SlideShare uma empresa Scribd logo
TUTORIA
APRESENTAÇÃO
QUEM É VOCÊ?
• Nome
• Idade
• Onde reside?
• Já era da escola?
• Por que você decidiu
permanecer ou vir no
Alice Chuery?
DINÂMICA
KK
QUAL É O PRINCIPAL OBJETIVO DA ESCOLA DO
PROGRAMA ENSINO INTEGRAL?
AUTÔNOMO SOLIDÁRIO COMPETENTE
EXCELÊNCIA
ACADÊMICA
PROJETO
DE VIDA
BASE
NACIONAL
COMUM
PARTE
DIVERSIFICADA
FORMAR JOVEM PROTAGONISTA
PREMISSAS
Formação Continuada
Corresponsabilidade
Protagonismo
Excelência em Gestão
Replicabilidade
VALORES
Valorização da educação pública pela oferta de um ensino de qualidade
Valorização dos educadores
Gestão Escolar democrática e responsável
Espírito de equipe e cooperação
Mobilização, engajamento e responsabilização da rede, alunos e sociedade
em torno do processo ensino-aprendizagem: espírito público e cidadania
Escola como centro irradiador da inovação.
Os Quatro Pilares
da Educação
Pedagogia da
Presença
Educação
Interdimensional
Protagonismo Juvenil
PRINCÍPIOS
BASE / FUNDAMENTOS DO PROGRAMA
TUTORIA
O QUE É?
TUTORIA refere-se a uma situação de interação, presença na
vida do outro, em que uma pessoa dá apoio para tornar possível que a
outra se desenvolva e/ou coloque em ação algum direito, dever,
conhecimento, competência ou habilidade.
Tutoria e Pedagogia da Presença são pares indissociáveis no PEI.
TUTORIA
• Tem como principal objetivo o alcance do Projeto de Vida.
• O tutor faz o acompanhamento e suporte para sustentação do Projeto de Vida
do estudante, o tutor deve considerar os princípios da Educação
Interdimensional e da Pedagogia da Presença, direcionando-os a ter foco no
Projeto de Vida.
• Elaboração da pasta de tutoria para acompanhamento do estudante e nela
deverá ser feito os registros da tutoria, acompanhamento de notas,
ocorrências, Eletivas que o aluno participa, se é líder de turma ou
presidentede clube.
• Acompanhada e monitorada pelo vice-diretor.
ATENÇÃO!!!
O ESTUDANTE ESCOLHE SEU TUTOR.
TIPOS DE TUTORIA
• A orientação pessoal: tem como finalidade proporcionar ao estudante uma
formação integral, facilitando-lhe seu autoconhecimento, sua adaptação e a
tomada de decisões refletida.
• A orientação acadêmica: o tutor ajudará o estudante a superar as dificuldades
relacionadas com os hábitos e as metodologias de estudo e com sua integração
na sala de aula.
• A orientação profissional: pretende que o estudante consiga fazer uma escolha
profissional e acadêmica de acordo com sua personalidade, suas aptidões e seus
interesses. O tutor ajudará o estudante a conhecer a si mesmo e a informar-se
sobre os créditos e estudos existentes relacionados com o mundo profissional.
( ARGUIS, et al. – p.20 – 2002 )
QUEM É O TUTOR?
Aquele que consegue colocar os outros à vontade, partir de
uma relação de confiança mútua e de afinidade com foco na
ampliação da consciência das pessoas com as quais interage,
numa relação caracterizada pelo mestre que caminha ao lado do
aprendiz e não pelo mestre que fica no alto da cátedra.
( Jair Moggi )
CARACTERÍSTICAS DO TUTOR
• Qualidades humanas ( o ser tutor )
Empatia, maturidade intelectual e afetiva, sociabilidade, responsabilidade e
capacidade de aceitação;
• Qualidades científicas ( o saber tutor )
Conhecimento da maneira de ser do estudante e dos elementos pedagógicos que
tornam possível conhecê-lo e ajudá-lo.
• Qualidades técnicas ( o saber fazer do tutor )
Capacidade de trabalhar com eficácia e em equipe, participando de projetos e
programas estabelecidos de comum acordo para a formação dos estudantes.
• O professor tutor precisa ter disponibilidade para servir.
• Precisa ser desprendido, que tem genuíno interesse em ver o próximo atingir seus
objetivos.
• Atuar como um orientador da aprendizagem.
• É um dinamizador da vida socioafetiva.
• Um orientador pessoal, escolar e profissional dos tutorados.
LEMBRETE: A tutoria não é aconselhamento e tampouco sessão de terapia,
pois possui um objetivo extremamente pedagógico.
O QUE SE ESPERA DO TUTOR?
.
• Procure ser acolhedor, buscando compreender os pensamentos e sentimentos
do aluno.
• Esteja disponível para ouvir seu tutorado, sem interrompê-lo ou criticá-lo.
• Ele deve perceber que você se interessa por ele.
• Mesmo que você discorde das opiniões e/ou atitudes do tutorado, respeite o
que ele pensa.
• Cabe ao tutor ter uma postura ética e acolhedora incentivando uma curiosidade
crítica e uma prática reflexiva sobre suas próprias opiniões.
COMO DESENVOLVER?
ESCUTA ATIVA E PEDAGOGIA DA PRESENÇA
.
TUTORIA E PROJETO DE VIDA
TUTORIA E PROJETO DE VIDA
O tutor deverá conhecer e ter acesso a todas as informações
sobre o seu tutorado: SEU PROJETO DE VIDA E OS SEUS
RESULTADOS DE DESEMPENHO.
Mesmo transitando no âmbito pessoal, social e profissional
( Ensino Médio ), o foco do trabalho tutor é ACADÊMICO.
O objetivo da tutoria é promover, por meio do
acompanhamento sistemático o alcance do sucesso escolar e a
realização do seu PROJETO DE VIDA.
.
TUTORIA E PROJETO DE VIDA
A escolha do tutor garantirá o PROTAGONISMO dos
estudantes e respeitará, na medida do possível, suas preferências
por determinado professor, estabelecendo uma relação de
confiança, disponibilidade e compromisso com seus tutorados.
A tutoria é fundamental para acompanhamento de todas as
ações dos estudantes, colaborando e incentivando o protagonismo
juvenil e a construção do Projeto de Vida tão importantes para o
sucesso do aluno no Programa de Ensino Integral.
.
TUTORIA E PROJETO DE VIDA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tutoria e orientação de estudos
Tutoria e orientação de estudosTutoria e orientação de estudos
Tutoria e orientação de estudos
ELZA PIRES
 
Aula nota 10 - 49 técnicas para ser um professor nota 10
Aula nota 10 - 49 técnicas para ser um professor nota 10Aula nota 10 - 49 técnicas para ser um professor nota 10
Aula nota 10 - 49 técnicas para ser um professor nota 10
Ricardo Silva
 
Pei slides programa de acao
Pei slides programa de acaoPei slides programa de acao
Pei slides programa de acao
E.E. Mario Martins Pereira
 
Jogos e Dinâmicas de Grupo - Pessoa com Deficiência
Jogos e Dinâmicas de Grupo - Pessoa com DeficiênciaJogos e Dinâmicas de Grupo - Pessoa com Deficiência
Jogos e Dinâmicas de Grupo - Pessoa com Deficiência
Rosane Domingues
 
Reunião de pais
Reunião de paisReunião de pais
Reunião de pais
Rosangela Moreira
 
Formação para os professores Premissa Protagonismo Juvenil
Formação para os professores Premissa Protagonismo JuvenilFormação para os professores Premissa Protagonismo Juvenil
Formação para os professores Premissa Protagonismo Juvenil
SandraRombi
 
Programa-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docx
Programa-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docxPrograma-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docx
Programa-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docx
MaxLuisEspinosa
 
Resumo aula nota 10
Resumo   aula nota 10Resumo   aula nota 10
Resumo aula nota 10
sergionunes12
 
Aulas de protagonismo juvenil ef
Aulas de protagonismo juvenil efAulas de protagonismo juvenil ef
Aulas de protagonismo juvenil ef
Marina da Costa Lima
 
Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aulaGestão de sala de aula
Gestão de sala de aula
formacaodecoordenadores
 
CARTILHA TUTORIA.pdf
CARTILHA TUTORIA.pdfCARTILHA TUTORIA.pdf
CARTILHA TUTORIA.pdf
GiselleMoreira13
 
Conceito de Tutoria
Conceito de TutoriaConceito de Tutoria
Conceito de Tutoria
joao jose saraiva da fonseca
 
Aula nota 10
Aula nota 10Aula nota 10
Aula nota 10
Janaina Lopes
 
Competencias socioemocionais--nova-escola
Competencias socioemocionais--nova-escolaCompetencias socioemocionais--nova-escola
Competencias socioemocionais--nova-escola
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Gestão da Sala de Aula
Gestão da Sala de Aula Gestão da Sala de Aula
Gestão da Sala de Aula
Grasiela Dourado
 
15 anexo aula 01 bingo humano
15 anexo aula 01 bingo humano15 anexo aula 01 bingo humano
15 anexo aula 01 bingo humano
Janaina Ferreira
 
Modelo proposta pedagógica
Modelo proposta pedagógicaModelo proposta pedagógica
Modelo proposta pedagógica
tatyathaydes
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
01 estudos orientados eo 2022
01 estudos orientados   eo 202201 estudos orientados   eo 2022
01 estudos orientados eo 2022
LEODINEIAGAMA
 
Plano de ação para coordenação pedagógica
Plano de ação para coordenação pedagógicaPlano de ação para coordenação pedagógica
Plano de ação para coordenação pedagógica
Blog Amiga da Pedagogia By Nathália
 

Mais procurados (20)

Tutoria e orientação de estudos
Tutoria e orientação de estudosTutoria e orientação de estudos
Tutoria e orientação de estudos
 
Aula nota 10 - 49 técnicas para ser um professor nota 10
Aula nota 10 - 49 técnicas para ser um professor nota 10Aula nota 10 - 49 técnicas para ser um professor nota 10
Aula nota 10 - 49 técnicas para ser um professor nota 10
 
Pei slides programa de acao
Pei slides programa de acaoPei slides programa de acao
Pei slides programa de acao
 
Jogos e Dinâmicas de Grupo - Pessoa com Deficiência
Jogos e Dinâmicas de Grupo - Pessoa com DeficiênciaJogos e Dinâmicas de Grupo - Pessoa com Deficiência
Jogos e Dinâmicas de Grupo - Pessoa com Deficiência
 
Reunião de pais
Reunião de paisReunião de pais
Reunião de pais
 
Formação para os professores Premissa Protagonismo Juvenil
Formação para os professores Premissa Protagonismo JuvenilFormação para os professores Premissa Protagonismo Juvenil
Formação para os professores Premissa Protagonismo Juvenil
 
Programa-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docx
Programa-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docxPrograma-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docx
Programa-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docx
 
Resumo aula nota 10
Resumo   aula nota 10Resumo   aula nota 10
Resumo aula nota 10
 
Aulas de protagonismo juvenil ef
Aulas de protagonismo juvenil efAulas de protagonismo juvenil ef
Aulas de protagonismo juvenil ef
 
Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aulaGestão de sala de aula
Gestão de sala de aula
 
CARTILHA TUTORIA.pdf
CARTILHA TUTORIA.pdfCARTILHA TUTORIA.pdf
CARTILHA TUTORIA.pdf
 
Conceito de Tutoria
Conceito de TutoriaConceito de Tutoria
Conceito de Tutoria
 
Aula nota 10
Aula nota 10Aula nota 10
Aula nota 10
 
Competencias socioemocionais--nova-escola
Competencias socioemocionais--nova-escolaCompetencias socioemocionais--nova-escola
Competencias socioemocionais--nova-escola
 
Gestão da Sala de Aula
Gestão da Sala de Aula Gestão da Sala de Aula
Gestão da Sala de Aula
 
15 anexo aula 01 bingo humano
15 anexo aula 01 bingo humano15 anexo aula 01 bingo humano
15 anexo aula 01 bingo humano
 
Modelo proposta pedagógica
Modelo proposta pedagógicaModelo proposta pedagógica
Modelo proposta pedagógica
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
01 estudos orientados eo 2022
01 estudos orientados   eo 202201 estudos orientados   eo 2022
01 estudos orientados eo 2022
 
Plano de ação para coordenação pedagógica
Plano de ação para coordenação pedagógicaPlano de ação para coordenação pedagógica
Plano de ação para coordenação pedagógica
 

Semelhante a FORMAÇÃO TUTORIA PARA ENSINO INTEGRAL.pptx

TUTORIA_ESTUDANTES.pptx
TUTORIA_ESTUDANTES.pptxTUTORIA_ESTUDANTES.pptx
TUTORIA_ESTUDANTES.pptx
joaquim436197
 
Professor x Educador
Professor x EducadorProfessor x Educador
Professor x Educador
Agâta Dourado
 
Apresenta..
Apresenta..Apresenta..
Apresenta..
Sussy De La Lumier
 
PPT_Tutoria(1).pptx
PPT_Tutoria(1).pptxPPT_Tutoria(1).pptx
PPT_Tutoria(1).pptx
WarlenSilva10
 
Tecendo sobre a Inclusão Escolar
Tecendo sobre a Inclusão EscolarTecendo sobre a Inclusão Escolar
Tecendo sobre a Inclusão Escolar
Danielle Souza
 
Aula1
Aula1Aula1
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
Gleisser
 
Tutoria- Escola Craveiro Costa- Secretaria
Tutoria- Escola Craveiro Costa- SecretariaTutoria- Escola Craveiro Costa- Secretaria
Tutoria- Escola Craveiro Costa- Secretaria
ErlissonPinheiro
 
Apresentacao.pptx
Apresentacao.pptxApresentacao.pptx
Apresentacao.pptx
Jaylson Monteiro
 
Prática pedagógica:a relação professor-aluno no ensino superior
Prática pedagógica:a relação professor-aluno no ensino superiorPrática pedagógica:a relação professor-aluno no ensino superior
Prática pedagógica:a relação professor-aluno no ensino superior
Professor do Futuro Assessoria S/A Cursos online
 
PCN
PCNPCN
Didática III
Didática IIIDidática III
Didática III
Robert Cesar
 
Sugestões de como trabalhar (ensinar) a turma toda
Sugestões de como trabalhar (ensinar) a turma todaSugestões de como trabalhar (ensinar) a turma toda
Sugestões de como trabalhar (ensinar) a turma toda
Profª Fabi Sobrenome
 
EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA FORMAÇÃO DOCENTE
EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA FORMAÇÃO DOCENTEEDUCAÇÃO CONTINUADA PARA FORMAÇÃO DOCENTE
EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA FORMAÇÃO DOCENTE
ALEXSANDRE FERNANDES RIBEIRO
 
didatica no ensino superios 3
didatica no ensino superios 3didatica no ensino superios 3
didatica no ensino superios 3
jairdeoliveirajunior
 
Relação professor aluno
Relação professor alunoRelação professor aluno
Relação professor aluno
Romes Heriberto
 
apresentacaoflf-170729234142-convertido.pptx
apresentacaoflf-170729234142-convertido.pptxapresentacaoflf-170729234142-convertido.pptx
apresentacaoflf-170729234142-convertido.pptx
Halysson Dantas
 
6 relacionamento professor aluno
6 relacionamento professor aluno6 relacionamento professor aluno
6 relacionamento professor aluno
Orientar Consultoria Ltda
 
Ga stela vc_como aprendem _pessoas_jovens_adultas_revisado2_final_27_08_2013_...
Ga stela vc_como aprendem _pessoas_jovens_adultas_revisado2_final_27_08_2013_...Ga stela vc_como aprendem _pessoas_jovens_adultas_revisado2_final_27_08_2013_...
Ga stela vc_como aprendem _pessoas_jovens_adultas_revisado2_final_27_08_2013_...
Jeca Tatu
 
3ºENCONTRO ANUAL.pptx
3ºENCONTRO ANUAL.pptx3ºENCONTRO ANUAL.pptx
3ºENCONTRO ANUAL.pptx
FransuelenCarvalhoSo
 

Semelhante a FORMAÇÃO TUTORIA PARA ENSINO INTEGRAL.pptx (20)

TUTORIA_ESTUDANTES.pptx
TUTORIA_ESTUDANTES.pptxTUTORIA_ESTUDANTES.pptx
TUTORIA_ESTUDANTES.pptx
 
Professor x Educador
Professor x EducadorProfessor x Educador
Professor x Educador
 
Apresenta..
Apresenta..Apresenta..
Apresenta..
 
PPT_Tutoria(1).pptx
PPT_Tutoria(1).pptxPPT_Tutoria(1).pptx
PPT_Tutoria(1).pptx
 
Tecendo sobre a Inclusão Escolar
Tecendo sobre a Inclusão EscolarTecendo sobre a Inclusão Escolar
Tecendo sobre a Inclusão Escolar
 
Aula1
Aula1Aula1
Aula1
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Tutoria- Escola Craveiro Costa- Secretaria
Tutoria- Escola Craveiro Costa- SecretariaTutoria- Escola Craveiro Costa- Secretaria
Tutoria- Escola Craveiro Costa- Secretaria
 
Apresentacao.pptx
Apresentacao.pptxApresentacao.pptx
Apresentacao.pptx
 
Prática pedagógica:a relação professor-aluno no ensino superior
Prática pedagógica:a relação professor-aluno no ensino superiorPrática pedagógica:a relação professor-aluno no ensino superior
Prática pedagógica:a relação professor-aluno no ensino superior
 
PCN
PCNPCN
PCN
 
Didática III
Didática IIIDidática III
Didática III
 
Sugestões de como trabalhar (ensinar) a turma toda
Sugestões de como trabalhar (ensinar) a turma todaSugestões de como trabalhar (ensinar) a turma toda
Sugestões de como trabalhar (ensinar) a turma toda
 
EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA FORMAÇÃO DOCENTE
EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA FORMAÇÃO DOCENTEEDUCAÇÃO CONTINUADA PARA FORMAÇÃO DOCENTE
EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA FORMAÇÃO DOCENTE
 
didatica no ensino superios 3
didatica no ensino superios 3didatica no ensino superios 3
didatica no ensino superios 3
 
Relação professor aluno
Relação professor alunoRelação professor aluno
Relação professor aluno
 
apresentacaoflf-170729234142-convertido.pptx
apresentacaoflf-170729234142-convertido.pptxapresentacaoflf-170729234142-convertido.pptx
apresentacaoflf-170729234142-convertido.pptx
 
6 relacionamento professor aluno
6 relacionamento professor aluno6 relacionamento professor aluno
6 relacionamento professor aluno
 
Ga stela vc_como aprendem _pessoas_jovens_adultas_revisado2_final_27_08_2013_...
Ga stela vc_como aprendem _pessoas_jovens_adultas_revisado2_final_27_08_2013_...Ga stela vc_como aprendem _pessoas_jovens_adultas_revisado2_final_27_08_2013_...
Ga stela vc_como aprendem _pessoas_jovens_adultas_revisado2_final_27_08_2013_...
 
3ºENCONTRO ANUAL.pptx
3ºENCONTRO ANUAL.pptx3ºENCONTRO ANUAL.pptx
3ºENCONTRO ANUAL.pptx
 

FORMAÇÃO TUTORIA PARA ENSINO INTEGRAL.pptx

  • 2. APRESENTAÇÃO QUEM É VOCÊ? • Nome • Idade • Onde reside? • Já era da escola? • Por que você decidiu permanecer ou vir no Alice Chuery?
  • 4. QUAL É O PRINCIPAL OBJETIVO DA ESCOLA DO PROGRAMA ENSINO INTEGRAL? AUTÔNOMO SOLIDÁRIO COMPETENTE EXCELÊNCIA ACADÊMICA PROJETO DE VIDA BASE NACIONAL COMUM PARTE DIVERSIFICADA FORMAR JOVEM PROTAGONISTA PREMISSAS Formação Continuada Corresponsabilidade Protagonismo Excelência em Gestão Replicabilidade VALORES Valorização da educação pública pela oferta de um ensino de qualidade Valorização dos educadores Gestão Escolar democrática e responsável Espírito de equipe e cooperação Mobilização, engajamento e responsabilização da rede, alunos e sociedade em torno do processo ensino-aprendizagem: espírito público e cidadania Escola como centro irradiador da inovação. Os Quatro Pilares da Educação Pedagogia da Presença Educação Interdimensional Protagonismo Juvenil PRINCÍPIOS BASE / FUNDAMENTOS DO PROGRAMA
  • 5. TUTORIA O QUE É? TUTORIA refere-se a uma situação de interação, presença na vida do outro, em que uma pessoa dá apoio para tornar possível que a outra se desenvolva e/ou coloque em ação algum direito, dever, conhecimento, competência ou habilidade. Tutoria e Pedagogia da Presença são pares indissociáveis no PEI.
  • 6. TUTORIA • Tem como principal objetivo o alcance do Projeto de Vida. • O tutor faz o acompanhamento e suporte para sustentação do Projeto de Vida do estudante, o tutor deve considerar os princípios da Educação Interdimensional e da Pedagogia da Presença, direcionando-os a ter foco no Projeto de Vida. • Elaboração da pasta de tutoria para acompanhamento do estudante e nela deverá ser feito os registros da tutoria, acompanhamento de notas, ocorrências, Eletivas que o aluno participa, se é líder de turma ou presidentede clube. • Acompanhada e monitorada pelo vice-diretor.
  • 8. TIPOS DE TUTORIA • A orientação pessoal: tem como finalidade proporcionar ao estudante uma formação integral, facilitando-lhe seu autoconhecimento, sua adaptação e a tomada de decisões refletida. • A orientação acadêmica: o tutor ajudará o estudante a superar as dificuldades relacionadas com os hábitos e as metodologias de estudo e com sua integração na sala de aula. • A orientação profissional: pretende que o estudante consiga fazer uma escolha profissional e acadêmica de acordo com sua personalidade, suas aptidões e seus interesses. O tutor ajudará o estudante a conhecer a si mesmo e a informar-se sobre os créditos e estudos existentes relacionados com o mundo profissional. ( ARGUIS, et al. – p.20 – 2002 )
  • 9. QUEM É O TUTOR? Aquele que consegue colocar os outros à vontade, partir de uma relação de confiança mútua e de afinidade com foco na ampliação da consciência das pessoas com as quais interage, numa relação caracterizada pelo mestre que caminha ao lado do aprendiz e não pelo mestre que fica no alto da cátedra. ( Jair Moggi )
  • 10. CARACTERÍSTICAS DO TUTOR • Qualidades humanas ( o ser tutor ) Empatia, maturidade intelectual e afetiva, sociabilidade, responsabilidade e capacidade de aceitação; • Qualidades científicas ( o saber tutor ) Conhecimento da maneira de ser do estudante e dos elementos pedagógicos que tornam possível conhecê-lo e ajudá-lo. • Qualidades técnicas ( o saber fazer do tutor ) Capacidade de trabalhar com eficácia e em equipe, participando de projetos e programas estabelecidos de comum acordo para a formação dos estudantes.
  • 11. • O professor tutor precisa ter disponibilidade para servir. • Precisa ser desprendido, que tem genuíno interesse em ver o próximo atingir seus objetivos. • Atuar como um orientador da aprendizagem. • É um dinamizador da vida socioafetiva. • Um orientador pessoal, escolar e profissional dos tutorados. LEMBRETE: A tutoria não é aconselhamento e tampouco sessão de terapia, pois possui um objetivo extremamente pedagógico. O QUE SE ESPERA DO TUTOR?
  • 12. . • Procure ser acolhedor, buscando compreender os pensamentos e sentimentos do aluno. • Esteja disponível para ouvir seu tutorado, sem interrompê-lo ou criticá-lo. • Ele deve perceber que você se interessa por ele. • Mesmo que você discorde das opiniões e/ou atitudes do tutorado, respeite o que ele pensa. • Cabe ao tutor ter uma postura ética e acolhedora incentivando uma curiosidade crítica e uma prática reflexiva sobre suas próprias opiniões. COMO DESENVOLVER? ESCUTA ATIVA E PEDAGOGIA DA PRESENÇA
  • 14. TUTORIA E PROJETO DE VIDA O tutor deverá conhecer e ter acesso a todas as informações sobre o seu tutorado: SEU PROJETO DE VIDA E OS SEUS RESULTADOS DE DESEMPENHO. Mesmo transitando no âmbito pessoal, social e profissional ( Ensino Médio ), o foco do trabalho tutor é ACADÊMICO. O objetivo da tutoria é promover, por meio do acompanhamento sistemático o alcance do sucesso escolar e a realização do seu PROJETO DE VIDA.
  • 15. . TUTORIA E PROJETO DE VIDA A escolha do tutor garantirá o PROTAGONISMO dos estudantes e respeitará, na medida do possível, suas preferências por determinado professor, estabelecendo uma relação de confiança, disponibilidade e compromisso com seus tutorados. A tutoria é fundamental para acompanhamento de todas as ações dos estudantes, colaborando e incentivando o protagonismo juvenil e a construção do Projeto de Vida tão importantes para o sucesso do aluno no Programa de Ensino Integral.