SlideShare uma empresa Scribd logo
INTRODUÇÃO A ANATOMIA E
FISIOLOGIA HUMANA
CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE
INSTITUTO CENECISTA DE ENSINO SUPERIOR DE SANTO ÂNGELO
PRONATEC- CURSO TÉCNICO EM CITOPATOLOGIA
Disciplina de Anatomia e Fisiologia
Prof. Ieda Dorneles-iedabiomed@gmail.com
Introdução
O corpo humano é constituído
por um conjunto de sistemas
e órgãos que são responsáveis
por mantê-lo em
funcionamento durante toda
vida humana.
Há milhões de anos, o corpo
humano vem se
transformando e evoluindo
para se adaptar ao ambiente
e desenvolver o seu ser.
Nosso corpo é uma mistura de elementos químicos feita
na medida certa. As partes do corpo humano funcionam
de maneira integrada e em harmonia com as outras.
Histórico
• Conhecimento do corpo humano:
• - Necessidade de manter o corpo íntegro (superação da
morte);
• - Criar métodos de estudos na busca do desconhecido;
• Observação: Início da civilização – o homem observa
outros homens e animais.
• Dissecação: (proibida em 150 a.C.; retornou muitos anos
mais tarde, mais por questões práticas que intelectuais.
• Grécia e Egito (1000 anos a.C.): conceitos de medicina
racional e ética médica – busca do homem pela verdade
objetiva.
• Egípcios: Técnicas de conservação
do corpo humano:
• - Mumificação (natural)
• - Embalsamamento (química)
• lcameon de Croton (500 a.C.):
registros de observações
anatômicas.
• Hipócrates de Cós (400 a.C.) : um
dos fundadores da ciência; pai da
medicina”; 72 textos.
• "Teoria Humoral da Enfermidade"
juramentos e ensinamentos –
código moral e ético.
• Aristóteles (72 anos após
Hipócrates, 384 a 322 a.C.):
coração como centro das
emoções; anatomia humana
comparativa. Não usou cadáver
humano.
• Roma antiga (42 a 37 a.C):
Cornelius Celsus:
• 4 sinais cardeais da inflamação:
Rubor, Tumor, Calor, Dolor, Perda
da função.
• Galeno de Pérgamo (130 a 200 d.C.):
retrocesso, aliado a igreja, ação do
cérebro sobre todas as manifestações
físicas, religião e ciência.
• Até 1400 seus “ensinamentos” foram
utilizados.
• Anatomistas: estudos as escondidas
• Violação do cadáver
• Frederico II (1315): obrigatório uso de
cadáver para cirurgiões (Universidades).
• Duque Anjou (1376): autorizou a
dissecação pública e anual de 1 cadáver
humano.
• Leonardo da Vinci (1452-1519): “arte e
ciência caminham de mãos dadas”
• Michelangelo Buonarotti: ápice; 20
anos adquirindo conhecimentos do
corpo humano num convento;
• Dissecações às escondidas;
• Ato condenado pela igreja e
autoridades;
• No passado: só utilizavam cadáveres
de criminosos e ladrões (número
insuficiente).
• Andreas Vesalius(1514-1564): “De humani
corporis fabrica”. Corrigiu erros de outros
anatomistas, expôs esqueleto do corpo humano.
“Pai da Anatomia”.
• Renascimento: perda das superstições e medos –
evolução de várias ciências.
• Uso do álcool para conservação (1660);
• Anatomia microscópica: Macelo Malpighi (até
1694);
• Marie-François Xavier Bichat: constituição
tecidual dos órgãos. Contrib. Teoria Celular
(Virchow);
• Formalina utilizada com fixador (1890);
• Raios X (1985).
• Secúlo XX: intensificação das
pesquisas, descobertas de curas de
doenças, antibióticos – Pasteur
• qualidade de vida
Atualidades – Von Hagen
ANATOMIA CONCEITOS
É a análise da estrutura biológica, sua
correlação com a função e com as modulações
de estrutura em resposta a fatores temporais,
genéticos e ambientais.
Visa compreender os princípios arquitetônicos
da construção dos organismos vivos, a
descoberta da base estrutural do funcionamento
das várias partes e a compreensão dos
mecanismos formativos envolvidos no
desenvolvimento destas.
A amplitude da anatomia compreende, em
termos temporais, desde o estudo das
mudanças a longo prazo da estrutura, no
curso de evolução, passando pelas das
mudanças de duração intermediária em
desenvolvimento, crescimento e
envelhecimento; até as mudanças de curto
prazo, associadas com fases diferentes de
atividade funcional normal.
É a ciência que estuda macro e microscopicamente, a constituição
e o desenvolvimento dos seres organizados. (seres vivos).
Nomenclatura
• Anatomia tem sua linguagem própria. Ao conjunto de termos empregados
para designar e descrever o organismo ou suas partes dá-se o nome de
Nomenclatura Anatômica.
• A língua oficialmente adotada é o latim, e ao designar uma estrutura do
organismo, a nomenclatura procura utilizar termos que não sejam apenas
sinais para a memória, mas tragam também alguma informação ou
descrição sobre a referida estrutura.
• forma (músculo trapézio); a sua posição ou situação (nervo mediano); o
seu trajeto (artéria circunflexa da escápula); as suas conexões ou inter-
relações (ligamento sacroilíaco); a sua relação com o esqueleto (artéria
radial); sua função (m. levantador da escápula); critério misto (m. flexor
superficial dos dedos – função e situação)
A Anatomia do desenvolvimento
estuda o desenvolvimento do
indivíduo a partir do ovo fertilizado
até a forma adulta. Ela engloba a
Embriologia que é o estudo do
desenvolvimento até o nascimento.
Anatomia Macroscópica é o
estudo das estruturas
observáveis a olho nu,
utilizando ou não recursos
tecnológicos. Anatomia Microscópica é aquela
relacionada com as estruturas
invisíveis a olho nu e requer o uso
de instrumental para ampliação,
como lupas, microscópios ópticos e
eletrônicos.
Citologia (estudo da célula).
Histologia (estudo dos tecidos e de
como estes se organizam para a
formação de órgãos).
Atualmente, a Anatomia pode ser subdividida em três grandes grupos:
O que é NORMAL?
Normal, é o estatisticamente mais comum, ou seja, o que é encontrado na maioria dos casos. Varia entre idade,
sexo, biotipo e etnia.
• Quando ocorre prejuízo funcional
trata-se de uma anomalia e
não de uma variação.
Variação anatômica é qualquer fuga do padrão sem prejuízo da
função. Assim, a artéria braquial mais comumente divide-se na fossa
cubital. Este é o padrão. Entretanto, em alguns indivíduos esta divisão
ocorre ao nível da axila. Como não existe perda funcional esta é uma
variação.
incompatível com a vida, é
uma monstruosidade.
POSIÇÃO ANATÔMICA
• Padronizada para se referir aos termos
anatômicos.
• Posição ereta (em pé, posição ortostática
ou bípede),
• face voltada para a frente,
• o olhar dirigido para o horizonte,
• membros superiores estendidos,
• aplicados ao tronco e com as palmas
voltadas para frente,
• membros inferiores unidos, com as
pontas dos pés dirigidas para frente.
Divisão do corpo humano
PLANOS DE DELIMITAÇÃO E
SECÇÃO DO CORPO HUMANO
• 1. o plano sagital, formado pelo
deslocamento do eixo ântero-posterior ao longo
do eixo longitudinal;
• 2. o plano sagital mediano, formado pelo
deslocamento do eixo ântero-posterior ao longo
do eixo longitudinal na linha mediana, dividindo
o corpo em duas metades aparentemente
simétricas, denominadas antímeros;
• 3. o plano transversal ou horizontal,
formado pelo deslocamento do eixo de largura
ao longo do eixo ântero-posterior. Uma série
sucessiva de planos transversais divide o corpo
em segmentos denominados metâmeros;
• 4. o plano frontal ou coronal, formado
pelo deslocamento do eixo de largura ao longo
do eixo longitudinal, dividindo o corpo em
porções chamadas de paquímeros.
TERMOS DE POSIÇÃO E DIREÇÃO
• Inferior ou caudal: mais próximo dos pés;
• Superior ou cranial: mais próximo da cabeça;
• Anterior ou ventral: mais próximo do ventre;
• Posterior ou dorsal: mais próximo do dorso;
• Proximal: mais próximo do ponto de origem;
• Distal: mais afastado do ponto de origem;
• Medial: mais próximo do plano sagital mediano;
• Lateral: mais afastado do plano sagital mediano;
• Superficial: mais próximo da pele;
• Profundo: mais afastado da pele;
• Homolateral ou ipsilateral: do mesmo lado do
corpo;
• Contra-lateral: do lado oposto do corpo;
1. aula 1 anatomia e fisiologia
1. aula 1 anatomia e fisiologia
Decúbitos
Decúbito é um termo médico que se
refere à posição da pessoa que está
deitada, não necessariamente
dormindo. Pode ser referido como:
Decúbito dorsal ou supina (pessoa que
deita com a barriga voltada para cima).
Decúbito ventral ou prona (pessoa que
deita de bruços).
Decúbito lateral (esquerdo ou direito).
MÉTODOS DE ESTUDO
2. PALPAÇÃO: analisando através
do tato é possível verificar a
pulsação, os tendões musculares e
as saliências ósseas, dentre
outras;
1. INSPEÇÃO: analisando através
da visão. A análise pode ser de
órgãos externos (ectoscopia) ou
internos (endoscopia);
3. PERCUSSÃO: através de batimentos
digitais na superfície corporal podemos
produzir sons audíveis, que ajudam a
determinar a composição de órgãos ou
estruturas (gases, líquidos ou sólidos);
• 4. AUSCULTA: ouvindo
determinados órgãos em
funcionamento (Ex.:
coração, pulmão, intestino);
5. MENSURAÇÃO: permite a
avaliação da simetria corporal e de
eventuais megalias;
6. DISSECÇÃO: consiste na separação
minuciosa dos diferentes órgãos
para uma melhor visualização;
7. MÉTODOS DE ESTUDO POR
IMAGEM: inclui o raio X, ecografia,
ressonância nuclear magnética e
tomografia computadorizada
FISIOLOGIA
• A fisiologia advém do grego, "physis e
logos", conhecimento e estudo, ou
seja, é a ciência que estuda as funções
dos seres multicelulares (vivos).
• A anatomia e a fisiologia são campos
de estudo estreitamente relacionados
onde a primeira incide sobre o
conhecimento da forma e a segunda
dedica-se ao estudo da função de cada
parte do corpo, sendo ambas, áreas de
vital importância para o conhecimento
médico.
NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO
ESTRUTURAL DO CORPO HUMANO
• O corpo humano consiste de
vários níveis de organização
estrutural que estão
associados entre si, entre
eles:
• 1. nível químico
• 2. nível molecular
• 3. nível tecidual
• 4. nível orgânico
• 5. nível sistêmico
1. NÍVEL QUÍMICO
• O nível químico inclui todas as
substâncias químicas necessárias para
manter a vida.
• As substâncias químicas são
constituídas de átomos, a menor
unidade de matéria, e alguns deles,
como o C, H, O, N, Ca, K e o Na são
essenciais para a manutenção da vida.
Os átomos combinam-se para formar
moléculas; dois ou mais átomos
unidos.
2. NÍVEL MOLECULAR
• As moléculas, por sua
vez, combinam-se para
formar o próximo nível
de organização: o nível
celular. As células são
as unidades estruturais
e funcionais básicas de
um organismo.
3. NÍVEL TECIDUAL
Especificação dos tecidos
básicos
• Epitélio→ revestimento da superfície externa do corpo (pele), os
órgãos(fígado, pulmão e rins) e as cavidades corporais internas;
• Conjuntivo→ constituído por células e abundante matriz
extracelular, com função de preenchimento, sustentação e
transporte de substâncias;
• Muscular→ constituído por células com propriedades contráteis;
• Nervoso→ formado por células que constituem o sistema
nervoso central e periférico (o cérebro, a medula espinhal e os
nervos).
1. aula 1 anatomia e fisiologia
4. NÍVEL ORGÂNICO
5. NÍVEL SISTÊMICO
1. Sistemas de sustentação:
Esquelético e muscular
• Principais funções:
sustentação, movimento e
proteção.
• Principais componentes: ossos,
músculos e articulações.
2. Sistema Tegumentar
• Principais funções:
proteção, controle da
temperatura.
• Principais componentes:
pele (epiderme e derme) e
tecido subcutâneo
(hipoderme).
3. Sistema Nervoso
• Principais funções: ajustamento do organismo
ao ambiente, perceber e identificar as
condições ambientais externas, bem como as
condições dentro do próprio corpo e elaborar
respostas que adaptem a essas condições.
• Função Sensorial, Integrativa e Motora.
• Principais componentes: Sistema Nervoso
Central(encéfalo e medula) e Sistema Nervoso
Periférico.
4. Sistema Endócrino
• Principais funções: junto com o
sistema nervoso, promove a
manutenção do equilíbrio do
organismo (homeostase), por meio
do controle das funções biológicas.
• Principais componentes: Pineal ou
Epífise, Hipófise (Pituitária), Tireóide
e Paratireóide (abaixo da laringe)
,Supra-renais (superior aos rins),
Pâncreas, Ovários e testículos.
5. Sistema Circulatório
• Principais funções: transporte de O2,
nutrientes, hormônios para as células
e remoção de produtos indesejáveis;
defesa do organismo (por meio do
transporte de anti-toxinas e glóbulos
brancos); também auxilia na
manutenção do conteúdo de H2O e
íons, pH e temperatura do corpo.
• Principais componentes: coração,
vasos (artérias, veias e capilares)
6. Sistema Respiratório
• Principais funções: trocas
gasosas (captação de O2–
remoção de CO2).
• Principais componentes:
cavidades (ou fossas)
nasais, faringe, laringe,
traquéia (que se ramifica
nos brônquios), alvéolos e
pulmões
7. Sistema Digestivo
• Principais funções: realiza a digestão:
quebra de alimentos, absorção dos
componentes nutritivos e eliminação
de substâncias indesejáveis).
• Principais componentes: boca (língua,
dentes, etc.), faringe, esôfago,
estômago, intestino delgado, intestino
grosso, reto e ânus. Possui glândulas
anexas: glândulas salivares, fígado e
pâncreas.
8. Sistema Genital Feminino e
mamas
• Principais funções:
reprodução.
• Principais
componentes:
ovários, trompas,
útero e vagina.
9. Sistema Genital Masculino
• Principais funções:
reprodução.
• Principais componentes:
bolsa escrotal, testículos,
epidídimos, canais
deferentes, uretra,
vesículas seminais,
próstata e pênis.
10. Sangue e tecido
hematopoético
Questões de revisão
• 1. O que você entende por Anatomia e Fisiologia. Conceitue-as.
• 2. Qual a diferença entre anatomia microscópica, macroscópica e anatomia do desenvolvimento?
• 3. Diferencie os termos: Variação anatômica, anomalia e monstruosidade.
• 4. Diferencie e explique os termos de antímero, metâmero e paquímero.
• 5. Quanto aos termos de direção, podemos dizer que o polegar direito esta situado na posição
____________, em relação ao polegar esquerdo.
• 6. O ombro esta situado na posição ____________, em relação ao tronco.
• 7. A cabeça esta situada na direção _____________, em relação ao pescoço.
• 8. Os músculos da coxa em relação ao tronco são _____________. E os músculos dos pés, em relação ao
tronco, são _________________.
• 9. O antebraço direito em relação ao antebraço esquerdo encontra-se na posição _____________.
• 10. Diferencie os níveis de ..organização estrutural dos seres humanos. O estudo da citopatologia se
encaixa em qual(is) dessas organizações?
• 11. Escolha um dos sistemas orgânicos estudados, e disserte sobre ele. (10 linhas).
Obrigada pela atenção!!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 01 introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...
Aula 01   introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...Aula 01   introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...
Aula 01 introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...
Hamilton Nobrega
 
Sistema Esqueletico
Sistema EsqueleticoSistema Esqueletico
Sistema Esqueletico
Fernando Dias
 
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia HumanaFisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Herbert Santana
 
Introdução a anatomia
Introdução a anatomiaIntrodução a anatomia
Introdução a anatomia
Felipe Henrique de Paula Oliveira
 
Sistema óSseo
Sistema óSseoSistema óSseo
Sistema óSseo
Eduardo Gomes da Silva
 
Exercicio anatomia planos
Exercicio anatomia planosExercicio anatomia planos
Exercicio anatomia planos
Janiel Celio Dos Santos
 
Anatomia - Sistema Esquelético
Anatomia - Sistema EsqueléticoAnatomia - Sistema Esquelético
Anatomia - Sistema Esquelético
Pedro Miguel
 
Introdução a Anatomia Humana
Introdução a Anatomia HumanaIntrodução a Anatomia Humana
Introdução a Anatomia Humana
Raimundo Junior
 
Aula 10 sistema circulatório - anatomia e fisiologia
Aula 10   sistema circulatório - anatomia e fisiologiaAula 10   sistema circulatório - anatomia e fisiologia
Aula 10 sistema circulatório - anatomia e fisiologia
Hamilton Nobrega
 
1 introdução anatomia
1 introdução anatomia1 introdução anatomia
1 introdução anatomia
Elisabete Vasconcelos Sousa
 
Aula 06 sistema nervoso - anatomia e fisiologia
Aula 06   sistema nervoso - anatomia e fisiologiaAula 06   sistema nervoso - anatomia e fisiologia
Aula 06 sistema nervoso - anatomia e fisiologia
Hamilton Nobrega
 
Aula 04 anatomia e fisiologia do sistema ósseo e articular..
Aula 04   anatomia e fisiologia do sistema ósseo e articular..Aula 04   anatomia e fisiologia do sistema ósseo e articular..
Aula 04 anatomia e fisiologia do sistema ósseo e articular..
Hamilton Nobrega
 
O Esqueleto Humano - Sistema Ósseo
O Esqueleto Humano - Sistema ÓsseoO Esqueleto Humano - Sistema Ósseo
O Esqueleto Humano - Sistema Ósseo
José Antonio Paniagua
 
Sistema esquelético
Sistema esqueléticoSistema esquelético
Sistema esquelético
Patricia de Castilhos
 
Anatomia humana sistema esquelético
Anatomia humana   sistema esqueléticoAnatomia humana   sistema esquelético
Anatomia humana sistema esquelético
Karinne Ferreira
 
Sistema tegumentar
Sistema tegumentarSistema tegumentar
Sistema tegumentar
Nathanael Amparo
 
Anatomia humana 1ª aula 10 mar 2014
Anatomia  humana 1ª aula 10 mar 2014Anatomia  humana 1ª aula 10 mar 2014
Anatomia humana 1ª aula 10 mar 2014
Franciéllen de Barros
 
Aula 03 anatomia e fisiologia do sistema tegumentar - pele e anexos
Aula 03   anatomia e fisiologia do sistema tegumentar - pele e anexosAula 03   anatomia e fisiologia do sistema tegumentar - pele e anexos
Aula 03 anatomia e fisiologia do sistema tegumentar - pele e anexos
Hamilton Nobrega
 
Noções básicas de anatomia
Noções básicas de anatomiaNoções básicas de anatomia
Noções básicas de anatomia
Maryanne Guimarães
 
Introdução à Anatomia e Fisiologia Humana
Introdução à Anatomia e Fisiologia HumanaIntrodução à Anatomia e Fisiologia Humana
Introdução à Anatomia e Fisiologia Humana
Eiderson Silva Cabral
 

Mais procurados (20)

Aula 01 introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...
Aula 01   introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...Aula 01   introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...
Aula 01 introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...
 
Sistema Esqueletico
Sistema EsqueleticoSistema Esqueletico
Sistema Esqueletico
 
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia HumanaFisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
 
Introdução a anatomia
Introdução a anatomiaIntrodução a anatomia
Introdução a anatomia
 
Sistema óSseo
Sistema óSseoSistema óSseo
Sistema óSseo
 
Exercicio anatomia planos
Exercicio anatomia planosExercicio anatomia planos
Exercicio anatomia planos
 
Anatomia - Sistema Esquelético
Anatomia - Sistema EsqueléticoAnatomia - Sistema Esquelético
Anatomia - Sistema Esquelético
 
Introdução a Anatomia Humana
Introdução a Anatomia HumanaIntrodução a Anatomia Humana
Introdução a Anatomia Humana
 
Aula 10 sistema circulatório - anatomia e fisiologia
Aula 10   sistema circulatório - anatomia e fisiologiaAula 10   sistema circulatório - anatomia e fisiologia
Aula 10 sistema circulatório - anatomia e fisiologia
 
1 introdução anatomia
1 introdução anatomia1 introdução anatomia
1 introdução anatomia
 
Aula 06 sistema nervoso - anatomia e fisiologia
Aula 06   sistema nervoso - anatomia e fisiologiaAula 06   sistema nervoso - anatomia e fisiologia
Aula 06 sistema nervoso - anatomia e fisiologia
 
Aula 04 anatomia e fisiologia do sistema ósseo e articular..
Aula 04   anatomia e fisiologia do sistema ósseo e articular..Aula 04   anatomia e fisiologia do sistema ósseo e articular..
Aula 04 anatomia e fisiologia do sistema ósseo e articular..
 
O Esqueleto Humano - Sistema Ósseo
O Esqueleto Humano - Sistema ÓsseoO Esqueleto Humano - Sistema Ósseo
O Esqueleto Humano - Sistema Ósseo
 
Sistema esquelético
Sistema esqueléticoSistema esquelético
Sistema esquelético
 
Anatomia humana sistema esquelético
Anatomia humana   sistema esqueléticoAnatomia humana   sistema esquelético
Anatomia humana sistema esquelético
 
Sistema tegumentar
Sistema tegumentarSistema tegumentar
Sistema tegumentar
 
Anatomia humana 1ª aula 10 mar 2014
Anatomia  humana 1ª aula 10 mar 2014Anatomia  humana 1ª aula 10 mar 2014
Anatomia humana 1ª aula 10 mar 2014
 
Aula 03 anatomia e fisiologia do sistema tegumentar - pele e anexos
Aula 03   anatomia e fisiologia do sistema tegumentar - pele e anexosAula 03   anatomia e fisiologia do sistema tegumentar - pele e anexos
Aula 03 anatomia e fisiologia do sistema tegumentar - pele e anexos
 
Noções básicas de anatomia
Noções básicas de anatomiaNoções básicas de anatomia
Noções básicas de anatomia
 
Introdução à Anatomia e Fisiologia Humana
Introdução à Anatomia e Fisiologia HumanaIntrodução à Anatomia e Fisiologia Humana
Introdução à Anatomia e Fisiologia Humana
 

Semelhante a 1. aula 1 anatomia e fisiologia

AULA 1 ANATOMIA E FISIOLOGIA HUMANA.pptx
AULA 1 ANATOMIA E FISIOLOGIA HUMANA.pptxAULA 1 ANATOMIA E FISIOLOGIA HUMANA.pptx
AULA 1 ANATOMIA E FISIOLOGIA HUMANA.pptx
RomuloHalley1
 
ANATOMIA E FISIOLOGIA - INTRODUÇÃO SEGUNDA.pptx
ANATOMIA E FISIOLOGIA - INTRODUÇÃO SEGUNDA.pptxANATOMIA E FISIOLOGIA - INTRODUÇÃO SEGUNDA.pptx
ANATOMIA E FISIOLOGIA - INTRODUÇÃO SEGUNDA.pptx
JohnAlcntara
 
Aula 01 _introdução_ao_estudo_-_psicologia
Aula 01 _introdução_ao_estudo_-_psicologiaAula 01 _introdução_ao_estudo_-_psicologia
Aula 01 _introdução_ao_estudo_-_psicologia
Universidade Federal de Alagoas - UFAL
 
introdução e conceitos anatômicos - anatomia humana I
introdução e conceitos anatômicos - anatomia humana Iintrodução e conceitos anatômicos - anatomia humana I
introdução e conceitos anatômicos - anatomia humana I
Marília Gomes
 
Anatomia geral terminologia anatômica - ricardo
Anatomia geral terminologia anatômica  - ricardoAnatomia geral terminologia anatômica  - ricardo
Anatomia geral terminologia anatômica - ricardo
Ricardo Augusto Tenfen Carneiro
 
Introducao_a_Anatomia_ppt.ppt
Introducao_a_Anatomia_ppt.pptIntroducao_a_Anatomia_ppt.ppt
Introducao_a_Anatomia_ppt.ppt
NetoPaes2
 
Introdução aplicada ao estudo Anatomia.ppt
Introdução aplicada ao estudo Anatomia.pptIntrodução aplicada ao estudo Anatomia.ppt
Introdução aplicada ao estudo Anatomia.ppt
Denise Braga
 
ANATOMIA HUMANA E ANIMAL 07.ppt
ANATOMIA HUMANA E ANIMAL 07.pptANATOMIA HUMANA E ANIMAL 07.ppt
ANATOMIA HUMANA E ANIMAL 07.ppt
BentoGilUane
 
Anatomia dos animais de produção i
Anatomia dos animais de produção iAnatomia dos animais de produção i
Anatomia dos animais de produção i
Francismara Carreira
 
Introdução à anatomia humana
Introdução à anatomia humanaIntrodução à anatomia humana
Introdução à anatomia humana
Renata Paulino
 
Anatomia Humana aula 02.03.pdf Ensino Médio
Anatomia Humana aula 02.03.pdf Ensino MédioAnatomia Humana aula 02.03.pdf Ensino Médio
Anatomia Humana aula 02.03.pdf Ensino Médio
MarcilioFeitosaLima1
 
Anatomia Humana aula 02.03.pptx ed. física
Anatomia Humana aula 02.03.pptx ed. físicaAnatomia Humana aula 02.03.pptx ed. física
Anatomia Humana aula 02.03.pptx ed. física
MarcilioFeitosaLima1
 
ANATOMIA E FISIOLOGIA - .......Copia.pptx
ANATOMIA E FISIOLOGIA - .......Copia.pptxANATOMIA E FISIOLOGIA - .......Copia.pptx
ANATOMIA E FISIOLOGIA - .......Copia.pptx
FranciscaalineBrito
 
Apostila i introdução a anatomia e aparelho locomotor
Apostila i   introdução a anatomia e aparelho locomotorApostila i   introdução a anatomia e aparelho locomotor
Apostila i introdução a anatomia e aparelho locomotor
Uirapuru Florêncio
 
Apostila anatomia humana
Apostila anatomia humanaApostila anatomia humana
Apostila anatomia humana
Elenilda Gramiscelli Sales
 
Apostila anatomia humana
Apostila anatomia humanaApostila anatomia humana
Apostila anatomia humana
Priscilla Meira
 
Apostila anatomia geral humana
Apostila anatomia geral humanaApostila anatomia geral humana
Apostila anatomia geral humana
Sabrina Felgueiras
 
Apostila anatomia humana
Apostila anatomia humanaApostila anatomia humana
Apostila anatomia humana
Gustavo Luiz
 
Planos anatômicos veterinária
Planos anatômicos veterináriaPlanos anatômicos veterinária
Planos anatômicos veterinária
Marília Gomes
 
aulas de anatomia e fisiologia -Farmacia [Guardado automaticamente].pptx
aulas de anatomia e fisiologia -Farmacia [Guardado automaticamente].pptxaulas de anatomia e fisiologia -Farmacia [Guardado automaticamente].pptx
aulas de anatomia e fisiologia -Farmacia [Guardado automaticamente].pptx
Braimo1
 

Semelhante a 1. aula 1 anatomia e fisiologia (20)

AULA 1 ANATOMIA E FISIOLOGIA HUMANA.pptx
AULA 1 ANATOMIA E FISIOLOGIA HUMANA.pptxAULA 1 ANATOMIA E FISIOLOGIA HUMANA.pptx
AULA 1 ANATOMIA E FISIOLOGIA HUMANA.pptx
 
ANATOMIA E FISIOLOGIA - INTRODUÇÃO SEGUNDA.pptx
ANATOMIA E FISIOLOGIA - INTRODUÇÃO SEGUNDA.pptxANATOMIA E FISIOLOGIA - INTRODUÇÃO SEGUNDA.pptx
ANATOMIA E FISIOLOGIA - INTRODUÇÃO SEGUNDA.pptx
 
Aula 01 _introdução_ao_estudo_-_psicologia
Aula 01 _introdução_ao_estudo_-_psicologiaAula 01 _introdução_ao_estudo_-_psicologia
Aula 01 _introdução_ao_estudo_-_psicologia
 
introdução e conceitos anatômicos - anatomia humana I
introdução e conceitos anatômicos - anatomia humana Iintrodução e conceitos anatômicos - anatomia humana I
introdução e conceitos anatômicos - anatomia humana I
 
Anatomia geral terminologia anatômica - ricardo
Anatomia geral terminologia anatômica  - ricardoAnatomia geral terminologia anatômica  - ricardo
Anatomia geral terminologia anatômica - ricardo
 
Introducao_a_Anatomia_ppt.ppt
Introducao_a_Anatomia_ppt.pptIntroducao_a_Anatomia_ppt.ppt
Introducao_a_Anatomia_ppt.ppt
 
Introdução aplicada ao estudo Anatomia.ppt
Introdução aplicada ao estudo Anatomia.pptIntrodução aplicada ao estudo Anatomia.ppt
Introdução aplicada ao estudo Anatomia.ppt
 
ANATOMIA HUMANA E ANIMAL 07.ppt
ANATOMIA HUMANA E ANIMAL 07.pptANATOMIA HUMANA E ANIMAL 07.ppt
ANATOMIA HUMANA E ANIMAL 07.ppt
 
Anatomia dos animais de produção i
Anatomia dos animais de produção iAnatomia dos animais de produção i
Anatomia dos animais de produção i
 
Introdução à anatomia humana
Introdução à anatomia humanaIntrodução à anatomia humana
Introdução à anatomia humana
 
Anatomia Humana aula 02.03.pdf Ensino Médio
Anatomia Humana aula 02.03.pdf Ensino MédioAnatomia Humana aula 02.03.pdf Ensino Médio
Anatomia Humana aula 02.03.pdf Ensino Médio
 
Anatomia Humana aula 02.03.pptx ed. física
Anatomia Humana aula 02.03.pptx ed. físicaAnatomia Humana aula 02.03.pptx ed. física
Anatomia Humana aula 02.03.pptx ed. física
 
ANATOMIA E FISIOLOGIA - .......Copia.pptx
ANATOMIA E FISIOLOGIA - .......Copia.pptxANATOMIA E FISIOLOGIA - .......Copia.pptx
ANATOMIA E FISIOLOGIA - .......Copia.pptx
 
Apostila i introdução a anatomia e aparelho locomotor
Apostila i   introdução a anatomia e aparelho locomotorApostila i   introdução a anatomia e aparelho locomotor
Apostila i introdução a anatomia e aparelho locomotor
 
Apostila anatomia humana
Apostila anatomia humanaApostila anatomia humana
Apostila anatomia humana
 
Apostila anatomia humana
Apostila anatomia humanaApostila anatomia humana
Apostila anatomia humana
 
Apostila anatomia geral humana
Apostila anatomia geral humanaApostila anatomia geral humana
Apostila anatomia geral humana
 
Apostila anatomia humana
Apostila anatomia humanaApostila anatomia humana
Apostila anatomia humana
 
Planos anatômicos veterinária
Planos anatômicos veterináriaPlanos anatômicos veterinária
Planos anatômicos veterinária
 
aulas de anatomia e fisiologia -Farmacia [Guardado automaticamente].pptx
aulas de anatomia e fisiologia -Farmacia [Guardado automaticamente].pptxaulas de anatomia e fisiologia -Farmacia [Guardado automaticamente].pptx
aulas de anatomia e fisiologia -Farmacia [Guardado automaticamente].pptx
 

1. aula 1 anatomia e fisiologia

  • 1. INTRODUÇÃO A ANATOMIA E FISIOLOGIA HUMANA CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE INSTITUTO CENECISTA DE ENSINO SUPERIOR DE SANTO ÂNGELO PRONATEC- CURSO TÉCNICO EM CITOPATOLOGIA Disciplina de Anatomia e Fisiologia Prof. Ieda Dorneles-iedabiomed@gmail.com
  • 2. Introdução O corpo humano é constituído por um conjunto de sistemas e órgãos que são responsáveis por mantê-lo em funcionamento durante toda vida humana. Há milhões de anos, o corpo humano vem se transformando e evoluindo para se adaptar ao ambiente e desenvolver o seu ser. Nosso corpo é uma mistura de elementos químicos feita na medida certa. As partes do corpo humano funcionam de maneira integrada e em harmonia com as outras.
  • 3. Histórico • Conhecimento do corpo humano: • - Necessidade de manter o corpo íntegro (superação da morte); • - Criar métodos de estudos na busca do desconhecido; • Observação: Início da civilização – o homem observa outros homens e animais. • Dissecação: (proibida em 150 a.C.; retornou muitos anos mais tarde, mais por questões práticas que intelectuais. • Grécia e Egito (1000 anos a.C.): conceitos de medicina racional e ética médica – busca do homem pela verdade objetiva.
  • 4. • Egípcios: Técnicas de conservação do corpo humano: • - Mumificação (natural) • - Embalsamamento (química) • lcameon de Croton (500 a.C.): registros de observações anatômicas. • Hipócrates de Cós (400 a.C.) : um dos fundadores da ciência; pai da medicina”; 72 textos. • "Teoria Humoral da Enfermidade" juramentos e ensinamentos – código moral e ético.
  • 5. • Aristóteles (72 anos após Hipócrates, 384 a 322 a.C.): coração como centro das emoções; anatomia humana comparativa. Não usou cadáver humano. • Roma antiga (42 a 37 a.C): Cornelius Celsus: • 4 sinais cardeais da inflamação: Rubor, Tumor, Calor, Dolor, Perda da função.
  • 6. • Galeno de Pérgamo (130 a 200 d.C.): retrocesso, aliado a igreja, ação do cérebro sobre todas as manifestações físicas, religião e ciência. • Até 1400 seus “ensinamentos” foram utilizados. • Anatomistas: estudos as escondidas • Violação do cadáver • Frederico II (1315): obrigatório uso de cadáver para cirurgiões (Universidades). • Duque Anjou (1376): autorizou a dissecação pública e anual de 1 cadáver humano.
  • 7. • Leonardo da Vinci (1452-1519): “arte e ciência caminham de mãos dadas” • Michelangelo Buonarotti: ápice; 20 anos adquirindo conhecimentos do corpo humano num convento; • Dissecações às escondidas; • Ato condenado pela igreja e autoridades; • No passado: só utilizavam cadáveres de criminosos e ladrões (número insuficiente).
  • 8. • Andreas Vesalius(1514-1564): “De humani corporis fabrica”. Corrigiu erros de outros anatomistas, expôs esqueleto do corpo humano. “Pai da Anatomia”. • Renascimento: perda das superstições e medos – evolução de várias ciências. • Uso do álcool para conservação (1660); • Anatomia microscópica: Macelo Malpighi (até 1694); • Marie-François Xavier Bichat: constituição tecidual dos órgãos. Contrib. Teoria Celular (Virchow); • Formalina utilizada com fixador (1890); • Raios X (1985).
  • 9. • Secúlo XX: intensificação das pesquisas, descobertas de curas de doenças, antibióticos – Pasteur • qualidade de vida Atualidades – Von Hagen
  • 10. ANATOMIA CONCEITOS É a análise da estrutura biológica, sua correlação com a função e com as modulações de estrutura em resposta a fatores temporais, genéticos e ambientais. Visa compreender os princípios arquitetônicos da construção dos organismos vivos, a descoberta da base estrutural do funcionamento das várias partes e a compreensão dos mecanismos formativos envolvidos no desenvolvimento destas. A amplitude da anatomia compreende, em termos temporais, desde o estudo das mudanças a longo prazo da estrutura, no curso de evolução, passando pelas das mudanças de duração intermediária em desenvolvimento, crescimento e envelhecimento; até as mudanças de curto prazo, associadas com fases diferentes de atividade funcional normal. É a ciência que estuda macro e microscopicamente, a constituição e o desenvolvimento dos seres organizados. (seres vivos).
  • 11. Nomenclatura • Anatomia tem sua linguagem própria. Ao conjunto de termos empregados para designar e descrever o organismo ou suas partes dá-se o nome de Nomenclatura Anatômica. • A língua oficialmente adotada é o latim, e ao designar uma estrutura do organismo, a nomenclatura procura utilizar termos que não sejam apenas sinais para a memória, mas tragam também alguma informação ou descrição sobre a referida estrutura. • forma (músculo trapézio); a sua posição ou situação (nervo mediano); o seu trajeto (artéria circunflexa da escápula); as suas conexões ou inter- relações (ligamento sacroilíaco); a sua relação com o esqueleto (artéria radial); sua função (m. levantador da escápula); critério misto (m. flexor superficial dos dedos – função e situação)
  • 12. A Anatomia do desenvolvimento estuda o desenvolvimento do indivíduo a partir do ovo fertilizado até a forma adulta. Ela engloba a Embriologia que é o estudo do desenvolvimento até o nascimento. Anatomia Macroscópica é o estudo das estruturas observáveis a olho nu, utilizando ou não recursos tecnológicos. Anatomia Microscópica é aquela relacionada com as estruturas invisíveis a olho nu e requer o uso de instrumental para ampliação, como lupas, microscópios ópticos e eletrônicos. Citologia (estudo da célula). Histologia (estudo dos tecidos e de como estes se organizam para a formação de órgãos). Atualmente, a Anatomia pode ser subdividida em três grandes grupos:
  • 13. O que é NORMAL? Normal, é o estatisticamente mais comum, ou seja, o que é encontrado na maioria dos casos. Varia entre idade, sexo, biotipo e etnia.
  • 14. • Quando ocorre prejuízo funcional trata-se de uma anomalia e não de uma variação. Variação anatômica é qualquer fuga do padrão sem prejuízo da função. Assim, a artéria braquial mais comumente divide-se na fossa cubital. Este é o padrão. Entretanto, em alguns indivíduos esta divisão ocorre ao nível da axila. Como não existe perda funcional esta é uma variação. incompatível com a vida, é uma monstruosidade.
  • 15. POSIÇÃO ANATÔMICA • Padronizada para se referir aos termos anatômicos. • Posição ereta (em pé, posição ortostática ou bípede), • face voltada para a frente, • o olhar dirigido para o horizonte, • membros superiores estendidos, • aplicados ao tronco e com as palmas voltadas para frente, • membros inferiores unidos, com as pontas dos pés dirigidas para frente.
  • 17. PLANOS DE DELIMITAÇÃO E SECÇÃO DO CORPO HUMANO
  • 18. • 1. o plano sagital, formado pelo deslocamento do eixo ântero-posterior ao longo do eixo longitudinal; • 2. o plano sagital mediano, formado pelo deslocamento do eixo ântero-posterior ao longo do eixo longitudinal na linha mediana, dividindo o corpo em duas metades aparentemente simétricas, denominadas antímeros; • 3. o plano transversal ou horizontal, formado pelo deslocamento do eixo de largura ao longo do eixo ântero-posterior. Uma série sucessiva de planos transversais divide o corpo em segmentos denominados metâmeros; • 4. o plano frontal ou coronal, formado pelo deslocamento do eixo de largura ao longo do eixo longitudinal, dividindo o corpo em porções chamadas de paquímeros.
  • 19. TERMOS DE POSIÇÃO E DIREÇÃO • Inferior ou caudal: mais próximo dos pés; • Superior ou cranial: mais próximo da cabeça; • Anterior ou ventral: mais próximo do ventre; • Posterior ou dorsal: mais próximo do dorso; • Proximal: mais próximo do ponto de origem; • Distal: mais afastado do ponto de origem; • Medial: mais próximo do plano sagital mediano; • Lateral: mais afastado do plano sagital mediano; • Superficial: mais próximo da pele; • Profundo: mais afastado da pele; • Homolateral ou ipsilateral: do mesmo lado do corpo; • Contra-lateral: do lado oposto do corpo;
  • 22. Decúbitos Decúbito é um termo médico que se refere à posição da pessoa que está deitada, não necessariamente dormindo. Pode ser referido como: Decúbito dorsal ou supina (pessoa que deita com a barriga voltada para cima). Decúbito ventral ou prona (pessoa que deita de bruços). Decúbito lateral (esquerdo ou direito).
  • 23. MÉTODOS DE ESTUDO 2. PALPAÇÃO: analisando através do tato é possível verificar a pulsação, os tendões musculares e as saliências ósseas, dentre outras; 1. INSPEÇÃO: analisando através da visão. A análise pode ser de órgãos externos (ectoscopia) ou internos (endoscopia); 3. PERCUSSÃO: através de batimentos digitais na superfície corporal podemos produzir sons audíveis, que ajudam a determinar a composição de órgãos ou estruturas (gases, líquidos ou sólidos);
  • 24. • 4. AUSCULTA: ouvindo determinados órgãos em funcionamento (Ex.: coração, pulmão, intestino); 5. MENSURAÇÃO: permite a avaliação da simetria corporal e de eventuais megalias; 6. DISSECÇÃO: consiste na separação minuciosa dos diferentes órgãos para uma melhor visualização; 7. MÉTODOS DE ESTUDO POR IMAGEM: inclui o raio X, ecografia, ressonância nuclear magnética e tomografia computadorizada
  • 25. FISIOLOGIA • A fisiologia advém do grego, "physis e logos", conhecimento e estudo, ou seja, é a ciência que estuda as funções dos seres multicelulares (vivos). • A anatomia e a fisiologia são campos de estudo estreitamente relacionados onde a primeira incide sobre o conhecimento da forma e a segunda dedica-se ao estudo da função de cada parte do corpo, sendo ambas, áreas de vital importância para o conhecimento médico.
  • 26. NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO ESTRUTURAL DO CORPO HUMANO • O corpo humano consiste de vários níveis de organização estrutural que estão associados entre si, entre eles: • 1. nível químico • 2. nível molecular • 3. nível tecidual • 4. nível orgânico • 5. nível sistêmico
  • 27. 1. NÍVEL QUÍMICO • O nível químico inclui todas as substâncias químicas necessárias para manter a vida. • As substâncias químicas são constituídas de átomos, a menor unidade de matéria, e alguns deles, como o C, H, O, N, Ca, K e o Na são essenciais para a manutenção da vida. Os átomos combinam-se para formar moléculas; dois ou mais átomos unidos.
  • 28. 2. NÍVEL MOLECULAR • As moléculas, por sua vez, combinam-se para formar o próximo nível de organização: o nível celular. As células são as unidades estruturais e funcionais básicas de um organismo.
  • 30. Especificação dos tecidos básicos • Epitélio→ revestimento da superfície externa do corpo (pele), os órgãos(fígado, pulmão e rins) e as cavidades corporais internas; • Conjuntivo→ constituído por células e abundante matriz extracelular, com função de preenchimento, sustentação e transporte de substâncias; • Muscular→ constituído por células com propriedades contráteis; • Nervoso→ formado por células que constituem o sistema nervoso central e periférico (o cérebro, a medula espinhal e os nervos).
  • 34. 1. Sistemas de sustentação: Esquelético e muscular • Principais funções: sustentação, movimento e proteção. • Principais componentes: ossos, músculos e articulações.
  • 35. 2. Sistema Tegumentar • Principais funções: proteção, controle da temperatura. • Principais componentes: pele (epiderme e derme) e tecido subcutâneo (hipoderme).
  • 36. 3. Sistema Nervoso • Principais funções: ajustamento do organismo ao ambiente, perceber e identificar as condições ambientais externas, bem como as condições dentro do próprio corpo e elaborar respostas que adaptem a essas condições. • Função Sensorial, Integrativa e Motora. • Principais componentes: Sistema Nervoso Central(encéfalo e medula) e Sistema Nervoso Periférico.
  • 37. 4. Sistema Endócrino • Principais funções: junto com o sistema nervoso, promove a manutenção do equilíbrio do organismo (homeostase), por meio do controle das funções biológicas. • Principais componentes: Pineal ou Epífise, Hipófise (Pituitária), Tireóide e Paratireóide (abaixo da laringe) ,Supra-renais (superior aos rins), Pâncreas, Ovários e testículos.
  • 38. 5. Sistema Circulatório • Principais funções: transporte de O2, nutrientes, hormônios para as células e remoção de produtos indesejáveis; defesa do organismo (por meio do transporte de anti-toxinas e glóbulos brancos); também auxilia na manutenção do conteúdo de H2O e íons, pH e temperatura do corpo. • Principais componentes: coração, vasos (artérias, veias e capilares)
  • 39. 6. Sistema Respiratório • Principais funções: trocas gasosas (captação de O2– remoção de CO2). • Principais componentes: cavidades (ou fossas) nasais, faringe, laringe, traquéia (que se ramifica nos brônquios), alvéolos e pulmões
  • 40. 7. Sistema Digestivo • Principais funções: realiza a digestão: quebra de alimentos, absorção dos componentes nutritivos e eliminação de substâncias indesejáveis). • Principais componentes: boca (língua, dentes, etc.), faringe, esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso, reto e ânus. Possui glândulas anexas: glândulas salivares, fígado e pâncreas.
  • 41. 8. Sistema Genital Feminino e mamas • Principais funções: reprodução. • Principais componentes: ovários, trompas, útero e vagina.
  • 42. 9. Sistema Genital Masculino • Principais funções: reprodução. • Principais componentes: bolsa escrotal, testículos, epidídimos, canais deferentes, uretra, vesículas seminais, próstata e pênis.
  • 43. 10. Sangue e tecido hematopoético
  • 44. Questões de revisão • 1. O que você entende por Anatomia e Fisiologia. Conceitue-as. • 2. Qual a diferença entre anatomia microscópica, macroscópica e anatomia do desenvolvimento? • 3. Diferencie os termos: Variação anatômica, anomalia e monstruosidade. • 4. Diferencie e explique os termos de antímero, metâmero e paquímero. • 5. Quanto aos termos de direção, podemos dizer que o polegar direito esta situado na posição ____________, em relação ao polegar esquerdo. • 6. O ombro esta situado na posição ____________, em relação ao tronco. • 7. A cabeça esta situada na direção _____________, em relação ao pescoço. • 8. Os músculos da coxa em relação ao tronco são _____________. E os músculos dos pés, em relação ao tronco, são _________________. • 9. O antebraço direito em relação ao antebraço esquerdo encontra-se na posição _____________. • 10. Diferencie os níveis de ..organização estrutural dos seres humanos. O estudo da citopatologia se encaixa em qual(is) dessas organizações? • 11. Escolha um dos sistemas orgânicos estudados, e disserte sobre ele. (10 linhas).