SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
ÉMILE DURKHEIM




                 Profª. Fatima Freitas
PEQUENA BIOGRAFIA
   Émile Durkheim nasceu em Épinal, Vosges (França), em
    15 de abril de 1858.
    Freqüentou a École Normale Supérieure em Paris e
    interessou-se por Filosofia.
   Fundador da Sociologia Moderna, Émile Durkheim
    combinou a pesquisa empírica (pesquisa científica
    tradicional) com a teoria sociológica.
   Sua contribuição tornou-se ponto de partida do estudo de
    fenômenos sociológicos como a natureza das relações de
    trabalho, os aspectos sociais do suicídio e as religiões
    primitivas.
   Em 1902, passou a lecionar Sociologia e Educação na
    Sorbonne.
    Em 1887 assumiu em Bordéus a primeira cadeira de
    Sociologia instituída na França.
PENSAMENTO
    Durkheim formou-se em Filosofia, porém sua obra inteira é
     dedicada à Sociologia.
    Seu principal trabalho é na reflexão e no reconhecimento da
     existência de uma "Consciência Coletiva".
     Ele parte do princípio que o homem seria apenas um animal
     selvagem que só se tornou Humano porque se tornou sociável, ou
     seja, foi capaz de aprender hábitos e costumes característicos de
     seu grupo social para poder conviver no meio deste.
   Durkheim acreditava que a sociedade seria mais beneficiada pelo
    processo educativo.
    Para ele, “ a educação é uma socialização da jovem geração pela
    geração adulta”. e quanto mais eficiente for o processo, melhor será
    o desenvolvimento da comunidade em que a escola esteja inserida.
   “ A construção do ser social, feita em boa parte pela educação, é a
    assimilação pelo indivíduo de uma série de normas e princípios -
    sejam morais, religiosos, éticos ou comportamento - que baliza a
    conduta do indivíduo num grupo. O homem, mais do que formador
    da sociedade, é um produto dela”.
    Essa teoria, além de caracterizar a educação como um
    bem social, a relacionou pela primeira vez às normas
    sociais à cultura local, diminuindo o valor que as
    capacidades individuais têm na constituição de um
    desenvolvimento.
   É preciso sentir a necessidade da experiência, da
    observação, ou seja, a necessidade de sair de nós
    próprios para aceder à escola das coisas, se as
    queremos conhecer e compreender.
PRINCIPAIS ASPECTOS DA TEORIA
SOCIOLÓGICA DE DURKHEIM

   Existem fenômenos sociais que devem ser analisados e
    demonstrados com técnicas especificamente sociais;
   As pessoas se educam influenciadas pelos valores da
    sociedade onde vivem;
O FATO SOCIAL
   Fato social- é uma característica cultural e estrutural de
    sistemas políticos que experimentamos como externa a nós e
    que exerce uma influência e autoridade que equivalem a mais
    do que a soma das intenções e motivações de indivíduos que
    por acaso participem desses sistemas em um determinado
    tempo.
    O fato social é experimentado pelo indivíduo como uma
    realidade independente que ele não criou e não pode
    rejeitar, como as regras morais, leis, costumes, rituais e
    práticas burocráticas oficiais, entre outras.
    Para Durkheim, o grau de coesão dos fatos sociais se torna
    evidente pelas sanções a que o individuo estará sujeito
    quando tenta se rebelar contra elas.
   As sansões podem ser legais ou espontâneas.
    Legais são as sansões prescritas pela sociedade, sob a
    forma de leis, nas quais se estabelece a infração e a
    penalidade subseqüente.
   Espontâneas seriam as que surgiriam em decorrência de
    uma conduta não adaptada à estrutura do grupo ou da
    sociedade à qual o indivíduo pertence.
CONSCIÊNCIA COLETIVA
   A definição de consciência coletiva aparece pela
    primeira vez na obra Da divisão do trabalho social: trata-
    se do “ conjunto das crenças e dos sentimentos comuns
    à medida dos membros de uma mesma sociedade.

   A consciência coletiva é, em certo sentido, a forma
    moral vigente na sociedade. Ela aparece como um
    conjunto de regras fortes e estabelecidas que atribuem
    valor e delimitam os atos individuais.

   É a consciência coletiva que define o que, numa
    sociedade, é considerado “ imoral”, “reprovável” ou “
    criminoso’’.
ANÁLISE DOS SISTEMAS SOCIAIS
   Na análise dos sistemas sociais, Durkheim introduziu os
    conceitos de solidariedade mecânica e orgânica, que o
    levaram à distinção dos principais tipos de grupos sociais.
   A solidariedade mecânica ocorre nas sociedades
    primitivas, nas quais os indivíduos diferem pouco entre si e
    partilham dos mesmos valores e sentimentos.
   A orgânica, presente nas sociedades mais complexas, se
    define pela divisão do trabalho.
   Como as sociedades mais complexas se baseiam na
    diferenciação, é preciso que as tarefas individuais
    correspondam aos desejos e aptidões de cada um.
   Isso nem sempre acontece e a sociedade se vê ameaçada
    pela desintegração, pois os valores ficam enfraquecidos.
   A solução proposta por Durkheim são as formas
    cooperativistas de produção econômica.
A SOCIOLOGIA NA SOCIEDADE
CONTEMPORÂNEA
   A partir da segunda metade do século XX, com o
    desenvolvimento da sociedade industrial, que se tornou
    cada vez mais complexa, a Sociologia ganhou novo
    impulso, passando a estudar e explicar problemas com
    os quais até então não havia se defrontado.
    Assim, problemas como exclusão social, desagregação
    familiar, drogas, cidadania, minorias, violência
    urbana, etc., representam desafios para os quais a
    Sociologia tem procurado respostas.
   Exigem uma análise cientifica de todos os aspectos da
    vida em sociedade, que permita entender o presente e
    projetar o futuro.
   Dessa forma, a Sociologia moderna procura
    debruçar-se sobre os agentes sociais capazes de
    provocar mudanças importantes na sociedade.
   Hoje, um dos principais objetivos da sociologia é
    criar instrumentos teóricos que levem à reflexão
    sobre os problemas da sociedade contemporânea.
   Tais instrumentos devem contribuir também para que os
    indivíduos estabeleçam relações entre sua prática social
    e a sociedade mais ampla, tornando-se agentes na
    transformação da sociedade em que vivem.
    Atualmente, os conhecimentos da sociologia já não
    estão restritos aos sociólogos. De certo modo, muitas
    pessoas passaram a utilizá-los, embora nem sempre de
    forma consciente e rigorosa.
PRINCIPAIS OBRAS

             A divisão do trabalho
              social (1893)
               Analisa as funções
              sociais do trabalho na
              sociedade e procura
              mostrar como na
              modernidade tal divisão
              é a principal fonte de
              coesão ou
              solidariedade social.
    As regras do método
    sociológico (1895)
      Indica as
    características de um
    fato social:
    exterioridade e
    coercibilidade
   O suicídio (1897)
     Durkheim concebe o suicídio
    como um fenômeno social e o
    considera um aspecto patológico
    (isto é, uma disfunção, ou uma
    doença) característico das
    sociedades modernas.
   Durkheim tentou mostrar que as
    causas do auto-extermínio têm
    fundamento social e não individual.
    Descreveu três tipos de suicídio:
   o egoísta, em que o indivíduo se
    afasta dos seres humanos;
   o anômico, originário, por parte do
    suicida, da crença de que todo um
    mundo social, com seus
    valores, normas e
    regras, desmorona-se em torno de
    si;
   e o altruísta, por lealdade a uma
    causa.
   A educação moral
    (1902)
    A sociedade só pode
    viver se entre os seus
    membros existir
    suficiente
    homogeneidade.
   A educação perpetua e
    reforça tal
    homogeneidade, começ
    ando por fixar no
    espírito da criança as
    semelhanças essenciais
    que a vida coletiva
    requer".
ÉMILE DURKHEIM FALECEU EM PARIS NO ANO DE 1917.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 Sociologia para o ensino médio – Dácio
  Tomazzi.
 Introdução à Sociologia – Pérsio Santos
  Oliveira.
 Imagens Google

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Divisão da Sociedade em Durkheim: grupos profissionais ou funcionais.
A Divisão da Sociedade em Durkheim: grupos profissionais ou funcionais.A Divisão da Sociedade em Durkheim: grupos profissionais ou funcionais.
A Divisão da Sociedade em Durkheim: grupos profissionais ou funcionais.Alunos IFMA
 
Sociologia - Durkheim
Sociologia - Durkheim  Sociologia - Durkheim
Sociologia - Durkheim Nayanne Santos
 
A sociologia de max weber
A sociologia de max weberA sociologia de max weber
A sociologia de max weberLucio Braga
 
A divisão social do trabalho émile durkheim
A divisão social do trabalho  émile durkheimA divisão social do trabalho  émile durkheim
A divisão social do trabalho émile durkheimLucio Braga
 
Max weber-Educação, racionalização e burocratização em Weber
Max weber-Educação, racionalização e burocratização em WeberMax weber-Educação, racionalização e burocratização em Weber
Max weber-Educação, racionalização e burocratização em WeberIvone Bezerra
 
EMILE DURKHEIM EDUCAÇÃO E SOCIOLOGIA
EMILE DURKHEIM EDUCAÇÃO E SOCIOLOGIAEMILE DURKHEIM EDUCAÇÃO E SOCIOLOGIA
EMILE DURKHEIM EDUCAÇÃO E SOCIOLOGIAVictor Said
 
Sociologia Os clássicos da sociologia -Prof.Altair Aguilar.
 Sociologia Os clássicos da sociologia -Prof.Altair Aguilar. Sociologia Os clássicos da sociologia -Prof.Altair Aguilar.
Sociologia Os clássicos da sociologia -Prof.Altair Aguilar.Altair Moisés Aguilar
 

Mais procurados (20)

Aula Émile Durkheim
Aula Émile DurkheimAula Émile Durkheim
Aula Émile Durkheim
 
éMile durkheim
éMile durkheiméMile durkheim
éMile durkheim
 
Durkhein
DurkheinDurkhein
Durkhein
 
A Divisão da Sociedade em Durkheim: grupos profissionais ou funcionais.
A Divisão da Sociedade em Durkheim: grupos profissionais ou funcionais.A Divisão da Sociedade em Durkheim: grupos profissionais ou funcionais.
A Divisão da Sociedade em Durkheim: grupos profissionais ou funcionais.
 
Sociologia - Durkheim
Sociologia - Durkheim  Sociologia - Durkheim
Sociologia - Durkheim
 
Émile durkheim
Émile durkheimÉmile durkheim
Émile durkheim
 
Durkheim
DurkheimDurkheim
Durkheim
 
Sociologia: Positivismo de Durkeim
  Sociologia: Positivismo de Durkeim  Sociologia: Positivismo de Durkeim
Sociologia: Positivismo de Durkeim
 
Durkheim, marx, weber
Durkheim, marx, weberDurkheim, marx, weber
Durkheim, marx, weber
 
A sociologia de max weber
A sociologia de max weberA sociologia de max weber
A sociologia de max weber
 
ÉMILE DURKHEIN
ÉMILE DURKHEINÉMILE DURKHEIN
ÉMILE DURKHEIN
 
A divisão social do trabalho émile durkheim
A divisão social do trabalho  émile durkheimA divisão social do trabalho  émile durkheim
A divisão social do trabalho émile durkheim
 
Pierre bourdieu
Pierre bourdieuPierre bourdieu
Pierre bourdieu
 
Emile Durkheim
Emile DurkheimEmile Durkheim
Emile Durkheim
 
Max weber-Educação, racionalização e burocratização em Weber
Max weber-Educação, racionalização e burocratização em WeberMax weber-Educação, racionalização e burocratização em Weber
Max weber-Educação, racionalização e burocratização em Weber
 
Durkheim: a educação como fato social!
Durkheim: a educação como fato social!Durkheim: a educação como fato social!
Durkheim: a educação como fato social!
 
EMILE DURKHEIM EDUCAÇÃO E SOCIOLOGIA
EMILE DURKHEIM EDUCAÇÃO E SOCIOLOGIAEMILE DURKHEIM EDUCAÇÃO E SOCIOLOGIA
EMILE DURKHEIM EDUCAÇÃO E SOCIOLOGIA
 
Sociologia Os clássicos da sociologia -Prof.Altair Aguilar.
 Sociologia Os clássicos da sociologia -Prof.Altair Aguilar. Sociologia Os clássicos da sociologia -Prof.Altair Aguilar.
Sociologia Os clássicos da sociologia -Prof.Altair Aguilar.
 
Karl marx
Karl marxKarl marx
Karl marx
 
Instituições sociais
Instituições sociaisInstituições sociais
Instituições sociais
 

Semelhante a éMile durkheim

Miledurkheim 120918024516-phpapp01
Miledurkheim 120918024516-phpapp01Miledurkheim 120918024516-phpapp01
Miledurkheim 120918024516-phpapp01Jose Fernando
 
Miledurkheim 120918024516-phpapp01
Miledurkheim 120918024516-phpapp01Miledurkheim 120918024516-phpapp01
Miledurkheim 120918024516-phpapp01Jose Fernando
 
A Sociologia De Émile Durkheim
A Sociologia De Émile DurkheimA Sociologia De Émile Durkheim
A Sociologia De Émile Durkheimguestdc18d25
 
A Sociologia De éMile Durkheim
A Sociologia De éMile DurkheimA Sociologia De éMile Durkheim
A Sociologia De éMile Durkheimguestca76e87
 
Os classicos da_sociologia_durkheim
Os classicos da_sociologia_durkheimOs classicos da_sociologia_durkheim
Os classicos da_sociologia_durkheimLucio Braga
 
A Sociologia De éMile Durkheim
A Sociologia De éMile DurkheimA Sociologia De éMile Durkheim
A Sociologia De éMile DurkheimJorge Miklos
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMHisrelBlog
 
Os classicos da_sociologia_ completo
Os classicos da_sociologia_ completoOs classicos da_sociologia_ completo
Os classicos da_sociologia_ completoMarcus Vinicius
 
éMile durkheim web 1 e 2
éMile durkheim web 1 e 2éMile durkheim web 1 e 2
éMile durkheim web 1 e 2Ivonete Machado
 
Apostila classicos-sociologia
Apostila classicos-sociologiaApostila classicos-sociologia
Apostila classicos-sociologiaCristina Bentes
 
Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01
Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01
Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01anaely13
 
Trabajo problemática institucional
Trabajo problemática institucionalTrabajo problemática institucional
Trabajo problemática institucionalDaiane Pereira
 
Trabajo problemática institucional
Trabajo problemática institucionalTrabajo problemática institucional
Trabajo problemática institucionalDaiane Pereira
 
Divisão do trabalho karl marx e émile durkheim prof. érika de cássia o. c...
Divisão do trabalho  karl marx e émile durkheim    prof. érika de cássia o. c...Divisão do trabalho  karl marx e émile durkheim    prof. érika de cássia o. c...
Divisão do trabalho karl marx e émile durkheim prof. érika de cássia o. c...Sergio de Goes Barboza
 
4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt
4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt
4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.pptRégio Quirino
 
Durkheim sociologia
Durkheim sociologiaDurkheim sociologia
Durkheim sociologiaColegio GGE
 

Semelhante a éMile durkheim (20)

Miledurkheim 120918024516-phpapp01
Miledurkheim 120918024516-phpapp01Miledurkheim 120918024516-phpapp01
Miledurkheim 120918024516-phpapp01
 
Miledurkheim 120918024516-phpapp01
Miledurkheim 120918024516-phpapp01Miledurkheim 120918024516-phpapp01
Miledurkheim 120918024516-phpapp01
 
sociologia.pdf
sociologia.pdfsociologia.pdf
sociologia.pdf
 
A Sociologia De Émile Durkheim
A Sociologia De Émile DurkheimA Sociologia De Émile Durkheim
A Sociologia De Émile Durkheim
 
A Sociologia De éMile Durkheim
A Sociologia De éMile DurkheimA Sociologia De éMile Durkheim
A Sociologia De éMile Durkheim
 
Os classicos da_sociologia_durkheim
Os classicos da_sociologia_durkheimOs classicos da_sociologia_durkheim
Os classicos da_sociologia_durkheim
 
A Sociologia De éMile Durkheim
A Sociologia De éMile DurkheimA Sociologia De éMile Durkheim
A Sociologia De éMile Durkheim
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
 
Os classicos da_sociologia_ completo
Os classicos da_sociologia_ completoOs classicos da_sociologia_ completo
Os classicos da_sociologia_ completo
 
Resumodesocio5
Resumodesocio5Resumodesocio5
Resumodesocio5
 
éMile durkheim web 1 e 2
éMile durkheim web 1 e 2éMile durkheim web 1 e 2
éMile durkheim web 1 e 2
 
Apostila classicos-sociologia
Apostila classicos-sociologiaApostila classicos-sociologia
Apostila classicos-sociologia
 
Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01
Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01
Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01
 
Trabajo problemática institucional
Trabajo problemática institucionalTrabajo problemática institucional
Trabajo problemática institucional
 
Trabajo problemática institucional
Trabajo problemática institucionalTrabajo problemática institucional
Trabajo problemática institucional
 
Durkheim.pptx
Durkheim.pptxDurkheim.pptx
Durkheim.pptx
 
Divisão do trabalho karl marx e émile durkheim prof. érika de cássia o. c...
Divisão do trabalho  karl marx e émile durkheim    prof. érika de cássia o. c...Divisão do trabalho  karl marx e émile durkheim    prof. érika de cássia o. c...
Divisão do trabalho karl marx e émile durkheim prof. érika de cássia o. c...
 
4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt
4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt
4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt
 
Durkheim sociologia
Durkheim sociologiaDurkheim sociologia
Durkheim sociologia
 
Durkheim sociologia
Durkheim sociologiaDurkheim sociologia
Durkheim sociologia
 

Mais de Fatima Freitas

Problemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanosProblemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanosFatima Freitas
 
áGuas oceanicas e mares
áGuas oceanicas e maresáGuas oceanicas e mares
áGuas oceanicas e maresFatima Freitas
 
Paisagens naturais do planeta
Paisagens naturais do planetaPaisagens naturais do planeta
Paisagens naturais do planetaFatima Freitas
 
As paisagens vegetais do brasil
As paisagens vegetais do brasilAs paisagens vegetais do brasil
As paisagens vegetais do brasilFatima Freitas
 
Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido  Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido Fatima Freitas
 
Slides a revolução industrial 2º. ano
Slides a revolução industrial   2º. anoSlides a revolução industrial   2º. ano
Slides a revolução industrial 2º. anoFatima Freitas
 
Antiguidade oriental mesopotâmia 1
Antiguidade oriental   mesopotâmia 1Antiguidade oriental   mesopotâmia 1
Antiguidade oriental mesopotâmia 1Fatima Freitas
 
Independência dos eua
Independência dos euaIndependência dos eua
Independência dos euaFatima Freitas
 
A escravidão no brasil colônia
A escravidão no brasil colôniaA escravidão no brasil colônia
A escravidão no brasil colôniaFatima Freitas
 

Mais de Fatima Freitas (20)

Mato grosso do sul
Mato grosso do sulMato grosso do sul
Mato grosso do sul
 
Problemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanosProblemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanos
 
Rio + 20
Rio + 20Rio + 20
Rio + 20
 
Guerra da coreia
Guerra da coreiaGuerra da coreia
Guerra da coreia
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
 
Oriente médio
Oriente médioOriente médio
Oriente médio
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Clima do brasil
Clima do brasilClima do brasil
Clima do brasil
 
A era napoleônica
A era napoleônicaA era napoleônica
A era napoleônica
 
áGuas oceanicas e mares
áGuas oceanicas e maresáGuas oceanicas e mares
áGuas oceanicas e mares
 
Problemas ambientais
Problemas ambientaisProblemas ambientais
Problemas ambientais
 
Paisagens naturais do planeta
Paisagens naturais do planetaPaisagens naturais do planeta
Paisagens naturais do planeta
 
As paisagens vegetais do brasil
As paisagens vegetais do brasilAs paisagens vegetais do brasil
As paisagens vegetais do brasil
 
Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido  Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido
 
Slides a revolução industrial 2º. ano
Slides a revolução industrial   2º. anoSlides a revolução industrial   2º. ano
Slides a revolução industrial 2º. ano
 
Antiguidade oriental mesopotâmia 1
Antiguidade oriental   mesopotâmia 1Antiguidade oriental   mesopotâmia 1
Antiguidade oriental mesopotâmia 1
 
Revolução inglesa
Revolução inglesaRevolução inglesa
Revolução inglesa
 
Independência dos eua
Independência dos euaIndependência dos eua
Independência dos eua
 
Indígenas do brasil
Indígenas do brasilIndígenas do brasil
Indígenas do brasil
 
A escravidão no brasil colônia
A escravidão no brasil colôniaA escravidão no brasil colônia
A escravidão no brasil colônia
 

éMile durkheim

  • 1. ÉMILE DURKHEIM Profª. Fatima Freitas
  • 2. PEQUENA BIOGRAFIA  Émile Durkheim nasceu em Épinal, Vosges (França), em 15 de abril de 1858.  Freqüentou a École Normale Supérieure em Paris e interessou-se por Filosofia.  Fundador da Sociologia Moderna, Émile Durkheim combinou a pesquisa empírica (pesquisa científica tradicional) com a teoria sociológica.  Sua contribuição tornou-se ponto de partida do estudo de fenômenos sociológicos como a natureza das relações de trabalho, os aspectos sociais do suicídio e as religiões primitivas.  Em 1902, passou a lecionar Sociologia e Educação na Sorbonne.  Em 1887 assumiu em Bordéus a primeira cadeira de Sociologia instituída na França.
  • 3. PENSAMENTO  Durkheim formou-se em Filosofia, porém sua obra inteira é dedicada à Sociologia.  Seu principal trabalho é na reflexão e no reconhecimento da existência de uma "Consciência Coletiva".  Ele parte do princípio que o homem seria apenas um animal selvagem que só se tornou Humano porque se tornou sociável, ou seja, foi capaz de aprender hábitos e costumes característicos de seu grupo social para poder conviver no meio deste.  Durkheim acreditava que a sociedade seria mais beneficiada pelo processo educativo.  Para ele, “ a educação é uma socialização da jovem geração pela geração adulta”. e quanto mais eficiente for o processo, melhor será o desenvolvimento da comunidade em que a escola esteja inserida.  “ A construção do ser social, feita em boa parte pela educação, é a assimilação pelo indivíduo de uma série de normas e princípios - sejam morais, religiosos, éticos ou comportamento - que baliza a conduta do indivíduo num grupo. O homem, mais do que formador da sociedade, é um produto dela”.
  • 4. Essa teoria, além de caracterizar a educação como um bem social, a relacionou pela primeira vez às normas sociais à cultura local, diminuindo o valor que as capacidades individuais têm na constituição de um desenvolvimento.  É preciso sentir a necessidade da experiência, da observação, ou seja, a necessidade de sair de nós próprios para aceder à escola das coisas, se as queremos conhecer e compreender.
  • 5. PRINCIPAIS ASPECTOS DA TEORIA SOCIOLÓGICA DE DURKHEIM  Existem fenômenos sociais que devem ser analisados e demonstrados com técnicas especificamente sociais;  As pessoas se educam influenciadas pelos valores da sociedade onde vivem;
  • 6. O FATO SOCIAL  Fato social- é uma característica cultural e estrutural de sistemas políticos que experimentamos como externa a nós e que exerce uma influência e autoridade que equivalem a mais do que a soma das intenções e motivações de indivíduos que por acaso participem desses sistemas em um determinado tempo.  O fato social é experimentado pelo indivíduo como uma realidade independente que ele não criou e não pode rejeitar, como as regras morais, leis, costumes, rituais e práticas burocráticas oficiais, entre outras.  Para Durkheim, o grau de coesão dos fatos sociais se torna evidente pelas sanções a que o individuo estará sujeito quando tenta se rebelar contra elas.  As sansões podem ser legais ou espontâneas.  Legais são as sansões prescritas pela sociedade, sob a forma de leis, nas quais se estabelece a infração e a penalidade subseqüente.  Espontâneas seriam as que surgiriam em decorrência de uma conduta não adaptada à estrutura do grupo ou da sociedade à qual o indivíduo pertence.
  • 7. CONSCIÊNCIA COLETIVA  A definição de consciência coletiva aparece pela primeira vez na obra Da divisão do trabalho social: trata- se do “ conjunto das crenças e dos sentimentos comuns à medida dos membros de uma mesma sociedade.  A consciência coletiva é, em certo sentido, a forma moral vigente na sociedade. Ela aparece como um conjunto de regras fortes e estabelecidas que atribuem valor e delimitam os atos individuais.  É a consciência coletiva que define o que, numa sociedade, é considerado “ imoral”, “reprovável” ou “ criminoso’’.
  • 8. ANÁLISE DOS SISTEMAS SOCIAIS  Na análise dos sistemas sociais, Durkheim introduziu os conceitos de solidariedade mecânica e orgânica, que o levaram à distinção dos principais tipos de grupos sociais.  A solidariedade mecânica ocorre nas sociedades primitivas, nas quais os indivíduos diferem pouco entre si e partilham dos mesmos valores e sentimentos.  A orgânica, presente nas sociedades mais complexas, se define pela divisão do trabalho.  Como as sociedades mais complexas se baseiam na diferenciação, é preciso que as tarefas individuais correspondam aos desejos e aptidões de cada um.  Isso nem sempre acontece e a sociedade se vê ameaçada pela desintegração, pois os valores ficam enfraquecidos.  A solução proposta por Durkheim são as formas cooperativistas de produção econômica.
  • 9. A SOCIOLOGIA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA  A partir da segunda metade do século XX, com o desenvolvimento da sociedade industrial, que se tornou cada vez mais complexa, a Sociologia ganhou novo impulso, passando a estudar e explicar problemas com os quais até então não havia se defrontado.  Assim, problemas como exclusão social, desagregação familiar, drogas, cidadania, minorias, violência urbana, etc., representam desafios para os quais a Sociologia tem procurado respostas.  Exigem uma análise cientifica de todos os aspectos da vida em sociedade, que permita entender o presente e projetar o futuro.
  • 10. Dessa forma, a Sociologia moderna procura debruçar-se sobre os agentes sociais capazes de provocar mudanças importantes na sociedade.  Hoje, um dos principais objetivos da sociologia é criar instrumentos teóricos que levem à reflexão sobre os problemas da sociedade contemporânea.  Tais instrumentos devem contribuir também para que os indivíduos estabeleçam relações entre sua prática social e a sociedade mais ampla, tornando-se agentes na transformação da sociedade em que vivem.  Atualmente, os conhecimentos da sociologia já não estão restritos aos sociólogos. De certo modo, muitas pessoas passaram a utilizá-los, embora nem sempre de forma consciente e rigorosa.
  • 11. PRINCIPAIS OBRAS  A divisão do trabalho social (1893) Analisa as funções sociais do trabalho na sociedade e procura mostrar como na modernidade tal divisão é a principal fonte de coesão ou solidariedade social.
  • 12. As regras do método sociológico (1895) Indica as características de um fato social: exterioridade e coercibilidade
  • 13. O suicídio (1897) Durkheim concebe o suicídio como um fenômeno social e o considera um aspecto patológico (isto é, uma disfunção, ou uma doença) característico das sociedades modernas.  Durkheim tentou mostrar que as causas do auto-extermínio têm fundamento social e não individual. Descreveu três tipos de suicídio:  o egoísta, em que o indivíduo se afasta dos seres humanos;  o anômico, originário, por parte do suicida, da crença de que todo um mundo social, com seus valores, normas e regras, desmorona-se em torno de si;  e o altruísta, por lealdade a uma causa.
  • 14. A educação moral (1902)  A sociedade só pode viver se entre os seus membros existir suficiente homogeneidade.  A educação perpetua e reforça tal homogeneidade, começ ando por fixar no espírito da criança as semelhanças essenciais que a vida coletiva requer".
  • 15. ÉMILE DURKHEIM FALECEU EM PARIS NO ANO DE 1917.
  • 16. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS  Sociologia para o ensino médio – Dácio Tomazzi.  Introdução à Sociologia – Pérsio Santos Oliveira.  Imagens Google