Apresentação Comunicação

7.465 visualizações

Publicada em

Apresentação das aulas de 22 de Março, para download!

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.465
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
76
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
202
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Comunicação

  1. 1. Processos de Comunicação<br />Área de Integração<br />EPN<br />2009/2010<br />
  2. 2. Definição de comunicação<br /> A comunicaçãohumana é o processo de darsentidoaomundo e de partilharessesentido com osoutros, através de mensagensverbais e nãoverbais.<br />
  3. 3. Comunicaçãoefectiva<br />A mensagem tem que ser compreendida<br />A mensagemdeveatingir o seu real efeito<br />
  4. 4. Porquê estudar a comunicação?<br />Melhora a nossa empregabilidade<br />Melhora o nosso relacionamentos interpessoal<br />Melhora a nossa saúde psicológica e emocional<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  5. 5. Características da comunicação<br />É inevitável<br />É irreversível<br />É complexa<br />Tem regras<br />
  6. 6. Princípios da comunicação<br />Ter consciência da comunicação connosco e com os outros<br />Usar e ouvir mensagens verbais activamente<br />Usar e ouvir mensagens não verbais activamente<br />Ouvir e responder aos outros<br />Adaptar as mensagens ao receptor<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  7. 7. Resumindo…<br />Adaptar a <br />mensagem aos<br />outros<br />Ter consciência <br />Ouvir e <br />Responder <br />Interpretar as <br />Mensagens<br />verbais<br />Interpretar as<br />Mensagens não <br />verbais<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  8. 8. A comunicação interpessoal<br />Ocorrequandointeragimosemsimultâneo com outrapessoa, no sentido de mutuamentenosinfluenciarmos.<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  9. 9. Comunicaçãoemgrupo e equipa<br /> Os grupos têm objectivos, os seus membros desenvolvem sentimentos de pertença e os membros do grupo influenciam-se mutuamente:<br />Com a comunicação em peq grupos<br />Através da comunicação dual<br />Através das equipas<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  10. 10. Auto conceito e comunicação<br />Atitudes - sãopredisposiçõespara…<br />Crenças – a forma comoestruturamos o nossoentendimentodarealidade (verdadeiro/falso).<br />Valores – conceitos de bem e mal, de certo e errado.<br />
  11. 11. Como é que desenvolvemos o auto conceito<br />Atravésdarelação com osoutros<br />Associando-nos a grupos<br />Através dos papéisqueassumimos<br />Através dos “rótulos” queatribuimos a nóspróprios<br />
  12. 12. Com quem nos associamos?<br />Grupos religiosos<br />Grupos políticos<br />Grupos étnicos<br />Grupos sociais<br />….<br />
  13. 13. Auto – estima e comunicação<br />Dizrespeito à auto-avaliaçãoquefazemos do nosso valor<br />A auto-estima é muitoflutuante e podeatébaixaroudiminuirdurante um só dia. Quando, porexemplo:<br />
  14. 14. Auto – estima e comunicação<br />Quando a nossa auto estima baixa pode levar ao surgimento de problemas sociais, tais como:<br />Escolha dos amigos errados<br />Dependências de alcool, drogas ou sexo<br />Dificuldades alimentares (por exemplo, anorexia)<br />Comunicação é essencial para o processo de construção e manutenção da auto estima<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  15. 15. Conversações positivas:<br />A comunicação intrapessoal diz respeito às conversas que temos com nós próprios.<br />A nossa auto-estima influencia a forma como dialogamos com nós próprios.<br />A conversação interna positiva influencia a nossa autoestima.<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  16. 16. A COMUNICAÇÃO VERBAL<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  17. 17. Compreendendo as mensagens verbais<br />AS PALAVRAS SÃO PODEROSAS<br />NÓS ESCOLHEMOS A LÍNGUA QUE USAMOS<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  18. 18. Natureza da língua<br />UmaLÍNGUA é um sistema de símbolos (letrasqueformampalavras) estruturadaatravésdagramática (quesão as regras) e dasintase (padrões de organização das palavras) comum a um conjunto de pessoas. <br />As palavrasditam o limitedanossarealidade.<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  19. 19. As palavras são símbolos com significados<br />O significado de uma palavra é a forma como a interpretamos e o sentido que lhe atribuimos.<br />Mas por vezes o orador e o receptor atribuem significados diferentes<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  20. 20. Significado Denotativo e Conotativo<br />Denotativorefere-se aoconteúdoexplicitodapalavra<br />Conotativoremetepara o significadoimplicito<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  21. 21. As palavrasreflectemsignificadosconcretos e significadosabstractos<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  22. 22. Uma palavra é concreta quando a podemos ver, tocar, cheirar, provar ou ouvir.<br />Se não podemos, então a palavra é abstracta<br />As mensagens concretas são mais claras, as abstractas são mais difíceis para o consenso<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  23. 23. A COMUNICAÇÃO NÃO VERBAL<br />
  24. 24. Compreendendo as mensagens não verbais<br />Como e porquê devemos preocupar-nos com as mensagens não verbais?<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  25. 25. Compreendendo as mensagens não verbais<br />As mensagens não verbais comunicam sentimentos e atitudes<br />A fonte de informação emocional mais significativa é a cara<br />Aproximadamente 93% do significado emocional é comunicado não verbalmente<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  26. 26. Compreendendo as mensagens não verbais - funções<br />substituição<br />complemento<br />contradição<br />repetição<br />regulação<br />acentuação<br />
  27. 27. Movimentocorporal, gestos e postura<br />Códigosdacomunicaçãonão verbal<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  28. 28. Códigosdacomunicaçãonão verbal<br />Contacto “olhos nos olhos”<br />Expressão facial<br />Toque<br />A voz<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  29. 29. Na maior parte das vezes…<br />
  30. 30. Como é que ouvimos:<br />Ouvimos ou escutamos<br />Seleccionamos<br />Tomamos atenção<br />Compreendemos<br />Recordamos<br />Respondemos<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  31. 31. Barreiras à escuta activa:<br />Do próprio<br />Demasiado focados em nós próprios<br />Ruído emocional<br />Criticismo<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  32. 32. Barreiras à escuta activa:<br />Barreiras no processamento da informação<br />processamento lento<br />excesso de informação<br />apreensão do receptor<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  33. 33. Barreiras à escuta activa:<br />Barreiras de contexto<br />Barreiras de espaço e tempo<br />Ruído<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  34. 34. Competências de escuta activa<br />Stop: desligue um pouco<br />descentralize-se<br />Olhe: observe as pistas não verbais<br />Ouça: compreenda os pormenores e as ideias<br />Identifique o seu objectivo<br />Sumarize mentalmente os detalhes<br />Ligue os detalhes à ideia principal<br />Pratique<br />Transforme barreiras em objectivos<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  35. 35. Competências de resposta<br />Seja descriptivo<br />Seja breve<br />Transmita informação útil<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  36. 36. Comunicaçãonosgrupos e nasequipas<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  37. 37. Definições<br />Comunicação em pequenos grupos<br />Pequeno número de pessoas<br />Objectivos comuns<br />Sentimentos de pertença<br />Influência mútua entre membros do grupo<br />
  38. 38. Grupos e equipas<br />Uma equipa é uma grupo coordenado de pessoas que estão organizadas de forma a trabalharem em conjunto, para atingir um objectivo específico e comum a todos.<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  39. 39. Grupos e equipas<br />REDES<br />Todos falam com todos<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  40. 40. Grupos e equipas<br />Correntes<br />A mensagem passa de pessoa em pessoa<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />
  41. 41. Grupos e equipas<br />Rede centrada<br />1 pessoa recebe a maior parte das mensagens<br />Formador: Patrícia Ervilha<br />

×