Gerenciamento de projetos - Iniciação

2.925 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.925
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
380
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gerenciamento de projetos - Iniciação

  1. 1. 1 Gerenciamento de Projetos
  2. 2. 2 APRESENTAÇÃO  Vice-presidente do PMI-GO  Sócio-consultor da Moneo Métodos, Processos e Tecnologia  Especialista em Gerenciamento de Projetos - FGV  Bacharel em Ciência da Computação - UCG  Microsoft Certified Specialist Technology:  Project 2007, Managing Projects  Windows Sharepoint Services 3.0  Certificado pelo Exin:  ITILv3 Foundations  Foundation Certificate in IT – Service Management
  3. 3. 3 CONTATOS  E-mail: paulo@pmigo.org.br  Blog: www.pejota.net  Twitter: @pejota81  Site: www.moneo.com.br
  4. 4. 4 EMENTA  Projetos  Gerenciamento de Projetos  PMI  PMI-GO  Estudo de Benchmarking  Padrões (Standards)  Certificações  Apresentação do curso  Grupos de processos de Iniciação  Desenvolver o Termo de abertura do Projeto (Integração)  Identificar as partes Interessadas (Comunicação)
  5. 5. 5 PROJETO  O que é projeto?
  6. 6. 6 PROJETO  O que é projeto?
  7. 7. 7 PROJETO “Um projeto é um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo” PMBoK
  8. 8. 8 PROJETO Como Iniciam ? Como o Gerente de Projeto é Selecionado ?
  9. 9. 9 PROJETO PENSAMENTO ESTRATÉGICO ESTRATÉGIAS IDENTIFICAÇÃO DE PROJETOS PROJETOS GESTÃO ESTRATÉGICA GESTÃO POR PROJETOS DEFININDO A EMPRESA DO FUTURO TRANSFORMANDO IDÉIAS EM REALIDADE Como surgem os projetos?
  10. 10. 10 PORTFÓLIO “Conjunto de projetos ou programas e outros trabalhos, agrupados para facilitar o gerenciamento eficaz desse trabalho a fim de atingir os objetivos de negócios estratégicos.” PMBoK
  11. 11. 11 PROGRAMA “Um grupo de projetos gerenciados de modo coordenado para a obtenção de benefícios e controle que não estariam disponíveis se eles fossem gerenciados individualmente.” PMBoK
  12. 12. 12 GERENCIAMENTO DE PROJETOS Por que é preciso gerenciar os projetos?
  13. 13. 13 GERENCIAMENTO DE PROJETOS Por que é preciso gerenciar os projetos? "A disciplina de gerência de projetos articulada em nível organizacional é competência fundamental para a realização das estratégias corporativas, através da contínua entrega de projetos bem-sucedidos." Schlichter (2001)
  14. 14. 14 GERENCIAMENTO DE PROJETOS Isso funciona mesmo?
  15. 15. 15 GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  16. 16. 16 GERENCIAMENTO DE PROJETOS Em 2002, eles decidiram estrategicamente priorizar o gerenciamento dos projetos Os gerentes de todas as áreas receberam treinamento em Gerenciamento de Projetos Todos os gerentes de projetos sêniores tem que ter certificação PMI Mais de 2000 empregados certificados PMP em 2007
  17. 17. 17 GERENCIAMENTO DE PROJETOS “O gerenciamento de projetos é a aplicação de conhecimento, habilidades, ferramentas e técnicas às atividades do projeto a fim de cumprir seus requisitos.” PMBOK 4ª edição (Pág. 37)
  18. 18. 18 GERENCIAMENTO DE PROJETOS As 9 áreas de conhecimento
  19. 19. 19 GERENCIAMENTO DE PROJETOS Os 5 grupos de processos
  20. 20. 20 GERENCIAMENTO DE PROJETOS O que é feito durante a iniciação do projeto?  O Grupo de processos de iniciação é constituído pelos processos que facilitam a autorização formal para iniciar um novo projeto ou uma fase do projeto.  A descrição inicial do escopo e os recursos que a organização está disposta a investir passam por um refinamento adicional durante o processo de iniciação. Se o gerente de projetos ainda não tiver sido designado, ele será selecionado. As premissas e as restrições iniciais também serão documentadas.
  21. 21. 21 GERENCIAMENTO DE PROJETOS O que é feito durante o planejamento do projeto?  A equipe de gerenciamento de projetos usa o Grupo de processos de planejamento e seus processos constituintes e interações para planejar e gerenciar um projeto. O Grupo de processos de planejamento ajuda a coletar informações de muitas fontes.  Os processos de planejamento desenvolvem o plano de gerenciamento do projeto. Esses processos também identificam, definem e amadurecem o escopo do projeto, o custo do projeto e agendam as atividades do projeto que ocorrem dentro dele.
  22. 22. 22 GERENCIAMENTO DE PROJETOS O que é feito durante a execução do projeto?  O Grupo de processos de execução é constituído pelos processos usados para terminar o trabalho definido no plano de gerenciamento do projeto a fim de cumprir os requisitos do projeto.  Este grupo de processos envolve a coordenação das pessoas e dos recursos, além da integração e da realização das atividades do projeto de acordo com o plano de gerenciamento do projeto.
  23. 23. 23 GERENCIAMENTO DE PROJETOS O que é feito durante o controle do projeto?  O Grupo de processos de monitoramento e controle é constituído pelos processos realizados para observar a execução do projeto, de forma que possíveis problemas possam ser identificados no momento adequado e que possam ser tomadas ações corretivas, quando necessário, para controlar a execução do projeto.  O Grupo de processos de monitoramento e controle também inclui o controle de mudanças e a recomendação de ações preventivas, antecipando possíveis problemas.
  24. 24. 24 GERENCIAMENTO DE PROJETOS O que é feito durante o encerramento do projeto?  O Grupo de processos de encerramento inclui os processos usados para finalizar formalmente todas as atividades de um projeto ou de uma fase do projeto, entregar o produto terminado para outros ou encerrar um projeto cancelado.  Este grupo de processos, quando terminado, verifica se os processos definidos estão terminados dentro de todos os grupos de processos para encerrar o projeto ou uma fase do projeto, conforme adequado, e estabelece formalmente que o projeto ou a fase do projeto está concluída.
  25. 25. 25 GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  26. 26. 26 GERENCIAMENTO DE PROJETOS Início Tempo Influência das partes Interessadas Custo da Mudança
  27. 27. 27 PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE  Instituto de Gerenciamento de Projetos (Project Management Institute)  40 anos de criação  Maior Instituto de GP no Mundo  Membros em mais de 160 Países  Mais de 300.000 filiados  Mais de 370.000 certificados  Entre as 5 certificações mais desejadas (1a não tecnológica)  Desenvolve vários padrões para Gerenciamento de Projetos, sendo o PMBoK o mais conhecido
  28. 28. 28 PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE  www.pmi.org  www.pmi.org.br  www.pmigo.org.br  www.pmidf.org  www.pmies.org.br  www.pmimg.org.br  www.pmirio.org.br  www.pmisp.org.br  www.pmiba.org.br  www.pmipe.org.br  www.pmiam.org.br  www.pmice.org.br  www.pmipr.org.br  www.pmirs.org.br  www.pmisc.org.br
  29. 29. 29 PMI-GO  Projetos para 2011:  7º Seminário de Gerenciamento de Projetos  3º Curso de Gerenciamento de Projetos  PMI-GO Road Show  Ciclo de Palestras  Grupos de estudos  Eventos para filiados
  30. 30. 30 ESTUDO DE BENCHMARKING
  31. 31. 31 ESTUDO DE BENCHMARKING
  32. 32. 32 ESTUDO DE BENCHMARKING
  33. 33. 33 ESTUDO DE BENCHMARKING
  34. 34. 34 ESTUDO DE BENCHMARKING
  35. 35. 35 ESTUDO DE BENCHMARKING
  36. 36. 36 PADRÕES (STANDARDS) - PMI
  37. 37. 37 CERTIFICAÇÕES - PMI  PMP – Project Management Professional  CAPM – Certified Associate Project Management  PgMP – Program Management Professional  PMI-SP – PMI Schedulling Professional  PMI-RMP – PMI Risk Management Professional
  38. 38. 38 ESTRUTURA DO CURSO  16/11/2010 (Terça-Feira)  Paulo Alves Jr.  Introdução do Curso  Introdução ao gerenciamento de projetos  Grupo de Processos de Iniciação  Desenvolver o Termo de abertura do Projeto (Integração)  Identificar as partes Interessadas (Comunicação)
  39. 39. 39 ESTRUTURA DO CURSO  17/11/2010 - (Quarta-Feira)  Adaildo Soares do Vale  Grupo de Processos de Planejamento  Coletar os Requisitos (Escopo)  Definir o Escopo (Escopo)  Criar a Estrutura AP (Escopo)
  40. 40. 40 ESTRUTURA DO CURSO  18 e 23/11/2010 - (Quinta e Terça-Feira)  Fabrício Kruel  Grupo de Processos de Planejamento  Definir as Atividades (Tempo)  Sequenciar as Atividades (Tempo)  Estimar os Recursos das Atividades (Tempo)  Estimar as durações das Atividades (Tempo)  Desenvolver o Cronograma (Tempo)  Estimar os Custos (Custo)  Determinar o Orçamento (Custo)
  41. 41. 41 ESTRUTURA DO CURSO  24/11/2010 - (Quarta-Feira)  Paulo Alves  Grupo de Processos de Planejamento  Planejar o Gerenciamento dos Riscos (Risco)  Identificar os Riscos (Risco)  Realizar a Análise Qualitativa dos Riscos (Risco)  Realizar a Análise Quantitativa dos Riscos (Risco)  Planejar as Respostas aos Riscos (Risco)
  42. 42. 42 ESTRUTURA DO CURSO  25 e 30/11/2010 - (Quinta e Terça-Feira)  Ediane Sanabio  Grupo de Processos de Planejamento  Planejar a Qualidade (Qualidade)  Desenvolver o Plano de RH (Recursos Humanos)  Planejar as Comunicações (Comunicação)  Planejar as Aquisições (Aquisições)  Desenvolver o Plano de Gerenciamento do Projeto (Integração)
  43. 43. 43 ESTRUTURA DO CURSO  25 e 30/11/2010 - (Quinta e Terça-Feira)  Ediane Sanabio  Grupo de Processos de Execução  Orientar e Gerenciar a Execução do Projeto (Integração)  Realizar a Garantia da Qualidade (Qualidade)  Mobilizar a Equipe do Projeto (Recursos Humanos)  Desenvolver a Equipe do Projeto (Recursos Humanos)  Gerenciar a Equipe do Projeto (Recursos Humanos)  Distribuir as Informações (Comunicação)  Gerenciar as Expectativas das Partes Interessadas (Comunicação)  Conduzir as Aquisições (Aquisições)
  44. 44. 44 ESTRUTURA DO CURSO  01/12/2010 - (Quarta-Feira)  Paulo Alves  MEGA DESAFIO  Desenvolver Plano de Gerenciamento de Projetos (Atividade em Grupo)
  45. 45. 45 ESTRUTURA DO CURSO  02/12/2010 - (Quinta-Feira)  Adriano Santana  Grupo de Processos de Monitoração e Controle  Monitorar e Controlar o Trabalho do Projeto (Integração)  Realizar o Controle Integrado de Mudanças (Integração)  Verificar o Escopo (Escopo)  Controlar o Escopo (Escopo)  Controlar o Cronograma (Tempo)  Controlar os Custos (Tempo)  Realizar o Controle da Qualidade (Qualidade)  Reportar o Desempenho (Comunicação)  Monitorar e Controlar os Riscos (Riscos)  Administrar as Aquisições (Aquisições)
  46. 46. 46 ESTRUTURA DO CURSO  02/12/2010 - (Quinta-Feira)  Adriano Santana  Grupo de Processos de Encerramento  Encerrar o Projeto ou Fase (Integração)  Encerrar as Aquisições (Aquisições)
  47. 47. 47 Fase de Iniciação e t
  48. 48. 48 Quando um Projeto inicia ?
  49. 49. 49 4.1. Desenvolver o Termo de Abertura do Projeto “É o processo de desenvolvimento de um documento que formalmente autoriza um projeto ou uma fase e a documentação dos requisitos iniciais que satisfaçam as necessidades e expectativas das partes interessadas” PMBoK
  50. 50. 50 Informações necessárias Declaração do Trabalho Business Case Contrato Fatores Ambientais da Empresa Ativos de Processos Organizacionais Como fazer? Opinião Especializada Resultados Termo de Abertura do Projeto 4.1. Desenvolver o Termo de Abertura do Projeto
  51. 51. 51  Declaração do Trabalho (DT)  Declaração narrativa dos produtos e serviços a serem fornecidos pelo projeto. Ela informa:  Necessidade de negócios  Descrição do Escopo do Produto  Plano Estratégico  Business Case  Fornece informações necessárias do ponto de vista de um negócio, para determinar se o projeto justifica ou não o investimento. 4.1. Desenvolver o Termo de Abertura do Projeto - Entradas
  52. 52. 52  Contrato  é uma entrada se o projeto está sendo realizado por um cliente externo.  Fatores Ambientais da Empresa  Padrões governamentais ou industriais  Infraestrutura organizacional / cultural  Condições de mercado  Ativos de Processos Organizacionais  Processos organizacionais padronizados e políticas usadas na Organização  Modelos (Ex: Termo de Abertura do Projeto)  Informações históricas e lições aprendidas 4.1. Desenvolver o Termo de Abertura do Projeto - Entradas
  53. 53. 53 A TÉCNICA SMART  O primeiro uso deste termo foi feito provavelmente por Peter Drucker, em 1954.  É uma técnica para avaliar os objetivos de um determinado projeto. É o seu “teste de realidade”.  Se os seus objetivos não são “inteligentes”, não será possível alterar a realidade a seu favor.
  54. 54. 54 S – M – A – R – T LETRA TERM TERMO S Specific Específico M Measurable Mensurável A Attainable Atingível R Relevant Significante T Time-bound Temporal
  55. 55. 55 OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Objetivos devem ser simples, claros, diretos e devem enfatizar o que se quer.  Ex.: “Eu quero ser uma pessoa melhor” X “Vou participar de uma atividade voluntária duas vezes por mês”.  Ex.: “Vou recuperar as matas do município” X “Vou reflorestar a APP do Rio Corgão de sua nascente até o limite da zona urbana, até o final do ano”
  56. 56. 56 OBJETIVOS MENSURÁVEIS  O que não se pode medir não se pode gerenciar.  É uma forma de saber se estamos ou não nos aproximando do nosso objetivo, dando mais ânimo na realização do trabalho.  É importante definir o quê será medido e de que forma (Ex.: n. de alunos X aprendizado).  Ex.: “Vou ficar menos feio” X “Vou perder/ganhar 3 Kg por mês”.  Ex.: “Quero ficar mais rico” X “Vou diminuir o número de devoluções de mercadoria por defeito em 10%”
  57. 57. 57 OBJETIVOS ATINGÍVEIS  Os objetivos devem ser passíveis de realização. Se forem muito difíceis ou muito fáceis, podem levar ao desânimo.  Os objetivos devem ser desafiantes, de tal forma que você possa usar suas capacidades ao máximo, mas ainda tendo o controle da situação.  Ex.: “Vou fazer agachamento com 500 kg” – Só o Arnold Schwarzenegger!  Ex.: “Vou dirigir na Fórmula 1 minha vida inteira” – Só o Rubens Barrichello!
  58. 58. 58 OBJETIVOS SIGNIFICANTES  Objetivos devem ser definidos a partir de um contexto maior, o qual lhes dá sentido.  Ex.: Se seu objetivo é construir uma casa, ficar pesquisando a prataria não é significante.  Ex.: Se você quer tirar nota boa no exame da OAB no próximo mês, pesquisar sobre nós de gravata no Google não é significante.
  59. 59. 59 OBJETIVOS TEMPORAIS  Colocar um prazo nos nossos objetivos nos ajuda a ter um alvo claro, para que possamos mobilizar nossos esforços.  Sem colocar prazo, tendemos a procastinar, pois, afinal de contas, podemos começar a qualquer hora! E porque justamente hoje, né?  O prazo precisa ser atingível e realista!  Ex.: Correr uma maratona pode ser possível em 6 meses, mas não em 1 mês.
  60. 60. 60 NOTAS  Evitem usar tanto o otimismo como o pessimismo em excesso.  Evitem usar a palavra “e” no objetivo, pois dois objetivos juntos são difíceis de serem medidos! Ex.: Medir a quantidade de lixo orgânico produzido por morador na área de estudo e implementar uma área de compostagem.  Objetivos não são sagrados. O estabelecimento de objetivos é uma técnica para elaborar e comunicar projetos, os quais estão sujeitos à alterações da realidade na hora de sua execução.
  61. 61. 61 ESTUDO DE CASO ROSALINA E O PIANO
  62. 62. 62 EXERCÍCIO 01 ELABORAR O TERMO DE ABERTURA DO PROJETO  Nome do Projeto  Objetivo  Gerente do Projeto  Premissas  Restrições  Riscos  Principais Envolvidos  Assinatura do Patrocinador  TEMPO: 30 minutos
  63. 63. 63  Processo necessário para se identificar os stakeholders, qual o nível de interesse e influência no projeto e determinar as informações necessárias para satisfazer as necessidades de comunicações dos stakeholders. 10.1. Identificar partes interessadas
  64. 64. 64 10.1. Identificar partes interessadas Informações necessárias Termo de abertura do projeto Como fazer? Levantar as partes interessadas Resultados Relação das partes interessadas do projeto
  65. 65. 65 Mapa de Grau de Influência X Grau de Interesse 4 1 3 2 Mútuo GraudeInfluêncianoProjeto Base de Poder Isole e Negocie Construa Rede Política Negocie Grau de Interesse no Projeto Conflito AltoBaixo BloqueadoresAliados DesaceleradoresMembros da Rede 10.1. Identificar Partes Interessadas
  66. 66. 66 10.1. Identificar Partes Interessadas
  67. 67. 67 10.1. Identificar Partes Interessadas  Financiadores /parceiros / beneficiários  Investidores, diretores, supervisores, gerentes, público-alvo.  Participantes  Gerente ou líder e equipe do projeto, agências reguladoras, fornecedores, empreiteiros, especialistas.  Externos  Ambientalistas, líderes e grupos de comunidades, mídia, familiares dos integrantes do projeto
  68. 68. 68 EXERCÍCIO 02 IDENTIFICAR AS PARTES INTERESSADAS  Nome  Grau de Interesse no projeto  Grau de Influência no projeto  Tipo de stakeholder  Estratégia para reduzir obstáculos  TEMPO: 15 minutos
  69. 69. 69 OBRIGADO  Blog: www.pejota.net  E-mail: paulo@pmigo.org.br  Twitter: @pejota81

×