HISTÓRIA
ANO LETIVO - 2015
Guia do Estudante
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR
Professor: Leonardo Sérgio Caputo (Léo)
 Professor de História dos 6° e 7° anos.
 Professor Tu...
REFLEXÃO
“Quem ensina aprende ao ensinar e quem aprende
ensina ao aprender. Ensinar inexiste sem aprender e
vice-versa.”
P...
PALAVRAS - CHAVE
 Educação
- Engloba os processos de ensinar e aprender.
 Processo
- Verbo que indica a ação. Conjunto s...
A AÇÃO, ENQUANTO COMPORTAMENTO VOLUNTÁRIO,
APRESENTA UMA SÉRIE DE CARACTERÍSTICAS:
a. Processo de escolha e decisão - o in...
OBJETIVO – META - PROPÓSITO
 Objetivo
- Descrição daquilo que se pretende alcançar.
 Meta
- Definição em termos quantita...
https://www.youtube.com/watch?v=qrwz1tIlHTI
COMBINADOS DE 6º E 7º ANOS
1 - Hora da Entrada
a) Fevereiro – mês de adaptação
b) Entrada – tolerância de 5 minutos.
c) Nã...
3 - Conversas Paralelas
a) Não será permitido conversar em momentos de explicação de
conteúdos.
b) As conversas paralelas ...
5 - Desrespeito ao professor – “Tolerância ZERO”–
Será encaminhado para a OE.
6 - Tarefa de casa/ trabalho em grupo.
a) A ...
7 - Falta de material
a) A falta de material será registrada no portal.
b) A falta de material implicará perda de nota de ...
CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
PORTFÓLIO
 Portfólio é um conjunto organizado de trabalhos
produzidos pelo aluno ao longo de determinado
período. O uso d...
ESTRUTURA DO PORTFÓLIO
A. Pasta do portfólio precisa ser identificada com Nome,
N° e o Ano do estudante.
B. O portfólio é ...
F. Toda atividade / trabalho desenvolvido precisa
conter as seguintes indicações:
1) Título – em poucas palavras deve expr...
INDICADORES DE AVALIAÇÃO – I.A.
 Os Indicadores de Avaliação que forem assinalados
irão demonstrar mais precisamente aos ...
Sigla Indicadores Históricos Descrição
E.C. Erro Conceitual Conceito histórico equivocado / errado
I. Incompleto Falta de ...
Os I. A. também serão utilizados na avaliação das
atividades desenvolvidas para o Portfólio em conjunto
com os Indicadores...
RECUPERAÇÃO CONTÍNUA (RC)
A recuperação contínua é um conjunto de estratégias
elaboradas pelo professor com o objetivo de ...
Estratégias - RC
 Participação.
 “Relembrando”.
 Exercícios de Recuperação Contínua.
 *Atividades.
 Aulas de revisão ...
Participação
(1,0)
Quando mais o estudante dedica-se para aprender, mais ele aprende,
portanto, a participação, além de se...
Ao final do trimestre, o estudante terá como bonificação de
Recuperação Contínua, a média (arredondada para cima) de todas...
1º 2º 3º Somatória
Anual
Participação (1,0)
Prova Trimestral (4,0)
Simulado (2,0)
Portfólio (3,0)
Média – RC (1,0)
MÉDIA
T...
1º 2º 3º Somatória
Anual
Participação (1,0)
Relembrando (1,0)
ERC (1,0)
*Atividade (1,0)
Soma
MÉDIA – RC
Tabela de Acompan...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Guia do Estudante

1.409 visualizações

Publicada em

Guia com informações importantes para os estudantes dos 6° e 7° anos sobre os critérios de avaliação, recuperação contínua e indicadores de avaliação.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Guia do Estudante

  1. 1. HISTÓRIA ANO LETIVO - 2015 Guia do Estudante
  2. 2. APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR Professor: Leonardo Sérgio Caputo (Léo)  Professor de História dos 6° e 7° anos.  Professor Tutor do Projeto  Graduação: Ciências Sociais / (MBA) pós-graduação em Gestão Educacional.  10 anos de Colégio Eduardo Gomes
  3. 3. REFLEXÃO “Quem ensina aprende ao ensinar e quem aprende ensina ao aprender. Ensinar inexiste sem aprender e vice-versa.” Paulo Freire “Aprender é construir significados e ensinar é oportunizar essa construção.” MORETTO, Vasco Pedro
  4. 4. PALAVRAS - CHAVE  Educação - Engloba os processos de ensinar e aprender.  Processo - Verbo que indica a ação. Conjunto sequencial e particular de ações com objetivo comum.  Ação Conjunto de formas de comportamento que são realizados de maneira voluntária ou intencional. Uma ação diferencia- se assim das formas de comportamento involuntário como os reflexos.
  5. 5. A AÇÃO, ENQUANTO COMPORTAMENTO VOLUNTÁRIO, APRESENTA UMA SÉRIE DE CARACTERÍSTICAS: a. Processo de escolha e decisão - o indivíduo tem de escolher entre uma série de possibilidades aquela que ele quer realizar; b. Latência - uma vez feita a escolha, o indivíduo pode determinar o momento (imediatamente ou mais tarde) em que dará início à ação; c. Intensidade - uma vez iniciada, pode a ação ser realizada com diferente empenho, energia ou intensidade; d. Persistência - uma vez iniciada, uma ação pode chegar ao fim de duas maneiras: ou ela atinge seu objetivo ou o indivíduo desiste do desejo de realizar tal objetivo.
  6. 6. OBJETIVO – META - PROPÓSITO  Objetivo - Descrição daquilo que se pretende alcançar.  Meta - Definição em termos quantitativos, e com um prazo determinado.  Propósito - Grande vontade de realizar e/ou alcançar alguma coisa; desígnio. “Este é meu propósito de vida.”
  7. 7. https://www.youtube.com/watch?v=qrwz1tIlHTI
  8. 8. COMBINADOS DE 6º E 7º ANOS 1 - Hora da Entrada a) Fevereiro – mês de adaptação b) Entrada – tolerância de 5 minutos. c) Não existe tolerância após o intervalo. 2 - Uso do celular a) É expressamente proibido o uso do celular em sala de aula. b) Caso o estudante insista em utilizar o celular, para qualquer finalidade, o celular será retirado e o estudante será encaminhado à OE. c) Se houver uma emergência, comunicar à OE.
  9. 9. 3 - Conversas Paralelas a) Não será permitido conversar em momentos de explicação de conteúdos. b) As conversas paralelas implicarão perda de nota de participação. c) Se houver persistência, o aluno será encaminhado à OE. 4 - Saídas ao banheiro/encher garrafinha. a) 1ª aula e 1ª aula após o intervalo, não será permitido (salvo exceção). b) Durante uma explicação, não será permitido sair. c) Evitar sair da sala, nos minutos finais de cada aula. d) Não correr (principalmente nos horários de entrada, intervalo e saída).
  10. 10. 5 - Desrespeito ao professor – “Tolerância ZERO”– Será encaminhado para a OE. 6 - Tarefa de casa/ trabalho em grupo. a) A falta da lição será registrada no portal. b) A falta da lição implicará perda de nota de participação. c) Na falta da lição, por 3 vezes, o estudante será encaminhado para a OE (voltar para a sala). d) Depois da 3ª vez, e/ou por problema comportamental, o estudante sairá da sala e não voltará. e) O professor tem autonomia para gerenciar os grupos de trabalho.
  11. 11. 7 - Falta de material a) A falta de material será registrada no portal. b) A falta de material implicará perda de nota de participação. c) Apostila e caderno: a falta, por 3 vezes – comunicar e encaminhar o estudante para a OE (voltar para a sala).
  12. 12. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
  13. 13. PORTFÓLIO  Portfólio é um conjunto organizado de trabalhos produzidos pelo aluno ao longo de determinado período. O uso de portfólios na educação constitui uma estratégia que tem procurado corresponder às necessidades de aprofundar o conhecimento sobre a relação ensino-aprendizagem, de modo a assegurar-lhe, a cada vez, melhor compreensão e mais elevados índices de qualidade.  Exemplos de trabalhos / atividades desenvolvidas com o uso do portfólio: tabelas; resumos; mapas conceituais; desenhos; história em quadrinhos; esquemas, jogos.
  14. 14. ESTRUTURA DO PORTFÓLIO A. Pasta do portfólio precisa ser identificada com Nome, N° e o Ano do estudante. B. O portfólio é uma ferramenta de estudo individual. Eventualmente algumas atividades que irão compor o portfólio poderão ser desenvolvidas em grupo. C. O portfólio conta como um instrumento de avaliação com o valor de 3,0 pontos (30% do média trimestral). D. Por trimestre serão produzidos no mínimo 3 e no máximo 6 atividades que irão compor o portfólio. E. Cada estudante terá liberdade escolher as estratégias e quais atividades irão para o portfólio. O professor terá o papel de orientador e facilitador no desenvolvimento das atividades.
  15. 15. F. Toda atividade / trabalho desenvolvido precisa conter as seguintes indicações: 1) Título – em poucas palavras deve expressar a ideia central da atividade. 2) Estratégia – a forma escolhida de como desenvolver a atividade. Ex.: História em quadrinhos sobre a sociedade medieval. 3) Desenvolvimento – parte principal da atividade onde o estudante irá desenvolver o assunto através da estratégia escolhida. 4) Considerações Finais – em poucas palavras o estudante deve se expressar suas opiniões a respeito do desenvolvimento do trabalho, suas dificuldades e seu aprendizado.
  16. 16. INDICADORES DE AVALIAÇÃO – I.A.  Os Indicadores de Avaliação que forem assinalados irão demonstrar mais precisamente aos estudantes no que eles precisam dedicar-se mais (estudos) ou naquilo que seja necessário ter mais foco durante o desenvolvimento do processo de avaliação.
  17. 17. Sigla Indicadores Históricos Descrição E.C. Erro Conceitual Conceito histórico equivocado / errado I. Incompleto Falta de um ou mais conceitos históricos T.E. Tempo e Espaço Época ou lugar descrito está equivocado / errado Sigla Indicadores de Linguagem Descrição C. Clareza Falta de sentido textual L.I. Ler e Interpretar Falta de compreensão da que questão. O.C. Ortografia e Caligrafia Erros ortográficos e/ou caligrafia incompreensível que comprometem o entendimento da resposta. Não Respondeu Questão não respondida / “Em Branco” I.A. E.C. C. I. L.I. T.E O.C. Não Respondeu Tabela de Registro
  18. 18. Os I. A. também serão utilizados na avaliação das atividades desenvolvidas para o Portfólio em conjunto com os Indicadores do Portfólio. Sigla Indicadores – Portfólio (I.P.) Descrição O. Organização Falta de organização P.P. Pontualidade e Prazo Atividade entregue fora do prazo estabelecido C.O. Criatividade e Originalidade Falta de criatividade e originalidade I.A. E.C. C. I. L.I. T.E O.C. I. P. O. P.P. C.O.
  19. 19. RECUPERAÇÃO CONTÍNUA (RC) A recuperação contínua é um conjunto de estratégias elaboradas pelo professor com o objetivo de recuperar conteúdos essenciais que não foram assimilados pelo estudante. Portanto, a recuperação contínua tem como foco a aprendizagem e não simplesmente a recuperação de notas.
  20. 20. Estratégias - RC  Participação.  “Relembrando”.  Exercícios de Recuperação Contínua.  *Atividades.  Aulas de revisão e aulas adicionais. Ao final de cada trimestre, o estudante que apresentar bom desempenho nas atividades, exercícios e aulas de recuperação contínua terá uma bonificação na nota, ou seja, a bonificação está diretamente relacionada ao aprendizado do estudante.
  21. 21. Participação (1,0) Quando mais o estudante dedica-se para aprender, mais ele aprende, portanto, a participação, além de ser um critério de avaliação, é também um critério de bonificação para recuperação contínua. Executar tarefas e lições, participar ativamente das aulas, frequência, comportamento adequado na sala. Relembrando (1,0) Exercícios que retomam conteúdos importantes que já foram abordados anteriormente. Exercício tipo Relembrando na prova trimestral – (1,0) ERC Exercícios de Recuperação Contínua (1,0) Antes da Prova Trimestral os estudantes resolverão alguns exercícios como forma de estudo e preparação para a prova. ERC – Exercícios de Recuperação Contínua – (1,0) *Atividade (1,0) Caso as estratégias anteriores se mostrarem insuficientes, os estudantes poderão desenvolver mais alguma atividade (exercícios, pesquisas, resumos, cartazes) com conteúdos importantes, estudados no trimestre. *Não obrigatório
  22. 22. Ao final do trimestre, o estudante terá como bonificação de Recuperação Contínua, a média (arredondada para cima) de todas as atividades de recuperação que foram desenvolvidas no trimestre, ou seja, a soma dos resultados de todas as atividades, dividido pelo número de atividades que foram feitas. Exemplos: Participação (1,0) 0,6 Relembrando (1,0) 0,5 ERC (1,0) 0,7 Soma 1,8 RC - Média 0,6 Participação (1,0) 0,8 Relembrando (1,0) 0,6 ERC (1,0) 1 *Atividade (1,0) 0,4 Soma 2,8 RC - Média 0,7 Exemplo 1 Exemplo 2 Obs. Caso o estudante ainda apresente alguma dificuldade, o professor poderá desenvolver mais uma atividade, sendo que o resultado dessa atividade será somado às outras atividades e depois feita a média.
  23. 23. 1º 2º 3º Somatória Anual Participação (1,0) Prova Trimestral (4,0) Simulado (2,0) Portfólio (3,0) Média – RC (1,0) MÉDIA Tabela de Acompanhamento de Desempenho Escolar
  24. 24. 1º 2º 3º Somatória Anual Participação (1,0) Relembrando (1,0) ERC (1,0) *Atividade (1,0) Soma MÉDIA – RC Tabela de Acompanhamento de Recuperação Contínua (RC)

×