SlideShare uma empresa Scribd logo
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Centro de Capacitação Shalom
Seminário Teológico
• Josué
• Ruth
• Juízes
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Introdução aos Históricos
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Os doze livros históricos fazem um apanhado da história de
Israel onde ela foi deixada no final de Deuteronômio.
Estes livros descrevem as ocupações e o assentamento de
Israel na Terra Prometida, a transição dos juízes à
monarquia, a divisão e o declínio do reino, os cativeiros do
reino do norte e do sul e o regresso do remanescente.
Os livros históricos interpõem três divisões:
(1)os livros teocráticos (Josué, Juízes e Rute);
(2)os livros monárquicos (Samuel, Reis e Crônicas);
(3)os livros da restauração (Esdras, Neemias e
Ester).
Introdução aos Históricos
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
69 vezes, o escritor de Deuteronômio repetiu a
promessa que Israel viria um dia a "possuir" e "herdar"
a terra que lhe fora prometida
Introdução aos Históricos
Altar do
Sacrificio
Bacia da
Purificação
Mesa dos
Pães da
Proposição
Candelabro
ou
Menorah
Altar do
Incenso
Arca,
presença
Deus
Porta Caminho
Arrependimento
Santificação
Porta Verdade
Provisão Proteção Direção
Porta Vida
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
A LEI – O MANÁ – A VARA DE ARÃO
Palavra – Alimento – Poder
Introdução aos Históricos
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
• Então se olharmos o cenário do Tabernáculo
vamos enxergar:
No Egito aquele
sangue derramado
Também a terra de
Canaã
Tipifica Cristo Tipifica Cristo
Sangue = Salvação Terra = Herança
Introdução aos Históricos
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Introdução aos Históricos
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Os livros teocráticos - Josué
A morte de Moises marca a transição de Deuteronômio para Josué.
No final de Deuteronômio, os israelitas estavam acampados nas
planícies de Moabe, esperando Deus ordenar que avançassem e
tomassem posse de Canaã.
Moises, que os havia liderado ate ali, não entraria na terra (Dt 3.23-27; 32.48-52).
Deus havia instruído Moises a transferir a liderança para Josué (3.28; 31.23).
Pouco depois de faze-lo, Moises morreu (34.5). Afirma-se:
Deuteronômio 34:9
E Josué, filho de Num, foi cheio
do espírito de sabedoria,
porquanto Moisés tinha posto
sobre ele as suas mãos; assim os
filhos de Israel lhe deram
ouvidos, e fizeram como o
SENHOR ordenara a Moisés.
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Título. O primeiro livro histórico, a
segunda grande divisão do cânon
do Antigo Testamento, recebeu o
nome do seu principal personagem,
Josué.
Data e Autoria. O livro parece formar uma unidade literária, composta por
um só autor, independentemente de duas ou mais fontes primárias, como
alguns têm afirmado, e que foi editado e reeditado por muitos séculos.
Embora Josué mesmo ordenasse escrever alguns documentos, ele não
poderia ser o autor de todo o livro que leva o seu nome. Registra a sua morte
e acontecimentos que tiveram lugar só depois da sua morte: a conquista do
Hebrom por Calebe, de Debir por Otniel, e de Lesém pelos danitas num
período em que a idolatria foi tolerada em Israel.
Josué
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Capítulos 1-12: Introdução e conquista da Terra Prometida
Capítulos 13-22: Instruções para a distribuição das porções da
Terra Prometida
Capítulos 23-24: Discurso de despedida de Josué
Resumo:
O Livro de Josué
continua a
história dos
israelitas após o
êxodo do Egito.
O livro narra
cerca de 20 anos
de liderança de
Josué sobre o
povo depois que
Moisés o ungiu
no final do
Deuteronômio.
Os 24 capítulos
do livro de Josué
podem ser
resumidos da
seguinte forma:
Josué
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Prenúncios:
A história da prostituta Raabe e a sua grande fé no Deus dos
israelitas dá-lhe um lugar com os homenageados pela fé em Hebreus
11:31. Dela é uma história da graça de Deus para os pecadores e a
salvação somente pela fé.
Mais importante ainda, pela graça de Deus ela fez parte da linhagem messiânica
(Mateus 1:15).
Após a conquista de Jericó por Josué, a vida de Raabe é preservada
juntamente com sua família. Após a destruição de Jericó, Raabe
habitou entre os Israelitas e casou-se com Salmom. Deu à luz Boaz,
que foi bisavô de Davi, tornando-se assim, da linhagem de Jesus.
O Novo Testamento, no Evangelho segundo Mateus, informa que
Raabe teria sido esposa de Salmom e mãe de Boaz, o Evangelho
segundo Lucas também cita Salmon como pai de Boaz, entrando
assim para a genealogia de Jesus Cristo e do rei Davi.
31 Pela fé Raabe, a meretriz, não pereceu com os incrédulos, acolhendo em paz os espias.
Josué
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Versículos-chave:
Josué 1:6-9: “Sê forte e corajoso, porque tu farás este povo herdar a terra
que, sob juramento, prometi dar a seus pais. Tão-somente sê forte e mui
corajoso para teres o cuidado de fazer segundo toda a lei que meu servo
Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a
esquerda, para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares.
Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para
que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então,
farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido. Não to mandei eu?
Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o SENHOR, teu
Deus, é contigo por onde quer que andares.”
Josué 24:14-15: “Agora, pois, temei ao SENHOR e servi-o com integridade e
com fidelidade; deitai fora os deuses aos quais serviram vossos pais dalém
do Eufrates e no Egito e servi ao SENHOR. Porém, se vos parece mal servir
ao SENHOR, escolhei, hoje, a quem sirvais: se aos deuses a quem serviram
vossos pais que estavam dalém do Eufrates ou aos deuses dos amorreus em
cuja terra habitais. Eu e a minha casa serviremos ao SENHOR.”
Josué
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Josué
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Josué
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Efraim
M a n a s s és
G a de
Dã Benjamim
Jerusalém
RioJordão
Jericó Mt.Nebo
NASA PHOTO
© EBibleTeacher.com
12 Tribos de Israel
Josué
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Rute
Uma amiga.
A esposa moabita de Malom, cujo pai - Elimeleque -
se estabelecera na terra de Moabe. Com a morte de
Elimeleque e de Malom, Noemi e Ruth, a sua nora
que se recusara a abandoná-la, dirigiram-se para
Belém, a cidade de onde Elimeleque migrara. Aí, ela
tinha um parente rico - Boaz - com quem Ruth
acabou por casar. Foi a mãe de Obede, avô de
David. Desta forma, Ruth, uma gentia, encontra-se
entre os antepassados de Cristo (Mt 1:5).
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Título.
O Livro de Rute
recebeu o nome de
sua heroína, uma
moabita que, depois
da morte do marido,
viajou para Belém
com a sogra viúva.
Rute ocupa um lugar
importante na
história israelita
porque tornou-se
antepassada do Rei
Davi (Rute 4:18-22) e
de Jesus (Mt. 1:1, 5).
Rute
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Data e Autoria.
A data da autoria do Livro de Rute é desconhecida.
Mestres da Bíblia encontram algumas pistas sobre a época de
sua composição dentro do próprio livro.
Uma vez que Davi foi mencionado no livro (4:17, 22), não
poderia ter sido escrito antes do décimo século A.C. O escritor
achou necessário explicar certos costumes que considerou
arcaicos (4:6-8), fato este que indica que o livro foi escrito alguns
anos depois que os costumes caíram em desuso.
O Talmude (Baba Bathra, 14b) atribui a autoria de Rute a
Samuel, um ponto de vista que já não é mantido pelos mestres
judeus e cristãos. Como no caso dos outros livros históricos do
Velho Testamento, não podemos indicar um autor conhecido
para Rute
Rute
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Uso do Livro. Na liturgia judaica o códice de Rute lê-se
durante o Pentecostes.
Antecedentes Históricos. O período de Juízes foi de
turbulência e inquietação. Inveja entre as tribos e
opressões estrangeiras enfraqueceram os israelitas
politicamente, e a idolatria solapou a força moral do povo
que experimentara o poder de Deus no período do Êxodo.
A história de Rute, contudo, apresenta um diferente
aspecto da vida durante o período dos Juizes. Lemos aqui
sobre as tristezas e alegrias de uma piedosa família de
Belém. Rute, a moabita, que passou a adorar o Deus de
Israel, exibiu uma fé e uma lealdade rara naquele tempo
em Israel.
Rute
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Propósito: O Livro de Rute foi escrito para os israelitas e ele ensina que
o amor verdadeiro pode às vezes exigir um sacrifício intransigente.
Independentemente do que a vida nos traga, podemos viver de
acordo com os preceitos de Deus.
Rute
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Rute
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Versículos-chave:
Rute 1:16: “Disse, porém, Rute: Não me instes para que te
deixe e me obrigue a não seguir-te; porque, aonde quer
que fores, irei eu e, onde quer que pousares, ali pousarei
eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus.”
Rute 3:9: “Disse ele: Quem és tu? Ela respondeu: Sou Rute,
tua serva; estende a tua capa sobre a tua serva, porque tu
és resgatador.”
Rute 4:17: “As vizinhas lhe deram nome, dizendo: A Noemi
nasceu um filho. E lhe chamaram Obede. Este é o pai de
Jessé, pai de Davi.”
Rute
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Resumo:
A configuração do Livro de Rute começa no país pagão de Moabe
(região nordeste do Mar Morto) e então se muda para Belém.
Este relato verdadeiro ocorre durante o Período dos Juízes, período
marcado por dias sombrios de fracasso e rebelião dos israelitas.
A fome faz com que Elimeleque e sua mulher, Noemi, saiam de sua
casa israelita ao país de Moabe. Elimeleque morre e acaba deixando
Noemi com seus dois filhos, que logo acabam se casando com duas
moças moabitas, Orfa e Rute. Mais tarde os dois filhos morrem e
Noemi fica sozinha com Orfa e Rute em uma terra estranha. Orfa volta
a seus pais, mas Rute decide ficar com Noemi enquanto viajam para
Belém. Esta história de amor e devoção fala do eventual casamento
de Rute com um homem rico chamado Boaz, por quem ela tem um
filho, Obede, que se torna avô de Davi e o ancestral de Jesus.
Obediência traz Rute à linhagem privilegiada de Cristo.
Rute
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Prenúncios:
Um dos temas principais do Livro de Rute é o de redentor.
Boaz, um parente de Rute por ser parente do seu marido, agiu
de acordo com o seu dever como delineado na Lei de Moisés
para resgatar um parente pobre das suas circunstâncias
(Levítico 25:47-49).
Aplicação Prática:
A soberania do nosso grande Deus é claramente vista na
história de Rute. Ele guiou cada passo do caminho para que
Rute se tornasse Sua filha e cumprisse o Seu plano de se
tornar um ancestral de Jesus Cristo (Mateus 1:5). Da mesma
forma, podemos ter certeza de que Deus tem um plano para
cada um de nós. Do mesmo jeito que Noemi e Rute confiaram
que Deus cuidaria delas, assim também devemos fazer.
Rute
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Juizes
O livro de Juizes projeta
uma imagem do Israel
antigo totalmente
diferente de Josué.
De acordo com Josué, todo
o Israel, sob as ordens de
Deus, conquistara toda a
terra “de uma só vez” (Js
10.42); já de acordo com
Juizes, Israel
repetidamente se
esquecia de seu Deus e
era oprimido por inimigos
(Jz 2.ios). Além disso, é
difícil imaginar que tenha
havido união entre as 12
tribos de Israel de maneira
constante, como consta
nas antigas tradições.
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Observação
Uma observação interessante e que infelizmente vemos acontecer no decorrer
dessa relação com Deus, é a inconstância do povo hebreu em relação a Deus,
esquema recorrente no livro de Juízes e Reis, causado principalmente pela falta
de conhecimento de Deus e dos seus feitos.
No capítulo final (24) de Josué, o profeta chama a atenção do povo para o
cuidado em se observar essa tradição e o povo lhe responde: “Então o povo
respondeu: "Longe de nós abandonar o Senhor para servir outros deuses! Foi o
próprio Senhor, o nosso Deus, que nos tirou, a nós e a nossos pais, do Egito,
daquela terra de escravidão, e realizou aquelas grandes maravilhas diante dos
nossos olhos. Ele nos protegeu no caminho e entre as nações pelas quais
passamos. “
Mas infelizmente não é o que ocorre, no capítulo 2 do livro de Juízes temos a
constatação dessa falha: “Depois que toda aquela geração foi reunida a seus
antepassados, surgiu uma nova geração que não conhecia o Senhor e o que ele
havia feito por Israel.”
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
A parte principal do livro compõe-
se de narrativas de libertação, nos
quais os heróis libertam somente
as suas próprias tribos da violência
de vizinhos hostis (3-16).
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Como em uma espiral descendente, Israel afunda cada vez mais na
maldade: encolerizado, Deus entrega o povo infiel a seus inimigos, mas
como a miséria de Israel desperta a sua misericórdia, ele envia
salvadores.
No entanto, depois de 20,
40 ou 80 anos, Israel cai
novamente e Deus o
abandona novamente. Os
autores dão aos heróis das
tribos um antigo título de
autoridade: “juiz”. Veem
neles heróis carismáticos,
que guiam o povo
somente durante as
situações de necessidade
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Título.
O livro de Juízes recebeu o seu nome
dos líderes (shopetim) que libertaram
Israel de uma série de opressores
estrangeiros durante o período
compreendido entre a morte de Josué
e o começo da monarquia.
O termo shopet tem uma conotação
mais ampla do que o termo "juiz"
pode transmitir. Na antiga Cartago e
Ugarit era usado para descrever
magistrados civis, ou chefes de
estado. A literatura cananita da antiga
Ugarit usa a expressão shptn, "nosso
juiz", paralelamente relacionada com
mlkn, "nosso rei". (Ba'al V, v, 32).
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Os juízes eram homens dotados com
o Espírito, chamados por Deus e
capacitados por Ele a resolver crises
especificas na história de Israel.
O próprio Deus era considerado o Rei de
Israel (I Sm. 8:7), embora o pecado do
povo freqüentemente reduzisse este ideal
a um estado de anarquia (Jz. 21: 25).
Os juízes exerciam autoridade sob
orientação divina tanto em questões
militares como em civis, tomando
decisões legais quando chamados para
fazê-lo (4:4,5).
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Data e Autoria.
Como outros livros históricos do Velho Testamento, o livro
de Juizes é anônimo. Provas internas, contudo, ajudam-nos a
determinar a data aproximada de sua composição.
Dá-se a entender a destruição de Silo (18:31).
As palavras. "Naqueles dias irão havia rei em Israel" (17:6),
sugere unta data durante a monarquia.
O fato dos jebusitas ainda serem mencionados estando em
Jerusalém (1:21) implica em uma data antes da tornada de
Jebus, durante o reinado de Davi. Semelhantemente a
menção de Gezer (1:29 ) implica em uma data antes de Faraó
dar esta cidade como presente de casamento a Salomão (I
Reis 9:16).
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
O Talmude (Baba Bathra, 14b)
e a antiga tradição cristã
concedem sua autoria a
Samuel.
Embora as evidências não
autorizem uma conclusão positiva
em relação ao escritor do livro dos
Juízes, elas indicam que o livro foi
escrito por um contemporâneo de
Samuel.
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Propósito:
O livro de Juízes pode ser dividido em duas seções:
1) Capítulos 1-16 narram as guerras de libertação que
começam com a derrota dos cananeus e terminam
com a derrota dos filisteus e a morte de Sansão;
2) Capítulos 17-21 são conhecidos como um apêndice
e não se referem aos capítulos anteriores. Esses
capítulos são enxergados como um tempo quando
“não havia rei em Israel” (Juízes 17:6; 18:1, 19:1,
21:25).
3) O Livro de Rute era originalmente uma parte do
Livro dos Juízes, mas em 450 DC foi removido para
tornar-se um livro próprio.
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Resumo:
O livro de Juízes é um relato trágico de como Yahweh [Deus]
foi “tido como certo” pelos Seus filhos ano após ano, século
após século. Juízes é um triste contraste do livro de Josué,
pois Josué narra as bênçãos que Deus concedeu aos
israelitas pela sua obediência a Deus na conquista da terra.
Em Juízes os israelitas foram desobedientes e idólatras, o
que causou suas muitas derrotas.
Contudo, Deus nunca deixou de abrir os Seus braços de
amor ao Seu povo sempre que se arrependeram dos seus
maus caminhos e invocaram o Seu nome (Juízes 2:18).
Através dos 15 juízes de Israel, Deus honrou a Sua promessa
a Abraão de proteger e abençoar a sua descendência
(Gênesis 12:2-3).
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Prenúncios:
O anúncio para a mãe de Sansão
de que ela teria um filho para
liderar Israel é um prenúncio do
anúncio à Maria sobre o
nascimento do Messias.
Deus enviou o Seu Anjo a ambas
mulheres e lhes disse:
“Eis que tu conceberás e darás à
luz um filho” (Juízes 13:7, Lucas
1:31) que conduziria o povo de
Deus.
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização
Aplicação Prática:
A desobediência sempre traz julgamento.
Os israelitas apresentam um perfeito
exemplo do que não devemos fazer. Em
vez de aprender com essa experiência de
que Deus sempre vai punir a rebelião
contra Ele, eles continuaram a desobedecer
e sofrer com o desgosto e a disciplina de
Deus.
Se continuarmos na desobediência, nós
convidamos a disciplina de Deus, não
porque o Senhor se regozija em sofrimento,
mas porque “o Senhor corrige a quem ama
e açoita a todo filho a quem recebe”
(Hebreus 12:6).
SeminárioTeológicoShalom
ProduzidopeloProf.RicardoGondim
Proibidaareproduçãosemautorização

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do AT - Reis 1 e 2
Panorama do AT - Reis 1 e 2Panorama do AT - Reis 1 e 2
Panorama do AT - Reis 1 e 2
Respirando Deus
 
O livro de Josué
O livro de JosuéO livro de Josué
O livro de Josué
Alberto Simonton
 
Historia de israel aula 7 período patriarcal
Historia de israel aula 7 período patriarcalHistoria de israel aula 7 período patriarcal
Historia de israel aula 7 período patriarcal
RICARDO CARDOSO
 
42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do novo testamento
Panorama do novo testamentoPanorama do novo testamento
Panorama do novo testamento
Bruno Cesar Santos de Sousa
 
Panorama do AT - Oseias
Panorama do AT - OseiasPanorama do AT - Oseias
Panorama do AT - Oseias
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Provérbios
Panorama do AT - ProvérbiosPanorama do AT - Provérbios
Panorama do AT - Provérbios
Respirando Deus
 
39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas38. O Profeta Jonas
8. O Livro de Números
8. O Livro de Números8. O Livro de Números
8. O Livro de Números
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
5. O Êxodo: do Egito ao Sinai
5. O Êxodo: do Egito ao Sinai5. O Êxodo: do Egito ao Sinai
5. O Êxodo: do Egito ao Sinai
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do AT - Êxodo
Panorama do AT -  ÊxodoPanorama do AT -  Êxodo
Panorama do AT - Êxodo
Respirando Deus
 
Introdução Bíblica
Introdução BíblicaIntrodução Bíblica
Introdução Bíblica
Viva a Igreja
 
Atos
AtosAtos
41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipsePanorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - Apocalipse
Respirando Deus
 
Panorama Bíblico
Panorama Bíblico Panorama Bíblico
Panorama Bíblico
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
7. O Livro de Levítico
7. O Livro de Levítico7. O Livro de Levítico
7. O Livro de Levítico
Igreja Presbiteriana de Dourados
 

Mais procurados (20)

4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos
 
Panorama do AT - Reis 1 e 2
Panorama do AT - Reis 1 e 2Panorama do AT - Reis 1 e 2
Panorama do AT - Reis 1 e 2
 
O livro de Josué
O livro de JosuéO livro de Josué
O livro de Josué
 
Historia de israel aula 7 período patriarcal
Historia de israel aula 7 período patriarcalHistoria de israel aula 7 período patriarcal
Historia de israel aula 7 período patriarcal
 
42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias
 
Panorama do novo testamento
Panorama do novo testamentoPanorama do novo testamento
Panorama do novo testamento
 
Panorama do AT - Oseias
Panorama do AT - OseiasPanorama do AT - Oseias
Panorama do AT - Oseias
 
Panorama do AT - Provérbios
Panorama do AT - ProvérbiosPanorama do AT - Provérbios
Panorama do AT - Provérbios
 
39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias
 
38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas
 
8. O Livro de Números
8. O Livro de Números8. O Livro de Números
8. O Livro de Números
 
5. O Êxodo: do Egito ao Sinai
5. O Êxodo: do Egito ao Sinai5. O Êxodo: do Egito ao Sinai
5. O Êxodo: do Egito ao Sinai
 
28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas
 
Panorama do AT - Êxodo
Panorama do AT -  ÊxodoPanorama do AT -  Êxodo
Panorama do AT - Êxodo
 
Introdução Bíblica
Introdução BíblicaIntrodução Bíblica
Introdução Bíblica
 
Atos
AtosAtos
Atos
 
41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque
 
Panorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipsePanorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - Apocalipse
 
Panorama Bíblico
Panorama Bíblico Panorama Bíblico
Panorama Bíblico
 
7. O Livro de Levítico
7. O Livro de Levítico7. O Livro de Levítico
7. O Livro de Levítico
 

Destaque

Históricos III
Históricos IIIHistóricos III
Históricos III
Ricardo Gondim
 
Poéticos I
Poéticos IPoéticos I
Poéticos I
Ricardo Gondim
 
Históricos II
Históricos IIHistóricos II
Históricos II
Ricardo Gondim
 
Poéticos II
Poéticos IIPoéticos II
Poéticos II
Ricardo Gondim
 
Aula 2 - Pentateuco
Aula 2 - PentateucoAula 2 - Pentateuco
Aula 2 - Pentateuco
Ricardo Gondim
 
Aula 1 apresentação site
Aula 1   apresentação siteAula 1   apresentação site
Aula 1 apresentação site
Ricardo Gondim
 
Josué 1
Josué 1Josué 1
Aula 1 genesis
Aula 1   genesisAula 1   genesis
Aula 1 genesis
Ricardo Gondim
 
Flowers friends forever
Flowers   friends foreverFlowers   friends forever
Flowers friends forever
RCE
 
4º Aula - Livros Históricos do Antigo Testamento
4º Aula - Livros Históricos do Antigo Testamento4º Aula - Livros Históricos do Antigo Testamento
4º Aula - Livros Históricos do Antigo Testamento
Jefferson Evangelista
 
44 Estudo Panorâmico da Bíblia (Josué)
44   Estudo Panorâmico da Bíblia (Josué)44   Estudo Panorâmico da Bíblia (Josué)
44 Estudo Panorâmico da Bíblia (Josué)
Robson Tavares Fernandes
 
História Eclesiastica 2 - Aula 3 - A Reforma Protestante - Zuínglio e Calvino
História Eclesiastica 2 - Aula 3 - A Reforma Protestante - Zuínglio e CalvinoHistória Eclesiastica 2 - Aula 3 - A Reforma Protestante - Zuínglio e Calvino
História Eclesiastica 2 - Aula 3 - A Reforma Protestante - Zuínglio e Calvino
Pr. Luiz Carlos Lopes
 
Historia del cristianismo en pr
Historia del cristianismo en prHistoria del cristianismo en pr
Historia del cristianismo en pr
Pablo Fernandez
 
Aula 2 história do cristianismo
Aula 2 história do cristianismoAula 2 história do cristianismo
Aula 2 história do cristianismo
Keiler Vasconcelos
 
10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Reforma e Contra-Reforma da Igreja Católica
Reforma e Contra-Reforma da Igreja CatólicaReforma e Contra-Reforma da Igreja Católica
Reforma e Contra-Reforma da Igreja Católica
Catarina Sousa
 
O judaísmo - By Eloy Bezerra
O judaísmo - By Eloy BezerraO judaísmo - By Eloy Bezerra
O judaísmo - By Eloy Bezerra
Eloy Bezerra
 
Meu teólogo favorito
Meu teólogo favoritoMeu teólogo favorito
Meu teólogo favorito
Ricardo Gondim
 
Aula 1 introdução
Aula 1   introduçãoAula 1   introdução
Aula 1 introdução
Ricardo Gondim
 
Princípios de Orígenes
Princípios de OrígenesPrincípios de Orígenes
Princípios de Orígenes
Ricardo Gondim
 

Destaque (20)

Históricos III
Históricos IIIHistóricos III
Históricos III
 
Poéticos I
Poéticos IPoéticos I
Poéticos I
 
Históricos II
Históricos IIHistóricos II
Históricos II
 
Poéticos II
Poéticos IIPoéticos II
Poéticos II
 
Aula 2 - Pentateuco
Aula 2 - PentateucoAula 2 - Pentateuco
Aula 2 - Pentateuco
 
Aula 1 apresentação site
Aula 1   apresentação siteAula 1   apresentação site
Aula 1 apresentação site
 
Josué 1
Josué 1Josué 1
Josué 1
 
Aula 1 genesis
Aula 1   genesisAula 1   genesis
Aula 1 genesis
 
Flowers friends forever
Flowers   friends foreverFlowers   friends forever
Flowers friends forever
 
4º Aula - Livros Históricos do Antigo Testamento
4º Aula - Livros Históricos do Antigo Testamento4º Aula - Livros Históricos do Antigo Testamento
4º Aula - Livros Históricos do Antigo Testamento
 
44 Estudo Panorâmico da Bíblia (Josué)
44   Estudo Panorâmico da Bíblia (Josué)44   Estudo Panorâmico da Bíblia (Josué)
44 Estudo Panorâmico da Bíblia (Josué)
 
História Eclesiastica 2 - Aula 3 - A Reforma Protestante - Zuínglio e Calvino
História Eclesiastica 2 - Aula 3 - A Reforma Protestante - Zuínglio e CalvinoHistória Eclesiastica 2 - Aula 3 - A Reforma Protestante - Zuínglio e Calvino
História Eclesiastica 2 - Aula 3 - A Reforma Protestante - Zuínglio e Calvino
 
Historia del cristianismo en pr
Historia del cristianismo en prHistoria del cristianismo en pr
Historia del cristianismo en pr
 
Aula 2 história do cristianismo
Aula 2 história do cristianismoAula 2 história do cristianismo
Aula 2 história do cristianismo
 
10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué
 
Reforma e Contra-Reforma da Igreja Católica
Reforma e Contra-Reforma da Igreja CatólicaReforma e Contra-Reforma da Igreja Católica
Reforma e Contra-Reforma da Igreja Católica
 
O judaísmo - By Eloy Bezerra
O judaísmo - By Eloy BezerraO judaísmo - By Eloy Bezerra
O judaísmo - By Eloy Bezerra
 
Meu teólogo favorito
Meu teólogo favoritoMeu teólogo favorito
Meu teólogo favorito
 
Aula 1 introdução
Aula 1   introduçãoAula 1   introdução
Aula 1 introdução
 
Princípios de Orígenes
Princípios de OrígenesPrincípios de Orígenes
Princípios de Orígenes
 

Semelhante a Históricos I

PANORAMA_DO_AT_2.ppt
PANORAMA_DO_AT_2.pptPANORAMA_DO_AT_2.ppt
PANORAMA_DO_AT_2.ppt
Lisanro Cronje
 
EEPOAD - Livros Históricos
EEPOAD - Livros HistóricosEEPOAD - Livros Históricos
EEPOAD - Livros Históricos
Jamerson Maia
 
Panorama do at 2
Panorama do at 2Panorama do at 2
Panorama do at 2
Lisanro Cronje
 
Livro curso de aprendizes do evangelho (1)
Livro curso de aprendizes do evangelho (1)Livro curso de aprendizes do evangelho (1)
Livro curso de aprendizes do evangelho (1)
Helio Cruz
 
Livro curso de aprendizes do evangelho (1)
Livro curso de aprendizes do evangelho (1)Livro curso de aprendizes do evangelho (1)
Livro curso de aprendizes do evangelho (1)
Helio Cruz
 
Introdução ao estudo do evangelho
Introdução ao estudo do evangelhoIntrodução ao estudo do evangelho
Introdução ao estudo do evangelho
Cláudio Fajardo
 
Josue seminario 6
Josue seminario 6Josue seminario 6
Josue seminario 6
Elisa Schenk
 
Licao 1 4 t - 2019 - [salvo automaticamente]
Licao 1   4 t - 2019 - [salvo automaticamente]Licao 1   4 t - 2019 - [salvo automaticamente]
Licao 1 4 t - 2019 - [salvo automaticamente]
Vilma Longuini
 
PANORAMA_DO_AT_4.ppt
PANORAMA_DO_AT_4.pptPANORAMA_DO_AT_4.ppt
PANORAMA_DO_AT_4.ppt
Lisanro Cronje
 
Lição 7 - Rute, uma Mulher Digna de Confiança
Lição 7 - Rute, uma Mulher Digna de ConfiançaLição 7 - Rute, uma Mulher Digna de Confiança
Lição 7 - Rute, uma Mulher Digna de Confiança
I.A.D.F.J - SAMAMABAIA SUL
 
Aula 01_INTRODUÇÃO AO LIVRO DE PENTATEUCO E GÊNESIS.pptx
Aula 01_INTRODUÇÃO AO LIVRO DE PENTATEUCO E GÊNESIS.pptxAula 01_INTRODUÇÃO AO LIVRO DE PENTATEUCO E GÊNESIS.pptx
Aula 01_INTRODUÇÃO AO LIVRO DE PENTATEUCO E GÊNESIS.pptx
RobertoAndrade392043
 
Catequese bíblica (v) juízes e rute
Catequese bíblica (v) juízes e ruteCatequese bíblica (v) juízes e rute
Catequese bíblica (v) juízes e rute
Maria Thereza Tosta Camillo
 
Conhecendo a biblia lição 4 - 28-05-17
Conhecendo a biblia   lição 4 - 28-05-17Conhecendo a biblia   lição 4 - 28-05-17
Conhecendo a biblia lição 4 - 28-05-17
PIB Penha
 
Livros históricos aula 2
Livros  históricos aula 2Livros  históricos aula 2
Livros históricos aula 2
Moisés Sampaio
 
Jesus o homem (alcione moreno)
Jesus o homem (alcione moreno)Jesus o homem (alcione moreno)
Jesus o homem (alcione moreno)
Jônata Barbosa
 
(38) Profetas Menores.pdf
(38) Profetas Menores.pdf(38) Profetas Menores.pdf
(38) Profetas Menores.pdf
Tiago Silva
 
O livro de rute
O livro de ruteO livro de rute
O livro de rute
mbrandao7
 
O livro de rute
O livro de ruteO livro de rute
O livro de rute
mbrandao7
 
Daniel nosso conteporaneo
Daniel nosso conteporaneoDaniel nosso conteporaneo
Daniel nosso conteporaneo
Antonio Augusto Siqueira
 
Daniel nosso contemporaneo
Daniel nosso contemporaneoDaniel nosso contemporaneo
Daniel nosso contemporaneo
Moisés Sampaio
 

Semelhante a Históricos I (20)

PANORAMA_DO_AT_2.ppt
PANORAMA_DO_AT_2.pptPANORAMA_DO_AT_2.ppt
PANORAMA_DO_AT_2.ppt
 
EEPOAD - Livros Históricos
EEPOAD - Livros HistóricosEEPOAD - Livros Históricos
EEPOAD - Livros Históricos
 
Panorama do at 2
Panorama do at 2Panorama do at 2
Panorama do at 2
 
Livro curso de aprendizes do evangelho (1)
Livro curso de aprendizes do evangelho (1)Livro curso de aprendizes do evangelho (1)
Livro curso de aprendizes do evangelho (1)
 
Livro curso de aprendizes do evangelho (1)
Livro curso de aprendizes do evangelho (1)Livro curso de aprendizes do evangelho (1)
Livro curso de aprendizes do evangelho (1)
 
Introdução ao estudo do evangelho
Introdução ao estudo do evangelhoIntrodução ao estudo do evangelho
Introdução ao estudo do evangelho
 
Josue seminario 6
Josue seminario 6Josue seminario 6
Josue seminario 6
 
Licao 1 4 t - 2019 - [salvo automaticamente]
Licao 1   4 t - 2019 - [salvo automaticamente]Licao 1   4 t - 2019 - [salvo automaticamente]
Licao 1 4 t - 2019 - [salvo automaticamente]
 
PANORAMA_DO_AT_4.ppt
PANORAMA_DO_AT_4.pptPANORAMA_DO_AT_4.ppt
PANORAMA_DO_AT_4.ppt
 
Lição 7 - Rute, uma Mulher Digna de Confiança
Lição 7 - Rute, uma Mulher Digna de ConfiançaLição 7 - Rute, uma Mulher Digna de Confiança
Lição 7 - Rute, uma Mulher Digna de Confiança
 
Aula 01_INTRODUÇÃO AO LIVRO DE PENTATEUCO E GÊNESIS.pptx
Aula 01_INTRODUÇÃO AO LIVRO DE PENTATEUCO E GÊNESIS.pptxAula 01_INTRODUÇÃO AO LIVRO DE PENTATEUCO E GÊNESIS.pptx
Aula 01_INTRODUÇÃO AO LIVRO DE PENTATEUCO E GÊNESIS.pptx
 
Catequese bíblica (v) juízes e rute
Catequese bíblica (v) juízes e ruteCatequese bíblica (v) juízes e rute
Catequese bíblica (v) juízes e rute
 
Conhecendo a biblia lição 4 - 28-05-17
Conhecendo a biblia   lição 4 - 28-05-17Conhecendo a biblia   lição 4 - 28-05-17
Conhecendo a biblia lição 4 - 28-05-17
 
Livros históricos aula 2
Livros  históricos aula 2Livros  históricos aula 2
Livros históricos aula 2
 
Jesus o homem (alcione moreno)
Jesus o homem (alcione moreno)Jesus o homem (alcione moreno)
Jesus o homem (alcione moreno)
 
(38) Profetas Menores.pdf
(38) Profetas Menores.pdf(38) Profetas Menores.pdf
(38) Profetas Menores.pdf
 
O livro de rute
O livro de ruteO livro de rute
O livro de rute
 
O livro de rute
O livro de ruteO livro de rute
O livro de rute
 
Daniel nosso conteporaneo
Daniel nosso conteporaneoDaniel nosso conteporaneo
Daniel nosso conteporaneo
 
Daniel nosso contemporaneo
Daniel nosso contemporaneoDaniel nosso contemporaneo
Daniel nosso contemporaneo
 

Mais de Ricardo Gondim

Salvação I
Salvação ISalvação I
Salvação I
Ricardo Gondim
 
Ministros e despenseiros
Ministros e despenseirosMinistros e despenseiros
Ministros e despenseiros
Ricardo Gondim
 
Carnalidade, imaturidade e divisões
Carnalidade, imaturidade e divisõesCarnalidade, imaturidade e divisões
Carnalidade, imaturidade e divisões
Ricardo Gondim
 
Ninguem é de Ninguén
Ninguem é de NinguénNinguem é de Ninguén
Ninguem é de Ninguén
Ricardo Gondim
 
Seitas e Heresias
Seitas e HeresiasSeitas e Heresias
Seitas e Heresias
Ricardo Gondim
 
Aula 7 O homem diante da salvação
Aula 7   O homem diante da salvaçãoAula 7   O homem diante da salvação
Aula 7 O homem diante da salvação
Ricardo Gondim
 
Aula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
Aula 6 - Cristo o Grande SacerdoteAula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
Aula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
Ricardo Gondim
 
Aula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Aula 5 - Revisando a Carta de HebreusAula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Aula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Ricardo Gondim
 
Aula 4 - Jesus, o grande Salvador
Aula 4  - Jesus, o grande SalvadorAula 4  - Jesus, o grande Salvador
Aula 4 - Jesus, o grande Salvador
Ricardo Gondim
 
Aula 3 A Superioridade do Evangelho
Aula 3   A Superioridade do EvangelhoAula 3   A Superioridade do Evangelho
Aula 3 A Superioridade do Evangelho
Ricardo Gondim
 
Aula 1 e 2 A mensagem de Hebreus
Aula 1 e 2   A mensagem de HebreusAula 1 e 2   A mensagem de Hebreus
Aula 1 e 2 A mensagem de Hebreus
Ricardo Gondim
 
O tabernáculo perfeito
O tabernáculo perfeitoO tabernáculo perfeito
O tabernáculo perfeito
Ricardo Gondim
 
Pedagogia pastoral
Pedagogia pastoralPedagogia pastoral
Pedagogia pastoral
Ricardo Gondim
 
Introdução 2 (profecia e comunhão)
Introdução 2 (profecia e comunhão)Introdução 2 (profecia e comunhão)
Introdução 2 (profecia e comunhão)
Ricardo Gondim
 
Introdução (vocação e ensino)
Introdução (vocação e ensino)Introdução (vocação e ensino)
Introdução (vocação e ensino)
Ricardo Gondim
 
Introdução 3 (serviço e adoração)
Introdução 3 (serviço e adoração)Introdução 3 (serviço e adoração)
Introdução 3 (serviço e adoração)
Ricardo Gondim
 
Introdução ao Estudo do NT
Introdução ao Estudo do NTIntrodução ao Estudo do NT
Introdução ao Estudo do NT
Ricardo Gondim
 
7a aula - A cobertura do tabernáculo
7a aula - A cobertura do tabernáculo7a aula - A cobertura do tabernáculo
7a aula - A cobertura do tabernáculo
Ricardo Gondim
 
Tabernáculo - Água da Vida
Tabernáculo - Água da VidaTabernáculo - Água da Vida
Tabernáculo - Água da Vida
Ricardo Gondim
 
Tabernáculo - Os engenheiros de Deus
Tabernáculo - Os engenheiros de DeusTabernáculo - Os engenheiros de Deus
Tabernáculo - Os engenheiros de Deus
Ricardo Gondim
 

Mais de Ricardo Gondim (20)

Salvação I
Salvação ISalvação I
Salvação I
 
Ministros e despenseiros
Ministros e despenseirosMinistros e despenseiros
Ministros e despenseiros
 
Carnalidade, imaturidade e divisões
Carnalidade, imaturidade e divisõesCarnalidade, imaturidade e divisões
Carnalidade, imaturidade e divisões
 
Ninguem é de Ninguén
Ninguem é de NinguénNinguem é de Ninguén
Ninguem é de Ninguén
 
Seitas e Heresias
Seitas e HeresiasSeitas e Heresias
Seitas e Heresias
 
Aula 7 O homem diante da salvação
Aula 7   O homem diante da salvaçãoAula 7   O homem diante da salvação
Aula 7 O homem diante da salvação
 
Aula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
Aula 6 - Cristo o Grande SacerdoteAula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
Aula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
 
Aula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Aula 5 - Revisando a Carta de HebreusAula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Aula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
 
Aula 4 - Jesus, o grande Salvador
Aula 4  - Jesus, o grande SalvadorAula 4  - Jesus, o grande Salvador
Aula 4 - Jesus, o grande Salvador
 
Aula 3 A Superioridade do Evangelho
Aula 3   A Superioridade do EvangelhoAula 3   A Superioridade do Evangelho
Aula 3 A Superioridade do Evangelho
 
Aula 1 e 2 A mensagem de Hebreus
Aula 1 e 2   A mensagem de HebreusAula 1 e 2   A mensagem de Hebreus
Aula 1 e 2 A mensagem de Hebreus
 
O tabernáculo perfeito
O tabernáculo perfeitoO tabernáculo perfeito
O tabernáculo perfeito
 
Pedagogia pastoral
Pedagogia pastoralPedagogia pastoral
Pedagogia pastoral
 
Introdução 2 (profecia e comunhão)
Introdução 2 (profecia e comunhão)Introdução 2 (profecia e comunhão)
Introdução 2 (profecia e comunhão)
 
Introdução (vocação e ensino)
Introdução (vocação e ensino)Introdução (vocação e ensino)
Introdução (vocação e ensino)
 
Introdução 3 (serviço e adoração)
Introdução 3 (serviço e adoração)Introdução 3 (serviço e adoração)
Introdução 3 (serviço e adoração)
 
Introdução ao Estudo do NT
Introdução ao Estudo do NTIntrodução ao Estudo do NT
Introdução ao Estudo do NT
 
7a aula - A cobertura do tabernáculo
7a aula - A cobertura do tabernáculo7a aula - A cobertura do tabernáculo
7a aula - A cobertura do tabernáculo
 
Tabernáculo - Água da Vida
Tabernáculo - Água da VidaTabernáculo - Água da Vida
Tabernáculo - Água da Vida
 
Tabernáculo - Os engenheiros de Deus
Tabernáculo - Os engenheiros de DeusTabernáculo - Os engenheiros de Deus
Tabernáculo - Os engenheiros de Deus
 

Último

Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
claudiovieira83
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
GABRIELADIASDUTRA1
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
Oziete SS
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 

Último (12)

Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 

Históricos I