O slideshow foi denunciado.
DIÁRIO DE CLASSE
1. Qual é a legislação que rege esse assunto?
São as normas contidas no próprio diário.
2. Como deverá pr...
QUADRO 2
 Registre o nome do componente curricular
 Observação: o código da disciplina foi abolido
QUADRO 3
 Turno: (1)...
QUADRO 6
RESUMO DO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E DAS
ATIVIDADES DESENVOLVIDAS DURANTE O BIMESTRE
 O professor começará o regist...
avaliação final (5ª nota).
 Registre as ausências compensadas a partir do 2º
bimestre.
 Não registre “ponto positivo”, “...
QUADRO 11
GENERALIDADES
 Este quadro é de uso exclusivo do professor para que seja
utilizado da maneira que lhe aprouver,...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Diário de classe

16.075 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Diário de classe

  1. 1. DIÁRIO DE CLASSE 1. Qual é a legislação que rege esse assunto? São as normas contidas no próprio diário. 2. Como deverá proceder o Diretor de Escola em relação aos diários de classe dos docentes? O Diretor deve ver no diário de classe um documento de importância para a escola. O diretor deverá passar aos professores as seguintes informações: a) Devem ser evitadas rasuras nos diários. Quando ocorrerem, as mesmas deverão ser justificadas e assinadas; b) É proibido retirar os diários do estabelecimento; c) Os diários devem ser mantidos ao alcance da direção e demais autoridades a quem possam interessar (DE, Corregedoria do Estado, Justiça, etc); d) Os professores devem anotar, nos espaços apropriados, diariamente, a presença ou a ausência de cada aluno, os conteúdos ministrados, as notas avaliatórias, recuperação contínua, conforme a proposta pedagógica e o plano de trabalho da escola; e) Os diários serão recolhidos, ao final de cada bimestre, para verificação e visto e, ao final do ano, para arquivo na escola. INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DOS DIÁRIOS QUADRO 1 – CAPA  IDENTIFICAÇÃO DA ESCOLA  CURSO (ENSINO FUNDAMENTAL – CICLO II OU MÉDIO)  COMPONENTE CURRICULAR  ANO  SÉRIE  TURMA  OBSERVAÇÃO: quando o diário for encapado, deverá conter uma etiqueta com os dados acima citados e o nome do professor. GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO COORDENADORIA DE ENSINO DO INTERIOR DIRETORIA DE ENSINO - REGIÃO DE ARAÇATUBA
  2. 2. QUADRO 2  Registre o nome do componente curricular  Observação: o código da disciplina foi abolido QUADRO 3  Turno: (1)manhã (3)tarde (5)noite.  Grau: Ensino Fundamental ou Médio.  Série: 5ª, 6ª ...  Turma: A, B, C... QUADRO 4  Registre os nomes dos alunos de forma manuscrita ou xerocada conforme lista da PRODESP.  O lançamento ou cancelamento de nomes de alunos será feito após os registros na lista piloto. Observe na frente do nome do aluno a data de transferência expedida ou recebida. Exemplo: TE, TR, RECL ou AB (abandono). QUADRO 5  Registre as ausências dos alunos. EX: F ou f.  Registre as presenças. Ex: C.  Não use (.) para registrar presenças  Identifique, na parte superior do quadro, o ano, bimestre, os meses e os dias letivos.  OBSERVAÇÃO: ao término de cada mês não deixe nenhuma coluna em branco, os quadrinhos deverão ser usados sequencialmente:  Ponto facultativo, feriado religioso, feriado nacional ou municipal (previstos no calendário), registre apenas no resumo dos conteúdos (quadro 6) ou nas observações (parte inferior do quadro 5).  Comemoração cívica e atividade letiva registre freqüência para os alunos no campo acima citado. Neste caso, conta- se aula prevista e dada. Se for durante a semana, registre aula prevista conforme o horário de suas aulas: se forem aos sábados e domingos, registre uma aula em cada diário.
  3. 3. QUADRO 6 RESUMO DO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS DURANTE O BIMESTRE  O professor começará o registro pelo mês, depois o dia e a seguir o conteúdo programático desenvolvido durante as aulas e a metodologia utilizada.  O conteúdo deverá ser bem especificado não podendo usar palavras únicas como por exemplo: exercícios, revisão, avaliação, retomada, entre outros.  Não pule nenhuma linha.  Não deixe nada a lápis.  Faça todos os registros possíveis sobre recuperação contínua (veja sugestões na última folha).  Quando houver aula dupla o professor deverá registrar a data por duas vezes.  Caso o professor titular da sala falte, registre: falta do professor, nome do professor substituto e o conteúdo programático desenvolvido. Em caso de licença do professor titular, o professor substituto deverá fazer os registros no período de substituição.  Registre ao final de cada bimestre os seguintes dizeres: “a recuperação contínua foi realizada sistematicamente no decorrer das aulas, retomando-se os conteúdos não assimilados sempre que necessário, especialmente para os alunos números....” QUADRO 7 REGISTRO DE AVALIAÇÕES  Registre qual o instrumento de avaliação o professor está aplicando. Exemplo: prova escrita, trabalho em grupo, observação, outros.  OBSERVAÇÃO:  Aplique, no mínimo, três instrumentos diversificados de avaliação.  Não registre palavras como comportamento positivo, negativo e outros.  Não deixe colunas em branco.  Não registre nada a lápis.  Registre todos os instrumentos de avaliação usados na recuperação contínua.  Ao término do bimestre, não use os termos: média, média final; use avaliação bimestral ou quando for o caso
  4. 4. avaliação final (5ª nota).  Registre as ausências compensadas a partir do 2º bimestre.  Não registre “ponto positivo”, “ponto negativo” neste espaço; se for necessário, faça um controle à parte.  NF (não fez) não pode ser usado.  O resultado das avaliações durante os bimestres, no final dos bimestres e avaliação final (5º) serão registrados em escala numérica de notas em números inteiros de 0 (zero) a 10 (dez). (Resolução SE n. 61/2007) QUADRO 8  Coloque seu nome e assinatura nos lugares identificados sempre à tinta. QUADRO 9  Registre o número de aulas dadas e previstas sempre à tinta. QUADRO 10 ACOMPANHAMENTO E CONTROLE DO RENDIMENTO ESCOLAR  Este quadro é de uso exclusivo do professor; deverá ser utilizado para avaliações, recuperações, ausências, conselhos de classe, avaliações bimestrais, finais e outras que o professor queira fazer, visando ao melhor acompanhamento do aluno.
  5. 5. QUADRO 11 GENERALIDADES  Este quadro é de uso exclusivo do professor para que seja utilizado da maneira que lhe aprouver, de modo que anote a programação, reuniões, problemas detectados com alunos (doenças, indisciplina, etc.), contato com os pais, resultados de conselhos, comunicados, alunos com freqüência irregular, licença-saúde, entre outros.  SUGESTÕES: 1. Compensação de ausências: O(s) aluno(s) _____________compensou (ou não compensou) ausências referentes ao ___bimestre. 2. Licença-saúde: O (a) Aluno (a) ____________, n.____, requereu licença-saúde, de ____ dias, de ____ a _______ e submetido a exercícios domiciliares de acordo com o Decreto Lei n. 1044/69. Cumpriu (não cumpriu) ______ aulas correspondentes ao período supra citado. (se cumpriu, registrar o conteúdo desenvolvido e os procedimentos metodológicos utilizados). 3. Licença-Gestante: 90 dias – Decreto Lei n.1044/69 e Lei n. 6.022/75. No caso de licença-saúde ou licença-gestante, registrar falta no diário de classe e o total de ausências compensadas no período. 4. Aluno promovido parcialmente: Deverá cursar, concomitantemente ou não, os componentes curriculares (até três) em que ficou retido em anos anteriores. Neste caso, deverá ser registrada a avaliação bimestral referente ao componente curricular em papeleta específica (com dados da série anterior). 5. Aluno retido parcialmente: Fica dispensado de cursar os componentes curriculares concluídos com êxito no período letivo anterior. Neste caso, não deverá ser registrada a freqüência e avaliação para o aluno nesses componentes curriculares. SUPERVISORA JUSSARA DE SOUZA CORTEZ

×