SlideShare uma empresa Scribd logo
Profª. Nathaly Caldas
Para relembrar...
O Romantismo no Brasil foi um movimento
literário iniciado com a publicação de “Suspiros
Poéticos e Saudades”, de Gonçalves de
Magalhães em 1836.
A Revolução Francesa de 1799 que chacoalhou
a Europa trouxe consigo os ideais de igualdade,
liberdade e fraternidade, mas trouxe também
a ascensão da burguesia com seus anseios de
ser legitimada, a criação da imprensa e o
liberalismo econômico.
E é em meio a tantas mudanças políticas e
sociais que surge o Romantismo em oposição
ao Arcadismo e ao Neoclassicismo anteriores,
respondendo aos interesses culturais da
burguesia, que desejava se sentir representada
também nesse aspecto.
FO NTE: https://www.todoestudo.com.br/literatura/romantismo-no-brasil
Características do Romantismo no Brasil
Visão teocêntrica
Visão idealizada do amor
Culto à natureza
Subjetividade
Patriotismo
Individualismo
Pessimismo
Escapismo
OBS: os textos escritos em prosa estavam muito distantes desse tipo de narrativa.
Cronologicamente, o primeiro romance brasileiro foi O filho do pescador (1843), de
Teixeira e Sousa. Essa obra, no entanto, tem apenas valor histórico.
Prosa Romântica no Brasil
Os romances em prosa que começaram a ser produzidos no Brasil buscaram retratar e
se identificar com seu público leitor: a burguesia feminina que estava presente
principalmente nos grandes centros.
Essas publicações, antes de se
formatarem em livros, foram
publicadas nos jornais da época,
capítulo a capítulo. O primeiro
romance brasileiro é a Moreninha, de
Joaquim Manuel Macedo, publicado
em 1844.
É importante lembrar que diferente da poesia romântica que se divide em gerações,
a prosa se divide em núcleos temáticos. São eles: romance indianista, romance
urbano, histórico e regionalista.
Indianista: o protagonista é o índio herói e o
passado nacional é retratado de modo
idealizado.
Romance social-urbano: nessas obras o
cenário são as cidades e os costumes e dilemas
burgueses são retratados.
Romance histórico: o foco desse núcleo
temático é retratar o passado histórico do
Brasil, podendo possuir características da
prosa indianista.
Prosa regionalista: as paisagens, bem como os
costumes e valores regionais das mais distintas
regiões do Brasil, são o foco na prosa
regionalista.
Entre os autores mais importantes da prosa
romântica no Brasil estão José de Alencar,
Joaquim Manuel de Macedo, Bernardo
Guimarães e Visconde de Taunay.
Núcleos temáticos
PROSA ROMÂNTICA NO BRASIL
• Consumida pela burguesia
• Romances publicados em folhetins
• Gêneros: indianista, histórico, urbano, regionalista
Autores e Obras do Romantismo
Joaquim Manuel de Macedo: nasceu e morreu no Rio de
Janeiro (1820-1882). Entre suas principais obras estão: O
moço loiro e A moreninha.
Esta última apresenta todo esquema e desenvolvimento
dos romances românticos iniciais: descrição de costumes
da sociedade carioca, suas festas, tradições e ambientes
típicos; caráter documental; estilo fluente e leve;
linguagem simples; tramas fáceis; pequenas intrigas de
amor e mistério; final feliz, com a vitória do amor.
Com esta receita, Macedo consegue ser o autor mais lido do Brasil nas décadas de 40 e
50.
– Obra:
Romance: A Moreninha (1844); O Moço Loiro (1845); Os Dois Amores (1848); A luneta
mágica (1869).
Teatro: O cego (1849) – drama; O fantasma branco (1856); O primo da
Califórnia (1858).
https://www.youtube.com/watch?v=lsxSN1g7PQY
• Visconde de Taunay: nasceu e morreu no Rio
de Janeiro (1843-1899). Na Guerra do Paraguai
participou da Expedição de Mato Grosso, cuja
retirada narrou em A retirada da Laguna.
Escreveu ainda Inocência, romance localizado
no sertão mato-grossense, que retrata uma
época caracterizada pela força opressiva dos
pais, negando aos filhos o direito de escolher o
cônjuge.
Autores e Obras do Romantismo
Análise profunda da obra no
link:
https://www.youtube.com/w
atch?v=4qeG3oy4wmE
- Romance urbano ou social: Cinco Minutos (1856) , A Viuvinha (1860), Lucíola (1862), Diva
(1864),A pata da gazela (1870); Sonhos d’ouro (1872); Senhora (1875); Encarnação (1893).
– Romance regionalista: O gaúcho (1870); O tronco de ipê (1871); Til (1872); O
sertanejo (1875).
– Romance histórico: As minas de prata (1865); Guerra dos mascates (1873).
– Romance indianista: O guarani (1857); Iracema (1865); Ubirajara (1874).
Autores e Obras do Romantismo
Sempre muito lembrado em concursos e vestibulares,
José de Alencar é um dos principais representantes do
Romantismo brasileiro.
O cearense, que além de escritor foi jornalista e
político, possui obras que pertencem aos quatro estilos
desse movimento literário.
É bastante característico da prosa de Alencar a
preocupação em retratar o povo brasileiro em seus
costumes e tradições, com alguma profundidade
psicológica em suas personagens fazendo desses
aspectos seus principais atributos.
https://www.youtube.com/watch?v=RLAczk5qzEE
Filme "Senhora" - 1976
Bernardo Guimarães (1825 – 1884)
Bernardo Guimarães é conhecido por seus
romances regionalistas. De fato, o autor iniciou
esse estilo com a publicação de “O ermitão de
Muquém”, em 1868.
No entanto, sua obra mais famosa é “A
escrava Isaura” de 1875, romance que se
consagrou durante a campanha abolicionista
no país que viria assinar a Lei Áurea em 1888.
Em suas obras, esse autor mineiro de Ouro
Preto (MG), cidade onde viveu parte de sua
juventude, nos apresenta enormes riquezas de
detalhes sobre o interior de Minas Gerais e
também de Goiás, estado em que chegou a ser
juiz municipal.
Autores e Obras do Romantismo
A Escrava Isaura - Capitulo 01
https://www.youtube.com/watch?v=MI
PEdLcQpQ8&list=PLeOnZXYbavuMU7_B
QpDg42UtSCg_pThDI
MAPA MENTAL - RECAPITULANDO
https://www.youtube.com/watch?v=HoaCn9VnY2w
VIDEO-AULA
Romantismo Brasil - Prosa [Prof. Noslen]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Humanismo - Literatura
Humanismo - LiteraturaHumanismo - Literatura
Humanismo - Literatura
Andriane Cursino
 
2ª geração modenista (POESIA)
2ª geração modenista (POESIA)2ª geração modenista (POESIA)
2ª geração modenista (POESIA)
Nathaly Caldas Costa
 
Arcadismo no Brasil
Arcadismo no BrasilArcadismo no Brasil
Arcadismo no Brasil
Bruna Wagner
 
Gêneros literários
Gêneros literáriosGêneros literários
Gêneros literários
Carolina Loçasso Pereira
 
LITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIAS
LITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIASLITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIAS
LITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIAS
Amelia Barros
 
Introdução à literatura
Introdução à literaturaIntrodução à literatura
Introdução à literatura
Andriane Cursino
 
Arcadismo no Brasil
Arcadismo no BrasilArcadismo no Brasil
Arcadismo no Brasil
Rayane Anchieta
 
Classicismo
ClassicismoClassicismo
Romantismo No Brasil
Romantismo No BrasilRomantismo No Brasil
Romantismo No Brasil
martinsramon
 
Romantismo - As 3 gerações - Resumo Completo
Romantismo - As 3 gerações - Resumo CompletoRomantismo - As 3 gerações - Resumo Completo
Romantismo - As 3 gerações - Resumo Completo
Faell Vasconcelos
 
Romantismo no Brasil(trabalho 2ºano)
Romantismo no Brasil(trabalho 2ºano)Romantismo no Brasil(trabalho 2ºano)
Romantismo no Brasil(trabalho 2ºano)
FOLHA NAZA
 
Modernismo brasileiro 1ª geração
Modernismo brasileiro 1ª geraçãoModernismo brasileiro 1ª geração
Modernismo brasileiro 1ª geração
Carolina Loçasso Pereira
 
Seminário fanfic
Seminário   fanficSeminário   fanfic
Seminário fanfic
Felipe Sant'anna
 
Literatura revisão
Literatura   revisãoLiteratura   revisão
Literatura revisão
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Literatura brasileira
Literatura brasileiraLiteratura brasileira
Literatura brasileira
Fernando Henning
 
Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)
Josie Ubiali
 
A forma artística e alguns conceitos de literatura
A forma artística e alguns conceitos de literaturaA forma artística e alguns conceitos de literatura
A forma artística e alguns conceitos de literatura
Márcio Hilário
 
Primeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismoPrimeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismo
Victor Said
 
Romantismo no Brasil - 1ª geração
Romantismo no Brasil - 1ª geraçãoRomantismo no Brasil - 1ª geração
Romantismo no Brasil - 1ª geração
Quezia Neves
 
Iracema - José de Alencar
Iracema - José de AlencarIracema - José de Alencar
Iracema - José de Alencar
Cláudia Heloísa
 

Mais procurados (20)

Humanismo - Literatura
Humanismo - LiteraturaHumanismo - Literatura
Humanismo - Literatura
 
2ª geração modenista (POESIA)
2ª geração modenista (POESIA)2ª geração modenista (POESIA)
2ª geração modenista (POESIA)
 
Arcadismo no Brasil
Arcadismo no BrasilArcadismo no Brasil
Arcadismo no Brasil
 
Gêneros literários
Gêneros literáriosGêneros literários
Gêneros literários
 
LITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIAS
LITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIASLITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIAS
LITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIAS
 
Introdução à literatura
Introdução à literaturaIntrodução à literatura
Introdução à literatura
 
Arcadismo no Brasil
Arcadismo no BrasilArcadismo no Brasil
Arcadismo no Brasil
 
Classicismo
ClassicismoClassicismo
Classicismo
 
Romantismo No Brasil
Romantismo No BrasilRomantismo No Brasil
Romantismo No Brasil
 
Romantismo - As 3 gerações - Resumo Completo
Romantismo - As 3 gerações - Resumo CompletoRomantismo - As 3 gerações - Resumo Completo
Romantismo - As 3 gerações - Resumo Completo
 
Romantismo no Brasil(trabalho 2ºano)
Romantismo no Brasil(trabalho 2ºano)Romantismo no Brasil(trabalho 2ºano)
Romantismo no Brasil(trabalho 2ºano)
 
Modernismo brasileiro 1ª geração
Modernismo brasileiro 1ª geraçãoModernismo brasileiro 1ª geração
Modernismo brasileiro 1ª geração
 
Seminário fanfic
Seminário   fanficSeminário   fanfic
Seminário fanfic
 
Literatura revisão
Literatura   revisãoLiteratura   revisão
Literatura revisão
 
Literatura brasileira
Literatura brasileiraLiteratura brasileira
Literatura brasileira
 
Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)
 
A forma artística e alguns conceitos de literatura
A forma artística e alguns conceitos de literaturaA forma artística e alguns conceitos de literatura
A forma artística e alguns conceitos de literatura
 
Primeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismoPrimeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismo
 
Romantismo no Brasil - 1ª geração
Romantismo no Brasil - 1ª geraçãoRomantismo no Brasil - 1ª geração
Romantismo no Brasil - 1ª geração
 
Iracema - José de Alencar
Iracema - José de AlencarIracema - José de Alencar
Iracema - José de Alencar
 

Semelhante a Romantismo prosa

Prosa romântica brasileira
Prosa romântica brasileiraProsa romântica brasileira
Prosa romântica brasileira
Wesley Silva
 
O guarani - José de Alencar
O guarani - José de AlencarO guarani - José de Alencar
O guarani - José de Alencar
jasonrplima
 
A prosa romântica brasileira
A prosa romântica brasileiraA prosa romântica brasileira
A prosa romântica brasileira
Adeildo Júnior
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
Amanda Resende
 
3.1 Romantismo e Indicações de Leitura.pptx
3.1 Romantismo e Indicações de Leitura.pptx3.1 Romantismo e Indicações de Leitura.pptx
3.1 Romantismo e Indicações de Leitura.pptx
SILVIAREGINARODRIGUE8
 
ROMANTISMO- CARACTERÍSTICAS E CONTEXTO HISTÓRICO.doc
ROMANTISMO- CARACTERÍSTICAS E CONTEXTO HISTÓRICO.docROMANTISMO- CARACTERÍSTICAS E CONTEXTO HISTÓRICO.doc
ROMANTISMO- CARACTERÍSTICAS E CONTEXTO HISTÓRICO.doc
ValeriaCristina51
 
Romantismo - introdução e 1ª geração
Romantismo - introdução e 1ª geraçãoRomantismo - introdução e 1ª geração
Romantismo - introdução e 1ª geração
Andriane Cursino
 
Romantismo e suas gerações.
Romantismo e suas gerações. Romantismo e suas gerações.
Romantismo e suas gerações.
Jéssica Moresi
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
Andriane Cursino
 
O romantismo, José de Alencar e Joaquim Manuel de Macedo
O romantismo, José de Alencar e Joaquim Manuel de MacedoO romantismo, José de Alencar e Joaquim Manuel de Macedo
O romantismo, José de Alencar e Joaquim Manuel de Macedo
kelvinhosm
 
romantismo-140720124010-phpapp01.pdf
romantismo-140720124010-phpapp01.pdfromantismo-140720124010-phpapp01.pdf
romantismo-140720124010-phpapp01.pdf
GANHADODINHEIRO
 
3.1 Romantismo.pptx
3.1 Romantismo.pptx3.1 Romantismo.pptx
3.1 Romantismo.pptx
SILVIAREGINARODRIGUE8
 
Prosa romântica brasileira1
Prosa romântica brasileira1Prosa romântica brasileira1
Prosa romântica brasileira1
Seduc/AM
 
O ROMANTISMO BRASILEIRO - MOVIMENTO LITERARIO
O ROMANTISMO BRASILEIRO - MOVIMENTO LITERARIOO ROMANTISMO BRASILEIRO - MOVIMENTO LITERARIO
O ROMANTISMO BRASILEIRO - MOVIMENTO LITERARIO
CntiaAleixo
 
Romantismo no brasil
Romantismo no brasilRomantismo no brasil
Romantismo no brasil
Monica Burgos
 
03a37350dc3539a02f66d544e6326e74.pdf
03a37350dc3539a02f66d544e6326e74.pdf03a37350dc3539a02f66d544e6326e74.pdf
03a37350dc3539a02f66d544e6326e74.pdf
WandersonBarros16
 
webnode
webnodewebnode
webnode
pauloyjosiele
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
Evandro Batista
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
Evandro Batista
 
Romantismo1836 1881-121031124003-phpapp02
Romantismo1836 1881-121031124003-phpapp02Romantismo1836 1881-121031124003-phpapp02
Romantismo1836 1881-121031124003-phpapp02
Alexandre Barbosa
 

Semelhante a Romantismo prosa (20)

Prosa romântica brasileira
Prosa romântica brasileiraProsa romântica brasileira
Prosa romântica brasileira
 
O guarani - José de Alencar
O guarani - José de AlencarO guarani - José de Alencar
O guarani - José de Alencar
 
A prosa romântica brasileira
A prosa romântica brasileiraA prosa romântica brasileira
A prosa romântica brasileira
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
3.1 Romantismo e Indicações de Leitura.pptx
3.1 Romantismo e Indicações de Leitura.pptx3.1 Romantismo e Indicações de Leitura.pptx
3.1 Romantismo e Indicações de Leitura.pptx
 
ROMANTISMO- CARACTERÍSTICAS E CONTEXTO HISTÓRICO.doc
ROMANTISMO- CARACTERÍSTICAS E CONTEXTO HISTÓRICO.docROMANTISMO- CARACTERÍSTICAS E CONTEXTO HISTÓRICO.doc
ROMANTISMO- CARACTERÍSTICAS E CONTEXTO HISTÓRICO.doc
 
Romantismo - introdução e 1ª geração
Romantismo - introdução e 1ª geraçãoRomantismo - introdução e 1ª geração
Romantismo - introdução e 1ª geração
 
Romantismo e suas gerações.
Romantismo e suas gerações. Romantismo e suas gerações.
Romantismo e suas gerações.
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
O romantismo, José de Alencar e Joaquim Manuel de Macedo
O romantismo, José de Alencar e Joaquim Manuel de MacedoO romantismo, José de Alencar e Joaquim Manuel de Macedo
O romantismo, José de Alencar e Joaquim Manuel de Macedo
 
romantismo-140720124010-phpapp01.pdf
romantismo-140720124010-phpapp01.pdfromantismo-140720124010-phpapp01.pdf
romantismo-140720124010-phpapp01.pdf
 
3.1 Romantismo.pptx
3.1 Romantismo.pptx3.1 Romantismo.pptx
3.1 Romantismo.pptx
 
Prosa romântica brasileira1
Prosa romântica brasileira1Prosa romântica brasileira1
Prosa romântica brasileira1
 
O ROMANTISMO BRASILEIRO - MOVIMENTO LITERARIO
O ROMANTISMO BRASILEIRO - MOVIMENTO LITERARIOO ROMANTISMO BRASILEIRO - MOVIMENTO LITERARIO
O ROMANTISMO BRASILEIRO - MOVIMENTO LITERARIO
 
Romantismo no brasil
Romantismo no brasilRomantismo no brasil
Romantismo no brasil
 
03a37350dc3539a02f66d544e6326e74.pdf
03a37350dc3539a02f66d544e6326e74.pdf03a37350dc3539a02f66d544e6326e74.pdf
03a37350dc3539a02f66d544e6326e74.pdf
 
webnode
webnodewebnode
webnode
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Romantismo1836 1881-121031124003-phpapp02
Romantismo1836 1881-121031124003-phpapp02Romantismo1836 1881-121031124003-phpapp02
Romantismo1836 1881-121031124003-phpapp02
 

Último

Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Falcão Brasil
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 

Último (20)

Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 

Romantismo prosa

  • 2. Para relembrar... O Romantismo no Brasil foi um movimento literário iniciado com a publicação de “Suspiros Poéticos e Saudades”, de Gonçalves de Magalhães em 1836. A Revolução Francesa de 1799 que chacoalhou a Europa trouxe consigo os ideais de igualdade, liberdade e fraternidade, mas trouxe também a ascensão da burguesia com seus anseios de ser legitimada, a criação da imprensa e o liberalismo econômico. E é em meio a tantas mudanças políticas e sociais que surge o Romantismo em oposição ao Arcadismo e ao Neoclassicismo anteriores, respondendo aos interesses culturais da burguesia, que desejava se sentir representada também nesse aspecto. FO NTE: https://www.todoestudo.com.br/literatura/romantismo-no-brasil
  • 3. Características do Romantismo no Brasil Visão teocêntrica Visão idealizada do amor Culto à natureza Subjetividade Patriotismo Individualismo Pessimismo Escapismo OBS: os textos escritos em prosa estavam muito distantes desse tipo de narrativa. Cronologicamente, o primeiro romance brasileiro foi O filho do pescador (1843), de Teixeira e Sousa. Essa obra, no entanto, tem apenas valor histórico.
  • 4. Prosa Romântica no Brasil Os romances em prosa que começaram a ser produzidos no Brasil buscaram retratar e se identificar com seu público leitor: a burguesia feminina que estava presente principalmente nos grandes centros. Essas publicações, antes de se formatarem em livros, foram publicadas nos jornais da época, capítulo a capítulo. O primeiro romance brasileiro é a Moreninha, de Joaquim Manuel Macedo, publicado em 1844. É importante lembrar que diferente da poesia romântica que se divide em gerações, a prosa se divide em núcleos temáticos. São eles: romance indianista, romance urbano, histórico e regionalista.
  • 5. Indianista: o protagonista é o índio herói e o passado nacional é retratado de modo idealizado. Romance social-urbano: nessas obras o cenário são as cidades e os costumes e dilemas burgueses são retratados. Romance histórico: o foco desse núcleo temático é retratar o passado histórico do Brasil, podendo possuir características da prosa indianista. Prosa regionalista: as paisagens, bem como os costumes e valores regionais das mais distintas regiões do Brasil, são o foco na prosa regionalista. Entre os autores mais importantes da prosa romântica no Brasil estão José de Alencar, Joaquim Manuel de Macedo, Bernardo Guimarães e Visconde de Taunay. Núcleos temáticos
  • 6. PROSA ROMÂNTICA NO BRASIL • Consumida pela burguesia • Romances publicados em folhetins • Gêneros: indianista, histórico, urbano, regionalista
  • 7. Autores e Obras do Romantismo Joaquim Manuel de Macedo: nasceu e morreu no Rio de Janeiro (1820-1882). Entre suas principais obras estão: O moço loiro e A moreninha. Esta última apresenta todo esquema e desenvolvimento dos romances românticos iniciais: descrição de costumes da sociedade carioca, suas festas, tradições e ambientes típicos; caráter documental; estilo fluente e leve; linguagem simples; tramas fáceis; pequenas intrigas de amor e mistério; final feliz, com a vitória do amor. Com esta receita, Macedo consegue ser o autor mais lido do Brasil nas décadas de 40 e 50. – Obra: Romance: A Moreninha (1844); O Moço Loiro (1845); Os Dois Amores (1848); A luneta mágica (1869). Teatro: O cego (1849) – drama; O fantasma branco (1856); O primo da Califórnia (1858).
  • 9. • Visconde de Taunay: nasceu e morreu no Rio de Janeiro (1843-1899). Na Guerra do Paraguai participou da Expedição de Mato Grosso, cuja retirada narrou em A retirada da Laguna. Escreveu ainda Inocência, romance localizado no sertão mato-grossense, que retrata uma época caracterizada pela força opressiva dos pais, negando aos filhos o direito de escolher o cônjuge. Autores e Obras do Romantismo Análise profunda da obra no link: https://www.youtube.com/w atch?v=4qeG3oy4wmE
  • 10. - Romance urbano ou social: Cinco Minutos (1856) , A Viuvinha (1860), Lucíola (1862), Diva (1864),A pata da gazela (1870); Sonhos d’ouro (1872); Senhora (1875); Encarnação (1893). – Romance regionalista: O gaúcho (1870); O tronco de ipê (1871); Til (1872); O sertanejo (1875). – Romance histórico: As minas de prata (1865); Guerra dos mascates (1873). – Romance indianista: O guarani (1857); Iracema (1865); Ubirajara (1874). Autores e Obras do Romantismo Sempre muito lembrado em concursos e vestibulares, José de Alencar é um dos principais representantes do Romantismo brasileiro. O cearense, que além de escritor foi jornalista e político, possui obras que pertencem aos quatro estilos desse movimento literário. É bastante característico da prosa de Alencar a preocupação em retratar o povo brasileiro em seus costumes e tradições, com alguma profundidade psicológica em suas personagens fazendo desses aspectos seus principais atributos.
  • 12. Bernardo Guimarães (1825 – 1884) Bernardo Guimarães é conhecido por seus romances regionalistas. De fato, o autor iniciou esse estilo com a publicação de “O ermitão de Muquém”, em 1868. No entanto, sua obra mais famosa é “A escrava Isaura” de 1875, romance que se consagrou durante a campanha abolicionista no país que viria assinar a Lei Áurea em 1888. Em suas obras, esse autor mineiro de Ouro Preto (MG), cidade onde viveu parte de sua juventude, nos apresenta enormes riquezas de detalhes sobre o interior de Minas Gerais e também de Goiás, estado em que chegou a ser juiz municipal. Autores e Obras do Romantismo A Escrava Isaura - Capitulo 01 https://www.youtube.com/watch?v=MI PEdLcQpQ8&list=PLeOnZXYbavuMU7_B QpDg42UtSCg_pThDI
  • 13. MAPA MENTAL - RECAPITULANDO