SlideShare uma empresa Scribd logo
SISMOSSISMOS
Serviço Nacional
de Bombeiros e
Protecção Civil
2
ESTÁSESTÁS
PREPARADO ?PREPARADO ?
06 – 13
ANOS
SISMOS
3
SISMOS Estás preparado?
Os sismos consistem em
abalos da crosta terrestre.
São muito frequentes em
Portugal mas a maioria não é
sentida pelas pessoas.
Apesar de não os podemos
prever ou impedir tu podes
proteger-te. Prepara-te desde
já. Segue as nossas
RECOMENDAÇÕES e treina-as
com os teus familiares e amigos.
4
COLABORA … a protecção começa
em ti e na tua casa.
5
DURANTE O SISMO
• Vai para um lugar seguro … RÁPIDO.
Protege-te:
- debaixo de uma mesa pesada ou da
cama;
- nos cantos das salas ou vãos de portas;
- ajoelha-te. Cobre a cara e a cabeça
com as mãos.
6
Afasta-te de:
• vidros;
• janelas;
• objectos que possam cair;
• elevadores e escadas;
• o meio das salas.
7
NA RUA
Vai para um local aberto.
• Afasta-te de:
- postes de electricidade;
- árvores;
- candeeiros;
- edifícios e muros.
- Caso estejas no rés-do-chão, e se a
rua for larga (mais larga do que a altura dos
prédios), sai rapidamente e vai para o meio
da rua.
8
LOCAIS COM MUITAS
PESSOAS
(ex.: cinema e centro comercial)
• Não corras para a saída. Todos
têm tendência a correr, o que está
errado porque podem magoar-se.
• Vai para um lugar seguro,
rapidamente. Não saias de lá antes
do sismo terminar.
9
LOGO APÓS O SISMO
• Corta imediatamente o gás,
electricidade e água porque pode
haver fugas.
• Utiliza a lanterna a pilhas. Não
acendas velas, fósforos ou
isqueiros. Não ligues nem desligues
interruptores.
10
LOGO APÓS O SISMO
• Fica afastado de fios eléctricos soltos e não
toques nos objectos metálicos que estejam
em contacto com eles.
• Não andes descalço porque podes magoar-te.
• A seguir ao primeiro abalo sísmico pode haver
queda de objectos, devido a outros abalos de
menor intensidade (réplicas). Fica atento e:
- protege a cabeça e a cara. Usa um
casaco, manta ou capacete;
- afasta-te da praia, margens do rio ou
do mar. Pode haver uma onda gigante
(tsunamitsunami ou maremoto).
11
Nunca uses ELEVADORES
Sai pelas ESCADAS
12
• Cumpre as recomendações transmitidas
pela rádio.
• Os sismos dão-se sem aviso, por isso
tens que ser SUPER RÁPIDO a agir!
• Aprende a proteger-te e tudo será mais
fácil.
• Eles duram poucos segundos, mas podem
ser muito assustadores!
• Contar até 50 em voz alta ajuda-te a ficar
calmo.
13
SE VIVES NUMA ZONA
SÍSMICA … O QUE FAZER !
• Aprende a desligar a água, o
gás e a electricidade.
• Coloca os objectos mais
pesados nas prateleiras mais
baixas das estantes.
• Não deixe os brinquedos
espalhados nos corredores e
saídas.
• Cuidado com os vidros! Não
coloques a cama junto de
janelas.
14
SE VIVES NUMA ZONA
SÍSMICA … O QUE FAZER !
• Em casa tem sempre à mão rádio
e lanterna, com pilhas de
reserva, e uma caixinha de
primeiros socorros.
• Diz aos teus familiares para
terem em casa:
- um extintor;
- os medicamentos mais
necessários;
- reservas de água e comida
(enlatada e embalada).
15
Não ocupes o telefone, excepto
em caso de emergência.
16
17
Ministério da Administração
Interna
Para mais informações
consulte a internet em: www.snbpc.pt
PREVENIR ->PLANEAR ->SOCORRER
Avenida do Forte em
Carnaxide – 2794 – 112 Carnaxide
Tel.: 21 424 7100 Fax: 21 424 7180
E-mail: snbpc@ snbpc.pt
Serviço Nacional de Bombeiros e
Protecção Civil
18
SISMOS
AUTOPROTECÇÃO
19
SISMOS
AUTOPROTECÇÃO
• O sismo é um fenómeno natural,
resultante de uma vibração mais ou
menos violenta da crosta terrestre.
Apesar de não se poder impedir ou
prever os seus efeitos podem ser
minimizados com comportamentos
adequados. Manter a calma e saber agir
pode marcar a diferença.
20
Siga as medidas de
autoprotecção contidas
neste documento e
divulgue-as.
21
Antes
• Liberte as saídas e os corredores de
móveis e outros objectos.
• Fixe as estantes ou móveis pesados, as
garrafas de gás, os vasos e floreiras às
paredes de sua casa.
• Coloque os objectos mais pesados nas
prateleiras mais baixas das estantes.
PREPARE A SUA CASA
22
Antes
• Não localize as camas perto de janelas ou
debaixo de candeeiros. Cuidado com os
vidros!
• Tenha um extintor em casa. Aprenda
a usá-lo e faça a revisão periódica.
PREPARE A SUA CASA
23
PLANO DE PROTECÇÃO
Os adultos e as crianças devem
dialogar sobre o que fazer se
ocorrer um sismo.
Ensine às crianças como desligar
a electricidade, a água e o gás.
24
EM CASA OU NUM EDIFÍCIO
Locais mais SEGUROS
• Vãos de portas, de
preferência em paredes
mestras.
• Cantos das salas.
• Debaixo de mesas, camas ou
outras superfícies
resistentes.
25
Locais mais PERIGOSOS
• Elevadores.
• Junto a janelas, espelhos e
chaminés.
• No meio das salas.
• Saídas.
26
Tenha sempre à mão um estojo
de emergência
• Rádio a pilhas.
• Lanterna a pilhas.
• Pilhas de reserva
• Estojo de primeiros
socorros.
• Medicamentos essenciais.
• Agasalhos.
Tenha sempre armazenados
água e alimentos enlatados
para 2 ou 3 dias.
27
Durante
Mantenha a CALMA!
Em casa ou num edifício
Dirija-se para um local seguro e mantenha-se afastado
de janelas, espelhos, chaminés e outros objectos que
possam cair.
Ajoelhe-se e proteja a cabeça e os olhos com as mãos.
Não se precipite para as saídas se estiver num andar
superior do edifício. As escadas podem ficar
congestionadas.
Nunca utilize os elevadores.
28
• Se estiver na rua mantenha-se afastado
dos edifícios altos, postes de
electricidade e outros objectos que
possam cair. Dirija-se para um local
aberto.
• Se for a conduzir pare o veículo, longe de
edifícios, muros, encostas, postes e cabos
de alta tensão, e permaneça dentro dele.
29
• Mantenha a CALMA mas conte com a
ocorrência de possíveis réplicas.
• Não acenda fósforos nem isqueiros, pois pode
haver fugas de gás.
Nos primeiros minutos
após o sismo
30
• Corte imediatamente o gás, a
electricidade e a água.
• Observe se a sua casa sofreu
danos graves. Saia
imediatamente se não for
segura. Nunca utilize os
elevadores.
• Cuidado com vidros partidos
ou cabos de electricidade.
Não toque em objectos
metálicos que estejam em
contacto com fios eléctricos.
31
• Evite ferimentos protegendo-se
com roupa adequada. Vista as
calças, camisa de mangas compridas
e calce sapatos fortes.
• Observe se há pequenos incêndios e
extinga-os.
• Limpe urgentemente o derrame de
tintas, pesticidas e outras
substâncias perigosas e inflamáveis.
32
• Afaste-se das praias. Depois de um sismo
pode ocorrer um tsunamitsunami (onda gigante).
• Solte os animais, eles tratam de si
próprios.
• Se estiver na rua, não vá para casa.
• Se houver feridos, ajude-os, se souber.
Mas cuidado, não remova feridos com
fracturas, a não ser que haja perigo de
incêndio, inundação ou derrocada. Peça
ajuda.
33
• Ligue o rádio e fique atento às
instruções difundidas.
• Não utilize o telefone, excepto em caso
de extrema urgência (feridos graves
fugas de gás ou incêndios).
TENHA EM LOCAL ACESSÍVEL OS
NÚMEROS DE TELEFONE
DOS SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA.
34
COLABORE,
a protecção
começa em si.
35
BOMBEIROSPSP/GNR
SERVIÇO
MUNICIPAL
PROTECÇÃO
CIVIL
N.º DE
EMERGÊNCIA
36
Ministério da
Administração Interna
Para mais informações
consulte a internet em: www.snbpc.pt
PREVENIR ->PLANEAR ->SOCORRER
Avenida do Forte em
Carnaxide – 2794 – 112 Carnaxide
Tel.: 21 424 7100 Fax: 21 424 7180
E-mail: snbpc@ snbpc.pt
Serviço Nacional de
Bombeiros e Protecção Civil

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sismos 2
Sismos 2Sismos 2
Aterratreme folheto
Aterratreme folhetoAterratreme folheto
Aterratreme folheto
Graça Matos
 
Sismos 1
Sismos 1Sismos 1
Sismos 1
nenhuma
 
Sismos – o que fazer
Sismos – o que fazerSismos – o que fazer
Sismos – o que fazer
Bruno Araújo
 
Folheto a terra treme
Folheto a terra tremeFolheto a terra treme
Folheto a terra treme
Pedro França
 
Jcf cppc
Jcf cppcJcf cppc
Jcf cppc
Joana Jesus
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
oriana1983
 
A segurança do meu corpo!
A segurança do meu corpo!A segurança do meu corpo!
A segurança do meu corpo!
EB Maceira1
 
Desastres naturais
Desastres naturaisDesastres naturais
Desastres naturais
Leonardo Medeiros
 
Estudo do Meio-Incêndios
Estudo do Meio-IncêndiosEstudo do Meio-Incêndios
Estudo do Meio-Incêndios
Ministério da Educação
 
Aendt8 doc e (1)
Aendt8 doc e (1)Aendt8 doc e (1)
Aendt8 doc e (1)
Deolinda Silva
 
Prevenir incendios
Prevenir incendiosPrevenir incendios
Prevenir incendios
Cristiana Gomes
 
Incêndios
IncêndiosIncêndios
Incêndios
sibfv
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
SusiPaula
 
Incêndio na Floresta
Incêndio na FlorestaIncêndio na Floresta
Incêndio na Floresta
Gonçalo Silva
 
Sismos2
Sismos2Sismos2
Sismos2
sibfv
 
A proteção civil em casa
A proteção civil em casaA proteção civil em casa
A proteção civil em casa
Eduardo Oliveira
 
Incêndios florestais
Incêndios florestaisIncêndios florestais
Incêndios florestais
Moisés Benitez
 
Incêndios o que podemos fazer?
Incêndios o que podemos fazer?Incêndios o que podemos fazer?
Incêndios o que podemos fazer?
clube proteccao civil ess
 
Proteção contra incendio modulo i 1 c seg
Proteção contra incendio modulo i 1 c segProteção contra incendio modulo i 1 c seg
Proteção contra incendio modulo i 1 c seg
Marcio Andre
 

Mais procurados (20)

Sismos 2
Sismos 2Sismos 2
Sismos 2
 
Aterratreme folheto
Aterratreme folhetoAterratreme folheto
Aterratreme folheto
 
Sismos 1
Sismos 1Sismos 1
Sismos 1
 
Sismos – o que fazer
Sismos – o que fazerSismos – o que fazer
Sismos – o que fazer
 
Folheto a terra treme
Folheto a terra tremeFolheto a terra treme
Folheto a terra treme
 
Jcf cppc
Jcf cppcJcf cppc
Jcf cppc
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
A segurança do meu corpo!
A segurança do meu corpo!A segurança do meu corpo!
A segurança do meu corpo!
 
Desastres naturais
Desastres naturaisDesastres naturais
Desastres naturais
 
Estudo do Meio-Incêndios
Estudo do Meio-IncêndiosEstudo do Meio-Incêndios
Estudo do Meio-Incêndios
 
Aendt8 doc e (1)
Aendt8 doc e (1)Aendt8 doc e (1)
Aendt8 doc e (1)
 
Prevenir incendios
Prevenir incendiosPrevenir incendios
Prevenir incendios
 
Incêndios
IncêndiosIncêndios
Incêndios
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Incêndio na Floresta
Incêndio na FlorestaIncêndio na Floresta
Incêndio na Floresta
 
Sismos2
Sismos2Sismos2
Sismos2
 
A proteção civil em casa
A proteção civil em casaA proteção civil em casa
A proteção civil em casa
 
Incêndios florestais
Incêndios florestaisIncêndios florestais
Incêndios florestais
 
Incêndios o que podemos fazer?
Incêndios o que podemos fazer?Incêndios o que podemos fazer?
Incêndios o que podemos fazer?
 
Proteção contra incendio modulo i 1 c seg
Proteção contra incendio modulo i 1 c segProteção contra incendio modulo i 1 c seg
Proteção contra incendio modulo i 1 c seg
 

Destaque

Os elementos-do-processo-de-ensino-aprendizagem-da-sala-de-aula-à-educação-me...
Os elementos-do-processo-de-ensino-aprendizagem-da-sala-de-aula-à-educação-me...Os elementos-do-processo-de-ensino-aprendizagem-da-sala-de-aula-à-educação-me...
Os elementos-do-processo-de-ensino-aprendizagem-da-sala-de-aula-à-educação-me...
Maryanne Guimarães
 
Apostila primeiros socorros
Apostila primeiros socorrosApostila primeiros socorros
Apostila primeiros socorros
Marcio Andre
 
Manual de Primeiros Socorros, ministério da saúdee
Manual de Primeiros Socorros, ministério da saúdeeManual de Primeiros Socorros, ministério da saúdee
Manual de Primeiros Socorros, ministério da saúdee
Filipa Telles de Carvalho
 
Cirurgia Odontológica - apostila
Cirurgia Odontológica - apostilaCirurgia Odontológica - apostila
Cirurgia Odontológica - apostila
Jonathan Cardoso Gomes Rodrigues
 
Fatores que influenciam a qualidade da imagem
Fatores que influenciam a qualidade da imagemFatores que influenciam a qualidade da imagem
Fatores que influenciam a qualidade da imagem
Christiane Fust
 
Terminologia Radiografica
Terminologia Radiografica Terminologia Radiografica
Terminologia Radiografica
Cristiane Dias
 
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológicoTerminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
Cristiane Dias
 
ODONTOLOGIA PARA PACIENTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS
ODONTOLOGIA PARA PACIENTES COM NECESSIDADES ESPECIAISODONTOLOGIA PARA PACIENTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS
ODONTOLOGIA PARA PACIENTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS
Jonathan Cardoso Gomes Rodrigues
 
Apostila anatomia cabeça e pescoço
Apostila anatomia cabeça e pescoçoApostila anatomia cabeça e pescoço
Apostila anatomia cabeça e pescoço
Jonathan Cardoso Gomes Rodrigues
 
Terminologia anatomica
Terminologia anatomicaTerminologia anatomica
Terminologia anatomica
Cristiane Dias
 
Anatomia cabeça e pescoço
Anatomia cabeça e pescoçoAnatomia cabeça e pescoço
Anatomia cabeça e pescoço
rafaellafrguerra
 
Primeiros socorros 2015
Primeiros socorros  2015Primeiros socorros  2015
Primeiros socorros 2015
aluisiobraga
 
Parenteral production
Parenteral productionParenteral production
Parenteral production
Sagar Savale
 
Apostila de primeiros socorros
Apostila de primeiros socorrosApostila de primeiros socorros
Apostila de primeiros socorros
Cristiane Dias
 
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIARESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
Rayssa Mendonça
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
Manuela Cardoso
 
Palestra Primeiros Socorros Básicos
Palestra Primeiros Socorros BásicosPalestra Primeiros Socorros Básicos
Palestra Primeiros Socorros Básicos
Ana Hollanders
 
Noções básicas de anatomia
Noções básicas de anatomiaNoções básicas de anatomia
Noções básicas de anatomia
Maryanne Guimarães
 
ANATOMIA BASICA HUMANA SIST. ESQUELETICO - Prof Germana , Turna A e B
ANATOMIA BASICA HUMANA SIST. ESQUELETICO - Prof Germana , Turna A e BANATOMIA BASICA HUMANA SIST. ESQUELETICO - Prof Germana , Turna A e B
ANATOMIA BASICA HUMANA SIST. ESQUELETICO - Prof Germana , Turna A e B
Daniella Mendes
 
Aula 01 introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...
Aula 01   introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...Aula 01   introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...
Aula 01 introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...
Hamilton Nobrega
 

Destaque (20)

Os elementos-do-processo-de-ensino-aprendizagem-da-sala-de-aula-à-educação-me...
Os elementos-do-processo-de-ensino-aprendizagem-da-sala-de-aula-à-educação-me...Os elementos-do-processo-de-ensino-aprendizagem-da-sala-de-aula-à-educação-me...
Os elementos-do-processo-de-ensino-aprendizagem-da-sala-de-aula-à-educação-me...
 
Apostila primeiros socorros
Apostila primeiros socorrosApostila primeiros socorros
Apostila primeiros socorros
 
Manual de Primeiros Socorros, ministério da saúdee
Manual de Primeiros Socorros, ministério da saúdeeManual de Primeiros Socorros, ministério da saúdee
Manual de Primeiros Socorros, ministério da saúdee
 
Cirurgia Odontológica - apostila
Cirurgia Odontológica - apostilaCirurgia Odontológica - apostila
Cirurgia Odontológica - apostila
 
Fatores que influenciam a qualidade da imagem
Fatores que influenciam a qualidade da imagemFatores que influenciam a qualidade da imagem
Fatores que influenciam a qualidade da imagem
 
Terminologia Radiografica
Terminologia Radiografica Terminologia Radiografica
Terminologia Radiografica
 
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológicoTerminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
 
ODONTOLOGIA PARA PACIENTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS
ODONTOLOGIA PARA PACIENTES COM NECESSIDADES ESPECIAISODONTOLOGIA PARA PACIENTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS
ODONTOLOGIA PARA PACIENTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS
 
Apostila anatomia cabeça e pescoço
Apostila anatomia cabeça e pescoçoApostila anatomia cabeça e pescoço
Apostila anatomia cabeça e pescoço
 
Terminologia anatomica
Terminologia anatomicaTerminologia anatomica
Terminologia anatomica
 
Anatomia cabeça e pescoço
Anatomia cabeça e pescoçoAnatomia cabeça e pescoço
Anatomia cabeça e pescoço
 
Primeiros socorros 2015
Primeiros socorros  2015Primeiros socorros  2015
Primeiros socorros 2015
 
Parenteral production
Parenteral productionParenteral production
Parenteral production
 
Apostila de primeiros socorros
Apostila de primeiros socorrosApostila de primeiros socorros
Apostila de primeiros socorros
 
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIARESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
 
Palestra Primeiros Socorros Básicos
Palestra Primeiros Socorros BásicosPalestra Primeiros Socorros Básicos
Palestra Primeiros Socorros Básicos
 
Noções básicas de anatomia
Noções básicas de anatomiaNoções básicas de anatomia
Noções básicas de anatomia
 
ANATOMIA BASICA HUMANA SIST. ESQUELETICO - Prof Germana , Turna A e B
ANATOMIA BASICA HUMANA SIST. ESQUELETICO - Prof Germana , Turna A e BANATOMIA BASICA HUMANA SIST. ESQUELETICO - Prof Germana , Turna A e B
ANATOMIA BASICA HUMANA SIST. ESQUELETICO - Prof Germana , Turna A e B
 
Aula 01 introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...
Aula 01   introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...Aula 01   introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...
Aula 01 introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...
 

Semelhante a Sismos

O que fazer em caso de sismo 2014 09_24 _ atualizado
O que fazer em caso de sismo 2014 09_24  _ atualizadoO que fazer em caso de sismo 2014 09_24  _ atualizado
O que fazer em caso de sismo 2014 09_24 _ atualizado
Licínia Simões
 
266
266266
A segurança do meu corpo!
A segurança do meu corpo!A segurança do meu corpo!
A segurança do meu corpo!
EB Maceira1
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
Pelo Siro
 
Ciclones
CiclonesCiclones
Ciclones
miguelpim
 
Incêndio em Casa
Incêndio em CasaIncêndio em Casa
Incêndio em Casa
Gonçalo Silva
 
Inundacoes aut
Inundacoes autInundacoes aut
Inundacoes aut
becastanheiradepera
 
Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais
Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturaisCataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais
Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais
SummitLighthouse
 
Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais
Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturaisCataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais
Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais
FernandaPolicarpo
 
Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais
Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturaisCataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais
Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais
SummitLighthouse
 
Incendios casa adulto
Incendios casa adultoIncendios casa adulto
Incendios casa adulto
becastanheiradepera
 
Conhecendoofogo
ConhecendoofogoConhecendoofogo
Conhecendoofogo
Michelly Abdalla Farah
 
Catástrofes naturais
Catástrofes naturais Catástrofes naturais
Catástrofes naturais
8Egrupo3
 
Incêndios florestais
Incêndios florestaisIncêndios florestais
Incêndios florestais
Rui Andrade
 
Catástrofes naturais
Catástrofes naturaisCatástrofes naturais
Catástrofes naturais
Escola E.B.2,3 de Jovim Gondomar
 
Inundações
InundaçõesInundações
Inundações
nenhuma
 
O Que Fazer Em Caso De IncêNdio Em
O Que Fazer Em Caso De IncêNdio EmO Que Fazer Em Caso De IncêNdio Em
O Que Fazer Em Caso De IncêNdio Em
sibfv
 

Semelhante a Sismos (17)

O que fazer em caso de sismo 2014 09_24 _ atualizado
O que fazer em caso de sismo 2014 09_24  _ atualizadoO que fazer em caso de sismo 2014 09_24  _ atualizado
O que fazer em caso de sismo 2014 09_24 _ atualizado
 
266
266266
266
 
A segurança do meu corpo!
A segurança do meu corpo!A segurança do meu corpo!
A segurança do meu corpo!
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Ciclones
CiclonesCiclones
Ciclones
 
Incêndio em Casa
Incêndio em CasaIncêndio em Casa
Incêndio em Casa
 
Inundacoes aut
Inundacoes autInundacoes aut
Inundacoes aut
 
Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais
Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturaisCataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais
Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais
 
Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais
Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturaisCataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais
Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais
 
Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais
Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturaisCataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais
Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais
 
Incendios casa adulto
Incendios casa adultoIncendios casa adulto
Incendios casa adulto
 
Conhecendoofogo
ConhecendoofogoConhecendoofogo
Conhecendoofogo
 
Catástrofes naturais
Catástrofes naturais Catástrofes naturais
Catástrofes naturais
 
Incêndios florestais
Incêndios florestaisIncêndios florestais
Incêndios florestais
 
Catástrofes naturais
Catástrofes naturaisCatástrofes naturais
Catástrofes naturais
 
Inundações
InundaçõesInundações
Inundações
 
O Que Fazer Em Caso De IncêNdio Em
O Que Fazer Em Caso De IncêNdio EmO Que Fazer Em Caso De IncêNdio Em
O Que Fazer Em Caso De IncêNdio Em
 

Último

Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 

Sismos

  • 3. 3 SISMOS Estás preparado? Os sismos consistem em abalos da crosta terrestre. São muito frequentes em Portugal mas a maioria não é sentida pelas pessoas. Apesar de não os podemos prever ou impedir tu podes proteger-te. Prepara-te desde já. Segue as nossas RECOMENDAÇÕES e treina-as com os teus familiares e amigos.
  • 4. 4 COLABORA … a protecção começa em ti e na tua casa.
  • 5. 5 DURANTE O SISMO • Vai para um lugar seguro … RÁPIDO. Protege-te: - debaixo de uma mesa pesada ou da cama; - nos cantos das salas ou vãos de portas; - ajoelha-te. Cobre a cara e a cabeça com as mãos.
  • 6. 6 Afasta-te de: • vidros; • janelas; • objectos que possam cair; • elevadores e escadas; • o meio das salas.
  • 7. 7 NA RUA Vai para um local aberto. • Afasta-te de: - postes de electricidade; - árvores; - candeeiros; - edifícios e muros. - Caso estejas no rés-do-chão, e se a rua for larga (mais larga do que a altura dos prédios), sai rapidamente e vai para o meio da rua.
  • 8. 8 LOCAIS COM MUITAS PESSOAS (ex.: cinema e centro comercial) • Não corras para a saída. Todos têm tendência a correr, o que está errado porque podem magoar-se. • Vai para um lugar seguro, rapidamente. Não saias de lá antes do sismo terminar.
  • 9. 9 LOGO APÓS O SISMO • Corta imediatamente o gás, electricidade e água porque pode haver fugas. • Utiliza a lanterna a pilhas. Não acendas velas, fósforos ou isqueiros. Não ligues nem desligues interruptores.
  • 10. 10 LOGO APÓS O SISMO • Fica afastado de fios eléctricos soltos e não toques nos objectos metálicos que estejam em contacto com eles. • Não andes descalço porque podes magoar-te. • A seguir ao primeiro abalo sísmico pode haver queda de objectos, devido a outros abalos de menor intensidade (réplicas). Fica atento e: - protege a cabeça e a cara. Usa um casaco, manta ou capacete; - afasta-te da praia, margens do rio ou do mar. Pode haver uma onda gigante (tsunamitsunami ou maremoto).
  • 12. 12 • Cumpre as recomendações transmitidas pela rádio. • Os sismos dão-se sem aviso, por isso tens que ser SUPER RÁPIDO a agir! • Aprende a proteger-te e tudo será mais fácil. • Eles duram poucos segundos, mas podem ser muito assustadores! • Contar até 50 em voz alta ajuda-te a ficar calmo.
  • 13. 13 SE VIVES NUMA ZONA SÍSMICA … O QUE FAZER ! • Aprende a desligar a água, o gás e a electricidade. • Coloca os objectos mais pesados nas prateleiras mais baixas das estantes. • Não deixe os brinquedos espalhados nos corredores e saídas. • Cuidado com os vidros! Não coloques a cama junto de janelas.
  • 14. 14 SE VIVES NUMA ZONA SÍSMICA … O QUE FAZER ! • Em casa tem sempre à mão rádio e lanterna, com pilhas de reserva, e uma caixinha de primeiros socorros. • Diz aos teus familiares para terem em casa: - um extintor; - os medicamentos mais necessários; - reservas de água e comida (enlatada e embalada).
  • 15. 15 Não ocupes o telefone, excepto em caso de emergência.
  • 16. 16
  • 17. 17 Ministério da Administração Interna Para mais informações consulte a internet em: www.snbpc.pt PREVENIR ->PLANEAR ->SOCORRER Avenida do Forte em Carnaxide – 2794 – 112 Carnaxide Tel.: 21 424 7100 Fax: 21 424 7180 E-mail: snbpc@ snbpc.pt Serviço Nacional de Bombeiros e Protecção Civil
  • 19. 19 SISMOS AUTOPROTECÇÃO • O sismo é um fenómeno natural, resultante de uma vibração mais ou menos violenta da crosta terrestre. Apesar de não se poder impedir ou prever os seus efeitos podem ser minimizados com comportamentos adequados. Manter a calma e saber agir pode marcar a diferença.
  • 20. 20 Siga as medidas de autoprotecção contidas neste documento e divulgue-as.
  • 21. 21 Antes • Liberte as saídas e os corredores de móveis e outros objectos. • Fixe as estantes ou móveis pesados, as garrafas de gás, os vasos e floreiras às paredes de sua casa. • Coloque os objectos mais pesados nas prateleiras mais baixas das estantes. PREPARE A SUA CASA
  • 22. 22 Antes • Não localize as camas perto de janelas ou debaixo de candeeiros. Cuidado com os vidros! • Tenha um extintor em casa. Aprenda a usá-lo e faça a revisão periódica. PREPARE A SUA CASA
  • 23. 23 PLANO DE PROTECÇÃO Os adultos e as crianças devem dialogar sobre o que fazer se ocorrer um sismo. Ensine às crianças como desligar a electricidade, a água e o gás.
  • 24. 24 EM CASA OU NUM EDIFÍCIO Locais mais SEGUROS • Vãos de portas, de preferência em paredes mestras. • Cantos das salas. • Debaixo de mesas, camas ou outras superfícies resistentes.
  • 25. 25 Locais mais PERIGOSOS • Elevadores. • Junto a janelas, espelhos e chaminés. • No meio das salas. • Saídas.
  • 26. 26 Tenha sempre à mão um estojo de emergência • Rádio a pilhas. • Lanterna a pilhas. • Pilhas de reserva • Estojo de primeiros socorros. • Medicamentos essenciais. • Agasalhos. Tenha sempre armazenados água e alimentos enlatados para 2 ou 3 dias.
  • 27. 27 Durante Mantenha a CALMA! Em casa ou num edifício Dirija-se para um local seguro e mantenha-se afastado de janelas, espelhos, chaminés e outros objectos que possam cair. Ajoelhe-se e proteja a cabeça e os olhos com as mãos. Não se precipite para as saídas se estiver num andar superior do edifício. As escadas podem ficar congestionadas. Nunca utilize os elevadores.
  • 28. 28 • Se estiver na rua mantenha-se afastado dos edifícios altos, postes de electricidade e outros objectos que possam cair. Dirija-se para um local aberto. • Se for a conduzir pare o veículo, longe de edifícios, muros, encostas, postes e cabos de alta tensão, e permaneça dentro dele.
  • 29. 29 • Mantenha a CALMA mas conte com a ocorrência de possíveis réplicas. • Não acenda fósforos nem isqueiros, pois pode haver fugas de gás. Nos primeiros minutos após o sismo
  • 30. 30 • Corte imediatamente o gás, a electricidade e a água. • Observe se a sua casa sofreu danos graves. Saia imediatamente se não for segura. Nunca utilize os elevadores. • Cuidado com vidros partidos ou cabos de electricidade. Não toque em objectos metálicos que estejam em contacto com fios eléctricos.
  • 31. 31 • Evite ferimentos protegendo-se com roupa adequada. Vista as calças, camisa de mangas compridas e calce sapatos fortes. • Observe se há pequenos incêndios e extinga-os. • Limpe urgentemente o derrame de tintas, pesticidas e outras substâncias perigosas e inflamáveis.
  • 32. 32 • Afaste-se das praias. Depois de um sismo pode ocorrer um tsunamitsunami (onda gigante). • Solte os animais, eles tratam de si próprios. • Se estiver na rua, não vá para casa. • Se houver feridos, ajude-os, se souber. Mas cuidado, não remova feridos com fracturas, a não ser que haja perigo de incêndio, inundação ou derrocada. Peça ajuda.
  • 33. 33 • Ligue o rádio e fique atento às instruções difundidas. • Não utilize o telefone, excepto em caso de extrema urgência (feridos graves fugas de gás ou incêndios). TENHA EM LOCAL ACESSÍVEL OS NÚMEROS DE TELEFONE DOS SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA.
  • 36. 36 Ministério da Administração Interna Para mais informações consulte a internet em: www.snbpc.pt PREVENIR ->PLANEAR ->SOCORRER Avenida do Forte em Carnaxide – 2794 – 112 Carnaxide Tel.: 21 424 7100 Fax: 21 424 7180 E-mail: snbpc@ snbpc.pt Serviço Nacional de Bombeiros e Protecção Civil