SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Baixar para ler offline
Prof. Taciano Santos 2º ano - COAMA
ESTUDO DOS GASES
INTRODUÇÃO
O estudo dos gases é de grande importância na compreensão de fatos que
ocorrem no nosso cotidiano, tais como: um balão subir ou a pressão interna do
pneu aumentar em dias mais quentes, etc.
TRANSFORMAÇÕES GASOSAS COM MASSA FIXA DE GÁS
Quando os valores das variáveis de estado de um gás (temperatura, volume e
pressão) sofrem alterações dizemos que o gás sofreu uma transformação
gasosa.
Algumas transformações gasosas possuem denominações especiais:
TRANSFORMAÇÃO ISOTÉRMICA
É quando na transformação o gás mantém a TEMPERATURA CONSTANTE e
muda os valores da pressão e do volume.
Exemplo:
Transformação
*Temperatura constante
*Volume mudou de 8L para 2L
*Pressão mudou de 1 atm para 4 atm
As transformações isotérmicas seguem a LEI DE BOYLE – MARIOTTE
Ou seja, para uma mesma massa de gás, na transformação com
TEMPERATURA CONSTANTE,
PRESSÃO é INVERSAMENTE proporcional ao VOLUME
Observe: Aumentando a pressão de 1 para 4 o volume cai de 16 para 4.
(Inversamente proporcional)
Prof. Taciano Santos 2º ano - COAMA
Na matemática, quando duas grandezas são inversamente proporcionais, o
produto entre elas é constante.
Então: P x V = (constante)
Logo:
Aplicando ao exemplo anterior:
1 x 16 = 4 x 4
Graficamente, a transformação isotérmica, pode ser representada por uma
curva chamada isoterma.
EXERCÍCIOS
Prof. Taciano Santos 2º ano - COAMA
1. Um cilindro com êmbolo móvel contém 100mL de CO2 a 1,0 atm. Mantendo
a temperatura constante, se quisermos que o volume diminua para 25 mL,
teremos que aplicar uma pressão igual a:
a) 5 atm.
b) 4 atm.
c) 2 atm.
d) 0,4 atm.
e) 0,1 atm
2. Sem alterar a massa e a temperatura de um gás, desejamos que um sistema
que ocupa 800 mL a 0,2 atm passe a ter pressão de 0,8 atm. Para isso, o
volume do gás deverá ser reduzido para:
a) 600 mL.
b) 400 mL.
c) 300 mL.
d) 200 mL.
e) 100 mL.
3. Uma certa massa de gás, é mantida com temperatura constante, apresenta
100 cm3 confinados a 1 atm de pressão. Qual o volume final da mesma massa
de gás, quando a pressão passar para 4 atm?
a) 20 cm3.
b) 25 cm3.
c) 50 cm3.
d) 75 cm3.
e) 400 cm3.
4. A cada 10 m de profundidade a pressão sobre um mergulhador aumenta de
1 atm com relação à pressão atmosférica. Sabendo-se disso, qual seria o
volume de 1 L de ar (comportando-se como gás ideal) inspirado pelo
mergulhador ao nível do mar, quando ele estivesse a 30 m de profundidade?
a) 3 L.
b) 4 L.
c) 25 mL.
d) 250 mL.
e) 333 mL.
5. Um recipiente cúbico de aresta 20 cm contém um gás à pressão de 0,8 atm.
Transfere-se esse gás para um cubo de 40 cm de aresta, mantendo-se
constante a temperatura. A nova pressão do gás é de:
a) 0,1 atm.
b) 0,2 atm.
c) 0,4 atm.
d) 1,0 atm
e) 4,0 atm.
6. (PUC-SP) De acordo com a lei de Robert Boyle (1660), para proporcionar
um aumento na pressão de uma determinada amostra gasosa numa
transformação isotérmica, é necessário:
a) aumentar o seu volume.
Prof. Taciano Santos 2º ano - COAMA
b) diminuir a sua massa.
c) aumentar a sua temperatura.
d) diminuir o seu volume.
e) aumentar a sua massa.
TRANSFORMAÇÃO ISOBÁRICA
É quando na transformação o gás mantém a PRESSÃO CONSTANTE e
modifica os valores do volume e da temperatura.
Exemplo:
Transformação
*Pressão constante
*Temperatura mudou de 300K para 600K
*Volume mudou de 100 L para 200 L
As transformações isobáricas seguem a 1ª LEI DE CHARLES E GAY -
LUSSAC
Ou seja, para uma mesma massa de gás, na transformação com PRESSÃO
CONSTANTE,
VOLUME é DIRETAMENTE proporcional À TEMPERATURA
Observe: Se a pressão é constante, diminuindo a temperatura, diminui, na
mesma proporção, também o volume.
(Diretamente proporcional)
Prof. Taciano Santos 2º ano - COAMA
*O volume passou de 4V para 1V
e a temperatura de 4T para 1T
Na matemática quando duas grandezas são diretamente proporcionais o
quociente entre elas é constante.
Ou seja, V = (constante)
T
Logo:
Graficamente, a transformação isobárica pode ser representada da seguinte
maneira:
Prof. Taciano Santos 2º ano - COAMA
Exercícios
1. Um recipiente com capacidade para 100 litros contém um gás à temperatura
de 27ºC. Este recipiente e aquecido até uma temperatura de 87ºC, mantendo-
se constante a pressão. O volume ocupado pelo gás a 87ºC será de:
a) 50 litros.
b) 20 litros.
c) 200 litros.
d) 120 litros.
e) 260 litros.
2. Um balão que contém gás oxigênio, mantido sob pressão constante, tem
volume igual a 10 L, a 27°C. Se o volume for dobrado, podemos afirmar que:
a) A temperatura, em °C, dobra.
b) A temperatura, em K, dobra.
c) A temperatura, em K, diminui à metade.
d) A temperatura, em °C, diminui à metade.
e) A temperatura, em °C, aumenta de 273 K.
3. Certa massa gasosa ocupa um volume de 800mL a – 23°C, numa dada
pressão. Qual é a temperatura na qual a mesma massa gasosa, na mesma
pressão, ocupa um volume de 1,6 L?
a) 250 K.
b) 350 K.
c) 450 K.
d) 500 K.
e) 600 K.
TRANSFORMAÇÃO ISOCÓRICA OU ISOMÉTRICA OU ISOVOLUMÉTRICA
É quando o gás, na transformação, mantém o VOLUME CONSTANTE e altera
os valores da temperatura e da pressão.
Exemplo:
Transformação
*Volume constante
*Temperatura mudou de 300K para 600K
*Pressão mudou de 2 atm para 4 atm
Prof. Taciano Santos 2º ano - COAMA
As transformações isovolumétricas seguem a 2ª LEI DE CHARLES E GAY
– LUSSAC
Ou seja, para uma mesma massa de gás, na transformação com VOLUME
CONSTANTE,
PRESSÃO é DIRETAMENTE proporcional À TEMPERATURA
Observe abaixo, se aumentarmos a pressão aumentamos também a
temperatura. Da mesma forma, se aumentarmos a temperatura aumentamos
também a pressão.
(Diretamente proporcional)
* A pressão passou de 1P para 4 P
e a temperatura passou de 1T para 4T
Na matemática quando duas grandezas são diretamente proporcionais o
quociente entre elas é constante.
Ou seja, P = (constante)
T
Logo:
Prof. Taciano Santos 2º ano - COAMA
Graficamente, a transformação isovolumétrica pode ser representada da
seguinte maneira:
EXERCÍCIOS
1. Um recipiente fechado contém hidrogênio à temperatura de 30ºC e pressão
de 606 mmHg. A pressão exercida quando se eleva a temperatura a 47ºC, sem
variar o volume será:
a) 120 mmHg.
b) 240 mmHg.
c) 303 mmHg.
d) 320 mmHg.
e) 640 mmHg.
2. Em um dia de inverno, à temperatura de 0ºC, colocou-se uma amostra de ar,
à pressão de 1,0 atm, em um recipiente de volume constante. Transportando
essa amostra para um ambiente a 60ºC, que pressão ela apresentará?
a) 0,5 atm.
b) 0,8 atm.
c) 1,2 atm.
d) 1,9 atm.
e) 2,6 atm.
3. Um frasco fechado contém um gás a 27°C, exercendo uma pressão de 3,0
atm. Se provocarmos uma elevação na sua temperatura até atingir 227°C, qual
será a sua nova pressão, mantendo-se constante o volume?
a) 2,0 atm.
b) 3,0 atm.
c) 4,0 atm.
d) 5,0 atm.
e) 6,0 atm.
4. Durante o inverno do Alasca, quando a temperatura é de – 23°C, um
esquimó enche um balão até que seu volume seja de 30 L. Quando chega o
verão a temperatura chega a 27°C. Qual o inteiro mais próximo que representa
o volume do balão, no verão, supondo que o balão não perdeu gás, que a
pressão dentro e fora do balão não muda, e que o gás é ideal?
Prof. Taciano Santos 2º ano - COAMA
5. (FEI-SP) Um cilindro munido de êmbolo contém um gás ideal representado
pelo ponto 1 no gráfico. A seguir o gás é submetido sucessivamente à
transformação isobárica (evolui do ponto 1 para o ponto 2), isocórica (evolui do
ponto 2 para o ponto 3) e isotérmica (evolui do ponto 3 para o ponto 1).
Ao representar os pontos 2 e 3 nas isotermas indicadas, conclui-se que:
a) a temperatura do gás no estado 2 é 450K.
b) a pressão do gás no estado 3 é 2 atm.
c) a temperatura do gás no estado 3 é 600K.
d) o volume do gás no estado 2 é 10 L.
e) a pressão do gás no estado 2 é 2 atm.
TRANSFORMAÇÃO GERAL DOS GASES
São as transformações em que todas as grandezas (T, P e V) sofrem
mudanças nos seus valores simultaneamente.
Combinando-se as três equações vistas encontraremos uma expressão que
relaciona as 3 variáveis de estado ao mesmo tempo.
Tal equação é denominada de equação geral dos gases:
Prof. Taciano Santos 2º ano - COAMA
Exercícios
1. Certa massa de gás hidrogênio ocupa um volume de 100 litros a 5 atm e
– 73ºC. A que temperatura, ºC, essa massa de hidrogênio irá ocupar um
volume de 1000 litros na pressão de 1 atm?
a) 400°C.
b) 273°C.
c) 100°C.
d) 127°C.
e) 157°C.
2. Uma determinada massa de gás oxigênio ocupa um volume de 12 L a uma
pressão de 3 atm e na temperatura de 27°C. Que volume ocupará esta mesma
massa de gás oxigênio na temperatura de 327°C e pressão de 1 atm?
a) 36 L.
b) 12 L.
c) 24 L.
d) 72 L.
e) 48 L.
3. Um gás ideal, confinado inicialmente à temperatura de 27°C, pressão de 15
atm e volume de 100L sofre diminuição no seu volume de 20L e um acréscimo
em sua temperatura de 20°C. A pressão final do gás é:
a) 10 atm.
b) 20 atm.
c) 25 atm.
d) 30 atm.
e) 35 atm.
4. Certa massa de um gás ocupa um volume de 20 litros a 27ºC e 600 mmHg
de pressão. O volume ocupado por essa mesma massa de gás a 47ºC e 800
mmHg de pressão será de:
a) 4 litros.
b) 6 litros.
c) 8 litros.
d) 12 litros.
e) 16 litros.
Transformação isotérmica
Gab. 1. B/2. D/3. B/4. D/5. A/6. D
Transformação isobárica
Gab. 1. D/2. B/3. D
Transformação isovolumétrica
Gab. 1. E/2. C/3. D/4. (36 litros)/5. E
Transformação geral dos gases
Gab. 1. D/2. D/3. B/4. E

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

avaliação 9 ano química
avaliação 9 ano químicaavaliação 9 ano química
avaliação 9 ano químicadaianafrs
 
Lista de Exercícios – Juros Simples
Lista de Exercícios – Juros Simples Lista de Exercícios – Juros Simples
Lista de Exercícios – Juros Simples Everton Moraes
 
Exercícios termometria 8º ano
Exercícios termometria 8º anoExercícios termometria 8º ano
Exercícios termometria 8º anoWellington Sampaio
 
30 questões de problemas com as 4 opeções
30 questões de problemas com as 4 opeções30 questões de problemas com as 4 opeções
30 questões de problemas com as 4 opeçõesmaria edineuma marreira
 
Listão 9º ano - Função de 1º e 2º grau e Probabilidade
Listão 9º ano - Função de 1º e 2º grau e ProbabilidadeListão 9º ano - Função de 1º e 2º grau e Probabilidade
Listão 9º ano - Função de 1º e 2º grau e ProbabilidadeAndréia Rodrigues
 
prof.Calazans(Geom.plana) - Polígonos(20 questões resolvidas)
prof.Calazans(Geom.plana) - Polígonos(20 questões resolvidas)prof.Calazans(Geom.plana) - Polígonos(20 questões resolvidas)
prof.Calazans(Geom.plana) - Polígonos(20 questões resolvidas)ProfCalazans
 
Aula 01.1 exercicios velocidade média
Aula 01.1 exercicios velocidade médiaAula 01.1 exercicios velocidade média
Aula 01.1 exercicios velocidade médiaPedro Mateus
 
Exercicios resolvidos movimento retilíneo uniforme
Exercicios resolvidos movimento retilíneo uniformeExercicios resolvidos movimento retilíneo uniforme
Exercicios resolvidos movimento retilíneo uniformerazonetecontabil
 
4. transformações da matéria
4. transformações da matéria4. transformações da matéria
4. transformações da matériaRebeca Vale
 
Matemática para concursos regra de três simples e composta - 10 exercícios ...
Matemática para concursos   regra de três simples e composta - 10 exercícios ...Matemática para concursos   regra de três simples e composta - 10 exercícios ...
Matemática para concursos regra de três simples e composta - 10 exercícios ...Sulaine Almeida
 
Dados, tabelas e gráficos de barras
Dados, tabelas e gráficos de barrasDados, tabelas e gráficos de barras
Dados, tabelas e gráficos de barrasrubensdiasjr07
 
Gabarito das questões de Termologia - 2º Ano
Gabarito das questões de Termologia - 2º AnoGabarito das questões de Termologia - 2º Ano
Gabarito das questões de Termologia - 2º AnoEdson Marcos Silva
 
Lista 1 exercícios de ângulos inscritos
Lista 1   exercícios de ângulos inscritosLista 1   exercícios de ângulos inscritos
Lista 1 exercícios de ângulos inscritosAriosvaldo Carvalho
 
1 produtos notáveis
1 produtos notáveis1 produtos notáveis
1 produtos notáveisFelipe Bugov
 
Quimica 001 substancias e misturas
Quimica  001 substancias e misturasQuimica  001 substancias e misturas
Quimica 001 substancias e misturascon_seguir
 

Mais procurados (20)

avaliação 9 ano química
avaliação 9 ano químicaavaliação 9 ano química
avaliação 9 ano química
 
Lista de Exercícios – Juros Simples
Lista de Exercícios – Juros Simples Lista de Exercícios – Juros Simples
Lista de Exercícios – Juros Simples
 
Exercícios termometria 8º ano
Exercícios termometria 8º anoExercícios termometria 8º ano
Exercícios termometria 8º ano
 
30 questões de problemas com as 4 opeções
30 questões de problemas com as 4 opeções30 questões de problemas com as 4 opeções
30 questões de problemas com as 4 opeções
 
Listão 9º ano - Função de 1º e 2º grau e Probabilidade
Listão 9º ano - Função de 1º e 2º grau e ProbabilidadeListão 9º ano - Função de 1º e 2º grau e Probabilidade
Listão 9º ano - Função de 1º e 2º grau e Probabilidade
 
prof.Calazans(Geom.plana) - Polígonos(20 questões resolvidas)
prof.Calazans(Geom.plana) - Polígonos(20 questões resolvidas)prof.Calazans(Geom.plana) - Polígonos(20 questões resolvidas)
prof.Calazans(Geom.plana) - Polígonos(20 questões resolvidas)
 
Aula 01.1 exercicios velocidade média
Aula 01.1 exercicios velocidade médiaAula 01.1 exercicios velocidade média
Aula 01.1 exercicios velocidade média
 
Exercicios resolvidos movimento retilíneo uniforme
Exercicios resolvidos movimento retilíneo uniformeExercicios resolvidos movimento retilíneo uniforme
Exercicios resolvidos movimento retilíneo uniforme
 
4. transformações da matéria
4. transformações da matéria4. transformações da matéria
4. transformações da matéria
 
Matemática para concursos regra de três simples e composta - 10 exercícios ...
Matemática para concursos   regra de três simples e composta - 10 exercícios ...Matemática para concursos   regra de três simples e composta - 10 exercícios ...
Matemática para concursos regra de três simples e composta - 10 exercícios ...
 
Dados, tabelas e gráficos de barras
Dados, tabelas e gráficos de barrasDados, tabelas e gráficos de barras
Dados, tabelas e gráficos de barras
 
Gabarito das questões de Termologia - 2º Ano
Gabarito das questões de Termologia - 2º AnoGabarito das questões de Termologia - 2º Ano
Gabarito das questões de Termologia - 2º Ano
 
Temperatura
TemperaturaTemperatura
Temperatura
 
Leis ponderais
Leis ponderais Leis ponderais
Leis ponderais
 
Gases e transformações
Gases  e transformaçõesGases  e transformações
Gases e transformações
 
Lista 1 exercícios de ângulos inscritos
Lista 1   exercícios de ângulos inscritosLista 1   exercícios de ângulos inscritos
Lista 1 exercícios de ângulos inscritos
 
1 produtos notáveis
1 produtos notáveis1 produtos notáveis
1 produtos notáveis
 
Lista de exercícios matéria
Lista de exercícios matériaLista de exercícios matéria
Lista de exercícios matéria
 
Mat 2 - 8º ano
Mat 2 - 8º anoMat 2 - 8º ano
Mat 2 - 8º ano
 
Quimica 001 substancias e misturas
Quimica  001 substancias e misturasQuimica  001 substancias e misturas
Quimica 001 substancias e misturas
 

Destaque

Equação Geral dos Gases - Questões resolvidas
Equação Geral dos Gases - Questões resolvidasEquação Geral dos Gases - Questões resolvidas
Equação Geral dos Gases - Questões resolvidaslimaromulo
 
Transformações Gasosas: Estudo dos Gases
Transformações Gasosas: Estudo dos GasesTransformações Gasosas: Estudo dos Gases
Transformações Gasosas: Estudo dos GasesEstude Mais
 
Questões Corrigidas, em Word: Estudo dos Gases - Conteúdo vinculado ao blog...
Questões Corrigidas, em Word: Estudo dos Gases   - Conteúdo vinculado ao blog...Questões Corrigidas, em Word: Estudo dos Gases   - Conteúdo vinculado ao blog...
Questões Corrigidas, em Word: Estudo dos Gases - Conteúdo vinculado ao blog...Rodrigo Penna
 
Estudo dos gases slides
Estudo dos gases   slidesEstudo dos gases   slides
Estudo dos gases slidesMicaela Neiva
 
Fichas de avaliação mensal de estudo do meio do 2º ano
Fichas de avaliação mensal de estudo do meio do 2º anoFichas de avaliação mensal de estudo do meio do 2º ano
Fichas de avaliação mensal de estudo do meio do 2º anoCrescendo EAprendendo
 
Gases perfeitos questões resolvidas - termologia
Gases perfeitos   questões resolvidas - termologiaGases perfeitos   questões resolvidas - termologia
Gases perfeitos questões resolvidas - termologiaDrica Salles
 

Destaque (9)

Equação Geral dos Gases - Questões resolvidas
Equação Geral dos Gases - Questões resolvidasEquação Geral dos Gases - Questões resolvidas
Equação Geral dos Gases - Questões resolvidas
 
O estudo-dos-gases
O estudo-dos-gasesO estudo-dos-gases
O estudo-dos-gases
 
Estudo dos Gases
Estudo dos GasesEstudo dos Gases
Estudo dos Gases
 
Transformações Gasosas: Estudo dos Gases
Transformações Gasosas: Estudo dos GasesTransformações Gasosas: Estudo dos Gases
Transformações Gasosas: Estudo dos Gases
 
ESTUDO DOS GASES - EXERCÍCIOS
ESTUDO DOS GASES - EXERCÍCIOSESTUDO DOS GASES - EXERCÍCIOS
ESTUDO DOS GASES - EXERCÍCIOS
 
Questões Corrigidas, em Word: Estudo dos Gases - Conteúdo vinculado ao blog...
Questões Corrigidas, em Word: Estudo dos Gases   - Conteúdo vinculado ao blog...Questões Corrigidas, em Word: Estudo dos Gases   - Conteúdo vinculado ao blog...
Questões Corrigidas, em Word: Estudo dos Gases - Conteúdo vinculado ao blog...
 
Estudo dos gases slides
Estudo dos gases   slidesEstudo dos gases   slides
Estudo dos gases slides
 
Fichas de avaliação mensal de estudo do meio do 2º ano
Fichas de avaliação mensal de estudo do meio do 2º anoFichas de avaliação mensal de estudo do meio do 2º ano
Fichas de avaliação mensal de estudo do meio do 2º ano
 
Gases perfeitos questões resolvidas - termologia
Gases perfeitos   questões resolvidas - termologiaGases perfeitos   questões resolvidas - termologia
Gases perfeitos questões resolvidas - termologia
 

Semelhante a MATERIAL - ESTUDO DOS GASES - 2 ANO

Semelhante a MATERIAL - ESTUDO DOS GASES - 2 ANO (20)

Resumao com exercicios
Resumao com exerciciosResumao com exercicios
Resumao com exercicios
 
Gases Ideais
Gases Ideais Gases Ideais
Gases Ideais
 
1° ano aula 2 - recuperação
1° ano   aula 2 - recuperação1° ano   aula 2 - recuperação
1° ano aula 2 - recuperação
 
3° ano aula 2 - recuperação (2)
3° ano   aula 2 - recuperação (2)3° ano   aula 2 - recuperação (2)
3° ano aula 2 - recuperação (2)
 
Gases
Gases Gases
Gases
 
Estudo dos gases
Estudo dos gasesEstudo dos gases
Estudo dos gases
 
GASES 2 ANO.ppt
GASES 2 ANO.pptGASES 2 ANO.ppt
GASES 2 ANO.ppt
 
15 Gases Perfeitos
15 Gases Perfeitos15 Gases Perfeitos
15 Gases Perfeitos
 
Gases
GasesGases
Gases
 
gases.pptx
gases.pptxgases.pptx
gases.pptx
 
Aula 15 gases perfeitos
Aula 15   gases perfeitosAula 15   gases perfeitos
Aula 15 gases perfeitos
 
009 fisica termodinamica
009 fisica termodinamica009 fisica termodinamica
009 fisica termodinamica
 
Lista 14 gases
Lista 14 gasesLista 14 gases
Lista 14 gases
 
2° lista de química dos gases
2° lista de química dos gases2° lista de química dos gases
2° lista de química dos gases
 
Lista do 1° Físico-Química (UFCG) - Monitoria
Lista do 1° Físico-Química (UFCG) - MonitoriaLista do 1° Físico-Química (UFCG) - Monitoria
Lista do 1° Físico-Química (UFCG) - Monitoria
 
C3 teoria 2serie_3bim_fisica
C3 teoria 2serie_3bim_fisicaC3 teoria 2serie_3bim_fisica
C3 teoria 2serie_3bim_fisica
 
Aula de gases
Aula de gasesAula de gases
Aula de gases
 
Aula de gases etepam
Aula de gases etepamAula de gases etepam
Aula de gases etepam
 
Aula de gases etepam
Aula de gases etepamAula de gases etepam
Aula de gases etepam
 
Ap 05 gases perfeito-cap - 2017
Ap 05   gases perfeito-cap - 2017Ap 05   gases perfeito-cap - 2017
Ap 05 gases perfeito-cap - 2017
 

Mais de Taciano Santos

Mais de Taciano Santos (6)

LISTA EXERCICIOS - MRUV - 1 ANO
LISTA EXERCICIOS - MRUV - 1 ANOLISTA EXERCICIOS - MRUV - 1 ANO
LISTA EXERCICIOS - MRUV - 1 ANO
 
Lista de exercícios 3 ano
Lista de exercícios 3 anoLista de exercícios 3 ano
Lista de exercícios 3 ano
 
Chavina
ChavinaChavina
Chavina
 
Godoba
GodobaGodoba
Godoba
 
Tacianosantos
TacianosantosTacianosantos
Tacianosantos
 
Teste
TesteTeste
Teste
 

Último

Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docxSílvia Carneiro
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................mariagrave
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoVitor Vieira Vasconcelos
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxKeslleyAFerreira
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdflbgsouza
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 

MATERIAL - ESTUDO DOS GASES - 2 ANO

  • 1. Prof. Taciano Santos 2º ano - COAMA ESTUDO DOS GASES INTRODUÇÃO O estudo dos gases é de grande importância na compreensão de fatos que ocorrem no nosso cotidiano, tais como: um balão subir ou a pressão interna do pneu aumentar em dias mais quentes, etc. TRANSFORMAÇÕES GASOSAS COM MASSA FIXA DE GÁS Quando os valores das variáveis de estado de um gás (temperatura, volume e pressão) sofrem alterações dizemos que o gás sofreu uma transformação gasosa. Algumas transformações gasosas possuem denominações especiais: TRANSFORMAÇÃO ISOTÉRMICA É quando na transformação o gás mantém a TEMPERATURA CONSTANTE e muda os valores da pressão e do volume. Exemplo: Transformação *Temperatura constante *Volume mudou de 8L para 2L *Pressão mudou de 1 atm para 4 atm As transformações isotérmicas seguem a LEI DE BOYLE – MARIOTTE Ou seja, para uma mesma massa de gás, na transformação com TEMPERATURA CONSTANTE, PRESSÃO é INVERSAMENTE proporcional ao VOLUME Observe: Aumentando a pressão de 1 para 4 o volume cai de 16 para 4. (Inversamente proporcional)
  • 2. Prof. Taciano Santos 2º ano - COAMA Na matemática, quando duas grandezas são inversamente proporcionais, o produto entre elas é constante. Então: P x V = (constante) Logo: Aplicando ao exemplo anterior: 1 x 16 = 4 x 4 Graficamente, a transformação isotérmica, pode ser representada por uma curva chamada isoterma. EXERCÍCIOS
  • 3. Prof. Taciano Santos 2º ano - COAMA 1. Um cilindro com êmbolo móvel contém 100mL de CO2 a 1,0 atm. Mantendo a temperatura constante, se quisermos que o volume diminua para 25 mL, teremos que aplicar uma pressão igual a: a) 5 atm. b) 4 atm. c) 2 atm. d) 0,4 atm. e) 0,1 atm 2. Sem alterar a massa e a temperatura de um gás, desejamos que um sistema que ocupa 800 mL a 0,2 atm passe a ter pressão de 0,8 atm. Para isso, o volume do gás deverá ser reduzido para: a) 600 mL. b) 400 mL. c) 300 mL. d) 200 mL. e) 100 mL. 3. Uma certa massa de gás, é mantida com temperatura constante, apresenta 100 cm3 confinados a 1 atm de pressão. Qual o volume final da mesma massa de gás, quando a pressão passar para 4 atm? a) 20 cm3. b) 25 cm3. c) 50 cm3. d) 75 cm3. e) 400 cm3. 4. A cada 10 m de profundidade a pressão sobre um mergulhador aumenta de 1 atm com relação à pressão atmosférica. Sabendo-se disso, qual seria o volume de 1 L de ar (comportando-se como gás ideal) inspirado pelo mergulhador ao nível do mar, quando ele estivesse a 30 m de profundidade? a) 3 L. b) 4 L. c) 25 mL. d) 250 mL. e) 333 mL. 5. Um recipiente cúbico de aresta 20 cm contém um gás à pressão de 0,8 atm. Transfere-se esse gás para um cubo de 40 cm de aresta, mantendo-se constante a temperatura. A nova pressão do gás é de: a) 0,1 atm. b) 0,2 atm. c) 0,4 atm. d) 1,0 atm e) 4,0 atm. 6. (PUC-SP) De acordo com a lei de Robert Boyle (1660), para proporcionar um aumento na pressão de uma determinada amostra gasosa numa transformação isotérmica, é necessário: a) aumentar o seu volume.
  • 4. Prof. Taciano Santos 2º ano - COAMA b) diminuir a sua massa. c) aumentar a sua temperatura. d) diminuir o seu volume. e) aumentar a sua massa. TRANSFORMAÇÃO ISOBÁRICA É quando na transformação o gás mantém a PRESSÃO CONSTANTE e modifica os valores do volume e da temperatura. Exemplo: Transformação *Pressão constante *Temperatura mudou de 300K para 600K *Volume mudou de 100 L para 200 L As transformações isobáricas seguem a 1ª LEI DE CHARLES E GAY - LUSSAC Ou seja, para uma mesma massa de gás, na transformação com PRESSÃO CONSTANTE, VOLUME é DIRETAMENTE proporcional À TEMPERATURA Observe: Se a pressão é constante, diminuindo a temperatura, diminui, na mesma proporção, também o volume. (Diretamente proporcional)
  • 5. Prof. Taciano Santos 2º ano - COAMA *O volume passou de 4V para 1V e a temperatura de 4T para 1T Na matemática quando duas grandezas são diretamente proporcionais o quociente entre elas é constante. Ou seja, V = (constante) T Logo: Graficamente, a transformação isobárica pode ser representada da seguinte maneira:
  • 6. Prof. Taciano Santos 2º ano - COAMA Exercícios 1. Um recipiente com capacidade para 100 litros contém um gás à temperatura de 27ºC. Este recipiente e aquecido até uma temperatura de 87ºC, mantendo- se constante a pressão. O volume ocupado pelo gás a 87ºC será de: a) 50 litros. b) 20 litros. c) 200 litros. d) 120 litros. e) 260 litros. 2. Um balão que contém gás oxigênio, mantido sob pressão constante, tem volume igual a 10 L, a 27°C. Se o volume for dobrado, podemos afirmar que: a) A temperatura, em °C, dobra. b) A temperatura, em K, dobra. c) A temperatura, em K, diminui à metade. d) A temperatura, em °C, diminui à metade. e) A temperatura, em °C, aumenta de 273 K. 3. Certa massa gasosa ocupa um volume de 800mL a – 23°C, numa dada pressão. Qual é a temperatura na qual a mesma massa gasosa, na mesma pressão, ocupa um volume de 1,6 L? a) 250 K. b) 350 K. c) 450 K. d) 500 K. e) 600 K. TRANSFORMAÇÃO ISOCÓRICA OU ISOMÉTRICA OU ISOVOLUMÉTRICA É quando o gás, na transformação, mantém o VOLUME CONSTANTE e altera os valores da temperatura e da pressão. Exemplo: Transformação *Volume constante *Temperatura mudou de 300K para 600K *Pressão mudou de 2 atm para 4 atm
  • 7. Prof. Taciano Santos 2º ano - COAMA As transformações isovolumétricas seguem a 2ª LEI DE CHARLES E GAY – LUSSAC Ou seja, para uma mesma massa de gás, na transformação com VOLUME CONSTANTE, PRESSÃO é DIRETAMENTE proporcional À TEMPERATURA Observe abaixo, se aumentarmos a pressão aumentamos também a temperatura. Da mesma forma, se aumentarmos a temperatura aumentamos também a pressão. (Diretamente proporcional) * A pressão passou de 1P para 4 P e a temperatura passou de 1T para 4T Na matemática quando duas grandezas são diretamente proporcionais o quociente entre elas é constante. Ou seja, P = (constante) T Logo:
  • 8. Prof. Taciano Santos 2º ano - COAMA Graficamente, a transformação isovolumétrica pode ser representada da seguinte maneira: EXERCÍCIOS 1. Um recipiente fechado contém hidrogênio à temperatura de 30ºC e pressão de 606 mmHg. A pressão exercida quando se eleva a temperatura a 47ºC, sem variar o volume será: a) 120 mmHg. b) 240 mmHg. c) 303 mmHg. d) 320 mmHg. e) 640 mmHg. 2. Em um dia de inverno, à temperatura de 0ºC, colocou-se uma amostra de ar, à pressão de 1,0 atm, em um recipiente de volume constante. Transportando essa amostra para um ambiente a 60ºC, que pressão ela apresentará? a) 0,5 atm. b) 0,8 atm. c) 1,2 atm. d) 1,9 atm. e) 2,6 atm. 3. Um frasco fechado contém um gás a 27°C, exercendo uma pressão de 3,0 atm. Se provocarmos uma elevação na sua temperatura até atingir 227°C, qual será a sua nova pressão, mantendo-se constante o volume? a) 2,0 atm. b) 3,0 atm. c) 4,0 atm. d) 5,0 atm. e) 6,0 atm. 4. Durante o inverno do Alasca, quando a temperatura é de – 23°C, um esquimó enche um balão até que seu volume seja de 30 L. Quando chega o verão a temperatura chega a 27°C. Qual o inteiro mais próximo que representa o volume do balão, no verão, supondo que o balão não perdeu gás, que a pressão dentro e fora do balão não muda, e que o gás é ideal?
  • 9. Prof. Taciano Santos 2º ano - COAMA 5. (FEI-SP) Um cilindro munido de êmbolo contém um gás ideal representado pelo ponto 1 no gráfico. A seguir o gás é submetido sucessivamente à transformação isobárica (evolui do ponto 1 para o ponto 2), isocórica (evolui do ponto 2 para o ponto 3) e isotérmica (evolui do ponto 3 para o ponto 1). Ao representar os pontos 2 e 3 nas isotermas indicadas, conclui-se que: a) a temperatura do gás no estado 2 é 450K. b) a pressão do gás no estado 3 é 2 atm. c) a temperatura do gás no estado 3 é 600K. d) o volume do gás no estado 2 é 10 L. e) a pressão do gás no estado 2 é 2 atm. TRANSFORMAÇÃO GERAL DOS GASES São as transformações em que todas as grandezas (T, P e V) sofrem mudanças nos seus valores simultaneamente. Combinando-se as três equações vistas encontraremos uma expressão que relaciona as 3 variáveis de estado ao mesmo tempo. Tal equação é denominada de equação geral dos gases:
  • 10. Prof. Taciano Santos 2º ano - COAMA Exercícios 1. Certa massa de gás hidrogênio ocupa um volume de 100 litros a 5 atm e – 73ºC. A que temperatura, ºC, essa massa de hidrogênio irá ocupar um volume de 1000 litros na pressão de 1 atm? a) 400°C. b) 273°C. c) 100°C. d) 127°C. e) 157°C. 2. Uma determinada massa de gás oxigênio ocupa um volume de 12 L a uma pressão de 3 atm e na temperatura de 27°C. Que volume ocupará esta mesma massa de gás oxigênio na temperatura de 327°C e pressão de 1 atm? a) 36 L. b) 12 L. c) 24 L. d) 72 L. e) 48 L. 3. Um gás ideal, confinado inicialmente à temperatura de 27°C, pressão de 15 atm e volume de 100L sofre diminuição no seu volume de 20L e um acréscimo em sua temperatura de 20°C. A pressão final do gás é: a) 10 atm. b) 20 atm. c) 25 atm. d) 30 atm. e) 35 atm. 4. Certa massa de um gás ocupa um volume de 20 litros a 27ºC e 600 mmHg de pressão. O volume ocupado por essa mesma massa de gás a 47ºC e 800 mmHg de pressão será de: a) 4 litros. b) 6 litros. c) 8 litros. d) 12 litros. e) 16 litros. Transformação isotérmica Gab. 1. B/2. D/3. B/4. D/5. A/6. D Transformação isobárica Gab. 1. D/2. B/3. D Transformação isovolumétrica Gab. 1. E/2. C/3. D/4. (36 litros)/5. E Transformação geral dos gases Gab. 1. D/2. D/3. B/4. E