SlideShare uma empresa Scribd logo
Unidade
4 Poder, política e Estado
Analisar a questão da democracia no
Brasil significa examinar não somente
as instituições políticas e as regras
existentes, mas também a maneira de
se viver a democracia. Pode-se dizer
que ela ainda é uma possibilidade, pois
as forças de manutenção de práticas
antigas são muito grandes.
A democracia no Brasil
13
Capítulo
Democracia e representação política
Desde a proclamação da República, em 1889, cem anos
se passaram para que a maioria da população pudesse
participar das eleições.
No Brasil, os detentores do poder mantiveram a
maioria da população fora do processo eleitoral
por muito tempo.
As regras institucionais
A democracia no Brasil
13
Capítulo
Desde então, a consciência do eleitor mudou
progressivamente. A compra de votos diminuiu com
a urbanização, assim como a pressão dos
“coronéis” sobre a população rural, que ainda era
maioria em 1960.
O desenvolvimento das regras eleitorais e das técnicas
de votar – principalmente o voto secreto com cédulas
únicas e a introdução das urnas eletrônicas – contribuiu
para essa evolução.
A democracia no Brasil
13
Capítulo
A democracia no Brasil
13
Capítulo
Só nos últimos anos os movimentos sociais
conquistaram espaços institucionais por
meio de leis ou mediante organizações
que lutam pela garantia dos direitos.
O Projeto Axé, criado em 1990, em Salvador, na Bahia, desenvolve
trabalhos sociais em comunidades carentes. Educação e condições de
vida adequadas são pré-requisitos para o exercício efetivo da democracia.
MilaPetrillo/ProjetoAxé
A democracia no Brasil
13
Capítulo
Após a proclamação da República, diferentes segmentos
da população procuraram ampliar os espaços de
participação política. A resposta a esses movimentos
na maioria das vezes foi a repressão.
A luta por direitos civis, políticos e sociais
A democracia no Brasil
13
Capítulo
Somente quando a maioria da população
tiver alimentação adequada,
vida social decente e educação
de qualidade, a democracia
estará garantida no Brasil.
créditodasimagenes:Thinkstock/GettyImages
A democracia no Brasil é recente e está se
consolidando. Avançará à medida que se ampliarem
as regras institucionais para as eleições e o exercício
do poder e se houver mais liberdade para lutar pela
manutenção dos direitos fundamentais e pela
criação de novos direitos.
A democracia no Brasil
13
Capítulo
A democracia no Brasil
13
Capítulo
Os partidos políticos no Brasil
Rio de Janeiro, 1946. Na bancada do Partido Comunista
Brasileiro, a partir da esquerda, Marighella, Prestes e
Bezerra. Todos militariam na clandestinidade após a
cassação do partido, em 1947.
AcervoIconographia
O pluripartidarismo só foi retomado
com o fim do período autoritário.
Até 1930, os partidos eram
apenas agregados de
oligarquias locais e regionais,
organizados para tirar
vantagens do Estado.
Pode-se dizer que os partidos
nacionais se formaram somente
após a ditadura de Vargas. Em
1966, a ditadura militar os aboliu
e impôs o bipartidarismo.
A democracia no Brasil
13
Capítulo
A democracia no Brasil
13
Capítulo
O sociólogo brasileiro Rudá Ricci afirma que os partidos
políticos atuais se transformaram em imensas máquinas
empresariais em busca do voto.
Com isso, perderam a capacidade de politizar a
sociedade, ou seja, não alimentam debates políticos
que permitam à população identificar as diferenças
nos projetos para a sociedade.
A democracia no Brasil
13
Capítulo
A democracia no Brasil
13
Capítulo
No cotidiano do parlamento, o que se vê são grupos
(bancadas) reunidos em torno de corporações de
interesses, gerando verdadeiras oligarquias setoriais.
TrêsEditorial
As instituições da democracia
representativa ainda são vistas,
portanto, como espaços para
conchavos, corrupção e negociatas.
Poucos de seus membros têm
credibilidade perante a população.
Capa da revista IstoÉ de 29 de abril de 2009: a credibilidade
das instituições políticas do Brasil em questão.
A democracia no Brasil
13
Capítulo
A democracia no Brasil
13
Capítulo
O Estado é uma organização criada pela sociedade
por diferentes percursos.
Algumas reflexões sobre o Estado e a sociedade
A estrutura estatal implantada no Brasil após
a independência perdurou até 1889. Depois,
muitas transformações ocorreram, mas algumas
características permaneceram, tornando a
estrutura estatal brasileira a expressão da
articulação do novo com o velho.
A democracia no Brasil
13
Capítulo
A democracia no Brasil
13
Capítulo
O Estado no Brasil sempre se sobrepôs à sociedade,
como se fosse algo fora dela.
Aprendemos desde cedo que tudo depende do
Estado e que nada podemos fazer sem a presença
dele, atribuindo-lhe a responsabilidade pelos
problemas da sociedade e por suas soluções.
Para esclarecer as características das relações entre
o Estado e a sociedade no Brasil é preciso examinar
a relação entre o que é público e o que é privado.
A democracia no Brasil
13
Capítulo
A democracia no Brasil
13
Capítulo
Privatização do público
Thinkstock/GettyImages
Quem chegava ao poder tomava conta do que era público
como se fosse seu. O Estado adotou como princípio o
favorecimento dos setores privados mais
poderosos em troca de sustentação.
Para o restante da sociedade, as políticas
públicas se desenvolveram na forma de
“doação” ou de dominação, em nome
da tranquilidade social. Isso não significa
que a população tenha sido sempre passiva.
A democracia no Brasil
13
Capítulo
A democracia no Brasil
13
Capítulo
A política do favor, o clientelismo
O clientelismo é um dos suportes das relações políticas
nacionais e ocorre entre os que têm o poder político e os
que têm o poder econômico.
A troca de favores políticos por benefícios econômicos
pode ser observada na distribuição das concessões de
emissoras de rádio e televisão ou nos financiamentos
para empresas, por exemplo. São formas de conquistar
apoio e sustentação de um partido, de uma organização
ou de uma família.
A democracia no Brasil
13
Capítulo
A democracia no Brasil
13
Capítulo
Essa prática não ocorre só nos setores considerados
atrasados da sociedade; é utilizada também pelos
setores considerados modernos, que encontram no
Estado um aliado em momentos de crise.
Instalou-se no Brasil um capitalismo sem riscos,
pois o poder público sempre esteve pronto para
salvar aqueles que se punham em perigo.
A democracia no Brasil
13
Capítulo
A democracia no Brasil
13
Capítulo
A política do favor aparece também no cotidiano, na
relação dos indivíduos com o poder público: na busca
História antiga: mercado de votos em frente à Biblioteca Nacional,
no Rio de Janeiro. Denúncia publicada na revista O Malho, em
novembro de 1909.
AcervoIconographia
de ajuda em diversas
circunstâncias, na
distribuição de verbas
assistenciais e nas
promessas de políticos
às pessoas ou
instituições. Tudo para
render votos futuros.
A democracia no Brasil
13
Capítulo
A democracia no Brasil
13
Capítulo
Nepotismo e corrupção
Thinkstock/GettyImages
Muita coisa mudou na administração pública desde
as reformas administrativas de Vargas. Os governos
instituíram, gradualmente, concursos para a
maioria dos cargos públicos e procuraram
implantar uma administração com certo grau
de profissionalização.
No entanto, ainda há casos de manipulação
dos concursos e a prática do
nepotismo, ou seja, o
emprego ou o favorecimento de parentes
em cargos públicos, ainda que isso seja
A democracia no Brasil
13
Capítulo
A democracia no Brasil
13
Capítulo
A corrupção existe em todos os países, tanto nas
estruturas estatais como nas empresas privadas.
O combate à corrupção requer a criação de mecanismos
que a coíbam, garantindo que os envolvidos sejam
julgados e condenados por seus atos.
No Brasil, ela se mantém no sistema de poder porque
o favor e o clientelismo continuam presentes.
A democracia no Brasil
13
Capítulo
A democracia no Brasil
13
Capítulo
Com as transformações produtivas e financeiras no mundo
a questão política no Brasil está cada vez mais
dependente da órbita financeira.
A despolitização e a economia como foco
O sociólogo Marco Aurélio Nogueira observa que
a política brasileira se resume a uma tentativa de
estabilização monetária, na qual o mercado está
acima do Estado, o econômico acima do político,
o especulativo acima do produtivo e o particular
acima do geral.
A democracia no Brasil
13
Capítulo
A democracia no Brasil
13
Capítulo
Thinkstock/GettyImages
Esse quadro gera uma despolitização
crescente, pois a política neutraliza-
se como instrumento de mediação
entre o individual e o coletivo,
campo de discussão das ideias
e de projetos políticos
divergentes.
Nos últimos anos, houve no Brasil
um imenso crescimento do eleitorado e, ao mesmo
tempo, uma despolitização enorme, o que é paradoxal.
A democracia no Brasil
13
Capítulo
A democracia no Brasil
13
Capítulo
Exercícios
1. Numa democracia, além de votar, podemos
debater ideias e projetos. Mas, para isso, precisamos
conhecer a estrutura política e saber como funcionam
as instituições.
a) vereador;
b) prefeito;
c)
deputado estadual;
d) governador;
Junte-se a um colega e façam uma pesquisa sobre a
função do:
e) deputado federal;
f) senador da República;
g) presidente da República.
A democracia no Brasil
13
Capítulo
A democracia no Brasil
13
Capítulo
Procurem se informar sobre as leis que estão
sendo votadas ou projetos que estão em
andamento na Câmara do município onde vocês
moram.
Escolham uma lei ou projeto que seja do interesse
da turma, verifiquem o dia em que o assunto
estará em pauta e programem com o professor
a participação de vocês em uma das sessões
plenárias da Câmara Municipal.
2.
A democracia no Brasil
13
Capítulo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 20 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 20 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 20 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 20 do Tomazi
pascoalnaib
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 08 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 08 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 08 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 08 do Tomazi
pascoalnaib
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 22 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 22 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 22 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 22 do Tomazi
pascoalnaib
 
Sociologia Capítulo 10 - Como surgiu o Estado moderno
Sociologia Capítulo 10 - Como surgiu o Estado modernoSociologia Capítulo 10 - Como surgiu o Estado moderno
Sociologia Capítulo 10 - Como surgiu o Estado moderno
Miro Santos
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 04 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 04 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 04 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 04 do Tomazi
pascoalnaib
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 06 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 06 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 06 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 06 do Tomazi
pascoalnaib
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 05 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 05 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 05 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 05 do Tomazi
pascoalnaib
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 07 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 07 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 07 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 07 do Tomazi
pascoalnaib
 
Sociologia - Cidadania
Sociologia - CidadaniaSociologia - Cidadania
Sociologia - Cidadania
Edenilson Morais
 
Aula classes sociais
Aula classes sociaisAula classes sociais
Aula classes sociais
roberto mosca junior
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 21 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 21 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 21 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 21 do Tomazi
pascoalnaib
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 09 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 09 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 09 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 09 do Tomazi
pascoalnaib
 
A sociedade e a relação entre o indivíduo
A  sociedade e a relação entre o indivíduoA  sociedade e a relação entre o indivíduo
A sociedade e a relação entre o indivíduo
Caio Vinícius
 
Poder, política e estado
Poder, política e estadoPoder, política e estado
Poder, política e estado
Marcela Marangon Ribeiro
 
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociaisCastas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Capítulo 11 - Política, Poder e Estado
Capítulo 11 - Política, Poder e EstadoCapítulo 11 - Política, Poder e Estado
Capítulo 11 - Política, Poder e Estado
Marcos Antonio Grigorio de Figueiredo
 
Introdução à Sociologia
Introdução à SociologiaIntrodução à Sociologia
Introdução à Sociologia
Alison Nunes
 
Karl marx e as classes sociais
Karl marx e as classes sociaisKarl marx e as classes sociais
Karl marx e as classes sociais
Italo Colares
 
Poder e política
Poder e políticaPoder e política
Poder e política
Edenilson Morais
 

Mais procurados (20)

Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 20 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 20 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 20 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 20 do Tomazi
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 08 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 08 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 08 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 08 do Tomazi
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 22 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 22 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 22 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 22 do Tomazi
 
Direitos e cidadania
Direitos e cidadaniaDireitos e cidadania
Direitos e cidadania
 
Sociologia Capítulo 10 - Como surgiu o Estado moderno
Sociologia Capítulo 10 - Como surgiu o Estado modernoSociologia Capítulo 10 - Como surgiu o Estado moderno
Sociologia Capítulo 10 - Como surgiu o Estado moderno
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 04 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 04 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 04 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 04 do Tomazi
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 06 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 06 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 06 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 06 do Tomazi
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 05 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 05 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 05 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 05 do Tomazi
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 07 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 07 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 07 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 07 do Tomazi
 
Sociologia - Cidadania
Sociologia - CidadaniaSociologia - Cidadania
Sociologia - Cidadania
 
Aula classes sociais
Aula classes sociaisAula classes sociais
Aula classes sociais
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 21 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 21 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 21 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 21 do Tomazi
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 09 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 09 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 09 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 09 do Tomazi
 
A sociedade e a relação entre o indivíduo
A  sociedade e a relação entre o indivíduoA  sociedade e a relação entre o indivíduo
A sociedade e a relação entre o indivíduo
 
Poder, política e estado
Poder, política e estadoPoder, política e estado
Poder, política e estado
 
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociaisCastas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
 
Capítulo 11 - Política, Poder e Estado
Capítulo 11 - Política, Poder e EstadoCapítulo 11 - Política, Poder e Estado
Capítulo 11 - Política, Poder e Estado
 
Introdução à Sociologia
Introdução à SociologiaIntrodução à Sociologia
Introdução à Sociologia
 
Karl marx e as classes sociais
Karl marx e as classes sociaisKarl marx e as classes sociais
Karl marx e as classes sociais
 
Poder e política
Poder e políticaPoder e política
Poder e política
 

Destaque

Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 17 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 17 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 17 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 17 do Tomazi
pascoalnaib
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 16 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 16 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 16 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 16 do Tomazi
pascoalnaib
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 18 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 18 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 18 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 18 do Tomazi
pascoalnaib
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 02 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 02 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 02 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 02 do Tomazi
pascoalnaib
 
Sociologia Capítulo 13 - a democracia no Brasil
Sociologia Capítulo 13 - a democracia no BrasilSociologia Capítulo 13 - a democracia no Brasil
Sociologia Capítulo 13 - a democracia no Brasil
Miro Santos
 
1. O indivíduo, sua história e a sociedade
1. O indivíduo, sua história e a sociedade1. O indivíduo, sua história e a sociedade
1. O indivíduo, sua história e a sociedade
Miro Santos
 
Sociologia Capítulo 3
Sociologia Capítulo 3Sociologia Capítulo 3
Sociologia Capítulo 3
Miro Santos
 
Sociologia em Movimento
Sociologia em MovimentoSociologia em Movimento
Sociologia em Movimento
MARISE VON FRUHAUF HUBLARD
 
Sociologia Capítulo 14- Direitos e cidadania
Sociologia Capítulo 14- Direitos e cidadaniaSociologia Capítulo 14- Direitos e cidadania
Sociologia Capítulo 14- Direitos e cidadania
Miro Santos
 
IECJ - Cap. 13 - Poder, política e Estado - Democracia
IECJ - Cap. 13 - Poder, política e Estado - DemocraciaIECJ - Cap. 13 - Poder, política e Estado - Democracia
IECJ - Cap. 13 - Poder, política e Estado - Democracia
profrodrigoribeiro
 

Destaque (10)

Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 17 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 17 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 17 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 17 do Tomazi
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 16 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 16 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 16 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 16 do Tomazi
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 18 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 18 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 18 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 18 do Tomazi
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 02 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 02 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 02 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 02 do Tomazi
 
Sociologia Capítulo 13 - a democracia no Brasil
Sociologia Capítulo 13 - a democracia no BrasilSociologia Capítulo 13 - a democracia no Brasil
Sociologia Capítulo 13 - a democracia no Brasil
 
1. O indivíduo, sua história e a sociedade
1. O indivíduo, sua história e a sociedade1. O indivíduo, sua história e a sociedade
1. O indivíduo, sua história e a sociedade
 
Sociologia Capítulo 3
Sociologia Capítulo 3Sociologia Capítulo 3
Sociologia Capítulo 3
 
Sociologia em Movimento
Sociologia em MovimentoSociologia em Movimento
Sociologia em Movimento
 
Sociologia Capítulo 14- Direitos e cidadania
Sociologia Capítulo 14- Direitos e cidadaniaSociologia Capítulo 14- Direitos e cidadania
Sociologia Capítulo 14- Direitos e cidadania
 
IECJ - Cap. 13 - Poder, política e Estado - Democracia
IECJ - Cap. 13 - Poder, política e Estado - DemocraciaIECJ - Cap. 13 - Poder, política e Estado - Democracia
IECJ - Cap. 13 - Poder, política e Estado - Democracia
 

Semelhante a Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 13 do Tomazi

A democracia no Brasil - The Democracy in Brazil
A democracia no Brasil  -  The Democracy in BrazilA democracia no Brasil  -  The Democracy in Brazil
A democracia no Brasil - The Democracy in Brazil
Lídia Pavan
 
Cap.13 a democracia no brasil
Cap.13   a democracia no brasilCap.13   a democracia no brasil
Cap.13 a democracia no brasil
Izaah Almeida
 
1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx
1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx
1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx
CelimaraTiski
 
Livro cidadania no brasil josé murilo de carvalho
Livro cidadania no brasil josé murilo de carvalhoLivro cidadania no brasil josé murilo de carvalho
Livro cidadania no brasil josé murilo de carvalho
sesouff2014
 
ACFrOgBksjFI4uLLf_FzWhkIQTcLBPL1eKvWwWppqiiK2HXadV3hYmyBIG6w-QVaJdTmcqWIQ2zT1...
ACFrOgBksjFI4uLLf_FzWhkIQTcLBPL1eKvWwWppqiiK2HXadV3hYmyBIG6w-QVaJdTmcqWIQ2zT1...ACFrOgBksjFI4uLLf_FzWhkIQTcLBPL1eKvWwWppqiiK2HXadV3hYmyBIG6w-QVaJdTmcqWIQ2zT1...
ACFrOgBksjFI4uLLf_FzWhkIQTcLBPL1eKvWwWppqiiK2HXadV3hYmyBIG6w-QVaJdTmcqWIQ2zT1...
DeusaMariaSousa
 
Democracia em Crise? - Nicholas Merlone
Democracia em Crise? - Nicholas MerloneDemocracia em Crise? - Nicholas Merlone
Democracia em Crise? - Nicholas Merlone
Nicholas Merlone
 
as candidaturas independentes de A a Z
as candidaturas independentes de A a Zas candidaturas independentes de A a Z
as candidaturas independentes de A a Z
Gabriel Azevedo
 
Cidadania e democracia
Cidadania e democraciaCidadania e democracia
Cidadania e democracia
Lucas Justino
 
Aula 2 Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 2  Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 2  Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 2 Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA CIDADANIA E DEMOCRACIA
HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA  CIDADANIA E DEMOCRACIAHISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA  CIDADANIA E DEMOCRACIA
HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA CIDADANIA E DEMOCRACIA
Allan Vieira
 
Pensar em educação é pensar no Brasil
Pensar em educação é pensar no BrasilPensar em educação é pensar no Brasil
Pensar em educação é pensar no Brasil
SINTE Regional
 
capitulos-19-20.pptx
capitulos-19-20.pptxcapitulos-19-20.pptx
capitulos-19-20.pptx
LetciaAlmeida99
 
Slides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdf
Slides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdfSlides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdf
Slides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdf
LeandroBrando21
 
Movimentos sociais e direitos fundamentais coletivos
Movimentos sociais e direitos fundamentais coletivosMovimentos sociais e direitos fundamentais coletivos
Movimentos sociais e direitos fundamentais coletivos
Acácia Soares
 
Cidadania no brasil
Cidadania no brasilCidadania no brasil
Cidadania no brasil
Isabela Espíndola
 
Decisões autoritárias e o exercício da democracia no brasil
Decisões autoritárias e o exercício da democracia no brasilDecisões autoritárias e o exercício da democracia no brasil
Decisões autoritárias e o exercício da democracia no brasil
Fernando Alcoforado
 
Capítulo 14 - A Política no Brasil
Capítulo 14 - A Política no BrasilCapítulo 14 - A Política no Brasil
Capítulo 14 - A Política no Brasil
Marcos Antonio Grigorio de Figueiredo
 
Regimes Políticos a Democracia
Regimes Políticos a DemocraciaRegimes Políticos a Democracia
Regimes Políticos a Democracia
Nábila Quennet
 
Problemas do Estado Contemporâneo
Problemas do Estado ContemporâneoProblemas do Estado Contemporâneo
Problemas do Estado Contemporâneo
MarcosAlexandre201864
 
Curso de Politica Contemporanea
Curso de Politica ContemporaneaCurso de Politica Contemporanea
Curso de Politica Contemporanea
Tiago Assis Pereira
 

Semelhante a Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 13 do Tomazi (20)

A democracia no Brasil - The Democracy in Brazil
A democracia no Brasil  -  The Democracy in BrazilA democracia no Brasil  -  The Democracy in Brazil
A democracia no Brasil - The Democracy in Brazil
 
Cap.13 a democracia no brasil
Cap.13   a democracia no brasilCap.13   a democracia no brasil
Cap.13 a democracia no brasil
 
1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx
1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx
1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx
 
Livro cidadania no brasil josé murilo de carvalho
Livro cidadania no brasil josé murilo de carvalhoLivro cidadania no brasil josé murilo de carvalho
Livro cidadania no brasil josé murilo de carvalho
 
ACFrOgBksjFI4uLLf_FzWhkIQTcLBPL1eKvWwWppqiiK2HXadV3hYmyBIG6w-QVaJdTmcqWIQ2zT1...
ACFrOgBksjFI4uLLf_FzWhkIQTcLBPL1eKvWwWppqiiK2HXadV3hYmyBIG6w-QVaJdTmcqWIQ2zT1...ACFrOgBksjFI4uLLf_FzWhkIQTcLBPL1eKvWwWppqiiK2HXadV3hYmyBIG6w-QVaJdTmcqWIQ2zT1...
ACFrOgBksjFI4uLLf_FzWhkIQTcLBPL1eKvWwWppqiiK2HXadV3hYmyBIG6w-QVaJdTmcqWIQ2zT1...
 
Democracia em Crise? - Nicholas Merlone
Democracia em Crise? - Nicholas MerloneDemocracia em Crise? - Nicholas Merlone
Democracia em Crise? - Nicholas Merlone
 
as candidaturas independentes de A a Z
as candidaturas independentes de A a Zas candidaturas independentes de A a Z
as candidaturas independentes de A a Z
 
Cidadania e democracia
Cidadania e democraciaCidadania e democracia
Cidadania e democracia
 
Aula 2 Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 2  Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 2  Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 2 Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
 
HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA CIDADANIA E DEMOCRACIA
HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA  CIDADANIA E DEMOCRACIAHISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA  CIDADANIA E DEMOCRACIA
HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA CIDADANIA E DEMOCRACIA
 
Pensar em educação é pensar no Brasil
Pensar em educação é pensar no BrasilPensar em educação é pensar no Brasil
Pensar em educação é pensar no Brasil
 
capitulos-19-20.pptx
capitulos-19-20.pptxcapitulos-19-20.pptx
capitulos-19-20.pptx
 
Slides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdf
Slides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdfSlides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdf
Slides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdf
 
Movimentos sociais e direitos fundamentais coletivos
Movimentos sociais e direitos fundamentais coletivosMovimentos sociais e direitos fundamentais coletivos
Movimentos sociais e direitos fundamentais coletivos
 
Cidadania no brasil
Cidadania no brasilCidadania no brasil
Cidadania no brasil
 
Decisões autoritárias e o exercício da democracia no brasil
Decisões autoritárias e o exercício da democracia no brasilDecisões autoritárias e o exercício da democracia no brasil
Decisões autoritárias e o exercício da democracia no brasil
 
Capítulo 14 - A Política no Brasil
Capítulo 14 - A Política no BrasilCapítulo 14 - A Política no Brasil
Capítulo 14 - A Política no Brasil
 
Regimes Políticos a Democracia
Regimes Políticos a DemocraciaRegimes Políticos a Democracia
Regimes Políticos a Democracia
 
Problemas do Estado Contemporâneo
Problemas do Estado ContemporâneoProblemas do Estado Contemporâneo
Problemas do Estado Contemporâneo
 
Curso de Politica Contemporanea
Curso de Politica ContemporaneaCurso de Politica Contemporanea
Curso de Politica Contemporanea
 

Mais de pascoalnaib

Progressão 2º Bimestre 1º ano humanas
Progressão 2º Bimestre 1º ano humanasProgressão 2º Bimestre 1º ano humanas
Progressão 2º Bimestre 1º ano humanas
pascoalnaib
 
Progressão natureza 1º ANO
Progressão natureza 1º ANOProgressão natureza 1º ANO
Progressão natureza 1º ANO
pascoalnaib
 
Linguagens e códigos 1º ano
Linguagens e códigos 1º anoLinguagens e códigos 1º ano
Linguagens e códigos 1º ano
pascoalnaib
 
Progressão natureza 2º ano
Progressão natureza 2º anoProgressão natureza 2º ano
Progressão natureza 2º ano
pascoalnaib
 
Progressão natureza 1º ano
Progressão natureza 1º anoProgressão natureza 1º ano
Progressão natureza 1º ano
pascoalnaib
 
Progressão matemática 2º ano
Progressão matemática 2º anoProgressão matemática 2º ano
Progressão matemática 2º ano
pascoalnaib
 
Progressão matemática 1º ano
Progressão matemática 1º anoProgressão matemática 1º ano
Progressão matemática 1º ano
pascoalnaib
 
Progressão disciplinas 2º ano Ciências Humanas
Progressão disciplinas 2º ano Ciências HumanasProgressão disciplinas 2º ano Ciências Humanas
Progressão disciplinas 2º ano Ciências Humanas
pascoalnaib
 
Progressão disciplinas Ciências Humanas 1º ano
Progressão disciplinas Ciências Humanas 1º anoProgressão disciplinas Ciências Humanas 1º ano
Progressão disciplinas Ciências Humanas 1º ano
pascoalnaib
 
Parecer que define carga horária do Professor na Educação Básica.
Parecer que define carga horária do Professor na Educação Básica.Parecer que define carga horária do Professor na Educação Básica.
Parecer que define carga horária do Professor na Educação Básica.
pascoalnaib
 

Mais de pascoalnaib (10)

Progressão 2º Bimestre 1º ano humanas
Progressão 2º Bimestre 1º ano humanasProgressão 2º Bimestre 1º ano humanas
Progressão 2º Bimestre 1º ano humanas
 
Progressão natureza 1º ANO
Progressão natureza 1º ANOProgressão natureza 1º ANO
Progressão natureza 1º ANO
 
Linguagens e códigos 1º ano
Linguagens e códigos 1º anoLinguagens e códigos 1º ano
Linguagens e códigos 1º ano
 
Progressão natureza 2º ano
Progressão natureza 2º anoProgressão natureza 2º ano
Progressão natureza 2º ano
 
Progressão natureza 1º ano
Progressão natureza 1º anoProgressão natureza 1º ano
Progressão natureza 1º ano
 
Progressão matemática 2º ano
Progressão matemática 2º anoProgressão matemática 2º ano
Progressão matemática 2º ano
 
Progressão matemática 1º ano
Progressão matemática 1º anoProgressão matemática 1º ano
Progressão matemática 1º ano
 
Progressão disciplinas 2º ano Ciências Humanas
Progressão disciplinas 2º ano Ciências HumanasProgressão disciplinas 2º ano Ciências Humanas
Progressão disciplinas 2º ano Ciências Humanas
 
Progressão disciplinas Ciências Humanas 1º ano
Progressão disciplinas Ciências Humanas 1º anoProgressão disciplinas Ciências Humanas 1º ano
Progressão disciplinas Ciências Humanas 1º ano
 
Parecer que define carga horária do Professor na Educação Básica.
Parecer que define carga horária do Professor na Educação Básica.Parecer que define carga horária do Professor na Educação Básica.
Parecer que define carga horária do Professor na Educação Básica.
 

Último

UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
Maria das Graças Machado Rodrigues
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
Estuda.com
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
VIAGEM AO PASSADO -
VIAGEM AO PASSADO                        -VIAGEM AO PASSADO                        -
VIAGEM AO PASSADO -
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Elogio da Saudade .
Elogio da Saudade                          .Elogio da Saudade                          .
Elogio da Saudade .
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 

Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 13 do Tomazi

  • 1. Unidade 4 Poder, política e Estado Analisar a questão da democracia no Brasil significa examinar não somente as instituições políticas e as regras existentes, mas também a maneira de se viver a democracia. Pode-se dizer que ela ainda é uma possibilidade, pois as forças de manutenção de práticas antigas são muito grandes.
  • 2. A democracia no Brasil 13 Capítulo Democracia e representação política Desde a proclamação da República, em 1889, cem anos se passaram para que a maioria da população pudesse participar das eleições. No Brasil, os detentores do poder mantiveram a maioria da população fora do processo eleitoral por muito tempo. As regras institucionais
  • 3. A democracia no Brasil 13 Capítulo Desde então, a consciência do eleitor mudou progressivamente. A compra de votos diminuiu com a urbanização, assim como a pressão dos “coronéis” sobre a população rural, que ainda era maioria em 1960. O desenvolvimento das regras eleitorais e das técnicas de votar – principalmente o voto secreto com cédulas únicas e a introdução das urnas eletrônicas – contribuiu para essa evolução. A democracia no Brasil 13 Capítulo
  • 4. A democracia no Brasil 13 Capítulo Só nos últimos anos os movimentos sociais conquistaram espaços institucionais por meio de leis ou mediante organizações que lutam pela garantia dos direitos. O Projeto Axé, criado em 1990, em Salvador, na Bahia, desenvolve trabalhos sociais em comunidades carentes. Educação e condições de vida adequadas são pré-requisitos para o exercício efetivo da democracia. MilaPetrillo/ProjetoAxé A democracia no Brasil 13 Capítulo Após a proclamação da República, diferentes segmentos da população procuraram ampliar os espaços de participação política. A resposta a esses movimentos na maioria das vezes foi a repressão. A luta por direitos civis, políticos e sociais
  • 5. A democracia no Brasil 13 Capítulo Somente quando a maioria da população tiver alimentação adequada, vida social decente e educação de qualidade, a democracia estará garantida no Brasil. créditodasimagenes:Thinkstock/GettyImages A democracia no Brasil é recente e está se consolidando. Avançará à medida que se ampliarem as regras institucionais para as eleições e o exercício do poder e se houver mais liberdade para lutar pela manutenção dos direitos fundamentais e pela criação de novos direitos. A democracia no Brasil 13 Capítulo
  • 6. A democracia no Brasil 13 Capítulo Os partidos políticos no Brasil Rio de Janeiro, 1946. Na bancada do Partido Comunista Brasileiro, a partir da esquerda, Marighella, Prestes e Bezerra. Todos militariam na clandestinidade após a cassação do partido, em 1947. AcervoIconographia O pluripartidarismo só foi retomado com o fim do período autoritário. Até 1930, os partidos eram apenas agregados de oligarquias locais e regionais, organizados para tirar vantagens do Estado. Pode-se dizer que os partidos nacionais se formaram somente após a ditadura de Vargas. Em 1966, a ditadura militar os aboliu e impôs o bipartidarismo. A democracia no Brasil 13 Capítulo
  • 7. A democracia no Brasil 13 Capítulo O sociólogo brasileiro Rudá Ricci afirma que os partidos políticos atuais se transformaram em imensas máquinas empresariais em busca do voto. Com isso, perderam a capacidade de politizar a sociedade, ou seja, não alimentam debates políticos que permitam à população identificar as diferenças nos projetos para a sociedade. A democracia no Brasil 13 Capítulo
  • 8. A democracia no Brasil 13 Capítulo No cotidiano do parlamento, o que se vê são grupos (bancadas) reunidos em torno de corporações de interesses, gerando verdadeiras oligarquias setoriais. TrêsEditorial As instituições da democracia representativa ainda são vistas, portanto, como espaços para conchavos, corrupção e negociatas. Poucos de seus membros têm credibilidade perante a população. Capa da revista IstoÉ de 29 de abril de 2009: a credibilidade das instituições políticas do Brasil em questão. A democracia no Brasil 13 Capítulo
  • 9. A democracia no Brasil 13 Capítulo O Estado é uma organização criada pela sociedade por diferentes percursos. Algumas reflexões sobre o Estado e a sociedade A estrutura estatal implantada no Brasil após a independência perdurou até 1889. Depois, muitas transformações ocorreram, mas algumas características permaneceram, tornando a estrutura estatal brasileira a expressão da articulação do novo com o velho. A democracia no Brasil 13 Capítulo
  • 10. A democracia no Brasil 13 Capítulo O Estado no Brasil sempre se sobrepôs à sociedade, como se fosse algo fora dela. Aprendemos desde cedo que tudo depende do Estado e que nada podemos fazer sem a presença dele, atribuindo-lhe a responsabilidade pelos problemas da sociedade e por suas soluções. Para esclarecer as características das relações entre o Estado e a sociedade no Brasil é preciso examinar a relação entre o que é público e o que é privado. A democracia no Brasil 13 Capítulo
  • 11. A democracia no Brasil 13 Capítulo Privatização do público Thinkstock/GettyImages Quem chegava ao poder tomava conta do que era público como se fosse seu. O Estado adotou como princípio o favorecimento dos setores privados mais poderosos em troca de sustentação. Para o restante da sociedade, as políticas públicas se desenvolveram na forma de “doação” ou de dominação, em nome da tranquilidade social. Isso não significa que a população tenha sido sempre passiva. A democracia no Brasil 13 Capítulo
  • 12. A democracia no Brasil 13 Capítulo A política do favor, o clientelismo O clientelismo é um dos suportes das relações políticas nacionais e ocorre entre os que têm o poder político e os que têm o poder econômico. A troca de favores políticos por benefícios econômicos pode ser observada na distribuição das concessões de emissoras de rádio e televisão ou nos financiamentos para empresas, por exemplo. São formas de conquistar apoio e sustentação de um partido, de uma organização ou de uma família. A democracia no Brasil 13 Capítulo
  • 13. A democracia no Brasil 13 Capítulo Essa prática não ocorre só nos setores considerados atrasados da sociedade; é utilizada também pelos setores considerados modernos, que encontram no Estado um aliado em momentos de crise. Instalou-se no Brasil um capitalismo sem riscos, pois o poder público sempre esteve pronto para salvar aqueles que se punham em perigo. A democracia no Brasil 13 Capítulo
  • 14. A democracia no Brasil 13 Capítulo A política do favor aparece também no cotidiano, na relação dos indivíduos com o poder público: na busca História antiga: mercado de votos em frente à Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro. Denúncia publicada na revista O Malho, em novembro de 1909. AcervoIconographia de ajuda em diversas circunstâncias, na distribuição de verbas assistenciais e nas promessas de políticos às pessoas ou instituições. Tudo para render votos futuros. A democracia no Brasil 13 Capítulo
  • 15. A democracia no Brasil 13 Capítulo Nepotismo e corrupção Thinkstock/GettyImages Muita coisa mudou na administração pública desde as reformas administrativas de Vargas. Os governos instituíram, gradualmente, concursos para a maioria dos cargos públicos e procuraram implantar uma administração com certo grau de profissionalização. No entanto, ainda há casos de manipulação dos concursos e a prática do nepotismo, ou seja, o emprego ou o favorecimento de parentes em cargos públicos, ainda que isso seja A democracia no Brasil 13 Capítulo
  • 16. A democracia no Brasil 13 Capítulo A corrupção existe em todos os países, tanto nas estruturas estatais como nas empresas privadas. O combate à corrupção requer a criação de mecanismos que a coíbam, garantindo que os envolvidos sejam julgados e condenados por seus atos. No Brasil, ela se mantém no sistema de poder porque o favor e o clientelismo continuam presentes. A democracia no Brasil 13 Capítulo
  • 17. A democracia no Brasil 13 Capítulo Com as transformações produtivas e financeiras no mundo a questão política no Brasil está cada vez mais dependente da órbita financeira. A despolitização e a economia como foco O sociólogo Marco Aurélio Nogueira observa que a política brasileira se resume a uma tentativa de estabilização monetária, na qual o mercado está acima do Estado, o econômico acima do político, o especulativo acima do produtivo e o particular acima do geral. A democracia no Brasil 13 Capítulo
  • 18. A democracia no Brasil 13 Capítulo Thinkstock/GettyImages Esse quadro gera uma despolitização crescente, pois a política neutraliza- se como instrumento de mediação entre o individual e o coletivo, campo de discussão das ideias e de projetos políticos divergentes. Nos últimos anos, houve no Brasil um imenso crescimento do eleitorado e, ao mesmo tempo, uma despolitização enorme, o que é paradoxal. A democracia no Brasil 13 Capítulo
  • 19. A democracia no Brasil 13 Capítulo Exercícios 1. Numa democracia, além de votar, podemos debater ideias e projetos. Mas, para isso, precisamos conhecer a estrutura política e saber como funcionam as instituições. a) vereador; b) prefeito; c) deputado estadual; d) governador; Junte-se a um colega e façam uma pesquisa sobre a função do: e) deputado federal; f) senador da República; g) presidente da República. A democracia no Brasil 13 Capítulo
  • 20. A democracia no Brasil 13 Capítulo Procurem se informar sobre as leis que estão sendo votadas ou projetos que estão em andamento na Câmara do município onde vocês moram. Escolham uma lei ou projeto que seja do interesse da turma, verifiquem o dia em que o assunto estará em pauta e programem com o professor a participação de vocês em uma das sessões plenárias da Câmara Municipal. 2. A democracia no Brasil 13 Capítulo