SlideShare uma empresa Scribd logo

1.2 e 1.3 Gestão de Pessoas.pptx

O documento discute as competências sociais e habilidades, definindo-as como a capacidade de se expressar de forma adequada em diferentes contextos sociais e profissionais. Ele lista seis categorias de habilidades sociais e explica que gerenciar conflitos de forma rápida é importante para minimizar problemas futuros.

1 de 18
Baixar para ler offline
26/03/2018
Disciplina: Gestão de Pessoas
Professora: Lauanna Lopes
As competências sociais são a capacidade que uma pessoa tem para expressar
seus desejos, opiniões, sentimentos e atitudes de forma adequada, tanto no
contexto social e familiar, como no profissional.
Quando dizemos "adequado", nos referimos ao fato de respeitar as normas de
comportamento dos demais, ou seja, a pessoa consegue se expressar nas
distintas situações, sendo coerente com o que é, mas sem causar mal-estar nos
demais.
Por exemplo, as pessoas ficam bravas e nervosas, isso não é nenhum distintivo de
caráter. Mas saber quando e por que ficar bravo, com quem e com qual
intensidade é o que separa as pessoas com habilidades sociais das demais.
Além disso, o habilidoso social tem uma grande capacidade para resolver
conflitos de forma rápida e natural, o que ajuda a minimizar o risco de problemas
futuros.
Competências Sociais do Ser Humano
Há seis categorias de habilidades sociais, segundo os estudiosos do tema. São
elas:
habilidades assertivas: saber se manifestar com equilíbrio, reconhecer erros e
lidar com críticas.
habilidades comunicativas: saber como começar conversas, responder
perguntas e elogiar os demais.
habilidades empáticas: saber se colocar no lugar do outro, reconhecer seus
sentimentos e necessidades.
habilidades de sentimento positivo: saber ser solidário e criar vínculos de
amizade.
habilidades de civilidade: saber agradecer, apresentar-se e despedir-se.
habilidades de trabalho: saber falar em público, solucionar problemas, tomar
decisões e gerenciar equipes.
Tipos de Habilidades Sociais
Lidando com mudanças e crises: um caminho para o
crescimento
Vídeos:
https://www.youtube.com/watch?v=EdPS5LjT6T
s
https://www.youtube.com/watch?v=2oS-
on0ayqs
Contexto do mundo e Nós somos a geração de
transição.
O poder dos relacionamentos
.
Capital intelectual: entenda
Ao contrário do que ocorria na era industrial, para se destacar no
mercado, atualmente, é necessário explorar o conhecimento nos
negócios, seja individual ou coletivo. Em outras palavras, é preciso
valorizar o capital intelectual, que é o conhecimento capaz de gerar
dinheiro.
Em uma empresa, ele pode ser visto sob a forma de inovação,
criatividade, valores, motivação e inteligência, adquiridos e utilizados
para agregar valor aos produtos e serviços. Também é caracterizado por
uma pessoa ou grupo de uma organização que detêm conhecimentos
essenciais para manter o sucesso do empreendimento.

Recomendados

5 culturaorganizacional-100204173944-phpapp01
5 culturaorganizacional-100204173944-phpapp015 culturaorganizacional-100204173944-phpapp01
5 culturaorganizacional-100204173944-phpapp01Karla Isa
 
Cultural empresarial.docx
Cultural empresarial.docxCultural empresarial.docx
Cultural empresarial.docxMelSilva38
 
Gestão de recursos humanos no desporto
Gestão de recursos humanos no desportoGestão de recursos humanos no desporto
Gestão de recursos humanos no desportoCatarinaNeivas
 
Artigo científico PDI Você S.A.
Artigo científico PDI Você S.A.Artigo científico PDI Você S.A.
Artigo científico PDI Você S.A.Vitor Suzart
 
Novas abordagens em consultoria RH
Novas abordagens em consultoria RHNovas abordagens em consultoria RH
Novas abordagens em consultoria RHBig Experience
 
Gilson tavares desenvolvimento do potencial humano
Gilson tavares   desenvolvimento do potencial humanoGilson tavares   desenvolvimento do potencial humano
Gilson tavares desenvolvimento do potencial humanoGilson Tavares
 

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 1.2 e 1.3 Gestão de Pessoas.pptx

gestodepessoas-130712143008-phpapp01.pdf
gestodepessoas-130712143008-phpapp01.pdfgestodepessoas-130712143008-phpapp01.pdf
gestodepessoas-130712143008-phpapp01.pdfErikaFraqueta2
 
Gestão de pessoas
Gestão de pessoasGestão de pessoas
Gestão de pessoasFillipe Lobo
 
CULTURA ORGANIZACIONAL
CULTURA ORGANIZACIONALCULTURA ORGANIZACIONAL
CULTURA ORGANIZACIONALVivianneCosta9
 
EMPREENDEDORISMO
EMPREENDEDORISMO EMPREENDEDORISMO
EMPREENDEDORISMO MrcioDnis
 
Festival 2019 - Liderança e Mobilização de Recursos
Festival 2019 - Liderança e Mobilização de RecursosFestival 2019 - Liderança e Mobilização de Recursos
Festival 2019 - Liderança e Mobilização de RecursosABCR
 
Captulo1 evoluonagestodepessoas-130223105203-phpapp02
Captulo1 evoluonagestodepessoas-130223105203-phpapp02Captulo1 evoluonagestodepessoas-130223105203-phpapp02
Captulo1 evoluonagestodepessoas-130223105203-phpapp02Katia Brasil
 
Giovanna administracaopublica-modulo01-001
Giovanna administracaopublica-modulo01-001Giovanna administracaopublica-modulo01-001
Giovanna administracaopublica-modulo01-001MGS High School
 
Obediência e conformidade no mundo corporativo: XX ENABRAPSO
Obediência e conformidade no mundo corporativo: XX ENABRAPSOObediência e conformidade no mundo corporativo: XX ENABRAPSO
Obediência e conformidade no mundo corporativo: XX ENABRAPSOAlessandro Almeida
 
Organizações que aprendem
Organizações que aprendemOrganizações que aprendem
Organizações que aprendemCelia Carvalho
 
Identidade organizaciona a base da cultura corporativa
Identidade organizaciona a base da cultura corporativaIdentidade organizaciona a base da cultura corporativa
Identidade organizaciona a base da cultura corporativaFelipe Guedes Pinheiro
 
Echos - Design for change 2019
Echos - Design for change 2019Echos - Design for change 2019
Echos - Design for change 2019Chico Adelano
 
Curso Introdutório de RH (ALR_Consultoria)
Curso Introdutório de RH (ALR_Consultoria)Curso Introdutório de RH (ALR_Consultoria)
Curso Introdutório de RH (ALR_Consultoria)Airam Lyra Raposo
 
Um engenheiro civil e o seu papel de gerente na obra de engenharia
Um engenheiro civil e o seu papel de gerente na obra de engenhariaUm engenheiro civil e o seu papel de gerente na obra de engenharia
Um engenheiro civil e o seu papel de gerente na obra de engenhariaLowrrayny Franchesca
 
Cultura e clima organizacional
Cultura e clima organizacionalCultura e clima organizacional
Cultura e clima organizacionalosvaldocostasoares
 
Novos paradigmas na gestão de recursos humanos
Novos paradigmas na gestão de recursos humanosNovos paradigmas na gestão de recursos humanos
Novos paradigmas na gestão de recursos humanosclaudiamendes
 

Semelhante a 1.2 e 1.3 Gestão de Pessoas.pptx (20)

gestodepessoas-130712143008-phpapp01.pdf
gestodepessoas-130712143008-phpapp01.pdfgestodepessoas-130712143008-phpapp01.pdf
gestodepessoas-130712143008-phpapp01.pdf
 
RESUMO AULA 2.ppt
RESUMO AULA 2.pptRESUMO AULA 2.ppt
RESUMO AULA 2.ppt
 
Gestão de pessoas
Gestão de pessoasGestão de pessoas
Gestão de pessoas
 
CULTURA ORGANIZACIONAL
CULTURA ORGANIZACIONALCULTURA ORGANIZACIONAL
CULTURA ORGANIZACIONAL
 
EMPREENDEDORISMO
EMPREENDEDORISMO EMPREENDEDORISMO
EMPREENDEDORISMO
 
Comportamento organizacional
Comportamento organizacionalComportamento organizacional
Comportamento organizacional
 
O poder da autoestima nas habilidades humanas dentro das organizações
O poder da autoestima nas habilidades humanas dentro das organizaçõesO poder da autoestima nas habilidades humanas dentro das organizações
O poder da autoestima nas habilidades humanas dentro das organizações
 
Festival 2019 - Liderança e Mobilização de Recursos
Festival 2019 - Liderança e Mobilização de RecursosFestival 2019 - Liderança e Mobilização de Recursos
Festival 2019 - Liderança e Mobilização de Recursos
 
Captulo1 evoluonagestodepessoas-130223105203-phpapp02
Captulo1 evoluonagestodepessoas-130223105203-phpapp02Captulo1 evoluonagestodepessoas-130223105203-phpapp02
Captulo1 evoluonagestodepessoas-130223105203-phpapp02
 
Giovanna administracaopublica-modulo01-001
Giovanna administracaopublica-modulo01-001Giovanna administracaopublica-modulo01-001
Giovanna administracaopublica-modulo01-001
 
Aula 01 recursos humano
Aula 01 recursos humanoAula 01 recursos humano
Aula 01 recursos humano
 
Cultura Organizacional
Cultura OrganizacionalCultura Organizacional
Cultura Organizacional
 
Obediência e conformidade no mundo corporativo: XX ENABRAPSO
Obediência e conformidade no mundo corporativo: XX ENABRAPSOObediência e conformidade no mundo corporativo: XX ENABRAPSO
Obediência e conformidade no mundo corporativo: XX ENABRAPSO
 
Organizações que aprendem
Organizações que aprendemOrganizações que aprendem
Organizações que aprendem
 
Identidade organizaciona a base da cultura corporativa
Identidade organizaciona a base da cultura corporativaIdentidade organizaciona a base da cultura corporativa
Identidade organizaciona a base da cultura corporativa
 
Echos - Design for change 2019
Echos - Design for change 2019Echos - Design for change 2019
Echos - Design for change 2019
 
Curso Introdutório de RH (ALR_Consultoria)
Curso Introdutório de RH (ALR_Consultoria)Curso Introdutório de RH (ALR_Consultoria)
Curso Introdutório de RH (ALR_Consultoria)
 
Um engenheiro civil e o seu papel de gerente na obra de engenharia
Um engenheiro civil e o seu papel de gerente na obra de engenhariaUm engenheiro civil e o seu papel de gerente na obra de engenharia
Um engenheiro civil e o seu papel de gerente na obra de engenharia
 
Cultura e clima organizacional
Cultura e clima organizacionalCultura e clima organizacional
Cultura e clima organizacional
 
Novos paradigmas na gestão de recursos humanos
Novos paradigmas na gestão de recursos humanosNovos paradigmas na gestão de recursos humanos
Novos paradigmas na gestão de recursos humanos
 

1.2 e 1.3 Gestão de Pessoas.pptx

  • 1. 26/03/2018 Disciplina: Gestão de Pessoas Professora: Lauanna Lopes
  • 2. As competências sociais são a capacidade que uma pessoa tem para expressar seus desejos, opiniões, sentimentos e atitudes de forma adequada, tanto no contexto social e familiar, como no profissional. Quando dizemos "adequado", nos referimos ao fato de respeitar as normas de comportamento dos demais, ou seja, a pessoa consegue se expressar nas distintas situações, sendo coerente com o que é, mas sem causar mal-estar nos demais. Por exemplo, as pessoas ficam bravas e nervosas, isso não é nenhum distintivo de caráter. Mas saber quando e por que ficar bravo, com quem e com qual intensidade é o que separa as pessoas com habilidades sociais das demais. Além disso, o habilidoso social tem uma grande capacidade para resolver conflitos de forma rápida e natural, o que ajuda a minimizar o risco de problemas futuros. Competências Sociais do Ser Humano
  • 3. Há seis categorias de habilidades sociais, segundo os estudiosos do tema. São elas: habilidades assertivas: saber se manifestar com equilíbrio, reconhecer erros e lidar com críticas. habilidades comunicativas: saber como começar conversas, responder perguntas e elogiar os demais. habilidades empáticas: saber se colocar no lugar do outro, reconhecer seus sentimentos e necessidades. habilidades de sentimento positivo: saber ser solidário e criar vínculos de amizade. habilidades de civilidade: saber agradecer, apresentar-se e despedir-se. habilidades de trabalho: saber falar em público, solucionar problemas, tomar decisões e gerenciar equipes. Tipos de Habilidades Sociais
  • 4. Lidando com mudanças e crises: um caminho para o crescimento Vídeos: https://www.youtube.com/watch?v=EdPS5LjT6T s https://www.youtube.com/watch?v=2oS- on0ayqs Contexto do mundo e Nós somos a geração de transição.
  • 5. O poder dos relacionamentos .
  • 6. Capital intelectual: entenda Ao contrário do que ocorria na era industrial, para se destacar no mercado, atualmente, é necessário explorar o conhecimento nos negócios, seja individual ou coletivo. Em outras palavras, é preciso valorizar o capital intelectual, que é o conhecimento capaz de gerar dinheiro. Em uma empresa, ele pode ser visto sob a forma de inovação, criatividade, valores, motivação e inteligência, adquiridos e utilizados para agregar valor aos produtos e serviços. Também é caracterizado por uma pessoa ou grupo de uma organização que detêm conhecimentos essenciais para manter o sucesso do empreendimento.
  • 7. Segundo o livro Managing intellectual capital in practice, dos autores Göran Roos, Stephen Pike e Lisa Fernstrom, os recursos desse tipo de capital contribuem para o potencial que uma empresa tem de começar ou continuar a gerar valor. Pelo fato de trazer lucro para as empresas, não faltam razões para começar a investir nesse tipo de conhecimento, que pode ser organizado em três capitais: Capital humano: conhecimento, criatividade e habilidade dos funcionários de uma empresa; Capital estrutural: bancos de dados e procedimentos de uma organização; Capital do cliente: valor da franquia e relacionamento das empresas com pessoas e organizações para as quais vende.
  • 8. Como manter o capital intelectual De acordo com o artigo Capital intelectual: a nova vantagem competitiva, escrito por Maria Elisabeth Pereira Kraemer, integrante da Associação Científica Internacional Neopatrimonialista, as empresas tendem a se diferenciar em virtude da forma como utilizam o conhecimento adquirido. Mas como manter e incentivar o capital intelectual nos negócios? Segundo a autora, um dos principais problemas para quem deseja adotar uma estratégia voltada ao conhecimento é o “fantasma da era industrial”: as pessoas são vistas como custos ao invés de receitas. Fazer a gestão do conhecimento na empresa não é uma tarefa simples. Diversas ações devem ser feitas pelos administradores, incluindo dar valor ao capital intelectual. No entanto, um bom começo pode ser focar nas pessoas envolvidas no negócio.
  • 9. Fatores ligados à gestão de pessoas estão entre os que geram capital intelectual nas empresas e, por isso, também são chaves para tirar proveito do conhecimento. Ações de recursos humanos que visam valorizar os funcionários e incentivar a inovação, por exemplo, podem ser boas opções. A autora menciona a importância da valorização do capital humano para a competitividade empresarial e afirma que os recursos humanos são os principais responsáveis pelo desempenho nos negócios. De acordo com o artigo, é preciso investir no pessoal, concedendo espaço para os talentos – o que aumenta a mobilidade potencial dos profissionais. A importância das pessoas
  • 10. A cultura organizacional é o conjunto de hábitos, comportamentos e crenças estabelecidos dentro de uma empresa por meio de normas, regras, valores e atitudes exercidos e compartilhados por todos os membros da organização. Trata-se do modo institucionalizado de pensar e agir que existe em uma organização e que a distingue das demais. A cultura organizacional, portanto, reflete as percepções e a mentalidade que predominam na organização, representando as normas informais que orientam o comportamento e atitudes de todos os membros da empresa. Dessa forma, ela condiciona e orienta a gestão de pessoas dentro de uma organização, exercendo influência sobre ações básicas da administração, como o planejamento, organização, direção e controle da organização. A cultura organizacional
  • 11. A definição mais usada de Clima Organizacional é a de um conjunto de propriedades mensuráveis do ambiente de trabalho percebido, direta ou indiretamente pelos indivíduos que vivem e trabalham neste ambiente e que influencia a motivação e o comportamento dessas pessoas. Clima Organizacional é o indicador de satisfação dos membros de uma empresa, em relação a diferentes aspectos da cultura ou realidade aparente da organização, tais como: políticas de RH, modelo de gestão, processo de comunicação, valorização profissional e identificação com a empresa. Clima Organizacional
  • 14. Valores Organizacionais Valores organizacionais são crenças e atitudes que dão uma personalidade à empresa, definindo uma "ética" para a atuação das pessoas e da Organização como um todo. Negócios mais sustentáveis normalmente estão ancorados em valores como honestidade, transparência, qualidade, valorização das pessoas e da sua qualidade de vida, espírito de equipe, política do ganha-ganha, respeito ao cliente e responsabilidade social e ambiental.
  • 15. Por que definir Valores Organizacionais Definindo bem os valores e vivenciando-os na prática diária da Organização, o clima e a cultura organizacional serão muito mais favoráveis aos bons resultados e aos bons relacionamentos. Muito mais do que a definição e a divulgação formal (por escrito ou em grandes eventos) dos valores, é preciso praticar esses valores por meio das nossas atitudes diárias tanto com o público interno como com o público externo. Talvez os valores sejam a parte da Identidade Organizacional que mais tenha efeito na gestão das pessoas e que mais seja visível aos stakeholders, já que representam a ética que rege a forma de agir das pessoas e da Organização como um todo.
  • 16. Como fazer para definir seus Valores? Para definir seus Valores, a Organização deve olhar para a sua forma de se comportar e a forma como os colaboradores internos e os demais stakeholders a olham, questionando-se sobre alguns pontos, como: • Quais são as convicções éticas, morais e filosóficas da Organização e de seus colaboradores? • Do ponto de vista ético, como a Organização é vista por cada grupo de stakeholders, clientes interno ou externo? • Os princípios da Organização condizem com negócios mais éticos e sustentáveis? • Que valores e condutas a Organização e seus colaboradores devem adotar em suas relações? • Que colaboração socioambiental a Organização tem nos lugares em que atua?