SlideShare uma empresa Scribd logo
Processo
Legislativo
Processo de elaboração de leis e espécies normativas
Silvestre S. Gomes
Aula 01
• Nota
Ao final da aula, o aluno deverá estar capacitado para
compreender todas as etapas desenvolvidas durante o
processo de elaboração de leis, reconhecer e identificar a
finalidade de cada uma das espécies normativas.
Silvestre S. Gomes
1. Generalidades do Processo Legislativo
 O Poder Legislativo exerce funções típicas e atípicas:
 Típicas
Legislar
 Atípicas
Administrar
Julgar
 O Processo Legislativo é a atividade típica do Poder
Legislativo e também a função para qual nasceu esse poder.
 A função de legislar – produzir lei – é competência exclusiva
do poder legislativo.
 O poder Legislativo é uma espécie de poder central entre os
poderes Executivo e Judiciário que exercem suas atribuições
com base na produção legislativa.
Silvestre S. Gomes
O órgão que representa o Poder Legislativo Brasileiro a
nível federal é o Congresso Nacional.
O Brasil adota o sistema bicameral. A Câmara dos
Deputados e o Senado Federal são as duas casas
legislativas que compõe o Congresso Nacional.
A Câmara do Deputados é a residência da representação
do povo.
O Senado é a casa da representação dos Estados.
O bicameralismo é o equilíbrio entre as duas casas,
devido a diferença de representação. Isso faz com que
estados mais populosos não imponham sua vontade
contra estados menos populosos no Congresso, já que a
representação no Senado é isonômica.
Silvestre S. Gomes
A arquitetura da Câmara é uma concha côncava virada
para cima, criando um cenário de acolhimento, enquanto o
Senado possui uma arquitetura fechada assemelhando-se
a uma sala de cúpula.
Silvestre S. Gomes
2. Diferenças fundamentais entre as casas legislativas
Representatividade
A Câmara representa o povo.
O Senado representa os estados.
Idade mínima dos Representantes
Na Câmara a idade mínima é de 21 (vinte e um) anos.
No Senado a idade mínima é de 35 (trinta e cinco) anos.
Sistema Eleitoral
Os deputados são eleitos pelo sistema proporcional.
Os senadores são eleitos pelo sistema majoritário.
Silvestre S. Gomes
3. Sistemas Eleitorais
Majoritário
O sistema majoritário pode ser sintetizado de uma maneira
simples: o candidato que obtiver a maior votação é eleito.
• Subtipos de sistema majoritário
Maioria absoluta do votos válidos.
Proporcional
No sistema proporcional a quantidade de cadeiras é dividido
proporcionalmente pela quantidade de votos de cada
partido.
Silvestre S. Gomes
Cargos eleitos pelo Sistema Majoritário
Presidente da República*
Governador do Estado*
Senador da República
Prefeito**
* Sistema majoritário com a maioria absoluta dos votos válidos
** Nas cidades com mais de duzentos mil habitantes, adota-se o
sistema majoritário com maioria absoluta dos votos válidos.
Silvestre S. Gomes
Cargos eleitos pelo Sistema Proporcional
Deputado Federal
Deputado Estadual
Deputado Distrital
Vereador
Silvestre S. Gomes
4. Diferenças fundamentais entre as casas legislativas
Número de representantes
Na câmara a representação é proporcional
• O estado com a menor população elege 8 (oito) deputados
• O estado com a maior população elege 70 deputados
• Para os estados com população mediana estabelece-se
uma regra de proporcionalidade utilizando os valores
máximos e mínimos.
No senado a representação é de 3 três senadores por
estado.
Silvestre S. Gomes
5. O Projeto de Lei - PL
O projeto de LEI (PL) deve ser aprovado pelas duas
casas legislativas antes de ser sancionado pelo Presidente
da República.
O PL deve iniciar em uma das casas e terminar na outra
casa
A casa onde começa a discussão do PL é conhecida por
casa iniciadora a casa onde termina a discussão do PL é
a casa revisora.
As duas casas podem ser iniciadoras ou revisoras.
Os PLs propostos pelo Presidente da República são
inciados na Câmara.
Silvestre S. Gomes
6. Fases do Processo Legislativo
I. Iniciativa
II. Discussão
III. Deliberação
IV. Sanção ou Veto
V. Promulgação
VI. Publicação
Silvestre S. Gomes
I. Iniciativa
Art. 61. A iniciativa das leis complementares e ordinárias
cabe a qualquer membro ou comissão da Câmara dos
Deputados, do Senado Federal ou do Congresso Nacional,
ao Presidente da República, ao Supremo Tribunal Federal,
aos Tribunais Superiores, ao Procurador-Geral da República
e aos cidadãos, na forma e nos casos previstos nesta
Constituição.
§ 1º São de iniciativa privativa do Presidente da República
as leis que:
I - fixem ou modifiquem os efetivos das Forças Armadas;
II - disponham sobre:
Silvestre S. Gomes
a) criação de cargos, funções ou empregos públicos na
administração direta e autárquica ou aumento de sua
remuneração;
b) organização administrativa e judiciária, matéria tributária
e orçamentária, serviços públicos e pessoal da
administração dos Territórios;
c) servidores públicos da União e Territórios, seu regime
jurídico, provimento de cargos, estabilidade e aposentadoria
de civis, reforma e transferência de militares para a
inatividade;
d) organização do Ministério Público e da Defensoria
Pública
Silvestre S. Gomes
da União, bem como normas gerais para a organização do
Ministério Público e da Defensoria Pública dos Estados, do
Distrito Federal e dos Territórios;
e) criação, estruturação e atribuições dos Ministérios e
órgãos da administração pública.
§ 2º A iniciativa popular pode ser exercida pela presentação
à Câmara dos Deputados de projeto de lei subscrito por, no
mínimo, um por cento do eleitorado nacional, distribuído
pelo menos por cinco Estados, com não menos de três
décimos por cento dos eleitores de cada um deles.
Silvestre S. Gomes
II. Discussão
A propositura de projeto de lei durante a fase de
discussão passa basicamente por três etapas; a primeira
dessas etapas acontece na CCJ (Comissão de
Constituição e Justiça).
Lembrando:
 Na Câmara Comissão de Constituição e Justiça e Redação
 No Senado Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania
O papel da CCJ é analisar a constitucionalidade do
projeto de lei.
Em regra o parecer de inconstitucionalidade da CCJ é
terminativo.
Alguns projetos de lei são votados nas próprias
comissões.
Silvestre S. Gomes
Após o controle preventivo de constitucionalidade pela
CCJ o projeto de lei é encaminhado para uma Comissão
Temática.
As Comissões Temáticas são dividas por temas e
abordam os vários temas que a lei pode tocar.
(Ex: comissão da mulher, comissão de tributação e
orçamento etc.)
O papel das comissões temáticas é analisar a
conveniência e a oportunidade do projeto de lei.
Após o parecer positivo da CCJ e da Comissão Temática
o PL passa a ser discutido em Plenário.
Silvestre S. Gomes
III. Deliberação
Tipos de votação:
 Extensiva – são públicos os votos.
 Secreta – são secretos os votos.
Um projeto de lei somente poderá ser submetido a
votação se estiverem presentes a maioria absoluta dos
membros da casa.
Silvestre S. Gomes

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Competencia da Justica do Trabalho
Competencia da Justica do TrabalhoCompetencia da Justica do Trabalho
Competencia da Justica do Trabalho
Cesar Machado
 
Direito Constitucional - Direitos Políticos
Direito Constitucional - Direitos PolíticosDireito Constitucional - Direitos Políticos
Direito Constitucional - Direitos Políticos
Mentor Concursos
 
[DIREITO ELEITORAL] Condições de Elegibilidade
[DIREITO ELEITORAL] Condições de Elegibilidade[DIREITO ELEITORAL] Condições de Elegibilidade
[DIREITO ELEITORAL] Condições de Elegibilidade
Ricardo Torques
 
Direito Administrativo - Controle Administrativo
Direito Administrativo - Controle AdministrativoDireito Administrativo - Controle Administrativo
Direito Administrativo - Controle Administrativo
Mentor Concursos
 
O poder legislativo
O poder legislativoO poder legislativo
O poder legislativo
Rafaela Oliveira Leite
 
Cidadão e cidadania
Cidadão e cidadaniaCidadão e cidadania
Cidadão e cidadaniadinicmax
 
Pena de interdição temporária de direitos
Pena de interdição temporária de direitosPena de interdição temporária de direitos
Pena de interdição temporária de direitos
Regis Rezende Ribeiro
 
Lei de drogas
Lei de drogasLei de drogas
Lei de drogas
Flavio_Laudares
 
Direito administrativo mapas mentais
Direito administrativo mapas mentaisDireito administrativo mapas mentais
Direito administrativo mapas mentais
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Entendeu direito ou quer que desenhe princípios explícitos e implícitos da ...
Entendeu direito ou quer que desenhe   princípios explícitos e implícitos da ...Entendeu direito ou quer que desenhe   princípios explícitos e implícitos da ...
Entendeu direito ou quer que desenhe princípios explícitos e implícitos da ...
Genani Kovalski
 
Processo penal 05 recursos - rev. criminal
Processo penal 05   recursos - rev. criminalProcesso penal 05   recursos - rev. criminal
Processo penal 05 recursos - rev. criminal
Jordano Santos Cerqueira
 
História das Instituições Jurídicas - Direito no Brasil Colônial
História das Instituições Jurídicas - Direito no Brasil ColônialHistória das Instituições Jurídicas - Direito no Brasil Colônial
História das Instituições Jurídicas - Direito no Brasil Colônial
Jordano Santos Cerqueira
 
Constituições Brasileiras
Constituições BrasileirasConstituições Brasileiras
Constituições Brasileiras
vanusialopes
 
Poder executivo
Poder executivoPoder executivo
Poder executivo
montarrroyos
 
Lista de Questões Direito Eleitoral - CONSULPLAN
Lista de Questões Direito Eleitoral - CONSULPLANLista de Questões Direito Eleitoral - CONSULPLAN
Lista de Questões Direito Eleitoral - CONSULPLAN
Ricardo Torques
 
Voto uma história
Voto uma históriaVoto uma história
63050280 direito-tributario-lfg
63050280 direito-tributario-lfg63050280 direito-tributario-lfg
63050280 direito-tributario-lfg
Kamilla Borges
 
Direitos políticos
Direitos políticosDireitos políticos
Direitos políticos
francisca_azevedo_87
 
As constituições brasileiras
As constituições brasileiras As constituições brasileiras
As constituições brasileiras
Edenilson Morais
 
Organização do Estado
Organização do EstadoOrganização do Estado
Organização do Estado
Gabriel Azevedo
 

Mais procurados (20)

Competencia da Justica do Trabalho
Competencia da Justica do TrabalhoCompetencia da Justica do Trabalho
Competencia da Justica do Trabalho
 
Direito Constitucional - Direitos Políticos
Direito Constitucional - Direitos PolíticosDireito Constitucional - Direitos Políticos
Direito Constitucional - Direitos Políticos
 
[DIREITO ELEITORAL] Condições de Elegibilidade
[DIREITO ELEITORAL] Condições de Elegibilidade[DIREITO ELEITORAL] Condições de Elegibilidade
[DIREITO ELEITORAL] Condições de Elegibilidade
 
Direito Administrativo - Controle Administrativo
Direito Administrativo - Controle AdministrativoDireito Administrativo - Controle Administrativo
Direito Administrativo - Controle Administrativo
 
O poder legislativo
O poder legislativoO poder legislativo
O poder legislativo
 
Cidadão e cidadania
Cidadão e cidadaniaCidadão e cidadania
Cidadão e cidadania
 
Pena de interdição temporária de direitos
Pena de interdição temporária de direitosPena de interdição temporária de direitos
Pena de interdição temporária de direitos
 
Lei de drogas
Lei de drogasLei de drogas
Lei de drogas
 
Direito administrativo mapas mentais
Direito administrativo mapas mentaisDireito administrativo mapas mentais
Direito administrativo mapas mentais
 
Entendeu direito ou quer que desenhe princípios explícitos e implícitos da ...
Entendeu direito ou quer que desenhe   princípios explícitos e implícitos da ...Entendeu direito ou quer que desenhe   princípios explícitos e implícitos da ...
Entendeu direito ou quer que desenhe princípios explícitos e implícitos da ...
 
Processo penal 05 recursos - rev. criminal
Processo penal 05   recursos - rev. criminalProcesso penal 05   recursos - rev. criminal
Processo penal 05 recursos - rev. criminal
 
História das Instituições Jurídicas - Direito no Brasil Colônial
História das Instituições Jurídicas - Direito no Brasil ColônialHistória das Instituições Jurídicas - Direito no Brasil Colônial
História das Instituições Jurídicas - Direito no Brasil Colônial
 
Constituições Brasileiras
Constituições BrasileirasConstituições Brasileiras
Constituições Brasileiras
 
Poder executivo
Poder executivoPoder executivo
Poder executivo
 
Lista de Questões Direito Eleitoral - CONSULPLAN
Lista de Questões Direito Eleitoral - CONSULPLANLista de Questões Direito Eleitoral - CONSULPLAN
Lista de Questões Direito Eleitoral - CONSULPLAN
 
Voto uma história
Voto uma históriaVoto uma história
Voto uma história
 
63050280 direito-tributario-lfg
63050280 direito-tributario-lfg63050280 direito-tributario-lfg
63050280 direito-tributario-lfg
 
Direitos políticos
Direitos políticosDireitos políticos
Direitos políticos
 
As constituições brasileiras
As constituições brasileiras As constituições brasileiras
As constituições brasileiras
 
Organização do Estado
Organização do EstadoOrganização do Estado
Organização do Estado
 

Destaque

Processo legislativo
Processo legislativoProcesso legislativo
Processo legislativo
Marconi Ferreira Perillo Jr.
 
Direito Constitucional - Processo Legislativo
Direito Constitucional - Processo LegislativoDireito Constitucional - Processo Legislativo
Direito Constitucional - Processo Legislativo
PreOnline
 
Curso de Legística, Produção de Leis e Processo Legislativo
Curso de Legística, Produção de Leis e Processo LegislativoCurso de Legística, Produção de Leis e Processo Legislativo
Curso de Legística, Produção de Leis e Processo Legislativo
EscoladoLegislativo
 
Ied i processo legislativo
Ied i   processo legislativoIed i   processo legislativo
Ied i processo legislativo
Victor Mello
 
ola51068188 pdf9-e-book-do-poder-legislativo-ar ts-44-ao-69-da-cf
ola51068188 pdf9-e-book-do-poder-legislativo-ar ts-44-ao-69-da-cfola51068188 pdf9-e-book-do-poder-legislativo-ar ts-44-ao-69-da-cf
ola51068188 pdf9-e-book-do-poder-legislativo-ar ts-44-ao-69-da-cf
willianspengler007
 
Direito Constitucional - Processo Legislativo
Direito Constitucional - Processo LegislativoDireito Constitucional - Processo Legislativo
Direito Constitucional - Processo Legislativo
Mentor Concursos
 
Mapas mentais ponto constitucional
Mapas mentais ponto   constitucional Mapas mentais ponto   constitucional
Mapas mentais ponto constitucional
Tatiana Nunes
 
Processo legislativo tecnico
Processo legislativo   tecnicoProcesso legislativo   tecnico
Processo legislativo tecnico
Alderico Braga
 
Curso Direito Constitucional p/ Concurso
Curso Direito Constitucional p/ ConcursoCurso Direito Constitucional p/ Concurso
Curso Direito Constitucional p/ Concurso
Estratégia Concursos
 
Direito Constitucional - Estatuto da Magistratura
Direito Constitucional - Estatuto da MagistraturaDireito Constitucional - Estatuto da Magistratura
Direito Constitucional - Estatuto da Magistratura
PreOnline
 
Técnica legislativa como a arte de redigir leis
Técnica legislativa como a arte de redigir leisTécnica legislativa como a arte de redigir leis
Técnica legislativa como a arte de redigir leis
Andreia Cristiane Faria Silva
 
Unidade ii
Unidade iiUnidade ii
Unidade ii
Daniele Moura
 
Direito constitucional xii
Direito constitucional xiiDireito constitucional xii
Direito constitucional xii
Fabricio Martins
 
Direito Constitucional - Poder Executivo
Direito Constitucional - Poder ExecutivoDireito Constitucional - Poder Executivo
Direito Constitucional - Poder Executivo
PreOnline
 
Utilizando Tecnologias Mobile - Programa de Aperfeiçoamento dos Docentes FGV ...
Utilizando Tecnologias Mobile - Programa de Aperfeiçoamento dos Docentes FGV ...Utilizando Tecnologias Mobile - Programa de Aperfeiçoamento dos Docentes FGV ...
Utilizando Tecnologias Mobile - Programa de Aperfeiçoamento dos Docentes FGV ...
FGV Management
 
Aula2 Parte Cr - Módulo 2
Aula2 Parte Cr - Módulo 2Aula2 Parte Cr - Módulo 2
Aula2 Parte Cr - Módulo 2
Hermes Lorenzon Nunes
 
Carater impositivo lei_orcamentaria
Carater impositivo lei_orcamentariaCarater impositivo lei_orcamentaria
Carater impositivo lei_orcamentaria
EDILENE CABRAL
 
Pec do orçamento impositivo
Pec do orçamento impositivoPec do orçamento impositivo
Pec do orçamento impositivo
José Ripardo
 
Processo llegislativo 2012
Processo llegislativo 2012Processo llegislativo 2012
Processo llegislativo 2012
Agassis Rodrigues
 
Processo Legislativo
Processo LegislativoProcesso Legislativo
Processo Legislativo
Alex Oliveira
 

Destaque (20)

Processo legislativo
Processo legislativoProcesso legislativo
Processo legislativo
 
Direito Constitucional - Processo Legislativo
Direito Constitucional - Processo LegislativoDireito Constitucional - Processo Legislativo
Direito Constitucional - Processo Legislativo
 
Curso de Legística, Produção de Leis e Processo Legislativo
Curso de Legística, Produção de Leis e Processo LegislativoCurso de Legística, Produção de Leis e Processo Legislativo
Curso de Legística, Produção de Leis e Processo Legislativo
 
Ied i processo legislativo
Ied i   processo legislativoIed i   processo legislativo
Ied i processo legislativo
 
ola51068188 pdf9-e-book-do-poder-legislativo-ar ts-44-ao-69-da-cf
ola51068188 pdf9-e-book-do-poder-legislativo-ar ts-44-ao-69-da-cfola51068188 pdf9-e-book-do-poder-legislativo-ar ts-44-ao-69-da-cf
ola51068188 pdf9-e-book-do-poder-legislativo-ar ts-44-ao-69-da-cf
 
Direito Constitucional - Processo Legislativo
Direito Constitucional - Processo LegislativoDireito Constitucional - Processo Legislativo
Direito Constitucional - Processo Legislativo
 
Mapas mentais ponto constitucional
Mapas mentais ponto   constitucional Mapas mentais ponto   constitucional
Mapas mentais ponto constitucional
 
Processo legislativo tecnico
Processo legislativo   tecnicoProcesso legislativo   tecnico
Processo legislativo tecnico
 
Curso Direito Constitucional p/ Concurso
Curso Direito Constitucional p/ ConcursoCurso Direito Constitucional p/ Concurso
Curso Direito Constitucional p/ Concurso
 
Direito Constitucional - Estatuto da Magistratura
Direito Constitucional - Estatuto da MagistraturaDireito Constitucional - Estatuto da Magistratura
Direito Constitucional - Estatuto da Magistratura
 
Técnica legislativa como a arte de redigir leis
Técnica legislativa como a arte de redigir leisTécnica legislativa como a arte de redigir leis
Técnica legislativa como a arte de redigir leis
 
Unidade ii
Unidade iiUnidade ii
Unidade ii
 
Direito constitucional xii
Direito constitucional xiiDireito constitucional xii
Direito constitucional xii
 
Direito Constitucional - Poder Executivo
Direito Constitucional - Poder ExecutivoDireito Constitucional - Poder Executivo
Direito Constitucional - Poder Executivo
 
Utilizando Tecnologias Mobile - Programa de Aperfeiçoamento dos Docentes FGV ...
Utilizando Tecnologias Mobile - Programa de Aperfeiçoamento dos Docentes FGV ...Utilizando Tecnologias Mobile - Programa de Aperfeiçoamento dos Docentes FGV ...
Utilizando Tecnologias Mobile - Programa de Aperfeiçoamento dos Docentes FGV ...
 
Aula2 Parte Cr - Módulo 2
Aula2 Parte Cr - Módulo 2Aula2 Parte Cr - Módulo 2
Aula2 Parte Cr - Módulo 2
 
Carater impositivo lei_orcamentaria
Carater impositivo lei_orcamentariaCarater impositivo lei_orcamentaria
Carater impositivo lei_orcamentaria
 
Pec do orçamento impositivo
Pec do orçamento impositivoPec do orçamento impositivo
Pec do orçamento impositivo
 
Processo llegislativo 2012
Processo llegislativo 2012Processo llegislativo 2012
Processo llegislativo 2012
 
Processo Legislativo
Processo LegislativoProcesso Legislativo
Processo Legislativo
 

Semelhante a Processo legislativo

Poder Legislativo Direito Publico e Privado
Poder Legislativo Direito Publico e PrivadoPoder Legislativo Direito Publico e Privado
Poder Legislativo Direito Publico e Privado
Giovanni Palheta
 
organização e compreensão dos tres poderes
organização e compreensão dos tres poderesorganização e compreensão dos tres poderes
organização e compreensão dos tres poderes
kesley6
 
FACELI - D1 - Helga Catarina Pereira de Magalhães Faria - Teoria Geral do Dir...
FACELI - D1 - Helga Catarina Pereira de Magalhães Faria - Teoria Geral do Dir...FACELI - D1 - Helga Catarina Pereira de Magalhães Faria - Teoria Geral do Dir...
FACELI - D1 - Helga Catarina Pereira de Magalhães Faria - Teoria Geral do Dir...
Jordano Santos Cerqueira
 
Revisão - Direito Constitucional
Revisão - Direito ConstitucionalRevisão - Direito Constitucional
Revisão - Direito Constitucional
Ronaldo Matos
 
Dicionário legislativo
Dicionário legislativoDicionário legislativo
Dicionário legislativo
Jeremias Araújo
 
Organização da justiça eleitoral
Organização da justiça eleitoralOrganização da justiça eleitoral
Organização da justiça eleitoral
Dimensson Costa Santos
 
AULA OAB XX ESTRATÉGIA DIREITO CONSTITUCIONAL 06
AULA OAB XX ESTRATÉGIA DIREITO CONSTITUCIONAL 06AULA OAB XX ESTRATÉGIA DIREITO CONSTITUCIONAL 06
AULA OAB XX ESTRATÉGIA DIREITO CONSTITUCIONAL 06
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Breve Resumo de Direito Constitucional
Breve Resumo de Direito Constitucional Breve Resumo de Direito Constitucional
Breve Resumo de Direito Constitucional
Dayane Barros
 
Sociologia política
Sociologia políticaSociologia política
Sociologia política
Jonathan Alves
 
antonio inacio ferraz_nocoes_direito
antonio inacio ferraz_nocoes_direitoantonio inacio ferraz_nocoes_direito
antonio inacio ferraz_nocoes_direito
ANTONIO INACIO FERRAZ
 
Apostila 0 revisao direito geral
Apostila 0 revisao direito geralApostila 0 revisao direito geral
Apostila 0 revisao direito geral
Mirela Piovezan
 
Tge tudo 07 ago a 21 set
Tge tudo   07 ago a 21 setTge tudo   07 ago a 21 set
Tge tudo 07 ago a 21 set
gabriela_eiras
 
Situação de aprendizagem 3
Situação de aprendizagem 3Situação de aprendizagem 3
Situação de aprendizagem 3
Maira Conde
 
Situação de aprendizagem 3
Situação de aprendizagem 3Situação de aprendizagem 3
Situação de aprendizagem 3
Maira Conde
 
Introdução ao Estudo do Direito - Aula 13
Introdução ao Estudo do Direito - Aula 13Introdução ao Estudo do Direito - Aula 13
Introdução ao Estudo do Direito - Aula 13
Direito Nabuco
 
Sociologia Como exercer a Cidadania
Sociologia   Como exercer a CidadaniaSociologia   Como exercer a Cidadania
Sociologia Como exercer a Cidadania
Edenilson Morais
 
A importância da Lei e o Processo Legislativo como mecanismo de regularização...
A importância da Lei e o Processo Legislativo como mecanismo de regularização...A importância da Lei e o Processo Legislativo como mecanismo de regularização...
A importância da Lei e o Processo Legislativo como mecanismo de regularização...
Ygor Aguiar
 
Consitucionacioal
ConsitucionacioalConsitucionacioal
Consitucionacioal
Henrique Calheiros
 
Noções Básica de Legislação (1).pdf
Noções Básica de Legislação (1).pdfNoções Básica de Legislação (1).pdf
Noções Básica de Legislação (1).pdf
RogrioSantiago7
 
Políticos e suas funções
Políticos e suas funçõesPolíticos e suas funções
Políticos e suas funções
trabalhotrab
 

Semelhante a Processo legislativo (20)

Poder Legislativo Direito Publico e Privado
Poder Legislativo Direito Publico e PrivadoPoder Legislativo Direito Publico e Privado
Poder Legislativo Direito Publico e Privado
 
organização e compreensão dos tres poderes
organização e compreensão dos tres poderesorganização e compreensão dos tres poderes
organização e compreensão dos tres poderes
 
FACELI - D1 - Helga Catarina Pereira de Magalhães Faria - Teoria Geral do Dir...
FACELI - D1 - Helga Catarina Pereira de Magalhães Faria - Teoria Geral do Dir...FACELI - D1 - Helga Catarina Pereira de Magalhães Faria - Teoria Geral do Dir...
FACELI - D1 - Helga Catarina Pereira de Magalhães Faria - Teoria Geral do Dir...
 
Revisão - Direito Constitucional
Revisão - Direito ConstitucionalRevisão - Direito Constitucional
Revisão - Direito Constitucional
 
Dicionário legislativo
Dicionário legislativoDicionário legislativo
Dicionário legislativo
 
Organização da justiça eleitoral
Organização da justiça eleitoralOrganização da justiça eleitoral
Organização da justiça eleitoral
 
AULA OAB XX ESTRATÉGIA DIREITO CONSTITUCIONAL 06
AULA OAB XX ESTRATÉGIA DIREITO CONSTITUCIONAL 06AULA OAB XX ESTRATÉGIA DIREITO CONSTITUCIONAL 06
AULA OAB XX ESTRATÉGIA DIREITO CONSTITUCIONAL 06
 
Breve Resumo de Direito Constitucional
Breve Resumo de Direito Constitucional Breve Resumo de Direito Constitucional
Breve Resumo de Direito Constitucional
 
Sociologia política
Sociologia políticaSociologia política
Sociologia política
 
antonio inacio ferraz_nocoes_direito
antonio inacio ferraz_nocoes_direitoantonio inacio ferraz_nocoes_direito
antonio inacio ferraz_nocoes_direito
 
Apostila 0 revisao direito geral
Apostila 0 revisao direito geralApostila 0 revisao direito geral
Apostila 0 revisao direito geral
 
Tge tudo 07 ago a 21 set
Tge tudo   07 ago a 21 setTge tudo   07 ago a 21 set
Tge tudo 07 ago a 21 set
 
Situação de aprendizagem 3
Situação de aprendizagem 3Situação de aprendizagem 3
Situação de aprendizagem 3
 
Situação de aprendizagem 3
Situação de aprendizagem 3Situação de aprendizagem 3
Situação de aprendizagem 3
 
Introdução ao Estudo do Direito - Aula 13
Introdução ao Estudo do Direito - Aula 13Introdução ao Estudo do Direito - Aula 13
Introdução ao Estudo do Direito - Aula 13
 
Sociologia Como exercer a Cidadania
Sociologia   Como exercer a CidadaniaSociologia   Como exercer a Cidadania
Sociologia Como exercer a Cidadania
 
A importância da Lei e o Processo Legislativo como mecanismo de regularização...
A importância da Lei e o Processo Legislativo como mecanismo de regularização...A importância da Lei e o Processo Legislativo como mecanismo de regularização...
A importância da Lei e o Processo Legislativo como mecanismo de regularização...
 
Consitucionacioal
ConsitucionacioalConsitucionacioal
Consitucionacioal
 
Noções Básica de Legislação (1).pdf
Noções Básica de Legislação (1).pdfNoções Básica de Legislação (1).pdf
Noções Básica de Legislação (1).pdf
 
Políticos e suas funções
Políticos e suas funçõesPolíticos e suas funções
Políticos e suas funções
 

Último

Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
LEANDROSPANHOL1
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
WelberMerlinCardoso
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 

Último (20)

Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 

Processo legislativo

  • 1. Processo Legislativo Processo de elaboração de leis e espécies normativas Silvestre S. Gomes Aula 01
  • 2. • Nota Ao final da aula, o aluno deverá estar capacitado para compreender todas as etapas desenvolvidas durante o processo de elaboração de leis, reconhecer e identificar a finalidade de cada uma das espécies normativas. Silvestre S. Gomes
  • 3. 1. Generalidades do Processo Legislativo  O Poder Legislativo exerce funções típicas e atípicas:  Típicas Legislar  Atípicas Administrar Julgar  O Processo Legislativo é a atividade típica do Poder Legislativo e também a função para qual nasceu esse poder.  A função de legislar – produzir lei – é competência exclusiva do poder legislativo.  O poder Legislativo é uma espécie de poder central entre os poderes Executivo e Judiciário que exercem suas atribuições com base na produção legislativa. Silvestre S. Gomes
  • 4. O órgão que representa o Poder Legislativo Brasileiro a nível federal é o Congresso Nacional. O Brasil adota o sistema bicameral. A Câmara dos Deputados e o Senado Federal são as duas casas legislativas que compõe o Congresso Nacional. A Câmara do Deputados é a residência da representação do povo. O Senado é a casa da representação dos Estados. O bicameralismo é o equilíbrio entre as duas casas, devido a diferença de representação. Isso faz com que estados mais populosos não imponham sua vontade contra estados menos populosos no Congresso, já que a representação no Senado é isonômica. Silvestre S. Gomes
  • 5. A arquitetura da Câmara é uma concha côncava virada para cima, criando um cenário de acolhimento, enquanto o Senado possui uma arquitetura fechada assemelhando-se a uma sala de cúpula. Silvestre S. Gomes
  • 6. 2. Diferenças fundamentais entre as casas legislativas Representatividade A Câmara representa o povo. O Senado representa os estados. Idade mínima dos Representantes Na Câmara a idade mínima é de 21 (vinte e um) anos. No Senado a idade mínima é de 35 (trinta e cinco) anos. Sistema Eleitoral Os deputados são eleitos pelo sistema proporcional. Os senadores são eleitos pelo sistema majoritário. Silvestre S. Gomes
  • 7. 3. Sistemas Eleitorais Majoritário O sistema majoritário pode ser sintetizado de uma maneira simples: o candidato que obtiver a maior votação é eleito. • Subtipos de sistema majoritário Maioria absoluta do votos válidos. Proporcional No sistema proporcional a quantidade de cadeiras é dividido proporcionalmente pela quantidade de votos de cada partido. Silvestre S. Gomes
  • 8. Cargos eleitos pelo Sistema Majoritário Presidente da República* Governador do Estado* Senador da República Prefeito** * Sistema majoritário com a maioria absoluta dos votos válidos ** Nas cidades com mais de duzentos mil habitantes, adota-se o sistema majoritário com maioria absoluta dos votos válidos. Silvestre S. Gomes
  • 9. Cargos eleitos pelo Sistema Proporcional Deputado Federal Deputado Estadual Deputado Distrital Vereador Silvestre S. Gomes
  • 10. 4. Diferenças fundamentais entre as casas legislativas Número de representantes Na câmara a representação é proporcional • O estado com a menor população elege 8 (oito) deputados • O estado com a maior população elege 70 deputados • Para os estados com população mediana estabelece-se uma regra de proporcionalidade utilizando os valores máximos e mínimos. No senado a representação é de 3 três senadores por estado. Silvestre S. Gomes
  • 11. 5. O Projeto de Lei - PL O projeto de LEI (PL) deve ser aprovado pelas duas casas legislativas antes de ser sancionado pelo Presidente da República. O PL deve iniciar em uma das casas e terminar na outra casa A casa onde começa a discussão do PL é conhecida por casa iniciadora a casa onde termina a discussão do PL é a casa revisora. As duas casas podem ser iniciadoras ou revisoras. Os PLs propostos pelo Presidente da República são inciados na Câmara. Silvestre S. Gomes
  • 12. 6. Fases do Processo Legislativo I. Iniciativa II. Discussão III. Deliberação IV. Sanção ou Veto V. Promulgação VI. Publicação Silvestre S. Gomes
  • 13. I. Iniciativa Art. 61. A iniciativa das leis complementares e ordinárias cabe a qualquer membro ou comissão da Câmara dos Deputados, do Senado Federal ou do Congresso Nacional, ao Presidente da República, ao Supremo Tribunal Federal, aos Tribunais Superiores, ao Procurador-Geral da República e aos cidadãos, na forma e nos casos previstos nesta Constituição. § 1º São de iniciativa privativa do Presidente da República as leis que: I - fixem ou modifiquem os efetivos das Forças Armadas; II - disponham sobre: Silvestre S. Gomes
  • 14. a) criação de cargos, funções ou empregos públicos na administração direta e autárquica ou aumento de sua remuneração; b) organização administrativa e judiciária, matéria tributária e orçamentária, serviços públicos e pessoal da administração dos Territórios; c) servidores públicos da União e Territórios, seu regime jurídico, provimento de cargos, estabilidade e aposentadoria de civis, reforma e transferência de militares para a inatividade; d) organização do Ministério Público e da Defensoria Pública Silvestre S. Gomes
  • 15. da União, bem como normas gerais para a organização do Ministério Público e da Defensoria Pública dos Estados, do Distrito Federal e dos Territórios; e) criação, estruturação e atribuições dos Ministérios e órgãos da administração pública. § 2º A iniciativa popular pode ser exercida pela presentação à Câmara dos Deputados de projeto de lei subscrito por, no mínimo, um por cento do eleitorado nacional, distribuído pelo menos por cinco Estados, com não menos de três décimos por cento dos eleitores de cada um deles. Silvestre S. Gomes
  • 16. II. Discussão A propositura de projeto de lei durante a fase de discussão passa basicamente por três etapas; a primeira dessas etapas acontece na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça). Lembrando:  Na Câmara Comissão de Constituição e Justiça e Redação  No Senado Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania O papel da CCJ é analisar a constitucionalidade do projeto de lei. Em regra o parecer de inconstitucionalidade da CCJ é terminativo. Alguns projetos de lei são votados nas próprias comissões. Silvestre S. Gomes
  • 17. Após o controle preventivo de constitucionalidade pela CCJ o projeto de lei é encaminhado para uma Comissão Temática. As Comissões Temáticas são dividas por temas e abordam os vários temas que a lei pode tocar. (Ex: comissão da mulher, comissão de tributação e orçamento etc.) O papel das comissões temáticas é analisar a conveniência e a oportunidade do projeto de lei. Após o parecer positivo da CCJ e da Comissão Temática o PL passa a ser discutido em Plenário. Silvestre S. Gomes
  • 18. III. Deliberação Tipos de votação:  Extensiva – são públicos os votos.  Secreta – são secretos os votos. Um projeto de lei somente poderá ser submetido a votação se estiverem presentes a maioria absoluta dos membros da casa. Silvestre S. Gomes