SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Baixar para ler offline
FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE
PROFESSORA BIA
SEGMENTAÇÃO ONLINE
O mercado consumidor brasileiro para o canal de compras online cresce de forma
consistente, desde que o comércio eletrônico por aqui se iniciou no final da década
de 90. Hoje, são mais de 23 milhões de pessoas diferentes que fizeram ao menos
uma compra nos últimos 12 meses pela Internet. A velocidade média de crescimento
anual deste volume é de 30% nos últimos cinco anos, e deve manter-se neste
patamar nos próximo três anos.
Hoje em dia, quase tudo pode ser comprado pela internet. Roupas, remédios,
música, computadores, comida, carros ou mesmo serviços, como passagens aéreas,
entre outros.
Uma grande loja de departamentos on-line pode ter mais de 500 mil itens distintos
de venda, em qualquer instante.
TIPOS DE SEGMENTAÇÃO
Para melhor conhecimento do mercado, usualmente os segmentos de venda on-line
são divididos em 3 grandes categorias:
 bens de consumo (ou varejo on-line)
 carros (basicamente a reserva de pedido para aquisição)
 turismo (no Brasil, preponderantemente a venda de passagens aéreas)
Esta divisão é assim formulada, pela natureza da liquidação e tipo de oferta online.
Além disso, são segmentos de natureza distinta, com mercados específicos que
merecem olhar segmentado. No gráfico a seguir, a relevância de cada uma destas
grandes categorias na última década, é destacada. Uma importante mudança
recente pode ser observada, com o ganho de importância da categoria varejo online
que desde 2009, passou a ser a de maior consumo através da internet.
FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE
PROFESSORA BIA
BRIEFING PARA CAMPANHAS ONLINE
Qual o grande diferencial entre publicidade online e a publicidade convencional?
Por meio da tecnologia é possível mensurar uma variedade muito interessante de
dados em campanhas online.
No entanto, se dentro deste contexto, não soubermos quais informações devem ser
utilizadas para avaliar a performance, não será possível avaliar a eficiência da
campanha.
É neste ponto que devemos definir os Indicadores.
Todas as campanhas de publicidade precisam de indicadores para que possamos
diagnosticar sua eficácia. É claro que cada cenário deve levar em consideração o
objetivo específico da campanha.
Exemplo:
Objetivo: Aumentar audiência ao portal/site/hotsite
É fundamental saber qual é a URL de destino da campanha
(exemplo: www.pagina1.com.br). Depois de definido para onde serão
encaminhados os internautas que clicarem em seus anúncios, estude a audiência do
site que irá recebê-los.
Procure entender alguns dados (dentro do período de um ano, no mesmo período do
ano anterior e no mês anterior ao da campanha) como:
 quantidade de visitantes
 páginas mais vistas do site (as três primeiras depois da home
normalmente é o suficiente)
 quantidade média de página vistas por internauta
FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE
PROFESSORA BIA
 dia da semana com maior acesso (se há ações pontuais que já eram
feitas antes da campanha, é comum que haja um ou mais dias da semana que
detenham o pico da audiência)
 tempo de permanência no site
Existem muitos outros dados que podem ser levados em consideração.
A equipe de TI (tanto do cliente quanto da agência), poderiam auxiliar o planejador
de mídia na criação de campanhas, levando em consideração a utilização dos 3
principais browsers e sistemas operacionais, por exemplo.
Depois de separar os itens que você analisará (antes, durante e depois da
campanha), é hora de entender o que foi solicitado no briefing e como mensurar
estes resultados.
Na primeira semana de veiculação, é importante acompanhar a entrega de
impressões que os sites estão fazendo, a quantidade de cliques, CTR (Click-through
rate) e/ou todos os ítens levados em consideração na negociação com os veículos.
Verifique os dados de audiência do site e entenda qual foi o crescimento dentro do
período.
É possível verificar de acordo com cada sistema de relatório de audiência, por
exemplo, de onde os internautas vieram para chegar ao seu site.
Quando uma pessoa cita sua URL em um outro lugar fora do seu site na internet e as
pessoas passam a clicar neste link e chegam no seu site, você pode saber através do
item “site de referência” e a porcentagem correspondente.
FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE
PROFESSORA BIA
Saber qual a porcentagem de acesso por Estado, também pode ser outro dado
bastante importante, pois nas próximas campanhas que você executar, é possível
intensificar a veiculação em lugares específicos baseando em dados reais.
Assim que terminar a campanha cruze os dados da campanha com o comportamento
do internauta no site.
Dessa forma você entenderá alguns pontos como:
 dentro do contratado - foi entregue tudo? (é importante inserir tags de
parceiro na campanha para verificar este dado)
 quais peças publicitária me trouxeram maior retorno?
 dentro de cada site, qual foi o comportamento das peças diante de cada
assunto abordado?
 quais sites me proporcionaram maior retorno em audiência?
 em períodos que não há campanha, quais Estados mais acessam meu
site?
 dentro dos sites contratados, quais Estados em porcentagem mais
acessaram meu site?
 visitantes - quantos visitante meu site tinha? Durante a campanha
aumentou a quantidade de visitantes? E depois?
 páginas vistas - quantas páginas visualizadas? Durante a campanha
aumentou a quantidade de páginas vistas? E depois?
 tempo de permanência - quanto tempo o internauta fica no site? O
tempo diminuiu, aumentou ou está o mesmo? Isso é bom ou não?
 browsers e sistemas operacionais - quais os mais utilizados antes durante
e depois da campanha?
Depois de tudo isso... boa campanha!
FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE
PROFESSORA BIA
TIPOS DE MÍDIA ONLINE
Dentro do marketing digital temos uma grande lista de opções de mídia online. São
através das mídias que é possível a disseminação de qualquer conteúdo, seja ele
pago ou gratuito, exclusivo ou compartilhado.
Como a grande maioria de veículos, o sustento desses canais provem de publicidade
e propaganda.
Portanto, superficialmente, as mídias online são espaços na internet disponíveis para
promoção de empresas, produtos, serviços e/ou campanhas.
Desde o surgimento da internet, diversos formatos e tecnologias foram e continuam
sendo usadas. O exemplo mais clássico de mídia online são os banners em sites.
Eles começaram bem semelhantes a um anúncio de revista: apenas uma imagem
estática em alguma parte da página.
Com o tempo e tecnologia, surgiram os banners animados de diversos tamanhos
(cabe aí o site especificar os tamanhos, mas normalmente seguem um padrão
300×250 pixels) e depois banners flutuantes (que aparecem por cima do conteúdo
principal da página, esses podem fugir dos formatos retangulares, possuindo cortes
específicos). Alguns têm até a opção de reprodução automática de vídeo e som.
Outro formato de banner bem comum e clássico são as tarjas no topo do site que
medem 468×60 pixels.
A partir desse pensamento é possível comercializar, na internet, praticamente
qualquer tipo de espaço para uma imensidão de veículos existentes (sites, blogs,
portais, redes sociais).
O mercado de mídia online vem se fortalecendo cada vez mais nos últimos 10 anos.
Para se ter uma ideia, o portal Terra recebeu, apenas do setor público brasileiro, R$
9,8 milhões em mídias online. No total de gastos públicos em 2012, somente em
mídias online foram gastos R$ 95,6 milhões, um aumento de sete milhões em
relação a 2011.
FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE
PROFESSORA BIA
Hoje existem sites especializados em
intermediar veículos online e anunciantes,
papel que era praticamente exclusivo à
agências de publicidade anteriormente.
A Boo-box, a Lomadee e aadTangerine são apenas algumas dessas plataformas que
oferecem aos anunciantes sites para anunciar e também, oferecem aos donos de
sites, produtores de conteúdo e perfis influenciadores a oportunidade de receber
esses anunciantes. Esses sites, automaticamente, oferecem uma gama de mídias
online para serem negociadas e implementadas em sites e blogs.
Hoje em dia, códigos especiais inseridos nos sites possibilitam a atualização
automática de banners. Isso é uma grande vantagem para quem é veículo, pois não
é necessário o gerenciamento dessas veiculações. A troca e a quantidade de tempo e
cliques são feitos por essas plataformas, que geram relatórios completos para o
anunciante.
Além de inúmeras formas e formatos de banners, é possível negociar também
conteúdos editoriais, os chamados Publieditoral ou Posts Patrocinados. Nada mais é
do que uma notícia ou conteúdo publicado como se fosse o editor do site, sem
muitos apelos característicos de propagandas e com adaptação para a linguagem
utilizada no site. Eles normalmente, por códigos de ética, aparecem identificados
como tais.
Troca de links e buttons também são bastante comuns. São áreas específicas dentro
do site para parceiros. Essas seções são fixas e sempre possuem uma lista com link
para outro site.
FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE
PROFESSORA BIA
Patrocinar uma seção também é possível, assim como oferecer brindes de uma
empresa para um sorteio exclusivo em um determinado site. Essas estratégias já
ficam de fora dos padrões comuns. Elas necessitam de um contato e um acordo
entre as partes.
É importante, dentro de qualquer
site que esteja desenvolvendo,
sempre deixar, em um local de fácil
acesso, informações para contatos
publicitários.
Grandes portais até disponibilizam uma tabela geral de formatos disponíveis e seu
custo. Isso não é uma regra, portanto não é necessário você divulgar tão
abertamente essa informação. Mas tenha, de prontidão, um mídia kit para enviar
em resposta a um e-mail de contato que você possa receber.
Mídia kits são apresentações (normalmente em Power Point ou PDF) sobre
determinado site. Nele devem estar inclusas algumas seções como: introdução e
descrição sobre o que é o site e sobre o que ele fala, quais são os editoriais e alguns
exemplos, quais são os formatos publicitários disponíveis, custos de cada um,
clientes que já anunciaram, e, se for o caso, informações extras que gostaria de
passar aos anunciantes.
Em redes sociais, como o Facebook, Twitter e Youtube, é possível ter uma série de
formatos de mídia para atingir seu público-alvo. São histórias patrocinadas, posts
promovidos, comerciais antes de começar vídeos, etc.
Outros Veículos: Jornais Brasileiros, Jornais Internacionais, Revistas online, Radio
online, Cidades turísticas, Guia de sites, Site de baladas, Jornais das Principais cidade
do Brasil.
FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE
PROFESSORA BIA
CAUDA LONGA EM MARKETING DIGITAL – a receita para aumentar o ROI e diminuir a
dependência de canais
A Cauda Longa (Long Tail) é um conceito de 2004 que ainda está se consolidando
no Brasil, principalmente no comércio eletrônico.
É baseado no fato de que milhares de produtos distintos, segmentados, e vendidos
em pouca quantidade, têm valor comercial igual aos itens best-sellers/populares
(poucos produtos que geram o maior volume de vendas) e geralmente são mais
rentáveis para a operação. Resumindo, na web você não deve concentrar seu mix
apenas em produtos mais vendidos, mas também ter o portfólio abrangente para
atender os nichos.
Este conceito logo foi incorporado nas ações de links patrocinados no Google, que
também levam a mesma lógica de que investir em diversas palavras de nicho é
interessante e com retorno muito maior do que as palavras mais concorridas no
leilão.
O que gostaria de colocar para todos que gerenciam campanhas on-line é que a
cauda longa não se aplica somente à sua estratégia comercial ou de adwords, é um
conceito amplo e que pode (e deve) ser aplicado em todas as suas ações de
marketing digital, principalmente nas ações de mídia externa.
A concentração de todo o seu budget de marketing em poucos canais tende a gerar
maior dependência e risco. E com isso seu negócio e ROI (Return on investiment)
podem ficar comprometidos com qualquer alteração na negociação com os veículos,
queda pontual de conversão, variação na audiência, etc.
Diversifique seus investimentos em vários canais e veículos. Não concentre seus
investimentos apenas em grandes portais, links patrocinados e comparadores de
preço, como a maioria faz. Esses canais têm muita importância, pois geram volume,
FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE
PROFESSORA BIA
mas o poder de negociação com eles é, na maioria das vezes, baixo. Por isso é
extremamente necessário abrir outras frentes como parcerias sem custo baseadas em
desconto/benefício, ações de e-mail marketing, compras coletivas, sites e portais
segmentados, etc.
Com certeza, é mais trabalhoso fazer a gestão com essa diversidade de canais, mas
compensará quando perceber que todas essas frentes de mídia on-line “long tail”
juntas terão números tão expressivos quanto que mais trazem resultado para você
hoje.
MÍDIAGERADAPELOCONSUMIDOR
Com o advento da web 2.0, ou seja, uma internet como plataforma que utiliza um
efeito de rede aproveitando a inteligência coletiva e o avanço das tecnologias
digitais, o consumidor passa a ter um acesso maior à informação bem como a
facilidade em expressar suas opiniões. Nesse cenário surgiu à mídia gerada pelo
consumidor ou consumer generated media, que são conteúdos criados e divulgados
pelo próprio consumidor, estando presentes em comentários, fóruns, lista de
discussões, blogs, fotologs, comunidades, grupos e sites participativos.
Os consumidores passaram a utilizar essas ferramentas para divulgar, sobretudo,
suas experiências pessoais e opiniões em relação a produtos, serviços, marcas,
empresas e notícias, assim como acontece com o boca a boca tradicional bastante
utilizado dentro do nosso processo de compra. A consagração da prática de
marketing acontece no momento em que se realiza a aquisição dos bens ou serviços
oferecidos. E, cada vez mais, estende-se à pós-aquisição, a fim de garantir a
FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE
PROFESSORA BIA
satisfação plena e a fidelização do consumidor.
Quando essa aquisição – genericamente denominada consumo – não ocorre de
maneira plena satisfatória, todo o esforço de marketing está condenado ao fracasso.
Segundo Mitsuru Higuchi, o comportamento de um mercado costuma ser avaliado
pela média de comportamento de seus componentes. Mas, dentro dele, grupos
diversos apresentarão médias diversas, formando nichos mais receptivos ou mais
refratários aos bens e condições que temos a oferecer.
O marketing deve estar sempre atento a essas variáveis de comportamento do
consumidor, não só para a formulação de suas estratégias, mas também para
detectar riscos, ameaças ou até novas oportunidades. A inteligência de marketing
deve monitorar e analisar o boca a boca online, visando assim manter um diálogo
aberto, franco e pessoal com seus consumidores em outro nível: o da camada social,
que chamamos de social mídia.
Segundo Kotler, a inteligência de
marketing é a coleta e a análise
sistemáticas de informações
publicamente disponíveis sobre
concorrentes e desenvolvimentos no
ambiente de marketing. O contato e a
relação próxima com o consumidor é
importante e vital para o sucesso de
qualquer produto ou serviço.
FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE
PROFESSORA BIA
O consumidor é a principal fonte de informação, ele pode ser seu melhor amigo ou
seu pior inimigo, a sua exteriorização de experiência é vivenciada e relatada através
do boca a boca online.
No Brasil, empresas como Microsoft, Natura e Boticário já possuem grupos de
profissionais para relacionamentos online, os chamados “mediadores da web 2.0”
que têm a função de monitorar as mídias sociais como Orkut, Youtube, blogs, fóruns
e outros canais de comunicação online. A necessidade de preparar esses profissionais
para entender à relação consumidor e marca é fundamental para gerar inteligência
de marketing às empresas.
As comunidades virtuais representam um espaço de oportunidades e riscos para as
empresas, em função do grande número de pessoas interconectadas e do modo
espontâneo dos consumidores se expressarem. As mensagens chegam rapidamente
a seus participantes, e seus efeitos para as marcas podem ser positivos ou negativos.
O papel do profissional de marketing é interpretar a fala dos consumidores no
ambiente online gerando assim oportunidades de marketing, relacionamento e
monitoramento de reputação da marca. Esse canal online deve ser correspondido de
forma individual para o consumidor e respeitando o objetivo principal das redes
sociais que é o compartilhamento de idéias entre pessoas que possuem interesses e
objetivo em comum e também valores a serem compartilhados.
Em vez de ignorar, use o poder da mídia social para favorecer o crescimento das
marcas e empresas.
Alguns exemplos de mídias sociais:
Comunicação
Blogs: Blogger, Wordpress
Microblogs: Twitter, Pownce
FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE
PROFESSORA BIA
Redes sociais: Orkut, Facebook, LinkedIn, MySpace
Eventos: Upcoming
Colaboração
Wikis: Wikipedia
Social bookmarking / Agregadores de sites: Del.icio.us and StumbleUpon
Social News ou crowdsourcing: Digg, Reddit, EuCurti, Rec6
Sites de opiniões: Epinions
Multimídia
Compartilhamento de fotos: Flickr, Zooomr
Compartilhamento de vídeo: YouTube, Vimeo
Livecasting ou transmissão ao vivo: Justin.tv
Compartilhamento de música/áudio: imeem, Last.fm
Entretenimento
Mundos virtuais: Second Life
Jogos online: World of Warcraft
Compartilhamento de jogos: Miniclip.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Palestra Ufrj Marketing Digital
Palestra Ufrj Marketing DigitalPalestra Ufrj Marketing Digital
Palestra Ufrj Marketing Digital
Sergio Akash
 
Marketing Digital - Apostila introdução
Marketing Digital - Apostila introduçãoMarketing Digital - Apostila introdução
Marketing Digital - Apostila introdução
Ana Lúcia Rangel
 
Marketing Digital - Produto Multimédia
Marketing Digital - Produto MultimédiaMarketing Digital - Produto Multimédia
Marketing Digital - Produto Multimédia
Carlos Amorim
 
marketing online e a anatomia da comunicação
marketing online e a anatomia da comunicaçãomarketing online e a anatomia da comunicação
marketing online e a anatomia da comunicação
Cesar Pallares
 

Mais procurados (20)

Aula 1 - Introdução aos Conceitos de Marketing Digital - Disciplina Planejame...
Aula 1 - Introdução aos Conceitos de Marketing Digital - Disciplina Planejame...Aula 1 - Introdução aos Conceitos de Marketing Digital - Disciplina Planejame...
Aula 1 - Introdução aos Conceitos de Marketing Digital - Disciplina Planejame...
 
Palestra Ufrj Marketing Digital
Palestra Ufrj Marketing DigitalPalestra Ufrj Marketing Digital
Palestra Ufrj Marketing Digital
 
Curso GMSC Itajaí - Aula Introdução ao Planejamento de Mídia Online
Curso GMSC Itajaí - Aula Introdução ao Planejamento de Mídia OnlineCurso GMSC Itajaí - Aula Introdução ao Planejamento de Mídia Online
Curso GMSC Itajaí - Aula Introdução ao Planejamento de Mídia Online
 
Marketing Digital - Apostila introdução
Marketing Digital - Apostila introduçãoMarketing Digital - Apostila introdução
Marketing Digital - Apostila introdução
 
GMSC - Florianópolis - Aula introdução ao planejamento de mídia online
GMSC - Florianópolis - Aula introdução ao planejamento de mídia onlineGMSC - Florianópolis - Aula introdução ao planejamento de mídia online
GMSC - Florianópolis - Aula introdução ao planejamento de mídia online
 
Aula 5 - Mobile Marketing e Suas Estratégias - Disciplina Planejamento Estrat...
Aula 5 - Mobile Marketing e Suas Estratégias - Disciplina Planejamento Estrat...Aula 5 - Mobile Marketing e Suas Estratégias - Disciplina Planejamento Estrat...
Aula 5 - Mobile Marketing e Suas Estratégias - Disciplina Planejamento Estrat...
 
Marketing Digital - Produto Multimédia
Marketing Digital - Produto MultimédiaMarketing Digital - Produto Multimédia
Marketing Digital - Produto Multimédia
 
Aula 6 - O Email Marketing como Ferramenta de Marketing Digital - Disciplina ...
Aula 6 - O Email Marketing como Ferramenta de Marketing Digital - Disciplina ...Aula 6 - O Email Marketing como Ferramenta de Marketing Digital - Disciplina ...
Aula 6 - O Email Marketing como Ferramenta de Marketing Digital - Disciplina ...
 
Publicidade Nativa (native marketing) e seu impacto para produtores de conteú...
Publicidade Nativa (native marketing) e seu impacto para produtores de conteú...Publicidade Nativa (native marketing) e seu impacto para produtores de conteú...
Publicidade Nativa (native marketing) e seu impacto para produtores de conteú...
 
Em um relacionamento sério com a sua marca - Palestra Prof. Pedro Cordier
Em um relacionamento sério com a sua marca - Palestra Prof. Pedro CordierEm um relacionamento sério com a sua marca - Palestra Prof. Pedro Cordier
Em um relacionamento sério com a sua marca - Palestra Prof. Pedro Cordier
 
Publicidade na Internet
Publicidade na InternetPublicidade na Internet
Publicidade na Internet
 
Publicidade nativa nas mídias sociais
Publicidade nativa nas mídias sociaisPublicidade nativa nas mídias sociais
Publicidade nativa nas mídias sociais
 
Servicos de Marketing e Comunicação Digital
Servicos de Marketing e Comunicação DigitalServicos de Marketing e Comunicação Digital
Servicos de Marketing e Comunicação Digital
 
Comunicação e Campanhas Políticas Online
Comunicação e Campanhas Políticas OnlineComunicação e Campanhas Políticas Online
Comunicação e Campanhas Políticas Online
 
marketing online e a anatomia da comunicação
marketing online e a anatomia da comunicaçãomarketing online e a anatomia da comunicação
marketing online e a anatomia da comunicação
 
Propagandas na Internet
Propagandas na InternetPropagandas na Internet
Propagandas na Internet
 
Palestra Rede Dial de Comunicação (rádios). Marketing Digital
Palestra Rede Dial de Comunicação (rádios). Marketing Digital Palestra Rede Dial de Comunicação (rádios). Marketing Digital
Palestra Rede Dial de Comunicação (rádios). Marketing Digital
 
A importancia do mobile - Equilibra - Agência Digital - Salvador
A importancia do mobile - Equilibra - Agência Digital - SalvadorA importancia do mobile - Equilibra - Agência Digital - Salvador
A importancia do mobile - Equilibra - Agência Digital - Salvador
 
Aula 7 - Vídeos e Realidade Aumentadal - Disciplina Planejamento Estratégico ...
Aula 7 - Vídeos e Realidade Aumentadal - Disciplina Planejamento Estratégico ...Aula 7 - Vídeos e Realidade Aumentadal - Disciplina Planejamento Estratégico ...
Aula 7 - Vídeos e Realidade Aumentadal - Disciplina Planejamento Estratégico ...
 
O Marketing na Era Digital
O Marketing na Era DigitalO Marketing na Era Digital
O Marketing na Era Digital
 

Semelhante a Fundamentos da mídia online professora bia

Espm midia online_lf_aula2
Espm midia online_lf_aula2Espm midia online_lf_aula2
Espm midia online_lf_aula2
Bruno Kaneoya
 

Semelhante a Fundamentos da mídia online professora bia (20)

Planejamento de Mídia Online
Planejamento de Mídia OnlinePlanejamento de Mídia Online
Planejamento de Mídia Online
 
Mídia Online - ESPM Marketing Digital - aula 9
Mídia Online - ESPM Marketing Digital - aula 9Mídia Online - ESPM Marketing Digital - aula 9
Mídia Online - ESPM Marketing Digital - aula 9
 
Treinamento Mídia Online - BAND
Treinamento Mídia Online - BANDTreinamento Mídia Online - BAND
Treinamento Mídia Online - BAND
 
Mídias online
Mídias onlineMídias online
Mídias online
 
Inteligência 360º
Inteligência 360ºInteligência 360º
Inteligência 360º
 
Inbox - Compra de mídia online
Inbox - Compra de mídia onlineInbox - Compra de mídia online
Inbox - Compra de mídia online
 
TRÁFEGO PAGO: APRENDA TODOS OS SEGREDOS PARA CONSEGUIR OS RESULTADOS DOS SEUS...
TRÁFEGO PAGO: APRENDA TODOS OS SEGREDOS PARA CONSEGUIR OS RESULTADOS DOS SEUS...TRÁFEGO PAGO: APRENDA TODOS OS SEGREDOS PARA CONSEGUIR OS RESULTADOS DOS SEUS...
TRÁFEGO PAGO: APRENDA TODOS OS SEGREDOS PARA CONSEGUIR OS RESULTADOS DOS SEUS...
 
[ESPM] Planejamento de Mídia Online
[ESPM] Planejamento de Mídia Online[ESPM] Planejamento de Mídia Online
[ESPM] Planejamento de Mídia Online
 
Curso básico de midia
Curso básico de midiaCurso básico de midia
Curso básico de midia
 
Cara a cara 2013 cris alessi
Cara a cara 2013   cris alessiCara a cara 2013   cris alessi
Cara a cara 2013 cris alessi
 
E book marketing digital - imõveis
E book   marketing digital - imõveisE book   marketing digital - imõveis
E book marketing digital - imõveis
 
Como usar o GOOGLE para fortalecer sua empresa
Como usar o GOOGLE para fortalecer sua empresaComo usar o GOOGLE para fortalecer sua empresa
Como usar o GOOGLE para fortalecer sua empresa
 
Universo digital
Universo digitalUniverso digital
Universo digital
 
Proxxima Seletcions - Ebook Johnde tar
Proxxima Seletcions - Ebook Johnde tarProxxima Seletcions - Ebook Johnde tar
Proxxima Seletcions - Ebook Johnde tar
 
Marketing Digital
Marketing DigitalMarketing Digital
Marketing Digital
 
Mídia Online: Fundamentals
Mídia Online: Fundamentals Mídia Online: Fundamentals
Mídia Online: Fundamentals
 
Dep. Mídias Sociais NBR
Dep. Mídias Sociais NBRDep. Mídias Sociais NBR
Dep. Mídias Sociais NBR
 
Espm midia online_lf_aula2
Espm midia online_lf_aula2Espm midia online_lf_aula2
Espm midia online_lf_aula2
 
Como Acelerar os Negócios via Marketing Digital
Como Acelerar os Negócios via Marketing DigitalComo Acelerar os Negócios via Marketing Digital
Como Acelerar os Negócios via Marketing Digital
 
Palestra midias online
Palestra midias onlinePalestra midias online
Palestra midias online
 

Mais de Barbara Beatriz Santos

Mais de Barbara Beatriz Santos (17)

Psicologia das Cores e Tipografia
Psicologia das Cores e TipografiaPsicologia das Cores e Tipografia
Psicologia das Cores e Tipografia
 
Familiacenm
FamiliacenmFamiliacenm
Familiacenm
 
Simulado
SimuladoSimulado
Simulado
 
Prova lingua portuguesa 2014 UFRJ
Prova lingua portuguesa 2014 UFRJProva lingua portuguesa 2014 UFRJ
Prova lingua portuguesa 2014 UFRJ
 
Atividades – lab móvel marilia
Atividades – lab móvel   mariliaAtividades – lab móvel   marilia
Atividades – lab móvel marilia
 
Informática básica 1002 va - filme - 3º bimestre - profª bia
Informática básica 1002   va - filme - 3º bimestre - profª biaInformática básica 1002   va - filme - 3º bimestre - profª bia
Informática básica 1002 va - filme - 3º bimestre - profª bia
 
Segurança na internet
Segurança na internetSegurança na internet
Segurança na internet
 
Banco de dados parte 01
Banco de dados parte 01Banco de dados parte 01
Banco de dados parte 01
 
Projeto website
Projeto websiteProjeto website
Projeto website
 
WEB FACTOR
WEB FACTORWEB FACTOR
WEB FACTOR
 
GRAFIC ART
GRAFIC ARTGRAFIC ART
GRAFIC ART
 
TONPS
TONPSTONPS
TONPS
 
STRONG SYSTEM
STRONG SYSTEMSTRONG SYSTEM
STRONG SYSTEM
 
RT SYSTEM
RT SYSTEMRT SYSTEM
RT SYSTEM
 
Programadores de Plantão
Programadores de PlantãoProgramadores de Plantão
Programadores de Plantão
 
Tonps
TonpsTonps
Tonps
 
Rtsystem
RtsystemRtsystem
Rtsystem
 

Último

Último (20)

Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persaConteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 

Fundamentos da mídia online professora bia

  • 1. FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE PROFESSORA BIA SEGMENTAÇÃO ONLINE O mercado consumidor brasileiro para o canal de compras online cresce de forma consistente, desde que o comércio eletrônico por aqui se iniciou no final da década de 90. Hoje, são mais de 23 milhões de pessoas diferentes que fizeram ao menos uma compra nos últimos 12 meses pela Internet. A velocidade média de crescimento anual deste volume é de 30% nos últimos cinco anos, e deve manter-se neste patamar nos próximo três anos. Hoje em dia, quase tudo pode ser comprado pela internet. Roupas, remédios, música, computadores, comida, carros ou mesmo serviços, como passagens aéreas, entre outros. Uma grande loja de departamentos on-line pode ter mais de 500 mil itens distintos de venda, em qualquer instante. TIPOS DE SEGMENTAÇÃO Para melhor conhecimento do mercado, usualmente os segmentos de venda on-line são divididos em 3 grandes categorias:  bens de consumo (ou varejo on-line)  carros (basicamente a reserva de pedido para aquisição)  turismo (no Brasil, preponderantemente a venda de passagens aéreas) Esta divisão é assim formulada, pela natureza da liquidação e tipo de oferta online. Além disso, são segmentos de natureza distinta, com mercados específicos que merecem olhar segmentado. No gráfico a seguir, a relevância de cada uma destas grandes categorias na última década, é destacada. Uma importante mudança recente pode ser observada, com o ganho de importância da categoria varejo online que desde 2009, passou a ser a de maior consumo através da internet.
  • 2. FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE PROFESSORA BIA BRIEFING PARA CAMPANHAS ONLINE Qual o grande diferencial entre publicidade online e a publicidade convencional? Por meio da tecnologia é possível mensurar uma variedade muito interessante de dados em campanhas online. No entanto, se dentro deste contexto, não soubermos quais informações devem ser utilizadas para avaliar a performance, não será possível avaliar a eficiência da campanha. É neste ponto que devemos definir os Indicadores. Todas as campanhas de publicidade precisam de indicadores para que possamos diagnosticar sua eficácia. É claro que cada cenário deve levar em consideração o objetivo específico da campanha. Exemplo: Objetivo: Aumentar audiência ao portal/site/hotsite É fundamental saber qual é a URL de destino da campanha (exemplo: www.pagina1.com.br). Depois de definido para onde serão encaminhados os internautas que clicarem em seus anúncios, estude a audiência do site que irá recebê-los. Procure entender alguns dados (dentro do período de um ano, no mesmo período do ano anterior e no mês anterior ao da campanha) como:  quantidade de visitantes  páginas mais vistas do site (as três primeiras depois da home normalmente é o suficiente)  quantidade média de página vistas por internauta
  • 3. FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE PROFESSORA BIA  dia da semana com maior acesso (se há ações pontuais que já eram feitas antes da campanha, é comum que haja um ou mais dias da semana que detenham o pico da audiência)  tempo de permanência no site Existem muitos outros dados que podem ser levados em consideração. A equipe de TI (tanto do cliente quanto da agência), poderiam auxiliar o planejador de mídia na criação de campanhas, levando em consideração a utilização dos 3 principais browsers e sistemas operacionais, por exemplo. Depois de separar os itens que você analisará (antes, durante e depois da campanha), é hora de entender o que foi solicitado no briefing e como mensurar estes resultados. Na primeira semana de veiculação, é importante acompanhar a entrega de impressões que os sites estão fazendo, a quantidade de cliques, CTR (Click-through rate) e/ou todos os ítens levados em consideração na negociação com os veículos. Verifique os dados de audiência do site e entenda qual foi o crescimento dentro do período. É possível verificar de acordo com cada sistema de relatório de audiência, por exemplo, de onde os internautas vieram para chegar ao seu site. Quando uma pessoa cita sua URL em um outro lugar fora do seu site na internet e as pessoas passam a clicar neste link e chegam no seu site, você pode saber através do item “site de referência” e a porcentagem correspondente.
  • 4. FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE PROFESSORA BIA Saber qual a porcentagem de acesso por Estado, também pode ser outro dado bastante importante, pois nas próximas campanhas que você executar, é possível intensificar a veiculação em lugares específicos baseando em dados reais. Assim que terminar a campanha cruze os dados da campanha com o comportamento do internauta no site. Dessa forma você entenderá alguns pontos como:  dentro do contratado - foi entregue tudo? (é importante inserir tags de parceiro na campanha para verificar este dado)  quais peças publicitária me trouxeram maior retorno?  dentro de cada site, qual foi o comportamento das peças diante de cada assunto abordado?  quais sites me proporcionaram maior retorno em audiência?  em períodos que não há campanha, quais Estados mais acessam meu site?  dentro dos sites contratados, quais Estados em porcentagem mais acessaram meu site?  visitantes - quantos visitante meu site tinha? Durante a campanha aumentou a quantidade de visitantes? E depois?  páginas vistas - quantas páginas visualizadas? Durante a campanha aumentou a quantidade de páginas vistas? E depois?  tempo de permanência - quanto tempo o internauta fica no site? O tempo diminuiu, aumentou ou está o mesmo? Isso é bom ou não?  browsers e sistemas operacionais - quais os mais utilizados antes durante e depois da campanha? Depois de tudo isso... boa campanha!
  • 5. FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE PROFESSORA BIA TIPOS DE MÍDIA ONLINE Dentro do marketing digital temos uma grande lista de opções de mídia online. São através das mídias que é possível a disseminação de qualquer conteúdo, seja ele pago ou gratuito, exclusivo ou compartilhado. Como a grande maioria de veículos, o sustento desses canais provem de publicidade e propaganda. Portanto, superficialmente, as mídias online são espaços na internet disponíveis para promoção de empresas, produtos, serviços e/ou campanhas. Desde o surgimento da internet, diversos formatos e tecnologias foram e continuam sendo usadas. O exemplo mais clássico de mídia online são os banners em sites. Eles começaram bem semelhantes a um anúncio de revista: apenas uma imagem estática em alguma parte da página. Com o tempo e tecnologia, surgiram os banners animados de diversos tamanhos (cabe aí o site especificar os tamanhos, mas normalmente seguem um padrão 300×250 pixels) e depois banners flutuantes (que aparecem por cima do conteúdo principal da página, esses podem fugir dos formatos retangulares, possuindo cortes específicos). Alguns têm até a opção de reprodução automática de vídeo e som. Outro formato de banner bem comum e clássico são as tarjas no topo do site que medem 468×60 pixels. A partir desse pensamento é possível comercializar, na internet, praticamente qualquer tipo de espaço para uma imensidão de veículos existentes (sites, blogs, portais, redes sociais). O mercado de mídia online vem se fortalecendo cada vez mais nos últimos 10 anos. Para se ter uma ideia, o portal Terra recebeu, apenas do setor público brasileiro, R$ 9,8 milhões em mídias online. No total de gastos públicos em 2012, somente em mídias online foram gastos R$ 95,6 milhões, um aumento de sete milhões em relação a 2011.
  • 6. FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE PROFESSORA BIA Hoje existem sites especializados em intermediar veículos online e anunciantes, papel que era praticamente exclusivo à agências de publicidade anteriormente. A Boo-box, a Lomadee e aadTangerine são apenas algumas dessas plataformas que oferecem aos anunciantes sites para anunciar e também, oferecem aos donos de sites, produtores de conteúdo e perfis influenciadores a oportunidade de receber esses anunciantes. Esses sites, automaticamente, oferecem uma gama de mídias online para serem negociadas e implementadas em sites e blogs. Hoje em dia, códigos especiais inseridos nos sites possibilitam a atualização automática de banners. Isso é uma grande vantagem para quem é veículo, pois não é necessário o gerenciamento dessas veiculações. A troca e a quantidade de tempo e cliques são feitos por essas plataformas, que geram relatórios completos para o anunciante. Além de inúmeras formas e formatos de banners, é possível negociar também conteúdos editoriais, os chamados Publieditoral ou Posts Patrocinados. Nada mais é do que uma notícia ou conteúdo publicado como se fosse o editor do site, sem muitos apelos característicos de propagandas e com adaptação para a linguagem utilizada no site. Eles normalmente, por códigos de ética, aparecem identificados como tais. Troca de links e buttons também são bastante comuns. São áreas específicas dentro do site para parceiros. Essas seções são fixas e sempre possuem uma lista com link para outro site.
  • 7. FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE PROFESSORA BIA Patrocinar uma seção também é possível, assim como oferecer brindes de uma empresa para um sorteio exclusivo em um determinado site. Essas estratégias já ficam de fora dos padrões comuns. Elas necessitam de um contato e um acordo entre as partes. É importante, dentro de qualquer site que esteja desenvolvendo, sempre deixar, em um local de fácil acesso, informações para contatos publicitários. Grandes portais até disponibilizam uma tabela geral de formatos disponíveis e seu custo. Isso não é uma regra, portanto não é necessário você divulgar tão abertamente essa informação. Mas tenha, de prontidão, um mídia kit para enviar em resposta a um e-mail de contato que você possa receber. Mídia kits são apresentações (normalmente em Power Point ou PDF) sobre determinado site. Nele devem estar inclusas algumas seções como: introdução e descrição sobre o que é o site e sobre o que ele fala, quais são os editoriais e alguns exemplos, quais são os formatos publicitários disponíveis, custos de cada um, clientes que já anunciaram, e, se for o caso, informações extras que gostaria de passar aos anunciantes. Em redes sociais, como o Facebook, Twitter e Youtube, é possível ter uma série de formatos de mídia para atingir seu público-alvo. São histórias patrocinadas, posts promovidos, comerciais antes de começar vídeos, etc. Outros Veículos: Jornais Brasileiros, Jornais Internacionais, Revistas online, Radio online, Cidades turísticas, Guia de sites, Site de baladas, Jornais das Principais cidade do Brasil.
  • 8. FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE PROFESSORA BIA CAUDA LONGA EM MARKETING DIGITAL – a receita para aumentar o ROI e diminuir a dependência de canais A Cauda Longa (Long Tail) é um conceito de 2004 que ainda está se consolidando no Brasil, principalmente no comércio eletrônico. É baseado no fato de que milhares de produtos distintos, segmentados, e vendidos em pouca quantidade, têm valor comercial igual aos itens best-sellers/populares (poucos produtos que geram o maior volume de vendas) e geralmente são mais rentáveis para a operação. Resumindo, na web você não deve concentrar seu mix apenas em produtos mais vendidos, mas também ter o portfólio abrangente para atender os nichos. Este conceito logo foi incorporado nas ações de links patrocinados no Google, que também levam a mesma lógica de que investir em diversas palavras de nicho é interessante e com retorno muito maior do que as palavras mais concorridas no leilão. O que gostaria de colocar para todos que gerenciam campanhas on-line é que a cauda longa não se aplica somente à sua estratégia comercial ou de adwords, é um conceito amplo e que pode (e deve) ser aplicado em todas as suas ações de marketing digital, principalmente nas ações de mídia externa. A concentração de todo o seu budget de marketing em poucos canais tende a gerar maior dependência e risco. E com isso seu negócio e ROI (Return on investiment) podem ficar comprometidos com qualquer alteração na negociação com os veículos, queda pontual de conversão, variação na audiência, etc. Diversifique seus investimentos em vários canais e veículos. Não concentre seus investimentos apenas em grandes portais, links patrocinados e comparadores de preço, como a maioria faz. Esses canais têm muita importância, pois geram volume,
  • 9. FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE PROFESSORA BIA mas o poder de negociação com eles é, na maioria das vezes, baixo. Por isso é extremamente necessário abrir outras frentes como parcerias sem custo baseadas em desconto/benefício, ações de e-mail marketing, compras coletivas, sites e portais segmentados, etc. Com certeza, é mais trabalhoso fazer a gestão com essa diversidade de canais, mas compensará quando perceber que todas essas frentes de mídia on-line “long tail” juntas terão números tão expressivos quanto que mais trazem resultado para você hoje. MÍDIAGERADAPELOCONSUMIDOR Com o advento da web 2.0, ou seja, uma internet como plataforma que utiliza um efeito de rede aproveitando a inteligência coletiva e o avanço das tecnologias digitais, o consumidor passa a ter um acesso maior à informação bem como a facilidade em expressar suas opiniões. Nesse cenário surgiu à mídia gerada pelo consumidor ou consumer generated media, que são conteúdos criados e divulgados pelo próprio consumidor, estando presentes em comentários, fóruns, lista de discussões, blogs, fotologs, comunidades, grupos e sites participativos. Os consumidores passaram a utilizar essas ferramentas para divulgar, sobretudo, suas experiências pessoais e opiniões em relação a produtos, serviços, marcas, empresas e notícias, assim como acontece com o boca a boca tradicional bastante utilizado dentro do nosso processo de compra. A consagração da prática de marketing acontece no momento em que se realiza a aquisição dos bens ou serviços oferecidos. E, cada vez mais, estende-se à pós-aquisição, a fim de garantir a
  • 10. FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE PROFESSORA BIA satisfação plena e a fidelização do consumidor. Quando essa aquisição – genericamente denominada consumo – não ocorre de maneira plena satisfatória, todo o esforço de marketing está condenado ao fracasso. Segundo Mitsuru Higuchi, o comportamento de um mercado costuma ser avaliado pela média de comportamento de seus componentes. Mas, dentro dele, grupos diversos apresentarão médias diversas, formando nichos mais receptivos ou mais refratários aos bens e condições que temos a oferecer. O marketing deve estar sempre atento a essas variáveis de comportamento do consumidor, não só para a formulação de suas estratégias, mas também para detectar riscos, ameaças ou até novas oportunidades. A inteligência de marketing deve monitorar e analisar o boca a boca online, visando assim manter um diálogo aberto, franco e pessoal com seus consumidores em outro nível: o da camada social, que chamamos de social mídia. Segundo Kotler, a inteligência de marketing é a coleta e a análise sistemáticas de informações publicamente disponíveis sobre concorrentes e desenvolvimentos no ambiente de marketing. O contato e a relação próxima com o consumidor é importante e vital para o sucesso de qualquer produto ou serviço.
  • 11. FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE PROFESSORA BIA O consumidor é a principal fonte de informação, ele pode ser seu melhor amigo ou seu pior inimigo, a sua exteriorização de experiência é vivenciada e relatada através do boca a boca online. No Brasil, empresas como Microsoft, Natura e Boticário já possuem grupos de profissionais para relacionamentos online, os chamados “mediadores da web 2.0” que têm a função de monitorar as mídias sociais como Orkut, Youtube, blogs, fóruns e outros canais de comunicação online. A necessidade de preparar esses profissionais para entender à relação consumidor e marca é fundamental para gerar inteligência de marketing às empresas. As comunidades virtuais representam um espaço de oportunidades e riscos para as empresas, em função do grande número de pessoas interconectadas e do modo espontâneo dos consumidores se expressarem. As mensagens chegam rapidamente a seus participantes, e seus efeitos para as marcas podem ser positivos ou negativos. O papel do profissional de marketing é interpretar a fala dos consumidores no ambiente online gerando assim oportunidades de marketing, relacionamento e monitoramento de reputação da marca. Esse canal online deve ser correspondido de forma individual para o consumidor e respeitando o objetivo principal das redes sociais que é o compartilhamento de idéias entre pessoas que possuem interesses e objetivo em comum e também valores a serem compartilhados. Em vez de ignorar, use o poder da mídia social para favorecer o crescimento das marcas e empresas. Alguns exemplos de mídias sociais: Comunicação Blogs: Blogger, Wordpress Microblogs: Twitter, Pownce
  • 12. FUNDAMENTOS DA MÍDIA ONLINE PROFESSORA BIA Redes sociais: Orkut, Facebook, LinkedIn, MySpace Eventos: Upcoming Colaboração Wikis: Wikipedia Social bookmarking / Agregadores de sites: Del.icio.us and StumbleUpon Social News ou crowdsourcing: Digg, Reddit, EuCurti, Rec6 Sites de opiniões: Epinions Multimídia Compartilhamento de fotos: Flickr, Zooomr Compartilhamento de vídeo: YouTube, Vimeo Livecasting ou transmissão ao vivo: Justin.tv Compartilhamento de música/áudio: imeem, Last.fm Entretenimento Mundos virtuais: Second Life Jogos online: World of Warcraft Compartilhamento de jogos: Miniclip.com