SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Baixar para ler offline
Como projetar
Armazéns e Almoxarifados
de Qualidade.de Qualidade.
Fernando Henrique de Almeida Sobral
Introdução
Houve um tempo que os
almoxarifados ou
armazéns eram chamados
de depósitos. Era lá o local
onde a empresa jogava as
coisas que seriam
guardadas, para um dia
serem vendidas. Neste
tempo não se falava em
logística.
Hoje, a visão é
diferente.
Como projetarComo projetar
Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados
de Qualidade.de Qualidade.
diferente.
A gestão dos armazéns ou
almoxarifados muitas
vezes serão o diferencial
competitivo das empresas
que buscam oferecer um
alto nível de serviços.
Mas, ainda são poucos os almoxarifados, no Brasil, que possuem
características construtivas de alto padrão.
Algumas vezes, eu tive que realizar a tarefa de identificar pontos de
apoio a distribuição na Cidade de São Paulo. Dois momentos foram
marcantes: - - a distribuição de água mineral em garrafões de 20 e 10
litros e, da distribuição de cestas básicas de alimentação.
Nos dois casos constava a procura galpões para alugar.
Foram verdadeiros desafios. As empresas interessadas exigiam um
ponto regulamentado pela prefeitura. Das ofertas pouquíssimas
estavam regulamentadas e a qualidade era sempre sofrível, dado a
altura do pé direito, do piso, da estanqueidade da cobertura, falta de
docas e infra-estrutura relativa ao sistema de informação.
A produtividade e a eficácia na operação logística são dependentes da
qualidade construtiva do galpão. Nos Estados Unidos, na Europa e no
Japão, eles utilizam galpões de qualidade para um menor custo
operacional. Na cidade de São Paulo existia uma demanda de galpões
para operação eficiente, que só com o passar do tempo foi suprida.
Como projetarComo projetar
Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados
de Qualidade.de Qualidade.
Os investimentos para construção em galpões com qualidade devem
considerar cinco regras básicas:considerar cinco regras básicas:
Regra 1 – Verticalização da armazenagem
Regra 2 – Mecanização do processo de movimentação
Regra 3 – Facilidade de carregamento utilizando Niveladores de Docas
Regra 4 – Proteção ao produto contra infecções e intempéries.
Regra 5 – Sistema de Informação eficiente
Como projetarComo projetar
Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados
de Qualidade.de Qualidade.
A regra número 1
trata da questão da
verticalização da armazenagem.
O pé direito de 4 ou 5 metros já
não atende as necessidades de
empresas que possuem
empilhadeiras elétricas retráteis
para elevação de 9 a 12
metros,
Considere que estas
empilhadeiras estão cada vez
mais populares. Com a
globalização, qualquer empresa
tem acesso a estes
equipamentos. Os preços estão
menores e o desenvolvimento
tecnológico nesta área segue
em passos largos.
Como projetarComo projetar
Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados
de Qualidade.de Qualidade.
Além de tudo, com a popularização da
construção industrializada de vigas e colunas com
concreto de resistência controlada que possibilita grandes
alturas e o preço cada vez maior dos terrenos, está ficando
muito fácil atender esta necessidade..
As empresas estão percebendo que a verticalização possibilita
uma melhor organização dos almoxarifados. Esta organização
permite aos operadores realizar a separação dos pedidos de
forma rápida e assertiva, trazendo produtividade e melhoria
do nível de serviço.
Como projetarComo projetar
Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados
de Qualidade.de Qualidade.
A regra número 2 trata do modelo de operação. Se
houver mecanização com
empilhadeiras elétricas e necessárias
um piso de alta resistência, para
suportar o peso de pilha de 10 a 12
metros de produtos e com
capacidade de resistir o atrito das
rodas das empilhadeiras.
Não devem existir em um galpão de qualidade, juntas
nos pisos, desníveis acentuados e degraus.
Como projetarComo projetar
Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados
de Qualidade.de Qualidade.
Tipos de acidentes com empilhadeira por deficiência do piso
A regra número 3
trata da utilização de
docas e dos niveladores
de docas. Em um
mercado que encontrar
um galpão regularizado
é uma raridade, com
doca então, isto se
torna uma proeza.
Como projetarComo projetar
Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados
de Qualidade.de Qualidade.
A regra número 4 trata de como o galpão
possibilita a preservação do produto no tocante
a segurança, infestações de roedores, insetos e
intempéries. Os avanços tecnológicos das
coberturas estão permitindo espaços com um
mínimo de colunas e com uma grande
estanqueidade evitando umidade ou goteiras
que muitas vezes condenam o produto para
venda.
Como projetarComo projetar
Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados
de Qualidade.de Qualidade.
Bastante diferente do passado quando as
coberturas eram suportadas por tesouras de
madeira com telhas cerâmicas ou cimento
amianto. A qualidade das construções deve
também inibir infestações por roedores, pombas
ou de insetos.
A regra número 5 trata da disponibilidade de
instalações de redes elétricas, telefônica e
lógica.
Um grande problema que
as empresas encontram é
relativo às instalações,
que podem ser facilitadas
com a utilização de redes
sem fio, radio freqüência,
Como projetarComo projetar
Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados
de Qualidade.de Qualidade.
sem fio, radio freqüência,
“wireless” e utilização de
pisos elevados.
Muitos estão apostando
nas redes sem fio com
custos cada vez menores.
O estudo de tendências demonstra que os
novos galpões estão certamente permitindo as
empresas avanço da logística.
Combinando os investimentos privados nos
pontos de armazenagem com a melhoria da
infra-estrutura de transporte o custo Brasil será
mais competitivo na economia global.
Como projetarComo projetar
Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados
de Qualidade.de Qualidade.
www.interlogis.com.br
Veja nossos sites:
http://interlogisplan.wix.com/plan
12
Série:
100 formas de Reduzir custos em Logística
Como projetarComo projetar
Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados
de Qualidade.de Qualidade.
e-Books da Interlogis:
13
Série:
100 formas de Reduzir custos em Logística
Como projetarComo projetar
Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados
de Qualidade.de Qualidade.
14
Série:
100 formas de Reduzir custos em Logística
Como projetarComo projetar
Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados
de Qualidade.de Qualidade.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Manuseio e acondicionamento de produtos
Manuseio e acondicionamento de produtosManuseio e acondicionamento de produtos
Manuseio e acondicionamento de produtos
pedroelj
 
AparecidaAulaLogistica-Armazenagem
AparecidaAulaLogistica-ArmazenagemAparecidaAulaLogistica-Armazenagem
AparecidaAulaLogistica-Armazenagem
Cesar Braga
 
Operações e rotinas de trabalho do almoxarifado
Operações e rotinas de trabalho do almoxarifadoOperações e rotinas de trabalho do almoxarifado
Operações e rotinas de trabalho do almoxarifado
Benjamim Garcia Netto
 
Armazenagem de materiais
Armazenagem de materiaisArmazenagem de materiais
Armazenagem de materiais
Jares Petros
 
Erick 9º8 tr4
Erick 9º8 tr4 Erick 9º8 tr4
Erick 9º8 tr4
erickv99
 

Mais procurados (20)

O caso Tesco (UK)
O caso Tesco (UK)O caso Tesco (UK)
O caso Tesco (UK)
 
3. npc armaz. movim.entacao e_localizacao
3. npc armaz. movim.entacao e_localizacao3. npc armaz. movim.entacao e_localizacao
3. npc armaz. movim.entacao e_localizacao
 
08 aula armazenagem ii
08 aula armazenagem ii08 aula armazenagem ii
08 aula armazenagem ii
 
132724191 sebenta-operador-de-armazem-parte-1
132724191 sebenta-operador-de-armazem-parte-1132724191 sebenta-operador-de-armazem-parte-1
132724191 sebenta-operador-de-armazem-parte-1
 
Manuseio e acondicionamento de produtos
Manuseio e acondicionamento de produtosManuseio e acondicionamento de produtos
Manuseio e acondicionamento de produtos
 
AparecidaAulaLogistica-Armazenagem
AparecidaAulaLogistica-ArmazenagemAparecidaAulaLogistica-Armazenagem
AparecidaAulaLogistica-Armazenagem
 
Operações e rotinas de trabalho do almoxarifado
Operações e rotinas de trabalho do almoxarifadoOperações e rotinas de trabalho do almoxarifado
Operações e rotinas de trabalho do almoxarifado
 
Gestão Armazenagem Estruturas Físicas
Gestão Armazenagem Estruturas FísicasGestão Armazenagem Estruturas Físicas
Gestão Armazenagem Estruturas Físicas
 
Armazenagem de materiais
Armazenagem de materiaisArmazenagem de materiais
Armazenagem de materiais
 
Gestão de Armazens
Gestão de ArmazensGestão de Armazens
Gestão de Armazens
 
3º trabalho de SM - Gestão de Stocksw
3º trabalho de SM - Gestão de Stocksw3º trabalho de SM - Gestão de Stocksw
3º trabalho de SM - Gestão de Stocksw
 
Armazenagem de Materiais
Armazenagem de MateriaisArmazenagem de Materiais
Armazenagem de Materiais
 
Erick 9º8 tr4
Erick 9º8 tr4 Erick 9º8 tr4
Erick 9º8 tr4
 
Logística Promocional - Marketing & Distribuição
Logística Promocional - Marketing & DistribuiçãoLogística Promocional - Marketing & Distribuição
Logística Promocional - Marketing & Distribuição
 
Armazenagem de mercadorias
Armazenagem de mercadorias Armazenagem de mercadorias
Armazenagem de mercadorias
 
Sistemas de Automação para Gestão de Armazéns
Sistemas de Automação para Gestão de ArmazénsSistemas de Automação para Gestão de Armazéns
Sistemas de Automação para Gestão de Armazéns
 
Principio e Elementos Armazenagem 2
Principio e Elementos Armazenagem 2Principio e Elementos Armazenagem 2
Principio e Elementos Armazenagem 2
 
Estocagem
EstocagemEstocagem
Estocagem
 
Apostila de recebimento_e_expedição
Apostila de recebimento_e_expediçãoApostila de recebimento_e_expedição
Apostila de recebimento_e_expedição
 
Aula med07
Aula med07Aula med07
Aula med07
 

Destaque

Destaque (9)

10 dicas para reduzir os custos de logística
10 dicas para reduzir os custos de logística 10 dicas para reduzir os custos de logística
10 dicas para reduzir os custos de logística
 
Pneus3
Pneus3Pneus3
Pneus3
 
Matéria locadores de equipamentos
Matéria locadores de equipamentosMatéria locadores de equipamentos
Matéria locadores de equipamentos
 
Planilha de Frete Motorista
Planilha de Frete MotoristaPlanilha de Frete Motorista
Planilha de Frete Motorista
 
Custo frete slide share
Custo frete   slide shareCusto frete   slide share
Custo frete slide share
 
07 aula armazenagem l
07 aula armazenagem l07 aula armazenagem l
07 aula armazenagem l
 
As atividades de apoio da logística
As atividades de apoio da logísticaAs atividades de apoio da logística
As atividades de apoio da logística
 
Aula 1 controle de qualidade na ind. de alimentos
Aula 1   controle de qualidade na ind. de alimentosAula 1   controle de qualidade na ind. de alimentos
Aula 1 controle de qualidade na ind. de alimentos
 
Logística de suprimentos
Logística de suprimentosLogística de suprimentos
Logística de suprimentos
 

Semelhante a Como projetar armazéns e almoxarifados de qualidade

Resumo geral logística turma 04 aux. adm
Resumo geral logística   turma 04 aux. admResumo geral logística   turma 04 aux. adm
Resumo geral logística turma 04 aux. adm
Maximus Maylson
 
Ficha de trabalho nº 1 técnicas de distribuição -Equipamentos
Ficha de trabalho nº 1   técnicas de distribuição -EquipamentosFicha de trabalho nº 1   técnicas de distribuição -Equipamentos
Ficha de trabalho nº 1 técnicas de distribuição -Equipamentos
Leonor Alves
 
Armazenagem3º trabalho
Armazenagem3º trabalhoArmazenagem3º trabalho
Armazenagem3º trabalho
jorgecs6
 
Armazenagem3º trabalho
Armazenagem3º trabalhoArmazenagem3º trabalho
Armazenagem3º trabalho
jorgecs6
 

Semelhante a Como projetar armazéns e almoxarifados de qualidade (20)

Atividades Básicas (Primárias), de Apoio (intermediárias) e Sofisticadas da L...
Atividades Básicas (Primárias), de Apoio (intermediárias) e Sofisticadas da L...Atividades Básicas (Primárias), de Apoio (intermediárias) e Sofisticadas da L...
Atividades Básicas (Primárias), de Apoio (intermediárias) e Sofisticadas da L...
 
Curso Fundamentos de Logística
Curso Fundamentos de LogísticaCurso Fundamentos de Logística
Curso Fundamentos de Logística
 
Workshop - Gestão e Controle de Estoque para E-Commerce [E-Commerce Brasil]
Workshop - Gestão e Controle de Estoque para E-Commerce [E-Commerce Brasil]Workshop - Gestão e Controle de Estoque para E-Commerce [E-Commerce Brasil]
Workshop - Gestão e Controle de Estoque para E-Commerce [E-Commerce Brasil]
 
Gestão de Armazéns
Gestão de ArmazénsGestão de Armazéns
Gestão de Armazéns
 
5 erros comuns que as pessoas cometem com estantes porta-paletes
5 erros comuns que as pessoas cometem com estantes porta-paletes5 erros comuns que as pessoas cometem com estantes porta-paletes
5 erros comuns que as pessoas cometem com estantes porta-paletes
 
Resumo geral logística turma 04 aux. adm
Resumo geral logística   turma 04 aux. admResumo geral logística   turma 04 aux. adm
Resumo geral logística turma 04 aux. adm
 
Ficha de trabalho nº 1 técnicas de distribuição -Equipamentos
Ficha de trabalho nº 1   técnicas de distribuição -EquipamentosFicha de trabalho nº 1   técnicas de distribuição -Equipamentos
Ficha de trabalho nº 1 técnicas de distribuição -Equipamentos
 
Armazenagem3º trabalho
Armazenagem3º trabalhoArmazenagem3º trabalho
Armazenagem3º trabalho
 
Tecnologias no ambiente logística (1) (1)
Tecnologias no ambiente logística (1) (1)Tecnologias no ambiente logística (1) (1)
Tecnologias no ambiente logística (1) (1)
 
Tecnologias no ambiente logística (1) (1) (1)
Tecnologias no ambiente logística (1) (1) (1)Tecnologias no ambiente logística (1) (1) (1)
Tecnologias no ambiente logística (1) (1) (1)
 
Tecnologias no ambiente logística (1)
Tecnologias no ambiente logística (1)Tecnologias no ambiente logística (1)
Tecnologias no ambiente logística (1)
 
Tecnologias no ambiente logística (1) (1) (3)
Tecnologias no ambiente logística (1) (1) (3)Tecnologias no ambiente logística (1) (1) (3)
Tecnologias no ambiente logística (1) (1) (3)
 
Tecnologias no ambiente logística (1)
Tecnologias no ambiente logística (1)Tecnologias no ambiente logística (1)
Tecnologias no ambiente logística (1)
 
Tecnologias no ambiente logística - Thalia
Tecnologias no ambiente logística - ThaliaTecnologias no ambiente logística - Thalia
Tecnologias no ambiente logística - Thalia
 
Conserto de empilhadeiras
Conserto de empilhadeirasConserto de empilhadeiras
Conserto de empilhadeiras
 
Armazenagem3º trabalho
Armazenagem3º trabalhoArmazenagem3º trabalho
Armazenagem3º trabalho
 
Planejamento de marketing estratégico um "case" de alta complexidade
Planejamento de marketing estratégico   um "case" de alta complexidadePlanejamento de marketing estratégico   um "case" de alta complexidade
Planejamento de marketing estratégico um "case" de alta complexidade
 
Sala de baterias
Sala de bateriasSala de baterias
Sala de baterias
 
Galpão industrial/ Trabalho de Desenho Tecnico/ Ifal
Galpão industrial/ Trabalho de Desenho Tecnico/ IfalGalpão industrial/ Trabalho de Desenho Tecnico/ Ifal
Galpão industrial/ Trabalho de Desenho Tecnico/ Ifal
 
Armazenamento
ArmazenamentoArmazenamento
Armazenamento
 

Mais de Interlogis Planejamento das Operações Logísticas Ltda.

Treze dicas de como reduzir custos com embalagem
Treze dicas de como reduzir custos com embalagemTreze dicas de como reduzir custos com embalagem
Treze dicas de como reduzir custos com embalagem
Interlogis Planejamento das Operações Logísticas Ltda.
 
Como uma Armazenagem Perfeita permite o atendimento do Pedido Perfeito
Como uma Armazenagem Perfeita permite o atendimento do Pedido PerfeitoComo uma Armazenagem Perfeita permite o atendimento do Pedido Perfeito
Como uma Armazenagem Perfeita permite o atendimento do Pedido Perfeito
Interlogis Planejamento das Operações Logísticas Ltda.
 
Ergonomia Aplicada a Armazenagem
Ergonomia Aplicada a ArmazenagemErgonomia Aplicada a Armazenagem
Indicadores de Desempenho na Conferência de Recebimento e Expedição
Indicadores de Desempenho na Conferência de Recebimento e ExpediçãoIndicadores de Desempenho na Conferência de Recebimento e Expedição
Indicadores de Desempenho na Conferência de Recebimento e Expedição
Interlogis Planejamento das Operações Logísticas Ltda.
 

Mais de Interlogis Planejamento das Operações Logísticas Ltda. (20)

Inicial4
Inicial4Inicial4
Inicial4
 
LOGÍSTICO, VOCÊ ESTÁ TRABALHANDO ATUALMENTE
LOGÍSTICO, VOCÊ ESTÁ TRABALHANDO ATUALMENTELOGÍSTICO, VOCÊ ESTÁ TRABALHANDO ATUALMENTE
LOGÍSTICO, VOCÊ ESTÁ TRABALHANDO ATUALMENTE
 
Custo Frete - Custo Oportunidade
Custo Frete - Custo OportunidadeCusto Frete - Custo Oportunidade
Custo Frete - Custo Oportunidade
 
10 Critérios que você deve ter na seleção Provedor 3 pl
10 Critérios que você deve ter na seleção Provedor 3 pl10 Critérios que você deve ter na seleção Provedor 3 pl
10 Critérios que você deve ter na seleção Provedor 3 pl
 
Três sinais que você
Três sinais que vocêTrês sinais que você
Três sinais que você
 
Empilhadeira elétrica ou diesel
Empilhadeira elétrica ou dieselEmpilhadeira elétrica ou diesel
Empilhadeira elétrica ou diesel
 
O que você precisa saber sobre FIFO e LIFO
O que você precisa saber sobre FIFO e LIFOO que você precisa saber sobre FIFO e LIFO
O que você precisa saber sobre FIFO e LIFO
 
Drones - Ensaio da DHL
Drones - Ensaio da DHLDrones - Ensaio da DHL
Drones - Ensaio da DHL
 
Como óculos coletor de dados poderá reduzir custos logísticos
Como óculos coletor de dados poderá reduzir custos logísticosComo óculos coletor de dados poderá reduzir custos logísticos
Como óculos coletor de dados poderá reduzir custos logísticos
 
Terceirização em logística slide share
Terceirização em logística slide shareTerceirização em logística slide share
Terceirização em logística slide share
 
Técnicas de unitização de cargas em paletes
Técnicas de unitização de cargas em paletesTécnicas de unitização de cargas em paletes
Técnicas de unitização de cargas em paletes
 
Como reduzir custos logísticos07
Como reduzir custos logísticos07Como reduzir custos logísticos07
Como reduzir custos logísticos07
 
Serie 100 formas de reduzir custos em logística
Serie 100 formas de reduzir custos em logísticaSerie 100 formas de reduzir custos em logística
Serie 100 formas de reduzir custos em logística
 
Treze dicas de como reduzir custos com embalagem
Treze dicas de como reduzir custos com embalagemTreze dicas de como reduzir custos com embalagem
Treze dicas de como reduzir custos com embalagem
 
Conheça a importância da unitização e paletização de carga
Conheça a importância da unitização e paletização de cargaConheça a importância da unitização e paletização de carga
Conheça a importância da unitização e paletização de carga
 
Como uma Armazenagem Perfeita permite o atendimento do Pedido Perfeito
Como uma Armazenagem Perfeita permite o atendimento do Pedido PerfeitoComo uma Armazenagem Perfeita permite o atendimento do Pedido Perfeito
Como uma Armazenagem Perfeita permite o atendimento do Pedido Perfeito
 
Ergonomia Aplicada a Armazenagem
Ergonomia Aplicada a ArmazenagemErgonomia Aplicada a Armazenagem
Ergonomia Aplicada a Armazenagem
 
Indicadores de Desempenho na Conferência de Recebimento e Expedição
Indicadores de Desempenho na Conferência de Recebimento e ExpediçãoIndicadores de Desempenho na Conferência de Recebimento e Expedição
Indicadores de Desempenho na Conferência de Recebimento e Expedição
 
A importância do Controle de Estoque e da Conferência de Recebimento
A importância do Controle de Estoque e da Conferência de RecebimentoA importância do Controle de Estoque e da Conferência de Recebimento
A importância do Controle de Estoque e da Conferência de Recebimento
 
Segurança na operação de empilhadeira
Segurança na operação de empilhadeiraSegurança na operação de empilhadeira
Segurança na operação de empilhadeira
 

Último

Último (7)

Opções estratégicas de competitividade.pdf
Opções estratégicas de competitividade.pdfOpções estratégicas de competitividade.pdf
Opções estratégicas de competitividade.pdf
 
Digitalização do varejo | Como a logística pode ajudar na melhor experiência ...
Digitalização do varejo | Como a logística pode ajudar na melhor experiência ...Digitalização do varejo | Como a logística pode ajudar na melhor experiência ...
Digitalização do varejo | Como a logística pode ajudar na melhor experiência ...
 
Digitalização de varejo | Importe ou morra.
Digitalização de varejo | Importe ou morra.Digitalização de varejo | Importe ou morra.
Digitalização de varejo | Importe ou morra.
 
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptxCavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
 
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
 
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
 
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
 

Como projetar armazéns e almoxarifados de qualidade

  • 1. Como projetar Armazéns e Almoxarifados de Qualidade.de Qualidade. Fernando Henrique de Almeida Sobral
  • 2. Introdução Houve um tempo que os almoxarifados ou armazéns eram chamados de depósitos. Era lá o local onde a empresa jogava as coisas que seriam guardadas, para um dia serem vendidas. Neste tempo não se falava em logística. Hoje, a visão é diferente. Como projetarComo projetar Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados de Qualidade.de Qualidade. diferente. A gestão dos armazéns ou almoxarifados muitas vezes serão o diferencial competitivo das empresas que buscam oferecer um alto nível de serviços.
  • 3. Mas, ainda são poucos os almoxarifados, no Brasil, que possuem características construtivas de alto padrão. Algumas vezes, eu tive que realizar a tarefa de identificar pontos de apoio a distribuição na Cidade de São Paulo. Dois momentos foram marcantes: - - a distribuição de água mineral em garrafões de 20 e 10 litros e, da distribuição de cestas básicas de alimentação. Nos dois casos constava a procura galpões para alugar. Foram verdadeiros desafios. As empresas interessadas exigiam um ponto regulamentado pela prefeitura. Das ofertas pouquíssimas estavam regulamentadas e a qualidade era sempre sofrível, dado a altura do pé direito, do piso, da estanqueidade da cobertura, falta de docas e infra-estrutura relativa ao sistema de informação. A produtividade e a eficácia na operação logística são dependentes da qualidade construtiva do galpão. Nos Estados Unidos, na Europa e no Japão, eles utilizam galpões de qualidade para um menor custo operacional. Na cidade de São Paulo existia uma demanda de galpões para operação eficiente, que só com o passar do tempo foi suprida. Como projetarComo projetar Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados de Qualidade.de Qualidade.
  • 4. Os investimentos para construção em galpões com qualidade devem considerar cinco regras básicas:considerar cinco regras básicas: Regra 1 – Verticalização da armazenagem Regra 2 – Mecanização do processo de movimentação Regra 3 – Facilidade de carregamento utilizando Niveladores de Docas Regra 4 – Proteção ao produto contra infecções e intempéries. Regra 5 – Sistema de Informação eficiente Como projetarComo projetar Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados de Qualidade.de Qualidade.
  • 5. A regra número 1 trata da questão da verticalização da armazenagem. O pé direito de 4 ou 5 metros já não atende as necessidades de empresas que possuem empilhadeiras elétricas retráteis para elevação de 9 a 12 metros, Considere que estas empilhadeiras estão cada vez mais populares. Com a globalização, qualquer empresa tem acesso a estes equipamentos. Os preços estão menores e o desenvolvimento tecnológico nesta área segue em passos largos. Como projetarComo projetar Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados de Qualidade.de Qualidade.
  • 6. Além de tudo, com a popularização da construção industrializada de vigas e colunas com concreto de resistência controlada que possibilita grandes alturas e o preço cada vez maior dos terrenos, está ficando muito fácil atender esta necessidade.. As empresas estão percebendo que a verticalização possibilita uma melhor organização dos almoxarifados. Esta organização permite aos operadores realizar a separação dos pedidos de forma rápida e assertiva, trazendo produtividade e melhoria do nível de serviço. Como projetarComo projetar Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados de Qualidade.de Qualidade.
  • 7. A regra número 2 trata do modelo de operação. Se houver mecanização com empilhadeiras elétricas e necessárias um piso de alta resistência, para suportar o peso de pilha de 10 a 12 metros de produtos e com capacidade de resistir o atrito das rodas das empilhadeiras. Não devem existir em um galpão de qualidade, juntas nos pisos, desníveis acentuados e degraus. Como projetarComo projetar Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados de Qualidade.de Qualidade. Tipos de acidentes com empilhadeira por deficiência do piso
  • 8. A regra número 3 trata da utilização de docas e dos niveladores de docas. Em um mercado que encontrar um galpão regularizado é uma raridade, com doca então, isto se torna uma proeza. Como projetarComo projetar Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados de Qualidade.de Qualidade.
  • 9. A regra número 4 trata de como o galpão possibilita a preservação do produto no tocante a segurança, infestações de roedores, insetos e intempéries. Os avanços tecnológicos das coberturas estão permitindo espaços com um mínimo de colunas e com uma grande estanqueidade evitando umidade ou goteiras que muitas vezes condenam o produto para venda. Como projetarComo projetar Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados de Qualidade.de Qualidade. Bastante diferente do passado quando as coberturas eram suportadas por tesouras de madeira com telhas cerâmicas ou cimento amianto. A qualidade das construções deve também inibir infestações por roedores, pombas ou de insetos.
  • 10. A regra número 5 trata da disponibilidade de instalações de redes elétricas, telefônica e lógica. Um grande problema que as empresas encontram é relativo às instalações, que podem ser facilitadas com a utilização de redes sem fio, radio freqüência, Como projetarComo projetar Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados de Qualidade.de Qualidade. sem fio, radio freqüência, “wireless” e utilização de pisos elevados. Muitos estão apostando nas redes sem fio com custos cada vez menores.
  • 11. O estudo de tendências demonstra que os novos galpões estão certamente permitindo as empresas avanço da logística. Combinando os investimentos privados nos pontos de armazenagem com a melhoria da infra-estrutura de transporte o custo Brasil será mais competitivo na economia global. Como projetarComo projetar Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados de Qualidade.de Qualidade.
  • 12. www.interlogis.com.br Veja nossos sites: http://interlogisplan.wix.com/plan 12 Série: 100 formas de Reduzir custos em Logística Como projetarComo projetar Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados de Qualidade.de Qualidade.
  • 13. e-Books da Interlogis: 13 Série: 100 formas de Reduzir custos em Logística Como projetarComo projetar Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados de Qualidade.de Qualidade.
  • 14. 14 Série: 100 formas de Reduzir custos em Logística Como projetarComo projetar Armazéns e AlmoxarifadosArmazéns e Almoxarifados de Qualidade.de Qualidade.