SlideShare uma empresa Scribd logo
Corfebol
Corfebol Regras Simplificadas
O Jogo joga-se com 2 equipas mistas de 8 elementos
Campo Dimensões - 40 x 20 m Linhas não fazem parte do campo Postes – 3,50 m Possui 2  zonas de jogo
Bola e Poste Postes – 3,50 m Bola – tem que ter 2 cores 3.50 m 23.5 - 25  cm
Zona de Penalidade  2,50 m do poste 2.5m 2.5m 6.7m
Zonas de jogo Sentido do jogo
Zona de Defesa - Vermelhos Zona de Defesa – Azul Zona de Ataque – Azul Zona de Ataque - Vermelhos
Jogadores Duas equipas mistas de 8 jogadores (4 rapazes e 4 raparigas)
Jogadores 2 rapazes e 2 raparigas na zona defensiva  2 rapazes e 2 raparigas na zona atacante
Equipamento  Feminino Masculino
Duração e descontos de tempo O jogo tem a duração de 2 x 30 minutos 10 minutos de Intervalo Golos É golo quando a bola entra no cesto de cima para baixo Golo =  1  ponto
Mudança de Campo  -  No início da 2ª parte, os jogadores mudam de campo, mas não de funções Os atacantes mantém-se atacantes e os defesas mantém-se defesas, apenas mudam de campo e de zona de ataque. Sendo isso conseguido através unicamente da troca de campo. A bola sai da equipa que não iniciou o jogo no seu campo ofensivo
1ª parte
2ª parte
Mudança de Zona  - Depois de cada 2 golos, funções e jogadores mudam. Sempre que a soma da pontuação for par, os jogadores mudam as suas funções. Os atacantes tornam-se defesas e os defesas tornam-se atacantes, sendo isto conseguido através da mobilidade dos jogadores. A bola sai da equipa que sofreu ponto na sua zona de ataque o mais próximo possível da linha de ½ campo.
 
Início e reinício do jogo Deve ser executado por um atacante dentro da sua zona e perto do centro do campo No início do jogo (equipa da casa) No início da 2ªparte (equipa visitante) Após golo convertido (equipa que sofreu golo)
 
Infracções às regras Cometidas pelos defesa Cometidas pelos atacantes
Infracções às regras cometidas pelos defesas Infracções ligeiras – punidas por um  recomeço de jogo  infracções técnicas (como correr, jogar a bola com a perna ou pé e fazer jogo passivo). infracções físicas que não sejam executadas com o propósito de perturbar o ataque e onde exista contacto físico controlado.
Infracções às regras cometidas pelos defesas Infracções graves – punidas por um  livre infracções físicas onde exista contacto físico descontrolado (como tirar a bola das mãos de um oponente, empurrar, agarrar ou obstruir um oponente). infracções executadas com o propósito de perturbar o ataque ou que resultem na interrupção do ataque.
Infracções às regras cometidas pelos defesas Infracções graves – punidas com  penalidade Infracções que repetidamente perturbem o ataque.  Infracções muito graves que resultem na perda de uma hipótese de marcar.
Infracções às regras cometidas pelos atacantes Infracções ligeiras – punidas por um recomeço de jogo  Infracções muito graves  - punidas pela atribuição de uma  penalidade   - quando há perda de uma hipótese de marcar pela equipa que ataca na outra zona.
Durante o jogo é proibido: Tocar a bola com a perna ou pé
Durante o jogo é proibido Bater a bola com o punho Mesmo que seja com o pulso ou costas das mãos
Durante o jogo é proibido Apoderar-se, agarrar ou bater a bola quando alguma parte do corpo, que não os pés, estiver a tocar o solo.  (recomeço do jogo)
Durante o jogo é proibido Correr com a bola. Pode usar o pé eixo. Pode utilizar dois apoios se recebe a bola em movimento para parar, passar ou lançar
Durante o jogo é proibido Jogar sozinho.  (Recomeço de jogo) É punível se atirar a bola para um espaço ou contra o poste com intenção de a voltar a recuperar
Durante o jogo é proibido Entregar a bola na mão de outro jogador da mesma equipa.  (recomeço de jogo) A bola tem que atravessar uma fase de vôo
Durante o jogo é proibido Jogo passivo.  (recomeço de jogo) Demorar a jogar a bola Passar a bola para a zona da defesa Passar a bola sem intenção de finalização Demorar a passar a bola para a zona de ataque
Durante o jogo é proibido Bater ou tirar a bola das mãos de um adversário.  (recomeço de jogo ou livre) Jogador tem o direito de ter a bola controlada na mão. Pode existir ao segurar a bola com uma ou duas mãos ou deixando que esta repouse na palma da mão ou nos dedos.
Durante o jogo é proibido Empurrar, agarrar ou obstruir um adversário.  (atacante (recomeço de jogo) defesa (recomeço de jogo ou livre))
Durante o jogo é proibido Defender excessivamente um adversário.  (defesa recomeço de jogo ou livre)
Durante o jogo é proibido Defender um adversário do sexo oposto no acto de lançamento ou de passe.  (livre) Rapazes apenas podem defender rapazes e raparigas apenas podem defender raparigas
Durante o jogo é proibido Defender um adversário que já esteja a ser defendido por outro jogador.  (livre) A defesa no Corfebol é H x H Pode haver mudanças de marcação e ajudas, mas no momento de passar ou lançar apenas um o pode defender.
Durante o jogo é proibido Jogar fora da sua zona.  (livre) Um jogador está fora da sua zona quando ele toca as linhas limítrofes, a linha central ou o terreno fora da sua zona ou salta tocando as linhas limítrofes, a linha central ou o terreno fora da sua zona.  Jogar significa tanto tocar a bola como defender um adversário.
Durante o jogo é proibido Lançar de uma posição defendida.  (livre) O lançamento deve ser considerado defendido quando o defesa satisfaz cada uma das seguintes condições: ele tem de estar mais próximo do poste que o atacante, (excepto quando ele e o atacante estão próximos e em lados opostos do poste, caso em que apenas as condições 2, 3 e 4 são suficientes). ele deve estar à distância de um braço do atacante (distância de um braço significa que o defesa está suficientemente perto para poder tocar no peito do atacante); ele deve ter a face voltada para o lançador; ele deve realmente tentar bloquear a bola. O lançamento deve ser considerado defendido quando o defesa satisfaz cada uma das seguintes condições: ele tem de estar mais próximo do poste que o atacante, (excepto quando ele e o atacante estão próximos e em lados opostos do poste, caso em que apenas as condições 2, 3 e 4 são suficientes). ele deve estar à distância de um braço do atacante (distância de um braço significa que o defesa está suficientemente perto para poder tocar no peito do atacante); ele deve ter a face voltada para o lançador; ele deve realmente tentar bloquear a bola. O lançamento deve ser considerado defendido quando o defesa satisfaz cada uma das seguintes condições: ele tem de estar mais próximo do poste que o atacante, (excepto quando ele e o atacante estão próximos e em lados opostos do poste, caso em que apenas as condições 2, 3 e 4 são suficientes). ele deve estar à distância de um braço do atacante (distância de um braço significa que o defesa está suficientemente perto para poder tocar no peito do atacante); ele deve ter a face voltada para o lançador; ele deve realmente tentar bloquear a bola. O lançamento deve ser considerado defendido quando o defesa satisfaz: ele tem de estar mais próximo do poste que o atacante  ele deve estar à distância de um braço do atacante  ele deve ter a face voltada para o lançador ele deve realmente tentar bloquear a bola
Durante o jogo é proibido Lançar após aproveitar o bloqueio de outro atacante.  (recomeço de jogo) Bloquear não é uma infracção. Aproveitar o bloqueio para lançar é punível.
Durante o jogo é proibido Marcar da zona de defesa. Lançar quando um jogador joga sem opositor directo.  (recomeço de jogo) quando a zona de defesa tem apenas três jogadores contra quatro atacantes. O treinado indica ao árbitro qual o jogador que não lança
Durante o jogo é proibido Influenciar um lançamento deslocando o poste  (recomeço de jogo) Usar o poste para saltar, correr ou para se afastar rapidamente (mudar de direcção).  (atacante(recomeço de jogo), defesa (livre))
Durante o jogo é proibido Violar as condições impostas para um livre ou uma penalidade.  (atacante(recomeço de jogo), defesa (livre ou repetição da penalidade))
Durante o jogo é proibido Violar as condições impostas para um recomeço de jogo.  (atacante (recomeço de jogo), defesa (livre) Um jogador defende um oponente que está a executar um recomeço de jogo Um jogador de qualquer equipa toca na bola antes desta entrar em jogo percorrendo, pelo menos, 2.50 m desde o sítio onde foi marcado o recomeço de jogo.
Bola Fora As linhas de campo não fazem parte do campo. Um jogador pode, no entanto, recuperar uma bola que sai do campo, no ar,  se fizer o último apoio dentro do campo e a jogar antes de entrar em contacto com o solo.
Recomeço do Jogo A bola é reposta em jogo no local onde ocorreu a falta;  Após o apito do árbitro, o jogador tem 4 segundos para colocar a bola em jogo;  Todos os jogadores têm de estar a 2.50 m do jogador que vai marcar o recomeço de jogo. Os jogadores da equipa oposta não o podem defender. não pode marcar cesto directamente do recomeço de jogo.
Livre O livre é marcado da marca de penalidade. Todos os jogadores estão a uma distância mínima de 2.50 m do ponto onde o livre é marcado. Os jogadores da mesma equipa do jogador que executa o livre encontram-se também a uma distância mínima de 2.50 m entre eles. Não pode marcar cesto directamente de um livre. Após o apito do árbitro, o jogador tem 4 segundos para colocar a bola em jogo.
Livre
Livre
Penalidade O jogador deve colocar-se imediatamente atrás da marca e não pode tocar o solo entre o ponto de penalidade e o poste. Todos os outros jogadores têm de manter uma distância de 2.50 m. Pode marcar cesto directamente de um livre.
Penalidade
Penalidade
Diversidade do Korfebol
Bibliografia korfball_rules.ppt -  Korfball_intro.ppt – Jan Fransoo Korfball.ppt – Polska Federacja Korfballu The Korfball referee’s note.ppt -  AOKF Referee Course 2007, Malysia Regras de Corfebol – tradução de Joana Faria e Jorge Alves Corfebol.ppt – Sónia Filipe Maria João Vasconcelos 2007/08

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Futebol
FutebolFutebol
Ginastica de Solo - UFAC
Ginastica de Solo - UFACGinastica de Solo - UFAC
Ginastica de Solo - UFAC
Eridhonson Oliveira
 
Trabalho sobre Badminton - Aconsa
Trabalho sobre Badminton - AconsaTrabalho sobre Badminton - Aconsa
Trabalho sobre Badminton - Aconsa
Ana Carolina
 
Badminton
BadmintonBadminton
Badminton
dnebsm
 
Rugby
RugbyRugby
Badminton gestos técnicos, história, sinais de arbitragem etc...
Badminton gestos técnicos, história, sinais de arbitragem etc...Badminton gestos técnicos, história, sinais de arbitragem etc...
Badminton gestos técnicos, história, sinais de arbitragem etc...
Margarida Ferreira
 
Andebol
AndebolAndebol
Andebol
ana pinho
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
Luis
 
Corfebol
CorfebolCorfebol
Corfebol
Quedison
 
Frei luís de sousa Contextualização
Frei luís de sousa Contextualização Frei luís de sousa Contextualização
Frei luís de sousa Contextualização
Sofia Yuna
 
Regras do Andebol
Regras do AndebolRegras do Andebol
Regras do Andebol
João Machado
 
Sebenta.módulo1.corfebol
Sebenta.módulo1.corfebolSebenta.módulo1.corfebol
Sebenta.módulo1.corfebol
Maria João Vasconcelos
 
Andebol - Nível Introdução
Andebol - Nível IntroduçãoAndebol - Nível Introdução
Andebol - Nível Introdução
Maria João Vasconcelos
 
TéNix1
TéNix1TéNix1
TéNix1
DAVIDbeatriz
 
Ficha de Aquecimento de Educação Física
Ficha de Aquecimento de Educação FísicaFicha de Aquecimento de Educação Física
Ficha de Aquecimento de Educação Física
713773
 
Ginástica de Solo
Ginástica de SoloGinástica de Solo
Ginástica de Solo
Tony Abreu
 
Corfebol em Portugal e no Mundo
Corfebol em Portugal e no MundoCorfebol em Portugal e no Mundo
Corfebol em Portugal e no Mundo
Rui Oliveira
 
Andebol b regras do jogo
Andebol b regras do jogoAndebol b regras do jogo
Andebol b regras do jogo
Escola Secundaria Moura
 
Apresentação basquetebol
Apresentação basquetebol Apresentação basquetebol
Apresentação basquetebol
Paula Silva Silva
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
Marta Marinho
 

Mais procurados (20)

Futebol
FutebolFutebol
Futebol
 
Ginastica de Solo - UFAC
Ginastica de Solo - UFACGinastica de Solo - UFAC
Ginastica de Solo - UFAC
 
Trabalho sobre Badminton - Aconsa
Trabalho sobre Badminton - AconsaTrabalho sobre Badminton - Aconsa
Trabalho sobre Badminton - Aconsa
 
Badminton
BadmintonBadminton
Badminton
 
Rugby
RugbyRugby
Rugby
 
Badminton gestos técnicos, história, sinais de arbitragem etc...
Badminton gestos técnicos, história, sinais de arbitragem etc...Badminton gestos técnicos, história, sinais de arbitragem etc...
Badminton gestos técnicos, história, sinais de arbitragem etc...
 
Andebol
AndebolAndebol
Andebol
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
 
Corfebol
CorfebolCorfebol
Corfebol
 
Frei luís de sousa Contextualização
Frei luís de sousa Contextualização Frei luís de sousa Contextualização
Frei luís de sousa Contextualização
 
Regras do Andebol
Regras do AndebolRegras do Andebol
Regras do Andebol
 
Sebenta.módulo1.corfebol
Sebenta.módulo1.corfebolSebenta.módulo1.corfebol
Sebenta.módulo1.corfebol
 
Andebol - Nível Introdução
Andebol - Nível IntroduçãoAndebol - Nível Introdução
Andebol - Nível Introdução
 
TéNix1
TéNix1TéNix1
TéNix1
 
Ficha de Aquecimento de Educação Física
Ficha de Aquecimento de Educação FísicaFicha de Aquecimento de Educação Física
Ficha de Aquecimento de Educação Física
 
Ginástica de Solo
Ginástica de SoloGinástica de Solo
Ginástica de Solo
 
Corfebol em Portugal e no Mundo
Corfebol em Portugal e no MundoCorfebol em Portugal e no Mundo
Corfebol em Portugal e no Mundo
 
Andebol b regras do jogo
Andebol b regras do jogoAndebol b regras do jogo
Andebol b regras do jogo
 
Apresentação basquetebol
Apresentação basquetebol Apresentação basquetebol
Apresentação basquetebol
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
 

Destaque

Ef. trabalho
Ef. trabalhoEf. trabalho
Ef. trabalho
Joana Algodão Doce
 
Voleibol, Futebol, Corfebol
Voleibol, Futebol, CorfebolVoleibol, Futebol, Corfebol
Voleibol, Futebol, Corfebol
Duarte Nunes
 
Ginastica de solo e aparelhos
Ginastica de solo e aparelhosGinastica de solo e aparelhos
Ginastica de solo e aparelhos
jose_santinha
 
AnáLise EstatíSticarita
AnáLise EstatíSticaritaAnáLise EstatíSticarita
AnáLise EstatíSticarita
LuisNovaisMartins
 
Paddle surf
Paddle surfPaddle surf
Há amigos
Há amigosHá amigos
Bachata
BachataBachata
Nova palavra no_dicionario
Nova palavra no_dicionarioNova palavra no_dicionario
Nova palavra no_dicionario
Maria João Vasconcelos
 
Percursos aguacoimbrasubterranea2009
Percursos aguacoimbrasubterranea2009Percursos aguacoimbrasubterranea2009
Percursos aguacoimbrasubterranea2009
Maria João Vasconcelos
 
Anona
AnonaAnona
Oilspillhits60thday 100620112317-phpapp01
Oilspillhits60thday 100620112317-phpapp01Oilspillhits60thday 100620112317-phpapp01
Oilspillhits60thday 100620112317-phpapp01
Maria João Vasconcelos
 
Arte da Lixeira
Arte da LixeiraArte da Lixeira
Arte da Lixeira
Maria João Vasconcelos
 
Modulo 13 - II
Modulo 13 - IIModulo 13 - II
Modulo 13 - II
Maria João Vasconcelos
 
Lições de vida
Lições de vidaLições de vida
Lições de vida
Maria João Vasconcelos
 
Alteração regulamenttos atletismo iaaf 2010.2011
Alteração regulamenttos atletismo iaaf 2010.2011Alteração regulamenttos atletismo iaaf 2010.2011
Alteração regulamenttos atletismo iaaf 2010.2011
Maria João Vasconcelos
 
Segurança dos pneus
Segurança dos pneusSegurança dos pneus
Segurança dos pneus
Maria João Vasconcelos
 
Brincando e aprendendo com corda nas aulas de Educação Física
Brincando e aprendendo com corda nas aulas de Educação Física Brincando e aprendendo com corda nas aulas de Educação Física
Brincando e aprendendo com corda nas aulas de Educação Física
CristinaPaes
 
Insucesso escolar. Plano para salvar alunos faltosos foi um fracasso
Insucesso escolar. Plano para salvar alunos faltosos foi um fracassoInsucesso escolar. Plano para salvar alunos faltosos foi um fracasso
Insucesso escolar. Plano para salvar alunos faltosos foi um fracasso
Maria João Vasconcelos
 
Tabela kcal
Tabela kcalTabela kcal
Korfball
KorfballKorfball
Korfball
xaviguapeton
 

Destaque (20)

Ef. trabalho
Ef. trabalhoEf. trabalho
Ef. trabalho
 
Voleibol, Futebol, Corfebol
Voleibol, Futebol, CorfebolVoleibol, Futebol, Corfebol
Voleibol, Futebol, Corfebol
 
Ginastica de solo e aparelhos
Ginastica de solo e aparelhosGinastica de solo e aparelhos
Ginastica de solo e aparelhos
 
AnáLise EstatíSticarita
AnáLise EstatíSticaritaAnáLise EstatíSticarita
AnáLise EstatíSticarita
 
Paddle surf
Paddle surfPaddle surf
Paddle surf
 
Há amigos
Há amigosHá amigos
Há amigos
 
Bachata
BachataBachata
Bachata
 
Nova palavra no_dicionario
Nova palavra no_dicionarioNova palavra no_dicionario
Nova palavra no_dicionario
 
Percursos aguacoimbrasubterranea2009
Percursos aguacoimbrasubterranea2009Percursos aguacoimbrasubterranea2009
Percursos aguacoimbrasubterranea2009
 
Anona
AnonaAnona
Anona
 
Oilspillhits60thday 100620112317-phpapp01
Oilspillhits60thday 100620112317-phpapp01Oilspillhits60thday 100620112317-phpapp01
Oilspillhits60thday 100620112317-phpapp01
 
Arte da Lixeira
Arte da LixeiraArte da Lixeira
Arte da Lixeira
 
Modulo 13 - II
Modulo 13 - IIModulo 13 - II
Modulo 13 - II
 
Lições de vida
Lições de vidaLições de vida
Lições de vida
 
Alteração regulamenttos atletismo iaaf 2010.2011
Alteração regulamenttos atletismo iaaf 2010.2011Alteração regulamenttos atletismo iaaf 2010.2011
Alteração regulamenttos atletismo iaaf 2010.2011
 
Segurança dos pneus
Segurança dos pneusSegurança dos pneus
Segurança dos pneus
 
Brincando e aprendendo com corda nas aulas de Educação Física
Brincando e aprendendo com corda nas aulas de Educação Física Brincando e aprendendo com corda nas aulas de Educação Física
Brincando e aprendendo com corda nas aulas de Educação Física
 
Insucesso escolar. Plano para salvar alunos faltosos foi um fracasso
Insucesso escolar. Plano para salvar alunos faltosos foi um fracassoInsucesso escolar. Plano para salvar alunos faltosos foi um fracasso
Insucesso escolar. Plano para salvar alunos faltosos foi um fracasso
 
Tabela kcal
Tabela kcalTabela kcal
Tabela kcal
 
Korfball
KorfballKorfball
Korfball
 

Semelhante a Corfebol

andebol
andebolandebol
andebol
guest126cc72
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
evandrolhp
 
Apresentação basquetebol.pdf
Apresentação basquetebol.pdfApresentação basquetebol.pdf
Apresentação basquetebol.pdf
JOÃO PEREIRA
 
Aula 1 (história, equiamentos e regras de jogo).pptx
Aula 1 (história, equiamentos e regras de jogo).pptxAula 1 (história, equiamentos e regras de jogo).pptx
Aula 1 (história, equiamentos e regras de jogo).pptx
TavaresJana
 
Andebol regrasdejogo1
Andebol regrasdejogo1Andebol regrasdejogo1
Andebol regrasdejogo1
José Ferreira
 
Basquete
BasqueteBasquete
O andebol
O andebolO andebol
O andebol
bamp
 
Apresentação de TIC
Apresentação de TICApresentação de TIC
Apresentação de TIC
susanabb_9b
 
Regras básicas do handebol
Regras básicas do handebolRegras básicas do handebol
Regras básicas do handebol
haroldo57
 
Andebol 101209122214-phpapp01 2
Andebol 101209122214-phpapp01 2Andebol 101209122214-phpapp01 2
Andebol 101209122214-phpapp01 2
Maria Sequeira
 
Andebol regras
Andebol regras Andebol regras
Andebol regras
Maria Sequeira
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
Luis
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
Luis
 
Andebol
Andebol Andebol
REGRAS FUTEBOL MESA - BOTÃO
REGRAS FUTEBOL MESA - BOTÃOREGRAS FUTEBOL MESA - BOTÃO
REGRAS FUTEBOL MESA - BOTÃO
GRUPO DE ORAÇÃO ANJO RAFAEL
 
Apostila handebol
Apostila handebolApostila handebol
Apostila handebol
marcelosilveirazero1
 
Regras do Voleibol
Regras do VoleibolRegras do Voleibol
Regras do Voleibol
Sutier
 
Apostila de basquetebol
Apostila de basquetebolApostila de basquetebol
Apostila de basquetebol
bbpn
 
Apostila de basquetebol
Apostila de basquetebolApostila de basquetebol
Apostila de basquetebol
bbpn
 
Futebol apresentação
Futebol apresentaçãoFutebol apresentação
Futebol apresentação
Dany Lopes
 

Semelhante a Corfebol (20)

andebol
andebolandebol
andebol
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
 
Apresentação basquetebol.pdf
Apresentação basquetebol.pdfApresentação basquetebol.pdf
Apresentação basquetebol.pdf
 
Aula 1 (história, equiamentos e regras de jogo).pptx
Aula 1 (história, equiamentos e regras de jogo).pptxAula 1 (história, equiamentos e regras de jogo).pptx
Aula 1 (história, equiamentos e regras de jogo).pptx
 
Andebol regrasdejogo1
Andebol regrasdejogo1Andebol regrasdejogo1
Andebol regrasdejogo1
 
Basquete
BasqueteBasquete
Basquete
 
O andebol
O andebolO andebol
O andebol
 
Apresentação de TIC
Apresentação de TICApresentação de TIC
Apresentação de TIC
 
Regras básicas do handebol
Regras básicas do handebolRegras básicas do handebol
Regras básicas do handebol
 
Andebol 101209122214-phpapp01 2
Andebol 101209122214-phpapp01 2Andebol 101209122214-phpapp01 2
Andebol 101209122214-phpapp01 2
 
Andebol regras
Andebol regras Andebol regras
Andebol regras
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
 
Andebol
Andebol Andebol
Andebol
 
REGRAS FUTEBOL MESA - BOTÃO
REGRAS FUTEBOL MESA - BOTÃOREGRAS FUTEBOL MESA - BOTÃO
REGRAS FUTEBOL MESA - BOTÃO
 
Apostila handebol
Apostila handebolApostila handebol
Apostila handebol
 
Regras do Voleibol
Regras do VoleibolRegras do Voleibol
Regras do Voleibol
 
Apostila de basquetebol
Apostila de basquetebolApostila de basquetebol
Apostila de basquetebol
 
Apostila de basquetebol
Apostila de basquetebolApostila de basquetebol
Apostila de basquetebol
 
Futebol apresentação
Futebol apresentaçãoFutebol apresentação
Futebol apresentação
 

Mais de Maria João Vasconcelos

Abordagem ao Jogo Futsal_1ªfase.pdf
Abordagem ao Jogo Futsal_1ªfase.pdfAbordagem ao Jogo Futsal_1ªfase.pdf
Abordagem ao Jogo Futsal_1ªfase.pdf
Maria João Vasconcelos
 
Abordagem ao Jogo em 5 Abertos_1ªfase.pdf
Abordagem ao Jogo em 5 Abertos_1ªfase.pdfAbordagem ao Jogo em 5 Abertos_1ªfase.pdf
Abordagem ao Jogo em 5 Abertos_1ªfase.pdf
Maria João Vasconcelos
 
Transição defesa/ataque no jogo de 3
Transição defesa/ataque no jogo de 3Transição defesa/ataque no jogo de 3
Transição defesa/ataque no jogo de 3
Maria João Vasconcelos
 
Sebenta modulo 16. cursos profissionais
Sebenta modulo 16. cursos profissionaisSebenta modulo 16. cursos profissionais
Sebenta modulo 16. cursos profissionais
Maria João Vasconcelos
 
Rfe tenis gi
Rfe tenis giRfe tenis gi
Manual hoquei
Manual hoqueiManual hoquei
Atletismo dossic3aa-do-prodessor
Atletismo dossic3aa-do-prodessorAtletismo dossic3aa-do-prodessor
Atletismo dossic3aa-do-prodessor
Maria João Vasconcelos
 
Manual ensino basico
Manual ensino basicoManual ensino basico
Manual ensino basico
Maria João Vasconcelos
 
Sebenta.módulo13.e.física.profissional.2014.2015
Sebenta.módulo13.e.física.profissional.2014.2015Sebenta.módulo13.e.física.profissional.2014.2015
Sebenta.módulo13.e.física.profissional.2014.2015
Maria João Vasconcelos
 
Barra fixa - Esquemas de Ginástica de Aparelhos
 Barra fixa - Esquemas de Ginástica de Aparelhos Barra fixa - Esquemas de Ginástica de Aparelhos
Barra fixa - Esquemas de Ginástica de Aparelhos
Maria João Vasconcelos
 
Trave - Esquemas de Ginástica de Aparelhos
Trave - Esquemas de Ginástica de AparelhosTrave - Esquemas de Ginástica de Aparelhos
Trave - Esquemas de Ginástica de Aparelhos
Maria João Vasconcelos
 
Doping no Desporto - Ivânia Monteiro - UP
Doping no Desporto - Ivânia Monteiro - UPDoping no Desporto - Ivânia Monteiro - UP
Doping no Desporto - Ivânia Monteiro - UP
Maria João Vasconcelos
 
Sebenta.módulo15.e.física.profissional
Sebenta.módulo15.e.física.profissionalSebenta.módulo15.e.física.profissional
Sebenta.módulo15.e.física.profissional
Maria João Vasconcelos
 
Plano de prevenção corrupção ipdj
Plano de prevenção corrupção   ipdjPlano de prevenção corrupção   ipdj
Plano de prevenção corrupção ipdj
Maria João Vasconcelos
 
Uma visão mais próxima do doping
Uma visão mais próxima do dopingUma visão mais próxima do doping
Uma visão mais próxima do doping
Maria João Vasconcelos
 
Manual tecnico da_iaaf_-_portugues-4823
Manual tecnico da_iaaf_-_portugues-4823Manual tecnico da_iaaf_-_portugues-4823
Manual tecnico da_iaaf_-_portugues-4823
Maria João Vasconcelos
 
Fadeup pré-requisitos - regulamento - 2012
Fadeup   pré-requisitos - regulamento - 2012Fadeup   pré-requisitos - regulamento - 2012
Fadeup pré-requisitos - regulamento - 2012
Maria João Vasconcelos
 
Pré requisitos - Deliberação n.º 202/2012
Pré requisitos - Deliberação n.º 202/2012Pré requisitos - Deliberação n.º 202/2012
Pré requisitos - Deliberação n.º 202/2012
Maria João Vasconcelos
 
Natacao.paula romão.sílvinapais
Natacao.paula romão.sílvinapaisNatacao.paula romão.sílvinapais
Natacao.paula romão.sílvinapais
Maria João Vasconcelos
 
O.que.precisa.saber.sobre.doping
O.que.precisa.saber.sobre.dopingO.que.precisa.saber.sobre.doping
O.que.precisa.saber.sobre.doping
Maria João Vasconcelos
 

Mais de Maria João Vasconcelos (20)

Abordagem ao Jogo Futsal_1ªfase.pdf
Abordagem ao Jogo Futsal_1ªfase.pdfAbordagem ao Jogo Futsal_1ªfase.pdf
Abordagem ao Jogo Futsal_1ªfase.pdf
 
Abordagem ao Jogo em 5 Abertos_1ªfase.pdf
Abordagem ao Jogo em 5 Abertos_1ªfase.pdfAbordagem ao Jogo em 5 Abertos_1ªfase.pdf
Abordagem ao Jogo em 5 Abertos_1ªfase.pdf
 
Transição defesa/ataque no jogo de 3
Transição defesa/ataque no jogo de 3Transição defesa/ataque no jogo de 3
Transição defesa/ataque no jogo de 3
 
Sebenta modulo 16. cursos profissionais
Sebenta modulo 16. cursos profissionaisSebenta modulo 16. cursos profissionais
Sebenta modulo 16. cursos profissionais
 
Rfe tenis gi
Rfe tenis giRfe tenis gi
Rfe tenis gi
 
Manual hoquei
Manual hoqueiManual hoquei
Manual hoquei
 
Atletismo dossic3aa-do-prodessor
Atletismo dossic3aa-do-prodessorAtletismo dossic3aa-do-prodessor
Atletismo dossic3aa-do-prodessor
 
Manual ensino basico
Manual ensino basicoManual ensino basico
Manual ensino basico
 
Sebenta.módulo13.e.física.profissional.2014.2015
Sebenta.módulo13.e.física.profissional.2014.2015Sebenta.módulo13.e.física.profissional.2014.2015
Sebenta.módulo13.e.física.profissional.2014.2015
 
Barra fixa - Esquemas de Ginástica de Aparelhos
 Barra fixa - Esquemas de Ginástica de Aparelhos Barra fixa - Esquemas de Ginástica de Aparelhos
Barra fixa - Esquemas de Ginástica de Aparelhos
 
Trave - Esquemas de Ginástica de Aparelhos
Trave - Esquemas de Ginástica de AparelhosTrave - Esquemas de Ginástica de Aparelhos
Trave - Esquemas de Ginástica de Aparelhos
 
Doping no Desporto - Ivânia Monteiro - UP
Doping no Desporto - Ivânia Monteiro - UPDoping no Desporto - Ivânia Monteiro - UP
Doping no Desporto - Ivânia Monteiro - UP
 
Sebenta.módulo15.e.física.profissional
Sebenta.módulo15.e.física.profissionalSebenta.módulo15.e.física.profissional
Sebenta.módulo15.e.física.profissional
 
Plano de prevenção corrupção ipdj
Plano de prevenção corrupção   ipdjPlano de prevenção corrupção   ipdj
Plano de prevenção corrupção ipdj
 
Uma visão mais próxima do doping
Uma visão mais próxima do dopingUma visão mais próxima do doping
Uma visão mais próxima do doping
 
Manual tecnico da_iaaf_-_portugues-4823
Manual tecnico da_iaaf_-_portugues-4823Manual tecnico da_iaaf_-_portugues-4823
Manual tecnico da_iaaf_-_portugues-4823
 
Fadeup pré-requisitos - regulamento - 2012
Fadeup   pré-requisitos - regulamento - 2012Fadeup   pré-requisitos - regulamento - 2012
Fadeup pré-requisitos - regulamento - 2012
 
Pré requisitos - Deliberação n.º 202/2012
Pré requisitos - Deliberação n.º 202/2012Pré requisitos - Deliberação n.º 202/2012
Pré requisitos - Deliberação n.º 202/2012
 
Natacao.paula romão.sílvinapais
Natacao.paula romão.sílvinapaisNatacao.paula romão.sílvinapais
Natacao.paula romão.sílvinapais
 
O.que.precisa.saber.sobre.doping
O.que.precisa.saber.sobre.dopingO.que.precisa.saber.sobre.doping
O.que.precisa.saber.sobre.doping
 

Corfebol

  • 3. O Jogo joga-se com 2 equipas mistas de 8 elementos
  • 4. Campo Dimensões - 40 x 20 m Linhas não fazem parte do campo Postes – 3,50 m Possui 2 zonas de jogo
  • 5. Bola e Poste Postes – 3,50 m Bola – tem que ter 2 cores 3.50 m 23.5 - 25 cm
  • 6. Zona de Penalidade 2,50 m do poste 2.5m 2.5m 6.7m
  • 7. Zonas de jogo Sentido do jogo
  • 8. Zona de Defesa - Vermelhos Zona de Defesa – Azul Zona de Ataque – Azul Zona de Ataque - Vermelhos
  • 9. Jogadores Duas equipas mistas de 8 jogadores (4 rapazes e 4 raparigas)
  • 10. Jogadores 2 rapazes e 2 raparigas na zona defensiva 2 rapazes e 2 raparigas na zona atacante
  • 11. Equipamento Feminino Masculino
  • 12. Duração e descontos de tempo O jogo tem a duração de 2 x 30 minutos 10 minutos de Intervalo Golos É golo quando a bola entra no cesto de cima para baixo Golo = 1 ponto
  • 13. Mudança de Campo - No início da 2ª parte, os jogadores mudam de campo, mas não de funções Os atacantes mantém-se atacantes e os defesas mantém-se defesas, apenas mudam de campo e de zona de ataque. Sendo isso conseguido através unicamente da troca de campo. A bola sai da equipa que não iniciou o jogo no seu campo ofensivo
  • 16. Mudança de Zona - Depois de cada 2 golos, funções e jogadores mudam. Sempre que a soma da pontuação for par, os jogadores mudam as suas funções. Os atacantes tornam-se defesas e os defesas tornam-se atacantes, sendo isto conseguido através da mobilidade dos jogadores. A bola sai da equipa que sofreu ponto na sua zona de ataque o mais próximo possível da linha de ½ campo.
  • 17.  
  • 18. Início e reinício do jogo Deve ser executado por um atacante dentro da sua zona e perto do centro do campo No início do jogo (equipa da casa) No início da 2ªparte (equipa visitante) Após golo convertido (equipa que sofreu golo)
  • 19.  
  • 20. Infracções às regras Cometidas pelos defesa Cometidas pelos atacantes
  • 21. Infracções às regras cometidas pelos defesas Infracções ligeiras – punidas por um recomeço de jogo infracções técnicas (como correr, jogar a bola com a perna ou pé e fazer jogo passivo). infracções físicas que não sejam executadas com o propósito de perturbar o ataque e onde exista contacto físico controlado.
  • 22. Infracções às regras cometidas pelos defesas Infracções graves – punidas por um livre infracções físicas onde exista contacto físico descontrolado (como tirar a bola das mãos de um oponente, empurrar, agarrar ou obstruir um oponente). infracções executadas com o propósito de perturbar o ataque ou que resultem na interrupção do ataque.
  • 23. Infracções às regras cometidas pelos defesas Infracções graves – punidas com penalidade Infracções que repetidamente perturbem o ataque.  Infracções muito graves que resultem na perda de uma hipótese de marcar.
  • 24. Infracções às regras cometidas pelos atacantes Infracções ligeiras – punidas por um recomeço de jogo Infracções muito graves - punidas pela atribuição de uma penalidade - quando há perda de uma hipótese de marcar pela equipa que ataca na outra zona.
  • 25. Durante o jogo é proibido: Tocar a bola com a perna ou pé
  • 26. Durante o jogo é proibido Bater a bola com o punho Mesmo que seja com o pulso ou costas das mãos
  • 27. Durante o jogo é proibido Apoderar-se, agarrar ou bater a bola quando alguma parte do corpo, que não os pés, estiver a tocar o solo. (recomeço do jogo)
  • 28. Durante o jogo é proibido Correr com a bola. Pode usar o pé eixo. Pode utilizar dois apoios se recebe a bola em movimento para parar, passar ou lançar
  • 29. Durante o jogo é proibido Jogar sozinho. (Recomeço de jogo) É punível se atirar a bola para um espaço ou contra o poste com intenção de a voltar a recuperar
  • 30. Durante o jogo é proibido Entregar a bola na mão de outro jogador da mesma equipa. (recomeço de jogo) A bola tem que atravessar uma fase de vôo
  • 31. Durante o jogo é proibido Jogo passivo. (recomeço de jogo) Demorar a jogar a bola Passar a bola para a zona da defesa Passar a bola sem intenção de finalização Demorar a passar a bola para a zona de ataque
  • 32. Durante o jogo é proibido Bater ou tirar a bola das mãos de um adversário. (recomeço de jogo ou livre) Jogador tem o direito de ter a bola controlada na mão. Pode existir ao segurar a bola com uma ou duas mãos ou deixando que esta repouse na palma da mão ou nos dedos.
  • 33. Durante o jogo é proibido Empurrar, agarrar ou obstruir um adversário. (atacante (recomeço de jogo) defesa (recomeço de jogo ou livre))
  • 34. Durante o jogo é proibido Defender excessivamente um adversário. (defesa recomeço de jogo ou livre)
  • 35. Durante o jogo é proibido Defender um adversário do sexo oposto no acto de lançamento ou de passe. (livre) Rapazes apenas podem defender rapazes e raparigas apenas podem defender raparigas
  • 36. Durante o jogo é proibido Defender um adversário que já esteja a ser defendido por outro jogador. (livre) A defesa no Corfebol é H x H Pode haver mudanças de marcação e ajudas, mas no momento de passar ou lançar apenas um o pode defender.
  • 37. Durante o jogo é proibido Jogar fora da sua zona. (livre) Um jogador está fora da sua zona quando ele toca as linhas limítrofes, a linha central ou o terreno fora da sua zona ou salta tocando as linhas limítrofes, a linha central ou o terreno fora da sua zona. Jogar significa tanto tocar a bola como defender um adversário.
  • 38. Durante o jogo é proibido Lançar de uma posição defendida. (livre) O lançamento deve ser considerado defendido quando o defesa satisfaz cada uma das seguintes condições: ele tem de estar mais próximo do poste que o atacante, (excepto quando ele e o atacante estão próximos e em lados opostos do poste, caso em que apenas as condições 2, 3 e 4 são suficientes). ele deve estar à distância de um braço do atacante (distância de um braço significa que o defesa está suficientemente perto para poder tocar no peito do atacante); ele deve ter a face voltada para o lançador; ele deve realmente tentar bloquear a bola. O lançamento deve ser considerado defendido quando o defesa satisfaz cada uma das seguintes condições: ele tem de estar mais próximo do poste que o atacante, (excepto quando ele e o atacante estão próximos e em lados opostos do poste, caso em que apenas as condições 2, 3 e 4 são suficientes). ele deve estar à distância de um braço do atacante (distância de um braço significa que o defesa está suficientemente perto para poder tocar no peito do atacante); ele deve ter a face voltada para o lançador; ele deve realmente tentar bloquear a bola. O lançamento deve ser considerado defendido quando o defesa satisfaz cada uma das seguintes condições: ele tem de estar mais próximo do poste que o atacante, (excepto quando ele e o atacante estão próximos e em lados opostos do poste, caso em que apenas as condições 2, 3 e 4 são suficientes). ele deve estar à distância de um braço do atacante (distância de um braço significa que o defesa está suficientemente perto para poder tocar no peito do atacante); ele deve ter a face voltada para o lançador; ele deve realmente tentar bloquear a bola. O lançamento deve ser considerado defendido quando o defesa satisfaz: ele tem de estar mais próximo do poste que o atacante ele deve estar à distância de um braço do atacante ele deve ter a face voltada para o lançador ele deve realmente tentar bloquear a bola
  • 39. Durante o jogo é proibido Lançar após aproveitar o bloqueio de outro atacante. (recomeço de jogo) Bloquear não é uma infracção. Aproveitar o bloqueio para lançar é punível.
  • 40. Durante o jogo é proibido Marcar da zona de defesa. Lançar quando um jogador joga sem opositor directo. (recomeço de jogo) quando a zona de defesa tem apenas três jogadores contra quatro atacantes. O treinado indica ao árbitro qual o jogador que não lança
  • 41. Durante o jogo é proibido Influenciar um lançamento deslocando o poste (recomeço de jogo) Usar o poste para saltar, correr ou para se afastar rapidamente (mudar de direcção). (atacante(recomeço de jogo), defesa (livre))
  • 42. Durante o jogo é proibido Violar as condições impostas para um livre ou uma penalidade. (atacante(recomeço de jogo), defesa (livre ou repetição da penalidade))
  • 43. Durante o jogo é proibido Violar as condições impostas para um recomeço de jogo. (atacante (recomeço de jogo), defesa (livre) Um jogador defende um oponente que está a executar um recomeço de jogo Um jogador de qualquer equipa toca na bola antes desta entrar em jogo percorrendo, pelo menos, 2.50 m desde o sítio onde foi marcado o recomeço de jogo.
  • 44. Bola Fora As linhas de campo não fazem parte do campo. Um jogador pode, no entanto, recuperar uma bola que sai do campo, no ar, se fizer o último apoio dentro do campo e a jogar antes de entrar em contacto com o solo.
  • 45. Recomeço do Jogo A bola é reposta em jogo no local onde ocorreu a falta; Após o apito do árbitro, o jogador tem 4 segundos para colocar a bola em jogo; Todos os jogadores têm de estar a 2.50 m do jogador que vai marcar o recomeço de jogo. Os jogadores da equipa oposta não o podem defender. não pode marcar cesto directamente do recomeço de jogo.
  • 46. Livre O livre é marcado da marca de penalidade. Todos os jogadores estão a uma distância mínima de 2.50 m do ponto onde o livre é marcado. Os jogadores da mesma equipa do jogador que executa o livre encontram-se também a uma distância mínima de 2.50 m entre eles. Não pode marcar cesto directamente de um livre. Após o apito do árbitro, o jogador tem 4 segundos para colocar a bola em jogo.
  • 47. Livre
  • 48. Livre
  • 49. Penalidade O jogador deve colocar-se imediatamente atrás da marca e não pode tocar o solo entre o ponto de penalidade e o poste. Todos os outros jogadores têm de manter uma distância de 2.50 m. Pode marcar cesto directamente de um livre.
  • 53. Bibliografia korfball_rules.ppt - Korfball_intro.ppt – Jan Fransoo Korfball.ppt – Polska Federacja Korfballu The Korfball referee’s note.ppt - AOKF Referee Course 2007, Malysia Regras de Corfebol – tradução de Joana Faria e Jorge Alves Corfebol.ppt – Sónia Filipe Maria João Vasconcelos 2007/08