Simulado de história do brasil imperial

3.700 visualizações

Publicada em

Simulado de História do Brasil Imperial para os alunos do Pré-Vestibular Comunitário Ganga Zumba (com gabarito), 2015.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.700
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Simulado de história do brasil imperial

  1. 1. Simulado de História do Brasil Imperial - Ano 2015 - COM GABARITO - Pré-vestibular Comunitário Ganga Zumba Prof: Ricardo Jorge Exercício 1. (Cesgranrio) A Proclamação da República, em 1889, está ligada a um conjunto de transformações econômicas, sociais e políticas ocorridas no Brasil, a partir de 1870, dentre as quais se inclui: A) a universalização do voto com a reforma eleitoral de 1881, efetivada pelo Partido Liberal. B) o desenvolvimento industrial do Rio de Janeiro e de São Paulo, criando uma classe operária combativa. C) a progressiva substituição do trabalho escravo, culminando com a Abolição em 1888. D) a concessão de autonomia provincial, que enfraqueceu o governo imperial. E) o enfraquecimento do Exército, após as dificuldades e os insucessos durante a Guerra do Paraguai. Resposta: C Exercício 2. (Faap) A Lei Eusébio de Queirós visava, a partir de 1850: A) extinguir o casamento religioso B) implantar o divórcio em substituição ao desquite C) regularizar a prática do aborto D) permitir legalmente a eutanásia E) extinguir o tráfico negreiro Reposta: E Exercício 3. (Fatec) “O negro não só é o trabalhador dos campos, mas também o mecânico, não só racha a lenha e vai buscar água, mas também, com a habilidade de suas mãos, contribui para fabricar os luxos da vida civilizada. O brasileiro usa-o em todas as ocasiões e de todos os modos possíveis…” (Thomaz Nelson - 1846) Com relação à utilização do trabalho escravo na economia brasileira do século XIX, é correto afirmar: A) com a independência de 1822, a sociedade escravista se modificou profundamente, abrindo espaços para uma produção industrial voltada para o mercado interno. B) a utilização do negro africano na economia colonial brasileira gerou um grande conflito entre os vários proprietários de terras que mantinham o monopólio de utilização do braço Simulado de História do Brasil Imperial - Ano 2015 Página - 1
  2. 2. indígena. C) devido a sua indolência e incapacidade física, o índio brasileiro não se adaptou ao trabalho escravo. D) a utilização de ferramentas e máquinas foi muito restrita na sociedade escravista; com isso, o escravo negro foi o elemento principal de toda a atividade produtiva colonial. E) a abolição da escravidão, em 1888, deve-se principalmente à resistência dos escravos nos quilombos e às ideias abolicionistas dos setores mercantis. Resposta: D Exercício 4. (Fatec) Em 4 de setembro de 1850, foi sancionada no Brasil a Lei Eusébio de Queirós (ministro da Justiça), que abolia o tráfico negreiro em nosso país. Em decorrência dessa lei, o governo imperial brasileiro aprovou outra, “a Lei de Terras”. Dentre as alternativas a seguir, assinale a correta. A) A Lei de Terras facilitava a ocupação de propriedades pelos imigrantes que passaram a chegar ao Brasil. B) A Lei de Terras dificultou a posse das terras pelos imigrantes, mas facilitou aos negros libertos o acesso a elas. C) O governo imperial, temendo o controle das terras pelos coronéis, inspirou-se no “Act Homesteade” americano, para realizar uma distribuição de terras aos camponeses mais pobres. D) A Lei de Terras visava a aumentar o valor das terras e obrigar os imigrantes a vender sua força de trabalho para os cafeicultores. E) O objetivo do governo imperial, com esta lei, era proteger e regularizar a situação das dezenas de quilombos que existiam no Brasil. Resposta: D Exercício 5. (Fuvest) Durante o Império, a economia brasileira foi marcada por sensível dependência em relação à Inglaterra e a outros países europeus. Essa situação foi alterada em 1844 com: A) a substituição do livre-cambismo por medidas protecionistas, através da Tarifa Alves Branco. B) a criação da Presidência do Conselho de Ministros, que fortaleceu a aristocracia rural. C) a aprovação da Maioridade, que intensificou as relações econômicas com os Estados Unidos. D) a eliminação do tráfico de escravos e a consequente liberação de capitais para novos investimentos. E) o estabelecimento do Convênio de Taubaté com a intervenção do Estado na economia. Reposta: A Exercício 6. (Fuvest) O Bill Aberdeem, aprovado pelo Parlamento inglês em 1845, foi: A) uma lei que abolia a escravidão nas colônias inglesas do Caribe e da África. B) uma lei que autorizava a marinha inglesa a apresar navios negreiros em qualquer parte do oceano. C) um tratado pelo qual o governo Simulado de História do Brasil Imperial - Ano 2015 Página - 2
  3. 3. brasileiro privilegiava a importação de mercadorias britânicas. D) uma imposição legal de libertação dos recém-nascidos, filhos de mãe escrava. E) uma proibição de importação de produtos brasileiros para que não concorressem com os das colônias antilhanas. Resposta: B Exercício 7. (Fuvest) O descontentamento do Exército, que culminou na Questão Militar no final do Império, pode ser atribuído: A) às pressões exercidas pela Igreja junto aos militares para abolir a monarquia. B) à propaganda do militarismo sul- americano na imprensa brasileira. C) às tendências ultrademocráticas das forças armadas, que desejavam conceder maior participação política aos analfabetos. D) à ambição de iniciar um programa de expansão imperialista na América Latina. E) à predominância do poder civil que não prestigiava os militares e lhes proibia o debate político pela imprensa. Resposta: E Exercício 8. (Puccamp) No dia seguinte Fabiano voltou à cidade, mas ao fechar o negócio notou que as operações de Sinhá Vitória, como de costume, diferiam das do patrão. Reclamou e obteve a explicação habitual: a diferença era proveniente de juros. Não se conformou: devia haver engano. Ele era bruto, sim senhor, via-se perfeitamente que era bruto, mas a mulher tinha miolo. Com certeza havia um erro no papel do branco. Não se descobriu o erro, e Fabiano perdeu os estribos. Passar a vida inteira assim no toco, entregando o que era dele de mão beijada! Estava direito aquilo? Trabalhar como negro e nunca arranjar carta de alforria! (Graciliano Ramos, “Vidas secas”) O texto menciona a “carta de alforria”, que podia ser conquistada pelos próprios escravos no Brasil, quando estes A) abdicavam de suas práticas culturais e juravam fidelidade à Coroa e à Igreja. B) provavam ascendência nobre ou status político em suas sociedades de origem. C) rebelavam-se e eram classificados como insubordinados ou "forros". D) tornavam-se escravos "de ganho", obtendo do Estado uma liberdade condicional. E) pagavam um determinado valor equivalente a sua liberdade ou "manumissão". Reposta: E Exercício 9. (Uel) "Os estrangeiros que chegavam ao Rio de Janeiro ou outras cidades costeiras ficavam espantados com os milhares de negros que viam carregando água, mercadorias e produtos, transportando seus senhores e senhoras em liteiras ou redes pelas ruas da cidade, ou vendendo uma grande variedade de produtos. Os proprietários de escravos exigiam seu trabalho, serviço e obediência totalmente amparados por uma complexa estrutura legal, pelo costume oficializado e pela doutrina da Igreja católica". Simulado de História do Brasil Imperial - Ano 2015 Página - 3
  4. 4. (CONRAD, Robert Edgar. "Os Tumbeiros". São Paulo: Brasiliense, 1985. p. 7- 8.) Com base no texto e nos conhecimentos sobre a escravidão no Brasil, considere as afirmativas a seguir. I. O fluxo crescente do tráfico de escravos da África para o Brasil, até a primeira metade do século XIX, indica que a elite fundiária se negava a optar pelo sistema de trabalho livre. II. As mortes frequentes de escravos, por fugas, doenças, maus-tratos, entre outros, reduziram a mão de obra disponível e inviabilizaram o lucro proveniente do tráfico. III. O discurso liberal de franceses e anglo- americanos demonstrava forte oposição à ideia de posse de seres humanos por outros da mesma espécie. IV. Os proprietários de escravos brasileiros, durante a primeira metade do século XIX, concebiam a escravidão como um direito concedido pelo imperador e por Deus, defendendo-o como um privilégio natural. Estão corretas apenas as afirmativas: A) I e II. B) I e IIII. C) II e IV. D) I, III e IV. E) II, III e IV. Resposta: D Exercício 10. (PUC-RS) Instrução: Para responder à questão, sobre os partidos políticos no Império, observe atentamente o organograma abaixo: (Extraído de ALENCAR, Chico et al. História da Sociedade Brasileira. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 1996, p. 158.) Tendo por base o organograma acima, é correto afirmar que A) os “partidos” português e brasileiro, existentes no Primeiro Reinado, eliminaram suas divergências ao longo do Período Regencial, vindo a unificar- se e a formar o Gabinete da Conciliação (1853-58). B) os grupos políticos dos Liberais Moderados e dos Liberais Exaltados, existentes durante o Período Regencial, passam a formar unanimemente o Partido Liberal, a partir de 1840. C) os Liberais Moderados ou “Chimangos”, grupo formado exclusivamente por gaúchos ligados a Borges de Medeiros, Simulado de História do Brasil Imperial - Ano 2015 Página - 4
  5. 5. são os responsáveis diretos pela criação do Partido Republicano, a partir de 1870. D) os Partidos Liberal e Conservador eram formados, parcialmente, por políticos ligados aos grupos liberais moderados do Período Regencial. E) os Partidos Conservador e Liberal não tinham nenhuma ligação, respectivamente, com os Partidos Regressista e Progressista, o que é indicado pela linha tracejada, que representa uma ruptura entre estes grupos políticos. Resposta: D Exercício 11. (PUC-RJ) Para muitos brasileiros que vivenciaram o período regencial (1831- 1840), aquele foi um tempo de impasses, mudanças e rebeliões. Sobre esse período, é correto afirmar que: I. a renúncia inesperada do Imperador D. Pedro I levou à nomeação de uma regência trina e à implantação, em caráter provisório, de um governo republicano. II. a antecipação da maioridade de D. Pedro II, em 1840, garantiu o restabelecimento da ordem monárquica e a pacificação de todas as revoltas que ameaçavam a integridade territorial do Império. III. houve uma série de revoltas envolvendo desde elementos das tropas regulares até escravos, destacando-se, entre elas, a Farroupilha, a Cabanagem e a Revolta dos Malês. IV. a ausência provisória da autoridade monárquica estimulou a proliferação de projetos políticos destinados à reorganização do Estado imperial. Assinale a alternativa: A) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas. B) se somente a afirmativa I estiver correta. C) se somente as afirmativas II, III e IV estiverem corretas. D) se somente as afirmativas III e IV estiverem corretas. E) se todas as afirmativas estiverem corretas. Resposta: D Exercício 12. (PUC-PR) Os principais produtos de exportação do Segundo Reinado (1840-1889) foram agrícolas, colocando-se sempre em primeiro lugar o(a): A) açúcar B) erva-mate C) café D) trigo E) arroz Resposta: C Exercício 13. (PUC-RJ) Sobre a religiosidade e a Igreja Católica no século XIX, no Brasil, é correto afirmar que: A) Segundo as leis do Império, ao Imperador cabia o direito do padroado, nomeando bispos e outros titulares de cargos eclesiásticos no Brasil e, desta forma, subordinando a hierarquia da Igreja ao poder imperial. B) A Constituição de 1824 estabelecia a Simulado de História do Brasil Imperial - Ano 2015 Página - 5
  6. 6. “Religião Católica Apostólica Romana” como “Religião do Império”, e, assim, proibia, terminantemente, o culto de todas as outras religiões. C) A quase totalidade da população brasileira era católica e utilizava o espaço das igrejas para praticar a religião. O episódio de Canudos, ao final do século, representando um desvio nos cânones da Igreja pelos seguidores de Conselheiro, configurou uma exceção. D) A união entre Igreja e Estado nem sempre se realizou de forma harmônica. A “Questão religiosa”, em fins do Império, expressou a insatisfação de alguns bispos perante a proibição do Imperador ao livre funcionamento das lojas maçônicas. E) Enquanto algumas ordens religiosas, como a dos beneditinos e a dos carmelitas, estabeleceram-se livremente, no Brasil, outras, como a dos jesuítas e a dos franciscanos foram proibidas de construir igrejas e mosteiros. Reposta: A Exercício 14. (PUC-PR) Instalado em 1822, o Império do Brasil encontrou dificuldades no reconhecimento de sua Independência por parte dos Estados europeus. Essas dificuldades existiam devido: A) ao fato de o Brasil ter pesadas dívidas em várias capitais europeias. B) ao fato de ter estabelecido a forma monárquica de governo. C) à sua própria organização interna, pois a Constituição de 1824 afastava o voto direto, secreto e universal. D) à política reacionária e antinacionalista definida no Congresso de Viena e praticada por várias potências europeias. E) à negativa do governo de D. Pedro I em restituir a Província Cisplatina aos seus povoadores de origem castelhana. Resposta: D Exercício 15. (PUC-PR) A respeito da economia e da sociedade no Segundo Reinado (1840- 1889), complete as lacunas e assinale a alternativa correta: O café foi o principal produto de exportação do período, tendo na Província do Rio de Janeiro mão de obra basicamente __________. Em função da Guerra de Secessão nos Estados Unidos, na década de 1860 o açúcar foi superado pelo(a) ________. Ocorreu a substituição da mão de obra escrava pelo trabalho do imigrante europeu na Província de(a) __________, sendo que inicialmente se lhes aplicou o sistema de trabalho denominado __________. Confirmando e ampliando a formação dos latifúndios, em 1850 foi determinado por meio da __________, que terras públicas só poderiam ser adquiridas mediante compra. A) assalariada - fumo - Bahia - parceria - Lei das Capitanias. B) escrava - cacau - Minas Gerais - cooperação - Lei das Concessões. C) escrava - couro - São Paulo - harmonia - Lei Imobiliária. D) escrava - algodão - São Paulo - parceria - Lei de Terras. E) assalariada - algodão - São Paulo - parceria - Lei de Arras. Resposta: D Simulado de História do Brasil Imperial - Ano 2015 Página - 6
  7. 7. Exercício 16. (FMU) A regra eleitoral prevista na Constituição outorgada em 1824 caracterizava-se por A) instituir o voto secreto e proibitivo aos solteiros menores de 25 anos de idade B) aplicar eleições indiretas e censitárias e em níveis provincial e paroquial C) promulgar eleições diretas para presidentes e senadores das províncias D) impor o sufrágio universal aos maiores de 18 anos, com exceção dos analfabetos E) estabelecer o voto descoberto e eleições diretas à Câmara dos Deputados e Senado Resposta: B Exercício 17. (PUC-PR) Os exames dos dados sobre o tráfico negreiro para o Brasil e as consequências de sua extinção permitem afirmar: Número de escravos introduzidos no país Número de escravos introduzidos no país 1845 19453 1846 50325 1847 56172 1848 60000 1849 54000 1850 23000 1851 3278 1852 700 Fonte: Olavo Leonel Ferreira. História do Brasil. São Paulo, Ática, 1978, pág. 215 A) A diminuição do número de cativos introduzidos em 1850, com relação ao ano anterior, reflete apenas a repressão inglesa do “Bill Aberdeen”. B) O menor número de escravos introduzidos em 1850, com relação ao ano anterior, reflete também as providências trazidas pela Lei Rio Branco ou do Ventre Livre. C) Os capitães dos navios negreiros aumentaram suas atividades em 1851 também como reflexo da Lei Nabuco de Araújo. D) O aumento da cafeicultura necessitava de mão de obra e, terminado o fluxo africano, foi incentivada a imigração branca europeia. E) O número de escravos trazidos em 1852 reflete também as consequências da Lei do Ventre Livre. Resposta: D Exercício 18. (UFPE) Processo político de emancipação do Brasil desenvolveu-se dentro de condições bastante especiais, dentre as quais é correto assinalar: A) a presença de D. Pedro I, como regente do trono, estabelecia a possibilidade de uma separação entre Portugal e Brasil, sem, contudo, romper radicalmente com o regime monárquico. B) as primeiras notícias chegadas ao Brasil dos acontecimentos do Porto deflagraram, em todas as províncias brasileiras, movimentos de repúdio à revolução lusa, formando-se “Juntas Constitucionais”. C) a Revolução do Porto, fundamentada em ideias liberais, tinha entre seus objetivos a reforma constitucional portuguesa e a emancipação política das suas colônias, entre elas, o Brasil. Simulado de História do Brasil Imperial - Ano 2015 Página - 7
  8. 8. D) nas Juntas Constitucionais formadas por brasileiros e portugueses, nas quais os brasileiros eram em maior número, havia a firme decisão de não se acatarem as resoluções tomadas pelas cortes em Lisboa, o que contrariava os interesses lusos. E) Com relação ao Brasil, os revolucionários portugueses do Porto, mantinham a coerência com os postulados liberais, mostrando-se intransigentes defensores da emancipação política brasileira. Resposta: A Exercício 19. (UFPE) A crise do Império, no Brasil, foi marcada por uma série de questões que favoreceram a Proclamação da República. Sobre essas questões e suas características, analise as proposições abaixo. 1. As ideias republicanas fizeram parte de diversos movimentos históricos no Brasil. Contudo, só a partir de 1870, ano em que foi lançado o Manifesto Republicano, o movimento ganhou uma formação mais sólida e concreta. 2. No período colonial, a Igreja Católica no Brasil era uma instituição submetida ao Estado. Ou seja, nenhuma ordem papal poderia vigorar no Brasil sem a autorização do imperador. A desobediência a esses preceitos, por parte dos bispos de Olinda e Belém, em 1872, deu início ao que se convencionou chamar de Questão Religiosa. 3. Quando foi abolida a escravidão no Brasil, os senhores de escravos, por não terem recebido as indenizações do governo a que achavam fazer jus, passaram a apoiar a causa republicana. Por isso foram chamados “republicanos do 13 de maio”. 4. Os militares, após a Guerra do Paraguai, passaram a gozar mais prestígio na sociedade brasileira, o que também era reconhecido pelo Imperador, que precisava deles para manter-se no poder. Daí, a sua lealdade à monarquia quando se proclamou a República no Brasil 5. Dentre as questões que contribuíram para a Proclamação da República no Brasil não se pode inserir a questão militar, pelas razões expostas no item anterior. Estão corretas: A) 1, 2 e 3 B) 2, 3 e 4 C) 1, 2 e 4 D) 2, 4 e 5 E) 3, 4 e 5 Resposta: E Exercício 20. (UFF) Ao longo do século XIX, a Inglaterra deu inúmeras demonstrações de seus interesses políticos e econômicos na América Latina, atuando, direta ou indiretamente, em diversos conflitos interamericanos. Assinale a opção que caracteriza corretamente a atuação inglesa em uma das questões platinas. A) A Tríplice Aliança entre Brasil, Argentina e Uruguai, responsável pela derrota paraguaia em 1870, não foi senão um disfarce para as ambições colonialistas inglesas na região platina. B) A Inglaterra foi a grande vitoriosa na Guerra do Paraguai, onde interveio com Simulado de História do Brasil Imperial - Ano 2015 Página - 8
  9. 9. sua Marinha de guerra, pois temia que Solano López transformasse o Paraguai em potência concorrente do capitalismo britânico. C) A intervenção inglesa na Guerra do Paraguai, a partir de 1866, tinha por objetivo assenhorear-se da produção paraguaia de algodão, uma vez que a indústria têxtil britânica se viu privada de sua principal matéria-prima com a derrota do sul escravista na Guerra de Secessão, em 1865. D) A Inglaterra interveio diretamente contra o governo argentino de Juan Manuel de Rosas, na década de 40, a ponto de a Armada inglesa bloquear o porto de Buenos Aires. E) A intervenção inglesa contra o regime de Juan Manuel de Rosas, nos anos 40, objetivou restaurar o bloqueio de Buenos Aires na embocadura do Rio da Prata, considerado essencial para o livre comércio na região. Resposta: E Fontes: • http://vestiweb.blogspot.com.br/2012/02/questoes-brasil-imperio-historia.html • http://www.enemvirtual.com.br/brasil-imperio-exercicios/ • http://historiacsd.blogspot.com.br/2011/07/questoes-de-vestibulares-brasil-no-2.html Simulado de História do Brasil Imperial - Ano 2015 Página - 9
  10. 10. sua Marinha de guerra, pois temia que Solano López transformasse o Paraguai em potência concorrente do capitalismo britânico. C) A intervenção inglesa na Guerra do Paraguai, a partir de 1866, tinha por objetivo assenhorear-se da produção paraguaia de algodão, uma vez que a indústria têxtil britânica se viu privada de sua principal matéria-prima com a derrota do sul escravista na Guerra de Secessão, em 1865. D) A Inglaterra interveio diretamente contra o governo argentino de Juan Manuel de Rosas, na década de 40, a ponto de a Armada inglesa bloquear o porto de Buenos Aires. E) A intervenção inglesa contra o regime de Juan Manuel de Rosas, nos anos 40, objetivou restaurar o bloqueio de Buenos Aires na embocadura do Rio da Prata, considerado essencial para o livre comércio na região. Resposta: E Fontes: • http://vestiweb.blogspot.com.br/2012/02/questoes-brasil-imperio-historia.html • http://www.enemvirtual.com.br/brasil-imperio-exercicios/ • http://historiacsd.blogspot.com.br/2011/07/questoes-de-vestibulares-brasil-no-2.html Simulado de História do Brasil Imperial - Ano 2015 Página - 9

×