éTica na educação

21.444 visualizações

Publicada em

0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
21.444
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
742
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

éTica na educação

  1. 1. ÉTICA NA EDUCAÇÃO Fernanda Brito Idaiane Santana Wesley Victor
  2. 2. INTRODUÇÃO  A reflexão ética é um dos instrumentos que permeiam a compreensão dos limites e possibilidades de atuação profissional frentes aos desafios colocados pela modernidade.  Definir ética é fazer uma adequação aos aspectos: culturais, sociais, políticos,religiosos e morais de um ser humano.idaiane
  3. 3. ÉTICA NA EDUCAÇÃO  Ter ética não é uma condição possível, mas sim, o ser ético. A diferença entre ter e ser determina a existência da ética na educação.  De acordo com o objetivo educacional de Aristóteles, ética é a própria essência humana, a educação não se ocupa apenas de um conceito fragmentário do homem, mas do desenvolvimento de todas as suas capacidades físicas, morais e intelectuais (Aristóteles).nanda
  4. 4.  Platão propôs a reflexão sobre o ser e ter de cada indivíduo. Sócrates, que explica a proposta de Platão, questiona o próprio refletir, apresenta a definição de que a reflexão gera o pensar e o agir. O pensar antes de agir e o analisar as consequências dos seus atos para si mesmo e para com os outros é exercer o ser ético (MAYER, 1976). Antes de ser um professor ético é preciso ser uma pessoa ética. A ética está presente em todas as ações dos diferentes papéis sociais que a pessoa desempenha na sua vida. Ser ético é assumir um compromisso pessoal e profissional individual e com todas as pessoas com as quais mantemos relacionamento.nanda
  5. 5.  Para conceituar ética na educação é preciso pensar sobre alguns indicadores essenciais na ação docente, como: valores, rigorosidade metódica, hábitos, estética, moral e disciplina. Quando trabalhamos valores na educação devemos desenvolver habilidades de discernimento, proporcionando ao aluno o conhecimento como um todo, estimulando-o a organizar sua própria escolha com autonomia e tomada de decisão inteligente e operatória.wesley
  6. 6.  O melhor referencial para a aprendizagem do aluno é o seu professor. Considerando a importância de o aluno aprender a partir de um referencial, podemos afirmar que o comportamento didático e moral do professor facilitará a aquisição de conhecimento na disciplina. Essa experiência confirma que professores tranquilos, seguros e éticos tem menos problemas com indisciplina. O professor com tal princípio moral não deixará de existir, ficará permanentemente na história da sua civilização. Os professores autênticos entram na vida de seus alunos e a transformam, e têm reservas ilimitadas de compaixão (MAYER, 1976).wesley
  7. 7.  Ainda com relação à educação, a ética constitui-se um dos temas transversais propostos nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs/MEC, 1996) e reflete a preocupação para que a escola realize um trabalho que incentive a autonomia na constituição de valores de cada aluno, ajudando a se posicionar nas relações sociais dentro da escola e da comunidade como um todo. FREIRE afirma ser inerente o papel do educador “não apenas ensinar os conteúdos, mas também ensinar a pensar certo”. Esse pensar certo, remete a uma busca de leitura da realidade (FREIRE, 1996, p.30).wesley
  8. 8. CONSIDERAÇÕES FINAIS Cabe à educação o papel de mensageira de esperança, de uma educação que não transgride as questões éticas, mas que dirija suas ações educativas no sentido de que o educando, responsável pelo seu autoconhecimento, construa valores éticos, tão indispensáveis para a vida em sociedade. O professor deve ter coragem de dizer aos seus alunos que acreditar, redescobrir a singeleza das coisas, o valor da família, a solidariedade, a lealdade, a finitude da vida e sua transcendência, como a breve aventura terrestre é o que se espera de um autêntico mestre que transmita além das lições escolares, a prática do respeito, da moral, da amizade, da tolerância e da compreensão.victor
  9. 9. “A mais profunda busca humanaé esforçar-se pela moralidadeem nossa ação. Somente amoralidade em nossas açõespode dar beleza e dignidade àvida. Fazer disso uma força vivae trazê-la para a consciência étalvez a tarefa principal daeducação” (ALBERT EINSTEIN)
  10. 10. REFERÊNCIA FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 15. ed. São Paulo : Paz e Terra, 1996. MAYER, Frederick. História do Pensamento Educacional. Ciências da Educação. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1976.

×