SlideShare uma empresa Scribd logo
1
GERALDO JOSÉ APARECIDO LOPES
Escola na Web, uma proposta para
criação de um blog educativo por
meio do WordPress
São Paulo
2012
2
GERALDO JOSÉ APARECIDO LOPES
Escola na Web, uma proposta para
criação de um blog educativo por
meio do WordPress
Monografia apresentada ao Curso de
Formação Continuada em Mídias na
Educação, realizado pela Universidade
Federal de Pernambuco e pelo Núcleo de
Comunicação e Educação da Universidade de
São Paulo, como requisito parcial para a
obtenção do título de especialista em nível de
pós-graduação em Mídias na Educação.
Orientador: Profª Ms. Sandra Rossi de Araújo
Costilhes
São Paulo
2012
3
Geraldo José Aparecido Lopes
Escola na Web, uma proposta para criação de um blog
educativo por meio do WordPress
Monografia apresentada ao Curso de Formação Continuada em
Mídias na Educação, realizado pela Universidade Federal de
Pernambuco e pelo Núcleo de Comunicação e Educação da
Universidade de São Paulo, como requisito parcial para a
obtenção do título de especialista em nível de pós-graduação em
Mídias na Educação.
Aprovado em:
Banca Examinadora
________________________________________
Profª Ms. Sandra Rossi de Araújo Costilhes
Orientador
________________________________________
Prof. [Dr., Ms ou Esp.] Nome
________________________________________
Prof. [Dr., Ms ou Esp.] Nome
São Paulo
2012
4
Agradecimentos
Agradeço primeiramente a Deus, que me iluminou e deu forças nas horas
de desânimo e direcionou meu olhar para os caminhos da esperança.
Também agradeço a todos que estiveram comigo nesta caminhada, em
busca do saber: família, amigos, professores e, em especial, a minha esposa
Ariane Lopes de Camargo que não me deixou desistir da jornada;
Aqui, em especial e com muita admiração, a minha orientadora, Profª Ms.
Sandra Rossi de Araújo Costilhes, além de otimista e incentivadora, me desafiou
a assumir a postura de “pesquisador”. Dela recebi orientações com dedicação e
profissionalismo, reforçando a necessidade da leitura e de momentos de reflexão
sobre essa leitura e suas implicações no trabalho aqui apresentado, levando-me
ao crescimento pessoal.
Aos meus pais, José de Souza e Maria Benedita Antunes Lopes, que
sempre estiveram comigo nesta caminhada e me deram total apoio, carinho e
compreensão.
5
Construindo o presente
Assuma a sua própria vida e suas verdades e, ao final de
cada dia converse com Deus.
A paz e a felicidade que você vê em outras pessoas é
também um direito seu não importando a origem, a raça ou
a condição social.
Não interessa quem você é de onde veio, o importante é
que possa fazer alguma coisa para melhorar o lugar onde
você está.
Afaste o medo que cria solidão e impede aproximações e
amizades, e viva plenamente usando a sua força interior,
acreditando sempre que o amanhã será melhor do que
hoje.
(autor desconhecido)
6
Resumo
Este estudo teve início a partir da constatação da importância das escolas
públicas de Buri terem um Blog na Web, pois a informática vem adquirindo cada
vez mais relevância no cenário educacional e sua utilização como instrumento de
aprendizagem e sua ação no meio social vem aumentando de forma
surpreendente. No presente trabalho, abordaremos como o uso dos blogs nas
escolas públicas podem promover a aprendizagem cooperativa, a construção e
socialização de novos conhecimentos. Para tal foi usado o blog da plataforma
WordPress, que é um dos melhores e mais popular sistema de gerenciamento de
conteúdo da Internet, onde se comprovou sua eficácia na prática de criação de
blogs educativos, por meio de uma oficina realizada com professores, gestores e
funcionários da escola pública Municipal Profª Elisa Martirani Winkler da cidade de
Buri-SP. Esta pesquisa também destaca o potencial pedagógico que a tecnologia
dos blogs proporciona no contexto educacional, apresentando inúmeras
possibilidades de uso.
Palavras-chave: Internet, Blog, WordPress, Formação Continuada, Mídias na
Educação.
7
Abstract
This study started from the importance of public schools in the city of Buri (City in
Brazil, São Paulo) had a Blog on the Internet, because the data processing is
gaining more and more reliability in the world education and their using as a
learning tool and their actions into social environment has been increasing
surprising. In this article we will discuss how the use blogs in public schools can
promote cooperative learning, building and sharing new knowledge. On this
occasion, we used the blog tool WordPress, which is the best and the most
popular system of Internet, which has proven effective to create educational
blogging with a meeting with teachers, managers and employees of city run school
Teacher Elisa Martirani Winkler in the city Buri. This research also shows the
blogs potential that technology provides an educational context, giving many
opportunities to use.
Keywords: Internet, Blog, WordPress, Continuing Education, Media in Education.
8
Sumário
1 INTRODUÇÃO .............................................................................................09
1.1 O objeto de pesquisa....................................................................................11
1.2 Objetivos.......................................................................................................12
1.2.1 Objetivo Geral...............................................................................................12
1.2.2 Objetivos Específicos ...................................................................................12
1.3 Justificativa...................................................................................................13
1.4 Metodologia..................................................................................................14
2 CONTEXTUALIZANDO A PESQUISA ........................................................16
2.1 Blog: Conceito e sua história........................................................................16
2.2 Blogs, possíveis utilizações pedagógicas.....................................................20
2.3 Blog, uma poderosa ferramenta a disposição dos educadores ....................21
2.4 Blogs em WordPress, garantia de resultados satisfatórios...........................22
2.5 Entendendo melhor o WordPress.................................................................23
3 O PROJETO “ESCOLA NA WEB”..............................................................25
3.1 Relatando o Projeto......................................................................................25
3.2 Análise das Questões...................................................................................27
4 CONSIDERAÇÕES FINAIS .........................................................................33
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS .......................................................................35
ANEXOS .................................................................................................................38
9
1. INTRODUÇÃO
Hoje a tecnologia está presente nas mais diversas atividades
desenvolvidas pela sociedade, é um fato e não é possível se isentar do uso delas.
Entretanto, ela está fortemente relacionada no que diz respeito à disseminação da
informação, bem como do conhecimento.
A escola, pátio principal na formação de cidadãos, não pode ficar fora
desse cenário, e como tal, deve estar preparada para enfrentar, se adequar e se
utilizar dessas ferramentas para uma melhor formação de seus alunos
professores e todos aqueles que fazem parte do universo da educação. Com
todos esses desafios a escola de hoje deve adequar-se para usar essas
tecnologias em prol da educação, integrando alunos, professores, funcionários e a
sociedade em geral.
Uma maneira que muitas instituições de ensino públicas e particulares
encontraram para aproximar a comunidade da escola foi à criação de blogs
educativos, pois estes servem como portais on-line para inúmeras utilidades. A
principal é que alunos, pais de alunos, professores e comunidade encontrem um
canal a mais de comunicação com a escola, já que grande parcela da sociedade
ainda desconhece os benefícios que um blog devidamente criado, estruturado e
alimentado pode trazer ao educador e educando. Com uso dos blogs pode-se
também criar formas de comunicação e intercâmbio com as demais instituições
de ensino, desta forma escolas distantes poderão se apropriar de conteúdos que
poderão ser úteis em suas instituições além de criar um canal de comunicação
mais estreito entre escolas transformando desta maneira o blog em uma
verdadeira rede social. Usando essa ferramenta, também é possível trazer à tona
problemas enfrentados pela escola, em que a comunidade pode interagir e trazer
sugestões para uma possível solução dos problemas encontrados, com
publicação de textos e opiniões favorecendo a produção literária e a prática de
leitura pelos alunos. Outro detalhe interessante a se mencionar é que o blog
educativo pode facilitar a resolução de problemas encontrados na escola fazendo
uso de certas ferramentas como por exemplo a enquête, se a escola for tomar
uma decisão realmente importante em relação a sua gestão poderá criar
10
perguntas e disponibilizá-las em forma de enquête para que pais de alunos,
alunos e professores possam votar como também pode criar um fórum de
discussão onde será possível discutir assuntos pertinentes a escola de forma
totalmente online.
O blog pode e deve ser entendido como um braço da escola lançado ao
mundo virtual, afinal, através dele é possível propiciar no âmbito da educação, por
meio de sua utilização, a expressão de ideias, a produção de conhecimento, a
interação social e acima de tudo, incentivar a parceria e colaboração de todos os
indivíduos da comunidade escolar.
É importante ressaltar que a tecnologia contribuiu significativamente com a
educação, no passado com o giz e o quadro negro e atualmente com o
computador e a Internet. Hoje é comum dizermos que vivemos na sociedade da
informação, devido aos inúmeros conteúdos que nos são passadas por meio das
vigentes tecnologias. A revolução gerada pelos bits e bytes da web criou um
tráfego de informações acelerado que propiciou a interação entre os indivíduos, e
o blog, objeto de estudo desta pesquisa, é fruto deste avanço, além de ser
considerado um dos protagonistas desta grande disseminação de informação e
conhecimento neste tempo de tecnologias digitais.
O tempo das tecnologias digitais nos dá a impressão de voar; ele
parece muito mais rápido do que o tempo das outras coisas. A
cada momento novos recursos vão surgindo na imensa rede. O
fenômeno da Web 2.0 é uma mostra disso. Escritórios virtuais;
sites de compartilhamento de fotos, vídeos, slides; escrita
cooperativa ou colaborativa; comunidade virtuais ... até uma
Segunda Vida [Second Life] virtual estão disponíveis. (MARINHO,
2007, p. 1).
As palavras acima servem como inspiração e motivação para realização
dessa pesquisa. Será apresentado e discutido no decorrer deste trabalho as
inúmeras possibilidades que a Web 2.0, embasadas pelo contexto que as mídias
podem proporcionar a alunos, professores e demais pessoas relacionadas à
educação, afinal, “é necessário que pensemos sobre o que as diversas
ferramentas do mundo contemporâneo são capazes de colaborar no processo de
ensino-aprendizagem” (FORSSEL, 2010).
11
1.1 O objeto de pesquisa
O presente objeto de pesquisa estudado foi o blog na plataforma
WordPress, tendo como foco suas potencialidades pedagógicas. Essa pesquisa
também se tornou oportuna, pois a construção do conhecimento com auxilio
dessa tecnologia, passa a ser realizada de maneira colaborativa e participativa,
onde todos têm a possibilidade de aprender uns com os outros, concedendo
maior autonomia e iniciativa no aprendizado dos indivíduos da comunidade
escolar.
As novas exigências da Sociedade de Informação em que
vivemos obriga a escola a tomar uma decisão: ou continua
fechada na sua redoma de vidro ou abre-se de forma a tornar-se
numa escola informada e integrada. (EÇA, 1998, p. 122).
Para que tal integração acontece-se foi criado um blog educativo na
plataforma WordPress que contou com um público alvo formado por gestores,
professores e funcionários da Escola Municipal Profª Elisa Martirani Winkler. A
referida escola tem como composição:
001 - Diretor
001 - Coordenador
016 - Funcionários
027 - Professores
A escola em questão fica localizada na Rua Orozimbo Silva de Almeida,
s/n, Bairro São Rafael, Buri - SP e encontra-se a aproximadamente duzentos e
sessenta quilômetros da Capital, sendo que a cidade de Buri possui
aproximadamente dezoito mil e quinhentos habitantes (dados do senso de 2010).
A escola em questão é constituída por quatrocentos e cinquenta alunos, vinte e
sete professores, dezesseis funcionários, um diretor e um coordenador
pedagógico.
A referida escola encontra-se na área periférica da cidade de Buri, onde a
presença dos pais na vida escolar dos alunos é mínima, porém a unidade escolar
12
conta com um laboratório de informática totalmente equipado, que por sua vez
atrai a atenção dos alunos, pois o mesmo dispõe de softwares educativos, jogos,
Internet entre outros recursos. Neste sentido aproveitou-se tais recursos para
promover a capacitação intitulada “Escola na Web”, que tinha como objetivo
capacitar os gestores, professores e funcionários para o uso da tecnologia dos
blogs, onde o produto final seria a criação coletiva do blog da escola aqui citada.
Nos próximos capítulos serão apresentados argumentos que confirmam a
viabilidade do blog como uma tecnologia educativa eficaz.
1.2 Objetivos
1.2.1 Objetivo Geral
O projeto buscou verificar a contribuição que os blogs podem oferecer as
instituições de ensino. Assim, analisar o blog como uma potencial ferramenta de
divulgação das boas práticas educativas em escolas públicas, tornou-se o
principal alvo desse estudo. Afinal, se o blog for trabalhado para fins pedagógicos
ampliará a aquisição de conhecimento para além do espaço físico das salas de
aulas, criando desta forma um ambiente de interação entre a escola e a
comunidade ao qual ela serve.
1.2.2 Objetivos Específicos
- Analisar o uso do blog como recurso pedagógico;
- Promover a reflexão entre os professores sobre a importância de sua
unidade escolar ter um blog na web;
- Construir o conhecimento de forma colaborativa;
- Estimular a comunicação através de blogs educacionais;
- Desenvolver habilidades de interação, através da Internet, estabelecendo
relações entre diferentes realidades de espaços geográficos diversos;
- Incentivar a parceria entre alunos, professores e gestores;
13
1.3 Justificativa
Observando a necessidade de se trazer maior transparência às atividades
desenvolvidas pela escola e participação da comunidade na educação dos
alunos, o presente trabalho fundamentou-se, apresentando a importância do blog
como potencial ferramenta de comunicação e interação no ambiente educacional.
Para tal, todos os funcionários da Escola Municipal Professora Elisa Martirani
Winkler, foram capacitados para utilizar e administrar o blog de sua unidade
escolar, pois é preciso que gestores, professores e funcionários se apropriem
dessa linguagem para melhor explorarem as inúmeras possibilidades dessa
ferramenta que hoje é tão presente na vida dos jovens. É importante mencionar
que o blog quando trabalhado de forma correta no ensino, possibilita a interação
entre alunos, professores e pais de alunos, trazendo dessa forma ao
conhecimento da comunidade os assuntos tratados atrás dos portões da escola,
possibilitando a troca de experiência entre todos os indivíduos que a compõem,
passando o mesmo a ser compreendido como uma poderosa ferramenta na
busca da melhoria educacional das instituições de ensino.
A grande facilidade e intimidade que os alunos de hoje em dia tem com o
computador e o uso da Internet, cria um ambiente favorável para que ocorra o
contato diário com esse recurso de comunicação e troca de experiências, afinal
os jovens de hoje “vêm sendo chamados de nativos digitais, pois aderem de
maneira transparente e automática às tecnologias emergentes”. (TAGNIN, 2008).
Nesse sentido, busca-se neste trabalho demonstrar o quanto a capacitação é
importante para os professores, gestores e funcionários de escolas públicas, e o
quanto o trabalho com blogs pode proporcionar mudanças positivas em seus
métodos e práticas profissionais, facilitando o uso de novas mídias de
comunicação e trazendo o uso para o cotidiano de todos envolvidos no processo
educativo.
Na escola os blogs podem servir a vários fins: podem ser o portal
da escola sua forma de se abrir e se mostrar para o mundo.
Podem ser o espaço de divulgação de ações ou projetos
específicos [...] Os blogs, como de maneira geral os recursos mais
novos da Internet, não surgiram para a escola. Mas nos parece
14
uma obrigação dela, por seus professores e gestores, pensarem
em alternativas de seu uso na educação escolar (MARINHO,
2007, p. 2).
Esse recurso didático, antes visto apenas como um diário virtual, está se
tornando uma ferramenta indispensável no âmbito educacional, pois viabiliza o
processo de ensino-aprendizagem de forma lúdica e prazerosa, criando desta
forma:
[...] um ambiente que possibilita debates de idéias independentes
da localização das pessoas, estimulando à comunicação, a
democratização de idéias, de informações e conhecimento com
liberdade de expressão. (BOEIRA, 2009, p. 3).
Embora o giz e o quadro negro sejam considerados formas de tecnologia, é
importante que os educadores atentem para os recursos tecnológicos existentes
na escola como computador e Internet, pois os alunos de hoje “não são mais
apenas receptores passivos de informações, eles também devem contribuir com o
processo de aprendizagem, uma vez que esse processo é ativo, no qual tanto o
aluno quanto o professor participam” (BOEIRA, 2009, p. 6).
1.4 Metodologia
Neste trabalho, optou-se pela pesquisa mista, ou seja, o mesmo apresenta
características tanto quantitativas quanto qualitativas, em que foi possível
investigar junto à capacitação do “Projeto Escola na Web” realizada na Escola
Municipal Professora Elisa Martirani Winkler situada no município de Buri - SP, os
benefícios e vantagens que professores e demais funcionários da referida escola
teriam ao se utilizarem do blog como provedor do conhecimento e interação entre
todos da comunidades escolar.
A proposta surgiu da necessidade de se criar um blog para a Escola
Municipal Professora Elisa Martirani Winkler, que oferece ensino em nível
fundamental da 5ª a 8ª séries. Atualmente a escola conta com aproximadamente
250 alunos no período matutino e 200 alunos no período vespertino, com, 02
15
gestores, 27 professores e 16 funcionários. Os sujeitos envolvidos na pesquisa
são os gestores, professores e funcionários que participaram da capacitação
intitulada “Projeto Escola na Web” que tem por missão ensinar aos envolvidos
como criar um blog em WordPress para sua escola e como alimentá-lo, o que
resultou na criação do seguinte blog: www.escolaprofessoraelisa.buri.org.br.
Para a realização do Projeto “Escola na Web” foram estabelecidas duas
etapas: no primeiro momento os gestores, professores e funcionários foram
divididos em dois grupos sendo um grupo de 22 e outro de 23 indivíduos para
participarem da capacitação em horários diferentes devido ao laboratório de
informática comportar apenas 23 lugares. E num segundo momento onde todos
participaram de um questionário com perguntas pertinentes a capacitação e
conhecimentos sobre os blogs.
A capacitação ocorreu no dia 05 de março de 2012, e foi realizada no
laboratório de informática da própria escola.
E importante ressaltar que a capacitação foi à peça chave para a obtenção
dos resultados esperados, já que:
A globalização, a terceirização, os novos modelos de gestão, os
avanços tecnológicos, [...] e a automação têm provocado
significativas mudanças para as organizações e para o trabalho,
exigido qualificação constante dos profissionais. (MOURÃO, 2009,
p. 139).
Demonstrando dessa forma que a atualização profissional deve fazer parte
da vida dos indivíduos que trabalham com educação, a fim de melhorar a
qualidade do trabalho e das habilidades com as novas tecnologias.
16
2. CONTEXTUALIZANDO A PESQUISA
2.1 Blog: Conceito e sua história
Os blogs podem ser entendidos como, “páginas” virtuais que funcionam
como uma revista em que é possível a inserção de informação de maneira
facilitada, possibilitando a criação e manutenção do mesmo sem que haja um
conhecimento profundo na área de informática, como ocorre na criação e
manutenção de sites.
Nesse sentido, os blogs são ferramentas ideais para o uso de pessoas com
conhecimento razoável de informática, bastando saber o suficiente para criação e
manutenção, podendo realizar essas tarefas com informações simples como criar,
alimentar e atualizar.
Cada uma das publicações feitas em um blog são conhecidas como
postagens, artigos ou posts.
O termo Weblog, registro diário na Web, foi simplificado para blog
e aportuguesado para blogue [...]. O blogue refere-se a um diário
na Web com apontadores para outros sites, estando a informação
organizada da mais recente para a mais antiga, frequentemente
atualizado com opiniões, emoções, fatos, imagens ou qualquer
outro tipo de conteúdo que o autor ou autores queiram
disponibilizar. (CRUZ & CARVALHO, 2006, p.64).
A grande maioria dos blogs apresentam páginas com formatos padrões
onde cada nova publicação toma o lugar da anterior e assim por diante, as
publicações anteriores continuam à disposição do usuário ficando geralmente
organizadas por data de publicação, ou facilmente localizadas por sistemas de
pesquisa que o próprio blog oferece.
Silva (2003 a, p. 21) define que o Weblog está sistematizado em dois
elementos considerados como fundamentais:
Possuem uma estrutura-padrão, um formato específico e por isso
são facilmente reconhecidos, ou seja, são formados por conjuntos
de blocos de conteúdo textual ou de imagem que são atualizados
com frequência.
17
São organizados em função do tempo, sendo que as últimas
atualizações ficam disponíveis na parte superior da página, de
acordo com a data de publicação, e as mais antigas logo abaixo.
Silva (2006 b, p. 33) conclui assim que o Weblog pode ser descrito como um
website:
extremamente flexibilizado, com mensagens organizadas em
ordem cronológica reversa e com uma interface de edição
simplificada, através da qual seu autor pode inserir novos “posts”
sem a necessidade de escrever ou compreender qualquer tipo de
código em HTML (HyperText Markup Language - Linguagem de
Formatação de Hipertexto).
Sabe-se que os primeiros blogs surgiram com o objetivo de ser um diário
virtual onde as pessoas relatavam fatos que ocorriam no seu dia a dia.
Inicialmente eram utilizados pelos jovens simplesmente com o objetivo de
distração, porém, com o passar do tempo, as pessoas começaram a utilizar o blog
para a divulgação de informações de inúmeros temas, principalmente
entretenimento, muito utilizado por profissionais das áreas de comunicação,
geralmente escritores e jornalistas. Depois o blog passou a ser utilizado por
profissionais de diversas áreas como empresários, políticos, professores, alunos
de universidades e pessoas com relações diretas ao uso de computadores com
acesso a Internet.
Os Blogs com o decorrer do tempo se tornaram uma ferramenta para
formação de redes colaborativas para divulgação de informações por ser de fácil
criação e manutenção, não exigindo do usuário conhecimentos em linguagens de
programação.
Jorn Barger é referenciado por Barbosa & Granado (2004, p. 41) como o
criador do primeiro blog, e segundo estes autores seu blog foi desenvolvido no
ano de 1997 e mantém até hoje a mesma aparência que tinha quando foi criado.
Este blog era na época chamado por Jorn de Weblog e teve seu nome encurtado
para Blog por Peter Merholz. “Em 1999 o fenômeno dos Weblogs explodia devido
ao aparecimento de serviços como o Blogger, o Groksoup, o Edit This Page e o
Velocinews, entre outros serviços”. (BALTAZAR, 2005, p. 2).
Por conta da grande parcela da população brasileira ter fácil acesso à
Internet e geralmente não terem conhecimentos aprofundados em informática, o
blog apresenta-se como uma ferramenta que se mostra muito eficiente para
18
divulgação de informações e interação entre as pessoas, principalmente no que
diz respeito ao relacionamento de professores, alunos e comunidade acadêmica.
O acesso à Internet em qualquer ambiente (domicílios, trabalho,
escolas, lan house ou outros locais) atingiu 77,8 milhões de
pessoas no segundo trimestre de 2011. Esse número é 5,5%
superior ao do segundo trimestre de 2010 e 20% maior que o do
segundo trimestre de 2009. (IBOPE, 2011).
Os blogs são baratos, bastando ao usuário apenas ter um computador com
acesso à Internet, o que é facilmente encontrado nas escolas, projetos de
inclusão digital, lan houses, celulares, entre outras formas. Hoje o simples acesso
a Internet e as facilidades para compra de computadores fazem com que os blogs
se tornem cada vez mais viáveis no uso educacional, pois o mesmo ganha cada
vez mais popularidade entre os internautas.
Atualmente os blogs estão integrando a categoria do chamado
software social. Software social vem sendo definido como uma
ferramenta, (para aumentar habilidades sociais e colaborativas
humanas), como um meio (para facilitar conexões sociais e o
intercâmbio de informações) e como uma ecologia (permitindo um
“sistema de pessoas, práticas, valores e tecnologias num
ambiente particular”) (SUTER; ALEXANDER; KAPLAN, 2005, p.
46).
Por ser de fácil criação, alimentação e manutenção o blog se torna muito
atrativo para o público que dele faz uso e os que possam vir a servir-se dessa
ferramenta para inúmeras atividades relacionadas à busca, troca e transferência
de informações. Com a possibilidade de se utilizar de muitos serviços disponíveis
gratuitamente na Internet, que orientam como manipular os blogs, serviços como
os disponibilizados pelo Blogger, WordPress (foco do trabalho em questão) entre
outros, dão sugestões e idéias de como fazer as devidas atualizações de maneira
simples e funcional.
Um grande trunfo do blog, hoje, está no fato de que qualquer
pessoa pode criar um, já que a tecnologia empregada para sua
criação é muito simples. Em tese, qualquer pessoa com pequeno
domínio de uso do computador pode criar e manter um blog sem
mesmo possuir conhecimento em linguagem de programação.
Basta o acesso à Internet, o cadastramento em um dos muitos
serviços disponíveis - vários gratuitos, como blogger.com,
19
wordpress.com entre outros - e as idéias que alimentarão o blog.
(MARINHO, 2007, p. 2).
Apesar da fácil compreensão do que é um blog, com suas classificações
não acontece o mesmo, pois em uma pesquisa mais aprofundada encontramos
várias definições, o que é bem esclarecido por Raquel Recuero:
- Diário Eletrônico: É um espaço na Internet para ser utilizado
como um diário propriamente dito, onde qualquer pessoa pode
inserir informações do seu dia a dia, não tem o objetivo de passar
qualquer mensagem ou informação relevante ao interesse das
demais pessoas, que possam vir a acessar esse endereço
eletrônico.
- Publicações eletrônicas: Esse tipo de blog tem por objetivo
principal a divulgação de informações, notícias e críticas dos mais
variados temas, não é um espaço em que o administrador do blog
insere informações pessoais e assuntos corriqueiros como
acontece no blog classificado como “diário eletrônico”.
- Publicações mistas: Estes já são aqueles blogs voltados ao
público que o administra não se importando em misturar fatos
pessoas com opiniões a respeito de determinados temas, ocorre à
publicação de variados artigos sobre variados assuntos, daí o
nome “publicação mista” se torna muito adequado para essa
modalidade. Informalidade é o ponto forte dessa modalidade.
(RECUEIRO, 2002, p. 3).
Para Barbosa & Granado, (2004, p. 47) os blogs são classificados em três
categorias as quais divergem um pouco da classificação apresentada por
Recuero:
- Diários: são blogs que têm como conteúdo as descrições de
acontecimentos e eventos que preenchem a existência do autor.
- Analíticos: são compostos por pequenos ensaios sobre
diferentes temas ligados à atualidade, política ou questões sociais.
Assuntos em que o autor pode ser especializado.
- Informativo: mantidos por autores que percorrem milhares de
páginas na web em busca de informações, que posteriormente
são disponibilizadas aos leitores. Originados por material retirado
de outras páginas.
Portanto, acreditamos que um blog educativo se aproxima mais da
categoria “Publicações Mistas”, pois o administrador do blog pode misturar várias
informações referentes ao contexto de sua escola, além de partilhar ideias,
opiniões e reflexões, tornando-se uma ferramenta extremamente flexível para a
escola que dela se utiliza.
20
2.2 Blogs, possíveis utilizações pedagógicas
Atualmente os blogs podem e devem ser vistos como uma ferramenta na
melhoria de práticas pedagógicas nas mais diversas áreas. Deve ser utilizado
dentro das escolas e em outras instituições para os mais diversificados fins,
como: fornecimento e recebimento de informações, pois possuem um grande
potencial para ser utilizado como facilitador no diálogo entre a escola e a
comunidade por ela atendida, trazendo maior transparência no relacionamento
sociedade e escola. Como é um veículo de comunicação é de notável importância
que seja utilizado pelas escolas e instituições de ensino, principalmente as
públicas, tendo em vista a dificuldade que pais de alunos tem em se inteirar do
universo escolar em que seus filhos estão, direta e diariamente envolvidos, sem
falar nas possíveis melhorias que poderão vir a ocorrer no rendimento escolar de
grande parcela dos alunos com a utilização cada vez maior das mídias de
comunicação.
Com o uso do blog na escola será possível estreitar os laços entre escola e
comunidade, pois este tipo de ferramenta disponibiliza recursos como enquêtes,
fóruns e chats que podem ser usados para colocar a comunidade em constante
participação nas propostas educativas da unidade escolar, dessa forma a opinião
da comunidade também será analisada e julgada de forma democrática entre
todos.
Com o aperfeiçoamento nas habilidades desses profissionais para o uso
dessa importante ferramenta de comunicação o resultado pode superar o
esperado.
Com o surgimento dos sites de criação, gestão e hospedagem de
blogs gratuitos e de fácil utilização, a criação de um blog tornou-se
uma tarefa acessível a qualquer utilizador da Internet. Em
consequência, o conceito de blog tem vindo a evoluir ao ritmo da
criatividade e imaginação dos internautas tendo também chamado
a atenção de investigadores, professores e outros profissionais
com preocupações na área da educação. As utilizações potenciais
dos blogs como recurso e como estratégia pedagógica são
muitas. (GOMES, 2005, p. 312).
21
Ainda segundo Gomes (2005 p. 311):
Os blogs enquanto recursos pedagógicos podem ser:
- Um espaço de acesso à informação especializada.
- Um espaço de disponibilização de informação por parte
do professor.
Enquanto “estratégia pedagógica” os blogs podem assumir
a forma de:
- Um portfólio digital.
- Um espaço de intercâmbio e colaboração.
- Um espaço de debate
- Um espaço de integração
2.3 Blog, uma poderosa ferramenta a disposição dos educadores
Educadores das mais diversas áreas já tomaram essa ferramenta como
instrumento do seu dia a dia para práticas de ensino e troca de informações com
alunos e outros professores. É uma grande vantagem um professor poder publicar
um artigo no seu blog ou no blog da escola, uma vez que a informação estará
disponível a qualquer hora e para qualquer pessoa que tenha interesse ao
assunto abordado. O blog também deve ser compreendido como um canal de
comunicação que mantêm alunos informados sobre questões pertinentes a aula,
por exemplo, conteúdos que serão abordados nas próximas aulas, links e
downloads que sejam úteis ao estudante e comunidade em geral.
É uma ferramenta que aumenta o leque de possibilidades que os
educadores tem para conduzir melhor as práticas pedagógicas. Assim todos os
professores poderiam se utilizar dessa ferramenta desde que recebam as devidas
instruções e treinamento de como utilizá-las em prol da educação, trocando
informações, criando dessa forma uma rede de saberes que enriquecerá ainda
mais o ciberespaço do mundo virtual.
O ciberespaço é uma região abstrata invisível que permite a
circulação de informações na forma de imagens, sons, textos etc.
Este espaço virtual está em vias de globalização planetária e já
constitui um espaço social de trocas simbólicas entre pessoas dos
mais diversos locais do planeta. (SILVA & SILVA, 2004).
22
2.4 Blogs em WordPress, garantia de resultados satisfatórios
“O WordPress é uma ferramenta de gerenciamento de conteúdo web
voltada principalmente para a publicação de blogs. É totalmente escrita na
linguagem de programação PHP e distribuída com seu código aberto”
(WORDPRESS, 2009).
O primeiro fator que pode estimular o uso do wordpress é o fato de ser
gratuito, bastando ao usuário apenas ter um computador com acesso à Internet,
porém para pessoas leigas em conhecimentos de FTP “File Transfer Protocol
(Protocolo de Transferência de Arquivos)” isso pode ser uma tarefa um tanto
quanto complicada, surge então a importância do treinamento prévio dos
professores e interessados, apesar das empresas que prestam o serviço de
hospedagem oferecerem maneiras automatizadas para sua instalação, sem que
haja a necessidade do usuário ter conhecimentos profundos em informática.
Levando em consideração o estudo feito pela Water & Stone (2009, p. 16)
agência de marketing digital, percebemos que “o WordPress é um dos três
gerenciadores de conteúdo mais utilizados atualmente no mundo”. Também
existem outras ferramentas semelhantes ao WordPress, como Joomla e Drupal
que são plataformas “Open Source” ou seja, são sistemas livres e gratuitos, dessa
forma qualquer individuo pode usá-los sem a necessidade de pagar pelo seu uso,
porém a popularidade do WordPress é superior a seus concorrentes, pois uma
pesquisa realizada pela Pingdom, empresa de monitoramento de Uptime, revela
que 48% dos maiores blogs do mundo utilizam o WordPress como plataforma de
publicação de conteúdos Web.
O estudo foi realizado com base no ranking do Technorati que
aponta os cem maiores blogs do momento [...] Em comparação
com uma pesquisa anterior, realizada pela Pingdom em 2009, o
uso do WordPress saltou de 32% para 48% entre os cem blogs do
ranking. O do Movable Type, a segunda plataforma mais popular,
caiu de 12% para 7%. (PINGDOM, 2012).
A ferramenta wordpress foi desenvolvida pelo programador Matt Mullenweg
e vem sendo mantida pelo projeto open source wordpress, que conta com a
contribuição de centenas de pessoas espalhadas pelo mundo.
23
A seguinte citação de Aaron Brazell reforça a idéia de que o wordpress é o
melhor gerenciador de conteúdo para publicação de artigos na Internet.
Os desenvolvedores de blogs em WordPress contam com um
ambiente criado para que os mesmos acompanhem relatórios de
erros e bugs na plataforma localizado em:
http://core.trac.wordpress.org/, tornando-se este uma ferramenta
essencial para quem deseja se aprofundar no processo de
desenvolvimento desta plataforma [...]. O Technorati, um dos
primeiros e melhores reconhecidos serviço de busca em blogs,
tem em sua lista de melhores blogs que, praticamente um em
cada três blogs utilizam o WordPress como plataforma. Além
disso, o WordPress.com hospeda mais de 50 blogs para a CNN e
também roda blogs da Dow Jones, New York Times, People
Magazine, Fox News, Wall Street Jornal, Ministério da Cultura e
até mesmo muitas agências do governo americano (BRAZELL,
2010, p. 9).
2.5 Entendendo melhor o WordPress
Atualmente a plataforma WordPress dispõe de plugins que são pequenos
elementos de programação descarregados e instalados automaticamente e que
transformam profundamente a forma como o WordPress funciona.
Algumas das melhores funcionalidades do WordPress, são
aquelas que não vem com ele, são desenvolvidas por outros
desenvolvedores e disponibilizadas na forma de plugin e widgets,
que são extensões do sistema e que adicionam ou modificam
funcionalidades. Isso é possível, graças à sua arquitetura que
possui um sistema de hooks, ou ganchos em tradução livre,
bastante simples. Os hooks permitem que os desenvolvedores
possam criar códigos para serem aplicados durante diversos
momentos da execução do site, permitindo assim ir modificando,
adicionando ou removendo elementos de forma dinâmica.
(BRAZELL, 2010, p. 69).
O WordPress possui dentro de sua estrutura plugins nativos que são
ferramentas usadas para estender suas funcionalidades, mas ele também nos da
a liberdade de instalarmos plugins externos, fazendo com que os mesmos se
tornem parte do WordPress a partir de sua instalação.
24
Os plugins são formas de extensões do WordPress mais
completas e complexas, permitindo a alteração do comportamento
de todo o site, muitas vezes tendo grande interação com banco de
dados salvando e recuperando informações, e possuindo diversas
telas de administração para controlar seu funcionamento e
permitindo que o administrador o configure de maneira desejada.
Já os widgets são geralmente pequenos códigos que geram
HTML ou JavaScript para adicionar novas funcionalidades na
barra lateral do site. Muitas vezes os plugins trazem consigo
widgets, permitindo ao usuário configurar onde em seu site as
informações geradas pelo plugin irá aparecer (WORDPRESS,
2009).
Essa ferramenta de gestão por ser tão poderosa não é apenas utilizada
para fins “domésticos”, mas, também para fins comerciais, depois de baixado e
instalado no servidor de hospedagem, pode-se inserir layouts de aparências
distintas, já prontos, disponibilizados na Internet gratuitamente ou fazer uso da
criatividade para desenvolver um que melhor atenda as necessidades do usuário,
possibilitando dessa forma obter um blog com estilo próprio, e com os campos
para inserção de informações como, artigos, links, fotos, vídeos e outros de
acordo com as necessidades do administrador do blog em questão. É importante
ressaltar também que “a criatividade é um talento fundamental para o sucesso.
Esse talento aliado à tecnologia pode resultar em projetos multimídias que são
verdadeiros Objetos de Aprendizagem” (MAZZINI, 2011).
25
3. O PROJETO “ESCOLA NA WEB”
O projeto “Escola na Web” nasceu do desejo de se criar um blog educativo
para a Escola Municipal Profª Elisa Martirani Winkler, Buri-SP onde fosse possível
a unidade publicar as noticias, eventos, avisos, comunicados, horários, dados da
equipe escolar, entre outras ações, afim de facilitar a sua comunicação com a
comunidade na qual está inserida.
O projeto também tinha como objetivo melhorar a socialização e parceria
entre gestores, professores, funcionários, alunos e comunidade, por meio da
interação desta ferramenta virtual que é tão popular entre os internautas.
Com a proposta de capacitar gestores, professores e funcionário para
operarem esta tecnologia onde seriam ensinadas técnicas de gestão do blog
educativo foi usada a plataforma de blog WordPress, pois esta apresenta várias
ferramentas que podem ser usadas para fins pedagógicos, além de ser uma
plataforma de gestão de conteúdo simples e intuitiva.
O projeto “Escola na Web” foi desenvolvido para ser executado em apenas
um dia, com carga horária de seis horas, onde seriam passados apenas os
conteúdos fundamentais para a gestão do blog, como o processo de sua
instalação, alimentação e gerenciamento de seus recursos.
3.1 Relatando o Projeto
O projeto “Escola na Web” realizado na Escola Municipal Profª Elisa
Martirani Winkler, foi dividido em dois momentos. No primeiro momento da
capacitação o público tomou conhecimento sobre o que é, e como funciona o
Projeto “Escola na Web”, para a apresentação dessas informações foram usados
os recursos multimídias presentes na escola como computador e data show,
sendo a explicação apresentada de forma expositiva. Após a primeira explicação
do Projeto “Escola na Web” o público sentou-se à frente dos computadores do
laboratório de informática da escola e começaram a colocar em prática os
26
conhecimentos antes vistos na teoria. Neste momento gestores, professores e
funcionários, aprenderam como funciona a instalação da plataforma WordPress e
como o processo de alimentação do mesmo é simples e prático, não
necessitando nenhum conhecimento em linguagem de programação.
Ainda neste primeiro momento o público aprendeu como inserir conteúdos
no blog por meio de postagens e a criar novos usuários para o sistema, pois o
WordPress possibilita que vários usuários o administrem. Aprenderam também a
criar galerias de imagens e a inserir vídeos de sites como o Youtube e Vimeo, e
para finalizar o primeiro momento aprenderam a administrar os comentários
postados no blog e a gerenciar o mural de recados do blog da escola.
No segundo momento foi aplicado um questionário online contendo onze
perguntas fechadas que seriam respondidas em determinados campos de
seleção e uma pergunta aberta que seria respondida livremente por meio de um
campo especifico para digitação, este questionário foi aplicado no término da
capacitação e os participantes puderam respondê-lo no próprio blog da escola, já
que o mesmo foi desenvolvido para ser respondido de maneira virtual.
O que motivou a criação de um questionário online foi o seu baixo custo e
rapidez, pois não há gastos com folhas e as informações são enviadas em tempo
real para a caixa de e-mail de quem o aplica. Para tal, foi usado um plugin para
WordPress chamado Cforms que tem por função criar formulários e questionários
online dentro do blog desenvolvido em WordPress. Outra grande vantagem em se
usar questionários desse gênero é que a pessoa não se sente inibida e procura
ser o mais sincera possível no momento de opinar, pois este tipo de questionário
pode ser respondido em qualquer lugar e a qualquer hora desde que o
computador do participante tenha acesso a Internet.
O projeto “Escola na Web” também se tornou oportuno, pois a “educação é
um processo dinâmico e interminável que exige atualização permanente”
(PEREIRA, 2004, p. 10), passando desta forma o projeto a se caracterizar como
uma formação continuada a fim de ampliar as habilidades e competências da
equipe escolar em relação às novas mídias.
27
3.2 Análise das Questões
- Questão 1
Com relação à faixa etária do público da escola em questão foi possível
perceber que os mesmos estão bem divididos, apresentando maior número de
indivíduos com idade entre 25 a 30 anos, ficando claro que o público da escola é
relativamente jovem.
(Gráfico referente à questão 1)
- Questão 2
Com relação ao sexo do público pesquisado, ficou nítido a disparidade
entre ambos, pois 93% do publico é do sexo feminino e somente 7% é do sexo
masculino.
(Gráfico referente à questão 2)
28
- Questão 3
Com relação à pergunta: Você concorda que toda escola pública deveria
ter um blog na Internet?
Ao analisar a referida questão foi possível perceber que 100% do público
respondeu que Sim, nesta questão ficou evidente que as pessoas tem o desejo
de conhecer as inúmeras atividades que são desenvolvidas nas escolas públicas
por meio de seus blogs, afinal, este tipo de recurso serviria como troca de
experiência entre as escolas.
(Gráfico referente à questão 3)
- Questão 4
Com relação à pergunta: Com que frequência você costuma utilizar o
computador?
Notamos que a grande maioria 67% usam o computador todos os dias,
demonstrando que a escola tem grande potencial para se trabalhar os recursos
da web 2.0.
(Gráfico referente à questão 4)
29
- Questão 5
Com relação à pergunta: Qual é a utilidade do computador no seu dia-a-
dia?
Foi possível perceber que 62% do público, ou seja, a grande maioria faz
uso do computador para assuntos profissionais, demonstrando que o computador
para o público pesquisado é considerado uma ferramenta de trabalho.
(Gráfico referente à questão 5)
- Questão 6
Com relação à pergunta: Qual é o nível de conhecimento em informática
que você julga se enquadrar?
A maioria do público declarou ter apenas o conhecimento básico em
informática, demonstrando dessa maneira que os entrevistados se sentem
inseguros perante as novas tecnologias, o que nos remete a pensar sobre a
importância de se qualificar para encarar este novo contexto tecnológico existente
nas escolas.
(Gráfico referente à questão 6)
30
- Questão 7
Com relação à pergunta: Você já visitou algum blog desenvolvido na
plataforma WordPress?
Foi possível perceber que as respostas ficaram divididas demonstrando
que poucos conheciam a plataforma WordPress e a outra parcela nem se quer
tinha ouvido falar nela.
(Gráfico referente à questão 7)
- Questão 8
Com relação à pergunta: Que tipos de blogs costuma visitar?
Percebe-se que a maioria costuma visitar blogs pedagógicos por conterem
informações que fazem parte do dia a dia da unidade escolar, mas grande parcela
gosta de visitar blogs de publicações de fotos, devido os mesmos manterem um
conteúdo mais ilustrativo.
(Gráfico referente à questão 8)
31
- Questão 9
Com relação à pergunta: Você acredita que depois de ter participado da
capacitação do Projeto Escola na Web você seria capaz de criar um blog na
Internet?
Ao observar a resposta que é unânime na opção Sim, ficou nítido que a
capacitação do Projeto Escola na Web rendeu bons frutos, pois o público sentiu
que após a mesma teriam competências suficiente para criarem sozinhos seus
próprios blogs.
(Gráfico referente à questão 9)
- Questão 10
Com relação à pergunta: O que você achou da sua escola ter um blog
desenvolvido na plataforma WordPress?
Ficou claro que a maioria do público adorou a ideia, demonstrando que
acreditam no potencial de seu time e que se sentem orgulhosos por poderem
administrar o blog de sua própria escola.
(Gráfico referente à questão 10)
32
- Questão 11
Com relação à pergunta: Você acredita que a partir de agora o uso do blog
da escola irá aumentar a interação entre os membros da comunidade escolar?
Percebemos que a maioria acredita que o blog da escola se tornou um dos
canais de interação entre a comunidade e a escola, pois a partir de agora tanto a
escola como a comunidade poderão trocar informações direto do blog.
(Gráfico referente à questão 11)
- Questão 12
Com relação à pergunta: Quais foram os conhecimentos adquiridos por
você, com a proposta do uso do blog como extensão da escola?
Nesta questão não foi gerada gráfico devido à mesma ser uma resposta
aberta, ou seja, descritiva. Abaixo menciono palavras chaves que foram usadas
nas inúmeras respostas:
R: Compartilhar Conhecimento, Reflexão e Crítica, Habilidades de
Gerenciar Informações, Espírito de Cooperação, Aprender a Aprender,
Comunidade Envolvida, Colaboração e Divulgação, Autonomia e Aprendizagem,
Diálogo e Interpretação, etc.
Ao fazermos uma análise detalhada da questão doze, percebemos que o
público pesquisado gostou do tema estudado e que o mesmo apresentou
respostas positivas em relação ao uso do blog no ensino, demonstrando que
compreenderam a importância de se integrar o uso das mídias à educação
escolar, afinal “a integração da mídia à educação só faz sentido se realizada em
sua dupla dimensão: como ferramenta pedagógica e como objeto de estudo”
(BELLONI, 2005, p. 9).
33
4. CONSIDERAÇÕES FINAIS
Tendo em vista os aspectos observados, neste projeto de pesquisa, é
possível concluir que o tema blog, quando trabalhado de forma proveitosa, onde
todas as suas ferramentas são exploradas para fins educativos por professores,
alunos e funcionários das instituições de ensino, principalmente as públicas, pode
contribuir significativamente com as práticas pedagógicas, pois a partir do uso
desta ferramenta, professores poderão usá-la como apoio em suas disciplinas,
apresentando conteúdos complementares para seus alunos lerem e baixarem,
entre outros recursos. Permite também estabelecer a relação entre gestores,
funcionários e pais de alunos que poderão discutir através do blog assuntos
relacionados à gestão da escola, transformando o blog em um verdadeiro fórum
de discussões, demonstrando que todos da comunidade são bem vindos a
participar também de maneira virtual. Assim o blog poderá servir para elaboração
de uma revista virtual que comtemple a divulgação das inúmeras atividades
realizadas pela escola, atuando como um sistema que tem o poder de quebrar as
barreiras enfrentadas na relação entre família e escola, tornando-se um espaço
aberto para que ocorra a comunicação da sociedade para com essa instituição,
pois gera um canal direto entre esses dois universos, possibilitando a criação de
laços entre a família dos alunos e a escola, afinal, através do blog tanto família
quanto escola conseguirão trocar mensagens de forma segura e privativa onde
ambos os lados poderão expor problemas e soluções para seus alunos ou filhos,
fazendo do blog da escola uma genuína central de atendimento a comunidade.
Observou-se a grande necessidade da constante busca de conhecimentos
voltados para área de tecnologias da informação e comunicação (TIC) pelos
professores, gestores e funcionários das instituições de ensino. O aprimoramento
constante é indispensável para que consigam dominar e se utilizar dessas
ferramentas cada vez mais modernas, assim podendo atuar como multiplicadores
desse conhecimento com os demais membros da comunidade escolar. Pensando
nesta proposta, a capacitação “Escola na Web” foi desenvolvida e aplicada, para
que todos os gestores, professores e funcionários tivessem a oportunidade de
dominar a tecnologia dos blogs, demonstrando que a escola sempre pode e deve
34
se beneficiar das tecnologias do mundo moderno para viabilizar o ensino, seja
qual for à área do conhecimento.
Espera-se que essa pesquisa possa gerar estudos e debates a partir do
tema abordado, com o intuito de estimular a reflexão sobre as práticas didáticas
com o uso dos blogs no ensino, pois acredita-se que a formação continuada é a
mola propulsora do desenvolvimento dos docentes, como de qualquer outro
membro da comunidade escolar, e que com ela tenha alguma forma de relação.
35
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
BALTAZAR, Neusa. Weblogues. Potencialidades e Problemáticas na sua
Utilização no Ensino. Intermídias - ES. 2005, p. 2. Disponível em:
http://www.intermidias.com/txt/ed56/Comunicacao_Educacao_Weblogues_Baltaz
ar.pdf. Acesso em 18/04/2012.
BARBOSA, Elisabete e GRANADO, Antônio. Weblogs, diário de bordo, Porto,
Porto Editora, 2004. p. 41-47.
BELLONI, Maria Luiza. O que é mídia-educação. 2ª ed. Campinas, SP: Autores
Associados. (Coleção polêmicas do nosso tempo:78), 2005, p. 9.
BOEIRA, A. F. Blog na Educação: Blogando algumas possibilidades
pedagógicas. Revista Tecnologia na Educação. A. 1, n.1. dez. 2009, p. 6.
Disponível em http://tecnologiasnaeducacao.pro.br/revista/a1n1/art10.pdf. Acesso
em 23/01/2012.
BRAZELL, Aaron. WordPress Bible. Indianapolis: Wiley Publishing, Inc., 2010, p.
9-69.
CRUZ, Sónia Catarina da Silva; CARVALHO, Ana Amélia Amorim. Weblog como
Complemento ao Ensino Presencial no 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico,
(2006). Universidade do Minho, Campus de Gualtar. Braga - Portugal. p. 64.
EÇA, Teresa Almeida. NetAprendizagem - A Internet na Educação. Porto
Editora, 1998, p. 122.
FORSSELL, Cilene Célia Rodrigues. III Encontro de Informática Educacional -
Itanhaém-SP, 2010. Disponível em http://itanhaemdigital.blogspot.com/2010/01/iii-
encontro-de-informatica.html. Acesso em 23/01/2012.
GOMES, Maria João, (2005) Blogs: um recurso e uma estratégia pedagógica,
VII Simpósio Internacional de Informática Educativa, Leiria: Escola Superior de
Educação de Leiria, p. 311-315.
IBOPE, Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística. Total de pessoas
com acesso à Internet atinge 77,8 milhões. (2011). Disponível em
http://www.ibope.com.br/calandraWeb/servlet/CalandraRedirect?temp=5&proj=Por
talIBOPE&pub=T&db=caldb&comp=Noticias&docid=C2A2CAE41B62E75E832579
07000EC04F. Acesso em 05/03/2012.
MARINHO, Simão Pedro Pinto, Blog na Educação & Manual Básico do
Blogger (2007) 3ª edição, p. 01-33, PUC Minas, Instituto de Ciências Humanas,
Programa de Pós-graduação em Educação.
36
MAZZINI, Evandro. 3º Encontro Nacional de Educação Tecnológica (Enetec) -
Presidente Prudente-SP, 2011. Disponível em http://tecnologia.educacao.zip.net.
Acesso em 20/10/2011.
MOURÃO, Luciana. Oportunidades de Qualificação Profissional no Brasil:
Reflexões a partir de um Panorama Quantitativo. Associação Nacional de Pós-
Graduação e Pesquisa em Administração, RAC, Curitiba-PR, 2009, p. 138,139.
Disponível em http://www.anpad.org.br/periodicos/arq_pdf/a_842.pdf. Acesso em
10/01/2012.
PEREIRA, Luiz Augusto Caldas. A Formação de Professores e a Capacitação
de Trabalhadores da Educação Profissional e Tecnológica. Curitiba - PR,
CEFET - CAMPOS, 2004, p. 10. Disponível em
http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf/tema5a.pdf. Acesso em 10/01/2012.
PINGDOM. WordPress é a plataforma mais usada pelos maiores blogs. Empresa de
Monitoramento de Uptime. 2012. Disponível em:
http://royal.pingdom.com/2012/04/11/wordpress-completely-dominates-top-100-blogs/.
Acesso em 11/04/2012.
RECUERO, Raquel. Weblogs Webrings e Comunidades Virtuais. In: VII
Seminário Internacional de Comunicação, 2002. Porto Alegre. Anais. Porto
Alegre, 2002, p. 3. Disponível em
http://www.pontomidia.com.br/raquel/webrings.pdf. Acesso em 24/06/2011.
SILVA, Carlos Alberto F. da; SILVA, Michele T. Cândido da. A dimensão
socioespacial do ciberespaço: uma nota. Disponível em:
http://www.tamandare.g12.br/indexciber.htm. Acesso em: 24/06/2011.
SILVA, Inara Souza. Weblog como fonte de informação para jornalistas.
Brasília-DF, 2006. p. 33-34. Dissertação de Mestrado em Ciência da Informação.
UNB. Disponível em
http://repositorio.bce.unb.br/bitstream/10482/2974/1/2006_InaraSouzadaSilva.pdf.
Acesso em 24/06/2011. (b)
SILVA, J.A. Barbosa. Mãos na mídia: Weblogs, apropriação social e liberação
do pólo da emissão. Dissertação de Mestrado do Programa de Pós-Graduação
em Comunicação e Culturas Contemporâneas, da UFBa (Universidade federal da
Bahia), Faculdade de Comunicação, Salvador, 2003, p. 33. (a)
SUTER, V.; ALEXANDER, B.; KAPLAN, P. Social software and the future of
conferences - Right Now. EDUCAUSE Review, v.40, n.1, 2005, p. 46.
TAGNIN, Fábio. Computação 1 a 1: o desafio de guiar os nativos digitais.
Blog de Educação digital da Intel. 2008. Disponível em:
http://blogs.intel.com/educacaodigital/2008/07/computacao_1_a_1_o_desafio_de_
guiar_os_nativos_digitais.php. Acesso em 20/02/2012.
WATER&STONE. Open Source CMS Market Share. (2009). Disponível em:
http://www.cmswire.com/downloads/cms-market-share/. Acesso em 15/03/2011.
37
WORDPRESS. WordPress Codex. (2009). Disponível em:
http://codex.wordpress.org. Acesso em 24/06/2011.
38
ANEXOS
39
Questionário usado no Projeto “Escola na Web”
As doze perguntas do questionário foram as seguintes e estão na ordem
em que foram formuladas:
1 - Faixa etária:
( ) Menos de 20 anos
( ) 20 a 25 anos
( ) 25 a 30 anos
( ) 30 a 35 anos
( ) acima dos 35
2 - Sexo:
( ) Masculino ( ) Feminino
3 - Você concorda que toda escola pública deveria ter um blog na Internet?
( ) Sim ( ) Não
4 - Com que frequência você costuma utilizar o computador?
( ) Todos os dia ( ) Uma vez por semana ( ) Raramente
5 - Qual é a utilidade do computador no seu dia-a-dia?
( ) Uso doméstico ( ) Uso profissional ( ) Assuntos estudantis
( ) Apenas lazer
6 - Qual é o nível de conhecimento em informática que você julga se
enquadrar?
( ) Básico ( ) Médio ( ) Avançado
7 - Você já visitou algum blog desenvolvido na plataforma WordPress?
( ) Sim ( ) Não
40
8 - Que tipos de blogs costuma visitar?
( ) Literário ( ) Jornalístico ( ) Pessoal ( ) Poemas ( ) Cultural
( ) Publicação de Fotos ( ) Pedagógico ( ) Outros
9 - Você acredita que depois de ter participado da capacitação do Projeto
Escola na Web você seria capaz de criar um blog na Internet?
( ) Sim ( ) Não
10 - O que você achou da sua escola ter um blog desenvolvido na
plataforma WordPress?
( ) Excelente ( ) Bom ( ) Indiferente ( ) Ruim
11 - Você acredita que a partir de agora o uso do blog da escola irá
aumentar a interação entre os membros da comunidade escolar?
( ) Sim ( ) Não
12 - Quais foram os conhecimentos adquiridos por você, com a proposta do
uso do blog como extensão da escola?
R:

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Blog
BlogBlog
O blog como ferramenta educacional
O blog como ferramenta  educacionalO blog como ferramenta  educacional
O blog como ferramenta educacional
Lidiane Barbosa
 
Uso educativo dos blogs
Uso educativo dos blogsUso educativo dos blogs
Uso educativo dos blogs
cursotesteblog
 
Projeto neila e mario
Projeto neila e marioProjeto neila e mario
Projeto neila e mario
mariovargasvidal
 
Semana de Gestão Educacional Software Livre na Educação
Semana de Gestão Educacional Software Livre na EducaçãoSemana de Gestão Educacional Software Livre na Educação
Semana de Gestão Educacional Software Livre na Educação
Vanessa Nogueira
 
Blog
BlogBlog
Blog
BlogBlog

Mais procurados (7)

Blog
BlogBlog
Blog
 
O blog como ferramenta educacional
O blog como ferramenta  educacionalO blog como ferramenta  educacional
O blog como ferramenta educacional
 
Uso educativo dos blogs
Uso educativo dos blogsUso educativo dos blogs
Uso educativo dos blogs
 
Projeto neila e mario
Projeto neila e marioProjeto neila e mario
Projeto neila e mario
 
Semana de Gestão Educacional Software Livre na Educação
Semana de Gestão Educacional Software Livre na EducaçãoSemana de Gestão Educacional Software Livre na Educação
Semana de Gestão Educacional Software Livre na Educação
 
Blog
BlogBlog
Blog
 
Blog
BlogBlog
Blog
 

Destaque

Blogs Corporativos - proposta comercial
Blogs Corporativos - proposta comercialBlogs Corporativos - proposta comercial
Blogs Corporativos - proposta comercial
Blog Content
 
Ckecklist - Como Avaliar Corretamente seu Blog
Ckecklist - Como Avaliar Corretamente seu BlogCkecklist - Como Avaliar Corretamente seu Blog
Ckecklist - Como Avaliar Corretamente seu Blog
Arnaldo Mefano
 
Projeto grêmio estudantil
Projeto grêmio estudantilProjeto grêmio estudantil
Projeto grêmio estudantil
Rosiane Reis
 
Plantas Medicinais
Plantas MedicinaisPlantas Medicinais
Plantas Medicinais
klint
 
Biologia angloaula7 leandro
Biologia angloaula7 leandroBiologia angloaula7 leandro
Biologia angloaula7 leandro
Leandro Alves dos Santos
 
Biologia Aula 6 - Respiração
Biologia Aula 6 - RespiraçãoBiologia Aula 6 - Respiração
Biologia Aula 6 - Respiração
Leandro Alves dos Santos
 
Anglo Morumbi Bio Aula10e11
Anglo Morumbi Bio Aula10e11Anglo Morumbi Bio Aula10e11
Anglo Morumbi Bio Aula10e11
Leandro Alves dos Santos
 
Horta Pedagógica
Horta PedagógicaHorta Pedagógica
Horta Pedagógica
Alexandra Machado Costa
 
Aula18bio2 c leandro
Aula18bio2 c leandroAula18bio2 c leandro
Aula18bio2 c leandro
Leandro Alves dos Santos
 
Biologia anglo Aulas 1 a 4
Biologia anglo Aulas 1 a 4Biologia anglo Aulas 1 a 4
Biologia anglo Aulas 1 a 4
Leandro Alves dos Santos
 
Projeto feira de informática
Projeto feira de informáticaProjeto feira de informática
Projeto feira de informática
Elisangelamarquezcovre
 
Anglo biologia – aula 12
Anglo biologia – aula 12Anglo biologia – aula 12
Anglo biologia – aula 12
Leandro Alves dos Santos
 
Aula 9 biologia anglo
Aula 9   biologia angloAula 9   biologia anglo
Aula 9 biologia anglo
Leandro Alves dos Santos
 
Projeto horta medicinal
Projeto horta medicinalProjeto horta medicinal
Projeto horta medicinal
dencia999
 
Projeto final - tecnico em informática
Projeto final - tecnico em informáticaProjeto final - tecnico em informática
Projeto final - tecnico em informática
Jonathan Cabral
 
Biologia aula 5 Digestão!
Biologia aula 5 Digestão!Biologia aula 5 Digestão!
Biologia aula 5 Digestão!
Leandro Alves dos Santos
 
Vantagens e desvantagens do uso da informática
Vantagens e desvantagens do uso da informáticaVantagens e desvantagens do uso da informática
Vantagens e desvantagens do uso da informática
umburaconaparede
 
Como Mensurar a Performance do seu Site com o Google Analytics - #CPRecife2
Como Mensurar a Performance do seu Site com o Google Analytics - #CPRecife2Como Mensurar a Performance do seu Site com o Google Analytics - #CPRecife2
Como Mensurar a Performance do seu Site com o Google Analytics - #CPRecife2
Fabio Ricotta
 
Projeto poetas na escola
Projeto poetas na escolaProjeto poetas na escola
Projeto poetas na escola
Eunice Vieira
 
Meu pré projeto joiara nara
Meu pré projeto joiara naraMeu pré projeto joiara nara
Meu pré projeto joiara nara
joiramara
 

Destaque (20)

Blogs Corporativos - proposta comercial
Blogs Corporativos - proposta comercialBlogs Corporativos - proposta comercial
Blogs Corporativos - proposta comercial
 
Ckecklist - Como Avaliar Corretamente seu Blog
Ckecklist - Como Avaliar Corretamente seu BlogCkecklist - Como Avaliar Corretamente seu Blog
Ckecklist - Como Avaliar Corretamente seu Blog
 
Projeto grêmio estudantil
Projeto grêmio estudantilProjeto grêmio estudantil
Projeto grêmio estudantil
 
Plantas Medicinais
Plantas MedicinaisPlantas Medicinais
Plantas Medicinais
 
Biologia angloaula7 leandro
Biologia angloaula7 leandroBiologia angloaula7 leandro
Biologia angloaula7 leandro
 
Biologia Aula 6 - Respiração
Biologia Aula 6 - RespiraçãoBiologia Aula 6 - Respiração
Biologia Aula 6 - Respiração
 
Anglo Morumbi Bio Aula10e11
Anglo Morumbi Bio Aula10e11Anglo Morumbi Bio Aula10e11
Anglo Morumbi Bio Aula10e11
 
Horta Pedagógica
Horta PedagógicaHorta Pedagógica
Horta Pedagógica
 
Aula18bio2 c leandro
Aula18bio2 c leandroAula18bio2 c leandro
Aula18bio2 c leandro
 
Biologia anglo Aulas 1 a 4
Biologia anglo Aulas 1 a 4Biologia anglo Aulas 1 a 4
Biologia anglo Aulas 1 a 4
 
Projeto feira de informática
Projeto feira de informáticaProjeto feira de informática
Projeto feira de informática
 
Anglo biologia – aula 12
Anglo biologia – aula 12Anglo biologia – aula 12
Anglo biologia – aula 12
 
Aula 9 biologia anglo
Aula 9   biologia angloAula 9   biologia anglo
Aula 9 biologia anglo
 
Projeto horta medicinal
Projeto horta medicinalProjeto horta medicinal
Projeto horta medicinal
 
Projeto final - tecnico em informática
Projeto final - tecnico em informáticaProjeto final - tecnico em informática
Projeto final - tecnico em informática
 
Biologia aula 5 Digestão!
Biologia aula 5 Digestão!Biologia aula 5 Digestão!
Biologia aula 5 Digestão!
 
Vantagens e desvantagens do uso da informática
Vantagens e desvantagens do uso da informáticaVantagens e desvantagens do uso da informática
Vantagens e desvantagens do uso da informática
 
Como Mensurar a Performance do seu Site com o Google Analytics - #CPRecife2
Como Mensurar a Performance do seu Site com o Google Analytics - #CPRecife2Como Mensurar a Performance do seu Site com o Google Analytics - #CPRecife2
Como Mensurar a Performance do seu Site com o Google Analytics - #CPRecife2
 
Projeto poetas na escola
Projeto poetas na escolaProjeto poetas na escola
Projeto poetas na escola
 
Meu pré projeto joiara nara
Meu pré projeto joiara naraMeu pré projeto joiara nara
Meu pré projeto joiara nara
 

Semelhante a Escola na Web, uma proposta para criação de um blog educativo por meio do WordPress

Apres. do blog
Apres. do blogApres. do blog
Apres. do blog
MariliaSF
 
Projeto blog
Projeto blogProjeto blog
Projeto blog
Daniela Menezes
 
Educação e Redes Sociais
Educação e Redes SociaisEducação e Redes Sociais
Educação e Redes Sociais
Sinara Lustosa
 
São João do Polêsine - Andreia Vedoin Cielo
São João do Polêsine - Andreia Vedoin CieloSão João do Polêsine - Andreia Vedoin Cielo
São João do Polêsine - Andreia Vedoin Cielo
CursoTICs
 
Redes sociais e educação
Redes sociais e educaçãoRedes sociais e educação
Redes sociais e educação
Nilfa
 
Tarefa da 4ª semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação
Tarefa da 4ª  semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de ComunicaçãoTarefa da 4ª  semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação
Tarefa da 4ª semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação
Prefeitura Municipal
 
Redes socias orkut, facebook e twiter
Redes socias   orkut, facebook e twiterRedes socias   orkut, facebook e twiter
Redes socias orkut, facebook e twiter
Francisco Carlos
 
Facebook_para_educadores
Facebook_para_educadoresFacebook_para_educadores
Facebook_para_educadores
tamires.uerj
 
Facebook para Educadores
Facebook para EducadoresFacebook para Educadores
Facebook para Educadores
Richard Reinaldo
 
O estudo envolveu uma reflexão sobre a utilização do espaço em comunidades vi...
O estudo envolveu uma reflexão sobre a utilização do espaço em comunidades vi...O estudo envolveu uma reflexão sobre a utilização do espaço em comunidades vi...
O estudo envolveu uma reflexão sobre a utilização do espaço em comunidades vi...
Ridelc Ahcor Arierep
 
Slider IED em Org impress linux
Slider IED em Org impress linuxSlider IED em Org impress linux
Slider IED em Org impress linux
ciceros10
 
Comentário
ComentárioComentário
Comentário
Teresa Gonçalves
 
O uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - ProinfoO uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - Proinfo
Lívia Miranda
 
Projeto ProInfo
Projeto ProInfoProjeto ProInfo
Projeto ProInfo
Nilfa
 
Blog como ambiente de aprendizagem em rede ~ josé antonio klaes roig
Blog como ambiente de aprendizagem em rede ~ josé antonio klaes roigBlog como ambiente de aprendizagem em rede ~ josé antonio klaes roig
Blog como ambiente de aprendizagem em rede ~ josé antonio klaes roig
Elis Zampieri
 
Apresentação do Trabalho Final de Graduação
Apresentação do Trabalho Final de GraduaçãoApresentação do Trabalho Final de Graduação
Apresentação do Trabalho Final de Graduação
Darlin Castilhos
 
Pensando nas ferramentas sociais da web 2
Pensando nas ferramentas sociais da web 2Pensando nas ferramentas sociais da web 2
Pensando nas ferramentas sociais da web 2
MariliaSF
 
Tarefa da 4ª semana - PIGEAD
Tarefa da 4ª semana  - PIGEADTarefa da 4ª semana  - PIGEAD
Tarefa da 4ª semana - PIGEAD
Prefeitura Municipal
 
Redes SOciais Trabalho feito por Felismino de Lurdes.pdf
Redes SOciais Trabalho feito por Felismino de Lurdes.pdfRedes SOciais Trabalho feito por Felismino de Lurdes.pdf
Redes SOciais Trabalho feito por Felismino de Lurdes.pdf
FELISMINODELURDESPED
 
Tcc lia pos_defesa777
Tcc lia pos_defesa777Tcc lia pos_defesa777
Tcc lia pos_defesa777
guest31abf0
 

Semelhante a Escola na Web, uma proposta para criação de um blog educativo por meio do WordPress (20)

Apres. do blog
Apres. do blogApres. do blog
Apres. do blog
 
Projeto blog
Projeto blogProjeto blog
Projeto blog
 
Educação e Redes Sociais
Educação e Redes SociaisEducação e Redes Sociais
Educação e Redes Sociais
 
São João do Polêsine - Andreia Vedoin Cielo
São João do Polêsine - Andreia Vedoin CieloSão João do Polêsine - Andreia Vedoin Cielo
São João do Polêsine - Andreia Vedoin Cielo
 
Redes sociais e educação
Redes sociais e educaçãoRedes sociais e educação
Redes sociais e educação
 
Tarefa da 4ª semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação
Tarefa da 4ª  semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de ComunicaçãoTarefa da 4ª  semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação
Tarefa da 4ª semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação
 
Redes socias orkut, facebook e twiter
Redes socias   orkut, facebook e twiterRedes socias   orkut, facebook e twiter
Redes socias orkut, facebook e twiter
 
Facebook_para_educadores
Facebook_para_educadoresFacebook_para_educadores
Facebook_para_educadores
 
Facebook para Educadores
Facebook para EducadoresFacebook para Educadores
Facebook para Educadores
 
O estudo envolveu uma reflexão sobre a utilização do espaço em comunidades vi...
O estudo envolveu uma reflexão sobre a utilização do espaço em comunidades vi...O estudo envolveu uma reflexão sobre a utilização do espaço em comunidades vi...
O estudo envolveu uma reflexão sobre a utilização do espaço em comunidades vi...
 
Slider IED em Org impress linux
Slider IED em Org impress linuxSlider IED em Org impress linux
Slider IED em Org impress linux
 
Comentário
ComentárioComentário
Comentário
 
O uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - ProinfoO uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - Proinfo
 
Projeto ProInfo
Projeto ProInfoProjeto ProInfo
Projeto ProInfo
 
Blog como ambiente de aprendizagem em rede ~ josé antonio klaes roig
Blog como ambiente de aprendizagem em rede ~ josé antonio klaes roigBlog como ambiente de aprendizagem em rede ~ josé antonio klaes roig
Blog como ambiente de aprendizagem em rede ~ josé antonio klaes roig
 
Apresentação do Trabalho Final de Graduação
Apresentação do Trabalho Final de GraduaçãoApresentação do Trabalho Final de Graduação
Apresentação do Trabalho Final de Graduação
 
Pensando nas ferramentas sociais da web 2
Pensando nas ferramentas sociais da web 2Pensando nas ferramentas sociais da web 2
Pensando nas ferramentas sociais da web 2
 
Tarefa da 4ª semana - PIGEAD
Tarefa da 4ª semana  - PIGEADTarefa da 4ª semana  - PIGEAD
Tarefa da 4ª semana - PIGEAD
 
Redes SOciais Trabalho feito por Felismino de Lurdes.pdf
Redes SOciais Trabalho feito por Felismino de Lurdes.pdfRedes SOciais Trabalho feito por Felismino de Lurdes.pdf
Redes SOciais Trabalho feito por Felismino de Lurdes.pdf
 
Tcc lia pos_defesa777
Tcc lia pos_defesa777Tcc lia pos_defesa777
Tcc lia pos_defesa777
 

Último

Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
WilianeBarbosa2
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
IACEMCASA
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Marília Pacheco
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
AntonioLobosco3
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdfCurativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
BiancaCristina75
 

Último (20)

Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdfCurativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
 

Escola na Web, uma proposta para criação de um blog educativo por meio do WordPress

  • 1. 1 GERALDO JOSÉ APARECIDO LOPES Escola na Web, uma proposta para criação de um blog educativo por meio do WordPress São Paulo 2012
  • 2. 2 GERALDO JOSÉ APARECIDO LOPES Escola na Web, uma proposta para criação de um blog educativo por meio do WordPress Monografia apresentada ao Curso de Formação Continuada em Mídias na Educação, realizado pela Universidade Federal de Pernambuco e pelo Núcleo de Comunicação e Educação da Universidade de São Paulo, como requisito parcial para a obtenção do título de especialista em nível de pós-graduação em Mídias na Educação. Orientador: Profª Ms. Sandra Rossi de Araújo Costilhes São Paulo 2012
  • 3. 3 Geraldo José Aparecido Lopes Escola na Web, uma proposta para criação de um blog educativo por meio do WordPress Monografia apresentada ao Curso de Formação Continuada em Mídias na Educação, realizado pela Universidade Federal de Pernambuco e pelo Núcleo de Comunicação e Educação da Universidade de São Paulo, como requisito parcial para a obtenção do título de especialista em nível de pós-graduação em Mídias na Educação. Aprovado em: Banca Examinadora ________________________________________ Profª Ms. Sandra Rossi de Araújo Costilhes Orientador ________________________________________ Prof. [Dr., Ms ou Esp.] Nome ________________________________________ Prof. [Dr., Ms ou Esp.] Nome São Paulo 2012
  • 4. 4 Agradecimentos Agradeço primeiramente a Deus, que me iluminou e deu forças nas horas de desânimo e direcionou meu olhar para os caminhos da esperança. Também agradeço a todos que estiveram comigo nesta caminhada, em busca do saber: família, amigos, professores e, em especial, a minha esposa Ariane Lopes de Camargo que não me deixou desistir da jornada; Aqui, em especial e com muita admiração, a minha orientadora, Profª Ms. Sandra Rossi de Araújo Costilhes, além de otimista e incentivadora, me desafiou a assumir a postura de “pesquisador”. Dela recebi orientações com dedicação e profissionalismo, reforçando a necessidade da leitura e de momentos de reflexão sobre essa leitura e suas implicações no trabalho aqui apresentado, levando-me ao crescimento pessoal. Aos meus pais, José de Souza e Maria Benedita Antunes Lopes, que sempre estiveram comigo nesta caminhada e me deram total apoio, carinho e compreensão.
  • 5. 5 Construindo o presente Assuma a sua própria vida e suas verdades e, ao final de cada dia converse com Deus. A paz e a felicidade que você vê em outras pessoas é também um direito seu não importando a origem, a raça ou a condição social. Não interessa quem você é de onde veio, o importante é que possa fazer alguma coisa para melhorar o lugar onde você está. Afaste o medo que cria solidão e impede aproximações e amizades, e viva plenamente usando a sua força interior, acreditando sempre que o amanhã será melhor do que hoje. (autor desconhecido)
  • 6. 6 Resumo Este estudo teve início a partir da constatação da importância das escolas públicas de Buri terem um Blog na Web, pois a informática vem adquirindo cada vez mais relevância no cenário educacional e sua utilização como instrumento de aprendizagem e sua ação no meio social vem aumentando de forma surpreendente. No presente trabalho, abordaremos como o uso dos blogs nas escolas públicas podem promover a aprendizagem cooperativa, a construção e socialização de novos conhecimentos. Para tal foi usado o blog da plataforma WordPress, que é um dos melhores e mais popular sistema de gerenciamento de conteúdo da Internet, onde se comprovou sua eficácia na prática de criação de blogs educativos, por meio de uma oficina realizada com professores, gestores e funcionários da escola pública Municipal Profª Elisa Martirani Winkler da cidade de Buri-SP. Esta pesquisa também destaca o potencial pedagógico que a tecnologia dos blogs proporciona no contexto educacional, apresentando inúmeras possibilidades de uso. Palavras-chave: Internet, Blog, WordPress, Formação Continuada, Mídias na Educação.
  • 7. 7 Abstract This study started from the importance of public schools in the city of Buri (City in Brazil, São Paulo) had a Blog on the Internet, because the data processing is gaining more and more reliability in the world education and their using as a learning tool and their actions into social environment has been increasing surprising. In this article we will discuss how the use blogs in public schools can promote cooperative learning, building and sharing new knowledge. On this occasion, we used the blog tool WordPress, which is the best and the most popular system of Internet, which has proven effective to create educational blogging with a meeting with teachers, managers and employees of city run school Teacher Elisa Martirani Winkler in the city Buri. This research also shows the blogs potential that technology provides an educational context, giving many opportunities to use. Keywords: Internet, Blog, WordPress, Continuing Education, Media in Education.
  • 8. 8 Sumário 1 INTRODUÇÃO .............................................................................................09 1.1 O objeto de pesquisa....................................................................................11 1.2 Objetivos.......................................................................................................12 1.2.1 Objetivo Geral...............................................................................................12 1.2.2 Objetivos Específicos ...................................................................................12 1.3 Justificativa...................................................................................................13 1.4 Metodologia..................................................................................................14 2 CONTEXTUALIZANDO A PESQUISA ........................................................16 2.1 Blog: Conceito e sua história........................................................................16 2.2 Blogs, possíveis utilizações pedagógicas.....................................................20 2.3 Blog, uma poderosa ferramenta a disposição dos educadores ....................21 2.4 Blogs em WordPress, garantia de resultados satisfatórios...........................22 2.5 Entendendo melhor o WordPress.................................................................23 3 O PROJETO “ESCOLA NA WEB”..............................................................25 3.1 Relatando o Projeto......................................................................................25 3.2 Análise das Questões...................................................................................27 4 CONSIDERAÇÕES FINAIS .........................................................................33 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS .......................................................................35 ANEXOS .................................................................................................................38
  • 9. 9 1. INTRODUÇÃO Hoje a tecnologia está presente nas mais diversas atividades desenvolvidas pela sociedade, é um fato e não é possível se isentar do uso delas. Entretanto, ela está fortemente relacionada no que diz respeito à disseminação da informação, bem como do conhecimento. A escola, pátio principal na formação de cidadãos, não pode ficar fora desse cenário, e como tal, deve estar preparada para enfrentar, se adequar e se utilizar dessas ferramentas para uma melhor formação de seus alunos professores e todos aqueles que fazem parte do universo da educação. Com todos esses desafios a escola de hoje deve adequar-se para usar essas tecnologias em prol da educação, integrando alunos, professores, funcionários e a sociedade em geral. Uma maneira que muitas instituições de ensino públicas e particulares encontraram para aproximar a comunidade da escola foi à criação de blogs educativos, pois estes servem como portais on-line para inúmeras utilidades. A principal é que alunos, pais de alunos, professores e comunidade encontrem um canal a mais de comunicação com a escola, já que grande parcela da sociedade ainda desconhece os benefícios que um blog devidamente criado, estruturado e alimentado pode trazer ao educador e educando. Com uso dos blogs pode-se também criar formas de comunicação e intercâmbio com as demais instituições de ensino, desta forma escolas distantes poderão se apropriar de conteúdos que poderão ser úteis em suas instituições além de criar um canal de comunicação mais estreito entre escolas transformando desta maneira o blog em uma verdadeira rede social. Usando essa ferramenta, também é possível trazer à tona problemas enfrentados pela escola, em que a comunidade pode interagir e trazer sugestões para uma possível solução dos problemas encontrados, com publicação de textos e opiniões favorecendo a produção literária e a prática de leitura pelos alunos. Outro detalhe interessante a se mencionar é que o blog educativo pode facilitar a resolução de problemas encontrados na escola fazendo uso de certas ferramentas como por exemplo a enquête, se a escola for tomar uma decisão realmente importante em relação a sua gestão poderá criar
  • 10. 10 perguntas e disponibilizá-las em forma de enquête para que pais de alunos, alunos e professores possam votar como também pode criar um fórum de discussão onde será possível discutir assuntos pertinentes a escola de forma totalmente online. O blog pode e deve ser entendido como um braço da escola lançado ao mundo virtual, afinal, através dele é possível propiciar no âmbito da educação, por meio de sua utilização, a expressão de ideias, a produção de conhecimento, a interação social e acima de tudo, incentivar a parceria e colaboração de todos os indivíduos da comunidade escolar. É importante ressaltar que a tecnologia contribuiu significativamente com a educação, no passado com o giz e o quadro negro e atualmente com o computador e a Internet. Hoje é comum dizermos que vivemos na sociedade da informação, devido aos inúmeros conteúdos que nos são passadas por meio das vigentes tecnologias. A revolução gerada pelos bits e bytes da web criou um tráfego de informações acelerado que propiciou a interação entre os indivíduos, e o blog, objeto de estudo desta pesquisa, é fruto deste avanço, além de ser considerado um dos protagonistas desta grande disseminação de informação e conhecimento neste tempo de tecnologias digitais. O tempo das tecnologias digitais nos dá a impressão de voar; ele parece muito mais rápido do que o tempo das outras coisas. A cada momento novos recursos vão surgindo na imensa rede. O fenômeno da Web 2.0 é uma mostra disso. Escritórios virtuais; sites de compartilhamento de fotos, vídeos, slides; escrita cooperativa ou colaborativa; comunidade virtuais ... até uma Segunda Vida [Second Life] virtual estão disponíveis. (MARINHO, 2007, p. 1). As palavras acima servem como inspiração e motivação para realização dessa pesquisa. Será apresentado e discutido no decorrer deste trabalho as inúmeras possibilidades que a Web 2.0, embasadas pelo contexto que as mídias podem proporcionar a alunos, professores e demais pessoas relacionadas à educação, afinal, “é necessário que pensemos sobre o que as diversas ferramentas do mundo contemporâneo são capazes de colaborar no processo de ensino-aprendizagem” (FORSSEL, 2010).
  • 11. 11 1.1 O objeto de pesquisa O presente objeto de pesquisa estudado foi o blog na plataforma WordPress, tendo como foco suas potencialidades pedagógicas. Essa pesquisa também se tornou oportuna, pois a construção do conhecimento com auxilio dessa tecnologia, passa a ser realizada de maneira colaborativa e participativa, onde todos têm a possibilidade de aprender uns com os outros, concedendo maior autonomia e iniciativa no aprendizado dos indivíduos da comunidade escolar. As novas exigências da Sociedade de Informação em que vivemos obriga a escola a tomar uma decisão: ou continua fechada na sua redoma de vidro ou abre-se de forma a tornar-se numa escola informada e integrada. (EÇA, 1998, p. 122). Para que tal integração acontece-se foi criado um blog educativo na plataforma WordPress que contou com um público alvo formado por gestores, professores e funcionários da Escola Municipal Profª Elisa Martirani Winkler. A referida escola tem como composição: 001 - Diretor 001 - Coordenador 016 - Funcionários 027 - Professores A escola em questão fica localizada na Rua Orozimbo Silva de Almeida, s/n, Bairro São Rafael, Buri - SP e encontra-se a aproximadamente duzentos e sessenta quilômetros da Capital, sendo que a cidade de Buri possui aproximadamente dezoito mil e quinhentos habitantes (dados do senso de 2010). A escola em questão é constituída por quatrocentos e cinquenta alunos, vinte e sete professores, dezesseis funcionários, um diretor e um coordenador pedagógico. A referida escola encontra-se na área periférica da cidade de Buri, onde a presença dos pais na vida escolar dos alunos é mínima, porém a unidade escolar
  • 12. 12 conta com um laboratório de informática totalmente equipado, que por sua vez atrai a atenção dos alunos, pois o mesmo dispõe de softwares educativos, jogos, Internet entre outros recursos. Neste sentido aproveitou-se tais recursos para promover a capacitação intitulada “Escola na Web”, que tinha como objetivo capacitar os gestores, professores e funcionários para o uso da tecnologia dos blogs, onde o produto final seria a criação coletiva do blog da escola aqui citada. Nos próximos capítulos serão apresentados argumentos que confirmam a viabilidade do blog como uma tecnologia educativa eficaz. 1.2 Objetivos 1.2.1 Objetivo Geral O projeto buscou verificar a contribuição que os blogs podem oferecer as instituições de ensino. Assim, analisar o blog como uma potencial ferramenta de divulgação das boas práticas educativas em escolas públicas, tornou-se o principal alvo desse estudo. Afinal, se o blog for trabalhado para fins pedagógicos ampliará a aquisição de conhecimento para além do espaço físico das salas de aulas, criando desta forma um ambiente de interação entre a escola e a comunidade ao qual ela serve. 1.2.2 Objetivos Específicos - Analisar o uso do blog como recurso pedagógico; - Promover a reflexão entre os professores sobre a importância de sua unidade escolar ter um blog na web; - Construir o conhecimento de forma colaborativa; - Estimular a comunicação através de blogs educacionais; - Desenvolver habilidades de interação, através da Internet, estabelecendo relações entre diferentes realidades de espaços geográficos diversos; - Incentivar a parceria entre alunos, professores e gestores;
  • 13. 13 1.3 Justificativa Observando a necessidade de se trazer maior transparência às atividades desenvolvidas pela escola e participação da comunidade na educação dos alunos, o presente trabalho fundamentou-se, apresentando a importância do blog como potencial ferramenta de comunicação e interação no ambiente educacional. Para tal, todos os funcionários da Escola Municipal Professora Elisa Martirani Winkler, foram capacitados para utilizar e administrar o blog de sua unidade escolar, pois é preciso que gestores, professores e funcionários se apropriem dessa linguagem para melhor explorarem as inúmeras possibilidades dessa ferramenta que hoje é tão presente na vida dos jovens. É importante mencionar que o blog quando trabalhado de forma correta no ensino, possibilita a interação entre alunos, professores e pais de alunos, trazendo dessa forma ao conhecimento da comunidade os assuntos tratados atrás dos portões da escola, possibilitando a troca de experiência entre todos os indivíduos que a compõem, passando o mesmo a ser compreendido como uma poderosa ferramenta na busca da melhoria educacional das instituições de ensino. A grande facilidade e intimidade que os alunos de hoje em dia tem com o computador e o uso da Internet, cria um ambiente favorável para que ocorra o contato diário com esse recurso de comunicação e troca de experiências, afinal os jovens de hoje “vêm sendo chamados de nativos digitais, pois aderem de maneira transparente e automática às tecnologias emergentes”. (TAGNIN, 2008). Nesse sentido, busca-se neste trabalho demonstrar o quanto a capacitação é importante para os professores, gestores e funcionários de escolas públicas, e o quanto o trabalho com blogs pode proporcionar mudanças positivas em seus métodos e práticas profissionais, facilitando o uso de novas mídias de comunicação e trazendo o uso para o cotidiano de todos envolvidos no processo educativo. Na escola os blogs podem servir a vários fins: podem ser o portal da escola sua forma de se abrir e se mostrar para o mundo. Podem ser o espaço de divulgação de ações ou projetos específicos [...] Os blogs, como de maneira geral os recursos mais novos da Internet, não surgiram para a escola. Mas nos parece
  • 14. 14 uma obrigação dela, por seus professores e gestores, pensarem em alternativas de seu uso na educação escolar (MARINHO, 2007, p. 2). Esse recurso didático, antes visto apenas como um diário virtual, está se tornando uma ferramenta indispensável no âmbito educacional, pois viabiliza o processo de ensino-aprendizagem de forma lúdica e prazerosa, criando desta forma: [...] um ambiente que possibilita debates de idéias independentes da localização das pessoas, estimulando à comunicação, a democratização de idéias, de informações e conhecimento com liberdade de expressão. (BOEIRA, 2009, p. 3). Embora o giz e o quadro negro sejam considerados formas de tecnologia, é importante que os educadores atentem para os recursos tecnológicos existentes na escola como computador e Internet, pois os alunos de hoje “não são mais apenas receptores passivos de informações, eles também devem contribuir com o processo de aprendizagem, uma vez que esse processo é ativo, no qual tanto o aluno quanto o professor participam” (BOEIRA, 2009, p. 6). 1.4 Metodologia Neste trabalho, optou-se pela pesquisa mista, ou seja, o mesmo apresenta características tanto quantitativas quanto qualitativas, em que foi possível investigar junto à capacitação do “Projeto Escola na Web” realizada na Escola Municipal Professora Elisa Martirani Winkler situada no município de Buri - SP, os benefícios e vantagens que professores e demais funcionários da referida escola teriam ao se utilizarem do blog como provedor do conhecimento e interação entre todos da comunidades escolar. A proposta surgiu da necessidade de se criar um blog para a Escola Municipal Professora Elisa Martirani Winkler, que oferece ensino em nível fundamental da 5ª a 8ª séries. Atualmente a escola conta com aproximadamente 250 alunos no período matutino e 200 alunos no período vespertino, com, 02
  • 15. 15 gestores, 27 professores e 16 funcionários. Os sujeitos envolvidos na pesquisa são os gestores, professores e funcionários que participaram da capacitação intitulada “Projeto Escola na Web” que tem por missão ensinar aos envolvidos como criar um blog em WordPress para sua escola e como alimentá-lo, o que resultou na criação do seguinte blog: www.escolaprofessoraelisa.buri.org.br. Para a realização do Projeto “Escola na Web” foram estabelecidas duas etapas: no primeiro momento os gestores, professores e funcionários foram divididos em dois grupos sendo um grupo de 22 e outro de 23 indivíduos para participarem da capacitação em horários diferentes devido ao laboratório de informática comportar apenas 23 lugares. E num segundo momento onde todos participaram de um questionário com perguntas pertinentes a capacitação e conhecimentos sobre os blogs. A capacitação ocorreu no dia 05 de março de 2012, e foi realizada no laboratório de informática da própria escola. E importante ressaltar que a capacitação foi à peça chave para a obtenção dos resultados esperados, já que: A globalização, a terceirização, os novos modelos de gestão, os avanços tecnológicos, [...] e a automação têm provocado significativas mudanças para as organizações e para o trabalho, exigido qualificação constante dos profissionais. (MOURÃO, 2009, p. 139). Demonstrando dessa forma que a atualização profissional deve fazer parte da vida dos indivíduos que trabalham com educação, a fim de melhorar a qualidade do trabalho e das habilidades com as novas tecnologias.
  • 16. 16 2. CONTEXTUALIZANDO A PESQUISA 2.1 Blog: Conceito e sua história Os blogs podem ser entendidos como, “páginas” virtuais que funcionam como uma revista em que é possível a inserção de informação de maneira facilitada, possibilitando a criação e manutenção do mesmo sem que haja um conhecimento profundo na área de informática, como ocorre na criação e manutenção de sites. Nesse sentido, os blogs são ferramentas ideais para o uso de pessoas com conhecimento razoável de informática, bastando saber o suficiente para criação e manutenção, podendo realizar essas tarefas com informações simples como criar, alimentar e atualizar. Cada uma das publicações feitas em um blog são conhecidas como postagens, artigos ou posts. O termo Weblog, registro diário na Web, foi simplificado para blog e aportuguesado para blogue [...]. O blogue refere-se a um diário na Web com apontadores para outros sites, estando a informação organizada da mais recente para a mais antiga, frequentemente atualizado com opiniões, emoções, fatos, imagens ou qualquer outro tipo de conteúdo que o autor ou autores queiram disponibilizar. (CRUZ & CARVALHO, 2006, p.64). A grande maioria dos blogs apresentam páginas com formatos padrões onde cada nova publicação toma o lugar da anterior e assim por diante, as publicações anteriores continuam à disposição do usuário ficando geralmente organizadas por data de publicação, ou facilmente localizadas por sistemas de pesquisa que o próprio blog oferece. Silva (2003 a, p. 21) define que o Weblog está sistematizado em dois elementos considerados como fundamentais: Possuem uma estrutura-padrão, um formato específico e por isso são facilmente reconhecidos, ou seja, são formados por conjuntos de blocos de conteúdo textual ou de imagem que são atualizados com frequência.
  • 17. 17 São organizados em função do tempo, sendo que as últimas atualizações ficam disponíveis na parte superior da página, de acordo com a data de publicação, e as mais antigas logo abaixo. Silva (2006 b, p. 33) conclui assim que o Weblog pode ser descrito como um website: extremamente flexibilizado, com mensagens organizadas em ordem cronológica reversa e com uma interface de edição simplificada, através da qual seu autor pode inserir novos “posts” sem a necessidade de escrever ou compreender qualquer tipo de código em HTML (HyperText Markup Language - Linguagem de Formatação de Hipertexto). Sabe-se que os primeiros blogs surgiram com o objetivo de ser um diário virtual onde as pessoas relatavam fatos que ocorriam no seu dia a dia. Inicialmente eram utilizados pelos jovens simplesmente com o objetivo de distração, porém, com o passar do tempo, as pessoas começaram a utilizar o blog para a divulgação de informações de inúmeros temas, principalmente entretenimento, muito utilizado por profissionais das áreas de comunicação, geralmente escritores e jornalistas. Depois o blog passou a ser utilizado por profissionais de diversas áreas como empresários, políticos, professores, alunos de universidades e pessoas com relações diretas ao uso de computadores com acesso a Internet. Os Blogs com o decorrer do tempo se tornaram uma ferramenta para formação de redes colaborativas para divulgação de informações por ser de fácil criação e manutenção, não exigindo do usuário conhecimentos em linguagens de programação. Jorn Barger é referenciado por Barbosa & Granado (2004, p. 41) como o criador do primeiro blog, e segundo estes autores seu blog foi desenvolvido no ano de 1997 e mantém até hoje a mesma aparência que tinha quando foi criado. Este blog era na época chamado por Jorn de Weblog e teve seu nome encurtado para Blog por Peter Merholz. “Em 1999 o fenômeno dos Weblogs explodia devido ao aparecimento de serviços como o Blogger, o Groksoup, o Edit This Page e o Velocinews, entre outros serviços”. (BALTAZAR, 2005, p. 2). Por conta da grande parcela da população brasileira ter fácil acesso à Internet e geralmente não terem conhecimentos aprofundados em informática, o blog apresenta-se como uma ferramenta que se mostra muito eficiente para
  • 18. 18 divulgação de informações e interação entre as pessoas, principalmente no que diz respeito ao relacionamento de professores, alunos e comunidade acadêmica. O acesso à Internet em qualquer ambiente (domicílios, trabalho, escolas, lan house ou outros locais) atingiu 77,8 milhões de pessoas no segundo trimestre de 2011. Esse número é 5,5% superior ao do segundo trimestre de 2010 e 20% maior que o do segundo trimestre de 2009. (IBOPE, 2011). Os blogs são baratos, bastando ao usuário apenas ter um computador com acesso à Internet, o que é facilmente encontrado nas escolas, projetos de inclusão digital, lan houses, celulares, entre outras formas. Hoje o simples acesso a Internet e as facilidades para compra de computadores fazem com que os blogs se tornem cada vez mais viáveis no uso educacional, pois o mesmo ganha cada vez mais popularidade entre os internautas. Atualmente os blogs estão integrando a categoria do chamado software social. Software social vem sendo definido como uma ferramenta, (para aumentar habilidades sociais e colaborativas humanas), como um meio (para facilitar conexões sociais e o intercâmbio de informações) e como uma ecologia (permitindo um “sistema de pessoas, práticas, valores e tecnologias num ambiente particular”) (SUTER; ALEXANDER; KAPLAN, 2005, p. 46). Por ser de fácil criação, alimentação e manutenção o blog se torna muito atrativo para o público que dele faz uso e os que possam vir a servir-se dessa ferramenta para inúmeras atividades relacionadas à busca, troca e transferência de informações. Com a possibilidade de se utilizar de muitos serviços disponíveis gratuitamente na Internet, que orientam como manipular os blogs, serviços como os disponibilizados pelo Blogger, WordPress (foco do trabalho em questão) entre outros, dão sugestões e idéias de como fazer as devidas atualizações de maneira simples e funcional. Um grande trunfo do blog, hoje, está no fato de que qualquer pessoa pode criar um, já que a tecnologia empregada para sua criação é muito simples. Em tese, qualquer pessoa com pequeno domínio de uso do computador pode criar e manter um blog sem mesmo possuir conhecimento em linguagem de programação. Basta o acesso à Internet, o cadastramento em um dos muitos serviços disponíveis - vários gratuitos, como blogger.com,
  • 19. 19 wordpress.com entre outros - e as idéias que alimentarão o blog. (MARINHO, 2007, p. 2). Apesar da fácil compreensão do que é um blog, com suas classificações não acontece o mesmo, pois em uma pesquisa mais aprofundada encontramos várias definições, o que é bem esclarecido por Raquel Recuero: - Diário Eletrônico: É um espaço na Internet para ser utilizado como um diário propriamente dito, onde qualquer pessoa pode inserir informações do seu dia a dia, não tem o objetivo de passar qualquer mensagem ou informação relevante ao interesse das demais pessoas, que possam vir a acessar esse endereço eletrônico. - Publicações eletrônicas: Esse tipo de blog tem por objetivo principal a divulgação de informações, notícias e críticas dos mais variados temas, não é um espaço em que o administrador do blog insere informações pessoais e assuntos corriqueiros como acontece no blog classificado como “diário eletrônico”. - Publicações mistas: Estes já são aqueles blogs voltados ao público que o administra não se importando em misturar fatos pessoas com opiniões a respeito de determinados temas, ocorre à publicação de variados artigos sobre variados assuntos, daí o nome “publicação mista” se torna muito adequado para essa modalidade. Informalidade é o ponto forte dessa modalidade. (RECUEIRO, 2002, p. 3). Para Barbosa & Granado, (2004, p. 47) os blogs são classificados em três categorias as quais divergem um pouco da classificação apresentada por Recuero: - Diários: são blogs que têm como conteúdo as descrições de acontecimentos e eventos que preenchem a existência do autor. - Analíticos: são compostos por pequenos ensaios sobre diferentes temas ligados à atualidade, política ou questões sociais. Assuntos em que o autor pode ser especializado. - Informativo: mantidos por autores que percorrem milhares de páginas na web em busca de informações, que posteriormente são disponibilizadas aos leitores. Originados por material retirado de outras páginas. Portanto, acreditamos que um blog educativo se aproxima mais da categoria “Publicações Mistas”, pois o administrador do blog pode misturar várias informações referentes ao contexto de sua escola, além de partilhar ideias, opiniões e reflexões, tornando-se uma ferramenta extremamente flexível para a escola que dela se utiliza.
  • 20. 20 2.2 Blogs, possíveis utilizações pedagógicas Atualmente os blogs podem e devem ser vistos como uma ferramenta na melhoria de práticas pedagógicas nas mais diversas áreas. Deve ser utilizado dentro das escolas e em outras instituições para os mais diversificados fins, como: fornecimento e recebimento de informações, pois possuem um grande potencial para ser utilizado como facilitador no diálogo entre a escola e a comunidade por ela atendida, trazendo maior transparência no relacionamento sociedade e escola. Como é um veículo de comunicação é de notável importância que seja utilizado pelas escolas e instituições de ensino, principalmente as públicas, tendo em vista a dificuldade que pais de alunos tem em se inteirar do universo escolar em que seus filhos estão, direta e diariamente envolvidos, sem falar nas possíveis melhorias que poderão vir a ocorrer no rendimento escolar de grande parcela dos alunos com a utilização cada vez maior das mídias de comunicação. Com o uso do blog na escola será possível estreitar os laços entre escola e comunidade, pois este tipo de ferramenta disponibiliza recursos como enquêtes, fóruns e chats que podem ser usados para colocar a comunidade em constante participação nas propostas educativas da unidade escolar, dessa forma a opinião da comunidade também será analisada e julgada de forma democrática entre todos. Com o aperfeiçoamento nas habilidades desses profissionais para o uso dessa importante ferramenta de comunicação o resultado pode superar o esperado. Com o surgimento dos sites de criação, gestão e hospedagem de blogs gratuitos e de fácil utilização, a criação de um blog tornou-se uma tarefa acessível a qualquer utilizador da Internet. Em consequência, o conceito de blog tem vindo a evoluir ao ritmo da criatividade e imaginação dos internautas tendo também chamado a atenção de investigadores, professores e outros profissionais com preocupações na área da educação. As utilizações potenciais dos blogs como recurso e como estratégia pedagógica são muitas. (GOMES, 2005, p. 312).
  • 21. 21 Ainda segundo Gomes (2005 p. 311): Os blogs enquanto recursos pedagógicos podem ser: - Um espaço de acesso à informação especializada. - Um espaço de disponibilização de informação por parte do professor. Enquanto “estratégia pedagógica” os blogs podem assumir a forma de: - Um portfólio digital. - Um espaço de intercâmbio e colaboração. - Um espaço de debate - Um espaço de integração 2.3 Blog, uma poderosa ferramenta a disposição dos educadores Educadores das mais diversas áreas já tomaram essa ferramenta como instrumento do seu dia a dia para práticas de ensino e troca de informações com alunos e outros professores. É uma grande vantagem um professor poder publicar um artigo no seu blog ou no blog da escola, uma vez que a informação estará disponível a qualquer hora e para qualquer pessoa que tenha interesse ao assunto abordado. O blog também deve ser compreendido como um canal de comunicação que mantêm alunos informados sobre questões pertinentes a aula, por exemplo, conteúdos que serão abordados nas próximas aulas, links e downloads que sejam úteis ao estudante e comunidade em geral. É uma ferramenta que aumenta o leque de possibilidades que os educadores tem para conduzir melhor as práticas pedagógicas. Assim todos os professores poderiam se utilizar dessa ferramenta desde que recebam as devidas instruções e treinamento de como utilizá-las em prol da educação, trocando informações, criando dessa forma uma rede de saberes que enriquecerá ainda mais o ciberespaço do mundo virtual. O ciberespaço é uma região abstrata invisível que permite a circulação de informações na forma de imagens, sons, textos etc. Este espaço virtual está em vias de globalização planetária e já constitui um espaço social de trocas simbólicas entre pessoas dos mais diversos locais do planeta. (SILVA & SILVA, 2004).
  • 22. 22 2.4 Blogs em WordPress, garantia de resultados satisfatórios “O WordPress é uma ferramenta de gerenciamento de conteúdo web voltada principalmente para a publicação de blogs. É totalmente escrita na linguagem de programação PHP e distribuída com seu código aberto” (WORDPRESS, 2009). O primeiro fator que pode estimular o uso do wordpress é o fato de ser gratuito, bastando ao usuário apenas ter um computador com acesso à Internet, porém para pessoas leigas em conhecimentos de FTP “File Transfer Protocol (Protocolo de Transferência de Arquivos)” isso pode ser uma tarefa um tanto quanto complicada, surge então a importância do treinamento prévio dos professores e interessados, apesar das empresas que prestam o serviço de hospedagem oferecerem maneiras automatizadas para sua instalação, sem que haja a necessidade do usuário ter conhecimentos profundos em informática. Levando em consideração o estudo feito pela Water & Stone (2009, p. 16) agência de marketing digital, percebemos que “o WordPress é um dos três gerenciadores de conteúdo mais utilizados atualmente no mundo”. Também existem outras ferramentas semelhantes ao WordPress, como Joomla e Drupal que são plataformas “Open Source” ou seja, são sistemas livres e gratuitos, dessa forma qualquer individuo pode usá-los sem a necessidade de pagar pelo seu uso, porém a popularidade do WordPress é superior a seus concorrentes, pois uma pesquisa realizada pela Pingdom, empresa de monitoramento de Uptime, revela que 48% dos maiores blogs do mundo utilizam o WordPress como plataforma de publicação de conteúdos Web. O estudo foi realizado com base no ranking do Technorati que aponta os cem maiores blogs do momento [...] Em comparação com uma pesquisa anterior, realizada pela Pingdom em 2009, o uso do WordPress saltou de 32% para 48% entre os cem blogs do ranking. O do Movable Type, a segunda plataforma mais popular, caiu de 12% para 7%. (PINGDOM, 2012). A ferramenta wordpress foi desenvolvida pelo programador Matt Mullenweg e vem sendo mantida pelo projeto open source wordpress, que conta com a contribuição de centenas de pessoas espalhadas pelo mundo.
  • 23. 23 A seguinte citação de Aaron Brazell reforça a idéia de que o wordpress é o melhor gerenciador de conteúdo para publicação de artigos na Internet. Os desenvolvedores de blogs em WordPress contam com um ambiente criado para que os mesmos acompanhem relatórios de erros e bugs na plataforma localizado em: http://core.trac.wordpress.org/, tornando-se este uma ferramenta essencial para quem deseja se aprofundar no processo de desenvolvimento desta plataforma [...]. O Technorati, um dos primeiros e melhores reconhecidos serviço de busca em blogs, tem em sua lista de melhores blogs que, praticamente um em cada três blogs utilizam o WordPress como plataforma. Além disso, o WordPress.com hospeda mais de 50 blogs para a CNN e também roda blogs da Dow Jones, New York Times, People Magazine, Fox News, Wall Street Jornal, Ministério da Cultura e até mesmo muitas agências do governo americano (BRAZELL, 2010, p. 9). 2.5 Entendendo melhor o WordPress Atualmente a plataforma WordPress dispõe de plugins que são pequenos elementos de programação descarregados e instalados automaticamente e que transformam profundamente a forma como o WordPress funciona. Algumas das melhores funcionalidades do WordPress, são aquelas que não vem com ele, são desenvolvidas por outros desenvolvedores e disponibilizadas na forma de plugin e widgets, que são extensões do sistema e que adicionam ou modificam funcionalidades. Isso é possível, graças à sua arquitetura que possui um sistema de hooks, ou ganchos em tradução livre, bastante simples. Os hooks permitem que os desenvolvedores possam criar códigos para serem aplicados durante diversos momentos da execução do site, permitindo assim ir modificando, adicionando ou removendo elementos de forma dinâmica. (BRAZELL, 2010, p. 69). O WordPress possui dentro de sua estrutura plugins nativos que são ferramentas usadas para estender suas funcionalidades, mas ele também nos da a liberdade de instalarmos plugins externos, fazendo com que os mesmos se tornem parte do WordPress a partir de sua instalação.
  • 24. 24 Os plugins são formas de extensões do WordPress mais completas e complexas, permitindo a alteração do comportamento de todo o site, muitas vezes tendo grande interação com banco de dados salvando e recuperando informações, e possuindo diversas telas de administração para controlar seu funcionamento e permitindo que o administrador o configure de maneira desejada. Já os widgets são geralmente pequenos códigos que geram HTML ou JavaScript para adicionar novas funcionalidades na barra lateral do site. Muitas vezes os plugins trazem consigo widgets, permitindo ao usuário configurar onde em seu site as informações geradas pelo plugin irá aparecer (WORDPRESS, 2009). Essa ferramenta de gestão por ser tão poderosa não é apenas utilizada para fins “domésticos”, mas, também para fins comerciais, depois de baixado e instalado no servidor de hospedagem, pode-se inserir layouts de aparências distintas, já prontos, disponibilizados na Internet gratuitamente ou fazer uso da criatividade para desenvolver um que melhor atenda as necessidades do usuário, possibilitando dessa forma obter um blog com estilo próprio, e com os campos para inserção de informações como, artigos, links, fotos, vídeos e outros de acordo com as necessidades do administrador do blog em questão. É importante ressaltar também que “a criatividade é um talento fundamental para o sucesso. Esse talento aliado à tecnologia pode resultar em projetos multimídias que são verdadeiros Objetos de Aprendizagem” (MAZZINI, 2011).
  • 25. 25 3. O PROJETO “ESCOLA NA WEB” O projeto “Escola na Web” nasceu do desejo de se criar um blog educativo para a Escola Municipal Profª Elisa Martirani Winkler, Buri-SP onde fosse possível a unidade publicar as noticias, eventos, avisos, comunicados, horários, dados da equipe escolar, entre outras ações, afim de facilitar a sua comunicação com a comunidade na qual está inserida. O projeto também tinha como objetivo melhorar a socialização e parceria entre gestores, professores, funcionários, alunos e comunidade, por meio da interação desta ferramenta virtual que é tão popular entre os internautas. Com a proposta de capacitar gestores, professores e funcionário para operarem esta tecnologia onde seriam ensinadas técnicas de gestão do blog educativo foi usada a plataforma de blog WordPress, pois esta apresenta várias ferramentas que podem ser usadas para fins pedagógicos, além de ser uma plataforma de gestão de conteúdo simples e intuitiva. O projeto “Escola na Web” foi desenvolvido para ser executado em apenas um dia, com carga horária de seis horas, onde seriam passados apenas os conteúdos fundamentais para a gestão do blog, como o processo de sua instalação, alimentação e gerenciamento de seus recursos. 3.1 Relatando o Projeto O projeto “Escola na Web” realizado na Escola Municipal Profª Elisa Martirani Winkler, foi dividido em dois momentos. No primeiro momento da capacitação o público tomou conhecimento sobre o que é, e como funciona o Projeto “Escola na Web”, para a apresentação dessas informações foram usados os recursos multimídias presentes na escola como computador e data show, sendo a explicação apresentada de forma expositiva. Após a primeira explicação do Projeto “Escola na Web” o público sentou-se à frente dos computadores do laboratório de informática da escola e começaram a colocar em prática os
  • 26. 26 conhecimentos antes vistos na teoria. Neste momento gestores, professores e funcionários, aprenderam como funciona a instalação da plataforma WordPress e como o processo de alimentação do mesmo é simples e prático, não necessitando nenhum conhecimento em linguagem de programação. Ainda neste primeiro momento o público aprendeu como inserir conteúdos no blog por meio de postagens e a criar novos usuários para o sistema, pois o WordPress possibilita que vários usuários o administrem. Aprenderam também a criar galerias de imagens e a inserir vídeos de sites como o Youtube e Vimeo, e para finalizar o primeiro momento aprenderam a administrar os comentários postados no blog e a gerenciar o mural de recados do blog da escola. No segundo momento foi aplicado um questionário online contendo onze perguntas fechadas que seriam respondidas em determinados campos de seleção e uma pergunta aberta que seria respondida livremente por meio de um campo especifico para digitação, este questionário foi aplicado no término da capacitação e os participantes puderam respondê-lo no próprio blog da escola, já que o mesmo foi desenvolvido para ser respondido de maneira virtual. O que motivou a criação de um questionário online foi o seu baixo custo e rapidez, pois não há gastos com folhas e as informações são enviadas em tempo real para a caixa de e-mail de quem o aplica. Para tal, foi usado um plugin para WordPress chamado Cforms que tem por função criar formulários e questionários online dentro do blog desenvolvido em WordPress. Outra grande vantagem em se usar questionários desse gênero é que a pessoa não se sente inibida e procura ser o mais sincera possível no momento de opinar, pois este tipo de questionário pode ser respondido em qualquer lugar e a qualquer hora desde que o computador do participante tenha acesso a Internet. O projeto “Escola na Web” também se tornou oportuno, pois a “educação é um processo dinâmico e interminável que exige atualização permanente” (PEREIRA, 2004, p. 10), passando desta forma o projeto a se caracterizar como uma formação continuada a fim de ampliar as habilidades e competências da equipe escolar em relação às novas mídias.
  • 27. 27 3.2 Análise das Questões - Questão 1 Com relação à faixa etária do público da escola em questão foi possível perceber que os mesmos estão bem divididos, apresentando maior número de indivíduos com idade entre 25 a 30 anos, ficando claro que o público da escola é relativamente jovem. (Gráfico referente à questão 1) - Questão 2 Com relação ao sexo do público pesquisado, ficou nítido a disparidade entre ambos, pois 93% do publico é do sexo feminino e somente 7% é do sexo masculino. (Gráfico referente à questão 2)
  • 28. 28 - Questão 3 Com relação à pergunta: Você concorda que toda escola pública deveria ter um blog na Internet? Ao analisar a referida questão foi possível perceber que 100% do público respondeu que Sim, nesta questão ficou evidente que as pessoas tem o desejo de conhecer as inúmeras atividades que são desenvolvidas nas escolas públicas por meio de seus blogs, afinal, este tipo de recurso serviria como troca de experiência entre as escolas. (Gráfico referente à questão 3) - Questão 4 Com relação à pergunta: Com que frequência você costuma utilizar o computador? Notamos que a grande maioria 67% usam o computador todos os dias, demonstrando que a escola tem grande potencial para se trabalhar os recursos da web 2.0. (Gráfico referente à questão 4)
  • 29. 29 - Questão 5 Com relação à pergunta: Qual é a utilidade do computador no seu dia-a- dia? Foi possível perceber que 62% do público, ou seja, a grande maioria faz uso do computador para assuntos profissionais, demonstrando que o computador para o público pesquisado é considerado uma ferramenta de trabalho. (Gráfico referente à questão 5) - Questão 6 Com relação à pergunta: Qual é o nível de conhecimento em informática que você julga se enquadrar? A maioria do público declarou ter apenas o conhecimento básico em informática, demonstrando dessa maneira que os entrevistados se sentem inseguros perante as novas tecnologias, o que nos remete a pensar sobre a importância de se qualificar para encarar este novo contexto tecnológico existente nas escolas. (Gráfico referente à questão 6)
  • 30. 30 - Questão 7 Com relação à pergunta: Você já visitou algum blog desenvolvido na plataforma WordPress? Foi possível perceber que as respostas ficaram divididas demonstrando que poucos conheciam a plataforma WordPress e a outra parcela nem se quer tinha ouvido falar nela. (Gráfico referente à questão 7) - Questão 8 Com relação à pergunta: Que tipos de blogs costuma visitar? Percebe-se que a maioria costuma visitar blogs pedagógicos por conterem informações que fazem parte do dia a dia da unidade escolar, mas grande parcela gosta de visitar blogs de publicações de fotos, devido os mesmos manterem um conteúdo mais ilustrativo. (Gráfico referente à questão 8)
  • 31. 31 - Questão 9 Com relação à pergunta: Você acredita que depois de ter participado da capacitação do Projeto Escola na Web você seria capaz de criar um blog na Internet? Ao observar a resposta que é unânime na opção Sim, ficou nítido que a capacitação do Projeto Escola na Web rendeu bons frutos, pois o público sentiu que após a mesma teriam competências suficiente para criarem sozinhos seus próprios blogs. (Gráfico referente à questão 9) - Questão 10 Com relação à pergunta: O que você achou da sua escola ter um blog desenvolvido na plataforma WordPress? Ficou claro que a maioria do público adorou a ideia, demonstrando que acreditam no potencial de seu time e que se sentem orgulhosos por poderem administrar o blog de sua própria escola. (Gráfico referente à questão 10)
  • 32. 32 - Questão 11 Com relação à pergunta: Você acredita que a partir de agora o uso do blog da escola irá aumentar a interação entre os membros da comunidade escolar? Percebemos que a maioria acredita que o blog da escola se tornou um dos canais de interação entre a comunidade e a escola, pois a partir de agora tanto a escola como a comunidade poderão trocar informações direto do blog. (Gráfico referente à questão 11) - Questão 12 Com relação à pergunta: Quais foram os conhecimentos adquiridos por você, com a proposta do uso do blog como extensão da escola? Nesta questão não foi gerada gráfico devido à mesma ser uma resposta aberta, ou seja, descritiva. Abaixo menciono palavras chaves que foram usadas nas inúmeras respostas: R: Compartilhar Conhecimento, Reflexão e Crítica, Habilidades de Gerenciar Informações, Espírito de Cooperação, Aprender a Aprender, Comunidade Envolvida, Colaboração e Divulgação, Autonomia e Aprendizagem, Diálogo e Interpretação, etc. Ao fazermos uma análise detalhada da questão doze, percebemos que o público pesquisado gostou do tema estudado e que o mesmo apresentou respostas positivas em relação ao uso do blog no ensino, demonstrando que compreenderam a importância de se integrar o uso das mídias à educação escolar, afinal “a integração da mídia à educação só faz sentido se realizada em sua dupla dimensão: como ferramenta pedagógica e como objeto de estudo” (BELLONI, 2005, p. 9).
  • 33. 33 4. CONSIDERAÇÕES FINAIS Tendo em vista os aspectos observados, neste projeto de pesquisa, é possível concluir que o tema blog, quando trabalhado de forma proveitosa, onde todas as suas ferramentas são exploradas para fins educativos por professores, alunos e funcionários das instituições de ensino, principalmente as públicas, pode contribuir significativamente com as práticas pedagógicas, pois a partir do uso desta ferramenta, professores poderão usá-la como apoio em suas disciplinas, apresentando conteúdos complementares para seus alunos lerem e baixarem, entre outros recursos. Permite também estabelecer a relação entre gestores, funcionários e pais de alunos que poderão discutir através do blog assuntos relacionados à gestão da escola, transformando o blog em um verdadeiro fórum de discussões, demonstrando que todos da comunidade são bem vindos a participar também de maneira virtual. Assim o blog poderá servir para elaboração de uma revista virtual que comtemple a divulgação das inúmeras atividades realizadas pela escola, atuando como um sistema que tem o poder de quebrar as barreiras enfrentadas na relação entre família e escola, tornando-se um espaço aberto para que ocorra a comunicação da sociedade para com essa instituição, pois gera um canal direto entre esses dois universos, possibilitando a criação de laços entre a família dos alunos e a escola, afinal, através do blog tanto família quanto escola conseguirão trocar mensagens de forma segura e privativa onde ambos os lados poderão expor problemas e soluções para seus alunos ou filhos, fazendo do blog da escola uma genuína central de atendimento a comunidade. Observou-se a grande necessidade da constante busca de conhecimentos voltados para área de tecnologias da informação e comunicação (TIC) pelos professores, gestores e funcionários das instituições de ensino. O aprimoramento constante é indispensável para que consigam dominar e se utilizar dessas ferramentas cada vez mais modernas, assim podendo atuar como multiplicadores desse conhecimento com os demais membros da comunidade escolar. Pensando nesta proposta, a capacitação “Escola na Web” foi desenvolvida e aplicada, para que todos os gestores, professores e funcionários tivessem a oportunidade de dominar a tecnologia dos blogs, demonstrando que a escola sempre pode e deve
  • 34. 34 se beneficiar das tecnologias do mundo moderno para viabilizar o ensino, seja qual for à área do conhecimento. Espera-se que essa pesquisa possa gerar estudos e debates a partir do tema abordado, com o intuito de estimular a reflexão sobre as práticas didáticas com o uso dos blogs no ensino, pois acredita-se que a formação continuada é a mola propulsora do desenvolvimento dos docentes, como de qualquer outro membro da comunidade escolar, e que com ela tenha alguma forma de relação.
  • 35. 35 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS BALTAZAR, Neusa. Weblogues. Potencialidades e Problemáticas na sua Utilização no Ensino. Intermídias - ES. 2005, p. 2. Disponível em: http://www.intermidias.com/txt/ed56/Comunicacao_Educacao_Weblogues_Baltaz ar.pdf. Acesso em 18/04/2012. BARBOSA, Elisabete e GRANADO, Antônio. Weblogs, diário de bordo, Porto, Porto Editora, 2004. p. 41-47. BELLONI, Maria Luiza. O que é mídia-educação. 2ª ed. Campinas, SP: Autores Associados. (Coleção polêmicas do nosso tempo:78), 2005, p. 9. BOEIRA, A. F. Blog na Educação: Blogando algumas possibilidades pedagógicas. Revista Tecnologia na Educação. A. 1, n.1. dez. 2009, p. 6. Disponível em http://tecnologiasnaeducacao.pro.br/revista/a1n1/art10.pdf. Acesso em 23/01/2012. BRAZELL, Aaron. WordPress Bible. Indianapolis: Wiley Publishing, Inc., 2010, p. 9-69. CRUZ, Sónia Catarina da Silva; CARVALHO, Ana Amélia Amorim. Weblog como Complemento ao Ensino Presencial no 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico, (2006). Universidade do Minho, Campus de Gualtar. Braga - Portugal. p. 64. EÇA, Teresa Almeida. NetAprendizagem - A Internet na Educação. Porto Editora, 1998, p. 122. FORSSELL, Cilene Célia Rodrigues. III Encontro de Informática Educacional - Itanhaém-SP, 2010. Disponível em http://itanhaemdigital.blogspot.com/2010/01/iii- encontro-de-informatica.html. Acesso em 23/01/2012. GOMES, Maria João, (2005) Blogs: um recurso e uma estratégia pedagógica, VII Simpósio Internacional de Informática Educativa, Leiria: Escola Superior de Educação de Leiria, p. 311-315. IBOPE, Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística. Total de pessoas com acesso à Internet atinge 77,8 milhões. (2011). Disponível em http://www.ibope.com.br/calandraWeb/servlet/CalandraRedirect?temp=5&proj=Por talIBOPE&pub=T&db=caldb&comp=Noticias&docid=C2A2CAE41B62E75E832579 07000EC04F. Acesso em 05/03/2012. MARINHO, Simão Pedro Pinto, Blog na Educação & Manual Básico do Blogger (2007) 3ª edição, p. 01-33, PUC Minas, Instituto de Ciências Humanas, Programa de Pós-graduação em Educação.
  • 36. 36 MAZZINI, Evandro. 3º Encontro Nacional de Educação Tecnológica (Enetec) - Presidente Prudente-SP, 2011. Disponível em http://tecnologia.educacao.zip.net. Acesso em 20/10/2011. MOURÃO, Luciana. Oportunidades de Qualificação Profissional no Brasil: Reflexões a partir de um Panorama Quantitativo. Associação Nacional de Pós- Graduação e Pesquisa em Administração, RAC, Curitiba-PR, 2009, p. 138,139. Disponível em http://www.anpad.org.br/periodicos/arq_pdf/a_842.pdf. Acesso em 10/01/2012. PEREIRA, Luiz Augusto Caldas. A Formação de Professores e a Capacitação de Trabalhadores da Educação Profissional e Tecnológica. Curitiba - PR, CEFET - CAMPOS, 2004, p. 10. Disponível em http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf/tema5a.pdf. Acesso em 10/01/2012. PINGDOM. WordPress é a plataforma mais usada pelos maiores blogs. Empresa de Monitoramento de Uptime. 2012. Disponível em: http://royal.pingdom.com/2012/04/11/wordpress-completely-dominates-top-100-blogs/. Acesso em 11/04/2012. RECUERO, Raquel. Weblogs Webrings e Comunidades Virtuais. In: VII Seminário Internacional de Comunicação, 2002. Porto Alegre. Anais. Porto Alegre, 2002, p. 3. Disponível em http://www.pontomidia.com.br/raquel/webrings.pdf. Acesso em 24/06/2011. SILVA, Carlos Alberto F. da; SILVA, Michele T. Cândido da. A dimensão socioespacial do ciberespaço: uma nota. Disponível em: http://www.tamandare.g12.br/indexciber.htm. Acesso em: 24/06/2011. SILVA, Inara Souza. Weblog como fonte de informação para jornalistas. Brasília-DF, 2006. p. 33-34. Dissertação de Mestrado em Ciência da Informação. UNB. Disponível em http://repositorio.bce.unb.br/bitstream/10482/2974/1/2006_InaraSouzadaSilva.pdf. Acesso em 24/06/2011. (b) SILVA, J.A. Barbosa. Mãos na mídia: Weblogs, apropriação social e liberação do pólo da emissão. Dissertação de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Culturas Contemporâneas, da UFBa (Universidade federal da Bahia), Faculdade de Comunicação, Salvador, 2003, p. 33. (a) SUTER, V.; ALEXANDER, B.; KAPLAN, P. Social software and the future of conferences - Right Now. EDUCAUSE Review, v.40, n.1, 2005, p. 46. TAGNIN, Fábio. Computação 1 a 1: o desafio de guiar os nativos digitais. Blog de Educação digital da Intel. 2008. Disponível em: http://blogs.intel.com/educacaodigital/2008/07/computacao_1_a_1_o_desafio_de_ guiar_os_nativos_digitais.php. Acesso em 20/02/2012. WATER&STONE. Open Source CMS Market Share. (2009). Disponível em: http://www.cmswire.com/downloads/cms-market-share/. Acesso em 15/03/2011.
  • 37. 37 WORDPRESS. WordPress Codex. (2009). Disponível em: http://codex.wordpress.org. Acesso em 24/06/2011.
  • 39. 39 Questionário usado no Projeto “Escola na Web” As doze perguntas do questionário foram as seguintes e estão na ordem em que foram formuladas: 1 - Faixa etária: ( ) Menos de 20 anos ( ) 20 a 25 anos ( ) 25 a 30 anos ( ) 30 a 35 anos ( ) acima dos 35 2 - Sexo: ( ) Masculino ( ) Feminino 3 - Você concorda que toda escola pública deveria ter um blog na Internet? ( ) Sim ( ) Não 4 - Com que frequência você costuma utilizar o computador? ( ) Todos os dia ( ) Uma vez por semana ( ) Raramente 5 - Qual é a utilidade do computador no seu dia-a-dia? ( ) Uso doméstico ( ) Uso profissional ( ) Assuntos estudantis ( ) Apenas lazer 6 - Qual é o nível de conhecimento em informática que você julga se enquadrar? ( ) Básico ( ) Médio ( ) Avançado 7 - Você já visitou algum blog desenvolvido na plataforma WordPress? ( ) Sim ( ) Não
  • 40. 40 8 - Que tipos de blogs costuma visitar? ( ) Literário ( ) Jornalístico ( ) Pessoal ( ) Poemas ( ) Cultural ( ) Publicação de Fotos ( ) Pedagógico ( ) Outros 9 - Você acredita que depois de ter participado da capacitação do Projeto Escola na Web você seria capaz de criar um blog na Internet? ( ) Sim ( ) Não 10 - O que você achou da sua escola ter um blog desenvolvido na plataforma WordPress? ( ) Excelente ( ) Bom ( ) Indiferente ( ) Ruim 11 - Você acredita que a partir de agora o uso do blog da escola irá aumentar a interação entre os membros da comunidade escolar? ( ) Sim ( ) Não 12 - Quais foram os conhecimentos adquiridos por você, com a proposta do uso do blog como extensão da escola? R: