SlideShare uma empresa Scribd logo
CLASSICISMO
LITERATURA
PROF. ADRIANA
CHRISTINNE
O que é o Classicismo?
É a assimilação da cultura greco-latina, promovida pelos
humanistas.
LITERATURA
PROF. ADRIANA CHRISTINNE
É a face literária do Renascimento, movimento de renovação
científica, artística e cultural que marca o fim da Idade Média e o
nascimento da Idade Moderna na Europa.
O Renascimento é fruto do crescimento gradativo da burguesia
comercial e das atividades econômicas entre as cidades
europeias.
LITERATURA
PROF. ADRIANA CHRISTINNE
O Classicismo português começa em 1527, quando o poeta Francisco
Sá de Miranda retorna da Itália a Portugal com ideias de renovação
literária (caso do soneto, nova forma de composição poética).
LITERATURA
PROF. ADRIANA CHRISTINNE
CARACTERÍSTICAS
• Valorização dos aspectos culturais e filosóficos da cultura das antigas
Grécia e Roma;
• Influência do pensamento humanista;
• Antropocentrismo: o homem como o centro do Universo;
• Críticas às explicações e a visão de mundo pautada pela religião;
• Equilíbrio entre razão e emoção, entre razão e imaginação;
• Valores ideais do Bem, da Beleza e da Verdade;
LITERATURA
PROF. ADRIANA CHRISTINNE
• Racionalismo: valorização das explicações baseadas na ciência;
• Busca do equilíbrio, rigor e pureza formal;
• Universalismo: abordagem de temas universais como, por exemplo,
os sentimentos humanos;
• Objetivismo;
LITERATURA
PROF. ADRIANA CHRISTINNE
Principais representantes do Classicismo dos séculos XIV ao XVI:
• Na literatura destacou-se o escritor português Camões, autor da
grandiosa obra Os Lusíadas. Podemos também destacar os escritores:
Dante Alighieri, Petrarca e Boccacio.
LITERATURA
PROF. ADRIANA CHRISTINNE
• Luís Vaz de Camões (1524/25(?)-1580) é
considerado o maior poeta renascentista
português e uma das mais expressivas vozes
de nossa língua;
• O poeta nasceu pobre e morreu quase
miserável, solitário e infeliz;
• com pouco mais de vinte anos, perdeu o
olho direito em Ceuta, onde servia como
soldado;
• OBRAS DE CAMÕES:
* Poesia lírica: Rimas
* Epopéia: Os lusíadas
* Teatro – comédias: Anfitriões, El-Rei
Seleuco, Filodemo
LITERATURA
PROF. ADRIANA CHRISTINNE
Dante Alighieri foi um escritor, poeta e político
florentino, nascido na atual Itália. É considerado
o primeiro e maior poeta da língua italiana,
definido como il sommo poeta.
A "Divina Comédia" conta uma viagem
imaginária de Dante. O poeta romano Virgílio,
seu autor clássico preferido, é o guia no
caminho pelo Inferno e Purgatório, onde se
encontram personalidades históricas e muitos
poderosos da época.
LITERATURA
PROF. ADRIANA CHRISTINNE
• I. A lírica camoniana
• Sua obra pode ser considerada uma síntese entre a tradição poética
portuguesa e as inovações renascentistas. E podem ter:
• * medida velha – versos redondilhos maiores e menores.
• * medida nova – versos decassílabos.
LITERATURA
PROF. ADRIANA CHRISTINNE
O amor
• A lírica amorosa camoniana está ligada a uma concepção
neoplatônica do amor. Isto quer dizer que, para Camões, o Amor (com
letra maiúscula) é um ideal superior, único e perfeito, o Bem supremo
pelo qual ansiamos. Mas, seres decaídos e imperfeitos, somos
incapazes de atingir esse ideal.
LITERATURA
PROF. ADRIANA CHRISTINNE
II. A épica camoniana – Os Lusíadas
• Os Lusíadas são uma das principais obras literárias do Renascimento
europeu.
• Camões segue os modelos clássicas de Homero (a Ilíada e a Odisséia)
e, sobretudo, de Virgílio (a Eneida). Mas, como epopeia renascentista,
seu poema reflete perfeitamente os ideais, a mentalidade e as
contradições do século XVI.
LITERATURA
PROF. ADRIANA CHRISTINNE
LITERATURA
PROF. ADRIANA CHRISTINNE
LITERATURA
PROF. ADRIANA CHRISTINNE
LITERATURA
PROF. ADRIANA CHRISTINNE
Nas artes plásticas, podemos destacar:
• Leonardo da Vinci;
• Michelangelo;
• Rafael Sanzio, Ticiano, Andrea Mantegna, Nicolas Poussin, Claudio de
Lorena entre outros.
LITERATURA
PROF. ADRIANA CHRISTINNE

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

ROMANTISMO
ROMANTISMOROMANTISMO
ROMANTISMO
Marcimária Xavier
 
Quinhentismo
Quinhentismo Quinhentismo
Quinhentismo
Cláudia Heloísa
 
Literatura - Barroco
Literatura - BarrocoLiteratura - Barroco
Literatura - Barroco
CrisBiagio
 
Humanismo - Literatura
Humanismo - LiteraturaHumanismo - Literatura
Humanismo - Literatura
Andriane Cursino
 
Arcadismo no Brasil
Arcadismo no BrasilArcadismo no Brasil
Arcadismo no Brasil
Rayane Anchieta
 
Gêneros literários
Gêneros literáriosGêneros literários
Gêneros literários
Carolina Loçasso Pereira
 
Trovadorismo I
Trovadorismo ITrovadorismo I
Trovadorismo I
Cláudia Heloísa
 
Ppt realismo (1)
Ppt realismo (1)Ppt realismo (1)
Ppt realismo (1)
Equipemundi2014
 
Modernismo
Modernismo Modernismo
Modernismo
Cláudia Heloísa
 
Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)
Josie Ubiali
 
Realismo no brasil
Realismo no brasilRealismo no brasil
Realismo no brasil
Karoline Tavares
 
O Realismo no Brasil
O Realismo no BrasilO Realismo no Brasil
O Realismo no Brasil
Israel Ferreira
 
Toda a Literatura
Toda a LiteraturaToda a Literatura
Toda a Literatura
Hildalene Pinheiro
 
Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
luarefletindo
 
Romantismo - aula
Romantismo - aulaRomantismo - aula
Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
Adrielle Itaparica
 
Classicismo
ClassicismoClassicismo
Classicismo
Claudia Ribeiro
 
Parnasianismo'
Parnasianismo'Parnasianismo'
Terceira geração modernista
Terceira geração modernista Terceira geração modernista
Terceira geração modernista
Claudio Soares
 
Barroco
Barroco   Barroco

Mais procurados (20)

ROMANTISMO
ROMANTISMOROMANTISMO
ROMANTISMO
 
Quinhentismo
Quinhentismo Quinhentismo
Quinhentismo
 
Literatura - Barroco
Literatura - BarrocoLiteratura - Barroco
Literatura - Barroco
 
Humanismo - Literatura
Humanismo - LiteraturaHumanismo - Literatura
Humanismo - Literatura
 
Arcadismo no Brasil
Arcadismo no BrasilArcadismo no Brasil
Arcadismo no Brasil
 
Gêneros literários
Gêneros literáriosGêneros literários
Gêneros literários
 
Trovadorismo I
Trovadorismo ITrovadorismo I
Trovadorismo I
 
Ppt realismo (1)
Ppt realismo (1)Ppt realismo (1)
Ppt realismo (1)
 
Modernismo
Modernismo Modernismo
Modernismo
 
Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)
 
Realismo no brasil
Realismo no brasilRealismo no brasil
Realismo no brasil
 
O Realismo no Brasil
O Realismo no BrasilO Realismo no Brasil
O Realismo no Brasil
 
Toda a Literatura
Toda a LiteraturaToda a Literatura
Toda a Literatura
 
Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
 
Romantismo - aula
Romantismo - aulaRomantismo - aula
Romantismo - aula
 
Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
 
Classicismo
ClassicismoClassicismo
Classicismo
 
Parnasianismo'
Parnasianismo'Parnasianismo'
Parnasianismo'
 
Terceira geração modernista
Terceira geração modernista Terceira geração modernista
Terceira geração modernista
 
Barroco
Barroco   Barroco
Barroco
 

Semelhante a Classicismo

O renascimento ou classicismo 1º ano
O renascimento ou classicismo  1º anoO renascimento ou classicismo  1º ano
O renascimento ou classicismo 1º ano
Colégio Santa Luzia
 
Luis de Camões
Luis de CamõesLuis de Camões
Luis de Camões
RodrigoSilva186205
 
Classicismo
ClassicismoClassicismo
Classicismo
Adeildo Júnior
 
Luís de camões
Luís de camõesLuís de camões
Luís de camões
Ana Helena
 
Escolas literárias-enem
Escolas literárias-enemEscolas literárias-enem
Escolas literárias-enem
Maria Cristina Almeida
 
Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01
Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01
Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01
Ma_rcia
 
Aula classicismo
Aula classicismoAula classicismo
Aula classicismo
Thani Almeida
 
Revisão literatura
Revisão   literaturaRevisão   literatura
Revisão literatura
Kátia Silva da Costa
 
Os Lusíadas
Os LusíadasOs Lusíadas
Os Lusíadas
António Cunha
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Arcadismo
Fernando Augusto
 
Os Lusíadas
Os LusíadasOs Lusíadas
Os Lusíadas
José Ferreira
 
Escolas literárias .pdf
Escolas literárias   .pdfEscolas literárias   .pdf
Escolas literárias .pdf
CindiaAianaFariaLima1
 
Revisão literatura - com exercícios
Revisão literatura - com exercíciosRevisão literatura - com exercícios
Revisão literatura - com exercícios
Robson Bertoldo
 
Literatura em portugal
Literatura em portugalLiteratura em portugal
Literatura em portugal
Sinziana Socol
 
Movimento Literário Classicismo em Portugal 1º ano D 2013
Movimento Literário Classicismo em Portugal 1º ano D 2013Movimento Literário Classicismo em Portugal 1º ano D 2013
Movimento Literário Classicismo em Portugal 1º ano D 2013
Doutora em Linguística Aplicada pela PUC-SP
 
História da literatura perspectiva universal
História da literatura perspectiva universalHistória da literatura perspectiva universal
História da literatura perspectiva universal
heleira02
 
Mapa Resumo classicismo
Mapa Resumo classicismoMapa Resumo classicismo
Mapa Resumo classicismo
Julimac
 
Amanda e Even1m9 - Classicismo
Amanda e Even1m9 - ClassicismoAmanda e Even1m9 - Classicismo
Amanda e Even1m9 - Classicismo
Ntevaiaescola
 
Os lusiadas
Os lusiadasOs lusiadas
Os lusiadas
Nataly Silva
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
harlissoncarvalho
 

Semelhante a Classicismo (20)

O renascimento ou classicismo 1º ano
O renascimento ou classicismo  1º anoO renascimento ou classicismo  1º ano
O renascimento ou classicismo 1º ano
 
Luis de Camões
Luis de CamõesLuis de Camões
Luis de Camões
 
Classicismo
ClassicismoClassicismo
Classicismo
 
Luís de camões
Luís de camõesLuís de camões
Luís de camões
 
Escolas literárias-enem
Escolas literárias-enemEscolas literárias-enem
Escolas literárias-enem
 
Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01
Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01
Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01
 
Aula classicismo
Aula classicismoAula classicismo
Aula classicismo
 
Revisão literatura
Revisão   literaturaRevisão   literatura
Revisão literatura
 
Os Lusíadas
Os LusíadasOs Lusíadas
Os Lusíadas
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Arcadismo
 
Os Lusíadas
Os LusíadasOs Lusíadas
Os Lusíadas
 
Escolas literárias .pdf
Escolas literárias   .pdfEscolas literárias   .pdf
Escolas literárias .pdf
 
Revisão literatura - com exercícios
Revisão literatura - com exercíciosRevisão literatura - com exercícios
Revisão literatura - com exercícios
 
Literatura em portugal
Literatura em portugalLiteratura em portugal
Literatura em portugal
 
Movimento Literário Classicismo em Portugal 1º ano D 2013
Movimento Literário Classicismo em Portugal 1º ano D 2013Movimento Literário Classicismo em Portugal 1º ano D 2013
Movimento Literário Classicismo em Portugal 1º ano D 2013
 
História da literatura perspectiva universal
História da literatura perspectiva universalHistória da literatura perspectiva universal
História da literatura perspectiva universal
 
Mapa Resumo classicismo
Mapa Resumo classicismoMapa Resumo classicismo
Mapa Resumo classicismo
 
Amanda e Even1m9 - Classicismo
Amanda e Even1m9 - ClassicismoAmanda e Even1m9 - Classicismo
Amanda e Even1m9 - Classicismo
 
Os lusiadas
Os lusiadasOs lusiadas
Os lusiadas
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 

Mais de Colégio Santa Luzia

ORAÇÕES REDUZIDAS.pptx
ORAÇÕES REDUZIDAS.pptxORAÇÕES REDUZIDAS.pptx
ORAÇÕES REDUZIDAS.pptx
Colégio Santa Luzia
 
Sintaxe sintaxe
Sintaxe   sintaxeSintaxe   sintaxe
Sintaxe sintaxe
Colégio Santa Luzia
 
NUMERAL - GRAMÁTICA - MORFOLOGIA
NUMERAL - GRAMÁTICA - MORFOLOGIA NUMERAL - GRAMÁTICA - MORFOLOGIA
NUMERAL - GRAMÁTICA - MORFOLOGIA
Colégio Santa Luzia
 
Funcões da linguagem -
Funcões da linguagem - Funcões da linguagem -
Funcões da linguagem -
Colégio Santa Luzia
 
Carlos Drummond de Andrade - 2ª fase do Modernismo
Carlos Drummond de Andrade - 2ª fase do Modernismo Carlos Drummond de Andrade - 2ª fase do Modernismo
Carlos Drummond de Andrade - 2ª fase do Modernismo
Colégio Santa Luzia
 
Quinhentismo - Literatura de Informação
Quinhentismo - Literatura de InformaçãoQuinhentismo - Literatura de Informação
Quinhentismo - Literatura de Informação
Colégio Santa Luzia
 
Trovadorismo (Período Medieval) - Literatura - Prof. Adriana Christinne
Trovadorismo (Período Medieval) - Literatura - Prof. Adriana Christinne Trovadorismo (Período Medieval) - Literatura - Prof. Adriana Christinne
Trovadorismo (Período Medieval) - Literatura - Prof. Adriana Christinne
Colégio Santa Luzia
 
Adjetivo - Prof. Adriana Christinne - Gramática - Morfologia
Adjetivo - Prof. Adriana Christinne - Gramática - Morfologia Adjetivo - Prof. Adriana Christinne - Gramática - Morfologia
Adjetivo - Prof. Adriana Christinne - Gramática - Morfologia
Colégio Santa Luzia
 
Substantivo - Prof. Adriana Christinne - Gramática - Morfologia
Substantivo - Prof. Adriana Christinne - Gramática - Morfologia Substantivo - Prof. Adriana Christinne - Gramática - Morfologia
Substantivo - Prof. Adriana Christinne - Gramática - Morfologia
Colégio Santa Luzia
 
Modernismo no brasil – segunda fase poesia
Modernismo no brasil – segunda fase   poesiaModernismo no brasil – segunda fase   poesia
Modernismo no brasil – segunda fase poesia
Colégio Santa Luzia
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Naturalismo brasileiro e português
Naturalismo brasileiro e portuguêsNaturalismo brasileiro e português
Naturalismo brasileiro e português
Colégio Santa Luzia
 
Realismo/Naturalismo
Realismo/NaturalismoRealismo/Naturalismo
Realismo/Naturalismo
Colégio Santa Luzia
 
Redação
RedaçãoRedação
Romantismo
RomantismoRomantismo
Semana de arte moderna e 1ª fase do Modernismo brasileiro
Semana de arte moderna e 1ª fase do Modernismo brasileiroSemana de arte moderna e 1ª fase do Modernismo brasileiro
Semana de arte moderna e 1ª fase do Modernismo brasileiro
Colégio Santa Luzia
 
Humanismo
HumanismoHumanismo
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
Colégio Santa Luzia
 
Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
Colégio Santa Luzia
 
Mário Quintana
Mário QuintanaMário Quintana
Mário Quintana
Colégio Santa Luzia
 

Mais de Colégio Santa Luzia (20)

ORAÇÕES REDUZIDAS.pptx
ORAÇÕES REDUZIDAS.pptxORAÇÕES REDUZIDAS.pptx
ORAÇÕES REDUZIDAS.pptx
 
Sintaxe sintaxe
Sintaxe   sintaxeSintaxe   sintaxe
Sintaxe sintaxe
 
NUMERAL - GRAMÁTICA - MORFOLOGIA
NUMERAL - GRAMÁTICA - MORFOLOGIA NUMERAL - GRAMÁTICA - MORFOLOGIA
NUMERAL - GRAMÁTICA - MORFOLOGIA
 
Funcões da linguagem -
Funcões da linguagem - Funcões da linguagem -
Funcões da linguagem -
 
Carlos Drummond de Andrade - 2ª fase do Modernismo
Carlos Drummond de Andrade - 2ª fase do Modernismo Carlos Drummond de Andrade - 2ª fase do Modernismo
Carlos Drummond de Andrade - 2ª fase do Modernismo
 
Quinhentismo - Literatura de Informação
Quinhentismo - Literatura de InformaçãoQuinhentismo - Literatura de Informação
Quinhentismo - Literatura de Informação
 
Trovadorismo (Período Medieval) - Literatura - Prof. Adriana Christinne
Trovadorismo (Período Medieval) - Literatura - Prof. Adriana Christinne Trovadorismo (Período Medieval) - Literatura - Prof. Adriana Christinne
Trovadorismo (Período Medieval) - Literatura - Prof. Adriana Christinne
 
Adjetivo - Prof. Adriana Christinne - Gramática - Morfologia
Adjetivo - Prof. Adriana Christinne - Gramática - Morfologia Adjetivo - Prof. Adriana Christinne - Gramática - Morfologia
Adjetivo - Prof. Adriana Christinne - Gramática - Morfologia
 
Substantivo - Prof. Adriana Christinne - Gramática - Morfologia
Substantivo - Prof. Adriana Christinne - Gramática - Morfologia Substantivo - Prof. Adriana Christinne - Gramática - Morfologia
Substantivo - Prof. Adriana Christinne - Gramática - Morfologia
 
Modernismo no brasil – segunda fase poesia
Modernismo no brasil – segunda fase   poesiaModernismo no brasil – segunda fase   poesia
Modernismo no brasil – segunda fase poesia
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Arcadismo
 
Naturalismo brasileiro e português
Naturalismo brasileiro e portuguêsNaturalismo brasileiro e português
Naturalismo brasileiro e português
 
Realismo/Naturalismo
Realismo/NaturalismoRealismo/Naturalismo
Realismo/Naturalismo
 
Redação
RedaçãoRedação
Redação
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Semana de arte moderna e 1ª fase do Modernismo brasileiro
Semana de arte moderna e 1ª fase do Modernismo brasileiroSemana de arte moderna e 1ª fase do Modernismo brasileiro
Semana de arte moderna e 1ª fase do Modernismo brasileiro
 
Humanismo
HumanismoHumanismo
Humanismo
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
 
Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
 
Mário Quintana
Mário QuintanaMário Quintana
Mário Quintana
 

Último

Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
CamilaSouza544051
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 

Último (20)

Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 

Classicismo

  • 2. O que é o Classicismo? É a assimilação da cultura greco-latina, promovida pelos humanistas. LITERATURA PROF. ADRIANA CHRISTINNE
  • 3. É a face literária do Renascimento, movimento de renovação científica, artística e cultural que marca o fim da Idade Média e o nascimento da Idade Moderna na Europa. O Renascimento é fruto do crescimento gradativo da burguesia comercial e das atividades econômicas entre as cidades europeias. LITERATURA PROF. ADRIANA CHRISTINNE
  • 4. O Classicismo português começa em 1527, quando o poeta Francisco Sá de Miranda retorna da Itália a Portugal com ideias de renovação literária (caso do soneto, nova forma de composição poética). LITERATURA PROF. ADRIANA CHRISTINNE
  • 5. CARACTERÍSTICAS • Valorização dos aspectos culturais e filosóficos da cultura das antigas Grécia e Roma; • Influência do pensamento humanista; • Antropocentrismo: o homem como o centro do Universo; • Críticas às explicações e a visão de mundo pautada pela religião; • Equilíbrio entre razão e emoção, entre razão e imaginação; • Valores ideais do Bem, da Beleza e da Verdade; LITERATURA PROF. ADRIANA CHRISTINNE
  • 6. • Racionalismo: valorização das explicações baseadas na ciência; • Busca do equilíbrio, rigor e pureza formal; • Universalismo: abordagem de temas universais como, por exemplo, os sentimentos humanos; • Objetivismo; LITERATURA PROF. ADRIANA CHRISTINNE
  • 7. Principais representantes do Classicismo dos séculos XIV ao XVI: • Na literatura destacou-se o escritor português Camões, autor da grandiosa obra Os Lusíadas. Podemos também destacar os escritores: Dante Alighieri, Petrarca e Boccacio. LITERATURA PROF. ADRIANA CHRISTINNE
  • 8. • Luís Vaz de Camões (1524/25(?)-1580) é considerado o maior poeta renascentista português e uma das mais expressivas vozes de nossa língua; • O poeta nasceu pobre e morreu quase miserável, solitário e infeliz; • com pouco mais de vinte anos, perdeu o olho direito em Ceuta, onde servia como soldado; • OBRAS DE CAMÕES: * Poesia lírica: Rimas * Epopéia: Os lusíadas * Teatro – comédias: Anfitriões, El-Rei Seleuco, Filodemo LITERATURA PROF. ADRIANA CHRISTINNE
  • 9. Dante Alighieri foi um escritor, poeta e político florentino, nascido na atual Itália. É considerado o primeiro e maior poeta da língua italiana, definido como il sommo poeta. A "Divina Comédia" conta uma viagem imaginária de Dante. O poeta romano Virgílio, seu autor clássico preferido, é o guia no caminho pelo Inferno e Purgatório, onde se encontram personalidades históricas e muitos poderosos da época. LITERATURA PROF. ADRIANA CHRISTINNE
  • 10. • I. A lírica camoniana • Sua obra pode ser considerada uma síntese entre a tradição poética portuguesa e as inovações renascentistas. E podem ter: • * medida velha – versos redondilhos maiores e menores. • * medida nova – versos decassílabos. LITERATURA PROF. ADRIANA CHRISTINNE
  • 11. O amor • A lírica amorosa camoniana está ligada a uma concepção neoplatônica do amor. Isto quer dizer que, para Camões, o Amor (com letra maiúscula) é um ideal superior, único e perfeito, o Bem supremo pelo qual ansiamos. Mas, seres decaídos e imperfeitos, somos incapazes de atingir esse ideal. LITERATURA PROF. ADRIANA CHRISTINNE
  • 12. II. A épica camoniana – Os Lusíadas • Os Lusíadas são uma das principais obras literárias do Renascimento europeu. • Camões segue os modelos clássicas de Homero (a Ilíada e a Odisséia) e, sobretudo, de Virgílio (a Eneida). Mas, como epopeia renascentista, seu poema reflete perfeitamente os ideais, a mentalidade e as contradições do século XVI. LITERATURA PROF. ADRIANA CHRISTINNE
  • 16. Nas artes plásticas, podemos destacar: • Leonardo da Vinci; • Michelangelo; • Rafael Sanzio, Ticiano, Andrea Mantegna, Nicolas Poussin, Claudio de Lorena entre outros. LITERATURA PROF. ADRIANA CHRISTINNE