SlideShare uma empresa Scribd logo
1
UNIVERSIDADE ANHANGUERA DE TAUBATÉ
UNIDADE I
CURSO DE ADMINISTRAÇÃO
DISCIPLINA: COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL
Equipe de Pesquisa e Desenvolvimento
Denilsa Chisti da Silva – RA 6927392518
Denilse Chisti da Silva – RA 6927392571
Iara Gouvea Galvão Silva – RA 6377229259
Iracely Aparecida de Oliveira Fernandes – RA 6503279169
Jéssica Letícia do Prado Jacinto – RA 7194539948
José Aurelio Rodrigues do Prado – RA 7188539268
Simone Fabiana de Oliveira Gouvea – RA 6751335829
Tutora: Luana Kelly F. Alkmin Siqueira
Professora: Yaeko Osaki
Taubaté, 19 de abril de 2013.
2
SUMÁRIO
1 – INTRODUÇÃO 3
2 – CAPITULO I 4
2.1- CONCEITO 4
2.2- COMPARANDO DEFINIÇÕES 4
3- CAPITULO II 6
3.1 COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL 6
4- CAPITULO III 7
4.1- TRABALHO EM EQUIPE 7
5- CAPITULO IV 8
5.1- PERCEPÇÃO/COMUNICAÇÃO 8
6- CONCLUSÃO 9
7- REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS 10
3
1- INTRODUÇÃO
Com este desafio buscamos compreender como se define o Comportamento
Organizacional, o entendimento do comportamento individual e de grupos em situação
de trabalho se caracteriza no comportamento organizacional. Cada individuo apresenta
sua própria personalidade em uma organização e as empresas possuem uma cultura,
padrões de conduta, normas, valores enfim seu próprio Comportamento Organizacional.
O Comportamento Organizacional está se estabelecendo firmemente como um campo
próprio de estudo por meio de suas teorias e técnicas de pesquisa. Também queremos
enfatizar os efeitos da inovação, equipes e estilos de liderança, percepção e
comunicação dentro das organizações, relacionando com alguns autores buscando
embasamento teórico para esta pesquisa.
O comportamento organizacional, que é um campo de estudos que investiga o impacto
que indivíduos, grupos e a estrutura têm sobre o comportamento dentro das
organizações tem o propósito de utilizar este conhecimento para melhorar a eficácia
organizacional.
4
2- CAPITULO I
2.1 - CONCEITO
Comportamento Organizacional é um campo de estudo voltado a prever, explicar,
compreender e modificar o comportamento humano no contexto das empresas. A partir
desse contexto, encontram-se três considerações importantes: o comportamento
organizacional enfoca comportamentos observáveis, tais como conversar com colegas
de trabalho; utilizar equipamentos ou preparar um relatório; o comportamento
organizacional estuda o comportamento das pessoas tanto como indivíduos quanto
como membros de unidades sociais maiores; o comportamento organizacional também
analisa o "comportamento" dessas unidades sociais maiores — grupos e organizações
— pôr si.
O comportamento organizacional definido nesses termos tem suas origens no final dos
anos 1940, quando os pesquisadores das áreas de psicologia, sociologia, ciência política,
economia e de outras ciências sociais procuravam desenvolver uma estrutura unificada
de pesquisas organizacionais.
Os valores são de extrema importância para a excelência em uma organização, sendo
assim as pessoas necessitam se identificar com os valores apresentados, desta maneira
auxiliam no sucesso dos negócios. Os indivíduos para se ter um bom desempenho nas
organizações devem interagir, trocando informações de forma eficiente, buscando a
interação em grupos dentro da organização.
2.2 COMPARANDO DEFINIÇÕES
Chiavenato descreve Comportamento Organizacional como uma ciência
interdisciplinar, estudando o comportamento das pessoas nas organizações e que só será
bem sucedido com a cooperação do grupo, com divisão de trabalho hierarquia, afirma
também que os indivíduos das organizações focam seus interesses em realizar e
satisfazer seus próprios interesses.
Comportamento Organizacional é o estudo da dinâmica das organizações e
como os grupos e pessoas se comportam dentro delas. É uma ciência
interdisciplinar. Como a organização é um sistema cooperativo racional, ela
5
somente pode alcançar seus objetivos se as pessoas que a compõe
coordenarem seus esforços a fim de alcançar algo que individualmente jamais
conseguiriam. (CHIAVENATO, 1999, P.304)
Dante Quadros e Rosi Mary Trevisan nos apresenta que este estudo contribui para a
Empresa a entender por completo este comportamento, na intenção de melhorias nas
relações entre Empresa X Funcionário para se obter bons resultados.
A compreensão do comportamento individual e dos grupos em situação de
trabalho constitui o campo de estudo do Comportamento Organizacional. De
modo particular investiga as questões relacionadas com lideranças e poder,
estruturas e processos de grupo, aprendizagem, percepção, atitude, processos
de mudanças, conflito e dimensionamento de trabalho, entre outros temas que
afetam os indivíduos e as equipes nas organizações. (QUADROS,
TREVISAN, P.1)
6
3-CAPITULO II
3.1- INOVAÇÃO ORGANIZACIONAL
Devido a grande concorrência as Empresas, passam a ser mais competitivas, buscando
inovar ao máximo, assim atingindo um diferencial das outras organizações.
Para se obter a inovação é preciso ter foco, para que assim o consumidor consiga
enxergar de imediato estas mudanças. A inovação do processo e dos serviços podem
não gerar impactos nos produtos finais, mas se obtém sucesso como aumento da
produtividade e redução de custos.
Realizamos uma pesquisa com vinte pessoas de diferentes faixas etárias, com a seguinte
questão: O que é inovação organizacional? A seguir vamos expor as dez repostas
avaliadas mais relevantes pelo grupo.
 Gerar mudanças na Empresa, prevendo melhorias;
 Lançar algo novo;
 Transformar algo na Empresa para alcançar os objetivos;
 Criar algo novo, mas às vezes pode sair errado;
 Modificar o modelo do negocio;
 Mudança para alcançar o sucesso;
 A prática de ideias para se obter melhorias
 Ser ousado;
 Renovar a Empresa;
 Buscar novas experiências.
7
4-CAPITULO III
4.1- TRABALHO EM EQUIPE
O trabalho em equipe possibilita a troca de conhecimento e agilidade no cumprimento
de metas e objetivos compartilhados, uma vez que otimiza o tempo de cada pessoa e
ainda contribui para conhecer outros indivíduos e aprender novas tarefas.
Um bom exemplo de uma atuação de trabalho em equipe são os esportes, onde os
atletas precisam uns dos outros para conseguir fazer gols ou pontos, a maioria dos
esportes é formada por equipes, onde cada um desempenha um papel, para atingir o
todo, e a frente desta equipe sempre tem um técnico como líder. O líder tem um papel
importante neste contexto, pois ele deve estar atento a equipe no sentido de orientar,
sinalizar os erros e todos juntos buscar os acertos, sempre focando nos objetivos para se
ter sucesso.
Analisando a figura apresentada no texto de referência, podemos identificar a ausência
do trabalho em equipe mostrando um resultado negativo, quando não se tem um líder a
frente da equipe, assim não consegue alcançar os objetivos além de ter que refazer a
tarefa e também prejudicando o clima organizacional.
8
5-CAPITULO IV
Segundo o site Wikipédia “é através da percepção que um indivíduo organiza e
interpreta as suas impressões sensoriais para atribuir significado ao seu meio”. Pela
percepção, recebemos informações que afetam nossos sentimento e ações, além dos de
outras pessoas. Essas informações podem ser obtidas através dos cincos sentidos: visão,
audição, tato, paladar e olfato. Assim também como todo seu processo de vida está
ligado a sua percepção do cotidiano.
5.1- COMUNICAÇÃO/PERCEPÇÃO
De acordo com o site Wikipédia “a comunicação humana é um processo que envolve a
troca de informações, e utiliza os sistemas simbólicos como suporte para este fim.”. A
comunicação é um meio essencial nas relações entre um grupo, é através da
comunicação que se adquiri e passam informações. A comunicação pode ser feitas por
diversos meios, como: por fala, gestos, escrita entre outras.
Tanto as percepções como a comunicação devem estar presentes no comportamento
organizacional, podem ser usada como uma ferramenta de estratégia, pois ambas estão
relacionadas com informação, com elas conseguimos passar e receber informações para
se atingir os objetivos da organização.
9
6-CONCLUSÃO
Na elaboração desta pesquisa tivemos a oportunidade de compreender o conceito de
Comportamento Organizacional, vimos que é um estudo do individuo e também de
grupos dentro das organizações para se conquistar os objetivos organizacionais.
Também pudemos ver que a Inovação se faz necessária no contexto de uma organização
para que se possam realizar mudanças visando bons resultados.
Vimos também a importância do trabalho de equipe e do líder a frente do grupo,
ouvindo os funcionários como o foco de desenvolver os processos com sucesso. Ainda
falamos sobre percepção e comunicação que são dois fatores importantes na construção
de informações nas organizações. Diante de todo o exposto conseguimos ressaltar o
quanto é importante o Comportamento Organizacional em uma Empresa.
10
7-REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS
COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL. Disponível e:
<http://www.chiavenato.com/publicações/compottamento-organizacional-a-dinamica-
dosucesso-das-organizaçoes-41.html> Acesso em: 02/04/2013.
COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL. Disponível em:
<http://www.fae.edu/publicações/pdf/cap_humano/1.pdf>. Acesso em 02/04/2013
EFICIÊNCIA E EFICÁCIA: conceitos distintos, porém interligados. Disponível em:
<http://www.administradores.com.br/informe-se/artigos/eficiencia-e-
eficaciaconceitosdistintos-porem-interligados/11978/.>. Acesso em 02/04/2013.
SCHERMERHORN,R. John.Fundamentos de comportamento organizacional. Porto
Alegre: Buckman, 1999.
WAGNER A. John.Comportamento organizacional. S„o Paulo: Saraiva,1999.
ROBBINS, P. Stephen.Comportamento organizacional. S„o Paulo: Prentice Hall, 2002.
SENGE, M. Peter.A quinta disciplina. S„o Paulo: Best Seller, 1990.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

introdução o ao estudo do comportamento humano nas organiza (1)
introdução o ao estudo do comportamento humano nas organiza  (1)introdução o ao estudo do comportamento humano nas organiza  (1)
introdução o ao estudo do comportamento humano nas organiza (1)
Diego Arancibia
 
Comportamento Organizacional
Comportamento OrganizacionalComportamento Organizacional
Comportamento Organizacional
Adeildo Caboclo
 
Comportamento organizacional
Comportamento organizacionalComportamento organizacional
Comportamento organizacional
Laura Malate
 
Indivã­duo e a_organizaã§ã£o[1]
Indivã­duo e a_organizaã§ã£o[1]Indivã­duo e a_organizaã§ã£o[1]
Indivã­duo e a_organizaã§ã£o[1]
Marcus Vinícius Machado
 
Comportamento Organizacional
Comportamento OrganizacionalComportamento Organizacional
Comportamento Organizacional
Luis Henrique
 
Aula01 comportamento organizac (1)
Aula01 comportamento organizac (1)Aula01 comportamento organizac (1)
Aula01 comportamento organizac (1)
Vanessa Rodrigues
 
Comportamento e organização empresarial
Comportamento e organização empresarialComportamento e organização empresarial
Comportamento e organização empresarial
Jesse Costa
 
DINAMICA ORGANIZACIONAL
DINAMICA ORGANIZACIONALDINAMICA ORGANIZACIONAL
DINAMICA ORGANIZACIONAL
Universidade Pedagogica
 
Comportamento e Cultura Organizacional
Comportamento  e Cultura OrganizacionalComportamento  e Cultura Organizacional
Comportamento e Cultura Organizacional
Luiz Fernandes Cumaru
 
Desenvolvimento Organizacional
Desenvolvimento OrganizacionalDesenvolvimento Organizacional
Desenvolvimento Organizacional
Aldo Pereira Costa
 
Aula 07 (1ºsem) 2013 comportamento humano nas organizações
Aula 07 (1ºsem) 2013   comportamento humano nas organizaçõesAula 07 (1ºsem) 2013   comportamento humano nas organizações
Aula 07 (1ºsem) 2013 comportamento humano nas organizações
admunip2013
 
Aula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
Aula 1 - Introdução ao Comportamento OrganizacionalAula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
Aula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
Felipe Saraiva Nunes de Pinho
 
Apostila comportamento organizacional
Apostila comportamento organizacionalApostila comportamento organizacional
Apostila comportamento organizacional
Marcio Tadeu da Costa
 
Comportamento humano nas organizações
Comportamento humano nas organizaçõesComportamento humano nas organizações
Comportamento humano nas organizações
Marco Coelho
 
Comportamento organ v11-final
Comportamento organ v11-finalComportamento organ v11-final
Comportamento organ v11-final
Sandra Oliveira
 
Aula 5 comportamento macroorganizacional
Aula 5   comportamento macroorganizacionalAula 5   comportamento macroorganizacional
Aula 5 comportamento macroorganizacional
Felipe Saraiva Nunes de Pinho
 
Aula 07 a (1ºsem) 2013 - comportamento humano nas organizações
Aula 07 a (1ºsem) 2013 - comportamento humano nas organizaçõesAula 07 a (1ºsem) 2013 - comportamento humano nas organizações
Aula 07 a (1ºsem) 2013 - comportamento humano nas organizações
admunip2013
 
02 estudo do comportamento individual na organização
02  estudo do comportamento individual na organização02  estudo do comportamento individual na organização
02 estudo do comportamento individual na organização
airtonrbr
 
A Dinamica das Personalidades seu Impacto no Desempenho Profissional e Pessoal
A Dinamica das Personalidades seu Impacto no Desempenho Profissional e PessoalA Dinamica das Personalidades seu Impacto no Desempenho Profissional e Pessoal
A Dinamica das Personalidades seu Impacto no Desempenho Profissional e Pessoal
Hélio W. Teixeira
 
Aula 04 (1ºsem) 2013 comportamento humano nas organizações
Aula 04 (1ºsem) 2013   comportamento humano nas organizaçõesAula 04 (1ºsem) 2013   comportamento humano nas organizações
Aula 04 (1ºsem) 2013 comportamento humano nas organizações
admunip2013
 

Mais procurados (20)

introdução o ao estudo do comportamento humano nas organiza (1)
introdução o ao estudo do comportamento humano nas organiza  (1)introdução o ao estudo do comportamento humano nas organiza  (1)
introdução o ao estudo do comportamento humano nas organiza (1)
 
Comportamento Organizacional
Comportamento OrganizacionalComportamento Organizacional
Comportamento Organizacional
 
Comportamento organizacional
Comportamento organizacionalComportamento organizacional
Comportamento organizacional
 
Indivã­duo e a_organizaã§ã£o[1]
Indivã­duo e a_organizaã§ã£o[1]Indivã­duo e a_organizaã§ã£o[1]
Indivã­duo e a_organizaã§ã£o[1]
 
Comportamento Organizacional
Comportamento OrganizacionalComportamento Organizacional
Comportamento Organizacional
 
Aula01 comportamento organizac (1)
Aula01 comportamento organizac (1)Aula01 comportamento organizac (1)
Aula01 comportamento organizac (1)
 
Comportamento e organização empresarial
Comportamento e organização empresarialComportamento e organização empresarial
Comportamento e organização empresarial
 
DINAMICA ORGANIZACIONAL
DINAMICA ORGANIZACIONALDINAMICA ORGANIZACIONAL
DINAMICA ORGANIZACIONAL
 
Comportamento e Cultura Organizacional
Comportamento  e Cultura OrganizacionalComportamento  e Cultura Organizacional
Comportamento e Cultura Organizacional
 
Desenvolvimento Organizacional
Desenvolvimento OrganizacionalDesenvolvimento Organizacional
Desenvolvimento Organizacional
 
Aula 07 (1ºsem) 2013 comportamento humano nas organizações
Aula 07 (1ºsem) 2013   comportamento humano nas organizaçõesAula 07 (1ºsem) 2013   comportamento humano nas organizações
Aula 07 (1ºsem) 2013 comportamento humano nas organizações
 
Aula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
Aula 1 - Introdução ao Comportamento OrganizacionalAula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
Aula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
 
Apostila comportamento organizacional
Apostila comportamento organizacionalApostila comportamento organizacional
Apostila comportamento organizacional
 
Comportamento humano nas organizações
Comportamento humano nas organizaçõesComportamento humano nas organizações
Comportamento humano nas organizações
 
Comportamento organ v11-final
Comportamento organ v11-finalComportamento organ v11-final
Comportamento organ v11-final
 
Aula 5 comportamento macroorganizacional
Aula 5   comportamento macroorganizacionalAula 5   comportamento macroorganizacional
Aula 5 comportamento macroorganizacional
 
Aula 07 a (1ºsem) 2013 - comportamento humano nas organizações
Aula 07 a (1ºsem) 2013 - comportamento humano nas organizaçõesAula 07 a (1ºsem) 2013 - comportamento humano nas organizações
Aula 07 a (1ºsem) 2013 - comportamento humano nas organizações
 
02 estudo do comportamento individual na organização
02  estudo do comportamento individual na organização02  estudo do comportamento individual na organização
02 estudo do comportamento individual na organização
 
A Dinamica das Personalidades seu Impacto no Desempenho Profissional e Pessoal
A Dinamica das Personalidades seu Impacto no Desempenho Profissional e PessoalA Dinamica das Personalidades seu Impacto no Desempenho Profissional e Pessoal
A Dinamica das Personalidades seu Impacto no Desempenho Profissional e Pessoal
 
Aula 04 (1ºsem) 2013 comportamento humano nas organizações
Aula 04 (1ºsem) 2013   comportamento humano nas organizaçõesAula 04 (1ºsem) 2013   comportamento humano nas organizações
Aula 04 (1ºsem) 2013 comportamento humano nas organizações
 

Semelhante a Atps comportamento organizacional

Artigo científico PDI Você S.A.
Artigo científico PDI Você S.A.Artigo científico PDI Você S.A.
Artigo científico PDI Você S.A.
Vitor Suzart
 
Psicologia Organizacional
Psicologia OrganizacionalPsicologia Organizacional
Psicologia Organizacional
Salvador Abreu
 
Gestão Aplicada - LIDERANÇA
Gestão Aplicada - LIDERANÇAGestão Aplicada - LIDERANÇA
Gestão Aplicada - LIDERANÇA
Anderson Pontes
 
Organização Sistemas e Métodos
Organização Sistemas e MétodosOrganização Sistemas e Métodos
Organização Sistemas e Métodos
Leticia Ercego
 
Conceitos Centrais de Gestão Organizacional
Conceitos Centrais de Gestão OrganizacionalConceitos Centrais de Gestão Organizacional
Conceitos Centrais de Gestão Organizacional
Gustavo Pereira
 
Fabio Artigo Final
Fabio Artigo FinalFabio Artigo Final
Fabio Artigo Final
Fábio Roberto da silva
 
Fabio Artigo Final
Fabio Artigo FinalFabio Artigo Final
Fabio Artigo Final
Fábio Roberto da silva
 
Co5
Co5Co5
Comportamento organizacional
Comportamento organizacionalComportamento organizacional
Comportamento organizacional
CarlaMedeiros47
 
53757340 estrategias-comportamentais-comunicacao-como-forca-da-expressao
53757340 estrategias-comportamentais-comunicacao-como-forca-da-expressao53757340 estrategias-comportamentais-comunicacao-como-forca-da-expressao
53757340 estrategias-comportamentais-comunicacao-como-forca-da-expressao
Valentina Silva
 
Atps teorias da administração
Atps teorias da administraçãoAtps teorias da administração
Atps teorias da administração
SIMONE GOUVEA
 
Humanizacao Gestao Pessoas
Humanizacao Gestao PessoasHumanizacao Gestao Pessoas
Humanizacao Gestao Pessoas
Educadora
 
1.2 e 1.3 Gestão de Pessoas.pptx
1.2  e 1.3 Gestão de Pessoas.pptx1.2  e 1.3 Gestão de Pessoas.pptx
1.2 e 1.3 Gestão de Pessoas.pptx
AnderayneAraujoNobre
 
Monografia liderança no sucesso empresarial
Monografia   liderança no sucesso empresarialMonografia   liderança no sucesso empresarial
Monografia liderança no sucesso empresarial
Universidade Pedagogica
 
Comportamento e Personalidade Organizacional
Comportamento e Personalidade OrganizacionalComportamento e Personalidade Organizacional
Comportamento e Personalidade Organizacional
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Liderança e motivação
Liderança e motivaçãoLiderança e motivação
Liderança e motivação
Ellen Christina Dias Leite
 
Tópicos Especiais em Gestão.pdf
Tópicos Especiais em Gestão.pdfTópicos Especiais em Gestão.pdf
Tópicos Especiais em Gestão.pdf
AparecidadeArajoSilv
 
O NOVO PAPEL DO LIDER NAS ORGANIZAÇÕES
O NOVO PAPEL DO LIDER NAS ORGANIZAÇÕESO NOVO PAPEL DO LIDER NAS ORGANIZAÇÕES
O NOVO PAPEL DO LIDER NAS ORGANIZAÇÕES
christianceapcursos
 
22. o novo papel do lider nas organizações rosatricia
22. o novo papel do lider nas organizações rosatricia22. o novo papel do lider nas organizações rosatricia
22. o novo papel do lider nas organizações rosatricia
christianceapcursos
 
Programa 5s nas empresas 1
Programa 5s nas empresas 1Programa 5s nas empresas 1
Programa 5s nas empresas 1
betaniaedigas
 

Semelhante a Atps comportamento organizacional (20)

Artigo científico PDI Você S.A.
Artigo científico PDI Você S.A.Artigo científico PDI Você S.A.
Artigo científico PDI Você S.A.
 
Psicologia Organizacional
Psicologia OrganizacionalPsicologia Organizacional
Psicologia Organizacional
 
Gestão Aplicada - LIDERANÇA
Gestão Aplicada - LIDERANÇAGestão Aplicada - LIDERANÇA
Gestão Aplicada - LIDERANÇA
 
Organização Sistemas e Métodos
Organização Sistemas e MétodosOrganização Sistemas e Métodos
Organização Sistemas e Métodos
 
Conceitos Centrais de Gestão Organizacional
Conceitos Centrais de Gestão OrganizacionalConceitos Centrais de Gestão Organizacional
Conceitos Centrais de Gestão Organizacional
 
Fabio Artigo Final
Fabio Artigo FinalFabio Artigo Final
Fabio Artigo Final
 
Fabio Artigo Final
Fabio Artigo FinalFabio Artigo Final
Fabio Artigo Final
 
Co5
Co5Co5
Co5
 
Comportamento organizacional
Comportamento organizacionalComportamento organizacional
Comportamento organizacional
 
53757340 estrategias-comportamentais-comunicacao-como-forca-da-expressao
53757340 estrategias-comportamentais-comunicacao-como-forca-da-expressao53757340 estrategias-comportamentais-comunicacao-como-forca-da-expressao
53757340 estrategias-comportamentais-comunicacao-como-forca-da-expressao
 
Atps teorias da administração
Atps teorias da administraçãoAtps teorias da administração
Atps teorias da administração
 
Humanizacao Gestao Pessoas
Humanizacao Gestao PessoasHumanizacao Gestao Pessoas
Humanizacao Gestao Pessoas
 
1.2 e 1.3 Gestão de Pessoas.pptx
1.2  e 1.3 Gestão de Pessoas.pptx1.2  e 1.3 Gestão de Pessoas.pptx
1.2 e 1.3 Gestão de Pessoas.pptx
 
Monografia liderança no sucesso empresarial
Monografia   liderança no sucesso empresarialMonografia   liderança no sucesso empresarial
Monografia liderança no sucesso empresarial
 
Comportamento e Personalidade Organizacional
Comportamento e Personalidade OrganizacionalComportamento e Personalidade Organizacional
Comportamento e Personalidade Organizacional
 
Liderança e motivação
Liderança e motivaçãoLiderança e motivação
Liderança e motivação
 
Tópicos Especiais em Gestão.pdf
Tópicos Especiais em Gestão.pdfTópicos Especiais em Gestão.pdf
Tópicos Especiais em Gestão.pdf
 
O NOVO PAPEL DO LIDER NAS ORGANIZAÇÕES
O NOVO PAPEL DO LIDER NAS ORGANIZAÇÕESO NOVO PAPEL DO LIDER NAS ORGANIZAÇÕES
O NOVO PAPEL DO LIDER NAS ORGANIZAÇÕES
 
22. o novo papel do lider nas organizações rosatricia
22. o novo papel do lider nas organizações rosatricia22. o novo papel do lider nas organizações rosatricia
22. o novo papel do lider nas organizações rosatricia
 
Programa 5s nas empresas 1
Programa 5s nas empresas 1Programa 5s nas empresas 1
Programa 5s nas empresas 1
 

Mais de SIMONE GOUVEA

Atps contabilidade intermediaria
Atps contabilidade intermediariaAtps contabilidade intermediaria
Atps contabilidade intermediaria
SIMONE GOUVEA
 
Atps tecnicas de negociação
Atps tecnicas de negociaçãoAtps tecnicas de negociação
Atps tecnicas de negociação
SIMONE GOUVEA
 
Atps sociologia
Atps sociologiaAtps sociologia
Atps sociologia
SIMONE GOUVEA
 
Atps processos administrativos
Atps processos administrativosAtps processos administrativos
Atps processos administrativos
SIMONE GOUVEA
 
Atps matemática aplicada
Atps matemática aplicadaAtps matemática aplicada
Atps matemática aplicada
SIMONE GOUVEA
 
Atps gestão do conhecimento
Atps gestão do conhecimentoAtps gestão do conhecimento
Atps gestão do conhecimento
SIMONE GOUVEA
 
Atps gestao de tecnologias
Atps gestao de tecnologiasAtps gestao de tecnologias
Atps gestao de tecnologias
SIMONE GOUVEA
 
Atps empreendedorismo
Atps empreendedorismoAtps empreendedorismo
Atps empreendedorismo
SIMONE GOUVEA
 
Atps economia
Atps economiaAtps economia
Atps economia
SIMONE GOUVEA
 
Atps contabilidade geral
Atps contabilidade geralAtps contabilidade geral
Atps contabilidade geral
SIMONE GOUVEA
 
Atps contabilidade geral
Atps contabilidade geralAtps contabilidade geral
Atps contabilidade geral
SIMONE GOUVEA
 
Atps matemática aplicada
Atps matemática aplicadaAtps matemática aplicada
Atps matemática aplicada
SIMONE GOUVEA
 
Atps economia
Atps economiaAtps economia
Atps economia
SIMONE GOUVEA
 
Atps empreendedorismo
Atps empreendedorismoAtps empreendedorismo
Atps empreendedorismo
SIMONE GOUVEA
 

Mais de SIMONE GOUVEA (14)

Atps contabilidade intermediaria
Atps contabilidade intermediariaAtps contabilidade intermediaria
Atps contabilidade intermediaria
 
Atps tecnicas de negociação
Atps tecnicas de negociaçãoAtps tecnicas de negociação
Atps tecnicas de negociação
 
Atps sociologia
Atps sociologiaAtps sociologia
Atps sociologia
 
Atps processos administrativos
Atps processos administrativosAtps processos administrativos
Atps processos administrativos
 
Atps matemática aplicada
Atps matemática aplicadaAtps matemática aplicada
Atps matemática aplicada
 
Atps gestão do conhecimento
Atps gestão do conhecimentoAtps gestão do conhecimento
Atps gestão do conhecimento
 
Atps gestao de tecnologias
Atps gestao de tecnologiasAtps gestao de tecnologias
Atps gestao de tecnologias
 
Atps empreendedorismo
Atps empreendedorismoAtps empreendedorismo
Atps empreendedorismo
 
Atps economia
Atps economiaAtps economia
Atps economia
 
Atps contabilidade geral
Atps contabilidade geralAtps contabilidade geral
Atps contabilidade geral
 
Atps contabilidade geral
Atps contabilidade geralAtps contabilidade geral
Atps contabilidade geral
 
Atps matemática aplicada
Atps matemática aplicadaAtps matemática aplicada
Atps matemática aplicada
 
Atps economia
Atps economiaAtps economia
Atps economia
 
Atps empreendedorismo
Atps empreendedorismoAtps empreendedorismo
Atps empreendedorismo
 

Último

(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 

Último (20)

(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 

Atps comportamento organizacional

  • 1. 1 UNIVERSIDADE ANHANGUERA DE TAUBATÉ UNIDADE I CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA: COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL Equipe de Pesquisa e Desenvolvimento Denilsa Chisti da Silva – RA 6927392518 Denilse Chisti da Silva – RA 6927392571 Iara Gouvea Galvão Silva – RA 6377229259 Iracely Aparecida de Oliveira Fernandes – RA 6503279169 Jéssica Letícia do Prado Jacinto – RA 7194539948 José Aurelio Rodrigues do Prado – RA 7188539268 Simone Fabiana de Oliveira Gouvea – RA 6751335829 Tutora: Luana Kelly F. Alkmin Siqueira Professora: Yaeko Osaki Taubaté, 19 de abril de 2013.
  • 2. 2 SUMÁRIO 1 – INTRODUÇÃO 3 2 – CAPITULO I 4 2.1- CONCEITO 4 2.2- COMPARANDO DEFINIÇÕES 4 3- CAPITULO II 6 3.1 COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL 6 4- CAPITULO III 7 4.1- TRABALHO EM EQUIPE 7 5- CAPITULO IV 8 5.1- PERCEPÇÃO/COMUNICAÇÃO 8 6- CONCLUSÃO 9 7- REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS 10
  • 3. 3 1- INTRODUÇÃO Com este desafio buscamos compreender como se define o Comportamento Organizacional, o entendimento do comportamento individual e de grupos em situação de trabalho se caracteriza no comportamento organizacional. Cada individuo apresenta sua própria personalidade em uma organização e as empresas possuem uma cultura, padrões de conduta, normas, valores enfim seu próprio Comportamento Organizacional. O Comportamento Organizacional está se estabelecendo firmemente como um campo próprio de estudo por meio de suas teorias e técnicas de pesquisa. Também queremos enfatizar os efeitos da inovação, equipes e estilos de liderança, percepção e comunicação dentro das organizações, relacionando com alguns autores buscando embasamento teórico para esta pesquisa. O comportamento organizacional, que é um campo de estudos que investiga o impacto que indivíduos, grupos e a estrutura têm sobre o comportamento dentro das organizações tem o propósito de utilizar este conhecimento para melhorar a eficácia organizacional.
  • 4. 4 2- CAPITULO I 2.1 - CONCEITO Comportamento Organizacional é um campo de estudo voltado a prever, explicar, compreender e modificar o comportamento humano no contexto das empresas. A partir desse contexto, encontram-se três considerações importantes: o comportamento organizacional enfoca comportamentos observáveis, tais como conversar com colegas de trabalho; utilizar equipamentos ou preparar um relatório; o comportamento organizacional estuda o comportamento das pessoas tanto como indivíduos quanto como membros de unidades sociais maiores; o comportamento organizacional também analisa o "comportamento" dessas unidades sociais maiores — grupos e organizações — pôr si. O comportamento organizacional definido nesses termos tem suas origens no final dos anos 1940, quando os pesquisadores das áreas de psicologia, sociologia, ciência política, economia e de outras ciências sociais procuravam desenvolver uma estrutura unificada de pesquisas organizacionais. Os valores são de extrema importância para a excelência em uma organização, sendo assim as pessoas necessitam se identificar com os valores apresentados, desta maneira auxiliam no sucesso dos negócios. Os indivíduos para se ter um bom desempenho nas organizações devem interagir, trocando informações de forma eficiente, buscando a interação em grupos dentro da organização. 2.2 COMPARANDO DEFINIÇÕES Chiavenato descreve Comportamento Organizacional como uma ciência interdisciplinar, estudando o comportamento das pessoas nas organizações e que só será bem sucedido com a cooperação do grupo, com divisão de trabalho hierarquia, afirma também que os indivíduos das organizações focam seus interesses em realizar e satisfazer seus próprios interesses. Comportamento Organizacional é o estudo da dinâmica das organizações e como os grupos e pessoas se comportam dentro delas. É uma ciência interdisciplinar. Como a organização é um sistema cooperativo racional, ela
  • 5. 5 somente pode alcançar seus objetivos se as pessoas que a compõe coordenarem seus esforços a fim de alcançar algo que individualmente jamais conseguiriam. (CHIAVENATO, 1999, P.304) Dante Quadros e Rosi Mary Trevisan nos apresenta que este estudo contribui para a Empresa a entender por completo este comportamento, na intenção de melhorias nas relações entre Empresa X Funcionário para se obter bons resultados. A compreensão do comportamento individual e dos grupos em situação de trabalho constitui o campo de estudo do Comportamento Organizacional. De modo particular investiga as questões relacionadas com lideranças e poder, estruturas e processos de grupo, aprendizagem, percepção, atitude, processos de mudanças, conflito e dimensionamento de trabalho, entre outros temas que afetam os indivíduos e as equipes nas organizações. (QUADROS, TREVISAN, P.1)
  • 6. 6 3-CAPITULO II 3.1- INOVAÇÃO ORGANIZACIONAL Devido a grande concorrência as Empresas, passam a ser mais competitivas, buscando inovar ao máximo, assim atingindo um diferencial das outras organizações. Para se obter a inovação é preciso ter foco, para que assim o consumidor consiga enxergar de imediato estas mudanças. A inovação do processo e dos serviços podem não gerar impactos nos produtos finais, mas se obtém sucesso como aumento da produtividade e redução de custos. Realizamos uma pesquisa com vinte pessoas de diferentes faixas etárias, com a seguinte questão: O que é inovação organizacional? A seguir vamos expor as dez repostas avaliadas mais relevantes pelo grupo.  Gerar mudanças na Empresa, prevendo melhorias;  Lançar algo novo;  Transformar algo na Empresa para alcançar os objetivos;  Criar algo novo, mas às vezes pode sair errado;  Modificar o modelo do negocio;  Mudança para alcançar o sucesso;  A prática de ideias para se obter melhorias  Ser ousado;  Renovar a Empresa;  Buscar novas experiências.
  • 7. 7 4-CAPITULO III 4.1- TRABALHO EM EQUIPE O trabalho em equipe possibilita a troca de conhecimento e agilidade no cumprimento de metas e objetivos compartilhados, uma vez que otimiza o tempo de cada pessoa e ainda contribui para conhecer outros indivíduos e aprender novas tarefas. Um bom exemplo de uma atuação de trabalho em equipe são os esportes, onde os atletas precisam uns dos outros para conseguir fazer gols ou pontos, a maioria dos esportes é formada por equipes, onde cada um desempenha um papel, para atingir o todo, e a frente desta equipe sempre tem um técnico como líder. O líder tem um papel importante neste contexto, pois ele deve estar atento a equipe no sentido de orientar, sinalizar os erros e todos juntos buscar os acertos, sempre focando nos objetivos para se ter sucesso. Analisando a figura apresentada no texto de referência, podemos identificar a ausência do trabalho em equipe mostrando um resultado negativo, quando não se tem um líder a frente da equipe, assim não consegue alcançar os objetivos além de ter que refazer a tarefa e também prejudicando o clima organizacional.
  • 8. 8 5-CAPITULO IV Segundo o site Wikipédia “é através da percepção que um indivíduo organiza e interpreta as suas impressões sensoriais para atribuir significado ao seu meio”. Pela percepção, recebemos informações que afetam nossos sentimento e ações, além dos de outras pessoas. Essas informações podem ser obtidas através dos cincos sentidos: visão, audição, tato, paladar e olfato. Assim também como todo seu processo de vida está ligado a sua percepção do cotidiano. 5.1- COMUNICAÇÃO/PERCEPÇÃO De acordo com o site Wikipédia “a comunicação humana é um processo que envolve a troca de informações, e utiliza os sistemas simbólicos como suporte para este fim.”. A comunicação é um meio essencial nas relações entre um grupo, é através da comunicação que se adquiri e passam informações. A comunicação pode ser feitas por diversos meios, como: por fala, gestos, escrita entre outras. Tanto as percepções como a comunicação devem estar presentes no comportamento organizacional, podem ser usada como uma ferramenta de estratégia, pois ambas estão relacionadas com informação, com elas conseguimos passar e receber informações para se atingir os objetivos da organização.
  • 9. 9 6-CONCLUSÃO Na elaboração desta pesquisa tivemos a oportunidade de compreender o conceito de Comportamento Organizacional, vimos que é um estudo do individuo e também de grupos dentro das organizações para se conquistar os objetivos organizacionais. Também pudemos ver que a Inovação se faz necessária no contexto de uma organização para que se possam realizar mudanças visando bons resultados. Vimos também a importância do trabalho de equipe e do líder a frente do grupo, ouvindo os funcionários como o foco de desenvolver os processos com sucesso. Ainda falamos sobre percepção e comunicação que são dois fatores importantes na construção de informações nas organizações. Diante de todo o exposto conseguimos ressaltar o quanto é importante o Comportamento Organizacional em uma Empresa.
  • 10. 10 7-REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL. Disponível e: <http://www.chiavenato.com/publicações/compottamento-organizacional-a-dinamica- dosucesso-das-organizaçoes-41.html> Acesso em: 02/04/2013. COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL. Disponível em: <http://www.fae.edu/publicações/pdf/cap_humano/1.pdf>. Acesso em 02/04/2013 EFICIÊNCIA E EFICÁCIA: conceitos distintos, porém interligados. Disponível em: <http://www.administradores.com.br/informe-se/artigos/eficiencia-e- eficaciaconceitosdistintos-porem-interligados/11978/.>. Acesso em 02/04/2013. SCHERMERHORN,R. John.Fundamentos de comportamento organizacional. Porto Alegre: Buckman, 1999. WAGNER A. John.Comportamento organizacional. S„o Paulo: Saraiva,1999. ROBBINS, P. Stephen.Comportamento organizacional. S„o Paulo: Prentice Hall, 2002. SENGE, M. Peter.A quinta disciplina. S„o Paulo: Best Seller, 1990.