SlideShare uma empresa Scribd logo
Economia E.T Contabilidade Simaura 9ºB nº20
Contabilidade AS DIFERENTES FORMAS DA CONTABILIDADE A CONTABILIDADE NAS SUAS DIVERSAS FORMAS, PERMITE QUE O GESTOR:  • Conheça o montante e a origem dos resultados, passados e futuros.  • Verifique a justeza das decisões tomadas ou a tomar (é de facto um  instrumento de gestão e previsão).  • Conheça a posição da empresa perante todos os terceiros, isto é,  conheça sempre e mesmo antecipadamente a quem é que a empresa  deve dinheiro e quem lho deve a ela.  • Controle a evolução patrimonial da empresa.
A CONTABILIDADE GERAL, PERMITE, EM RELAÇÃO AO CONJUNTO DA EMPRESA: • Constatar os encargos e os proveitos por natureza, isto é, os fluxos de  consumo e produção.  • Fazer surgir os resultados de um dado período, isto é, a variação  patrimonial devida à actividade da empresa.  • Fazer periodicamente o ponto de situação dos bens e das dívidas da  empresa, isto é, indicar e quantificar a situação patrimonial
A CONTABILIDADE GERALregista os fluxos externos.  A CONTABILIDADE ANALÍTICA tem como objectivo indicar os custos por centro de actividade, por sector ou actividade, por produto ou por mercado. É a contabilidade do passado / presente. Regista os fluxos internos e descreve o processo de transformação dos bens e serviços desde a sua entrada até à sua saída da empresa.
A CONTABILIDADE ORÇAMENTAL, consiste na organização e qualificação das previsões efectuadas pelos centros de responsabilidade, isto é, pelos diferentes directores de serviço da empresa, a partir de determinados objectivos. O conjunto destas previsões, depois de agrupados e coordenados ao nível da empresa, permite a elaboração dos diversos orçamentos (vendas, aprovisionamentos, tesouraria, etc.) . Uma das funções do serviço de controlo orçamental, entre muitas outras, consiste em analisar, com e para os responsáveis, os desvios, utilizando as informações contidas nos diferentes sistemas contabilísticos.
O CONTABILISTA classifica e regista as informações quantificadas o seu papel é aparentemente passivo. Está vinculado a um rigoroso formalismo. Está condenado a uma precisão absoluta de valores. É ele o guardião da lei exterior representado pelo p.o.c., e das leis internas, representadas pelos regulamentos e normas. O contabilista é imparcial e deveria ser independente, no sentido jurídico do termo.
O GESTOR explora e interpreta as informações quantificadas que o contabilista lhe transmite. Deve, o mais rapidamente possível, trabalhar essas informações a fim de auxiliar os responsáveis pela empresa a dividir as acções correctas e as modificações nos objectivos ou no orçamento. Para ele, são mais importante a rapidez e a qualidade da informação do que a precisão dos valores. Além disso é frequente o gestor quem põe em execução os regulamentos e normas internas e elabora as especificações necessárias para a definição dos termos próprios da empresa.
O AUDITOR verifica a coerência e a correcta aplicação dos regulamentos, quer internos quer externos, definidos pela lei ou pelos gestores, no sentido amplo do termo. Por outro lado, certifica-se da qualidade e do significado das informações fornecidas pelos diferentes serviços e unidades da empresa. O auditor deve estar directamente em ligação com a administração. Ele dispõe de um amplo poder de investigação e a sua independência deve permitir-lhe propor múltiplas reformas em todos os domínios.
CURSO DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO (Licenciatura)  OBJECTIVOSA Licenciatura em Contabilidade e Administração tem como objectivo fundamental a formação de quadros médios e superiores, com competências específicas e numa sólida formação nas seguintes áreas: - Contabilidade Financeira para instituições privadas POC;- Contabilidade Financeira para instituições públicas POCP, POCAL, POCE, POCMS, POCISSP;- Contabilidade Analítica;- Contabilidade Orçamental;- Auditoria Interna;- Auditoria Externa;- Fiscalidade;- Gestão Financeira.
       SAÍDASPROFISSIONAISEsta formação visa a preparação de profissionais capacitando-os a actuar nas mais diversas áreas, tais como:      - Técnico Oficial de Contas (TOC)      - Contabilista      - Director Administrativo e Financeiro      - Auditor Interno e Externo      - Planeamento e Controlo de Gestão (Controller)      - Consultor Financeiro e Fiscal      - Gestor de Empresas       - Acesso à actividade de Revisor Oficial de Contas - (ROC) (mediante condiçõesdefinidas pela OROC - Ordem dos ROC)l      - Ensino nas áreas da Contabilidade, Auditoria e Fiscalidade   
   Universidade – Lusíada  Saídas Profissionais O curso de Licenciatura em Contabilidade pretende formar técnicos com um elevado grau de flexibilidade que pretendam obter uma formação adequada nas áreas de contabilidade, auditoria, consultoria e gestão financeira. Os licenciados em contabilidade ficarão aptos a desempenhar funções técnicas nos seguintes sectores de actividade: empresas públicas e privadas, serviços, banca e seguros, administração pública, central, regional e local. Podem executar as seguintes funções: Auditores financeiros;  Quadros de instituições financeiras;  Consultores financeiros e fiscais;  Docentes de contabilidade;  Técnicos de contabilidade.
Plano de Estudos
Propinas Valor mensal: 278,00 €
Provas de Ingresso Uma das seguintes, à escolha do candidato: Provas de Ingresso Uma das seguintes, à escolha do candidato:

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Diapositivos bloco 4
Diapositivos bloco 4Diapositivos bloco 4
Diapositivos bloco 4
André Silva
 
Contabilidade Básica
Contabilidade BásicaContabilidade Básica
Contabilidade Básica
André Faria Gomes
 
Ativo, passivo e patrimônio liquido
Ativo, passivo e patrimônio liquidoAtivo, passivo e patrimônio liquido
Ativo, passivo e patrimônio liquido
Home Office Oxe!
 
Contabilidade geral slides aula inaugural
Contabilidade geral  slides aula inauguralContabilidade geral  slides aula inaugural
Contabilidade geral slides aula inaugural
capitulocontabil
 
Contabilidade i equacao patrimonial
Contabilidade i equacao patrimonialContabilidade i equacao patrimonial
Contabilidade i equacao patrimonial
zeramento contabil
 
Contabilidade comercial
Contabilidade comercialContabilidade comercial
Contabilidade comercial
Natália Blenda Antunes
 
Classifique os custos 00
Classifique os custos 00Classifique os custos 00
Classifique os custos 00
zeramento contabil
 
Powe Point Trabalho De Contabilidade CáTia Antunes
Powe Point Trabalho De Contabilidade CáTia AntunesPowe Point Trabalho De Contabilidade CáTia Antunes
Powe Point Trabalho De Contabilidade CáTia Antunes
catiaantunes
 
Contabilidade geral ppt
Contabilidade geral   pptContabilidade geral   ppt
Contabilidade geral ppt
simuladocontabil
 
Noções de contabilidade
Noções de contabilidadeNoções de contabilidade
Noções de contabilidade
Ana
 
Conceitos básicos de contabilidade- Professor Danilo Pires
Conceitos básicos de contabilidade- Professor Danilo PiresConceitos básicos de contabilidade- Professor Danilo Pires
Conceitos básicos de contabilidade- Professor Danilo Pires
Danilo Pires
 
Conceito contas contabeis
Conceito contas contabeisConceito contas contabeis
Conceito contas contabeis
apostilacontabil
 
Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00
zeramento contabil
 
9 op compras-forn
9   op compras-forn9   op compras-forn
9 op compras-forn
Luisa Teixeira
 
Apontamentos de contabilidade Geral 1 Ano
Apontamentos de contabilidade Geral 1 AnoApontamentos de contabilidade Geral 1 Ano
Apontamentos de contabilidade Geral 1 Ano
nihomue
 
Unidade ii contabilidade de custos
Unidade ii   contabilidade de custosUnidade ii   contabilidade de custos
Unidade ii contabilidade de custos
custos contabil
 
Objetivos e Funções da Contabilidade
Objetivos e Funções da ContabilidadeObjetivos e Funções da Contabilidade
Objetivos e Funções da Contabilidade
Wandick Rocha de Aquino
 
Regime de caixa e regime de competência
Regime de caixa e regime de competênciaRegime de caixa e regime de competência
Regime de caixa e regime de competência
B&R Consultoria Empresarial
 
Contabilidade basica
Contabilidade basicaContabilidade basica
Contabilidade basica
jfsead
 
Unidade i contabilidade de custos
Unidade i   contabilidade de custosUnidade i   contabilidade de custos
Unidade i contabilidade de custos
custos contabil
 

Mais procurados (20)

Diapositivos bloco 4
Diapositivos bloco 4Diapositivos bloco 4
Diapositivos bloco 4
 
Contabilidade Básica
Contabilidade BásicaContabilidade Básica
Contabilidade Básica
 
Ativo, passivo e patrimônio liquido
Ativo, passivo e patrimônio liquidoAtivo, passivo e patrimônio liquido
Ativo, passivo e patrimônio liquido
 
Contabilidade geral slides aula inaugural
Contabilidade geral  slides aula inauguralContabilidade geral  slides aula inaugural
Contabilidade geral slides aula inaugural
 
Contabilidade i equacao patrimonial
Contabilidade i equacao patrimonialContabilidade i equacao patrimonial
Contabilidade i equacao patrimonial
 
Contabilidade comercial
Contabilidade comercialContabilidade comercial
Contabilidade comercial
 
Classifique os custos 00
Classifique os custos 00Classifique os custos 00
Classifique os custos 00
 
Powe Point Trabalho De Contabilidade CáTia Antunes
Powe Point Trabalho De Contabilidade CáTia AntunesPowe Point Trabalho De Contabilidade CáTia Antunes
Powe Point Trabalho De Contabilidade CáTia Antunes
 
Contabilidade geral ppt
Contabilidade geral   pptContabilidade geral   ppt
Contabilidade geral ppt
 
Noções de contabilidade
Noções de contabilidadeNoções de contabilidade
Noções de contabilidade
 
Conceitos básicos de contabilidade- Professor Danilo Pires
Conceitos básicos de contabilidade- Professor Danilo PiresConceitos básicos de contabilidade- Professor Danilo Pires
Conceitos básicos de contabilidade- Professor Danilo Pires
 
Conceito contas contabeis
Conceito contas contabeisConceito contas contabeis
Conceito contas contabeis
 
Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00
 
9 op compras-forn
9   op compras-forn9   op compras-forn
9 op compras-forn
 
Apontamentos de contabilidade Geral 1 Ano
Apontamentos de contabilidade Geral 1 AnoApontamentos de contabilidade Geral 1 Ano
Apontamentos de contabilidade Geral 1 Ano
 
Unidade ii contabilidade de custos
Unidade ii   contabilidade de custosUnidade ii   contabilidade de custos
Unidade ii contabilidade de custos
 
Objetivos e Funções da Contabilidade
Objetivos e Funções da ContabilidadeObjetivos e Funções da Contabilidade
Objetivos e Funções da Contabilidade
 
Regime de caixa e regime de competência
Regime de caixa e regime de competênciaRegime de caixa e regime de competência
Regime de caixa e regime de competência
 
Contabilidade basica
Contabilidade basicaContabilidade basica
Contabilidade basica
 
Unidade i contabilidade de custos
Unidade i   contabilidade de custosUnidade i   contabilidade de custos
Unidade i contabilidade de custos
 

Destaque

Slides Introdução à Contabilidade
Slides  Introdução à ContabilidadeSlides  Introdução à Contabilidade
Slides Introdução à Contabilidade
Ana Paula Bevilacqua
 
Contabilidade
ContabilidadeContabilidade
Contabilidade
FATECOU
 
ORÇAMENTO EMPRESARIAL
ORÇAMENTO EMPRESARIALORÇAMENTO EMPRESARIAL
ORÇAMENTO EMPRESARIAL
Juliane Aparecida Alves
 
Documentos previsionais 2014
Documentos previsionais 2014Documentos previsionais 2014
Documentos previsionais 2014
José Ferreira
 
Plano2015smtuc
Plano2015smtucPlano2015smtuc
Plano2015smtuc
Fernando Moura
 
Curso EFA - Técnico/a de Contabilidade
Curso EFA - Técnico/a de ContabilidadeCurso EFA - Técnico/a de Contabilidade
Curso EFA - Técnico/a de Contabilidade
escolaprofissionalsm
 
Pós-Graduação em Administração Autárquica, EAL
Pós-Graduação em Administração Autárquica, EALPós-Graduação em Administração Autárquica, EAL
Pós-Graduação em Administração Autárquica, EAL
A. Rui Teixeira Santos
 
Resumos Economia A 11º ano: Contabilidade nacional
Resumos Economia A 11º ano: Contabilidade nacionalResumos Economia A 11º ano: Contabilidade nacional
Resumos Economia A 11º ano: Contabilidade nacional
Raffaella Ergün
 
Matemática financeira 40h
Matemática financeira  40hMatemática financeira  40h
Matemática financeira 40h
Fabio Lucio
 
Caderno analitica
Caderno analiticaCaderno analitica
Caderno analitica
carneiro62
 
Planeamento e gestão orçamental
Planeamento e gestão orçamentalPlaneamento e gestão orçamental
Planeamento e gestão orçamental
Leonel Boano
 
Objetivos da contabilidade
Objetivos da contabilidadeObjetivos da contabilidade
Objetivos da contabilidade
Tatiana Viana
 
Introdução à Economia - Conceitos
Introdução à Economia - ConceitosIntrodução à Economia - Conceitos
Introdução à Economia - Conceitos
Celso Ricardo Salazar Valentim
 
Sebenta contabilidade analitica i 2014 2015 (1)
Sebenta contabilidade analitica i  2014 2015 (1)Sebenta contabilidade analitica i  2014 2015 (1)
Sebenta contabilidade analitica i 2014 2015 (1)
Brígida Oliveira
 
Natureza das contas 01
Natureza das contas 01Natureza das contas 01
Natureza das contas 01
apostilacontabil
 
Introdução ao estudo do direito aula
Introdução ao estudo do direito   aulaIntrodução ao estudo do direito   aula
Introdução ao estudo do direito aula
jovenniu
 
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO, APONTAMENTOS DAS AULAS DO PROF. DOUTOR RUI T...
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO, APONTAMENTOS DAS AULAS DO PROF. DOUTOR RUI T...INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO, APONTAMENTOS DAS AULAS DO PROF. DOUTOR RUI T...
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO, APONTAMENTOS DAS AULAS DO PROF. DOUTOR RUI T...
A. Rui Teixeira Santos
 
Contabilidade fácil de entender
Contabilidade fácil de entenderContabilidade fácil de entender
Contabilidade fácil de entender
Rodolfo Avona
 
1000 exercicios de contabilidade com gabarito
1000 exercicios de contabilidade com gabarito1000 exercicios de contabilidade com gabarito
1000 exercicios de contabilidade com gabarito
Nelio019
 

Destaque (19)

Slides Introdução à Contabilidade
Slides  Introdução à ContabilidadeSlides  Introdução à Contabilidade
Slides Introdução à Contabilidade
 
Contabilidade
ContabilidadeContabilidade
Contabilidade
 
ORÇAMENTO EMPRESARIAL
ORÇAMENTO EMPRESARIALORÇAMENTO EMPRESARIAL
ORÇAMENTO EMPRESARIAL
 
Documentos previsionais 2014
Documentos previsionais 2014Documentos previsionais 2014
Documentos previsionais 2014
 
Plano2015smtuc
Plano2015smtucPlano2015smtuc
Plano2015smtuc
 
Curso EFA - Técnico/a de Contabilidade
Curso EFA - Técnico/a de ContabilidadeCurso EFA - Técnico/a de Contabilidade
Curso EFA - Técnico/a de Contabilidade
 
Pós-Graduação em Administração Autárquica, EAL
Pós-Graduação em Administração Autárquica, EALPós-Graduação em Administração Autárquica, EAL
Pós-Graduação em Administração Autárquica, EAL
 
Resumos Economia A 11º ano: Contabilidade nacional
Resumos Economia A 11º ano: Contabilidade nacionalResumos Economia A 11º ano: Contabilidade nacional
Resumos Economia A 11º ano: Contabilidade nacional
 
Matemática financeira 40h
Matemática financeira  40hMatemática financeira  40h
Matemática financeira 40h
 
Caderno analitica
Caderno analiticaCaderno analitica
Caderno analitica
 
Planeamento e gestão orçamental
Planeamento e gestão orçamentalPlaneamento e gestão orçamental
Planeamento e gestão orçamental
 
Objetivos da contabilidade
Objetivos da contabilidadeObjetivos da contabilidade
Objetivos da contabilidade
 
Introdução à Economia - Conceitos
Introdução à Economia - ConceitosIntrodução à Economia - Conceitos
Introdução à Economia - Conceitos
 
Sebenta contabilidade analitica i 2014 2015 (1)
Sebenta contabilidade analitica i  2014 2015 (1)Sebenta contabilidade analitica i  2014 2015 (1)
Sebenta contabilidade analitica i 2014 2015 (1)
 
Natureza das contas 01
Natureza das contas 01Natureza das contas 01
Natureza das contas 01
 
Introdução ao estudo do direito aula
Introdução ao estudo do direito   aulaIntrodução ao estudo do direito   aula
Introdução ao estudo do direito aula
 
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO, APONTAMENTOS DAS AULAS DO PROF. DOUTOR RUI T...
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO, APONTAMENTOS DAS AULAS DO PROF. DOUTOR RUI T...INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO, APONTAMENTOS DAS AULAS DO PROF. DOUTOR RUI T...
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO, APONTAMENTOS DAS AULAS DO PROF. DOUTOR RUI T...
 
Contabilidade fácil de entender
Contabilidade fácil de entenderContabilidade fácil de entender
Contabilidade fácil de entender
 
1000 exercicios de contabilidade com gabarito
1000 exercicios de contabilidade com gabarito1000 exercicios de contabilidade com gabarito
1000 exercicios de contabilidade com gabarito
 

Semelhante a Contabilidade

Apostila contabilidade geral manual basico
Apostila contabilidade geral manual basicoApostila contabilidade geral manual basico
Apostila contabilidade geral manual basico
apostilacontabil
 
Apostila contabilidade geral manual basico
Apostila contabilidade geral manual basicoApostila contabilidade geral manual basico
Apostila contabilidade geral manual basico
apostilacontabil
 
2 Auditoria - Noções Gerais
2   Auditoria - Noções Gerais2   Auditoria - Noções Gerais
2 Auditoria - Noções Gerais
Bolivar Motta
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
caiocaz
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
caiocaz
 
Principios da contabidade
Principios da contabidadePrincipios da contabidade
Principios da contabidade
zeramento contabil
 
Apostila n 1_contabilidade_1_sem_2010_pag-01-33
Apostila n 1_contabilidade_1_sem_2010_pag-01-33Apostila n 1_contabilidade_1_sem_2010_pag-01-33
Apostila n 1_contabilidade_1_sem_2010_pag-01-33
razonetecontabil
 
Php cggyz11779
Php cggyz11779Php cggyz11779
Php cggyz11779
HermesAbraoscarsaacN
 
Actividade 3 - AP 2 -Definicao e divisoes da contabilidade.ppt
Actividade 3 - AP 2 -Definicao e divisoes da contabilidade.pptActividade 3 - AP 2 -Definicao e divisoes da contabilidade.ppt
Actividade 3 - AP 2 -Definicao e divisoes da contabilidade.ppt
ricardofernandes331439
 
Análise das demonstrações
Análise das demonstraçõesAnálise das demonstrações
Análise das demonstrações
Marcelo Bretas Couto
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 3 e 4
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 3 e 4 Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 3 e 4
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 3 e 4
Wandick Rocha de Aquino
 
Aula 01 e_02_teoria_contabilidade_2009_b
Aula 01 e_02_teoria_contabilidade_2009_bAula 01 e_02_teoria_contabilidade_2009_b
Aula 01 e_02_teoria_contabilidade_2009_b
zeramento contabil
 
Administração financeira
Administração financeiraAdministração financeira
Administração financeira
Théo Ferreira
 
-Apresentação TCM - Contabilidade
-Apresentação TCM - Contabilidade-Apresentação TCM - Contabilidade
Aula 1 17-03-2015
Aula 1   17-03-2015Aula 1   17-03-2015
Aula 1 17-03-2015
Icaro Mendes
 
Contabilidade
ContabilidadeContabilidade
Contabilidade
Ste Escola Bernardino
 
Atps contabilidade intermediária
Atps   contabilidade intermediáriaAtps   contabilidade intermediária
Atps contabilidade intermediária
daianeareas
 
Administracao financeira - APOSTILA
Administracao financeira - APOSTILAAdministracao financeira - APOSTILA
Administracao financeira - APOSTILA
Roger Guimarães
 
Recuperação de créditos tributários
Recuperação de créditos tributáriosRecuperação de créditos tributários
Recuperação de créditos tributários
B&R Consultoria Empresarial
 
Introdução à Contabilidade - Introdução à Contabilidade
Introdução à Contabilidade -  Introdução à ContabilidadeIntrodução à Contabilidade -  Introdução à Contabilidade
Introdução à Contabilidade - Introdução à Contabilidade
NelsonSilva433255
 

Semelhante a Contabilidade (20)

Apostila contabilidade geral manual basico
Apostila contabilidade geral manual basicoApostila contabilidade geral manual basico
Apostila contabilidade geral manual basico
 
Apostila contabilidade geral manual basico
Apostila contabilidade geral manual basicoApostila contabilidade geral manual basico
Apostila contabilidade geral manual basico
 
2 Auditoria - Noções Gerais
2   Auditoria - Noções Gerais2   Auditoria - Noções Gerais
2 Auditoria - Noções Gerais
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Principios da contabidade
Principios da contabidadePrincipios da contabidade
Principios da contabidade
 
Apostila n 1_contabilidade_1_sem_2010_pag-01-33
Apostila n 1_contabilidade_1_sem_2010_pag-01-33Apostila n 1_contabilidade_1_sem_2010_pag-01-33
Apostila n 1_contabilidade_1_sem_2010_pag-01-33
 
Php cggyz11779
Php cggyz11779Php cggyz11779
Php cggyz11779
 
Actividade 3 - AP 2 -Definicao e divisoes da contabilidade.ppt
Actividade 3 - AP 2 -Definicao e divisoes da contabilidade.pptActividade 3 - AP 2 -Definicao e divisoes da contabilidade.ppt
Actividade 3 - AP 2 -Definicao e divisoes da contabilidade.ppt
 
Análise das demonstrações
Análise das demonstraçõesAnálise das demonstrações
Análise das demonstrações
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 3 e 4
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 3 e 4 Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 3 e 4
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 3 e 4
 
Aula 01 e_02_teoria_contabilidade_2009_b
Aula 01 e_02_teoria_contabilidade_2009_bAula 01 e_02_teoria_contabilidade_2009_b
Aula 01 e_02_teoria_contabilidade_2009_b
 
Administração financeira
Administração financeiraAdministração financeira
Administração financeira
 
-Apresentação TCM - Contabilidade
-Apresentação TCM - Contabilidade-Apresentação TCM - Contabilidade
-Apresentação TCM - Contabilidade
 
Aula 1 17-03-2015
Aula 1   17-03-2015Aula 1   17-03-2015
Aula 1 17-03-2015
 
Contabilidade
ContabilidadeContabilidade
Contabilidade
 
Atps contabilidade intermediária
Atps   contabilidade intermediáriaAtps   contabilidade intermediária
Atps contabilidade intermediária
 
Administracao financeira - APOSTILA
Administracao financeira - APOSTILAAdministracao financeira - APOSTILA
Administracao financeira - APOSTILA
 
Recuperação de créditos tributários
Recuperação de créditos tributáriosRecuperação de créditos tributários
Recuperação de créditos tributários
 
Introdução à Contabilidade - Introdução à Contabilidade
Introdução à Contabilidade -  Introdução à ContabilidadeIntrodução à Contabilidade -  Introdução à Contabilidade
Introdução à Contabilidade - Introdução à Contabilidade
 

Mais de Turma9bejsm

Medicina
MedicinaMedicina
Medicina
Turma9bejsm
 
Ciências da Educação
Ciências da EducaçãoCiências da Educação
Ciências da Educação
Turma9bejsm
 
Arquitectura
ArquitecturaArquitectura
Arquitectura
Turma9bejsm
 
Direito
DireitoDireito
Direito
Turma9bejsm
 
Ciências Informáticas
Ciências InformáticasCiências Informáticas
Ciências Informáticas
Turma9bejsm
 
Cursos de desenhos
Cursos de desenhosCursos de desenhos
Cursos de desenhos
Turma9bejsm
 
Engenharia informatica
Engenharia informaticaEngenharia informatica
Engenharia informatica
Turma9bejsm
 
Medicina Vasyl
Medicina VasylMedicina Vasyl
Medicina Vasyl
Turma9bejsm
 
Porto Santo
Porto Santo Porto Santo
Porto Santo
Turma9bejsm
 
Ilha da armona
Ilha da armonaIlha da armona
Ilha da armona
Turma9bejsm
 
Cuba
CubaCuba
Ilhas Fiji
Ilhas FijiIlhas Fiji
Ilhas Fiji
Turma9bejsm
 
Miami
MiamiMiami
Punta Cana
Punta CanaPunta Cana
Punta Cana
Turma9bejsm
 
Miami
Miami Miami
Miami
Turma9bejsm
 
Hawaii
HawaiiHawaii
Hawaii
Turma9bejsm
 
Tróia
TróiaTróia
Tróia
Turma9bejsm
 
Bahamas
BahamasBahamas
Bahamas
Turma9bejsm
 

Mais de Turma9bejsm (18)

Medicina
MedicinaMedicina
Medicina
 
Ciências da Educação
Ciências da EducaçãoCiências da Educação
Ciências da Educação
 
Arquitectura
ArquitecturaArquitectura
Arquitectura
 
Direito
DireitoDireito
Direito
 
Ciências Informáticas
Ciências InformáticasCiências Informáticas
Ciências Informáticas
 
Cursos de desenhos
Cursos de desenhosCursos de desenhos
Cursos de desenhos
 
Engenharia informatica
Engenharia informaticaEngenharia informatica
Engenharia informatica
 
Medicina Vasyl
Medicina VasylMedicina Vasyl
Medicina Vasyl
 
Porto Santo
Porto Santo Porto Santo
Porto Santo
 
Ilha da armona
Ilha da armonaIlha da armona
Ilha da armona
 
Cuba
CubaCuba
Cuba
 
Ilhas Fiji
Ilhas FijiIlhas Fiji
Ilhas Fiji
 
Miami
MiamiMiami
Miami
 
Punta Cana
Punta CanaPunta Cana
Punta Cana
 
Miami
Miami Miami
Miami
 
Hawaii
HawaiiHawaii
Hawaii
 
Tróia
TróiaTróia
Tróia
 
Bahamas
BahamasBahamas
Bahamas
 

Último

Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 

Último (20)

Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 

Contabilidade

  • 1. Economia E.T Contabilidade Simaura 9ºB nº20
  • 2. Contabilidade AS DIFERENTES FORMAS DA CONTABILIDADE A CONTABILIDADE NAS SUAS DIVERSAS FORMAS, PERMITE QUE O GESTOR: • Conheça o montante e a origem dos resultados, passados e futuros. • Verifique a justeza das decisões tomadas ou a tomar (é de facto um instrumento de gestão e previsão). • Conheça a posição da empresa perante todos os terceiros, isto é, conheça sempre e mesmo antecipadamente a quem é que a empresa deve dinheiro e quem lho deve a ela. • Controle a evolução patrimonial da empresa.
  • 3. A CONTABILIDADE GERAL, PERMITE, EM RELAÇÃO AO CONJUNTO DA EMPRESA: • Constatar os encargos e os proveitos por natureza, isto é, os fluxos de consumo e produção. • Fazer surgir os resultados de um dado período, isto é, a variação patrimonial devida à actividade da empresa. • Fazer periodicamente o ponto de situação dos bens e das dívidas da empresa, isto é, indicar e quantificar a situação patrimonial
  • 4. A CONTABILIDADE GERALregista os fluxos externos. A CONTABILIDADE ANALÍTICA tem como objectivo indicar os custos por centro de actividade, por sector ou actividade, por produto ou por mercado. É a contabilidade do passado / presente. Regista os fluxos internos e descreve o processo de transformação dos bens e serviços desde a sua entrada até à sua saída da empresa.
  • 5. A CONTABILIDADE ORÇAMENTAL, consiste na organização e qualificação das previsões efectuadas pelos centros de responsabilidade, isto é, pelos diferentes directores de serviço da empresa, a partir de determinados objectivos. O conjunto destas previsões, depois de agrupados e coordenados ao nível da empresa, permite a elaboração dos diversos orçamentos (vendas, aprovisionamentos, tesouraria, etc.) . Uma das funções do serviço de controlo orçamental, entre muitas outras, consiste em analisar, com e para os responsáveis, os desvios, utilizando as informações contidas nos diferentes sistemas contabilísticos.
  • 6. O CONTABILISTA classifica e regista as informações quantificadas o seu papel é aparentemente passivo. Está vinculado a um rigoroso formalismo. Está condenado a uma precisão absoluta de valores. É ele o guardião da lei exterior representado pelo p.o.c., e das leis internas, representadas pelos regulamentos e normas. O contabilista é imparcial e deveria ser independente, no sentido jurídico do termo.
  • 7. O GESTOR explora e interpreta as informações quantificadas que o contabilista lhe transmite. Deve, o mais rapidamente possível, trabalhar essas informações a fim de auxiliar os responsáveis pela empresa a dividir as acções correctas e as modificações nos objectivos ou no orçamento. Para ele, são mais importante a rapidez e a qualidade da informação do que a precisão dos valores. Além disso é frequente o gestor quem põe em execução os regulamentos e normas internas e elabora as especificações necessárias para a definição dos termos próprios da empresa.
  • 8. O AUDITOR verifica a coerência e a correcta aplicação dos regulamentos, quer internos quer externos, definidos pela lei ou pelos gestores, no sentido amplo do termo. Por outro lado, certifica-se da qualidade e do significado das informações fornecidas pelos diferentes serviços e unidades da empresa. O auditor deve estar directamente em ligação com a administração. Ele dispõe de um amplo poder de investigação e a sua independência deve permitir-lhe propor múltiplas reformas em todos os domínios.
  • 9. CURSO DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO (Licenciatura)  OBJECTIVOSA Licenciatura em Contabilidade e Administração tem como objectivo fundamental a formação de quadros médios e superiores, com competências específicas e numa sólida formação nas seguintes áreas: - Contabilidade Financeira para instituições privadas POC;- Contabilidade Financeira para instituições públicas POCP, POCAL, POCE, POCMS, POCISSP;- Contabilidade Analítica;- Contabilidade Orçamental;- Auditoria Interna;- Auditoria Externa;- Fiscalidade;- Gestão Financeira.
  • 10.   SAÍDASPROFISSIONAISEsta formação visa a preparação de profissionais capacitando-os a actuar nas mais diversas áreas, tais como:      - Técnico Oficial de Contas (TOC)      - Contabilista      - Director Administrativo e Financeiro      - Auditor Interno e Externo      - Planeamento e Controlo de Gestão (Controller)      - Consultor Financeiro e Fiscal      - Gestor de Empresas       - Acesso à actividade de Revisor Oficial de Contas - (ROC) (mediante condiçõesdefinidas pela OROC - Ordem dos ROC)l      - Ensino nas áreas da Contabilidade, Auditoria e Fiscalidade  
  • 11. Universidade – Lusíada Saídas Profissionais O curso de Licenciatura em Contabilidade pretende formar técnicos com um elevado grau de flexibilidade que pretendam obter uma formação adequada nas áreas de contabilidade, auditoria, consultoria e gestão financeira. Os licenciados em contabilidade ficarão aptos a desempenhar funções técnicas nos seguintes sectores de actividade: empresas públicas e privadas, serviços, banca e seguros, administração pública, central, regional e local. Podem executar as seguintes funções: Auditores financeiros; Quadros de instituições financeiras; Consultores financeiros e fiscais; Docentes de contabilidade; Técnicos de contabilidade.
  • 13.
  • 14.
  • 16. Provas de Ingresso Uma das seguintes, à escolha do candidato: Provas de Ingresso Uma das seguintes, à escolha do candidato: