SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
Baixar para ler offline
3ª. Aula EBD
Êxodo 36 
1 ASSIM trabalharam Bezalel e Aoliabe, e todo o homem sábio de coração, a quem o SENHOR dera sabedoria e inteligência, para saber como haviam de fazer toda a obra para o serviço do santuário, conforme a tudo o que o SENHOR tinha ordenado. 
2 Então Moisés chamou a Bezalel e a Aoliabe, e a todo o homem sábio de coração, em cujo coração o SENHOR tinha dado sabedoria; a todo aquele a quem o seu coração moveu a se chegar à obra para fazê-la. 3 Estes receberam de Moisés toda a oferta alçada, que trouxeram os filhos de Israel para a obra do serviço do santuário, para fazê-la, e ainda eles lhe traziam cada manhã ofertas voluntárias. 4 E vieram todos os sábios, que faziam toda a obra do santuário, cada um da obra que fazia,
— Bezalel, Aoliabe e todos os outros homens a quem o SENHOR deu habilidade e inteligência e que conhecem tudo o que é preciso para construir a Tenda Sagrada, deverão fazer tudo como o SENHOR ordenou. Moisés chamou Bezalel, Aoliabe e todos os outros homens a quem o SENHOR tinha dado habilidade e que tinham boa vontade para ajudar, e disse-lhes que começassem a trabalhar. 
Êxodo 36 - NTLH
Bezalel = “à sombra de Deus” 
- filho de Uri e neto de Hur; um artesão de Judá hábil em todas as obras de metal, madeira e pedra e um dos arquitetos do tabernáculo
Sendo naturalmente dotado com uma certa originalidade da invenção, foi expressamente chamado por Deus para ser o principal arquiteto do tabernáculo e os seus muitos pertences. Para ele foi confiada a preparação dos santos óleos , o incenso , os sacerdotais vestes , e, finalmente, a construção da arca e do mobiliário para o tribunal e tabernáculo . A tradição rabínica relata que quando Deus decidiu nomear Bezalel arquiteto do Tabernáculo do deserto, Ele perguntou Moisés se a escolha fosse agradável para ele, e recebeu a resposta: "Senhor, se ele é aceitável a Ti, com certeza ele deve ser assim para mim ! " Ao comando de Deus, no entanto, a escolha foi encaminhado para o povo, para aprovação e foi endossado por eles. 
Bisneto de CALEB
Aoliabe = “tenda do pai” 
- principal auxiliar de Bezalel na construção do tabernáculo, filho de Aisamaque, da tribo de Dã.
Tinha excelentes conhecimentos em diferentes tipos de trabalhos manuais, como ourivesaria, marcenaria e mesmo confecção de tecidos. Deus lhe deu também a habilidade de ensinar a outros. 
Ele estava espiritualmente sensível a Deus e respondeu cordialmente ao chamado do Senhor. Aholiah foi chamado por Deus para ser um "mestre de "mestre de obras". Ele era um designer ou "inventor" de projetos capazes de realizar qualquer tipo de trabalho.
1. Capacitação recebida é o DOM de DEUS 
•A capacitação, é um processo de aprendizagem em que fica explícito “para que”, “como”, “para quem” e “quando” fazer algo. 
•Capacitação traduz-se por preparar a pessoa para enfrentar as situações referentes à sua atividade, por meio da aplicação de conhecimentos, mas, com possibilidade de criar, resolver problemas, oferecer alternativas de melhorias e criar ambiente adequado. 
•Capacitar quer dizer fornecer autonomia, criar autoconfiança e promover o desenvolvimento. 
•Capacitação desenvolve competência, que é o resultado de conhecimento, habilidades e atitudes e, assim como o conhecimento, competência não se transmite. Não há ninguém capaz de transferir sua competência para outra pessoa. Todavia, é perfeitamente possível ajudar a pessoa a construir sua própria competência, da mesma forma que se constrói conhecimento.
•Podemos dizer que a busca da qualificação traz como resultado uma formação, que torna o habilitado para o exercício de alguma atividade, quer dizer, dota a pessoa de um conjunto de conhecimentos que atestam a possibilidade do exercício de certo trabalho. 
•Por outro lado, fica clara a continuidade da obtenção deste quesito, uma vez que a aquisição de experiência e a busca de conhecimento são necessidades contínuas. 
•Entretanto, a qualificação não é uma formação completa, sua finalidade é a aquisição de conhecimentos teóricos, técnicos e operacionais relacionados à produção de bens e serviços, por meio de processos educativos desenvolvidos em diversas situações (profissão, de pai para filho, aprendizado) 
Qualificação
Capacitação 
Ação ou efeito de capacitar; ato de capacitar-se; aptidão. Ação de tornar-se apto ou habilitado em; habilitação. 
Qualificação 
Ato ou efeito de qualificar. Atribuição de uma qualidade, um título; qualificativo: Condições referentes à formação profissional e experiência, sugeridas para o exercício do cargo, função etc. 
"Deus não escolhe os capacitados capacita os escolhidos. Fazer ou não fazer algo só depende de nossa vontade e perseverança". 
Albert Einstein.
•Em primeiro lugar esta frase não existe na Bíblia. 
•Segundo lugar quem disse esta frase foi Albert Einstein e a pior parte foi que o preguiçoso que usou esta frase pegou somente a parte que lhe interessava e hoje esta na boca do povo. Retiraram a parte final da frase que cabe a nós fazermos e que é da nossa vontade e de nossa perseverança, Só deixaram a parte que Deus faz. Os versículos abaixo ficaria melhor para o preguiçoso: Vai ter com a formiga, ó preguiçoso, considera os seus caminhos, e sê sábio. Pv 6:6. Depois da morte de Moisés, servo do Senhor, falou o Senhor a Josué, filho de Num, servidor de Moisés, dizendo..... Esforça-te, e tem bom ânimo, porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei a seus pais lhes daria. Js 1:1-6.
Deus deu a Moisés o plano de estrutura do tabernáculo, com instruções especiais quanto ao seu tamanho e forma, materiais empregados e cada peça que comporia a obra
1.Deus nos deu um propósito (o nosso tabernáculo) 
2.Nós temos recebido capacitação (dons) para aplicar em sua obra 
3.Fomos todos instruídos quanto a finalidade de sua obra 
4.Recebemos conhecimento da Sua Palavra
Todos os israelitas que se dispuseram, tanto homens como mulheres, trouxeram ao Senhor ofertas voluntárias para toda a obra que o Senhor, por meio de Moisés, ordenou-lhes que fizessem. Êxodo 35:29 
Os filhos de Israel trouxeram oferta voluntária ao SENHOR, a saber, todo homem e mulher cujo coração os dispôs para trazerem uma oferta para toda a obra que o SENHOR tinha ordenado se fizesse por intermédio de Moisés. (JFA-RA) 1º. Coração disposto
Disse então Moisés aos israelitas: "O Senhor escolheu Bezalel, filho de Uri, neto de Hur, da tribo de Judá, e o encheu do Espírito de Deus, dando-lhe inteligência, habilidade e plena capacidade artística, para desenhar e executar trabalhos em ouro, prata e bronze, para talhar e lapidar pedras, entalhar madeira para todo tipo de obra artesanal. Êxodo 35:30-33 
2º. Ser cheio do Espírito Santo
E concedeu tanto a ele como a Aoliabe, filho de Aisamaque, da tribo de Dã, a habilidade de ensinar os outros. A todos esses deu capacidade para realizar todo tipo de obra como artesãos, projetistas, bordadores de linho fino e de fios de tecido azul, roxo e vermelho, e como tecelões. Eram capazes para projetar e executar qualquer trabalho artesanal". Êxodo 35:34-35 
3º. Necessidade de fazer discípulos
"Assim farão Bezalel, Aoliabe e todos os homens capazes, a quem o Senhor concedeu destreza e habilidade para fazerem toda a obra de construção do santuário, segundo tudo que o Senhor havia ordenado Êxodo 36:1-1 4º. Obedecer a Deus
Então Moisés chamou Bezalel e Aoliabe e todos os homens capazes a quem o Senhor dera habilidade e que estavam dispostos a vir realizar a obra. Êxodo 36:2-2 
5º. Disposição para trabalhar
Receberam de Moisés todas as ofertas que os israelitas tinham trazido para a obra de construção do santuário. E o povo continuava a trazer voluntariamente ofertas, manhã após manhã. Êxodo 36:3 6º. Ofertar continuamente na obra do Senhor
Tabernáculo - Os engenheiros de Deus

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 1 - A Doutrina da Trindade
Lição 1 - A Doutrina da TrindadeLição 1 - A Doutrina da Trindade
Lição 1 - A Doutrina da TrindadeÉder Tomé
 
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a SalvaçãoLição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a SalvaçãoÉder Tomé
 
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimentoLição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimentoErberson Pinheiro
 
Apocalipsis 1
Apocalipsis 1Apocalipsis 1
Apocalipsis 1gamon24h
 
O tabernáculo perfeito
O tabernáculo perfeitoO tabernáculo perfeito
O tabernáculo perfeitoRicardo Gondim
 
Lição 8 - O Lugar Santíssimo
Lição 8 - O Lugar SantíssimoLição 8 - O Lugar Santíssimo
Lição 8 - O Lugar SantíssimoHamilton Souza
 
Panorama do AT - Gênesis
Panorama do AT - GênesisPanorama do AT - Gênesis
Panorama do AT - GênesisRespirando Deus
 
Palestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblicaPalestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblicaADMILTON SOARES
 
O tribunal de cristo e os galardões
O tribunal de cristo e os galardõesO tribunal de cristo e os galardões
O tribunal de cristo e os galardõesMárcio Martins
 
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOSESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOSEVANGELISTA SOARES
 
MIQUÉIAS
MIQUÉIASMIQUÉIAS
MIQUÉIASEnerliz
 
Lição 10 - As duas testemunhas
Lição 10 - As duas testemunhasLição 10 - As duas testemunhas
Lição 10 - As duas testemunhasSergio Silva
 
IBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 3.pptx
IBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 3.pptxIBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 3.pptx
IBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 3.pptxRubens Sohn
 
Quando Deus diz não as nossas orações
Quando Deus diz não as nossas oraçõesQuando Deus diz não as nossas orações
Quando Deus diz não as nossas oraçõesAlmy Alves
 

Mais procurados (20)

Lição 1 - A Doutrina da Trindade
Lição 1 - A Doutrina da TrindadeLição 1 - A Doutrina da Trindade
Lição 1 - A Doutrina da Trindade
 
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a SalvaçãoLição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
 
Apocalipse 10 - Visão do Livrinho
Apocalipse 10 - Visão do LivrinhoApocalipse 10 - Visão do Livrinho
Apocalipse 10 - Visão do Livrinho
 
Profeta Ezequiel
Profeta EzequielProfeta Ezequiel
Profeta Ezequiel
 
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.
 
Apocalipse aula 20-08-2016
Apocalipse   aula 20-08-2016 Apocalipse   aula 20-08-2016
Apocalipse aula 20-08-2016
 
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimentoLição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
 
Apocalipsis 1
Apocalipsis 1Apocalipsis 1
Apocalipsis 1
 
O tabernáculo perfeito
O tabernáculo perfeitoO tabernáculo perfeito
O tabernáculo perfeito
 
Lição 8 - O Lugar Santíssimo
Lição 8 - O Lugar SantíssimoLição 8 - O Lugar Santíssimo
Lição 8 - O Lugar Santíssimo
 
Agrande tribulação 4
Agrande tribulação 4Agrande tribulação 4
Agrande tribulação 4
 
Panorama do AT - Gênesis
Panorama do AT - GênesisPanorama do AT - Gênesis
Panorama do AT - Gênesis
 
Palestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblicaPalestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblica
 
O tribunal de cristo e os galardões
O tribunal de cristo e os galardõesO tribunal de cristo e os galardões
O tribunal de cristo e os galardões
 
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOSESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
 
MIQUÉIAS
MIQUÉIASMIQUÉIAS
MIQUÉIAS
 
Lição 10 - As duas testemunhas
Lição 10 - As duas testemunhasLição 10 - As duas testemunhas
Lição 10 - As duas testemunhas
 
Apocalipse 13
Apocalipse 13Apocalipse 13
Apocalipse 13
 
IBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 3.pptx
IBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 3.pptxIBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 3.pptx
IBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 3.pptx
 
Quando Deus diz não as nossas orações
Quando Deus diz não as nossas oraçõesQuando Deus diz não as nossas orações
Quando Deus diz não as nossas orações
 

Destaque

Tabernáculo - Água da Vida
Tabernáculo - Água da VidaTabernáculo - Água da Vida
Tabernáculo - Água da VidaRicardo Gondim
 
Tabernáculo - O igreja do átrio
Tabernáculo - O igreja do átrioTabernáculo - O igreja do átrio
Tabernáculo - O igreja do átrioRicardo Gondim
 
7a aula - A cobertura do tabernáculo
7a aula - A cobertura do tabernáculo7a aula - A cobertura do tabernáculo
7a aula - A cobertura do tabernáculoRicardo Gondim
 
Apresentação seminário o_tabernaculo-final
Apresentação seminário o_tabernaculo-finalApresentação seminário o_tabernaculo-final
Apresentação seminário o_tabernaculo-finalApostolo Jose
 
Visão Panorâmica do Tabernáculo AT
Visão Panorâmica do Tabernáculo ATVisão Panorâmica do Tabernáculo AT
Visão Panorâmica do Tabernáculo ATRogério Nunes
 
40 Estudo Panorâmico da Bíblia (Êxodo - o Tabernáculo)
40   Estudo Panorâmico da Bíblia (Êxodo - o Tabernáculo)40   Estudo Panorâmico da Bíblia (Êxodo - o Tabernáculo)
40 Estudo Panorâmico da Bíblia (Êxodo - o Tabernáculo)Robson Tavares Fernandes
 
O sacrifico no tabernáculo 3ª aula - tia jady
O sacrifico no tabernáculo  3ª aula - tia jadyO sacrifico no tabernáculo  3ª aula - tia jady
O sacrifico no tabernáculo 3ª aula - tia jadyicmpes
 
Princípios de Orígenes
Princípios de OrígenesPrincípios de Orígenes
Princípios de OrígenesRicardo Gondim
 
A peregrinação de Israel no deserto até o Sinai
A peregrinação de Israel no deserto até o SinaiA peregrinação de Israel no deserto até o Sinai
A peregrinação de Israel no deserto até o SinaiMoisés Sampaio
 
DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAEL
DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAELDEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAEL
DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAELCEILANDIA
 

Destaque (20)

Tabernáculo - Água da Vida
Tabernáculo - Água da VidaTabernáculo - Água da Vida
Tabernáculo - Água da Vida
 
Tabernáculo - O igreja do átrio
Tabernáculo - O igreja do átrioTabernáculo - O igreja do átrio
Tabernáculo - O igreja do átrio
 
7a aula - A cobertura do tabernáculo
7a aula - A cobertura do tabernáculo7a aula - A cobertura do tabernáculo
7a aula - A cobertura do tabernáculo
 
Apresentação seminário o_tabernaculo-final
Apresentação seminário o_tabernaculo-finalApresentação seminário o_tabernaculo-final
Apresentação seminário o_tabernaculo-final
 
Visão Panorâmica do Tabernáculo AT
Visão Panorâmica do Tabernáculo ATVisão Panorâmica do Tabernáculo AT
Visão Panorâmica do Tabernáculo AT
 
O Tabernáculo (apostila)
O Tabernáculo (apostila)O Tabernáculo (apostila)
O Tabernáculo (apostila)
 
O santuário terrestre e os símbolos
O santuário terrestre e os símbolosO santuário terrestre e os símbolos
O santuário terrestre e os símbolos
 
5. O Êxodo: do Egito ao Sinai
5. O Êxodo: do Egito ao Sinai5. O Êxodo: do Egito ao Sinai
5. O Êxodo: do Egito ao Sinai
 
Tabernáculo
TabernáculoTabernáculo
Tabernáculo
 
40 Estudo Panorâmico da Bíblia (Êxodo - o Tabernáculo)
40   Estudo Panorâmico da Bíblia (Êxodo - o Tabernáculo)40   Estudo Panorâmico da Bíblia (Êxodo - o Tabernáculo)
40 Estudo Panorâmico da Bíblia (Êxodo - o Tabernáculo)
 
O sacrifico no tabernáculo 3ª aula - tia jady
O sacrifico no tabernáculo  3ª aula - tia jadyO sacrifico no tabernáculo  3ª aula - tia jady
O sacrifico no tabernáculo 3ª aula - tia jady
 
Tabernáculo 2 (2)
Tabernáculo 2 (2)Tabernáculo 2 (2)
Tabernáculo 2 (2)
 
Tabernáculo
TabernáculoTabernáculo
Tabernáculo
 
Princípios de Orígenes
Princípios de OrígenesPrincípios de Orígenes
Princípios de Orígenes
 
A peregrinação de Israel no deserto até o Sinai
A peregrinação de Israel no deserto até o SinaiA peregrinação de Israel no deserto até o Sinai
A peregrinação de Israel no deserto até o Sinai
 
Exodo detalhado
Exodo detalhadoExodo detalhado
Exodo detalhado
 
Entrando no tabernáculo
Entrando no tabernáculoEntrando no tabernáculo
Entrando no tabernáculo
 
DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAEL
DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAELDEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAEL
DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAEL
 
Tabernaculo
TabernaculoTabernaculo
Tabernaculo
 
Curso sobre o tabernaculo de deus
Curso sobre o tabernaculo de deusCurso sobre o tabernaculo de deus
Curso sobre o tabernaculo de deus
 

Semelhante a Tabernáculo - Os engenheiros de Deus

Lição 2 – Os Artesãos do Tabernáculo
Lição 2 – Os Artesãos do TabernáculoLição 2 – Os Artesãos do Tabernáculo
Lição 2 – Os Artesãos do TabernáculoHamilton Souza
 
Artesaos do tabernaculo
Artesaos do tabernaculoArtesaos do tabernaculo
Artesaos do tabernaculoVilma Longuini
 
Lição 2 – Os Artesãos do Tabernáculo
Lição 2 – Os Artesãos do TabernáculoLição 2 – Os Artesãos do Tabernáculo
Lição 2 – Os Artesãos do TabernáculoHamilton Souza
 
Lição 2 – Os Artesãos do Tabernáculo
Lição 2 – Os Artesãos do TabernáculoLição 2 – Os Artesãos do Tabernáculo
Lição 2 – Os Artesãos do TabernáculoÉder Tomé
 
EBD O TABERNÁCULO - Simbolos da Obra Redentora de Cristo
EBD O TABERNÁCULO - Simbolos da Obra Redentora de CristoEBD O TABERNÁCULO - Simbolos da Obra Redentora de Cristo
EBD O TABERNÁCULO - Simbolos da Obra Redentora de CristoAndré Ferreira
 
O Lugar de Encontro com Deus
O Lugar de Encontro com DeusO Lugar de Encontro com Deus
O Lugar de Encontro com DeusIBMemorialJC
 
Ciência e Técnica no Antigo Testamento
Ciência e Técnica no Antigo TestamentoCiência e Técnica no Antigo Testamento
Ciência e Técnica no Antigo TestamentoOsame Kinouchi
 
Licao 5 3 trim 2020 zorobabel recomeca a construcao do templo
Licao 5 3 trim 2020 zorobabel recomeca a construcao do temploLicao 5 3 trim 2020 zorobabel recomeca a construcao do templo
Licao 5 3 trim 2020 zorobabel recomeca a construcao do temploVilma Longuini
 
Autoridade das Escrituras
Autoridade das EscriturasAutoridade das Escrituras
Autoridade das EscriturasQuenia Damata
 
1º Trimestre 2014 Lição Bíblica CPAD 02 Um libertador para Israel
1º Trimestre 2014 Lição Bíblica CPAD 02 Um libertador para Israel1º Trimestre 2014 Lição Bíblica CPAD 02 Um libertador para Israel
1º Trimestre 2014 Lição Bíblica CPAD 02 Um libertador para IsraelAnderson Silva
 
O Sentido de Equipe do Povo de Deus
O Sentido de Equipe do Povo de DeusO Sentido de Equipe do Povo de Deus
O Sentido de Equipe do Povo de DeusRogério Nunes
 
Lições do santuário_Resumo_442013
Lições do santuário_Resumo_442013Lições do santuário_Resumo_442013
Lições do santuário_Resumo_442013Gerson G. Ramos
 
9 exodo 31 40
9 exodo 31  409 exodo 31  40
9 exodo 31 40PIB Penha
 

Semelhante a Tabernáculo - Os engenheiros de Deus (20)

Lição 2 – Os Artesãos do Tabernáculo
Lição 2 – Os Artesãos do TabernáculoLição 2 – Os Artesãos do Tabernáculo
Lição 2 – Os Artesãos do Tabernáculo
 
Artesaos do tabernaculo
Artesaos do tabernaculoArtesaos do tabernaculo
Artesaos do tabernaculo
 
Lição 2 – Os Artesãos do Tabernáculo
Lição 2 – Os Artesãos do TabernáculoLição 2 – Os Artesãos do Tabernáculo
Lição 2 – Os Artesãos do Tabernáculo
 
Lição 2 – Os Artesãos do Tabernáculo
Lição 2 – Os Artesãos do TabernáculoLição 2 – Os Artesãos do Tabernáculo
Lição 2 – Os Artesãos do Tabernáculo
 
Projeto um grande motivador do homem
Projeto um grande motivador do homemProjeto um grande motivador do homem
Projeto um grande motivador do homem
 
EBD O TABERNÁCULO - Simbolos da Obra Redentora de Cristo
EBD O TABERNÁCULO - Simbolos da Obra Redentora de CristoEBD O TABERNÁCULO - Simbolos da Obra Redentora de Cristo
EBD O TABERNÁCULO - Simbolos da Obra Redentora de Cristo
 
Projeto um grande motivador do homem
Projeto um grande motivador do homemProjeto um grande motivador do homem
Projeto um grande motivador do homem
 
O Lugar de Encontro com Deus
O Lugar de Encontro com DeusO Lugar de Encontro com Deus
O Lugar de Encontro com Deus
 
Ciência e Técnica no Antigo Testamento
Ciência e Técnica no Antigo TestamentoCiência e Técnica no Antigo Testamento
Ciência e Técnica no Antigo Testamento
 
O cristão empreendedor
O cristão empreendedorO cristão empreendedor
O cristão empreendedor
 
Licao 5 3 trim 2020 zorobabel recomeca a construcao do templo
Licao 5 3 trim 2020 zorobabel recomeca a construcao do temploLicao 5 3 trim 2020 zorobabel recomeca a construcao do templo
Licao 5 3 trim 2020 zorobabel recomeca a construcao do templo
 
Autoridade das Escrituras
Autoridade das EscriturasAutoridade das Escrituras
Autoridade das Escrituras
 
10 Exodo 31 -40.pptx
10 Exodo 31 -40.pptx10 Exodo 31 -40.pptx
10 Exodo 31 -40.pptx
 
10 Exodo 31 -40.pdf
10 Exodo 31 -40.pdf10 Exodo 31 -40.pdf
10 Exodo 31 -40.pdf
 
1º Trimestre 2014 Lição Bíblica CPAD 02 Um libertador para Israel
1º Trimestre 2014 Lição Bíblica CPAD 02 Um libertador para Israel1º Trimestre 2014 Lição Bíblica CPAD 02 Um libertador para Israel
1º Trimestre 2014 Lição Bíblica CPAD 02 Um libertador para Israel
 
Escolhido para um propósito
Escolhido para um propósitoEscolhido para um propósito
Escolhido para um propósito
 
Inspiração
InspiraçãoInspiração
Inspiração
 
O Sentido de Equipe do Povo de Deus
O Sentido de Equipe do Povo de DeusO Sentido de Equipe do Povo de Deus
O Sentido de Equipe do Povo de Deus
 
Lições do santuário_Resumo_442013
Lições do santuário_Resumo_442013Lições do santuário_Resumo_442013
Lições do santuário_Resumo_442013
 
9 exodo 31 40
9 exodo 31  409 exodo 31  40
9 exodo 31 40
 

Mais de Ricardo Gondim

Ministros e despenseiros
Ministros e despenseirosMinistros e despenseiros
Ministros e despenseirosRicardo Gondim
 
Carnalidade, imaturidade e divisões
Carnalidade, imaturidade e divisõesCarnalidade, imaturidade e divisões
Carnalidade, imaturidade e divisõesRicardo Gondim
 
Ninguem é de Ninguén
Ninguem é de NinguénNinguem é de Ninguén
Ninguem é de NinguénRicardo Gondim
 
Aula 1 apresentação site
Aula 1   apresentação siteAula 1   apresentação site
Aula 1 apresentação siteRicardo Gondim
 
Aula 7 O homem diante da salvação
Aula 7   O homem diante da salvaçãoAula 7   O homem diante da salvação
Aula 7 O homem diante da salvaçãoRicardo Gondim
 
Aula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
Aula 6 - Cristo o Grande SacerdoteAula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
Aula 6 - Cristo o Grande SacerdoteRicardo Gondim
 
Aula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Aula 5 - Revisando a Carta de HebreusAula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Aula 5 - Revisando a Carta de HebreusRicardo Gondim
 
Aula 4 - Jesus, o grande Salvador
Aula 4  - Jesus, o grande SalvadorAula 4  - Jesus, o grande Salvador
Aula 4 - Jesus, o grande SalvadorRicardo Gondim
 
Aula 3 A Superioridade do Evangelho
Aula 3   A Superioridade do EvangelhoAula 3   A Superioridade do Evangelho
Aula 3 A Superioridade do EvangelhoRicardo Gondim
 

Mais de Ricardo Gondim (20)

Salvação I
Salvação ISalvação I
Salvação I
 
Ministros e despenseiros
Ministros e despenseirosMinistros e despenseiros
Ministros e despenseiros
 
Carnalidade, imaturidade e divisões
Carnalidade, imaturidade e divisõesCarnalidade, imaturidade e divisões
Carnalidade, imaturidade e divisões
 
Ninguem é de Ninguén
Ninguem é de NinguénNinguem é de Ninguén
Ninguem é de Ninguén
 
Seitas e Heresias
Seitas e HeresiasSeitas e Heresias
Seitas e Heresias
 
Poéticos II
Poéticos IIPoéticos II
Poéticos II
 
Históricos III
Históricos IIIHistóricos III
Históricos III
 
Poéticos I
Poéticos IPoéticos I
Poéticos I
 
Históricos II
Históricos IIHistóricos II
Históricos II
 
Históricos I
Históricos IHistóricos I
Históricos I
 
Aula 2 - Pentateuco
Aula 2 - PentateucoAula 2 - Pentateuco
Aula 2 - Pentateuco
 
Aula 1 apresentação site
Aula 1   apresentação siteAula 1   apresentação site
Aula 1 apresentação site
 
Aula 1 genesis
Aula 1   genesisAula 1   genesis
Aula 1 genesis
 
Aula 1 introdução
Aula 1   introduçãoAula 1   introdução
Aula 1 introdução
 
Meu teólogo favorito
Meu teólogo favoritoMeu teólogo favorito
Meu teólogo favorito
 
Aula 7 O homem diante da salvação
Aula 7   O homem diante da salvaçãoAula 7   O homem diante da salvação
Aula 7 O homem diante da salvação
 
Aula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
Aula 6 - Cristo o Grande SacerdoteAula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
Aula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
 
Aula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Aula 5 - Revisando a Carta de HebreusAula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Aula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
 
Aula 4 - Jesus, o grande Salvador
Aula 4  - Jesus, o grande SalvadorAula 4  - Jesus, o grande Salvador
Aula 4 - Jesus, o grande Salvador
 
Aula 3 A Superioridade do Evangelho
Aula 3   A Superioridade do EvangelhoAula 3   A Superioridade do Evangelho
Aula 3 A Superioridade do Evangelho
 

Último

Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoFabioLofrano
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfStelaWilbert
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfnestorsouza36
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxViniciusPetersen1
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............MilyFonceca
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 

Último (10)

Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 

Tabernáculo - Os engenheiros de Deus

  • 2. Êxodo 36 1 ASSIM trabalharam Bezalel e Aoliabe, e todo o homem sábio de coração, a quem o SENHOR dera sabedoria e inteligência, para saber como haviam de fazer toda a obra para o serviço do santuário, conforme a tudo o que o SENHOR tinha ordenado. 2 Então Moisés chamou a Bezalel e a Aoliabe, e a todo o homem sábio de coração, em cujo coração o SENHOR tinha dado sabedoria; a todo aquele a quem o seu coração moveu a se chegar à obra para fazê-la. 3 Estes receberam de Moisés toda a oferta alçada, que trouxeram os filhos de Israel para a obra do serviço do santuário, para fazê-la, e ainda eles lhe traziam cada manhã ofertas voluntárias. 4 E vieram todos os sábios, que faziam toda a obra do santuário, cada um da obra que fazia,
  • 3. — Bezalel, Aoliabe e todos os outros homens a quem o SENHOR deu habilidade e inteligência e que conhecem tudo o que é preciso para construir a Tenda Sagrada, deverão fazer tudo como o SENHOR ordenou. Moisés chamou Bezalel, Aoliabe e todos os outros homens a quem o SENHOR tinha dado habilidade e que tinham boa vontade para ajudar, e disse-lhes que começassem a trabalhar. Êxodo 36 - NTLH
  • 4. Bezalel = “à sombra de Deus” - filho de Uri e neto de Hur; um artesão de Judá hábil em todas as obras de metal, madeira e pedra e um dos arquitetos do tabernáculo
  • 5. Sendo naturalmente dotado com uma certa originalidade da invenção, foi expressamente chamado por Deus para ser o principal arquiteto do tabernáculo e os seus muitos pertences. Para ele foi confiada a preparação dos santos óleos , o incenso , os sacerdotais vestes , e, finalmente, a construção da arca e do mobiliário para o tribunal e tabernáculo . A tradição rabínica relata que quando Deus decidiu nomear Bezalel arquiteto do Tabernáculo do deserto, Ele perguntou Moisés se a escolha fosse agradável para ele, e recebeu a resposta: "Senhor, se ele é aceitável a Ti, com certeza ele deve ser assim para mim ! " Ao comando de Deus, no entanto, a escolha foi encaminhado para o povo, para aprovação e foi endossado por eles. Bisneto de CALEB
  • 6. Aoliabe = “tenda do pai” - principal auxiliar de Bezalel na construção do tabernáculo, filho de Aisamaque, da tribo de Dã.
  • 7. Tinha excelentes conhecimentos em diferentes tipos de trabalhos manuais, como ourivesaria, marcenaria e mesmo confecção de tecidos. Deus lhe deu também a habilidade de ensinar a outros. Ele estava espiritualmente sensível a Deus e respondeu cordialmente ao chamado do Senhor. Aholiah foi chamado por Deus para ser um "mestre de "mestre de obras". Ele era um designer ou "inventor" de projetos capazes de realizar qualquer tipo de trabalho.
  • 8. 1. Capacitação recebida é o DOM de DEUS •A capacitação, é um processo de aprendizagem em que fica explícito “para que”, “como”, “para quem” e “quando” fazer algo. •Capacitação traduz-se por preparar a pessoa para enfrentar as situações referentes à sua atividade, por meio da aplicação de conhecimentos, mas, com possibilidade de criar, resolver problemas, oferecer alternativas de melhorias e criar ambiente adequado. •Capacitar quer dizer fornecer autonomia, criar autoconfiança e promover o desenvolvimento. •Capacitação desenvolve competência, que é o resultado de conhecimento, habilidades e atitudes e, assim como o conhecimento, competência não se transmite. Não há ninguém capaz de transferir sua competência para outra pessoa. Todavia, é perfeitamente possível ajudar a pessoa a construir sua própria competência, da mesma forma que se constrói conhecimento.
  • 9. •Podemos dizer que a busca da qualificação traz como resultado uma formação, que torna o habilitado para o exercício de alguma atividade, quer dizer, dota a pessoa de um conjunto de conhecimentos que atestam a possibilidade do exercício de certo trabalho. •Por outro lado, fica clara a continuidade da obtenção deste quesito, uma vez que a aquisição de experiência e a busca de conhecimento são necessidades contínuas. •Entretanto, a qualificação não é uma formação completa, sua finalidade é a aquisição de conhecimentos teóricos, técnicos e operacionais relacionados à produção de bens e serviços, por meio de processos educativos desenvolvidos em diversas situações (profissão, de pai para filho, aprendizado) Qualificação
  • 10. Capacitação Ação ou efeito de capacitar; ato de capacitar-se; aptidão. Ação de tornar-se apto ou habilitado em; habilitação. Qualificação Ato ou efeito de qualificar. Atribuição de uma qualidade, um título; qualificativo: Condições referentes à formação profissional e experiência, sugeridas para o exercício do cargo, função etc. "Deus não escolhe os capacitados capacita os escolhidos. Fazer ou não fazer algo só depende de nossa vontade e perseverança". Albert Einstein.
  • 11. •Em primeiro lugar esta frase não existe na Bíblia. •Segundo lugar quem disse esta frase foi Albert Einstein e a pior parte foi que o preguiçoso que usou esta frase pegou somente a parte que lhe interessava e hoje esta na boca do povo. Retiraram a parte final da frase que cabe a nós fazermos e que é da nossa vontade e de nossa perseverança, Só deixaram a parte que Deus faz. Os versículos abaixo ficaria melhor para o preguiçoso: Vai ter com a formiga, ó preguiçoso, considera os seus caminhos, e sê sábio. Pv 6:6. Depois da morte de Moisés, servo do Senhor, falou o Senhor a Josué, filho de Num, servidor de Moisés, dizendo..... Esforça-te, e tem bom ânimo, porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei a seus pais lhes daria. Js 1:1-6.
  • 12. Deus deu a Moisés o plano de estrutura do tabernáculo, com instruções especiais quanto ao seu tamanho e forma, materiais empregados e cada peça que comporia a obra
  • 13. 1.Deus nos deu um propósito (o nosso tabernáculo) 2.Nós temos recebido capacitação (dons) para aplicar em sua obra 3.Fomos todos instruídos quanto a finalidade de sua obra 4.Recebemos conhecimento da Sua Palavra
  • 14.
  • 15. Todos os israelitas que se dispuseram, tanto homens como mulheres, trouxeram ao Senhor ofertas voluntárias para toda a obra que o Senhor, por meio de Moisés, ordenou-lhes que fizessem. Êxodo 35:29 Os filhos de Israel trouxeram oferta voluntária ao SENHOR, a saber, todo homem e mulher cujo coração os dispôs para trazerem uma oferta para toda a obra que o SENHOR tinha ordenado se fizesse por intermédio de Moisés. (JFA-RA) 1º. Coração disposto
  • 16. Disse então Moisés aos israelitas: "O Senhor escolheu Bezalel, filho de Uri, neto de Hur, da tribo de Judá, e o encheu do Espírito de Deus, dando-lhe inteligência, habilidade e plena capacidade artística, para desenhar e executar trabalhos em ouro, prata e bronze, para talhar e lapidar pedras, entalhar madeira para todo tipo de obra artesanal. Êxodo 35:30-33 2º. Ser cheio do Espírito Santo
  • 17. E concedeu tanto a ele como a Aoliabe, filho de Aisamaque, da tribo de Dã, a habilidade de ensinar os outros. A todos esses deu capacidade para realizar todo tipo de obra como artesãos, projetistas, bordadores de linho fino e de fios de tecido azul, roxo e vermelho, e como tecelões. Eram capazes para projetar e executar qualquer trabalho artesanal". Êxodo 35:34-35 3º. Necessidade de fazer discípulos
  • 18. "Assim farão Bezalel, Aoliabe e todos os homens capazes, a quem o Senhor concedeu destreza e habilidade para fazerem toda a obra de construção do santuário, segundo tudo que o Senhor havia ordenado Êxodo 36:1-1 4º. Obedecer a Deus
  • 19. Então Moisés chamou Bezalel e Aoliabe e todos os homens capazes a quem o Senhor dera habilidade e que estavam dispostos a vir realizar a obra. Êxodo 36:2-2 5º. Disposição para trabalhar
  • 20. Receberam de Moisés todas as ofertas que os israelitas tinham trazido para a obra de construção do santuário. E o povo continuava a trazer voluntariamente ofertas, manhã após manhã. Êxodo 36:3 6º. Ofertar continuamente na obra do Senhor