SlideShare uma empresa Scribd logo
PATOLOGIA GERAL
Professor: Axell Donelli
Introdução
 Patologia é o ramo da ciência médica que

estuda as alterações morfológicas e fisiológicas
dos estados de saúde. Quando essas alterações
não são compensadas podemos dizer que um
indivíduo está doente.
Etimologicamente, o termo "patologia"
origina-se do grego ("pathos" = sofrimento,
doença; "logia" = estudo
Doença
 Alteração de forma e de função não

compensada de uma célula, de um órgão, de
um sistema, de um indivíduo, de uma
população e, finalmente, de uma sociedade. Já
um "estado de saúde" é definido pela OMS
(Organização Mundial de Saúde) como sendo
"o bem-estar físico, mental e social do homem".
Historia da Patologia
A Fase Humoral (Idade Antiga - final da
Idade Média)
O mecanismo da origem das doenças era
explicado, nessa fase, pelo desequilíbrio de
humores. Os humores eram considerados
os líquidos do corpo, em particular, a água,
o sangue e a linfa. Os deuses tinham o
poder de controlar esse desequilíbrio, bem
como de restituir a normalidade do
organismo. Essa visão mítica de doença foi
criada principalmente pela civilização
antiga grega.
 A Fase Orgânica (séc. XV - XVI)

Nessa época, há o predomínio da observação dos
orgãos do corpo, feita principalmente às custas
das atividades de necrópsia (estudo do cadáver)
ou de autópsia (estudo de si mesmo).
 A Fase Tecidual (séc. XVI-XVIII)

A Fase Tecidual enfatiza a estrutura e a
organização dos tecidos. É nesse período que se
iniciam os primeiros estudos sobre as alterações
morfológicas teciduais e suas relações com os
desequilíbrios funcionais.
 A Fase Celular (séc.XIX)

Com o predomínio da visão morfológica, somada à
aplicação do microscópio óptico às pesquisas
médicas, segue-se a Fase Celular, período
considerado "inicial à Patologia Moderna". A
preocupação com o estudo da célula, principalmente
de suas alterações morfológicas e funcionais, é
determinante na busca da origem de todo processo
mórbido.
 A Fase Ultracelular (séc. XX)

A Fase Ultracelular é a fase atual do pensamento
conceitual sobre Patologia, envolvendo conceitos
sobre biologia molecular e sobre as organelas
celulares. Os avanços bioquímicos e a microscopia
eletrônica facilitam o desenvolvimento dessa linha
de estudo.
Saúde

 "Saúde é a manutenção da morfostase

e homeostase".
Doença
 "A doença é resultado da ação de uma

agressão que leva a uma alteração não
compensada da homeostase e ou da
morfostase."
Períodos Cronológicos de uma
doença
 Causas;
 Período de incubação;
 Período prodrômico;
 Período de estado;
 Evolução
– Cura;
– Cronificação;
– Complicações;
– Óbito.
Divisões da Patologia
 Anatomia patológica;
 Fisiopatologia;
 Citopatologia;
 Histopatologia;
 Entre outros.
Métodos de estudo em
Patologia
 Estudos morfológicos:
– Exames clínicos;
– Exames anatomopatológicos;
– Análise morfológica;
– Necrópsia.
Patologia aula 1
Patologia aula 1
Processos de estudo em
Patologia
 Etiologia;
 Patogenia;
 Alterações Morfológicas;
 Significado Clínico.
Etiopatogenia das Lesões
 Hipóxia e anóxia;
 Isquemia;
 Radicais livres;
 Alterações metabólicas;
 Febre;
 Agentes físicos;
 Vírus e bactérias.
Patologia aula 1
Patologia aula 1

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slide imuno
Slide imunoSlide imuno
Slide imuno
Lucas Almeida Sá
 
Nocoes de patologia
Nocoes de patologiaNocoes de patologia
Nocoes de patologia
Taise Tavares
 
Aula 1 introducao patologia
Aula 1  introducao patologiaAula 1  introducao patologia
Aula 1 introducao patologia
Sebastiao Margarida
 
Lesões celulares
Lesões celulares Lesões celulares
Lesões celulares
Karen Costa
 
Aula 01 - O Processo Saúde e Doença
Aula 01 - O Processo Saúde e DoençaAula 01 - O Processo Saúde e Doença
Aula 01 - O Processo Saúde e Doença
Ghiordanno Bruno
 
Prova microbiologia b1
Prova microbiologia b1Prova microbiologia b1
Prova microbiologia b1
Ana Claudia Rodrigues
 
INFLAMAÇÃO AGUDA E CRÔNICA
INFLAMAÇÃO AGUDA E CRÔNICAINFLAMAÇÃO AGUDA E CRÔNICA
INFLAMAÇÃO AGUDA E CRÔNICA
Dr. Mauricio Ferrufino Sequeiros
 
Aula 1 introdução a anatomia humana
Aula 1  introdução a anatomia humanaAula 1  introdução a anatomia humana
Aula 1 introdução a anatomia humana
digaomedina
 
Sistema Muscular
Sistema MuscularSistema Muscular
Sistema Muscular
Fernando Dias
 
Introdução à semiologia
Introdução à semiologiaIntrodução à semiologia
Introdução à semiologia
Lucimar Campos
 
Aula 2 saúde e doença
Aula 2   saúde e doençaAula 2   saúde e doença
Aula 2 saúde e doença
Jesiele Spindler
 
00 historia da patologia
00   historia da patologia00   historia da patologia
00 historia da patologia
Tamiris Ferreira
 
01 aula patologia
01 aula patologia01 aula patologia
01 aula patologia
nkarru
 
Introdução à Patologia
Introdução à PatologiaIntrodução à Patologia
Introdução à Patologia
ProfessoraMarcela
 
Patologia geral - agressões e reações celulares reversíveis e irreversíveis -...
Patologia geral - agressões e reações celulares reversíveis e irreversíveis -...Patologia geral - agressões e reações celulares reversíveis e irreversíveis -...
Patologia geral - agressões e reações celulares reversíveis e irreversíveis -...
Cleanto Santos Vieira
 
Aula 01 Introdução a Microbiologia
Aula 01   Introdução a MicrobiologiaAula 01   Introdução a Microbiologia
Aula 01 Introdução a Microbiologia
Tiago da Silva
 
Aula 1.1 noções básicas de histologia
Aula 1.1 noções básicas de histologiaAula 1.1 noções básicas de histologia
Aula 1.1 noções básicas de histologia
Cintia Colotoni
 
Aula 1 de epidemiologia
Aula 1 de epidemiologiaAula 1 de epidemiologia
Aula 1 de epidemiologia
Murilo Carvalho
 
Aula01:INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE ANATOMIA
Aula01:INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE ANATOMIAAula01:INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE ANATOMIA
Aula01:INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE ANATOMIA
Leonardo Delgado
 
Aula 3 história natural das doenças
Aula 3 história natural das doençasAula 3 história natural das doenças
Aula 3 história natural das doenças
Jesiele Spindler
 

Mais procurados (20)

Slide imuno
Slide imunoSlide imuno
Slide imuno
 
Nocoes de patologia
Nocoes de patologiaNocoes de patologia
Nocoes de patologia
 
Aula 1 introducao patologia
Aula 1  introducao patologiaAula 1  introducao patologia
Aula 1 introducao patologia
 
Lesões celulares
Lesões celulares Lesões celulares
Lesões celulares
 
Aula 01 - O Processo Saúde e Doença
Aula 01 - O Processo Saúde e DoençaAula 01 - O Processo Saúde e Doença
Aula 01 - O Processo Saúde e Doença
 
Prova microbiologia b1
Prova microbiologia b1Prova microbiologia b1
Prova microbiologia b1
 
INFLAMAÇÃO AGUDA E CRÔNICA
INFLAMAÇÃO AGUDA E CRÔNICAINFLAMAÇÃO AGUDA E CRÔNICA
INFLAMAÇÃO AGUDA E CRÔNICA
 
Aula 1 introdução a anatomia humana
Aula 1  introdução a anatomia humanaAula 1  introdução a anatomia humana
Aula 1 introdução a anatomia humana
 
Sistema Muscular
Sistema MuscularSistema Muscular
Sistema Muscular
 
Introdução à semiologia
Introdução à semiologiaIntrodução à semiologia
Introdução à semiologia
 
Aula 2 saúde e doença
Aula 2   saúde e doençaAula 2   saúde e doença
Aula 2 saúde e doença
 
00 historia da patologia
00   historia da patologia00   historia da patologia
00 historia da patologia
 
01 aula patologia
01 aula patologia01 aula patologia
01 aula patologia
 
Introdução à Patologia
Introdução à PatologiaIntrodução à Patologia
Introdução à Patologia
 
Patologia geral - agressões e reações celulares reversíveis e irreversíveis -...
Patologia geral - agressões e reações celulares reversíveis e irreversíveis -...Patologia geral - agressões e reações celulares reversíveis e irreversíveis -...
Patologia geral - agressões e reações celulares reversíveis e irreversíveis -...
 
Aula 01 Introdução a Microbiologia
Aula 01   Introdução a MicrobiologiaAula 01   Introdução a Microbiologia
Aula 01 Introdução a Microbiologia
 
Aula 1.1 noções básicas de histologia
Aula 1.1 noções básicas de histologiaAula 1.1 noções básicas de histologia
Aula 1.1 noções básicas de histologia
 
Aula 1 de epidemiologia
Aula 1 de epidemiologiaAula 1 de epidemiologia
Aula 1 de epidemiologia
 
Aula01:INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE ANATOMIA
Aula01:INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE ANATOMIAAula01:INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE ANATOMIA
Aula01:INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE ANATOMIA
 
Aula 3 história natural das doenças
Aula 3 história natural das doençasAula 3 história natural das doenças
Aula 3 história natural das doenças
 

Destaque

Apostilas completas.doc patologia (1)
Apostilas completas.doc patologia (1)Apostilas completas.doc patologia (1)
Apostilas completas.doc patologia (1)
Anhanguera Enfermagem A/B
 
Lesão celular reversivel e inreversivel
Lesão celular reversivel e inreversivelLesão celular reversivel e inreversivel
Lesão celular reversivel e inreversivel
Fernanda Lima Pinto
 
Conceitos em Patologia - Juarez Quaresma
Conceitos em Patologia - Juarez QuaresmaConceitos em Patologia - Juarez Quaresma
Conceitos em Patologia - Juarez Quaresma
Euripedes Barbosa
 
Adaptação celular
Adaptação celularAdaptação celular
Adaptação celular
LarissaComparini
 
Patologia basica
Patologia basicaPatologia basica
Patologia basica
washington carlos vieira
 
Adaptações celulares
Adaptações celularesAdaptações celulares
Adaptações celulares
Anhanguera Enfermagem A/B
 
Patologia 08 degenerações - med resumos - arlindo netto
Patologia 08   degenerações - med resumos - arlindo nettoPatologia 08   degenerações - med resumos - arlindo netto
Patologia 08 degenerações - med resumos - arlindo netto
Jucie Vasconcelos
 
Patologia Geral: Aula 01 2009 - Introdução
Patologia Geral: Aula 01 2009 - IntroduçãoPatologia Geral: Aula 01 2009 - Introdução
Patologia Geral: Aula 01 2009 - Introdução
UFPEL
 
Patologia 02 lesão e morte celular - med resumos - arlindo netto
Patologia 02   lesão e morte celular - med resumos - arlindo nettoPatologia 02   lesão e morte celular - med resumos - arlindo netto
Patologia 02 lesão e morte celular - med resumos - arlindo netto
Jucie Vasconcelos
 
Morte celular
Morte celularMorte celular
Morte celular
LarissaComparini
 
Questões patologia geral 1º semestre
Questões patologia geral 1º semestreQuestões patologia geral 1º semestre
Questões patologia geral 1º semestre
Jumooca
 
Patologia 4
Patologia 4Patologia 4
Patologia Geral: Aula 06 2009 2
Patologia Geral: Aula 06 2009 2Patologia Geral: Aula 06 2009 2
Patologia Geral: Aula 06 2009 2
UFPEL
 
Patologia Geral: Aula 04 2009 - Alterações Cadavéricas
Patologia Geral: Aula 04 2009 - Alterações CadavéricasPatologia Geral: Aula 04 2009 - Alterações Cadavéricas
Patologia Geral: Aula 04 2009 - Alterações Cadavéricas
UFPEL
 
Patologia
PatologiaPatologia
Patologia
laurafarma
 
02 cmf4-atividade lesão celular
02 cmf4-atividade lesão celular02 cmf4-atividade lesão celular
02 cmf4-atividade lesão celular
ÁreadaSaúde
 
Patologia Geral: Aula 02 - Terminologia Básica
Patologia Geral: Aula 02 - Terminologia BásicaPatologia Geral: Aula 02 - Terminologia Básica
Patologia Geral: Aula 02 - Terminologia Básica
UFPEL
 
Patologia médica: anotações
Patologia médica: anotaçõesPatologia médica: anotações
Patologia médica: anotações
Layanne Moura
 
Lesão celular
Lesão celularLesão celular
Lesão celular
Nathalia Fuga
 
Caso clínico Furúnculo
Caso clínico FurúnculoCaso clínico Furúnculo
Caso clínico Furúnculo
Thiago Henrique
 

Destaque (20)

Apostilas completas.doc patologia (1)
Apostilas completas.doc patologia (1)Apostilas completas.doc patologia (1)
Apostilas completas.doc patologia (1)
 
Lesão celular reversivel e inreversivel
Lesão celular reversivel e inreversivelLesão celular reversivel e inreversivel
Lesão celular reversivel e inreversivel
 
Conceitos em Patologia - Juarez Quaresma
Conceitos em Patologia - Juarez QuaresmaConceitos em Patologia - Juarez Quaresma
Conceitos em Patologia - Juarez Quaresma
 
Adaptação celular
Adaptação celularAdaptação celular
Adaptação celular
 
Patologia basica
Patologia basicaPatologia basica
Patologia basica
 
Adaptações celulares
Adaptações celularesAdaptações celulares
Adaptações celulares
 
Patologia 08 degenerações - med resumos - arlindo netto
Patologia 08   degenerações - med resumos - arlindo nettoPatologia 08   degenerações - med resumos - arlindo netto
Patologia 08 degenerações - med resumos - arlindo netto
 
Patologia Geral: Aula 01 2009 - Introdução
Patologia Geral: Aula 01 2009 - IntroduçãoPatologia Geral: Aula 01 2009 - Introdução
Patologia Geral: Aula 01 2009 - Introdução
 
Patologia 02 lesão e morte celular - med resumos - arlindo netto
Patologia 02   lesão e morte celular - med resumos - arlindo nettoPatologia 02   lesão e morte celular - med resumos - arlindo netto
Patologia 02 lesão e morte celular - med resumos - arlindo netto
 
Morte celular
Morte celularMorte celular
Morte celular
 
Questões patologia geral 1º semestre
Questões patologia geral 1º semestreQuestões patologia geral 1º semestre
Questões patologia geral 1º semestre
 
Patologia 4
Patologia 4Patologia 4
Patologia 4
 
Patologia Geral: Aula 06 2009 2
Patologia Geral: Aula 06 2009 2Patologia Geral: Aula 06 2009 2
Patologia Geral: Aula 06 2009 2
 
Patologia Geral: Aula 04 2009 - Alterações Cadavéricas
Patologia Geral: Aula 04 2009 - Alterações CadavéricasPatologia Geral: Aula 04 2009 - Alterações Cadavéricas
Patologia Geral: Aula 04 2009 - Alterações Cadavéricas
 
Patologia
PatologiaPatologia
Patologia
 
02 cmf4-atividade lesão celular
02 cmf4-atividade lesão celular02 cmf4-atividade lesão celular
02 cmf4-atividade lesão celular
 
Patologia Geral: Aula 02 - Terminologia Básica
Patologia Geral: Aula 02 - Terminologia BásicaPatologia Geral: Aula 02 - Terminologia Básica
Patologia Geral: Aula 02 - Terminologia Básica
 
Patologia médica: anotações
Patologia médica: anotaçõesPatologia médica: anotações
Patologia médica: anotações
 
Lesão celular
Lesão celularLesão celular
Lesão celular
 
Caso clínico Furúnculo
Caso clínico FurúnculoCaso clínico Furúnculo
Caso clínico Furúnculo
 

Semelhante a Patologia aula 1

Patologia 1
Patologia 1Patologia 1
Patologia 1
Gislei Brasil
 
Novo(a) apresentação do microsoft power point
Novo(a) apresentação do microsoft power pointNovo(a) apresentação do microsoft power point
Novo(a) apresentação do microsoft power point
Poollianna
 
Patologia aula 1
Patologia aula 1Patologia aula 1
Patologia aula 1
Carla Aparecida De Moraes
 
Patologia aula 1
Patologia aula 1Patologia aula 1
Patologia aula 1
Carla Aparecida De Moraes
 
Conteúdo programático de bio ENEM
Conteúdo programático de bio ENEMConteúdo programático de bio ENEM
Conteúdo programático de bio ENEM
João Pedro Hage
 
Conteúdo Básicos - Mínimos Ensino Médio do Tocantins - ALINHAMENTO - Biologia
Conteúdo Básicos - Mínimos Ensino Médio do Tocantins - ALINHAMENTO - BiologiaConteúdo Básicos - Mínimos Ensino Médio do Tocantins - ALINHAMENTO - Biologia
Conteúdo Básicos - Mínimos Ensino Médio do Tocantins - ALINHAMENTO - Biologia
denisealvesf
 
AULA 1 - Introdução à Patologia.pdf
AULA 1 - Introdução à Patologia.pdfAULA 1 - Introdução à Patologia.pdf
AULA 1 - Introdução à Patologia.pdf
KarinePestana3
 
Módulo 1 - Aula 3
Módulo 1 - Aula 3Módulo 1 - Aula 3
Módulo 1 - Aula 3
agemais
 
AULA UNIDADE 1- FISIOPATOLOGIA GERAL (1).pptx
AULA UNIDADE 1- FISIOPATOLOGIA GERAL (1).pptxAULA UNIDADE 1- FISIOPATOLOGIA GERAL (1).pptx
AULA UNIDADE 1- FISIOPATOLOGIA GERAL (1).pptx
saxalto1
 
Ciências Moleculares e Celulares.pdf
Ciências Moleculares e Celulares.pdfCiências Moleculares e Celulares.pdf
Ciências Moleculares e Celulares.pdf
DinaAquino4
 
Aula_1_-_Visão_Holística_da_Saúde.pptx
Aula_1_-_Visão_Holística_da_Saúde.pptxAula_1_-_Visão_Holística_da_Saúde.pptx
Aula_1_-_Visão_Holística_da_Saúde.pptx
Wellyson Rocha
 
Saude coletiva aula 1
Saude coletiva aula 1Saude coletiva aula 1
Saude coletiva aula 1
Bernadete Aragao
 
AULA_PATOLOGIA.pptxjhggjjhgghuuuyrderrdddg
AULA_PATOLOGIA.pptxjhggjjhgghuuuyrderrdddgAULA_PATOLOGIA.pptxjhggjjhgghuuuyrderrdddg
AULA_PATOLOGIA.pptxjhggjjhgghuuuyrderrdddg
AngelicaCostaMeirele2
 
Determinantes sociais na saúde na doença e na intervenção
Determinantes sociais na saúde na doença e na intervençãoDeterminantes sociais na saúde na doença e na intervenção
Determinantes sociais na saúde na doença e na intervenção
Centro Universitário Ages
 
Aula processo-saude-doenca
Aula processo-saude-doencaAula processo-saude-doenca
Aula processo-saude-doenca
Paula Brustolin Xavier
 
Edidemiologia: definição e história
Edidemiologia: definição e históriaEdidemiologia: definição e história
Edidemiologia: definição e história
HERALDICA CORRETORA E ADM DE SEGUROS
 
1193414125 trabalho de_saude
1193414125 trabalho de_saude1193414125 trabalho de_saude
1193414125 trabalho de_saude
Pelo Siro
 
Bioética apresentação
Bioética apresentaçãoBioética apresentação
Bioética apresentação
Rafaela Barros Bordignon
 
Texto história epidemiologia
Texto história epidemiologiaTexto história epidemiologia
Texto história epidemiologia
HERALDICA CORRETORA E ADM DE SEGUROS
 
Patologia 01 introdução - med resumos - arlindo netto
Patologia 01   introdução - med resumos - arlindo nettoPatologia 01   introdução - med resumos - arlindo netto
Patologia 01 introdução - med resumos - arlindo netto
Jucie Vasconcelos
 

Semelhante a Patologia aula 1 (20)

Patologia 1
Patologia 1Patologia 1
Patologia 1
 
Novo(a) apresentação do microsoft power point
Novo(a) apresentação do microsoft power pointNovo(a) apresentação do microsoft power point
Novo(a) apresentação do microsoft power point
 
Patologia aula 1
Patologia aula 1Patologia aula 1
Patologia aula 1
 
Patologia aula 1
Patologia aula 1Patologia aula 1
Patologia aula 1
 
Conteúdo programático de bio ENEM
Conteúdo programático de bio ENEMConteúdo programático de bio ENEM
Conteúdo programático de bio ENEM
 
Conteúdo Básicos - Mínimos Ensino Médio do Tocantins - ALINHAMENTO - Biologia
Conteúdo Básicos - Mínimos Ensino Médio do Tocantins - ALINHAMENTO - BiologiaConteúdo Básicos - Mínimos Ensino Médio do Tocantins - ALINHAMENTO - Biologia
Conteúdo Básicos - Mínimos Ensino Médio do Tocantins - ALINHAMENTO - Biologia
 
AULA 1 - Introdução à Patologia.pdf
AULA 1 - Introdução à Patologia.pdfAULA 1 - Introdução à Patologia.pdf
AULA 1 - Introdução à Patologia.pdf
 
Módulo 1 - Aula 3
Módulo 1 - Aula 3Módulo 1 - Aula 3
Módulo 1 - Aula 3
 
AULA UNIDADE 1- FISIOPATOLOGIA GERAL (1).pptx
AULA UNIDADE 1- FISIOPATOLOGIA GERAL (1).pptxAULA UNIDADE 1- FISIOPATOLOGIA GERAL (1).pptx
AULA UNIDADE 1- FISIOPATOLOGIA GERAL (1).pptx
 
Ciências Moleculares e Celulares.pdf
Ciências Moleculares e Celulares.pdfCiências Moleculares e Celulares.pdf
Ciências Moleculares e Celulares.pdf
 
Aula_1_-_Visão_Holística_da_Saúde.pptx
Aula_1_-_Visão_Holística_da_Saúde.pptxAula_1_-_Visão_Holística_da_Saúde.pptx
Aula_1_-_Visão_Holística_da_Saúde.pptx
 
Saude coletiva aula 1
Saude coletiva aula 1Saude coletiva aula 1
Saude coletiva aula 1
 
AULA_PATOLOGIA.pptxjhggjjhgghuuuyrderrdddg
AULA_PATOLOGIA.pptxjhggjjhgghuuuyrderrdddgAULA_PATOLOGIA.pptxjhggjjhgghuuuyrderrdddg
AULA_PATOLOGIA.pptxjhggjjhgghuuuyrderrdddg
 
Determinantes sociais na saúde na doença e na intervenção
Determinantes sociais na saúde na doença e na intervençãoDeterminantes sociais na saúde na doença e na intervenção
Determinantes sociais na saúde na doença e na intervenção
 
Aula processo-saude-doenca
Aula processo-saude-doencaAula processo-saude-doenca
Aula processo-saude-doenca
 
Edidemiologia: definição e história
Edidemiologia: definição e históriaEdidemiologia: definição e história
Edidemiologia: definição e história
 
1193414125 trabalho de_saude
1193414125 trabalho de_saude1193414125 trabalho de_saude
1193414125 trabalho de_saude
 
Bioética apresentação
Bioética apresentaçãoBioética apresentação
Bioética apresentação
 
Texto história epidemiologia
Texto história epidemiologiaTexto história epidemiologia
Texto história epidemiologia
 
Patologia 01 introdução - med resumos - arlindo netto
Patologia 01   introdução - med resumos - arlindo nettoPatologia 01   introdução - med resumos - arlindo netto
Patologia 01 introdução - med resumos - arlindo netto
 

Mais de Anhanguera Enfermagem A/B

Teoria das relações interpessoais em enfermagem
Teoria das relações interpessoais em enfermagemTeoria das relações interpessoais em enfermagem
Teoria das relações interpessoais em enfermagem
Anhanguera Enfermagem A/B
 
Teoria do autocuidado orem
Teoria do autocuidado  oremTeoria do autocuidado  orem
Teoria do autocuidado orem
Anhanguera Enfermagem A/B
 
Cicatrização e reparo 2
Cicatrização e reparo 2Cicatrização e reparo 2
Cicatrização e reparo 2
Anhanguera Enfermagem A/B
 
Patologia aula 2
Patologia aula 2Patologia aula 2
Patologia aula 2
Anhanguera Enfermagem A/B
 
Hemorragia med7002 2004_2
Hemorragia med7002 2004_2Hemorragia med7002 2004_2
Hemorragia med7002 2004_2
Anhanguera Enfermagem A/B
 
Inflama o aguda
Inflama  o  agudaInflama  o  aguda
Inflama o aguda
Anhanguera Enfermagem A/B
 
Patologia3
Patologia3Patologia3
Teorias de enfermagem
Teorias de enfermagemTeorias de enfermagem
Teorias de enfermagem
Anhanguera Enfermagem A/B
 
Teorias de enfermagem
Teorias de enfermagemTeorias de enfermagem
Teorias de enfermagem
Anhanguera Enfermagem A/B
 

Mais de Anhanguera Enfermagem A/B (9)

Teoria das relações interpessoais em enfermagem
Teoria das relações interpessoais em enfermagemTeoria das relações interpessoais em enfermagem
Teoria das relações interpessoais em enfermagem
 
Teoria do autocuidado orem
Teoria do autocuidado  oremTeoria do autocuidado  orem
Teoria do autocuidado orem
 
Cicatrização e reparo 2
Cicatrização e reparo 2Cicatrização e reparo 2
Cicatrização e reparo 2
 
Patologia aula 2
Patologia aula 2Patologia aula 2
Patologia aula 2
 
Hemorragia med7002 2004_2
Hemorragia med7002 2004_2Hemorragia med7002 2004_2
Hemorragia med7002 2004_2
 
Inflama o aguda
Inflama  o  agudaInflama  o  aguda
Inflama o aguda
 
Patologia3
Patologia3Patologia3
Patologia3
 
Teorias de enfermagem
Teorias de enfermagemTeorias de enfermagem
Teorias de enfermagem
 
Teorias de enfermagem
Teorias de enfermagemTeorias de enfermagem
Teorias de enfermagem
 

Último

Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Os Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Os Profetas do Velho Testamento: CronologiaOs Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Os Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Renato Henriques
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
responder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdfresponder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdf
marcos oliveira
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 

Último (20)

Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Os Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Os Profetas do Velho Testamento: CronologiaOs Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Os Profetas do Velho Testamento: Cronologia
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
responder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdfresponder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 

Patologia aula 1

  • 2. Introdução  Patologia é o ramo da ciência médica que estuda as alterações morfológicas e fisiológicas dos estados de saúde. Quando essas alterações não são compensadas podemos dizer que um indivíduo está doente. Etimologicamente, o termo "patologia" origina-se do grego ("pathos" = sofrimento, doença; "logia" = estudo
  • 3. Doença  Alteração de forma e de função não compensada de uma célula, de um órgão, de um sistema, de um indivíduo, de uma população e, finalmente, de uma sociedade. Já um "estado de saúde" é definido pela OMS (Organização Mundial de Saúde) como sendo "o bem-estar físico, mental e social do homem".
  • 4. Historia da Patologia A Fase Humoral (Idade Antiga - final da Idade Média) O mecanismo da origem das doenças era explicado, nessa fase, pelo desequilíbrio de humores. Os humores eram considerados os líquidos do corpo, em particular, a água, o sangue e a linfa. Os deuses tinham o poder de controlar esse desequilíbrio, bem como de restituir a normalidade do organismo. Essa visão mítica de doença foi criada principalmente pela civilização antiga grega.
  • 5.  A Fase Orgânica (séc. XV - XVI) Nessa época, há o predomínio da observação dos orgãos do corpo, feita principalmente às custas das atividades de necrópsia (estudo do cadáver) ou de autópsia (estudo de si mesmo).
  • 6.  A Fase Tecidual (séc. XVI-XVIII) A Fase Tecidual enfatiza a estrutura e a organização dos tecidos. É nesse período que se iniciam os primeiros estudos sobre as alterações morfológicas teciduais e suas relações com os desequilíbrios funcionais.
  • 7.  A Fase Celular (séc.XIX) Com o predomínio da visão morfológica, somada à aplicação do microscópio óptico às pesquisas médicas, segue-se a Fase Celular, período considerado "inicial à Patologia Moderna". A preocupação com o estudo da célula, principalmente de suas alterações morfológicas e funcionais, é determinante na busca da origem de todo processo mórbido.
  • 8.  A Fase Ultracelular (séc. XX) A Fase Ultracelular é a fase atual do pensamento conceitual sobre Patologia, envolvendo conceitos sobre biologia molecular e sobre as organelas celulares. Os avanços bioquímicos e a microscopia eletrônica facilitam o desenvolvimento dessa linha de estudo.
  • 9. Saúde  "Saúde é a manutenção da morfostase e homeostase".
  • 10. Doença  "A doença é resultado da ação de uma agressão que leva a uma alteração não compensada da homeostase e ou da morfostase."
  • 11. Períodos Cronológicos de uma doença  Causas;  Período de incubação;  Período prodrômico;  Período de estado;  Evolução – Cura; – Cronificação; – Complicações; – Óbito.
  • 12. Divisões da Patologia  Anatomia patológica;  Fisiopatologia;  Citopatologia;  Histopatologia;  Entre outros.
  • 13. Métodos de estudo em Patologia  Estudos morfológicos: – Exames clínicos; – Exames anatomopatológicos; – Análise morfológica; – Necrópsia.
  • 16. Processos de estudo em Patologia  Etiologia;  Patogenia;  Alterações Morfológicas;  Significado Clínico.
  • 17. Etiopatogenia das Lesões  Hipóxia e anóxia;  Isquemia;  Radicais livres;  Alterações metabólicas;  Febre;  Agentes físicos;  Vírus e bactérias.