SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 49
Os Espíritos constantemente nos
rodeiam...
Por isso, podem ver tudo o que
fazemos...
Cada um, porém, só vê aquilo a que dá
atenção...
Não se ocupam com o que lhes é
indiferente.
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 456
457. Os Espíritos podem conhecer os nossos
pensamentos mais secretos?
» — Conhecem, muitas vezes, aquilo que
desejaríeis ocultar a vós mesmos;
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 457
» (...) por serem invisíveis aos nossos olhos materiais,
nem por isso deixam de estar no espaço, ao redor de
nós, ao nosso lado, espiando nossas ações, lendo os
nossos pensamentos, uns para nos fazerem o bem,
outros para nos induzirem ao mal, conforme sejam
bons ou maus.
ALLAN KARDEC – REVISTA ESPÍRITA – OUTUBRO
DE 1858. OBSEDIADOS E SUBJUGADOS
457 a) Assim sendo, pareceria mais
fácil ocultar-se uma coisa a uma pessoa viva,
pois não o podemos fazer a essa mesma
pessoa depois de morta?
ALLAN KARDEC – O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 457ª .
» R – Certamente, e, quando acreditais
estarem bem escondidos,
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 457A
ALLAN KARDEC – O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 458
LE – 459. Influem os Espíritos em nossos
pensamentos e em nossos atos?
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 459
ESPÍRITOS
Temos a impressão de que alguém
nos fala...
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 461
NOSSOS
Geralmente são os que acontecem
em primeiro lugar...
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 461
» Sobre este assunto, esclarecem os Espíritos:
» – Não nos é de grande interesse fazer esta distinção.
» – Aliás, muitas vezes é útil que não saibamos fazê-la.
» – Não fazendo distinção, o homem age com mais
liberdade.
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 461
• É voluntariamente
que o pratica.
• Demonstra a solidez
de suas convicções.
Quando o
homem se
decide pelo
bem...
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 461
Se toma o mau caminho...
Responde pela sua escolha.
Maior será a sua responsabilidade.
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 461.
» – Pode ser bom ou mau,
.
É sempre bom para aquele que ouve as boas
inspirações.
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 463.
» – ―Estudai o caso. Os bons Espíritos só para
o bem aconselham. Compete-vos discernir.‖
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 464
» – São instrumentos próprios a pôr em prova a fé e a
constância dos homens na prática do bem.
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 466
» – Têm como missão nos colocar no bom caminho.
» •Como Espírito que somos, temos que progredir na
ciência do infinito. Daí passarmos pelas provas,
para chegarmos ao bem.
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 466
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 466
Quando as
más
influências
agem
sobre vós.
É que as
atraístes
pelo
desejo do
mal.
Porque os
espíritos
inferiores
vêm vos
auxiliar no
mal, quando
tendes a
vontade de
praticá-lo;
eles não
podem vos
ajudar no
mal senão
quando
quereis o
mal.
» LE – 467. Pode o homem eximir-se da influência dos
Espíritos que procuram arrastá-lo ao mal?
» – ―Pode, visto que tais Espíritos só se apegam aos que,
pelos , ou aos que,
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 467
» LE – 468. Renunciam às suas tentativas os Espíritos
cuja influência a vontade do homem repele?
» – ―Que querias que fizessem?
Entretanto,
como o gato que tocaia o rato.‖
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 468
COMO ME PROTEGER?
PRATICAR O
BEM
DESCONFIAR DO
ORGULHO
REJEITAR MAUS
PENSAMENTOS
CONFIAR EM
DEUS
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 469
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 470
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 470
LE – 525. Exercem os
Espíritos alguma
influência nos
acontecimentos da vida?
– ―Certamente, pois que
vos aconselham.‖
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 525
» – ―Sim, mas nunca atuam fora das leis da
Natureza.‖
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 525ª .
» ☼ Assim, por exemplo, provocarão a reunião de
duas pessoas que
inspirarão a alguém o pensamento de passar por
determinado lugar; chamarão sua atenção sobre um
certo ponto, se isso deve causar o resultado que
tenham em vista obter, de tal modo que o homem,
acreditando seguir somente um impulso próprio,
conserva sempre seu livre-arbítrio.
COMENTÁRIO DE ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 525ª .
» – Aproveitam as circunstâncias, mas frequentemente
as provocam, oferecendo-vos ou levando-vos
inconscientemente ao objeto de vossa cobiça.
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 472 .
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 472 .
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 472 .
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 472 .
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 472 .
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 526
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 526
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 526
O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 527
O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 527
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 527
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 527
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 527
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 528
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 528
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 528
» – Eles se satisfazem em causar aborrecimentos que
são provas para exercitar vossa paciência, mas se
cansam quando não conseguem nada.
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 530
» Entretanto, não seria justo nem exato acusá-los de
todas as vossas decepções, de que sois os primeiros
responsáveis pela vossa leviandade.
» Acreditai, portanto, que, se a vossa baixela de louça
se quebra, é antes pela vossa falta de jeito do que por
culpa dos Espíritos.
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 530.
» – ―Algumas vezes, como prova. Quase sempre,
porém, recusam, como se recusa à criança a
satisfação de um pedido inconsiderado.‖
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 533
» – ―Uns e outros. Depende da intenção. As mais das
vezes, entretanto, os que os concedem são os
Espíritos que vos querem arrastar para o mal e que
encontram meio fácil de o conseguirem, facilitando-
vos os gozos que a riqueza proporciona.‖
ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 533ª .
LE – 551. Pode um homem mau, com o
auxílio de um mau Espírito que lhe seja
dedicado, fazer mal ao seu próximo?
– ―Não; Deus não o permitiria.‖
Como os espíritos podem penetrar os nossos pensamentos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Força da Prece - Palestra Mauro Santos
A Força da Prece - Palestra Mauro SantosA Força da Prece - Palestra Mauro Santos
A Força da Prece - Palestra Mauro SantosMauro Santos
 
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28Patricia Farias
 
Influência dos Espíritos em nossos pensamentos e atos (Palestra Espírita)
Influência dos Espíritos em nossos pensamentos e atos (Palestra Espírita)Influência dos Espíritos em nossos pensamentos e atos (Palestra Espírita)
Influência dos Espíritos em nossos pensamentos e atos (Palestra Espírita)Marcos Antônio Alves
 
Simpatia e antipatia
Simpatia e antipatiaSimpatia e antipatia
Simpatia e antipatiaGraça Maciel
 
Misterios ocultos aos doutos e prudentes
Misterios ocultos aos doutos e prudentesMisterios ocultos aos doutos e prudentes
Misterios ocultos aos doutos e prudentesIzabel Cristina Fonseca
 
A ação da prece e transmissão do pensamento
A ação da prece e transmissão do pensamentoA ação da prece e transmissão do pensamento
A ação da prece e transmissão do pensamentoceakitajai
 
2.9.4 Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
2.9.4   Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos2.9.4   Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
2.9.4 Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticosMarta Gomes
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioGraça Maciel
 
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direitaQue sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direitaEduardo Ottonelli Pithan
 
A Influência dos Espíritos
A Influência dos EspíritosA Influência dos Espíritos
A Influência dos EspíritosFórum Espírita
 
Bem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiososBem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiososEduardo Ottonelli Pithan
 
Trabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima HoraTrabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima HoraSergio Menezes
 

Mais procurados (20)

Obsessao 1
Obsessao 1Obsessao 1
Obsessao 1
 
Palestra Espírita - Missão dos espíritas
Palestra Espírita - Missão dos espíritasPalestra Espírita - Missão dos espíritas
Palestra Espírita - Missão dos espíritas
 
O homem no mundo
O homem no mundoO homem no mundo
O homem no mundo
 
A Força da Prece - Palestra Mauro Santos
A Força da Prece - Palestra Mauro SantosA Força da Prece - Palestra Mauro Santos
A Força da Prece - Palestra Mauro Santos
 
Buscai e achareis 1 a 5
Buscai e achareis 1 a  5Buscai e achareis 1 a  5
Buscai e achareis 1 a 5
 
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28
 
Transição planetária
Transição planetáriaTransição planetária
Transição planetária
 
Influência dos Espíritos em nossos pensamentos e atos (Palestra Espírita)
Influência dos Espíritos em nossos pensamentos e atos (Palestra Espírita)Influência dos Espíritos em nossos pensamentos e atos (Palestra Espírita)
Influência dos Espíritos em nossos pensamentos e atos (Palestra Espírita)
 
Simpatia e antipatia
Simpatia e antipatiaSimpatia e antipatia
Simpatia e antipatia
 
Misterios ocultos aos doutos e prudentes
Misterios ocultos aos doutos e prudentesMisterios ocultos aos doutos e prudentes
Misterios ocultos aos doutos e prudentes
 
AFINIDADE E SINTONIA ESPIRITUAL na visão Espírita
AFINIDADE E SINTONIA ESPIRITUAL na visão EspíritaAFINIDADE E SINTONIA ESPIRITUAL na visão Espírita
AFINIDADE E SINTONIA ESPIRITUAL na visão Espírita
 
A ação da prece e transmissão do pensamento
A ação da prece e transmissão do pensamentoA ação da prece e transmissão do pensamento
A ação da prece e transmissão do pensamento
 
2.9.4 Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
2.9.4   Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos2.9.4   Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
2.9.4 Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
 
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direitaQue sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
 
A Influência dos Espíritos
A Influência dos EspíritosA Influência dos Espíritos
A Influência dos Espíritos
 
Bem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiososBem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiosos
 
Sono e sonhos
Sono e sonhosSono e sonhos
Sono e sonhos
 
Trabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima HoraTrabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima Hora
 
Fé humana e fé divina!
Fé humana e fé divina!Fé humana e fé divina!
Fé humana e fé divina!
 

Semelhante a Como os espíritos podem penetrar os nossos pensamentos

Questões de o livro dos espíritos que abordam lições referentes à obsessão.
Questões de o livro dos espíritos que  abordam lições referentes à obsessão.Questões de o livro dos espíritos que  abordam lições referentes à obsessão.
Questões de o livro dos espíritos que abordam lições referentes à obsessão.Graça Maciel
 
Influência dos espíritos sobre os nossos pensamentos
Influência dos espíritos sobre os nossos pensamentosInfluência dos espíritos sobre os nossos pensamentos
Influência dos espíritos sobre os nossos pensamentosGraça Maciel
 
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudaráAjuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudaráGraça Maciel
 
Infllência dos espiritos
Infllência dos espiritosInfllência dos espiritos
Infllência dos espiritosGraça Maciel
 
2.9.1 penetração de nosso pensamento pelos espiritos
2.9.1   penetração de nosso pensamento pelos espiritos2.9.1   penetração de nosso pensamento pelos espiritos
2.9.1 penetração de nosso pensamento pelos espiritosMarta Gomes
 
Reencarnação oportunidade divina
Reencarnação oportunidade divinaReencarnação oportunidade divina
Reencarnação oportunidade divinamarcionora
 
Obsessão e suas consequências
Obsessão e suas consequênciasObsessão e suas consequências
Obsessão e suas consequênciasGraça Maciel
 
Tributo a Allan Kardec quarta parte-final
Tributo a Allan Kardec   quarta parte-finalTributo a Allan Kardec   quarta parte-final
Tributo a Allan Kardec quarta parte-finalHelio Cruz
 
Livro dos Espiritos Q.447a452 ESE cap3
Livro dos Espiritos Q.447a452 ESE cap3Livro dos Espiritos Q.447a452 ESE cap3
Livro dos Espiritos Q.447a452 ESE cap3Patricia Farias
 
Conversando o Evangelho - Verdades e dádivas espirituais
Conversando o Evangelho - Verdades e dádivas espirituaisConversando o Evangelho - Verdades e dádivas espirituais
Conversando o Evangelho - Verdades e dádivas espirituaisFatoze
 
Tributo a allan kardec quarta parte-final
Tributo a allan kardec   quarta parte-finalTributo a allan kardec   quarta parte-final
Tributo a allan kardec quarta parte-finalHelio Cruz
 
Tributo a allan kardec quarta parte - final
Tributo a allan kardec   quarta parte - finalTributo a allan kardec   quarta parte - final
Tributo a allan kardec quarta parte - finalHelio Cruz
 

Semelhante a Como os espíritos podem penetrar os nossos pensamentos (20)

Questões de o livro dos espíritos que abordam lições referentes à obsessão.
Questões de o livro dos espíritos que  abordam lições referentes à obsessão.Questões de o livro dos espíritos que  abordam lições referentes à obsessão.
Questões de o livro dos espíritos que abordam lições referentes à obsessão.
 
Influência dos espíritos sobre os nossos pensamentos
Influência dos espíritos sobre os nossos pensamentosInfluência dos espíritos sobre os nossos pensamentos
Influência dos espíritos sobre os nossos pensamentos
 
Anjos guardiães
Anjos guardiãesAnjos guardiães
Anjos guardiães
 
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudaráAjuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
 
Infllência dos espiritos
Infllência dos espiritosInfllência dos espiritos
Infllência dos espiritos
 
Pressentimentos
PressentimentosPressentimentos
Pressentimentos
 
O ESPÍRITA ALLAN KARDEC
O ESPÍRITA ALLAN KARDECO ESPÍRITA ALLAN KARDEC
O ESPÍRITA ALLAN KARDEC
 
2.9.1 penetração de nosso pensamento pelos espiritos
2.9.1   penetração de nosso pensamento pelos espiritos2.9.1   penetração de nosso pensamento pelos espiritos
2.9.1 penetração de nosso pensamento pelos espiritos
 
Adoração
AdoraçãoAdoração
Adoração
 
Reencarnação Oportunidade Divina
Reencarnação Oportunidade DivinaReencarnação Oportunidade Divina
Reencarnação Oportunidade Divina
 
Reencarnação oportunidade divina
Reencarnação oportunidade divinaReencarnação oportunidade divina
Reencarnação oportunidade divina
 
DOUTRINA DO BOM SENSO
DOUTRINA DO BOM SENSODOUTRINA DO BOM SENSO
DOUTRINA DO BOM SENSO
 
Lei de justiça
Lei de justiça Lei de justiça
Lei de justiça
 
Obsessão e suas consequências
Obsessão e suas consequênciasObsessão e suas consequências
Obsessão e suas consequências
 
Tributo a Allan Kardec quarta parte-final
Tributo a Allan Kardec   quarta parte-finalTributo a Allan Kardec   quarta parte-final
Tributo a Allan Kardec quarta parte-final
 
Livro dos Espiritos Q.447a452 ESE cap3
Livro dos Espiritos Q.447a452 ESE cap3Livro dos Espiritos Q.447a452 ESE cap3
Livro dos Espiritos Q.447a452 ESE cap3
 
Conversando o Evangelho - Verdades e dádivas espirituais
Conversando o Evangelho - Verdades e dádivas espirituaisConversando o Evangelho - Verdades e dádivas espirituais
Conversando o Evangelho - Verdades e dádivas espirituais
 
Tributo a allan kardec quarta parte-final
Tributo a allan kardec   quarta parte-finalTributo a allan kardec   quarta parte-final
Tributo a allan kardec quarta parte-final
 
Tributo a allan kardec quarta parte - final
Tributo a allan kardec   quarta parte - finalTributo a allan kardec   quarta parte - final
Tributo a allan kardec quarta parte - final
 
Informativo IEEAK Julho 2016
Informativo IEEAK Julho 2016 Informativo IEEAK Julho 2016
Informativo IEEAK Julho 2016
 

Mais de Graça Maciel

Missao dos Espiritas
Missao dos EspiritasMissao dos Espiritas
Missao dos EspiritasGraça Maciel
 
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeGraça Maciel
 
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeGraça Maciel
 
Obsessão por fascinação - parte 4
Obsessão por fascinação - parte 4Obsessão por fascinação - parte 4
Obsessão por fascinação - parte 4Graça Maciel
 
Obsessão por fascinação - parte 3
Obsessão por fascinação - parte 3Obsessão por fascinação - parte 3
Obsessão por fascinação - parte 3Graça Maciel
 
Obsessão por fascinação - parte 2
Obsessão por fascinação - parte 2Obsessão por fascinação - parte 2
Obsessão por fascinação - parte 2Graça Maciel
 
Obsessão por fascinação - parte 1
Obsessão por fascinação - parte 1Obsessão por fascinação - parte 1
Obsessão por fascinação - parte 1Graça Maciel
 
Missão dos espíritas
Missão dos espíritasMissão dos espíritas
Missão dos espíritasGraça Maciel
 
Não vim destruir a lei
Não vim destruir a leiNão vim destruir a lei
Não vim destruir a leiGraça Maciel
 
Pecado por pensamento
Pecado por pensamentoPecado por pensamento
Pecado por pensamentoGraça Maciel
 
Amai os vossos inimigos
Amai  os  vossos  inimigosAmai  os  vossos  inimigos
Amai os vossos inimigosGraça Maciel
 
Pensamento benévolo
Pensamento benévoloPensamento benévolo
Pensamento benévoloGraça Maciel
 
Obsessão nos grupos espíritas
Obsessão nos grupos espíritasObsessão nos grupos espíritas
Obsessão nos grupos espíritasGraça Maciel
 
Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometidoGraça Maciel
 
O mau pensamento como se reconhece
O mau pensamento como se reconheceO mau pensamento como se reconhece
O mau pensamento como se reconheceGraça Maciel
 
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.Graça Maciel
 
O homem depois da morte
O homem depois da morte O homem depois da morte
O homem depois da morte Graça Maciel
 
Respeito a crença alheia
Respeito a crença alheiaRespeito a crença alheia
Respeito a crença alheiaGraça Maciel
 

Mais de Graça Maciel (20)

Missao dos Espiritas
Missao dos EspiritasMissao dos Espiritas
Missao dos Espiritas
 
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
 
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
 
Obsessão por fascinação - parte 4
Obsessão por fascinação - parte 4Obsessão por fascinação - parte 4
Obsessão por fascinação - parte 4
 
Obsessão por fascinação - parte 3
Obsessão por fascinação - parte 3Obsessão por fascinação - parte 3
Obsessão por fascinação - parte 3
 
Obsessão por fascinação - parte 2
Obsessão por fascinação - parte 2Obsessão por fascinação - parte 2
Obsessão por fascinação - parte 2
 
Obsessão por fascinação - parte 1
Obsessão por fascinação - parte 1Obsessão por fascinação - parte 1
Obsessão por fascinação - parte 1
 
Missão dos espíritas
Missão dos espíritasMissão dos espíritas
Missão dos espíritas
 
Não vim destruir a lei
Não vim destruir a leiNão vim destruir a lei
Não vim destruir a lei
 
Pecado por pensamento
Pecado por pensamentoPecado por pensamento
Pecado por pensamento
 
Amai os vossos inimigos
Amai  os  vossos  inimigosAmai  os  vossos  inimigos
Amai os vossos inimigos
 
Ação da prece
Ação da preceAção da prece
Ação da prece
 
Pensamento benévolo
Pensamento benévoloPensamento benévolo
Pensamento benévolo
 
Missão dos Pais
Missão dos PaisMissão dos Pais
Missão dos Pais
 
Obsessão nos grupos espíritas
Obsessão nos grupos espíritasObsessão nos grupos espíritas
Obsessão nos grupos espíritas
 
Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometido
 
O mau pensamento como se reconhece
O mau pensamento como se reconheceO mau pensamento como se reconhece
O mau pensamento como se reconhece
 
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
 
O homem depois da morte
O homem depois da morte O homem depois da morte
O homem depois da morte
 
Respeito a crença alheia
Respeito a crença alheiaRespeito a crença alheia
Respeito a crença alheia
 

Último

Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoFabioLofrano
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfStelaWilbert
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxViniciusPetersen1
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptxPIB Penha
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...M.R.L
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............MilyFonceca
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentaçãoantonio211075
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024LeonardoQuintanilha4
 

Último (13)

Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
 

Como os espíritos podem penetrar os nossos pensamentos

  • 1.
  • 2.
  • 3. Os Espíritos constantemente nos rodeiam... Por isso, podem ver tudo o que fazemos... Cada um, porém, só vê aquilo a que dá atenção... Não se ocupam com o que lhes é indiferente. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 456
  • 4. 457. Os Espíritos podem conhecer os nossos pensamentos mais secretos? » — Conhecem, muitas vezes, aquilo que desejaríeis ocultar a vós mesmos; ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 457
  • 5. » (...) por serem invisíveis aos nossos olhos materiais, nem por isso deixam de estar no espaço, ao redor de nós, ao nosso lado, espiando nossas ações, lendo os nossos pensamentos, uns para nos fazerem o bem, outros para nos induzirem ao mal, conforme sejam bons ou maus. ALLAN KARDEC – REVISTA ESPÍRITA – OUTUBRO DE 1858. OBSEDIADOS E SUBJUGADOS
  • 6. 457 a) Assim sendo, pareceria mais fácil ocultar-se uma coisa a uma pessoa viva, pois não o podemos fazer a essa mesma pessoa depois de morta? ALLAN KARDEC – O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 457ª .
  • 7. » R – Certamente, e, quando acreditais estarem bem escondidos, ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 457A
  • 8. ALLAN KARDEC – O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 458
  • 9. LE – 459. Influem os Espíritos em nossos pensamentos e em nossos atos? ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 459
  • 10. ESPÍRITOS Temos a impressão de que alguém nos fala... ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 461
  • 11. NOSSOS Geralmente são os que acontecem em primeiro lugar... ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 461
  • 12. » Sobre este assunto, esclarecem os Espíritos: » – Não nos é de grande interesse fazer esta distinção. » – Aliás, muitas vezes é útil que não saibamos fazê-la. » – Não fazendo distinção, o homem age com mais liberdade. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 461
  • 13. • É voluntariamente que o pratica. • Demonstra a solidez de suas convicções. Quando o homem se decide pelo bem... ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 461
  • 14. Se toma o mau caminho... Responde pela sua escolha. Maior será a sua responsabilidade. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 461.
  • 15. » – Pode ser bom ou mau, . É sempre bom para aquele que ouve as boas inspirações. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 463.
  • 16. » – ―Estudai o caso. Os bons Espíritos só para o bem aconselham. Compete-vos discernir.‖ ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 464
  • 17. » – São instrumentos próprios a pôr em prova a fé e a constância dos homens na prática do bem. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 466
  • 18. » – Têm como missão nos colocar no bom caminho. » •Como Espírito que somos, temos que progredir na ciência do infinito. Daí passarmos pelas provas, para chegarmos ao bem. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 466
  • 19. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 466 Quando as más influências agem sobre vós. É que as atraístes pelo desejo do mal. Porque os espíritos inferiores vêm vos auxiliar no mal, quando tendes a vontade de praticá-lo; eles não podem vos ajudar no mal senão quando quereis o mal.
  • 20. » LE – 467. Pode o homem eximir-se da influência dos Espíritos que procuram arrastá-lo ao mal? » – ―Pode, visto que tais Espíritos só se apegam aos que, pelos , ou aos que, ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 467
  • 21. » LE – 468. Renunciam às suas tentativas os Espíritos cuja influência a vontade do homem repele? » – ―Que querias que fizessem? Entretanto, como o gato que tocaia o rato.‖ ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 468
  • 22. COMO ME PROTEGER? PRATICAR O BEM DESCONFIAR DO ORGULHO REJEITAR MAUS PENSAMENTOS CONFIAR EM DEUS ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 469
  • 23. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 470
  • 24. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 470
  • 25. LE – 525. Exercem os Espíritos alguma influência nos acontecimentos da vida? – ―Certamente, pois que vos aconselham.‖ ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 525
  • 26. » – ―Sim, mas nunca atuam fora das leis da Natureza.‖ ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 525ª .
  • 27. » ☼ Assim, por exemplo, provocarão a reunião de duas pessoas que inspirarão a alguém o pensamento de passar por determinado lugar; chamarão sua atenção sobre um certo ponto, se isso deve causar o resultado que tenham em vista obter, de tal modo que o homem, acreditando seguir somente um impulso próprio, conserva sempre seu livre-arbítrio. COMENTÁRIO DE ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 525ª .
  • 28. » – Aproveitam as circunstâncias, mas frequentemente as provocam, oferecendo-vos ou levando-vos inconscientemente ao objeto de vossa cobiça. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 472 .
  • 29. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 472 .
  • 30. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 472 .
  • 31. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 472 .
  • 32. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 472 .
  • 33. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 526
  • 34. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 526
  • 35. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 526
  • 36. O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 527
  • 37. O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 527
  • 38. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 527
  • 39. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 527
  • 40. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 527
  • 41. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 528
  • 42. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 528
  • 43. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 528
  • 44. » – Eles se satisfazem em causar aborrecimentos que são provas para exercitar vossa paciência, mas se cansam quando não conseguem nada. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 530
  • 45. » Entretanto, não seria justo nem exato acusá-los de todas as vossas decepções, de que sois os primeiros responsáveis pela vossa leviandade. » Acreditai, portanto, que, se a vossa baixela de louça se quebra, é antes pela vossa falta de jeito do que por culpa dos Espíritos. ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 530.
  • 46. » – ―Algumas vezes, como prova. Quase sempre, porém, recusam, como se recusa à criança a satisfação de um pedido inconsiderado.‖ ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 533
  • 47. » – ―Uns e outros. Depende da intenção. As mais das vezes, entretanto, os que os concedem são os Espíritos que vos querem arrastar para o mal e que encontram meio fácil de o conseguirem, facilitando- vos os gozos que a riqueza proporciona.‖ ALLAN KARDEC - O LIVRO DO ESPÍRITOS – Q. 533ª .
  • 48. LE – 551. Pode um homem mau, com o auxílio de um mau Espírito que lhe seja dedicado, fazer mal ao seu próximo? – ―Não; Deus não o permitiria.‖