SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 25
PROGRAMA DE AÇÃO:
refletindo sobre a sua
intencionalidade e
colocando a mão na massa
Centro Educa Mais Nascimento de Moraes
01/01/2023
PAUTA FORMATIVA
Acolhida: Recomeço
Oficina: Refletindo e construindo
o Programa de Ação
Considerações Finais
Acolhida: Recomeço
Quando a vida…
Quando a vida bater forte e sua alma sangrar,
quando esse mundo pesado lhe ferir, lhe esmagar,
é hora do recomeço, recomece a lutar.
Quando tudo for escuro e nada iluminar,
quando tudo for incerto e você só duvidar,
é hora do recomeço, recomece a acertar.
Quando a estrada for longa e seu corpo fraquejar,
quando não houver caminho, nenhum lugar para chegar,
é hora do recomeço, recomece a caminhar.
Quando o mal for evidente e o amor ocultar,
quando o peito for vazio e o abraço faltar,
é hora do recomeço, recomece a amar
Quando você cair e ninguém lhe aparar,
quando a força do que é ruim lhe derrubar,
é hora do recomeço, recomece a levantar.
Quando a falta de esperança lhe açoitar,
se tudo que for real for difícil suportar,
mais uma vez é hora de recomeçar, recomece a sonhar.
Enfim meu povo. É preciso de um final para poder
recomeçar.
Como é preciso cair para poder se levantar.
Nem sempre engatar a ré significa voltar.
Remarque aquele encontro, reconquiste um amor, reúna
quem lhe quer bem.
Reconforte um sofredor, reanime quem está
triste, reaprenda na dor.
Recomece, se esforce, relembre o que foi bom,
reconstrua cada
sonho, redescubra algum dom, reaprenda quando errar,
rebole quando dançar.
E se um dia lá na frente a vida der uma ré, recupere sua
fé e recomece novamente.
Autor: Bráulio Bessa
•Concentra seu foco na
operacionalização,
dos meios e processos
que darão corpo às
diretrizes traçadas.
•Instrumento operacional
individual que trata dos
meios e processos e que
desdobram as estratégias
traçadas no Plano de Ação
em ações no chão da
escola.
•É um veículo
para o exercício
da delegação
gradual e
planejada.
PROGRAMA DE AÇÃO
•Gestor e demais
educadores elaboram
seus Programas de
Ação detalhando
ações a serem
desenvolvidas pelos
docentes e não
docentes.
Então, qual a intencionalidade
do Programa de Ação?
O Programa de Ação tem o objetivo de sistematizar as ações
pedagógicas de cada profissional da escola.
Programas de Ação está orientada por um diálogo, sustentado
na confiança mútua entre o gestor e o profissional, e este passa a ter
acordadas as suas responsabilidades, as necessidades de ajustes
nas suas atividades e seu plano formativo e de
autodesenvolvimento. desdobramento das estratégias em
atribuições, ações e metas de
resultado individuais, identificando
necessidades de formação
de competências e alinhamento da
equipe
Iniciativa
Delegação
Comprometimento
Determinação
Flexibilidade
Respeito
ATITUDE
ATITUDE
PROGRAMA DE AÇÃO:
Nível Operacional
PROGRAMA DE AÇÃO
INTRODUÇÃO
Breve relato da sua experiência
profissional e do contexto da escola,
como perfil dos estudantes, dificuldades
e questões específicas da sua área de
atuação.
Um diagnóstico da realidade profissional
comentando sobre sua trajetória realizada,
descrevendo brevemente seu perfil.
Suas expectativas na implantação do Novo Ensino
Médio.
Como pretende, com seus saberes e história.
Contribuir para o sucesso do jovem e seu Projeto de
Vida.
E como pretende atuar para o atingir as metas do
Plano de Ação da Escola.
Mediante o exposto, a sua introdução muda no decorrer dos anos?
PROGRAMA DE AÇÃO
ENFOQUE
• Desmembramento das “Prioridades” do Plano de
Ação traduzidas em enfoque (em foco, evidência).
• Pontos relacionados ao seu Componente Curricular
que você não pode perder de vista.
Dica: Revisitar as Estratégias de cada Prioridade do Plano de Ação e
identificar aquelas que irão requerem um enfoque maior nos próximos meses,
ou seja, que irão demandar o planejamento de ações e prazos da sua parte.
Pontos da sua atuação que
merecem maior atenção, seja pelo
impacto nos resultados ou pela
dificuldade de sua realização.
Programa de Ação
• Potencializar a atuação e fortalecimento das ações dos clubes de
protagonismo e lideranças de turmas.
Gestor Geral
GAF
Gestor
Pedagógico
• Incorporar conteúdo curricular da Língua Portuguesa
em Disciplinas Eletivas e que contemple o Projeto de
Vida dos estudantes.
Professor de
Língua Portuguesa
Garantir relatórios e dados sistematizados dos estudantes por
turma, bem como monitorar a frequência, abandono e transferência
dos estudantes.
Acompanhar a elaboração de projetos pedagógicos e
planejamentos de atividades de acordo com os princípios do
Modelo e do Projeto de Vida dos estudantes, favorecendo o
processo ensino aprendizagem.
Exemplo
Programa de Ação
VAMOS REFLETIR
Substituir, sempre que
necessário, os professores de
Itinerários formativos de
Exatas m suas ausências de
curta duração
Acompanhar os resultados
obtidos pelos estudantes nas
avaliações.
Acompanhar a frequência e
permanência dos estudantes.
Organizar agenda formativa e
participar assiduamente dos
cursos oferecidos pela
Comunidade de
Aprendizagem
Incentivar o protagonismo
juvenil.
Realizar sondagem de
aprendizagem, afim de
verificar quais competências e
habilidades os estudantes
possuem
Esquematizar as
recuperações bimestrais
Participar de Jornada
Pedagógica.
PROGRAMA DE AÇÃO
Prioridade: Excelência nos resultados de aprendizagem
Premissa: Protagonismo
Estratégia: Sensibilizar os estudantes quanto à importância do acompanhamento dos
resultados das avaliações e indicadores da aprendizagem para o seu crescimento
acadêmico e realização do seu Projeto de Vida;
Realizar um trabalho de excelência, com foco no desenvolvimento
acadêmico dos estudantes, incentivando-os a superar dificuldades e
buscar conhecimento com o intuito de formar pessoas para a vida e
protagonista da sua história.
Trabalhar com práticas pedagógicas (respaldado nos pilares da educação)
que auxiliem na proposta de obter resultados no âmbito acadêmico
contribuindo significativamente para a preparação do seu Projeto de Vida.
Enfoque:
PROGRAMA DE AÇÃO
Prioridade: Excelência nos resultados de aprendizagem
Premissa: Protagonismo
Estratégia: Garantir o planejamento de forma interdisciplinar, fortalecendo a
articulação entre os componentes curriculares da BNCC e a parte diversificada;
Incorporar conteúdo curricular da Língua Portuguesa em Disciplinas
Eletivas e que contemple o Projeto de Vida dos estudantes.
Planejar, executar e rever ações, de forma interdisciplinar, visando o
fortalecimento da disciplina de Matemática entre os demais componentes
da BNCC e a parte diversificada para suprir defasagem de aprendizagem.
Enfoque:
PROGRAMA DE AÇÃO
Prioridade: Dominio das bases teóricas metodológicas do Modelo e sua aplicação
efetiva no projeto escolar
Premissa: Formação Continuada
Estratégia: Garantir participação da equipe docente nos processos formativos que
visem assegurar o pleno domínio das bases fundamentais do Modelo, bem como as
diretrizes do NEM;
Participar de cursos de formação, a fim de aprimorar o exercício de
minha função, com temas específicos do panorama de Ensino
Integral, em como as diretrizes do NEM.
Buscar através de formação continuada meu desenvolvimento pessoal e
profissional, com o intuito de avaliar e aprimorar minhas práticas
pedagógicas utilizando de tecnologias e soluções criativas..
Enfoque:
Programa de Ação
④ AÇÕES E PRAZOS
Ações que irão concretizar as estratégias e atingir as metas do Plano de Ação e os períodos em
que serão realizadas.
• São atividades temporárias
• Detalhadas em atividades e datas;
• Viabilizam a operacionalização das estratégias;
• São as estratégias do Plano de Ação transformadas em ações práticas;
• Viabilizam o cumprimento dos resultados esperados;
• Podem sofrer mudanças no decorrer do processo.
Dica: Registre aqui as ações planejadas e prazos para conclusão, revendo esta lista de ações a cada bimestre.
Lembrar de incluir:
- Ações decorrentes dos enfoques listados ao lado.
- Outras ações que também requeiram a sua contribuição para efetivar as estratégias indicadas no Plano de Ação.
Programa de Ação
④ AÇÕES E PRAZOS
AÇÕES DO GESTOR PEDAGÓGICO
AÇÕES PRAZOS
Organizar agenda formativa e pautas base com PCAs e professores. 04/03/2021
Validar propostas de disciplinas eletivas para o 1º Semestre. 10/03/2021
Validar com os PCAs os guias de aprendizagem do 1º. Período. 05/03/2021
Organizar o momento formativo com os professores para a construção
da Matriz Curricular Sintética.
20/03/2021
Reunir os professores para apresentar o plano de Nivelamento das
áreas de Língua Portuguesa e Matemática.
27/03/2021
Validar os Programas de Ação dos PCAs 10/04/2021
Programa de Ação
④ AÇÕES E PRAZOS
AÇÕES DO PCA
AÇÕES PRAZOS
Validar os Guias de Aprendizagem dos professores da área de
Linguagens com o apoio do GP.
01/03/2021
Validar os Programas de Ação dos professores da área de Linguagens. 10/04/2021
Elaborar uma agenda formativa para professores em parceria com o
Gestor Pedagógico.
15/04/2021
Construir a Matriz Curricular Sintética com os professores. 25/03/2021
Programa de Ação
④ AÇÕES E PRAZOS
AÇÕES DO PROFESSOR
AÇÕES PRAZOS
Elaborar o Guia de Aprendizagem do 1º período. 20/02/2021
Elaborar a proposta de disciplina eletiva para o 1º Semestre em
parceria com professor de outra disciplina/área.
01/03/2021
PROGRAMA DE AÇÃO
ATRIBUIÇÕES E ATIVIDADES
Principais atribuições do cargo, incluindo as práticas do Modelo
Pedagógico com foco no Projeto de Vida do estudante;
De que forma você pode contribuir para cumprir a missão da escola
(a razão de existir do seu trabalho ancorado no Plano de Ação da
escola);
Listar as atividades permanentes e que são de sua responsabilidade
(atribuições);
Enfatizar as ações mais relevante do seu tempo que, efetivamente estão
relacionadas com as práticas pedagógicas e de gestão e direcionadas para a
efetivação dos projetos de vida dos estudantes.
Programa de Ação
⑤ COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER
CONHECIMENTOS E HABILIDADES (formação, aprofundamento)
Dica: Reflita sobre quais os conhecimentos e habilidades percebe necessidade de formação e/ou
aprofundamento, seja esse através de formações, estudo coletivo ou atividade autodidata.
Ex;
 Aprofundamento nos fundamentos, princípios, metodologias, instrumentos e práticas aplicadas
no modelo da escola.
 Habilidade para condução de oficinas de elaboração de Plano de Ação e de Programas de Ação
ATITUDES (nas quais poderia melhorar)
Dica: Agende uma conversa com seu(ua) líder para que ele(a) lhe indique onde percebe que sua
atitude poderia melhorar, por exemplo, 2 ou 3 pontos.
 Maior proatividade no acompanhamento dos Planos de Ação, nos Indicadores das escolas e no
envolvimento das gerências regionais no processo.
 Exercitar mais a escuta, acolhendo as críticas como oportunidades de reflexão e melhoria.
Programa de Ação
⑥ INDICADORES & METAS PACTUADAS
Resgatar do Plano de Ação os indicadores impactados por sua atuação e
desdobrá-los em indicadores e metas individuais.
AL
ELENCAR:
• Indicadores do Plano
Ação
-Deve ser os que serão
diretamente impactados
pelo seu trabalho como
professor.
Ex.: índice de aprovação
na escola
OBS: Os indicadores da 1ª
coluna devem ser igual ao
do Plano de Ação da
escola, não deve ser
mudado.
• Indicadores e Metas
pactuadas (da minha
área de atuação)
Resultados setorizados,
específicos da sua
atribuição funcional.
Ex.: índice de aprovação
no seu Componente
Curricular.
Indicadores do
Plano de Ação
Indicadores da minha área de atuação Metas
Índice de aprovação INDICADORES DO GESTOR PEDAGÓGICO
- Índice de aprovação do 1º ano
- Índice de aprovação do 2º ano
- Índice de aprovação do 3º ano
INDICADOR DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA
DO 1º ANO
- Índice de aprovação em Matemática do 1º ano
Dica:
Estabelecer aqui
metas individuais
que tornem
viáveis as metas
do Plano de
Ação.
Programa de Ação
⑥ INDICADORES & METAS PACTUADAS
Resgatar do Plano de Ação os indicadores impactados por sua atuação e desdobrá-los em
indicadores e metas individuais.
AL
Indicadores do Plano de
Ação
Indicadores da minha área de atuação Metas
Porcentagem de Guias de
Aprendizagem elaborados.
INDICADORES DO GESTOR GERAL
(E.I.): (não aplicável)
INDICADORES DO GESTOR PEDAGÓGICO
 Elaboração dos Guias de Aprendizagem de Matemática
 Elaboração dos Guias de Aprendizagem de Linguagens
 Elaboração dos Guias de Aprendizagem de Ciências da
Natureza
 Elaboração dos Guias de Aprendizagem de Ciências
Humanas
INDICADORES DO PCA DA ÁREA DE MATEMÁTICA
 Elaboração dos Guias de Aprendizagem da área de
Matemática
PROFESSOR DE MATEMÁTICA DO 1º ANO
não aplicável pois é uma ação onde o monitoramento e o
indicador são da coordenação.
Dica: Estabelecer
aqui metas
individuais que
tornem viáveis as
metas do Plano de
Ação.
Programa de Ação
⑦ ALINHAMENTO
Indicar aqui as áreas e pessoas com quem
você precisa estar alinhado, assim como os
pontos chaves de alinhamento (vertical e
horizontal).
Com quem você se comunica frequentemente para
garantir o acompanhamento das ações / delegação.
Horizontal:
alinhamento
com seus pares;
Vertical:
alinhamento
hierárquico
Programa de Ação
⑧ SUBSTITUTO(S)
Relacione a(s) pessoa(s) que podem substituí-lo no caso de você
precisar se ausentar por algum tempo e que, portanto, irá requerer
de você ações de alinhamento.
Mencionar o nome e que atribuições ele(s) podem substituir.
Como elaborar um Programa de
Ação
⑨ FATORES CRÍTICOS DE APOIO
Pontos que podem afetar o bom desempenho
da sua atividade e requerem ações de
prevenção.
FATORES EXTERNOS
• Questões que não
dependem de você porém
são indispensáveis para
sua atuação. Ex.:
necessidade de ônibus
para uma aula de campo,
falta de internet,
fornecimento elétrico...
FATORES INTERNOS
• Questões de alinhamento
na comunicação interna.
Ex.: falta de controle dos
atrasos dos estudantes,
ausência de devolutivas do
SOE sobre estudantes com
problemas de
comportamento...
Ciclo Formativo de Acompanhamento –
Sobrevivência – P1 e P2
Obrigada!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Planejamento e ação docente 2
Planejamento e ação docente 2Planejamento e ação docente 2
Planejamento e ação docente 2
Joao Balbi
 
Avaliação tipos e funções 2
Avaliação tipos e funções 2Avaliação tipos e funções 2
Avaliação tipos e funções 2
SimoneHelenDrumond
 
ATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de Aula
ATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de AulaATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de Aula
ATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de Aula
Claudia Elisabete Silva
 

Mais procurados (20)

Planejamento e ação docente 2
Planejamento e ação docente 2Planejamento e ação docente 2
Planejamento e ação docente 2
 
Cópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docx
Cópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docxCópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docx
Cópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docx
 
Planejamento pedagógico
Planejamento pedagógicoPlanejamento pedagógico
Planejamento pedagógico
 
Relatório estágio
Relatório  estágioRelatório  estágio
Relatório estágio
 
Formação para os professores educação interdimensional
Formação para os professores educação interdimensionalFormação para os professores educação interdimensional
Formação para os professores educação interdimensional
 
O papel da didática na formação do professor
O papel da didática na formação do professorO papel da didática na formação do professor
O papel da didática na formação do professor
 
Avaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolarAvaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolar
 
Ppt avaliação
Ppt avaliaçãoPpt avaliação
Ppt avaliação
 
ReflexõEs Estágio
ReflexõEs EstágioReflexõEs Estágio
ReflexõEs Estágio
 
Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem
 
Avaliação tipos e funções 2
Avaliação tipos e funções 2Avaliação tipos e funções 2
Avaliação tipos e funções 2
 
Planejamento Escolar
Planejamento EscolarPlanejamento Escolar
Planejamento Escolar
 
Reforço escolar
Reforço escolarReforço escolar
Reforço escolar
 
Planejamento educacional
Planejamento educacionalPlanejamento educacional
Planejamento educacional
 
ATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de Aula
ATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de AulaATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de Aula
ATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de Aula
 
Plano de-ac3a7c3a3o-modelo-01
Plano de-ac3a7c3a3o-modelo-01Plano de-ac3a7c3a3o-modelo-01
Plano de-ac3a7c3a3o-modelo-01
 
Educação interdimensional
Educação interdimensionalEducação interdimensional
Educação interdimensional
 
PPP - SLIDES DE APRESENTAÇÃO PARA A COMUNIDADE
PPP - SLIDES DE APRESENTAÇÃO PARA A COMUNIDADEPPP - SLIDES DE APRESENTAÇÃO PARA A COMUNIDADE
PPP - SLIDES DE APRESENTAÇÃO PARA A COMUNIDADE
 
Pei slides programa de acao
Pei slides programa de acaoPei slides programa de acao
Pei slides programa de acao
 
Planejamento Escolar
Planejamento EscolarPlanejamento Escolar
Planejamento Escolar
 

Semelhante a oficina de programa de ação.pptx

PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIPPLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
www.estagiosupervisionadofip.blogspot.com
 
Guia Geral Gestar Ii Cidaadrianarosi
Guia Geral Gestar Ii   CidaadrianarosiGuia Geral Gestar Ii   Cidaadrianarosi
Guia Geral Gestar Ii Cidaadrianarosi
guest5727987
 
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1 Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
Nilcéia Rodrigues
 
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1 Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
Nilcéia Rodrigues
 
Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01
Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01
Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01
Jhosyrene Oliveira
 
2 currículo, programa e programação
2 currículo, programa e programação2 currículo, programa e programação
2 currículo, programa e programação
psicologiaestoi
 
Programa-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docx
Programa-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docxPrograma-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docx
Programa-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docx
MaxLuisEspinosa
 

Semelhante a oficina de programa de ação.pptx (20)

PPT_Orientação da diversificada 01.ppt
PPT_Orientação da diversificada 01.pptPPT_Orientação da diversificada 01.ppt
PPT_Orientação da diversificada 01.ppt
 
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIPPLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
 
Guia Geral Gestar Ii Cidaadrianarosi
Guia Geral Gestar Ii   CidaadrianarosiGuia Geral Gestar Ii   Cidaadrianarosi
Guia Geral Gestar Ii Cidaadrianarosi
 
1ª Formação de 2020.pptx
1ª Formação de 2020.pptx1ª Formação de 2020.pptx
1ª Formação de 2020.pptx
 
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1 Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
 
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1 Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
 
Formador de formadores
Formador de formadoresFormador de formadores
Formador de formadores
 
Formador de formadores
Formador de formadoresFormador de formadores
Formador de formadores
 
ensino integral slides_nivelamento_-15-03-2018.pptx
ensino integral slides_nivelamento_-15-03-2018.pptxensino integral slides_nivelamento_-15-03-2018.pptx
ensino integral slides_nivelamento_-15-03-2018.pptx
 
Supervisor Escolar
Supervisor EscolarSupervisor Escolar
Supervisor Escolar
 
Projeto didáticas e práticas de ensino
Projeto didáticas e práticas de ensinoProjeto didáticas e práticas de ensino
Projeto didáticas e práticas de ensino
 
Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01
Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01
Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01
 
Apresentação geral do GESTAR II
Apresentação geral do GESTAR IIApresentação geral do GESTAR II
Apresentação geral do GESTAR II
 
Gestão escolar i papel do pcp
Gestão escolar i   papel do pcpGestão escolar i   papel do pcp
Gestão escolar i papel do pcp
 
5ºATPC de Linguagens - Planejando as Aulas.pptx
5ºATPC de Linguagens - Planejando as Aulas.pptx5ºATPC de Linguagens - Planejando as Aulas.pptx
5ºATPC de Linguagens - Planejando as Aulas.pptx
 
Planejamento Pedagógico - EE República do Suriname 2015
Planejamento Pedagógico - EE República do Suriname 2015Planejamento Pedagógico - EE República do Suriname 2015
Planejamento Pedagógico - EE República do Suriname 2015
 
Coordenador Pedagógico
Coordenador PedagógicoCoordenador Pedagógico
Coordenador Pedagógico
 
2 currículo, programa e programação
2 currículo, programa e programação2 currículo, programa e programação
2 currículo, programa e programação
 
Programa-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docx
Programa-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docxPrograma-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docx
Programa-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docx
 
Apresentação 2 planejamento
Apresentação 2   planejamentoApresentação 2   planejamento
Apresentação 2 planejamento
 

oficina de programa de ação.pptx

  • 1. PROGRAMA DE AÇÃO: refletindo sobre a sua intencionalidade e colocando a mão na massa Centro Educa Mais Nascimento de Moraes 01/01/2023
  • 2. PAUTA FORMATIVA Acolhida: Recomeço Oficina: Refletindo e construindo o Programa de Ação Considerações Finais
  • 3. Acolhida: Recomeço Quando a vida… Quando a vida bater forte e sua alma sangrar, quando esse mundo pesado lhe ferir, lhe esmagar, é hora do recomeço, recomece a lutar. Quando tudo for escuro e nada iluminar, quando tudo for incerto e você só duvidar, é hora do recomeço, recomece a acertar. Quando a estrada for longa e seu corpo fraquejar, quando não houver caminho, nenhum lugar para chegar, é hora do recomeço, recomece a caminhar. Quando o mal for evidente e o amor ocultar, quando o peito for vazio e o abraço faltar, é hora do recomeço, recomece a amar Quando você cair e ninguém lhe aparar, quando a força do que é ruim lhe derrubar, é hora do recomeço, recomece a levantar. Quando a falta de esperança lhe açoitar, se tudo que for real for difícil suportar, mais uma vez é hora de recomeçar, recomece a sonhar. Enfim meu povo. É preciso de um final para poder recomeçar. Como é preciso cair para poder se levantar. Nem sempre engatar a ré significa voltar. Remarque aquele encontro, reconquiste um amor, reúna quem lhe quer bem. Reconforte um sofredor, reanime quem está triste, reaprenda na dor. Recomece, se esforce, relembre o que foi bom, reconstrua cada sonho, redescubra algum dom, reaprenda quando errar, rebole quando dançar. E se um dia lá na frente a vida der uma ré, recupere sua fé e recomece novamente. Autor: Bráulio Bessa
  • 4. •Concentra seu foco na operacionalização, dos meios e processos que darão corpo às diretrizes traçadas. •Instrumento operacional individual que trata dos meios e processos e que desdobram as estratégias traçadas no Plano de Ação em ações no chão da escola. •É um veículo para o exercício da delegação gradual e planejada. PROGRAMA DE AÇÃO •Gestor e demais educadores elaboram seus Programas de Ação detalhando ações a serem desenvolvidas pelos docentes e não docentes.
  • 5. Então, qual a intencionalidade do Programa de Ação? O Programa de Ação tem o objetivo de sistematizar as ações pedagógicas de cada profissional da escola. Programas de Ação está orientada por um diálogo, sustentado na confiança mútua entre o gestor e o profissional, e este passa a ter acordadas as suas responsabilidades, as necessidades de ajustes nas suas atividades e seu plano formativo e de autodesenvolvimento. desdobramento das estratégias em atribuições, ações e metas de resultado individuais, identificando necessidades de formação de competências e alinhamento da equipe
  • 7. PROGRAMA DE AÇÃO INTRODUÇÃO Breve relato da sua experiência profissional e do contexto da escola, como perfil dos estudantes, dificuldades e questões específicas da sua área de atuação. Um diagnóstico da realidade profissional comentando sobre sua trajetória realizada, descrevendo brevemente seu perfil. Suas expectativas na implantação do Novo Ensino Médio. Como pretende, com seus saberes e história. Contribuir para o sucesso do jovem e seu Projeto de Vida. E como pretende atuar para o atingir as metas do Plano de Ação da Escola. Mediante o exposto, a sua introdução muda no decorrer dos anos?
  • 8. PROGRAMA DE AÇÃO ENFOQUE • Desmembramento das “Prioridades” do Plano de Ação traduzidas em enfoque (em foco, evidência). • Pontos relacionados ao seu Componente Curricular que você não pode perder de vista. Dica: Revisitar as Estratégias de cada Prioridade do Plano de Ação e identificar aquelas que irão requerem um enfoque maior nos próximos meses, ou seja, que irão demandar o planejamento de ações e prazos da sua parte. Pontos da sua atuação que merecem maior atenção, seja pelo impacto nos resultados ou pela dificuldade de sua realização.
  • 9. Programa de Ação • Potencializar a atuação e fortalecimento das ações dos clubes de protagonismo e lideranças de turmas. Gestor Geral GAF Gestor Pedagógico • Incorporar conteúdo curricular da Língua Portuguesa em Disciplinas Eletivas e que contemple o Projeto de Vida dos estudantes. Professor de Língua Portuguesa Garantir relatórios e dados sistematizados dos estudantes por turma, bem como monitorar a frequência, abandono e transferência dos estudantes. Acompanhar a elaboração de projetos pedagógicos e planejamentos de atividades de acordo com os princípios do Modelo e do Projeto de Vida dos estudantes, favorecendo o processo ensino aprendizagem. Exemplo
  • 10. Programa de Ação VAMOS REFLETIR Substituir, sempre que necessário, os professores de Itinerários formativos de Exatas m suas ausências de curta duração Acompanhar os resultados obtidos pelos estudantes nas avaliações. Acompanhar a frequência e permanência dos estudantes. Organizar agenda formativa e participar assiduamente dos cursos oferecidos pela Comunidade de Aprendizagem Incentivar o protagonismo juvenil. Realizar sondagem de aprendizagem, afim de verificar quais competências e habilidades os estudantes possuem Esquematizar as recuperações bimestrais Participar de Jornada Pedagógica.
  • 11. PROGRAMA DE AÇÃO Prioridade: Excelência nos resultados de aprendizagem Premissa: Protagonismo Estratégia: Sensibilizar os estudantes quanto à importância do acompanhamento dos resultados das avaliações e indicadores da aprendizagem para o seu crescimento acadêmico e realização do seu Projeto de Vida; Realizar um trabalho de excelência, com foco no desenvolvimento acadêmico dos estudantes, incentivando-os a superar dificuldades e buscar conhecimento com o intuito de formar pessoas para a vida e protagonista da sua história. Trabalhar com práticas pedagógicas (respaldado nos pilares da educação) que auxiliem na proposta de obter resultados no âmbito acadêmico contribuindo significativamente para a preparação do seu Projeto de Vida. Enfoque:
  • 12. PROGRAMA DE AÇÃO Prioridade: Excelência nos resultados de aprendizagem Premissa: Protagonismo Estratégia: Garantir o planejamento de forma interdisciplinar, fortalecendo a articulação entre os componentes curriculares da BNCC e a parte diversificada; Incorporar conteúdo curricular da Língua Portuguesa em Disciplinas Eletivas e que contemple o Projeto de Vida dos estudantes. Planejar, executar e rever ações, de forma interdisciplinar, visando o fortalecimento da disciplina de Matemática entre os demais componentes da BNCC e a parte diversificada para suprir defasagem de aprendizagem. Enfoque:
  • 13. PROGRAMA DE AÇÃO Prioridade: Dominio das bases teóricas metodológicas do Modelo e sua aplicação efetiva no projeto escolar Premissa: Formação Continuada Estratégia: Garantir participação da equipe docente nos processos formativos que visem assegurar o pleno domínio das bases fundamentais do Modelo, bem como as diretrizes do NEM; Participar de cursos de formação, a fim de aprimorar o exercício de minha função, com temas específicos do panorama de Ensino Integral, em como as diretrizes do NEM. Buscar através de formação continuada meu desenvolvimento pessoal e profissional, com o intuito de avaliar e aprimorar minhas práticas pedagógicas utilizando de tecnologias e soluções criativas.. Enfoque:
  • 14. Programa de Ação ④ AÇÕES E PRAZOS Ações que irão concretizar as estratégias e atingir as metas do Plano de Ação e os períodos em que serão realizadas. • São atividades temporárias • Detalhadas em atividades e datas; • Viabilizam a operacionalização das estratégias; • São as estratégias do Plano de Ação transformadas em ações práticas; • Viabilizam o cumprimento dos resultados esperados; • Podem sofrer mudanças no decorrer do processo. Dica: Registre aqui as ações planejadas e prazos para conclusão, revendo esta lista de ações a cada bimestre. Lembrar de incluir: - Ações decorrentes dos enfoques listados ao lado. - Outras ações que também requeiram a sua contribuição para efetivar as estratégias indicadas no Plano de Ação.
  • 15. Programa de Ação ④ AÇÕES E PRAZOS AÇÕES DO GESTOR PEDAGÓGICO AÇÕES PRAZOS Organizar agenda formativa e pautas base com PCAs e professores. 04/03/2021 Validar propostas de disciplinas eletivas para o 1º Semestre. 10/03/2021 Validar com os PCAs os guias de aprendizagem do 1º. Período. 05/03/2021 Organizar o momento formativo com os professores para a construção da Matriz Curricular Sintética. 20/03/2021 Reunir os professores para apresentar o plano de Nivelamento das áreas de Língua Portuguesa e Matemática. 27/03/2021 Validar os Programas de Ação dos PCAs 10/04/2021
  • 16. Programa de Ação ④ AÇÕES E PRAZOS AÇÕES DO PCA AÇÕES PRAZOS Validar os Guias de Aprendizagem dos professores da área de Linguagens com o apoio do GP. 01/03/2021 Validar os Programas de Ação dos professores da área de Linguagens. 10/04/2021 Elaborar uma agenda formativa para professores em parceria com o Gestor Pedagógico. 15/04/2021 Construir a Matriz Curricular Sintética com os professores. 25/03/2021
  • 17. Programa de Ação ④ AÇÕES E PRAZOS AÇÕES DO PROFESSOR AÇÕES PRAZOS Elaborar o Guia de Aprendizagem do 1º período. 20/02/2021 Elaborar a proposta de disciplina eletiva para o 1º Semestre em parceria com professor de outra disciplina/área. 01/03/2021
  • 18. PROGRAMA DE AÇÃO ATRIBUIÇÕES E ATIVIDADES Principais atribuições do cargo, incluindo as práticas do Modelo Pedagógico com foco no Projeto de Vida do estudante; De que forma você pode contribuir para cumprir a missão da escola (a razão de existir do seu trabalho ancorado no Plano de Ação da escola); Listar as atividades permanentes e que são de sua responsabilidade (atribuições); Enfatizar as ações mais relevante do seu tempo que, efetivamente estão relacionadas com as práticas pedagógicas e de gestão e direcionadas para a efetivação dos projetos de vida dos estudantes.
  • 19. Programa de Ação ⑤ COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER CONHECIMENTOS E HABILIDADES (formação, aprofundamento) Dica: Reflita sobre quais os conhecimentos e habilidades percebe necessidade de formação e/ou aprofundamento, seja esse através de formações, estudo coletivo ou atividade autodidata. Ex;  Aprofundamento nos fundamentos, princípios, metodologias, instrumentos e práticas aplicadas no modelo da escola.  Habilidade para condução de oficinas de elaboração de Plano de Ação e de Programas de Ação ATITUDES (nas quais poderia melhorar) Dica: Agende uma conversa com seu(ua) líder para que ele(a) lhe indique onde percebe que sua atitude poderia melhorar, por exemplo, 2 ou 3 pontos.  Maior proatividade no acompanhamento dos Planos de Ação, nos Indicadores das escolas e no envolvimento das gerências regionais no processo.  Exercitar mais a escuta, acolhendo as críticas como oportunidades de reflexão e melhoria.
  • 20. Programa de Ação ⑥ INDICADORES & METAS PACTUADAS Resgatar do Plano de Ação os indicadores impactados por sua atuação e desdobrá-los em indicadores e metas individuais. AL ELENCAR: • Indicadores do Plano Ação -Deve ser os que serão diretamente impactados pelo seu trabalho como professor. Ex.: índice de aprovação na escola OBS: Os indicadores da 1ª coluna devem ser igual ao do Plano de Ação da escola, não deve ser mudado. • Indicadores e Metas pactuadas (da minha área de atuação) Resultados setorizados, específicos da sua atribuição funcional. Ex.: índice de aprovação no seu Componente Curricular. Indicadores do Plano de Ação Indicadores da minha área de atuação Metas Índice de aprovação INDICADORES DO GESTOR PEDAGÓGICO - Índice de aprovação do 1º ano - Índice de aprovação do 2º ano - Índice de aprovação do 3º ano INDICADOR DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA DO 1º ANO - Índice de aprovação em Matemática do 1º ano Dica: Estabelecer aqui metas individuais que tornem viáveis as metas do Plano de Ação.
  • 21. Programa de Ação ⑥ INDICADORES & METAS PACTUADAS Resgatar do Plano de Ação os indicadores impactados por sua atuação e desdobrá-los em indicadores e metas individuais. AL Indicadores do Plano de Ação Indicadores da minha área de atuação Metas Porcentagem de Guias de Aprendizagem elaborados. INDICADORES DO GESTOR GERAL (E.I.): (não aplicável) INDICADORES DO GESTOR PEDAGÓGICO  Elaboração dos Guias de Aprendizagem de Matemática  Elaboração dos Guias de Aprendizagem de Linguagens  Elaboração dos Guias de Aprendizagem de Ciências da Natureza  Elaboração dos Guias de Aprendizagem de Ciências Humanas INDICADORES DO PCA DA ÁREA DE MATEMÁTICA  Elaboração dos Guias de Aprendizagem da área de Matemática PROFESSOR DE MATEMÁTICA DO 1º ANO não aplicável pois é uma ação onde o monitoramento e o indicador são da coordenação. Dica: Estabelecer aqui metas individuais que tornem viáveis as metas do Plano de Ação.
  • 22. Programa de Ação ⑦ ALINHAMENTO Indicar aqui as áreas e pessoas com quem você precisa estar alinhado, assim como os pontos chaves de alinhamento (vertical e horizontal). Com quem você se comunica frequentemente para garantir o acompanhamento das ações / delegação. Horizontal: alinhamento com seus pares; Vertical: alinhamento hierárquico
  • 23. Programa de Ação ⑧ SUBSTITUTO(S) Relacione a(s) pessoa(s) que podem substituí-lo no caso de você precisar se ausentar por algum tempo e que, portanto, irá requerer de você ações de alinhamento. Mencionar o nome e que atribuições ele(s) podem substituir.
  • 24. Como elaborar um Programa de Ação ⑨ FATORES CRÍTICOS DE APOIO Pontos que podem afetar o bom desempenho da sua atividade e requerem ações de prevenção. FATORES EXTERNOS • Questões que não dependem de você porém são indispensáveis para sua atuação. Ex.: necessidade de ônibus para uma aula de campo, falta de internet, fornecimento elétrico... FATORES INTERNOS • Questões de alinhamento na comunicação interna. Ex.: falta de controle dos atrasos dos estudantes, ausência de devolutivas do SOE sobre estudantes com problemas de comportamento...
  • 25. Ciclo Formativo de Acompanhamento – Sobrevivência – P1 e P2 Obrigada!