SlideShare uma empresa Scribd logo
Como fazer uma boa
introdução de TCC
O que falta em nossa introdução para que
esta seja, pelo menos, mais aceita pelos
professores e pela instituição de ensino?
 Uma introdução, como o próprio
nome já diz, tem a função de
introduzir o leitor ao tema, isto é, a
partir dela temos uma visão total do
trabalho de forma sucinta e objetiva.
 Uma boa introdução tem de 10 a 14
parágrafos. E deve conter todos os
elementos do projeto de pesquisa
como: tema, pergunta problema,
hipótese, enfim.
 Cerca de 1000 palavras;
 De 2 a 3 laudas;
Analisemos a estrutura de uma
introdução:
 1º e 2º Parágrafos: Devem conter o
tema e se fazer uma contextualização
de tudo que será abordado no
trabalho.
 3º Parágrafo: Aqui você expõe o
problema de pesquisa (pergunta
problema) de seu TCC.
 4º Parágrafo: Aqui você coloca as
hipóteses, isto é, as "respostas" do
problema de pesquisa as quais seu
trabalho tentará provar.
 5º Parágrafo: Aqui são apresentados
os objetivos do trabalho. Tanto o
geral, quanto os específicos.
 6º Parágrafo:
 Apresentam-se as justificativas do
trabalho.
 Mas o que é isso?
 A justificativa do trabalho é a
importância do mesmo.
 Aqui apresentamos o porquê de o
trabalho ser importante?
 Qual a importância do trabalho para a
sociedade, comunidade científica,
pessoal...?
 7º Parágrafo: Apresenta qual a
metodologia adotada pelo trabalho.
Pesquisa bibliográfica, de campo? Depois
de especificar qual tipo de pesquisa é,
lembre-se de que especificar os
procedimentos? Se for pesquisa de
bibliografia, o que se fará?
 Resposta: resumo e fichamento dos livros
lidos etc.
 A mesma coisa com qualquer tipo de
pesquisa. Também é oportuno, neste
parágrafo, apresentar os principais
autores que embasarão a pesquisa.
Lembre-se que este parágrafos pode se
estender para mais de 1.
 8º Parágrafo:
 Apresenta-se a estrutura dos
capítulos do trabalho.
 Em quantos capítulos o trabalho está
dividido?
 Sobre o que trata cada capítulo?
Observações:
 A introdução ao mesmo tempo que é
uma das primeiras tarefas a ser feita,
também é uma das últimas; ou seja,
começa-se a elaborá-la no começo do
trabalho e termina-se no final, com tudo
pronto. Isto acontece porque é muito
difícil prevermos todos os autores que
serão citados no decorrer das linhas de
investigação e elaboração do trabalho.
Assim também, considera-se que alguma
particularidade do trabalho pode ser
adaptada e melhorada durante a
elaboração do mesmo.
 Todos os parágrafos podem ser estendidos para
mais de um
Algumas instituições de ensino não exigem
todos estes tópicos, como o problema de
pesquisa, por exemplo. Neste caso, apenas
desconsidere o parágrafos específico.
Lembre-se que a introdução toda é texto
corrido, não podendo ter títulos, como por
exemplo:
bla bla bla bla....
 OBJETIVOS:
Analisar bla bla bla....
 Isto não existe, a menos que seja indicado
assim pela instituição.
 Tente sempre começar o parágrafo de cada tópico como
nos exemplos abaixo:
 OBJETIVOS:
-O objetivo geral da pesquisa é;
-A principal finalidade deste trabalho é;
 JUSTIFICATIVA:
-A importância deste trabalho se reflete em;
-A relevância do trabalho pode ser considerada de irrefutável
indispensabilidade, pois;
 METODOLOGIA:
-Metodologicamente, este trabalho adotou o tipo de pesquisa...
TEMA / DELIMITAÇÃO:
-O trabalho ostenta o seguinte tema;
-O tema deste trabalho é;
PERGUNTA / PROBLEMA DE PESQUISA:
-O trabalho parte do seguinte problema de pesquisa;
-O trabalho visa a responder a seguinte pergunta.
Adendo:
 Uma dúvida corrente: o estudante
deve produzir seu texto na primeira
pessoa do singular ("eu acredito
que...") ou na primeira do plural
("nós pensamos que...")?
 A comunicação científica deve ter um caráter
formal e impessoal. Por conta disso, deve-se
evitar a construção da oração na primeira
pessoa do singular.
 O mais adequado é construí-la com o
"nós" ou utilizar-se de recursos que
tomem o texto impessoal.
 Assim, por exemplo, as seguintes expressões:
"conclui-se que",
"percebe-se pela leitura do texto",
"é válido supor",
"ter-se-ia de dizer",
"verifícar-se-á" etc.
 Não é necessário, portanto, dizer:
"conforme vimos no item anterior".
Diz-se: "conforme visto no item
anterior", ou, em vez de "dissemos
que", "foi dito que" etc..
 Apesar do uso do "nós" ou da expressão
impessoal ser o mais indicado, pode
acontecer de em determinados trechos do
trabalho você ter de utilizar o "eu" para
não prejudicar o entendimento. Variar-se-
á, nesse caso, a forma para salvar a
comunicação.”
Exemplos da utilização de alguns
verbos na forma impessoal.
Referências
Guia tcc passo a passo. Como fazer uma boa introdução de tcc.
Disponível em: <http://guiatcc.blogspot.com.br/2012/06/como-fazer-
uma-boa-introducao-de-tcc.html>. Acesso em: 27/06/2016
TEMPOS VERBAIS E PESSOA EM TEXTOS CIENTÍFICOS. Disponível em:
<http://professorwellington.adm.br/tempo.htm>. Acesso em:
27/06/2016
Lição de casa:
 A partir do trabalho já feito, aprofunde a
proposta e produza uma introdução
baseado nas orientações que foram
apresentadas.
 Bom trabalho!
 Professor Alan Aparecido Gonçalves.
Como fazer uma boa introdução de tcc

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Normas da abnt
Normas da abntNormas da abnt
Aula tcc
Aula tccAula tcc
Aula tcc
André Bem
 
Análise de Dados
Análise de DadosAnálise de Dados
Análise de Dados
Lucila Pesce
 
Normas Abnt
Normas AbntNormas Abnt
Normas Abnt
verafurlan
 
Elaboração do projeto de pesquisa
Elaboração do projeto de pesquisaElaboração do projeto de pesquisa
Elaboração do projeto de pesquisa
Sandra Pereira
 
Revisão bibliográfica
Revisão bibliográficaRevisão bibliográfica
Apresentação abnt citações
Apresentação abnt citaçõesApresentação abnt citações
Apresentação abnt citações
Diogo Maxwell
 
Hipertensão
Hipertensão Hipertensão
Hipertensão
Nome Sobrenome
 
Apresentando TCC
Apresentando TCCApresentando TCC
Apresentando TCC
Felipe Goulart
 
4 estrutura do trabalho acadêmico tcc
4 estrutura do trabalho acadêmico   tcc4 estrutura do trabalho acadêmico   tcc
4 estrutura do trabalho acadêmico tcc
diemili
 
Métodos e tipos de pesquisa
Métodos e tipos de pesquisaMétodos e tipos de pesquisa
Métodos e tipos de pesquisa
Isabella Marra
 
Aula 3 revisão de literatura e metodologia
Aula 3 revisão de literatura e metodologiaAula 3 revisão de literatura e metodologia
Aula 3 revisão de literatura e metodologia
bioalvarenga
 
TCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva Muñoz
TCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva MuñozTCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva Muñoz
TCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva Muñoz
Rilva Lopes de Sousa Muñoz
 
aula de tcc: estrutura da introdução e conclusão
aula de tcc: estrutura da introdução e conclusãoaula de tcc: estrutura da introdução e conclusão
aula de tcc: estrutura da introdução e conclusão
Lordde Pinda
 
Apresentação metodologia do trabalho científico
Apresentação metodologia do trabalho científicoApresentação metodologia do trabalho científico
Apresentação metodologia do trabalho científico
Larissa Almada
 
Revisão Sistemática da Literatura
Revisão Sistemática da LiteraturaRevisão Sistemática da Literatura
Revisão Sistemática da Literatura
Rilva Lopes de Sousa Muñoz
 
Aula - Guia de Citações (ABNT-UFC)
Aula - Guia de Citações (ABNT-UFC)Aula - Guia de Citações (ABNT-UFC)
Aula - Guia de Citações (ABNT-UFC)
Fábio de Oliveira Matos
 
Análise e interpratação dos dados
Análise e interpratação dos dadosAnálise e interpratação dos dados
Análise e interpratação dos dados
Adamo Cruz
 
Metodologia científica
Metodologia científicaMetodologia científica
Aula 2 elaboração trabalhos científicos
Aula 2   elaboração trabalhos científicosAula 2   elaboração trabalhos científicos
Aula 2 elaboração trabalhos científicos
Rodrigo Abreu
 

Mais procurados (20)

Normas da abnt
Normas da abntNormas da abnt
Normas da abnt
 
Aula tcc
Aula tccAula tcc
Aula tcc
 
Análise de Dados
Análise de DadosAnálise de Dados
Análise de Dados
 
Normas Abnt
Normas AbntNormas Abnt
Normas Abnt
 
Elaboração do projeto de pesquisa
Elaboração do projeto de pesquisaElaboração do projeto de pesquisa
Elaboração do projeto de pesquisa
 
Revisão bibliográfica
Revisão bibliográficaRevisão bibliográfica
Revisão bibliográfica
 
Apresentação abnt citações
Apresentação abnt citaçõesApresentação abnt citações
Apresentação abnt citações
 
Hipertensão
Hipertensão Hipertensão
Hipertensão
 
Apresentando TCC
Apresentando TCCApresentando TCC
Apresentando TCC
 
4 estrutura do trabalho acadêmico tcc
4 estrutura do trabalho acadêmico   tcc4 estrutura do trabalho acadêmico   tcc
4 estrutura do trabalho acadêmico tcc
 
Métodos e tipos de pesquisa
Métodos e tipos de pesquisaMétodos e tipos de pesquisa
Métodos e tipos de pesquisa
 
Aula 3 revisão de literatura e metodologia
Aula 3 revisão de literatura e metodologiaAula 3 revisão de literatura e metodologia
Aula 3 revisão de literatura e metodologia
 
TCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva Muñoz
TCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva MuñozTCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva Muñoz
TCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva Muñoz
 
aula de tcc: estrutura da introdução e conclusão
aula de tcc: estrutura da introdução e conclusãoaula de tcc: estrutura da introdução e conclusão
aula de tcc: estrutura da introdução e conclusão
 
Apresentação metodologia do trabalho científico
Apresentação metodologia do trabalho científicoApresentação metodologia do trabalho científico
Apresentação metodologia do trabalho científico
 
Revisão Sistemática da Literatura
Revisão Sistemática da LiteraturaRevisão Sistemática da Literatura
Revisão Sistemática da Literatura
 
Aula - Guia de Citações (ABNT-UFC)
Aula - Guia de Citações (ABNT-UFC)Aula - Guia de Citações (ABNT-UFC)
Aula - Guia de Citações (ABNT-UFC)
 
Análise e interpratação dos dados
Análise e interpratação dos dadosAnálise e interpratação dos dados
Análise e interpratação dos dados
 
Metodologia científica
Metodologia científicaMetodologia científica
Metodologia científica
 
Aula 2 elaboração trabalhos científicos
Aula 2   elaboração trabalhos científicosAula 2   elaboração trabalhos científicos
Aula 2 elaboração trabalhos científicos
 

Destaque

Manual do TCC
Manual do TCCManual do TCC
Manual do TCC
Alan
 
As teorias socialistas 1
As teorias socialistas 1As teorias socialistas 1
As teorias socialistas 1
Alan
 
Platão Sociedade Grega
Platão Sociedade GregaPlatão Sociedade Grega
Platão Sociedade Grega
Alan
 
Era dos paradigmas rené descartes
Era dos paradigmas  rené descartesEra dos paradigmas  rené descartes
Era dos paradigmas rené descartes
Alan
 
Paradigmas do Pensamento Ocidental
Paradigmas do Pensamento OcidentalParadigmas do Pensamento Ocidental
Paradigmas do Pensamento Ocidental
Alan
 
Bioética
BioéticaBioética
Bioética
Alan
 
Revisão Geral da História da Filosofia
Revisão Geral da História da FilosofiaRevisão Geral da História da Filosofia
Revisão Geral da História da Filosofia
Alan
 
Filosofia politica de maquiavel a rosseau
Filosofia politica   de maquiavel a rosseauFilosofia politica   de maquiavel a rosseau
Filosofia politica de maquiavel a rosseau
Alan
 
Lógica formal
Lógica formalLógica formal
Lógica formal
Alan
 
Dos pré socráticos ao medievais
Dos pré socráticos ao medievaisDos pré socráticos ao medievais
Dos pré socráticos ao medievais
Alan
 
Belle époque parte ii_3º ano
Belle époque parte ii_3º anoBelle époque parte ii_3º ano
Belle époque parte ii_3º ano
Alan
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
Alan
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
Alan
 
Belle epoque
Belle epoqueBelle epoque
Belle epoque
Alan
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
Alan
 
A teoria politica de Aristóteles
A teoria politica de AristótelesA teoria politica de Aristóteles
A teoria politica de Aristóteles
Alan
 
Ética Moral e Valores.
Ética Moral e Valores.Ética Moral e Valores.
Ética Moral e Valores.
Secretaria da Educação
 

Destaque (17)

Manual do TCC
Manual do TCCManual do TCC
Manual do TCC
 
As teorias socialistas 1
As teorias socialistas 1As teorias socialistas 1
As teorias socialistas 1
 
Platão Sociedade Grega
Platão Sociedade GregaPlatão Sociedade Grega
Platão Sociedade Grega
 
Era dos paradigmas rené descartes
Era dos paradigmas  rené descartesEra dos paradigmas  rené descartes
Era dos paradigmas rené descartes
 
Paradigmas do Pensamento Ocidental
Paradigmas do Pensamento OcidentalParadigmas do Pensamento Ocidental
Paradigmas do Pensamento Ocidental
 
Bioética
BioéticaBioética
Bioética
 
Revisão Geral da História da Filosofia
Revisão Geral da História da FilosofiaRevisão Geral da História da Filosofia
Revisão Geral da História da Filosofia
 
Filosofia politica de maquiavel a rosseau
Filosofia politica   de maquiavel a rosseauFilosofia politica   de maquiavel a rosseau
Filosofia politica de maquiavel a rosseau
 
Lógica formal
Lógica formalLógica formal
Lógica formal
 
Dos pré socráticos ao medievais
Dos pré socráticos ao medievaisDos pré socráticos ao medievais
Dos pré socráticos ao medievais
 
Belle époque parte ii_3º ano
Belle époque parte ii_3º anoBelle époque parte ii_3º ano
Belle époque parte ii_3º ano
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
Belle epoque
Belle epoqueBelle epoque
Belle epoque
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
A teoria politica de Aristóteles
A teoria politica de AristótelesA teoria politica de Aristóteles
A teoria politica de Aristóteles
 
Ética Moral e Valores.
Ética Moral e Valores.Ética Moral e Valores.
Ética Moral e Valores.
 

Semelhante a Como fazer uma boa introdução de tcc

Como fazer um trabalho?
Como fazer um trabalho?Como fazer um trabalho?
Como fazer um trabalho?
ildamaria
 
Como se faz uma tese :: Umberto Eco
Como se faz uma tese :: Umberto EcoComo se faz uma tese :: Umberto Eco
Como se faz uma tese :: Umberto Eco
André Camargo
 
Folheto como fazer um trabalho escolar
Folheto como fazer um trabalho escolarFolheto como fazer um trabalho escolar
Folheto como fazer um trabalho escolar
filo-lima
 
Texto dissertativo argumentativo
Texto dissertativo argumentativoTexto dissertativo argumentativo
Texto dissertativo argumentativo
Clarisete Oliveira
 
TCC
TCCTCC
MONOGRAFIA E TCC BRASILIA
MONOGRAFIA E TCC BRASILIAMONOGRAFIA E TCC BRASILIA
MONOGRAFIA E TCC BRASILIA
Michael Moraes
 
Modelo trabalho 2° ano probabilidade
Modelo trabalho 2° ano probabilidadeModelo trabalho 2° ano probabilidade
Modelo trabalho 2° ano probabilidade
André Tavares
 
Trabalho de espanhol
Trabalho de espanholTrabalho de espanhol
Trabalho de espanhol
Robério Hillel
 
Como realizar o fichamento
Como realizar o fichamentoComo realizar o fichamento
Como realizar o fichamento
Faell Vasconcelos
 
CONTROLADORIA PARA ALTO CUSTO NA ASSISTÊNCIA À SAÚDE
CONTROLADORIA PARA ALTO CUSTO NA ASSISTÊNCIA À SAÚDECONTROLADORIA PARA ALTO CUSTO NA ASSISTÊNCIA À SAÚDE
CONTROLADORIA PARA ALTO CUSTO NA ASSISTÊNCIA À SAÚDE
Luiza Negretti
 
Apostila
ApostilaApostila
Aula_2_Metodologia_ da pesquisa científicaRESUMO.ppt
Aula_2_Metodologia_ da pesquisa científicaRESUMO.pptAula_2_Metodologia_ da pesquisa científicaRESUMO.ppt
Aula_2_Metodologia_ da pesquisa científicaRESUMO.ppt
ssuser51efd7
 
ReferêNcias Para A ElaboraçãO De Um Artigo De Pesquisa
ReferêNcias Para A ElaboraçãO De Um Artigo De PesquisaReferêNcias Para A ElaboraçãO De Um Artigo De Pesquisa
ReferêNcias Para A ElaboraçãO De Um Artigo De Pesquisa
joao jose saraiva da fonseca
 
Artigo Científico - Passo a Passo.pdf
Artigo Científico - Passo a Passo.pdfArtigo Científico - Passo a Passo.pdf
Artigo Científico - Passo a Passo.pdf
IsaacBruno8
 
aula 2.pdf
aula 2.pdfaula 2.pdf
aula 2.pdf
fernandamoliterno1
 
2 características da dissertação 9º ano 2009
2 características da dissertação    9º ano 20092 características da dissertação    9º ano 2009
2 características da dissertação 9º ano 2009
Cristiane Paula Czepak Cris
 
Fichamento
FichamentoFichamento
Fichamento
André luis
 
MODELO TCC .pdf
MODELO TCC                           .pdfMODELO TCC                           .pdf
MODELO TCC .pdf
HELLEN CRISTINA
 
MODELO TCC .pdf
MODELO TCC                                    .pdfMODELO TCC                                    .pdf
MODELO TCC .pdf
HELLEN CRISTINA
 
MODELO TC C.pdf
MODELO TC                                  C.pdfMODELO TC                                  C.pdf
MODELO TC C.pdf
HELLEN CRISTINA
 

Semelhante a Como fazer uma boa introdução de tcc (20)

Como fazer um trabalho?
Como fazer um trabalho?Como fazer um trabalho?
Como fazer um trabalho?
 
Como se faz uma tese :: Umberto Eco
Como se faz uma tese :: Umberto EcoComo se faz uma tese :: Umberto Eco
Como se faz uma tese :: Umberto Eco
 
Folheto como fazer um trabalho escolar
Folheto como fazer um trabalho escolarFolheto como fazer um trabalho escolar
Folheto como fazer um trabalho escolar
 
Texto dissertativo argumentativo
Texto dissertativo argumentativoTexto dissertativo argumentativo
Texto dissertativo argumentativo
 
TCC
TCCTCC
TCC
 
MONOGRAFIA E TCC BRASILIA
MONOGRAFIA E TCC BRASILIAMONOGRAFIA E TCC BRASILIA
MONOGRAFIA E TCC BRASILIA
 
Modelo trabalho 2° ano probabilidade
Modelo trabalho 2° ano probabilidadeModelo trabalho 2° ano probabilidade
Modelo trabalho 2° ano probabilidade
 
Trabalho de espanhol
Trabalho de espanholTrabalho de espanhol
Trabalho de espanhol
 
Como realizar o fichamento
Como realizar o fichamentoComo realizar o fichamento
Como realizar o fichamento
 
CONTROLADORIA PARA ALTO CUSTO NA ASSISTÊNCIA À SAÚDE
CONTROLADORIA PARA ALTO CUSTO NA ASSISTÊNCIA À SAÚDECONTROLADORIA PARA ALTO CUSTO NA ASSISTÊNCIA À SAÚDE
CONTROLADORIA PARA ALTO CUSTO NA ASSISTÊNCIA À SAÚDE
 
Apostila
ApostilaApostila
Apostila
 
Aula_2_Metodologia_ da pesquisa científicaRESUMO.ppt
Aula_2_Metodologia_ da pesquisa científicaRESUMO.pptAula_2_Metodologia_ da pesquisa científicaRESUMO.ppt
Aula_2_Metodologia_ da pesquisa científicaRESUMO.ppt
 
ReferêNcias Para A ElaboraçãO De Um Artigo De Pesquisa
ReferêNcias Para A ElaboraçãO De Um Artigo De PesquisaReferêNcias Para A ElaboraçãO De Um Artigo De Pesquisa
ReferêNcias Para A ElaboraçãO De Um Artigo De Pesquisa
 
Artigo Científico - Passo a Passo.pdf
Artigo Científico - Passo a Passo.pdfArtigo Científico - Passo a Passo.pdf
Artigo Científico - Passo a Passo.pdf
 
aula 2.pdf
aula 2.pdfaula 2.pdf
aula 2.pdf
 
2 características da dissertação 9º ano 2009
2 características da dissertação    9º ano 20092 características da dissertação    9º ano 2009
2 características da dissertação 9º ano 2009
 
Fichamento
FichamentoFichamento
Fichamento
 
MODELO TCC .pdf
MODELO TCC                           .pdfMODELO TCC                           .pdf
MODELO TCC .pdf
 
MODELO TCC .pdf
MODELO TCC                                    .pdfMODELO TCC                                    .pdf
MODELO TCC .pdf
 
MODELO TC C.pdf
MODELO TC                                  C.pdfMODELO TC                                  C.pdf
MODELO TC C.pdf
 

Mais de Alan

As teorias socialistas 2019
As teorias socialistas 2019As teorias socialistas 2019
As teorias socialistas 2019
Alan
 
Grecia antiga 1 termo a e b
Grecia antiga   1 termo a e bGrecia antiga   1 termo a e b
Grecia antiga 1 termo a e b
Alan
 
Neocolonialismo e primeira guerra mundial
Neocolonialismo e primeira guerra mundialNeocolonialismo e primeira guerra mundial
Neocolonialismo e primeira guerra mundial
Alan
 
Guerra civil espanhola
Guerra civil espanholaGuerra civil espanhola
Guerra civil espanhola
Alan
 
O conhecimento filosófico
O conhecimento filosóficoO conhecimento filosófico
O conhecimento filosófico
Alan
 
As teorias socialistas
As teorias socialistasAs teorias socialistas
As teorias socialistas
Alan
 
Globalização e revolução cientifica
Globalização e revolução cientificaGlobalização e revolução cientifica
Globalização e revolução cientifica
Alan
 
O método das ciências humanas
O método das ciências humanasO método das ciências humanas
O método das ciências humanas
Alan
 
A revolução científica do século xvii
A revolução científica do século xviiA revolução científica do século xvii
A revolução científica do século xvii
Alan
 
Liberalismo, neoliberalismo e globalização
Liberalismo, neoliberalismo e globalizaçãoLiberalismo, neoliberalismo e globalização
Liberalismo, neoliberalismo e globalização
Alan
 
Resumo abnt
Resumo abntResumo abnt
Resumo abnt
Alan
 
Orientação da sequencia filosófica do trabalho
Orientação da sequencia filosófica do trabalhoOrientação da sequencia filosófica do trabalho
Orientação da sequencia filosófica do trabalho
Alan
 
Capa trabalho
Capa trabalhoCapa trabalho
Capa trabalho
Alan
 
GRUPOS E TEMAS DOS TRABALHOS
GRUPOS E TEMAS DOS TRABALHOSGRUPOS E TEMAS DOS TRABALHOS
GRUPOS E TEMAS DOS TRABALHOS
Alan
 

Mais de Alan (14)

As teorias socialistas 2019
As teorias socialistas 2019As teorias socialistas 2019
As teorias socialistas 2019
 
Grecia antiga 1 termo a e b
Grecia antiga   1 termo a e bGrecia antiga   1 termo a e b
Grecia antiga 1 termo a e b
 
Neocolonialismo e primeira guerra mundial
Neocolonialismo e primeira guerra mundialNeocolonialismo e primeira guerra mundial
Neocolonialismo e primeira guerra mundial
 
Guerra civil espanhola
Guerra civil espanholaGuerra civil espanhola
Guerra civil espanhola
 
O conhecimento filosófico
O conhecimento filosóficoO conhecimento filosófico
O conhecimento filosófico
 
As teorias socialistas
As teorias socialistasAs teorias socialistas
As teorias socialistas
 
Globalização e revolução cientifica
Globalização e revolução cientificaGlobalização e revolução cientifica
Globalização e revolução cientifica
 
O método das ciências humanas
O método das ciências humanasO método das ciências humanas
O método das ciências humanas
 
A revolução científica do século xvii
A revolução científica do século xviiA revolução científica do século xvii
A revolução científica do século xvii
 
Liberalismo, neoliberalismo e globalização
Liberalismo, neoliberalismo e globalizaçãoLiberalismo, neoliberalismo e globalização
Liberalismo, neoliberalismo e globalização
 
Resumo abnt
Resumo abntResumo abnt
Resumo abnt
 
Orientação da sequencia filosófica do trabalho
Orientação da sequencia filosófica do trabalhoOrientação da sequencia filosófica do trabalho
Orientação da sequencia filosófica do trabalho
 
Capa trabalho
Capa trabalhoCapa trabalho
Capa trabalho
 
GRUPOS E TEMAS DOS TRABALHOS
GRUPOS E TEMAS DOS TRABALHOSGRUPOS E TEMAS DOS TRABALHOS
GRUPOS E TEMAS DOS TRABALHOS
 

Último

A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 

Último (20)

A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 

Como fazer uma boa introdução de tcc

  • 1. Como fazer uma boa introdução de TCC O que falta em nossa introdução para que esta seja, pelo menos, mais aceita pelos professores e pela instituição de ensino?
  • 2.  Uma introdução, como o próprio nome já diz, tem a função de introduzir o leitor ao tema, isto é, a partir dela temos uma visão total do trabalho de forma sucinta e objetiva.
  • 3.  Uma boa introdução tem de 10 a 14 parágrafos. E deve conter todos os elementos do projeto de pesquisa como: tema, pergunta problema, hipótese, enfim.  Cerca de 1000 palavras;  De 2 a 3 laudas;
  • 4. Analisemos a estrutura de uma introdução:
  • 5.
  • 6.  1º e 2º Parágrafos: Devem conter o tema e se fazer uma contextualização de tudo que será abordado no trabalho.
  • 7.  3º Parágrafo: Aqui você expõe o problema de pesquisa (pergunta problema) de seu TCC.
  • 8.  4º Parágrafo: Aqui você coloca as hipóteses, isto é, as "respostas" do problema de pesquisa as quais seu trabalho tentará provar.
  • 9.  5º Parágrafo: Aqui são apresentados os objetivos do trabalho. Tanto o geral, quanto os específicos.
  • 10.  6º Parágrafo:  Apresentam-se as justificativas do trabalho.  Mas o que é isso?  A justificativa do trabalho é a importância do mesmo.  Aqui apresentamos o porquê de o trabalho ser importante?  Qual a importância do trabalho para a sociedade, comunidade científica, pessoal...?
  • 11.  7º Parágrafo: Apresenta qual a metodologia adotada pelo trabalho. Pesquisa bibliográfica, de campo? Depois de especificar qual tipo de pesquisa é, lembre-se de que especificar os procedimentos? Se for pesquisa de bibliografia, o que se fará?  Resposta: resumo e fichamento dos livros lidos etc.  A mesma coisa com qualquer tipo de pesquisa. Também é oportuno, neste parágrafo, apresentar os principais autores que embasarão a pesquisa. Lembre-se que este parágrafos pode se estender para mais de 1.
  • 12.  8º Parágrafo:  Apresenta-se a estrutura dos capítulos do trabalho.  Em quantos capítulos o trabalho está dividido?  Sobre o que trata cada capítulo?
  • 14.  A introdução ao mesmo tempo que é uma das primeiras tarefas a ser feita, também é uma das últimas; ou seja, começa-se a elaborá-la no começo do trabalho e termina-se no final, com tudo pronto. Isto acontece porque é muito difícil prevermos todos os autores que serão citados no decorrer das linhas de investigação e elaboração do trabalho. Assim também, considera-se que alguma particularidade do trabalho pode ser adaptada e melhorada durante a elaboração do mesmo.
  • 15.  Todos os parágrafos podem ser estendidos para mais de um Algumas instituições de ensino não exigem todos estes tópicos, como o problema de pesquisa, por exemplo. Neste caso, apenas desconsidere o parágrafos específico. Lembre-se que a introdução toda é texto corrido, não podendo ter títulos, como por exemplo: bla bla bla bla....  OBJETIVOS: Analisar bla bla bla....  Isto não existe, a menos que seja indicado assim pela instituição.
  • 16.  Tente sempre começar o parágrafo de cada tópico como nos exemplos abaixo:  OBJETIVOS: -O objetivo geral da pesquisa é; -A principal finalidade deste trabalho é;  JUSTIFICATIVA: -A importância deste trabalho se reflete em; -A relevância do trabalho pode ser considerada de irrefutável indispensabilidade, pois;  METODOLOGIA: -Metodologicamente, este trabalho adotou o tipo de pesquisa... TEMA / DELIMITAÇÃO: -O trabalho ostenta o seguinte tema; -O tema deste trabalho é; PERGUNTA / PROBLEMA DE PESQUISA: -O trabalho parte do seguinte problema de pesquisa; -O trabalho visa a responder a seguinte pergunta.
  • 18.  Uma dúvida corrente: o estudante deve produzir seu texto na primeira pessoa do singular ("eu acredito que...") ou na primeira do plural ("nós pensamos que...")?
  • 19.  A comunicação científica deve ter um caráter formal e impessoal. Por conta disso, deve-se evitar a construção da oração na primeira pessoa do singular.  O mais adequado é construí-la com o "nós" ou utilizar-se de recursos que tomem o texto impessoal.  Assim, por exemplo, as seguintes expressões: "conclui-se que", "percebe-se pela leitura do texto", "é válido supor", "ter-se-ia de dizer", "verifícar-se-á" etc.
  • 20.  Não é necessário, portanto, dizer: "conforme vimos no item anterior". Diz-se: "conforme visto no item anterior", ou, em vez de "dissemos que", "foi dito que" etc..  Apesar do uso do "nós" ou da expressão impessoal ser o mais indicado, pode acontecer de em determinados trechos do trabalho você ter de utilizar o "eu" para não prejudicar o entendimento. Variar-se- á, nesse caso, a forma para salvar a comunicação.”
  • 21. Exemplos da utilização de alguns verbos na forma impessoal.
  • 22. Referências Guia tcc passo a passo. Como fazer uma boa introdução de tcc. Disponível em: <http://guiatcc.blogspot.com.br/2012/06/como-fazer- uma-boa-introducao-de-tcc.html>. Acesso em: 27/06/2016 TEMPOS VERBAIS E PESSOA EM TEXTOS CIENTÍFICOS. Disponível em: <http://professorwellington.adm.br/tempo.htm>. Acesso em: 27/06/2016
  • 23. Lição de casa:  A partir do trabalho já feito, aprofunde a proposta e produza uma introdução baseado nas orientações que foram apresentadas.  Bom trabalho!  Professor Alan Aparecido Gonçalves.