SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
Obsessão
e Desobsessão
Sexta feira – 25 de outubro. 2013

Rose Campos
O que mesmo a OBSESSÃO?
A obsessão é a
ação PERSISTENTE
que um espírito inferior
exerce sobre
outro espírito.
Observação importante!
Um obsessor não é um espírito necessariamente MAU.
Ele é sim, um espírito inferior.
Tão inferior quanto nós mesmos ainda somos.
Se assim não fosse, não estaríamos em um planeta de provas e expiações.
PRINCIPAIS VARIEDADES DE OBSESSÃO

SIMPLES
FASCINAÇÃO
(ilude totalmente)
SUBJUGAÇÃO
(possessão)

“O Livro dos Médiuns”, Allan Kardec, capítulo 23
CAUSAS DA OBSESSÃO
(o que motiva o obsessor a fazer isso?)
VINGANÇA

DESEJO DE
FAZER O MAL

Como sofre,
DESEJO DE
FAZER SOFRER

Prazer de
atormentar

POR ÓDIO OU
INVEJA DO
BEM

Para fazer
valer a sua
opinião

Por pura
ignorância

Por achar que
pode ajudar

Por apego
exacerbado
Etc, etc, etc...
CAUSAS DA OBSESSÃO
(as “brechas”, como nos ensinam os Espíritos)
AS NOSSAS IMPERFEIÇÕES MORAIS:

maledicência

PESSIMISMO

tristeza

ORGULHO

MEDO
AVAREZA

Débitos de outras
vidas (Lei de Causa
e Efeito)

VÍCIOS de
qualquer ordem
IRRITAÇÃO
MÁGOA, ÓDIO

Preguiça
Etc, etc, etc...
E como se realiza essa “conexão” entre obsessor e obsidiado?
Ela se dá através da conexão entre as ondas mentais emitidas
pelo obssessor que encontram receptividade no obsidiado.
Nosso pensamento é uma radiação da
nossa mente espiritual.
Essa radiação é expelida em forma de
ondas eletromagnéticas que formam um
fluido mental-magnético ( = que causa
atração).

Esse fluido mental, assim como o
sangue e a linfa, percorre
incessantemente todo nosso organismo .
Ele então se concentra nos centros-vitais
(chacras) e, de dentro para fora, é
expelido (irradiado), formando a nossa
aura.
“Universo e Vida”, Hernani T Sant’Ana, pelo espírito Áureo, editado pela FEB
Estamos acostumados a ilustrar
Na verdade ela se apresenta
a aura dessa forma:
dessa forma:

E o que isso tem a ver com OBSESSÃO & DESOBSESSÃO?
O “colorido” que daremos à nossa AURA, por conta do que
pensamos , sentimos e fazemos é o que nos ajudará a prevenir,
modificar, combater e eliminar um processo obsessivo.
COM A BÊNÇÃO DO ESQUECIMENTO
NÃO LEMBRAMOS DE NOSSO PASSADO,
NEM DO MAL QUE FIZEMOS AOS OUTROS
E NEM DO MAL QUE FIZEMOS A NÓS MESMOS.

MAS TODAS AS NOSSAS EXPERIÊNCIAS ESTÃO IMPRESSAS (IMANTADAS)
EM NOSSO ESPÍRITO, COMO “CENTENAS DE CAMADAS DE UMA ENORME CEBOLA”.
CADA FATO VIVIDO POSSUI UM “CARIMBO ENERGÉTICO”.

Vivência atual

Há a possibilidade de um desses carimbos vir à tona
e se incorporar à nossa aura atual.
Exemplos de situações em que isso
pode ocorrer: quando uma tendência negativa de nossa personalidade
não é controlada; quando vivemos uma perda ou um trauma que abale
o nosso psiquismo e não consigamos voltar ao equilíbrio emocional
e psicológico, dentre outros. A partir daí passamos a ser facilmente
localizados “vibratoriamente”. A aura abriga o “endereço vibratório”.

ato de vida passada
numa camada interna
E o que podemos fazer quando percebemos que um processo
obsessivo pode estar ocorrendo?

“Fazer um apelo fervoroso ao seu protetor,
assim como aos bons Espíritos que lhes
são simpáticos e rogar-lhes para assisti-lo.”
(L.M., 249)

Prece pelo obsessor:
“Procurar ajudar os espíritos
obsessores esclarecendo-os.”
(L.M., 254)
E o que mais
poderemos fazer?

“O fluido “mento-magnético” não é só o
formador da aura.
Ele também é o veículo que LEVA DE
VOLTA à mente a ajuda para a reação
psicossomática do indivíduo ...
(Ajudando o indivíduo a ter forças para
dar o “bom combate” às dificuldades em
que se encontra)
“...daí a imensa importância do passe
magnético, que é a transfusão de
poderosas energias vivas.”
(livro “Universo e Vida”)
“As imperfeições morais dão lugar aos espíritos obsessores,
e o meio MAIS SEGURO de se desembaraçar dessa obsessão é
atraindo os bons espíritos pela prática do bem.”
(L.M., 252)

“Os bons Espíritos têm, sem dúvida, mais
poder sobre os maus, e sua vontade é
suficiente para afastar os maus, mas assistem
apenas àqueles que os merecem pelos ESFORÇOS QUE
FAZEM para melhorar...”
“...de outro modo (quando não há mudança interior e busca de
práticas de vibração positiva), afastam-se e deixam o campo livre
para os maus Espíritos que se tornam assim, em alguns casos,
instrumentos de “provas e expiações”, pois os bons os deixam
agir nesse sentido (em cumprimento da Lei de Merecimento).”
Controle de si mesmo
em suas mãos.
Fica aqui um convite para,
em função do tema que estudamos hoje,
refletirmos nos seguintes ensinamentos:
25/10/1013 OBSESSÃO E DESOBSESSÃO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Obsessão e influenciação espiritual
Obsessão e influenciação espiritualObsessão e influenciação espiritual
Obsessão e influenciação espiritual
grupodepaisceb
 
Os verdadeiros laços de familia
Os verdadeiros laços de familiaOs verdadeiros laços de familia
Os verdadeiros laços de familia
Graça Maciel
 
Influência do médium na comunicação
Influência do médium na comunicaçãoInfluência do médium na comunicação
Influência do médium na comunicação
Graça Maciel
 
Primeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporal
Primeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporalPrimeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporal
Primeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporal
CeiClarencio
 
Esquecimento do Passado
Esquecimento do Passado Esquecimento do Passado
Esquecimento do Passado
meebpeixotinho
 

Mais procurados (20)

ESQUECIMENTO DO PASSADO
ESQUECIMENTO DO PASSADOESQUECIMENTO DO PASSADO
ESQUECIMENTO DO PASSADO
 
Obsessão e influenciação espiritual
Obsessão e influenciação espiritualObsessão e influenciação espiritual
Obsessão e influenciação espiritual
 
Como Os EspíRitos Podem Penetrar Nossos Pensamentos
Como Os EspíRitos Podem Penetrar Nossos PensamentosComo Os EspíRitos Podem Penetrar Nossos Pensamentos
Como Os EspíRitos Podem Penetrar Nossos Pensamentos
 
Influencias espirituais
Influencias espirituaisInfluencias espirituais
Influencias espirituais
 
Capitulo III Retorno da vida corporea a vida espiritual
Capitulo III Retorno da vida corporea a vida espiritualCapitulo III Retorno da vida corporea a vida espiritual
Capitulo III Retorno da vida corporea a vida espiritual
 
04 A categoria de médiuns de efeitos físicos
04   A categoria de médiuns de efeitos físicos04   A categoria de médiuns de efeitos físicos
04 A categoria de médiuns de efeitos físicos
 
Reforma intima sem martírio!
Reforma intima sem martírio! Reforma intima sem martírio!
Reforma intima sem martírio!
 
REFORMA INTIMA E ESPIRITISMO
REFORMA INTIMA E ESPIRITISMOREFORMA INTIMA E ESPIRITISMO
REFORMA INTIMA E ESPIRITISMO
 
Os verdadeiros laços de familia
Os verdadeiros laços de familiaOs verdadeiros laços de familia
Os verdadeiros laços de familia
 
O fenômeno da Morte - ESDE: programa complementar, módulo 1, roteiro I.
O fenômeno da Morte - ESDE: programa complementar, módulo 1, roteiro I.O fenômeno da Morte - ESDE: programa complementar, módulo 1, roteiro I.
O fenômeno da Morte - ESDE: programa complementar, módulo 1, roteiro I.
 
MANIFESTAÇÕES FÍSICAS ESPONTÂNEAS
MANIFESTAÇÕES FÍSICAS ESPONTÂNEASMANIFESTAÇÕES FÍSICAS ESPONTÂNEAS
MANIFESTAÇÕES FÍSICAS ESPONTÂNEAS
 
Motivos de resignação
Motivos de resignaçãoMotivos de resignação
Motivos de resignação
 
Roteiro 1 influência dos espíritos
Roteiro 1   influência dos espíritosRoteiro 1   influência dos espíritos
Roteiro 1 influência dos espíritos
 
2.6.1 espiritos errantes
2.6.1   espiritos errantes2.6.1   espiritos errantes
2.6.1 espiritos errantes
 
Influência dos espíritos em nossas vidas 1,5h
Influência dos espíritos em nossas vidas   1,5hInfluência dos espíritos em nossas vidas   1,5h
Influência dos espíritos em nossas vidas 1,5h
 
Influência do médium na comunicação
Influência do médium na comunicaçãoInfluência do médium na comunicação
Influência do médium na comunicação
 
Primeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporal
Primeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporalPrimeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporal
Primeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporal
 
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meuProgressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
 
Esquecimento do Passado
Esquecimento do Passado Esquecimento do Passado
Esquecimento do Passado
 
Mistificações, contradições e animismo
Mistificações, contradições e animismoMistificações, contradições e animismo
Mistificações, contradições e animismo
 

Destaque (8)

Desobsessao
DesobsessaoDesobsessao
Desobsessao
 
Seminário: As Terapias Desobsessivas
Seminário: As Terapias DesobsessivasSeminário: As Terapias Desobsessivas
Seminário: As Terapias Desobsessivas
 
Desobsessão
DesobsessãoDesobsessão
Desobsessão
 
26 de junho 2015 desobsessão preciso passar
26 de junho 2015 desobsessão   preciso passar26 de junho 2015 desobsessão   preciso passar
26 de junho 2015 desobsessão preciso passar
 
Busca interior
Busca interiorBusca interior
Busca interior
 
Desobsessao
DesobsessaoDesobsessao
Desobsessao
 
Obsessão e desobsessão
Obsessão e desobsessãoObsessão e desobsessão
Obsessão e desobsessão
 
Obsessão
ObsessãoObsessão
Obsessão
 

Semelhante a 25/10/1013 OBSESSÃO E DESOBSESSÃO

Obsessão doença moral
Obsessão doença moralObsessão doença moral
Obsessão doença moral
Graça Maciel
 
Comoosespritospodempenetrarnossospensamentos
ComoosespritospodempenetrarnossospensamentosComoosespritospodempenetrarnossospensamentos
Comoosespritospodempenetrarnossospensamentos
DeborahARodolfo
 

Semelhante a 25/10/1013 OBSESSÃO E DESOBSESSÃO (20)

Obsessão e desobsessão
Obsessão e desobsessãoObsessão e desobsessão
Obsessão e desobsessão
 
Obsessão e desobsessão
Obsessão e desobsessãoObsessão e desobsessão
Obsessão e desobsessão
 
28 10 2016 - Diferença entre influenciação e obsessão
28 10 2016  - Diferença entre influenciação e obsessão 28 10 2016  - Diferença entre influenciação e obsessão
28 10 2016 - Diferença entre influenciação e obsessão
 
Obsessão doença moral
Obsessão doença moralObsessão doença moral
Obsessão doença moral
 
Maledicência
MaledicênciaMaledicência
Maledicência
 
Pensamento a força que desconhecemos
Pensamento a força que desconhecemosPensamento a força que desconhecemos
Pensamento a força que desconhecemos
 
Palestra Obsessao
Palestra ObsessaoPalestra Obsessao
Palestra Obsessao
 
Obsessores Os Melhores Professores Morais
Obsessores   Os Melhores Professores MoraisObsessores   Os Melhores Professores Morais
Obsessores Os Melhores Professores Morais
 
091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9
091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9
091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9
 
Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04
 
Vibrações compensadas lar de amor
Vibrações compensadas   lar de amorVibrações compensadas   lar de amor
Vibrações compensadas lar de amor
 
11 de abril 2014 influenciação e obsessão diferenças
11 de abril 2014   influenciação e obsessão diferenças11 de abril 2014   influenciação e obsessão diferenças
11 de abril 2014 influenciação e obsessão diferenças
 
Maledicência
MaledicênciaMaledicência
Maledicência
 
Experiência da Cura
Experiência da CuraExperiência da Cura
Experiência da Cura
 
Obsessão do ponto de vista espírita
Obsessão do ponto de vista espíritaObsessão do ponto de vista espírita
Obsessão do ponto de vista espírita
 
Palestra depressão uma visão espírita - palestra resumida2
Palestra depressão  uma visão espírita - palestra resumida2Palestra depressão  uma visão espírita - palestra resumida2
Palestra depressão uma visão espírita - palestra resumida2
 
Obsessão e desobsessao
Obsessão e desobsessaoObsessão e desobsessao
Obsessão e desobsessao
 
Leis universais
Leis universaisLeis universais
Leis universais
 
Comoosespritospodempenetrarnossospensamentos
ComoosespritospodempenetrarnossospensamentosComoosespritospodempenetrarnossospensamentos
Comoosespritospodempenetrarnossospensamentos
 
Curso Básico de Espiritismo FEESP 1º ano
Curso Básico de Espiritismo FEESP 1º anoCurso Básico de Espiritismo FEESP 1º ano
Curso Básico de Espiritismo FEESP 1º ano
 

Mais de Lar Irmã Zarabatana

Mais de Lar Irmã Zarabatana (20)

Livro ação e reação cap 01 - parte 02
Livro ação e reação   cap 01 - parte 02Livro ação e reação   cap 01 - parte 02
Livro ação e reação cap 01 - parte 02
 
Livro ação e reação cap 01 - parte 01
Livro ação e reação   cap 01 - parte 01Livro ação e reação   cap 01 - parte 01
Livro ação e reação cap 01 - parte 01
 
17 02 2017 Reforma íntima como ferramenta de evolução
17 02 2017 Reforma íntima como ferramenta de evolução17 02 2017 Reforma íntima como ferramenta de evolução
17 02 2017 Reforma íntima como ferramenta de evolução
 
27 01 2017 a morte do animal de estimação
27 01 2017 a morte do animal de estimação27 01 2017 a morte do animal de estimação
27 01 2017 a morte do animal de estimação
 
07 de outubro 2016 Questões espirituais na infância
07 de outubro 2016   Questões espirituais na infância07 de outubro 2016   Questões espirituais na infância
07 de outubro 2016 Questões espirituais na infância
 
21 de agosto 2015 "Pais e filhos difíceis"
21 de agosto 2015 "Pais e filhos difíceis"21 de agosto 2015 "Pais e filhos difíceis"
21 de agosto 2015 "Pais e filhos difíceis"
 
10 de abril de 2015 "Infância e Recordações de Vida Passada"
10 de abril de  2015   "Infância e Recordações de Vida Passada"10 de abril de  2015   "Infância e Recordações de Vida Passada"
10 de abril de 2015 "Infância e Recordações de Vida Passada"
 
04 de setembro 2015 "O valor terapêutico da natureza"
04 de setembro 2015   "O valor terapêutico da natureza"04 de setembro 2015   "O valor terapêutico da natureza"
04 de setembro 2015 "O valor terapêutico da natureza"
 
10 de julho 2015 "O parente difícil"
10 de julho 2015 "O parente difícil"10 de julho 2015 "O parente difícil"
10 de julho 2015 "O parente difícil"
 
24 de julho 2015 o idoso na visão espírita
24 de julho 2015 o idoso na visão espírita24 de julho 2015 o idoso na visão espírita
24 de julho 2015 o idoso na visão espírita
 
23 09 2016 "Há muitas moradas na casa de meu Pai"
23 09 2016  "Há muitas moradas na casa de meu Pai"23 09 2016  "Há muitas moradas na casa de meu Pai"
23 09 2016 "Há muitas moradas na casa de meu Pai"
 
11 03 2016 A ARROGÂNCIA
11 03 2016   A ARROGÂNCIA11 03 2016   A ARROGÂNCIA
11 03 2016 A ARROGÂNCIA
 
15 04 2016 A FOFOCA E O PRECONTEITO
15 04 2016   A FOFOCA E O PRECONTEITO15 04 2016   A FOFOCA E O PRECONTEITO
15 04 2016 A FOFOCA E O PRECONTEITO
 
A CORRENTE MEDIÚNICA
A CORRENTE MEDIÚNICAA CORRENTE MEDIÚNICA
A CORRENTE MEDIÚNICA
 
27 nov 2015 a alma dos animais
27 nov 2015 a alma dos animais27 nov 2015 a alma dos animais
27 nov 2015 a alma dos animais
 
28 novembro 2014 estado físico e moral de outros mundos
28 novembro 2014   estado físico e moral de outros mundos28 novembro 2014   estado físico e moral de outros mundos
28 novembro 2014 estado físico e moral de outros mundos
 
25 de julho de 2014 indivisibilidade do espírito
25 de julho de 2014   indivisibilidade do espírito25 de julho de 2014   indivisibilidade do espírito
25 de julho de 2014 indivisibilidade do espírito
 
19 dezembro 2014 a substância do corpo espiritual em outros mundos
19 dezembro 2014   a substância do corpo espiritual em outros mundos19 dezembro 2014   a substância do corpo espiritual em outros mundos
19 dezembro 2014 a substância do corpo espiritual em outros mundos
 
15 agosto 2014 provas da individualidade da alma
15 agosto 2014   provas da individualidade da alma15 agosto 2014   provas da individualidade da alma
15 agosto 2014 provas da individualidade da alma
 
11 de julho de 2014 qual o objetivo da encarnação
11 de julho de 2014   qual o objetivo da encarnação11 de julho de 2014   qual o objetivo da encarnação
11 de julho de 2014 qual o objetivo da encarnação
 

25/10/1013 OBSESSÃO E DESOBSESSÃO

  • 1. Obsessão e Desobsessão Sexta feira – 25 de outubro. 2013 Rose Campos
  • 2. O que mesmo a OBSESSÃO? A obsessão é a ação PERSISTENTE que um espírito inferior exerce sobre outro espírito. Observação importante! Um obsessor não é um espírito necessariamente MAU. Ele é sim, um espírito inferior. Tão inferior quanto nós mesmos ainda somos. Se assim não fosse, não estaríamos em um planeta de provas e expiações.
  • 3. PRINCIPAIS VARIEDADES DE OBSESSÃO SIMPLES FASCINAÇÃO (ilude totalmente) SUBJUGAÇÃO (possessão) “O Livro dos Médiuns”, Allan Kardec, capítulo 23
  • 4. CAUSAS DA OBSESSÃO (o que motiva o obsessor a fazer isso?) VINGANÇA DESEJO DE FAZER O MAL Como sofre, DESEJO DE FAZER SOFRER Prazer de atormentar POR ÓDIO OU INVEJA DO BEM Para fazer valer a sua opinião Por pura ignorância Por achar que pode ajudar Por apego exacerbado Etc, etc, etc...
  • 5. CAUSAS DA OBSESSÃO (as “brechas”, como nos ensinam os Espíritos) AS NOSSAS IMPERFEIÇÕES MORAIS: maledicência PESSIMISMO tristeza ORGULHO MEDO AVAREZA Débitos de outras vidas (Lei de Causa e Efeito) VÍCIOS de qualquer ordem IRRITAÇÃO MÁGOA, ÓDIO Preguiça Etc, etc, etc...
  • 6. E como se realiza essa “conexão” entre obsessor e obsidiado? Ela se dá através da conexão entre as ondas mentais emitidas pelo obssessor que encontram receptividade no obsidiado. Nosso pensamento é uma radiação da nossa mente espiritual. Essa radiação é expelida em forma de ondas eletromagnéticas que formam um fluido mental-magnético ( = que causa atração). Esse fluido mental, assim como o sangue e a linfa, percorre incessantemente todo nosso organismo . Ele então se concentra nos centros-vitais (chacras) e, de dentro para fora, é expelido (irradiado), formando a nossa aura. “Universo e Vida”, Hernani T Sant’Ana, pelo espírito Áureo, editado pela FEB
  • 7. Estamos acostumados a ilustrar Na verdade ela se apresenta a aura dessa forma: dessa forma: E o que isso tem a ver com OBSESSÃO & DESOBSESSÃO?
  • 8. O “colorido” que daremos à nossa AURA, por conta do que pensamos , sentimos e fazemos é o que nos ajudará a prevenir, modificar, combater e eliminar um processo obsessivo.
  • 9. COM A BÊNÇÃO DO ESQUECIMENTO NÃO LEMBRAMOS DE NOSSO PASSADO, NEM DO MAL QUE FIZEMOS AOS OUTROS E NEM DO MAL QUE FIZEMOS A NÓS MESMOS. MAS TODAS AS NOSSAS EXPERIÊNCIAS ESTÃO IMPRESSAS (IMANTADAS) EM NOSSO ESPÍRITO, COMO “CENTENAS DE CAMADAS DE UMA ENORME CEBOLA”. CADA FATO VIVIDO POSSUI UM “CARIMBO ENERGÉTICO”. Vivência atual Há a possibilidade de um desses carimbos vir à tona e se incorporar à nossa aura atual. Exemplos de situações em que isso pode ocorrer: quando uma tendência negativa de nossa personalidade não é controlada; quando vivemos uma perda ou um trauma que abale o nosso psiquismo e não consigamos voltar ao equilíbrio emocional e psicológico, dentre outros. A partir daí passamos a ser facilmente localizados “vibratoriamente”. A aura abriga o “endereço vibratório”. ato de vida passada numa camada interna
  • 10. E o que podemos fazer quando percebemos que um processo obsessivo pode estar ocorrendo? “Fazer um apelo fervoroso ao seu protetor, assim como aos bons Espíritos que lhes são simpáticos e rogar-lhes para assisti-lo.” (L.M., 249) Prece pelo obsessor: “Procurar ajudar os espíritos obsessores esclarecendo-os.” (L.M., 254)
  • 11.
  • 12. E o que mais poderemos fazer? “O fluido “mento-magnético” não é só o formador da aura. Ele também é o veículo que LEVA DE VOLTA à mente a ajuda para a reação psicossomática do indivíduo ... (Ajudando o indivíduo a ter forças para dar o “bom combate” às dificuldades em que se encontra) “...daí a imensa importância do passe magnético, que é a transfusão de poderosas energias vivas.” (livro “Universo e Vida”)
  • 13. “As imperfeições morais dão lugar aos espíritos obsessores, e o meio MAIS SEGURO de se desembaraçar dessa obsessão é atraindo os bons espíritos pela prática do bem.” (L.M., 252) “Os bons Espíritos têm, sem dúvida, mais poder sobre os maus, e sua vontade é suficiente para afastar os maus, mas assistem apenas àqueles que os merecem pelos ESFORÇOS QUE FAZEM para melhorar...” “...de outro modo (quando não há mudança interior e busca de práticas de vibração positiva), afastam-se e deixam o campo livre para os maus Espíritos que se tornam assim, em alguns casos, instrumentos de “provas e expiações”, pois os bons os deixam agir nesse sentido (em cumprimento da Lei de Merecimento).”
  • 14.
  • 15. Controle de si mesmo em suas mãos.
  • 16. Fica aqui um convite para, em função do tema que estudamos hoje, refletirmos nos seguintes ensinamentos: