SlideShare uma empresa Scribd logo
INTRODUÇÃO À ASTRONOMIA
Prof Carlos Priante
AULA 15
Noções de Astronomia
Big Bang Theory
• Apoia-se na teoria da relatividade do físico Albert
Einstein (1879-1955) e nos estudos dos astrônomos
Edwin Hubble (1889-1953) e Milton Humason
(1891-1972),
• Eles demonstraram que o universo não é estático e
se encontra em constante expansão, ou seja, as
galáxias estão se afastando umas das outras.
• Portanto, no passado elas deveriam estar mais
próximas que hoje, e, até mesmo, formando um
único ponto.
Noções de Astronomia
O que é a Astronomia?
É a ciência que estuda o universo, numa
tentativa de perceber a sua estrutura e evolução.
Histórico
• É a ciência mais antiga.
• Os registros astronômicos mais antigos datam
de aproximadamente 3000 a.C. e se devem aos
chineses, babilônios, assírios e egípcios.
• O estudo do céu ajudou o ser humano a
desenvolver calendários para exercerem suas
atividades como: caça, agricultura, navegação,
exploração terrestre, etc.
Stonehenge, Inglaterra
• Em outras partes do mundo, evidências de
conhecimentos astronômicos muito antigos foram
deixadas na forma de monumentos, como
Stonehenge, na Inglaterra, que data de 3000 a
1500 a.C.
• Ao se posicionar
corretamente neste
circulo de pedra e
olhar na direção
certa o povo neolítico
podia saber a data do
solstício e equinócio,
que marcavam a
mudança de estação.
• Nas Américas, o observatório mais antigo
descoberto é o de Chankillo, no Peru, construído
entre 200 e 300 a.C.
Instrumentos de observação do céu
- Durante muitos anos o principal instrumento
utilizado pelo ser humano foi o seu próprio olho,
o que limitou o detalhamento das observações.
- Em 1608, o neerlandês Lippershey inventou um
instrumento chamado telescópio, para fins
militares.
- Em 1609, o astrônomo italiano Galileu Galilei
(1564-1642), aperfeiçoou este instrumento e
descobriu uma nova utilidade: a observação de
astros celestes.
Atualmente, depois de muito desenvolvimento
tecnológico, o telescópio passou por muitas
modificações e hoje encontramos até mesmo no
espaço, enviando imagens de regiões situadas a
distâncias inimagináveis.
Noções de Astronomia
TELESCOPIO HUBBLE
IMAGEM DE UMA
NEBULOSA
TELESCÓPIO JAMES WEBB, SUCESSOR DO HUBBLE.
SONDA VOYAGER: Foi a primeira a ir além do Sistema
Solar
SUPERNOVA: explosão estelar que forma corpos celestes
brilhantes.
Ano-luz
• Quando uma tempestade se aproxima e há
relâmpagos, primeiramente, vemos a luz do raio
e, segundo depois mais tarde, ouvimos o som do
trovão.
• Se os dois ocorrem no mesmo instante, porque
percebemos os dois em tempos diferentes?
- A velocidade do som é 340 m/s.
( Em 1 s percorre 340m).
- A velocidade da luz é 300.000.000 m/s
( Em 1 s percorre 300 milhões de metros).
PORTANTO: a velocidade da luz é muito maior
que a velocidade do som, por isso percebemos
primeiro a luz e depois o som do relâmpago.
ENTÃO:
- Um ano-luz é a distância que a luz percorre em
um ano no vácuo.
- Como as distâncias entre os objetos celestes são
gigantescas, utiliza-se o ano-luz como unidade
de tempo.
- Um ano-luz equivale a aproximadamente 10
trilhões de quilômetros.
• Quanto a luminosidade, os corpos podem ser:
Objetos luminosos: também denominados fonte
de luz primária, é aquele que emite luz própria.
Objetos iluminados: também denominados fonte
de luz secundária, é aquele que depende de uma
fonte de luz primária para ser observado, ou
seja, não emite luz própria.
Corpos luminosos
Corpos iluminados
VIA LÁCTEA
- Em um dos braços da Via Láctea, encontramos o
Sistema Solar.
- Há 80 anos, conhecíamos apenas uma galáxia
além da nossa, a Andrômeda; agora já são mais
de 100 bilhões delas.
Noções de Astronomia
O SISTEMA
SOLAR
Explosão de um estrela
Nuvem de gás e poeira
Movimentos giratórios –
redemoinhos
aglomerando partículas
No centro do disco a
temperatura atinge
500.000ºC
Formação do sistema solar
O SOL
• No Universo, comparado a algumas estrelas ou
sóis, o nosso Sol é considerado uma estrela
adolescente, de tamanho médio.
• A distância entre a Terra e o Sol é de 150 milhões
de km, embora seja a estrela mais próxima da
Terra.
Noções de Astronomia
• Essa distância é que permite uma temperatura
suportável para os seres vivos.
• Toda energia dos Sol é produzida em seu centro,
uma região chamada de núcleo.
• Estima-se que o sol viva por mais 5 bilhões de
anos. A luz do Sol leva 8 minutos para chegar até
a Terra.
Corresponde a
99% da massa do
sistema solar.
Formado há
cerca de 4,6
bilhões de anos, é
composto quase
inteiramente por
gases -90% de
hidrogênio e
9,9% de hélio.
A temperatura
em sua superfície
é de 5.700 ºC, e,
em seu interior,
pode chegar a
vários milhões de
graus.
Noções de Astronomia
Noções de Astronomia
NOÇÕES HISTÓRICAS SOBRE O
SISTEMA SOLAR
GEOCENTRISMO:
- Defendida no séc. II por Ptolomeu (87-151 d.C) e
aceita até o século XVI.
- Essa teoria afirmava que a Terra era o centro do
Universo, e que os outros astros, inclusive o Sol,
girava em torno dela.
G
E
O
C
E
N
T
R
I
S
M
O
HELIOCENTRISMO:
- Foi defendida por Nicolau Copérnico (1473-
1543).
- Em sua teoria o Sol era o centro do Universo,
com planetas orbitando ao seu redor.
- Por apresentar algumas falhas esta teoria foi
corrigida por Johannes Kleper (1571-1630).
- Mais tarde, verificou-se que nenhum dos dois
modelos poderia ser aceito porque, o Sol é centro
apenas do Sistema Solar e não do Universo todo.
H
E
L
I
O
C
E
N
T
R
I
S
M
O
CONHECENDO OS PLANETAS
sol
Mercúrio Vênus
Terra
Marte
Júpiter
Saturno
UranoNetuno
Plutão
Planeta anão
MERCÚRIO
MENOR PLANETA
MAIS PRÓXIMO DO SOL
(58 MILHÕES DE KM)
O SEU LADO VOLTADO
PARA O SOL É MUITO
QUENTE (430ºC) E O
LADO QUE FICA NA
SOMBRA É MUITO FRIO
(-170ºC)
SUA SUPERFÍCIE É
CONSTITUÍDA DE
ROCHAS E METAIS
NÃO EXISTE QUALQUER
POSSIBILIDADE DE
VIDA NESTE PLANETA
DA FORMA COMO
CONHECEMOS
DEMORA 87 DIAS PARA
GIRAR EM TORNO DO
SOL
E O SEU DIA
CORRESPONDE A 59
DIAS TERRESTRE
VÊNUS
É O VIZINHO MAIS
PRÓXIMO E UM
POUCO MENOR
QUE A TERRA
É CONHECIDO COMO
ESTRELA- D’alva.
SUA SUPERFÍCIE
APRESENTA
TEMPERATURA DE
460ºC, PRESSÃO
ATMOSFÉRICA
100X MAIOR E
VENTOS COM
VELOCIDADES DE
320 km/h.
É MAIS QUENTE QUE
MERCÚRIO
UM ANO EM VÊNUS -
244 DIAS E 17
HORAS UM DIA -
243 DIAS.
ELE GIRA AO
CONTRÁRIO DOS
OUTROS
PLANETAS
¾ DA SUPERFÍCIE
SÃO COBERTOS DE
ÁGUA
78% DA ATMOSFERA
FORMADA POR
NITROGÊNIO- COR
AZUL
O MOVIMENTO AO
REDOR DO SOL LEVA
365 DIAS E SEIS
HORAS E UM DIA TEM
24 HORAS
EM RELAÇÃO AO SOL
É O PRIMEIRO
PLANETA QUE
APRESENTA UM
SATÉLITE NATURAL: A
LUA
TERRA
DURANTE MUITO TEMPO
PENSOU NA POSSIBILIDADE
DE VIDA NESTE PLANETA
A ATMOSFERA DE MARTE É
COMPOSTA DE 95% DE GÁS
CARBÔNICO
APRESENTA GRANDE
QUANTIDADE ÓXIDO DE
FERRO NA SUPERFÍCIE
POSSUI GRANDES
PLANÍCIES E MONTANHAS
(MONTE OLIMPO)
SUAS TEMPERATURAS
OSCILAM ENTRE MÁXIMAS
DE 30ºC E MÍNIMAS DE –
90ºC
ENTRE MARTE E JUPITER
HÁ PRESENÇA DE UM
CINTURÃO DE ROCHAS
METÁLICAS
MARTE
POSSUI DUAS PEQUENAS LUAS:
FOBOS E DEIMOS
É O MAIOR PLANETA
(CABEM 1400 TERRA)
SUA ATMOSFERA É
COMPOSTA DE
HIDROGÊNIO E HÉLIO
APRESENTA FAIXAS
COLORIDAS DISPOSTAS
PARALAMENTE EM
RELAÇÃO AO SEU
EQUADOR.
APRESENTAM
DIFERENTES
MOVIMENTOS E
TEMPERATURAS
UM ANO CORRESPONDE A
12 ANOS TERRESTRES, E
UM DIA CORREPONDE A 10
HORAS.
A TEMPERTURA MÉDIA É
DE – 121ºC
JÚPITER
APRESENTA POUCA
LUMINOSIDADE E ENCONTRA-
SE NUMA REGIÃO
EXTREMAMENTE FRIA
SEGUNDO MAIOR PLANETA,
MUITO PARECIDO COM
JÚPITER
SUA TEMPERATURA MÉDIA
GIRA EM TORNO DE – 125ºC
APRESENTA EM SUA VOLTA
UM CONJUNTO DE SETE ANÉIS
FORMADOS POR GELO, POEIRA
E ROCHAS
UM ANO CORRESPONDE A 30
ANOS TERRESTRES E UM DIA
CORRESPONDE A 10 HORAS
EM SEU REDOR ORBITAM 31
SÁTELITES
SATURNO
O PRIMEIRO PLANETA
DESCOBERTO NA ERA
MODERNA
ACREDITA-SE QUE SUA
COZ AZUL-
ESVERDEADA SE DÁ
ATRAVÉS DA
ABSORÇÃO DA LUZ
VERMELHA PELO SEU
NUCLEO
UM ANO
CORRESPONDE A 84
ANOS TERRESTRES E
UM DIA CORRESPONDE
A 17 HORAS
URANO
MUITO SIMILAR A
URANO
SUPERFICIE FORMADA
POR ROCHAS E GELOS
FOI DESCOBERTO E,
1846, ATRAVÉS DE
DEDUÇÃO
MATEMÁTICA.
SUA ATMOSFERA
APRESENTA
HIDROGÊNIO, HÉLIO E
METANO
A TEMPERATURA ESTÁ
ENTRE – 193ºC E –
153ºC
UM ANO
CORRESPONDE A 64
ANOS TERRESTRES E
UM DIA
CORRESPONDE A 16
HORAS.
NETUNO
A PARTIR DE DO DIA
24 DE AGOSTO DE
2006,
PLUTÃO DEIXA DE
SER CLASSIFICADO
COMO PLANETA DO
SISTEMA SOLAR
E PASSA DESIGNADO
COMO PLANETA ANÃO
Movimentação da Terra
Rotação
• É o giro que o planeta realiza ao redor de si mesmo, ou seja,
ao redor do seu próprio eixo.
• Realizado no sentido anti-horário, de oeste para leste, e tem
duração aproximada de 24 horas, graças a este movimento a
luz solar ilumina diferentes áreas do planeta ( Dia e Noite).
• O Sol parece se mover, esta impressão se dá do leste para o
oeste.
• É por isso que, há milhares de anos, o Sol serve como
referência de posição: a direção onde ele aparece pela manhã
é o leste ou nascente e a direção onde ele desaparece no final
da tarde é o oeste ou poente.
Noções de Astronomia
Translação
• É aquele que a Terra realiza ao redor do Sol junto com os
outros planetas (forma de uma elipse-Primeira Lei de
Kepler).
• A velocidade média da Terra ao descrever essa órbita é
de 107.000 km por hora, e o tempo necessário para
completar uma volta é de 365 dias, 5 horas e cerca de 48
minutos.
• Esse tempo que a Terra leva para dar uma volta
completa em torno do Sol é chamado "ano". O ano civil,
adotado por convenção, tem 365 dias.
• Como o ano sideral, ou o tempo real do movimento de
translação, é de 365 dias e 6 horas, a cada quatro anos
temos um ano de 366 dias, que é chamado ano bissexto.
1ºLEI DE KEPLER
Posições do Sol
• As datas que marcam o início das estações do ano
determinam também a maneira e a intensidade com que os
raios solares atingem a Terra em seu movimento de
translação.
• Essas datas recebem a denominação de equinócio e solstício
• Quando no hemisfério Norte é inverno, no hemisfério Sul é
verão. Quando for primavera em um dos hemisférios, será
outono no outro.
• Isso ocorre em função da posição que cada hemisfério ocupa
em relação ao Sol naquele período, o que determina a
quantidade de irradiação solar que está recebendo.
Noções de Astronomia
• Raios solares : na linha do Equador (primavera e
outono) ou nos trópicos (verão e inverno).
Movimentação da Lua
Ciclo total= 30 dias 7,5 para cada fase
Eclipse
Eclipse Lunar
• O eclipse lunar acontece na fase da Lua Cheia.
• Ocorre quando a Terra fica entre o Sol e a Lua, que
passa pela região da sombra da Terra.
• A Terra, nessa ocasião, bloqueia os raios solares que
iluminam a Lua.
• A sombra da Terra se projeta na Lua, cobrindo-a
parcial (eclipse parcial) ou totalmente (eclipse total).
Noções de Astronomia
Eclipse solar
• Ocorre quando a Lua fica entre o Sol e a Terra, ou
seja, na fase de Lua Nova e todos ficam alinhados
em uma reta só.
• Nessa ocasião, a Lua bloqueia os raios solares que
iluminam parte da Terra.
• O eclipse solar pode ser parcial para algumas
regiões.
• Esse fenômeno ocorre pelo menos duas vezes ao
ano; no entanto ocorre raramente num mesmo local
da Terra.
Noções de Astronomia
Influência da Lua e Sol nas marés
Alinhamento de Planetas
Marte à 4 bilhões de anos atrás
Um asteroide a 65 milhões de anos
Noções de Astronomia
Noções de Astronomia
Um irmão a 1400 anos-luz
KEPLER-452b
Férias em Marte?
Buraco negro ultimo suspiro da estrela
Dúvidas ???

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Introdução à Astronomia
Introdução à AstronomiaIntrodução à Astronomia
Introdução à Astronomia
Carlos Priante
 
História da astronomia
História da astronomiaHistória da astronomia
História da astronomia
Alison Martins
 
I.2 O sistema solar
I.2 O sistema solarI.2 O sistema solar
I.2 O sistema solar
Rebeca Vale
 
O universo e o Sistema Solar
O universo e o Sistema SolarO universo e o Sistema Solar
O universo e o Sistema Solar
FURG
 
Sistema Solar
Sistema SolarSistema Solar
Sistema Solar
Catir
 
O que é Astronomia?
O que é Astronomia?O que é Astronomia?
O que é Astronomia?
INAPE
 
Estrelas
EstrelasEstrelas
Conceitos Básicos de Astronomia
Conceitos Básicos de AstronomiaConceitos Básicos de Astronomia
Conceitos Básicos de Astronomia
William Ananias
 
Origem do Universo, Teoria do Big Bang
Origem do Universo, Teoria do Big BangOrigem do Universo, Teoria do Big Bang
Origem do Universo, Teoria do Big Bang
Sara Marques
 
Aula Gravitação Universal
Aula Gravitação UniversalAula Gravitação Universal
Aula Gravitação Universal
Antônio Arapiraca
 
O Sistema Solar - 6º Ano (2017)
O Sistema Solar - 6º Ano (2017)O Sistema Solar - 6º Ano (2017)
O Sistema Solar - 6º Ano (2017)
Nefer19
 
Lei da Gravitação Universal e Leis de Kepler
Lei da Gravitação Universal e Leis de KeplerLei da Gravitação Universal e Leis de Kepler
Lei da Gravitação Universal e Leis de Kepler
Fábio Ribeiro
 
6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solar6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solar
crisbassanimedeiros
 
História da Astronomia
História da AstronomiaHistória da Astronomia
História da Astronomia
Sérgio Saribera
 
Temperatura e Calor
Temperatura e Calor Temperatura e Calor
Temperatura e Calor
Renato Brasil
 
CONSTELAÇÕES
CONSTELAÇÕESCONSTELAÇÕES
CONSTELAÇÕES
Fábio Ribeiro
 
O universo
O universoO universo
O universo
Bio Sem Limites
 
Fontes de Energia [8 ano]
Fontes de Energia [8 ano] Fontes de Energia [8 ano]
Fontes de Energia [8 ano]
Vivian Reis
 
Estrelas, GaláXias E Universo
Estrelas, GaláXias E UniversoEstrelas, GaláXias E Universo
Estrelas, GaláXias E Universo
Ivanderson da Silva
 
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema SolarAula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Leonardo Kaplan
 

Mais procurados (20)

Introdução à Astronomia
Introdução à AstronomiaIntrodução à Astronomia
Introdução à Astronomia
 
História da astronomia
História da astronomiaHistória da astronomia
História da astronomia
 
I.2 O sistema solar
I.2 O sistema solarI.2 O sistema solar
I.2 O sistema solar
 
O universo e o Sistema Solar
O universo e o Sistema SolarO universo e o Sistema Solar
O universo e o Sistema Solar
 
Sistema Solar
Sistema SolarSistema Solar
Sistema Solar
 
O que é Astronomia?
O que é Astronomia?O que é Astronomia?
O que é Astronomia?
 
Estrelas
EstrelasEstrelas
Estrelas
 
Conceitos Básicos de Astronomia
Conceitos Básicos de AstronomiaConceitos Básicos de Astronomia
Conceitos Básicos de Astronomia
 
Origem do Universo, Teoria do Big Bang
Origem do Universo, Teoria do Big BangOrigem do Universo, Teoria do Big Bang
Origem do Universo, Teoria do Big Bang
 
Aula Gravitação Universal
Aula Gravitação UniversalAula Gravitação Universal
Aula Gravitação Universal
 
O Sistema Solar - 6º Ano (2017)
O Sistema Solar - 6º Ano (2017)O Sistema Solar - 6º Ano (2017)
O Sistema Solar - 6º Ano (2017)
 
Lei da Gravitação Universal e Leis de Kepler
Lei da Gravitação Universal e Leis de KeplerLei da Gravitação Universal e Leis de Kepler
Lei da Gravitação Universal e Leis de Kepler
 
6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solar6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solar
 
História da Astronomia
História da AstronomiaHistória da Astronomia
História da Astronomia
 
Temperatura e Calor
Temperatura e Calor Temperatura e Calor
Temperatura e Calor
 
CONSTELAÇÕES
CONSTELAÇÕESCONSTELAÇÕES
CONSTELAÇÕES
 
O universo
O universoO universo
O universo
 
Fontes de Energia [8 ano]
Fontes de Energia [8 ano] Fontes de Energia [8 ano]
Fontes de Energia [8 ano]
 
Estrelas, GaláXias E Universo
Estrelas, GaláXias E UniversoEstrelas, GaláXias E Universo
Estrelas, GaláXias E Universo
 
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema SolarAula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
 

Destaque

Botânica- resumo
Botânica- resumoBotânica- resumo
Botânica- resumo
Carlos Priante
 
Zoologia dos vertebrados-resumo
Zoologia dos vertebrados-resumoZoologia dos vertebrados-resumo
Zoologia dos vertebrados-resumo
Carlos Priante
 
A história da terra e sistema solar -Colégio Monteiro Lobato
A história da terra e sistema solar -Colégio Monteiro LobatoA história da terra e sistema solar -Colégio Monteiro Lobato
A história da terra e sistema solar -Colégio Monteiro Lobato
Isabel Cabral
 
Zoologia dos invertebrados-resumo
Zoologia dos invertebrados-resumoZoologia dos invertebrados-resumo
Zoologia dos invertebrados-resumo
Carlos Priante
 
Avaliação de ciências
Avaliação de ciênciasAvaliação de ciências
Avaliação de ciências
Fábio Leandro Oliveira Santos
 
Fotossintese
FotossinteseFotossintese
Fotossintese
Felipe Holland
 
Problemas ambientais resolucao
Problemas ambientais resolucaoProblemas ambientais resolucao
Problemas ambientais resolucao
Fran Mendes
 
Origem do universo
Origem do universoOrigem do universo
Origem do universo
Prefeitura de São Paulo
 
Formação do universo,sistema solar,agua,sal
Formação do universo,sistema solar,agua,salFormação do universo,sistema solar,agua,sal
Formação do universo,sistema solar,agua,sal
pedrovictortoto
 
Regência 5ºok
Regência 5ºok Regência 5ºok
Regência 5ºok
emefeduprado
 
Aula 2 Impactos Ambientais
Aula 2 Impactos AmbientaisAula 2 Impactos Ambientais
Aula 2 Impactos Ambientais
Carlos Priante
 
Sala de leituraok
Sala de leituraok Sala de leituraok
Sala de leituraok
emefeduprado
 
Aula 1 desenvolvimento sustentável
Aula 1 desenvolvimento sustentávelAula 1 desenvolvimento sustentável
Aula 1 desenvolvimento sustentável
Carlos Priante
 
Geografia 1 ANO EM - Orientação Espacial
Geografia  1 ANO EM - Orientação Espacial Geografia  1 ANO EM - Orientação Espacial
Geografia 1 ANO EM - Orientação Espacial
Isabela Gaspar
 
A origem do universo
A origem do universoA origem do universo
A origem do universo
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Cruzadinha astronomia
Cruzadinha astronomiaCruzadinha astronomia
Cruzadinha astronomia
José Junior
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
Andriane Cursino
 
13. Sistema Terra Lua
13. Sistema Terra Lua13. Sistema Terra Lua
13. Sistema Terra Lua
guest15d2569
 
Lua
LuaLua

Destaque (20)

Botânica- resumo
Botânica- resumoBotânica- resumo
Botânica- resumo
 
Zoologia dos vertebrados-resumo
Zoologia dos vertebrados-resumoZoologia dos vertebrados-resumo
Zoologia dos vertebrados-resumo
 
A história da terra e sistema solar -Colégio Monteiro Lobato
A história da terra e sistema solar -Colégio Monteiro LobatoA história da terra e sistema solar -Colégio Monteiro Lobato
A história da terra e sistema solar -Colégio Monteiro Lobato
 
Zoologia dos invertebrados-resumo
Zoologia dos invertebrados-resumoZoologia dos invertebrados-resumo
Zoologia dos invertebrados-resumo
 
Avaliação de ciências
Avaliação de ciênciasAvaliação de ciências
Avaliação de ciências
 
Fotossintese
FotossinteseFotossintese
Fotossintese
 
Problemas ambientais resolucao
Problemas ambientais resolucaoProblemas ambientais resolucao
Problemas ambientais resolucao
 
Origem do universo
Origem do universoOrigem do universo
Origem do universo
 
Formação do universo,sistema solar,agua,sal
Formação do universo,sistema solar,agua,salFormação do universo,sistema solar,agua,sal
Formação do universo,sistema solar,agua,sal
 
Regência 5ºok
Regência 5ºok Regência 5ºok
Regência 5ºok
 
Aula 2 Impactos Ambientais
Aula 2 Impactos AmbientaisAula 2 Impactos Ambientais
Aula 2 Impactos Ambientais
 
Sala de leituraok
Sala de leituraok Sala de leituraok
Sala de leituraok
 
Atividade geografia planetas
Atividade geografia planetasAtividade geografia planetas
Atividade geografia planetas
 
Aula 1 desenvolvimento sustentável
Aula 1 desenvolvimento sustentávelAula 1 desenvolvimento sustentável
Aula 1 desenvolvimento sustentável
 
Geografia 1 ANO EM - Orientação Espacial
Geografia  1 ANO EM - Orientação Espacial Geografia  1 ANO EM - Orientação Espacial
Geografia 1 ANO EM - Orientação Espacial
 
A origem do universo
A origem do universoA origem do universo
A origem do universo
 
Cruzadinha astronomia
Cruzadinha astronomiaCruzadinha astronomia
Cruzadinha astronomia
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
13. Sistema Terra Lua
13. Sistema Terra Lua13. Sistema Terra Lua
13. Sistema Terra Lua
 
Lua
LuaLua
Lua
 

Semelhante a Noções de Astronomia

Universo
UniversoUniverso
Universo
Moacir E Nalin
 
Material OBA Pt.3
Material OBA Pt.3Material OBA Pt.3
Material OBA Pt.3
eing2010
 
18112016154909899.pdf
18112016154909899.pdf18112016154909899.pdf
18112016154909899.pdf
ssuser94caff
 
Universo
UniversoUniverso
Os planetas - Neptuno
Os planetas  - NeptunoOs planetas  - Neptuno
Os planetas - Neptuno
BibEscolar Ninho Dos Livros
 
Astronomia e a formação do universo
Astronomia e a formação do universoAstronomia e a formação do universo
Astronomia e a formação do universo
Colégio Nova Geração COC
 
MOVIMENTO SINCRONIZADO_23_UP_6.pdf
MOVIMENTO SINCRONIZADO_23_UP_6.pdfMOVIMENTO SINCRONIZADO_23_UP_6.pdf
MOVIMENTO SINCRONIZADO_23_UP_6.pdf
Simone Maia
 
O Sistema Solar - 6º ANO (2018)
O Sistema Solar - 6º ANO (2018)O Sistema Solar - 6º ANO (2018)
O Sistema Solar - 6º ANO (2018)
Nefer19
 
Astros Sistema Solar 2010
Astros Sistema Solar 2010Astros Sistema Solar 2010
Astros Sistema Solar 2010
Joanita Artigas
 
Arquiteturadouniverso
ArquiteturadouniversoArquiteturadouniverso
Arquiteturadouniverso
Pelo Siro
 
Astronomia, estudo do universo!
Astronomia, estudo do universo!Astronomia, estudo do universo!
Astronomia, estudo do universo!
Arieli Bis Sobbis
 
O sistema solar 01
O sistema solar 01O sistema solar 01
O sistema solar 01
fernando
 
O ESPAÇO
O ESPAÇOO ESPAÇO
ARQUITECTURAxzbxha xxhajacubqcjnxqknocojsnm
ARQUITECTURAxzbxha xxhajacubqcjnxqknocojsnmARQUITECTURAxzbxha xxhajacubqcjnxqknocojsnm
ARQUITECTURAxzbxha xxhajacubqcjnxqknocojsnm
ElizeuNetto2
 
Universo e o Sistema Solar.pptx
Universo e o Sistema Solar.pptxUniverso e o Sistema Solar.pptx
Universo e o Sistema Solar.pptx
rafaelbrandao22
 
6°ano cap.3
6°ano cap.36°ano cap.3
6°ano cap.3
Alexandre Alves
 
Rodrigo_sistema_solar.ppt sistema Solar e sua composição
Rodrigo_sistema_solar.ppt sistema Solar e sua composiçãoRodrigo_sistema_solar.ppt sistema Solar e sua composição
Rodrigo_sistema_solar.ppt sistema Solar e sua composição
EdcleisonGaldino
 
sistema_solar (1).ppt
sistema_solar (1).pptsistema_solar (1).ppt
sistema_solar (1).ppt
robson226649
 
Unidade_II-_A_origem_do_Sistema_solar.pptx
Unidade_II-_A_origem_do_Sistema_solar.pptxUnidade_II-_A_origem_do_Sistema_solar.pptx
Unidade_II-_A_origem_do_Sistema_solar.pptx
BeneditoTigresTigres
 
Física - Leis de Kepler, Geocentrismo, Heliocentrismo
Física - Leis de Kepler, Geocentrismo, HeliocentrismoFísica - Leis de Kepler, Geocentrismo, Heliocentrismo
Física - Leis de Kepler, Geocentrismo, Heliocentrismo
eliveltonprofquimica
 

Semelhante a Noções de Astronomia (20)

Universo
UniversoUniverso
Universo
 
Material OBA Pt.3
Material OBA Pt.3Material OBA Pt.3
Material OBA Pt.3
 
18112016154909899.pdf
18112016154909899.pdf18112016154909899.pdf
18112016154909899.pdf
 
Universo
UniversoUniverso
Universo
 
Os planetas - Neptuno
Os planetas  - NeptunoOs planetas  - Neptuno
Os planetas - Neptuno
 
Astronomia e a formação do universo
Astronomia e a formação do universoAstronomia e a formação do universo
Astronomia e a formação do universo
 
MOVIMENTO SINCRONIZADO_23_UP_6.pdf
MOVIMENTO SINCRONIZADO_23_UP_6.pdfMOVIMENTO SINCRONIZADO_23_UP_6.pdf
MOVIMENTO SINCRONIZADO_23_UP_6.pdf
 
O Sistema Solar - 6º ANO (2018)
O Sistema Solar - 6º ANO (2018)O Sistema Solar - 6º ANO (2018)
O Sistema Solar - 6º ANO (2018)
 
Astros Sistema Solar 2010
Astros Sistema Solar 2010Astros Sistema Solar 2010
Astros Sistema Solar 2010
 
Arquiteturadouniverso
ArquiteturadouniversoArquiteturadouniverso
Arquiteturadouniverso
 
Astronomia, estudo do universo!
Astronomia, estudo do universo!Astronomia, estudo do universo!
Astronomia, estudo do universo!
 
O sistema solar 01
O sistema solar 01O sistema solar 01
O sistema solar 01
 
O ESPAÇO
O ESPAÇOO ESPAÇO
O ESPAÇO
 
ARQUITECTURAxzbxha xxhajacubqcjnxqknocojsnm
ARQUITECTURAxzbxha xxhajacubqcjnxqknocojsnmARQUITECTURAxzbxha xxhajacubqcjnxqknocojsnm
ARQUITECTURAxzbxha xxhajacubqcjnxqknocojsnm
 
Universo e o Sistema Solar.pptx
Universo e o Sistema Solar.pptxUniverso e o Sistema Solar.pptx
Universo e o Sistema Solar.pptx
 
6°ano cap.3
6°ano cap.36°ano cap.3
6°ano cap.3
 
Rodrigo_sistema_solar.ppt sistema Solar e sua composição
Rodrigo_sistema_solar.ppt sistema Solar e sua composiçãoRodrigo_sistema_solar.ppt sistema Solar e sua composição
Rodrigo_sistema_solar.ppt sistema Solar e sua composição
 
sistema_solar (1).ppt
sistema_solar (1).pptsistema_solar (1).ppt
sistema_solar (1).ppt
 
Unidade_II-_A_origem_do_Sistema_solar.pptx
Unidade_II-_A_origem_do_Sistema_solar.pptxUnidade_II-_A_origem_do_Sistema_solar.pptx
Unidade_II-_A_origem_do_Sistema_solar.pptx
 
Física - Leis de Kepler, Geocentrismo, Heliocentrismo
Física - Leis de Kepler, Geocentrismo, HeliocentrismoFísica - Leis de Kepler, Geocentrismo, Heliocentrismo
Física - Leis de Kepler, Geocentrismo, Heliocentrismo
 

Mais de Carlos Priante

Lista de exercícios I Modelos Atômicos
Lista de exercícios I Modelos AtômicosLista de exercícios I Modelos Atômicos
Lista de exercícios I Modelos Atômicos
Carlos Priante
 
Correção Química ENEM 2014
Correção Química ENEM 2014Correção Química ENEM 2014
Correção Química ENEM 2014
Carlos Priante
 
Correção Biologia ENEM 2014
Correção Biologia ENEM 2014Correção Biologia ENEM 2014
Correção Biologia ENEM 2014
Carlos Priante
 
Correção Unesp 2 fase inverno 2015
Correção Unesp 2 fase inverno 2015Correção Unesp 2 fase inverno 2015
Correção Unesp 2 fase inverno 2015
Carlos Priante
 
Correção Unesp 1 fase inverno 2015
Correção Unesp 1 fase inverno 2015Correção Unesp 1 fase inverno 2015
Correção Unesp 1 fase inverno 2015
Carlos Priante
 
Energia: transformação e conservação
Energia: transformação e conservaçãoEnergia: transformação e conservação
Energia: transformação e conservação
Carlos Priante
 
Revisão puc inverno2015
Revisão puc inverno2015Revisão puc inverno2015
Revisão puc inverno2015
Carlos Priante
 
Teorias da Origem da vida e Evolução das espécies
Teorias da Origem da vida e Evolução das espéciesTeorias da Origem da vida e Evolução das espécies
Teorias da Origem da vida e Evolução das espécies
Carlos Priante
 
Reações Orgânicas
Reações OrgânicasReações Orgânicas
Reações Orgânicas
Carlos Priante
 
Lista de exercícios isomeria
Lista de exercícios isomeria Lista de exercícios isomeria
Lista de exercícios isomeria
Carlos Priante
 
Isomeria- Química Orgânica
Isomeria- Química OrgânicaIsomeria- Química Orgânica
Isomeria- Química Orgânica
Carlos Priante
 
Sucessão Ecológica
Sucessão EcológicaSucessão Ecológica
Sucessão Ecológica
Carlos Priante
 
Funções Orgânicas
Funções OrgânicasFunções Orgânicas
Funções Orgânicas
Carlos Priante
 
Mapas conceituais de Ciências
Mapas conceituais de CiênciasMapas conceituais de Ciências
Mapas conceituais de Ciências
Carlos Priante
 
Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos
Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos
Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos
Carlos Priante
 
Lista de exercícios X Hidrocarbonetos
Lista de exercícios X HidrocarbonetosLista de exercícios X Hidrocarbonetos
Lista de exercícios X Hidrocarbonetos
Carlos Priante
 
Lista de exercícios X Fluxo de energia e Ciclo da matéria
Lista de exercícios X Fluxo de energia e Ciclo da matériaLista de exercícios X Fluxo de energia e Ciclo da matéria
Lista de exercícios X Fluxo de energia e Ciclo da matéria
Carlos Priante
 
Lista de exercícios IX Cadeias Carbonicas
Lista de exercícios IX Cadeias CarbonicasLista de exercícios IX Cadeias Carbonicas
Lista de exercícios IX Cadeias Carbonicas
Carlos Priante
 
Química Orgânica: introdução ao estudo do carbono
Química Orgânica: introdução ao estudo do carbonoQuímica Orgânica: introdução ao estudo do carbono
Química Orgânica: introdução ao estudo do carbono
Carlos Priante
 
Equilíbrio Químico e Iônico
Equilíbrio Químico e IônicoEquilíbrio Químico e Iônico
Equilíbrio Químico e Iônico
Carlos Priante
 

Mais de Carlos Priante (20)

Lista de exercícios I Modelos Atômicos
Lista de exercícios I Modelos AtômicosLista de exercícios I Modelos Atômicos
Lista de exercícios I Modelos Atômicos
 
Correção Química ENEM 2014
Correção Química ENEM 2014Correção Química ENEM 2014
Correção Química ENEM 2014
 
Correção Biologia ENEM 2014
Correção Biologia ENEM 2014Correção Biologia ENEM 2014
Correção Biologia ENEM 2014
 
Correção Unesp 2 fase inverno 2015
Correção Unesp 2 fase inverno 2015Correção Unesp 2 fase inverno 2015
Correção Unesp 2 fase inverno 2015
 
Correção Unesp 1 fase inverno 2015
Correção Unesp 1 fase inverno 2015Correção Unesp 1 fase inverno 2015
Correção Unesp 1 fase inverno 2015
 
Energia: transformação e conservação
Energia: transformação e conservaçãoEnergia: transformação e conservação
Energia: transformação e conservação
 
Revisão puc inverno2015
Revisão puc inverno2015Revisão puc inverno2015
Revisão puc inverno2015
 
Teorias da Origem da vida e Evolução das espécies
Teorias da Origem da vida e Evolução das espéciesTeorias da Origem da vida e Evolução das espécies
Teorias da Origem da vida e Evolução das espécies
 
Reações Orgânicas
Reações OrgânicasReações Orgânicas
Reações Orgânicas
 
Lista de exercícios isomeria
Lista de exercícios isomeria Lista de exercícios isomeria
Lista de exercícios isomeria
 
Isomeria- Química Orgânica
Isomeria- Química OrgânicaIsomeria- Química Orgânica
Isomeria- Química Orgânica
 
Sucessão Ecológica
Sucessão EcológicaSucessão Ecológica
Sucessão Ecológica
 
Funções Orgânicas
Funções OrgânicasFunções Orgânicas
Funções Orgânicas
 
Mapas conceituais de Ciências
Mapas conceituais de CiênciasMapas conceituais de Ciências
Mapas conceituais de Ciências
 
Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos
Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos
Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos
 
Lista de exercícios X Hidrocarbonetos
Lista de exercícios X HidrocarbonetosLista de exercícios X Hidrocarbonetos
Lista de exercícios X Hidrocarbonetos
 
Lista de exercícios X Fluxo de energia e Ciclo da matéria
Lista de exercícios X Fluxo de energia e Ciclo da matériaLista de exercícios X Fluxo de energia e Ciclo da matéria
Lista de exercícios X Fluxo de energia e Ciclo da matéria
 
Lista de exercícios IX Cadeias Carbonicas
Lista de exercícios IX Cadeias CarbonicasLista de exercícios IX Cadeias Carbonicas
Lista de exercícios IX Cadeias Carbonicas
 
Química Orgânica: introdução ao estudo do carbono
Química Orgânica: introdução ao estudo do carbonoQuímica Orgânica: introdução ao estudo do carbono
Química Orgânica: introdução ao estudo do carbono
 
Equilíbrio Químico e Iônico
Equilíbrio Químico e IônicoEquilíbrio Químico e Iônico
Equilíbrio Químico e Iônico
 

Último

Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
tamirissousa11
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
mailabueno45
 

Último (20)

Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
 

Noções de Astronomia

  • 1. INTRODUÇÃO À ASTRONOMIA Prof Carlos Priante AULA 15
  • 3. Big Bang Theory • Apoia-se na teoria da relatividade do físico Albert Einstein (1879-1955) e nos estudos dos astrônomos Edwin Hubble (1889-1953) e Milton Humason (1891-1972), • Eles demonstraram que o universo não é estático e se encontra em constante expansão, ou seja, as galáxias estão se afastando umas das outras. • Portanto, no passado elas deveriam estar mais próximas que hoje, e, até mesmo, formando um único ponto.
  • 5. O que é a Astronomia? É a ciência que estuda o universo, numa tentativa de perceber a sua estrutura e evolução.
  • 6. Histórico • É a ciência mais antiga. • Os registros astronômicos mais antigos datam de aproximadamente 3000 a.C. e se devem aos chineses, babilônios, assírios e egípcios. • O estudo do céu ajudou o ser humano a desenvolver calendários para exercerem suas atividades como: caça, agricultura, navegação, exploração terrestre, etc.
  • 7. Stonehenge, Inglaterra • Em outras partes do mundo, evidências de conhecimentos astronômicos muito antigos foram deixadas na forma de monumentos, como Stonehenge, na Inglaterra, que data de 3000 a 1500 a.C. • Ao se posicionar corretamente neste circulo de pedra e olhar na direção certa o povo neolítico podia saber a data do solstício e equinócio, que marcavam a mudança de estação.
  • 8. • Nas Américas, o observatório mais antigo descoberto é o de Chankillo, no Peru, construído entre 200 e 300 a.C.
  • 9. Instrumentos de observação do céu - Durante muitos anos o principal instrumento utilizado pelo ser humano foi o seu próprio olho, o que limitou o detalhamento das observações.
  • 10. - Em 1608, o neerlandês Lippershey inventou um instrumento chamado telescópio, para fins militares.
  • 11. - Em 1609, o astrônomo italiano Galileu Galilei (1564-1642), aperfeiçoou este instrumento e descobriu uma nova utilidade: a observação de astros celestes.
  • 12. Atualmente, depois de muito desenvolvimento tecnológico, o telescópio passou por muitas modificações e hoje encontramos até mesmo no espaço, enviando imagens de regiões situadas a distâncias inimagináveis.
  • 15. TELESCÓPIO JAMES WEBB, SUCESSOR DO HUBBLE.
  • 16. SONDA VOYAGER: Foi a primeira a ir além do Sistema Solar
  • 17. SUPERNOVA: explosão estelar que forma corpos celestes brilhantes.
  • 18. Ano-luz • Quando uma tempestade se aproxima e há relâmpagos, primeiramente, vemos a luz do raio e, segundo depois mais tarde, ouvimos o som do trovão. • Se os dois ocorrem no mesmo instante, porque percebemos os dois em tempos diferentes?
  • 19. - A velocidade do som é 340 m/s. ( Em 1 s percorre 340m). - A velocidade da luz é 300.000.000 m/s ( Em 1 s percorre 300 milhões de metros). PORTANTO: a velocidade da luz é muito maior que a velocidade do som, por isso percebemos primeiro a luz e depois o som do relâmpago.
  • 20. ENTÃO: - Um ano-luz é a distância que a luz percorre em um ano no vácuo. - Como as distâncias entre os objetos celestes são gigantescas, utiliza-se o ano-luz como unidade de tempo. - Um ano-luz equivale a aproximadamente 10 trilhões de quilômetros.
  • 21. • Quanto a luminosidade, os corpos podem ser: Objetos luminosos: também denominados fonte de luz primária, é aquele que emite luz própria. Objetos iluminados: também denominados fonte de luz secundária, é aquele que depende de uma fonte de luz primária para ser observado, ou seja, não emite luz própria.
  • 25. - Em um dos braços da Via Láctea, encontramos o Sistema Solar. - Há 80 anos, conhecíamos apenas uma galáxia além da nossa, a Andrômeda; agora já são mais de 100 bilhões delas.
  • 28. Explosão de um estrela Nuvem de gás e poeira Movimentos giratórios – redemoinhos aglomerando partículas No centro do disco a temperatura atinge 500.000ºC Formação do sistema solar
  • 29. O SOL • No Universo, comparado a algumas estrelas ou sóis, o nosso Sol é considerado uma estrela adolescente, de tamanho médio. • A distância entre a Terra e o Sol é de 150 milhões de km, embora seja a estrela mais próxima da Terra.
  • 31. • Essa distância é que permite uma temperatura suportável para os seres vivos. • Toda energia dos Sol é produzida em seu centro, uma região chamada de núcleo. • Estima-se que o sol viva por mais 5 bilhões de anos. A luz do Sol leva 8 minutos para chegar até a Terra.
  • 32. Corresponde a 99% da massa do sistema solar. Formado há cerca de 4,6 bilhões de anos, é composto quase inteiramente por gases -90% de hidrogênio e 9,9% de hélio. A temperatura em sua superfície é de 5.700 ºC, e, em seu interior, pode chegar a vários milhões de graus.
  • 35. NOÇÕES HISTÓRICAS SOBRE O SISTEMA SOLAR GEOCENTRISMO: - Defendida no séc. II por Ptolomeu (87-151 d.C) e aceita até o século XVI. - Essa teoria afirmava que a Terra era o centro do Universo, e que os outros astros, inclusive o Sol, girava em torno dela.
  • 37. HELIOCENTRISMO: - Foi defendida por Nicolau Copérnico (1473- 1543). - Em sua teoria o Sol era o centro do Universo, com planetas orbitando ao seu redor. - Por apresentar algumas falhas esta teoria foi corrigida por Johannes Kleper (1571-1630). - Mais tarde, verificou-se que nenhum dos dois modelos poderia ser aceito porque, o Sol é centro apenas do Sistema Solar e não do Universo todo.
  • 41. MERCÚRIO MENOR PLANETA MAIS PRÓXIMO DO SOL (58 MILHÕES DE KM) O SEU LADO VOLTADO PARA O SOL É MUITO QUENTE (430ºC) E O LADO QUE FICA NA SOMBRA É MUITO FRIO (-170ºC) SUA SUPERFÍCIE É CONSTITUÍDA DE ROCHAS E METAIS NÃO EXISTE QUALQUER POSSIBILIDADE DE VIDA NESTE PLANETA DA FORMA COMO CONHECEMOS DEMORA 87 DIAS PARA GIRAR EM TORNO DO SOL E O SEU DIA CORRESPONDE A 59 DIAS TERRESTRE
  • 42. VÊNUS É O VIZINHO MAIS PRÓXIMO E UM POUCO MENOR QUE A TERRA É CONHECIDO COMO ESTRELA- D’alva. SUA SUPERFÍCIE APRESENTA TEMPERATURA DE 460ºC, PRESSÃO ATMOSFÉRICA 100X MAIOR E VENTOS COM VELOCIDADES DE 320 km/h. É MAIS QUENTE QUE MERCÚRIO UM ANO EM VÊNUS - 244 DIAS E 17 HORAS UM DIA - 243 DIAS. ELE GIRA AO CONTRÁRIO DOS OUTROS PLANETAS
  • 43. ¾ DA SUPERFÍCIE SÃO COBERTOS DE ÁGUA 78% DA ATMOSFERA FORMADA POR NITROGÊNIO- COR AZUL O MOVIMENTO AO REDOR DO SOL LEVA 365 DIAS E SEIS HORAS E UM DIA TEM 24 HORAS EM RELAÇÃO AO SOL É O PRIMEIRO PLANETA QUE APRESENTA UM SATÉLITE NATURAL: A LUA TERRA
  • 44. DURANTE MUITO TEMPO PENSOU NA POSSIBILIDADE DE VIDA NESTE PLANETA A ATMOSFERA DE MARTE É COMPOSTA DE 95% DE GÁS CARBÔNICO APRESENTA GRANDE QUANTIDADE ÓXIDO DE FERRO NA SUPERFÍCIE POSSUI GRANDES PLANÍCIES E MONTANHAS (MONTE OLIMPO) SUAS TEMPERATURAS OSCILAM ENTRE MÁXIMAS DE 30ºC E MÍNIMAS DE – 90ºC ENTRE MARTE E JUPITER HÁ PRESENÇA DE UM CINTURÃO DE ROCHAS METÁLICAS MARTE POSSUI DUAS PEQUENAS LUAS: FOBOS E DEIMOS
  • 45. É O MAIOR PLANETA (CABEM 1400 TERRA) SUA ATMOSFERA É COMPOSTA DE HIDROGÊNIO E HÉLIO APRESENTA FAIXAS COLORIDAS DISPOSTAS PARALAMENTE EM RELAÇÃO AO SEU EQUADOR. APRESENTAM DIFERENTES MOVIMENTOS E TEMPERATURAS UM ANO CORRESPONDE A 12 ANOS TERRESTRES, E UM DIA CORREPONDE A 10 HORAS. A TEMPERTURA MÉDIA É DE – 121ºC JÚPITER
  • 46. APRESENTA POUCA LUMINOSIDADE E ENCONTRA- SE NUMA REGIÃO EXTREMAMENTE FRIA SEGUNDO MAIOR PLANETA, MUITO PARECIDO COM JÚPITER SUA TEMPERATURA MÉDIA GIRA EM TORNO DE – 125ºC APRESENTA EM SUA VOLTA UM CONJUNTO DE SETE ANÉIS FORMADOS POR GELO, POEIRA E ROCHAS UM ANO CORRESPONDE A 30 ANOS TERRESTRES E UM DIA CORRESPONDE A 10 HORAS EM SEU REDOR ORBITAM 31 SÁTELITES SATURNO
  • 47. O PRIMEIRO PLANETA DESCOBERTO NA ERA MODERNA ACREDITA-SE QUE SUA COZ AZUL- ESVERDEADA SE DÁ ATRAVÉS DA ABSORÇÃO DA LUZ VERMELHA PELO SEU NUCLEO UM ANO CORRESPONDE A 84 ANOS TERRESTRES E UM DIA CORRESPONDE A 17 HORAS URANO
  • 48. MUITO SIMILAR A URANO SUPERFICIE FORMADA POR ROCHAS E GELOS FOI DESCOBERTO E, 1846, ATRAVÉS DE DEDUÇÃO MATEMÁTICA. SUA ATMOSFERA APRESENTA HIDROGÊNIO, HÉLIO E METANO A TEMPERATURA ESTÁ ENTRE – 193ºC E – 153ºC UM ANO CORRESPONDE A 64 ANOS TERRESTRES E UM DIA CORRESPONDE A 16 HORAS. NETUNO
  • 49. A PARTIR DE DO DIA 24 DE AGOSTO DE 2006, PLUTÃO DEIXA DE SER CLASSIFICADO COMO PLANETA DO SISTEMA SOLAR E PASSA DESIGNADO COMO PLANETA ANÃO
  • 50. Movimentação da Terra Rotação • É o giro que o planeta realiza ao redor de si mesmo, ou seja, ao redor do seu próprio eixo. • Realizado no sentido anti-horário, de oeste para leste, e tem duração aproximada de 24 horas, graças a este movimento a luz solar ilumina diferentes áreas do planeta ( Dia e Noite). • O Sol parece se mover, esta impressão se dá do leste para o oeste. • É por isso que, há milhares de anos, o Sol serve como referência de posição: a direção onde ele aparece pela manhã é o leste ou nascente e a direção onde ele desaparece no final da tarde é o oeste ou poente.
  • 52. Translação • É aquele que a Terra realiza ao redor do Sol junto com os outros planetas (forma de uma elipse-Primeira Lei de Kepler). • A velocidade média da Terra ao descrever essa órbita é de 107.000 km por hora, e o tempo necessário para completar uma volta é de 365 dias, 5 horas e cerca de 48 minutos. • Esse tempo que a Terra leva para dar uma volta completa em torno do Sol é chamado "ano". O ano civil, adotado por convenção, tem 365 dias. • Como o ano sideral, ou o tempo real do movimento de translação, é de 365 dias e 6 horas, a cada quatro anos temos um ano de 366 dias, que é chamado ano bissexto.
  • 54. Posições do Sol • As datas que marcam o início das estações do ano determinam também a maneira e a intensidade com que os raios solares atingem a Terra em seu movimento de translação. • Essas datas recebem a denominação de equinócio e solstício • Quando no hemisfério Norte é inverno, no hemisfério Sul é verão. Quando for primavera em um dos hemisférios, será outono no outro. • Isso ocorre em função da posição que cada hemisfério ocupa em relação ao Sol naquele período, o que determina a quantidade de irradiação solar que está recebendo.
  • 56. • Raios solares : na linha do Equador (primavera e outono) ou nos trópicos (verão e inverno).
  • 57. Movimentação da Lua Ciclo total= 30 dias 7,5 para cada fase
  • 58. Eclipse Eclipse Lunar • O eclipse lunar acontece na fase da Lua Cheia. • Ocorre quando a Terra fica entre o Sol e a Lua, que passa pela região da sombra da Terra. • A Terra, nessa ocasião, bloqueia os raios solares que iluminam a Lua. • A sombra da Terra se projeta na Lua, cobrindo-a parcial (eclipse parcial) ou totalmente (eclipse total).
  • 60. Eclipse solar • Ocorre quando a Lua fica entre o Sol e a Terra, ou seja, na fase de Lua Nova e todos ficam alinhados em uma reta só. • Nessa ocasião, a Lua bloqueia os raios solares que iluminam parte da Terra. • O eclipse solar pode ser parcial para algumas regiões. • Esse fenômeno ocorre pelo menos duas vezes ao ano; no entanto ocorre raramente num mesmo local da Terra.
  • 62. Influência da Lua e Sol nas marés
  • 64. Marte à 4 bilhões de anos atrás
  • 65. Um asteroide a 65 milhões de anos
  • 68. Um irmão a 1400 anos-luz KEPLER-452b
  • 70. Buraco negro ultimo suspiro da estrela