SlideShare uma empresa Scribd logo
E. B. 2, 3 de Campo de Besteiros




Trabalho realizado por:
        - José Pedro Nº 10
        - Patrick Nº 13
        - Renato Nº 15
                                  Ano lectivo 2008/2009
        - Ruben Nº 16
1 - Introdução
 Neste trabalho vamos falar sobre as diferentes correntes artísticas, surgidas nas
primeiras décadas do século XX nomeadamente o Cubismo, o Abstraccionismo, o
Surrealismo e o Futurismo.
 Falamos sobre as suas principais características, como surgiram e sobre os
principais pintores .
1 - Cubismo (Introdução)

 Este movimento artístico surgiu no século XX e é considerado o mais influente
deste período. Com as suas formas geométricas representadas na maioria das
vezes, por cubos e cilindros, a arte cubista rompeu com os padrões estéticos que
primavam pela perfeição das formas nas buscas da imagem realista da natureza.


 Historicamente o Cubismo originou-se na obra de Cézanne, pois para ele a pintura
deveria tratar as formas da Natureza como se fossem cones, esferas e cilindros.
2 - Características
             Utilização de formas geométricas
                   Não utiliza a perspectiva
              O claro-escuro perde sua função
 Representação do volume colorido sobre superfícies planas
             Sensação de uma pintura esculpida
Cores austeras, do branco ao negro passando pelo cinza ou um
                       castanho suave
                  Multiplicidade de planos.
                 Cor quase monocromática.




                 Pablo Picasso
3 – Principais pintores
 Os principais pintores são:

    - Pablo Picasso

    - Georges Braque
                                                 les demoiselles d'avignon

    -Fernand Léger

    -Alexandra Nechita

    -Diego Rivera

    -Jacques Villon


                                                  Retrato de Picasso
4 – Tipos de Cubismo
O cubismo se divide em duas fases:

Cubismo Analítico - (1909) caracterizado pela desestruturação da obra em todos os
seus elementos. Decompondo a obra em partes, procurando a visão total da figura,
examinando-a em todos os ângulos no mesmo instante, através da fragmentação
dela. Essa fragmentação dos seres foi tão grande, que se tornou impossível o
reconhecimento de qualquer figura nas pinturas cubistas. A cor se reduz aos tons de
castanho, cinza e bege.
4 – Tipos de Cubismo (cont)
Cubismo Sintético - (1911) reagindo à excessiva fragmentação dos objectos e à
destruição da sua estrutura. Basicamente, essa tendência procurou tornar as figuras
novamente reconhecíveis. Também chamado de Colagem porque introduz
letras, palavras, números, pedaços de madeira, vidro, metal e até objectos inteiros
nas pinturas. Essa inovação pode ser explicada pela intenção dos artistas em criar
efeitos plásticos e de ultrapassar os limites das sensações visuais que a pintura
sugere, despertando também no observador as sensações tácteis.
ABSTRACCIONISMO - INTRODUÇÃO
A arte abstracta ou abstraccionismo é geralmente entendido
  como uma forma de arte que não representa objectos
  próprios da nossa realidade. Ao contrário disso, usa as
  relações entre cores, linhas e superfícies para compor a
  realidade da obra, de uma maneira quot;não representativaquot;.
  Surge a partir das experiência europeias, que recusam a
  herança renascentista das academias de arte.
ABSTRACCIONISMO

O abstraccionismo divide-se em duas
 tendências:

     Abstraccionismo lírico
-



    - Abstraccionismo geométrico
ABSTRACCIONISMO LÍRICO

O abstraccionismo lírico ou abstraccionismo expressivo
  inspirava-se no instinto, no inconsciente e na intuição para
  construir uma arte imaginária ligada a uma “necessidade
  interior” tendo sido influenciado pelo expressionismo, mais
  propriamente no Der Blaue Reiter. Aparece como reacção
  às grandes revoluções do século, nomeadamente a 1.ª
  Guerra Mundial.

Wassily Kandinsky foi o criador e “divulgador” deste género,
 utilizando cores puras em pinceladas rápidas, tensas e
 violentas.
ABSTRACCIONISMO LÍRICO




Wassily Kandinsky - Grandfathers
ABSTRACCIONISMO GEOMÉTRICO
O Abstraccionismo geométrico, ao contrário do
  abstraccionismo lírico, foca-se na racionalização que
  depende da análise intelectual e científica. Foi influenciado
  pelo cubismo e pelo futurismo.
O abstraccionismo geométrico divide-se em duas correntes:

    Suprematismo na Rússia


    Neoplasticismo na Holanda

ABSTRACCIONISMO GEOMÉTRICO
INTRODUÇÃO
    O Futurismo é um movimento artístico e literário, que surgiu

    oficialmente em 20 de Fevereiro de 1909 em Itália com a
    publicação do Manifesto Futurista, pelo poeta italiano
    Filippo Marinetti, no jornal francês Le Figaro. As obras
    baseavam-se fortemente na velocidade e nos
    desenvolvimentos tecnológicos do final do século XIX. Os
    primeiros futuristas europeus também exaltavam a guerra e
    a violência.
CARACTERÍSTICAS AO NÍVEL DA PINTURA E DA
              ESCULTURA

          Enaltecer o dinamismo que
          simboliza o progresso
          Captar o movimento e a velocidade
          através da representação
          Cores muito contrastadas.
          Mobilidade no controlo das formas
          Alternância de planos na
          sobreposição de imagens.
          Fragmentação da luz.
          Exalta o movimento da máquina, da
          vida urbana
          e o mito da velocidade.
PRINCIPAIS PINTORES

  Os Principais Pintores são:


 Balla

 Boccióni

 Carrà

 Delaunay

 No entanto o Futurismo teve vários
  domínios, como a Arquitectura, a Música e a
  Literatura.
ALGUMAS IMAGENS




Auto-Retrato
de Boccioni


                       Cavalo e Cavaleiro de
                       Carlos Carrà 1912-1913
Quadro de Balla, um grande pintor do Futurismo
Formas únicas de continuidade no espaço
O Surrealismo foi um movimento artístico e literário
surgido em Paris nos anos 20.
         Fortemente influenciado pelas teorias psicanalíticas de
Sigmund Freud (1856-1939), o surrealismo enfatiza o papel do
inconsciente na actividade criativa.
         Os seus representantes mais conhecidos são Max Ernst,
René Magritte, Salvador Dalí, André Breton e Luis Buñuel.
CARACTERÍSTICAS DO
                                 SURREALISMO

    As características do surrealismo: uma combinação do representativo,

    do abstracto e do psicológico. Segundo os surrealistas, a arte deve-se
    libertar das exigências da lógica e da razão e ir além da consciência
    quotidiana, expressando o inconsciente e os sonhos.
    O principal teórico e líder do movimento é o poeta, escritor, crítico e

    psiquiatra francês André Breton (1896-1966).
    No manifesto e nos textos teóricos posteriores, os surrealistas rejeitam

    a chamada ditadura da razão e os valores burgueses como pátria,
    família, religião, trabalho e honra.
    Humor, sonho e a contra lógica são recursos a serem utilizados para

    libertar o homem da existência utilitária. Segundo a nova ordem, as
    ideias de bom gosto e decoro devem ser subvertidas.
SURREALISMO
    A palavra surrealismo havia sido criada em 1917 pelo poeta Guillaume

    Apollinaire (1886-1918), ligado ao Cubismo, para identificar expressões
    artísticas que se esboçavam e é adoptada pelos surrealistas por reflectir a ideia
    de algo além do realismo.
    O Surrealismo destacou-se nas artes, principalmente por quadros ou esculturas

    que expressavam os sonhos dos artistas. Porém não bastavam ser sonhos
    comuns, deveriam ser aqueles que tem formas variadas e confusas, como um
    boi com asas ou peixes andando nas nuvens.

          MOVIMENTO      CARACTERÍSTICAS                 ARTISTAS   OBRAS
          ARTÍSTICO


                         Imagens surpreendentes, que
          Surrealismo                                    Salvador   A persistência
                         reflectem situações
                                                         Dali;      de
                         normalmente impossíveis e
                         irracionais.                    René       memória
                         Gradação cromática.
                                                         Magritte
                         Explora o mundo do sonho, da
                         alucinação, do subconsciente.
SURREALISMO NOS ANOS 30
    Surrealismo como movimento visual tinha encontrado um método:

    expor a verdade psicológica ao despir objectos ordinários de sua
    significância normal.
    Em 1932 vários pintores Surrealistas produziram obras que foram

    marcos da evolução da estética do movimento: La Voix des Airs de
    Magritte é um exemplo desse processo.
    Outra paisagem Surrealista deste mesmo ano é Palais Promontoire de

    Tanguy, com as suas formas líquidas. Formas como estas se tornaram
    a marca registada de Dali, particularmente com sua obra A
    Persistência da Memória, onde relógios de bolso derretem como se
    fossem líquidos.
                     La Voix des Airs
                     de Magritte



                      A Persistência da
                      Memória
O SURREALISMO NA 2ª GUERRA
                MUNDIAL
    A Segunda Guerra Mundial provou ser disruptiva para o Surrealismo.


    O trabalho de Magritte tornou-se mais realista na sua representação

    de objectos reais, enquanto mantinha o elemento de justaposição,
    como na sua obra Valores Pessoais (1951) e Império da Luz (1954).
    Magritte continuou a produzir obras que entraram para o vocabulário

    artístico, como Castelo nos Pirenéus, que faz uma referência a Voix
    de 1931, na sua suspensão sobre a paisagem.
CONCLUSÃO

Este trabalho permitiu que ficássemos a saber
 mais sobre este tema e a alargar os nossos
 horizontes culturais.
Cubismo, Abstraccionismo, Futurismo e Surrealismo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

As vanguardas do modernismo
As vanguardas do modernismoAs vanguardas do modernismo
As vanguardas do modernismo
Dedinha Ramos
 
Arte medieval
Arte medievalArte medieval
Arte medieval
Ana Beatriz Cargnin
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
Carla Teixeira
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
Andrea Dressler
 
Neoclassicismo - Arte Neoclássica
Neoclassicismo - Arte NeoclássicaNeoclassicismo - Arte Neoclássica
Neoclassicismo - Arte Neoclássica
Andrea Dressler
 
Arte abstrata
Arte abstrataArte abstrata
Arte abstrata
Ana Barreiros
 
História da Arte: Realismo
História da Arte: RealismoHistória da Arte: Realismo
História da Arte: Realismo
Raphael Lanzillotte
 
Vanguardas Europeias
Vanguardas EuropeiasVanguardas Europeias
Vanguardas Europeias
Hely Costa Júnior
 
Arte - Realismo
Arte - RealismoArte - Realismo
Arte - Realismo
Maiara Giordani
 
Pintura e escultura do romantismo
Pintura e escultura do romantismoPintura e escultura do romantismo
Pintura e escultura do romantismo
Ana Barreiros
 
Modernismo em Portugal
Modernismo em PortugalModernismo em Portugal
Modernismo em Portugal
Carlos Vieira
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Arte Barroca
Arte BarrocaArte Barroca
Arte Barroca
Carlos Pinheiro
 
As principais vanguardas artísticas
As principais vanguardas artísticasAs principais vanguardas artísticas
As principais vanguardas artísticas
npjorgecosta
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Abstracionismo
AbstracionismoAbstracionismo
Abstracionismo
Talita Tata
 
Cultura do espaço virtual
Cultura do espaço virtual Cultura do espaço virtual
Cultura do espaço virtual
Ana Barreiros
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Andrea Dressler
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
Dadaísmo
CEF16
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
Marcio Duarte
 

Mais procurados (20)

As vanguardas do modernismo
As vanguardas do modernismoAs vanguardas do modernismo
As vanguardas do modernismo
 
Arte medieval
Arte medievalArte medieval
Arte medieval
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
 
Neoclassicismo - Arte Neoclássica
Neoclassicismo - Arte NeoclássicaNeoclassicismo - Arte Neoclássica
Neoclassicismo - Arte Neoclássica
 
Arte abstrata
Arte abstrataArte abstrata
Arte abstrata
 
História da Arte: Realismo
História da Arte: RealismoHistória da Arte: Realismo
História da Arte: Realismo
 
Vanguardas Europeias
Vanguardas EuropeiasVanguardas Europeias
Vanguardas Europeias
 
Arte - Realismo
Arte - RealismoArte - Realismo
Arte - Realismo
 
Pintura e escultura do romantismo
Pintura e escultura do romantismoPintura e escultura do romantismo
Pintura e escultura do romantismo
 
Modernismo em Portugal
Modernismo em PortugalModernismo em Portugal
Modernismo em Portugal
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Pop Art
 
Arte Barroca
Arte BarrocaArte Barroca
Arte Barroca
 
As principais vanguardas artísticas
As principais vanguardas artísticasAs principais vanguardas artísticas
As principais vanguardas artísticas
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
 
Abstracionismo
AbstracionismoAbstracionismo
Abstracionismo
 
Cultura do espaço virtual
Cultura do espaço virtual Cultura do espaço virtual
Cultura do espaço virtual
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
Dadaísmo
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 

Semelhante a Cubismo, Abstraccionismo, Futurismo e Surrealismo

Movimentos artísticos
Movimentos artísticosMovimentos artísticos
Movimentos artísticos
Daniele Duque
 
Apresentação de História da Arte - G5 - Fovismo, Cubismo e Abstracionismo
Apresentação de História da Arte - G5 - Fovismo, Cubismo e AbstracionismoApresentação de História da Arte - G5 - Fovismo, Cubismo e Abstracionismo
Apresentação de História da Arte - G5 - Fovismo, Cubismo e Abstracionismo
Gabriel Ferraciolli
 
Cubismo, Abstraccionismo, Futurismo e Surrealismo
Cubismo, Abstraccionismo, Futurismo e SurrealismoCubismo, Abstraccionismo, Futurismo e Surrealismo
Cubismo, Abstraccionismo, Futurismo e Surrealismo
Jorge Almeida
 
Vanguardaseuropeiasslides 130727130748-phpapp02
Vanguardaseuropeiasslides 130727130748-phpapp02Vanguardaseuropeiasslides 130727130748-phpapp02
Vanguardaseuropeiasslides 130727130748-phpapp02
carlos germano pereira de souza
 
Vanguardas europeias slides
Vanguardas europeias slidesVanguardas europeias slides
Vanguardas europeias slides
Eline Lima
 
Aula 9
Aula 9Aula 9
Trabalho imprimir
Trabalho imprimirTrabalho imprimir
Trabalho imprimir
José Emílio
 
Processos criativos em artes visuais
Processos criativos em artes  visuais  Processos criativos em artes  visuais
Processos criativos em artes visuais
Ediléia de Brito
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
Anacrislinda
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
Lú Carvalho
 
Primeira metade do século XX
Primeira metade do século XXPrimeira metade do século XX
Primeira metade do século XX
CEF16
 
Cubismo ii
Cubismo iiCubismo ii
Cubismo ii
Alaor
 
As experiências das vanguardas
As experiências das vanguardasAs experiências das vanguardas
As experiências das vanguardas
Professores História
 
12º O Modernismo Na Pintura Ana Paula Torres
12º   O Modernismo Na Pintura  Ana Paula Torres12º   O Modernismo Na Pintura  Ana Paula Torres
12º O Modernismo Na Pintura Ana Paula Torres
Professores História
 
12º O Modernismo Na Pintura Ana Paula Torres
12º   O Modernismo Na Pintura  Ana Paula Torres12º   O Modernismo Na Pintura  Ana Paula Torres
12º O Modernismo Na Pintura Ana Paula Torres
Professores História
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
Michele Pó
 
23 arte abstrata 2020
23 arte abstrata 202023 arte abstrata 2020
23 arte abstrata 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Arte no Séc. XX
 Arte no Séc. XX Arte no Séc. XX
Arte no Séc. XX
omniblog
 
Surrealismo e Cubismo
Surrealismo e CubismoSurrealismo e Cubismo
Surrealismo e Cubismo
Anderson Rockenbach
 
Do realismo ao pós impressionismo
Do realismo ao pós  impressionismo Do realismo ao pós  impressionismo
Do realismo ao pós impressionismo
AnaSilva1963
 

Semelhante a Cubismo, Abstraccionismo, Futurismo e Surrealismo (20)

Movimentos artísticos
Movimentos artísticosMovimentos artísticos
Movimentos artísticos
 
Apresentação de História da Arte - G5 - Fovismo, Cubismo e Abstracionismo
Apresentação de História da Arte - G5 - Fovismo, Cubismo e AbstracionismoApresentação de História da Arte - G5 - Fovismo, Cubismo e Abstracionismo
Apresentação de História da Arte - G5 - Fovismo, Cubismo e Abstracionismo
 
Cubismo, Abstraccionismo, Futurismo e Surrealismo
Cubismo, Abstraccionismo, Futurismo e SurrealismoCubismo, Abstraccionismo, Futurismo e Surrealismo
Cubismo, Abstraccionismo, Futurismo e Surrealismo
 
Vanguardaseuropeiasslides 130727130748-phpapp02
Vanguardaseuropeiasslides 130727130748-phpapp02Vanguardaseuropeiasslides 130727130748-phpapp02
Vanguardaseuropeiasslides 130727130748-phpapp02
 
Vanguardas europeias slides
Vanguardas europeias slidesVanguardas europeias slides
Vanguardas europeias slides
 
Aula 9
Aula 9Aula 9
Aula 9
 
Trabalho imprimir
Trabalho imprimirTrabalho imprimir
Trabalho imprimir
 
Processos criativos em artes visuais
Processos criativos em artes  visuais  Processos criativos em artes  visuais
Processos criativos em artes visuais
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
 
Primeira metade do século XX
Primeira metade do século XXPrimeira metade do século XX
Primeira metade do século XX
 
Cubismo ii
Cubismo iiCubismo ii
Cubismo ii
 
As experiências das vanguardas
As experiências das vanguardasAs experiências das vanguardas
As experiências das vanguardas
 
12º O Modernismo Na Pintura Ana Paula Torres
12º   O Modernismo Na Pintura  Ana Paula Torres12º   O Modernismo Na Pintura  Ana Paula Torres
12º O Modernismo Na Pintura Ana Paula Torres
 
12º O Modernismo Na Pintura Ana Paula Torres
12º   O Modernismo Na Pintura  Ana Paula Torres12º   O Modernismo Na Pintura  Ana Paula Torres
12º O Modernismo Na Pintura Ana Paula Torres
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
23 arte abstrata 2020
23 arte abstrata 202023 arte abstrata 2020
23 arte abstrata 2020
 
Arte no Séc. XX
 Arte no Séc. XX Arte no Séc. XX
Arte no Séc. XX
 
Surrealismo e Cubismo
Surrealismo e CubismoSurrealismo e Cubismo
Surrealismo e Cubismo
 
Do realismo ao pós impressionismo
Do realismo ao pós  impressionismo Do realismo ao pós  impressionismo
Do realismo ao pós impressionismo
 

Mais de Jorge Almeida

Guerra fria 1
Guerra fria 1Guerra fria 1
Guerra fria 1
Jorge Almeida
 
Exposição especiarias e frutas tropiciais 8.º ano_2011-12
Exposição especiarias e frutas tropiciais 8.º ano_2011-12Exposição especiarias e frutas tropiciais 8.º ano_2011-12
Exposição especiarias e frutas tropiciais 8.º ano_2011-12
Jorge Almeida
 
Exposição trabalhos alunos_7.º ano_2011-12
Exposição trabalhos alunos_7.º ano_2011-12Exposição trabalhos alunos_7.º ano_2011-12
Exposição trabalhos alunos_7.º ano_2011-12
Jorge Almeida
 
Salazar e o estado novo
Salazar e o estado novoSalazar e o estado novo
Salazar e o estado novo
Jorge Almeida
 
Exposição visitai viseu
Exposição visitai viseuExposição visitai viseu
Exposição visitai viseu
Jorge Almeida
 
Exposição trabalhos alunos_25 de abril
Exposição trabalhos alunos_25 de abrilExposição trabalhos alunos_25 de abril
Exposição trabalhos alunos_25 de abril
Jorge Almeida
 
Tertúlia 25 de abril
Tertúlia 25 de abrilTertúlia 25 de abril
Tertúlia 25 de abril
Jorge Almeida
 
25 de abril de 1974 2
25 de abril de 1974 225 de abril de 1974 2
25 de abril de 1974 2
Jorge Almeida
 
O 25 de_abril_de_1974[1]
O 25 de_abril_de_1974[1]O 25 de_abril_de_1974[1]
O 25 de_abril_de_1974[1]
Jorge Almeida
 
Iª república
Iª repúblicaIª república
Iª república
Jorge Almeida
 
Guerra colonial entrevista
Guerra colonial entrevistaGuerra colonial entrevista
Guerra colonial entrevista
Jorge Almeida
 
Guerra colonial (1)
Guerra colonial (1)Guerra colonial (1)
Guerra colonial (1)
Jorge Almeida
 
A guerra colonial
A guerra colonialA guerra colonial
A guerra colonial
Jorge Almeida
 
A 1ª guerra mundial hgp
A 1ª guerra mundial hgpA 1ª guerra mundial hgp
A 1ª guerra mundial hgp
Jorge Almeida
 
25 de abril de 1974 3
25 de abril de 1974 325 de abril de 1974 3
25 de abril de 1974 3
Jorge Almeida
 
Trabalhos alunos 7.º pca
Trabalhos alunos 7.º pcaTrabalhos alunos 7.º pca
Trabalhos alunos 7.º pca
Jorge Almeida
 
Salamanca
SalamancaSalamanca
Salamanca
Jorge Almeida
 
Folheto visionarium e castelo st.ª m.ª feira -2010-11
Folheto visionarium e castelo st.ª m.ª feira -2010-11Folheto visionarium e castelo st.ª m.ª feira -2010-11
Folheto visionarium e castelo st.ª m.ª feira -2010-11
Jorge Almeida
 
Visita de estudo a Foz Côa
Visita de estudo a Foz CôaVisita de estudo a Foz Côa
Visita de estudo a Foz Côa
Jorge Almeida
 
Folheto Foz Côa -2010-11
Folheto Foz Côa -2010-11Folheto Foz Côa -2010-11
Folheto Foz Côa -2010-11
Jorge Almeida
 

Mais de Jorge Almeida (20)

Guerra fria 1
Guerra fria 1Guerra fria 1
Guerra fria 1
 
Exposição especiarias e frutas tropiciais 8.º ano_2011-12
Exposição especiarias e frutas tropiciais 8.º ano_2011-12Exposição especiarias e frutas tropiciais 8.º ano_2011-12
Exposição especiarias e frutas tropiciais 8.º ano_2011-12
 
Exposição trabalhos alunos_7.º ano_2011-12
Exposição trabalhos alunos_7.º ano_2011-12Exposição trabalhos alunos_7.º ano_2011-12
Exposição trabalhos alunos_7.º ano_2011-12
 
Salazar e o estado novo
Salazar e o estado novoSalazar e o estado novo
Salazar e o estado novo
 
Exposição visitai viseu
Exposição visitai viseuExposição visitai viseu
Exposição visitai viseu
 
Exposição trabalhos alunos_25 de abril
Exposição trabalhos alunos_25 de abrilExposição trabalhos alunos_25 de abril
Exposição trabalhos alunos_25 de abril
 
Tertúlia 25 de abril
Tertúlia 25 de abrilTertúlia 25 de abril
Tertúlia 25 de abril
 
25 de abril de 1974 2
25 de abril de 1974 225 de abril de 1974 2
25 de abril de 1974 2
 
O 25 de_abril_de_1974[1]
O 25 de_abril_de_1974[1]O 25 de_abril_de_1974[1]
O 25 de_abril_de_1974[1]
 
Iª república
Iª repúblicaIª república
Iª república
 
Guerra colonial entrevista
Guerra colonial entrevistaGuerra colonial entrevista
Guerra colonial entrevista
 
Guerra colonial (1)
Guerra colonial (1)Guerra colonial (1)
Guerra colonial (1)
 
A guerra colonial
A guerra colonialA guerra colonial
A guerra colonial
 
A 1ª guerra mundial hgp
A 1ª guerra mundial hgpA 1ª guerra mundial hgp
A 1ª guerra mundial hgp
 
25 de abril de 1974 3
25 de abril de 1974 325 de abril de 1974 3
25 de abril de 1974 3
 
Trabalhos alunos 7.º pca
Trabalhos alunos 7.º pcaTrabalhos alunos 7.º pca
Trabalhos alunos 7.º pca
 
Salamanca
SalamancaSalamanca
Salamanca
 
Folheto visionarium e castelo st.ª m.ª feira -2010-11
Folheto visionarium e castelo st.ª m.ª feira -2010-11Folheto visionarium e castelo st.ª m.ª feira -2010-11
Folheto visionarium e castelo st.ª m.ª feira -2010-11
 
Visita de estudo a Foz Côa
Visita de estudo a Foz CôaVisita de estudo a Foz Côa
Visita de estudo a Foz Côa
 
Folheto Foz Côa -2010-11
Folheto Foz Côa -2010-11Folheto Foz Côa -2010-11
Folheto Foz Côa -2010-11
 

Último

Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
AntonioLobosco3
 
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
maria-oliveira
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdfTrabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
erico paulo rocha guedes
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 

Último (20)

Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
 
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdfTrabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 

Cubismo, Abstraccionismo, Futurismo e Surrealismo

  • 1. E. B. 2, 3 de Campo de Besteiros Trabalho realizado por: - José Pedro Nº 10 - Patrick Nº 13 - Renato Nº 15 Ano lectivo 2008/2009 - Ruben Nº 16
  • 2. 1 - Introdução  Neste trabalho vamos falar sobre as diferentes correntes artísticas, surgidas nas primeiras décadas do século XX nomeadamente o Cubismo, o Abstraccionismo, o Surrealismo e o Futurismo.  Falamos sobre as suas principais características, como surgiram e sobre os principais pintores .
  • 3.
  • 4. 1 - Cubismo (Introdução)  Este movimento artístico surgiu no século XX e é considerado o mais influente deste período. Com as suas formas geométricas representadas na maioria das vezes, por cubos e cilindros, a arte cubista rompeu com os padrões estéticos que primavam pela perfeição das formas nas buscas da imagem realista da natureza.  Historicamente o Cubismo originou-se na obra de Cézanne, pois para ele a pintura deveria tratar as formas da Natureza como se fossem cones, esferas e cilindros.
  • 5. 2 - Características Utilização de formas geométricas Não utiliza a perspectiva O claro-escuro perde sua função Representação do volume colorido sobre superfícies planas Sensação de uma pintura esculpida Cores austeras, do branco ao negro passando pelo cinza ou um castanho suave Multiplicidade de planos. Cor quase monocromática. Pablo Picasso
  • 6. 3 – Principais pintores  Os principais pintores são: - Pablo Picasso - Georges Braque les demoiselles d'avignon -Fernand Léger -Alexandra Nechita -Diego Rivera -Jacques Villon Retrato de Picasso
  • 7. 4 – Tipos de Cubismo O cubismo se divide em duas fases: Cubismo Analítico - (1909) caracterizado pela desestruturação da obra em todos os seus elementos. Decompondo a obra em partes, procurando a visão total da figura, examinando-a em todos os ângulos no mesmo instante, através da fragmentação dela. Essa fragmentação dos seres foi tão grande, que se tornou impossível o reconhecimento de qualquer figura nas pinturas cubistas. A cor se reduz aos tons de castanho, cinza e bege.
  • 8. 4 – Tipos de Cubismo (cont) Cubismo Sintético - (1911) reagindo à excessiva fragmentação dos objectos e à destruição da sua estrutura. Basicamente, essa tendência procurou tornar as figuras novamente reconhecíveis. Também chamado de Colagem porque introduz letras, palavras, números, pedaços de madeira, vidro, metal e até objectos inteiros nas pinturas. Essa inovação pode ser explicada pela intenção dos artistas em criar efeitos plásticos e de ultrapassar os limites das sensações visuais que a pintura sugere, despertando também no observador as sensações tácteis.
  • 9.
  • 10. ABSTRACCIONISMO - INTRODUÇÃO A arte abstracta ou abstraccionismo é geralmente entendido como uma forma de arte que não representa objectos próprios da nossa realidade. Ao contrário disso, usa as relações entre cores, linhas e superfícies para compor a realidade da obra, de uma maneira quot;não representativaquot;. Surge a partir das experiência europeias, que recusam a herança renascentista das academias de arte.
  • 11. ABSTRACCIONISMO O abstraccionismo divide-se em duas tendências: Abstraccionismo lírico - - Abstraccionismo geométrico
  • 12. ABSTRACCIONISMO LÍRICO O abstraccionismo lírico ou abstraccionismo expressivo inspirava-se no instinto, no inconsciente e na intuição para construir uma arte imaginária ligada a uma “necessidade interior” tendo sido influenciado pelo expressionismo, mais propriamente no Der Blaue Reiter. Aparece como reacção às grandes revoluções do século, nomeadamente a 1.ª Guerra Mundial. Wassily Kandinsky foi o criador e “divulgador” deste género, utilizando cores puras em pinceladas rápidas, tensas e violentas.
  • 14. ABSTRACCIONISMO GEOMÉTRICO O Abstraccionismo geométrico, ao contrário do abstraccionismo lírico, foca-se na racionalização que depende da análise intelectual e científica. Foi influenciado pelo cubismo e pelo futurismo. O abstraccionismo geométrico divide-se em duas correntes: Suprematismo na Rússia  Neoplasticismo na Holanda 
  • 16.
  • 17. INTRODUÇÃO O Futurismo é um movimento artístico e literário, que surgiu  oficialmente em 20 de Fevereiro de 1909 em Itália com a publicação do Manifesto Futurista, pelo poeta italiano Filippo Marinetti, no jornal francês Le Figaro. As obras baseavam-se fortemente na velocidade e nos desenvolvimentos tecnológicos do final do século XIX. Os primeiros futuristas europeus também exaltavam a guerra e a violência.
  • 18. CARACTERÍSTICAS AO NÍVEL DA PINTURA E DA ESCULTURA Enaltecer o dinamismo que simboliza o progresso Captar o movimento e a velocidade através da representação Cores muito contrastadas. Mobilidade no controlo das formas Alternância de planos na sobreposição de imagens. Fragmentação da luz. Exalta o movimento da máquina, da vida urbana e o mito da velocidade.
  • 19. PRINCIPAIS PINTORES Os Principais Pintores são:   Balla  Boccióni  Carrà  Delaunay  No entanto o Futurismo teve vários domínios, como a Arquitectura, a Música e a Literatura.
  • 20. ALGUMAS IMAGENS Auto-Retrato de Boccioni Cavalo e Cavaleiro de Carlos Carrà 1912-1913
  • 21. Quadro de Balla, um grande pintor do Futurismo
  • 22. Formas únicas de continuidade no espaço
  • 23.
  • 24. O Surrealismo foi um movimento artístico e literário surgido em Paris nos anos 20. Fortemente influenciado pelas teorias psicanalíticas de Sigmund Freud (1856-1939), o surrealismo enfatiza o papel do inconsciente na actividade criativa. Os seus representantes mais conhecidos são Max Ernst, René Magritte, Salvador Dalí, André Breton e Luis Buñuel.
  • 25. CARACTERÍSTICAS DO SURREALISMO As características do surrealismo: uma combinação do representativo,  do abstracto e do psicológico. Segundo os surrealistas, a arte deve-se libertar das exigências da lógica e da razão e ir além da consciência quotidiana, expressando o inconsciente e os sonhos. O principal teórico e líder do movimento é o poeta, escritor, crítico e  psiquiatra francês André Breton (1896-1966). No manifesto e nos textos teóricos posteriores, os surrealistas rejeitam  a chamada ditadura da razão e os valores burgueses como pátria, família, religião, trabalho e honra. Humor, sonho e a contra lógica são recursos a serem utilizados para  libertar o homem da existência utilitária. Segundo a nova ordem, as ideias de bom gosto e decoro devem ser subvertidas.
  • 26. SURREALISMO A palavra surrealismo havia sido criada em 1917 pelo poeta Guillaume  Apollinaire (1886-1918), ligado ao Cubismo, para identificar expressões artísticas que se esboçavam e é adoptada pelos surrealistas por reflectir a ideia de algo além do realismo. O Surrealismo destacou-se nas artes, principalmente por quadros ou esculturas  que expressavam os sonhos dos artistas. Porém não bastavam ser sonhos comuns, deveriam ser aqueles que tem formas variadas e confusas, como um boi com asas ou peixes andando nas nuvens. MOVIMENTO CARACTERÍSTICAS ARTISTAS OBRAS ARTÍSTICO Imagens surpreendentes, que Surrealismo Salvador A persistência reflectem situações Dali; de normalmente impossíveis e irracionais. René memória Gradação cromática. Magritte Explora o mundo do sonho, da alucinação, do subconsciente.
  • 27. SURREALISMO NOS ANOS 30 Surrealismo como movimento visual tinha encontrado um método:  expor a verdade psicológica ao despir objectos ordinários de sua significância normal. Em 1932 vários pintores Surrealistas produziram obras que foram  marcos da evolução da estética do movimento: La Voix des Airs de Magritte é um exemplo desse processo. Outra paisagem Surrealista deste mesmo ano é Palais Promontoire de  Tanguy, com as suas formas líquidas. Formas como estas se tornaram a marca registada de Dali, particularmente com sua obra A Persistência da Memória, onde relógios de bolso derretem como se fossem líquidos. La Voix des Airs de Magritte A Persistência da Memória
  • 28. O SURREALISMO NA 2ª GUERRA MUNDIAL A Segunda Guerra Mundial provou ser disruptiva para o Surrealismo.  O trabalho de Magritte tornou-se mais realista na sua representação  de objectos reais, enquanto mantinha o elemento de justaposição, como na sua obra Valores Pessoais (1951) e Império da Luz (1954). Magritte continuou a produzir obras que entraram para o vocabulário  artístico, como Castelo nos Pirenéus, que faz uma referência a Voix de 1931, na sua suspensão sobre a paisagem.
  • 29. CONCLUSÃO Este trabalho permitiu que ficássemos a saber mais sobre este tema e a alargar os nossos horizontes culturais.