SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
Lista extra de exercícios sobre dilatação térmica
1 - Como podemos explicar a dilatação dos corpos ao serem aquecidos ?
2 - Responda os itens abaixo:
a) Escreva a expressão matemática que nos permite calcular a dilatação linear de um sólido. Explique o
significado de cada um dos símbolos que aparecem nesta expressão.
b) Escreva a expressão matemática que nos permite calcular a dilatação superficial de um corpo.
Explique o significado de cada um dos símbolos que aparecem nesta expressão.
c) Escreva a expressão matemática que nos permite calcular a dilatação volumétrica de um corpo.
Explique o significado de cada um dos símbolos que aparecem nesta expressão.
3 - Que fatores influenciam na dilatação que um corpo irá sofrer ?
4 - Conhecendo-se o coeficiente de dilatação linear de um sólido como procedemos para determinar o seu
coeficiente de dilatação superficial e volumétrico ?
5 - Duas barras, A e B, de mesmo comprimento inicial, sofrem a mesma elevação de temperatura. As
dilatações destas barras poderão ser diferentes ? Explique.
6 - Duas barras, A e B, de mesmo material, sofrem a mesma elevação de temperatura. As dilatações destas
barras poderão ser diferentes ? Explique.
7 - O coeficiente de dilatação superficial do ferro é 24 x 10-6
ºC-1
. Calcule o seu coeficiente de dilatação
volumétrica.
8 - Uma lâmina bimetálica é construída soldando-se uma lâmina de cobre de
coeficiente de dilatação linear 17 x 10-6
ºC-1
a uma de zinco, cujo coeficiente de
dilatação linear é 25 x 10-6
ºC-1
. Na temperatura ambiente (25ºC) a lâmina está reta
e na horizontal, como mostra a figura ao lado. Explique o que acontece com a
lâmina quando a temperatura aumentar para 60ºC e depois explique o que acontece
quando a temperatura baixar para 8ºC.
9 - Um fio metálico tem comprimento de 100m, a 0ºC. Sabendo que este fio é constituído por um material
com coeficiente de dilatação térmica linear 17 x 10-6
ºC-1
, determine:
a) A variação no comprimento do fio quando este é aquecido até 10ºC.
b) O comprimento final do fio na temperatura de 10ºC.
10 - Uma placa retangular mede 10cm por 20cm à temperatura de 0ºC. O coeficiente de dilatação linear do
material que constitui a placa vale 20 x 10-6
ºC-1
. Determine:
a) A área da placa a 0ºC;
b) A variação da área da placa quando a temperatura sobe para 50ºC;
c) A área da chapa à temperatura de 50ºC;
d) A porcentagem de aumento na área da chapa.
11 - Uma esfera de madeira está flutuando na superfície da água, contida em um recipiente, à temperatura de
2ºC. Se apenas a água for aquecida até sua temperatura atingir 4ºC:
a) O volume da água aumentará, diminuirá ou não sofrerá alteração ?
b) A densidade da água aumentará, diminuirá ou não sofrerá alteração ?
c) Então, a parte submersa da esfera aumentará, diminuirá ou não sofrerá alteração ?
12 - Responda todos os itens do exercício anterior supondo que a temperatura da água mude agora de 4ªC para
20ºC.
13 - O que ocorre com a densidade de um sólido quando sua temperatura aumenta ? Explique.
14 - Um negociante de tecidos possui um "metro" de metal que foi graduado à 20ºC. Suponha que o
negociante esteja usando este "metro" em um dia de verão, no qual a temperatura esteja próxima de 40ºC.
Neste dia:
a) O comprimento do "metro" do negociante é maior ou menor do que 1m ?
b) Ao vender uma peça de tecido, medindo o seu comprimento com este metro o comerciante estará
tendo lucro ou prejuízo ? Explique. (A dilatação do tecido é desprezível).
15 - O gráfico ao lado nos mostra como varia o comprimento de uma
barra metálica em função da sua temperatura.
a) Qual é o coeficiente de dilatação linear do material que constitui
a barra ?
b) Se uma barra constituída por este material tiver 200m de
comprimento a 10ºC, determine seu comprimento final quando
ela for aquecida a 110ºC.
16 - Um paralelepípedo, a 30ºC, tem dimensões 10cm x 20cm x 40cm e é constituído por um material cujo
coeficiente de dilatação linear vale 5 x 10-6
ºC-1
. Determine o acréscimo de volume, em cm3
, sofrido pelo
paralelepípedo quando este é aquecido até 130ºC.
17 - Uma chapa de zinco, de forma retangular, tem 60cm de comprimento e 40cm de largura à temperatura de
20ºC. Supondo que a chapa foi aquecida até 120ºC, e que o coeficiente de dilatação linear do zinco vale
25 x 10-6
ºC-1
, calcule:
a) A dilatação no comprimento da chapa.
b) A dilatação na largura da chapa.
c) A área da chapa a 20ºC.
d) A área da chapa a 120ºC.
e) O valor do coeficiente de dilatação superficial da chapa.
f) O aumento na área da chapa usando o valor de  obtido no item anterior.
18 - Você é convidado a projetar uma ponte metálica, cujo comprimento será de 2 km. Considerando os
efeitos de contração de expansão térmica para temperatura no intervalo de -40ºC e 40ºC e o coeficiente de
dilatação linear do metal, que é 12 x 10-6
ºC-1
, qual é a máxima variação esperada no comprimento da ponte ?
19 - À temperatura de 0ºC uma esfera oca de metal passa com certa folga por dentro de um anel metálico e
circular. Ao sofrerem uma variação idêntica de temperatura (esfera e anel) a esfera não mais consegue passar
pelo anel. Explique por que isso aconteceu.
20 - A variação do comprimento de um fio de aço em função da
temperatura é mostrado no gráfico ao lado. Calcule o coeficiente de
dilatação linear do aço.
21 - Um orifício numa panela de ferro, a 0ºC, tem 5cm2
de área. Se o
coeficiente de dilatação linear do ferro é de 1,2 x 10-5
ºC-1
calcule a área
deste orifício quando a temperatura chegar a 300ºC.
22 - O gráfico ao lado nos mostra como varia o comprimento de uma barra
metálica em função da sua temperatura. Uma panela feita com o mesmo
material da barra tem uma capacidade de 1000 ml, a 0ºC. Calcule a
capacidade desta panela a 100ºC.
23 - Um sólido homogêneo apresenta , a 5ºC, um volume igual a 4 cm3
.
Aquecido até 505ºC, seu volume aumenta de 0,06 cm3
. Qual o coeficiente
de dilatação linear do material deste sólido ?
24 - O dono de um posto de gasolina consulta uma tabela de coeficientes de dilatação volumétrica, obtendo
para o coeficiente de dilatação volumétrica do álcool o valor de 10-3
ºC-1
. Calcule quantos litros ele estará
ganhando se comprar 14 000 litros do combustível em uma dia em que a temperatura é de 20ºC e revende-lo
num dia mais quente, em que esta temperatura seja de 30ºC.
25 - Uma certa massa de água líquida sob pressão normal sofre um aquecimento a partir de uma determinada
temperatura. Nestas condições podemos afirmar que:
a) o volume de água permaneceu constante se o aquecimento foi de 0ºC a 4ºC.
b) o volume de água aumentou se o aquecimento foi de 0ºC a 4ºC.
c) o volume de água tanto pode ter aumentado, como diminuído, devido ao seu comportamento
anômalo.
d) O volume de água diminuiu segundo a lei TVV o  .. .
e) O volume de água aumentou segundo a lei TVV o  .. .
26 - A partir da relação TLL o  .. , determine uma expressão que permita calcular o comprimento final
L da barra.
27 - DESAFIO - Um líquido cujo coeficiente de dilatação é 20 x 10-4
ºC-1
, a 0ºC, preenche completamente
um frasco cuja capacidade é 1000 ml. Se o material com que o frasco é fabricado tem coeficiente de dilatação
linear 20 x 10-6
ºC-1
, qual é o volume de líquido que transborda quando o conjunto é aquecido a 50ºC ?
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Gabarito
1) O aumento da temperatura faz com que as moléculas do corpo vibrem ou se movam com maior intensidade. Isso
faz com que ocorra um aumento nas distâncias intermoleculares que resulta no aumento do tamanho do corpo como
um todo.
2a) TLL o  .. 2b) TAA o  .. 2c) TVV o  ..
3) Os fatores são três: tamanho inicial, variação da temperatura e material de que é feito o corpo. Estes três fatores
aparecem nas expressões que calcula as dilatações lineares, superficiais e volumétricas.
4)  .2 e  .3 (O coeficiente de dilatação superficial é duas vezes maior que o coeficiente de
dilatação linear, e o coeficiente de dilatação volumétrico é três vezes maior que o coeficiente de dilatação linear.)
5) Sim, pois a dilatação depende também do material de que é feito a barra. Se a barra A for de um material
diferente da B elas terão dilatações diferentes.
6) Sim, pois a dilatação depende também do tamanho inicial de cada uma. Se a barra A for maior ou menor que a
barra B suas dilatações serão diferentes.
7) 36 x 10-6
ºC-1
8) Na temperatura de 60ºC as lâminas de cobre e zinco irão dilatar-se, só que a lâmina de zinco apresenta uma
dilatação maior pelo fato do seu coeficiente de dilatação ser maior, fazendo com que a lâmina bimetálica curve-se
para cima. Quando a temperatura baixar para 8ºC, as lâminas de zinco e cobre irão se contrair, só que a lâmina de
zinco apresenta uma maior contração, pelo fato do seu coeficiente ser maior. Com isso a lâmina bimetálica curva-
se para baixo.
9a) 17 x 10-3
m ou 17mm 9b) 100,017m
10a) 200cm2
10b) 0,2 cm2
10c) 200,2cm2
10d) 0,1%
11a) O volume da água irá diminuir (lembrar do comportamento anômalo da água para esta faixa de temperatura).
11b) Como o volume diminuiu, a densidade aumentou (mesma massa ocupando um volume menor representa
aumento da densidade).
11c) A parte submersa irá diminuir com o aumento da densidade da água.
12a) O volume da água irá aumentar (lembrar do comportamento anômalo da água só ocorre entre 0ºC e 4ºC. Fora
disso a água se comporta como as outras substâncias.)
12b) Como o volume aumentou, a densidade diminuiu (mesma massa ocupando um volume maior representa uma
diminuição na densidade)
12c) A parte submersa irá aumentar com a diminuição da densidade da água.
13) . Sua densidade em geral diminui. O aumento da temperatura implica um aumento no volume dos corpos
(lembrando que existem algumas exceções, como o caso da água, de 0ºC a 4ºC). Com o aumento do volume a
densidade tende a diminuir, já que a massa da substância não varia.
14a) É Maior do que um metro. 14b) Ele terá prejuízo.
15a) 10-6
ºC-1
15b) 200,02m 16) 12cm3
17a) 0,15cm 17b) 0,10cm 17c) 2400cm2
17d) 2412cm2
17e) 50 x 10-6
ºC-1
17f) 12cm2
18) 1,92m
19) O coeficiente de dilatação linear do material da esfera é maior que o coeficiente de dilatação linear do material
do anel. Por isso a esfera dilatou mais que o anel.
20) 1,2 x 10-5
ºC-1
21) 5,036cm2
22) 1004,5 ml 23) 1 x 10-5
ºC-1
24) 1,4 x 102
litros 25) c 26)   oo LTLL  .. 27) 97ml

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dilatação Térmica (exercícios)
Dilatação Térmica (exercícios)Dilatação Térmica (exercícios)
Dilatação Térmica (exercícios)Edson Marcos Silva
 
Simulado Saresp - 9º ano - Matemática
Simulado Saresp - 9º ano - MatemáticaSimulado Saresp - 9º ano - Matemática
Simulado Saresp - 9º ano - MatemáticaJuliana Gomes
 
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)GernciadeProduodeMat
 
Exercícios - ligações
Exercícios - ligaçõesExercícios - ligações
Exercícios - ligaçõesIsabella Silva
 
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônicaLista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônicaProfª Alda Ernestina
 
Lista de exercícios de geometria volume de prisma
Lista de exercícios de geometria volume de prismaLista de exercícios de geometria volume de prisma
Lista de exercícios de geometria volume de prismaPriscila Lourenço
 
REGRAS DOS SINAIS
REGRAS DOS SINAISREGRAS DOS SINAIS
REGRAS DOS SINAISJonasblog
 
Lista de exercícios sobre colisões mecânicas 1º ano cssa
Lista de exercícios sobre colisões mecânicas 1º ano cssaLista de exercícios sobre colisões mecânicas 1º ano cssa
Lista de exercícios sobre colisões mecânicas 1º ano cssaWaldir Montenegro
 
Aprendendo a relatar um experimento científico
Aprendendo a relatar um experimento científicoAprendendo a relatar um experimento científico
Aprendendo a relatar um experimento científicoMaria Edna Lima Santos
 
Exercícios extras 9ano densidade
Exercícios extras 9ano densidadeExercícios extras 9ano densidade
Exercícios extras 9ano densidadeProfessora Raquel
 
Estudo dos gases power point
Estudo dos gases power pointEstudo dos gases power point
Estudo dos gases power pointWelltonSybalde
 
Lista de Exercicios Sistemas Lineares do 1 grau.
Lista de Exercicios Sistemas Lineares do 1 grau.Lista de Exercicios Sistemas Lineares do 1 grau.
Lista de Exercicios Sistemas Lineares do 1 grau.Gleidson Luis
 
Lista de exercícios hidrocarbonetos
Lista de exercícios   hidrocarbonetosLista de exercícios   hidrocarbonetos
Lista de exercícios hidrocarbonetosProfª Alda Ernestina
 
Relatório termometria
Relatório termometriaRelatório termometria
Relatório termometriaVictor Said
 
Lista de Exercícios – Razão e Proporção
Lista de Exercícios – Razão e ProporçãoLista de Exercícios – Razão e Proporção
Lista de Exercícios – Razão e ProporçãoEverton Moraes
 

Mais procurados (20)

Dilatação Térmica (exercícios)
Dilatação Térmica (exercícios)Dilatação Térmica (exercícios)
Dilatação Térmica (exercícios)
 
Atividade densidade
Atividade densidadeAtividade densidade
Atividade densidade
 
Simulado Saresp - 9º ano - Matemática
Simulado Saresp - 9º ano - MatemáticaSimulado Saresp - 9º ano - Matemática
Simulado Saresp - 9º ano - Matemática
 
Prova brasil -_5_ano
Prova brasil -_5_anoProva brasil -_5_ano
Prova brasil -_5_ano
 
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
 
Exercícios - ligações
Exercícios - ligaçõesExercícios - ligações
Exercícios - ligações
 
Exercicios prismas
Exercicios prismasExercicios prismas
Exercicios prismas
 
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônicaLista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
 
Lista de exercícios de geometria volume de prisma
Lista de exercícios de geometria volume de prismaLista de exercícios de geometria volume de prisma
Lista de exercícios de geometria volume de prisma
 
REGRAS DOS SINAIS
REGRAS DOS SINAISREGRAS DOS SINAIS
REGRAS DOS SINAIS
 
Lista de exercícios sobre colisões mecânicas 1º ano cssa
Lista de exercícios sobre colisões mecânicas 1º ano cssaLista de exercícios sobre colisões mecânicas 1º ano cssa
Lista de exercícios sobre colisões mecânicas 1º ano cssa
 
Aprendendo a relatar um experimento científico
Aprendendo a relatar um experimento científicoAprendendo a relatar um experimento científico
Aprendendo a relatar um experimento científico
 
Estudo Orientado
Estudo OrientadoEstudo Orientado
Estudo Orientado
 
Exercícios extras 9ano densidade
Exercícios extras 9ano densidadeExercícios extras 9ano densidade
Exercícios extras 9ano densidade
 
Estudo dos gases power point
Estudo dos gases power pointEstudo dos gases power point
Estudo dos gases power point
 
Lista de Exercicios Sistemas Lineares do 1 grau.
Lista de Exercicios Sistemas Lineares do 1 grau.Lista de Exercicios Sistemas Lineares do 1 grau.
Lista de Exercicios Sistemas Lineares do 1 grau.
 
Lista de exercícios hidrocarbonetos
Lista de exercícios   hidrocarbonetosLista de exercícios   hidrocarbonetos
Lista de exercícios hidrocarbonetos
 
Relatório termometria
Relatório termometriaRelatório termometria
Relatório termometria
 
Densidade de misturas
Densidade de misturasDensidade de misturas
Densidade de misturas
 
Lista de Exercícios – Razão e Proporção
Lista de Exercícios – Razão e ProporçãoLista de Exercícios – Razão e Proporção
Lista de Exercícios – Razão e Proporção
 

Destaque

Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação - Conteúdo vinculado ...
Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação   - Conteúdo vinculado ...Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação   - Conteúdo vinculado ...
Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação - Conteúdo vinculado ...Rodrigo Penna
 
Dilatação exercícios
Dilatação   exercíciosDilatação   exercícios
Dilatação exercíciosIsabella Silva
 
Lista de exercícios. cinematica
Lista de exercícios. cinematicaLista de exercícios. cinematica
Lista de exercícios. cinematicaJocelio Costa
 
Exercícios extras_Revisão dilatação térmica de sólidos
Exercícios extras_Revisão dilatação térmica de sólidosExercícios extras_Revisão dilatação térmica de sólidos
Exercícios extras_Revisão dilatação térmica de sólidosO mundo da FÍSICA
 
Física – velocidade média 01 – 2013
Física – velocidade média 01 – 2013Física – velocidade média 01 – 2013
Física – velocidade média 01 – 2013Jakson_0311
 
Fisica 002 termometria
Fisica   002 termometriaFisica   002 termometria
Fisica 002 termometriacon_seguir
 
Exercícios dilatação térmica
Exercícios dilatação térmicaExercícios dilatação térmica
Exercícios dilatação térmicaEdieliton Silva
 
Lista de exercícios 26 cálculo da velocidade da reação
Lista de exercícios 26   cálculo da velocidade da reaçãoLista de exercícios 26   cálculo da velocidade da reação
Lista de exercícios 26 cálculo da velocidade da reaçãoColegio CMC
 
Lista de exercícios 8° ano 2° sem
Lista de exercícios 8° ano 2° semLista de exercícios 8° ano 2° sem
Lista de exercícios 8° ano 2° semWellington Sampaio
 
Lista mec cin 03 velocidade escalar média
Lista mec cin 03   velocidade escalar médiaLista mec cin 03   velocidade escalar média
Lista mec cin 03 velocidade escalar médiaFISICATOTAL
 
Exercícios de eletrostática
Exercícios de eletrostáticaExercícios de eletrostática
Exercícios de eletrostáticaRoberto Bagatini
 
Exercícios termometria 8º ano
Exercícios termometria 8º anoExercícios termometria 8º ano
Exercícios termometria 8º anoWellington Sampaio
 
Lista 17 eletrostatica 2
Lista 17 eletrostatica 2Lista 17 eletrostatica 2
Lista 17 eletrostatica 2rodrigoateneu
 
Lista 1 2013 escalas termométricas
Lista 1 2013   escalas termométricasLista 1 2013   escalas termométricas
Lista 1 2013 escalas termométricasPéricles Penuel
 

Destaque (20)

Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação - Conteúdo vinculado ...
Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação   - Conteúdo vinculado ...Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação   - Conteúdo vinculado ...
Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação - Conteúdo vinculado ...
 
Dilatação exercícios
Dilatação   exercíciosDilatação   exercícios
Dilatação exercícios
 
Lista de exercícios. cinematica
Lista de exercícios. cinematicaLista de exercícios. cinematica
Lista de exercícios. cinematica
 
Exescalas
ExescalasExescalas
Exescalas
 
Eletrostática
EletrostáticaEletrostática
Eletrostática
 
Exercícios extras_Revisão dilatação térmica de sólidos
Exercícios extras_Revisão dilatação térmica de sólidosExercícios extras_Revisão dilatação térmica de sólidos
Exercícios extras_Revisão dilatação térmica de sólidos
 
Física – velocidade média 01 – 2013
Física – velocidade média 01 – 2013Física – velocidade média 01 – 2013
Física – velocidade média 01 – 2013
 
Fisica 002 termometria
Fisica   002 termometriaFisica   002 termometria
Fisica 002 termometria
 
Exercícios dilatação térmica
Exercícios dilatação térmicaExercícios dilatação térmica
Exercícios dilatação térmica
 
Cinemática
CinemáticaCinemática
Cinemática
 
Lista de exercícios 26 cálculo da velocidade da reação
Lista de exercícios 26   cálculo da velocidade da reaçãoLista de exercícios 26   cálculo da velocidade da reação
Lista de exercícios 26 cálculo da velocidade da reação
 
Lista de exercícios 8° ano 2° sem
Lista de exercícios 8° ano 2° semLista de exercícios 8° ano 2° sem
Lista de exercícios 8° ano 2° sem
 
Dilatacao linear exercicios
Dilatacao linear exerciciosDilatacao linear exercicios
Dilatacao linear exercicios
 
Lista mec cin 03 velocidade escalar média
Lista mec cin 03   velocidade escalar médiaLista mec cin 03   velocidade escalar média
Lista mec cin 03 velocidade escalar média
 
Exercícios de eletrostática
Exercícios de eletrostáticaExercícios de eletrostática
Exercícios de eletrostática
 
Exercícios termometria 8º ano
Exercícios termometria 8º anoExercícios termometria 8º ano
Exercícios termometria 8º ano
 
Exercicios velocidade média
Exercicios velocidade médiaExercicios velocidade média
Exercicios velocidade média
 
Lista 17 eletrostatica 2
Lista 17 eletrostatica 2Lista 17 eletrostatica 2
Lista 17 eletrostatica 2
 
Escalas exercicios
Escalas   exerciciosEscalas   exercicios
Escalas exercicios
 
Lista 1 2013 escalas termométricas
Lista 1 2013   escalas termométricasLista 1 2013   escalas termométricas
Lista 1 2013 escalas termométricas
 

Semelhante a Lista de-dilatação-termica

Semelhante a Lista de-dilatação-termica (20)

Dilatacao
DilatacaoDilatacao
Dilatacao
 
Dilatacao
DilatacaoDilatacao
Dilatacao
 
Dilatação térmica dos sólidos
Dilatação térmica dos sólidosDilatação térmica dos sólidos
Dilatação térmica dos sólidos
 
Prova 2 tri_1
Prova 2 tri_1Prova 2 tri_1
Prova 2 tri_1
 
Instituto fisica 2º ano
Instituto  fisica 2º anoInstituto  fisica 2º ano
Instituto fisica 2º ano
 
Dilatação
DilataçãoDilatação
Dilatação
 
Basica termo e dilatação
Basica termo e dilataçãoBasica termo e dilatação
Basica termo e dilatação
 
Amanda
AmandaAmanda
Amanda
 
Exercícios complementares - dilatação térmica + resolução
Exercícios complementares - dilatação térmica + resoluçãoExercícios complementares - dilatação térmica + resolução
Exercícios complementares - dilatação térmica + resolução
 
Física 2º ano prof. pedro ivo - (dilatação térmica linear )
Física 2º ano   prof. pedro ivo - (dilatação térmica linear )Física 2º ano   prof. pedro ivo - (dilatação térmica linear )
Física 2º ano prof. pedro ivo - (dilatação térmica linear )
 
Enem módulo 02
Enem módulo 02Enem módulo 02
Enem módulo 02
 
Termologia dilatação térmica - rev
Termologia dilatação térmica - revTermologia dilatação térmica - rev
Termologia dilatação térmica - rev
 
Roz04
Roz04Roz04
Roz04
 
Enem módulo 02
Enem módulo 02Enem módulo 02
Enem módulo 02
 
Apostila fisica2
Apostila fisica2Apostila fisica2
Apostila fisica2
 
Simulado física, 2º ano, termodinâmica copia
Simulado física, 2º ano, termodinâmica   copiaSimulado física, 2º ano, termodinâmica   copia
Simulado física, 2º ano, termodinâmica copia
 
Dp 3 m 2bim
Dp 3 m 2bimDp 3 m 2bim
Dp 3 m 2bim
 
Apostila 2ano presao e atividade sensivel
Apostila 2ano  presao e atividade sensivelApostila 2ano  presao e atividade sensivel
Apostila 2ano presao e atividade sensivel
 
dilatacao-2013.ppt
dilatacao-2013.pptdilatacao-2013.ppt
dilatacao-2013.ppt
 
Enem módulo 02
Enem módulo 02Enem módulo 02
Enem módulo 02
 

Mais de Ricardo Sousa Alves

Mais de Ricardo Sousa Alves (9)

Bq v2 cap1 questões
Bq v2 cap1 questões Bq v2 cap1 questões
Bq v2 cap1 questões
 
08 plano inclinado e atrito
08 plano inclinado e atrito08 plano inclinado e atrito
08 plano inclinado e atrito
 
Dispositivos eletrônicos e teoria de circuitos.8.ed blog - conhecimentovale...
Dispositivos eletrônicos e teoria de circuitos.8.ed   blog - conhecimentovale...Dispositivos eletrônicos e teoria de circuitos.8.ed   blog - conhecimentovale...
Dispositivos eletrônicos e teoria de circuitos.8.ed blog - conhecimentovale...
 
28 campo magnetico(1)
28 campo magnetico(1)28 campo magnetico(1)
28 campo magnetico(1)
 
2007 em
2007 em2007 em
2007 em
 
Exercícios resolvidos de física222
Exercícios resolvidos de física222Exercícios resolvidos de física222
Exercícios resolvidos de física222
 
Fuvest2014 prova
Fuvest2014 provaFuvest2014 prova
Fuvest2014 prova
 
Resistores
Resistores Resistores
Resistores
 
corrente eletrica
corrente eletricacorrente eletrica
corrente eletrica
 

Último

livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdfdanielagracia9
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptParticular
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaLuanaAlves940822
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - FalamansaMary Alvarenga
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxMartin M Flynn
 

Último (20)

livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
 

Lista de-dilatação-termica

  • 1. Lista extra de exercícios sobre dilatação térmica 1 - Como podemos explicar a dilatação dos corpos ao serem aquecidos ? 2 - Responda os itens abaixo: a) Escreva a expressão matemática que nos permite calcular a dilatação linear de um sólido. Explique o significado de cada um dos símbolos que aparecem nesta expressão. b) Escreva a expressão matemática que nos permite calcular a dilatação superficial de um corpo. Explique o significado de cada um dos símbolos que aparecem nesta expressão. c) Escreva a expressão matemática que nos permite calcular a dilatação volumétrica de um corpo. Explique o significado de cada um dos símbolos que aparecem nesta expressão. 3 - Que fatores influenciam na dilatação que um corpo irá sofrer ? 4 - Conhecendo-se o coeficiente de dilatação linear de um sólido como procedemos para determinar o seu coeficiente de dilatação superficial e volumétrico ? 5 - Duas barras, A e B, de mesmo comprimento inicial, sofrem a mesma elevação de temperatura. As dilatações destas barras poderão ser diferentes ? Explique. 6 - Duas barras, A e B, de mesmo material, sofrem a mesma elevação de temperatura. As dilatações destas barras poderão ser diferentes ? Explique. 7 - O coeficiente de dilatação superficial do ferro é 24 x 10-6 ºC-1 . Calcule o seu coeficiente de dilatação volumétrica. 8 - Uma lâmina bimetálica é construída soldando-se uma lâmina de cobre de coeficiente de dilatação linear 17 x 10-6 ºC-1 a uma de zinco, cujo coeficiente de dilatação linear é 25 x 10-6 ºC-1 . Na temperatura ambiente (25ºC) a lâmina está reta e na horizontal, como mostra a figura ao lado. Explique o que acontece com a lâmina quando a temperatura aumentar para 60ºC e depois explique o que acontece quando a temperatura baixar para 8ºC. 9 - Um fio metálico tem comprimento de 100m, a 0ºC. Sabendo que este fio é constituído por um material com coeficiente de dilatação térmica linear 17 x 10-6 ºC-1 , determine: a) A variação no comprimento do fio quando este é aquecido até 10ºC. b) O comprimento final do fio na temperatura de 10ºC. 10 - Uma placa retangular mede 10cm por 20cm à temperatura de 0ºC. O coeficiente de dilatação linear do material que constitui a placa vale 20 x 10-6 ºC-1 . Determine: a) A área da placa a 0ºC; b) A variação da área da placa quando a temperatura sobe para 50ºC; c) A área da chapa à temperatura de 50ºC; d) A porcentagem de aumento na área da chapa. 11 - Uma esfera de madeira está flutuando na superfície da água, contida em um recipiente, à temperatura de 2ºC. Se apenas a água for aquecida até sua temperatura atingir 4ºC: a) O volume da água aumentará, diminuirá ou não sofrerá alteração ? b) A densidade da água aumentará, diminuirá ou não sofrerá alteração ? c) Então, a parte submersa da esfera aumentará, diminuirá ou não sofrerá alteração ? 12 - Responda todos os itens do exercício anterior supondo que a temperatura da água mude agora de 4ªC para 20ºC. 13 - O que ocorre com a densidade de um sólido quando sua temperatura aumenta ? Explique. 14 - Um negociante de tecidos possui um "metro" de metal que foi graduado à 20ºC. Suponha que o negociante esteja usando este "metro" em um dia de verão, no qual a temperatura esteja próxima de 40ºC. Neste dia:
  • 2. a) O comprimento do "metro" do negociante é maior ou menor do que 1m ? b) Ao vender uma peça de tecido, medindo o seu comprimento com este metro o comerciante estará tendo lucro ou prejuízo ? Explique. (A dilatação do tecido é desprezível). 15 - O gráfico ao lado nos mostra como varia o comprimento de uma barra metálica em função da sua temperatura. a) Qual é o coeficiente de dilatação linear do material que constitui a barra ? b) Se uma barra constituída por este material tiver 200m de comprimento a 10ºC, determine seu comprimento final quando ela for aquecida a 110ºC. 16 - Um paralelepípedo, a 30ºC, tem dimensões 10cm x 20cm x 40cm e é constituído por um material cujo coeficiente de dilatação linear vale 5 x 10-6 ºC-1 . Determine o acréscimo de volume, em cm3 , sofrido pelo paralelepípedo quando este é aquecido até 130ºC. 17 - Uma chapa de zinco, de forma retangular, tem 60cm de comprimento e 40cm de largura à temperatura de 20ºC. Supondo que a chapa foi aquecida até 120ºC, e que o coeficiente de dilatação linear do zinco vale 25 x 10-6 ºC-1 , calcule: a) A dilatação no comprimento da chapa. b) A dilatação na largura da chapa. c) A área da chapa a 20ºC. d) A área da chapa a 120ºC. e) O valor do coeficiente de dilatação superficial da chapa. f) O aumento na área da chapa usando o valor de  obtido no item anterior. 18 - Você é convidado a projetar uma ponte metálica, cujo comprimento será de 2 km. Considerando os efeitos de contração de expansão térmica para temperatura no intervalo de -40ºC e 40ºC e o coeficiente de dilatação linear do metal, que é 12 x 10-6 ºC-1 , qual é a máxima variação esperada no comprimento da ponte ? 19 - À temperatura de 0ºC uma esfera oca de metal passa com certa folga por dentro de um anel metálico e circular. Ao sofrerem uma variação idêntica de temperatura (esfera e anel) a esfera não mais consegue passar pelo anel. Explique por que isso aconteceu. 20 - A variação do comprimento de um fio de aço em função da temperatura é mostrado no gráfico ao lado. Calcule o coeficiente de dilatação linear do aço. 21 - Um orifício numa panela de ferro, a 0ºC, tem 5cm2 de área. Se o coeficiente de dilatação linear do ferro é de 1,2 x 10-5 ºC-1 calcule a área deste orifício quando a temperatura chegar a 300ºC. 22 - O gráfico ao lado nos mostra como varia o comprimento de uma barra metálica em função da sua temperatura. Uma panela feita com o mesmo material da barra tem uma capacidade de 1000 ml, a 0ºC. Calcule a capacidade desta panela a 100ºC. 23 - Um sólido homogêneo apresenta , a 5ºC, um volume igual a 4 cm3 . Aquecido até 505ºC, seu volume aumenta de 0,06 cm3 . Qual o coeficiente de dilatação linear do material deste sólido ? 24 - O dono de um posto de gasolina consulta uma tabela de coeficientes de dilatação volumétrica, obtendo para o coeficiente de dilatação volumétrica do álcool o valor de 10-3 ºC-1 . Calcule quantos litros ele estará ganhando se comprar 14 000 litros do combustível em uma dia em que a temperatura é de 20ºC e revende-lo num dia mais quente, em que esta temperatura seja de 30ºC.
  • 3. 25 - Uma certa massa de água líquida sob pressão normal sofre um aquecimento a partir de uma determinada temperatura. Nestas condições podemos afirmar que: a) o volume de água permaneceu constante se o aquecimento foi de 0ºC a 4ºC. b) o volume de água aumentou se o aquecimento foi de 0ºC a 4ºC. c) o volume de água tanto pode ter aumentado, como diminuído, devido ao seu comportamento anômalo. d) O volume de água diminuiu segundo a lei TVV o  .. . e) O volume de água aumentou segundo a lei TVV o  .. . 26 - A partir da relação TLL o  .. , determine uma expressão que permita calcular o comprimento final L da barra. 27 - DESAFIO - Um líquido cujo coeficiente de dilatação é 20 x 10-4 ºC-1 , a 0ºC, preenche completamente um frasco cuja capacidade é 1000 ml. Se o material com que o frasco é fabricado tem coeficiente de dilatação linear 20 x 10-6 ºC-1 , qual é o volume de líquido que transborda quando o conjunto é aquecido a 50ºC ? --------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Gabarito 1) O aumento da temperatura faz com que as moléculas do corpo vibrem ou se movam com maior intensidade. Isso faz com que ocorra um aumento nas distâncias intermoleculares que resulta no aumento do tamanho do corpo como um todo. 2a) TLL o  .. 2b) TAA o  .. 2c) TVV o  .. 3) Os fatores são três: tamanho inicial, variação da temperatura e material de que é feito o corpo. Estes três fatores aparecem nas expressões que calcula as dilatações lineares, superficiais e volumétricas. 4)  .2 e  .3 (O coeficiente de dilatação superficial é duas vezes maior que o coeficiente de dilatação linear, e o coeficiente de dilatação volumétrico é três vezes maior que o coeficiente de dilatação linear.) 5) Sim, pois a dilatação depende também do material de que é feito a barra. Se a barra A for de um material diferente da B elas terão dilatações diferentes. 6) Sim, pois a dilatação depende também do tamanho inicial de cada uma. Se a barra A for maior ou menor que a barra B suas dilatações serão diferentes. 7) 36 x 10-6 ºC-1 8) Na temperatura de 60ºC as lâminas de cobre e zinco irão dilatar-se, só que a lâmina de zinco apresenta uma dilatação maior pelo fato do seu coeficiente de dilatação ser maior, fazendo com que a lâmina bimetálica curve-se para cima. Quando a temperatura baixar para 8ºC, as lâminas de zinco e cobre irão se contrair, só que a lâmina de zinco apresenta uma maior contração, pelo fato do seu coeficiente ser maior. Com isso a lâmina bimetálica curva- se para baixo. 9a) 17 x 10-3 m ou 17mm 9b) 100,017m 10a) 200cm2 10b) 0,2 cm2 10c) 200,2cm2 10d) 0,1% 11a) O volume da água irá diminuir (lembrar do comportamento anômalo da água para esta faixa de temperatura). 11b) Como o volume diminuiu, a densidade aumentou (mesma massa ocupando um volume menor representa aumento da densidade). 11c) A parte submersa irá diminuir com o aumento da densidade da água. 12a) O volume da água irá aumentar (lembrar do comportamento anômalo da água só ocorre entre 0ºC e 4ºC. Fora disso a água se comporta como as outras substâncias.) 12b) Como o volume aumentou, a densidade diminuiu (mesma massa ocupando um volume maior representa uma diminuição na densidade) 12c) A parte submersa irá aumentar com a diminuição da densidade da água. 13) . Sua densidade em geral diminui. O aumento da temperatura implica um aumento no volume dos corpos (lembrando que existem algumas exceções, como o caso da água, de 0ºC a 4ºC). Com o aumento do volume a densidade tende a diminuir, já que a massa da substância não varia. 14a) É Maior do que um metro. 14b) Ele terá prejuízo. 15a) 10-6 ºC-1 15b) 200,02m 16) 12cm3 17a) 0,15cm 17b) 0,10cm 17c) 2400cm2 17d) 2412cm2 17e) 50 x 10-6 ºC-1 17f) 12cm2 18) 1,92m 19) O coeficiente de dilatação linear do material da esfera é maior que o coeficiente de dilatação linear do material do anel. Por isso a esfera dilatou mais que o anel. 20) 1,2 x 10-5 ºC-1 21) 5,036cm2 22) 1004,5 ml 23) 1 x 10-5 ºC-1
  • 4. 24) 1,4 x 102 litros 25) c 26)   oo LTLL  .. 27) 97ml