SlideShare uma empresa Scribd logo
Mafalda Carvalho 1
Exclusão Social
Vulnerabilidade à
Exclusão Social
Mafalda Carvalho 2
Exclusão Social
 Trajectória descendente ao longo da qual se
verificam sucessivas rupturas na relação indivíduo-
sociedade;
 Presença cumulativa de vulnerabilidades que,
quando articuladas, constituem barreira à inserção;
 Privação de recursos sociais, culturais e políticos;

Não acesso a sistemas sociais básicos (saúde,
educação, habitação)
Mafalda Carvalho 3
Tipos de Exclusão
 Económica: escassez de recursos; “pobreza em si”
Ex.:”sem-abrigo”
 Social: exclusão ao nível dos laços sociais
Ex.: idosos quando abandonados por familiares
 Cultural: exclusão devida a factores de ordem
cultural
Ex.: minorias étnicas
Mafalda Carvalho 4
Tipos de Exclusão
 Patológica: exclusão devida a factores de natureza
psicológica e mental
Ex.:doentes psiquiátricos
 Comportamentos auto- destrutivos: relacionados
com toxicodependência, alcoolismo, prostituição,
delinquência,etc..
Nota: um mesmo grupo pode comportar vários tipos
de exclusão, por exemplo, o “sem-abrigo”, pela
privação múltipla à qual está sujeito pode adoptar
comportamentos auto- destrutivos.
Mafalda Carvalho 5
Grupos e/ou categorias
sociais vulneráveis à Exclusão
 São aqueles que “(...) por razões diversas
não participam de forma regular nas
principais instituições com as quais
romperam- ou nunca chegaram a estruturar-
laços de integração e, por isso, conhecem(...)
condição continuada de ausência de acesso
a direitos básicos ou a estilos de vida
aceitáveis(...)”
in “ Vulnerabilidade à Exclusão Social”
Luís Capucha
Mafalda Carvalho 6
Potenciais desvantagens e
características comuns a estes
grupos e/ou categorias:
 Conheceram e conhecem o insucesso escolar e têm
baixo nível de educação;
 Nunca adquiriram qualificação profissional que
permitisse acesso aos sectores de emprego mais
qualificados;
 Não “possuem” laços familiares ou, se existem, não
constituem uma verdadeira base de sustentação de
projectos de vida;
Mafalda Carvalho 7
Potenciais desvantagens e
características comuns a estes
grupos e/ou categorias
 Pertencem a comunidades que são alvo de
estigmatização e segregação;
 Adoptam comportamentos que os tornam expostos
aos riscos para a saúde;
 Desenvolvem, quase sempre, imagens
desvalorizadas de si próprios, identidades negativas;
 Têm baixa auto-estima e capacidades pouco
adequadas de desempenho social;
Mafalda Carvalho 8
Grupos e Categorias Sociais
vulneráveis à Exclusão
 Desempregados de longa
duração(DLD)
 Pessoas com baixas qualificações
 Grandes idosos
 Pessoas com deficiência
 Famílias monoparentais
 Grupos étnicos e culturais minoritários
Mafalda Carvalho 9
Grupos e Categorias Sociais
vulneráveis à Exclusão
 “Sem-abrigo”
 Toxicodependentes e
ex-Toxicodependentes
 Jovens em risco
 Detidos e ex-Reclusos
Mafalda Carvalho 10
Assim:
Estes grupos e/ou categorias passam à
margem das oportunidades que se
abrem
nos diversos campos de estruturação da
vida social, económica e cultural.
FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Trabalho Final de Economia C - A Discriminação Sexual
Trabalho Final de Economia C - A Discriminação SexualTrabalho Final de Economia C - A Discriminação Sexual
Trabalho Final de Economia C - A Discriminação Sexual
afmm12g
 
Sawaia, bader as artimanhas da exclusao
Sawaia, bader   as artimanhas da exclusaoSawaia, bader   as artimanhas da exclusao
Sawaia, bader as artimanhas da exclusao
marcaocampos
 
Solidao
SolidaoSolidao
Isolamento Social
Isolamento SocialIsolamento Social
Isolamento Social
guest3bc9a9
 
9º ano B (Grupo 3) - Racismo
9º ano B (Grupo 3) - Racismo9º ano B (Grupo 3) - Racismo
9º ano B (Grupo 3) - Racismo
Saber interáreas SESI 005 - LIMEIRA
 
Estereótipos sobre idosos
Estereótipos sobre idososEstereótipos sobre idosos
Estereótipos sobre idosos
vera lisa pereira gonçalves
 
Discriminação
 Discriminação Discriminação
Discriminação
kikatitic
 
5 o estado providencia
5   o estado providencia5   o estado providencia
5 o estado providencia
queirosiana
 
Solidão e Isolamento Social - Bate-Papo LIPSAM 2014
Solidão e Isolamento Social - Bate-Papo LIPSAM 2014Solidão e Isolamento Social - Bate-Papo LIPSAM 2014
Solidão e Isolamento Social - Bate-Papo LIPSAM 2014
Daniel Luccas Arenas
 
Vulnerabilidade social
Vulnerabilidade socialVulnerabilidade social
Vulnerabilidade social
YaraGama
 
Exemplos de discriminacao
Exemplos de discriminacaoExemplos de discriminacao
Exemplos de discriminacao
niize
 
O racismo
O racismoO racismo
O racismo
osempenhados
 
Desigualdades sociais
Desigualdades sociaisDesigualdades sociais
Desigualdades sociais
Marcela Marangon Ribeiro
 
DiscriminaNao
DiscriminaNaoDiscriminaNao
DiscriminaNao
likajunges
 
A discriminação dos deficientes
A discriminação dos deficientesA discriminação dos deficientes
A discriminação dos deficientes
Maria Cabral Campello
 
Educacao inclusiva 31 3
Educacao inclusiva 31 3Educacao inclusiva 31 3
Educacao inclusiva 31 3
Gabriel Nabuco
 
Desigualdades e-identidades-sociais-2
Desigualdades e-identidades-sociais-2Desigualdades e-identidades-sociais-2
Desigualdades e-identidades-sociais-2
turma12c1617
 
Preconceito nas Escolas
Preconceito nas EscolasPreconceito nas Escolas
Preconceito nas Escolas
Luuh Lopes
 
O preconceito
O preconceitoO preconceito
O preconceito
jessica14121
 

Mais procurados (19)

Trabalho Final de Economia C - A Discriminação Sexual
Trabalho Final de Economia C - A Discriminação SexualTrabalho Final de Economia C - A Discriminação Sexual
Trabalho Final de Economia C - A Discriminação Sexual
 
Sawaia, bader as artimanhas da exclusao
Sawaia, bader   as artimanhas da exclusaoSawaia, bader   as artimanhas da exclusao
Sawaia, bader as artimanhas da exclusao
 
Solidao
SolidaoSolidao
Solidao
 
Isolamento Social
Isolamento SocialIsolamento Social
Isolamento Social
 
9º ano B (Grupo 3) - Racismo
9º ano B (Grupo 3) - Racismo9º ano B (Grupo 3) - Racismo
9º ano B (Grupo 3) - Racismo
 
Estereótipos sobre idosos
Estereótipos sobre idososEstereótipos sobre idosos
Estereótipos sobre idosos
 
Discriminação
 Discriminação Discriminação
Discriminação
 
5 o estado providencia
5   o estado providencia5   o estado providencia
5 o estado providencia
 
Solidão e Isolamento Social - Bate-Papo LIPSAM 2014
Solidão e Isolamento Social - Bate-Papo LIPSAM 2014Solidão e Isolamento Social - Bate-Papo LIPSAM 2014
Solidão e Isolamento Social - Bate-Papo LIPSAM 2014
 
Vulnerabilidade social
Vulnerabilidade socialVulnerabilidade social
Vulnerabilidade social
 
Exemplos de discriminacao
Exemplos de discriminacaoExemplos de discriminacao
Exemplos de discriminacao
 
O racismo
O racismoO racismo
O racismo
 
Desigualdades sociais
Desigualdades sociaisDesigualdades sociais
Desigualdades sociais
 
DiscriminaNao
DiscriminaNaoDiscriminaNao
DiscriminaNao
 
A discriminação dos deficientes
A discriminação dos deficientesA discriminação dos deficientes
A discriminação dos deficientes
 
Educacao inclusiva 31 3
Educacao inclusiva 31 3Educacao inclusiva 31 3
Educacao inclusiva 31 3
 
Desigualdades e-identidades-sociais-2
Desigualdades e-identidades-sociais-2Desigualdades e-identidades-sociais-2
Desigualdades e-identidades-sociais-2
 
Preconceito nas Escolas
Preconceito nas EscolasPreconceito nas Escolas
Preconceito nas Escolas
 
O preconceito
O preconceitoO preconceito
O preconceito
 

Semelhante a 2018

Psicologiasocialexclusaosocial 140530123451-phpapp02
Psicologiasocialexclusaosocial 140530123451-phpapp02Psicologiasocialexclusaosocial 140530123451-phpapp02
Psicologiasocialexclusaosocial 140530123451-phpapp02
AnaMaria Mks
 
Os-Ninguens-Invisiveis-e-Esquecidos.pptx
Os-Ninguens-Invisiveis-e-Esquecidos.pptxOs-Ninguens-Invisiveis-e-Esquecidos.pptx
Os-Ninguens-Invisiveis-e-Esquecidos.pptx
MatheusGonalves287443
 
Escola Superior De EducaçãO Do Porto (97 2003, Com Fundo Cinzento Reflexo)
Escola Superior De EducaçãO Do Porto (97 2003, Com Fundo Cinzento Reflexo)Escola Superior De EducaçãO Do Porto (97 2003, Com Fundo Cinzento Reflexo)
Escola Superior De EducaçãO Do Porto (97 2003, Com Fundo Cinzento Reflexo)
edsocial
 
Solidariedade este
Solidariedade esteSolidariedade este
Solidariedade este
Rita Severa
 
Aporofia - diversidade humana. Reflexões
Aporofia - diversidade humana. ReflexõesAporofia - diversidade humana. Reflexões
Aporofia - diversidade humana. Reflexões
rosemendes2001hotmai
 
Material-de-Apoio-ENEM-NÃO-TIRA-FÉRIAS-LIVE-JOÃO-SARAIVA-SOUSA-NUNES.pdf
Material-de-Apoio-ENEM-NÃO-TIRA-FÉRIAS-LIVE-JOÃO-SARAIVA-SOUSA-NUNES.pdfMaterial-de-Apoio-ENEM-NÃO-TIRA-FÉRIAS-LIVE-JOÃO-SARAIVA-SOUSA-NUNES.pdf
Material-de-Apoio-ENEM-NÃO-TIRA-FÉRIAS-LIVE-JOÃO-SARAIVA-SOUSA-NUNES.pdf
AnaCarol906587
 
Violência contra idosos
Violência contra idososViolência contra idosos
Violência contra idosos
pastorlinaldo
 
Contrastes de desenvolvimento
Contrastes de desenvolvimentoContrastes de desenvolvimento
Contrastes de desenvolvimento
Maria Dias
 
Trabalho Violência Contra Idosos
Trabalho Violência Contra IdososTrabalho Violência Contra Idosos
Trabalho Violência Contra Idosos
Ricardo da Palma
 
PRÁTICAS-DE-ENSINO-PARA-A-EDUCAÇÃO-ESPECIAL-NUMA-PERSPECTIVA-INCLUSIVA.pdf
PRÁTICAS-DE-ENSINO-PARA-A-EDUCAÇÃO-ESPECIAL-NUMA-PERSPECTIVA-INCLUSIVA.pdfPRÁTICAS-DE-ENSINO-PARA-A-EDUCAÇÃO-ESPECIAL-NUMA-PERSPECTIVA-INCLUSIVA.pdf
PRÁTICAS-DE-ENSINO-PARA-A-EDUCAÇÃO-ESPECIAL-NUMA-PERSPECTIVA-INCLUSIVA.pdf
PaulyeneAlves1
 
Exclusão Social e Minorias Étnicas
Exclusão Social e Minorias ÉtnicasExclusão Social e Minorias Étnicas
Exclusão Social e Minorias Étnicas
JoanaMartins7
 
Historia da Educação Especial no Brasil
 Historia da Educação Especial no Brasil Historia da Educação Especial no Brasil
Historia da Educação Especial no Brasil
izabel Lucia
 
Cultura e tribos urbanas - ppt
Cultura e tribos urbanas - pptCultura e tribos urbanas - ppt
Cultura e tribos urbanas - ppt
Mara Godinho
 
Bioética pessoas especiais
Bioética   pessoas especiaisBioética   pessoas especiais
Bioética pessoas especiais
Nilson Dias Castelano
 
Discrimação negativa
Discrimação negativaDiscrimação negativa
Discrimação negativa
Catarina Bordonhos
 
Pratica como componente_curricular_segundo_semestre_sociologia
Pratica como componente_curricular_segundo_semestre_sociologiaPratica como componente_curricular_segundo_semestre_sociologia
Pratica como componente_curricular_segundo_semestre_sociologia
André José Barros
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
Paulo Alexandre
 
Transtorno de personalidade antissocial 7° período (noturno) (1)
Transtorno de personalidade antissocial  7° período (noturno) (1)Transtorno de personalidade antissocial  7° período (noturno) (1)
Transtorno de personalidade antissocial 7° período (noturno) (1)
Tamires Batista
 
Bullying
BullyingBullying
Pt recruit module 2 _ strategies to change mentalities - online
Pt recruit module 2 _ strategies to change mentalities - onlinePt recruit module 2 _ strategies to change mentalities - online
Pt recruit module 2 _ strategies to change mentalities - online
caniceconsulting
 

Semelhante a 2018 (20)

Psicologiasocialexclusaosocial 140530123451-phpapp02
Psicologiasocialexclusaosocial 140530123451-phpapp02Psicologiasocialexclusaosocial 140530123451-phpapp02
Psicologiasocialexclusaosocial 140530123451-phpapp02
 
Os-Ninguens-Invisiveis-e-Esquecidos.pptx
Os-Ninguens-Invisiveis-e-Esquecidos.pptxOs-Ninguens-Invisiveis-e-Esquecidos.pptx
Os-Ninguens-Invisiveis-e-Esquecidos.pptx
 
Escola Superior De EducaçãO Do Porto (97 2003, Com Fundo Cinzento Reflexo)
Escola Superior De EducaçãO Do Porto (97 2003, Com Fundo Cinzento Reflexo)Escola Superior De EducaçãO Do Porto (97 2003, Com Fundo Cinzento Reflexo)
Escola Superior De EducaçãO Do Porto (97 2003, Com Fundo Cinzento Reflexo)
 
Solidariedade este
Solidariedade esteSolidariedade este
Solidariedade este
 
Aporofia - diversidade humana. Reflexões
Aporofia - diversidade humana. ReflexõesAporofia - diversidade humana. Reflexões
Aporofia - diversidade humana. Reflexões
 
Material-de-Apoio-ENEM-NÃO-TIRA-FÉRIAS-LIVE-JOÃO-SARAIVA-SOUSA-NUNES.pdf
Material-de-Apoio-ENEM-NÃO-TIRA-FÉRIAS-LIVE-JOÃO-SARAIVA-SOUSA-NUNES.pdfMaterial-de-Apoio-ENEM-NÃO-TIRA-FÉRIAS-LIVE-JOÃO-SARAIVA-SOUSA-NUNES.pdf
Material-de-Apoio-ENEM-NÃO-TIRA-FÉRIAS-LIVE-JOÃO-SARAIVA-SOUSA-NUNES.pdf
 
Violência contra idosos
Violência contra idososViolência contra idosos
Violência contra idosos
 
Contrastes de desenvolvimento
Contrastes de desenvolvimentoContrastes de desenvolvimento
Contrastes de desenvolvimento
 
Trabalho Violência Contra Idosos
Trabalho Violência Contra IdososTrabalho Violência Contra Idosos
Trabalho Violência Contra Idosos
 
PRÁTICAS-DE-ENSINO-PARA-A-EDUCAÇÃO-ESPECIAL-NUMA-PERSPECTIVA-INCLUSIVA.pdf
PRÁTICAS-DE-ENSINO-PARA-A-EDUCAÇÃO-ESPECIAL-NUMA-PERSPECTIVA-INCLUSIVA.pdfPRÁTICAS-DE-ENSINO-PARA-A-EDUCAÇÃO-ESPECIAL-NUMA-PERSPECTIVA-INCLUSIVA.pdf
PRÁTICAS-DE-ENSINO-PARA-A-EDUCAÇÃO-ESPECIAL-NUMA-PERSPECTIVA-INCLUSIVA.pdf
 
Exclusão Social e Minorias Étnicas
Exclusão Social e Minorias ÉtnicasExclusão Social e Minorias Étnicas
Exclusão Social e Minorias Étnicas
 
Historia da Educação Especial no Brasil
 Historia da Educação Especial no Brasil Historia da Educação Especial no Brasil
Historia da Educação Especial no Brasil
 
Cultura e tribos urbanas - ppt
Cultura e tribos urbanas - pptCultura e tribos urbanas - ppt
Cultura e tribos urbanas - ppt
 
Bioética pessoas especiais
Bioética   pessoas especiaisBioética   pessoas especiais
Bioética pessoas especiais
 
Discrimação negativa
Discrimação negativaDiscrimação negativa
Discrimação negativa
 
Pratica como componente_curricular_segundo_semestre_sociologia
Pratica como componente_curricular_segundo_semestre_sociologiaPratica como componente_curricular_segundo_semestre_sociologia
Pratica como componente_curricular_segundo_semestre_sociologia
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
Transtorno de personalidade antissocial 7° período (noturno) (1)
Transtorno de personalidade antissocial  7° período (noturno) (1)Transtorno de personalidade antissocial  7° período (noturno) (1)
Transtorno de personalidade antissocial 7° período (noturno) (1)
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
Pt recruit module 2 _ strategies to change mentalities - online
Pt recruit module 2 _ strategies to change mentalities - onlinePt recruit module 2 _ strategies to change mentalities - online
Pt recruit module 2 _ strategies to change mentalities - online
 

Mais de Pelo Siro

1195593414 substancias quimicas
1195593414 substancias quimicas1195593414 substancias quimicas
1195593414 substancias quimicas
Pelo Siro
 
11955889 121.derrames 1
11955889 121.derrames 111955889 121.derrames 1
11955889 121.derrames 1
Pelo Siro
 
1196259117 primeiros socorros
1196259117 primeiros socorros1196259117 primeiros socorros
1196259117 primeiros socorros
Pelo Siro
 
1199995673 riscos profissionais
1199995673 riscos profissionais1199995673 riscos profissionais
1199995673 riscos profissionais
Pelo Siro
 
119625756 motsser2
119625756 motsser2119625756 motsser2
119625756 motsser2
Pelo Siro
 
119999888 revisoes
119999888 revisoes119999888 revisoes
119999888 revisoes
Pelo Siro
 
119558341 123.avaliacao de_riscos
119558341 123.avaliacao de_riscos119558341 123.avaliacao de_riscos
119558341 123.avaliacao de_riscos
Pelo Siro
 
2146
21462146
2146
Pelo Siro
 
2079
20792079
2079
Pelo Siro
 
2080
20802080
2080
Pelo Siro
 
2064
20642064
2064
Pelo Siro
 
2061
20612061
2061
Pelo Siro
 
2060
20602060
2060
Pelo Siro
 
2032
20322032
2032
Pelo Siro
 
2031
20312031
2031
Pelo Siro
 
2019
20192019
2019
Pelo Siro
 
2017
20172017
2017
Pelo Siro
 
2015
20152015
2015
Pelo Siro
 
2014
20142014
2014
Pelo Siro
 
2013
20132013
2013
Pelo Siro
 

Mais de Pelo Siro (20)

1195593414 substancias quimicas
1195593414 substancias quimicas1195593414 substancias quimicas
1195593414 substancias quimicas
 
11955889 121.derrames 1
11955889 121.derrames 111955889 121.derrames 1
11955889 121.derrames 1
 
1196259117 primeiros socorros
1196259117 primeiros socorros1196259117 primeiros socorros
1196259117 primeiros socorros
 
1199995673 riscos profissionais
1199995673 riscos profissionais1199995673 riscos profissionais
1199995673 riscos profissionais
 
119625756 motsser2
119625756 motsser2119625756 motsser2
119625756 motsser2
 
119999888 revisoes
119999888 revisoes119999888 revisoes
119999888 revisoes
 
119558341 123.avaliacao de_riscos
119558341 123.avaliacao de_riscos119558341 123.avaliacao de_riscos
119558341 123.avaliacao de_riscos
 
2146
21462146
2146
 
2079
20792079
2079
 
2080
20802080
2080
 
2064
20642064
2064
 
2061
20612061
2061
 
2060
20602060
2060
 
2032
20322032
2032
 
2031
20312031
2031
 
2019
20192019
2019
 
2017
20172017
2017
 
2015
20152015
2015
 
2014
20142014
2014
 
2013
20132013
2013
 

2018

  • 1. Mafalda Carvalho 1 Exclusão Social Vulnerabilidade à Exclusão Social
  • 2. Mafalda Carvalho 2 Exclusão Social  Trajectória descendente ao longo da qual se verificam sucessivas rupturas na relação indivíduo- sociedade;  Presença cumulativa de vulnerabilidades que, quando articuladas, constituem barreira à inserção;  Privação de recursos sociais, culturais e políticos;  Não acesso a sistemas sociais básicos (saúde, educação, habitação)
  • 3. Mafalda Carvalho 3 Tipos de Exclusão  Económica: escassez de recursos; “pobreza em si” Ex.:”sem-abrigo”  Social: exclusão ao nível dos laços sociais Ex.: idosos quando abandonados por familiares  Cultural: exclusão devida a factores de ordem cultural Ex.: minorias étnicas
  • 4. Mafalda Carvalho 4 Tipos de Exclusão  Patológica: exclusão devida a factores de natureza psicológica e mental Ex.:doentes psiquiátricos  Comportamentos auto- destrutivos: relacionados com toxicodependência, alcoolismo, prostituição, delinquência,etc.. Nota: um mesmo grupo pode comportar vários tipos de exclusão, por exemplo, o “sem-abrigo”, pela privação múltipla à qual está sujeito pode adoptar comportamentos auto- destrutivos.
  • 5. Mafalda Carvalho 5 Grupos e/ou categorias sociais vulneráveis à Exclusão  São aqueles que “(...) por razões diversas não participam de forma regular nas principais instituições com as quais romperam- ou nunca chegaram a estruturar- laços de integração e, por isso, conhecem(...) condição continuada de ausência de acesso a direitos básicos ou a estilos de vida aceitáveis(...)” in “ Vulnerabilidade à Exclusão Social” Luís Capucha
  • 6. Mafalda Carvalho 6 Potenciais desvantagens e características comuns a estes grupos e/ou categorias:  Conheceram e conhecem o insucesso escolar e têm baixo nível de educação;  Nunca adquiriram qualificação profissional que permitisse acesso aos sectores de emprego mais qualificados;  Não “possuem” laços familiares ou, se existem, não constituem uma verdadeira base de sustentação de projectos de vida;
  • 7. Mafalda Carvalho 7 Potenciais desvantagens e características comuns a estes grupos e/ou categorias  Pertencem a comunidades que são alvo de estigmatização e segregação;  Adoptam comportamentos que os tornam expostos aos riscos para a saúde;  Desenvolvem, quase sempre, imagens desvalorizadas de si próprios, identidades negativas;  Têm baixa auto-estima e capacidades pouco adequadas de desempenho social;
  • 8. Mafalda Carvalho 8 Grupos e Categorias Sociais vulneráveis à Exclusão  Desempregados de longa duração(DLD)  Pessoas com baixas qualificações  Grandes idosos  Pessoas com deficiência  Famílias monoparentais  Grupos étnicos e culturais minoritários
  • 9. Mafalda Carvalho 9 Grupos e Categorias Sociais vulneráveis à Exclusão  “Sem-abrigo”  Toxicodependentes e ex-Toxicodependentes  Jovens em risco  Detidos e ex-Reclusos
  • 10. Mafalda Carvalho 10 Assim: Estes grupos e/ou categorias passam à margem das oportunidades que se abrem nos diversos campos de estruturação da vida social, económica e cultural. FIM