SlideShare uma empresa Scribd logo
Pedagogia da Ação Pastoral 
“como o Filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos". 
Ricardo Gondim pastorgondim@hotmail.com
Serviço. 
•Ressaltamos aqui o aspecto de servir, nos escritos do NT, diaconia (serviço, servir) significa, às vezes, um serviço concreto, material, prestado a determinada pessoa. 
•Designa, particularmente, o serviço em vista de garantir o alimento, a sobrevivência, o "serviço à mesa" e até, bem concretamente, a contribuição financeira em favor de pessoas necessitadas.
Serviço. 
•Daí, progressivamente, o termo passa a designar um ofício particular na comunidade, um ministério específico, elencado entre os demais carismas, ao lado do dom da profecia, do de ensino, do de exortação, do de partilha, do de presidência: "se o dom é o serviço, que se exerça no serviço". 
•Chega-se, assim, a falar de diácono e de diaconisa como figura ministerial particular na Igreja.
Enquanto estava subindo para Jerusalém, Jesus chamou em particular os doze discípulos e lhes disse: "Estamos subindo para Jerusalém, e o Filho do homem será entregue aos chefes dos sacerdotes e aos mestres da lei. Eles o condenarão à morte e o entregarão aos gentios para que zombem dele, o açoitem e o crucifiquem. No terceiro dia ele ressuscitará! " Então, aproximou-se de Jesus a mãe dos filhos de Zebedeu (a saber Tiago e João) com seus filhos e, prostrando-se, fez-lhe um pedido. "O que você quer? ", perguntou ele. Ela respondeu: "Declara que no teu Reino estes meus dois filhos se assentarão um à tua direita e o outro à tua esquerda".
Disse-lhes Jesus: "Vocês não sabem o que estão pedindo. Podem vocês beber o cálice que eu vou beber? " "Podemos", responderam eles. Jesus lhes disse: "Certamente vocês beberão do meu cálice; mas o assentar-se à minha direita ou à minha esquerda não cabe a mim conceder. Esses lugares pertencem àqueles para quem foram preparados por meu Pai". Quando os outros dez ouviram isso, ficaram indignados com os dois irmãos. Jesus os chamou e disse: "Vocês sabem que os governantes das nações as dominam, e as pessoas importantes exercem poder sobre elas. Não será assim entre vocês. Pelo contrário, quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo, e quem quiser ser o primeiro deverá ser escravo; como o Filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos". Mateus 20:17-28
Mateus 17 
Seis dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro, e a Tiago, e a João, seu irmão, e os conduziu em particular a um alto monte, E transfigurou-se diante deles; e o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes se tornaram brancas como a luz. 
E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele. 
E, descendo eles do monte, Jesus lhes ordenou, dizendo: A ninguém conteis a visão, até que o Filho do homem seja ressuscitado dentre os mortos. Mateus 17:9
E trouxe-o aos teus discípulos; e não puderam curá-lo. E Jesus, respondendo, disse: O geração incrédula e perversa! até quando estarei eu convosco, e até quando vos sofrerei? Trazei-mo aqui. E, repreendeu Jesus o demônio, que saiu dele, e desde aquela hora o menino sarou. Mateus 17:16-18
Naquela mesma hora chegaram os discípulos ao pé de Jesus, dizendo: Quem é o maior no reino dos céus? E Jesus, chamando um menino, o pôs no meio deles, E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no reino dos céus. Portanto, aquele que se tornar humilde como este menino, esse é o maior no reino dos céus. Mateus 18:1-4
Paulo atualiza as palavras de Isaías e vem desde os capítulos 9, 10 e 11 de Romanos mostrando esse conceito de servo. E Ele (Paulo) traz essa idéia de que as pessoas 
•+ Íntimas de Deus 
•+ Próximas de deus 
•+ Usadas por Deus 
•As pessoas a quem Deus concede os maiores privilégios, 
•As pessoas a quem Deus se revela de maneira + intima + profunda São as pessoas que mais sofrem,
•São aqueles que são exigidos os maiores sacrifícios 
•São aqueles que recebem a maior hostilidade 
•São aqueles a quem o mal se levanta com maior vigor e contundência 
•São aqueles a quem Deus exige tarefas das mais difíceis, sacrifícios e sofrimentos 
•São aqueles a quem Deus incumbe de morrer e negar-se a si mesmo É sobre esse servir e dar, que eu quero colocar como o propósito da AÇÃO PASTORAL
Eu preciso de alguém, e essa necessidade exige sacrifício de alguém, e eu escolhi VOCE e vou dar a VOCE esse privilégio de morrer por mim. 
Morrer para que meus propósitos se realizem e se cumpram. 
Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; Porque aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á. Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma? Mateus 16:24-26 
E se Deus não for a causa dessa morte ELE no mínimo consente com ela.
Atos 7 
54 ¶ E eles, estando ouvindo isto, de raiva eram como que serrados ao meio nos seus corações, e rangiam os seus dentes contra ele (contra Estêvão). 55 Mas ele, estando cheio do Espírito Santo, havendo fixado os olhos para dentro do céu, viu a glória de Deus, e Jesus tendo se postado à direita de Deus; 56 E ele (Estevão) disse: "Eis que vejo os céus tendo sido abertos, e o Filho do homem tendo-se postado à mão direita de Deus." 57 Mas eles, havendo gritado com uma grande voz, taparam os ouvidos deles mesmos, e arremeteram em uma mesma harmonia contra ele. 58 E, havendo-o lançado para fora da cidade, o apedrejavam. E as testemunhas depuseram as suas capas ao lado dos pés de um jovem- varão sendo chamado Saulo. 59 E apedrejavam Estêvão, o qual está invocando a Deus e dizendo: "Ó Senhor Jesus, recebe o meu espírito." 60 E ele, havendo-se posto de joelhos, clamou com grande voz: "Ó Senhor, não lhes imputes este pecado." E ele, havendo dito isto, foi adormecido. 
At 7:55-60: 12ª aparição de Cristo após ressurreição, e 1ª após ascensão. A Estevão, no seu apedrejamento.
Isaías 53 
Quem creu em nossa mensagem e a quem foi revelado o braço do Senhor? Ele cresceu diante dele como um broto tenro, e como uma raiz saída de uma terra seca. Ele não tinha qualquer beleza ou majestade que nos atraísse, nada em sua aparência para que o desejássemos. Foi desprezado e rejeitado pelos homens, um homem de tristeza e familiarizado com o sofrimento. Como alguém de quem os homens escondem o rosto, foi desprezado, e nós não o tínhamos em estima. Certamente ele tomou sobre si as nossas enfermidades e sobre si levou as nossas doenças, contudo nós o consideramos castigado por Deus, por ele atingido e afligido. Mas ele foi transpassado por causa das nossas transgressões, foi esmagado por causa de nossas iniqüidades; o castigo que nos trouxe paz estava sobre ele, e pelas suas feridas fomos curados. Todos nós, tal qual ovelhas, nos desviamos, cada um de nós se voltou para o seu próprio caminho; e o Senhor fez cair sobre ele a iniqüidade de todos nós.
•Os servos de Deus sofrem 
•Os servos de Deus atraem para si a maldade do mundo 
•Sofrem – Não porque Deus olha para eles e diz: “Vou fazer voce sofrer”. 
•Sofrem – Porque Deus diz a você: “Aquilo que Eu te dei e aquilo que Eu quero fazer através de você, vai colocar você diante do sofrimento inevitável, vai exigir de você sacrifícios e você vai considerar exagerados”.
Quem poderia ser comparado a Abraão em termos de privilégios ? Ser o escolhido de Deus para se aquele a quem todas as nações seriam abençoadas na terra. 
•Mas é Abraão que é interpelado por Deus e Deus lhe pede o seu filho Isaque. 
•Mas é Abraão que é ensinado pela dor que o vínculo com Deus exige que Ele esteja acima de tudo, TUDO. “Abraão eu quero o seu filho” Você pode imaginar o sofrimento desse pai ? Você pode imaginar a caminhada pelo vale da sombra da morte que esse homem fez juntamente com o seu filho amado ?
Assim nesse caminhada você vai encontrar JOSE Deus fala: “José, dos doze filhos de Jacó eu tenho um predileto”. Quem Senhor ? Você José. 
•EU vou te usar de um jeito que não vou usar nenhum outro. 
•EU vou me dar por conhecer de um jeito que nenhum dos seus irmãos jamais vai me conhecer. 
•EU vou te dar sonhos que nenhum outro dos seus irmãos jamais irá ter. 
•EU vou te colocar num lugar de honra que nenhum outro Hebreu jamais pensaria ou imaginaria estar.
José diz: Eis me aqui Senhor. Qual o próximo passo ? 
•Os seus irmãos vão odiar você por isso. 
•Os seus irmãos vão rejeitar você por isso. 
•Os seus irmãos vão tentar matar você por isso. 
•Os seus irmãos vão vender você como escravo por isso. 
•E você vai parar como escravo no Egito. 
•E lá no Egito vai ser caluniado pela esposa de um figurão. 
•E você vai parar na cadeia por isso. José: Senhor não pode ser nenhum dos meus irmãos ?
E que diríamos pois diante de um servo como Moisés, uns dos maiores servos de Deus ? Que junto com Elias esteve no monte transfigurado com o Senhor Jesus. 
•Moisés sofre ao ver o sofrimento de seu povo. 
•Moisés sofre para tirar o seu povo cativo do Egito. 
•Moisés sofre para atravessar um deserto por 40 anos. 
•Moisés sofre com um povo rude e mal durante 40 anos. 
•E olha que Moisés era o cara – Foi Moisés que recebeu a maior revelação de Deus na Bíblia Sagrada, quando no início de seu ministério, Deus o leva também para o deserto e diz: EU SOU O QUE SOU. 
•Até hoje muitos teólogos discutem o que significa essa frase.
E quando chega ao topo do monte e Moisés contempla a terra prometida, Deus diz que ele não vai entrar. Porque Senhor ? 
•Porque num determinado momento você perdeu a cabeça Moisés. 
•Porque num determinado momento você ficou com raiva de Mim. 
•Porque num determinado momento você não Me tratou com repeito. 
•Porque num determinado momento você foi abusado, sem noção do perigo e 
•Você não entra.
Isso tudo porque houve um momento na bíblia que diz que”e toda a congregação se levantou para apedrejá-los (a Moisés e Arão) e matar”. 
E Deus diz: Até quando Moisés eu vou aguentar esse povo ? 
Vou começar tudo através de ti. 
Não Senhor, o que os outros povos vão pensar do Senhor ? 
Moisés preocupado com a reputação de Deus ? Mas na hora que ficou nervoso, bateu com o cajado na pedra. 
E já que falamos do monte da transfiguração, o que dizer de Elias ?
Elias 
Aquele que não morreu. Você imagina o nível de privilégio desse servo que não viu a morte ? 
Você imagina ser levado pelo Senhor, simplesmente porque ELE tem algo a mais contigo, a intimidade dessa amizade ? 
Pois é, quando ele está prestes a partir pergunta para seu discípulo Eliseu ? O que queres que eu te faça ? Que eu tenha uma porção dobrada de ti. Endoidou Eliseu ? 
•Você sabe o que está me pedindo ? 
•Você está me pedindo a hostilidade de 800 profetas de baal. 
•Você está me pedindo a perseguição de duas Jesabel. 
•Você está me pedindo a loucura de dois Acabe. 
•Você está me pedindo a angústia de duas cavernas. Você sabe o que está me pedindo Eliseu ?
E Davi ? Se tem alguém no antigo testamento que tem intimidade é Davi. Davi é o escolhido como aquele segundo o coração de Deus...... É ungido rei e colocado para servir aquele que Deus disse que não era mais rei...... 
•E esse tenta matar a Davi. 
•E Davi passa boa parte de sua vida como fugitivo 
•E tem que enfrentar praticamente um leão por dia 
•E ao final acaba frustrado porque não pode construir o templo. É Davi, você é um homem segundo o meu Coração, o Messias vai entrar na Cidade Sagrada sendo aclamado como o filho de Davi, mas o templo você não constrói, pq a sua mão está suja de sangue.
Daniel, está cativo na Babilônia e Deus diz pra ele que gosta dele de um jeito especial, um jeito diferente. É Senhor que legal e daí. Daí que Eu vou te colocar na cova dos leões.
Existe esse princípio na Palavra de Deus. 
•As pessoas que Deus dá 
•As pessoas que Deus escolhe 
•As pessoas que Deus elege 
•As pessoas que Deus privilegia 
•As pessoas que Deus se revela Junto vem um kit de sofrimento 
•Tem um kit apedrejamento 
•Tem um kit espada 
•Tem um kit arena romana 
•Tem um kit cova dos leões 
•Tem um kit cruz
Paulo – Depois de Davi, no NT o cara é Paulo. Deus diz para Paulo: Saulo, eu escolhi você para fazer algo que ninguém mais na face da terra pode fazer, eu na verdade te escolhi desde o ventre de sua mãe para me servir. Paulo Aliás o significado de Saulo = muito desejado – Paulo = pequeno 
•Não foi por acaso Paulo que você cresceu na cultura helênica. 
•Não foi por acaso Paulo que você estudou aos pés de Gamaliel. 
•Não foi por acaso Paulo que você nasceu na tribo de Benjamim. 
•Não foi por acaso Paulo que você se tornou membro do Sinédrio 
•Não foi por acaso Paulo que você se tornou um grande escolar de toda a tradição de Israel. 
•Não foi por acaso Paulo que você aprendeu grego, hebraico, aramaico e latim. 
•Não foi por acaso Paulo que você se tornou cidadão romano. 
•NADA FOI POR ACASO NA SUA VIDA PAULO
Você é muito importante para Mim, Paulo, Eu vou te revelar coisas que nenhum olhou viu, ouvido nenhum ouviu, mente nenhuma imaginou o que preparei para você que eu amo. E o que o Senhor vai revelar pra mim Senhor? Eu vou te revelar primeiro o quanto você precisa padecer em meu Nome. E como é esse negócio de padecer Senhor ? Você vai ver Paulo. Aliás, toma aqui uma passagem de navio, para você fazer uma viagem missionária. Aliás, Paulo viajou 3 vezes de navio, naufragou quantas ?
E aí , Deus chega para Paulo e continua falando: É Paulo, você sabe que a nossa parceria exige sacrifícios não? É Paulo, mas tem mais uma coisa Paulo, O que é Senhor: Eu vou colocar um espinho da sua carne Paulo,E ele vai te acusar a todo momento Paulo, 
•Para que você saiba que é fraco Paulo, 
•Para que você fique de joelhos todos os dias Paulo, 
•Para que você se lembre que você é meu servo Paulo, e não EU seu, 
•Para que você se lembre que na sua fraqueza que você se torna forte na minha força
E finalmente eu quero te lembrar Dele – Jesus 
Jesus está sendo crucificado, com um placa dizendo a o motivo de seu crime. 
E o povo que se escarnece Dele, dizendo 
Olha o Rei de vocês, é esse trapo humano ai ? 
Há, esse é o filho amado do Deus de vocês, ? 
Em quem Ele tem prazer ? Esse trapo ai ? Esse remendo de gente ? 
Esse é o Messias que vocês esperaram 4 mil anos ? Há faça-me o favor ? 
Se o cara mais especial do Deus de vocês, Deus trata desse jeito ? 
Sta Terezinha disse certa vez ao comentar a figura de Jesus na cruz. 
Se Deus trata assim os seus amigos, não me admira que tenha tantos inimigos
Se você pudesse perguntar a cada um deles, se lhes fosse dada a opção de abrir mão de todo o sofrimento em servir ao Senhor, nenhum deles desistiria da missão. Eu quero terminar com o texto de Isaías 53 no final quando diz
Contudo foi da vontade do Senhor esmagá-lo e fazê-lo sofrer, e, embora o Senhor faça da vida dele uma oferta pela culpa, ele verá sua prole e prolongará seus dias, e a vontade do Senhor prosperará em sua mão. Depois do sofrimento de sua alma, ele verá a luz e ficará satisfeito; pelo seu conhecimento meu servo justo justificará a muitos, e levará a iniqüidade deles. Por isso eu lhe darei uma porção entre os grandes, e ele dividirá os despojos com os fortes, porquanto ele derramou sua vida até à morte, e foi contado entre os transgressores. Pois ele carregou o pecado de muitos, e intercedeu pelos transgressores.
Adoração. Como um dos principais privilégios da igreja, e função, é ser adoradora. A igreja é uma comunidade de louvor, exaltação e adoração. 
•O Que É Adorar - Segundo Os Dicionários, Adorar É O Mesmo Que Venerar, Reverenciar, Idolatrar, Amar Excessiamente, Cultuar… Por Isso Somente Deus É Digno De Toda Adoração. 
•O Que É Adorar A Deus - É Expressar O Que Sentimos, Diante Dele E Dos Homens, Não Apenas Com Palavras, Mas Principalmente Com Ações.
Habite ricamente em vocês a palavra de Cristo; ensinem e aconselhem-se uns aos outros com toda a sabedoria e cantem salmos, hinos e cânticos espirituais com gratidão a Deus em seu coração. Colossenses 3:16 Por meio de Jesus, portanto, ofereçamos continuamente a Deus um sacrifício de louvor, que é fruto de lábios que confessam o seu nome. Hebreus 13:15 Proclamamos o que vimos e ouvimos para que vocês também tenham comunhão conosco. Nossa comunhão é com o Pai e com seu Filho Jesus Cristo. 1 João 1:3
Introdução 3 (serviço e adoração)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O que e Igreja
O que e IgrejaO que e Igreja
O que e Igreja
Pastor Wanderley
 
Aula 2 - Seminário sobre a Igreja
Aula 2 - Seminário sobre a IgrejaAula 2 - Seminário sobre a Igreja
Aula 2 - Seminário sobre a Igreja
IBC de Jacarepaguá
 
Carta do Apostolo Paulo 1
Carta do Apostolo Paulo 1Carta do Apostolo Paulo 1
Carta do Apostolo Paulo 1
Mensagens Virtuais
 
Aula de Apresentação do Seminário: SOBRE A IGREJA...
Aula de Apresentação do Seminário: SOBRE A IGREJA...Aula de Apresentação do Seminário: SOBRE A IGREJA...
Aula de Apresentação do Seminário: SOBRE A IGREJA...
IBC de Jacarepaguá
 
O perfil de um missionário
O perfil de um missionárioO perfil de um missionário
O perfil de um missionário
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Aula 4 - Seminário sobre a Igreja
Aula 4 - Seminário sobre a IgrejaAula 4 - Seminário sobre a Igreja
Aula 4 - Seminário sobre a Igreja
IBC de Jacarepaguá
 
E.b.d jovens 1ºtrimestre 2017 lição 01
E.b.d   jovens 1ºtrimestre 2017 lição 01E.b.d   jovens 1ºtrimestre 2017 lição 01
E.b.d jovens 1ºtrimestre 2017 lição 01
Joel Silva
 
Aula 3 - Seminário sobre a Igreja
Aula 3 - Seminário sobre a IgrejaAula 3 - Seminário sobre a Igreja
Aula 3 - Seminário sobre a Igreja
IBC de Jacarepaguá
 
Aula 07 - Seminário Sobre a Igreja
Aula 07 - Seminário Sobre a IgrejaAula 07 - Seminário Sobre a Igreja
Aula 07 - Seminário Sobre a Igreja
IBC de Jacarepaguá
 
E.b.d jovens 1ºtrimestre 2017 lição 04
E.b.d   jovens 1ºtrimestre 2017 lição 04E.b.d   jovens 1ºtrimestre 2017 lição 04
E.b.d jovens 1ºtrimestre 2017 lição 04
Joel Silva
 
E.b.d jovens 1ºtrimestre 2017 lição 02
E.b.d   jovens 1ºtrimestre 2017 lição 02E.b.d   jovens 1ºtrimestre 2017 lição 02
E.b.d jovens 1ºtrimestre 2017 lição 02
Joel Silva
 
Aula 08 - Seminário Sobre a Igreja
Aula 08 - Seminário Sobre a IgrejaAula 08 - Seminário Sobre a Igreja
Aula 08 - Seminário Sobre a Igreja
IBC de Jacarepaguá
 
Aula 6 - Seminário sobre a Igreja
Aula 6 - Seminário sobre a IgrejaAula 6 - Seminário sobre a Igreja
Aula 6 - Seminário sobre a Igreja
IBC de Jacarepaguá
 
Aula 09 - Seminário Sobre a Igreja
Aula 09 - Seminário Sobre a IgrejaAula 09 - Seminário Sobre a Igreja
Aula 09 - Seminário Sobre a Igreja
IBC de Jacarepaguá
 
A doutrina da Expiação Limitada
A doutrina da Expiação LimitadaA doutrina da Expiação Limitada
A doutrina da Expiação Limitada
Viva a Igreja
 
Porque devemos ir à igreja do senhor
Porque devemos ir à igreja do senhorPorque devemos ir à igreja do senhor
Porque devemos ir à igreja do senhor
Vilmar Nascimento
 
O Tipo De Igreja Que Ajudarei A Estabelecer
O Tipo De Igreja Que Ajudarei A EstabelecerO Tipo De Igreja Que Ajudarei A Estabelecer
O Tipo De Igreja Que Ajudarei A Estabelecer
Pr. Eli Rocha Silva
 
Porta fidei 0612
Porta fidei 0612Porta fidei 0612
Porta fidei 0612
Aluizia Mendes
 
25 marcas da PIB de Palmas
25 marcas da PIB de Palmas25 marcas da PIB de Palmas
25 marcas da PIB de Palmas
Primeira Igreja Batista de Palmas
 
Aula 5 - Seminário sobre a Igreja
Aula 5 - Seminário sobre a IgrejaAula 5 - Seminário sobre a Igreja
Aula 5 - Seminário sobre a Igreja
IBC de Jacarepaguá
 

Mais procurados (20)

O que e Igreja
O que e IgrejaO que e Igreja
O que e Igreja
 
Aula 2 - Seminário sobre a Igreja
Aula 2 - Seminário sobre a IgrejaAula 2 - Seminário sobre a Igreja
Aula 2 - Seminário sobre a Igreja
 
Carta do Apostolo Paulo 1
Carta do Apostolo Paulo 1Carta do Apostolo Paulo 1
Carta do Apostolo Paulo 1
 
Aula de Apresentação do Seminário: SOBRE A IGREJA...
Aula de Apresentação do Seminário: SOBRE A IGREJA...Aula de Apresentação do Seminário: SOBRE A IGREJA...
Aula de Apresentação do Seminário: SOBRE A IGREJA...
 
O perfil de um missionário
O perfil de um missionárioO perfil de um missionário
O perfil de um missionário
 
Aula 4 - Seminário sobre a Igreja
Aula 4 - Seminário sobre a IgrejaAula 4 - Seminário sobre a Igreja
Aula 4 - Seminário sobre a Igreja
 
E.b.d jovens 1ºtrimestre 2017 lição 01
E.b.d   jovens 1ºtrimestre 2017 lição 01E.b.d   jovens 1ºtrimestre 2017 lição 01
E.b.d jovens 1ºtrimestre 2017 lição 01
 
Aula 3 - Seminário sobre a Igreja
Aula 3 - Seminário sobre a IgrejaAula 3 - Seminário sobre a Igreja
Aula 3 - Seminário sobre a Igreja
 
Aula 07 - Seminário Sobre a Igreja
Aula 07 - Seminário Sobre a IgrejaAula 07 - Seminário Sobre a Igreja
Aula 07 - Seminário Sobre a Igreja
 
E.b.d jovens 1ºtrimestre 2017 lição 04
E.b.d   jovens 1ºtrimestre 2017 lição 04E.b.d   jovens 1ºtrimestre 2017 lição 04
E.b.d jovens 1ºtrimestre 2017 lição 04
 
E.b.d jovens 1ºtrimestre 2017 lição 02
E.b.d   jovens 1ºtrimestre 2017 lição 02E.b.d   jovens 1ºtrimestre 2017 lição 02
E.b.d jovens 1ºtrimestre 2017 lição 02
 
Aula 08 - Seminário Sobre a Igreja
Aula 08 - Seminário Sobre a IgrejaAula 08 - Seminário Sobre a Igreja
Aula 08 - Seminário Sobre a Igreja
 
Aula 6 - Seminário sobre a Igreja
Aula 6 - Seminário sobre a IgrejaAula 6 - Seminário sobre a Igreja
Aula 6 - Seminário sobre a Igreja
 
Aula 09 - Seminário Sobre a Igreja
Aula 09 - Seminário Sobre a IgrejaAula 09 - Seminário Sobre a Igreja
Aula 09 - Seminário Sobre a Igreja
 
A doutrina da Expiação Limitada
A doutrina da Expiação LimitadaA doutrina da Expiação Limitada
A doutrina da Expiação Limitada
 
Porque devemos ir à igreja do senhor
Porque devemos ir à igreja do senhorPorque devemos ir à igreja do senhor
Porque devemos ir à igreja do senhor
 
O Tipo De Igreja Que Ajudarei A Estabelecer
O Tipo De Igreja Que Ajudarei A EstabelecerO Tipo De Igreja Que Ajudarei A Estabelecer
O Tipo De Igreja Que Ajudarei A Estabelecer
 
Porta fidei 0612
Porta fidei 0612Porta fidei 0612
Porta fidei 0612
 
25 marcas da PIB de Palmas
25 marcas da PIB de Palmas25 marcas da PIB de Palmas
25 marcas da PIB de Palmas
 
Aula 5 - Seminário sobre a Igreja
Aula 5 - Seminário sobre a IgrejaAula 5 - Seminário sobre a Igreja
Aula 5 - Seminário sobre a Igreja
 

Destaque

Louvor e adoração
Louvor e adoraçãoLouvor e adoração
Louvor e adoração
igmrecabitas
 
Aula EBD - Adoração que agrada a Deus
Aula EBD - Adoração que agrada a DeusAula EBD - Adoração que agrada a Deus
Aula EBD - Adoração que agrada a Deus
Dilsilei Monteiro
 
A Verdadeira Adoração
A Verdadeira AdoraçãoA Verdadeira Adoração
A Verdadeira Adoração
guest3e2535
 
Seminário sobre louvor e adoração
Seminário  sobre louvor e adoraçãoSeminário  sobre louvor e adoração
Seminário sobre louvor e adoração
rodrigocristao84
 
Lição 11 – o dia de adoração e serviço a deus
Lição 11  – o dia de adoração e serviço a deusLição 11  – o dia de adoração e serviço a deus
Lição 11 – o dia de adoração e serviço a deus
estevao01
 
Lição 9 elias no monte da transfiguração
Lição 9 elias no monte da transfiguraçãoLição 9 elias no monte da transfiguração
Lição 9 elias no monte da transfiguração
Daniel Viana
 
Moisés e a Travessia do Mar Vermelho
Moisés e a Travessia do Mar VermelhoMoisés e a Travessia do Mar Vermelho
Moisés e a Travessia do Mar Vermelho
Datas e Eventos Website
 
Ppt educación pilares
Ppt educación pilaresPpt educación pilares
Ppt educación pilares
FabiolaChavarry
 
A verdadeira Adoração
A verdadeira AdoraçãoA verdadeira Adoração
A verdadeira Adoração
Quenia Damata
 
Moisés
MoisésMoisés
Adoracao - O Presente do Homem Para Deus - Palestra
Adoracao - O Presente do Homem Para Deus - PalestraAdoracao - O Presente do Homem Para Deus - Palestra
Adoracao - O Presente do Homem Para Deus - Palestra
Levi de Paula Tavares
 
A travessia do mar vermelho
A travessia do mar vermelhoA travessia do mar vermelho
A travessia do mar vermelho
Moisés Sampaio
 
Jesus e a Samaritana
Jesus e a SamaritanaJesus e a Samaritana
Jesus e a Samaritana
viveremalegria
 
Corientes pedagogicas contemporaneas
Corientes pedagogicas contemporaneasCorientes pedagogicas contemporaneas
Corientes pedagogicas contemporaneas
Capacitacion Docenteune
 
Apresentação sermao marta e maria
Apresentação sermao marta e mariaApresentação sermao marta e maria
Apresentação sermao marta e maria
ABU Recife
 
Travessia no mar vermelho aconteceu e está provado!
Travessia no mar vermelho aconteceu e está provado!Travessia no mar vermelho aconteceu e está provado!
Travessia no mar vermelho aconteceu e está provado!
ribercor
 
Princípios de Orígenes
Princípios de OrígenesPrincípios de Orígenes
Princípios de Orígenes
Ricardo Gondim
 
Pedagogia y educacin
Pedagogia y educacinPedagogia y educacin
Pedagogia y educacin
Gregorio Velasco Parra
 
Conceptos basicos de didactica 1
Conceptos basicos de didactica 1Conceptos basicos de didactica 1
Conceptos basicos de didactica 1
Norma Valencia
 
Elias no monte da transfiguração
Elias no monte da transfiguraçãoElias no monte da transfiguração
Elias no monte da transfiguração
Moisés Sampaio
 

Destaque (20)

Louvor e adoração
Louvor e adoraçãoLouvor e adoração
Louvor e adoração
 
Aula EBD - Adoração que agrada a Deus
Aula EBD - Adoração que agrada a DeusAula EBD - Adoração que agrada a Deus
Aula EBD - Adoração que agrada a Deus
 
A Verdadeira Adoração
A Verdadeira AdoraçãoA Verdadeira Adoração
A Verdadeira Adoração
 
Seminário sobre louvor e adoração
Seminário  sobre louvor e adoraçãoSeminário  sobre louvor e adoração
Seminário sobre louvor e adoração
 
Lição 11 – o dia de adoração e serviço a deus
Lição 11  – o dia de adoração e serviço a deusLição 11  – o dia de adoração e serviço a deus
Lição 11 – o dia de adoração e serviço a deus
 
Lição 9 elias no monte da transfiguração
Lição 9 elias no monte da transfiguraçãoLição 9 elias no monte da transfiguração
Lição 9 elias no monte da transfiguração
 
Moisés e a Travessia do Mar Vermelho
Moisés e a Travessia do Mar VermelhoMoisés e a Travessia do Mar Vermelho
Moisés e a Travessia do Mar Vermelho
 
Ppt educación pilares
Ppt educación pilaresPpt educación pilares
Ppt educación pilares
 
A verdadeira Adoração
A verdadeira AdoraçãoA verdadeira Adoração
A verdadeira Adoração
 
Moisés
MoisésMoisés
Moisés
 
Adoracao - O Presente do Homem Para Deus - Palestra
Adoracao - O Presente do Homem Para Deus - PalestraAdoracao - O Presente do Homem Para Deus - Palestra
Adoracao - O Presente do Homem Para Deus - Palestra
 
A travessia do mar vermelho
A travessia do mar vermelhoA travessia do mar vermelho
A travessia do mar vermelho
 
Jesus e a Samaritana
Jesus e a SamaritanaJesus e a Samaritana
Jesus e a Samaritana
 
Corientes pedagogicas contemporaneas
Corientes pedagogicas contemporaneasCorientes pedagogicas contemporaneas
Corientes pedagogicas contemporaneas
 
Apresentação sermao marta e maria
Apresentação sermao marta e mariaApresentação sermao marta e maria
Apresentação sermao marta e maria
 
Travessia no mar vermelho aconteceu e está provado!
Travessia no mar vermelho aconteceu e está provado!Travessia no mar vermelho aconteceu e está provado!
Travessia no mar vermelho aconteceu e está provado!
 
Princípios de Orígenes
Princípios de OrígenesPrincípios de Orígenes
Princípios de Orígenes
 
Pedagogia y educacin
Pedagogia y educacinPedagogia y educacin
Pedagogia y educacin
 
Conceptos basicos de didactica 1
Conceptos basicos de didactica 1Conceptos basicos de didactica 1
Conceptos basicos de didactica 1
 
Elias no monte da transfiguração
Elias no monte da transfiguraçãoElias no monte da transfiguração
Elias no monte da transfiguração
 

Semelhante a Introdução 3 (serviço e adoração)

Palavra do encontro
Palavra do encontroPalavra do encontro
Palavra do encontro
Ricardo Gondim
 
O OCULTO DO OCULTISMO - VÓL III
O OCULTO DO OCULTISMO - VÓL IIIO OCULTO DO OCULTISMO - VÓL III
O OCULTO DO OCULTISMO - VÓL III
Cristiane Patricio
 
Isaias 8
Isaias 8Isaias 8
Apócrifos agrapha extra-evangelho
Apócrifos   agrapha extra-evangelhoApócrifos   agrapha extra-evangelho
Apócrifos agrapha extra-evangelho
Lux Ana Lopes
 
03 divindade
03 divindade03 divindade
03 divindade
Hezir Henrique
 
A excelência de cristo jonathan edwards
A excelência de cristo   jonathan edwardsA excelência de cristo   jonathan edwards
A excelência de cristo jonathan edwards
soarescastrodf
 
A excelência de cristo jonathan edwards
A excelência de cristo   jonathan edwardsA excelência de cristo   jonathan edwards
A excelência de cristo jonathan edwards
soarescastrodf
 
A quem devemos_adorar
A quem devemos_adorarA quem devemos_adorar
A quem devemos_adorar
Ivanildo Ramos
 
A QUEM DEVEMOS ADORAR
A QUEM DEVEMOS ADORARA QUEM DEVEMOS ADORAR
A QUEM DEVEMOS ADORAR
ASD Remanescentes
 
Apócrifos - Agrapha Extra-Evangelho.doc
Apócrifos - Agrapha Extra-Evangelho.docApócrifos - Agrapha Extra-Evangelho.doc
Apócrifos - Agrapha Extra-Evangelho.doc
Rafael Monteiro Moyses
 
Por54 0329 redemption by power vgr
Por54 0329 redemption by power vgrPor54 0329 redemption by power vgr
Por54 0329 redemption by power vgr
nara machado
 
Por54 0329 redemption by power vgr
Por54 0329 redemption by power vgrPor54 0329 redemption by power vgr
Por54 0329 redemption by power vgr
nara machado
 
Quando foi que jesus cristo nasceu
Quando foi que jesus cristo nasceuQuando foi que jesus cristo nasceu
Quando foi que jesus cristo nasceu
Joselito Machado
 
Respostas_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
Respostas_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGRRespostas_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
Respostas_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
Gerson G. Ramos
 
Voz da Paróquia - Agosto 2012
Voz da Paróquia - Agosto 2012Voz da Paróquia - Agosto 2012
Voz da Paróquia - Agosto 2012
jesmioma
 
Marcos parte03
Marcos parte03Marcos parte03
Marcos parte03
Ricardo Bennesby
 
JORMI - Jornal Missionário n° 70
JORMI - Jornal Missionário n° 70JORMI - Jornal Missionário n° 70
JORMI - Jornal Missionário n° 70
trabalho como autonomo
 
Da criação à Páscoa - Livro para colorir.pdf
Da criação à Páscoa - Livro para colorir.pdfDa criação à Páscoa - Livro para colorir.pdf
Da criação à Páscoa - Livro para colorir.pdf
Freekidstories
 
A crucificação joão calvino
A crucificação   joão calvinoA crucificação   joão calvino
A crucificação joão calvino
soarescastrodf
 
A crucificação joão calvino
A crucificação   joão calvinoA crucificação   joão calvino
A crucificação joão calvino
soarescastrodf
 

Semelhante a Introdução 3 (serviço e adoração) (20)

Palavra do encontro
Palavra do encontroPalavra do encontro
Palavra do encontro
 
O OCULTO DO OCULTISMO - VÓL III
O OCULTO DO OCULTISMO - VÓL IIIO OCULTO DO OCULTISMO - VÓL III
O OCULTO DO OCULTISMO - VÓL III
 
Isaias 8
Isaias 8Isaias 8
Isaias 8
 
Apócrifos agrapha extra-evangelho
Apócrifos   agrapha extra-evangelhoApócrifos   agrapha extra-evangelho
Apócrifos agrapha extra-evangelho
 
03 divindade
03 divindade03 divindade
03 divindade
 
A excelência de cristo jonathan edwards
A excelência de cristo   jonathan edwardsA excelência de cristo   jonathan edwards
A excelência de cristo jonathan edwards
 
A excelência de cristo jonathan edwards
A excelência de cristo   jonathan edwardsA excelência de cristo   jonathan edwards
A excelência de cristo jonathan edwards
 
A quem devemos_adorar
A quem devemos_adorarA quem devemos_adorar
A quem devemos_adorar
 
A QUEM DEVEMOS ADORAR
A QUEM DEVEMOS ADORARA QUEM DEVEMOS ADORAR
A QUEM DEVEMOS ADORAR
 
Apócrifos - Agrapha Extra-Evangelho.doc
Apócrifos - Agrapha Extra-Evangelho.docApócrifos - Agrapha Extra-Evangelho.doc
Apócrifos - Agrapha Extra-Evangelho.doc
 
Por54 0329 redemption by power vgr
Por54 0329 redemption by power vgrPor54 0329 redemption by power vgr
Por54 0329 redemption by power vgr
 
Por54 0329 redemption by power vgr
Por54 0329 redemption by power vgrPor54 0329 redemption by power vgr
Por54 0329 redemption by power vgr
 
Quando foi que jesus cristo nasceu
Quando foi que jesus cristo nasceuQuando foi que jesus cristo nasceu
Quando foi que jesus cristo nasceu
 
Respostas_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
Respostas_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGRRespostas_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
Respostas_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
 
Voz da Paróquia - Agosto 2012
Voz da Paróquia - Agosto 2012Voz da Paróquia - Agosto 2012
Voz da Paróquia - Agosto 2012
 
Marcos parte03
Marcos parte03Marcos parte03
Marcos parte03
 
JORMI - Jornal Missionário n° 70
JORMI - Jornal Missionário n° 70JORMI - Jornal Missionário n° 70
JORMI - Jornal Missionário n° 70
 
Da criação à Páscoa - Livro para colorir.pdf
Da criação à Páscoa - Livro para colorir.pdfDa criação à Páscoa - Livro para colorir.pdf
Da criação à Páscoa - Livro para colorir.pdf
 
A crucificação joão calvino
A crucificação   joão calvinoA crucificação   joão calvino
A crucificação joão calvino
 
A crucificação joão calvino
A crucificação   joão calvinoA crucificação   joão calvino
A crucificação joão calvino
 

Mais de Ricardo Gondim

Salvação I
Salvação ISalvação I
Salvação I
Ricardo Gondim
 
Ministros e despenseiros
Ministros e despenseirosMinistros e despenseiros
Ministros e despenseiros
Ricardo Gondim
 
Carnalidade, imaturidade e divisões
Carnalidade, imaturidade e divisõesCarnalidade, imaturidade e divisões
Carnalidade, imaturidade e divisões
Ricardo Gondim
 
Ninguem é de Ninguén
Ninguem é de NinguénNinguem é de Ninguén
Ninguem é de Ninguén
Ricardo Gondim
 
Seitas e Heresias
Seitas e HeresiasSeitas e Heresias
Seitas e Heresias
Ricardo Gondim
 
Poéticos II
Poéticos IIPoéticos II
Poéticos II
Ricardo Gondim
 
Históricos III
Históricos IIIHistóricos III
Históricos III
Ricardo Gondim
 
Poéticos I
Poéticos IPoéticos I
Poéticos I
Ricardo Gondim
 
Históricos II
Históricos IIHistóricos II
Históricos II
Ricardo Gondim
 
Históricos I
Históricos IHistóricos I
Históricos I
Ricardo Gondim
 
Aula 2 - Pentateuco
Aula 2 - PentateucoAula 2 - Pentateuco
Aula 2 - Pentateuco
Ricardo Gondim
 
Aula 1 apresentação site
Aula 1   apresentação siteAula 1   apresentação site
Aula 1 apresentação site
Ricardo Gondim
 
Aula 1 genesis
Aula 1   genesisAula 1   genesis
Aula 1 genesis
Ricardo Gondim
 
Aula 1 introdução
Aula 1   introduçãoAula 1   introdução
Aula 1 introdução
Ricardo Gondim
 
Meu teólogo favorito
Meu teólogo favoritoMeu teólogo favorito
Meu teólogo favorito
Ricardo Gondim
 
Aula 7 O homem diante da salvação
Aula 7   O homem diante da salvaçãoAula 7   O homem diante da salvação
Aula 7 O homem diante da salvação
Ricardo Gondim
 
Aula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
Aula 6 - Cristo o Grande SacerdoteAula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
Aula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
Ricardo Gondim
 
Aula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Aula 5 - Revisando a Carta de HebreusAula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Aula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Ricardo Gondim
 
Aula 4 - Jesus, o grande Salvador
Aula 4  - Jesus, o grande SalvadorAula 4  - Jesus, o grande Salvador
Aula 4 - Jesus, o grande Salvador
Ricardo Gondim
 
Aula 3 A Superioridade do Evangelho
Aula 3   A Superioridade do EvangelhoAula 3   A Superioridade do Evangelho
Aula 3 A Superioridade do Evangelho
Ricardo Gondim
 

Mais de Ricardo Gondim (20)

Salvação I
Salvação ISalvação I
Salvação I
 
Ministros e despenseiros
Ministros e despenseirosMinistros e despenseiros
Ministros e despenseiros
 
Carnalidade, imaturidade e divisões
Carnalidade, imaturidade e divisõesCarnalidade, imaturidade e divisões
Carnalidade, imaturidade e divisões
 
Ninguem é de Ninguén
Ninguem é de NinguénNinguem é de Ninguén
Ninguem é de Ninguén
 
Seitas e Heresias
Seitas e HeresiasSeitas e Heresias
Seitas e Heresias
 
Poéticos II
Poéticos IIPoéticos II
Poéticos II
 
Históricos III
Históricos IIIHistóricos III
Históricos III
 
Poéticos I
Poéticos IPoéticos I
Poéticos I
 
Históricos II
Históricos IIHistóricos II
Históricos II
 
Históricos I
Históricos IHistóricos I
Históricos I
 
Aula 2 - Pentateuco
Aula 2 - PentateucoAula 2 - Pentateuco
Aula 2 - Pentateuco
 
Aula 1 apresentação site
Aula 1   apresentação siteAula 1   apresentação site
Aula 1 apresentação site
 
Aula 1 genesis
Aula 1   genesisAula 1   genesis
Aula 1 genesis
 
Aula 1 introdução
Aula 1   introduçãoAula 1   introdução
Aula 1 introdução
 
Meu teólogo favorito
Meu teólogo favoritoMeu teólogo favorito
Meu teólogo favorito
 
Aula 7 O homem diante da salvação
Aula 7   O homem diante da salvaçãoAula 7   O homem diante da salvação
Aula 7 O homem diante da salvação
 
Aula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
Aula 6 - Cristo o Grande SacerdoteAula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
Aula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
 
Aula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Aula 5 - Revisando a Carta de HebreusAula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Aula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
 
Aula 4 - Jesus, o grande Salvador
Aula 4  - Jesus, o grande SalvadorAula 4  - Jesus, o grande Salvador
Aula 4 - Jesus, o grande Salvador
 
Aula 3 A Superioridade do Evangelho
Aula 3   A Superioridade do EvangelhoAula 3   A Superioridade do Evangelho
Aula 3 A Superioridade do Evangelho
 

Último

PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
HerverthRibeiro1
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
FernandoCavalcante48
 

Último (10)

PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
 

Introdução 3 (serviço e adoração)

  • 1. Pedagogia da Ação Pastoral “como o Filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos". Ricardo Gondim pastorgondim@hotmail.com
  • 2. Serviço. •Ressaltamos aqui o aspecto de servir, nos escritos do NT, diaconia (serviço, servir) significa, às vezes, um serviço concreto, material, prestado a determinada pessoa. •Designa, particularmente, o serviço em vista de garantir o alimento, a sobrevivência, o "serviço à mesa" e até, bem concretamente, a contribuição financeira em favor de pessoas necessitadas.
  • 3. Serviço. •Daí, progressivamente, o termo passa a designar um ofício particular na comunidade, um ministério específico, elencado entre os demais carismas, ao lado do dom da profecia, do de ensino, do de exortação, do de partilha, do de presidência: "se o dom é o serviço, que se exerça no serviço". •Chega-se, assim, a falar de diácono e de diaconisa como figura ministerial particular na Igreja.
  • 4. Enquanto estava subindo para Jerusalém, Jesus chamou em particular os doze discípulos e lhes disse: "Estamos subindo para Jerusalém, e o Filho do homem será entregue aos chefes dos sacerdotes e aos mestres da lei. Eles o condenarão à morte e o entregarão aos gentios para que zombem dele, o açoitem e o crucifiquem. No terceiro dia ele ressuscitará! " Então, aproximou-se de Jesus a mãe dos filhos de Zebedeu (a saber Tiago e João) com seus filhos e, prostrando-se, fez-lhe um pedido. "O que você quer? ", perguntou ele. Ela respondeu: "Declara que no teu Reino estes meus dois filhos se assentarão um à tua direita e o outro à tua esquerda".
  • 5. Disse-lhes Jesus: "Vocês não sabem o que estão pedindo. Podem vocês beber o cálice que eu vou beber? " "Podemos", responderam eles. Jesus lhes disse: "Certamente vocês beberão do meu cálice; mas o assentar-se à minha direita ou à minha esquerda não cabe a mim conceder. Esses lugares pertencem àqueles para quem foram preparados por meu Pai". Quando os outros dez ouviram isso, ficaram indignados com os dois irmãos. Jesus os chamou e disse: "Vocês sabem que os governantes das nações as dominam, e as pessoas importantes exercem poder sobre elas. Não será assim entre vocês. Pelo contrário, quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo, e quem quiser ser o primeiro deverá ser escravo; como o Filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos". Mateus 20:17-28
  • 6. Mateus 17 Seis dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro, e a Tiago, e a João, seu irmão, e os conduziu em particular a um alto monte, E transfigurou-se diante deles; e o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes se tornaram brancas como a luz. E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele. E, descendo eles do monte, Jesus lhes ordenou, dizendo: A ninguém conteis a visão, até que o Filho do homem seja ressuscitado dentre os mortos. Mateus 17:9
  • 7. E trouxe-o aos teus discípulos; e não puderam curá-lo. E Jesus, respondendo, disse: O geração incrédula e perversa! até quando estarei eu convosco, e até quando vos sofrerei? Trazei-mo aqui. E, repreendeu Jesus o demônio, que saiu dele, e desde aquela hora o menino sarou. Mateus 17:16-18
  • 8. Naquela mesma hora chegaram os discípulos ao pé de Jesus, dizendo: Quem é o maior no reino dos céus? E Jesus, chamando um menino, o pôs no meio deles, E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no reino dos céus. Portanto, aquele que se tornar humilde como este menino, esse é o maior no reino dos céus. Mateus 18:1-4
  • 9. Paulo atualiza as palavras de Isaías e vem desde os capítulos 9, 10 e 11 de Romanos mostrando esse conceito de servo. E Ele (Paulo) traz essa idéia de que as pessoas •+ Íntimas de Deus •+ Próximas de deus •+ Usadas por Deus •As pessoas a quem Deus concede os maiores privilégios, •As pessoas a quem Deus se revela de maneira + intima + profunda São as pessoas que mais sofrem,
  • 10. •São aqueles que são exigidos os maiores sacrifícios •São aqueles que recebem a maior hostilidade •São aqueles a quem o mal se levanta com maior vigor e contundência •São aqueles a quem Deus exige tarefas das mais difíceis, sacrifícios e sofrimentos •São aqueles a quem Deus incumbe de morrer e negar-se a si mesmo É sobre esse servir e dar, que eu quero colocar como o propósito da AÇÃO PASTORAL
  • 11. Eu preciso de alguém, e essa necessidade exige sacrifício de alguém, e eu escolhi VOCE e vou dar a VOCE esse privilégio de morrer por mim. Morrer para que meus propósitos se realizem e se cumpram. Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; Porque aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á. Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma? Mateus 16:24-26 E se Deus não for a causa dessa morte ELE no mínimo consente com ela.
  • 12. Atos 7 54 ¶ E eles, estando ouvindo isto, de raiva eram como que serrados ao meio nos seus corações, e rangiam os seus dentes contra ele (contra Estêvão). 55 Mas ele, estando cheio do Espírito Santo, havendo fixado os olhos para dentro do céu, viu a glória de Deus, e Jesus tendo se postado à direita de Deus; 56 E ele (Estevão) disse: "Eis que vejo os céus tendo sido abertos, e o Filho do homem tendo-se postado à mão direita de Deus." 57 Mas eles, havendo gritado com uma grande voz, taparam os ouvidos deles mesmos, e arremeteram em uma mesma harmonia contra ele. 58 E, havendo-o lançado para fora da cidade, o apedrejavam. E as testemunhas depuseram as suas capas ao lado dos pés de um jovem- varão sendo chamado Saulo. 59 E apedrejavam Estêvão, o qual está invocando a Deus e dizendo: "Ó Senhor Jesus, recebe o meu espírito." 60 E ele, havendo-se posto de joelhos, clamou com grande voz: "Ó Senhor, não lhes imputes este pecado." E ele, havendo dito isto, foi adormecido. At 7:55-60: 12ª aparição de Cristo após ressurreição, e 1ª após ascensão. A Estevão, no seu apedrejamento.
  • 13. Isaías 53 Quem creu em nossa mensagem e a quem foi revelado o braço do Senhor? Ele cresceu diante dele como um broto tenro, e como uma raiz saída de uma terra seca. Ele não tinha qualquer beleza ou majestade que nos atraísse, nada em sua aparência para que o desejássemos. Foi desprezado e rejeitado pelos homens, um homem de tristeza e familiarizado com o sofrimento. Como alguém de quem os homens escondem o rosto, foi desprezado, e nós não o tínhamos em estima. Certamente ele tomou sobre si as nossas enfermidades e sobre si levou as nossas doenças, contudo nós o consideramos castigado por Deus, por ele atingido e afligido. Mas ele foi transpassado por causa das nossas transgressões, foi esmagado por causa de nossas iniqüidades; o castigo que nos trouxe paz estava sobre ele, e pelas suas feridas fomos curados. Todos nós, tal qual ovelhas, nos desviamos, cada um de nós se voltou para o seu próprio caminho; e o Senhor fez cair sobre ele a iniqüidade de todos nós.
  • 14. •Os servos de Deus sofrem •Os servos de Deus atraem para si a maldade do mundo •Sofrem – Não porque Deus olha para eles e diz: “Vou fazer voce sofrer”. •Sofrem – Porque Deus diz a você: “Aquilo que Eu te dei e aquilo que Eu quero fazer através de você, vai colocar você diante do sofrimento inevitável, vai exigir de você sacrifícios e você vai considerar exagerados”.
  • 15. Quem poderia ser comparado a Abraão em termos de privilégios ? Ser o escolhido de Deus para se aquele a quem todas as nações seriam abençoadas na terra. •Mas é Abraão que é interpelado por Deus e Deus lhe pede o seu filho Isaque. •Mas é Abraão que é ensinado pela dor que o vínculo com Deus exige que Ele esteja acima de tudo, TUDO. “Abraão eu quero o seu filho” Você pode imaginar o sofrimento desse pai ? Você pode imaginar a caminhada pelo vale da sombra da morte que esse homem fez juntamente com o seu filho amado ?
  • 16. Assim nesse caminhada você vai encontrar JOSE Deus fala: “José, dos doze filhos de Jacó eu tenho um predileto”. Quem Senhor ? Você José. •EU vou te usar de um jeito que não vou usar nenhum outro. •EU vou me dar por conhecer de um jeito que nenhum dos seus irmãos jamais vai me conhecer. •EU vou te dar sonhos que nenhum outro dos seus irmãos jamais irá ter. •EU vou te colocar num lugar de honra que nenhum outro Hebreu jamais pensaria ou imaginaria estar.
  • 17. José diz: Eis me aqui Senhor. Qual o próximo passo ? •Os seus irmãos vão odiar você por isso. •Os seus irmãos vão rejeitar você por isso. •Os seus irmãos vão tentar matar você por isso. •Os seus irmãos vão vender você como escravo por isso. •E você vai parar como escravo no Egito. •E lá no Egito vai ser caluniado pela esposa de um figurão. •E você vai parar na cadeia por isso. José: Senhor não pode ser nenhum dos meus irmãos ?
  • 18. E que diríamos pois diante de um servo como Moisés, uns dos maiores servos de Deus ? Que junto com Elias esteve no monte transfigurado com o Senhor Jesus. •Moisés sofre ao ver o sofrimento de seu povo. •Moisés sofre para tirar o seu povo cativo do Egito. •Moisés sofre para atravessar um deserto por 40 anos. •Moisés sofre com um povo rude e mal durante 40 anos. •E olha que Moisés era o cara – Foi Moisés que recebeu a maior revelação de Deus na Bíblia Sagrada, quando no início de seu ministério, Deus o leva também para o deserto e diz: EU SOU O QUE SOU. •Até hoje muitos teólogos discutem o que significa essa frase.
  • 19. E quando chega ao topo do monte e Moisés contempla a terra prometida, Deus diz que ele não vai entrar. Porque Senhor ? •Porque num determinado momento você perdeu a cabeça Moisés. •Porque num determinado momento você ficou com raiva de Mim. •Porque num determinado momento você não Me tratou com repeito. •Porque num determinado momento você foi abusado, sem noção do perigo e •Você não entra.
  • 20. Isso tudo porque houve um momento na bíblia que diz que”e toda a congregação se levantou para apedrejá-los (a Moisés e Arão) e matar”. E Deus diz: Até quando Moisés eu vou aguentar esse povo ? Vou começar tudo através de ti. Não Senhor, o que os outros povos vão pensar do Senhor ? Moisés preocupado com a reputação de Deus ? Mas na hora que ficou nervoso, bateu com o cajado na pedra. E já que falamos do monte da transfiguração, o que dizer de Elias ?
  • 21. Elias Aquele que não morreu. Você imagina o nível de privilégio desse servo que não viu a morte ? Você imagina ser levado pelo Senhor, simplesmente porque ELE tem algo a mais contigo, a intimidade dessa amizade ? Pois é, quando ele está prestes a partir pergunta para seu discípulo Eliseu ? O que queres que eu te faça ? Que eu tenha uma porção dobrada de ti. Endoidou Eliseu ? •Você sabe o que está me pedindo ? •Você está me pedindo a hostilidade de 800 profetas de baal. •Você está me pedindo a perseguição de duas Jesabel. •Você está me pedindo a loucura de dois Acabe. •Você está me pedindo a angústia de duas cavernas. Você sabe o que está me pedindo Eliseu ?
  • 22. E Davi ? Se tem alguém no antigo testamento que tem intimidade é Davi. Davi é o escolhido como aquele segundo o coração de Deus...... É ungido rei e colocado para servir aquele que Deus disse que não era mais rei...... •E esse tenta matar a Davi. •E Davi passa boa parte de sua vida como fugitivo •E tem que enfrentar praticamente um leão por dia •E ao final acaba frustrado porque não pode construir o templo. É Davi, você é um homem segundo o meu Coração, o Messias vai entrar na Cidade Sagrada sendo aclamado como o filho de Davi, mas o templo você não constrói, pq a sua mão está suja de sangue.
  • 23. Daniel, está cativo na Babilônia e Deus diz pra ele que gosta dele de um jeito especial, um jeito diferente. É Senhor que legal e daí. Daí que Eu vou te colocar na cova dos leões.
  • 24. Existe esse princípio na Palavra de Deus. •As pessoas que Deus dá •As pessoas que Deus escolhe •As pessoas que Deus elege •As pessoas que Deus privilegia •As pessoas que Deus se revela Junto vem um kit de sofrimento •Tem um kit apedrejamento •Tem um kit espada •Tem um kit arena romana •Tem um kit cova dos leões •Tem um kit cruz
  • 25. Paulo – Depois de Davi, no NT o cara é Paulo. Deus diz para Paulo: Saulo, eu escolhi você para fazer algo que ninguém mais na face da terra pode fazer, eu na verdade te escolhi desde o ventre de sua mãe para me servir. Paulo Aliás o significado de Saulo = muito desejado – Paulo = pequeno •Não foi por acaso Paulo que você cresceu na cultura helênica. •Não foi por acaso Paulo que você estudou aos pés de Gamaliel. •Não foi por acaso Paulo que você nasceu na tribo de Benjamim. •Não foi por acaso Paulo que você se tornou membro do Sinédrio •Não foi por acaso Paulo que você se tornou um grande escolar de toda a tradição de Israel. •Não foi por acaso Paulo que você aprendeu grego, hebraico, aramaico e latim. •Não foi por acaso Paulo que você se tornou cidadão romano. •NADA FOI POR ACASO NA SUA VIDA PAULO
  • 26. Você é muito importante para Mim, Paulo, Eu vou te revelar coisas que nenhum olhou viu, ouvido nenhum ouviu, mente nenhuma imaginou o que preparei para você que eu amo. E o que o Senhor vai revelar pra mim Senhor? Eu vou te revelar primeiro o quanto você precisa padecer em meu Nome. E como é esse negócio de padecer Senhor ? Você vai ver Paulo. Aliás, toma aqui uma passagem de navio, para você fazer uma viagem missionária. Aliás, Paulo viajou 3 vezes de navio, naufragou quantas ?
  • 27. E aí , Deus chega para Paulo e continua falando: É Paulo, você sabe que a nossa parceria exige sacrifícios não? É Paulo, mas tem mais uma coisa Paulo, O que é Senhor: Eu vou colocar um espinho da sua carne Paulo,E ele vai te acusar a todo momento Paulo, •Para que você saiba que é fraco Paulo, •Para que você fique de joelhos todos os dias Paulo, •Para que você se lembre que você é meu servo Paulo, e não EU seu, •Para que você se lembre que na sua fraqueza que você se torna forte na minha força
  • 28. E finalmente eu quero te lembrar Dele – Jesus Jesus está sendo crucificado, com um placa dizendo a o motivo de seu crime. E o povo que se escarnece Dele, dizendo Olha o Rei de vocês, é esse trapo humano ai ? Há, esse é o filho amado do Deus de vocês, ? Em quem Ele tem prazer ? Esse trapo ai ? Esse remendo de gente ? Esse é o Messias que vocês esperaram 4 mil anos ? Há faça-me o favor ? Se o cara mais especial do Deus de vocês, Deus trata desse jeito ? Sta Terezinha disse certa vez ao comentar a figura de Jesus na cruz. Se Deus trata assim os seus amigos, não me admira que tenha tantos inimigos
  • 29. Se você pudesse perguntar a cada um deles, se lhes fosse dada a opção de abrir mão de todo o sofrimento em servir ao Senhor, nenhum deles desistiria da missão. Eu quero terminar com o texto de Isaías 53 no final quando diz
  • 30. Contudo foi da vontade do Senhor esmagá-lo e fazê-lo sofrer, e, embora o Senhor faça da vida dele uma oferta pela culpa, ele verá sua prole e prolongará seus dias, e a vontade do Senhor prosperará em sua mão. Depois do sofrimento de sua alma, ele verá a luz e ficará satisfeito; pelo seu conhecimento meu servo justo justificará a muitos, e levará a iniqüidade deles. Por isso eu lhe darei uma porção entre os grandes, e ele dividirá os despojos com os fortes, porquanto ele derramou sua vida até à morte, e foi contado entre os transgressores. Pois ele carregou o pecado de muitos, e intercedeu pelos transgressores.
  • 31. Adoração. Como um dos principais privilégios da igreja, e função, é ser adoradora. A igreja é uma comunidade de louvor, exaltação e adoração. •O Que É Adorar - Segundo Os Dicionários, Adorar É O Mesmo Que Venerar, Reverenciar, Idolatrar, Amar Excessiamente, Cultuar… Por Isso Somente Deus É Digno De Toda Adoração. •O Que É Adorar A Deus - É Expressar O Que Sentimos, Diante Dele E Dos Homens, Não Apenas Com Palavras, Mas Principalmente Com Ações.
  • 32. Habite ricamente em vocês a palavra de Cristo; ensinem e aconselhem-se uns aos outros com toda a sabedoria e cantem salmos, hinos e cânticos espirituais com gratidão a Deus em seu coração. Colossenses 3:16 Por meio de Jesus, portanto, ofereçamos continuamente a Deus um sacrifício de louvor, que é fruto de lábios que confessam o seu nome. Hebreus 13:15 Proclamamos o que vimos e ouvimos para que vocês também tenham comunhão conosco. Nossa comunhão é com o Pai e com seu Filho Jesus Cristo. 1 João 1:3