesis of Pedro Moutinho Vieira - Transition Attack- Defense vs Youth-Senior ...
Thesis of Pedro Moutinho Vieira - Transition Attack- Defense vs Youth-Senior ...Thesis of Pedro Moutinho Vieira - Transition Attack- Defense vs Youth-Senior ...
Thesis of Pedro Moutinho Vieira - Transition Attack- Defense vs Youth-Senior ...Pedro Moutinho Vieira 🇵🇹
 
Táticas básicas de basquetebol
Táticas básicas de basquetebolTáticas básicas de basquetebol
Táticas básicas de basquetebolElaine Lima
 
Futebol isce Prof Valter Pinheiro
Futebol isce Prof Valter PinheiroFutebol isce Prof Valter Pinheiro
Futebol isce Prof Valter Pinheiroactualidades
 
Andebol 2 - O Ensino do Jogo dos 11 aos 14 anos
Andebol 2 - O Ensino do Jogo dos 11 aos 14 anosAndebol 2 - O Ensino do Jogo dos 11 aos 14 anos
Andebol 2 - O Ensino do Jogo dos 11 aos 14 anosTiago Cruz
 
A Organização Dinâmica do Jogo de Futebol
A Organização Dinâmica do Jogo de FutebolA Organização Dinâmica do Jogo de Futebol
A Organização Dinâmica do Jogo de FutebolFundação Real Madrid
 

Semelhante a Tarefas para o trabalho de finalizações sobre ataque previsto. (20)

TÁTICA NO FUTEBOL (2).pptx fundamentos importantes técnicos da modalidade
TÁTICA NO FUTEBOL (2).pptx fundamentos importantes técnicos da modalidadeTÁTICA NO FUTEBOL (2).pptx fundamentos importantes técnicos da modalidade
TÁTICA NO FUTEBOL (2).pptx fundamentos importantes técnicos da modalidade
 
Implantação e Caraterização de um Modelo de Jogo
Implantação e Caraterização de um Modelo de JogoImplantação e Caraterização de um Modelo de Jogo
Implantação e Caraterização de um Modelo de Jogo
 
Conceitos de Amplitude e Profundidade
Conceitos de Amplitude e ProfundidadeConceitos de Amplitude e Profundidade
Conceitos de Amplitude e Profundidade
 
Pressão e Pressing
Pressão e PressingPressão e Pressing
Pressão e Pressing
 
Transicao defesa ataque no Futebol
Transicao defesa ataque no FutebolTransicao defesa ataque no Futebol
Transicao defesa ataque no Futebol
 
Transicao defesa ataque
Transicao defesa ataqueTransicao defesa ataque
Transicao defesa ataque
 
O Jogo Coletivo e a Integração das Referências
O Jogo Coletivo e a Integração das ReferênciasO Jogo Coletivo e a Integração das Referências
O Jogo Coletivo e a Integração das Referências
 
FUTSAL - Metodologia do Treinamento.ppt
FUTSAL - Metodologia do Treinamento.pptFUTSAL - Metodologia do Treinamento.ppt
FUTSAL - Metodologia do Treinamento.ppt
 
Futebol 7
Futebol 7Futebol 7
Futebol 7
 
Metodologia do Ensino de Futsal e futebol
Metodologia do Ensino de Futsal e futebolMetodologia do Ensino de Futsal e futebol
Metodologia do Ensino de Futsal e futebol
 
Simplificação da Estrutura Complexa do Jogo - Fases do Jogo
Simplificação da Estrutura Complexa do Jogo - Fases do JogoSimplificação da Estrutura Complexa do Jogo - Fases do Jogo
Simplificação da Estrutura Complexa do Jogo - Fases do Jogo
 
Thesis of Pedro Moutinho Vieira of Attack-Defense vs Youth-Senior in Professi...
Thesis of Pedro Moutinho Vieira of Attack-Defense vs Youth-Senior in Professi...Thesis of Pedro Moutinho Vieira of Attack-Defense vs Youth-Senior in Professi...
Thesis of Pedro Moutinho Vieira of Attack-Defense vs Youth-Senior in Professi...
 
Thesis of Pedro Moutinho Vieira - Transition Attack- Defense vs Youth-Senior ...
Thesis of Pedro Moutinho Vieira - Transition Attack- Defense vs Youth-Senior ...Thesis of Pedro Moutinho Vieira - Transition Attack- Defense vs Youth-Senior ...
Thesis of Pedro Moutinho Vieira - Transition Attack- Defense vs Youth-Senior ...
 
Táticas básicas de basquetebol
Táticas básicas de basquetebolTáticas básicas de basquetebol
Táticas básicas de basquetebol
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
 
Futebol isce Prof Valter Pinheiro
Futebol isce Prof Valter PinheiroFutebol isce Prof Valter Pinheiro
Futebol isce Prof Valter Pinheiro
 
Futebol
Futebol Futebol
Futebol
 
Andebol 2 - O Ensino do Jogo dos 11 aos 14 anos
Andebol 2 - O Ensino do Jogo dos 11 aos 14 anosAndebol 2 - O Ensino do Jogo dos 11 aos 14 anos
Andebol 2 - O Ensino do Jogo dos 11 aos 14 anos
 
O modelo de jogo
O modelo de jogoO modelo de jogo
O modelo de jogo
 
A Organização Dinâmica do Jogo de Futebol
A Organização Dinâmica do Jogo de FutebolA Organização Dinâmica do Jogo de Futebol
A Organização Dinâmica do Jogo de Futebol
 

Mais de Futbol Tactico Brasil

Tarefas de treinamento_de_futsal_5_parte
Tarefas de treinamento_de_futsal_5_parteTarefas de treinamento_de_futsal_5_parte
Tarefas de treinamento_de_futsal_5_parteFutbol Tactico Brasil
 
Treinamento da força explosiva e lateralidade do goleiro.
Treinamento da força explosiva e lateralidade do goleiro.Treinamento da força explosiva e lateralidade do goleiro.
Treinamento da força explosiva e lateralidade do goleiro.Futbol Tactico Brasil
 
Iniciação ao sistema de jogo 2-2 no futsal
Iniciação ao sistema de jogo 2-2 no futsalIniciação ao sistema de jogo 2-2 no futsal
Iniciação ao sistema de jogo 2-2 no futsalFutbol Tactico Brasil
 
Iniciação aos espaços livres no Futsal
Iniciação aos espaços livres no FutsalIniciação aos espaços livres no Futsal
Iniciação aos espaços livres no FutsalFutbol Tactico Brasil
 
Reportagem: Copa Libertadores 2012: Corinthians, um campeão imbatível.
Reportagem: Copa Libertadores 2012: Corinthians, um campeão imbatível.Reportagem: Copa Libertadores 2012: Corinthians, um campeão imbatível.
Reportagem: Copa Libertadores 2012: Corinthians, um campeão imbatível.Futbol Tactico Brasil
 
Exercício de igualdade e superioridade em Futsal
Exercício de igualdade e superioridade em FutsalExercício de igualdade e superioridade em Futsal
Exercício de igualdade e superioridade em FutsalFutbol Tactico Brasil
 
64 tarefas para o trabalho da mobilidade em futsal
64 tarefas para o trabalho da mobilidade em futsal64 tarefas para o trabalho da mobilidade em futsal
64 tarefas para o trabalho da mobilidade em futsalFutbol Tactico Brasil
 
Protocolo de recuperação da osteopatia dinâmica do púbis.
Protocolo de recuperação da osteopatia dinâmica do púbis.Protocolo de recuperação da osteopatia dinâmica do púbis.
Protocolo de recuperação da osteopatia dinâmica do púbis.Futbol Tactico Brasil
 
Treinamento da agilidade com os pés dogoleiro de futsal
Treinamento da agilidade com os pés dogoleiro de futsalTreinamento da agilidade com os pés dogoleiro de futsal
Treinamento da agilidade com os pés dogoleiro de futsalFutbol Tactico Brasil
 
Como um treinador de futebol pode liderar a sua equipe (Parte 1)
Como um treinador de futebol pode liderar a sua equipe (Parte 1)Como um treinador de futebol pode liderar a sua equipe (Parte 1)
Como um treinador de futebol pode liderar a sua equipe (Parte 1)Futbol Tactico Brasil
 
Éxito ou Fracaso, 5 inimigos da mente de um Jogador de Futebol profissional.
Éxito ou Fracaso, 5 inimigos da mente de um Jogador de Futebol profissional.Éxito ou Fracaso, 5 inimigos da mente de um Jogador de Futebol profissional.
Éxito ou Fracaso, 5 inimigos da mente de um Jogador de Futebol profissional.Futbol Tactico Brasil
 

Mais de Futbol Tactico Brasil (16)

Tarefas de treinamento_de_futsal_5_parte
Tarefas de treinamento_de_futsal_5_parteTarefas de treinamento_de_futsal_5_parte
Tarefas de treinamento_de_futsal_5_parte
 
Treinamento da força explosiva e lateralidade do goleiro.
Treinamento da força explosiva e lateralidade do goleiro.Treinamento da força explosiva e lateralidade do goleiro.
Treinamento da força explosiva e lateralidade do goleiro.
 
Iniciação ao sistema de jogo 2-2 no futsal
Iniciação ao sistema de jogo 2-2 no futsalIniciação ao sistema de jogo 2-2 no futsal
Iniciação ao sistema de jogo 2-2 no futsal
 
Iniciação aos espaços livres no Futsal
Iniciação aos espaços livres no FutsalIniciação aos espaços livres no Futsal
Iniciação aos espaços livres no Futsal
 
Iniciação ao pressing no futsal.
Iniciação ao pressing no futsal.Iniciação ao pressing no futsal.
Iniciação ao pressing no futsal.
 
O sistema de jogo 1_4_2_2_2
O sistema de jogo 1_4_2_2_2O sistema de jogo 1_4_2_2_2
O sistema de jogo 1_4_2_2_2
 
Tarefas de treinamento de Futsal
Tarefas de treinamento de FutsalTarefas de treinamento de Futsal
Tarefas de treinamento de Futsal
 
Reportagem: Copa Libertadores 2012: Corinthians, um campeão imbatível.
Reportagem: Copa Libertadores 2012: Corinthians, um campeão imbatível.Reportagem: Copa Libertadores 2012: Corinthians, um campeão imbatível.
Reportagem: Copa Libertadores 2012: Corinthians, um campeão imbatível.
 
Exercício de igualdade e superioridade em Futsal
Exercício de igualdade e superioridade em FutsalExercício de igualdade e superioridade em Futsal
Exercício de igualdade e superioridade em Futsal
 
64 tarefas para o trabalho da mobilidade em futsal
64 tarefas para o trabalho da mobilidade em futsal64 tarefas para o trabalho da mobilidade em futsal
64 tarefas para o trabalho da mobilidade em futsal
 
Protocolo de recuperação da osteopatia dinâmica do púbis.
Protocolo de recuperação da osteopatia dinâmica do púbis.Protocolo de recuperação da osteopatia dinâmica do púbis.
Protocolo de recuperação da osteopatia dinâmica do púbis.
 
Corinthians e Boca Juniors
Corinthians e Boca JuniorsCorinthians e Boca Juniors
Corinthians e Boca Juniors
 
Treinamento da agilidade com os pés dogoleiro de futsal
Treinamento da agilidade com os pés dogoleiro de futsalTreinamento da agilidade com os pés dogoleiro de futsal
Treinamento da agilidade com os pés dogoleiro de futsal
 
Como um treinador de futebol pode liderar a sua equipe (Parte 1)
Como um treinador de futebol pode liderar a sua equipe (Parte 1)Como um treinador de futebol pode liderar a sua equipe (Parte 1)
Como um treinador de futebol pode liderar a sua equipe (Parte 1)
 
O ataque direto como modelo de jogo
O ataque direto como modelo de jogoO ataque direto como modelo de jogo
O ataque direto como modelo de jogo
 
Éxito ou Fracaso, 5 inimigos da mente de um Jogador de Futebol profissional.
Éxito ou Fracaso, 5 inimigos da mente de um Jogador de Futebol profissional.Éxito ou Fracaso, 5 inimigos da mente de um Jogador de Futebol profissional.
Éxito ou Fracaso, 5 inimigos da mente de um Jogador de Futebol profissional.
 

Tarefas para o trabalho de finalizações sobre ataque previsto.

  • 1. TAREFAS PARA O TRABALHO DE FINALIZAÇÕES SOBRE ATAQUE PREVISTO: Autor: Nani Lareo Fotos: Shutterstock INTRODUÇÃO: A pesar de que no apartado ofensivo de uma equipe existe uma parte importante de criatividade, habilidade, liberdade de movimentos e conhecimento que tem entre si os jogadores da mesma equipe, entendemos que têm momentos do jogo onde o jogo de ataque se complica devido a causas diversas, como que a defesa do rival está funcionando bem, que não somos capazes de enlaçar jogadas de ataque com certa continuidade, que nossos jogadores não têm seu melhor dia, etc 68 69 MAYO Táctica © Artículo publicado en www.futbol-tactico.com Táctica MAYO
  • 2. Para esses momentos, é muito adequado ter preparado/treinado em nossas sessões de treinamento Uma vez estudando o rival, e sabendo como hipoteticamente nos vai defender, sabendo seus semanais, certas jogadas de ataque previsto ou ataque elaborado. Por isso, neste artigo vamos a pontos fortes e débeis, poremos em marcha durante á semana ações combinatórias ofensivas de ocupar-nos de uma parte muito importante das ações ofensivas de uma equipe como são as jogadas forma que todos os jogadores da equipe saibam exatamente os movimentos que devem realizar e elaboradas, jogadas de ataque previsto, ações combinatórias de ataque, jogadas de laboratório, sobre tudo suas variantes (aqui se entra a iniciativa própria) por onde deve circular a bola e onde etc... em fim poderemos chama-las com um sem-fim de nomes, mas todas se referem de alguma temos que fazê-lo chegar para fazer dano à defesa rival. Se bem dizíamos anteriormente o difícil maneira a adequada circulação da bola e a perfeita harmonia e coordenação de movimentos de que supõe realizar estas ações pelo complicado deste esporte; entendemos que se bem não é todos os jogadores que intervém da área rival. Recordamos que quando falamos de ataque, não determinante, o não trabalhar este aspecto suporia uma maior dificuldade e “obstruiria” muito mais só nos referimos aos supostos atacantes da equipe, senão que teremos que involucrar a todas a canalização do nosso jogo de ataque. as linhas do mesmo, já que todos, de alguma maneira terão alguma função, fazendo vigilâncias defensivas para dificultar transições, linhas de rechace, balances, etc...). Podemos treinar ditas jogadas em nossas sessões de treinamento a modo de tarefas de finalização, de forma que a repetição continuada das mesmas favoreça o automatismo dos movimentos por ¿SE DEVE PREPARAR O ATAQUE OU SE DEVE DEIXAR A LIVRE ARBÍTRIO DA INICIAÇÃO parte dos jogadores. DOS FUTEBOLISTAS? Requer-se certa concentração e eficácia nas ações de passe, golpeio e remate. É conveniente que A priori devemos saber que os esportes coletivos como futebol, basquete e handebol, são de apesar de que não exista oposição (ou sim, podendo ser ativa, semiativa ou passiva) devemos habilidades abertas, onde é muito difícil levar a cabo uma jogada específica pela dificuldade de fazer finca-pé na alta intensidade na execução das ações, devemos ser eficazes e rápidos nos que entranha o próprio jogo, as situações continuamente cambiantes, a pressão do rival, etc. controles, fomentar as fintas de arrancada, não receber a bola parada e de alguma forma tem que Concretamente no futebol, a dificuldade aumenta já que a bola não se pode deter não se pode tentar simular a intensidade que se pode dar em um jogo real. pegar com a mão, não tem pausas, o que dificulta muitíssimo a elaboração de um ataque É um trabalho que poderemos realizar com previsto. todos os jogadores do plantel, dispondo-os em suas posições habituais de jogo, e devido à Mas apesar de tudo, penso que sim podemos ausência de fadiga, poderemos realizá-lo nos estabelecer e treinar em nossas sessões treinamentos de final de semana, vésperas semanais uma série de movimentos de ataque de jogos, etc... Ademais, é um trabalho de alto ou padrões de jogo ofensivo com o objeto de conteúdo psicológico, pois requer um bom “ajudar” ou “dotar” a nossos futebolistas de grau de concentração para ler os movimentos maiores conhecimentos para o jogo de ataque, dos companheiros e ajustar o movimento explorando as particularidades técnicas próprio ao dos companheiros da equipe. individuais de cada um e estudando a defesa rival, buscando espaços onde fazer dano para aproximar a bola à área contrária. A continuação, mostraremos uma série de tarefas de finalização com diversos objetivos táticos ofensivos, para contra restar certos aspectos táticos defensivos do rival, como podem ser: Por tanto, no treinamento do ataque organizado, o que realizaremos é preparar/prever/automatizar nossos movimentos de ataque (tanto da bola como dos jogadores) em função da defesa que nos 1. TAREFA 1: Aumento de densidade em uma banda (atrair defesas rivais) para mudar de fará nosso rival e sacando/explorando o melhor de cada um dos nossos jogadores. Trata-se de orientação e atacar pela contrária. dotar a nossa equipe de umas linhas de jogo e variantes para poder fazer falha na defesa da equipe 2. TAREFA 2: Arrastar a um lateral para provocar um espaço em suas costas que será contrária. Por isso é de vital importância o estudo e conhecimento que se tenha do rival, é dizer, ocupado pelo ponta (laterais lentos e pouco dotados tecnicamente). estilo de jogo, número de defensores no meio, na linha defensiva, jogador mais poderoso, mais frouxo tecnicamente, posicionamento base, pontos fortes e débeis. 3. TAREFA 3: Bola diretamente ao ponta para deixada ao meia-ponta e abrir banda ou realizar segundas jogadas (campos estreitos e defesas fechadas). É um recurso mais em ataque que, de alguma maneira, todas as equipes deveriam trabalhar com 4. TAREFA 4: Condução do interior para dentro para a fixar ao lateral marcador (lateral o fim de melhorar sua eficácia no aspecto ofensivo. frouxo)., sacá-lo de zona e que seja aproveitada por nosso lateral 70 71 MAYO Táctica © Artículo publicado en www.futbol-tactico.com Táctica MAYO
  • 3. TAREFA Nº1: táticos da equipe. Atacamos por banda, pelo centro, jogo direto, costas de laterais, paredes em banda, Aumento da densidade ofensiva em uma banda para finalizar o ataque por outra caída do ponta, etc... • Durante pré-temporada podemos trabalhar com toda a equipe situando dois jogadores dois por DESCRIÇÃO DA TAREFA: posto ou como seja necessário para organizar a equipe. Durante a temporada podemos fazê-lo com Dispomos aos jogadores em um sistema 1-4-2-3-1, onde A é um meio-centro criativo. A jogada a começa a equipe que supostamente jogará o fim de semana se nos interessa desvelá-lo. este jogador que passa a B (L.D), fazendo uma triangulação com C (Meia-ponta) e D (I.D). Trata-se, pois, • Podemos incluí-lo nas sessões de final de semana, próximas ao jogo já que não produz fadiga de acumular jogadores de ataque em dita zona para que em um momento dado, D, devolva a B e este fisiológica e é um trabalho importante no aspecto psicológico e de ajuste de movimentos coletivos.. faça uma mudança de orientação a F (II) para que conduza a linha de fundo, centre e remate o dianteiro E ou F ou D. A sua vez, C, B e G, sobem seu posicionamento para linha de rechace ou cortar ações de contra-ataque. TAREFA Nº2: INCIDIR: Criação de espaço nas costas de um lateral para caída do ponta. • Alta intensidade na execução das ações apesar de não ter oposição. • Não receber a bola de parado, sempre com movimentos prévios de desmarques (fintas de DESCRIÇÃO DA TAREFA: arrancada). Dispomos aos jogadores em nosso sistema habitual, neste caso com um 1-4-2-3-1. No gráfico, de alguma • Alta forma indicamos só os jogadores que formarão parte do ataque. Começa a tarefa o Meio-centro Ofensivo concentração (A), que passa a bola a B (LD), este a sua vez triangula com C (MP) e D (ID). D, faz ligeira condução para para a B para tentar atrair seu marcador, sacá-lo de zona, para acabar passando-lhe a seu companheiro a vez realização que faz um desmarque ao interior da área. B, uma vez recebida à bola, realiza um passe em elevação ao dos espaço livre criado por D que será ocupado por nosso dianteiro E, que dará continuidade à jogada. D,C exercícios. e F, serão os rematadores ocupando G A e B a linha de rechace. • Praticar as variantes INCIDIR: previstas, • Alta intensidade na execução das ações apesar de não ter oposição. jogo pelo o • Não receber a bola de parado, sempre com movimentos prévios de desmarques (fintas de outro lado, arrancada). criatividade • Alta concentração para realização dos exercícios. dos • Praticar as variantes previstas, jogo pelo outro lado, criatividade dos jogadores, etc... jogadores, • Tão importantes são os movimentos dos jogadores com bola como os de sem bola (realizam etc... vigilâncias ofensivas e defensivas, balances, etc...), por tanto, não se deve poupar movimentos. • Tão importantes são os movimentos dos jogadores com bola como os de sem bola (realizam EVITAR: vigilâncias ofensivas e defensivas, balances, etc...), por tanto, não se deve poupar movimentos. Passividade nas execuções Escassez de EVITAR: MATERIAL: movimentos dos • Passividade nas execuções. • Bolas e cones para sinalizar espaços. jogadores sem bola • Escassez de movimentos dos jogadores (tem que chegar) sem bola (tem que chegar). TEMPORIZAÇÃO: • Falta de eficácia ou de concentração no Falta de eficácia ou trabalho. • Realizar durante toda a temporada, de concentração escolhendo durante a semana as tarefas no trabalho. mais necessárias, em função dos interesses 72 73 MAYO Táctica © Artículo publicado en www.futbol-tactico.com Táctica MAYO
  • 4. MATERIAL: INCIDIR: MATERIAL: • Bolas e cones sinalizadores para delimitar posições e espaços. • Alta intensidade na execução das ações apesar de não ter oposição. • Bolas e cones sinalizadores para delimitar TEMPORIZAÇÃO: posições e espaços. • Não receber a bola de parado, sempre com • Realizar durante toda a temporada, escolhendo durante a movimentos prévios de desmarques (fintas semana as mais necessárias, em função dos interesses TEMPORIZAÇÃO: de arrancada). táticos da equipe. • Atacamos por banda, pelo centro, jogo direto, • Alta concentração para a realização dos • Realizar durante toda a temporada, costas de laterais, paredes em banda, caída do ponta, exercícios. escolhendo durante a semana as mais etc... • Praticar as variantes previstas, jogo pelo necessárias, em função dos interesses • Durante pré-temporada podemos trabalhar com outro lado, criatividade dos jogadores, etc... táticos da equipe. toda a equipe colocando dois por posto ou como seja • Atacamos por banda, pelo centro, jogo • Tão importantes são os movimentos dos necessário para organizar a equipe. Durante a temporada direto, costas de laterais, paredes em jogadores com bola como os de sem bola podemos fazê-lo com a equipe que supostamente banda, caída do ponta, etc... (realizam vigilâncias ofensivas e defensivas, jogará o fim de semana se nos interessa desvela-lo. • Durante pré-temporada podemos balances, etc...), por tanto, não se deve • Podemos incluí-lo nas sessões de final de trabalhar com toda a equipe colocando poupar movimentos. semana, próximas ao jogo já que não produz dois por posto ou como seja necessário fadiga fisiológica e é um trabalho importante no para organizar a equipe. Durante a aspecto psicológico e de ajuste de movimentos temporada podemos fazê-lo com a equipe EVITAR: coletivos. que supostamente jogará o fim de semana • Passividade nas execuções se nos interessa desvela-lo. • Escassez de movimentos dos jogadores • Podemos incluí-lo nas sessões de final TAREFA Nº3: sem bola (tem que chegar) de semana, próximas ao jogo já que não Jogo direto ao ponta para deixada ao meia- produz fadiga fisiológica e é um trabalho • Falta de eficácia ou de concentração no ponta e abrir banda ou realizar segundas jogadas importante no aspecto psicológico e de trabalho. (campos pequenos e defesas fechadas). ajuste de movimentos coletivos. DESCRIÇÃO DA TAREFA: Dispomos aos jogadores em nosso sistema habitual, neste caso com um 1-4-2-3-1. No gráfico, de alguma forma indicamos só os jogadores que formarão parte do ataque. Começa o ataque com uma triangulação entre A, C e D; uma vez que volta á bola a A, este joga com G e devolve a seu companheiro LD (B). Uma vez recebida à bola, B envia a bola diretamente a nosso dianteiro E, que previa finta de desmarque vem a receber diante da linha defensiva, jogando de primeira ou de segunda com o meia-ponta D, que abre a banda para a incorporação de G, que conduz a linha de fundo, centra para o remate de E, F ficando D em linha de rechace e C, A e B evitando transições da equipe contrária. 74 75 JULHO Tática © Artigo publicado em www.futbol-tactico.com Tática JULHO
  • 5. TAREFA Nº4: Corte do interior para dentro para a incorporação do lateral desse mesmo lado. DESCRIÇÃO DA TAREFA: Dispomos aos jogadores em nosso sistema habitual de jogo, neste caso, um 1-4-2-3-1 onde A é o meio-centro criado que começa a jogada com uma triangulação entre B e D (Mp). Quando A recebe de novo a bola, passa a F (ID), que faz uma ligeira condução para dentro para criar um espaço livre a suas costas que posteriormente, será ocupado por nosso LD (C). F, passa a D, e realiza uma pequena condução diagonal para criar uma linha de passe com C que se incorporou ao ataque. Uma vez recebida a bola, conduz, centra para o possível remate do ponta e do interior do lado contrário. INCIDIR: • Alta intensidade na execução das ações apesar de não ter oposição. • Não receber a bola de parado, sempre com movimentos prévios de desmarques (fintas de arrancada). • Alta concentração para a realização dos exercícios. • Falta de eficácia ou de concentração no • Durante pré-temporada podemos trabalhar com toda a equipe colocando dois postos ou como trabalho. seja necessário para organizar a equipe. Durante a temporada podemos fazê-lo com a equipe • Praticar as variantes previstas, jogo pelo que supostamente jogará o fim de semana se nos interessa desvela-lo, outro lado, criatividade dos jogadores, MATERIAL: etc... • Bolas e cones sinalizadores para delimitar • Podemos incluí-lo nas sessões de final de semana, próximas ao jogo já que não produz fadiga • Tão importantes são os movimentos dos posições e espaços. fisiológica e é um trabalho importante no aspecto psicológico e de ajuste de movimentos coletivos. jogadores com bola como os de sem bola (realizam vigilâncias ofensivas e TEMPORIZAÇÃO: defensivas, balances, etc...), por tanto, • Realizar durante toda a temporada, escolhendo não se deve poupar movimentos. durante a semana as mais necessárias, em função dos interesses táticos da equipe. EVITAR: • Atacamos por banda, pelo centro, jogo direto, • Passividade nas execuções costas laterais, paredes em banda, caída do • Escassez de movimentos dos jogadores ponta, etc... sem bola (tem que chegar) 76 77 MAYO Táctica © Artículo publicado en www.futbol-tactico.com Táctica MAYO