SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 29
TEXTO DO DIA
• “O amor nunca falha; mas, havendo profecias, serão
aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo
ciência, desaparecerá.” (1Co 13.8).
SÍNTESE
• O sacrifício de Jesus na cruz foi o maior exemplo de
amor sacrificial.
OBJETIVOS
 MOSTRAR as orientações de Paulo a respeito da
celebração da Ceia do Senhor;
 CONHECER o poema do amor;
 SABER a respeito da ressurreição e o destino do
cristão salvo.
TEXTO BÍBLICO
1 Coríntios 11.23-25.
• 23 — Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei:
que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão;
• 24 — E, tendo dado graças, o partiu e disse: Tomai, comei; isto
é o meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memória de
mim.
• 25 — Semelhantemente também, depois de cear, tomou o
cálice, dizendo: Este cálice é o Novo Testamento no meu
sangue: fazei isto, todas as vezes que beberdes, em memória
de mim.
INTRODUÇÃO
• Nesta última lição do trimestre, estudaremos a
respeito da Ceia do Senhor, o poema do amor, a
ressurreição e o destino dos salvos por Jesus Cristo.
•1
• ORIENTAÇÕES A
RESPEITO DA
CELEBRAÇÃO DA
CEIA DO
SENHOR
1. Paulo repreende as dissensões durante a
celebração da Ceia do Senhor (11.17-22).
• As igrejas do primeiro século participavam de
uma refeição comum que tinha por objetivo
principal a comunhão dos membros, chamada
ágape. Com o passar do tempo essa celebração
se uniu com a comemoração da Ceia do Senhor.
Todavia, durante essa celebração os irmãos em
Corinto com melhores condições comiam suas
refeições em separado das demais pessoas
(vv.18-20). Paulo chega afirmar que “enquanto
um passa fome, o outro fica embriagado” (v.21).
2. Um olhar para o passado: O modelo da
Ceia do Senhor (11.23-25).
• Olhando para trás, a Ceia do Senhor apontava
para a centralidade da morte de Cristo (vv.24,25).
O pão simbolizava o corpo de Cristo “que é
partido por vós” e o suco de uva simbolizava o
sangue vertido na cruz. A base para absolvição de
todo pecador no julgamento divino é a morte de
Cristo. Por isso, a orientação de Jesus para
celebrar a Ceia do Senhor em memória da sua
morte.
3. Um olhar introspectivo: O autoexame
preventivo para não ser condenado (11.26-32).
• Celebrar a Ceia do Senhor é testemunhar a morte e
ressurreição de Jesus, enquanto se aguarda o
arrebatamento da Igreja. Todavia, Paulo afirma que
alguns irmãos coríntios estavam participando da
Ceia para “sua própria condenação” (v.29). A atitude
dos crentes de Corinto durante a celebração era
“indigna” por “não discernir o corpo do Senhor”, um
reflexo da vida prática deles. Por isso, Paulo
recomenda que ao participar da celebração da Santa
Ceia, cada um examine a si mesmo para não ser
condenado com o mundo (11.27-29).
•2 • O POEMA DO
AMOR
1. A causa das divisões na comunidade de
Corinto era a falta de amor.
• O texto do capítulo 13 da Primeira Carta aos
Coríntios traz um dos mais belos poemas de
todos os tempos, também conhecido como “o
hino do amor”. Na Carta ele deve ser
interpretado à luz de seu contexto, ou seja, os
constantes conflitos e divisões da igreja em
Corinto.
• A vida na igreja, para que seja fraterna e feliz,
exige a prática do amor. Sem o amor, a igreja
deixa de ser um local seguro e acolhedor.
2. A proeminência do amor sobre os
dons (13.1-7).
• Paulo termina o capítulo doze aconselhando os
coríntios a buscarem os melhores dons e ele os
apresentaria “um caminho ainda mais excelente”
(12.31). Na sequência, apresenta o poema do
amor para mostrar como os dons deveriam ser
utilizados.
• A igreja em Corinto se orgulhava da grande
manifestação dos dons espirituais nas reuniões,
em especial os dons de línguas e as profecias.
3. A perenidade do amor: Ele jamais
passará (13.8-13).
• Nós sabemos que os dons e serviços são
importantíssimos para a igreja, mas eles não
permanecerão para sempre. Contudo o amor
jamais passará! Paulo assegura que somente
quem tem maturidade espiritual é capaz de
demonstrar o amor verdadeiro. O amor é como
uma característica genética de Deus, que
comprova a paternidade divina. A maturidade
cristã supõe a fé, a esperança e o amor, todavia, a
maior das virtudes é o amor (v.13).
•3
• A RESSURREIÇÃO E
O DESTINO DO
CRISTÃO SALVO
1. A fé na ressureição de Jesus é a garantia da
vida eterna com Deus (15.1-34).
• Paulo, antes de chegar a Corinto, teve uma
experiência amarga em Atenas. O público estava
atento à mensagem dele. Mas, quando o apóstolo
fala a respeito de Jesus e de sua ressurreição
( anástasis ), os gregos pensavam se tratar de um
paroleiro ou um pregador de deuses estranhos (At
17.18). Assim, a rejeição foi imediata (At
17.32,33).
2. Deus dará aos crentes salvos um
corpo glorioso (15.35-50).
• Para falar a respeito da ressurreição dos salvos e a
transformação espiritual do corpo, Paulo usa a
imagem do grão de trigo, que deve morrer para
gerar vida (1Co 15.35-38). Paulo ensina que corpo
e sangue não podem herdar o Reino de Deus
(15.50): “[…] Semeia-se o corpo em corrupção,
ressuscitará em incorrupção. Semeia-se em
ignomínia, ressuscitará em glória. Semeia-se em
fraqueza, ressuscitará com vigor.
3. Os crentes salvos e que estiverem vivos na
última hora serão arrebatados (15.51-58)
• Entre os gentios havia muitas dúvidas a respeito
da ressurreição. Para eles, a morte era um dos
pré-requisitos para a ressurreição. Uma de suas
preocupações era de Jesus voltar e estando vivos
não terem seus corpos transformados. Paulo os
tranquiliza ao afirmar que no arrebatamento
“nem todos dormiremos, mas todos seremos
transformados, num abrir e fechar de olhos os
mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós
seremos transformados” (1Co 15.51,52).
CONCLUSÃO
• Nesta última lição do trimestre estudamos temas
relacionados à cruz de Cristo. Vimos que a
celebração da Ceia do Senhor aponta para a cruz
de Cristo. Aprendemos também a respeito do
poema do amor que reflete sua plenitude no
amor oferecido por Jesus na cruz e que nunca
passará, e a ressurreição de Cristo que garante a
nossa ressurreição.
expositivocom.blogspot.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

2021 2º trimestre jovem - lição 06
2021   2º trimestre jovem - lição 062021   2º trimestre jovem - lição 06
2021 2º trimestre jovem - lição 06Joel Silva
 
2021 2º trimestre jovens lição 12
2021 2º trimestre jovens lição 122021 2º trimestre jovens lição 12
2021 2º trimestre jovens lição 12Joel Silva
 
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)Pastor Natalino Das Neves
 
2021 2º trimestre jovem - lição 03
2021   2º trimestre jovem - lição 032021   2º trimestre jovem - lição 03
2021 2º trimestre jovem - lição 03Joel Silva
 
2021 2º trimestre jovem - lição 01
2021   2º trimestre jovem - lição 012021   2º trimestre jovem - lição 01
2021 2º trimestre jovem - lição 01Joel Silva
 
2022 1º trimestre jovens lição 02
2022 1º trimestre jovens lição 022022 1º trimestre jovens lição 02
2022 1º trimestre jovens lição 02Joel Silva
 
2021 1º trimestre jovens lição 12
2021 1º trimestre jovens lição 122021 1º trimestre jovens lição 12
2021 1º trimestre jovens lição 12Joel Silva
 
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo Erberson Pinheiro
 
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 12: Preparados para a vinda do Senhor
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 12: Preparados para a vinda do SenhorEBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 12: Preparados para a vinda do Senhor
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 12: Preparados para a vinda do SenhorAndre Nascimento
 
Lição 2: Os caminhos de Deus
Lição 2: Os caminhos de DeusLição 2: Os caminhos de Deus
Lição 2: Os caminhos de DeusQuenia Damata
 
Batismo:compromisso e obediência
Batismo:compromisso e obediênciaBatismo:compromisso e obediência
Batismo:compromisso e obediênciaPaulo Dias Nogueira
 
Lição 6 - A verdadeira igreja - 2º quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Reli...
Lição 6 - A verdadeira igreja - 2º quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Reli...Lição 6 - A verdadeira igreja - 2º quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Reli...
Lição 6 - A verdadeira igreja - 2º quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Reli...Sergio Silva
 
Tabernáculo_PARTE_01
Tabernáculo_PARTE_01Tabernáculo_PARTE_01
Tabernáculo_PARTE_01Pr Neto
 
Colossences 2 (parte 2)
Colossences 2 (parte 2)Colossences 2 (parte 2)
Colossences 2 (parte 2)Joel Silva
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTOPastor Natalino Das Neves
 
4º módulo 3ª aula
4º módulo   3ª aula4º módulo   3ª aula
4º módulo 3ª aulaJoel Silva
 

Mais procurados (18)

2021 2º trimestre jovem - lição 06
2021   2º trimestre jovem - lição 062021   2º trimestre jovem - lição 06
2021 2º trimestre jovem - lição 06
 
2021 2º trimestre jovens lição 12
2021 2º trimestre jovens lição 122021 2º trimestre jovens lição 12
2021 2º trimestre jovens lição 12
 
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
 
2021 2º trimestre jovem - lição 03
2021   2º trimestre jovem - lição 032021   2º trimestre jovem - lição 03
2021 2º trimestre jovem - lição 03
 
2021 2º trimestre jovem - lição 01
2021   2º trimestre jovem - lição 012021   2º trimestre jovem - lição 01
2021 2º trimestre jovem - lição 01
 
2022 1º trimestre jovens lição 02
2022 1º trimestre jovens lição 022022 1º trimestre jovens lição 02
2022 1º trimestre jovens lição 02
 
2021 1º trimestre jovens lição 12
2021 1º trimestre jovens lição 122021 1º trimestre jovens lição 12
2021 1º trimestre jovens lição 12
 
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
 
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 12: Preparados para a vinda do Senhor
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 12: Preparados para a vinda do SenhorEBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 12: Preparados para a vinda do Senhor
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 12: Preparados para a vinda do Senhor
 
Lição 2: Os caminhos de Deus
Lição 2: Os caminhos de DeusLição 2: Os caminhos de Deus
Lição 2: Os caminhos de Deus
 
Batismo:compromisso e obediência
Batismo:compromisso e obediênciaBatismo:compromisso e obediência
Batismo:compromisso e obediência
 
Lição 6 - A verdadeira igreja - 2º quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Reli...
Lição 6 - A verdadeira igreja - 2º quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Reli...Lição 6 - A verdadeira igreja - 2º quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Reli...
Lição 6 - A verdadeira igreja - 2º quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Reli...
 
Tabernáculo_PARTE_01
Tabernáculo_PARTE_01Tabernáculo_PARTE_01
Tabernáculo_PARTE_01
 
Colossences 2 (parte 2)
Colossences 2 (parte 2)Colossences 2 (parte 2)
Colossences 2 (parte 2)
 
Hebreus
Hebreus Hebreus
Hebreus
 
Santidade
SantidadeSantidade
Santidade
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
 
4º módulo 3ª aula
4º módulo   3ª aula4º módulo   3ª aula
4º módulo 3ª aula
 

Semelhante a 2021 2º trimestre jovens lição 13

LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)Natalino das Neves Neves
 
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do SenhorLição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do SenhorÉder Tomé
 
Lição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptxLição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptxCelso Napoleon
 
Lição 10 - A Ceia do Senhor - A Segunda Ordenança da Igreja(COM ANIMAÇÃO).pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor  - A Segunda Ordenança da Igreja(COM ANIMAÇÃO).pptxLição 10 - A Ceia do Senhor  - A Segunda Ordenança da Igreja(COM ANIMAÇÃO).pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor - A Segunda Ordenança da Igreja(COM ANIMAÇÃO).pptxTiagoCarpesDoNascime
 
Aceiadosenhor
AceiadosenhorAceiadosenhor
AceiadosenhorVidelk
 
Sacramentos: Batismo e Ceia
Sacramentos: Batismo e Ceia Sacramentos: Batismo e Ceia
Sacramentos: Batismo e Ceia Geversom Sousa
 
Ebook ceia senhor_ryle
Ebook ceia senhor_ryleEbook ceia senhor_ryle
Ebook ceia senhor_rylePaulo Costa
 
1ª coríntios
1ª coríntios1ª coríntios
1ª coríntiosrwander1
 
36 colossenses
36 colossenses36 colossenses
36 colossensesPIB Penha
 
Dicionário de Escatologia Bíblica - Claudionor Correia de Andrade.pdf
Dicionário de Escatologia Bíblica - Claudionor Correia de Andrade.pdfDicionário de Escatologia Bíblica - Claudionor Correia de Andrade.pdf
Dicionário de Escatologia Bíblica - Claudionor Correia de Andrade.pdfMarcio Desiderio De Sousa
 
4 efésios, filipenses, colossenses e filemom
4 efésios, filipenses, colossenses e filemom4 efésios, filipenses, colossenses e filemom
4 efésios, filipenses, colossenses e filemomJosé Santos
 
Juvenis lição 13 - 2° trimestre 2015
Juvenis   lição 13 - 2° trimestre 2015Juvenis   lição 13 - 2° trimestre 2015
Juvenis lição 13 - 2° trimestre 2015Joel de Oliveira
 
Juvenis lição 13 - 2° trimestre 2015
Juvenis   lição 13 - 2° trimestre 2015Juvenis   lição 13 - 2° trimestre 2015
Juvenis lição 13 - 2° trimestre 2015Joel Oliveira
 
Resumo Das Lições do II Trimestre E.B.D
Resumo Das Lições do II Trimestre E.B.DResumo Das Lições do II Trimestre E.B.D
Resumo Das Lições do II Trimestre E.B.DKonker Labs
 
LIÇÃO 4 - A CELEBRAÇÃO DA PRIMEIRA PASCOA_EX 12:1-12
LIÇÃO 4 - A CELEBRAÇÃO DA PRIMEIRA PASCOA_EX 12:1-12 LIÇÃO 4 - A CELEBRAÇÃO DA PRIMEIRA PASCOA_EX 12:1-12
LIÇÃO 4 - A CELEBRAÇÃO DA PRIMEIRA PASCOA_EX 12:1-12 Natalino das Neves Neves
 
A SERVIÇO D - Sa aos Coríntios - Apresentação 1.pptx
A SERVIÇO D - Sa aos Coríntios - Apresentação 1.pptxA SERVIÇO D - Sa aos Coríntios - Apresentação 1.pptx
A SERVIÇO D - Sa aos Coríntios - Apresentação 1.pptxDanielMarcus29
 
Santuario servicos
Santuario servicosSantuario servicos
Santuario servicosSérgio Ira
 

Semelhante a 2021 2º trimestre jovens lição 13 (20)

LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
 
Lição 12ª Santa Ceia
Lição 12ª  Santa CeiaLição 12ª  Santa Ceia
Lição 12ª Santa Ceia
 
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do SenhorLição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
 
Lição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptxLição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptx
 
Lição 10 - A Ceia do Senhor - A Segunda Ordenança da Igreja(COM ANIMAÇÃO).pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor  - A Segunda Ordenança da Igreja(COM ANIMAÇÃO).pptxLição 10 - A Ceia do Senhor  - A Segunda Ordenança da Igreja(COM ANIMAÇÃO).pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor - A Segunda Ordenança da Igreja(COM ANIMAÇÃO).pptx
 
Aceiadosenhor
AceiadosenhorAceiadosenhor
Aceiadosenhor
 
Sacramentos: Batismo e Ceia
Sacramentos: Batismo e Ceia Sacramentos: Batismo e Ceia
Sacramentos: Batismo e Ceia
 
Ebook ceia senhor_ryle
Ebook ceia senhor_ryleEbook ceia senhor_ryle
Ebook ceia senhor_ryle
 
1ª coríntios
1ª coríntios1ª coríntios
1ª coríntios
 
36 colossenses
36 colossenses36 colossenses
36 colossenses
 
Dicionário de Escatologia Bíblica - Claudionor Correia de Andrade.pdf
Dicionário de Escatologia Bíblica - Claudionor Correia de Andrade.pdfDicionário de Escatologia Bíblica - Claudionor Correia de Andrade.pdf
Dicionário de Escatologia Bíblica - Claudionor Correia de Andrade.pdf
 
4 efésios, filipenses, colossenses e filemom
4 efésios, filipenses, colossenses e filemom4 efésios, filipenses, colossenses e filemom
4 efésios, filipenses, colossenses e filemom
 
A igreja e o culto
A igreja e o cultoA igreja e o culto
A igreja e o culto
 
Juvenis lição 13 - 2° trimestre 2015
Juvenis   lição 13 - 2° trimestre 2015Juvenis   lição 13 - 2° trimestre 2015
Juvenis lição 13 - 2° trimestre 2015
 
Juvenis lição 13 - 2° trimestre 2015
Juvenis   lição 13 - 2° trimestre 2015Juvenis   lição 13 - 2° trimestre 2015
Juvenis lição 13 - 2° trimestre 2015
 
Resumo Das Lições do II Trimestre E.B.D
Resumo Das Lições do II Trimestre E.B.DResumo Das Lições do II Trimestre E.B.D
Resumo Das Lições do II Trimestre E.B.D
 
Católicos
CatólicosCatólicos
Católicos
 
LIÇÃO 4 - A CELEBRAÇÃO DA PRIMEIRA PASCOA_EX 12:1-12
LIÇÃO 4 - A CELEBRAÇÃO DA PRIMEIRA PASCOA_EX 12:1-12 LIÇÃO 4 - A CELEBRAÇÃO DA PRIMEIRA PASCOA_EX 12:1-12
LIÇÃO 4 - A CELEBRAÇÃO DA PRIMEIRA PASCOA_EX 12:1-12
 
A SERVIÇO D - Sa aos Coríntios - Apresentação 1.pptx
A SERVIÇO D - Sa aos Coríntios - Apresentação 1.pptxA SERVIÇO D - Sa aos Coríntios - Apresentação 1.pptx
A SERVIÇO D - Sa aos Coríntios - Apresentação 1.pptx
 
Santuario servicos
Santuario servicosSantuario servicos
Santuario servicos
 

Mais de Joel Silva

2024 1º Trimestre Jovens Lição 04.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 04.pptx2024 1º Trimestre Jovens Lição 04.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 04.pptxJoel Silva
 
2024 1º Trimestre Jovens Lição 03.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 03.pptx2024 1º Trimestre Jovens Lição 03.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 03.pptxJoel Silva
 
2024 1º Trimestre Jovens Lição 02.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 02.pptx2024 1º Trimestre Jovens Lição 02.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 02.pptxJoel Silva
 
2024 1º Trimestre Jovens Lição 01.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 01.pptx2024 1º Trimestre Jovens Lição 01.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 01.pptxJoel Silva
 
2022 3º Trimestre Jovens Lição 01.pptx
2022 3º Trimestre Jovens Lição 01.pptx2022 3º Trimestre Jovens Lição 01.pptx
2022 3º Trimestre Jovens Lição 01.pptxJoel Silva
 
2022 2º Trimestre Jovens Lição 08.pptx
2022 2º Trimestre Jovens Lição 08.pptx2022 2º Trimestre Jovens Lição 08.pptx
2022 2º Trimestre Jovens Lição 08.pptxJoel Silva
 
2022 2º Trimestre Jovens Lição 07.pptx
2022 2º Trimestre Jovens Lição 07.pptx2022 2º Trimestre Jovens Lição 07.pptx
2022 2º Trimestre Jovens Lição 07.pptxJoel Silva
 
2022 1º trimestre jovens lição 01
2022 1º trimestre jovens lição 012022 1º trimestre jovens lição 01
2022 1º trimestre jovens lição 01Joel Silva
 
2021 2º trimestre jovens lição 11
2021 2º trimestre jovens lição 112021 2º trimestre jovens lição 11
2021 2º trimestre jovens lição 11Joel Silva
 
2021 2º trimestre jovem - lição 09
2021   2º trimestre jovem - lição 092021   2º trimestre jovem - lição 09
2021 2º trimestre jovem - lição 09Joel Silva
 
2021 2º trimestre jovem - lição 05
2021   2º trimestre jovem - lição 052021   2º trimestre jovem - lição 05
2021 2º trimestre jovem - lição 05Joel Silva
 
2021 1º trimestre jovens lição 10
2021 1º trimestre jovens lição 102021 1º trimestre jovens lição 10
2021 1º trimestre jovens lição 10Joel Silva
 
2021 1º trimestre jovens lição 09
2021 1º trimestre jovens lição 092021 1º trimestre jovens lição 09
2021 1º trimestre jovens lição 09Joel Silva
 
2021 1º trimestre jovens lição 08
2021 1º trimestre jovens lição 082021 1º trimestre jovens lição 08
2021 1º trimestre jovens lição 08Joel Silva
 
2021 1º trimestre jovens lição 07
2021 1º trimestre jovens lição 072021 1º trimestre jovens lição 07
2021 1º trimestre jovens lição 07Joel Silva
 
2021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 062021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 06Joel Silva
 

Mais de Joel Silva (16)

2024 1º Trimestre Jovens Lição 04.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 04.pptx2024 1º Trimestre Jovens Lição 04.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 04.pptx
 
2024 1º Trimestre Jovens Lição 03.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 03.pptx2024 1º Trimestre Jovens Lição 03.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 03.pptx
 
2024 1º Trimestre Jovens Lição 02.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 02.pptx2024 1º Trimestre Jovens Lição 02.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 02.pptx
 
2024 1º Trimestre Jovens Lição 01.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 01.pptx2024 1º Trimestre Jovens Lição 01.pptx
2024 1º Trimestre Jovens Lição 01.pptx
 
2022 3º Trimestre Jovens Lição 01.pptx
2022 3º Trimestre Jovens Lição 01.pptx2022 3º Trimestre Jovens Lição 01.pptx
2022 3º Trimestre Jovens Lição 01.pptx
 
2022 2º Trimestre Jovens Lição 08.pptx
2022 2º Trimestre Jovens Lição 08.pptx2022 2º Trimestre Jovens Lição 08.pptx
2022 2º Trimestre Jovens Lição 08.pptx
 
2022 2º Trimestre Jovens Lição 07.pptx
2022 2º Trimestre Jovens Lição 07.pptx2022 2º Trimestre Jovens Lição 07.pptx
2022 2º Trimestre Jovens Lição 07.pptx
 
2022 1º trimestre jovens lição 01
2022 1º trimestre jovens lição 012022 1º trimestre jovens lição 01
2022 1º trimestre jovens lição 01
 
2021 2º trimestre jovens lição 11
2021 2º trimestre jovens lição 112021 2º trimestre jovens lição 11
2021 2º trimestre jovens lição 11
 
2021 2º trimestre jovem - lição 09
2021   2º trimestre jovem - lição 092021   2º trimestre jovem - lição 09
2021 2º trimestre jovem - lição 09
 
2021 2º trimestre jovem - lição 05
2021   2º trimestre jovem - lição 052021   2º trimestre jovem - lição 05
2021 2º trimestre jovem - lição 05
 
2021 1º trimestre jovens lição 10
2021 1º trimestre jovens lição 102021 1º trimestre jovens lição 10
2021 1º trimestre jovens lição 10
 
2021 1º trimestre jovens lição 09
2021 1º trimestre jovens lição 092021 1º trimestre jovens lição 09
2021 1º trimestre jovens lição 09
 
2021 1º trimestre jovens lição 08
2021 1º trimestre jovens lição 082021 1º trimestre jovens lição 08
2021 1º trimestre jovens lição 08
 
2021 1º trimestre jovens lição 07
2021 1º trimestre jovens lição 072021 1º trimestre jovens lição 07
2021 1º trimestre jovens lição 07
 
2021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 062021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 06
 

Último

AULA 08-06-2022.pptx - provas da existência de Deus
AULA 08-06-2022.pptx - provas da existência de DeusAULA 08-06-2022.pptx - provas da existência de Deus
AULA 08-06-2022.pptx - provas da existência de DeusFilipeDuartedeBem
 
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo DiaSérie: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo DiaDenisRocha28
 
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfAS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfnatzarimdonorte
 
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).natzarimdonorte
 
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxGestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxSebastioFerreira34
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EMicheleRosa39
 
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos  Fiéis Festa da Palavra CatequeseOração dos  Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequeseanamdp2004
 
10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José OperárioNilson Almeida
 
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .natzarimdonorte
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxCelso Napoleon
 
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...silvana30986
 
A CHEGADA DO EVANGELHO À EUROPA - ATOS 16 e 17.pptx
A CHEGADA DO EVANGELHO À EUROPA - ATOS 16 e 17.pptxA CHEGADA DO EVANGELHO À EUROPA - ATOS 16 e 17.pptx
A CHEGADA DO EVANGELHO À EUROPA - ATOS 16 e 17.pptxPIB Penha
 
Material sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadoMaterial sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadofreivalentimpesente
 
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............Nelson Pereira
 

Último (15)

AULA 08-06-2022.pptx - provas da existência de Deus
AULA 08-06-2022.pptx - provas da existência de DeusAULA 08-06-2022.pptx - provas da existência de Deus
AULA 08-06-2022.pptx - provas da existência de Deus
 
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo DiaSérie: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfAS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
 
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
 
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxGestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
 
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos  Fiéis Festa da Palavra CatequeseOração dos  Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
 
10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário
 
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
 
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.pptFluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
 
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
 
A CHEGADA DO EVANGELHO À EUROPA - ATOS 16 e 17.pptx
A CHEGADA DO EVANGELHO À EUROPA - ATOS 16 e 17.pptxA CHEGADA DO EVANGELHO À EUROPA - ATOS 16 e 17.pptx
A CHEGADA DO EVANGELHO À EUROPA - ATOS 16 e 17.pptx
 
Material sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadoMaterial sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significado
 
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
 

2021 2º trimestre jovens lição 13

  • 1.
  • 2. TEXTO DO DIA • “O amor nunca falha; mas, havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá.” (1Co 13.8).
  • 3. SÍNTESE • O sacrifício de Jesus na cruz foi o maior exemplo de amor sacrificial.
  • 4. OBJETIVOS  MOSTRAR as orientações de Paulo a respeito da celebração da Ceia do Senhor;  CONHECER o poema do amor;  SABER a respeito da ressurreição e o destino do cristão salvo.
  • 5. TEXTO BÍBLICO 1 Coríntios 11.23-25. • 23 — Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão; • 24 — E, tendo dado graças, o partiu e disse: Tomai, comei; isto é o meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memória de mim. • 25 — Semelhantemente também, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este cálice é o Novo Testamento no meu sangue: fazei isto, todas as vezes que beberdes, em memória de mim.
  • 6. INTRODUÇÃO • Nesta última lição do trimestre, estudaremos a respeito da Ceia do Senhor, o poema do amor, a ressurreição e o destino dos salvos por Jesus Cristo.
  • 7. •1 • ORIENTAÇÕES A RESPEITO DA CELEBRAÇÃO DA CEIA DO SENHOR
  • 8. 1. Paulo repreende as dissensões durante a celebração da Ceia do Senhor (11.17-22).
  • 9. • As igrejas do primeiro século participavam de uma refeição comum que tinha por objetivo principal a comunhão dos membros, chamada ágape. Com o passar do tempo essa celebração se uniu com a comemoração da Ceia do Senhor. Todavia, durante essa celebração os irmãos em Corinto com melhores condições comiam suas refeições em separado das demais pessoas (vv.18-20). Paulo chega afirmar que “enquanto um passa fome, o outro fica embriagado” (v.21).
  • 10. 2. Um olhar para o passado: O modelo da Ceia do Senhor (11.23-25).
  • 11. • Olhando para trás, a Ceia do Senhor apontava para a centralidade da morte de Cristo (vv.24,25). O pão simbolizava o corpo de Cristo “que é partido por vós” e o suco de uva simbolizava o sangue vertido na cruz. A base para absolvição de todo pecador no julgamento divino é a morte de Cristo. Por isso, a orientação de Jesus para celebrar a Ceia do Senhor em memória da sua morte.
  • 12. 3. Um olhar introspectivo: O autoexame preventivo para não ser condenado (11.26-32).
  • 13. • Celebrar a Ceia do Senhor é testemunhar a morte e ressurreição de Jesus, enquanto se aguarda o arrebatamento da Igreja. Todavia, Paulo afirma que alguns irmãos coríntios estavam participando da Ceia para “sua própria condenação” (v.29). A atitude dos crentes de Corinto durante a celebração era “indigna” por “não discernir o corpo do Senhor”, um reflexo da vida prática deles. Por isso, Paulo recomenda que ao participar da celebração da Santa Ceia, cada um examine a si mesmo para não ser condenado com o mundo (11.27-29).
  • 14. •2 • O POEMA DO AMOR
  • 15. 1. A causa das divisões na comunidade de Corinto era a falta de amor.
  • 16. • O texto do capítulo 13 da Primeira Carta aos Coríntios traz um dos mais belos poemas de todos os tempos, também conhecido como “o hino do amor”. Na Carta ele deve ser interpretado à luz de seu contexto, ou seja, os constantes conflitos e divisões da igreja em Corinto. • A vida na igreja, para que seja fraterna e feliz, exige a prática do amor. Sem o amor, a igreja deixa de ser um local seguro e acolhedor.
  • 17. 2. A proeminência do amor sobre os dons (13.1-7).
  • 18. • Paulo termina o capítulo doze aconselhando os coríntios a buscarem os melhores dons e ele os apresentaria “um caminho ainda mais excelente” (12.31). Na sequência, apresenta o poema do amor para mostrar como os dons deveriam ser utilizados. • A igreja em Corinto se orgulhava da grande manifestação dos dons espirituais nas reuniões, em especial os dons de línguas e as profecias.
  • 19. 3. A perenidade do amor: Ele jamais passará (13.8-13).
  • 20. • Nós sabemos que os dons e serviços são importantíssimos para a igreja, mas eles não permanecerão para sempre. Contudo o amor jamais passará! Paulo assegura que somente quem tem maturidade espiritual é capaz de demonstrar o amor verdadeiro. O amor é como uma característica genética de Deus, que comprova a paternidade divina. A maturidade cristã supõe a fé, a esperança e o amor, todavia, a maior das virtudes é o amor (v.13).
  • 21. •3 • A RESSURREIÇÃO E O DESTINO DO CRISTÃO SALVO
  • 22. 1. A fé na ressureição de Jesus é a garantia da vida eterna com Deus (15.1-34).
  • 23. • Paulo, antes de chegar a Corinto, teve uma experiência amarga em Atenas. O público estava atento à mensagem dele. Mas, quando o apóstolo fala a respeito de Jesus e de sua ressurreição ( anástasis ), os gregos pensavam se tratar de um paroleiro ou um pregador de deuses estranhos (At 17.18). Assim, a rejeição foi imediata (At 17.32,33).
  • 24. 2. Deus dará aos crentes salvos um corpo glorioso (15.35-50).
  • 25. • Para falar a respeito da ressurreição dos salvos e a transformação espiritual do corpo, Paulo usa a imagem do grão de trigo, que deve morrer para gerar vida (1Co 15.35-38). Paulo ensina que corpo e sangue não podem herdar o Reino de Deus (15.50): “[…] Semeia-se o corpo em corrupção, ressuscitará em incorrupção. Semeia-se em ignomínia, ressuscitará em glória. Semeia-se em fraqueza, ressuscitará com vigor.
  • 26. 3. Os crentes salvos e que estiverem vivos na última hora serão arrebatados (15.51-58)
  • 27. • Entre os gentios havia muitas dúvidas a respeito da ressurreição. Para eles, a morte era um dos pré-requisitos para a ressurreição. Uma de suas preocupações era de Jesus voltar e estando vivos não terem seus corpos transformados. Paulo os tranquiliza ao afirmar que no arrebatamento “nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados, num abrir e fechar de olhos os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados” (1Co 15.51,52).
  • 28. CONCLUSÃO • Nesta última lição do trimestre estudamos temas relacionados à cruz de Cristo. Vimos que a celebração da Ceia do Senhor aponta para a cruz de Cristo. Aprendemos também a respeito do poema do amor que reflete sua plenitude no amor oferecido por Jesus na cruz e que nunca passará, e a ressurreição de Cristo que garante a nossa ressurreição.