SlideShare uma empresa Scribd logo
GESTÃO DE PROJETOS




                                         Aula 02

METODOLOGIA DE GESTÃO DE PROJETOS




             Prof. Cleuber Moreira Fernandes
             Mestre em Ciência da Computação - UnB
                             Cleubermf@yahoo.com.br
            http://br.groups.yahoo.com/group/GP-2008
1. PMBOK - Project Management Body of Knowledge

Conjunto de conhecimentos em gerenciamento de projetos amplamente reconhecido como boa prática
- proposto e mantido pelo Project Management Institute – PMI,.

A equipe de gerenciamento de projetos é responsável por determinar o que é adequado para um
projeto específico.

UM PROJETO É UM ESFORÇO TEMPORÁRIO EMPREENDIDO PARA CRIAR UM
PRODUTO, SERVIÇO OU RESULTADO EXCLUSIVO.




2. Diferenças entre Projetos e Operações/Atividades




3. Projetos e Planejamento Estratégico

Os projetos são normalmente autorizados como um resultado de uma ou mais das seguintes
considerações estratégicas:

          •   Uma demanda de mercado
          •   Uma necessidade organizacional
          •   Uma solicitação de um cliente
          •   Um avanço tecnológico
          •   Um requisito legal
REQUISITOS DO PROJETO




4. Grupos de Processos




                                             C
                                             O
                                             N
                                             T
                                             R
                                             O
                                             L
                                             E




5. Por que gerenciar projetos?

ESCOPO EXTENSO E COMPLEXO, ESCASSEZ DE TEMPO E ORÇAMENTO.

                         Exemplos de Fatos concretos que limitam as opções da equipe:

                         • O projeto deverá estar operacional até o ano fiscal de 2009;
                         • O limite de gastos é de R$ 50.000,00;
                         • Todos os produtos devem atender às especificações da norma X.
6. Benefícios de GP

   •   AUMENTA A CONFIANÇA e o grau de certeza dos interessados;
   •   O gerenciamento EVITA SURPRESAS;
   •   Antecipa as situações desfavoráveis;
   •   AGILIZA AS DECISÕES;
   •   Aumenta o controle gerencial;
   •   Melhora continuamente os projetos;
   •   Faz o BALANCEAMENTO DE DEMANDAS CONCORRENTES, PRIORIZA OS
       PROJETOS;
   •   Melhora o ACOMPANHAMENTO E O CONTROLE; (fornecendo um método consistente
       para acompanhar tarefas e marcos);
   •   EXPANDE A COMUNICAÇÃO entre os Stakeholders;
   •   OTIMIZAÇÃO DOS RECURSOS;
   •   Fornece um mecanismo para MEDIÇÃO DO DESEMPENHO.

7. Gerente de Projetos

O gerente de projetos tem como principais responsabilidades:

   •   Identificar as necessidades;
   •   ESTABELECER OBJETIVOS CLAROS E ALCANÇÁVEIS;
   •   Balancear as demandas conflitantes de qualidade, escopo, tempo e custo;
   •   INTEGRAR TODOS OS ENVOLVIDOS;
   •   DESENVOLVER O PLANO DO PROJETO em conjunto com a equipe;
   •   Orientar, organizar e convocar todos os interessados para reuniões de projeto.


8. ORGANIZAÇÃO DO PMBOK
9. Ciclo de vida de um projeto

A empresa ou os gerentes de projetos podem dividir projetos em fases que são conhecidas como
o ciclo de vida do projeto.

Características do ciclo de vida do projeto:

   •   O CICLO DE VIDA DO PROJETO DEFINE AS FASES QUE CONECTAM O INÍCIO
       E O FINAL DO PROJETO;
   •   As fases do ciclo de vida de um projeto não são iguais aos grupos de processos de
       gerenciamento de projetos.




10. Partes Interessadas no Projeto – Stakeholders
11. Interação entre Processos




12. Grupo de Processos de Iniciação

PROCESSOS QUE FACILITAM A AUTORIZAÇÃO FORMAL para iniciar um novo projeto ou
uma fase do projeto.




Desenvolver o termo de abertura do projeto
Este processo trata principalmente da AUTORIZAÇÃO DO PROJETO ou, em um projeto com
várias fases, de uma fase do projeto. É o processo necessário para DOCUMENTAÇÃO DAS
NECESSIDADES DE NEGÓCIOS E DO NOVO PRODUTO, serviço ou outro resultado que deve
satisfazer esses requisitos.

Desenvolver a declaração do escopo preliminar do projeto
Produz uma DEFINIÇÃO PRELIMINAR de alto nível do projeto. Este processo aborda e
documenta os requisitos do projeto e da entrega, os REQUISITOS do produto, os LIMITES do
projeto, os métodos de ACEITAÇÃO.

13. Grupo de Processos de Planejamento

PLANEJAR e gerenciar um projeto bem sucedido para a organização. O Grupo de processos de
planejamento ajuda a coletar informações de muitas fontes.
Os processos de planejamento desenvolvem o PLANO DE GERENCIAMENTO DO PROJETO.
Esses processos também IDENTIFICAM, DEFINEM E AMADURECEM O ESCOPO DO
PROJETO, O CUSTO DO PROJETO E AGENDAM AS ATIVIDADES DO PROJETO QUE
OCORREM DENTRO DELE.
Desenvolver o plano de gerenciamento do projeto

Este é o processo necessário para DEFINIR, PREPARAR, INTEGRAR E COORDENAR TODOS
OS PLANOS AUXILIARES EM UM PLANO DE GERENCIAMENTO DO PROJETO. O plano
de gerenciamento do projeto se torna a principal fonte de informações de como o projeto será
planejado, executado, monitorado e controlado, e encerrado.

Planejamento do escopo

Este é o processo necessário para criar um plano de gerenciamento do escopo do projeto que
DOCUMENTA COMO O ESCOPO DO PROJETO SERÁ DEFINIDO, VERIFICADO E
CONTROLADO e como a estrutura analítica do projeto será criada e definida.

Definição do escopo

Este é o processo necessário para desenvolver uma DECLARAÇÃO DO ESCOPO DETALHADA
do projeto como base para futuras decisões do projeto.

Criar EAP

Este é o processo necessário para SUBDIVIDIR AS PRINCIPAIS ENTREGAS do projeto e do
TRABALHO DO PROJETO em componentes menores e mais facilmente gerenciáveis.

Definição da atividade

Este é o processo necessário para IDENTIFICAR AS ATIVIDADES específicas que precisam ser
realizadas para produzir as várias entregas do projeto.

Seqüenciamento de atividades

Este é o processo necessário para identificar e documentar as DEPENDÊNCIAS ENTRE AS
ATIVIDADES do cronograma.

Estimativa de recursos da atividade

Este é o processo necessário para ESTIMAR O TIPO E AS QUANTIDADES DE RECURSOS
necessários para realizar cada atividade do cronograma.

Estimativa de duração da atividade

Este é o processo necessário para ESTIMAR O NÚMERO DE PERÍODOS DE TRABALHO que
serão necessários para terminar atividades do cronograma específicas.

Desenvolvimento do cronograma

Este é o processo necessário para ANALISAR OS RECURSOS NECESSÁRIOS, RESTRIÇÕES
DO CRONOGRAMA, DURAÇÕES E SEQÜÊNCIAS DE ATIVIDADES para criar o cronograma
do projeto.
Estimativa de custos

Este é o processo necessário para desenvolver uma APROXIMAÇÃO DOS CUSTOS dos recursos
necessários para terminar as atividades do projeto.

Orçamentação

Este é o processo necessário para AGREGAR OS CUSTOS ESTIMADOS DE ATIVIDADES
individuais ou pacotes de trabalho para estabelecer uma linha de base dos custos.

Planejamento da qualidade

Este é o processo necessário para identificar os PADRÕES DE QUALIDADE RELEVANTES para
o projeto e determinar COMO SATISFAZÊ-LOS.

Planejamento de recursos humanos

Este é o processo necessário para identificar e documentar FUNÇÕES, RESPONSABILIDADES E
RELAÇÕES HIERÁRQUICAS do projeto, além de criar o plano de gerenciamento de pessoal.

Planejamento das comunicações

Este é o processo necessário para determinar as NECESSIDADES DE INFORMAÇÃO E DE
COMUNICAÇÃO das partes interessadas no projeto.

Planejamento do gerenciamento de riscos

Este é o processo necessário para decidir COMO ABORDAR, PLANEJAR E EXECUTAR as
atividades de GERENCIAMENTO DE RISCOS de um projeto.

Identificação de riscos

Este é o processo necessário para DETERMINAR OS RISCOS que podem afetar o projeto e
documentar suas características.

Análise qualitativa de riscos

Este é o processo necessário para PRIORIZAR RISCOS para análise ou ação adicional subseqüente
através de avaliação e combinação de sua PROBABILIDADE DE OCORRÊNCIA E IMPACTO.

Análise quantitativa de riscos

Este é o processo necessário para ANALISAR NUMERICAMENTE O EFEITO DOS RISCOS
identificados nos objetivos gerais do projeto.

Planejamento de respostas a riscos

Este é o processo necessário para desenvolver OPÇÕES E AÇÕES PARA AUMENTAR AS
OPORTUNIDADES E REDUZIR AS AMEAÇAS aos objetivos do projeto.
Planejar compras e aquisições

Este é o processo necessário para determinar O QUE COMPRAR OU ADQUIRIR E QUANDO E
COMO fazer isso.

Planejar contratações

Este é o processo necessário para documentar os requisitos de produtos, serviços e resultados e
IDENTIFICAR POSSÍVEIS FORNECEDORES.

14. Grupo de Processos de Execução

TERMINAR O TRABALHO DEFINIDO NO PLANO DE GERENCIAMENTO DO PROJETO
A FIM DE CUMPRIR OS REQUISITOS DO PROJETO.




Orientar e gerenciar a execução do projeto

Este é o processo necessário para ORIENTAR AS DIVERSAS INTERFACES TÉCNICAS E
ORGANIZACIONAIS que existem no projeto para executar o trabalho definido no plano de
gerenciamento do projeto.

Realizar a garantia da qualidade
Este é o processo necessário para APLICAR AS ATIVIDADES DE QUALIDADE PLANEJADAS
e sistemáticas para garantir que o projeto emprega todos os processos necessários para atender aos
requisitos.

Contratar ou mobilizar a equipe do projeto
Este é o processo necessário para OBTER OS RECURSOS HUMANOS necessários para terminar o
projeto.

Desenvolver a equipe do projeto

Este é o processo necessário para MELHORAR AS COMPETÊNCIAS E A INTERAÇÃO de
membros da equipe para aprimorar o DESEMPENHO do projeto.

Distribuição das informações

Este é o processo necessário para COLOCAR AS INFORMAÇÕES À DISPOSIÇÃO das partes
interessadas no projeto no MOMENTO OPORTUNO.

Solicitar respostas de fornecedores

Este é o processo necessário para obter informações, COTAÇÕES, LICITAÇÕES, OFERTAS OU
PROPOSTAS.

Selecionar fornecedores

Este é o processo necessário para REVISAR OFERTAS, ESCOLHER ENTRE POSSÍVEIS
FORNECEDORES E NEGOCIAR UM CONTRATO por escrito com o fornecedor.
15. Grupo de Processos de Monitoramento e Controle

OBSERVAR A EXECUÇÃO do projeto, de forma que possíveis PROBLEMAS POSSAM SER
IDENTIFICADOS no momento adequado e que possam ser tomadas AÇÕES CORRETIVAS,
quando necessário, para CONTROLAR A EXECUÇÃO do projeto.




Monitorar e controlar o trabalho do projeto

Este é o processo necessário para COLETAR, MEDIR E DISSEMINAR INFORMAÇÕES sobre o
desempenho e AVALIAR AS MEDIÇÕES E AS TENDÊNCIAS para efetuar melhorias no
processo.
Este processo inclui o MONITORAMENTO DE RISCOS para garantir que os riscos sejam
identificados no início, que o andamento seja relatado e que planos de risco adequados estejam sendo
executados.

Controle integrado de mudanças

Este é o processo necessário para CONTROLAR OS FATORES QUE CRIAM MUDANÇAS para
garantir que essas mudanças sejam benéficas, determinar se ocorreu uma mudança e GERENCIAR
AS MUDANÇAS APROVADAS, inclusive o momento em que ocorrem.

Verificação do escopo

Este é o processo necessário para FORMALIZAR A ACEITAÇÃO DAS ENTREGAS do projeto
terminadas.

Controle do escopo

Este é o processo necessário para CONTROLAR AS MUDANÇAS feitas no ESCOPO do projeto.

Controle do cronograma

Este é o processo necessário para CONTROLAR AS MUDANÇAS feitas no CRONOGRAMA do
projeto.

Controle de custos

O processo de influenciar os fatores que criam as variações e CONTROLAR AS MUDANÇAS NO
ORÇAMENTO do projeto.

Realizar o controle da qualidade

Este é o processo necessário para monitorar resultados específicos do projeto a fim de determinar se
eles estão de acordo com os PADRÕES RELEVANTES DE QUALIDADE E IDENTIFICAR
MANEIRAS DE ELIMINAR AS CAUSAS de um desempenho insatisfatório.

Gerenciar a equipe do projeto

Este é o processo necessário para acompanhar o DESEMPENHO DE MEMBROS DA EQUIPE,
fornecer feedback, resolver problemas e coordenar mudanças para melhorar o desempenho do projeto.

Relatório de desempenho

Este é o processo necessário para COLETAR E DISTRIBUIR INFORMAÇÕES sobre o
desempenho. Isso inclui relatório de andamento, MEDIÇÃO DO PROGRESSO e previsão.

Gerenciar as partes interessadas

Este é o processo necessário para GERENCIAR A COMUNICAÇÃO a fim de satisfazer os
requisitos das partes interessadas no projeto e RESOLVER PROBLEMAS com elas.
Monitoramento e controle de riscos

Este é o processo necessário para ACOMPANHAR OS RISCOS identificados, MONITORAR OS
RISCOS RESIDUAIS, IDENTIFICAR NOVOS RISCOS, EXECUTAR PLANOS DE
RESPOSTAS A RISCOS e avaliar sua eficiência durante todo o ciclo de vida do projeto.

Administração de contrato

Este é o processo necessário para GERENCIAR O CONTRATO e a RELAÇÃO ENTRE O
COMPRADOR E O FORNECEDOR, analisar e documentar o desempenho atual ou passado de um
fornecedor e, quando adequado, gerenciar a relação contratual com o comprador externo do projeto.

16. Grupo de Processos de Encerramento

FINALIZAR FORMALMENTE TODAS AS ATIVIDADES DE UM PROJETO ou de uma fase
do projeto, ENTREGAR O PRODUTO TERMINADO para outros ou encerrar um projeto
cancelado.




Encerrar o projeto

Este é o processo necessário para FINALIZAR TODAS AS ATIVIDADES em todos os grupos de
processos para ENCERRAR FORMALMENTE O PROJETO ou uma fase do projeto.

Encerramento do contrato

Este é o processo necessário para TERMINAR E LIQUIDAR CADA CONTRATO, inclusive a
resolução de quaisquer itens em aberto, e encerrar cada contrato aplicável ao projeto ou a uma fase do
projeto.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apostila fgv - gestão de projetos - pmi - gestão de projetos no contexto de...
Apostila   fgv - gestão de projetos - pmi - gestão de projetos no contexto de...Apostila   fgv - gestão de projetos - pmi - gestão de projetos no contexto de...
Apostila fgv - gestão de projetos - pmi - gestão de projetos no contexto de...
Mateus Duncke de Oliveira
 
PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)
PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)
PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)
André Franciscato Paggi
 
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOKAula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Daniela Brauner
 
Elaboração e Gestão de Projetos - 1. Fundamentos de Gestão de Projetos
Elaboração e Gestão de Projetos - 1. Fundamentos de Gestão de ProjetosElaboração e Gestão de Projetos - 1. Fundamentos de Gestão de Projetos
Elaboração e Gestão de Projetos - 1. Fundamentos de Gestão de Projetos
elonvila
 
Aula 1 - Gestão de Projetos
Aula 1 - Gestão de ProjetosAula 1 - Gestão de Projetos
Aula 1 - Gestão de Projetos
Fernando Dantas
 
Gerenciamento de projetos aula 1 (introdução)
Gerenciamento de projetos   aula 1 (introdução)Gerenciamento de projetos   aula 1 (introdução)
Gerenciamento de projetos aula 1 (introdução)
Paulo Junior
 
Palestra sobre Gestão de Projetos
Palestra sobre Gestão de ProjetosPalestra sobre Gestão de Projetos
Palestra sobre Gestão de Projetos
João Paulo S. Araújo
 
Treinamento em gestão de projetos
Treinamento em gestão de projetosTreinamento em gestão de projetos
Apresentacao Pmbok
Apresentacao PmbokApresentacao Pmbok
Apresentacao Pmbok
Luiz Neto
 
Aula 5 gerenciamento de projetos - gestão de comunicação
Aula 5   gerenciamento de projetos - gestão de comunicaçãoAula 5   gerenciamento de projetos - gestão de comunicação
Aula 5 gerenciamento de projetos - gestão de comunicação
Henrique Nunweiler
 
Gerencia projeto e pmo
Gerencia projeto e pmoGerencia projeto e pmo
Gerencia projeto e pmo
Eduardo Castro
 
Moderno Gerenciamento de Projetos
Moderno Gerenciamento de ProjetosModerno Gerenciamento de Projetos
Moderno Gerenciamento de Projetos
José Borba
 
Fundamentos da Gestão de Projetos
Fundamentos da Gestão de ProjetosFundamentos da Gestão de Projetos
Fundamentos da Gestão de Projetos
Sandro H. Oliveira, MBA
 
Gerenciamento de projetos aula 3 (iniciação)
Gerenciamento de projetos   aula 3 (iniciação)Gerenciamento de projetos   aula 3 (iniciação)
Gerenciamento de projetos aula 3 (iniciação)
Paulo Junior
 
gerenciamento projetos
gerenciamento projetosgerenciamento projetos
gerenciamento projetos
oleinik
 
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOKGerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
Claudio Barbosa
 
Gerenciamento de Projetos - Aula 2 - Gestão de Escopo
Gerenciamento de Projetos - Aula 2 - Gestão de EscopoGerenciamento de Projetos - Aula 2 - Gestão de Escopo
Gerenciamento de Projetos - Aula 2 - Gestão de Escopo
Henrique Nunweiler
 
Gestão e gerência de projetos 2010
Gestão e gerência de projetos   2010Gestão e gerência de projetos   2010
Gestão e gerência de projetos 2010
Gilda Almeida Sandes
 
Gerenciamento De Projeto Para Slideshare
Gerenciamento De Projeto Para SlideshareGerenciamento De Projeto Para Slideshare
Gerenciamento De Projeto Para Slideshare
Leila Oliva
 
Planejamento De Projetos
Planejamento De ProjetosPlanejamento De Projetos
Planejamento De Projetos
Ricardo Martins Neves
 

Mais procurados (20)

Apostila fgv - gestão de projetos - pmi - gestão de projetos no contexto de...
Apostila   fgv - gestão de projetos - pmi - gestão de projetos no contexto de...Apostila   fgv - gestão de projetos - pmi - gestão de projetos no contexto de...
Apostila fgv - gestão de projetos - pmi - gestão de projetos no contexto de...
 
PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)
PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)
PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)
 
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOKAula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
 
Elaboração e Gestão de Projetos - 1. Fundamentos de Gestão de Projetos
Elaboração e Gestão de Projetos - 1. Fundamentos de Gestão de ProjetosElaboração e Gestão de Projetos - 1. Fundamentos de Gestão de Projetos
Elaboração e Gestão de Projetos - 1. Fundamentos de Gestão de Projetos
 
Aula 1 - Gestão de Projetos
Aula 1 - Gestão de ProjetosAula 1 - Gestão de Projetos
Aula 1 - Gestão de Projetos
 
Gerenciamento de projetos aula 1 (introdução)
Gerenciamento de projetos   aula 1 (introdução)Gerenciamento de projetos   aula 1 (introdução)
Gerenciamento de projetos aula 1 (introdução)
 
Palestra sobre Gestão de Projetos
Palestra sobre Gestão de ProjetosPalestra sobre Gestão de Projetos
Palestra sobre Gestão de Projetos
 
Treinamento em gestão de projetos
Treinamento em gestão de projetosTreinamento em gestão de projetos
Treinamento em gestão de projetos
 
Apresentacao Pmbok
Apresentacao PmbokApresentacao Pmbok
Apresentacao Pmbok
 
Aula 5 gerenciamento de projetos - gestão de comunicação
Aula 5   gerenciamento de projetos - gestão de comunicaçãoAula 5   gerenciamento de projetos - gestão de comunicação
Aula 5 gerenciamento de projetos - gestão de comunicação
 
Gerencia projeto e pmo
Gerencia projeto e pmoGerencia projeto e pmo
Gerencia projeto e pmo
 
Moderno Gerenciamento de Projetos
Moderno Gerenciamento de ProjetosModerno Gerenciamento de Projetos
Moderno Gerenciamento de Projetos
 
Fundamentos da Gestão de Projetos
Fundamentos da Gestão de ProjetosFundamentos da Gestão de Projetos
Fundamentos da Gestão de Projetos
 
Gerenciamento de projetos aula 3 (iniciação)
Gerenciamento de projetos   aula 3 (iniciação)Gerenciamento de projetos   aula 3 (iniciação)
Gerenciamento de projetos aula 3 (iniciação)
 
gerenciamento projetos
gerenciamento projetosgerenciamento projetos
gerenciamento projetos
 
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOKGerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
 
Gerenciamento de Projetos - Aula 2 - Gestão de Escopo
Gerenciamento de Projetos - Aula 2 - Gestão de EscopoGerenciamento de Projetos - Aula 2 - Gestão de Escopo
Gerenciamento de Projetos - Aula 2 - Gestão de Escopo
 
Gestão e gerência de projetos 2010
Gestão e gerência de projetos   2010Gestão e gerência de projetos   2010
Gestão e gerência de projetos 2010
 
Gerenciamento De Projeto Para Slideshare
Gerenciamento De Projeto Para SlideshareGerenciamento De Projeto Para Slideshare
Gerenciamento De Projeto Para Slideshare
 
Planejamento De Projetos
Planejamento De ProjetosPlanejamento De Projetos
Planejamento De Projetos
 

Destaque

Gerenciamento de Projetos - Aula02 - Conceitos - fase de iniciaçãoo
Gerenciamento de Projetos - Aula02 - Conceitos - fase de iniciaçãooGerenciamento de Projetos - Aula02 - Conceitos - fase de iniciaçãoo
Gerenciamento de Projetos - Aula02 - Conceitos - fase de iniciaçãoo
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Gerenciamento de projetos - aula 1 2015
Gerenciamento de projetos - aula 1 2015Gerenciamento de projetos - aula 1 2015
Gerenciamento de projetos - aula 1 2015
Ricardo Mendes Jr
 
Identificar as partes interessadas (Stakeholders)
Identificar as partes interessadas (Stakeholders)Identificar as partes interessadas (Stakeholders)
Identificar as partes interessadas (Stakeholders)
Luanildo Silva
 
Gerenciamento de Projetos de TI
Gerenciamento de Projetos de TIGerenciamento de Projetos de TI
Gerenciamento de Projetos de TI
Eliseu Castelo
 
Gestão de Stakeholders em Projetos, segundo o Guia PMBOK 5a ed
Gestão de Stakeholders em Projetos, segundo o Guia PMBOK 5a edGestão de Stakeholders em Projetos, segundo o Guia PMBOK 5a ed
Gestão de Stakeholders em Projetos, segundo o Guia PMBOK 5a ed
Dimitri Campana, PMP
 
Gestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_doc
Gestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_docGestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_doc
Gestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_doc
neyfds
 

Destaque (6)

Gerenciamento de Projetos - Aula02 - Conceitos - fase de iniciaçãoo
Gerenciamento de Projetos - Aula02 - Conceitos - fase de iniciaçãooGerenciamento de Projetos - Aula02 - Conceitos - fase de iniciaçãoo
Gerenciamento de Projetos - Aula02 - Conceitos - fase de iniciaçãoo
 
Gerenciamento de projetos - aula 1 2015
Gerenciamento de projetos - aula 1 2015Gerenciamento de projetos - aula 1 2015
Gerenciamento de projetos - aula 1 2015
 
Identificar as partes interessadas (Stakeholders)
Identificar as partes interessadas (Stakeholders)Identificar as partes interessadas (Stakeholders)
Identificar as partes interessadas (Stakeholders)
 
Gerenciamento de Projetos de TI
Gerenciamento de Projetos de TIGerenciamento de Projetos de TI
Gerenciamento de Projetos de TI
 
Gestão de Stakeholders em Projetos, segundo o Guia PMBOK 5a ed
Gestão de Stakeholders em Projetos, segundo o Guia PMBOK 5a edGestão de Stakeholders em Projetos, segundo o Guia PMBOK 5a ed
Gestão de Stakeholders em Projetos, segundo o Guia PMBOK 5a ed
 
Gestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_doc
Gestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_docGestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_doc
Gestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_doc
 

Semelhante a Gestao Projetos - Aula 02

Pmbok
PmbokPmbok
Pmbok
lcbj
 
Gestao De Projetos
Gestao De ProjetosGestao De Projetos
Gerencia deprojeos modulo_2_final_ (1)
Gerencia deprojeos modulo_2_final_ (1)Gerencia deprojeos modulo_2_final_ (1)
Gerencia deprojeos modulo_2_final_ (1)
maryvascon
 
Treinamento de Introdução ao Gerenciamento de Projetos
Treinamento de Introdução ao Gerenciamento de ProjetosTreinamento de Introdução ao Gerenciamento de Projetos
Treinamento de Introdução ao Gerenciamento de Projetos
Cleiton Gomes Xavier
 
Gestão e gerência de projetos 2010
Gestão e gerência de projetos   2010Gestão e gerência de projetos   2010
Gestão e gerência de projetos 2010
Gilda Almeida Sandes
 
Gerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de ProjetosGerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de Projetos
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®
Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®
Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®
Synergia - Engenharia de Software e Sistemas
 
Gestão do Projeto de Design de Interação - Aula 6
Gestão do Projeto de Design de Interação - Aula 6Gestão do Projeto de Design de Interação - Aula 6
Gestão do Projeto de Design de Interação - Aula 6
Ricardo Wagner De Farias
 
Gerenciamento de integracao
Gerenciamento de integracaoGerenciamento de integracao
Material de Estudo - DPRJ
Material de Estudo - DPRJMaterial de Estudo - DPRJ
Material de Estudo - DPRJ
Gabriela Almeida
 
Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de ProjetosGerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Projetos
Documentar Tecnologia e Informação
 
Gerenciamento de projetos #1
Gerenciamento de projetos   #1Gerenciamento de projetos   #1
Gerenciamento de projetos #1
Claudio Barbosa
 
PMO - Project Management Office
PMO - Project Management OfficePMO - Project Management Office
PMO - Project Management Office
Aragon Vieira
 
Elaboração de projetos minicurso
Elaboração de projetos   minicursoElaboração de projetos   minicurso
Elaboração de projetos minicurso
Denise Nascimento
 
Gerencia de projetos
Gerencia de projetosGerencia de projetos
Gerencia de projetos
EdisonCamilo2
 
Gestao de projetos
Gestao de projetosGestao de projetos
Gestao de projetos
maverickrocha
 
Gp resumo
Gp   resumoGp   resumo
Conceitos gerais de GP
Conceitos gerais de GPConceitos gerais de GP
Conceitos gerais de GP
joao87vidal
 
Palestra perspectivas para 2011 - Aula inaugural IBEC/INPG 2011
Palestra perspectivas para 2011 - Aula inaugural IBEC/INPG 2011Palestra perspectivas para 2011 - Aula inaugural IBEC/INPG 2011
Palestra perspectivas para 2011 - Aula inaugural IBEC/INPG 2011
Vitor Vargas
 
Governancaemtic
GovernancaemticGovernancaemtic
Governancaemtic
gueste8f73
 

Semelhante a Gestao Projetos - Aula 02 (20)

Pmbok
PmbokPmbok
Pmbok
 
Gestao De Projetos
Gestao De ProjetosGestao De Projetos
Gestao De Projetos
 
Gerencia deprojeos modulo_2_final_ (1)
Gerencia deprojeos modulo_2_final_ (1)Gerencia deprojeos modulo_2_final_ (1)
Gerencia deprojeos modulo_2_final_ (1)
 
Treinamento de Introdução ao Gerenciamento de Projetos
Treinamento de Introdução ao Gerenciamento de ProjetosTreinamento de Introdução ao Gerenciamento de Projetos
Treinamento de Introdução ao Gerenciamento de Projetos
 
Gestão e gerência de projetos 2010
Gestão e gerência de projetos   2010Gestão e gerência de projetos   2010
Gestão e gerência de projetos 2010
 
Gerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de ProjetosGerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de Projetos
 
Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®
Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®
Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®
 
Gestão do Projeto de Design de Interação - Aula 6
Gestão do Projeto de Design de Interação - Aula 6Gestão do Projeto de Design de Interação - Aula 6
Gestão do Projeto de Design de Interação - Aula 6
 
Gerenciamento de integracao
Gerenciamento de integracaoGerenciamento de integracao
Gerenciamento de integracao
 
Material de Estudo - DPRJ
Material de Estudo - DPRJMaterial de Estudo - DPRJ
Material de Estudo - DPRJ
 
Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de ProjetosGerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Projetos
 
Gerenciamento de projetos #1
Gerenciamento de projetos   #1Gerenciamento de projetos   #1
Gerenciamento de projetos #1
 
PMO - Project Management Office
PMO - Project Management OfficePMO - Project Management Office
PMO - Project Management Office
 
Elaboração de projetos minicurso
Elaboração de projetos   minicursoElaboração de projetos   minicurso
Elaboração de projetos minicurso
 
Gerencia de projetos
Gerencia de projetosGerencia de projetos
Gerencia de projetos
 
Gestao de projetos
Gestao de projetosGestao de projetos
Gestao de projetos
 
Gp resumo
Gp   resumoGp   resumo
Gp resumo
 
Conceitos gerais de GP
Conceitos gerais de GPConceitos gerais de GP
Conceitos gerais de GP
 
Palestra perspectivas para 2011 - Aula inaugural IBEC/INPG 2011
Palestra perspectivas para 2011 - Aula inaugural IBEC/INPG 2011Palestra perspectivas para 2011 - Aula inaugural IBEC/INPG 2011
Palestra perspectivas para 2011 - Aula inaugural IBEC/INPG 2011
 
Governancaemtic
GovernancaemticGovernancaemtic
Governancaemtic
 

Mais de Robson Silva Espig

Master Place - Convenção Bloco D
Master Place - Convenção Bloco DMaster Place - Convenção Bloco D
Master Place - Convenção Bloco D
Robson Silva Espig
 
Aquarelas Envelhecidas
Aquarelas EnvelhecidasAquarelas Envelhecidas
Aquarelas Envelhecidas
Robson Silva Espig
 
[ reference ] Processos - PMBOK
[ reference ] Processos - PMBOK[ reference ] Processos - PMBOK
[ reference ] Processos - PMBOK
Robson Silva Espig
 
[ ref ] Convergência - Mobilidade
[ ref ] Convergência - Mobilidade[ ref ] Convergência - Mobilidade
[ ref ] Convergência - Mobilidade
Robson Silva Espig
 
[ ref ] Normalizing a Data Model in SQL Server
[ ref ] Normalizing a Data Model in SQL Server[ ref ] Normalizing a Data Model in SQL Server
[ ref ] Normalizing a Data Model in SQL Server
Robson Silva Espig
 
A Evolucao dos Processos de Desenvolvimento de Software
A Evolucao dos Processos de Desenvolvimento de SoftwareA Evolucao dos Processos de Desenvolvimento de Software
A Evolucao dos Processos de Desenvolvimento de Software
Robson Silva Espig
 
Como implementar uma plataforma de ILM com eficiência, reduzindo custos
Como implementar uma plataforma de ILM com eficiência, reduzindo custosComo implementar uma plataforma de ILM com eficiência, reduzindo custos
Como implementar uma plataforma de ILM com eficiência, reduzindo custos
Robson Silva Espig
 
Gestao Projetos - Aula 01
Gestao Projetos - Aula 01Gestao Projetos - Aula 01
Gestao Projetos - Aula 01
Robson Silva Espig
 
Aula 01
Aula 01Aula 01
Aula 05
Aula 05Aula 05
Aula 04
Aula 04Aula 04
Aula 02
Aula 02Aula 02
Caso de Desenvolvimento
Caso de DesenvolvimentoCaso de Desenvolvimento
Caso de Desenvolvimento
Robson Silva Espig
 
SOA
SOASOA
Aula 03
Aula 03Aula 03
RAD
RADRAD
Analise de Requisitos de Software
Analise de Requisitos de SoftwareAnalise de Requisitos de Software
Analise de Requisitos de Software
Robson Silva Espig
 
Desenvolvimento Iterativo e Incremental
Desenvolvimento Iterativo e IncrementalDesenvolvimento Iterativo e Incremental
Desenvolvimento Iterativo e Incremental
Robson Silva Espig
 
Implantacao de Software
Implantacao de SoftwareImplantacao de Software
Implantacao de Software
Robson Silva Espig
 

Mais de Robson Silva Espig (20)

Master Place - Convenção Bloco D
Master Place - Convenção Bloco DMaster Place - Convenção Bloco D
Master Place - Convenção Bloco D
 
Aquarelas Envelhecidas
Aquarelas EnvelhecidasAquarelas Envelhecidas
Aquarelas Envelhecidas
 
[ reference ] Processos - PMBOK
[ reference ] Processos - PMBOK[ reference ] Processos - PMBOK
[ reference ] Processos - PMBOK
 
[ ref ] Convergência - Mobilidade
[ ref ] Convergência - Mobilidade[ ref ] Convergência - Mobilidade
[ ref ] Convergência - Mobilidade
 
[ ref ] Normalizing a Data Model in SQL Server
[ ref ] Normalizing a Data Model in SQL Server[ ref ] Normalizing a Data Model in SQL Server
[ ref ] Normalizing a Data Model in SQL Server
 
A Evolucao dos Processos de Desenvolvimento de Software
A Evolucao dos Processos de Desenvolvimento de SoftwareA Evolucao dos Processos de Desenvolvimento de Software
A Evolucao dos Processos de Desenvolvimento de Software
 
Como implementar uma plataforma de ILM com eficiência, reduzindo custos
Como implementar uma plataforma de ILM com eficiência, reduzindo custosComo implementar uma plataforma de ILM com eficiência, reduzindo custos
Como implementar uma plataforma de ILM com eficiência, reduzindo custos
 
Gestao Projetos - Aula 01
Gestao Projetos - Aula 01Gestao Projetos - Aula 01
Gestao Projetos - Aula 01
 
Aula 01
Aula 01Aula 01
Aula 01
 
Aula 05
Aula 05Aula 05
Aula 05
 
Aula 04
Aula 04Aula 04
Aula 04
 
Aula 02
Aula 02Aula 02
Aula 02
 
Caso de Desenvolvimento
Caso de DesenvolvimentoCaso de Desenvolvimento
Caso de Desenvolvimento
 
SOA
SOASOA
SOA
 
Aula 03
Aula 03Aula 03
Aula 03
 
Artigo Caso de Uso
Artigo Caso de UsoArtigo Caso de Uso
Artigo Caso de Uso
 
RAD
RADRAD
RAD
 
Analise de Requisitos de Software
Analise de Requisitos de SoftwareAnalise de Requisitos de Software
Analise de Requisitos de Software
 
Desenvolvimento Iterativo e Incremental
Desenvolvimento Iterativo e IncrementalDesenvolvimento Iterativo e Incremental
Desenvolvimento Iterativo e Incremental
 
Implantacao de Software
Implantacao de SoftwareImplantacao de Software
Implantacao de Software
 

Gestao Projetos - Aula 02

  • 1. GESTÃO DE PROJETOS Aula 02 METODOLOGIA DE GESTÃO DE PROJETOS Prof. Cleuber Moreira Fernandes Mestre em Ciência da Computação - UnB Cleubermf@yahoo.com.br http://br.groups.yahoo.com/group/GP-2008
  • 2. 1. PMBOK - Project Management Body of Knowledge Conjunto de conhecimentos em gerenciamento de projetos amplamente reconhecido como boa prática - proposto e mantido pelo Project Management Institute – PMI,. A equipe de gerenciamento de projetos é responsável por determinar o que é adequado para um projeto específico. UM PROJETO É UM ESFORÇO TEMPORÁRIO EMPREENDIDO PARA CRIAR UM PRODUTO, SERVIÇO OU RESULTADO EXCLUSIVO. 2. Diferenças entre Projetos e Operações/Atividades 3. Projetos e Planejamento Estratégico Os projetos são normalmente autorizados como um resultado de uma ou mais das seguintes considerações estratégicas: • Uma demanda de mercado • Uma necessidade organizacional • Uma solicitação de um cliente • Um avanço tecnológico • Um requisito legal
  • 3. REQUISITOS DO PROJETO 4. Grupos de Processos C O N T R O L E 5. Por que gerenciar projetos? ESCOPO EXTENSO E COMPLEXO, ESCASSEZ DE TEMPO E ORÇAMENTO. Exemplos de Fatos concretos que limitam as opções da equipe: • O projeto deverá estar operacional até o ano fiscal de 2009; • O limite de gastos é de R$ 50.000,00; • Todos os produtos devem atender às especificações da norma X.
  • 4. 6. Benefícios de GP • AUMENTA A CONFIANÇA e o grau de certeza dos interessados; • O gerenciamento EVITA SURPRESAS; • Antecipa as situações desfavoráveis; • AGILIZA AS DECISÕES; • Aumenta o controle gerencial; • Melhora continuamente os projetos; • Faz o BALANCEAMENTO DE DEMANDAS CONCORRENTES, PRIORIZA OS PROJETOS; • Melhora o ACOMPANHAMENTO E O CONTROLE; (fornecendo um método consistente para acompanhar tarefas e marcos); • EXPANDE A COMUNICAÇÃO entre os Stakeholders; • OTIMIZAÇÃO DOS RECURSOS; • Fornece um mecanismo para MEDIÇÃO DO DESEMPENHO. 7. Gerente de Projetos O gerente de projetos tem como principais responsabilidades: • Identificar as necessidades; • ESTABELECER OBJETIVOS CLAROS E ALCANÇÁVEIS; • Balancear as demandas conflitantes de qualidade, escopo, tempo e custo; • INTEGRAR TODOS OS ENVOLVIDOS; • DESENVOLVER O PLANO DO PROJETO em conjunto com a equipe; • Orientar, organizar e convocar todos os interessados para reuniões de projeto. 8. ORGANIZAÇÃO DO PMBOK
  • 5.
  • 6. 9. Ciclo de vida de um projeto A empresa ou os gerentes de projetos podem dividir projetos em fases que são conhecidas como o ciclo de vida do projeto. Características do ciclo de vida do projeto: • O CICLO DE VIDA DO PROJETO DEFINE AS FASES QUE CONECTAM O INÍCIO E O FINAL DO PROJETO; • As fases do ciclo de vida de um projeto não são iguais aos grupos de processos de gerenciamento de projetos. 10. Partes Interessadas no Projeto – Stakeholders
  • 7. 11. Interação entre Processos 12. Grupo de Processos de Iniciação PROCESSOS QUE FACILITAM A AUTORIZAÇÃO FORMAL para iniciar um novo projeto ou uma fase do projeto. Desenvolver o termo de abertura do projeto Este processo trata principalmente da AUTORIZAÇÃO DO PROJETO ou, em um projeto com várias fases, de uma fase do projeto. É o processo necessário para DOCUMENTAÇÃO DAS NECESSIDADES DE NEGÓCIOS E DO NOVO PRODUTO, serviço ou outro resultado que deve satisfazer esses requisitos. Desenvolver a declaração do escopo preliminar do projeto Produz uma DEFINIÇÃO PRELIMINAR de alto nível do projeto. Este processo aborda e documenta os requisitos do projeto e da entrega, os REQUISITOS do produto, os LIMITES do projeto, os métodos de ACEITAÇÃO. 13. Grupo de Processos de Planejamento PLANEJAR e gerenciar um projeto bem sucedido para a organização. O Grupo de processos de planejamento ajuda a coletar informações de muitas fontes. Os processos de planejamento desenvolvem o PLANO DE GERENCIAMENTO DO PROJETO. Esses processos também IDENTIFICAM, DEFINEM E AMADURECEM O ESCOPO DO PROJETO, O CUSTO DO PROJETO E AGENDAM AS ATIVIDADES DO PROJETO QUE OCORREM DENTRO DELE.
  • 8.
  • 9. Desenvolver o plano de gerenciamento do projeto Este é o processo necessário para DEFINIR, PREPARAR, INTEGRAR E COORDENAR TODOS OS PLANOS AUXILIARES EM UM PLANO DE GERENCIAMENTO DO PROJETO. O plano de gerenciamento do projeto se torna a principal fonte de informações de como o projeto será planejado, executado, monitorado e controlado, e encerrado. Planejamento do escopo Este é o processo necessário para criar um plano de gerenciamento do escopo do projeto que DOCUMENTA COMO O ESCOPO DO PROJETO SERÁ DEFINIDO, VERIFICADO E CONTROLADO e como a estrutura analítica do projeto será criada e definida. Definição do escopo Este é o processo necessário para desenvolver uma DECLARAÇÃO DO ESCOPO DETALHADA do projeto como base para futuras decisões do projeto. Criar EAP Este é o processo necessário para SUBDIVIDIR AS PRINCIPAIS ENTREGAS do projeto e do TRABALHO DO PROJETO em componentes menores e mais facilmente gerenciáveis. Definição da atividade Este é o processo necessário para IDENTIFICAR AS ATIVIDADES específicas que precisam ser realizadas para produzir as várias entregas do projeto. Seqüenciamento de atividades Este é o processo necessário para identificar e documentar as DEPENDÊNCIAS ENTRE AS ATIVIDADES do cronograma. Estimativa de recursos da atividade Este é o processo necessário para ESTIMAR O TIPO E AS QUANTIDADES DE RECURSOS necessários para realizar cada atividade do cronograma. Estimativa de duração da atividade Este é o processo necessário para ESTIMAR O NÚMERO DE PERÍODOS DE TRABALHO que serão necessários para terminar atividades do cronograma específicas. Desenvolvimento do cronograma Este é o processo necessário para ANALISAR OS RECURSOS NECESSÁRIOS, RESTRIÇÕES DO CRONOGRAMA, DURAÇÕES E SEQÜÊNCIAS DE ATIVIDADES para criar o cronograma do projeto.
  • 10. Estimativa de custos Este é o processo necessário para desenvolver uma APROXIMAÇÃO DOS CUSTOS dos recursos necessários para terminar as atividades do projeto. Orçamentação Este é o processo necessário para AGREGAR OS CUSTOS ESTIMADOS DE ATIVIDADES individuais ou pacotes de trabalho para estabelecer uma linha de base dos custos. Planejamento da qualidade Este é o processo necessário para identificar os PADRÕES DE QUALIDADE RELEVANTES para o projeto e determinar COMO SATISFAZÊ-LOS. Planejamento de recursos humanos Este é o processo necessário para identificar e documentar FUNÇÕES, RESPONSABILIDADES E RELAÇÕES HIERÁRQUICAS do projeto, além de criar o plano de gerenciamento de pessoal. Planejamento das comunicações Este é o processo necessário para determinar as NECESSIDADES DE INFORMAÇÃO E DE COMUNICAÇÃO das partes interessadas no projeto. Planejamento do gerenciamento de riscos Este é o processo necessário para decidir COMO ABORDAR, PLANEJAR E EXECUTAR as atividades de GERENCIAMENTO DE RISCOS de um projeto. Identificação de riscos Este é o processo necessário para DETERMINAR OS RISCOS que podem afetar o projeto e documentar suas características. Análise qualitativa de riscos Este é o processo necessário para PRIORIZAR RISCOS para análise ou ação adicional subseqüente através de avaliação e combinação de sua PROBABILIDADE DE OCORRÊNCIA E IMPACTO. Análise quantitativa de riscos Este é o processo necessário para ANALISAR NUMERICAMENTE O EFEITO DOS RISCOS identificados nos objetivos gerais do projeto. Planejamento de respostas a riscos Este é o processo necessário para desenvolver OPÇÕES E AÇÕES PARA AUMENTAR AS OPORTUNIDADES E REDUZIR AS AMEAÇAS aos objetivos do projeto.
  • 11. Planejar compras e aquisições Este é o processo necessário para determinar O QUE COMPRAR OU ADQUIRIR E QUANDO E COMO fazer isso. Planejar contratações Este é o processo necessário para documentar os requisitos de produtos, serviços e resultados e IDENTIFICAR POSSÍVEIS FORNECEDORES. 14. Grupo de Processos de Execução TERMINAR O TRABALHO DEFINIDO NO PLANO DE GERENCIAMENTO DO PROJETO A FIM DE CUMPRIR OS REQUISITOS DO PROJETO. Orientar e gerenciar a execução do projeto Este é o processo necessário para ORIENTAR AS DIVERSAS INTERFACES TÉCNICAS E ORGANIZACIONAIS que existem no projeto para executar o trabalho definido no plano de gerenciamento do projeto. Realizar a garantia da qualidade Este é o processo necessário para APLICAR AS ATIVIDADES DE QUALIDADE PLANEJADAS e sistemáticas para garantir que o projeto emprega todos os processos necessários para atender aos requisitos. Contratar ou mobilizar a equipe do projeto
  • 12. Este é o processo necessário para OBTER OS RECURSOS HUMANOS necessários para terminar o projeto. Desenvolver a equipe do projeto Este é o processo necessário para MELHORAR AS COMPETÊNCIAS E A INTERAÇÃO de membros da equipe para aprimorar o DESEMPENHO do projeto. Distribuição das informações Este é o processo necessário para COLOCAR AS INFORMAÇÕES À DISPOSIÇÃO das partes interessadas no projeto no MOMENTO OPORTUNO. Solicitar respostas de fornecedores Este é o processo necessário para obter informações, COTAÇÕES, LICITAÇÕES, OFERTAS OU PROPOSTAS. Selecionar fornecedores Este é o processo necessário para REVISAR OFERTAS, ESCOLHER ENTRE POSSÍVEIS FORNECEDORES E NEGOCIAR UM CONTRATO por escrito com o fornecedor.
  • 13. 15. Grupo de Processos de Monitoramento e Controle OBSERVAR A EXECUÇÃO do projeto, de forma que possíveis PROBLEMAS POSSAM SER IDENTIFICADOS no momento adequado e que possam ser tomadas AÇÕES CORRETIVAS, quando necessário, para CONTROLAR A EXECUÇÃO do projeto. Monitorar e controlar o trabalho do projeto Este é o processo necessário para COLETAR, MEDIR E DISSEMINAR INFORMAÇÕES sobre o desempenho e AVALIAR AS MEDIÇÕES E AS TENDÊNCIAS para efetuar melhorias no processo.
  • 14. Este processo inclui o MONITORAMENTO DE RISCOS para garantir que os riscos sejam identificados no início, que o andamento seja relatado e que planos de risco adequados estejam sendo executados. Controle integrado de mudanças Este é o processo necessário para CONTROLAR OS FATORES QUE CRIAM MUDANÇAS para garantir que essas mudanças sejam benéficas, determinar se ocorreu uma mudança e GERENCIAR AS MUDANÇAS APROVADAS, inclusive o momento em que ocorrem. Verificação do escopo Este é o processo necessário para FORMALIZAR A ACEITAÇÃO DAS ENTREGAS do projeto terminadas. Controle do escopo Este é o processo necessário para CONTROLAR AS MUDANÇAS feitas no ESCOPO do projeto. Controle do cronograma Este é o processo necessário para CONTROLAR AS MUDANÇAS feitas no CRONOGRAMA do projeto. Controle de custos O processo de influenciar os fatores que criam as variações e CONTROLAR AS MUDANÇAS NO ORÇAMENTO do projeto. Realizar o controle da qualidade Este é o processo necessário para monitorar resultados específicos do projeto a fim de determinar se eles estão de acordo com os PADRÕES RELEVANTES DE QUALIDADE E IDENTIFICAR MANEIRAS DE ELIMINAR AS CAUSAS de um desempenho insatisfatório. Gerenciar a equipe do projeto Este é o processo necessário para acompanhar o DESEMPENHO DE MEMBROS DA EQUIPE, fornecer feedback, resolver problemas e coordenar mudanças para melhorar o desempenho do projeto. Relatório de desempenho Este é o processo necessário para COLETAR E DISTRIBUIR INFORMAÇÕES sobre o desempenho. Isso inclui relatório de andamento, MEDIÇÃO DO PROGRESSO e previsão. Gerenciar as partes interessadas Este é o processo necessário para GERENCIAR A COMUNICAÇÃO a fim de satisfazer os requisitos das partes interessadas no projeto e RESOLVER PROBLEMAS com elas.
  • 15. Monitoramento e controle de riscos Este é o processo necessário para ACOMPANHAR OS RISCOS identificados, MONITORAR OS RISCOS RESIDUAIS, IDENTIFICAR NOVOS RISCOS, EXECUTAR PLANOS DE RESPOSTAS A RISCOS e avaliar sua eficiência durante todo o ciclo de vida do projeto. Administração de contrato Este é o processo necessário para GERENCIAR O CONTRATO e a RELAÇÃO ENTRE O COMPRADOR E O FORNECEDOR, analisar e documentar o desempenho atual ou passado de um fornecedor e, quando adequado, gerenciar a relação contratual com o comprador externo do projeto. 16. Grupo de Processos de Encerramento FINALIZAR FORMALMENTE TODAS AS ATIVIDADES DE UM PROJETO ou de uma fase do projeto, ENTREGAR O PRODUTO TERMINADO para outros ou encerrar um projeto cancelado. Encerrar o projeto Este é o processo necessário para FINALIZAR TODAS AS ATIVIDADES em todos os grupos de processos para ENCERRAR FORMALMENTE O PROJETO ou uma fase do projeto. Encerramento do contrato Este é o processo necessário para TERMINAR E LIQUIDAR CADA CONTRATO, inclusive a resolução de quaisquer itens em aberto, e encerrar cada contrato aplicável ao projeto ou a uma fase do projeto.