SlideShare uma empresa Scribd logo
TEMA

Compreender a Terra 7

2
Compreender a Terra 7
Sismo
Movimento brusco local,
da crusta terrestre ao
longo de uma falha.

Ondas
sísmicas
Súbita libertação de energia
dá lugar a vibrações que se
propagam segundo ondas.
Epicentro

Hipocentro
Falha
Abalos premonitórios

Réplicas

Sismo de menor
intensidade que antecede
o sismo principal.

Sismo de menor intensidade
que precede o sismo
principal.
Tsunami ou maremoto
Quando os epicentros se localizam no oceano, a energia
sísmica libertada transmite-se à água e provoca movimentos
anormais, dando origem a enormes vagas,
verdadeiramente devastadoras.
Exemplos de sismos naturais
• Ruptura das rochas em falhas ativas;
• Fenómenos de vulcanismo provocados por movimentos
bruscos durante a ascensão do magma na formação de
caldeiras;
• Abatimento de cavidades da crusta terrestre.
Exemplos de sismos artificiais
• Enchimento de uma barragem,
• Explosões artificiais em pedreiras e colapsos em minas.
Sismógrafos e sismograma
Os sismógrafos são usados para o estudo dos sismos. Estes
instrumentos registam, com precisão, os movimentos do
solo e, consequentemente, a ocorrência de ondas sísmicas,
traçando um gráfico que se designa por sismograma.
Isossistas
Curvas de igual
intensidade sísmica.

Carta de isossistas
Carta topográfica, onde
se encontram
representadas as isossistas
de um dado sismo.
Escala de intensidades de
Mercalli
• A avaliação do efeito do sismo é em
função da quantidade e gravidade dos
estragos por ele causados sobre as
construções e a paisagem.
• A vantagem do uso de uma escala tão
subjetiva tem a ver com o facto de permitir
avaliar a intensidade de um sismo com
meios muito simples e económicos, sem
o recurso a qualquer instrumento.
Escala de
intensidades
de Mercalli
Escala de magnitudes de Richter
• Permite avaliar a energia libertada no
foco, durante um sismo, a partir de cálculos
baseados no registo efetuado pelos
sismógrafos.
• É uma escala aberta, mais exacta do que
a escala de intensidades, já que esta
determinação é efetuada por cálculos
matemáticos, a partir dos sismogramas.
• É mais objetiva, pois é independente dos
observadores e do local de observação.
Exemplos de riscos diretos
• Destruição de:
• edifícios;
• pontes;
• infraestruturas;
• linhas de comunicação.
• Desmoronamento de terras
• Liquefação de terrenos
• Tsunamis
• Perda de vidas humanas
Exemplos de riscos indiretos
• Propagação de incêndios
• Doenças
O risco sísmico encontra-se associado à:
• localização, em termos tectónicos, da região;
• vulnerabilidade da região;
• litologia da região.
Medidas de prevenção :
• Construção antissísmica ou parassísmica
• Barreiras anti-tsunami
• Melhor planeamento urbano
Compreender a Terra 7

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sismos
SismosSismos
Sismos
Tânia Reis
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
s1lv1alouro
 
Atividade sísmica; riscos e proteções para sismos- Ciências 7ºano
Atividade sísmica; riscos e proteções para sismos- Ciências 7ºanoAtividade sísmica; riscos e proteções para sismos- Ciências 7ºano
Atividade sísmica; riscos e proteções para sismos- Ciências 7ºano
Mafaldacmm
 
Atividade sísmica
Atividade sísmicaAtividade sísmica
Atividade sísmica
Ana Beatriz Gonçalves
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
SismosSismos
VII - SISMOLOGIA
VII - SISMOLOGIAVII - SISMOLOGIA
VII - SISMOLOGIA
sandranascimento
 
Sismos
SismosSismos
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
Catir
 
Atividade sismica
Atividade sismicaAtividade sismica
Atividade sísmica
Atividade sísmicaAtividade sísmica
Atividade sísmica
acatarina82
 
Sismos e Maremotos
Sismos e MaremotosSismos e Maremotos
Sismos e Maremotos
TCHOKAN
 
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
Tânia Reis
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
Sismos Sismos
Sismos
TCHOKAN
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
Isabel Lopes
 
Ciências naturais 7 sismologia
Ciências naturais 7   sismologiaCiências naturais 7   sismologia
Ciências naturais 7 sismologia
Nuno Correia
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
luis costa
 
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
Sérgio Luiz
 
Sismos
SismosSismos

Mais procurados (20)

Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Atividade sísmica; riscos e proteções para sismos- Ciências 7ºano
Atividade sísmica; riscos e proteções para sismos- Ciências 7ºanoAtividade sísmica; riscos e proteções para sismos- Ciências 7ºano
Atividade sísmica; riscos e proteções para sismos- Ciências 7ºano
 
Atividade sísmica
Atividade sísmicaAtividade sísmica
Atividade sísmica
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
VII - SISMOLOGIA
VII - SISMOLOGIAVII - SISMOLOGIA
VII - SISMOLOGIA
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
 
Atividade sismica
Atividade sismicaAtividade sismica
Atividade sismica
 
Atividade sísmica
Atividade sísmicaAtividade sísmica
Atividade sísmica
 
Sismos e Maremotos
Sismos e MaremotosSismos e Maremotos
Sismos e Maremotos
 
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Sismos
Sismos Sismos
Sismos
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Ciências naturais 7 sismologia
Ciências naturais 7   sismologiaCiências naturais 7   sismologia
Ciências naturais 7 sismologia
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 

Semelhante a Consequencias dinamica interna_2

ae_mt7_ppt_sismos.pptxgggggggggggggggggggggg
ae_mt7_ppt_sismos.pptxggggggggggggggggggggggae_mt7_ppt_sismos.pptxgggggggggggggggggggggg
ae_mt7_ppt_sismos.pptxgggggggggggggggggggggg
mariagrave
 
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
tyara1
 
Aula sobreTerremoto David Ferreira
Aula sobreTerremoto David FerreiraAula sobreTerremoto David Ferreira
Aula sobreTerremoto David Ferreira
dlmc01
 
Módulo 3-estrutura-da-terra
Módulo 3-estrutura-da-terraMódulo 3-estrutura-da-terra
Módulo 3-estrutura-da-terra
Rigo Rodrigues
 
Sismos e erupções vulcânicas daniela 7º e
Sismos e erupções vulcânicas   daniela 7º eSismos e erupções vulcânicas   daniela 7º e
Sismos e erupções vulcânicas daniela 7º e
protecaocivil
 
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
MINEDU
 
Dinâmica Interna da Terra - Ciências 7º ano
Dinâmica Interna da Terra - Ciências 7º anoDinâmica Interna da Terra - Ciências 7º ano
Dinâmica Interna da Terra - Ciências 7º ano
Catarina Sousa
 
7 sismologia
7  sismologia7  sismologia
7 sismologia
bgprof
 
at7_ppt_unid9_sismosciencias naturais .pptx
at7_ppt_unid9_sismosciencias naturais .pptxat7_ppt_unid9_sismosciencias naturais .pptx
at7_ppt_unid9_sismosciencias naturais .pptx
martamartins810903
 
Terremotos 1 A
Terremotos 1 ATerremotos 1 A
Traabalho filipe plácido
Traabalho filipe plácidoTraabalho filipe plácido
Traabalho filipe plácido
protecaocivil
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
estudabem
 
Cap6 sismologia
Cap6 sismologiaCap6 sismologia
Cap6 sismologia
pabloChavezpoma
 
Iii 03 - Sismologia
Iii 03 - SismologiaIii 03 - Sismologia
Iii 03 - Sismologia
essg
 
Actividade sísmica
Actividade sísmicaActividade sísmica
Actividade sísmica
7F
 
CN: Actividade Sísmica
CN: Actividade SísmicaCN: Actividade Sísmica
CN: Actividade Sísmica
7F
 
Riscos e catástrofes naturais 2
Riscos e catástrofes naturais 2Riscos e catástrofes naturais 2
Riscos e catástrofes naturais 2
Maria João Carlos
 
Sismologia — Ciência dos Terremotos, onde, como e por quê? (2)
Sismologia — Ciência dos Terremotos, onde, como e por quê? (2)Sismologia — Ciência dos Terremotos, onde, como e por quê? (2)
Sismologia — Ciência dos Terremotos, onde, como e por quê? (2)
Grupo de Geofísica Computacional, UNICAMP
 
Sismologia
Sismologia Sismologia
Sismologia
Rita Pereira
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
luis costa
 

Semelhante a Consequencias dinamica interna_2 (20)

ae_mt7_ppt_sismos.pptxgggggggggggggggggggggg
ae_mt7_ppt_sismos.pptxggggggggggggggggggggggae_mt7_ppt_sismos.pptxgggggggggggggggggggggg
ae_mt7_ppt_sismos.pptxgggggggggggggggggggggg
 
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
 
Aula sobreTerremoto David Ferreira
Aula sobreTerremoto David FerreiraAula sobreTerremoto David Ferreira
Aula sobreTerremoto David Ferreira
 
Módulo 3-estrutura-da-terra
Módulo 3-estrutura-da-terraMódulo 3-estrutura-da-terra
Módulo 3-estrutura-da-terra
 
Sismos e erupções vulcânicas daniela 7º e
Sismos e erupções vulcânicas   daniela 7º eSismos e erupções vulcânicas   daniela 7º e
Sismos e erupções vulcânicas daniela 7º e
 
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
 
Dinâmica Interna da Terra - Ciências 7º ano
Dinâmica Interna da Terra - Ciências 7º anoDinâmica Interna da Terra - Ciências 7º ano
Dinâmica Interna da Terra - Ciências 7º ano
 
7 sismologia
7  sismologia7  sismologia
7 sismologia
 
at7_ppt_unid9_sismosciencias naturais .pptx
at7_ppt_unid9_sismosciencias naturais .pptxat7_ppt_unid9_sismosciencias naturais .pptx
at7_ppt_unid9_sismosciencias naturais .pptx
 
Terremotos 1 A
Terremotos 1 ATerremotos 1 A
Terremotos 1 A
 
Traabalho filipe plácido
Traabalho filipe plácidoTraabalho filipe plácido
Traabalho filipe plácido
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Cap6 sismologia
Cap6 sismologiaCap6 sismologia
Cap6 sismologia
 
Iii 03 - Sismologia
Iii 03 - SismologiaIii 03 - Sismologia
Iii 03 - Sismologia
 
Actividade sísmica
Actividade sísmicaActividade sísmica
Actividade sísmica
 
CN: Actividade Sísmica
CN: Actividade SísmicaCN: Actividade Sísmica
CN: Actividade Sísmica
 
Riscos e catástrofes naturais 2
Riscos e catástrofes naturais 2Riscos e catástrofes naturais 2
Riscos e catástrofes naturais 2
 
Sismologia — Ciência dos Terremotos, onde, como e por quê? (2)
Sismologia — Ciência dos Terremotos, onde, como e por quê? (2)Sismologia — Ciência dos Terremotos, onde, como e por quê? (2)
Sismologia — Ciência dos Terremotos, onde, como e por quê? (2)
 
Sismologia
Sismologia Sismologia
Sismologia
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 

Mais de Pelo Siro

1195593414 substancias quimicas
1195593414 substancias quimicas1195593414 substancias quimicas
1195593414 substancias quimicas
Pelo Siro
 
11955889 121.derrames 1
11955889 121.derrames 111955889 121.derrames 1
11955889 121.derrames 1
Pelo Siro
 
1196259117 primeiros socorros
1196259117 primeiros socorros1196259117 primeiros socorros
1196259117 primeiros socorros
Pelo Siro
 
1199995673 riscos profissionais
1199995673 riscos profissionais1199995673 riscos profissionais
1199995673 riscos profissionais
Pelo Siro
 
119625756 motsser2
119625756 motsser2119625756 motsser2
119625756 motsser2
Pelo Siro
 
119999888 revisoes
119999888 revisoes119999888 revisoes
119999888 revisoes
Pelo Siro
 
119558341 123.avaliacao de_riscos
119558341 123.avaliacao de_riscos119558341 123.avaliacao de_riscos
119558341 123.avaliacao de_riscos
Pelo Siro
 
2146
21462146
2146
Pelo Siro
 
2079
20792079
2079
Pelo Siro
 
2080
20802080
2080
Pelo Siro
 
2064
20642064
2064
Pelo Siro
 
2061
20612061
2061
Pelo Siro
 
2060
20602060
2060
Pelo Siro
 
2032
20322032
2032
Pelo Siro
 
2031
20312031
2031
Pelo Siro
 
2019
20192019
2019
Pelo Siro
 
2018
20182018
2018
Pelo Siro
 
2017
20172017
2017
Pelo Siro
 
2015
20152015
2015
Pelo Siro
 
2014
20142014
2014
Pelo Siro
 

Mais de Pelo Siro (20)

1195593414 substancias quimicas
1195593414 substancias quimicas1195593414 substancias quimicas
1195593414 substancias quimicas
 
11955889 121.derrames 1
11955889 121.derrames 111955889 121.derrames 1
11955889 121.derrames 1
 
1196259117 primeiros socorros
1196259117 primeiros socorros1196259117 primeiros socorros
1196259117 primeiros socorros
 
1199995673 riscos profissionais
1199995673 riscos profissionais1199995673 riscos profissionais
1199995673 riscos profissionais
 
119625756 motsser2
119625756 motsser2119625756 motsser2
119625756 motsser2
 
119999888 revisoes
119999888 revisoes119999888 revisoes
119999888 revisoes
 
119558341 123.avaliacao de_riscos
119558341 123.avaliacao de_riscos119558341 123.avaliacao de_riscos
119558341 123.avaliacao de_riscos
 
2146
21462146
2146
 
2079
20792079
2079
 
2080
20802080
2080
 
2064
20642064
2064
 
2061
20612061
2061
 
2060
20602060
2060
 
2032
20322032
2032
 
2031
20312031
2031
 
2019
20192019
2019
 
2018
20182018
2018
 
2017
20172017
2017
 
2015
20152015
2015
 
2014
20142014
2014
 

Consequencias dinamica interna_2

  • 3. Sismo Movimento brusco local, da crusta terrestre ao longo de uma falha. Ondas sísmicas Súbita libertação de energia dá lugar a vibrações que se propagam segundo ondas.
  • 5. Abalos premonitórios Réplicas Sismo de menor intensidade que antecede o sismo principal. Sismo de menor intensidade que precede o sismo principal.
  • 6. Tsunami ou maremoto Quando os epicentros se localizam no oceano, a energia sísmica libertada transmite-se à água e provoca movimentos anormais, dando origem a enormes vagas, verdadeiramente devastadoras.
  • 7. Exemplos de sismos naturais • Ruptura das rochas em falhas ativas; • Fenómenos de vulcanismo provocados por movimentos bruscos durante a ascensão do magma na formação de caldeiras; • Abatimento de cavidades da crusta terrestre.
  • 8. Exemplos de sismos artificiais • Enchimento de uma barragem, • Explosões artificiais em pedreiras e colapsos em minas.
  • 9. Sismógrafos e sismograma Os sismógrafos são usados para o estudo dos sismos. Estes instrumentos registam, com precisão, os movimentos do solo e, consequentemente, a ocorrência de ondas sísmicas, traçando um gráfico que se designa por sismograma.
  • 10. Isossistas Curvas de igual intensidade sísmica. Carta de isossistas Carta topográfica, onde se encontram representadas as isossistas de um dado sismo.
  • 11. Escala de intensidades de Mercalli • A avaliação do efeito do sismo é em função da quantidade e gravidade dos estragos por ele causados sobre as construções e a paisagem. • A vantagem do uso de uma escala tão subjetiva tem a ver com o facto de permitir avaliar a intensidade de um sismo com meios muito simples e económicos, sem o recurso a qualquer instrumento.
  • 13. Escala de magnitudes de Richter • Permite avaliar a energia libertada no foco, durante um sismo, a partir de cálculos baseados no registo efetuado pelos sismógrafos. • É uma escala aberta, mais exacta do que a escala de intensidades, já que esta determinação é efetuada por cálculos matemáticos, a partir dos sismogramas. • É mais objetiva, pois é independente dos observadores e do local de observação.
  • 14.
  • 15. Exemplos de riscos diretos • Destruição de: • edifícios; • pontes; • infraestruturas; • linhas de comunicação. • Desmoronamento de terras • Liquefação de terrenos • Tsunamis • Perda de vidas humanas
  • 16. Exemplos de riscos indiretos • Propagação de incêndios • Doenças
  • 17. O risco sísmico encontra-se associado à: • localização, em termos tectónicos, da região; • vulnerabilidade da região; • litologia da região.
  • 18. Medidas de prevenção : • Construção antissísmica ou parassísmica • Barreiras anti-tsunami • Melhor planeamento urbano
  • 19.