DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARES PARA TERMINAIS MÓVEIS

477 visualizações

Publicada em

Titulo: DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARES PARA TERMINAIS MÓVEIS
Alunos:Jose Marcel Berto de Souza,Marcelo de Castro Albella,Paulo Oliveira Neto,Thiago Sampaio Milani,
Cidade: Campinas
Disciplina: Aquisições
Turma: GP40
Data:19-01-2015
Hora:11:52
Comentarios:Na tela SP o Gerente de Projetos não conseguiu gravar a justificativa do fornecedor escolhido. Apenas o fornecedor ficou selecionado, e o texto não permanecia mesmo clicando em Salvar. Tentamos nos navegadores Chrome e Internet Explorer.
Publico até a correção

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
477
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARES PARA TERMINAIS MÓVEIS

  1. 1. TAP - Termo de Abertura do Projeto Projeto DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARES PARA TERMINAIS MÓVEIS Descrição Desenvolvimento do software embarcado a partir do sistema operacional Android para terminais de telecomunicações móveis (smartphones ou tablets) de acordo com os requisitos comerciais pré-estabelecidos com as operadoras de telecomunicações móveis brasileiras, o time comercial da empresa e de regulamentações do mercado. Justificativa O crescimento do uso de smartphones e tablets pela população brasileira tem sido constante nos últimos anos. Para adequar aos anseios dos consumidores brasileiros, bem como às necessidades das operadoras e das agências regulatórias é necessário o desenvolvimento de um software específico para o mercado brasileiro, onde serão contemplados os requisitos necessários. Além disso, o desenvolvimento de um software local dará vantangens estratégicas à empresa tais como isenção de impostos de fabricação e capacitação técnica do time de desenvolvimento. Objetivo S.M.A.R.T. Desenvolver um software embarcado para dispositivos móveis (smatphones ou tablets) com o sistema operacional Android da Google de acordo com os requisitos de mercado coletados pelo time comercial com as operadoras de telecomunicações brasileiras, bem como os requsitos de agências regulatórias governamentais. Tal software deverá ser embarcado posteriormente nos dispositivos móveis durante processo fabril, o que não está contemplado neste projeto. Requisitos - Atender requisitos regulatórios da Anatel conforme normas 3GPP; - Atender requisitos comerciais conforme documento de requisitos - Requisitos Comerciais; - Atender requisitos das operadoras brasileiras (Vivo, Claro, Oi e TIM) conforme documento - Requisitos das Operadoras; Designação TBD Milestones - Entrega do Termo de Abertura - Semana 01 - Entrega do Plano de Gerenciamento do Projeto - Semana 02 - Recebimento de protótipos - Semana 02 - Fase de design de software completa - Semana 05 - Inicio da fase de verificação - Semana 08 - Inicio da fase de homologação - Semana 10 - Fim da fase de homologação - Semana 12 - Término dos testes internos e entrega de aprovação de qualidade interna - Semana 12 - Entrega do software finalizado para produção - Semana 13 Orçamento Para este projeto, para cada versão de software desenvolvida, teremos um orçamento (em alto nível) de $100.000,00 além das despesas internas de RH detalhadas no plano de gerencimento de pessoas do projeto. Riscos Abaixo a documentação em algo nível de alguns riscos do projeto. Os riscos detalhados, bem como suas respostas estão detalhados no Plano de Gerenciamento de Riscos. - Atraso no recebimento dos protótipos; - Atraso na coleta de requisitos; - Impossibilidade de completar os testes internos de qualidade; - Falta de recursos nas operadoras para início das homologações conforme cronograma; - SW não estável suficiente durante fases de teste e verificação;
  2. 2. - Falta de material na fábrica para inicio da produção; - Mal dimensionamento do time de codificação; - Falta de suporte para problemas de HW ou com terceiros. Data, Assinatura do Sponsor 14/01/2015 - Aprovado
  3. 3. ISH - Registro de Stakeholder Online Cadastro Stakeholder Posição Papel no Projeto Email Telefone Celular José Marcel Berto de Souza Membro da Equipe de Projeto jmarcelsouza@yahoo.com MARCELO DE CASTRO ALBELLA Gerente de Projeto mc.albella@gmail.com Paulo Oliveira Neto Gerente Técnico Sponsor do Projeto po@paulooliveira.com.br thiago sampaio milani Membro da Equipe de Projeto thi_milani@hotmail.com
  4. 4. WBS - Estrutura de Decomposição do Trabalho Descomposição C.C. Fase / Subfase / Pacote de Trabalho Análise M/B 1 Requisitos 1.1 Requisito de Mercado Make 1.2 Requisitos de Operadora Make 1.3 Requisitos Internos Make 2 Codificação 2.1 Integração da Build Make 2.2 Revisão de Código Make 2.3 Grupos Técnicos 2.3.1 Multimídia Make 2.3.2 Mensagens Make 2.3.3 Browser Make 2.3.4 System Make 2.3.5 Protocolo Make 2.3.6 Interface Homem-Máquina Make 3 Testes 3.1 Testes de Desenvolvimento 3.1.1 Unit Test Make 3.1.2 Testes "Caixa-Preta" Make 3.2 Quality Assurance 3.2.1 Testes de Campo Buy 3.2.2 Testes de UI Make 4 Homologação 4.1 Operadora "V" 4.1.1 Documentação de "V" Make 4.1.2 Testes de Homologação - "V" Buy 4.2 Operadora "C" 4.2.1 Documentação de "C" Make 4.2.2 Testes de Homologação - "C" Buy 4.3 Operadora "T" 4.3.1 Documentação de "T" Make 4.3.2 Testes de Homologação - "T" Buy 4.4 Operadora "O" 4.4.1 Documentação de "O" Make 4.4.2 Testes de Homologação - "O" Buy 5 Documentação 5.1 Manual do Usuário 5.1.1 Tradução do Manual Buy 5.1.2 Diagramação do Manual Make 5.2 Matriz de Funcionalidades Make 5.3 Certificado Anatel Make 6 Gerenciamento 6.1 Planejamento 6.1.1 Plano de Gerenciamento de Aquisições Make 6.1.2 Orçamento Make 6.1.3 Cronograma Make 6.2 Execução 6.2.1 Conduzir Aquisições Make 6.2.2 Recursos Humanos Make 6.3 Monitoramento e Controle
  5. 5. 6.3.1 Controlar Aquisições Make 6.3.2 Controlar Qualidade Make 6.4 Encerramento 6.4.1 Encerrar Aquisições Make 6.4.2 Encerramento do Projeto Make
  6. 6. RR - Registro de Risco Id Categoria na RBS Risco Identificado Tipo Data de Registro Qualitativo Probabilidade P Qualitativo de Impacto I Semáforo 71 0 W>Riscos técnicos>Riscos específicos da tecnologia Se a rede da operadora sob teste estiver indisponível o prazo de entrega dos resultados poderá atrasar. Ameaça 14/1/2015 Média 0.5 Média 0.2 0.10 71 1 W>Riscos técnicos>Complexidade do projeto Se o software a ser testado não ficar pronto até a data planejada não será possível cumprir o cronograma de testes. Ameaça 14/1/2015 Média 0.5 Grande 0.4 0.20 71 2 W>Riscos técnicos>Protótipo Se os protótipos a serem usados nos testes ficarem retidos na alfandega, os testes não poderão ser iniciados. Ameaça 14/1/2015 Provável 0.7 Grande 0.4 0.28 71 3 W>Riscos legais>Reclamações contra terceiros Se o fornecedor não puder disponibilizar engenheiros nos dias solicitados o inicio dos testes será atrasado. Ameaça 14/1/2015 Improvável 0.3 Grande 0.4 0.12 71 4 W>Riscos técnicos>Complexidade do projeto Se os engenheiros do fornecedor não forem experientes em testes de campo o término do ciclo de testes poderá ser atrasado. Ameaça 14/1/2015 Improvável 0.3 Grande 0.4 0.12 71 5 W>Externos imprevisíveis>Desastres da natureza Se a rota estiver indisponível em algum dos dias de testes por motivo de força maior como algum acidente ou inundação, o final do ciclo será atrasado. Ameaça 14/1/2015 Provável 0.7 Grande 0.4 0.28
  7. 7. RR - Registro de Risco V.M.E. antes da resposta [R$] Resposta V.M.E. depois da resposta [R$] Sinal de alerta Proprietário Ação a tomar 71 0 1.000,00 Mitigar 0,00 Acompanhar funcionamento da rede durante os testes. Caso testes básicos de sanidade não puderem ser executados em protótipos de referência há indícios que a rede está indisponível. José Marcel Berto de Souza Aprovar hora extra para o fornecedor continuar o teste por mais tempo durante aquele dia. 71 1 2.000,00 Mitigar 1.000,00 Verificar se SW está estável suficiente no marco "Product Verification Readiness" através de testes internos. José Marcel Berto de Souza Alocar pessoas de outros times para completar o desenvolvimento a tempo da fase de testes de campo. 71 2 3.000,00 Aceitar 1.500,00 Acompanhar através do número de rastreamento para saber se os protótipos foram retidos. MARCELO DE CASTRO ALBELLA Contratar despachante aduaneiro para facilitar a liberação dos protótipos. 71 3 1.000,00 Mitigar 0,00 Agendar e pedir comprometimento formal do fornecedor ao menos 3 dias antes de iniciar o ciclo de teste. Paulo Oliveira Neto Alocar time interno para testes de campo. 71 4 1.000,00 Mitigar 0,00 Acompanhar relatórios parciais ao final de cada dia e comparar com desempenho esperado. Tomar ação caso desempenho seja abaixo de 75% em relação ao esperado. thiago sampaio milani Abrir uma disputa referente a multa presente no contrato em caso de atraso por falta de capacidade técnica do time do fornecedor. 71 5 1.000,00 Mitigar 200,00 Acompanhar o estado da rota escolhida logo de manhã para saber se ela está disponível ou não. José Marcel Berto de Souza Mudar planejamento diário para que se execute os testes em outra rota naquele dia.
  8. 8. PGA - Plano de Gerenciamento das Aquisições O PGA - Plano de Gerenciamento das Aquisições é um componente do PGP - Plano de Gerenciamento do Projeto que descreve como a equipe do projeto adquirirá produtos e serviços fora da organização executora. Ele descreve como os processos de aquisição serão gerenciados, do desenvolvimento dos documentos de aquisições ao fechamento do contrato. Um PGA - Plano de Gerenciamento das Aquisições deveria conter: Tipos de contratos a serem usados; Questões de gerenciamento dos riscos; Se serão usadas estimativas independentes e se elas são necessárias como critérios de avaliação; As ações que a equipe de gerenciamento de projetos pode adotar unilateralmente, caso a organização executora tenha um departamento estabelecido de aquisições, contratos ou compras; Documentos padronizados de aquisição, caso necessários; Gerenciar vários fornecedores; Coordenar as aquisições com outros aspectos do projeto, como cronogramas e relatórios de desempenho; Quaisquer restrições e premissas que poderiam afetar as aquisições planejadas; Lidar com o longo tempo de espera necessário para comprar alguns itens dos fornecedores e coordenar o tempo extra necessário para adquirir esses itens, com o desenvolvimento do cronograma do projeto; Lidar com as decisões de fazer ou comprar e vinculá-las aos processos Estimar os recursos das atividades e Desenvolver o cronograma; Definir as datas agendadas em cada contrato para os resultados e coordená-las com os processos de desenvolvimento e controle do cronograma; Identificar os requisitos de obrigações de realização ou contratos de seguros para mitigar algumas formas de riscos do projeto; Estabelecer a orientação a ser fornecida aos fornecedores para desenvolvimento e manutenção de uma WBS; Estabelecer a forma e o formato a serem usados para as especificações do trabalho de aquisições/contratos; Identificar fornecedores pré qualificados para sem usados; Métricas de aquisições a serem usadas para gerenciar contratos e avaliar fornecedores. O PGA - Plano de Gerenciamento das Aquisições pode ser formal ou informal, altamente detalhado ou amplamente estruturado, e é baseado nas necessidades de cada projeto.
  9. 9. MA - Mapa de Aquisições Concorrência Item(s) a ser contratado Ref.WBS Fornecedores Orçamento Prazo Critérios MAKE OR BUY ultilizados Tipo de contrato 969 Testes > Quality Assurance > Testes de Campo 3.2.1 Tech Master Tests Full Max Tests LabTech - Laboratório de Testes Gwonseon - Laboratório de Testes 20.000,00 13/02/2015 Capacidade (quantidade e qualidade) da equipe Existência de fornecedores confiáveis. Necessidade de fornecimento especializado O core business da empresa Custo Reembolsável 970 Homologação > Operadora "V" > Testes de Homologação - "V" 4.1.2 50.000,00 27/03/2015 Existência de fornecedores confiáveis. O core business da empresa Problemas legais ou de segurança da informação Contratação requerida pelo cliente Preço Fixo 971 Homologação > Operadora "C" > Testes de Homologação - "C" 4.2.2 Tech Master Tests Full Max Tests LabTech - Laboratório de Testes 25.000,00 06/03/2015 Capacidade (quantidade e qualidade) da equipe Contratação requerida pelo cliente Existência de fornecedores confiáveis. O core business da empresa Problemas legais ou de segurança da informação Preço Fixo 972 Homologação > Operadora "T" > Testes de Homologação - "T" 4.3.2 Tech Master Tests Full Max Tests LabTech - Laboratório de Testes 25.000,00 06/03/2015 Capacidade (quantidade e qualidade) da equipe Contratação requerida pelo cliente Existência de fornecedores confiáveis. Necessidade de fornecimento especializado O core business da empresa Preço Fixo 973 Homologação > Operadora "O" > Testes de Homologação - "O" 4.4.2 Tech Master Tests Full Max Tests LabTech - Laboratório de Testes Gwonseon - Laboratório de Testes 15.000,00 27/02/2015 Capacidade (quantidade e qualidade) da equipe Contratação requerida pelo cliente Existência de fornecedores confiáveis. Necessidade de fornecimento especializado O core business da empresa Preço Fixo
  10. 10. 974 Documentação > Manual do Usuário > Tradução do Manual 5.1.1 Lion Traduções LIve Moment Traduções Técnicas Focus Mind Traduções 10.000,00 30/01/2015 Capacidade (quantidade e qualidade) da equipe Existência de fornecedores confiáveis. Necessidade de fornecimento especializado Restrições de prazo Tempo e Material
  11. 11. MA - Mapa de Aquisições RFP - 969 3.2.1 Testes > Quality Assurance > Testes de Campo
  12. 12. DT - Declaração de Trabalho Especificação Quantidade Unidade Quantidade de Testes por Ciclo (minimo) 3000 Casos de Teste Horas de Teste (minimo) 8 horas por dia Relatórios por Ciclo (minimo) 2 relatórios por ciclo Duração do Ciclo (máximo) 3 dias Rota de Teste (máximo) 2 quilômetros Prazos A atividade de testes de campo deverão ocorrer em ciclos sucessivos durante o desenvolvimento do software do terminal móvel. Desta forma, todos os ciclos devem ser entregues conforme planejado dentro de 3 dias após a disponibilização do software de teste. Qualidade Requirida Todos os testes planejados devem ser executados dentro do prazo e seus resultados (PASSADO ou FALHADO) deverão ser reportados com acurácia a fim de evitar problemas futuros durante os testes de homologação do cliente. Os casos de testes marcados como FALHADOS deverão possuir uma NOTIFICAÇÃO DE DEFEITO correspondente aberta em ferramenta de gerenciamento adequada indicando como o problema pode ser reproduzido ao time de desenvolvimento para correção. O time de testes deve investigar os casos de falha antes de abrir uma notificação de defeitos a fim de evitar abertura de defeitos não válidos. Ao final do último ciclo do processo a meta é termos zero defeitos críticos que possam impedir a homologação do software do produto. Suporte Técnico Os times de técnicos de desenvolvimento irão prover suporte técnico durante as atividades de testes, debug, investigação e re-testes. Treinamento Desejado É mandatório que o time de testes do fornecedor tenha treinamento em tecnologia celular 2G, 3G e 4G, bem como em processamento de chamada e comportamento das redes celulares móveis. Também será necessário treinamento nos tipos de chipset de hardware dos dispositivos móveis a fim de facilitar a coleta e análise de logs durante os testes. Assume-se que o fornecedor irá prover os treinamentos necessários aos seus funcionários, não sendo escopo desta aquisição. Nivel Serviço O fornecedor deverá acompanhar o ciclo de vida das NOTIFICAÇÕES DE DEFEITO abertas na ferramenta até o seu fechamento. Também se pressupõe que o fornecedor irá executar ciclos de re-teste assim que novas versões do software estejam disponíveis até que o mesmo seja aprovado para a fase seguinte. Garantia O fornecedor deverá garantir que todos os casos e rotas de testes exigidos no contrato serão cumpridos dentro do prazo estipulado. Local Entrega Os relatórios parciais e final deverão ser entregues por e-mail assim que os ciclos forem finalizados. Os relatórios de desempenho deverão ser entregues por e-mail e também por via impressa na sede da empresa.
  13. 13. DT - WBS do Contrato C.C. Fase / Pacote de Trabalho Unidade Quantidade Planejada Orçamento 1 Plano de Testes 7.000,00 1.1 Especificações Testes 3000 1,00 1.2 Casos de Teste Testes 3000 1,00 1.3 Rotas de Teste km 2 1.000,00 1.4 Execução dos ciclos Horas por Dia 8 5.998,00 2 Relatórios 3.000,00 2.1 Relatórios de Resultados Parciais Relatórios por Ciclo 3 1.000,00 2.2 Relatório de Resultados Final Relatórios Finais 1 1.000,00 2.3 Relatórios de Desempenho Relatórios de Desemp 1 1.000,00 3 Defeitos 5.000,00 3.1 Debug de Defeitos Defeitos 10 3.000,00 3.2 Investigação Defeitos 10 1.998,00 3.3 Abertura de Defeitos na Ferramenta Defeitos Abertos pro 10 1,00 3.4 Encerramento dos Defeitos Defeitos 10 1,00 4 Re-Testes 1.000,00 4.1 Estratégia Testes 1000 500,00 4.2 Re-Execução Testes re-executados 1000 500,00 5 Contrato 4.000,00 5.1 Assinatura contrato 1 1.000,00 5.2 Controle contrato 1 1.000,00 5.3 Gerenciamento contrato 1 1.000,00 5.4 Encerramento contrato 1 1.000,00
  14. 14. Equalização Tech Master Tests Full Max Tests LabTech - Laboratório de Testes Gwonseon - Laboratório Testes Especificação Técnica Quant Unid Valor Unit Valor Total Quant Unid Valor Unit Valor Total Quant Unid Valor Unit Valor Total Quant Unid Valor Unit V T Quantidade de Testes por Ciclo (minimo) 3500 casos de teste 0,50 1.750,00 4000 casos de testes 0,50 2.000,00 2000 casos de teste 1,00 2.000,00 5000 casos de teste 0,50 2 Horas de Teste (minimo) 8 horas por dia 1.000,00 8.000,00 8 horas por dia 500,00 4.000,00 7 horas por dia 600,00 4.200,00 8 horas de teste por d 400,00 3 Relatórios por Ciclo (minimo) 3 relatóri os por ciclo 80,00 240,00 3 relatóri os por ciclo 100,00 300,00 2 relatóri os por ciclo 100,00 200,00 2 relatóri os 100,00 2 Duração do Ciclo (máximo) 3 dias 3.000,00 9.000,00 4 dias 2.000,00 8.000,00 4 dias 2.100,00 8.400,00 5 dias 1.800,00 9 Rota de Teste (máximo) 3 quilôm etros 1.300,00 3.900,00 4 quilôm etros 1.000,00 4.000,00 3 quilôm etros 1.100,00 3.300,00 3 quilôm etros 1.100,00 3
  15. 15. SP - Sistema de Pontuação Id Critério Classificatório Comercial Peso Tech Master Tests Full Max Tests LabTech - Laboratório de Testes Gwonseon - Laboratório de Testes Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média 1046 Tempo de resposta a um atendimento 4 8.5 34 8.5 34 9.25 37 9.75 39 1047 Histórico de relacionamento com o cliente 5 9.75 48.75 10 50 8.75 43.75 8.75 43.75 1048 Localização física da empresa 2 8.75 17.5 8.75 17.5 9.75 19.5 8.25 16.5 1049 Consegue entregar resultados dentro do prazo estipulado 4 9.25 37 9 36 7.75 31 9.75 39 1050 Disponibilidade de atendimento fora do horário comercial 3 9.25 27.75 8.75 26.25 7 21 9.75 29.25 1051 Preço compatível ao mercado 4 9 36 10 40 9.75 39 9.75 39 Id Critério Classificatório Técnico Peso Tech Master Tests Full Max Tests LabTech - Laboratório de Testes Gwonseon - Laboratório de Testes Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média 1058 Filiais em outras capitais brasileiras 2 6.5 13 8.75 17.5 9.25 18.5 9.25 18.5 1057 Conhecimento das rotas das operadoras brasileiras 5 9.5 47.5 10 50 9 45 7 35 1056 Já executou projetos com operadoras brasileiras 4 9.75 39 9.25 37 9.25 37 6 24 1055 Número de engenheiros de teste 3 9.75 29.25 8.5 25.5 8.5 25.5 9.25 27.75 1054 Estrutura comprovada para suporte técnico 4 9.75 39 9.5 38 8.25 33 9.25 37 1053 Atestado de capacidade técnica 5 9.5 47.5 9.75 48.75 8.75 43.75 9.75 48.75 1052 Alinhamento com DT 5 9 45 8.5 42.5 7.25 36.25 8.75 43.75
  16. 16. 1059 Engenheiros com disponibilidade para viagens nacionais e internacionais 4 9.75 39 9.75 39 9 36 10 40
  17. 17. BM - Boletim de Medição Item Descrição Unidade Orçamento da Fase Peso[%] Quant Planejada Quant Realizada Critério [%] Avanço Físico Planejado Avanço Físico Realizado [%] 1 Plano de Testes - 7.000,00 35 - - - - - - 1.1 Especificações Testes - - 3000 3000 0.01 1,00 1,00 100 1.2 Casos de Teste Testes - - 3000 2500 0.01 1,00 0,83 83.33 1.3 Rotas de Teste km - - 2 1 14.29 1.000,00 500,00 50 1.4 Execução dos ciclos Horas por Dia - - 8 8 85.69 5.998,00 5.998,00 100 2 Relatórios - 3.000,00 15 - - - - - - 2.1 Relatórios de Resultados Parciais Relatório s por Ciclo - - 3 2 33.33 1.000,00 666,70 66.67 2.2 Relatório de Resultados Final Relatório s Finais - - 1 0 33.33 1.000,00 0,00 0 2.3 Relatórios de Desempenho Relatório s de Desemp - - 1 0 33.33 1.000,00 0,00 0 3 Defeitos - 5.000,00 25 - - - - - - 3.1 Debug de Defeitos Defeitos - - 10 3 60 3.000,00 900,00 30 3.2 Investigação Defeitos - - 10 1 39.96 1.998,00 199,80 10 3.3 Abertura de Defeitos na Ferramenta Defeitos Abertos pro - - 10 5 0.02 1,00 0,50 50 3.4 Encerramento dos Defeitos Defeitos - - 10 1 0.02 1,00 0,10 10 4 Re-Testes - 1.000,00 5 - - - - - - 4.1 Estratégia Testes - - 1000 1 50 500,00 0,50 0.10 4.2 Re-Execução Testes re-execut ados - - 1000 0 50 500,00 0,00 0 5 Contrato - 4.000,00 20 - - - - - - 5.1 Assinatura contrato - - 1 1 25 1.000,00 1.000,00 100 5.2 Controle contrato - - 1 1 25 1.000,00 1.000,00 100 5.3 Gerenciamento contrato - - 1 1 25 1.000,00 1.000,00 100 5.4 Encerramento contrato - - 1 0 25 1.000,00 0,00 0
  18. 18. TOTAL - - - 2,000,00 0 20.000,00 11.267,43 47.06
  19. 19. MA - Mapa de Aquisições RFP - 970 4.1.2 Homologação > Operadora "V" > Testes de Homologação - "V"
  20. 20. MA - Mapa de Aquisições RFP - 971 4.2.2 Homologação > Operadora "C" > Testes de Homologação - "C"
  21. 21. MA - Mapa de Aquisições RFP - 972 4.3.2 Homologação > Operadora "T" > Testes de Homologação - "T"
  22. 22. MA - Mapa de Aquisições RFP - 973 4.4.2 Homologação > Operadora "O" > Testes de Homologação - "O"
  23. 23. MA - Mapa de Aquisições RFP - 974 5.1.1 Documentação > Manual do Usuário > Tradução do Manual
  24. 24. Fluxograma de Execução

×