SlideShare uma empresa Scribd logo
DeClaraJornal do Agrupamento Escolas Clara de Resende
DeClaranº26outubro2019
Professores:CristinaSilvaeGabrielFraga
2
Agrupamento Clara de Resende
DeClara, nº 26 outubro 2019
Convite para participar no Jornal da Escola DeClara
Depois das umas merecidas férias e da normal reorganização de início de ano letivo, cá
está o DeClara a retomar a sua publicação mensal.
O Jornal da Escola Clara de Resende, DeClara, é um projeto recente de promoção da
leitura, de caráter mensal e pretende colocar toda a comunidade escolar a ler, de
forma formativa, informativa e recreativa. Dar conhecer tudo o que se faz na escola:
trabalhos de alunos/turmas, palestras, debates, projetos, visitas de estudo, exposições,
comemorações, encontro com escritores, clubes da escola (teatro, xadrez,...), Oficinas
(Gramática, ...) e dar voz a todos aqueles que querem partilhar algo com a comunidade
educativa…
O DeClara pretende constituir-se como um instrumento de educação para a cidadania,
de promoção do espírito critico e de integração dos diferentes saberes, com recurso às
diferentes tecnologias da informação e comunicação, a um nível transversal.
Este projeto dirige-se e envolve alunos do 1.º ao 12.º ano, professores, funcionários,
pais/encarregados de educação e comunidade educativa em geral. É gratuito, enviado
digitalmente por email para toda a comunidade escolar e fica disponível neste blogue,
o blogue das Bibliotecas do Agrupamento Clara de Resende.
Com a vossa colaboração e participação, o Jornal será "mais nosso" e sairá muito mais
enriquecido!
Isabel Santos Pereira
Editorial
Iniciamos mais um ano escolar com as
publicações do nosso DeClara e a excelente
colaboração e dedicação da comunidade nesta
caminhada de intenso trabalho em que nos
empenhamos e envolvemos que representa o
enorme desafio da elaboração de um Jornal
Escolar.
É um enorme privilégio participar num projeto
que dá valor à democracia, à liberdade de
expressão, a todos os Direitos Humanos, que
permite dar voz a toda a comunidade
educativa, expressar os ideais em que
acreditam, pelos quais lutam e que permitem
contribuir para o desenvolvimento de cidadãos
mais conscientes, responsáveis e autónomos.
É com profundo orgulho que olho para cada
uma das nossas publicações! E nesta edição de
outubro, podemos constatar que as aulas
ainda há pouco começaram e já temos tanto
trabalho feito, para além das aulas lecionadas.
Espero que apreciem e aceitem (ou continuem
a aceitar) o nosso convite para colaborar /
participar no nosso DeClara.
Isabel Santos Pereira
3
Agrupamento Clara de Resende
DeClara, nº 26 outubro 2019
EDITORIAL 3
SUGESTÕES DO MÊS 6
O QUE ACONTECEU ... 42
DESAFIOS DO MÊS 5
OS PROFESSORES 53
É BOM SABER ... 55
TRABALHOS DOS ALUNOS 21
O QUE ESTÁ A ACONTECER... 11
CLUBES E OFICINAS DE APRENDIZAGEM 4
BOM ANO LECTIVO 2019/2020
4
DeClara, nº 26 outubro 2019
AGRUPAMENTO VERTICAL
DE CLARA DE RESENDE
Desporto Escolar 2019/20
BADMINTON
Inscrições Abertas !!!
Informa-te junto do teu Professor de Ed. Física
Horário: 3ª/ 4ª - 13:20/14:10
CLUBES e OFICINAS DE APRENDIZAGEM
Professora EF Manuela Almeida
5
DeClara, nº 26 outubro 2019
Escola Básica e Secundária Clara de Resende
CLUBE DE XADREZ
Horários:
3ªfeira - 13:20 às 15:10
5ªfeira - 12:15 às 13:05
Local: Biblioteca Resende
Ficha de inscrição na Biblioteca Escolar
Coordenador do Clube de Xadrez: Américo Neto
CLUBES e OFICINAS DE APRENDIZAGEM
6
DeClara, nº 26 outubro 2019
CLUBES e OFICINAS DE APRENDIZAGEM
Professora Paula Castro
7
RESPOSTAS AOS DESAFIOS DE JULHO
DESAFIOS DE OUTUBRO
Desafio 1
Descobre as 7 diferenças
DeClara, nº 26 outubro 2019
Problema de matemática
Cada um dos 7 Cangurus comeu o
mesmo número de sandes.
O número total de sandes comidas tem
3 algarismos e é da forma 3 _0. Qual é o
algarismo que falta no meio?
Professor Artur Neri
8
DeClara, nº 26 outubro 2019
Professora Paula Cunha
Desafios de Halloween
Secas do mês
Atenção: Estas anedotas são extremamente
secas.
Mesmo muito secas!
As mais secas que já alguma vez ouviste!
9
SUGESTÕES DO MÊS
DeClara, nº 26 outubro 2019
Porque é que as aves voam para sul?
-Porque é muito longe para ir a pé.
-Boa tarde, vim afinar o seu piano.
-Mas eu não chamei nenhum afinador de pianos…
-Pois não, foram os seus vizinhos.
-A minha carreira está em ruínas!
-O que é que fazes?
-Sou arqueólogo.
Francisco Manta Rodrigues, 10.ºD
Informação inútil
A francesa Jeanne Louise Calment viveu 122 anos e 164 dias, entre 1875 e 1997, tendo
sido a pessoa mais velha da História e morreu depois da sua filha e neto. Fumou
durante 96 anos (começou aos 21 e largou o vício aos 117). Na sua dieta não podia
faltar azeite, vinho do Porto e chocolate. Comia cerca de 1kg de chocolate por semana.
Francisco Manta Rodrigues, 10.ºD
10
DeClara, nº 26 outubro 2019
Com Humor…
Nem Picasso escapou às arrumações
11
SUGESTÕES DO MÊS LEITURA
2º Ciclo: “Dentes de Rato “– Agustina Bessa-Luís
«Lourença tinha três irmãos. Todos aprendiam a fazer habilidades como
cãezinhos, e tocavam guitarra ou dançavam em pontas dos pés. Ela não. Era
até um bocado infeliz para aprender, e admirava-se de que lhe quisessem
ensinar tantas coisas aborrecidas e que ela tinha de esquecer o mais
depressa possível. O que mais gostava de fazer era comer maçãs e deitar-se
para dormir. Mas não dormia. Fechava os olhos e acontecia-lhe então uma
aventura bonita, e conhecia gente maravilhosa.»
Biblioteca Escolar
Livro CNL 2º ciclo
– Fase interna
Enquanto Lúcia se deslumbra com o brilho de um mundo a que quer
pertencer, Hans desafia os mares para fazer cumprir o seu destino.
Nestas histórias, em terra e no mar, as personagens procuram a sua
verdadeira vida, que se revela nos espaços, na noite, no silêncio, no som do
mar.
Biblioteca Escolar
3º Ciclo: “Contos da Terra e do Mar “– Sophia de Mello Breyner
Andresen
Livro CNL 3º ciclo
– Fase Interna
DeClara, nº 26 outubro 2019
Daniel Benchimol, um jornalista angolano, sonha com pessoas que não
conhece. Moira Fernandes, uma artista plástica moçambicana, radicada em
Cape Town, encena e fotografa os seus sonhos. Hélio de Castro, neurocientista
brasileiro, filma-os. Hossi Apolónio Kaley, hoteleiro, antigo guerrilheiro, com
um passado violento, é sonhado pelas pessoas à sua volta. Os sonhos juntam
estas quatro personagens numa Angola dominada por um regime ditatorial à
beira da completa desagregação.
Esta obra é uma fábula política, satírica e divertida, que questiona e desafia a
natureza da realidade, enquanto defende a importância dos sonhos como
instrumento de consciência e transformação.
Francisco Manta Rodrigues, 10.ºD
Ensino Secundário:“A sociedade dos sonhadores involuntários”, de José Eduardo Agualusa
12
POEMA DO MÊS DE OUTUBRO 2019
DeClara, nº 26 outubro 2019
SENTIR...
Os sentimentos agarro ao coração
E surge sempre uma emoção
Às vezes não os quero revelar
Para evitar apelar.
Há sentimentos negativos,
e uns mais positivos
é bom demonstrarmos o que sentimos
Mas nem sempre conseguimos...
O amor é um sentimento poderoso
E bastante generoso
É uma demonstração de afeto
E haverá sempre um predileto.
Transmitir bondade
É ser benevolente
Querendo ajudar muita gente
Com uns simples atos de reciprocidade
Demonstrando uma honesta felicidade.
Gratidão é estar agradecido
Por algo que foi concedido
Com vontade e dedicação
E agradecer do fundo do coração
Beatriz Ferreira
9º ano
13
IMAGEM DO MÊS DE OUTUBRO 2019
DeClara, nº 26 outubro 2019
URGENTE!
MUDAR MENTALIDADES!
Diagnóstico...
Apresentação de uma espécie:
Morcego de ferradura grande
Rhinolophus ferrumequinum (Schreber, 1774)
Taxonomia Mammalia, Chiroptera, Rhinolophidae.
Em Portugal, é mais comum no Norte e no Centro, aparecendo apenas
esporadicamente no Algarve.
As colónias de criação abrigam-se principalmente em grandes edifícios,
mas podem também utilizar grutas e minas, locais onde estes animais em
geral hibernam.
Parece caçar em zonas bem arborizadas, utilizando ocasionalmente áreas abertas próximas destas.
As principais ameaças parecem estar ligadas à degradação do habitat por ação
do Homem, tanto pela destruição de abrigos como pela alteração de áreas de
alimentação e pelo uso de pesticidas. A perda de abrigos é particularmente
nefasta nesta espécie, frequentemente devido ao bloqueio das entradas de
pequenas minas por vegetação e à completa degradação ou recuperação
descuidada de casas abandonadas.
Professor Artur Neri
CURIOSIDADE DO MÊS DE OUTUBRO
Erasmus + 2019/21
O projeto “ Catch the European Sun” submetido pela nossa escola em parceria
com mais quatro países, foi aprovado pela Agência Nacional Europeia com uma
excelente pontuação de 94,5 em 100.
Este projeto é um KA229, envolve mobilidade de professores e alunos da escola. O país coordenador é
a Itália e os nossos parceiros são a Turquia, a Polónia e a Grécia.
A equipa de professoras envolvidas neste projeto frequentaram o MOOC - o trabalho colaborativo
com o eTwinning da DGE, tendo obtido os selos eTwinning. Esta formação foi muito útil pois
proporcionou o conhecimento da plataforma europeia e o encontro de parceiros para a candidatura
ao projeto europeu.
Este projeto de mobilidade promove a partilha de boas práticas educativas recorrendo às novas
tecnologias tendo como tema central o Sol e sua importância na sustentabilidade do nosso planeta.
Em cada mobilidade haverá a atribuição de tarefas que cada instituição escolar realizará dentro do
grupo de trabalho do projeto, com base nas peculiaridades e habilidades específicas de cada escola.
Equipa de trabalho do Projeto
O primeiro encontro transacional no âmbito deste projeto irá realizar-se de 25 a 29 de novembro em
Campobasso, Itália .
Foram aprovados no conselho pedagógico de 15 de novembro as autorizações das mobilidades e os
critérios de seleção dos alunos participantes.
Este projeto destina-se aos alunos do ensino secundário. Os interessados em participar deverão estar
atentos aos cartazes que serão afixados na entrada e no polivalente da escola.
A equipa dos professores Erasmus+: Alda Dia , Carla Duarte, Helena Fernandes, Isabel Pinto, M João Magalhães
14
O QUE ESTÁ A ACONTECER...
DeClara, nº 26 outubro 2019
DeClara, nº 26 outubro 2019
Concurso Nacional de Leitura
14.ª edição
2019-2020
DATAS e LOCAL
1ª Fase – ESCOLA – 7 e 8 de janeiro 2020 – Auditório da Escola Clara de Resende
Obras para leitura:
• 2º ciclo – Dentes de Rato – Agustina Bessa- Luís
• 3º ciclo – Histórias da Terra e do Mar – Sophia de Mello Breyner Andresen
• Ensino Secundário – O Velho que lia romances de Amor – Luís Sepúlveda
2ª Fase – MUNICIPAL – 12 de fevereiro – Biblioteca Municipal Almeida Garrett
3ª Fase – INTERMUNICIPAL DISTRITAL
Fase Nacional do CNL decorre nos dias:
• 19 de maio - prova escrita de pré-seleção – à distância
• 6 de junho - Final: Oeiras
MAIS INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES NA BIBLIOTECA ESCOLAR
PARTICIPA!
DeClara, nº 26 outubro 2019
Media@ção | concurso 2020
Está aberta a 3.ª edição do concurso Media@ção, à qual podem candidatar-se alunos
de ensino básico e secundário de escolas públicas, privadas, profissionais e, ainda,
escolas portuguesas ou da rede de ensino de português no estrangeiro.
Conscientes de que alguns dos problemas que se têm acentuado e ganho visibilidade
no atual contexto social e político merecem a atenção e o empenhamento de todos,
definimos como tema, para este ano, a relação Media, desinformação e
desenvolvimento sustentável.
Pretende-se que os trabalhos relacionem o uso dos media e o atual problema da
desinformação com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável n.º 5 (Igualdade de
Género), n.º 13 (Ação Climática) ou n.º 16 (Paz, Justiça e Instituições Eficazes), a saber,
que relacionem os media e a desinformação com problemas de igualdade/violência de
género, questões ambientais ou formas várias do designado discurso de ódio.
Para concorrer basta submeter os vídeos ou podcast candidatos através do formulário
disponível em
https://forms.gle/AVZFsJqqcd2EbjJv8
O termo para envio dos trabalhos é o dia 28 de março de 2020.
A entrega de prémios ocorrerá no final do ano letivo, em data e locar a indicar.
Leia atentamente o Regulamento e não deixe de ir ao canal Media@ção, onde pode
conhecer os trabalhos vencedores de edições anteriores e consultar os tutoriais de
apoio ao concurso disponíveis em A linguagem audiovisual!
O concurso Media@ção é uma iniciativa de parceria destas entidades: Comissão
Nacional da Unesco, Direção-Geral da Educação, Fundação Altice PT, Fundação para a
Ciência e Tecnologia, Plano Nacional de Leitura 2027, Secretaria-Geral da Presidência
de Conselho de Ministros e Rede de Bibliotecas Escolares.
DeClara, nº 26 outubro 2019
Roteiros do Empreendedorismo - Move Your Way @ Porto
Clara em Ação…
As escolas secundárias e profissionais do Porto começaram nesta semana a receber o
"Empreende Jovem", um programa de formação e educação para o
empreendedorismo.
O projeto, promovido pela Fundação da Juventude em parceria com a Câmara do
Porto, tem como objetivo ajudar jovens estudantes do Ensino Secundário e do
Profissional a desenvolver competências empreendedoras, assim como o
desenvolvimento do espírito de iniciativa e a motivação pelo empreendedorismo.
Para tal, foram lançados os Roteiros do Empreendedorismo - Move Your Way @ Porto
que, no total, compreendem a realização de 45 sessões de capacitação presenciais em
escolas da cidade durante os meses de outubro e novembro.
A Escola Básica e Secundária Clara de Resende foi das primeiras a aderir ao projeto.
Ser empreendedor?
Design thinking !
Em outubro, a Dra. Paula Cardoso e o Dr. Hélder Sampaio da Fundação da Juventude,
em colaboração com a Camara Municipal do Porto, estiveram na Escola Clara de
Resende a apresentar o Roteiro do Empreendedorismo, a turmas do 12 º anos das
áreas das ciências e de economia.
DeClara, nº 26 outubro 2019
Depois de uma apresentação geral sobre o que é ser empreendedor e o design
thinking foi pedido às turmas a sua colaboração para, em pouco tempo e utilizando as
técnicas apresentadas, os alunos em grupo tentassem resolver um problema que lhe
foi colocado.
Este problema era conhecido pelos jovens e por isso , as suas participações e
intervenções neste desafio foram motivadoras e interessantes .
A sessão foi avaliada pelas turmas muito boa e pelos professores também
Este trabalho também foi divulgado no site da CMP e na Fundação da Juventude
Mais uma vez volta , Clara em Ação !
Isabel Pinto
Coordenadora da Cidadania e Desenvolvimento e Projetos Educativos
DeClara, nº 26 outubro 2019
Concurso: Conta-nos uma História! 2019-2020
DeClara, nº 26 outubro 2019
DeClara, nº 26 outubro 2019
DeClara, nº 26 outubro 2019
Oferta de Livros BE
Em breve prontos para circulação e empréstimo.
Oferta do aluno Francisco Rodrigues
Brevemente na nossa Biblioteca Escolar
23
DeClara, nº 26 outubro 2019
TRABALHOS DOS ALUNOS – 1º ANO
“As preocupações do Billy”
A entrada no 1.º ano traz algumas preocupações para os pais/EE mas também para os alunos.
As Turmas do 1.º ano da EB1 João de Deus, no passado dia 23 de setembro, assistiram na
Biblioteca Escolar à narração do conto “As preocupações do Billy” escrito por Anthony Browne,
da editora Kalandraka, pela voz divertida do professor Abel.
Billy é um menino igual a tantos outros que vive preocupado com os seus medos, mas a avó tem
uma solução.
Este foi o ponto de partida para que os caloiros do 1.º Ciclo, turma A, pudessem falar
abertamente das suas preocupações e as pudessem resolver juntos. Colocadas em papel e
ilustradas de forma bastante criativa, foi construído um pequeno livro digital, o qual pode ser
consultado aqui:
https://pt.calameo.com/read/00034436337073aaaed0e, que estas crianças partilharam entre eles,
orgulhosamente!
Por Susana Rosário & Abel dos Santos Cruz
24
DeClara, nº 26 outubro 2019
Álbum Gráfico:
25
DeClara, nº 26 outubro 2019
Porto | EbJD | 10 de outubro de 2019
26
biblioteca escolar João de Deus Ano Letivo 2019-2020
“Works & Days”
Por Ana Maria Cruz & Abel dos Santos Cruz
Works & Days é um projeto eTwinning desenvolvido pelo Centro de Recursos -
Biblioteca Escolar da Escola Adriano Correia de Oliveira do Agrupamento de Escolas
Gaia Nascente, em articulação com a biblioteca da Escola Básica João de Deus do
A.E. Clara de Resende.
Os alunos do 9.º ano apresentaram textos em inglês acerca do trabalho e de
diversas profissões da região. As escolhas profissionais debatidas em Cidadania e o
tema 'Jobs and Careers’, integrado no curriculum da disciplina de Inglês, surgem a
partir das entrevistas realizadas pelos alunos e estão ilustrados pelos alunos dos 3.º
e 4.º anos.
Como resultado final, criou-se um ebook, apresentado aos alunos e publicado no
site do CRBE e na plataforma do eTwinning, que pode ser consultado aqui:
https://twinspace.etwinning.net/86050/home.
Obrigada a todos!
Álbum Gráfico:
biblioteca escolar João de Deus Ano Letivo 2019-2020
DeClara, nº 26 outubro 2019
27
DeClara, nº 26 outubro 2019
biblioteca escolar João de Deus Ano Letivo 2019-2020
biblioteca escolar João de Deus Ano Letivo 2019-2020
Gaia-Porto | BeACO-BeJD | 14 de outubro de 2019
28
DeClara, nº 26 outubro 2019
TRABALHOS DOS ALUNOS – 6º ANO
Kit Kat – Have a break, have a Kit Kat.
Tradução – faz uma pausa, come um Kit Kat.
No slogan, o “break” tem dois sentidos. O sentido de parti-lo para o comer
e o de fazer uma pausa para o comer.
Lego – Just imagine.
Tradução – basta imaginar.
Quando pensamos em lego, pensamos em criar e em imaginar.
Nike – Just do it.
Tradução – Apenas faz.
A marca diz que o cliente é capaz de tudo.
Trabalho de:
Gastão Pessanha
Afonso Caldevilla
António Caldevilla.
Professora Fernanda Moura
29
DeClara, nº 26 outubro 2019
TRABALHOS DOS ALUNOS – 6º ANO
5 outubro de 1910
O que é e em que consiste?
Portugal até ao ano de 1910 foi governado apenas por reis. A esse regime político dá-se o
nome de Monarquia. Nessa altura, o povo não estava contente com o modo de governar o
país, existiam dificuldades económicas, havia uma baixa socialização com países estrangeiros,
os gastos da família real eram exagerados e desnecessários.
Principalmente por estas razões, o povo estava aberto a um novo regime político, a república.
Tudo isto deu oportunidade a que os apoiantes da república se mobilizassem para organizar
uma revolução, que iniciou no dia 1 de outubro de 1910. Os militares e o povo lutaram contra
os soldados monarcas durante cinco dias! Na manhã do quinto dia, o governo monarca cedeu
a posse do governo.
Depois da república ganhar a posse do governo, os símbolos nacionais mudaram: o hino, a
bandeira e a moeda, representando os valores, objetivos e a história nacional pelos olhos do
povo.
Pedro Gomes 6ºA
Professora de HGP Laurentina Ferreira
Bandeira antes da revolução Bandeira após a revolução
30
DeClara, nº 26 outubro 2019
Os alunos de Francês do 7º ano participaram, em grande número e com entusiasmo, no
concurso lançado pela professora, intitulado “Mon cahier, c’est TOP!” e que consistiu no
seguinte: depois de reverem, aprenderem e pesquisarem alguns aspetos da cultura e da
geografia de França e dos países francófonos, as fronteiras terrestres e marítimas de França, as
suas principais cidades, rios, montanhas e locais e produtos típicos, os alunos decoraram o seu
caderno de Francês com estes motivos.
Alguns alunos desenharam, outros recortaram imagens de jornais, de revistas e da Internet e o
resultado foi muito bom!
No final, cada turma fez na sala de aula uma exposição de todos os cadernos e os alunos
elegeram o que mais gostaram.
Eis os vencedores com os cadernos eleitos!
7ºB
7ºA
TRABALHOS DOS ALUNOS – 7º ANO
Mon Cahier,
c´est TOP!
31
7ºC
7ºD
DeClara, nº 26 outubro 2019
Mon Cahier,
c´est TOP!
32
Podemos ver aqui mais alguns dos muitos trabalhos realizados!
DeClara, nº 26 outubro 2019
Mon Cahier,
c´est TOP!
Mon Cahier,
c´est TOP!
33
DeClara, nº 26 outubro 2019
Mon Cahier,
c´est TOP!
Mon Cahier,
c´est TOP!
34
DeClara, nº 26 outubro 2019
Mon Cahier,
c´est TOP!
Mon Cahier,
c´est TOP!
35
DeClara, nº 26 outubro 2019
Mon Cahier,
c´est TOP!
Mon Cahier,
c´est TOP!
36
DeClara, nº 26 outubro 2019
Mon Cahier,
c´est TOP!
37
DeClara, nº 26 outubro 2019
Mon Cahier,
c´est TOP!
Mon Cahier,
c´est TOP!
38
DeClara, nº 26 outubro 2019
Mon Cahier,
c´est TOP!
Mon Cahier,
c´est TOP!
Mon Cahier,
c´est TOP!
39
DeClara, nº 26 outubro 2019
A professora de Francês: Maria Jorge Urbano
Mon Cahier,
c´est TOP!
Mon Cahier,
c´est TOP!
40
DeClara, nº 26 outubro 2019
A língua alemã na Escola Clara de Resende
Países onde se fala Alemão
Alemanha
41
DeClara, nº 26 outubro 2019
Suíça
Áustria
Trabalhos realizados na disciplina de Alemão 7ºano
Professora Maria Jorge Urbano
42
TRABALHOS DOS ALUNOS – 11º ANO
DeClara, nº 26 outubro 2019
BOOK REVIEW – English Class 11º C
In this review, I shall write about the book entitled “Harry Potter and the Philosopher’s stone” by
J.K. Rowling. It is the first fantasy narrative of the series about the crazy, magic adventures of our
main character, Harry Potter, and the universe.
As an already big fan of the movie series, reading it, was highly enjoyable. First of all, it gives a
slightly different introduction to the magic world, focusing on how non-magical beings see it. Its
pacing is also slower than the movie, Harry only being properly introduced by the end of the first
and the beginning of the second chapter. It’s quite easy to get completely engaged with the
occurences and situations in which we are introduced, quickly connecting with the characters.
My favourite part of it was when the author introduced the school of magic and wizardry,
Hogwarts, as a whole. The way the unfamiliarities of the magic world are built up by the
surroundings brings more insight about how their society is constituted. It’s also very interesting
how Harry, as the main character of this story, does not practice any proper spells learned in
class (he is able to practice accidental, non-spoken magic, meaning that he can’t control his
powers as a wizard). It makes him a more relatable character, as we all aren´t wizards.
In conclusion, I would recommend this book to anyone who is already a fan of magic and, most
importantly, to anyone who is already a fan of the movie series. It is, above all, a really
interesting story and something in which you can just dive right in, to read, explore and discover more
about, together with Harry.
Mafalda Nogueira, 11ºC
professora Paula Cunha
43
TRABALHOS DOS ALUNOS – 12º ANO
DeClara, nº 26 outubro 2019
A partir de 5 novembro Exposição de trabalhos dos alunos do 12ºB
Professora de Física: Helena Rodrigues
44
O QUE ACONTECEU …
Recebemos neste mês de outubro, um
conjunto de material de Física para o
estudo da luz e dos seus fenómenos óticos,
especialmente a difração.
Este material com o valor de 1196,85
euros foi o seguinte:
• Banco de ótica Pasco c/ 120cm
• Kit de ótica de difração c/ laser .
• Ecrã para sistema básico de ótica
• Mesa de raios óticos graduada c/
prisma
Este material gentilmente oferecido pela
Associação de Pais é uma mais valia, para
os alunos e professores, no estudo
experimental destes fenómenos.
O nosso sincero agradecimento à
Associação de Pais da nossa escola.
Maria João Magalhães
Sub Coordenadora do grupo 510 (Física e Química )
Maria Isabel Pinto
Coordenadora da Cidadania e Desenvolvimento e
dos Projetos Educativos
DeClara, nº 26 outubro 2019
Física em Ação, com a Colaboração da Associação de Pais da Escola
Clara de Resende!
45
DeClara, nº 26 outubro 2019
1 de outubro Dia Mundial da Música
Foi assim na Escola Clara de Resende
No dia 1 de Outubro, Dia Mundial da Música, os alunos, Miguel Alvelos ( saxofone),
Francisco Reizinho (piano), André Ribeiro (guitarra), Rodrigo Nogueira (voz) e Gerson Bastos,
antigo aluno (bateria), brindaram-nos com duas fantásticas músicas, para assim
comemorarmos este dia. Durante a semana, encontraram-se varias vezes para ensaiar,
sempre empenhados e com muita musicalidade.
Parabéns!!!
Professora
Maria do Carmo Figueiredo
46
VISITA DE ESTUDO / AULA DE CAMPO
AO PARQUE DA CIDADE
No dia 9 de janeiro de 2019, as turmas do
7ºE e do 7ºF realizaram uma visita de
estudo /aula de campo ao Parque da
Cidade, no âmbito da disciplina de
Geografia e foram acompanhados pelas
professoras Isabel Pereira (Geo), Conceição
Seramota (Geo), Cristina Vilaça (CN),
Margarida Melo (EF), Américo Neto (EF) e
Pedro Batista (Hist).
A visita começou por uma caminhada da
escola Clara de Resende até ao Parque da
Cidade. Ao sair da escola seguimos pela
direita da Rua 1º de janeiro, virámos na
Rua Doutor Marques de Carvalho onde fica
o Bessa Hotel, entrámos na zona do Foco
pela Rua de Azevedo Coutinho,
perpendicular à Rua de Fernando Pessoa
por onde seguimos, antes de fazermos um
desvio em direção à Rua de Eugénio de
Castro. Por fim, descemos a Avenida da
Boavista passando por pontos de interesse
como o Pinheiro Manso, o Hospital da Luz,
Edifício da Vodafone e Oceanus e o
Restaurante Tourigalo.
Já no Parque da Cidade paramos, à
entrada, para realizar as tarefas que os
professores nos entregaram.
Pelas 14:39h da tarde iniciamos a visita ao
Parque, onde havia muitos exemplares da
fauna, como gaios, borboletas, gansos, e
garnizés e da flora como pinheiros mansos,
amieiros, videiras.
As duas turmas lancharam em conjunto
partilhando o que trouxeram de casa.
Ambas as turmas passearam, enquanto
conversavam, e anotavam elementos da
paisagem. Chegámos, finalmente, ao mar
de Matosinhos e paramos um ou dois
minutos para descansar e apreciar a
paisagem. Fizemos, depois, o caminho de
regresso à escola pelo interior do parque.
Saímos em direção à escola Manoel de
Oliveira, seguimos em direção à Avenida
Antunes Guimarães, atravessamo-la e
passámos o campo de futebol do Inatel.
Por fim, subimos a rua Mota Pinto,
atravessamos o Viaduto das Andresas e
chegámos à escola por volta das 18:00h.
Trabalho realizado por
Afonso Terrinha, 7ºF
DeClara, nº 26 outubro 2019
47
DeClara, nº 26 outubro 2019
Dia da Hispanidade assinalado na Escola Clara de Resende
48
DeClara, nº 26 outubro 2019
Dia da Hispanidade assinalado na Escola Clara de Resende
Os alunos das professoras de
Espanhol da nossa escola, Sílvia Leal
e Sónia Hernan, assinalaram o dia da
Hispanidade com a elaboração de um
fantástico painel onde estão
representados alguns dos valores
que devem unir todos os povos do
mundo e se configuram vários
direitos humanos!
Biblioteca Escolar
49
DeClara, nº 26 outubro 2019
Cidadania 8ºano
Desenvolvimento sustentável
Visita de Estudo ao Pavilhão da Água
No dia 17 de outubro a turma do 8ºB fez a
uma visita de estudo ao Pavilhão da Água, no
Parque da Cidade, acompanhados pelas
professoras Clementina Torres e Isabel Pereira,
ambas professoras de Geografia.
Saímos da escola às 14h em direção ao Parque.
Alguns de nós foram de autocarro e outros
foram a pé, embora chegássemos todos, mais
ou menos, ao mesmo tempo.
No Pavilhão havia todo o tipo de experiências
interativas. As minhas preferidas foram
atirar pequenas bolas de plástico para uns
repuxos de água e vê-las a segurarem-se
no cimo e uma caixa com areia onde
podíamos escavar e, dependendo da
altitude, aparecia uma cor por cima. As
experiências eram todas muito divertidas e
acho que todos nós gostamos da visita. As
pessoas que trabalhavam lá eram muito
simpáticas e prestáveis, estavam sempre
disponíveis para tirar qualquer dúvida e
explicar as experiências.
Maria Rita Silva 8ºB
Fotos de Isabel Pereira
50
DeClara, nº 26 outubro 2019
À saída do Pavilhão estava a chover pelo que
não pudemos fazer a atividade de campo
programada. Na verdade, acho que não
perdemos muito porque a chuva e o outono,
com as folhas das árvores vermelhas, verdes e
amarelas apenas tornavam o parque mais
bonito do que já é realmente.
Chegamos à escola cansados e um bocadinho
molhados, mas felizes!
Maria Rita Silva 8ºB
Fotos de Isabel Pereira
51
DeClara, nº 26 outubro 2019
Biblioteca Escolar
52
A PORDATA, Base de Dados de Portugal
Contemporâneo, é organizada e desenvolvida
pela Fundação Francisco Manuel dos Santos,
criada em 2009 pelos seus fundadores, por
Alexandre Soares dos Santos e sua família,
descendentes de Francisco Manuel dos Santos,
a cuja memória decidiram consagrar a
fundação.
A PORDATA dá corpo a uma das prioridades da
Fundação: recolha, organização, sistematização
e divulgação da informação sobre múltiplas
áreas da sociedade, para Portugal, municípios
e países europeus. As estatísticas divulgadas
são provenientes de fontes oficiais e
certificadas, com competências de produção
de informação nas áreas respetivas. O esforço
da Fundação consiste em recolher e organizar
a informação disponível, tornando-a o mais
possível clara e acessível. Acresce um trabalho
importante na informação contextualizadora, a
chamada “metainformação”, como parte
indissociável dos dados, permitindo a sua
adequada interpretação. A Fundação entende
que assim presta um serviço público à
sociedade portuguesa, a título gratuito e sem
qualquer custo para o utilizador.
A Formação PORDATA dirigida a alunos do
ensino secundário das turmas de 10º ano com
a disciplina de Geografia decorreu no dia 17 de
outubro sala OI (Oficina de Informática) da
Escola.
As sessões foram orientadas pela Dra. Mariana
Vieira Campos formadora da Equipa da
PORDATA e acompanhadas pelas professoras
de Geografia da Escola, Clementina Torres,
Gloria Lemos e Isabel Pereira.
Os alunos perceberam a importância e mais
valia da PORDATA e elevaram os seus
conhecimentos em literacia estatística.
Isabel Santos Pereira
(Biblioteca Escolar)
Formação Pordata na Escola Básica e Secundária Clara de Resende
17 outubro 2019
DeClara, nº 26 outubro 2019
53
DeClara, nº 26 outubro 2019
5 de outubro: Dia Mundial do Professor
A data foi criada pela UNESCO em 1994 com o objetivo de chamar atenção para o papel
fundamental dos professores na sociedade e na instrução da população.
Este dia promove todos aqueles que escolheram o ensino como forma de vida e que se dedicam
a ensinar, crianças, jovens e adultos. A mensagem do Dia Mundial do Professor está na dignidade
e na importância do professor na sociedade, como construtor de pessoas.
Parabéns a todos aqueles que atualmente dedicam a sua vida ao ensino! É obra!
Os Professores | Valter Hugo Mãe
Achei por muito tempo que ia ser professor. Tinha pensado em livros a vida inteira, era-me
imperiosa a dedicação a aprender e não guardava dúvidas acerca da importância de ensinar.
Lembrava-me de alguns professores como se fossem família ou amores proibidos. Tive uma
professora tão bonita e simpática que me serviu de padrão de felicidade absoluta ao menos
entre os meus treze e os quinze anos de idade.
A escola, como mundo completo, podia ser esse lugar perfeito de liberdade intelectual, de
liberdade superior, onde cada indivíduo se vota a encontrar o seu mais genuíno, honesto,
caminho. Os professores são quem ainda pode, por delicado e precioso ofício, tornar-se o
caminho das pedras na porcaria do mundo em que o mundo se tem vindo a tornar.
Nunca tive exatamente de ensinar ninguém. Orientei uns cursos breves, a muito custo, e tento
explicar umas clarividências ao cão que tenho há umas semanas. Sinto-me sempre mais afetivo
do que efetivo na passagem do testemunho. Quero muito que o Freud, o meu cão, entenda que
estabeleço regras para que tenhamos uma vida melhor, mas não suporto a tristeza dele quando
lhe ralho ou o fecho meia hora na marquise. Sei perfeitamente que não tenho pedagogia, não
estudei didática, não sou senão um tipo intuitivo e atabalhoado. Mas sei, e disso não tenho
dúvida, que há quem saiba transmitir conhecimentos e que transmitir conhecimentos é como
criar de novo aquele que os recebe.
Os alunos nascem diante dos professores, uma e outra vez. Surgem de dentro de si mesmos a
partir do entusiasmo e das palavras dos professores que os transformam em melhores versões.
Quantas vezes me senti outro depois de uma aula brilhante. Punha-me a caminho de casa como
se tivesses crescido um palmo inteiro durante cinquenta minutos. Como se fosse muito mais
gente. Cheio de um orgulho comovido por haver tantos assuntos incríveis para se discutir e por
merecer que alguém os discutisse comigo
54
DeClara, nº 26 outubro 2019
Houve um dia, numa aula de história do sétimo ano, em que falámos das estátuas da Roma antiga.
Respondi à professora, uma gorduchinha toda contente e que me deixava contente também, que eram os
olhos que induziam a sensação de vida às figuras de pedra. A senhora regozijou. Disse que eu estava
muito certo. Iluminei-me todo, não por ter sido o mais rápido a descortinar aquela solução, mas porque
tínhamos visto imagens das estátuas mais deslumbrantes do mundo e eu estava esmagado de beleza.
Quando me elogiou a resposta, a minha professora contente apenas me premiou a maravilha que era, na
verdade, a capacidade de induzir maravilha que ela própria tinha. Estávamos, naquela sala de aula, ao
menos nós os dois, felizes. Profundamente felizes.
Talvez estas coisas só tenham uma importância nostálgica do tempo da meninice, mas é verdade que
quando estive em Florença me doíam os olhos diante das estátuas que vira em reproduções no sétimo
ano da escola. E o meu coração galopava como se tivesse a cumprir uma sedução antiga, um amor que
começara muito antigamente, se não inteiramente criado por uma professora, sem dúvida que
potenciado e acarinhado por uma professora. Todo o amor que nos oferecem ou potenciam é a mais
preciosa dádiva possível.
Dá-me isto agora porque me ando a convencer de que temos um governo que odeia o seu próprio povo.
E porque me parece que perseguir e tomar os professores como má gente é destruir a nossa própria casa.
Os professores são extensões óbvias dos pais, dos encarregados pela educação de algum miúdo, e
massacrá-los é como pedir que não sejam capazes de cuidar da maravilha que é a meninice dos nossos
miúdos, que é pior do que nos arrancarem telhas da casa, é pior do que perder a casa, é pior do que
comer apenas sopa todos os dias.
Estragar os nossos miúdos é o fim do mundo. Estragar os professores, e as escolas, que são fundamentais para
melhorarem os nossos miúdos, é o fim do mundo. Nas escolas reside a esperança toda de que, um dia, o mundo seja um
condomínio de gente bem formada, apaziguada com a sua condição mortal mas esforçada para se transcender no
alcance da felicidade. E a felicidade, disso já sabemos todos, não é individual. É obrigatoriamente uma conquista para
um coletivo. Porque sozinhos por natureza andam os destituídos de afeto.
As escolas não podem ser transformadas em lugares de guerra. Os professores não podem ser reduzidos
a burocratas e não são elásticos. Não é indiferente ensinar vinte ou trinta pessoas ao mesmo tempo. Os
alunos não podem abdicar da maravilha nem do entusiasmo do conhecimento. E um país que forma os
seus cidadãos e depois os exporta sem piedade e por qualquer preço é um país que enlouqueceu. Um
país que não se ocupa com a delicada tarefa de educar, não serve para nada. Está a suicidar-se. Odeia e
odeia-se.
Autobiografia Imaginária | Valter Hugo Mãe | JL Jornal de Letras, Artes e Ideias | Ano XXII | Nº 1095 | 19 de Setembro
de 2012
55
DeClara, nº 26 outubro 2019
Teresa Calçada: Ler hoje implica
ler muito bem
independentemente dos
suportes
Conferência PNL 2027
56
DeClara, nº 26 outubro 2019
Google earth na sala de aula
A Formação acreditada de 25H em "Google Earth - uma ferramenta inovadora para as ciências
Sociais e Ciências Experimentais", promovida pelo CF Escolas Porto Ocidental, Turma 1, decorreu
em julho de 2019 na Escola Básica e Secundária Clara de Resende, contou com 21 formandos, e teve
um excelente resultado…
A Formação acreditada de 25H em "Google Earth - uma ferramenta inovadora para as ciências Sociais
e Ciências Experimentais", promovida pelo CF Escolas Porto Ocidental, Turma 1, decorreu em julho de
2019 na Escola Básica e Secundária Clara de Resende e contou com 21 formandos, altamente
motivados, para apreender as capacidades deste software gratuito. Assim, este grupo de docentes
aturaram-me durante 25H mas, certamente, ficaram capacitados não só no uso do Google Earth Pro
mas, acima de tudo, evidenciaram as grandes potencialidades no seu uso na sala de aula. Ficam aqui
apresentados os trabalhos realizados dos docentes, que certamente os deverá orgulhar.
Atenção, estes trabalhos apresentados pelos formandos podem não estar concluídos. Têm que ser
interpretados como uma proposta de mapa mas podem (e devem) ser usados e partilhados pela
comunidade educativa para servir de inspiração. Não foram avaliados os aspetos científicos dos
conteúdos dos mapas mas sim a aplicação das várias ferramentas geográficas para representar um
tema de um determinado grupo de recrutamento ou, mesmo, o cruzamento de temas de vários
grupos de recrutamento no mesmo mapa.
Os mapas originais criados pelos formandos estão em KML para serem descarregados e visualizados
em Google Earth, mas fiz uma conversão automática para Google Maps para uma visualização prévia,
pelo que pode ter uma apresentação diferente do original.
Luís Antunes
(O Formador)
57
DeClara, nº 26 outubro 2019
Receção de professores
Biblioteca Escolar Clara de Resende
No início do ano letivo e num gesto muito afetuoso a Direção executiva recebeu, na Biblioteca
da escola, os novos professores. Foi um momento muito simpático e acolhedor que contou
também com a presença de outros colegas que lhe quiseram dar as Boas vindas!
Um gesto simpático e afetuoso a criar afetos na
comunidade.
Bom ano escolar!
58
OS PROFESSORES
DeClara, nº 26 outubro 2019
Nossa Senhora do Rosário
Em 1208, na igreja de Prouille (França), Maria, mãe de Jesus, apareceu a São Domingos de Gusmão,
e ofereceu-lhe um rosário. Fruto dessa aparição, Maria ficou, também, conhecida como Nossa
Senhora do Rosário.
Em 1572 o Papa Pio V instituiu a Nossa Senhora da Vitória como uma festa litúrgica para comemorar
a vitória da Batalha de Lepanto (7 de outubro de 1571). A vitória foi atribuída a Nossa Senhora por,
naquele dia na Praça de São Pedro (Roma), ter sido realizada uma procissão do rosário para o
sucesso da missão da Liga Santa contra os turcos otomanos no oeste da Europa (Mar Jónico).
Em 1573, Papa Gregório XIII mudou o título da comemoração para "Festa do Santo Rosário". No
contexto do Concílio Vaticano II (1962-1965) a solenidade ficou com o nome de Nossa Senhora do
Rosário. A festa tem a classificação litúrgica de memória universal e é comemorada no dia 7 de
outubro (aniversário da batalha de Lepanto).
Em 13 de Maio de 1917 a Nossa Senhora do Rosário apareceu, em Fátima, a três pastorinhos (Lúcia,
Francisco e Jacinta).
Pedro Fernandes
Professor de EMRC
59
professora
Paula Cunha
DeClara, nº 26 outubro 2019
Professora de Inglês: Paula Cunha
60
É BOM SABER ...
DeClara, nº 26 outubro 2019
A Língua portuguesa vai ter um Dia Mundial a 5 de maio!
O Dia Mundial da Língua Portuguesa vai ser comemorado anualmente a 5 de Maio, como já
acontece na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.
"É a primeira vez que a UNESCO toma uma decisão destas em relação a uma língua que não é
uma das línguas oficiais da UNESCO". Sampaio da Nóvoa.
O Dia da Língua Portuguesa será oficialmente assinalado na sede da UNESCO com
apresentações musicais, literatura, exposições ou qualquer outra representação cultural e a sua
organização ficará a cargo dos países que têm o português como língua oficial.
“O 5 de Maio de 2020 vai ser um grande dia na UNESCO e esperamos ocupar durante 15 dias
estes corredores com questões relacionadas com a arte, literatura, música e que isso tenha
consequências concretas”, disse o embaixador português da UNESCO, Sampaio da Nóvoa.
in Jornal Publico 18 outubro 2019
61
DeClara, nº 26 outubro 2019
16 de outubro
Dia Mundial da Alimentação
Alimentação saudável e sustentável - As nossas
ações são o nosso futuro!
A celebração do Dia Mundial da Alimentação foi estabelecida em novembro de 1979
pelos países membros na 20ª Conferência da Organização das Nações Unidas para a
Alimentação e a Agricultura e marca o dia da fundação da Organização das Nações
Unidas para a Alimentação e a Agricultura, em 1945.
Coma Bem e Viva Melhor!
62
DeClara, nº 26 outubro 2019
Nobel da Paz 2019 para Abiy Ahmed
O prémio foi anunciado dia 11 de outubro 2019 pela Real Academia de Ciências da
Suécia. O primeiro-ministro da Etiópia foi distinguido pelos seus esforços para
estabelecer a paz com a vizinha Eritreia, pondo fim a um impasse que durava há
20 anos.
O comité do Nobel salientou ainda o trabalho que Abiy Ahmed tem desenvolvido a
nível interno na Etiópia, destacando as reformas implementadas no país que "dão
aos cidadãos a esperança de uma vida melhor e de um futuro mais brilhante".
"Como primeiro-ministro, Abiy Ahmed procurou promover reconciliação,
solidariedade e justiça social".
63
DeClara, nº 26 outubro 2019
O que são eleições legislativas?
Apesar de nas campanhas eleitorais ser comum ouvir falar na escolha do primeiro-
ministro, na verdade as eleições legislativas não servem para escolher o governo nem
quem o vai chefiar. Nas legislativas, que se realizam de quatro em quatro anos,
escolhem-se os deputados que vão representar os eleitores na Assembleia da
República e que tem o poder para legislar.
Nas eleições legislativas escolhem-se os deputados que representam os eleitores de
todo o país. O parlamento português é formado por uma única câmara: a Assembleia
da República, composta por 230 deputados. É, a par do Presidente da República, um
órgão de soberania eleito por voto pessoal, direto, secreto e universal, um direito de
todos os cidadãos recenseados.
Tem competência legislativa exclusiva em matérias constitucionalmente determinadas,
para além de ser sua a atribuição de fiscalizar a atividade do governo e a da
administração do Estado. Compete-lhe também vigiar o cumprimento da Constituição
e das leis.
A eleição para a Assembleia da República acontece, normalmente, de quatro em
quatro anos e a esse período chama-se legislatura.
Existem 22 círculos eleitorais, 20 correspondentes ao território nacional e dois à
emigração (Europa e fora da Europa). Os eleitores portugueses não elegem
diretamente os deputados pois votam em listas plurinominais, de partidos políticos ou
coligações, podendo estas listas incluir cidadãos independentes.
Depois de contados os votos, o Presidente da República ouve todos partidos eleitos e
convida a pessoa que lhe parece ter melhores condições para formar governo. Não é
obrigatoriamente do partido que tenha tido maior votação, mas quem melhor garanta
ter apoio parlamentar para poder governar com estabilidade.
http://ensina.rtp.pt/artigo/o-que-sao-eleicoes-legislativas/
Votar é um Direito e um Dever Cívico!
64
DeClara, nº 26 outubro 2019
Altar dos mortos
DeClara, nº 26 outubro 2019
E FOI ASSIM QUE TUDO ACONTECEU…
28 de outubro
Dia Internacional da Biblioteca Escolar

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

DeClara nº 45 julho 2021
DeClara nº 45 julho 2021DeClara nº 45 julho 2021
DeClara nº 45 julho 2021
 
DeClara 27 novembro 2019 o jornal
DeClara 27 novembro 2019 o jornalDeClara 27 novembro 2019 o jornal
DeClara 27 novembro 2019 o jornal
 
DeClara n.º46 setembro 2021
DeClara n.º46 setembro 2021DeClara n.º46 setembro 2021
DeClara n.º46 setembro 2021
 
DeClara nº30 fevereiro 2020
DeClara nº30 fevereiro  2020DeClara nº30 fevereiro  2020
DeClara nº30 fevereiro 2020
 
DeClara22_abril2019
DeClara22_abril2019DeClara22_abril2019
DeClara22_abril2019
 
DeClara18
DeClara18DeClara18
DeClara18
 
DeClara 20 fevereiro 2019
DeClara 20 fevereiro 2019DeClara 20 fevereiro 2019
DeClara 20 fevereiro 2019
 
De clara, nº2 final
De clara, nº2 finalDe clara, nº2 final
De clara, nº2 final
 
De clara 13 maio 2018
De clara 13 maio 2018 De clara 13 maio 2018
De clara 13 maio 2018
 
De clara17
De clara17De clara17
De clara17
 
DeClara 34 junho 2020
DeClara 34 junho 2020DeClara 34 junho 2020
DeClara 34 junho 2020
 
O jornal de clara, nº9, janeiro 2018 aecr
O jornal de clara, nº9, janeiro 2018 aecrO jornal de clara, nº9, janeiro 2018 aecr
O jornal de clara, nº9, janeiro 2018 aecr
 
DeClara 47 ooutubro 2021
DeClara 47 ooutubro 2021DeClara 47 ooutubro 2021
DeClara 47 ooutubro 2021
 
DeClara21
DeClara21DeClara21
DeClara21
 
DeClara nº35 julho 2020
DeClara nº35 julho 2020DeClara nº35 julho 2020
DeClara nº35 julho 2020
 
De clara16
De clara16De clara16
De clara16
 
DeClara 40 fevereiro 2021
DeClara 40 fevereiro 2021DeClara 40 fevereiro 2021
DeClara 40 fevereiro 2021
 
DeClara nº38 dezembro 2020
DeClara  nº38 dezembro 2020DeClara  nº38 dezembro 2020
DeClara nº38 dezembro 2020
 
Declara 6 julho 2017
Declara 6 julho 2017Declara 6 julho 2017
Declara 6 julho 2017
 
DeClara29
DeClara29DeClara29
DeClara29
 

Semelhante a DeClara 26 outubro 2019

DeClara n.º69 outubro 2023.pdf
DeClara n.º69 outubro 2023.pdfDeClara n.º69 outubro 2023.pdf
DeClara n.º69 outubro 2023.pdfIsabelPereira2010
 
DeClara n.º57 Setembro 2022
DeClara n.º57 Setembro 2022DeClara n.º57 Setembro 2022
DeClara n.º57 Setembro 2022IsabelPereira2010
 
DeClara n.º 62 fevereiro 2023.pdf
DeClara n.º 62 fevereiro 2023.pdfDeClara n.º 62 fevereiro 2023.pdf
DeClara n.º 62 fevereiro 2023.pdfIsabelPereira2010
 
DeClara n.º70 novembro 2023.pdf
DeClara n.º70 novembro 2023.pdfDeClara n.º70 novembro 2023.pdf
DeClara n.º70 novembro 2023.pdfIsabelPereira2010
 
Apostila salvador site
Apostila salvador siteApostila salvador site
Apostila salvador siteRosi Dias
 
DeClara n.º 66 junho 2023.pdf
DeClara n.º 66 junho 2023.pdfDeClara n.º 66 junho 2023.pdf
DeClara n.º 66 junho 2023.pdfIsabelPereira2010
 
A voz do ceja, Fevereiro 2014
A voz do ceja, Fevereiro 2014A voz do ceja, Fevereiro 2014
A voz do ceja, Fevereiro 2014Antonio Barreto
 
DeClara n.º 58 outubro 2022
DeClara n.º 58 outubro 2022DeClara n.º 58 outubro 2022
DeClara n.º 58 outubro 2022IsabelPereira2010
 
Newsletter março 2014
Newsletter março 2014Newsletter março 2014
Newsletter março 2014Ivone Pedroso
 
DeClara n.º 61 janeiro 2023.pdf
DeClara n.º 61 janeiro 2023.pdfDeClara n.º 61 janeiro 2023.pdf
DeClara n.º 61 janeiro 2023.pdfIsabelPereira2010
 
Para uma educação da sensibilidade | Por: Maria Cristina Meirelles Toledo Cruz
Para uma educação da sensibilidade | Por: Maria Cristina Meirelles Toledo CruzPara uma educação da sensibilidade | Por: Maria Cristina Meirelles Toledo Cruz
Para uma educação da sensibilidade | Por: Maria Cristina Meirelles Toledo Cruzinstitutobrincante
 
Projeto:Ler & Brincar é só começar Tema: “A magia de contar histórias”.
Projeto:Ler & Brincar é só começar Tema: “A magia de contar histórias”.Projeto:Ler & Brincar é só começar Tema: “A magia de contar histórias”.
Projeto:Ler & Brincar é só começar Tema: “A magia de contar histórias”.Elizangela Delfino Mendonça Martins
 
1º edição jornal do gremio e.j.a
1º edição jornal  do gremio  e.j.a1º edição jornal  do gremio  e.j.a
1º edição jornal do gremio e.j.aSHEILA MONTEIRO
 
Jornal Da Mostra Cultural
Jornal Da Mostra CulturalJornal Da Mostra Cultural
Jornal Da Mostra Culturalhsjval
 
DeClara n.º68 setembro 2023.pdf
DeClara n.º68 setembro 2023.pdfDeClara n.º68 setembro 2023.pdf
DeClara n.º68 setembro 2023.pdfIsabelPereira2010
 

Semelhante a DeClara 26 outubro 2019 (20)

DeClara n.º69 outubro 2023.pdf
DeClara n.º69 outubro 2023.pdfDeClara n.º69 outubro 2023.pdf
DeClara n.º69 outubro 2023.pdf
 
DeClara n.º57 Setembro 2022
DeClara n.º57 Setembro 2022DeClara n.º57 Setembro 2022
DeClara n.º57 Setembro 2022
 
DeClara n.º 62 fevereiro 2023.pdf
DeClara n.º 62 fevereiro 2023.pdfDeClara n.º 62 fevereiro 2023.pdf
DeClara n.º 62 fevereiro 2023.pdf
 
DeClara n.º70 novembro 2023.pdf
DeClara n.º70 novembro 2023.pdfDeClara n.º70 novembro 2023.pdf
DeClara n.º70 novembro 2023.pdf
 
Apostila salvador site
Apostila salvador siteApostila salvador site
Apostila salvador site
 
DeClara n.º 66 junho 2023.pdf
DeClara n.º 66 junho 2023.pdfDeClara n.º 66 junho 2023.pdf
DeClara n.º 66 junho 2023.pdf
 
Segunda edicao
Segunda edicaoSegunda edicao
Segunda edicao
 
A voz do ceja, Fevereiro 2014
A voz do ceja, Fevereiro 2014A voz do ceja, Fevereiro 2014
A voz do ceja, Fevereiro 2014
 
DeClara n.º58 outubro 2022
DeClara n.º58 outubro 2022DeClara n.º58 outubro 2022
DeClara n.º58 outubro 2022
 
DeClara n.º 58 outubro 2022
DeClara n.º 58 outubro 2022DeClara n.º 58 outubro 2022
DeClara n.º 58 outubro 2022
 
Newsletter março 2014
Newsletter março 2014Newsletter março 2014
Newsletter março 2014
 
DeClara n.º 61 janeiro 2023.pdf
DeClara n.º 61 janeiro 2023.pdfDeClara n.º 61 janeiro 2023.pdf
DeClara n.º 61 janeiro 2023.pdf
 
Para uma educação da sensibilidade | Por: Maria Cristina Meirelles Toledo Cruz
Para uma educação da sensibilidade | Por: Maria Cristina Meirelles Toledo CruzPara uma educação da sensibilidade | Por: Maria Cristina Meirelles Toledo Cruz
Para uma educação da sensibilidade | Por: Maria Cristina Meirelles Toledo Cruz
 
Projeto:Ler & Brincar é só começar Tema: “A magia de contar histórias”.
Projeto:Ler & Brincar é só começar Tema: “A magia de contar histórias”.Projeto:Ler & Brincar é só começar Tema: “A magia de contar histórias”.
Projeto:Ler & Brincar é só começar Tema: “A magia de contar histórias”.
 
1º edição jornal do gremio e.j.a
1º edição jornal  do gremio  e.j.a1º edição jornal  do gremio  e.j.a
1º edição jornal do gremio e.j.a
 
2ºedição 2017
2ºedição 20172ºedição 2017
2ºedição 2017
 
Jornal Da Mostra Cultural
Jornal Da Mostra CulturalJornal Da Mostra Cultural
Jornal Da Mostra Cultural
 
DeClara2
DeClara2DeClara2
DeClara2
 
Relatório final
Relatório finalRelatório final
Relatório final
 
DeClara n.º68 setembro 2023.pdf
DeClara n.º68 setembro 2023.pdfDeClara n.º68 setembro 2023.pdf
DeClara n.º68 setembro 2023.pdf
 

Mais de IsabelPereira2010

DeClara n.º 75 Abril 2024 - O Jornal digital do Agrupamento de Escolas Clara ...
DeClara n.º 75 Abril 2024 - O Jornal digital do Agrupamento de Escolas Clara ...DeClara n.º 75 Abril 2024 - O Jornal digital do Agrupamento de Escolas Clara ...
DeClara n.º 75 Abril 2024 - O Jornal digital do Agrupamento de Escolas Clara ...IsabelPereira2010
 
DeClara n.º 74 março 2024. O Jornal digital do AECR
DeClara n.º 74 março 2024. O Jornal digital do AECRDeClara n.º 74 março 2024. O Jornal digital do AECR
DeClara n.º 74 março 2024. O Jornal digital do AECRIsabelPereira2010
 
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial AniversárioDeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial AniversárioIsabelPereira2010
 
DeClara n.º72 janeiro 2024.pdf
DeClara n.º72 janeiro 2024.pdfDeClara n.º72 janeiro 2024.pdf
DeClara n.º72 janeiro 2024.pdfIsabelPereira2010
 
referenciaL Aprender Media dez2023.pdf
referenciaL Aprender Media dez2023.pdfreferenciaL Aprender Media dez2023.pdf
referenciaL Aprender Media dez2023.pdfIsabelPereira2010
 
DeClara n.º71 dezembro 2023.pdf
DeClara n.º71 dezembro 2023.pdfDeClara n.º71 dezembro 2023.pdf
DeClara n.º71 dezembro 2023.pdfIsabelPereira2010
 
Rumos a Oeste_cfepo Revista 1_2023.pdf
Rumos a Oeste_cfepo Revista 1_2023.pdfRumos a Oeste_cfepo Revista 1_2023.pdf
Rumos a Oeste_cfepo Revista 1_2023.pdfIsabelPereira2010
 
Rumos a Oeste_cfepo Revista 2 julho 2023.pdf
Rumos a Oeste_cfepo Revista 2 julho 2023.pdfRumos a Oeste_cfepo Revista 2 julho 2023.pdf
Rumos a Oeste_cfepo Revista 2 julho 2023.pdfIsabelPereira2010
 
DeClara n.º 67 julho 2023.pdf
DeClara n.º 67 julho 2023.pdfDeClara n.º 67 julho 2023.pdf
DeClara n.º 67 julho 2023.pdfIsabelPereira2010
 
DeClara n.º 67 julho 2023.pdf
DeClara n.º 67 julho 2023.pdfDeClara n.º 67 julho 2023.pdf
DeClara n.º 67 julho 2023.pdfIsabelPereira2010
 
DeClara n.º 65 maio 2023.pdf
DeClara n.º 65 maio 2023.pdfDeClara n.º 65 maio 2023.pdf
DeClara n.º 65 maio 2023.pdfIsabelPereira2010
 
DeClara n.º 64 abril 2023.pdf
DeClara n.º 64 abril 2023.pdfDeClara n.º 64 abril 2023.pdf
DeClara n.º 64 abril 2023.pdfIsabelPereira2010
 
DeClara n.º 63 março 2023.pdf
DeClara n.º 63 março 2023.pdfDeClara n.º 63 março 2023.pdf
DeClara n.º 63 março 2023.pdfIsabelPereira2010
 
DeClara n.º 60 Dezembro 2022.pdf
DeClara n.º 60 Dezembro 2022.pdfDeClara n.º 60 Dezembro 2022.pdf
DeClara n.º 60 Dezembro 2022.pdfIsabelPereira2010
 
DeClara n.º59 novembro 2022.pdf
DeClara n.º59 novembro 2022.pdfDeClara n.º59 novembro 2022.pdf
DeClara n.º59 novembro 2022.pdfIsabelPereira2010
 
Olimpíadas_Geografia_2022_2023_Regulamento.pdf
Olimpíadas_Geografia_2022_2023_Regulamento.pdfOlimpíadas_Geografia_2022_2023_Regulamento.pdf
Olimpíadas_Geografia_2022_2023_Regulamento.pdfIsabelPereira2010
 

Mais de IsabelPereira2010 (20)

DeClara n.º 75 Abril 2024 - O Jornal digital do Agrupamento de Escolas Clara ...
DeClara n.º 75 Abril 2024 - O Jornal digital do Agrupamento de Escolas Clara ...DeClara n.º 75 Abril 2024 - O Jornal digital do Agrupamento de Escolas Clara ...
DeClara n.º 75 Abril 2024 - O Jornal digital do Agrupamento de Escolas Clara ...
 
DeClara n.º 74 março 2024. O Jornal digital do AECR
DeClara n.º 74 março 2024. O Jornal digital do AECRDeClara n.º 74 março 2024. O Jornal digital do AECR
DeClara n.º 74 março 2024. O Jornal digital do AECR
 
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial AniversárioDeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
 
DeClara n.º72 janeiro 2024.pdf
DeClara n.º72 janeiro 2024.pdfDeClara n.º72 janeiro 2024.pdf
DeClara n.º72 janeiro 2024.pdf
 
referenciaL Aprender Media dez2023.pdf
referenciaL Aprender Media dez2023.pdfreferenciaL Aprender Media dez2023.pdf
referenciaL Aprender Media dez2023.pdf
 
DeClara n.º71 dezembro 2023.pdf
DeClara n.º71 dezembro 2023.pdfDeClara n.º71 dezembro 2023.pdf
DeClara n.º71 dezembro 2023.pdf
 
Rumos a Oeste_cfepo Revista 1_2023.pdf
Rumos a Oeste_cfepo Revista 1_2023.pdfRumos a Oeste_cfepo Revista 1_2023.pdf
Rumos a Oeste_cfepo Revista 1_2023.pdf
 
Rumos a Oeste_cfepo Revista 2 julho 2023.pdf
Rumos a Oeste_cfepo Revista 2 julho 2023.pdfRumos a Oeste_cfepo Revista 2 julho 2023.pdf
Rumos a Oeste_cfepo Revista 2 julho 2023.pdf
 
Propostas_RBE_2023_2024.pdf
Propostas_RBE_2023_2024.pdfPropostas_RBE_2023_2024.pdf
Propostas_RBE_2023_2024.pdf
 
Prioridades 2023-2024.pdf
Prioridades 2023-2024.pdfPrioridades 2023-2024.pdf
Prioridades 2023-2024.pdf
 
DeClara n.º 67 julho 2023.pdf
DeClara n.º 67 julho 2023.pdfDeClara n.º 67 julho 2023.pdf
DeClara n.º 67 julho 2023.pdf
 
DeClara n.º 67 julho 2023.pdf
DeClara n.º 67 julho 2023.pdfDeClara n.º 67 julho 2023.pdf
DeClara n.º 67 julho 2023.pdf
 
DeClara n.º 65 maio 2023.pdf
DeClara n.º 65 maio 2023.pdfDeClara n.º 65 maio 2023.pdf
DeClara n.º 65 maio 2023.pdf
 
DeClara n.º 64 abril 2023.pdf
DeClara n.º 64 abril 2023.pdfDeClara n.º 64 abril 2023.pdf
DeClara n.º 64 abril 2023.pdf
 
DeClara n.º 63 março 2023.pdf
DeClara n.º 63 março 2023.pdfDeClara n.º 63 março 2023.pdf
DeClara n.º 63 março 2023.pdf
 
DeClara n.º 60 Dezembro 2022.pdf
DeClara n.º 60 Dezembro 2022.pdfDeClara n.º 60 Dezembro 2022.pdf
DeClara n.º 60 Dezembro 2022.pdf
 
DeClara n.º59 novembro 2022.pdf
DeClara n.º59 novembro 2022.pdfDeClara n.º59 novembro 2022.pdf
DeClara n.º59 novembro 2022.pdf
 
Olimpíadas_Geografia_2022_2023_Regulamento.pdf
Olimpíadas_Geografia_2022_2023_Regulamento.pdfOlimpíadas_Geografia_2022_2023_Regulamento.pdf
Olimpíadas_Geografia_2022_2023_Regulamento.pdf
 
T2PF.pdf
T2PF.pdfT2PF.pdf
T2PF.pdf
 
T1ES.pdf
T1ES.pdfT1ES.pdf
T1ES.pdf
 

Último

ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptx
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptxATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptx
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptxmairaviani
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaaCarolineFrancielle
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
Desastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadessDesastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadessRodrigoGonzlez461291
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-carloseduardogonalve36
 
manual-de-direito-civil-flacc81vio-tartuce-2015-11.pdf
manual-de-direito-civil-flacc81vio-tartuce-2015-11.pdfmanual-de-direito-civil-flacc81vio-tartuce-2015-11.pdf
manual-de-direito-civil-flacc81vio-tartuce-2015-11.pdfLeandroTelesRocha2
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxGraycyelleCavalcanti
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - FalamansaMary Alvarenga
 
hereditariedade é variabilidade genetic
hereditariedade é variabilidade  genetichereditariedade é variabilidade  genetic
hereditariedade é variabilidade geneticMrMartnoficial
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40vitoriaalyce2011
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfrarakey779
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados NacionaisAmérica Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados NacionaisValéria Shoujofan
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdfedjailmax
 

Último (20)

ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptx
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptxATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptx
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptx
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Desastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadessDesastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadess
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
 
manual-de-direito-civil-flacc81vio-tartuce-2015-11.pdf
manual-de-direito-civil-flacc81vio-tartuce-2015-11.pdfmanual-de-direito-civil-flacc81vio-tartuce-2015-11.pdf
manual-de-direito-civil-flacc81vio-tartuce-2015-11.pdf
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
hereditariedade é variabilidade genetic
hereditariedade é variabilidade  genetichereditariedade é variabilidade  genetic
hereditariedade é variabilidade genetic
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados NacionaisAmérica Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 

DeClara 26 outubro 2019

  • 1. DeClaraJornal do Agrupamento Escolas Clara de Resende DeClaranº26outubro2019 Professores:CristinaSilvaeGabrielFraga
  • 2. 2 Agrupamento Clara de Resende DeClara, nº 26 outubro 2019 Convite para participar no Jornal da Escola DeClara Depois das umas merecidas férias e da normal reorganização de início de ano letivo, cá está o DeClara a retomar a sua publicação mensal. O Jornal da Escola Clara de Resende, DeClara, é um projeto recente de promoção da leitura, de caráter mensal e pretende colocar toda a comunidade escolar a ler, de forma formativa, informativa e recreativa. Dar conhecer tudo o que se faz na escola: trabalhos de alunos/turmas, palestras, debates, projetos, visitas de estudo, exposições, comemorações, encontro com escritores, clubes da escola (teatro, xadrez,...), Oficinas (Gramática, ...) e dar voz a todos aqueles que querem partilhar algo com a comunidade educativa… O DeClara pretende constituir-se como um instrumento de educação para a cidadania, de promoção do espírito critico e de integração dos diferentes saberes, com recurso às diferentes tecnologias da informação e comunicação, a um nível transversal. Este projeto dirige-se e envolve alunos do 1.º ao 12.º ano, professores, funcionários, pais/encarregados de educação e comunidade educativa em geral. É gratuito, enviado digitalmente por email para toda a comunidade escolar e fica disponível neste blogue, o blogue das Bibliotecas do Agrupamento Clara de Resende. Com a vossa colaboração e participação, o Jornal será "mais nosso" e sairá muito mais enriquecido! Isabel Santos Pereira
  • 3. Editorial Iniciamos mais um ano escolar com as publicações do nosso DeClara e a excelente colaboração e dedicação da comunidade nesta caminhada de intenso trabalho em que nos empenhamos e envolvemos que representa o enorme desafio da elaboração de um Jornal Escolar. É um enorme privilégio participar num projeto que dá valor à democracia, à liberdade de expressão, a todos os Direitos Humanos, que permite dar voz a toda a comunidade educativa, expressar os ideais em que acreditam, pelos quais lutam e que permitem contribuir para o desenvolvimento de cidadãos mais conscientes, responsáveis e autónomos. É com profundo orgulho que olho para cada uma das nossas publicações! E nesta edição de outubro, podemos constatar que as aulas ainda há pouco começaram e já temos tanto trabalho feito, para além das aulas lecionadas. Espero que apreciem e aceitem (ou continuem a aceitar) o nosso convite para colaborar / participar no nosso DeClara. Isabel Santos Pereira 3 Agrupamento Clara de Resende DeClara, nº 26 outubro 2019 EDITORIAL 3 SUGESTÕES DO MÊS 6 O QUE ACONTECEU ... 42 DESAFIOS DO MÊS 5 OS PROFESSORES 53 É BOM SABER ... 55 TRABALHOS DOS ALUNOS 21 O QUE ESTÁ A ACONTECER... 11 CLUBES E OFICINAS DE APRENDIZAGEM 4 BOM ANO LECTIVO 2019/2020
  • 4. 4 DeClara, nº 26 outubro 2019 AGRUPAMENTO VERTICAL DE CLARA DE RESENDE Desporto Escolar 2019/20 BADMINTON Inscrições Abertas !!! Informa-te junto do teu Professor de Ed. Física Horário: 3ª/ 4ª - 13:20/14:10 CLUBES e OFICINAS DE APRENDIZAGEM Professora EF Manuela Almeida
  • 5. 5 DeClara, nº 26 outubro 2019 Escola Básica e Secundária Clara de Resende CLUBE DE XADREZ Horários: 3ªfeira - 13:20 às 15:10 5ªfeira - 12:15 às 13:05 Local: Biblioteca Resende Ficha de inscrição na Biblioteca Escolar Coordenador do Clube de Xadrez: Américo Neto CLUBES e OFICINAS DE APRENDIZAGEM
  • 6. 6 DeClara, nº 26 outubro 2019 CLUBES e OFICINAS DE APRENDIZAGEM Professora Paula Castro
  • 7. 7 RESPOSTAS AOS DESAFIOS DE JULHO DESAFIOS DE OUTUBRO Desafio 1 Descobre as 7 diferenças DeClara, nº 26 outubro 2019 Problema de matemática Cada um dos 7 Cangurus comeu o mesmo número de sandes. O número total de sandes comidas tem 3 algarismos e é da forma 3 _0. Qual é o algarismo que falta no meio? Professor Artur Neri
  • 8. 8 DeClara, nº 26 outubro 2019 Professora Paula Cunha Desafios de Halloween
  • 9. Secas do mês Atenção: Estas anedotas são extremamente secas. Mesmo muito secas! As mais secas que já alguma vez ouviste! 9 SUGESTÕES DO MÊS DeClara, nº 26 outubro 2019 Porque é que as aves voam para sul? -Porque é muito longe para ir a pé. -Boa tarde, vim afinar o seu piano. -Mas eu não chamei nenhum afinador de pianos… -Pois não, foram os seus vizinhos. -A minha carreira está em ruínas! -O que é que fazes? -Sou arqueólogo. Francisco Manta Rodrigues, 10.ºD Informação inútil A francesa Jeanne Louise Calment viveu 122 anos e 164 dias, entre 1875 e 1997, tendo sido a pessoa mais velha da História e morreu depois da sua filha e neto. Fumou durante 96 anos (começou aos 21 e largou o vício aos 117). Na sua dieta não podia faltar azeite, vinho do Porto e chocolate. Comia cerca de 1kg de chocolate por semana. Francisco Manta Rodrigues, 10.ºD
  • 10. 10 DeClara, nº 26 outubro 2019 Com Humor… Nem Picasso escapou às arrumações
  • 11. 11 SUGESTÕES DO MÊS LEITURA 2º Ciclo: “Dentes de Rato “– Agustina Bessa-Luís «Lourença tinha três irmãos. Todos aprendiam a fazer habilidades como cãezinhos, e tocavam guitarra ou dançavam em pontas dos pés. Ela não. Era até um bocado infeliz para aprender, e admirava-se de que lhe quisessem ensinar tantas coisas aborrecidas e que ela tinha de esquecer o mais depressa possível. O que mais gostava de fazer era comer maçãs e deitar-se para dormir. Mas não dormia. Fechava os olhos e acontecia-lhe então uma aventura bonita, e conhecia gente maravilhosa.» Biblioteca Escolar Livro CNL 2º ciclo – Fase interna Enquanto Lúcia se deslumbra com o brilho de um mundo a que quer pertencer, Hans desafia os mares para fazer cumprir o seu destino. Nestas histórias, em terra e no mar, as personagens procuram a sua verdadeira vida, que se revela nos espaços, na noite, no silêncio, no som do mar. Biblioteca Escolar 3º Ciclo: “Contos da Terra e do Mar “– Sophia de Mello Breyner Andresen Livro CNL 3º ciclo – Fase Interna DeClara, nº 26 outubro 2019 Daniel Benchimol, um jornalista angolano, sonha com pessoas que não conhece. Moira Fernandes, uma artista plástica moçambicana, radicada em Cape Town, encena e fotografa os seus sonhos. Hélio de Castro, neurocientista brasileiro, filma-os. Hossi Apolónio Kaley, hoteleiro, antigo guerrilheiro, com um passado violento, é sonhado pelas pessoas à sua volta. Os sonhos juntam estas quatro personagens numa Angola dominada por um regime ditatorial à beira da completa desagregação. Esta obra é uma fábula política, satírica e divertida, que questiona e desafia a natureza da realidade, enquanto defende a importância dos sonhos como instrumento de consciência e transformação. Francisco Manta Rodrigues, 10.ºD Ensino Secundário:“A sociedade dos sonhadores involuntários”, de José Eduardo Agualusa
  • 12. 12 POEMA DO MÊS DE OUTUBRO 2019 DeClara, nº 26 outubro 2019 SENTIR... Os sentimentos agarro ao coração E surge sempre uma emoção Às vezes não os quero revelar Para evitar apelar. Há sentimentos negativos, e uns mais positivos é bom demonstrarmos o que sentimos Mas nem sempre conseguimos... O amor é um sentimento poderoso E bastante generoso É uma demonstração de afeto E haverá sempre um predileto. Transmitir bondade É ser benevolente Querendo ajudar muita gente Com uns simples atos de reciprocidade Demonstrando uma honesta felicidade. Gratidão é estar agradecido Por algo que foi concedido Com vontade e dedicação E agradecer do fundo do coração Beatriz Ferreira 9º ano
  • 13. 13 IMAGEM DO MÊS DE OUTUBRO 2019 DeClara, nº 26 outubro 2019 URGENTE! MUDAR MENTALIDADES! Diagnóstico... Apresentação de uma espécie: Morcego de ferradura grande Rhinolophus ferrumequinum (Schreber, 1774) Taxonomia Mammalia, Chiroptera, Rhinolophidae. Em Portugal, é mais comum no Norte e no Centro, aparecendo apenas esporadicamente no Algarve. As colónias de criação abrigam-se principalmente em grandes edifícios, mas podem também utilizar grutas e minas, locais onde estes animais em geral hibernam. Parece caçar em zonas bem arborizadas, utilizando ocasionalmente áreas abertas próximas destas. As principais ameaças parecem estar ligadas à degradação do habitat por ação do Homem, tanto pela destruição de abrigos como pela alteração de áreas de alimentação e pelo uso de pesticidas. A perda de abrigos é particularmente nefasta nesta espécie, frequentemente devido ao bloqueio das entradas de pequenas minas por vegetação e à completa degradação ou recuperação descuidada de casas abandonadas. Professor Artur Neri CURIOSIDADE DO MÊS DE OUTUBRO
  • 14. Erasmus + 2019/21 O projeto “ Catch the European Sun” submetido pela nossa escola em parceria com mais quatro países, foi aprovado pela Agência Nacional Europeia com uma excelente pontuação de 94,5 em 100. Este projeto é um KA229, envolve mobilidade de professores e alunos da escola. O país coordenador é a Itália e os nossos parceiros são a Turquia, a Polónia e a Grécia. A equipa de professoras envolvidas neste projeto frequentaram o MOOC - o trabalho colaborativo com o eTwinning da DGE, tendo obtido os selos eTwinning. Esta formação foi muito útil pois proporcionou o conhecimento da plataforma europeia e o encontro de parceiros para a candidatura ao projeto europeu. Este projeto de mobilidade promove a partilha de boas práticas educativas recorrendo às novas tecnologias tendo como tema central o Sol e sua importância na sustentabilidade do nosso planeta. Em cada mobilidade haverá a atribuição de tarefas que cada instituição escolar realizará dentro do grupo de trabalho do projeto, com base nas peculiaridades e habilidades específicas de cada escola. Equipa de trabalho do Projeto O primeiro encontro transacional no âmbito deste projeto irá realizar-se de 25 a 29 de novembro em Campobasso, Itália . Foram aprovados no conselho pedagógico de 15 de novembro as autorizações das mobilidades e os critérios de seleção dos alunos participantes. Este projeto destina-se aos alunos do ensino secundário. Os interessados em participar deverão estar atentos aos cartazes que serão afixados na entrada e no polivalente da escola. A equipa dos professores Erasmus+: Alda Dia , Carla Duarte, Helena Fernandes, Isabel Pinto, M João Magalhães 14 O QUE ESTÁ A ACONTECER... DeClara, nº 26 outubro 2019
  • 15. DeClara, nº 26 outubro 2019 Concurso Nacional de Leitura 14.ª edição 2019-2020 DATAS e LOCAL 1ª Fase – ESCOLA – 7 e 8 de janeiro 2020 – Auditório da Escola Clara de Resende Obras para leitura: • 2º ciclo – Dentes de Rato – Agustina Bessa- Luís • 3º ciclo – Histórias da Terra e do Mar – Sophia de Mello Breyner Andresen • Ensino Secundário – O Velho que lia romances de Amor – Luís Sepúlveda 2ª Fase – MUNICIPAL – 12 de fevereiro – Biblioteca Municipal Almeida Garrett 3ª Fase – INTERMUNICIPAL DISTRITAL Fase Nacional do CNL decorre nos dias: • 19 de maio - prova escrita de pré-seleção – à distância • 6 de junho - Final: Oeiras MAIS INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES NA BIBLIOTECA ESCOLAR PARTICIPA!
  • 16. DeClara, nº 26 outubro 2019 Media@ção | concurso 2020 Está aberta a 3.ª edição do concurso Media@ção, à qual podem candidatar-se alunos de ensino básico e secundário de escolas públicas, privadas, profissionais e, ainda, escolas portuguesas ou da rede de ensino de português no estrangeiro. Conscientes de que alguns dos problemas que se têm acentuado e ganho visibilidade no atual contexto social e político merecem a atenção e o empenhamento de todos, definimos como tema, para este ano, a relação Media, desinformação e desenvolvimento sustentável. Pretende-se que os trabalhos relacionem o uso dos media e o atual problema da desinformação com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável n.º 5 (Igualdade de Género), n.º 13 (Ação Climática) ou n.º 16 (Paz, Justiça e Instituições Eficazes), a saber, que relacionem os media e a desinformação com problemas de igualdade/violência de género, questões ambientais ou formas várias do designado discurso de ódio. Para concorrer basta submeter os vídeos ou podcast candidatos através do formulário disponível em https://forms.gle/AVZFsJqqcd2EbjJv8 O termo para envio dos trabalhos é o dia 28 de março de 2020. A entrega de prémios ocorrerá no final do ano letivo, em data e locar a indicar. Leia atentamente o Regulamento e não deixe de ir ao canal Media@ção, onde pode conhecer os trabalhos vencedores de edições anteriores e consultar os tutoriais de apoio ao concurso disponíveis em A linguagem audiovisual! O concurso Media@ção é uma iniciativa de parceria destas entidades: Comissão Nacional da Unesco, Direção-Geral da Educação, Fundação Altice PT, Fundação para a Ciência e Tecnologia, Plano Nacional de Leitura 2027, Secretaria-Geral da Presidência de Conselho de Ministros e Rede de Bibliotecas Escolares.
  • 17. DeClara, nº 26 outubro 2019 Roteiros do Empreendedorismo - Move Your Way @ Porto Clara em Ação… As escolas secundárias e profissionais do Porto começaram nesta semana a receber o "Empreende Jovem", um programa de formação e educação para o empreendedorismo. O projeto, promovido pela Fundação da Juventude em parceria com a Câmara do Porto, tem como objetivo ajudar jovens estudantes do Ensino Secundário e do Profissional a desenvolver competências empreendedoras, assim como o desenvolvimento do espírito de iniciativa e a motivação pelo empreendedorismo. Para tal, foram lançados os Roteiros do Empreendedorismo - Move Your Way @ Porto que, no total, compreendem a realização de 45 sessões de capacitação presenciais em escolas da cidade durante os meses de outubro e novembro. A Escola Básica e Secundária Clara de Resende foi das primeiras a aderir ao projeto. Ser empreendedor? Design thinking ! Em outubro, a Dra. Paula Cardoso e o Dr. Hélder Sampaio da Fundação da Juventude, em colaboração com a Camara Municipal do Porto, estiveram na Escola Clara de Resende a apresentar o Roteiro do Empreendedorismo, a turmas do 12 º anos das áreas das ciências e de economia.
  • 18. DeClara, nº 26 outubro 2019 Depois de uma apresentação geral sobre o que é ser empreendedor e o design thinking foi pedido às turmas a sua colaboração para, em pouco tempo e utilizando as técnicas apresentadas, os alunos em grupo tentassem resolver um problema que lhe foi colocado. Este problema era conhecido pelos jovens e por isso , as suas participações e intervenções neste desafio foram motivadoras e interessantes . A sessão foi avaliada pelas turmas muito boa e pelos professores também Este trabalho também foi divulgado no site da CMP e na Fundação da Juventude Mais uma vez volta , Clara em Ação ! Isabel Pinto Coordenadora da Cidadania e Desenvolvimento e Projetos Educativos
  • 19. DeClara, nº 26 outubro 2019 Concurso: Conta-nos uma História! 2019-2020
  • 20. DeClara, nº 26 outubro 2019
  • 21. DeClara, nº 26 outubro 2019
  • 22. DeClara, nº 26 outubro 2019 Oferta de Livros BE Em breve prontos para circulação e empréstimo. Oferta do aluno Francisco Rodrigues Brevemente na nossa Biblioteca Escolar
  • 23. 23 DeClara, nº 26 outubro 2019 TRABALHOS DOS ALUNOS – 1º ANO “As preocupações do Billy” A entrada no 1.º ano traz algumas preocupações para os pais/EE mas também para os alunos. As Turmas do 1.º ano da EB1 João de Deus, no passado dia 23 de setembro, assistiram na Biblioteca Escolar à narração do conto “As preocupações do Billy” escrito por Anthony Browne, da editora Kalandraka, pela voz divertida do professor Abel. Billy é um menino igual a tantos outros que vive preocupado com os seus medos, mas a avó tem uma solução. Este foi o ponto de partida para que os caloiros do 1.º Ciclo, turma A, pudessem falar abertamente das suas preocupações e as pudessem resolver juntos. Colocadas em papel e ilustradas de forma bastante criativa, foi construído um pequeno livro digital, o qual pode ser consultado aqui: https://pt.calameo.com/read/00034436337073aaaed0e, que estas crianças partilharam entre eles, orgulhosamente! Por Susana Rosário & Abel dos Santos Cruz
  • 24. 24 DeClara, nº 26 outubro 2019 Álbum Gráfico:
  • 25. 25 DeClara, nº 26 outubro 2019 Porto | EbJD | 10 de outubro de 2019
  • 26. 26 biblioteca escolar João de Deus Ano Letivo 2019-2020 “Works & Days” Por Ana Maria Cruz & Abel dos Santos Cruz Works & Days é um projeto eTwinning desenvolvido pelo Centro de Recursos - Biblioteca Escolar da Escola Adriano Correia de Oliveira do Agrupamento de Escolas Gaia Nascente, em articulação com a biblioteca da Escola Básica João de Deus do A.E. Clara de Resende. Os alunos do 9.º ano apresentaram textos em inglês acerca do trabalho e de diversas profissões da região. As escolhas profissionais debatidas em Cidadania e o tema 'Jobs and Careers’, integrado no curriculum da disciplina de Inglês, surgem a partir das entrevistas realizadas pelos alunos e estão ilustrados pelos alunos dos 3.º e 4.º anos. Como resultado final, criou-se um ebook, apresentado aos alunos e publicado no site do CRBE e na plataforma do eTwinning, que pode ser consultado aqui: https://twinspace.etwinning.net/86050/home. Obrigada a todos! Álbum Gráfico: biblioteca escolar João de Deus Ano Letivo 2019-2020 DeClara, nº 26 outubro 2019
  • 27. 27 DeClara, nº 26 outubro 2019 biblioteca escolar João de Deus Ano Letivo 2019-2020 biblioteca escolar João de Deus Ano Letivo 2019-2020 Gaia-Porto | BeACO-BeJD | 14 de outubro de 2019
  • 28. 28 DeClara, nº 26 outubro 2019 TRABALHOS DOS ALUNOS – 6º ANO Kit Kat – Have a break, have a Kit Kat. Tradução – faz uma pausa, come um Kit Kat. No slogan, o “break” tem dois sentidos. O sentido de parti-lo para o comer e o de fazer uma pausa para o comer. Lego – Just imagine. Tradução – basta imaginar. Quando pensamos em lego, pensamos em criar e em imaginar. Nike – Just do it. Tradução – Apenas faz. A marca diz que o cliente é capaz de tudo. Trabalho de: Gastão Pessanha Afonso Caldevilla António Caldevilla. Professora Fernanda Moura
  • 29. 29 DeClara, nº 26 outubro 2019 TRABALHOS DOS ALUNOS – 6º ANO 5 outubro de 1910 O que é e em que consiste? Portugal até ao ano de 1910 foi governado apenas por reis. A esse regime político dá-se o nome de Monarquia. Nessa altura, o povo não estava contente com o modo de governar o país, existiam dificuldades económicas, havia uma baixa socialização com países estrangeiros, os gastos da família real eram exagerados e desnecessários. Principalmente por estas razões, o povo estava aberto a um novo regime político, a república. Tudo isto deu oportunidade a que os apoiantes da república se mobilizassem para organizar uma revolução, que iniciou no dia 1 de outubro de 1910. Os militares e o povo lutaram contra os soldados monarcas durante cinco dias! Na manhã do quinto dia, o governo monarca cedeu a posse do governo. Depois da república ganhar a posse do governo, os símbolos nacionais mudaram: o hino, a bandeira e a moeda, representando os valores, objetivos e a história nacional pelos olhos do povo. Pedro Gomes 6ºA Professora de HGP Laurentina Ferreira Bandeira antes da revolução Bandeira após a revolução
  • 30. 30 DeClara, nº 26 outubro 2019 Os alunos de Francês do 7º ano participaram, em grande número e com entusiasmo, no concurso lançado pela professora, intitulado “Mon cahier, c’est TOP!” e que consistiu no seguinte: depois de reverem, aprenderem e pesquisarem alguns aspetos da cultura e da geografia de França e dos países francófonos, as fronteiras terrestres e marítimas de França, as suas principais cidades, rios, montanhas e locais e produtos típicos, os alunos decoraram o seu caderno de Francês com estes motivos. Alguns alunos desenharam, outros recortaram imagens de jornais, de revistas e da Internet e o resultado foi muito bom! No final, cada turma fez na sala de aula uma exposição de todos os cadernos e os alunos elegeram o que mais gostaram. Eis os vencedores com os cadernos eleitos! 7ºB 7ºA TRABALHOS DOS ALUNOS – 7º ANO Mon Cahier, c´est TOP!
  • 31. 31 7ºC 7ºD DeClara, nº 26 outubro 2019 Mon Cahier, c´est TOP!
  • 32. 32 Podemos ver aqui mais alguns dos muitos trabalhos realizados! DeClara, nº 26 outubro 2019 Mon Cahier, c´est TOP! Mon Cahier, c´est TOP!
  • 33. 33 DeClara, nº 26 outubro 2019 Mon Cahier, c´est TOP! Mon Cahier, c´est TOP!
  • 34. 34 DeClara, nº 26 outubro 2019 Mon Cahier, c´est TOP! Mon Cahier, c´est TOP!
  • 35. 35 DeClara, nº 26 outubro 2019 Mon Cahier, c´est TOP! Mon Cahier, c´est TOP!
  • 36. 36 DeClara, nº 26 outubro 2019 Mon Cahier, c´est TOP!
  • 37. 37 DeClara, nº 26 outubro 2019 Mon Cahier, c´est TOP! Mon Cahier, c´est TOP!
  • 38. 38 DeClara, nº 26 outubro 2019 Mon Cahier, c´est TOP! Mon Cahier, c´est TOP! Mon Cahier, c´est TOP!
  • 39. 39 DeClara, nº 26 outubro 2019 A professora de Francês: Maria Jorge Urbano Mon Cahier, c´est TOP! Mon Cahier, c´est TOP!
  • 40. 40 DeClara, nº 26 outubro 2019 A língua alemã na Escola Clara de Resende Países onde se fala Alemão Alemanha
  • 41. 41 DeClara, nº 26 outubro 2019 Suíça Áustria Trabalhos realizados na disciplina de Alemão 7ºano Professora Maria Jorge Urbano
  • 42. 42 TRABALHOS DOS ALUNOS – 11º ANO DeClara, nº 26 outubro 2019 BOOK REVIEW – English Class 11º C In this review, I shall write about the book entitled “Harry Potter and the Philosopher’s stone” by J.K. Rowling. It is the first fantasy narrative of the series about the crazy, magic adventures of our main character, Harry Potter, and the universe. As an already big fan of the movie series, reading it, was highly enjoyable. First of all, it gives a slightly different introduction to the magic world, focusing on how non-magical beings see it. Its pacing is also slower than the movie, Harry only being properly introduced by the end of the first and the beginning of the second chapter. It’s quite easy to get completely engaged with the occurences and situations in which we are introduced, quickly connecting with the characters. My favourite part of it was when the author introduced the school of magic and wizardry, Hogwarts, as a whole. The way the unfamiliarities of the magic world are built up by the surroundings brings more insight about how their society is constituted. It’s also very interesting how Harry, as the main character of this story, does not practice any proper spells learned in class (he is able to practice accidental, non-spoken magic, meaning that he can’t control his powers as a wizard). It makes him a more relatable character, as we all aren´t wizards. In conclusion, I would recommend this book to anyone who is already a fan of magic and, most importantly, to anyone who is already a fan of the movie series. It is, above all, a really interesting story and something in which you can just dive right in, to read, explore and discover more about, together with Harry. Mafalda Nogueira, 11ºC professora Paula Cunha
  • 43. 43 TRABALHOS DOS ALUNOS – 12º ANO DeClara, nº 26 outubro 2019 A partir de 5 novembro Exposição de trabalhos dos alunos do 12ºB Professora de Física: Helena Rodrigues
  • 44. 44 O QUE ACONTECEU … Recebemos neste mês de outubro, um conjunto de material de Física para o estudo da luz e dos seus fenómenos óticos, especialmente a difração. Este material com o valor de 1196,85 euros foi o seguinte: • Banco de ótica Pasco c/ 120cm • Kit de ótica de difração c/ laser . • Ecrã para sistema básico de ótica • Mesa de raios óticos graduada c/ prisma Este material gentilmente oferecido pela Associação de Pais é uma mais valia, para os alunos e professores, no estudo experimental destes fenómenos. O nosso sincero agradecimento à Associação de Pais da nossa escola. Maria João Magalhães Sub Coordenadora do grupo 510 (Física e Química ) Maria Isabel Pinto Coordenadora da Cidadania e Desenvolvimento e dos Projetos Educativos DeClara, nº 26 outubro 2019 Física em Ação, com a Colaboração da Associação de Pais da Escola Clara de Resende!
  • 45. 45 DeClara, nº 26 outubro 2019 1 de outubro Dia Mundial da Música Foi assim na Escola Clara de Resende No dia 1 de Outubro, Dia Mundial da Música, os alunos, Miguel Alvelos ( saxofone), Francisco Reizinho (piano), André Ribeiro (guitarra), Rodrigo Nogueira (voz) e Gerson Bastos, antigo aluno (bateria), brindaram-nos com duas fantásticas músicas, para assim comemorarmos este dia. Durante a semana, encontraram-se varias vezes para ensaiar, sempre empenhados e com muita musicalidade. Parabéns!!! Professora Maria do Carmo Figueiredo
  • 46. 46 VISITA DE ESTUDO / AULA DE CAMPO AO PARQUE DA CIDADE No dia 9 de janeiro de 2019, as turmas do 7ºE e do 7ºF realizaram uma visita de estudo /aula de campo ao Parque da Cidade, no âmbito da disciplina de Geografia e foram acompanhados pelas professoras Isabel Pereira (Geo), Conceição Seramota (Geo), Cristina Vilaça (CN), Margarida Melo (EF), Américo Neto (EF) e Pedro Batista (Hist). A visita começou por uma caminhada da escola Clara de Resende até ao Parque da Cidade. Ao sair da escola seguimos pela direita da Rua 1º de janeiro, virámos na Rua Doutor Marques de Carvalho onde fica o Bessa Hotel, entrámos na zona do Foco pela Rua de Azevedo Coutinho, perpendicular à Rua de Fernando Pessoa por onde seguimos, antes de fazermos um desvio em direção à Rua de Eugénio de Castro. Por fim, descemos a Avenida da Boavista passando por pontos de interesse como o Pinheiro Manso, o Hospital da Luz, Edifício da Vodafone e Oceanus e o Restaurante Tourigalo. Já no Parque da Cidade paramos, à entrada, para realizar as tarefas que os professores nos entregaram. Pelas 14:39h da tarde iniciamos a visita ao Parque, onde havia muitos exemplares da fauna, como gaios, borboletas, gansos, e garnizés e da flora como pinheiros mansos, amieiros, videiras. As duas turmas lancharam em conjunto partilhando o que trouxeram de casa. Ambas as turmas passearam, enquanto conversavam, e anotavam elementos da paisagem. Chegámos, finalmente, ao mar de Matosinhos e paramos um ou dois minutos para descansar e apreciar a paisagem. Fizemos, depois, o caminho de regresso à escola pelo interior do parque. Saímos em direção à escola Manoel de Oliveira, seguimos em direção à Avenida Antunes Guimarães, atravessamo-la e passámos o campo de futebol do Inatel. Por fim, subimos a rua Mota Pinto, atravessamos o Viaduto das Andresas e chegámos à escola por volta das 18:00h. Trabalho realizado por Afonso Terrinha, 7ºF DeClara, nº 26 outubro 2019
  • 47. 47 DeClara, nº 26 outubro 2019 Dia da Hispanidade assinalado na Escola Clara de Resende
  • 48. 48 DeClara, nº 26 outubro 2019 Dia da Hispanidade assinalado na Escola Clara de Resende Os alunos das professoras de Espanhol da nossa escola, Sílvia Leal e Sónia Hernan, assinalaram o dia da Hispanidade com a elaboração de um fantástico painel onde estão representados alguns dos valores que devem unir todos os povos do mundo e se configuram vários direitos humanos! Biblioteca Escolar
  • 49. 49 DeClara, nº 26 outubro 2019 Cidadania 8ºano Desenvolvimento sustentável Visita de Estudo ao Pavilhão da Água No dia 17 de outubro a turma do 8ºB fez a uma visita de estudo ao Pavilhão da Água, no Parque da Cidade, acompanhados pelas professoras Clementina Torres e Isabel Pereira, ambas professoras de Geografia. Saímos da escola às 14h em direção ao Parque. Alguns de nós foram de autocarro e outros foram a pé, embora chegássemos todos, mais ou menos, ao mesmo tempo. No Pavilhão havia todo o tipo de experiências interativas. As minhas preferidas foram atirar pequenas bolas de plástico para uns repuxos de água e vê-las a segurarem-se no cimo e uma caixa com areia onde podíamos escavar e, dependendo da altitude, aparecia uma cor por cima. As experiências eram todas muito divertidas e acho que todos nós gostamos da visita. As pessoas que trabalhavam lá eram muito simpáticas e prestáveis, estavam sempre disponíveis para tirar qualquer dúvida e explicar as experiências. Maria Rita Silva 8ºB Fotos de Isabel Pereira
  • 50. 50 DeClara, nº 26 outubro 2019 À saída do Pavilhão estava a chover pelo que não pudemos fazer a atividade de campo programada. Na verdade, acho que não perdemos muito porque a chuva e o outono, com as folhas das árvores vermelhas, verdes e amarelas apenas tornavam o parque mais bonito do que já é realmente. Chegamos à escola cansados e um bocadinho molhados, mas felizes! Maria Rita Silva 8ºB Fotos de Isabel Pereira
  • 51. 51 DeClara, nº 26 outubro 2019 Biblioteca Escolar
  • 52. 52 A PORDATA, Base de Dados de Portugal Contemporâneo, é organizada e desenvolvida pela Fundação Francisco Manuel dos Santos, criada em 2009 pelos seus fundadores, por Alexandre Soares dos Santos e sua família, descendentes de Francisco Manuel dos Santos, a cuja memória decidiram consagrar a fundação. A PORDATA dá corpo a uma das prioridades da Fundação: recolha, organização, sistematização e divulgação da informação sobre múltiplas áreas da sociedade, para Portugal, municípios e países europeus. As estatísticas divulgadas são provenientes de fontes oficiais e certificadas, com competências de produção de informação nas áreas respetivas. O esforço da Fundação consiste em recolher e organizar a informação disponível, tornando-a o mais possível clara e acessível. Acresce um trabalho importante na informação contextualizadora, a chamada “metainformação”, como parte indissociável dos dados, permitindo a sua adequada interpretação. A Fundação entende que assim presta um serviço público à sociedade portuguesa, a título gratuito e sem qualquer custo para o utilizador. A Formação PORDATA dirigida a alunos do ensino secundário das turmas de 10º ano com a disciplina de Geografia decorreu no dia 17 de outubro sala OI (Oficina de Informática) da Escola. As sessões foram orientadas pela Dra. Mariana Vieira Campos formadora da Equipa da PORDATA e acompanhadas pelas professoras de Geografia da Escola, Clementina Torres, Gloria Lemos e Isabel Pereira. Os alunos perceberam a importância e mais valia da PORDATA e elevaram os seus conhecimentos em literacia estatística. Isabel Santos Pereira (Biblioteca Escolar) Formação Pordata na Escola Básica e Secundária Clara de Resende 17 outubro 2019 DeClara, nº 26 outubro 2019
  • 53. 53 DeClara, nº 26 outubro 2019 5 de outubro: Dia Mundial do Professor A data foi criada pela UNESCO em 1994 com o objetivo de chamar atenção para o papel fundamental dos professores na sociedade e na instrução da população. Este dia promove todos aqueles que escolheram o ensino como forma de vida e que se dedicam a ensinar, crianças, jovens e adultos. A mensagem do Dia Mundial do Professor está na dignidade e na importância do professor na sociedade, como construtor de pessoas. Parabéns a todos aqueles que atualmente dedicam a sua vida ao ensino! É obra! Os Professores | Valter Hugo Mãe Achei por muito tempo que ia ser professor. Tinha pensado em livros a vida inteira, era-me imperiosa a dedicação a aprender e não guardava dúvidas acerca da importância de ensinar. Lembrava-me de alguns professores como se fossem família ou amores proibidos. Tive uma professora tão bonita e simpática que me serviu de padrão de felicidade absoluta ao menos entre os meus treze e os quinze anos de idade. A escola, como mundo completo, podia ser esse lugar perfeito de liberdade intelectual, de liberdade superior, onde cada indivíduo se vota a encontrar o seu mais genuíno, honesto, caminho. Os professores são quem ainda pode, por delicado e precioso ofício, tornar-se o caminho das pedras na porcaria do mundo em que o mundo se tem vindo a tornar. Nunca tive exatamente de ensinar ninguém. Orientei uns cursos breves, a muito custo, e tento explicar umas clarividências ao cão que tenho há umas semanas. Sinto-me sempre mais afetivo do que efetivo na passagem do testemunho. Quero muito que o Freud, o meu cão, entenda que estabeleço regras para que tenhamos uma vida melhor, mas não suporto a tristeza dele quando lhe ralho ou o fecho meia hora na marquise. Sei perfeitamente que não tenho pedagogia, não estudei didática, não sou senão um tipo intuitivo e atabalhoado. Mas sei, e disso não tenho dúvida, que há quem saiba transmitir conhecimentos e que transmitir conhecimentos é como criar de novo aquele que os recebe. Os alunos nascem diante dos professores, uma e outra vez. Surgem de dentro de si mesmos a partir do entusiasmo e das palavras dos professores que os transformam em melhores versões. Quantas vezes me senti outro depois de uma aula brilhante. Punha-me a caminho de casa como se tivesses crescido um palmo inteiro durante cinquenta minutos. Como se fosse muito mais gente. Cheio de um orgulho comovido por haver tantos assuntos incríveis para se discutir e por merecer que alguém os discutisse comigo
  • 54. 54 DeClara, nº 26 outubro 2019 Houve um dia, numa aula de história do sétimo ano, em que falámos das estátuas da Roma antiga. Respondi à professora, uma gorduchinha toda contente e que me deixava contente também, que eram os olhos que induziam a sensação de vida às figuras de pedra. A senhora regozijou. Disse que eu estava muito certo. Iluminei-me todo, não por ter sido o mais rápido a descortinar aquela solução, mas porque tínhamos visto imagens das estátuas mais deslumbrantes do mundo e eu estava esmagado de beleza. Quando me elogiou a resposta, a minha professora contente apenas me premiou a maravilha que era, na verdade, a capacidade de induzir maravilha que ela própria tinha. Estávamos, naquela sala de aula, ao menos nós os dois, felizes. Profundamente felizes. Talvez estas coisas só tenham uma importância nostálgica do tempo da meninice, mas é verdade que quando estive em Florença me doíam os olhos diante das estátuas que vira em reproduções no sétimo ano da escola. E o meu coração galopava como se tivesse a cumprir uma sedução antiga, um amor que começara muito antigamente, se não inteiramente criado por uma professora, sem dúvida que potenciado e acarinhado por uma professora. Todo o amor que nos oferecem ou potenciam é a mais preciosa dádiva possível. Dá-me isto agora porque me ando a convencer de que temos um governo que odeia o seu próprio povo. E porque me parece que perseguir e tomar os professores como má gente é destruir a nossa própria casa. Os professores são extensões óbvias dos pais, dos encarregados pela educação de algum miúdo, e massacrá-los é como pedir que não sejam capazes de cuidar da maravilha que é a meninice dos nossos miúdos, que é pior do que nos arrancarem telhas da casa, é pior do que perder a casa, é pior do que comer apenas sopa todos os dias. Estragar os nossos miúdos é o fim do mundo. Estragar os professores, e as escolas, que são fundamentais para melhorarem os nossos miúdos, é o fim do mundo. Nas escolas reside a esperança toda de que, um dia, o mundo seja um condomínio de gente bem formada, apaziguada com a sua condição mortal mas esforçada para se transcender no alcance da felicidade. E a felicidade, disso já sabemos todos, não é individual. É obrigatoriamente uma conquista para um coletivo. Porque sozinhos por natureza andam os destituídos de afeto. As escolas não podem ser transformadas em lugares de guerra. Os professores não podem ser reduzidos a burocratas e não são elásticos. Não é indiferente ensinar vinte ou trinta pessoas ao mesmo tempo. Os alunos não podem abdicar da maravilha nem do entusiasmo do conhecimento. E um país que forma os seus cidadãos e depois os exporta sem piedade e por qualquer preço é um país que enlouqueceu. Um país que não se ocupa com a delicada tarefa de educar, não serve para nada. Está a suicidar-se. Odeia e odeia-se. Autobiografia Imaginária | Valter Hugo Mãe | JL Jornal de Letras, Artes e Ideias | Ano XXII | Nº 1095 | 19 de Setembro de 2012
  • 55. 55 DeClara, nº 26 outubro 2019 Teresa Calçada: Ler hoje implica ler muito bem independentemente dos suportes Conferência PNL 2027
  • 56. 56 DeClara, nº 26 outubro 2019 Google earth na sala de aula A Formação acreditada de 25H em "Google Earth - uma ferramenta inovadora para as ciências Sociais e Ciências Experimentais", promovida pelo CF Escolas Porto Ocidental, Turma 1, decorreu em julho de 2019 na Escola Básica e Secundária Clara de Resende, contou com 21 formandos, e teve um excelente resultado… A Formação acreditada de 25H em "Google Earth - uma ferramenta inovadora para as ciências Sociais e Ciências Experimentais", promovida pelo CF Escolas Porto Ocidental, Turma 1, decorreu em julho de 2019 na Escola Básica e Secundária Clara de Resende e contou com 21 formandos, altamente motivados, para apreender as capacidades deste software gratuito. Assim, este grupo de docentes aturaram-me durante 25H mas, certamente, ficaram capacitados não só no uso do Google Earth Pro mas, acima de tudo, evidenciaram as grandes potencialidades no seu uso na sala de aula. Ficam aqui apresentados os trabalhos realizados dos docentes, que certamente os deverá orgulhar. Atenção, estes trabalhos apresentados pelos formandos podem não estar concluídos. Têm que ser interpretados como uma proposta de mapa mas podem (e devem) ser usados e partilhados pela comunidade educativa para servir de inspiração. Não foram avaliados os aspetos científicos dos conteúdos dos mapas mas sim a aplicação das várias ferramentas geográficas para representar um tema de um determinado grupo de recrutamento ou, mesmo, o cruzamento de temas de vários grupos de recrutamento no mesmo mapa. Os mapas originais criados pelos formandos estão em KML para serem descarregados e visualizados em Google Earth, mas fiz uma conversão automática para Google Maps para uma visualização prévia, pelo que pode ter uma apresentação diferente do original. Luís Antunes (O Formador)
  • 57. 57 DeClara, nº 26 outubro 2019 Receção de professores Biblioteca Escolar Clara de Resende No início do ano letivo e num gesto muito afetuoso a Direção executiva recebeu, na Biblioteca da escola, os novos professores. Foi um momento muito simpático e acolhedor que contou também com a presença de outros colegas que lhe quiseram dar as Boas vindas! Um gesto simpático e afetuoso a criar afetos na comunidade. Bom ano escolar!
  • 58. 58 OS PROFESSORES DeClara, nº 26 outubro 2019 Nossa Senhora do Rosário Em 1208, na igreja de Prouille (França), Maria, mãe de Jesus, apareceu a São Domingos de Gusmão, e ofereceu-lhe um rosário. Fruto dessa aparição, Maria ficou, também, conhecida como Nossa Senhora do Rosário. Em 1572 o Papa Pio V instituiu a Nossa Senhora da Vitória como uma festa litúrgica para comemorar a vitória da Batalha de Lepanto (7 de outubro de 1571). A vitória foi atribuída a Nossa Senhora por, naquele dia na Praça de São Pedro (Roma), ter sido realizada uma procissão do rosário para o sucesso da missão da Liga Santa contra os turcos otomanos no oeste da Europa (Mar Jónico). Em 1573, Papa Gregório XIII mudou o título da comemoração para "Festa do Santo Rosário". No contexto do Concílio Vaticano II (1962-1965) a solenidade ficou com o nome de Nossa Senhora do Rosário. A festa tem a classificação litúrgica de memória universal e é comemorada no dia 7 de outubro (aniversário da batalha de Lepanto). Em 13 de Maio de 1917 a Nossa Senhora do Rosário apareceu, em Fátima, a três pastorinhos (Lúcia, Francisco e Jacinta). Pedro Fernandes Professor de EMRC
  • 59. 59 professora Paula Cunha DeClara, nº 26 outubro 2019 Professora de Inglês: Paula Cunha
  • 60. 60 É BOM SABER ... DeClara, nº 26 outubro 2019 A Língua portuguesa vai ter um Dia Mundial a 5 de maio! O Dia Mundial da Língua Portuguesa vai ser comemorado anualmente a 5 de Maio, como já acontece na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. "É a primeira vez que a UNESCO toma uma decisão destas em relação a uma língua que não é uma das línguas oficiais da UNESCO". Sampaio da Nóvoa. O Dia da Língua Portuguesa será oficialmente assinalado na sede da UNESCO com apresentações musicais, literatura, exposições ou qualquer outra representação cultural e a sua organização ficará a cargo dos países que têm o português como língua oficial. “O 5 de Maio de 2020 vai ser um grande dia na UNESCO e esperamos ocupar durante 15 dias estes corredores com questões relacionadas com a arte, literatura, música e que isso tenha consequências concretas”, disse o embaixador português da UNESCO, Sampaio da Nóvoa. in Jornal Publico 18 outubro 2019
  • 61. 61 DeClara, nº 26 outubro 2019 16 de outubro Dia Mundial da Alimentação Alimentação saudável e sustentável - As nossas ações são o nosso futuro! A celebração do Dia Mundial da Alimentação foi estabelecida em novembro de 1979 pelos países membros na 20ª Conferência da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura e marca o dia da fundação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, em 1945. Coma Bem e Viva Melhor!
  • 62. 62 DeClara, nº 26 outubro 2019 Nobel da Paz 2019 para Abiy Ahmed O prémio foi anunciado dia 11 de outubro 2019 pela Real Academia de Ciências da Suécia. O primeiro-ministro da Etiópia foi distinguido pelos seus esforços para estabelecer a paz com a vizinha Eritreia, pondo fim a um impasse que durava há 20 anos. O comité do Nobel salientou ainda o trabalho que Abiy Ahmed tem desenvolvido a nível interno na Etiópia, destacando as reformas implementadas no país que "dão aos cidadãos a esperança de uma vida melhor e de um futuro mais brilhante". "Como primeiro-ministro, Abiy Ahmed procurou promover reconciliação, solidariedade e justiça social".
  • 63. 63 DeClara, nº 26 outubro 2019 O que são eleições legislativas? Apesar de nas campanhas eleitorais ser comum ouvir falar na escolha do primeiro- ministro, na verdade as eleições legislativas não servem para escolher o governo nem quem o vai chefiar. Nas legislativas, que se realizam de quatro em quatro anos, escolhem-se os deputados que vão representar os eleitores na Assembleia da República e que tem o poder para legislar. Nas eleições legislativas escolhem-se os deputados que representam os eleitores de todo o país. O parlamento português é formado por uma única câmara: a Assembleia da República, composta por 230 deputados. É, a par do Presidente da República, um órgão de soberania eleito por voto pessoal, direto, secreto e universal, um direito de todos os cidadãos recenseados. Tem competência legislativa exclusiva em matérias constitucionalmente determinadas, para além de ser sua a atribuição de fiscalizar a atividade do governo e a da administração do Estado. Compete-lhe também vigiar o cumprimento da Constituição e das leis. A eleição para a Assembleia da República acontece, normalmente, de quatro em quatro anos e a esse período chama-se legislatura. Existem 22 círculos eleitorais, 20 correspondentes ao território nacional e dois à emigração (Europa e fora da Europa). Os eleitores portugueses não elegem diretamente os deputados pois votam em listas plurinominais, de partidos políticos ou coligações, podendo estas listas incluir cidadãos independentes. Depois de contados os votos, o Presidente da República ouve todos partidos eleitos e convida a pessoa que lhe parece ter melhores condições para formar governo. Não é obrigatoriamente do partido que tenha tido maior votação, mas quem melhor garanta ter apoio parlamentar para poder governar com estabilidade. http://ensina.rtp.pt/artigo/o-que-sao-eleicoes-legislativas/ Votar é um Direito e um Dever Cívico!
  • 64. 64 DeClara, nº 26 outubro 2019 Altar dos mortos
  • 65. DeClara, nº 26 outubro 2019 E FOI ASSIM QUE TUDO ACONTECEU… 28 de outubro Dia Internacional da Biblioteca Escolar