SlideShare uma empresa Scribd logo
Sismos
Sismo – abalo de terra, brusco e de curta duração.
CURIOSIDADES
 Segundo a mitologia hindu, a Terra era sustentada por oito
fortíssimos elefantes; quando algum deles se cansava, baixava-
se, sacudia-se e abanava a cabeça, produzindo os sismos.
 Em média, ocorrem 80 sismos diários em todo o planeta, isto é,
cerca de 30 000 por ano.
 Os japoneses pensavam que a Terra flutuava num mar infinito
onde existia uma serpente dragão que, de vez em quando, dava
uma forte sacudidela e tremia o solo.
vídeo
Qual a origem dos sismos?
Tectónicos Sismos de colapso
Sismos
Sismos
vulcânicos
vídeo vídeo
Quanto à intensidade, os sismos podem ser classificados em:
MICROSSISMOS
Sismos de fraca
intensidade que não
são sentidos pelas
pessoas.
MACROSSISMOS
ou TERRAMOTOS
Sismos de grande
intensidade.
Sismos
Sismos
ou hipocentro
Sismos
Sismógrafo chinês (séc.II) Sismógrafo (atualidade)
Sismógrafos
Sismógrafo vertical Sismógrafo horizontal
vídeo
SISMOGRAMA
Sismos
Sismos
Manual
pág.136
vídeo
vídeo
1- Onde se localizou o epicentro
deste sismo?
2- Qual a intensidade sentida em
Braga?
3- Quais os efeitos do sismo na
cidade de Lisboa?
4- Como varia a intensidade do
sismo com a distância ao
epicentro?
5- Por que razão não se traçam
isossistas no mar?
Manual, pág.
137
Atividade 7
Dois a dois!
TPC
Caderno de
atividades, pág.
38
Tsunami ou maremoto
vídeo
Sismos
vídeo
Sismos
Sismos
Diferenças entre a escala de Mercalli e a escala de
Richter
Escala de
Mercalli
Escala de
Richter
 Mede a intensidade sísmica
 Baseia-se no grau de
destruição e opinião das pessoas
 Pouco rigorosa
 Vai de I a XII.
 Mede a magnitude sísmica
 Baseia-se em cálculos
matemáticos
Rigorosa
Não tem limite.
SISMOS
vídeo
Normas de segurança
Antes de ocorrer um sismo, o que devemos fazer?
 Prepara a tua casa por forma a facilitar os movimentos, libertando
os corredores e passagens, arrumando móveis e brinquedos.
 Identifica os locais mais seguros: vãos de portas interiores, cantos
de paredes, debaixo de mesas e de camas.
 Mantém uma distância de segurança em relação a objetos que
possam cair ou estilhaçar.
 Alerta os teus pais para a necessidade de fixar as estantes, os
vasos e floreiras às paredes da casa e para colocarem os objetos
pesados, ou de grande volume, no chão ou nas estantes mais
baixas.
 Aprende a desligar a eletricidade e a cortar a água e o gás.
 Afixa em local bem visível os números de telefone dos serviços de
emergência.
vídeo
Normas de segurança
Durante um sismo, o que devemos fazer?
Se estiveres dentro de casa ou de qualquer outro edifício:
 Se estiveres num dos andares superiores, não te precipites para as
escadas e nunca utilizes os elevadores.
 Abriga-te no vão de uma porta interior, nos cantos das salas ou
debaixo de uma mesa ou cama.
 Mantém-te afastado de janelas e espelhos e tem muito cuidado com a
queda de candeeiros, móveis ou outros objetos.
vídeo
Normas de segurança
Durante um sismo, o que devemos fazer?
Se estiveres na rua:
 Dirige-te, com calma e serenidade, para um local aberto, longe do
mar ou cursos de água.
 Não corras nem andes a vaguear pelas ruas.
 Mantém-te afastado dos edifícios (sobretudo dos mais degradados,
altos ou isolados) dos postes de eletricidade e outros objetos que
possam cair.
 Afasta-te de taludes, muros, chaminés e varandas.
Normas de segurança
Depois de um sismo, o que devemos fazer?
 Mantém a calma e conta com a ocorrência de possíveis réplicas.
 Não te precipites para as escadas ou saídas. Nunca utilizes elevadores.
 Não acendas fósforos ou isqueiros. Pode haver fugas de gás.
 Corta a água e o gás e desliga a eletricidade.
 Utiliza lanternas a pilhas.
 Liga o rádio e cumpre as recomendações que forem difundidas.
 Evita passar por locais onde existam fios elétricos soltos.
 Não utilizes o telefone, exceto em caso de extrema urgência (feridos graves, fugas de
gás ou incêndios).
 Não circules pelas ruas para observar o que aconteceu. Liberta-as para as viaturas
de socorro.
vídeo
vídeo
Sismicidade em Portugal
 Portugal Continental apresenta risco sísmico moderado, uma
vez que está próximo da zona de limite entre as placas Euro-asiática
e Africana.
 Nas ilhas, o risco sísmico é elevado dada a proximidade ao rifte e,
nos Açores, existe uma junção tripla (Placas Euro-asiática, Africana e
Norte-americana).
Escala modificada de
Mercalli

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sismos e Maremotos
Sismos e MaremotosSismos e Maremotos
Sismos e Maremotos
TCHOKAN
 
Sismos
Sismos Sismos
Sismos
TCHOKAN
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
SismosSismos
Sismos 1
Sismos 1Sismos 1
Sismos 1
nenhuma
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
s1lv1alouro
 
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
professoraIsabel
 
Teste Verificação Sismos
Teste Verificação SismosTeste Verificação Sismos
Teste Verificação Sismos
Lucca
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
Tânia Reis
 
CatáStrofes Naturais
CatáStrofes NaturaisCatáStrofes Naturais
CatáStrofes Naturais
ap8dgrp1
 
Atividade sismica
Atividade sismicaAtividade sismica
Sismos 1
Sismos 1Sismos 1
Terremotos
TerremotosTerremotos
Terremotos
Natã Melo
 
Sismos
SismosSismos
Consequencias dinamica interna_2
Consequencias dinamica interna_2Consequencias dinamica interna_2
Consequencias dinamica interna_2
Pelo Siro
 
Ciências naturais 7 sismologia
Ciências naturais 7   sismologiaCiências naturais 7   sismologia
Ciências naturais 7 sismologia
Nuno Correia
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
HugoAndre
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
Isabel Lopes
 
Terremotos 1 A
Terremotos 1 ATerremotos 1 A
Sismos e tsunamis luis 8ºb
Sismos e tsunamis luis 8ºbSismos e tsunamis luis 8ºb
Sismos e tsunamis luis 8ºb
protecaocivil
 

Mais procurados (20)

Sismos e Maremotos
Sismos e MaremotosSismos e Maremotos
Sismos e Maremotos
 
Sismos
Sismos Sismos
Sismos
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Sismos 1
Sismos 1Sismos 1
Sismos 1
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
 
Teste Verificação Sismos
Teste Verificação SismosTeste Verificação Sismos
Teste Verificação Sismos
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
CatáStrofes Naturais
CatáStrofes NaturaisCatáStrofes Naturais
CatáStrofes Naturais
 
Atividade sismica
Atividade sismicaAtividade sismica
Atividade sismica
 
Sismos 1
Sismos 1Sismos 1
Sismos 1
 
Terremotos
TerremotosTerremotos
Terremotos
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Consequencias dinamica interna_2
Consequencias dinamica interna_2Consequencias dinamica interna_2
Consequencias dinamica interna_2
 
Ciências naturais 7 sismologia
Ciências naturais 7   sismologiaCiências naturais 7   sismologia
Ciências naturais 7 sismologia
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Terremotos 1 A
Terremotos 1 ATerremotos 1 A
Terremotos 1 A
 
Sismos e tsunamis luis 8ºb
Sismos e tsunamis luis 8ºbSismos e tsunamis luis 8ºb
Sismos e tsunamis luis 8ºb
 

Destaque

Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
Gabriela Bruno
 
Sismos (1)
Sismos (1)Sismos (1)
Sismos (1)
Pelo Siro
 
Ppt9
Ppt9Ppt9
Ppt9
Pelo Siro
 
8 sismologia
8   sismologia8   sismologia
8 sismologia
margaridabt
 
Métodos para o estudo do interior da geosfera
Métodos para o estudo do interior da geosferaMétodos para o estudo do interior da geosfera
Métodos para o estudo do interior da geosfera
malikfasihabid
 
8 vulcanologia
8   vulcanologia8   vulcanologia
8 vulcanologia
margaridabt
 
4 biomoléculas
4   biomoléculas4   biomoléculas
4 biomoléculas
margaridabt
 
Ppt 28 Intensidade E Magnitude
Ppt 28   Intensidade E MagnitudePpt 28   Intensidade E Magnitude
Ppt 28 Intensidade E Magnitude
Nuno Correia
 
Métodos para o estudo do interior da geosfera
Métodos para o estudo do interior da geosferaMétodos para o estudo do interior da geosfera
Métodos para o estudo do interior da geosfera
Isabel Lopes
 
MéTodos De Estudo Para O Interior Da Geosfera
MéTodos De Estudo Para O Interior Da GeosferaMéTodos De Estudo Para O Interior Da Geosfera
MéTodos De Estudo Para O Interior Da Geosfera
Tânia Reis
 
Poluição Atmosférica
Poluição Atmosférica Poluição Atmosférica
Poluição Atmosférica
kyzinha
 
Poluição do ar
Poluição do arPoluição do ar
Poluição do ar
Larissa Averna
 
Placas Tectonicas
Placas Tectonicas  Placas Tectonicas
Placas Tectonicas
Lizier
 
Poluição
PoluiçãoPoluição
Poluição
heartandstar
 
Poluição atmosférica
Poluição atmosféricaPoluição atmosférica
Poluição atmosférica
Andreia Pereira
 
Poluição Atmosférica
Poluição AtmosféricaPoluição Atmosférica
Poluição Atmosférica
marco :)
 
V - VULCANISMO
V - VULCANISMOV - VULCANISMO
V - VULCANISMO
sandranascimento
 
Poluição do ar ( slide) apresentação
 Poluição do ar ( slide) apresentação Poluição do ar ( slide) apresentação
Poluição do ar ( slide) apresentação
JJRBOL
 
A Poluição
A PoluiçãoA Poluição
A Poluição
Ana Carlão
 
Tectonica Placas
Tectonica PlacasTectonica Placas
Tectonica Placas
Sérgio Luiz
 

Destaque (20)

Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
 
Sismos (1)
Sismos (1)Sismos (1)
Sismos (1)
 
Ppt9
Ppt9Ppt9
Ppt9
 
8 sismologia
8   sismologia8   sismologia
8 sismologia
 
Métodos para o estudo do interior da geosfera
Métodos para o estudo do interior da geosferaMétodos para o estudo do interior da geosfera
Métodos para o estudo do interior da geosfera
 
8 vulcanologia
8   vulcanologia8   vulcanologia
8 vulcanologia
 
4 biomoléculas
4   biomoléculas4   biomoléculas
4 biomoléculas
 
Ppt 28 Intensidade E Magnitude
Ppt 28   Intensidade E MagnitudePpt 28   Intensidade E Magnitude
Ppt 28 Intensidade E Magnitude
 
Métodos para o estudo do interior da geosfera
Métodos para o estudo do interior da geosferaMétodos para o estudo do interior da geosfera
Métodos para o estudo do interior da geosfera
 
MéTodos De Estudo Para O Interior Da Geosfera
MéTodos De Estudo Para O Interior Da GeosferaMéTodos De Estudo Para O Interior Da Geosfera
MéTodos De Estudo Para O Interior Da Geosfera
 
Poluição Atmosférica
Poluição Atmosférica Poluição Atmosférica
Poluição Atmosférica
 
Poluição do ar
Poluição do arPoluição do ar
Poluição do ar
 
Placas Tectonicas
Placas Tectonicas  Placas Tectonicas
Placas Tectonicas
 
Poluição
PoluiçãoPoluição
Poluição
 
Poluição atmosférica
Poluição atmosféricaPoluição atmosférica
Poluição atmosférica
 
Poluição Atmosférica
Poluição AtmosféricaPoluição Atmosférica
Poluição Atmosférica
 
V - VULCANISMO
V - VULCANISMOV - VULCANISMO
V - VULCANISMO
 
Poluição do ar ( slide) apresentação
 Poluição do ar ( slide) apresentação Poluição do ar ( slide) apresentação
Poluição do ar ( slide) apresentação
 
A Poluição
A PoluiçãoA Poluição
A Poluição
 
Tectonica Placas
Tectonica PlacasTectonica Placas
Tectonica Placas
 

Semelhante a Sismos

Sismos – o que fazer
Sismos – o que fazerSismos – o que fazer
Sismos – o que fazer
Bruno Araújo
 
262
262262
Sismos
SismosSismos
O que fazer em caso de sismo 2014 09_24 _ atualizado
O que fazer em caso de sismo 2014 09_24  _ atualizadoO que fazer em caso de sismo 2014 09_24  _ atualizado
O que fazer em caso de sismo 2014 09_24 _ atualizado
Licínia Simões
 
Os sismos[1]
Os sismos[1]Os sismos[1]
Os sismos[1]
manuelaafig
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
Carmo Silva
 
Dsrm Gabseg Sismos
Dsrm Gabseg SismosDsrm Gabseg Sismos
Dsrm Gabseg Sismos
omundonumsolugar
 
Aterratreme folheto
Aterratreme folhetoAterratreme folheto
Aterratreme folheto
Graça Matos
 
Catástrofes naturais
Catástrofes naturais Catástrofes naturais
Catástrofes naturais
8Egrupo3
 
Folheto a terra treme
Folheto a terra tremeFolheto a terra treme
Folheto a terra treme
Pedro França
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
SismosSismos
Aendt8 doc e (1)
Aendt8 doc e (1)Aendt8 doc e (1)
Aendt8 doc e (1)
Deolinda Silva
 
Sismos autoproteção
Sismos autoproteçãoSismos autoproteção
Sismos autoproteção
becastanheiradepera
 
Sismospps
SismosppsSismospps
Sismospps
Ana T.
 
Catástrofes naturais
Catástrofes naturaisCatástrofes naturais
Catástrofes naturais
Escola E.B.2,3 de Jovim Gondomar
 
Sismos 2
Sismos 2Sismos 2
Sismos - Serviço Nacional de Bombeiros e Proteção Civil
Sismos - Serviço Nacional de Bombeiros e Proteção CivilSismos - Serviço Nacional de Bombeiros e Proteção Civil
Sismos - Serviço Nacional de Bombeiros e Proteção Civil
marmfig
 
Catastrofes final - 8ºF
Catastrofes final - 8ºFCatastrofes final - 8ºF
Catastrofes final - 8ºF
Fátima Gomes
 
Panfleto sismos
Panfleto   sismosPanfleto   sismos
Panfleto sismos
salrainho
 

Semelhante a Sismos (20)

Sismos – o que fazer
Sismos – o que fazerSismos – o que fazer
Sismos – o que fazer
 
262
262262
262
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
O que fazer em caso de sismo 2014 09_24 _ atualizado
O que fazer em caso de sismo 2014 09_24  _ atualizadoO que fazer em caso de sismo 2014 09_24  _ atualizado
O que fazer em caso de sismo 2014 09_24 _ atualizado
 
Os sismos[1]
Os sismos[1]Os sismos[1]
Os sismos[1]
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Dsrm Gabseg Sismos
Dsrm Gabseg SismosDsrm Gabseg Sismos
Dsrm Gabseg Sismos
 
Aterratreme folheto
Aterratreme folhetoAterratreme folheto
Aterratreme folheto
 
Catástrofes naturais
Catástrofes naturais Catástrofes naturais
Catástrofes naturais
 
Folheto a terra treme
Folheto a terra tremeFolheto a terra treme
Folheto a terra treme
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Aendt8 doc e (1)
Aendt8 doc e (1)Aendt8 doc e (1)
Aendt8 doc e (1)
 
Sismos autoproteção
Sismos autoproteçãoSismos autoproteção
Sismos autoproteção
 
Sismospps
SismosppsSismospps
Sismospps
 
Catástrofes naturais
Catástrofes naturaisCatástrofes naturais
Catástrofes naturais
 
Sismos 2
Sismos 2Sismos 2
Sismos 2
 
Sismos - Serviço Nacional de Bombeiros e Proteção Civil
Sismos - Serviço Nacional de Bombeiros e Proteção CivilSismos - Serviço Nacional de Bombeiros e Proteção Civil
Sismos - Serviço Nacional de Bombeiros e Proteção Civil
 
Catastrofes final - 8ºF
Catastrofes final - 8ºFCatastrofes final - 8ºF
Catastrofes final - 8ºF
 
Panfleto sismos
Panfleto   sismosPanfleto   sismos
Panfleto sismos
 

Mais de Pelo Siro

1195593414 substancias quimicas
1195593414 substancias quimicas1195593414 substancias quimicas
1195593414 substancias quimicas
Pelo Siro
 
11955889 121.derrames 1
11955889 121.derrames 111955889 121.derrames 1
11955889 121.derrames 1
Pelo Siro
 
1196259117 primeiros socorros
1196259117 primeiros socorros1196259117 primeiros socorros
1196259117 primeiros socorros
Pelo Siro
 
1199995673 riscos profissionais
1199995673 riscos profissionais1199995673 riscos profissionais
1199995673 riscos profissionais
Pelo Siro
 
119625756 motsser2
119625756 motsser2119625756 motsser2
119625756 motsser2
Pelo Siro
 
119999888 revisoes
119999888 revisoes119999888 revisoes
119999888 revisoes
Pelo Siro
 
119558341 123.avaliacao de_riscos
119558341 123.avaliacao de_riscos119558341 123.avaliacao de_riscos
119558341 123.avaliacao de_riscos
Pelo Siro
 
2146
21462146
2146
Pelo Siro
 
2079
20792079
2079
Pelo Siro
 
2080
20802080
2080
Pelo Siro
 
2064
20642064
2064
Pelo Siro
 
2061
20612061
2061
Pelo Siro
 
2060
20602060
2060
Pelo Siro
 
2032
20322032
2032
Pelo Siro
 
2031
20312031
2031
Pelo Siro
 
2019
20192019
2019
Pelo Siro
 
2018
20182018
2018
Pelo Siro
 
2017
20172017
2017
Pelo Siro
 
2015
20152015
2015
Pelo Siro
 
2014
20142014
2014
Pelo Siro
 

Mais de Pelo Siro (20)

1195593414 substancias quimicas
1195593414 substancias quimicas1195593414 substancias quimicas
1195593414 substancias quimicas
 
11955889 121.derrames 1
11955889 121.derrames 111955889 121.derrames 1
11955889 121.derrames 1
 
1196259117 primeiros socorros
1196259117 primeiros socorros1196259117 primeiros socorros
1196259117 primeiros socorros
 
1199995673 riscos profissionais
1199995673 riscos profissionais1199995673 riscos profissionais
1199995673 riscos profissionais
 
119625756 motsser2
119625756 motsser2119625756 motsser2
119625756 motsser2
 
119999888 revisoes
119999888 revisoes119999888 revisoes
119999888 revisoes
 
119558341 123.avaliacao de_riscos
119558341 123.avaliacao de_riscos119558341 123.avaliacao de_riscos
119558341 123.avaliacao de_riscos
 
2146
21462146
2146
 
2079
20792079
2079
 
2080
20802080
2080
 
2064
20642064
2064
 
2061
20612061
2061
 
2060
20602060
2060
 
2032
20322032
2032
 
2031
20312031
2031
 
2019
20192019
2019
 
2018
20182018
2018
 
2017
20172017
2017
 
2015
20152015
2015
 
2014
20142014
2014
 

Sismos

  • 2. Sismo – abalo de terra, brusco e de curta duração. CURIOSIDADES  Segundo a mitologia hindu, a Terra era sustentada por oito fortíssimos elefantes; quando algum deles se cansava, baixava- se, sacudia-se e abanava a cabeça, produzindo os sismos.  Em média, ocorrem 80 sismos diários em todo o planeta, isto é, cerca de 30 000 por ano.  Os japoneses pensavam que a Terra flutuava num mar infinito onde existia uma serpente dragão que, de vez em quando, dava uma forte sacudidela e tremia o solo. vídeo
  • 3. Qual a origem dos sismos? Tectónicos Sismos de colapso Sismos Sismos vulcânicos vídeo vídeo
  • 4. Quanto à intensidade, os sismos podem ser classificados em: MICROSSISMOS Sismos de fraca intensidade que não são sentidos pelas pessoas. MACROSSISMOS ou TERRAMOTOS Sismos de grande intensidade.
  • 9. Sismógrafo chinês (séc.II) Sismógrafo (atualidade) Sismógrafos Sismógrafo vertical Sismógrafo horizontal vídeo
  • 15. 1- Onde se localizou o epicentro deste sismo? 2- Qual a intensidade sentida em Braga? 3- Quais os efeitos do sismo na cidade de Lisboa? 4- Como varia a intensidade do sismo com a distância ao epicentro? 5- Por que razão não se traçam isossistas no mar?
  • 16. Manual, pág. 137 Atividade 7 Dois a dois! TPC Caderno de atividades, pág. 38
  • 22. Diferenças entre a escala de Mercalli e a escala de Richter Escala de Mercalli Escala de Richter  Mede a intensidade sísmica  Baseia-se no grau de destruição e opinião das pessoas  Pouco rigorosa  Vai de I a XII.  Mede a magnitude sísmica  Baseia-se em cálculos matemáticos Rigorosa Não tem limite.
  • 24. Normas de segurança Antes de ocorrer um sismo, o que devemos fazer?  Prepara a tua casa por forma a facilitar os movimentos, libertando os corredores e passagens, arrumando móveis e brinquedos.  Identifica os locais mais seguros: vãos de portas interiores, cantos de paredes, debaixo de mesas e de camas.  Mantém uma distância de segurança em relação a objetos que possam cair ou estilhaçar.  Alerta os teus pais para a necessidade de fixar as estantes, os vasos e floreiras às paredes da casa e para colocarem os objetos pesados, ou de grande volume, no chão ou nas estantes mais baixas.  Aprende a desligar a eletricidade e a cortar a água e o gás.  Afixa em local bem visível os números de telefone dos serviços de emergência. vídeo
  • 25. Normas de segurança Durante um sismo, o que devemos fazer? Se estiveres dentro de casa ou de qualquer outro edifício:  Se estiveres num dos andares superiores, não te precipites para as escadas e nunca utilizes os elevadores.  Abriga-te no vão de uma porta interior, nos cantos das salas ou debaixo de uma mesa ou cama.  Mantém-te afastado de janelas e espelhos e tem muito cuidado com a queda de candeeiros, móveis ou outros objetos. vídeo
  • 26. Normas de segurança Durante um sismo, o que devemos fazer? Se estiveres na rua:  Dirige-te, com calma e serenidade, para um local aberto, longe do mar ou cursos de água.  Não corras nem andes a vaguear pelas ruas.  Mantém-te afastado dos edifícios (sobretudo dos mais degradados, altos ou isolados) dos postes de eletricidade e outros objetos que possam cair.  Afasta-te de taludes, muros, chaminés e varandas.
  • 27. Normas de segurança Depois de um sismo, o que devemos fazer?  Mantém a calma e conta com a ocorrência de possíveis réplicas.  Não te precipites para as escadas ou saídas. Nunca utilizes elevadores.  Não acendas fósforos ou isqueiros. Pode haver fugas de gás.  Corta a água e o gás e desliga a eletricidade.  Utiliza lanternas a pilhas.  Liga o rádio e cumpre as recomendações que forem difundidas.  Evita passar por locais onde existam fios elétricos soltos.  Não utilizes o telefone, exceto em caso de extrema urgência (feridos graves, fugas de gás ou incêndios).  Não circules pelas ruas para observar o que aconteceu. Liberta-as para as viaturas de socorro. vídeo
  • 28. vídeo Sismicidade em Portugal  Portugal Continental apresenta risco sísmico moderado, uma vez que está próximo da zona de limite entre as placas Euro-asiática e Africana.  Nas ilhas, o risco sísmico é elevado dada a proximidade ao rifte e, nos Açores, existe uma junção tripla (Placas Euro-asiática, Africana e Norte-americana).