SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 31
Baixar para ler offline
TEXTO DO DIA
• “Ouvi, SENHOR, a tua palavra e temi; aviva, ó
SENHOR, a tua obra no meio dos anos, no meio dos
anos a notifica; na ira lembra-te da
misericórdia” (Hc 3.2).
SÍNTESE
• A intercessão é uma prática preciosa aos filhos de
Deus. Aprenderemos com Habacuque o valor do
ato de interceder pelos justos e como ele descobriu
o valor da fé e o segredo da esperança.
OBJETIVOS
 COMPARAR a iniquidade em Judá e na
contemporaneidade;
 CONTEMPLAR o cuidado de Deus para com os
justos;
 CONHECER o que é intercessão.
TEXTO BÍBLICO
Habacuque 3.4-6,15-19.
• 4 — E o seu resplendor era como a luz, raios brilhantes saiam
da sua mão, e ali estava o esconderijo da sua força.
• 5 — Adiante dele ia a peste, e raios de fogo, sob os seus pés.
• 6 — Parou e mediu a terra; olhou e separou as nações; e os
montes perpétuos foram esmiuçados, os outeiros eternos se
encurvaram; o andar eterno é seu.
• 15 — Tu, com os teus cavalos, marchaste pelo mar, pela
massa de grandes águas.
• 16 — Ouvindo-o eu, o meu ventre se comoveu, à sua voz
tremeram os meus Lábios; entrou a podridão nos meus ossos,
e estremeci dentro de mim; descanse eu no dia da angústia,
quando ele vier contra o povo que nos destruirá.
• 17 — Porquanto, ainda que a figueira não floresça, nem haja
fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não
produzam mantimento; as ovelhas da malhada sejam
arrebatadas, e nos currais não haja vacas,
• 18 — Todavia, eu me alegrarei no SENHOR, exultarei no Deus
da minha salvação.
• 19 — JEOVÁ, o Senhor, é minha força, e fará os meus pés
como os das cervas, e me fará andar sobre as minhas alturas.
(Para o cantor-mor sobre os meus instrumentos de música.)
INTRODUÇÃO
• Nesta Lição, juntos aprenderemos acerca da
resposta dada por Deus e quais as circunstâncias
que fazem parte desse triste momento da história
de Judá. Que possamos nos fortalecer e, com
convicção, anunciar a todos que ainda é tempo
para arrependimento e conversão dos maus
caminhos: A porta ainda está aberta. Bons
estudos!
•1
• A
INIQUIDADE
DE JUDÁ
1. Caos e sofrimento.
• Em Judá imperava um panorama de injustiças,
perversidades e abominações. Já não havia mais um
interesse Legítimo para arrependimento e retorno ao
Senhor. E, infelizmente, essa situação se agravava cada
vez mais. Esse foi o tempo em que Habacuque (assim
como também Jeremias, como vimos anteriormente)
exerceu o seu ministério. Para um homem com a
sensibilidade e a devoção a Deus, essa realidade era
por demais sofrível. Para termos uma ideia, ao Longo
dos três capítulos do livro do profeta Habacuque, a
palavra hamas é citada 6 vezes.
2. Vivendo em tempos de iniquidades.
• O caos vivido por Judá em seus últimos dias antes do
cativeiro pode ser percebido em nosso cotidiano
também. O mundo atual passa por momentos onde a
iniquidade tem se multiplicado e as consequências têm
sido cada vez mais desastrosas: A destruição da família
e a condenação do padrão de vida santificada; a
violência urbana tem revelado uma crueldade
impressionante: a corrupção atingiu nos últimos anos
índices jamais vistos na história da humanidade; as
multidões (de todas as idades).....
3. É chegada a hora!
• Por anos, não só Habacuque, mas muito outros
foram alertando o povo quanto ao juízo de Deus
por suas más escolhas. Um nítido exemplo
encontramos em Jeremias, que gastou sua vida
chamando o povo ao arrependimento e sendo
castigado paulatinamente por isso. Para
Habacuque, não havia mais nada a fazer além de
questionar a Deus em prol dos justos, que
sofreriam também as consequências do juízo dos
maus.
•2 • O CASTIGO DE
JUDÁ
1. Bênção ou maldição.
• Moisés, ao final do Pentateuco, é usado por Deus
para proferir ao povo três discursos impressionantes
em conteúdo, em amplitude e em efeitos para a
posteridade. Em um desses discursos há uma
importante consideração. Vejamos: “Eis que hoje eu
ponho diante de vós a bênção e a maldição: a
bênção, quando ouvirdes os mandamentos do
SENHOR, vosso Deus, que hoje vos mando; porém a
maldição, se não ouvirdes os mandamentos do
SENHOR, vosso Deus, e vos desviardes do caminho
que hoje vos ordeno […]” (Dt 11.26-28).
2. O sofrimento dos justos.
• “Porque os babilônicos?”. Esta indagação queimava o
coração de Habacuque. O fato desse povo ser ímpio e
praticante das mais terríveis abominações não ajudava
na digestão de tão triste realidade, muito pelo
contrário: Deus estava empregando um povo ainda
mais ímpio e pecador para trazer juízo ao seu povo. O
Senhor deixara bem claro que, também no tempo
certo, os caldeus pagariam por suas atrocidades e
iniquidades, porém nesse momento estariam sendo
direcionados para serem os instrumentos de juízo sobre
o povo de Judá.
3. Pela fé.
• Um dos versículos mais conhecidos da Bíblia Sagrada
define com precisão o que é “fé”: “Ora, a fé é o firme
fundamento das coisas que se esperam e a prova das
coisas que se não veem” (Hb 11.1). É a fé que nos dá
sentido ao ato de orar, pois cremos que Deus nos
ouve e nos fortalece em meio à nossa caminhada
anunciando o Reino de Deus.
• Pela fé vencemos os mais diversos desafios e nos
enchemos de ousadia em meio ao caos, pois
sabemos que o Pai conosco está.
•3 • A ORAÇÃO DE
HABACUQUE
1. O homem que questionou Deus.
• Em toda a Bíblia Sagrada, é raríssimo encontrarmos
personagens que receberem de Deus a autorização para
questioná-lo abertamente: Moisés é um conhecido
exemplo (Êx 33) intercedendo pelo povo que era
teimoso. Outro caso muito conhecido se refere a
Habacuque. No início do capítulo primeiro o profeta se
entristece mediante a injustiça que impera no meio do
seu povo e pergunta por que Deus não intervém: “Até
quando, SENHOR, clamarei eu, e tu não me escutarás?
Gritarei: Violência! E não me salvarás?” (Hc 1.2).
2. O poder da intercessão.
• Quando alguém se permite chegar na dimensão de
intimidade com Deus alcançada por Habacuque, o
questionamento passa a ser envolto em uma prática
de intercessão pelos justos. Nesse sentido, o
questionamento não é movido pela simples
discordância, mas sim por uma série de sentimentos
e virtudes que conhecemos bem, e que seriam,
séculos mais tarde, muito bem explanados pelo
apóstolo Paulo: Amor, gozo, paz, longanimidade,
benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.
3. Um coração cheio de esperança.
• A sensibilidade de Habacuque nos impressiona.
Se atentarmos para duas unidades temáticas, os
primeiros dois capítulos e o último,
perceberemos uma marcante diferença entre
elas. Num primeiro momento, o profeta exprime
um sofrimento devastador, a ponto de questionar
Deus e chorar pelos justos que sofrerão no
cativeiro. Mas, algo acontece. O Pai o responde e
revela um grande segredo para a caminhada
triunfante do crente: A fé (Hc 2.4).
CONCLUSÃO
• A intercessão tem um grande valor e Deus inclina-
se para ouvir quem clama. Na intercessão as
portas são abertas, a sede é saciada, o milagre
acontece e, tanto quem intercede quanto aquele
que é contemplado pela intercessão são
abençoados pelo Senhor. Foi através da
intercessão que o profeta presenciou o caos se
transformar e esperança.
expositivocom.blogspot.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a MoisésLição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a MoisésAilton da Silva
 
[EBD Maranata] Lição 9 - A importância da experiência com Deus | Revista A ba...
[EBD Maranata] Lição 9 - A importância da experiência com Deus | Revista A ba...[EBD Maranata] Lição 9 - A importância da experiência com Deus | Revista A ba...
[EBD Maranata] Lição 9 - A importância da experiência com Deus | Revista A ba...José Carlos Polozi
 
[EBD Maranata] Lição 1 - Uma vida de prosperidade | Revista A base para uma v...
[EBD Maranata] Lição 1 - Uma vida de prosperidade | Revista A base para uma v...[EBD Maranata] Lição 1 - Uma vida de prosperidade | Revista A base para uma v...
[EBD Maranata] Lição 1 - Uma vida de prosperidade | Revista A base para uma v...José Carlos Polozi
 
Lição 6 - O Deserto: Uma Escola Divina
Lição 6 - O Deserto: Uma Escola DivinaLição 6 - O Deserto: Uma Escola Divina
Lição 6 - O Deserto: Uma Escola DivinaÉder Tomé
 
[EBD Maranata] Lição 12 - A justiça divina sempre prevalece | Revista A base ...
[EBD Maranata] Lição 12 - A justiça divina sempre prevalece | Revista A base ...[EBD Maranata] Lição 12 - A justiça divina sempre prevalece | Revista A base ...
[EBD Maranata] Lição 12 - A justiça divina sempre prevalece | Revista A base ...José Carlos Polozi
 
Lição bíblica 4º trim 2016 cpad
Lição bíblica 4º trim 2016 cpadLição bíblica 4º trim 2016 cpad
Lição bíblica 4º trim 2016 cpadAndrew Guimarães
 
LIÇÃO 8 - NAAMÃ É CURADO DA LEPRA
LIÇÃO 8 - NAAMÃ É CURADO DA LEPRA LIÇÃO 8 - NAAMÃ É CURADO DA LEPRA
LIÇÃO 8 - NAAMÃ É CURADO DA LEPRA Marcus Wagner
 
Lição 10 - Rendendo Graças ao Senhor
Lição 10 - Rendendo Graças ao SenhorLição 10 - Rendendo Graças ao Senhor
Lição 10 - Rendendo Graças ao SenhorÉder Tomé
 
Lição 10 - Há um milagre em sua casa
Lição 10 - Há um milagre em sua casaLição 10 - Há um milagre em sua casa
Lição 10 - Há um milagre em sua casaDaniel Viana
 
LIÇÃO 7 O MINISTÉRIO DE ELISEU
LIÇÃO 7 O MINISTÉRIO DE ELISEULIÇÃO 7 O MINISTÉRIO DE ELISEU
LIÇÃO 7 O MINISTÉRIO DE ELISEUMarcus Wagner
 
[EBD Maranata] Lição 11 - Os propósitos de Deus se cumprirão em nós | Revista...
[EBD Maranata] Lição 11 - Os propósitos de Deus se cumprirão em nós | Revista...[EBD Maranata] Lição 11 - Os propósitos de Deus se cumprirão em nós | Revista...
[EBD Maranata] Lição 11 - Os propósitos de Deus se cumprirão em nós | Revista...José Carlos Polozi
 
Lição 6 - Recuperando o tempo perdido
Lição 6 - Recuperando o tempo perdidoLição 6 - Recuperando o tempo perdido
Lição 6 - Recuperando o tempo perdidoErberson Pinheiro
 
Lição 1 - O Testemunho dos Patriarcas
Lição 1 - O Testemunho dos PatriarcasLição 1 - O Testemunho dos Patriarcas
Lição 1 - O Testemunho dos PatriarcasÉder Tomé
 
Lição 6 - Neemias lidera um genuíno avivamento
Lição 6 - Neemias lidera um genuíno avivamentoLição 6 - Neemias lidera um genuíno avivamento
Lição 6 - Neemias lidera um genuíno avivamentoAilton da Silva
 
LIÇÃO 9 - DECIDI SER FIEL A DEUS
LIÇÃO 9 - DECIDI SER FIEL A DEUSLIÇÃO 9 - DECIDI SER FIEL A DEUS
LIÇÃO 9 - DECIDI SER FIEL A DEUSMarcus Wagner
 
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHORAilton da Silva
 
[EBD Maranata] Lição 05 - Isaque | Revista Heróis do Antigo Testamento | 05/0...
[EBD Maranata] Lição 05 - Isaque | Revista Heróis do Antigo Testamento | 05/0...[EBD Maranata] Lição 05 - Isaque | Revista Heróis do Antigo Testamento | 05/0...
[EBD Maranata] Lição 05 - Isaque | Revista Heróis do Antigo Testamento | 05/0...José Carlos Polozi
 
Lição 07 Eliseu e o milagre da multiplicação do azeite 16/11/2014
Lição 07   Eliseu e o milagre da multiplicação do azeite 16/11/2014Lição 07   Eliseu e o milagre da multiplicação do azeite 16/11/2014
Lição 07 Eliseu e o milagre da multiplicação do azeite 16/11/2014Marcos Magalhães da Silva
 
Lição 07 PAGAREI O MAL COM O BEM
Lição 07 PAGAREI O MAL COM O BEMLição 07 PAGAREI O MAL COM O BEM
Lição 07 PAGAREI O MAL COM O BEMMarcus Wagner
 

Mais procurados (20)

Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a MoisésLição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
 
[EBD Maranata] Lição 9 - A importância da experiência com Deus | Revista A ba...
[EBD Maranata] Lição 9 - A importância da experiência com Deus | Revista A ba...[EBD Maranata] Lição 9 - A importância da experiência com Deus | Revista A ba...
[EBD Maranata] Lição 9 - A importância da experiência com Deus | Revista A ba...
 
[EBD Maranata] Lição 1 - Uma vida de prosperidade | Revista A base para uma v...
[EBD Maranata] Lição 1 - Uma vida de prosperidade | Revista A base para uma v...[EBD Maranata] Lição 1 - Uma vida de prosperidade | Revista A base para uma v...
[EBD Maranata] Lição 1 - Uma vida de prosperidade | Revista A base para uma v...
 
Lição 6 - O Deserto: Uma Escola Divina
Lição 6 - O Deserto: Uma Escola DivinaLição 6 - O Deserto: Uma Escola Divina
Lição 6 - O Deserto: Uma Escola Divina
 
[EBD Maranata] Lição 12 - A justiça divina sempre prevalece | Revista A base ...
[EBD Maranata] Lição 12 - A justiça divina sempre prevalece | Revista A base ...[EBD Maranata] Lição 12 - A justiça divina sempre prevalece | Revista A base ...
[EBD Maranata] Lição 12 - A justiça divina sempre prevalece | Revista A base ...
 
Lição bíblica 4º trim 2016 cpad
Lição bíblica 4º trim 2016 cpadLição bíblica 4º trim 2016 cpad
Lição bíblica 4º trim 2016 cpad
 
LIÇÃO 8 - NAAMÃ É CURADO DA LEPRA
LIÇÃO 8 - NAAMÃ É CURADO DA LEPRA LIÇÃO 8 - NAAMÃ É CURADO DA LEPRA
LIÇÃO 8 - NAAMÃ É CURADO DA LEPRA
 
Lição 10 - Rendendo Graças ao Senhor
Lição 10 - Rendendo Graças ao SenhorLição 10 - Rendendo Graças ao Senhor
Lição 10 - Rendendo Graças ao Senhor
 
Lição 10 - Há um milagre em sua casa
Lição 10 - Há um milagre em sua casaLição 10 - Há um milagre em sua casa
Lição 10 - Há um milagre em sua casa
 
LIÇÃO 7 O MINISTÉRIO DE ELISEU
LIÇÃO 7 O MINISTÉRIO DE ELISEULIÇÃO 7 O MINISTÉRIO DE ELISEU
LIÇÃO 7 O MINISTÉRIO DE ELISEU
 
[EBD Maranata] Lição 11 - Os propósitos de Deus se cumprirão em nós | Revista...
[EBD Maranata] Lição 11 - Os propósitos de Deus se cumprirão em nós | Revista...[EBD Maranata] Lição 11 - Os propósitos de Deus se cumprirão em nós | Revista...
[EBD Maranata] Lição 11 - Os propósitos de Deus se cumprirão em nós | Revista...
 
Lição 6 - Recuperando o tempo perdido
Lição 6 - Recuperando o tempo perdidoLição 6 - Recuperando o tempo perdido
Lição 6 - Recuperando o tempo perdido
 
Profeta Menor Ageu
Profeta Menor AgeuProfeta Menor Ageu
Profeta Menor Ageu
 
Lição 1 - O Testemunho dos Patriarcas
Lição 1 - O Testemunho dos PatriarcasLição 1 - O Testemunho dos Patriarcas
Lição 1 - O Testemunho dos Patriarcas
 
Lição 6 - Neemias lidera um genuíno avivamento
Lição 6 - Neemias lidera um genuíno avivamentoLição 6 - Neemias lidera um genuíno avivamento
Lição 6 - Neemias lidera um genuíno avivamento
 
LIÇÃO 9 - DECIDI SER FIEL A DEUS
LIÇÃO 9 - DECIDI SER FIEL A DEUSLIÇÃO 9 - DECIDI SER FIEL A DEUS
LIÇÃO 9 - DECIDI SER FIEL A DEUS
 
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
 
[EBD Maranata] Lição 05 - Isaque | Revista Heróis do Antigo Testamento | 05/0...
[EBD Maranata] Lição 05 - Isaque | Revista Heróis do Antigo Testamento | 05/0...[EBD Maranata] Lição 05 - Isaque | Revista Heróis do Antigo Testamento | 05/0...
[EBD Maranata] Lição 05 - Isaque | Revista Heróis do Antigo Testamento | 05/0...
 
Lição 07 Eliseu e o milagre da multiplicação do azeite 16/11/2014
Lição 07   Eliseu e o milagre da multiplicação do azeite 16/11/2014Lição 07   Eliseu e o milagre da multiplicação do azeite 16/11/2014
Lição 07 Eliseu e o milagre da multiplicação do azeite 16/11/2014
 
Lição 07 PAGAREI O MAL COM O BEM
Lição 07 PAGAREI O MAL COM O BEMLição 07 PAGAREI O MAL COM O BEM
Lição 07 PAGAREI O MAL COM O BEM
 

Semelhante a A intercessão de Habacuque

Confiando na bondade de Deus_Lição original com textos_822013
Confiando na bondade de Deus_Lição original com textos_822013Confiando na bondade de Deus_Lição original com textos_822013
Confiando na bondade de Deus_Lição original com textos_822013Gerson G. Ramos
 
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as naçõeslição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as naçõesAilton da Silva
 
Lição 13: Aviva, Ó Senhor, a Tua Obra.pptx
Lição 13: Aviva, Ó Senhor, a Tua Obra.pptxLição 13: Aviva, Ó Senhor, a Tua Obra.pptx
Lição 13: Aviva, Ó Senhor, a Tua Obra.pptxCelso Napoleon
 
LIÇÃO 1 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISE
LIÇÃO 1 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISELIÇÃO 1 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISE
LIÇÃO 1 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISEAndrew Guimarães
 
Vinho novo odres_novos-03
Vinho novo odres_novos-03Vinho novo odres_novos-03
Vinho novo odres_novos-03dulcy
 
A Sobrevivencia Em Tempos de Crise
A Sobrevivencia Em Tempos de CriseA Sobrevivencia Em Tempos de Crise
A Sobrevivencia Em Tempos de CriseMárcio Martins
 
Lição 12 - Os pecados de omissão e de opressão - 3ºTri 2014
Lição 12 - Os pecados de omissão e de opressão - 3ºTri 2014Lição 12 - Os pecados de omissão e de opressão - 3ºTri 2014
Lição 12 - Os pecados de omissão e de opressão - 3ºTri 2014Pr. Andre Luiz
 
Lição 1 - A sobrevivência em tempos de crise
Lição 1 - A sobrevivência em tempos de criseLição 1 - A sobrevivência em tempos de crise
Lição 1 - A sobrevivência em tempos de criseNatalino das Neves Neves
 
13 habacuque
13   habacuque13   habacuque
13 habacuquePIB Penha
 
A sobreivência em tempos de crise - Lição 01 - 4º Trimestre de 2016
A sobreivência em tempos de crise - Lição 01 - 4º Trimestre de 2016A sobreivência em tempos de crise - Lição 01 - 4º Trimestre de 2016
A sobreivência em tempos de crise - Lição 01 - 4º Trimestre de 2016Pr. Andre Luiz
 
LIÇÃO 01 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISE
LIÇÃO 01 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISELIÇÃO 01 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISE
LIÇÃO 01 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISELourinaldo Serafim
 
2016 3 tri lição 4 o juízo de judá e de jerusalém
2016 3 tri lição 4   o juízo de judá e de jerusalém2016 3 tri lição 4   o juízo de judá e de jerusalém
2016 3 tri lição 4 o juízo de judá e de jerusalémboasnovassena
 
Ebd 4°trimestre 2016 lição 1 A Sobrevivência em tempos de crise.
Ebd 4°trimestre 2016 lição 1  A Sobrevivência em tempos de crise.Ebd 4°trimestre 2016 lição 1  A Sobrevivência em tempos de crise.
Ebd 4°trimestre 2016 lição 1 A Sobrevivência em tempos de crise.GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
2016 3 tri lição 7 a chamada e purificação do profeta
2016 3 tri lição 7   a chamada e purificação do profeta2016 3 tri lição 7   a chamada e purificação do profeta
2016 3 tri lição 7 a chamada e purificação do profetaboasnovassena
 
DAS MALDIÇÕES QUE ASSOLAM... AS ESTRATÉGIAS DE TRANSBORDAMENTO...
DAS MALDIÇÕES QUE ASSOLAM... AS ESTRATÉGIAS DE TRANSBORDAMENTO...DAS MALDIÇÕES QUE ASSOLAM... AS ESTRATÉGIAS DE TRANSBORDAMENTO...
DAS MALDIÇÕES QUE ASSOLAM... AS ESTRATÉGIAS DE TRANSBORDAMENTO...Marcos Nascimento
 
Livro de Daniel introdução e parte 01
Livro de Daniel   introdução e parte 01Livro de Daniel   introdução e parte 01
Livro de Daniel introdução e parte 01Daniel M Junior
 

Semelhante a A intercessão de Habacuque (20)

Confiando na bondade de Deus_Lição original com textos_822013
Confiando na bondade de Deus_Lição original com textos_822013Confiando na bondade de Deus_Lição original com textos_822013
Confiando na bondade de Deus_Lição original com textos_822013
 
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as naçõeslição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
 
Lição 13: Aviva, Ó Senhor, a Tua Obra.pptx
Lição 13: Aviva, Ó Senhor, a Tua Obra.pptxLição 13: Aviva, Ó Senhor, a Tua Obra.pptx
Lição 13: Aviva, Ó Senhor, a Tua Obra.pptx
 
4° trimestre 2016
4° trimestre 20164° trimestre 2016
4° trimestre 2016
 
LIÇÃO 1 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISE
LIÇÃO 1 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISELIÇÃO 1 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISE
LIÇÃO 1 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISE
 
Vinho novo odres_novos-03
Vinho novo odres_novos-03Vinho novo odres_novos-03
Vinho novo odres_novos-03
 
A Sobrevivencia Em Tempos de Crise
A Sobrevivencia Em Tempos de CriseA Sobrevivencia Em Tempos de Crise
A Sobrevivencia Em Tempos de Crise
 
Lição 12 - Os pecados de omissão e de opressão - 3ºTri 2014
Lição 12 - Os pecados de omissão e de opressão - 3ºTri 2014Lição 12 - Os pecados de omissão e de opressão - 3ºTri 2014
Lição 12 - Os pecados de omissão e de opressão - 3ºTri 2014
 
Profetas menores lição 9 - Habacuque
Profetas menores   lição 9 - HabacuqueProfetas menores   lição 9 - Habacuque
Profetas menores lição 9 - Habacuque
 
Lição 1 - A sobrevivência em tempos de crise
Lição 1 - A sobrevivência em tempos de criseLição 1 - A sobrevivência em tempos de crise
Lição 1 - A sobrevivência em tempos de crise
 
13 habacuque
13   habacuque13   habacuque
13 habacuque
 
A sobrevivencia em tempos de crise
A sobrevivencia  em tempos de criseA sobrevivencia  em tempos de crise
A sobrevivencia em tempos de crise
 
A sobreivência em tempos de crise - Lição 01 - 4º Trimestre de 2016
A sobreivência em tempos de crise - Lição 01 - 4º Trimestre de 2016A sobreivência em tempos de crise - Lição 01 - 4º Trimestre de 2016
A sobreivência em tempos de crise - Lição 01 - 4º Trimestre de 2016
 
LIÇÃO 01 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISE
LIÇÃO 01 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISELIÇÃO 01 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISE
LIÇÃO 01 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISE
 
LIÇÃO 7
LIÇÃO 7LIÇÃO 7
LIÇÃO 7
 
2016 3 tri lição 4 o juízo de judá e de jerusalém
2016 3 tri lição 4   o juízo de judá e de jerusalém2016 3 tri lição 4   o juízo de judá e de jerusalém
2016 3 tri lição 4 o juízo de judá e de jerusalém
 
Ebd 4°trimestre 2016 lição 1 A Sobrevivência em tempos de crise.
Ebd 4°trimestre 2016 lição 1  A Sobrevivência em tempos de crise.Ebd 4°trimestre 2016 lição 1  A Sobrevivência em tempos de crise.
Ebd 4°trimestre 2016 lição 1 A Sobrevivência em tempos de crise.
 
2016 3 tri lição 7 a chamada e purificação do profeta
2016 3 tri lição 7   a chamada e purificação do profeta2016 3 tri lição 7   a chamada e purificação do profeta
2016 3 tri lição 7 a chamada e purificação do profeta
 
DAS MALDIÇÕES QUE ASSOLAM... AS ESTRATÉGIAS DE TRANSBORDAMENTO...
DAS MALDIÇÕES QUE ASSOLAM... AS ESTRATÉGIAS DE TRANSBORDAMENTO...DAS MALDIÇÕES QUE ASSOLAM... AS ESTRATÉGIAS DE TRANSBORDAMENTO...
DAS MALDIÇÕES QUE ASSOLAM... AS ESTRATÉGIAS DE TRANSBORDAMENTO...
 
Livro de Daniel introdução e parte 01
Livro de Daniel   introdução e parte 01Livro de Daniel   introdução e parte 01
Livro de Daniel introdução e parte 01
 

Mais de Joel Silva

2024 1º Trimestre Jovens Lição 04.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 04.pptx2024 1º Trimestre Jovens Lição 04.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 04.pptxJoel Silva
 
2024 1º Trimestre Jovens Lição 03.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 03.pptx2024 1º Trimestre Jovens Lição 03.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 03.pptxJoel Silva
 
2024 1º Trimestre Jovens Lição 02.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 02.pptx2024 1º Trimestre Jovens Lição 02.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 02.pptxJoel Silva
 
2024 1º Trimestre Jovens Lição 01.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 01.pptx2024 1º Trimestre Jovens Lição 01.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 01.pptxJoel Silva
 
2022 3º Trimestre Jovens Lição 01.pptx
2022 3º Trimestre Jovens Lição 01.pptx2022 3º Trimestre Jovens Lição 01.pptx
2022 3º Trimestre Jovens Lição 01.pptxJoel Silva
 
2022 2º Trimestre Jovens Lição 08.pptx
2022 2º Trimestre Jovens Lição 08.pptx2022 2º Trimestre Jovens Lição 08.pptx
2022 2º Trimestre Jovens Lição 08.pptxJoel Silva
 
2022 2º Trimestre Jovens Lição 07.pptx
2022 2º Trimestre Jovens Lição 07.pptx2022 2º Trimestre Jovens Lição 07.pptx
2022 2º Trimestre Jovens Lição 07.pptxJoel Silva
 
2022 1º trimestre jovens lição 03
2022 1º trimestre jovens lição 032022 1º trimestre jovens lição 03
2022 1º trimestre jovens lição 03Joel Silva
 
2022 1º trimestre jovens lição 02
2022 1º trimestre jovens lição 022022 1º trimestre jovens lição 02
2022 1º trimestre jovens lição 02Joel Silva
 
2022 1º trimestre jovens lição 01
2022 1º trimestre jovens lição 012022 1º trimestre jovens lição 01
2022 1º trimestre jovens lição 01Joel Silva
 
2021 2º trimestre jovens lição 13
2021 2º trimestre jovens lição 132021 2º trimestre jovens lição 13
2021 2º trimestre jovens lição 13Joel Silva
 
2021 2º trimestre jovens lição 12
2021 2º trimestre jovens lição 122021 2º trimestre jovens lição 12
2021 2º trimestre jovens lição 12Joel Silva
 
2021 2º trimestre jovens lição 11
2021 2º trimestre jovens lição 112021 2º trimestre jovens lição 11
2021 2º trimestre jovens lição 11Joel Silva
 
2021 2º trimestre jovens - lição 10
2021   2º trimestre jovens - lição 102021   2º trimestre jovens - lição 10
2021 2º trimestre jovens - lição 10Joel Silva
 
2021 2º trimestre jovem - lição 09
2021   2º trimestre jovem - lição 092021   2º trimestre jovem - lição 09
2021 2º trimestre jovem - lição 09Joel Silva
 
2021 2º trimestre jovem - lição 08
2021   2º trimestre jovem - lição 082021   2º trimestre jovem - lição 08
2021 2º trimestre jovem - lição 08Joel Silva
 
2021 2º trimestre jovem - lição 07
2021   2º trimestre jovem - lição 072021   2º trimestre jovem - lição 07
2021 2º trimestre jovem - lição 07Joel Silva
 
2021 2º trimestre jovem - lição 06
2021   2º trimestre jovem - lição 062021   2º trimestre jovem - lição 06
2021 2º trimestre jovem - lição 06Joel Silva
 
2021 2º trimestre jovem - lição 05
2021   2º trimestre jovem - lição 052021   2º trimestre jovem - lição 05
2021 2º trimestre jovem - lição 05Joel Silva
 
2021 2º trimestre jovem - lição 04
2021   2º trimestre jovem - lição 042021   2º trimestre jovem - lição 04
2021 2º trimestre jovem - lição 04Joel Silva
 

Mais de Joel Silva (20)

2024 1º Trimestre Jovens Lição 04.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 04.pptx2024 1º Trimestre Jovens Lição 04.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 04.pptx
 
2024 1º Trimestre Jovens Lição 03.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 03.pptx2024 1º Trimestre Jovens Lição 03.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 03.pptx
 
2024 1º Trimestre Jovens Lição 02.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 02.pptx2024 1º Trimestre Jovens Lição 02.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 02.pptx
 
2024 1º Trimestre Jovens Lição 01.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 01.pptx2024 1º Trimestre Jovens Lição 01.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 01.pptx
 
2022 3º Trimestre Jovens Lição 01.pptx
2022 3º Trimestre Jovens Lição 01.pptx2022 3º Trimestre Jovens Lição 01.pptx
2022 3º Trimestre Jovens Lição 01.pptx
 
2022 2º Trimestre Jovens Lição 08.pptx
2022 2º Trimestre Jovens Lição 08.pptx2022 2º Trimestre Jovens Lição 08.pptx
2022 2º Trimestre Jovens Lição 08.pptx
 
2022 2º Trimestre Jovens Lição 07.pptx
2022 2º Trimestre Jovens Lição 07.pptx2022 2º Trimestre Jovens Lição 07.pptx
2022 2º Trimestre Jovens Lição 07.pptx
 
2022 1º trimestre jovens lição 03
2022 1º trimestre jovens lição 032022 1º trimestre jovens lição 03
2022 1º trimestre jovens lição 03
 
2022 1º trimestre jovens lição 02
2022 1º trimestre jovens lição 022022 1º trimestre jovens lição 02
2022 1º trimestre jovens lição 02
 
2022 1º trimestre jovens lição 01
2022 1º trimestre jovens lição 012022 1º trimestre jovens lição 01
2022 1º trimestre jovens lição 01
 
2021 2º trimestre jovens lição 13
2021 2º trimestre jovens lição 132021 2º trimestre jovens lição 13
2021 2º trimestre jovens lição 13
 
2021 2º trimestre jovens lição 12
2021 2º trimestre jovens lição 122021 2º trimestre jovens lição 12
2021 2º trimestre jovens lição 12
 
2021 2º trimestre jovens lição 11
2021 2º trimestre jovens lição 112021 2º trimestre jovens lição 11
2021 2º trimestre jovens lição 11
 
2021 2º trimestre jovens - lição 10
2021   2º trimestre jovens - lição 102021   2º trimestre jovens - lição 10
2021 2º trimestre jovens - lição 10
 
2021 2º trimestre jovem - lição 09
2021   2º trimestre jovem - lição 092021   2º trimestre jovem - lição 09
2021 2º trimestre jovem - lição 09
 
2021 2º trimestre jovem - lição 08
2021   2º trimestre jovem - lição 082021   2º trimestre jovem - lição 08
2021 2º trimestre jovem - lição 08
 
2021 2º trimestre jovem - lição 07
2021   2º trimestre jovem - lição 072021   2º trimestre jovem - lição 07
2021 2º trimestre jovem - lição 07
 
2021 2º trimestre jovem - lição 06
2021   2º trimestre jovem - lição 062021   2º trimestre jovem - lição 06
2021 2º trimestre jovem - lição 06
 
2021 2º trimestre jovem - lição 05
2021   2º trimestre jovem - lição 052021   2º trimestre jovem - lição 05
2021 2º trimestre jovem - lição 05
 
2021 2º trimestre jovem - lição 04
2021   2º trimestre jovem - lição 042021   2º trimestre jovem - lição 04
2021 2º trimestre jovem - lição 04
 

Último

RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiaRESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiamaysa997520
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024RaniereSilva14
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptxPIB Penha
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxCelso Napoleon
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoInsituto Propósitos de Ensino
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoInsituto Propósitos de Ensino
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxCelso Napoleon
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaFranklinOliveira30
 

Último (12)

RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiaRESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
 
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdfO Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarística
 

A intercessão de Habacuque

  • 1.
  • 2. TEXTO DO DIA • “Ouvi, SENHOR, a tua palavra e temi; aviva, ó SENHOR, a tua obra no meio dos anos, no meio dos anos a notifica; na ira lembra-te da misericórdia” (Hc 3.2).
  • 3. SÍNTESE • A intercessão é uma prática preciosa aos filhos de Deus. Aprenderemos com Habacuque o valor do ato de interceder pelos justos e como ele descobriu o valor da fé e o segredo da esperança.
  • 4. OBJETIVOS  COMPARAR a iniquidade em Judá e na contemporaneidade;  CONTEMPLAR o cuidado de Deus para com os justos;  CONHECER o que é intercessão.
  • 5. TEXTO BÍBLICO Habacuque 3.4-6,15-19. • 4 — E o seu resplendor era como a luz, raios brilhantes saiam da sua mão, e ali estava o esconderijo da sua força. • 5 — Adiante dele ia a peste, e raios de fogo, sob os seus pés. • 6 — Parou e mediu a terra; olhou e separou as nações; e os montes perpétuos foram esmiuçados, os outeiros eternos se encurvaram; o andar eterno é seu. • 15 — Tu, com os teus cavalos, marchaste pelo mar, pela massa de grandes águas.
  • 6. • 16 — Ouvindo-o eu, o meu ventre se comoveu, à sua voz tremeram os meus Lábios; entrou a podridão nos meus ossos, e estremeci dentro de mim; descanse eu no dia da angústia, quando ele vier contra o povo que nos destruirá. • 17 — Porquanto, ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja vacas,
  • 7. • 18 — Todavia, eu me alegrarei no SENHOR, exultarei no Deus da minha salvação. • 19 — JEOVÁ, o Senhor, é minha força, e fará os meus pés como os das cervas, e me fará andar sobre as minhas alturas. (Para o cantor-mor sobre os meus instrumentos de música.)
  • 8. INTRODUÇÃO • Nesta Lição, juntos aprenderemos acerca da resposta dada por Deus e quais as circunstâncias que fazem parte desse triste momento da história de Judá. Que possamos nos fortalecer e, com convicção, anunciar a todos que ainda é tempo para arrependimento e conversão dos maus caminhos: A porta ainda está aberta. Bons estudos!
  • 10. 1. Caos e sofrimento.
  • 11. • Em Judá imperava um panorama de injustiças, perversidades e abominações. Já não havia mais um interesse Legítimo para arrependimento e retorno ao Senhor. E, infelizmente, essa situação se agravava cada vez mais. Esse foi o tempo em que Habacuque (assim como também Jeremias, como vimos anteriormente) exerceu o seu ministério. Para um homem com a sensibilidade e a devoção a Deus, essa realidade era por demais sofrível. Para termos uma ideia, ao Longo dos três capítulos do livro do profeta Habacuque, a palavra hamas é citada 6 vezes.
  • 12. 2. Vivendo em tempos de iniquidades.
  • 13. • O caos vivido por Judá em seus últimos dias antes do cativeiro pode ser percebido em nosso cotidiano também. O mundo atual passa por momentos onde a iniquidade tem se multiplicado e as consequências têm sido cada vez mais desastrosas: A destruição da família e a condenação do padrão de vida santificada; a violência urbana tem revelado uma crueldade impressionante: a corrupção atingiu nos últimos anos índices jamais vistos na história da humanidade; as multidões (de todas as idades).....
  • 14. 3. É chegada a hora!
  • 15. • Por anos, não só Habacuque, mas muito outros foram alertando o povo quanto ao juízo de Deus por suas más escolhas. Um nítido exemplo encontramos em Jeremias, que gastou sua vida chamando o povo ao arrependimento e sendo castigado paulatinamente por isso. Para Habacuque, não havia mais nada a fazer além de questionar a Deus em prol dos justos, que sofreriam também as consequências do juízo dos maus.
  • 16. •2 • O CASTIGO DE JUDÁ
  • 17. 1. Bênção ou maldição.
  • 18. • Moisés, ao final do Pentateuco, é usado por Deus para proferir ao povo três discursos impressionantes em conteúdo, em amplitude e em efeitos para a posteridade. Em um desses discursos há uma importante consideração. Vejamos: “Eis que hoje eu ponho diante de vós a bênção e a maldição: a bênção, quando ouvirdes os mandamentos do SENHOR, vosso Deus, que hoje vos mando; porém a maldição, se não ouvirdes os mandamentos do SENHOR, vosso Deus, e vos desviardes do caminho que hoje vos ordeno […]” (Dt 11.26-28).
  • 19. 2. O sofrimento dos justos.
  • 20. • “Porque os babilônicos?”. Esta indagação queimava o coração de Habacuque. O fato desse povo ser ímpio e praticante das mais terríveis abominações não ajudava na digestão de tão triste realidade, muito pelo contrário: Deus estava empregando um povo ainda mais ímpio e pecador para trazer juízo ao seu povo. O Senhor deixara bem claro que, também no tempo certo, os caldeus pagariam por suas atrocidades e iniquidades, porém nesse momento estariam sendo direcionados para serem os instrumentos de juízo sobre o povo de Judá.
  • 22. • Um dos versículos mais conhecidos da Bíblia Sagrada define com precisão o que é “fé”: “Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam e a prova das coisas que se não veem” (Hb 11.1). É a fé que nos dá sentido ao ato de orar, pois cremos que Deus nos ouve e nos fortalece em meio à nossa caminhada anunciando o Reino de Deus. • Pela fé vencemos os mais diversos desafios e nos enchemos de ousadia em meio ao caos, pois sabemos que o Pai conosco está.
  • 23. •3 • A ORAÇÃO DE HABACUQUE
  • 24. 1. O homem que questionou Deus.
  • 25. • Em toda a Bíblia Sagrada, é raríssimo encontrarmos personagens que receberem de Deus a autorização para questioná-lo abertamente: Moisés é um conhecido exemplo (Êx 33) intercedendo pelo povo que era teimoso. Outro caso muito conhecido se refere a Habacuque. No início do capítulo primeiro o profeta se entristece mediante a injustiça que impera no meio do seu povo e pergunta por que Deus não intervém: “Até quando, SENHOR, clamarei eu, e tu não me escutarás? Gritarei: Violência! E não me salvarás?” (Hc 1.2).
  • 26. 2. O poder da intercessão.
  • 27. • Quando alguém se permite chegar na dimensão de intimidade com Deus alcançada por Habacuque, o questionamento passa a ser envolto em uma prática de intercessão pelos justos. Nesse sentido, o questionamento não é movido pela simples discordância, mas sim por uma série de sentimentos e virtudes que conhecemos bem, e que seriam, séculos mais tarde, muito bem explanados pelo apóstolo Paulo: Amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.
  • 28. 3. Um coração cheio de esperança.
  • 29. • A sensibilidade de Habacuque nos impressiona. Se atentarmos para duas unidades temáticas, os primeiros dois capítulos e o último, perceberemos uma marcante diferença entre elas. Num primeiro momento, o profeta exprime um sofrimento devastador, a ponto de questionar Deus e chorar pelos justos que sofrerão no cativeiro. Mas, algo acontece. O Pai o responde e revela um grande segredo para a caminhada triunfante do crente: A fé (Hc 2.4).
  • 30. CONCLUSÃO • A intercessão tem um grande valor e Deus inclina- se para ouvir quem clama. Na intercessão as portas são abertas, a sede é saciada, o milagre acontece e, tanto quem intercede quanto aquele que é contemplado pela intercessão são abençoados pelo Senhor. Foi através da intercessão que o profeta presenciou o caos se transformar e esperança.