SlideShare uma empresa Scribd logo
Resenha
Fabiana Amorim; Francieli pani,
Isabela Lopes; Geane Cortes;
Naiana Lago, Wevillene Moreira
Pedagogia 2° período - FADBA
Edição 36°
Paulo Freire. – São Paulo: Paz e Terra, 1996 (Coleção leitura)
Paulo Freire
Pedagogia da autonomia
Saberes Necessários à Prática Educativa
Paulo Freire educador, pedagogista, filosofo brasileiro. Teve e tem
grande influência na educação. Considerado um grande pensador na historia da
pedagogia mundial, veio trazendo grandes movimentos.
• Sua didática
• Educação popular
• Pedagogia Critica
• Consciência política
Como usar sua didática e ética em sala de aula ?
Como desenvolver seu senso político?
E sua critica pedagógica ?
“Se sou puro produto da determinação genética ou cultural ou de
classe, sou irresponsável pelo que faço mover-me no mundo e se
careço de responsabilidade não posso falar em ética. Isso não
significa negar os condicionamentos genéticos, culturais, sociais a
que estamos submetidos. Significa reconhecer que somos seres
condicionais mas não determinados. Reconhecer que a historia é
tempo de possibilidades e não de determinismo que o futuro
permitisse-me reiterar é problemático e não inexorável.”
Primeiras Palavras
Inexorável =
Inflexível
Não se corrompe.
1° Capítulo
Não há docência sem discência
• Não há docência sem discência
• Ensinar exige rigorosidade metódica
• Ensinar exige pesquisa
Teoria e pratica
“Quem forma se forma e reforma ao
formar e quem é formado forma-se e
forma ao ser formado.”
“Quem ensina aprende ao ensinar e
quem aprende ensina ao aprender.”
“a importância do papel do
educador...” “Faz parte de sua tarefa
docente não apenas ensinar os
conteúdos mas também ensinar a
pensar certo. Daí a impossibilidade de
vir a torna-se um professor crítico.”
“Ensino porque busco, porque
indaguei, porque indago e me indago.
Pesquiso para constatar, constatando,
intervenho, intervindo educo e me
educo. Pesquiso para conhecer o que
ainda não conheço e comunicar ou
anunciar a novidade.”
• Ensinar exige respeito aos educadores
• Ensinar exige criticidade
“Respeitar os saberes com que os
educandos, sobretudo os da classes
populares, chagam a ela sabres
socialmente construídos na prática
comunitária”.
• “Não haveria criatividade sem a curiosidade que nos move e
que nos põe pacientemente impacientes diante do mundo que não fizemos,
acrescentando a ele algo que fizemos”.
• A prática educativa deve ser um testemunho de decência e de pureza.
• Ensinar exige risco, aceitação do novo e rejeição de qualquer
forma de discriminação.
• O pensar certo tem que ser produzido pelo próprio aprendiz em
comunhão com o professor formador.
• Um simples gesto pode representar muito na vida de um aluno.
2° Capítulo
Ensinar não é transferir conhecimento
Ensinar não é transferir conhecimento.
• Ensinar exige consciência do inacabamento
• Ensinar exige o consciência do inacabamento
• Ensinar exige o reconhecimento do ser condicionado
• Ensinar exige respeito à autonomia do ser educando
Ensinar exige humildade, tolerância e luta em
defesa dos direitos dos educadores.
• A luta dos professores em
defesa de seus direitos e de
sua dignidade deve ser
entendida como um
momento importante de sua
prática docente, enquanto
prática ética.
• O meu respeito de professor
à pessoa do educando, à sua
curiosidade, à sua timidez,
que não devo agravar com
procedimentos inibidores
exige de mim o cultivo da
humildade e da tolerância.
Ensinar exige apreensão da realidade
A capacidade de aprender, não apenas para nos adaptar,
mas sobretudo para transformar a realidade para nela
intervir, recriando-a, fala de nossa educabilidade a um
nível distinto do nível do adestramento dos outros
animais ou do cultivo das plantas.
Ensinar exige alegria e esperança
A esperança de que
(juntos) professor e
alunos podem aprender,
ensinar, produzir, e,
juntos igualmente resistir
aos obstáculos é a nossa
alegria.
Ensinar exige a convicção de que a mudança é possível
Ensinar exige curiosidade
Como professor devo saber
que sem a curiosidade que
me move, que me inquieta,
que me insere na busca, não
aprendo nem ensino.
3° Capítulo
Ensinar é uma especialidade humana.
• Ensinar é uma especialidade humana.
• Ensinar exige segurança, competência profissional e
generosidade.
• Ensinar exige comprometimento.
• Ensinar exige compreender que a educação é
uma forma de intervenção no mundo.
• Ensinar exige liberdade e autoridade
• Ensinar exige tomada consciente de decisões.
Ensinar exige saber escutar...
• Ensinar exige entender que a educação é ideológica.
• Ensinar exige disponibilidade para o dialogo.
• Ensinar exige querer bem ao educando.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O papel da didática na formação do professor
O papel da didática na formação do professorO papel da didática na formação do professor
O papel da didática na formação do professor
na educação
 
"Tendências pedagógicas"
"Tendências pedagógicas""Tendências pedagógicas"
"Tendências pedagógicas"
Cléo Lima
 
Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomia Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomia
Gisele Da Fonseca
 
Slide 1 formação de professores princípios e estratégias formativas
Slide 1   formação de professores princípios e estratégias formativasSlide 1   formação de professores princípios e estratégias formativas
Slide 1 formação de professores princípios e estratégias formativas
Shirley Lauria
 
Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)
Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)
Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)
Ilvanete Rosa Costa
 
Didática
DidáticaDidática
Didática
gadea
 
Aula didática, tendências pedagógicas e a práxis docente
Aula didática, tendências pedagógicas e a práxis docenteAula didática, tendências pedagógicas e a práxis docente
Aula didática, tendências pedagógicas e a práxis docente
Kelly da Silva
 
Paulo Freire - cap 2 de Pedagogia da Autonomia
Paulo Freire - cap 2 de Pedagogia da AutonomiaPaulo Freire - cap 2 de Pedagogia da Autonomia
Paulo Freire - cap 2 de Pedagogia da Autonomia
AkarynaA
 
Educação de Jovens e Adultos - Profª Dra Jaqueline Ventura
Educação de Jovens e Adultos - Profª Dra Jaqueline VenturaEducação de Jovens e Adultos - Profª Dra Jaqueline Ventura
Educação de Jovens e Adultos - Profª Dra Jaqueline Ventura
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Formação de professor
Formação de professorFormação de professor
Formação de professor
carmemlima
 
Pedagogia crítico social dos conteúdos (final)
Pedagogia crítico social dos conteúdos (final)Pedagogia crítico social dos conteúdos (final)
Pedagogia crítico social dos conteúdos (final)
Thiago Manfredi
 
Pedagogia Da Autonomia
Pedagogia Da AutonomiaPedagogia Da Autonomia
Pedagogia Da Autonomia
Maristela Couto
 
Conhecendo a didática
Conhecendo a didáticaConhecendo a didática
Pedagogia tradicional didática oficial.
Pedagogia tradicional didática oficial.Pedagogia tradicional didática oficial.
Pedagogia tradicional didática oficial.
Paula Naranjo
 
Avaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolarAvaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolar
Maria Bárbara Floriano
 
Teorias do curriculo
Teorias do curriculoTeorias do curriculo
Teorias do curriculo
Phrancisco Domiciano
 
7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
Paulo Lima
 
Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomia Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomia
PEDAGOGIA-COLABORATIVA
 
Gestão escolar
Gestão escolarGestão escolar
Slide introduçao a pedagogia
Slide introduçao a pedagogiaSlide introduçao a pedagogia
Slide introduçao a pedagogia
Camilla Follador
 

Mais procurados (20)

O papel da didática na formação do professor
O papel da didática na formação do professorO papel da didática na formação do professor
O papel da didática na formação do professor
 
"Tendências pedagógicas"
"Tendências pedagógicas""Tendências pedagógicas"
"Tendências pedagógicas"
 
Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomia Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomia
 
Slide 1 formação de professores princípios e estratégias formativas
Slide 1   formação de professores princípios e estratégias formativasSlide 1   formação de professores princípios e estratégias formativas
Slide 1 formação de professores princípios e estratégias formativas
 
Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)
Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)
Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)
 
Didática
DidáticaDidática
Didática
 
Aula didática, tendências pedagógicas e a práxis docente
Aula didática, tendências pedagógicas e a práxis docenteAula didática, tendências pedagógicas e a práxis docente
Aula didática, tendências pedagógicas e a práxis docente
 
Paulo Freire - cap 2 de Pedagogia da Autonomia
Paulo Freire - cap 2 de Pedagogia da AutonomiaPaulo Freire - cap 2 de Pedagogia da Autonomia
Paulo Freire - cap 2 de Pedagogia da Autonomia
 
Educação de Jovens e Adultos - Profª Dra Jaqueline Ventura
Educação de Jovens e Adultos - Profª Dra Jaqueline VenturaEducação de Jovens e Adultos - Profª Dra Jaqueline Ventura
Educação de Jovens e Adultos - Profª Dra Jaqueline Ventura
 
Formação de professor
Formação de professorFormação de professor
Formação de professor
 
Pedagogia crítico social dos conteúdos (final)
Pedagogia crítico social dos conteúdos (final)Pedagogia crítico social dos conteúdos (final)
Pedagogia crítico social dos conteúdos (final)
 
Pedagogia Da Autonomia
Pedagogia Da AutonomiaPedagogia Da Autonomia
Pedagogia Da Autonomia
 
Conhecendo a didática
Conhecendo a didáticaConhecendo a didática
Conhecendo a didática
 
Pedagogia tradicional didática oficial.
Pedagogia tradicional didática oficial.Pedagogia tradicional didática oficial.
Pedagogia tradicional didática oficial.
 
Avaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolarAvaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolar
 
Teorias do curriculo
Teorias do curriculoTeorias do curriculo
Teorias do curriculo
 
7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
 
Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomia Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomia
 
Gestão escolar
Gestão escolarGestão escolar
Gestão escolar
 
Slide introduçao a pedagogia
Slide introduçao a pedagogiaSlide introduçao a pedagogia
Slide introduçao a pedagogia
 

Destaque

Resenha
ResenhaResenha
O professor e suas tecnologias
O professor e suas tecnologiasO professor e suas tecnologias
O professor e suas tecnologias
Ruy Ferreira
 
Resenha crítica ;d
Resenha crítica ;dResenha crítica ;d
Resenha crítica ;d
Ester R. Camargo
 
Como organizo as idéias de minha resenha?
Como organizo as idéias de minha resenha?Como organizo as idéias de minha resenha?
Como organizo as idéias de minha resenha?
Vanessa Dagostim
 
Projeto Com Jornais
Projeto Com JornaisProjeto Com Jornais
Projeto Com Jornais
guest4e047b0
 
Freire aula 3
Freire aula 3Freire aula 3
Plano de Aula - Gêneros Textuais (Por: Janaine Santana)
Plano de Aula - Gêneros Textuais (Por: Janaine Santana)Plano de Aula - Gêneros Textuais (Por: Janaine Santana)
Plano de Aula - Gêneros Textuais (Por: Janaine Santana)
Jane Santana
 
Interdisciplinaridade: diálogos e caminhos
Interdisciplinaridade: diálogos e caminhosInterdisciplinaridade: diálogos e caminhos
Interdisciplinaridade: diálogos e caminhos
Roberto C. S. Pacheco
 
Pedagogia da Autonomia Cap. III – Paulo Freire
Pedagogia da Autonomia Cap. III – Paulo FreirePedagogia da Autonomia Cap. III – Paulo Freire
Pedagogia da Autonomia Cap. III – Paulo Freire
Luciene De Oliveira Maciel
 
Como fazer resenha
Como fazer  resenhaComo fazer  resenha
Como fazer resenha
Hélio Consolaro
 
Ppt paulo freire
Ppt paulo freire Ppt paulo freire
Ppt paulo freire
Jessica Pellegrini Meinerz
 
Paulo freire
Paulo freirePaulo freire
Paulo freire
Fabio Delano
 
Resenha crítica do livro pedagogia da autonomia de paulo freire
Resenha crítica do livro pedagogia da autonomia de paulo freireResenha crítica do livro pedagogia da autonomia de paulo freire
Resenha crítica do livro pedagogia da autonomia de paulo freire
Edilane Esteves de Oliveira
 
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativ...
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativ...FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativ...
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativ...
Carolina Cândido
 
Pedagogia da autonomia(slides)
Pedagogia da autonomia(slides)Pedagogia da autonomia(slides)
Pedagogia da autonomia(slides)
elianesantanagoncalves
 
INTERDISCIPLINARIDADE
INTERDISCIPLINARIDADEINTERDISCIPLINARIDADE
INTERDISCIPLINARIDADE
crisdelshine
 
DIAGRAMAÇÃO DE JORNAIS
DIAGRAMAÇÃO DE JORNAISDIAGRAMAÇÃO DE JORNAIS
DIAGRAMAÇÃO DE JORNAIS
aulasdejornalismo
 
Diagramação de Jornais
Diagramação de JornaisDiagramação de Jornais
Diagramação de Jornais
Mario Borges Neto
 
Como Criar um Jornal
Como Criar um Jornal Como Criar um Jornal
EXEMPLO DE RESENHA CRITICA
EXEMPLO DE RESENHA CRITICAEXEMPLO DE RESENHA CRITICA
EXEMPLO DE RESENHA CRITICA
Larissa Gomes
 

Destaque (20)

Resenha
ResenhaResenha
Resenha
 
O professor e suas tecnologias
O professor e suas tecnologiasO professor e suas tecnologias
O professor e suas tecnologias
 
Resenha crítica ;d
Resenha crítica ;dResenha crítica ;d
Resenha crítica ;d
 
Como organizo as idéias de minha resenha?
Como organizo as idéias de minha resenha?Como organizo as idéias de minha resenha?
Como organizo as idéias de minha resenha?
 
Projeto Com Jornais
Projeto Com JornaisProjeto Com Jornais
Projeto Com Jornais
 
Freire aula 3
Freire aula 3Freire aula 3
Freire aula 3
 
Plano de Aula - Gêneros Textuais (Por: Janaine Santana)
Plano de Aula - Gêneros Textuais (Por: Janaine Santana)Plano de Aula - Gêneros Textuais (Por: Janaine Santana)
Plano de Aula - Gêneros Textuais (Por: Janaine Santana)
 
Interdisciplinaridade: diálogos e caminhos
Interdisciplinaridade: diálogos e caminhosInterdisciplinaridade: diálogos e caminhos
Interdisciplinaridade: diálogos e caminhos
 
Pedagogia da Autonomia Cap. III – Paulo Freire
Pedagogia da Autonomia Cap. III – Paulo FreirePedagogia da Autonomia Cap. III – Paulo Freire
Pedagogia da Autonomia Cap. III – Paulo Freire
 
Como fazer resenha
Como fazer  resenhaComo fazer  resenha
Como fazer resenha
 
Ppt paulo freire
Ppt paulo freire Ppt paulo freire
Ppt paulo freire
 
Paulo freire
Paulo freirePaulo freire
Paulo freire
 
Resenha crítica do livro pedagogia da autonomia de paulo freire
Resenha crítica do livro pedagogia da autonomia de paulo freireResenha crítica do livro pedagogia da autonomia de paulo freire
Resenha crítica do livro pedagogia da autonomia de paulo freire
 
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativ...
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativ...FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativ...
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativ...
 
Pedagogia da autonomia(slides)
Pedagogia da autonomia(slides)Pedagogia da autonomia(slides)
Pedagogia da autonomia(slides)
 
INTERDISCIPLINARIDADE
INTERDISCIPLINARIDADEINTERDISCIPLINARIDADE
INTERDISCIPLINARIDADE
 
DIAGRAMAÇÃO DE JORNAIS
DIAGRAMAÇÃO DE JORNAISDIAGRAMAÇÃO DE JORNAIS
DIAGRAMAÇÃO DE JORNAIS
 
Diagramação de Jornais
Diagramação de JornaisDiagramação de Jornais
Diagramação de Jornais
 
Como Criar um Jornal
Como Criar um Jornal Como Criar um Jornal
Como Criar um Jornal
 
EXEMPLO DE RESENHA CRITICA
EXEMPLO DE RESENHA CRITICAEXEMPLO DE RESENHA CRITICA
EXEMPLO DE RESENHA CRITICA
 

Semelhante a Resenha

2. Freire. P. Pedagogia Autonomia. Paulo Deloroso
2. Freire. P. Pedagogia Autonomia. Paulo Deloroso2. Freire. P. Pedagogia Autonomia. Paulo Deloroso
2. Freire. P. Pedagogia Autonomia. Paulo Deloroso
Andrea Cortelazzi
 
Resumo do livro de paulo freire pedagogia da autonomia
Resumo do livro de paulo freire pedagogia da autonomiaResumo do livro de paulo freire pedagogia da autonomia
Resumo do livro de paulo freire pedagogia da autonomia
Joka Luiz
 
Livro pedagogia da autonomia
Livro pedagogia da autonomiaLivro pedagogia da autonomia
Livro pedagogia da autonomia
Bruna Magalhães
 
Freire, paulo pedagogia da autonomia
Freire, paulo    pedagogia da autonomiaFreire, paulo    pedagogia da autonomia
Freire, paulo pedagogia da autonomia
marcaocampos
 
Resumo do livro pedagogia de autonomia
Resumo do livro pedagogia de autonomiaResumo do livro pedagogia de autonomia
Resumo do livro pedagogia de autonomia
Marciafaria13
 
Introdução ao pensamento de baktin
Introdução ao pensamento de baktinIntrodução ao pensamento de baktin
Introdução ao pensamento de baktin
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomiaPedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomia
Celi Jandy Moraes Gomes
 
O humanismo de freire
O humanismo de freireO humanismo de freire
O humanismo de freire
Laura Elena Herrera
 
pptpaulofreirecorrigido-130618215024-phpapp01 (1).pptx
pptpaulofreirecorrigido-130618215024-phpapp01 (1).pptxpptpaulofreirecorrigido-130618215024-phpapp01 (1).pptx
pptpaulofreirecorrigido-130618215024-phpapp01 (1).pptx
EricViniciusGomesAlv
 
Possíveis reflexões paulo freire
Possíveis reflexões paulo freirePossíveis reflexões paulo freire
Possíveis reflexões paulo freire
Desire Goulart
 
Psicologia da educação
Psicologia da educaçãoPsicologia da educação
Psicologia da educação
Alessandra Vidigal
 
Pedagogiadaautonomia 160227202032
Pedagogiadaautonomia 160227202032Pedagogiadaautonomia 160227202032
Pedagogiadaautonomia 160227202032
Taís Rubinho
 
Pedagogiadaautonomia 160227202032
Pedagogiadaautonomia 160227202032Pedagogiadaautonomia 160227202032
Pedagogiadaautonomia 160227202032
Taís Rubinho
 
Pedagogia da Autonomia Cap. 2
Pedagogia da Autonomia Cap. 2Pedagogia da Autonomia Cap. 2
Pedagogia da Autonomia Cap. 2
Luciene De Oliveira Maciel
 
Portfolio
PortfolioPortfolio
Portfolio
PortfolioPortfolio
Portfolio
PortfolioPortfolio
Portfolio
PortfolioPortfolio
Aula iejo d om_valentino_ pedagogia da autonomia
Aula iejo   d om_valentino_ pedagogia da autonomiaAula iejo   d om_valentino_ pedagogia da autonomia
Aula iejo d om_valentino_ pedagogia da autonomia
Nadia Leal
 
Filosofia 1 (1)
Filosofia 1 (1)Filosofia 1 (1)
Filosofia 1 (1)
Matheus Fernandes
 

Semelhante a Resenha (20)

2. Freire. P. Pedagogia Autonomia. Paulo Deloroso
2. Freire. P. Pedagogia Autonomia. Paulo Deloroso2. Freire. P. Pedagogia Autonomia. Paulo Deloroso
2. Freire. P. Pedagogia Autonomia. Paulo Deloroso
 
Resumo do livro de paulo freire pedagogia da autonomia
Resumo do livro de paulo freire pedagogia da autonomiaResumo do livro de paulo freire pedagogia da autonomia
Resumo do livro de paulo freire pedagogia da autonomia
 
Livro pedagogia da autonomia
Livro pedagogia da autonomiaLivro pedagogia da autonomia
Livro pedagogia da autonomia
 
Freire, paulo pedagogia da autonomia
Freire, paulo    pedagogia da autonomiaFreire, paulo    pedagogia da autonomia
Freire, paulo pedagogia da autonomia
 
Resumo do livro pedagogia de autonomia
Resumo do livro pedagogia de autonomiaResumo do livro pedagogia de autonomia
Resumo do livro pedagogia de autonomia
 
Introdução ao pensamento de baktin
Introdução ao pensamento de baktinIntrodução ao pensamento de baktin
Introdução ao pensamento de baktin
 
Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomiaPedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomia
 
O humanismo de freire
O humanismo de freireO humanismo de freire
O humanismo de freire
 
pptpaulofreirecorrigido-130618215024-phpapp01 (1).pptx
pptpaulofreirecorrigido-130618215024-phpapp01 (1).pptxpptpaulofreirecorrigido-130618215024-phpapp01 (1).pptx
pptpaulofreirecorrigido-130618215024-phpapp01 (1).pptx
 
Possíveis reflexões paulo freire
Possíveis reflexões paulo freirePossíveis reflexões paulo freire
Possíveis reflexões paulo freire
 
Psicologia da educação
Psicologia da educaçãoPsicologia da educação
Psicologia da educação
 
Pedagogiadaautonomia 160227202032
Pedagogiadaautonomia 160227202032Pedagogiadaautonomia 160227202032
Pedagogiadaautonomia 160227202032
 
Pedagogiadaautonomia 160227202032
Pedagogiadaautonomia 160227202032Pedagogiadaautonomia 160227202032
Pedagogiadaautonomia 160227202032
 
Pedagogia da Autonomia Cap. 2
Pedagogia da Autonomia Cap. 2Pedagogia da Autonomia Cap. 2
Pedagogia da Autonomia Cap. 2
 
Portfolio
PortfolioPortfolio
Portfolio
 
Portfolio
PortfolioPortfolio
Portfolio
 
Portfolio
PortfolioPortfolio
Portfolio
 
Portfolio
PortfolioPortfolio
Portfolio
 
Aula iejo d om_valentino_ pedagogia da autonomia
Aula iejo   d om_valentino_ pedagogia da autonomiaAula iejo   d om_valentino_ pedagogia da autonomia
Aula iejo d om_valentino_ pedagogia da autonomia
 
Filosofia 1 (1)
Filosofia 1 (1)Filosofia 1 (1)
Filosofia 1 (1)
 

Último

Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
marcos oliveira
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 

Último (20)

Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 

Resenha

  • 1. Resenha Fabiana Amorim; Francieli pani, Isabela Lopes; Geane Cortes; Naiana Lago, Wevillene Moreira Pedagogia 2° período - FADBA
  • 2. Edição 36° Paulo Freire. – São Paulo: Paz e Terra, 1996 (Coleção leitura) Paulo Freire Pedagogia da autonomia Saberes Necessários à Prática Educativa
  • 3. Paulo Freire educador, pedagogista, filosofo brasileiro. Teve e tem grande influência na educação. Considerado um grande pensador na historia da pedagogia mundial, veio trazendo grandes movimentos. • Sua didática • Educação popular • Pedagogia Critica • Consciência política
  • 4. Como usar sua didática e ética em sala de aula ? Como desenvolver seu senso político? E sua critica pedagógica ?
  • 5. “Se sou puro produto da determinação genética ou cultural ou de classe, sou irresponsável pelo que faço mover-me no mundo e se careço de responsabilidade não posso falar em ética. Isso não significa negar os condicionamentos genéticos, culturais, sociais a que estamos submetidos. Significa reconhecer que somos seres condicionais mas não determinados. Reconhecer que a historia é tempo de possibilidades e não de determinismo que o futuro permitisse-me reiterar é problemático e não inexorável.” Primeiras Palavras Inexorável = Inflexível Não se corrompe.
  • 6. 1° Capítulo Não há docência sem discência
  • 7. • Não há docência sem discência • Ensinar exige rigorosidade metódica • Ensinar exige pesquisa Teoria e pratica “Quem forma se forma e reforma ao formar e quem é formado forma-se e forma ao ser formado.” “Quem ensina aprende ao ensinar e quem aprende ensina ao aprender.” “a importância do papel do educador...” “Faz parte de sua tarefa docente não apenas ensinar os conteúdos mas também ensinar a pensar certo. Daí a impossibilidade de vir a torna-se um professor crítico.” “Ensino porque busco, porque indaguei, porque indago e me indago. Pesquiso para constatar, constatando, intervenho, intervindo educo e me educo. Pesquiso para conhecer o que ainda não conheço e comunicar ou anunciar a novidade.”
  • 8. • Ensinar exige respeito aos educadores • Ensinar exige criticidade “Respeitar os saberes com que os educandos, sobretudo os da classes populares, chagam a ela sabres socialmente construídos na prática comunitária”.
  • 9. • “Não haveria criatividade sem a curiosidade que nos move e que nos põe pacientemente impacientes diante do mundo que não fizemos, acrescentando a ele algo que fizemos”. • A prática educativa deve ser um testemunho de decência e de pureza.
  • 10. • Ensinar exige risco, aceitação do novo e rejeição de qualquer forma de discriminação. • O pensar certo tem que ser produzido pelo próprio aprendiz em comunhão com o professor formador. • Um simples gesto pode representar muito na vida de um aluno.
  • 11. 2° Capítulo Ensinar não é transferir conhecimento
  • 12. Ensinar não é transferir conhecimento. • Ensinar exige consciência do inacabamento • Ensinar exige o consciência do inacabamento • Ensinar exige o reconhecimento do ser condicionado • Ensinar exige respeito à autonomia do ser educando
  • 13. Ensinar exige humildade, tolerância e luta em defesa dos direitos dos educadores. • A luta dos professores em defesa de seus direitos e de sua dignidade deve ser entendida como um momento importante de sua prática docente, enquanto prática ética. • O meu respeito de professor à pessoa do educando, à sua curiosidade, à sua timidez, que não devo agravar com procedimentos inibidores exige de mim o cultivo da humildade e da tolerância.
  • 14. Ensinar exige apreensão da realidade A capacidade de aprender, não apenas para nos adaptar, mas sobretudo para transformar a realidade para nela intervir, recriando-a, fala de nossa educabilidade a um nível distinto do nível do adestramento dos outros animais ou do cultivo das plantas.
  • 15. Ensinar exige alegria e esperança A esperança de que (juntos) professor e alunos podem aprender, ensinar, produzir, e, juntos igualmente resistir aos obstáculos é a nossa alegria.
  • 16. Ensinar exige a convicção de que a mudança é possível
  • 17. Ensinar exige curiosidade Como professor devo saber que sem a curiosidade que me move, que me inquieta, que me insere na busca, não aprendo nem ensino.
  • 18. 3° Capítulo Ensinar é uma especialidade humana.
  • 19. • Ensinar é uma especialidade humana. • Ensinar exige segurança, competência profissional e generosidade. • Ensinar exige comprometimento.
  • 20. • Ensinar exige compreender que a educação é uma forma de intervenção no mundo. • Ensinar exige liberdade e autoridade • Ensinar exige tomada consciente de decisões.
  • 21. Ensinar exige saber escutar... • Ensinar exige entender que a educação é ideológica. • Ensinar exige disponibilidade para o dialogo. • Ensinar exige querer bem ao educando.