Gengis Khan e o modo de ser do temido povo mongol                         Ricardo Jorge Borges Guimarães          Matrícul...
A forma de habitação, desse grupo étnico, que habitava as estepes da Ásia Centraleram as tendas - yurt, o que facilitava a...
Eram tolerantes quanto a religiosidade, mas havia práticas religiosas nas tendasmongóis, baseadas no Xamanismo (prática es...
Temudjin, foi se tornando um grande chefe político, fazendo acordos com outrastribos e um grande guerreiro, devido a vária...
armazenamento de armas e mantimentos: Caracórum, região próxima ao atualPaquistão, Índia e China.Enquanto, se construía a ...
Genghis Khan, manteve um distanciamento da religião e a tradição tolerante de seupovo com religiões dos povos dominados, o...
______. Mongóis. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/Mong%C3%B3is>.Acesso: 12 de fevereiro de 2013.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Gengis Khan e o modo de ser do temido povo mongol

2.217 visualizações

Publicada em

Apresentação no formato paper, tem intuito de apresentar uma
perspectiva humana do povo mongol, durante a Idade Média - em um período, que
foram tão temidos por suas conquistas e seu modo de agir, sob a liderança do
Genghis Khan.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.217
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
149
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gengis Khan e o modo de ser do temido povo mongol

  1. 1. Gengis Khan e o modo de ser do temido povo mongol Ricardo Jorge Borges Guimarães Matrícula 201201853851, E-mail: ricardojorge@live.estacio.br História - Universidade Estácio de SáAbstract. This presentation format paper has aimed to present a human perspectiveof the Mongolian people during the Middle Ages - a period which were so feared fortheir achievements and their mode of action, under the leadership of Genghis Khan.Resumo. Esta apresentação no formato paper, tem intuito de apresentar umaperspectiva humana do povo mongol, durante a Idade Média - em um período, queforam tão temidos por suas conquistas e seu modo de agir, sob a liderança doGenghis Khan.Palavras-chave: Paper. Império Mongol. Mongóis. Genghis Khan. Idade Média. Rio de Janeiro – RJ 20121. IntroduçãoNa leitura da obra, intitulada A História das Guerras, de Demétrio Magnoli (Org.), ocapítulo Gêngis Khan e as conquistas mongóis, de Elaine Senise Barbosa, trechosda narrativa da autora, me despertaram características deste povo. E me levaram apesquisar outras fontes para realizar esse trabalho.Foi interessante conhecer esse povo das estepes asiáticas, que ficou com a fama demuito bárbaro, influenciou e deixou legados para a humanidade.2. A organização socialEra um povo rude, nômade e caçador, dividido em várias tribos, as quais eramorganizados em clãs, compostos por membros de um mesmo núcleo familiar, seusservos (vassalagem) e escravos (povos conquistados). Em cada tribo havia um líder,o Khan.Costumava haver conflitos entre as tribos, inclusive por causa de roubo, quebra decompromisso e rapto de mulheres.3. Hábitos desse povo
  2. 2. A forma de habitação, desse grupo étnico, que habitava as estepes da Ásia Centraleram as tendas - yurt, o que facilitava as constantes mudanças desse povo.Eram um povo de hábitos pouco higiênicos. Faziam pouco uso de banho,costumavam se limpar nas próprias vestes, pois geralmente comiam usando aspróprias mãos; e usavam a gordura de seus alimentos para esfregar em partes docorpo para se protegerem do frio intenso na região, durante o inverno.Sua média de vida era superior em 5 anos em relação a da Europa, da Idade Média,onde a perspectiva de vida era em torno de 45 anos. Possivelmente, um dos motivosseria o modo de vida mais ao natural que o das cidades da Europa, onde também afalta de higiene existente, beneficiava a propagação de doenças por causa doaglomerado urbano das cidades. (Mongóis: um povo bárbaro - Magnífico)Os mongóis usavam túnicas, sendo que as mulheres de acordo com seu estadocivil: as solteiras, usavam túnicas curtas e coloridas; e as casadas vestiam longastúnicas, cobrindo todo o corpo e precisavam usar chapéu para aparecer em público,sob pena de serem apedrejadas. O chapéu, trazia as insígnias do marido.Seus hábitos, alimentares era a base de carnes de ovelhas, bovinas e de equinos,das criações cultivavam nas estepes, assim como os cavalos, que na verdade um“pônei duplo” (A História das Guerras, 2003, p. 142), que se transformaram em umaterrível arma de guerra a favor do mongóis.Ainda sobre seus hábitos alimentares, tinham gosto pelo tutano do boi, de beberleite e especiarias feitas a base de carne e leite, como queijos, coalhadas. Outrasformas de alimentação como, por exemplo: peixes, estava condicionada a regiõesonde por hora estabeleciam seus acampamentos.Seus hábitos carnívoros inclusive, serviu muitas vezes para a prática docanibalismo, em determinados momentos, principalmente de guerras.Havia uma orientação de justiça e moral entre o povo mongol, Yassak, que incluía apena de morte para homens de desvirginassem mulheres antes do casamento; epara o adultério, cometido tanto por homens quanto as mulheres. Para quemdefecasse ou urinasse em alguma tenda que não fosse a sua, recebia puniçãosevera, as vezes penalizado com a morte.
  3. 3. Eram tolerantes quanto a religiosidade, mas havia práticas religiosas nas tendasmongóis, baseadas no Xamanismo (prática espiritual, médica e filosófica dahumanidade). E o líder espiritual é o Xamã.Por ser um povo nômade suas habilidades artísticas eram para utensílios menores,fáceis de transportar.3.1. Suas táticas de guerraUsando habilmente a montaria de seus pôneis, os mongóis também foramexcelentes arqueiros, além de empregar o uso de cães nas batalhas.Seus exércitos eram compostos pelos nativos e incorporados por povos dominados,dentre de outras tribos. A participação dos escravos nas batalhas só eram permitidasnas mais difíceis contendas, ainda assim só lhes era fornecido armamento básico, eficavam posicionados a frente de todas as divisões das tropas mongóis.A organização tática de combate, costumava ser mortal a favor dos mongóis, comsua cavalaria, de arqueiros, sendo empregada no final da batalha de modo muitoeficaz. Posteriormente, outras técnicas, foram absorvidas de povos conquistados epassaram a integrar o repertório de táticas de guerra dos mongóis.4. Genghis KhanEm meio a um crescimento populacional, o que acarretou aumento do número detribos, e por consequência problemas derivados dessa situação a seremadministrados pelos mongóis, nasce Temudjin, por volta dos anos 1150 e 1167. Acerca dos 9 anos de idade, Temudjin ficou órfão de pai. Posteriormente, sua mãe secasou com Toghril, o Khan da tribos dos Keraites, adotando Temudjin e seus irmãos.Temudjin, se afeiçou a Toghril e foi então, que ainda jovem adquiriu gosto pelosassuntos políticos de sua tribo. Aos 16 anos, Temudjin se casa com uma noivaarranjada em outra tribo, ainda por seu pai. Depois de se casar, Temudjin foi formarseu próprio clã, conforme o costume mongol.O clã de Temudjin, se tornou numeroso e poderoso, pois ele possuía muitos bens eporque se casou com várias mulheres, das quais teve vários filhos. Mas era suadevotada, primeira esposa Boerte, que Temudjin sempre ouvia com atenção(História das Guerras, 2003, p. 144).
  4. 4. Temudjin, foi se tornando um grande chefe político, fazendo acordos com outrastribos e um grande guerreiro, devido a várias batalhas que participou, uma das porconta do sequestro de sua esposa Boerte, com a ajuda da tribo de Togrill, líder deuma ampla federação de tribos, recuperou a esposa e matou seus inimigos. Boerte,retornou grávida, mas seu filho bastardo, foi acolhido e criado como os demais filhosde Temudjin, só não tendo o direito mais tarde a sucessão do pai.Com seus laços políticos aumentando, também por causa da vassalagem, quepossuía com seus inúmeros filhos e das alianças políticas, crescia o prestígio epoder de Temudjin, contando ele com um exército numeroso.Por volta dos seus 40 anos, por volta de 1197, Temudjin controlava boa parte dastribos mongóis, e entre 1204 e 1206, derrotou todas das estepes, tornando o Khande todas essas tribos.Em 1206, Temudjin reuniu todos os Khans derrotados numa assembleia,denominada Quriltai, que o elegeu Khagan da Mongólia, ou seja, Grande Khan, algoequivalente a Imperador, assim nasci o Genghis Kahn.Não muito diferente, do que se via na Europa medieval, Genghis Kahn, buscoulegitimação de poder também perante aos religiosos, além da estrutura mongol paralegitimar seus Khan. O grande Xamã, o proclamou, que: "Mongka Koko Tengri (oEterno Céu Azul, principal Deus do panteão Mongol) acaba de nomear Gengis Khancomo seu representante na Terra" (Mongóis: um povo bárbaro - Magnífico). O clã deGenghis Khan, se tornou sagrado, sua família foi declarada sagrada, Altan Uruk, etodos os demais clãs estavam submetidos a ele.Isso funcionou como uma unificação das tribos das mongóis em torno de um podercentral. Num tempo, em que a crescimento populacional, favorecia disputas deterritórios; desse modo um poder central causava um impacto numa estabilidadeentre as tribos.Logo após, Genghis Khan inicia batalhas para sujeitar as últimas tribos mongóis etártaras (turcos, que viviam sob o modo de vida mongol) a seu poder.4.1. A campanha chinesaPor volta dos 55 anos, em 1209, Genghis Khan, dá início a construção de um quartelgeneral dos mongóis, onde seria um local para reunião dos exércitos,
  5. 5. armazenamento de armas e mantimentos: Caracórum, região próxima ao atualPaquistão, Índia e China.Enquanto, se construía a capital do Império Mongol, em Caracórum, Genghis Khan,voltou sua atenção para as riquezas da China. Logo partiu para a conquista dessepovo mais desenvolvido que o mongol. Não logrou êxito em dominar a China, só fatoconsumado depois de sua morte, por seu filho: Ogedei.A campanha na China, trouxe algumas mudanças para os mongóis, como o uso dearmas chinesas em batalhas, defesa de cidadelas, a ideia de sedentarismo emcidades. Nesse sentido, se destaca a figura de um jovem chinês, capturado pelomongóis e que ganhou simpatia de Genghis Khan: Yehlu Chu-tsai, que mostrava aoImperador Mongol, um pouco de civilidade como poderiam desfrutar de recursos etributos dos povos conquistados, ao invés de destrui-los. Efetivamente, o chinês sóobteve mais resultados no tempo de Ogedei.4.1. O legado do período de Genghis KhanComo o povo mongol, não tinha escrita, Genghis Khan, decidiu pela escolha dealfabeto naimanos, para organizar seu conjunto de leis Yassak. Escribas foramrecolhidos entre os escravos, para atualizarem novas leis, que tratavam de questõeshierárquicas, de propriedade, de liberdades, direitos dos clãs, definia os tabus, oscrimes comuns e suas penas. Sofreu acréscimos até 1219, quando foi concluído eaprovado.O expansionismo do povo mongol, iniciado por Genghis Khan, trouxe o que seafirma ser uma pax mongolica a região. Assim saques e roubos na regiãodominadas pelos mongóis foi controlada pelo Império, recém iniciado, no séc. XII. Asrotas comercias com a Europa se beneficiaram.A descendência de Genghis Khan, pode ser vista por uma vasta região, asiáticacentral, da Rússia asiática e até próximo do Oriente Médio. A dinastia chinesa Yuan(1279-1368), por exemplo, passa pelo seu Kublai Khan; também, para a dinastiaIlkhanid, no Irã (1256-1353). A influência mongol no cultura islâmica iraniana, foimuito grande na arte.
  6. 6. Genghis Khan, manteve um distanciamento da religião e a tradição tolerante de seupovo com religiões dos povos dominados, o que além do mongóis absorveremnovas religiões.Segundo Danilo José Figueiredo, em Mongóis um povo Bárbaro - Magnífico, esselegado de distanciamento do Imperador mongol da uma religião específica, impediuque o cristianismo avançasse na região, como também teria sido o causador dafutura desintegração do Império mongol.5. Considerações finaisPor se formar e viver numa área, sujeita a muitas intemperes, os mongóisdesenvolveram métodos de sobrevivência a realidade local e de um tempo. Assim épossível, compreender um pouco mais seu modo de vida, que principalmente, pelacultura ocidentalizada e civilizada foi considerada tão bárbara, até mesmo, noperíodo que se aborda nesse paper.Hoje existe esforços para resgatar, memórias do começo dessa civilização, e assimcompreender tal civilização com seus costumes, cultura organização e legados,esses com influência até os dias de hoje em diversas partes do mundo.ReferênciasMAGNOLI, Demétrio (Org.). História das Guerras. 3. ed. São Paulo: Contexto,2006. p. 137-170.FIGUEIREDO, Danilo José. Mongóis: um povo bárbaro (magnífico). Aluno do 3ºAno - História/USP. Disponível em:<http://www.klepsidra.net/klepsidra9/mongois.html>. Acesso em: 9 de fevereiro de2013.THE METROPOLITAN MUSEUM OF ART. Heilbrunm Timeline of Art History. TheLegacy of Genghis Khan. Disponível em:<http://www.metmuseum.org/toah/hd/khan1/hd_khan1.htm>. Acesso em: 9 defevereiro de 2013. ARTESE, Leo. O que é Xamanismo?. Disponível em:<http://www.universomistico.org/s/o-que-e-xamanismo.html>. Acesso em: 11 defevereiro de 2013.WIKIPÉDIA. Caracórum. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/Carac%C3%B3rum>. Acesso em: 11 de fevereiro de 2013.
  7. 7. ______. Mongóis. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/Mong%C3%B3is>.Acesso: 12 de fevereiro de 2013.

×