SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
1 – Durante a idade moderna aconteceram dois movimentos que tiveram repercussões no
mundo inteiro. Um de ordem econômica e outro de ordem política. Que movimentos foram
esses? (0,5 ponto)
Econômica: Revolução Industrial__________________________________________________________
Política: Revolução Francesa __________________________________________________________________
2 - Leia a definição abaixo. (0,5 ponto)
Conjunto de transformações técnicas, econômicas e sociais
caracterizadas pela substituição da energia física pela mecânica, da
ferramenta pela maquina e da manufatura pela fábrica
A partir das informações, podemos afirmar que o processo histórico em questão é:
a) Revolução Puritana.
b) Revolução Americana.
c) Revolução Industrial.
d) Revolução Francesa.
3 - Observe a letra da música discutida em sala de aula e destaque o trecho onde apresenta
uma das causas para o pioneirismo da Inglaterra na Revolução Industrial:. (0,5 ponto)
Revolução Industrial (música original: Luar do
Sertão).
Artesanato foi embora
e hoje é só a indústria que vigora.
Eu sei que o povo que trabalha sempre chora
De ter tanta exploração, sofrimento.
A Inglaterra foi o berço da indústria
Por que lá a burguesia conseguiu acumular
O proletário já nasceu sofrendo muito.
Trabalhar de sol a sol, só para poder se
alimentar.
Não sou, ô gente, ô não.
Dono dos meios de produção.
4 – Observe a imagem e leia o texto, depois responda à pergunta.
Experiência com uma bomba de ar, Joseph Wright,
1768.
“E a contar do século XVI, multiplicam-se os
nomes dos filósofos e cientistas com o culto
da natureza, da experiência para o estudo da
realidade. Ganha impulso o ensino técnico.
Revê-se o culto dogmático. [...] Se antes havia
a cabala, a astrologia, a magia, a alquimia,
agora há a experiência que dá sentido
científico ao estudo e às inquietações. A
técnica, em suas feições mecânicas, passa a
ser considerada. Surge a ciência moderna,
fundada no experimentalismo. Essa mudança
de mentalidade representa transformação
intelectual e cria o clima de crítica sistemática.
EMEIF VICENTE FIALHO
Avaliação Parcial de História – 2ª Etapa
Aluno(a):Gabarito_________________________________________________ Nº______
8ª série – Turma: A
Data:______/______/_____
Professora: Janaína Bento (janainabento@gmail.com)
NOTA
Entre os muitos se seus efeitos assinale-se o
interesse pela indústria, para a qual a nova
maneira de ver contribuiu decisivamente”.
Fonte: IGLESIAS, Francisco – A revolução Industrial. São
Paulo, Brasiliense, 1981, p. 82. (Coleção Tudo é
História)
De acordo com as duas fontes apresentadas, por que a ciência foi importante para a Revolução
Industrial? (0,5 ponto)
Por que permitiu a descoberta de novas técnicas, bem como a invenção de máquinas, transportes, meios de comunicação,
etc...
5 – Do que estamos falando? Escreva a resposta no lugar indicado. (0,5 ponto)
6 – Cite pelo menos duas consequências da revolução industrial: (0,5 ponto)
Utilização constante da máquina;Divisão do trabalho; Aumento de produção; Crescimento da urbanização e despovoamento
dos campos; Ruína dos artesãos; Surgimento de novas classes: Burguesia industrial e proletariado; Expansão do
colonialismo; Evolução dos meios de transporte e das comunicações; Expansão do capitalismo por toda Europa e suas
colônias.
7 – Sobre a composição da sociedade pré-revolução francesa, complete a pirâmide abaixo. (0,5
ponto)
8 – Ainda sobre a sociedade francesa pré-revolução, marque V ou F para a ssetenças e depois
escolha a opção correta. (0,5 ponto)
(V) Os nobres possuíam quase toda a terra da França.
(F) O clero não compartilhava dos privilégios dos nobres.
(V) O povo era obrigado a pagar impostos exorbitantes.
(V) Depois da expansão industrial e comercial os burgueses foram adquirindo importância e
riqueza cada vez maiores..
(F) Dentro do 3º Estado os burgueses eram os que mais sofriam.
a) F F V F V. b) F V V F F
É a forma mais
complexa de
produção
industrial.
Foi uma etapa
importantíssi
ma no
processo de
industrializaç
ão.
Consiste na
utilização de
máquinas em
substituição à
ferramentas e ao
próprio homem.Transformou
completamente as
relações entre o
trabalhador e os
meios de produção.
Iniciou-se
por volta de
1750.
Mecanização
Clero
Nobreza
Burguesia, camponeses, artesãos, sans
cullotes
c) V F V F V. d) V F V V F.
9 – Sobre a Revolução Francesa, quais as reivindicações do 3º Estado: (0,5 ponto)
a) Liberdade, Igualdade e Fraternidade;
b) Mais dinheiro para a burguesia;
c) Direito à propriedade;
d) Voto por cabeça e não por Estado, número de deputados do 3º Estado igual à soma do
número de deputados dos outros Estados e igualdade de direitos.
10 - Sobre a revolução francesa, observe a imagem abaixo e diga o que significa: (0,5 ponto)
A caricatura enfoca os três estados: o camponês, de tamancos e meias rasgadas,
carregando nas costas representantes da Igreja e da aristocracia. Saindo dos bolsos
destes privilegiados, as taxas e os impostos que eram exigidos dos camponeses.
11 - Observe a letra da música discutida em sala de aula e depois faça o que se pede. (1 ponto)
Revolução Francesa (música
original:Chi bom bom – As
Meninas) .
França tem revolução.
Terceiro Estado em situação
precária
É só quem trabalha e também
quem paga imposto
E a nobreza cada vez fica
mais rica.
E a burguesia cada vez ta
mais aflita.
E o resultado todo mundo já
conhece
(Que) tá faltando pão lá na
mesa do pobre.
França tem revolução.
Com a Bastilha começou a
nossa história.
E a revolução se espalhou no
país todo.
E a convenção tem de um lado
os Girondinos
E contra eles aparecem os
Jacobinos.
E o terror todo mundo já
conhece.
Quem cortou cabeças foi
Robespierre.
França tem revolução.
a) Copie o trecho da música relacionado aos sans-cullotes:
(Que) tá faltando pão lá na mesa do pobre.
b) Copie o trecho da música relacionada ao período do terror:
Quem cortou cabeças foi Robespierre.
c) De acordo com a música, quando começa a Revolução Francesa?
Com a Bastilha começou a nossa história.
d) Quem fazia parte da Convenção?
E a convenção tem de um lado os Girondinos e contra eles aparecem os Jacobinos.
12 - Relacione os termos à suas respectivas referências depois marque a opção correta. (0,5
ponto)
1 – Girondinos.
2 – Jacobinos.
3 – Sans-cullotes.
4 – Bastilha.
5 – Diretório. (3) Segundo eles “para o povo ser feliz é
necessário haver pão, poisonde não há mais
pão, não existe mais leis e liberdade,
consequentemente, não há mais República”
(1) Representantes da alta burguesia.
(2) Representantes da pequena burguesia.
(5) Forma de governo criada na Revolução
Francesa, onde cinco membros – os
diretores – exerciam o poder executivo.
(4) Fortaleza que simboliza o poder real.
a) 31254
b) 32154
c) 13254
d) 13245
13 – Observe as afirmações abaixo e marque 1 para as causas e 2 para as consequências da
Revolução Francesa. Depois escolha a opção correta: (0,5 ponto)
(1) Escassez de alimento.
(2) Elaboração de constituições na maioria dos países europeus.
(2) Movimentos de independência nas colônias da América.
(1) Profundo e generalizado descontentamento dos componentes do terceiro estado.
(2) Queda da monarquia absolutista na França.
(2) O governo de Napoleão Bonaparte.
(1) Incapacidade do governo francês pagar suas dívidas.
a) 1221211
b) 1221212
c) 1221221
d) 1121211
Ótima prova.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cruzadinha crise de 1929 ok
Cruzadinha crise de 1929 okCruzadinha crise de 1929 ok
Cruzadinha crise de 1929 okViviane Simões
 
Atividades Revolução Francesa Charges
Atividades Revolução Francesa ChargesAtividades Revolução Francesa Charges
Atividades Revolução Francesa ChargesDoug Caesar
 
Atividades Crise de 1929 e Regimes Totalitários
Atividades Crise de 1929 e Regimes TotalitáriosAtividades Crise de 1929 e Regimes Totalitários
Atividades Crise de 1929 e Regimes TotalitáriosEduardo Mariño Rial
 
Atividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Atividades Guerra Fria e o Mundo BipolarAtividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Atividades Guerra Fria e o Mundo BipolarEduardo Mariño Rial
 
Cruzadinha revolução industrial
Cruzadinha revolução industrialCruzadinha revolução industrial
Cruzadinha revolução industrialÓcio do Ofício
 
Cruzadinha de História (A ocupação humana na América)
Cruzadinha  de História  (A ocupação humana na América)Cruzadinha  de História  (A ocupação humana na América)
Cruzadinha de História (A ocupação humana na América)Mary Alvarenga
 
Avaliação de Hist. - Revolução Industrial
Avaliação de Hist. - Revolução IndustrialAvaliação de Hist. - Revolução Industrial
Avaliação de Hist. - Revolução IndustrialFrederico Marques Sodré
 
Exercíco 9ª ano guerra fria
Exercíco 9ª ano guerra friaExercíco 9ª ano guerra fria
Exercíco 9ª ano guerra friaÓcio do Ofício
 

Mais procurados (20)

Exercicio revolução russa
Exercicio revolução russaExercicio revolução russa
Exercicio revolução russa
 
Atividades feudalismo na idade média
Atividades   feudalismo na idade médiaAtividades   feudalismo na idade média
Atividades feudalismo na idade média
 
Cruzadinha crise de 1929 ok
Cruzadinha crise de 1929 okCruzadinha crise de 1929 ok
Cruzadinha crise de 1929 ok
 
Mesopotamia cruzadinha
Mesopotamia cruzadinhaMesopotamia cruzadinha
Mesopotamia cruzadinha
 
Avaliação Era Vargas
Avaliação Era VargasAvaliação Era Vargas
Avaliação Era Vargas
 
Atividades Revolução Francesa Charges
Atividades Revolução Francesa ChargesAtividades Revolução Francesa Charges
Atividades Revolução Francesa Charges
 
Atividades Crise de 1929 e Regimes Totalitários
Atividades Crise de 1929 e Regimes TotalitáriosAtividades Crise de 1929 e Regimes Totalitários
Atividades Crise de 1929 e Regimes Totalitários
 
Atividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Atividades Guerra Fria e o Mundo BipolarAtividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Atividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
 
Cuzadinha sobre a era vargas
Cuzadinha sobre a era vargasCuzadinha sobre a era vargas
Cuzadinha sobre a era vargas
 
Atividades primeira republica
Atividades primeira republicaAtividades primeira republica
Atividades primeira republica
 
Cruzadinha revolução industrial
Cruzadinha revolução industrialCruzadinha revolução industrial
Cruzadinha revolução industrial
 
Cruzadinha de História (A ocupação humana na América)
Cruzadinha  de História  (A ocupação humana na América)Cruzadinha  de História  (A ocupação humana na América)
Cruzadinha de História (A ocupação humana na América)
 
Caça palavras brasil pre colonial
Caça palavras brasil pre colonialCaça palavras brasil pre colonial
Caça palavras brasil pre colonial
 
Renascimento cultural
Renascimento cultural Renascimento cultural
Renascimento cultural
 
Avaliação de história 6º ano
Avaliação de história 6º anoAvaliação de história 6º ano
Avaliação de história 6º ano
 
Avaliação de Hist. - Revolução Industrial
Avaliação de Hist. - Revolução IndustrialAvaliação de Hist. - Revolução Industrial
Avaliação de Hist. - Revolução Industrial
 
Atividades Iluminismo
Atividades   IluminismoAtividades   Iluminismo
Atividades Iluminismo
 
Exercíco 9ª ano guerra fria
Exercíco 9ª ano guerra friaExercíco 9ª ano guerra fria
Exercíco 9ª ano guerra fria
 
Avaliação expansão marítima
Avaliação expansão marítimaAvaliação expansão marítima
Avaliação expansão marítima
 
Avaliação História - Grécia Antiga
Avaliação História - Grécia Antiga Avaliação História - Grécia Antiga
Avaliação História - Grécia Antiga
 

Destaque

Atividades de História: Revolução Francesa
Atividades de História: Revolução FrancesaAtividades de História: Revolução Francesa
Atividades de História: Revolução FrancesaDoug Caesar
 
Palavras cruzadas revolução francesa
Palavras cruzadas revolução francesaPalavras cruzadas revolução francesa
Palavras cruzadas revolução francesaDoug Caesar
 
O triunfo das revoluções liberais
O triunfo das revoluções liberaisO triunfo das revoluções liberais
O triunfo das revoluções liberaisCarlos Pinheiro
 
Exercícios de revisão 8º ano 5ª etapa
Exercícios de revisão  8º ano   5ª etapaExercícios de revisão  8º ano   5ª etapa
Exercícios de revisão 8º ano 5ª etapaProfessoresColeguium
 
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º BimestreCaderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º BimestrePatrícia Costa Grigório
 
H9. 1.bim aluno_2.0.1.3.
H9. 1.bim aluno_2.0.1.3.H9. 1.bim aluno_2.0.1.3.
H9. 1.bim aluno_2.0.1.3.pedrogostoso
 
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º BimestreCaderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º BimestrePatrícia Costa Grigório
 
Unificação italia e alemanha
Unificação italia e alemanhaUnificação italia e alemanha
Unificação italia e alemanhaIsabel Aguiar
 
Independencia das colonias espanholas
Independencia das colonias espanholasIndependencia das colonias espanholas
Independencia das colonias espanholasIsabel Aguiar
 
Teste de história 8º ano
Teste de história 8º anoTeste de história 8º ano
Teste de história 8º anoAcima da Média
 
Roteiro de Aula - Da Revolução Francesa ao Imperialismo do Séc. XIX
Roteiro de Aula - Da Revolução Francesa ao Imperialismo do Séc. XIXRoteiro de Aula - Da Revolução Francesa ao Imperialismo do Séc. XIX
Roteiro de Aula - Da Revolução Francesa ao Imperialismo do Séc. XIXjosafaslima
 
Xiii. a expansão capitalista e o imperialismo cruzadinha
Xiii. a expansão capitalista e o imperialismo cruzadinhaXiii. a expansão capitalista e o imperialismo cruzadinha
Xiii. a expansão capitalista e o imperialismo cruzadinhaAtividades Diversas Cláudia
 
2 teste historia romanos 5ano3
2 teste historia romanos 5ano32 teste historia romanos 5ano3
2 teste historia romanos 5ano3jaugf
 

Destaque (20)

2 ano revolucao francesa
2 ano   revolucao francesa2 ano   revolucao francesa
2 ano revolucao francesa
 
Atividades de História: Revolução Francesa
Atividades de História: Revolução FrancesaAtividades de História: Revolução Francesa
Atividades de História: Revolução Francesa
 
Palavras cruzadas revolução francesa
Palavras cruzadas revolução francesaPalavras cruzadas revolução francesa
Palavras cruzadas revolução francesa
 
Atividade de História - 8º ano
Atividade de História - 8º anoAtividade de História - 8º ano
Atividade de História - 8º ano
 
Prova de 1 anohistoria 3 bimestre
Prova de 1 anohistoria 3 bimestreProva de 1 anohistoria 3 bimestre
Prova de 1 anohistoria 3 bimestre
 
O triunfo das revoluções liberais
O triunfo das revoluções liberaisO triunfo das revoluções liberais
O triunfo das revoluções liberais
 
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano
Caderno Pedagógico de História - 7º AnoCaderno Pedagógico de História - 7º Ano
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano
 
Exercícios de revisão 8º ano 5ª etapa
Exercícios de revisão  8º ano   5ª etapaExercícios de revisão  8º ano   5ª etapa
Exercícios de revisão 8º ano 5ª etapa
 
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º BimestreCaderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º Bimestre
 
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano
Caderno Pedagógico de História - 9º AnoCaderno Pedagógico de História - 9º Ano
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano
 
H9. 1.bim aluno_2.0.1.3.
H9. 1.bim aluno_2.0.1.3.H9. 1.bim aluno_2.0.1.3.
H9. 1.bim aluno_2.0.1.3.
 
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º BimestreCaderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º Bimestre
 
Unificação italia e alemanha
Unificação italia e alemanhaUnificação italia e alemanha
Unificação italia e alemanha
 
Independencia das colonias espanholas
Independencia das colonias espanholasIndependencia das colonias espanholas
Independencia das colonias espanholas
 
Atividade 8 ano
Atividade 8 anoAtividade 8 ano
Atividade 8 ano
 
Teste de história 8º ano
Teste de história 8º anoTeste de história 8º ano
Teste de história 8º ano
 
Roteiro de Aula - Da Revolução Francesa ao Imperialismo do Séc. XIX
Roteiro de Aula - Da Revolução Francesa ao Imperialismo do Séc. XIXRoteiro de Aula - Da Revolução Francesa ao Imperialismo do Séc. XIX
Roteiro de Aula - Da Revolução Francesa ao Imperialismo do Séc. XIX
 
Neocolonialismo texto 8 2012
Neocolonialismo texto 8 2012Neocolonialismo texto 8 2012
Neocolonialismo texto 8 2012
 
Xiii. a expansão capitalista e o imperialismo cruzadinha
Xiii. a expansão capitalista e o imperialismo cruzadinhaXiii. a expansão capitalista e o imperialismo cruzadinha
Xiii. a expansão capitalista e o imperialismo cruzadinha
 
2 teste historia romanos 5ano3
2 teste historia romanos 5ano32 teste historia romanos 5ano3
2 teste historia romanos 5ano3
 

Semelhante a Revolução Industrial e Revolução Francesa

Exercícios - história
Exercícios - históriaExercícios - história
Exercícios - históriaIsabella Silva
 
slide 1 serie revolucoes da modernidade.pptx
slide 1 serie revolucoes da modernidade.pptxslide 1 serie revolucoes da modernidade.pptx
slide 1 serie revolucoes da modernidade.pptxssuserad6c92
 
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia - Globalização
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia - Globalizaçãowww.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia - Globalização
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia - GlobalizaçãoAulasEnsinoMedio
 
revolução industrial 2 ano.pptx
revolução industrial 2 ano.pptxrevolução industrial 2 ano.pptx
revolução industrial 2 ano.pptxTitaRibeiro3
 
Teorias sobre a industrialização brasileira
Teorias sobre a industrialização brasileiraTeorias sobre a industrialização brasileira
Teorias sobre a industrialização brasileiraGabrieldibernardi
 
CHSA 1ª Série 3º Bimestre Esudante.pdf
CHSA 1ª Série 3º Bimestre Esudante.pdfCHSA 1ª Série 3º Bimestre Esudante.pdf
CHSA 1ª Série 3º Bimestre Esudante.pdfGernciadeProduodeMat
 
CHSA 1ª Série 3º Bimestre Esudante.pdf
CHSA 1ª Série 3º Bimestre Esudante.pdfCHSA 1ª Série 3º Bimestre Esudante.pdf
CHSA 1ª Série 3º Bimestre Esudante.pdfGernciadeProduodeMat
 
www.AulasDeGeografiaApoio.com - Geografia - Globalização
 www.AulasDeGeografiaApoio.com  -  Geografia - Globalização www.AulasDeGeografiaApoio.com  -  Geografia - Globalização
www.AulasDeGeografiaApoio.com - Geografia - GlobalizaçãoAulas De Geografia Apoio
 
Proc formacao capitalismo
Proc formacao capitalismoProc formacao capitalismo
Proc formacao capitalismoFilipe Carvalho
 
Grab is hist ria noturno - pronta
Grab is hist ria noturno - prontaGrab is hist ria noturno - pronta
Grab is hist ria noturno - prontacesec
 
www.aulaparticularonline.net.br - Geografia - Globalização
www.aulaparticularonline.net.br - Geografia - Globalizaçãowww.aulaparticularonline.net.br - Geografia - Globalização
www.aulaparticularonline.net.br - Geografia - GlobalizaçãoLucia Silveira
 
www.TutoresDePlantao.Com.Br - Geografia - Globalização
www.TutoresDePlantao.Com.Br - Geografia - Globalizaçãowww.TutoresDePlantao.Com.Br - Geografia - Globalização
www.TutoresDePlantao.Com.Br - Geografia - GlobalizaçãoAntônia Sampaio
 
www.aulasapoio.com.br - Geografia - Globalização
www.aulasapoio.com.br  - Geografia - Globalizaçãowww.aulasapoio.com.br  - Geografia - Globalização
www.aulasapoio.com.br - Geografia - GlobalizaçãoBárbara Cristina
 
Questoes rev francesa
Questoes rev francesaQuestoes rev francesa
Questoes rev francesaCarolinaJusto
 

Semelhante a Revolução Industrial e Revolução Francesa (20)

Atividade 2 - 9º ano gabaritada
Atividade 2 - 9º ano gabaritadaAtividade 2 - 9º ano gabaritada
Atividade 2 - 9º ano gabaritada
 
Live int 07mai
Live int 07maiLive int 07mai
Live int 07mai
 
Exercícios - história
Exercícios - históriaExercícios - história
Exercícios - história
 
slide 1 serie revolucoes da modernidade.pptx
slide 1 serie revolucoes da modernidade.pptxslide 1 serie revolucoes da modernidade.pptx
slide 1 serie revolucoes da modernidade.pptx
 
Ale
AleAle
Ale
 
Prova oitavo ano
Prova oitavo anoProva oitavo ano
Prova oitavo ano
 
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia - Globalização
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia - Globalizaçãowww.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia - Globalização
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia - Globalização
 
revolução industrial 2 ano.pptx
revolução industrial 2 ano.pptxrevolução industrial 2 ano.pptx
revolução industrial 2 ano.pptx
 
Teorias sobre a industrialização brasileira
Teorias sobre a industrialização brasileiraTeorias sobre a industrialização brasileira
Teorias sobre a industrialização brasileira
 
CHSA 1ª Série 3º Bimestre Esudante.pdf
CHSA 1ª Série 3º Bimestre Esudante.pdfCHSA 1ª Série 3º Bimestre Esudante.pdf
CHSA 1ª Série 3º Bimestre Esudante.pdf
 
CHSA 1ª Série 3º Bimestre Esudante.pdf
CHSA 1ª Série 3º Bimestre Esudante.pdfCHSA 1ª Série 3º Bimestre Esudante.pdf
CHSA 1ª Série 3º Bimestre Esudante.pdf
 
www.AulasDeGeografiaApoio.com - Geografia - Globalização
 www.AulasDeGeografiaApoio.com  -  Geografia - Globalização www.AulasDeGeografiaApoio.com  -  Geografia - Globalização
www.AulasDeGeografiaApoio.com - Geografia - Globalização
 
Proc formacao capitalismo
Proc formacao capitalismoProc formacao capitalismo
Proc formacao capitalismo
 
Grab is hist ria noturno - pronta
Grab is hist ria noturno - prontaGrab is hist ria noturno - pronta
Grab is hist ria noturno - pronta
 
1ª LISTA DE REVISÃO GEOGRAFIA CADU
1ª LISTA DE REVISÃO GEOGRAFIA CADU1ª LISTA DE REVISÃO GEOGRAFIA CADU
1ª LISTA DE REVISÃO GEOGRAFIA CADU
 
Conteúdos do história
Conteúdos do históriaConteúdos do história
Conteúdos do história
 
www.aulaparticularonline.net.br - Geografia - Globalização
www.aulaparticularonline.net.br - Geografia - Globalizaçãowww.aulaparticularonline.net.br - Geografia - Globalização
www.aulaparticularonline.net.br - Geografia - Globalização
 
www.TutoresDePlantao.Com.Br - Geografia - Globalização
www.TutoresDePlantao.Com.Br - Geografia - Globalizaçãowww.TutoresDePlantao.Com.Br - Geografia - Globalização
www.TutoresDePlantao.Com.Br - Geografia - Globalização
 
www.aulasapoio.com.br - Geografia - Globalização
www.aulasapoio.com.br  - Geografia - Globalizaçãowww.aulasapoio.com.br  - Geografia - Globalização
www.aulasapoio.com.br - Geografia - Globalização
 
Questoes rev francesa
Questoes rev francesaQuestoes rev francesa
Questoes rev francesa
 

Mais de Jana Bento

Diferenca e Repeticao (Deleuze)
Diferenca e Repeticao (Deleuze)Diferenca e Repeticao (Deleuze)
Diferenca e Repeticao (Deleuze)Jana Bento
 
Plano anual luxou
Plano anual luxouPlano anual luxou
Plano anual luxouJana Bento
 
Slides rugendas e debret
Slides rugendas e debretSlides rugendas e debret
Slides rugendas e debretJana Bento
 
Plano de aula slides patricia veras
Plano de aula slides patricia verasPlano de aula slides patricia veras
Plano de aula slides patricia verasJana Bento
 
Reconstruindo a áfrica
Reconstruindo a áfricaReconstruindo a áfrica
Reconstruindo a áfricaJana Bento
 
Revisão de-história-feudalismo
Revisão de-história-feudalismoRevisão de-história-feudalismo
Revisão de-história-feudalismoJana Bento
 
Apresentacao anuncios fugas
Apresentacao anuncios fugasApresentacao anuncios fugas
Apresentacao anuncios fugasJana Bento
 
Plano de aula his africa_blog
Plano de aula his africa_blogPlano de aula his africa_blog
Plano de aula his africa_blogJana Bento
 
Atividade hist africa_analisejornais
Atividade hist africa_analisejornaisAtividade hist africa_analisejornais
Atividade hist africa_analisejornaisJana Bento
 
Esquema periodo napoleonico_modelo
Esquema periodo napoleonico_modeloEsquema periodo napoleonico_modelo
Esquema periodo napoleonico_modeloJana Bento
 
Apostila libras
Apostila librasApostila libras
Apostila librasJana Bento
 
Caso1_Detetives do Passado
Caso1_Detetives do PassadoCaso1_Detetives do Passado
Caso1_Detetives do PassadoJana Bento
 
Quem são os africanos?
Quem são os africanos?Quem são os africanos?
Quem são os africanos?Jana Bento
 
24 premiomelofranco folder
24 premiomelofranco folder24 premiomelofranco folder
24 premiomelofranco folderJana Bento
 
24 premiomelofranco edital
24 premiomelofranco edital24 premiomelofranco edital
24 premiomelofranco editalJana Bento
 
24 premiomelofranco anexo i
24 premiomelofranco anexo i24 premiomelofranco anexo i
24 premiomelofranco anexo iJana Bento
 
24 premiomelofranco anexo ii
24 premiomelofranco anexo ii24 premiomelofranco anexo ii
24 premiomelofranco anexo iiJana Bento
 
Programaçao semana nacional de museus
Programaçao semana nacional de museusProgramaçao semana nacional de museus
Programaçao semana nacional de museusJana Bento
 

Mais de Jana Bento (20)

Diferenca e Repeticao (Deleuze)
Diferenca e Repeticao (Deleuze)Diferenca e Repeticao (Deleuze)
Diferenca e Repeticao (Deleuze)
 
Plano anual luxou
Plano anual luxouPlano anual luxou
Plano anual luxou
 
Slides rugendas e debret
Slides rugendas e debretSlides rugendas e debret
Slides rugendas e debret
 
Plano de aula slides patricia veras
Plano de aula slides patricia verasPlano de aula slides patricia veras
Plano de aula slides patricia veras
 
Reconstruindo a áfrica
Reconstruindo a áfricaReconstruindo a áfrica
Reconstruindo a áfrica
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Revisão de-história-feudalismo
Revisão de-história-feudalismoRevisão de-história-feudalismo
Revisão de-história-feudalismo
 
Apresentacao anuncios fugas
Apresentacao anuncios fugasApresentacao anuncios fugas
Apresentacao anuncios fugas
 
Plano de aula his africa_blog
Plano de aula his africa_blogPlano de aula his africa_blog
Plano de aula his africa_blog
 
Atividade hist africa_analisejornais
Atividade hist africa_analisejornaisAtividade hist africa_analisejornais
Atividade hist africa_analisejornais
 
Esquema periodo napoleonico_modelo
Esquema periodo napoleonico_modeloEsquema periodo napoleonico_modelo
Esquema periodo napoleonico_modelo
 
Apostila libras
Apostila librasApostila libras
Apostila libras
 
Caso1_Detetives do Passado
Caso1_Detetives do PassadoCaso1_Detetives do Passado
Caso1_Detetives do Passado
 
caso1
caso1caso1
caso1
 
Quem são os africanos?
Quem são os africanos?Quem são os africanos?
Quem são os africanos?
 
24 premiomelofranco folder
24 premiomelofranco folder24 premiomelofranco folder
24 premiomelofranco folder
 
24 premiomelofranco edital
24 premiomelofranco edital24 premiomelofranco edital
24 premiomelofranco edital
 
24 premiomelofranco anexo i
24 premiomelofranco anexo i24 premiomelofranco anexo i
24 premiomelofranco anexo i
 
24 premiomelofranco anexo ii
24 premiomelofranco anexo ii24 premiomelofranco anexo ii
24 premiomelofranco anexo ii
 
Programaçao semana nacional de museus
Programaçao semana nacional de museusProgramaçao semana nacional de museus
Programaçao semana nacional de museus
 

Último

ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxOsnilReis1
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBCRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBAline Santana
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Mary Alvarenga
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniCassio Meira Jr.
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADOactivIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADOcarolinacespedes23
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.keislayyovera123
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasRosalina Simão Nunes
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxfabiolalopesmartins1
 

Último (20)

ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBCRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
 
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADOactivIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADO
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
 

Revolução Industrial e Revolução Francesa

  • 1. 1 – Durante a idade moderna aconteceram dois movimentos que tiveram repercussões no mundo inteiro. Um de ordem econômica e outro de ordem política. Que movimentos foram esses? (0,5 ponto) Econômica: Revolução Industrial__________________________________________________________ Política: Revolução Francesa __________________________________________________________________ 2 - Leia a definição abaixo. (0,5 ponto) Conjunto de transformações técnicas, econômicas e sociais caracterizadas pela substituição da energia física pela mecânica, da ferramenta pela maquina e da manufatura pela fábrica A partir das informações, podemos afirmar que o processo histórico em questão é: a) Revolução Puritana. b) Revolução Americana. c) Revolução Industrial. d) Revolução Francesa. 3 - Observe a letra da música discutida em sala de aula e destaque o trecho onde apresenta uma das causas para o pioneirismo da Inglaterra na Revolução Industrial:. (0,5 ponto) Revolução Industrial (música original: Luar do Sertão). Artesanato foi embora e hoje é só a indústria que vigora. Eu sei que o povo que trabalha sempre chora De ter tanta exploração, sofrimento. A Inglaterra foi o berço da indústria Por que lá a burguesia conseguiu acumular O proletário já nasceu sofrendo muito. Trabalhar de sol a sol, só para poder se alimentar. Não sou, ô gente, ô não. Dono dos meios de produção. 4 – Observe a imagem e leia o texto, depois responda à pergunta. Experiência com uma bomba de ar, Joseph Wright, 1768. “E a contar do século XVI, multiplicam-se os nomes dos filósofos e cientistas com o culto da natureza, da experiência para o estudo da realidade. Ganha impulso o ensino técnico. Revê-se o culto dogmático. [...] Se antes havia a cabala, a astrologia, a magia, a alquimia, agora há a experiência que dá sentido científico ao estudo e às inquietações. A técnica, em suas feições mecânicas, passa a ser considerada. Surge a ciência moderna, fundada no experimentalismo. Essa mudança de mentalidade representa transformação intelectual e cria o clima de crítica sistemática. EMEIF VICENTE FIALHO Avaliação Parcial de História – 2ª Etapa Aluno(a):Gabarito_________________________________________________ Nº______ 8ª série – Turma: A Data:______/______/_____ Professora: Janaína Bento (janainabento@gmail.com) NOTA
  • 2. Entre os muitos se seus efeitos assinale-se o interesse pela indústria, para a qual a nova maneira de ver contribuiu decisivamente”. Fonte: IGLESIAS, Francisco – A revolução Industrial. São Paulo, Brasiliense, 1981, p. 82. (Coleção Tudo é História) De acordo com as duas fontes apresentadas, por que a ciência foi importante para a Revolução Industrial? (0,5 ponto) Por que permitiu a descoberta de novas técnicas, bem como a invenção de máquinas, transportes, meios de comunicação, etc... 5 – Do que estamos falando? Escreva a resposta no lugar indicado. (0,5 ponto) 6 – Cite pelo menos duas consequências da revolução industrial: (0,5 ponto) Utilização constante da máquina;Divisão do trabalho; Aumento de produção; Crescimento da urbanização e despovoamento dos campos; Ruína dos artesãos; Surgimento de novas classes: Burguesia industrial e proletariado; Expansão do colonialismo; Evolução dos meios de transporte e das comunicações; Expansão do capitalismo por toda Europa e suas colônias. 7 – Sobre a composição da sociedade pré-revolução francesa, complete a pirâmide abaixo. (0,5 ponto) 8 – Ainda sobre a sociedade francesa pré-revolução, marque V ou F para a ssetenças e depois escolha a opção correta. (0,5 ponto) (V) Os nobres possuíam quase toda a terra da França. (F) O clero não compartilhava dos privilégios dos nobres. (V) O povo era obrigado a pagar impostos exorbitantes. (V) Depois da expansão industrial e comercial os burgueses foram adquirindo importância e riqueza cada vez maiores.. (F) Dentro do 3º Estado os burgueses eram os que mais sofriam. a) F F V F V. b) F V V F F É a forma mais complexa de produção industrial. Foi uma etapa importantíssi ma no processo de industrializaç ão. Consiste na utilização de máquinas em substituição à ferramentas e ao próprio homem.Transformou completamente as relações entre o trabalhador e os meios de produção. Iniciou-se por volta de 1750. Mecanização Clero Nobreza Burguesia, camponeses, artesãos, sans cullotes
  • 3. c) V F V F V. d) V F V V F. 9 – Sobre a Revolução Francesa, quais as reivindicações do 3º Estado: (0,5 ponto) a) Liberdade, Igualdade e Fraternidade; b) Mais dinheiro para a burguesia; c) Direito à propriedade; d) Voto por cabeça e não por Estado, número de deputados do 3º Estado igual à soma do número de deputados dos outros Estados e igualdade de direitos. 10 - Sobre a revolução francesa, observe a imagem abaixo e diga o que significa: (0,5 ponto) A caricatura enfoca os três estados: o camponês, de tamancos e meias rasgadas, carregando nas costas representantes da Igreja e da aristocracia. Saindo dos bolsos destes privilegiados, as taxas e os impostos que eram exigidos dos camponeses. 11 - Observe a letra da música discutida em sala de aula e depois faça o que se pede. (1 ponto) Revolução Francesa (música original:Chi bom bom – As Meninas) . França tem revolução. Terceiro Estado em situação precária É só quem trabalha e também quem paga imposto E a nobreza cada vez fica mais rica. E a burguesia cada vez ta mais aflita. E o resultado todo mundo já conhece (Que) tá faltando pão lá na mesa do pobre. França tem revolução. Com a Bastilha começou a nossa história. E a revolução se espalhou no país todo. E a convenção tem de um lado os Girondinos E contra eles aparecem os Jacobinos. E o terror todo mundo já conhece. Quem cortou cabeças foi Robespierre. França tem revolução. a) Copie o trecho da música relacionado aos sans-cullotes: (Que) tá faltando pão lá na mesa do pobre. b) Copie o trecho da música relacionada ao período do terror: Quem cortou cabeças foi Robespierre. c) De acordo com a música, quando começa a Revolução Francesa? Com a Bastilha começou a nossa história. d) Quem fazia parte da Convenção? E a convenção tem de um lado os Girondinos e contra eles aparecem os Jacobinos. 12 - Relacione os termos à suas respectivas referências depois marque a opção correta. (0,5 ponto) 1 – Girondinos. 2 – Jacobinos. 3 – Sans-cullotes. 4 – Bastilha.
  • 4. 5 – Diretório. (3) Segundo eles “para o povo ser feliz é necessário haver pão, poisonde não há mais pão, não existe mais leis e liberdade, consequentemente, não há mais República” (1) Representantes da alta burguesia. (2) Representantes da pequena burguesia. (5) Forma de governo criada na Revolução Francesa, onde cinco membros – os diretores – exerciam o poder executivo. (4) Fortaleza que simboliza o poder real. a) 31254 b) 32154 c) 13254 d) 13245 13 – Observe as afirmações abaixo e marque 1 para as causas e 2 para as consequências da Revolução Francesa. Depois escolha a opção correta: (0,5 ponto) (1) Escassez de alimento. (2) Elaboração de constituições na maioria dos países europeus. (2) Movimentos de independência nas colônias da América. (1) Profundo e generalizado descontentamento dos componentes do terceiro estado. (2) Queda da monarquia absolutista na França. (2) O governo de Napoleão Bonaparte. (1) Incapacidade do governo francês pagar suas dívidas. a) 1221211 b) 1221212 c) 1221221 d) 1121211 Ótima prova.