SlideShare uma empresa Scribd logo
Planejamento ambiental
Aula 20 – Indicadores Ambientais
Indicadores

Indicadores ambientais são parâmetros que
podem ter a capacidade de descrever um estado
ou situação dos fenômenos que ocorrem no
ambiente
INDICADORES

Parâmetro ou valor calculado que descreve um
fenômeno
quantitativo
e/ou
qualitativo
relacionado aos recursos naturais.
Indicadores são parâmetros que tem a
capacidade de descrever um estado ou uma
resposta.
INDICADORES
Devem responder sobre as características, propriedades e
qualidades do meio e estar intimamente associados
aos objetivos e ao objeto do planejamento.
Bons indicadores devem ter a capacidade de gerar modelos
que representam as realidades. Um indicador deve
vir enriquecido de entendimento técnico, político
e, conhecimento lógico.
Indicadores medem o avanço em direção a metas e
objetivos.
INDICADORES
Ações

(desenvolvimento
sustentável)
Nível Global
(planeta)

Nível Regional

Nível Local

(vilas, bairros, bacias
hidrográficas, etc.)

(empresas e
industrias)

Indicadores
Ambientais
Exemplos
• Indicadores
Abastecimento
público de água potável na área
urbana Acervo de livros infantojuvenis Acervo de livros para
adultos Área desmatada Área
verde
por
habitante
Atropelamentos Baixo peso ao
nascer Calçadas consideradas
adequadas às exigências legais
Campanhas de educação cidadã
Centros
culturais,
casas
e
espaços de cultura Ciclovias

exclusivas
Coleta
seletiva
Compras Públicas Sustentáveis
Concentrações de monóxido de
carbono (CO) Concentrações de
NO2 (dióxido de nitrogênio)
Concentrações de O3 (ozônio)
Concentrações
de
PM10*
(material particulado – MP)
Concentrações
de
PM2,5*
Concentrações de SO2 (dióxido de
enxofre)
Função
• Os indicadores são fundamentais para tomadores de
decisão e para a sociedade, pois permitem tanto
criar cenários sobre o estado do meio, quanto
aferir ou acompanhar os resultados de uma
decisão tomada.

• São indicativos das mudanças e condições no
ambiente e, se bem conduzidos, permitem
representar a rede de casualidades presente num
determinado meio.
Função

• Os indicadores são empregados para
avaliar e comparar territórios de
diferentes
dimensões
e
diversas
complexidades.

• A principal característica dos indicadores é
sua capacidade de quantificar e simplificar
informação.
Número
O número de
indicadores a
ser utilizado
num
planejamento
está
fortemente
ligado à escala
e ao espaço
físico em que
está
trabalhando.

Dimensão

Número de Exemplos de indicadores
indicadores que podem ser avaliados

Global
Regional

10 a 20
50 a 100

Emissão de CO2
Emissão de CO2, principais
atividades humanas

Bacia
hidrográfica

250 a 500

Emissão de CO2, principais
atividades humanas, tipos de
usos da terra, tipos de
cobertura vegetal.
Qualidade
Um indicador de qualidade é aquele que tem capacidade de
medir, analisar e expressar, com fidelidade, o fenômeno ao
qual se refere.
Critérios para indicadores de qualidade:
- Fonte de informação – confiabilidade e origem da informação (órgão
oficial)
- Forma de coleta e elaboração – clareza e objetividade dos procedimentos
e validade científica

- Valores de referência – conformidade temporal – representatividade –
etc.
Relação entre escala, nível de informação e uso
Escala

Nível de informação

Uso

Global

Índices e indicadores agregados Acompanhamento de temas prioritários e áreas
com problemas negociação e definição de
políticas e ações.

Regional/
Continental

Índices, indicadores agregados Identificação e acompanhamento de temas
e indicadores simples
prioritários e áreas com problemas definição de
estratégias e ações

Nacional

Índices, indicadores agregados Identificação e acompanhamento de áreas com
e indicadores simples
problemas. Definição de estratégias e ações
análise de causas, efeitos e respostas potenciais

Local

Indicadores
analisados

simples

dados Identificação de temas prioritários análise,
acompanhamento e verificação de ações e
respostas.
Aplicação e os limites no uso de indicadores

Os indicadores ambientais devem ser entendidos
como parte do processo de planejamento, e não
um fim em si mesmo.
Se interpretados dentro do seu contexto, se
retratarem as condições de pressão, de
qualidade ou estado do meio e das respostas a
sociedade, os erros serão minimizados.
Aplicação e os limites no uso de indicadores
A decisão do planejador sobre a representação, valor e
relação ente os dados é que conduz à determinação
dos “indicadores”. São as novas composições,
infinitamente arranjadas, desse imenso universo de
indicadores que permitem o avanço do conhecimento
sobre o ambiente e que permitem, ter, por fim, a
construção de reproduções cada vez mais
representativas do todo e da verdade.
Aplicação e os limites no uso de indicadores

• A análise da qualidade ambiental depende da
escolha de indicadores ambientais que possam
representar todos os segmentos da paisagem
urbana para sua inter-relação e cruzamento de
suas informações.
Tipos de indicadores

•Indicadores descritivos
•Indicadores de eficiência
•Indicadores de desempenho
Tipos de indicadores
• Indicadores descritivos

Permitem caracterizar os problemas ambientais
• Indicadores de eficiência
Permitem caracterizar a eficiência dos processos
socioeconômicos na utilização de recursos e na
geração de resíduos e emissões
Tipos de indicadores
• Indicadores de desempenho

-Medem a distância às metas estabelecidas ou a
valores alvo de sustentabilidade
-Permitem avaliar eficácia das respostas e
-Progresso relativamente à metas
Bons indicadores
Devem ser:

• Relevantes e úteis;
• Sensíveis a variações nos sist. Ambientais;
• Capazes de mostrar tendências;
• Permitir comparações;
• Ser simples e fácil interpretação.
Variáveis das
classes de
análises das
categorias
“sociedade e
natureza" na
paisagem
urbana.
Elaboração:
LIMA, V.,
2010.
Exemplos de indicadores
Indicadores

Descrição

Variáveis para compor o indicador

Método de cálculo
Número total de domicílios da
Número total de domicílios
Percentual da população urbana
região urbana que são
Abastecimento público
da região urbana que são
do município que é atendida
Total de domicílios da atendidos pelo abastecimento
de água potável na área
atendidos pelo
pelo abastecimento público de
região urbana
público de água potável ÷ Total
urbana
abastecimento público de
água potável
de domicílios da região urbana
água potável
(× 100)
Acervo de livros para
adultos

Número de livros disponíveis em
Número total de livros para
acervos de bibliotecas
População com 15
adultos disponíveis em
municipais por habitante com 15
anos ou mais
bibliotecas municipais
anos ou mais

Acesso a internet nas
escolas do ensino
fundamental e médio

Percentual de escolas do ensino
fundamental e médio com
acesso à internet, em relação ao
total de escolas públicas

Número de escolas
públicas de ensino
Número total de
fundamental e médio com escolas públicas
acesso à internet

Acidentes de trânsito

Número total de acidentes de
trânsito por 10 mil habitantes

Número total de acidentes População total do
de trânsito no município município

Número total de livros para
adultos disponíveis em
bibliotecas municipais ÷
População com 15 anos ou mais
Número de escolas públicas de
ensino fundamental e médio
com acesso à internet ÷
Número total de escolas
públicas (× 100)
Número total de acidentes de
trânsito no município ÷
População total do município (×
10.000)
Exemplos de indicadores
Área desmatada

Área verde por habitante

Atropelamentos

Baixo peso ao nascer

Calçadas consideradas
adequadas às exigências
legais

Indicadores

Número total, em quilômetros
Percentual da área desmatada
Número total, em quilômetros Área total do município quadrados (km²) , de área
acumulada, ano a ano, sobre a área quadrados (km²) , de área
em quilômetros
desmatada ÷ Área total do
total do município
desmatada
quadrados (km²)
município em quilômetros
quadrados (km²) (× 100)
Total de metros quadrados de área
Número total, em m², de áreas
Número total, em m², de áreas População total do
verde por habitante (medida anual)
verdes no município ÷ População
verdes no município
município
Áreas verdes públicas
total do município
Número total de atropelamentos ÷
Número total de atropelamentos por Número total de
População total do
População total do município (×
10 mil habitantes
atropelamentos
município
10.000)
Percentual de crianças nascidas vivas
Número total de
Número total de crianças com baixo
Número total de crianças com
com menos de 2,5 kg, em relação ao
nascidos vivos no
peso ao nascer ÷ Número total de
baixo peso ao nascer
total de nascidos vivos
município
nascidos vivos no município (× 100)
Percentual de quilômetros de
Quantidade de quilômetros de
calçadas consideradas adequadas às Quantidade de quilômetros de
calçadas consideradas adequadas
Quantidade total de
exigências legais sobre extensão
calçadas consideradas
às exigências legais ÷ Quantidade
quilômetros de calçadas
total em km de calçadas, por ano, adequadas às exigências legais
total de quilômetros de calçadas (×
para a cidade
100)

Descrição

Variáveis para compor o indicador

Método de cálculo
Bens Naturais Comuns - Área verde por habitante
• Área
verde
por
habitante
Metros quadrados de área
verde publica por habitante.
Referências de Metas:
- A Organização Mundial de
Saúde (OMS) recomenda
um mínimo de 12 m2 de
área verde por habitante.
Fonte: OMS
Bens Naturais Comuns - Concentrações de PM10
(material particulado – MP)
Concentrações de PM10 (material particulado – MP)
Media anual diária de concentrações de PM10* (μg/m3).

*As PM10 são um tipo de partículas inaláveis, de diâmetro inferior a 10 micrometros
(μm), e constituem um elemento de poluição atmosférica.
Referência de Meta:

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que:
- a concentração media de PM10 durante 24 horas de exposição seja de, no Maximo, 50
μg/m3
- a concentração media de PM10 durante 1 ano de exposição seja de, no Maximo, 20
μg/m3
Equidade, Justiça Social e Cultura de Paz - Pessoas
com renda per capita de até 1/4 do salário mínimo
Pessoas com renda per capita de até 1/4 do salário mínimo
Porcentagem da população municipal com renda per capita de ate 1/4 do
salário mínimo.
Meta: 0% da população com renda per capita de até 1/4 do salário
mínimo. Fonte: Programa Cidades Sustentáveis

Referência de Meta:
- Brusque (SC), Brasil: 0,17% da população com renda per capita de ate
1/4 do salário mínimo (153 pessoas) Fonte: IBGE (Instituto Brasileiro
de Geografia e Estatística) - Censo Demográfico 2010
Planejamento e Desenho Urbano - População residente
num raio de 300 metros de serviços públicos básicos
População residente num raio de 300 metros de serviços públicos básicos
Porcentagem da população residente num raio de 300 metros dos serviços
públicos básicos*. * Serviços públicos primários de saúde; Escolas
públicas e Espaços e estruturas para atividades culturais e de lazer.
Referência de Meta:

- Vitoria-Gasteiz, Espanha: 99% da população com acesso a serviços
básicos a 300 metros em relação a suas casas. Fonte:
http://www.cidadessustentaveis.org.br/boas_praticas/exibir/157
http://www.cityindicators.org/Portuguese.aspx
• Os Indicadores
• Os indicadores são estruturados em torno
de 20 "temas" que medem a gama de
serviços da cidade e da qualidade de vida
fatores.
• Serviços da cidade

• Educação
Energia
Finanças
Recreação
Fogo Emergência
Governança
Saúde
Segurança

Resíduos Sólidos
Transporte
de Planejamento Urbano de
Águas Residuais
Água
• QUALIDADE DE VIDA
• Engajamento cívico
Cultura
Economia
Meio Ambiente
equidade social
Tecnologia e Inovação
• Etc.
Indicadores no
setor industrial e
empresarial
O conjunto de indicadores
fornece uma síntese das
condições ambientais, das
pressões sobre o meio
ambiente e das respostas
encontradas pela sociedade
para mitigá-las. Modelo
OECD (Organização para
Cooperação Econômica e o
Desenvolvimento)
Três
dimensões
informação

da
Exemplos
Indicadores de desempenho ambiental
Os
indicadores
ambientais
permitem
avaliar,
comparativamente, o desempenho ambiental de uma
organização com os diferentes aspectos ambientais, como o
consumo de água, o de energia elétrica e geração de resíduos.
Exemplos
A NORMA ISO 14031 tem como objetivo: -Estabelecer
avaliações de desempenho ambiental

• GRUPO A – Indicadores de desempenho ambiental
(EPI – environmental performance indicators)

• 1. Indicadores de desempenho de gestão ( MPI –
management performance indicators) = Indicadores de
resposta
• 2. Indicadores de desempenho operacional (OPI –
operational performance indicators) = Indicadores de pressão
A NORMA ISO 14031 tem como objetivo: -Estabelecer
avaliações de desempenho ambiental

GRUPO B – Indicadores de condições ambientais (ECI –
environmental condition indicators) = Indicadores de estado
Material Consultado
• Sistema, Firjan. Manual de indicadores ambientais. Rio de Janeiro DM/GTM, 2008
• Metas de Sustentabilidade para os Municípios Brasileiros (Indicadores e
Referências) www.CidadesSustentaveis.org.br, 2012
• SANTOS, R. F. Planejamento Ambiental: Teoria e Prática . São Paulo:
Oficina de Textos, 2004.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gestão ambiental apresentação
Gestão ambiental apresentaçãoGestão ambiental apresentação
Gestão ambiental apresentação
Igor Cosenza Dionisio
 
Recuperação de áreas degradadas
Recuperação de áreas degradadasRecuperação de áreas degradadas
Recuperação de áreas degradadas
UERGS
 
Aia 03 (2)
Aia 03 (2)Aia 03 (2)
Aia 03 (2)
Pamella Campos
 
Iso 14001 - Sistema de Gestão Ambiental
Iso 14001 - Sistema de Gestão AmbientalIso 14001 - Sistema de Gestão Ambiental
Iso 14001 - Sistema de Gestão Ambiental
Nayara Michelle
 
Gestão Ambiental 01 - Introdução a Gestão Ambiental e Sustentabilidade
Gestão Ambiental 01 - Introdução a Gestão Ambiental e SustentabilidadeGestão Ambiental 01 - Introdução a Gestão Ambiental e Sustentabilidade
Gestão Ambiental 01 - Introdução a Gestão Ambiental e Sustentabilidade
Milton Henrique do Couto Neto
 
Sistema de gestão ambiental
Sistema de gestão ambientalSistema de gestão ambiental
Sistema de gestão ambiental
luigicanova
 
Metodologias para avaliação de impactos ambientais
Metodologias para avaliação de impactos ambientaisMetodologias para avaliação de impactos ambientais
Metodologias para avaliação de impactos ambientais
Cadernizando
 
Aula 6 legislação ambiental
Aula 6 legislação ambientalAula 6 legislação ambiental
Aula 6 legislação ambiental
sionara14
 
Licenciamento Ambiental
Licenciamento AmbientalLicenciamento Ambiental
Licenciamento Ambiental
Jézili Dias
 
Aula 3 sga qualidade
Aula 3   sga qualidadeAula 3   sga qualidade
Aula 3 sga qualidade
Giovanna Ortiz
 
Política ambientais
Política ambientaisPolítica ambientais
Política ambientais
Hávila Said
 
Uso de Bioindicadores de Qualidade Ambiental
Uso de Bioindicadores de Qualidade AmbientalUso de Bioindicadores de Qualidade Ambiental
Uso de Bioindicadores de Qualidade Ambiental
William Rodrigues
 
06 aulas iso 14000
06 aulas iso 1400006 aulas iso 14000
06 aulas iso 14000
Homero Alves de Lima
 
Aula 2 leg. ambiental_claudia do valle
Aula 2 leg. ambiental_claudia do valleAula 2 leg. ambiental_claudia do valle
Aula 2 leg. ambiental_claudia do valle
Lxa Alx
 
"Indicadores de Sustentabilidade"
"Indicadores de Sustentabilidade""Indicadores de Sustentabilidade"
"Indicadores de Sustentabilidade"
UNDP Policy Centre
 
Estudo de impactos ambientais
Estudo de impactos ambientaisEstudo de impactos ambientais
Estudo de impactos ambientais
Thayne Moura
 
Conceitos básicos agroecologia
Conceitos básicos agroecologiaConceitos básicos agroecologia
Conceitos básicos agroecologia
Agricultura Sao Paulo
 
Planejamento ambiental cap. i
Planejamento ambiental cap. iPlanejamento ambiental cap. i
Planejamento ambiental cap. i
Paulo Orlando
 
Gestão Ambiental
Gestão AmbientalGestão Ambiental
Gestão Ambiental
Cadernos PPT
 
Conceitos de agroecologia e transicao agroecologica jose antonio costabeber
Conceitos de agroecologia e transicao agroecologica   jose antonio costabeberConceitos de agroecologia e transicao agroecologica   jose antonio costabeber
Conceitos de agroecologia e transicao agroecologica jose antonio costabeber
Anny Kelly Vasconcelos
 

Mais procurados (20)

Gestão ambiental apresentação
Gestão ambiental apresentaçãoGestão ambiental apresentação
Gestão ambiental apresentação
 
Recuperação de áreas degradadas
Recuperação de áreas degradadasRecuperação de áreas degradadas
Recuperação de áreas degradadas
 
Aia 03 (2)
Aia 03 (2)Aia 03 (2)
Aia 03 (2)
 
Iso 14001 - Sistema de Gestão Ambiental
Iso 14001 - Sistema de Gestão AmbientalIso 14001 - Sistema de Gestão Ambiental
Iso 14001 - Sistema de Gestão Ambiental
 
Gestão Ambiental 01 - Introdução a Gestão Ambiental e Sustentabilidade
Gestão Ambiental 01 - Introdução a Gestão Ambiental e SustentabilidadeGestão Ambiental 01 - Introdução a Gestão Ambiental e Sustentabilidade
Gestão Ambiental 01 - Introdução a Gestão Ambiental e Sustentabilidade
 
Sistema de gestão ambiental
Sistema de gestão ambientalSistema de gestão ambiental
Sistema de gestão ambiental
 
Metodologias para avaliação de impactos ambientais
Metodologias para avaliação de impactos ambientaisMetodologias para avaliação de impactos ambientais
Metodologias para avaliação de impactos ambientais
 
Aula 6 legislação ambiental
Aula 6 legislação ambientalAula 6 legislação ambiental
Aula 6 legislação ambiental
 
Licenciamento Ambiental
Licenciamento AmbientalLicenciamento Ambiental
Licenciamento Ambiental
 
Aula 3 sga qualidade
Aula 3   sga qualidadeAula 3   sga qualidade
Aula 3 sga qualidade
 
Política ambientais
Política ambientaisPolítica ambientais
Política ambientais
 
Uso de Bioindicadores de Qualidade Ambiental
Uso de Bioindicadores de Qualidade AmbientalUso de Bioindicadores de Qualidade Ambiental
Uso de Bioindicadores de Qualidade Ambiental
 
06 aulas iso 14000
06 aulas iso 1400006 aulas iso 14000
06 aulas iso 14000
 
Aula 2 leg. ambiental_claudia do valle
Aula 2 leg. ambiental_claudia do valleAula 2 leg. ambiental_claudia do valle
Aula 2 leg. ambiental_claudia do valle
 
"Indicadores de Sustentabilidade"
"Indicadores de Sustentabilidade""Indicadores de Sustentabilidade"
"Indicadores de Sustentabilidade"
 
Estudo de impactos ambientais
Estudo de impactos ambientaisEstudo de impactos ambientais
Estudo de impactos ambientais
 
Conceitos básicos agroecologia
Conceitos básicos agroecologiaConceitos básicos agroecologia
Conceitos básicos agroecologia
 
Planejamento ambiental cap. i
Planejamento ambiental cap. iPlanejamento ambiental cap. i
Planejamento ambiental cap. i
 
Gestão Ambiental
Gestão AmbientalGestão Ambiental
Gestão Ambiental
 
Conceitos de agroecologia e transicao agroecologica jose antonio costabeber
Conceitos de agroecologia e transicao agroecologica   jose antonio costabeberConceitos de agroecologia e transicao agroecologica   jose antonio costabeber
Conceitos de agroecologia e transicao agroecologica jose antonio costabeber
 

Destaque

Hidráulica apresentação geral
Hidráulica   apresentação geralHidráulica   apresentação geral
Hidráulica apresentação geral
Giovanna Ortiz
 
Indicadores de qualidade ambiental e produtividade
Indicadores de qualidade ambiental e produtividadeIndicadores de qualidade ambiental e produtividade
Indicadores de qualidade ambiental e produtividade
Marcelo Venturi
 
Introdução aula 6
Introdução   aula 6Introdução   aula 6
Introdução aula 6
Giovanna Ortiz
 
Taa 1
Taa 1Taa 1
Taa 4
Taa 4Taa 4
Taa 6
Taa 6Taa 6
Taa 7
Taa 7Taa 7
Taa 3
Taa 3Taa 3
Tratamento de água de abastecimento
Tratamento de água de abastecimento Tratamento de água de abastecimento
Tratamento de água de abastecimento
Giovanna Ortiz
 
Aula 10
Aula 10Aula 10
Taa 8
Taa 8Taa 8
Taa 5
Taa 5Taa 5
Taa 2
Taa 2Taa 2
Exercícios dimensionamento limpeza publica aula 4
Exercícios dimensionamento limpeza publica aula 4Exercícios dimensionamento limpeza publica aula 4
Exercícios dimensionamento limpeza publica aula 4
Giovanna Ortiz
 
A legislação brasileira e a proteção das encostas
A legislação brasileira e a proteção das encostasA legislação brasileira e a proteção das encostas
A legislação brasileira e a proteção das encostas
Carlos Trindade
 
Lei de uso e ocupação do solo slides
Lei de uso e ocupação do solo   slidesLei de uso e ocupação do solo   slides
Lei de uso e ocupação do solo slides
Emagrecimento
 
PARTE 2 - Relativo Simples
PARTE 2 - Relativo SimplesPARTE 2 - Relativo Simples
PARTE 2 - Relativo Simples
Regis Andrade
 
PARTE 3 - Indice Agregativo Simples
PARTE 3 - Indice Agregativo SimplesPARTE 3 - Indice Agregativo Simples
PARTE 3 - Indice Agregativo Simples
Regis Andrade
 
Estatística, Mudança de base na prática
Estatística, Mudança de base na práticaEstatística, Mudança de base na prática
Estatística, Mudança de base na prática
nelsonpoer
 
PARTE 4 - Índice Agregativo Composto
PARTE 4 - Índice Agregativo CompostoPARTE 4 - Índice Agregativo Composto
PARTE 4 - Índice Agregativo Composto
Regis Andrade
 

Destaque (20)

Hidráulica apresentação geral
Hidráulica   apresentação geralHidráulica   apresentação geral
Hidráulica apresentação geral
 
Indicadores de qualidade ambiental e produtividade
Indicadores de qualidade ambiental e produtividadeIndicadores de qualidade ambiental e produtividade
Indicadores de qualidade ambiental e produtividade
 
Introdução aula 6
Introdução   aula 6Introdução   aula 6
Introdução aula 6
 
Taa 1
Taa 1Taa 1
Taa 1
 
Taa 4
Taa 4Taa 4
Taa 4
 
Taa 6
Taa 6Taa 6
Taa 6
 
Taa 7
Taa 7Taa 7
Taa 7
 
Taa 3
Taa 3Taa 3
Taa 3
 
Tratamento de água de abastecimento
Tratamento de água de abastecimento Tratamento de água de abastecimento
Tratamento de água de abastecimento
 
Aula 10
Aula 10Aula 10
Aula 10
 
Taa 8
Taa 8Taa 8
Taa 8
 
Taa 5
Taa 5Taa 5
Taa 5
 
Taa 2
Taa 2Taa 2
Taa 2
 
Exercícios dimensionamento limpeza publica aula 4
Exercícios dimensionamento limpeza publica aula 4Exercícios dimensionamento limpeza publica aula 4
Exercícios dimensionamento limpeza publica aula 4
 
A legislação brasileira e a proteção das encostas
A legislação brasileira e a proteção das encostasA legislação brasileira e a proteção das encostas
A legislação brasileira e a proteção das encostas
 
Lei de uso e ocupação do solo slides
Lei de uso e ocupação do solo   slidesLei de uso e ocupação do solo   slides
Lei de uso e ocupação do solo slides
 
PARTE 2 - Relativo Simples
PARTE 2 - Relativo SimplesPARTE 2 - Relativo Simples
PARTE 2 - Relativo Simples
 
PARTE 3 - Indice Agregativo Simples
PARTE 3 - Indice Agregativo SimplesPARTE 3 - Indice Agregativo Simples
PARTE 3 - Indice Agregativo Simples
 
Estatística, Mudança de base na prática
Estatística, Mudança de base na práticaEstatística, Mudança de base na prática
Estatística, Mudança de base na prática
 
PARTE 4 - Índice Agregativo Composto
PARTE 4 - Índice Agregativo CompostoPARTE 4 - Índice Agregativo Composto
PARTE 4 - Índice Agregativo Composto
 

Semelhante a Aula 20 indicadores

Indicadores ambientais
Indicadores ambientaisIndicadores ambientais
Indicadores ambientais
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Indicadores peq 1
Indicadores peq 1Indicadores peq 1
Indicadores peq 1
Bio Uneb
 
Criterios para Indicadores de Saúde Ambiental
Criterios para Indicadores de Saúde AmbientalCriterios para Indicadores de Saúde Ambiental
Criterios para Indicadores de Saúde Ambiental
EloisaBotacin
 
Indicadores de sustentabilidade para o Grande Porto
Indicadores de sustentabilidade para o Grande PortoIndicadores de sustentabilidade para o Grande Porto
Indicadores de sustentabilidade para o Grande Porto
Nuno Quental
 
Relatório do Projeto
Relatório do ProjetoRelatório do Projeto
Relatório do Projeto
Luiz Bouabci
 
Telas isps
Telas ispsTelas isps
Telas isps
PPT King
 
Gestão Ambiental Urbana - Indicadores Ambientais e o projeto Município VerdeAzul
Gestão Ambiental Urbana - Indicadores Ambientais e o projeto Município VerdeAzulGestão Ambiental Urbana - Indicadores Ambientais e o projeto Município VerdeAzul
Gestão Ambiental Urbana - Indicadores Ambientais e o projeto Município VerdeAzul
ONU Meio Ambiente e Ministério do Meio Ambiente
 
Desenvolvimento regional sustentavel municipios -made in forest - july13
Desenvolvimento regional sustentavel   municipios -made in forest - july13Desenvolvimento regional sustentavel   municipios -made in forest - july13
Desenvolvimento regional sustentavel municipios -made in forest - july13
Made in Forest
 
Apresentação Ademar Romeiro
Apresentação Ademar RomeiroApresentação Ademar Romeiro
Apresentação Ademar Romeiro
PET Ecologia
 
Ecogestus brochura_pt_maio_2012_3
Ecogestus brochura_pt_maio_2012_3Ecogestus brochura_pt_maio_2012_3
Ecogestus brochura_pt_maio_2012_3
Joao Vaz
 
COMO PLANEJAR E MEDIR A EFICIÊNCIA E A EFICÁCIA DA GESTÃO DE UM GOVERNO MUNIC...
COMO PLANEJAR E MEDIR A EFICIÊNCIA E A EFICÁCIA DA GESTÃO DE UM GOVERNO MUNIC...COMO PLANEJAR E MEDIR A EFICIÊNCIA E A EFICÁCIA DA GESTÃO DE UM GOVERNO MUNIC...
COMO PLANEJAR E MEDIR A EFICIÊNCIA E A EFICÁCIA DA GESTÃO DE UM GOVERNO MUNIC...
Fernando Alcoforado
 
Desenvolvimento sustentável corporativo made in forest - mar13
Desenvolvimento sustentável corporativo   made in forest - mar13Desenvolvimento sustentável corporativo   made in forest - mar13
Desenvolvimento sustentável corporativo made in forest - mar13
Made in Forest
 
Produtor brasileiro usa em média 3,6 quilos de agrotóxicos por hectare, apont...
Produtor brasileiro usa em média 3,6 quilos de agrotóxicos por hectare, apont...Produtor brasileiro usa em média 3,6 quilos de agrotóxicos por hectare, apont...
Produtor brasileiro usa em média 3,6 quilos de agrotóxicos por hectare, apont...
Portal Canal Rural
 
Apresentacao fkl sustentar_ago11 florence
Apresentacao fkl sustentar_ago11 florenceApresentacao fkl sustentar_ago11 florence
Apresentacao fkl sustentar_ago11 florence
forumsustentar
 
Apresentacao fkl sustentar_ago11 florence 17_00
Apresentacao fkl sustentar_ago11 florence 17_00Apresentacao fkl sustentar_ago11 florence 17_00
Apresentacao fkl sustentar_ago11 florence 17_00
forumsustentar
 
teste
testeteste
Aula_8_Avaliacao_do_Desempenho_Ambiental.ppt
Aula_8_Avaliacao_do_Desempenho_Ambiental.pptAula_8_Avaliacao_do_Desempenho_Ambiental.ppt
Aula_8_Avaliacao_do_Desempenho_Ambiental.ppt
DaniDu3
 
Semana Lixo Zero SP - Giral Viveiro de Projetos
Semana Lixo Zero SP - Giral Viveiro de ProjetosSemana Lixo Zero SP - Giral Viveiro de Projetos
Semana Lixo Zero SP - Giral Viveiro de Projetos
REDERESÍDUO
 
Festival 2018 - Organizações comunitárias podem mobilizar seus próprios recur...
Festival 2018 - Organizações comunitárias podem mobilizar seus próprios recur...Festival 2018 - Organizações comunitárias podem mobilizar seus próprios recur...
Festival 2018 - Organizações comunitárias podem mobilizar seus próprios recur...
ABCR
 
Aula 2 - Indicadores, taxas e coeficientes.pdf
Aula 2 - Indicadores, taxas e coeficientes.pdfAula 2 - Indicadores, taxas e coeficientes.pdf
Aula 2 - Indicadores, taxas e coeficientes.pdf
ANTONIAOLIVEIRADASIL
 

Semelhante a Aula 20 indicadores (20)

Indicadores ambientais
Indicadores ambientaisIndicadores ambientais
Indicadores ambientais
 
Indicadores peq 1
Indicadores peq 1Indicadores peq 1
Indicadores peq 1
 
Criterios para Indicadores de Saúde Ambiental
Criterios para Indicadores de Saúde AmbientalCriterios para Indicadores de Saúde Ambiental
Criterios para Indicadores de Saúde Ambiental
 
Indicadores de sustentabilidade para o Grande Porto
Indicadores de sustentabilidade para o Grande PortoIndicadores de sustentabilidade para o Grande Porto
Indicadores de sustentabilidade para o Grande Porto
 
Relatório do Projeto
Relatório do ProjetoRelatório do Projeto
Relatório do Projeto
 
Telas isps
Telas ispsTelas isps
Telas isps
 
Gestão Ambiental Urbana - Indicadores Ambientais e o projeto Município VerdeAzul
Gestão Ambiental Urbana - Indicadores Ambientais e o projeto Município VerdeAzulGestão Ambiental Urbana - Indicadores Ambientais e o projeto Município VerdeAzul
Gestão Ambiental Urbana - Indicadores Ambientais e o projeto Município VerdeAzul
 
Desenvolvimento regional sustentavel municipios -made in forest - july13
Desenvolvimento regional sustentavel   municipios -made in forest - july13Desenvolvimento regional sustentavel   municipios -made in forest - july13
Desenvolvimento regional sustentavel municipios -made in forest - july13
 
Apresentação Ademar Romeiro
Apresentação Ademar RomeiroApresentação Ademar Romeiro
Apresentação Ademar Romeiro
 
Ecogestus brochura_pt_maio_2012_3
Ecogestus brochura_pt_maio_2012_3Ecogestus brochura_pt_maio_2012_3
Ecogestus brochura_pt_maio_2012_3
 
COMO PLANEJAR E MEDIR A EFICIÊNCIA E A EFICÁCIA DA GESTÃO DE UM GOVERNO MUNIC...
COMO PLANEJAR E MEDIR A EFICIÊNCIA E A EFICÁCIA DA GESTÃO DE UM GOVERNO MUNIC...COMO PLANEJAR E MEDIR A EFICIÊNCIA E A EFICÁCIA DA GESTÃO DE UM GOVERNO MUNIC...
COMO PLANEJAR E MEDIR A EFICIÊNCIA E A EFICÁCIA DA GESTÃO DE UM GOVERNO MUNIC...
 
Desenvolvimento sustentável corporativo made in forest - mar13
Desenvolvimento sustentável corporativo   made in forest - mar13Desenvolvimento sustentável corporativo   made in forest - mar13
Desenvolvimento sustentável corporativo made in forest - mar13
 
Produtor brasileiro usa em média 3,6 quilos de agrotóxicos por hectare, apont...
Produtor brasileiro usa em média 3,6 quilos de agrotóxicos por hectare, apont...Produtor brasileiro usa em média 3,6 quilos de agrotóxicos por hectare, apont...
Produtor brasileiro usa em média 3,6 quilos de agrotóxicos por hectare, apont...
 
Apresentacao fkl sustentar_ago11 florence
Apresentacao fkl sustentar_ago11 florenceApresentacao fkl sustentar_ago11 florence
Apresentacao fkl sustentar_ago11 florence
 
Apresentacao fkl sustentar_ago11 florence 17_00
Apresentacao fkl sustentar_ago11 florence 17_00Apresentacao fkl sustentar_ago11 florence 17_00
Apresentacao fkl sustentar_ago11 florence 17_00
 
teste
testeteste
teste
 
Aula_8_Avaliacao_do_Desempenho_Ambiental.ppt
Aula_8_Avaliacao_do_Desempenho_Ambiental.pptAula_8_Avaliacao_do_Desempenho_Ambiental.ppt
Aula_8_Avaliacao_do_Desempenho_Ambiental.ppt
 
Semana Lixo Zero SP - Giral Viveiro de Projetos
Semana Lixo Zero SP - Giral Viveiro de ProjetosSemana Lixo Zero SP - Giral Viveiro de Projetos
Semana Lixo Zero SP - Giral Viveiro de Projetos
 
Festival 2018 - Organizações comunitárias podem mobilizar seus próprios recur...
Festival 2018 - Organizações comunitárias podem mobilizar seus próprios recur...Festival 2018 - Organizações comunitárias podem mobilizar seus próprios recur...
Festival 2018 - Organizações comunitárias podem mobilizar seus próprios recur...
 
Aula 2 - Indicadores, taxas e coeficientes.pdf
Aula 2 - Indicadores, taxas e coeficientes.pdfAula 2 - Indicadores, taxas e coeficientes.pdf
Aula 2 - Indicadores, taxas e coeficientes.pdf
 

Mais de Giovanna Ortiz

Dimensionamento de um aterro sanitário2
Dimensionamento de um aterro sanitário2Dimensionamento de um aterro sanitário2
Dimensionamento de um aterro sanitário2
Giovanna Ortiz
 
Dimensionamento de pátio de compostagem
Dimensionamento de pátio de compostagemDimensionamento de pátio de compostagem
Dimensionamento de pátio de compostagem
Giovanna Ortiz
 
Aula 9 aterro
Aula 9   aterroAula 9   aterro
Aula 9 aterro
Giovanna Ortiz
 
Aula 8 incineração
Aula 8 incineraçãoAula 8 incineração
Aula 8 incineração
Giovanna Ortiz
 
Aula 7 co-processamento
Aula 7   co-processamentoAula 7   co-processamento
Aula 7 co-processamento
Giovanna Ortiz
 
Aula 6 compostagem
Aula 6 compostagemAula 6 compostagem
Aula 6 compostagem
Giovanna Ortiz
 
Aula 5 reciclagem
Aula 5  reciclagemAula 5  reciclagem
Aula 5 reciclagem
Giovanna Ortiz
 
Aula 4. rsu parte 1pdf
Aula 4. rsu parte 1pdfAula 4. rsu parte 1pdf
Aula 4. rsu parte 1pdf
Giovanna Ortiz
 
Aula 4 parte 2
Aula 4 parte 2Aula 4 parte 2
Aula 4 parte 2
Giovanna Ortiz
 
Aula 3 gerenciamento
Aula 3 gerenciamentoAula 3 gerenciamento
Aula 3 gerenciamento
Giovanna Ortiz
 
Aula 2 panorama geral
Aula 2 panorama geralAula 2 panorama geral
Aula 2 panorama geral
Giovanna Ortiz
 
Aula 1 normas e legislação
Aula 1 normas e legislaçãoAula 1 normas e legislação
Aula 1 normas e legislação
Giovanna Ortiz
 
Atividade roteiro para implantação de coleta seletiva
Atividade   roteiro para implantação de coleta seletivaAtividade   roteiro para implantação de coleta seletiva
Atividade roteiro para implantação de coleta seletiva
Giovanna Ortiz
 
Apresentação geral do curso
Apresentação geral do cursoApresentação geral do curso
Apresentação geral do curso
Giovanna Ortiz
 
Exercícios de compensação de ausências
Exercícios de compensação de ausênciasExercícios de compensação de ausências
Exercícios de compensação de ausências
Giovanna Ortiz
 
Erosão
ErosãoErosão
Aula 1 solos
Aula 1 solosAula 1 solos
Aula 1 solos
Giovanna Ortiz
 
Solos 6b
Solos 6bSolos 6b
Solos 6b
Giovanna Ortiz
 
Solos 4
Solos 4Solos 4
Solos 3p
Solos 3pSolos 3p
Solos 3p
Giovanna Ortiz
 

Mais de Giovanna Ortiz (20)

Dimensionamento de um aterro sanitário2
Dimensionamento de um aterro sanitário2Dimensionamento de um aterro sanitário2
Dimensionamento de um aterro sanitário2
 
Dimensionamento de pátio de compostagem
Dimensionamento de pátio de compostagemDimensionamento de pátio de compostagem
Dimensionamento de pátio de compostagem
 
Aula 9 aterro
Aula 9   aterroAula 9   aterro
Aula 9 aterro
 
Aula 8 incineração
Aula 8 incineraçãoAula 8 incineração
Aula 8 incineração
 
Aula 7 co-processamento
Aula 7   co-processamentoAula 7   co-processamento
Aula 7 co-processamento
 
Aula 6 compostagem
Aula 6 compostagemAula 6 compostagem
Aula 6 compostagem
 
Aula 5 reciclagem
Aula 5  reciclagemAula 5  reciclagem
Aula 5 reciclagem
 
Aula 4. rsu parte 1pdf
Aula 4. rsu parte 1pdfAula 4. rsu parte 1pdf
Aula 4. rsu parte 1pdf
 
Aula 4 parte 2
Aula 4 parte 2Aula 4 parte 2
Aula 4 parte 2
 
Aula 3 gerenciamento
Aula 3 gerenciamentoAula 3 gerenciamento
Aula 3 gerenciamento
 
Aula 2 panorama geral
Aula 2 panorama geralAula 2 panorama geral
Aula 2 panorama geral
 
Aula 1 normas e legislação
Aula 1 normas e legislaçãoAula 1 normas e legislação
Aula 1 normas e legislação
 
Atividade roteiro para implantação de coleta seletiva
Atividade   roteiro para implantação de coleta seletivaAtividade   roteiro para implantação de coleta seletiva
Atividade roteiro para implantação de coleta seletiva
 
Apresentação geral do curso
Apresentação geral do cursoApresentação geral do curso
Apresentação geral do curso
 
Exercícios de compensação de ausências
Exercícios de compensação de ausênciasExercícios de compensação de ausências
Exercícios de compensação de ausências
 
Erosão
ErosãoErosão
Erosão
 
Aula 1 solos
Aula 1 solosAula 1 solos
Aula 1 solos
 
Solos 6b
Solos 6bSolos 6b
Solos 6b
 
Solos 4
Solos 4Solos 4
Solos 4
 
Solos 3p
Solos 3pSolos 3p
Solos 3p
 

Aula 20 indicadores

  • 1. Planejamento ambiental Aula 20 – Indicadores Ambientais
  • 2. Indicadores Indicadores ambientais são parâmetros que podem ter a capacidade de descrever um estado ou situação dos fenômenos que ocorrem no ambiente
  • 3. INDICADORES Parâmetro ou valor calculado que descreve um fenômeno quantitativo e/ou qualitativo relacionado aos recursos naturais. Indicadores são parâmetros que tem a capacidade de descrever um estado ou uma resposta.
  • 4. INDICADORES Devem responder sobre as características, propriedades e qualidades do meio e estar intimamente associados aos objetivos e ao objeto do planejamento. Bons indicadores devem ter a capacidade de gerar modelos que representam as realidades. Um indicador deve vir enriquecido de entendimento técnico, político e, conhecimento lógico. Indicadores medem o avanço em direção a metas e objetivos.
  • 5. INDICADORES Ações (desenvolvimento sustentável) Nível Global (planeta) Nível Regional Nível Local (vilas, bairros, bacias hidrográficas, etc.) (empresas e industrias) Indicadores Ambientais
  • 6. Exemplos • Indicadores Abastecimento público de água potável na área urbana Acervo de livros infantojuvenis Acervo de livros para adultos Área desmatada Área verde por habitante Atropelamentos Baixo peso ao nascer Calçadas consideradas adequadas às exigências legais Campanhas de educação cidadã Centros culturais, casas e espaços de cultura Ciclovias exclusivas Coleta seletiva Compras Públicas Sustentáveis Concentrações de monóxido de carbono (CO) Concentrações de NO2 (dióxido de nitrogênio) Concentrações de O3 (ozônio) Concentrações de PM10* (material particulado – MP) Concentrações de PM2,5* Concentrações de SO2 (dióxido de enxofre)
  • 7. Função • Os indicadores são fundamentais para tomadores de decisão e para a sociedade, pois permitem tanto criar cenários sobre o estado do meio, quanto aferir ou acompanhar os resultados de uma decisão tomada. • São indicativos das mudanças e condições no ambiente e, se bem conduzidos, permitem representar a rede de casualidades presente num determinado meio.
  • 8. Função • Os indicadores são empregados para avaliar e comparar territórios de diferentes dimensões e diversas complexidades. • A principal característica dos indicadores é sua capacidade de quantificar e simplificar informação.
  • 9. Número O número de indicadores a ser utilizado num planejamento está fortemente ligado à escala e ao espaço físico em que está trabalhando. Dimensão Número de Exemplos de indicadores indicadores que podem ser avaliados Global Regional 10 a 20 50 a 100 Emissão de CO2 Emissão de CO2, principais atividades humanas Bacia hidrográfica 250 a 500 Emissão de CO2, principais atividades humanas, tipos de usos da terra, tipos de cobertura vegetal.
  • 10. Qualidade Um indicador de qualidade é aquele que tem capacidade de medir, analisar e expressar, com fidelidade, o fenômeno ao qual se refere. Critérios para indicadores de qualidade: - Fonte de informação – confiabilidade e origem da informação (órgão oficial) - Forma de coleta e elaboração – clareza e objetividade dos procedimentos e validade científica - Valores de referência – conformidade temporal – representatividade – etc.
  • 11. Relação entre escala, nível de informação e uso Escala Nível de informação Uso Global Índices e indicadores agregados Acompanhamento de temas prioritários e áreas com problemas negociação e definição de políticas e ações. Regional/ Continental Índices, indicadores agregados Identificação e acompanhamento de temas e indicadores simples prioritários e áreas com problemas definição de estratégias e ações Nacional Índices, indicadores agregados Identificação e acompanhamento de áreas com e indicadores simples problemas. Definição de estratégias e ações análise de causas, efeitos e respostas potenciais Local Indicadores analisados simples dados Identificação de temas prioritários análise, acompanhamento e verificação de ações e respostas.
  • 12. Aplicação e os limites no uso de indicadores Os indicadores ambientais devem ser entendidos como parte do processo de planejamento, e não um fim em si mesmo. Se interpretados dentro do seu contexto, se retratarem as condições de pressão, de qualidade ou estado do meio e das respostas a sociedade, os erros serão minimizados.
  • 13. Aplicação e os limites no uso de indicadores A decisão do planejador sobre a representação, valor e relação ente os dados é que conduz à determinação dos “indicadores”. São as novas composições, infinitamente arranjadas, desse imenso universo de indicadores que permitem o avanço do conhecimento sobre o ambiente e que permitem, ter, por fim, a construção de reproduções cada vez mais representativas do todo e da verdade.
  • 14. Aplicação e os limites no uso de indicadores • A análise da qualidade ambiental depende da escolha de indicadores ambientais que possam representar todos os segmentos da paisagem urbana para sua inter-relação e cruzamento de suas informações.
  • 15. Tipos de indicadores •Indicadores descritivos •Indicadores de eficiência •Indicadores de desempenho
  • 16. Tipos de indicadores • Indicadores descritivos Permitem caracterizar os problemas ambientais • Indicadores de eficiência Permitem caracterizar a eficiência dos processos socioeconômicos na utilização de recursos e na geração de resíduos e emissões
  • 17. Tipos de indicadores • Indicadores de desempenho -Medem a distância às metas estabelecidas ou a valores alvo de sustentabilidade -Permitem avaliar eficácia das respostas e -Progresso relativamente à metas
  • 18. Bons indicadores Devem ser: • Relevantes e úteis; • Sensíveis a variações nos sist. Ambientais; • Capazes de mostrar tendências; • Permitir comparações; • Ser simples e fácil interpretação.
  • 19. Variáveis das classes de análises das categorias “sociedade e natureza" na paisagem urbana. Elaboração: LIMA, V., 2010.
  • 20. Exemplos de indicadores Indicadores Descrição Variáveis para compor o indicador Método de cálculo Número total de domicílios da Número total de domicílios Percentual da população urbana região urbana que são Abastecimento público da região urbana que são do município que é atendida Total de domicílios da atendidos pelo abastecimento de água potável na área atendidos pelo pelo abastecimento público de região urbana público de água potável ÷ Total urbana abastecimento público de água potável de domicílios da região urbana água potável (× 100) Acervo de livros para adultos Número de livros disponíveis em Número total de livros para acervos de bibliotecas População com 15 adultos disponíveis em municipais por habitante com 15 anos ou mais bibliotecas municipais anos ou mais Acesso a internet nas escolas do ensino fundamental e médio Percentual de escolas do ensino fundamental e médio com acesso à internet, em relação ao total de escolas públicas Número de escolas públicas de ensino Número total de fundamental e médio com escolas públicas acesso à internet Acidentes de trânsito Número total de acidentes de trânsito por 10 mil habitantes Número total de acidentes População total do de trânsito no município município Número total de livros para adultos disponíveis em bibliotecas municipais ÷ População com 15 anos ou mais Número de escolas públicas de ensino fundamental e médio com acesso à internet ÷ Número total de escolas públicas (× 100) Número total de acidentes de trânsito no município ÷ População total do município (× 10.000)
  • 21. Exemplos de indicadores Área desmatada Área verde por habitante Atropelamentos Baixo peso ao nascer Calçadas consideradas adequadas às exigências legais Indicadores Número total, em quilômetros Percentual da área desmatada Número total, em quilômetros Área total do município quadrados (km²) , de área acumulada, ano a ano, sobre a área quadrados (km²) , de área em quilômetros desmatada ÷ Área total do total do município desmatada quadrados (km²) município em quilômetros quadrados (km²) (× 100) Total de metros quadrados de área Número total, em m², de áreas Número total, em m², de áreas População total do verde por habitante (medida anual) verdes no município ÷ População verdes no município município Áreas verdes públicas total do município Número total de atropelamentos ÷ Número total de atropelamentos por Número total de População total do População total do município (× 10 mil habitantes atropelamentos município 10.000) Percentual de crianças nascidas vivas Número total de Número total de crianças com baixo Número total de crianças com com menos de 2,5 kg, em relação ao nascidos vivos no peso ao nascer ÷ Número total de baixo peso ao nascer total de nascidos vivos município nascidos vivos no município (× 100) Percentual de quilômetros de Quantidade de quilômetros de calçadas consideradas adequadas às Quantidade de quilômetros de calçadas consideradas adequadas Quantidade total de exigências legais sobre extensão calçadas consideradas às exigências legais ÷ Quantidade quilômetros de calçadas total em km de calçadas, por ano, adequadas às exigências legais total de quilômetros de calçadas (× para a cidade 100) Descrição Variáveis para compor o indicador Método de cálculo
  • 22. Bens Naturais Comuns - Área verde por habitante • Área verde por habitante Metros quadrados de área verde publica por habitante. Referências de Metas: - A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda um mínimo de 12 m2 de área verde por habitante. Fonte: OMS
  • 23. Bens Naturais Comuns - Concentrações de PM10 (material particulado – MP) Concentrações de PM10 (material particulado – MP) Media anual diária de concentrações de PM10* (μg/m3). *As PM10 são um tipo de partículas inaláveis, de diâmetro inferior a 10 micrometros (μm), e constituem um elemento de poluição atmosférica. Referência de Meta: A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que: - a concentração media de PM10 durante 24 horas de exposição seja de, no Maximo, 50 μg/m3 - a concentração media de PM10 durante 1 ano de exposição seja de, no Maximo, 20 μg/m3
  • 24. Equidade, Justiça Social e Cultura de Paz - Pessoas com renda per capita de até 1/4 do salário mínimo Pessoas com renda per capita de até 1/4 do salário mínimo Porcentagem da população municipal com renda per capita de ate 1/4 do salário mínimo. Meta: 0% da população com renda per capita de até 1/4 do salário mínimo. Fonte: Programa Cidades Sustentáveis Referência de Meta: - Brusque (SC), Brasil: 0,17% da população com renda per capita de ate 1/4 do salário mínimo (153 pessoas) Fonte: IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) - Censo Demográfico 2010
  • 25. Planejamento e Desenho Urbano - População residente num raio de 300 metros de serviços públicos básicos População residente num raio de 300 metros de serviços públicos básicos Porcentagem da população residente num raio de 300 metros dos serviços públicos básicos*. * Serviços públicos primários de saúde; Escolas públicas e Espaços e estruturas para atividades culturais e de lazer. Referência de Meta: - Vitoria-Gasteiz, Espanha: 99% da população com acesso a serviços básicos a 300 metros em relação a suas casas. Fonte: http://www.cidadessustentaveis.org.br/boas_praticas/exibir/157
  • 26. http://www.cityindicators.org/Portuguese.aspx • Os Indicadores • Os indicadores são estruturados em torno de 20 "temas" que medem a gama de serviços da cidade e da qualidade de vida fatores. • Serviços da cidade • Educação Energia Finanças Recreação Fogo Emergência Governança Saúde Segurança Resíduos Sólidos Transporte de Planejamento Urbano de Águas Residuais Água • QUALIDADE DE VIDA • Engajamento cívico Cultura Economia Meio Ambiente equidade social Tecnologia e Inovação • Etc.
  • 27. Indicadores no setor industrial e empresarial O conjunto de indicadores fornece uma síntese das condições ambientais, das pressões sobre o meio ambiente e das respostas encontradas pela sociedade para mitigá-las. Modelo OECD (Organização para Cooperação Econômica e o Desenvolvimento) Três dimensões informação da
  • 29. Indicadores de desempenho ambiental Os indicadores ambientais permitem avaliar, comparativamente, o desempenho ambiental de uma organização com os diferentes aspectos ambientais, como o consumo de água, o de energia elétrica e geração de resíduos.
  • 31. A NORMA ISO 14031 tem como objetivo: -Estabelecer avaliações de desempenho ambiental • GRUPO A – Indicadores de desempenho ambiental (EPI – environmental performance indicators) • 1. Indicadores de desempenho de gestão ( MPI – management performance indicators) = Indicadores de resposta • 2. Indicadores de desempenho operacional (OPI – operational performance indicators) = Indicadores de pressão
  • 32. A NORMA ISO 14031 tem como objetivo: -Estabelecer avaliações de desempenho ambiental GRUPO B – Indicadores de condições ambientais (ECI – environmental condition indicators) = Indicadores de estado
  • 33. Material Consultado • Sistema, Firjan. Manual de indicadores ambientais. Rio de Janeiro DM/GTM, 2008 • Metas de Sustentabilidade para os Municípios Brasileiros (Indicadores e Referências) www.CidadesSustentaveis.org.br, 2012 • SANTOS, R. F. Planejamento Ambiental: Teoria e Prática . São Paulo: Oficina de Textos, 2004.